Page 1

www.galerajovem.net

1


2

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

3


4

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

5


www.galerajovem.net

6


www.galerajovem.net

7


8

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

9


10

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

11


12

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

13


14

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

15


16

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

17


www.galerajovem.net

18


19

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

20


21

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

22


www.galerajovem.net

23


www.galerajovem.net

24


www.galerajovem.net

25


www.galerajovem.net

26


www.galerajovem.net

27


www.galerajovem.net

28


29

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

30


31

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

32


33

www.galerajovem.net


antenados

Atelier das Artes reabre em novo endereço.

O

Atelier das Artes já está em pleno funcionamento, agora em novo endereço, localizado no Terminal de Integração, antiga rodoviária em Patos-PB. No Atelier das Artes, você encontra telas decorativas no estilo abstrato moderno dos mais variados modelos e tamanhos. Também confeccionamos a tela decorativa com a logomarca de sua empresa. Visite-nos e comprove. Se preferir, solicite nossa visita sem compromisso, através dos telefones (83) 9625-0910 e 99616346. Acesse www.erimedeiros. com.br, clique na imagem “ATELIER DAS ARTES” e confira nosso catálogo com todos os modelos já produzidos.

Mais um DVD da Garota ou o 1º de Wesley Safadão?

A banda Garota Safada anunciou a gravação de mais um DVD, no entanto, um fato curioso chama a atenção sobretudo naqueles que estão mais antenados com as últimas informações sobre

34

www.galerajovem.net

o destino da Garota Safada. Pela imagem da matéria, surge a pergunta: A gravação do DVD será da Garota Safada ou de Wesley Safadão já em carreira solo?. Na imagem não é mostrada a logo da Garota, mas somente a de Wesley, acrescentada da frase “Um grande artista de revela em grandes passos”. Nos últimos dias surgiram boatos de que Wesley Safadão seguirá carreira solo e a Garota seguirá com outros vocalistas. Nomes fortes como o de Berg Rabelo e Mara Pavanelly foram citados como possíveis sucessores de Wesley na Garota Safada. Diante dos fatos, é possível que essa gravação na verdade já seja o 1º DVD Solo de Wesley Safadão e não mais o novo DVD da Garota Safada. Circula pelos bastidores que uma estrutura nunca vista antes em bandas ou artistas forrozeiros será montada especialmente para a gravação desse DVD que por enquanto só tem certo a cidade que é o Rio de Janeiro, a data e local ainda não foi divulgado. Vamos aguardar pra conferir.

Forró do Dono Lança promocional de junho

A banda Forró do Dono completa um ano no mercado e para comemorar a data, gravou um CD promocional repleto de grandes sucessos, entre elas, musicas inédita e sucessos do momento. O CD contou com duas participações de peso: Luan Estilizado que ao lado de Rafael Junior, cantou o atual suces-

so da banda “Ajuelhe e Puxe” e de Elayne Tyne com com Dayane interpretou o sucesso de sua autoria “Pisadinha da Baixinha”. O novo trabalho promete vem agradando em cheio, aumentando cada vez mais o sucesso dessa banda que em pouco mais de um ano, vem conquistando fãs e fazendo sucesso por diversas cidades da Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte. Aguardem.

Após Sete anos, João Filho e Ana Amélia voltam a cantar Forró.

O casal João Filho e Ana Amélia, ex-vocalistas do Forró Mastruz com Leite iniciaram 2014 com mudanças em suas vidas profissionais. O casal que havia deixado os palco há sete anos, voltaram a cantar forró, dessa vez, como vocalistas da banda Mel com Terra, banda que pertence ao grupo Somzoom, mesma empresa do Mastruz com Leite. O casal já estreou no Mel com Terra para alegria de seus fãs que estavam órfãos de seus ídolos por tanto tempo. Ao longo desses anos, João Filho e Ana Amélia se dedicaram a musica Gospel, chegando inclusive a gravarem um CD. Ao longo do período em que tiveram afastados dos palcos, o casal foi ainda agraciado com a chegada de sua primeira filha. Com a chegada de João Filho e Ana Amélia, a banda mel com Terra passa a ter a seguinte formação: Lucinha, Rômulo Santa Ray, Mário Augusto, João Filho e Ana Amélia. Um CD com a nova formação foi lançado no início de junho trazendo em seu repertório, além dos grandes clássicos do Mel com Terra, músicas inéditas, entre elas, “Tá Colado”, composta e interpretada por João Filho e Ana Amélia, apostada como a grande promessa do CD.

www.galerajovem.net

34


35

www.galerajovem.net


Tecnologia

NO MUNDO DA NUVEM

O arriscado ir e vir de CDs, cartões de memorias e pen drives com arquivos pessoais ou profissionais já era. Agora tudo pode ser salvo em computadores bem longe de você, mas ao total alcance das mãos. É a era da computação na nuvem. Por Rannieri Vieira

V

ocê bateu uma foto do seu almoço com a câmera do celular e salvou imediatamente num espaço virtual chamado Dropbox. Permitiu que um amigo de outra cidade acessasse o espaço via internet e visse a foto. Foi para casa, escreveu um texto e o compartilhou com seu chefe através do Google Drive – sem precisar enviar a ele um e-mail ou pen drive contendo o trabalho. As duas atividades têm algo em comum: nem fotos, nem textos estão salvos no cartão de memória do seu celular ou no HD do seu computador de casa nem no do escritório. Muito menos em qualquer engenhoca que possa ser manipulada com as mãos. Elas estão armazenadas bem longe de você em servidores – computadores bem mais potentes que o seu – localizados em algum lugar do mundo. Esses computadores permitem que acessemos o que salvamos a partir de qualquer dispositivo ligado à internet (smartphone, computador, tablete) a qualquer hora do dia. E melhor: permite que compartilhemos

36

www.galerajovem.net

tudo isso, se quisermos, com outros usuários sem precisar usar um único pen drive ou CD, apenas autorizando que ele tenha acesso a parte de nossos arquivos, não importa onde ele esteja. É isso mesmo: se antes andávamos por ai cheio de acessórios para carregar fotos, textos, nossos arquivos pessoais ou profissionais... isso acabou. Parece magica mas não é. Isso é realidade e chama-se cloud computing ou computação em nuvem. E esta cada vez mais evidente no dia a dia das pessoas. TUDO PODE IR PARA A NUVEM: Para ter uma espaço na nuvem basta se cadastrar no site da empresa que oferecem o serviço. A Apple com seu iCloud foi a precursora dessa tecnologia. Dropbox, Microsoft Ondrive, e Google Drive vieram depois e são apenas algumas delas. O uso de serviço já reflete no mercado de celulares quem muitos modelos já nem vem com a opção para aumentar sua capacidade de armazenamento. Computadores sem drives de CD também já são comuns.

É SEGURO? Salvar dados pessoais e profissionais longe do alcance das mãos é ainda uma das questões que mais preocupam quem usa – e quem reluta a usar – a computação na nuvem. Até que ponto é seguro armazená-los em lugar que não fique na própria casa ou no escritório? Sabemos hoje, que a nuvem é mais segura do que muitos servidores que estão na porta ao lado, como computadores, CDs, pendrives, logo que são ambientes físicos suscetíveis a vírus, umidade, temperaturas altas e queda por falta de atualização do software ou conhecimento do usuário. As empresas de Cloud Computing protegem razoavelmente bem as informações dos usuários, codificando os dados salvos para dificultar o acesso por possível invasores. Também salvam essas informações em mais de um local, ou seja, a própria nuvem conta com um backup. Porém, é bom sempre ter copias de nossos arquivos em mídias como CDs ou DVDs, só por segurança e precaução.

www.galerajovem.net

36


www.galerajovem.net

37


38

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

39


Premiação

Dr. Ailton azevedo Advogado premiado no sertão da Paraiba pela 3ª vez

A

ilton Azevedo de Lacerda, formado pela Unipê no ano de2005, Pós Graduado em direito Previdenciário pelaLFG, eleito pelo Instituto de Pesquisa e publicidades Diognes Araújo Publicidades nos anos de 2011 e 2012 na Categoria de Melhor advogado da cidade de Piancó-PB e reeleito em 2013 pela DENAP PUBLICIDADES, com escritó40

www.galerajovem.net

rio na Rua Antonio Brasilino, s/n, Centro da cidade de Piancó-PB. O ESCRITÓRIO é formado pela Equipe de Profissionais que integram a Banca, Dr Ailton Azevedo de Lacerda (Advogado), Dra Anna Kaline Antas Leonardo (advogada) e Aucilene Azevedo de Lacerda (Assistente Social-Formanda) O Jovem Advogado Dr. Ailton Azevedo de Lacerda, acaba ser eleito no mês de maio de 2013 pela

DENAP PUBLICIDADES através de pesquisa pública na Categoria de advogados, como o melhor advogado da cidade de Piancó-PB em simpatia, aceitação e escolha popular. Dr. Ailton Azevedo de Lacerda atua nas áreas Trabalhista, Previdenciária e Cível, sua vasta clientela é composta na maioria dos casos por agricultores, que tiveram seus Benefícios Negados pelo INSS e buscam os serviços advocatícios do ESCRITÓRIO AILTON ADVOCACIA que sempre são recebidos com zelo e carinho por toda a sua equipe de profissionais.


Premiação www.galerajovem.net

41 41


42

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

43


GASTRONOMIA

GASTRONOMIA JUNINA

Do prato principal às sobremesas e bebidas, neste mês de junho as comidas têm a cara do interior nordestino

Q

uadrilha, fogos de ar tifício, fogueira, vestidos floridos, calças com remendos e chapéus de palha. Todos os itens que compõem a festa de São João mexem com o imaginário popular e garantem a diversão na hora de cair no forró. Mas para deixar o arraial completo, não podem faltar as comidas típicas. Para satisfazer o público, supermercados e padarias da Capital estão abarrotados com os produtos juninos. Do prato principal às sobremesas e bebidas, tudo tem a cara do interior nordestino. E como junho é o mês da colheita do milho, esse é o principal ingrediente dos pratos mais tradicionais, sejam doces ou salgados. Vale bolo, pamonha, canjica, pipoca e, claro, o próprio milho, cozido ou assado. Mas não ficam de fora o arroz doce, bolo de amendoim, de pinhão, cocada, pé-de-moleque, paçoca, queijadinha, tapioca, vatapá, batata doce, maçã-do-amor e quentão. As comidas ficam disponíveis o tempo todo, arrumadas em barracas, sempre ao alcance da mão entre uma dança e outra. Há um quê de mágico no período. As ruas ficam

44

www.galerajovem.net

mais alegres, as pessoas ficam mais simpáticas e até as comidas são mais caprichadas. Até os adeptos do rock ficam mais molinhos e se rendem as quadrilhas que, devemos admitir, são super diver tidas. É um mês que a alegria toma de conta e as famílias esquecem as diferenças para se reunir em volta de uma grande fogueira e uma grande mesa de quitutes. Ouso dizer que agrega mais pessoas que as próprias comemorações natalinas. Vale lembrar que o mês de Junho é a época da colheita do milho, então grande parte dos pratos são feitos com essa deliciosa iguaria bem comum na nossa região.


www.galerajovem.net

45


Opinião

Conversando com o Brasil Hoje eu ia falar de flores, pois nem só de indignação, por mais justa que seja, a agente vive(Lya Luft). Mas,...

O

Há quanto tempo não nos v e m o s a m i g o Brasil, como você está ? E seus filhos estão bem? Como anda à família brasileira? -Caro amigo, eu estou do jeito que me fazem ser! Quanto a meus filhos, você sabe...nem todos são iguais, e como tal, não conseguem se unir...e isso trás o reflexo para toda nossa família. De um lado, àqueles que acham que eu sou propriedade exclusiva deles, sem ter consciência que sou de todos. Do outro lado, àqueles que foram esquecidos por os irmãos, não sendo respeitados por esses, e justamente eles, que confiei à guarda e cuidado para com os outros. Imagine você, amigo, enquanto eu durmo, acontecem várias coisas...algumas até difíceis de acreditar, mas fazer o que?... são fatos, não posso simplesmente fazer de conta que não existem! -É...meu amigo Brasil, lidar com filhos que ainda não compreenderam o sentido da igualdade entre os homens, não é fácil, principalmente quando não é dado a mesma oportunidade para àqueles mais desfavorecidos. Falar de ética, por exemplo, hoje em dia é algo que nos assusta, pois ela foi 46

www.galerajovem.net

esquecida, encontrada, ainda, nos lábios de alguns, que as vezes não lembram que ela precisa ser vivenciada. -É triste para mim, quando tomo conhecimento através dos meios de imprensa, que alguns de meus filhos desviaram de forma criminosa, algo que pertencia a todos. E, infelizmente, o que mais vejo, são notícias de todos os tipos à respeito desta forma de comportamento:

“Desarticulado o maior esquema de corrupção no serviço público brasileiro... o Mensalão” “Então é no grito? A pressão popular funciona...”(Veja) “Choque de ilusão”... (Veja).

Não é fácil, mas não basta se lamentar. Essa é minha realidade, e agora é procurar solucionar o problema. -Mas como amigo Brasil? -Não existe outro caminho, senão a educação! E aqui não me refiro apenas à instrução, o conhecimento científico, mas, à educação moral, que vive em um processo de crise hodiernamente. Recordo-me das palavras de um meus filhos mais esclarecido, Jason de Camargo, que nos trás em

seu livro “Educação dos Sentimentos”, preciosos ensinamentos, quando fala que a expressão de Quinto Horácio Flaco(65 a 8 a. C.), poeta latino, deixada em suas Epístolas, era expressamente forte: “ Ousa saber! Começa!”. É um convite dirigido a todas as pessoas indecisas, que permanecem à espera dos acontecimentos da vida. Ele falava na ousadia porque sem ela não haveria possibilidades para a renovação de paradigmas, bem como não chegaríamos às grandes conquistas da história. Ousar saber e começar significa sair da estagnação mental e partir para o


mento. E para tanto, estou marcando uma reunião como todos os meus filho mais conscientes, para que me ajudem à construir uma família melhor. Fico feliz com os seus propósitos: “A grande maio-

ria busca o que é justo e necessário para se orgulhar do país, para trabalhar com gosto e recompensa razoável, por tudo isso faz a vida, o trabalho, a família, o cansaço, a honradez valerem apena”(Veja).

oPINIÃO

conhecimento de outras leis, principalmente daquelas que regem a felicidade humana. Significa retirar a vestimenta envelhecida dos hábitos perniciosos que geram sofrimento e se encaminhar corajosamente por outras veredas inexploradas ainda, mas que produzem a suprema felicidade do homem. A ousadia da bondade, p.ex., traz consigo a serenidade no campo da consciência, e a ousadia da compaixão reverbera como um foco de luz no psiquismo das criaturas. E lhe digo mais, meu amigo, sei que é impossível modicar essa realidade de uma hora para outra, entretanto, acredito que se trilharmos juntos, esse caminho, minha família e eu, veremos alguns melhorarem, e com certeza, meus netos e bisnetos, serão diferentes...mas é preciso mudar já! Não há mais tempo...não se pode esperar mais, agora é o mo-

essa mudança de paradigmas através da educação, com certeza, vai transforma-los, e que um dia...seremos uma grande nação, nação essa chamada FELICIDADE DE TODOS. Peço-lhe licença, neste momento, meu caro amigo, para partir, pois minha família não pode mais esperar, vou começar esse processo de reeducação, já, forte abraço.

Reflita com isso.

- Amigo Brasil, que família que você tem! Que grande potencial tem seus filhos! Imagine eles com toda essa força, usando para o progresso comum... que grande nação seria sua família! - É verdade, meu amigo, mas acredito que

Cristiano Jacques de Lima Araújo Aluno do Doutorado em Direito Penal pela Universidade de Buenos Aires (UBA). Especialista em Ciências Criminais e Segurança Pública-FIP. Especialista em Psicopedagogia-FIP. Pós-Graduação pela Escola da Magistratura de Pernambuco-ESMAPE. Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito de Olinda/PE. Professor de Direito Penal e Investigação Criminal na ACADEPOL/PB. Professor de Ações e Políticas de Segurança Pública no Curso de Pós- Graduação em Ciências Criminais na FIP. Delegado de Polícia Civil.

www.galerajovem.net

47 47


48

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

49


50

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

51


COMPORTAMENTO

Estamos perdidos (?)

A

formação d a

consciência social crítica é um dos desafios mais graves a serem enfrentados pela educação, exatamente por ser uma de suas principais atribuições. A situação torna-se ainda mais crítica pelo fato de vivermos um surto intenso e, possivelmente, irreversível de superficialidade e indiferença em relação às questões estruturais que definem os rumos da sociedade em todos os níveis (mundial, nacional e local). A atenção dos adolescentes, jovens e muitos adultos volta-se para as pequenas telas de seus smartphones e similares, comunicam-se com frases muito curtas e cifradas e não suportam textos longos ou que exijam uma interpretação mais acurada. Embelezados e seduzidos pela tecnologia virtual, partilhando pensamentos e frases clichês ilustradas com paisagens paradisíacas e emotivas, anestesiam suas existências e assistem ao tempo e a vida passarem como meros espectadores. A impressão que se tem é que todos estão nesse mesmo barco e os que não estiverem são retrógrados e cafonas. Porém, estão mais uma vez, Enganados.

52

www.galerajovem.net

Há alguns que não estão reféns de tais instrumentais tecnológicos apesar de fazerem uso dos mesmos. Esses estão conscientes de que, enquanto a maioria fica “abestalhada” com as atrações irresistíveis de tais engenhocas, eles podem usufruir daquilo que tal atitude pode render-lhes. Alienados e sequestrados de sua condição protagonista de cidadãos os reféns da tecnologia alimentam um sistema capitalista que se reinventa sempre que fragilidades rondam sua estrutura. Além disso, a cultura da superficialidade e da indiferença ganha contornos de regra e transforma o povo numa massa alienada e medíocre, repetindo discursos contraditórios e direcionados, e assimilando modelos de submissão cultural e ideológica. A educação foi contaminada pela mesma tendência e transformou-se numa experiência utilitária e mercadológica. Os pedagogos e pensadores da educação repetem discursos ultrapassados e propõem métodos ineficazes, apesar de bonitos. Não se consegue inventar formas de transformar a educação num processo atrativo e transformador sem usar as mesmas ferramentas que a fragilizaram. É a redundância do fracasso. O ciclo é

esquizoide e os indicativos de superação muito frágeis. O que pode ser feito?? A pergunta é minha, a resposta é sua!!

Francisco Almeida de Lucena Doutorando em filosofia e professor do IFPB (Campus Sousa)


www.galerajovem.net

53


54

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

55


56

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

57


58

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

59


60

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

61


62

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

63


MODA

Tal mãe tal filha,

tal pai tal filho!

A

m o r maior não há, a ligação entre pais e filhos, são sentimentos fortes que definirão a personalidade por toda a vida, não é amoras?! As filhas quando pequenas imitam as mães, calçam seus sapatos, vestem seus vestidos, brincam com a maquiagem. Os meninos enxergam no pai o grande herói e na admiração pela figura paterna também querem se parecer com eles. É a vida adulta enxergada como uma grande brincadeira pelas crianças, o mundo da moda também viu isso e então a tendência chamada de “tal mãe tal filha” e “tal pai tal filho”, virou aposta certeira de muitas marcas. A onda de se vestir como pais ou vice-versa, já 64

www.galerajovem.net

conquistou o coração cheio de amor de ambos, mas algumas dicas são interessantes seguir para evitar transtornos, afinal à brincadeira fica mais gostosa quando tudo corre bem. Então vamos lá! Cuidados na hora da escolha: - preze pelo conforto das crianças, elas correm, brincam, pulam, e a roupa tem que ser confortável para que ela continue fazendo tudo isso; - meninas e meninos mesmo se vestindo como mamãe ou papai, devem se vestir conforme sua idade, o desafio é encontrar as peças que respeitem o estilo e faixa etária de todos, várias marcas já se preocupam com isso e há mais opções disponíveis; - cores e estampas – o mundo infantil é multicolorido, é alegre, é vivo. Respeite isso quando for escolher os modelitos; - além das roupas, têm-se muitas opções de acessórios também nessa mesma linha, então mesmo assim, evite coisas que crianças não usam ou pelo menos não deveriam usar, como por exemplo, os saltos altos ou roupas mais sensuais para as meninas. No mais, curta esse amor de todas as maneiras

possíveis e inimagináveis, afinal só se é criança uma vez. O tempo passa, elas crescem, e na vida adulta as melhores lembranças que terão guardadas são momentos de pura e simples demonstração de amor, carinho e respeito ensinados pelos seus pais. Amei fazer essa matéria, particularmente acho muito lindo esse carinho e alegria das crianças se sentindo ainda mais especial por coisas tão simples. Essa moda já pegou e está cada dia mais linda, não deixe esse momento passar vista sua filha (o) com o mesmo look e arrase pelas ruas da sua cidade. O amor é lindo e contagiante! Vamos conferir um pouquinho de inspiração pra vocês... Legal essa tendência não é amoras? Beijos. Por: Júlia Diniz www.comglamour.com


www.galerajovem.net

65


66

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

67


68

www.galerajovem.net


CIDADES

Um sonho que se realiza

Lançamento da primeira edição da Revista Galera Jovem em Pombal-PB

U

m sonho tão esp e ra d o que se rea liz ou no dia 18/05/2014 o sonho tornou-se realidade, houve o lançamento da revista galera jovem na AABB de pombal, com uma super estrutura e produção, tivemos um cooffe braik para os convidados e desfile das lojas participantes, nessa noite mostramos o que é tendência da estação, rou-

69

www.galerajovem.net

pas da moda e sofisticados penteados, o glamour em uma noite de luxo. Agora a revista galera jovem já fixada no mercado de Patos e Pombal esta crescendo e chegando a nível de estado, nesta edição vocês já encontrão as cidades de Sousa, Cajazeiras e Catolé do rocha e para as próximas edições cidades como São bento e Coremas. www.galerajovem.net

69


70

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

71


72

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

73


74

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

75


76

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

77


78

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

79


80

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

81


82

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

83


CULTURA

Professor e teatrólogo José Ronaldo Leite ainda aguarda o reconhecimento levando como desafio a sua arte

M

a i s i m p o rtant e do que lembrar qualquer data cutural, é necessário enfatizar a incansável luta pela arte cênica na cidade de Pombal PB.Um exemplo claro tem sido a resistência do professor e teatrólogo José Ronaldo Leite que mesmo ainda sem o reconhecimento devido leva como desafio a sua arte.Já tendo participado de oficinas com o ator global Caíque Ferreira e outros importantes nomes como Arlly Arnold, Duílio Cunha, Diolindo Checcuci e tantos outros carrega consigo o personagem “Palhaço Fuleragem” há mais de 20 anos. Autor de cordéis e textos para teatro, desenhos e pinturas além de se identificar com o artesanato acalenta o sonho

84

www.galerajovem.net www.galerajovem.net

Por: Marcelino Neto

de ver sempre o picadeiro armado, o respeitável público ocupando seus lugares e as crianças ansiosas à espera do começo do espetáculo dando incentivo ao imaginário popular. “Sou um parteiro da alegria e minha caminhada vem nestes anos todos resgatando vidas que estão à margem de um sistema que oprime e faz sofrer os menos favorecidos. Tenho pego pedras brutas e transformado em diamantes” define o artista. Discutir a necessidade da utilização de profissionais para ensinar a arte cênica como forma de educar ou descobrir novos talentos deveria fazer parte dos projetos culturais de cada cidade,“Sobreviver de uma arte onde muitos não incentivam ou não reconhecem como tra-

balho é de fato o grande desafio de quem acredita que os sonhos não envelhecem” concluiu José Ronaldo. Diante do papel social exercido por José Ronaldo, que às vezes termina sem os merecidos aplausos, à registramos com muita alegria,a luta incansável deste artista.A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios, mas necessita sobremaneira do sorriso no rosto.


www.galerajovem.net

85


86

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

87


88

www.galerajovem.net


89

www.galerajovem.net


90

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

91


92

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

93


94

www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

95


96

www.galerajovem.net


97

www.galerajovem.net


98

www.galerajovem.net


99

www.galerajovem.net


100 www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

101


102 www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

103


104 www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

105


106 www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

107


informativo

Dep. federal

hugo motta

Curso de Medicina: “Patos e Região conquistam sonho antigo”, diz Hugo Motta

O

Ministério da Educação publicou na manhã desta q u a r t a - f e i ra , 11 de Junho, a portaria ministerial 359/2014 autorizando o início do curso de Medicina pela Faculdades Integradas de Patos. De acordo com o deputado federal Hugo Motta, nos cinquenta anos da Fundação Francisco Mascarenhas, quem recebe o curso como presente é a cidade de Patos. “Sabemos da competência do nosso povo e da qualidade técnica das FIP. Perdemos uma vez o curso de medicina para outra cidade, porque Patos não tinha um representante que fizesse uma gestão política junto aos órgãos responsáveis pela autorização. Dessa vez, trabalhamos com afinco, com parceria e, acima de tudo, atendendo aos anseios da nossa região, que merece um curso desse porte, que propicia o desenvolvimento educacional, da área da saúde e do setor econômico em várias vertentes”, destacou. O diretor geral das Faculdades Integradas de Patos, João Leuson Palmeira Gomes Alves, relatou o empenho de Hugo Motta para que os trâmites em Brasília fossem agilizados. “É muito importante esta parceria, haja vista ser o representante da nossa região na Câmara dos Deputados, sendo ele um jovem com garra e acima de tudo com vontade de lutar pelos interesses do nosso povo! Além do mais, é médico e sabe da importância de uma faculdade como essa implantada com a marca FIP, que trará benefícios para a saúde dos Paraibanos”, afirmou. João Leuson ressaltou ainda, além do apoio que recebeu do deputado federal, Hugo Motta, o trabalho do senador Vital do Rego Filho, da Prefeitura Municipal de Patos, entre outras instituições. “É uma luta não só das FIP e da cidade de

108 www.galerajovem.net

Patos, mas de toda a região. Hoje, eles também fazem parte desta história. Nós ganhamos um presente importante para a nossa região. Depois de muito trabalho a portaria foi publicada, iniciando um novo tempo”, reconheceu. A chegada da nova graduação é fruto do empenho da Instituição e de aliados que se dedicaram à causa. “Quero parabenizar todos que fizeram parte desta luta, o corpo docente, a equipe técnica das FIP, enfim, aquelas pessoas que direta ou indiretamente contribuíram conosco”, agradeceu João Leuson. O projeto pedagógico do curso foi elaborado de forma consistente e inovadora. “O curso trabalhará com metodologias ativas de aprendizagem e de avaliação, com equipamentos de última geração, criando um ambiente estruturado para o aluno. As FIP estão dando a esse aluno de medicina todas as condições para ele sair com um ótimo perfil, em contato com a realidade regional”, explicou Paula Christianne Gomes Gouveia Souto Maia, coordenadora do curso. Nos próximos dias será publi-

cado o edital do Vestibular para a seleção dos candidatos que farão parte da turma pioneira. “A Instituição já havia entrado em contato com a Comprov, responsável pelos vestibulares da UFCG. Nós já elaboramos o edital que passou pela avaliação da banca. Como a autorização do curso foi feita ainda no ano de 2014, poderemos ofertar as 60 vagas”, adiantou Alana Candeia de Melo, coordenadora Crescimento Hugo Motta disse ainda que o curso beneficiará diversas classes sociais, visto que o Governo Federal disponibiliza bolsas para alunos que desejam cursar o ensino superior em instituições particulares e não tem condições de pagar. Para João Leuson, o curso de Medicina beneficiará a região como um todo. “Irá fortalecer a saúde em toda macrorregião polarizada por Patos, além de trazer desenvolvimento em todos os aspectos, atrairá investidores e novos negócios. Com isso novos empregos, enfim a cadeia econômica começa a crescer”, concluiu.

Senador Vital do Rêgo, Deputado Hugo Motta e João Leuson


www.galerajovem.net

109


110 www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

111


Segurança

POLICIAMENTO DO

São João de Patos

T

odos os anos a Polícia Militar tem um tratamento especial para com a OPERAÇÃO SÃO JOÃO, lançando mão de todo seu efetivo muito além do disponível, visto que mais da metade dos efetivos empregados estão em gozo de folga, nesse período ficam vetadas as férias regulamentares, buscando com isso reunir o maior número possível de policiais para serem empregados no policiamento dos eventos. A cidade de Patos conseguiu ao longo dos anos consolidar o evento Junino como evento de rua organizado pelo poder público, e esse evento tem se firmado e crescido a cada ano, de maneira que se percebe facilmente muitos veículos placas de outros Estados, bem como verifica-se também a presença de muitos visitantes, pessoas com sotaque de outras regiões, inclusive de Estados não vizinhos, reforçando assim a idéia de que o São João de Patos é algo de fato CONSOLIDADO, e considerado o segundo maior evento junino do Estado da Paraíba. Por esse motivo se faz necessário a cada ano tratarmos com muito zelo o fator segurança, de maneira que a Polícia Militar realiza seu planejamento aproveitando as experiências de anos anteriores, e a das evoluções apresentadas pelo evento, procurando a cada ano na medida do possível acompanhar o seu crescimento e assim poder ser eficaz na aplicação do

112 www.galerajovem.net

policiamento ostensivo preventivo. A primeira das medidas é a instalação do nosso posto de comando no terreiro do forró, com uma estrutura mínima necessária para realizarmos o nosso trabalho, em seguida no nosso planejamento o 3ºBatalhão trabalha o evento três situações: O ANTES, O DURTANTE E O DEPOIS. 1-O ANTES - nesse período intensificamos os trabalhos nas ruas com a realização de Blitzens em conjunto com a companhia de Trânsito e Bope ¬(Batalhão de choque) para coibir a ação de criminosos, bem como coibir os delitos de trânsito; 2- num segundo momento temos o DURANTE – nesse instante o evento está acontecendo, e a polícia militar cuida do evento São João propriamente dito, onde dispomos de em média 90 a 100 homens no policiamento a pé na área do terreiro do forró, dispostos em patrulhas e em duplas, de modo a cobrir todos os quadrantes do local do evento e guarnições de moto-patrulhamento no entorno do terreiro do forró realizando constantes abordagens. Nesta fase do DURANTE, aplicamos também sete plataformas de observação (POP), onde nossos policiais conseguem ter uma visão panorâmica do seu entorno, e assim tendo sua ostensividade e seu poder de vigilância pontencializados, e desta forma coibindo infrações ou podendo agir tempestivamente diante de algum fato que venha quebrar a tranqüilidade do evento, além desse imple-

mento, temos também o monitoramento com câmeras, onde temos uma base de monitoramento, a qual é acompanhada por policiais nossos com um bom conhecimento sobre a criminalidade e com vasta experiência de rua e em eventos desta natureza, de maneira a ter o que nós denominamos de “OLHO CLÍNICO POLICIAL” e assim poder detectar situações não percebidas pelo policiamento do evento, tais como a ação de lanceiros ou descuidistas, que costumeiramente agem em festas desse tipo furtando carteiras e objetos de valor como celulares e jóias das pessoas. Nessa fase do DURANTE destacamos que a tropa da Polícia militar trabalha com alguns recursos que aumentam a sua ostensividade, como o colete refletivo e os bonés brancos, que é algo que destaca a presença da polícia e assim causando impacto no meliante, que por ventura estiver presente ao evento mal intencionado ao tempo que causa sensação de segurança no cidadão de bem que está ali pensando em se divertir, além disso as patrulhas estarão todas equipadas com radiocomunicação, otimizando assim a passagem de informações necessárias ao conhecimento do efetivo de serviço. Na fase final O DEPOIS – este é o momento do encerramento e da dispersão dos presentes, nesse momento a nossa tropa ainda permanece no evento aguardando a saída das pessoas, e o policiamento motorizado como


Dicas de segurança para o são joão 1-Ao sair de casa certifique-se de que fechou bem portas e janelas, procure também deixar sua residência bem iluminada externamente, se possuir alarmes e cercas elétricas, não esqueça de ligá-los, pois nesse período muitos dos meliantes (donos do alheio) costumam atuar; 2-Ao se deslocar para o terreiro do forró procure dar preferência ao serviço de táxi e mototaxi ou de vans; 3-Evite levar crianças pra o meio da multidão, mas se tiver que levar procure identificá-las com pulseiras com nomes dos pais e telefone de contato, são muitos os casos de crianças perdidas na multidão; 4-Se for pra festa em veículo particular procure estacionar em local bem ilumi-

nado ou em estacionamento particular, procure também não deixar objetos de valor expostos em seu veículo; 5-Não leve recipientes de vidros (copos/garrafas), não será permitida a entrada, pois podem ser usados como armas brancas, ou ainda podem acidentalmente causar graves ferimentos nas pessoas ; 6-Cuidado com pessoas estranhas que lhe ofereçam bebidas ou quaisquer outras substâncias, essa orientação é direcionada, sobretudo as moças, tendo em vista que há registros de casos de moças que foram dopadas e conduzidas pra fora de festas e violentadas. Graças a Deus não temos registro de acontecimentos desse aqui, mas pode vir acontecer; 7-Se presenciar alguma briga ou tumulto, procure se afastar até mesmo pra não ser confundido com os envolvidos no tumulto; 8-Se presenciar qualquer ação suspeita ou criminosa, denuncie ao 190, se o caso acontecer no próprio terreiro do forró, denuncie diretamente as guarnições de serviço no local; 9-Colabore com as abordagens policiais, não dificulte o trabalho dos policiais, as abordagens ocorrem para sua segurança; 10-Se ingerir bebida alcoólica evite dirigir, entregue o veículo a alguém habilitado e que esteja sóbrio, evite acidentes e defenda a sua vida e a de outrem; 11-Evite andar sozinho em meio a multidão; 12-DIGA NÃO AS DROGAS, pois em eventos de multidões como o SÃO JOÃO muitas pessoa dão o primeiro passo no mundo das drogas.

Segurança

um todo é deslocado para locais estratégicos e de grande confluência de pessoas, acompanhando e garantindo a segurança das pessoas no retorno para suas residências. Além de tudo elaboramos um informativo para ser divulgado com a população enumerando as principais DICAS DE SEGURANÇA orientando a população de como agir diminuindo o seu potencial vitimológico diante de situações que podem vir a ocorrer durante todo esse ínterim do ANTES, DURANTE E DEPOIS. Com esse planejamento a POLÍCIA MILITAR vem obtendo êxito na cobertura desse importante evento que projeta a cidade de Patos no turismo de eventos, e que lhe dar destaque em todos os níveis, estadual, regional e nacional.

Enéas da Cunha Rolim Neto Ten Cel comandante do 3º BPM, bacharel em Segurança pública pela Academia de Polícia Militar do Cabo Branco, e bacharel em Direito pela UFCG, Pós-graduado em Segurança pública Pela UFCG e Academia de Polícia Militar do Cabo Branco.

www.galerajovem.net

113 113


114 www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

115


116 www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

117


118 www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

119


120 www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

121


CULTURA

CENARIO DA MUSICA ELETRONICA

P

or sua história passou de uma vertente da música erudita (fruto do trabalho de compositores visionários) a um elemento da música popular, primeiramente bastante relacionado ao rock e posteriormente discernindo-se como um gênero musical próprio (principalmente relacionado com a música popular nos sub-estilos considerados dançantes tais como o techno, acid, house, trance e drum ‘n’ bass, desenvolvidos a partir do auge da música disco no final da década de 1970). Actualmente existem várias ramificações do estilo, tanto eruditas como populares. A musica eletronica ganhou uma ascensao muito grande nos ultimos anos, a midia televisa trouxe a tona o nome de grandes

www.galerajovem.net 122 www.galerajovem.net

djs assim tambem como seus remixes em novelas e programas televisivos, o BBB é um forte exemplo de divulgaçao da musica eltronica, mas tambem um cenario de formaçao de fakes djs, já que muitos ex BBBs quando já não possuem mais a midia a seu favor se tormam FAKE DJ. Mas o que seria um FAKE DJ, são pessoas que não tem nenhum tipo de formaçao musical, e enganam o publico levando sets musicais produzidos por outros djs, não sabem operar o mixer e o cdj de forma alguma. Os Djs que fizeram ou fazem curso ou apenas estudaram com algum amigo dj, não param nunca de se aperfeiçoar, eles estudam o ano inteiro porque na musica precisa se doutrinar os ouvidos para que cada vez sua tecnica se torne perfeita;

Hoje temos grandes nomes de djs no cenario nacional e internecional alguns já produtores com seus prorios singles, hits ou musicas. Tambem existem locais onde produtores de eventos serios contratam djs não so pela fama mas pelo bom gosto musical e poder que eles tem de conduzir a pista com sua carisma, musica de qualidade e varios outros atributos especificos de cada personagem que o dj cria para sua aparesentaçao. Por Dj Ed Peres


www.galerajovem.net

123


124 www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

125


126 www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

127


128 www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

129


130 www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

131


132 www.galerajovem.net


www.galerajovem.net

133


134 www.galerajovem.net


135 www.galerajovem.net


136 www.galerajovem.net


137 www.galerajovem.net


138 www.galerajovem.net


139 www.galerajovem.net


140 www.galerajovem.net


141 www.galerajovem.net


SAÚDE

SUCOS FUNCIONAIS

N

ada de cápsulas dessa ou daquela v i ta m i n a ou mineral. Sucos naturais são fáceis de fazer, saborosos e garantem nutrientes vitais para o organismo. Eles são chamados funcionais porque contém nutrientes que desempenham funções especificas para o bom funcionamento do corpo. Melhor, são isentos de produtos químicos ou

que possam provocar alergias. São os sucos funcionais. Sabemos que frutas faz bem ao organismo... e por dia, devemos consumir pelo menos de três a cinco. Tomando sucos estimulamos o consumo regular das frutas, mesmo que nessa forma aas fibras sejam reduzidas. Ou seja, é muito mais fácil consumir duas ou três de uma vez só, em forma liquida, do que tentar leva-las de lá pra cá diariamente.

Além disso, combiná-las, potencializa seus benefícios. É o caso da combinação de couve e limão: a vitamina C do limão, melhora a absorção do ferro do couve. E quanto mais combinações, melhor. Lembra da história do prato colorido? Aqui vale o mesmo princípio: quanto mais variados os ingredientes do suco, maiores os benefícios. E nem sempre é necessário usar a trabalhos centrifuga. O liquidificador já da conta do recado.

RESPIRE BEM. (abacaxi, hortelã e gengibre ) AJUDA A LIMPAR AS VIAS RESPIRATORIAS INGREDIENTES: - ÁGUA - 2 RODELAS DE ABACAXI (ANTI-INFLAMATORIAS) - 2 FOLHINHAS DE HORTELÃ (EXPECTORANTE NATURAL) - 1 PÊRA (CONTEM VITAMINA C, VITAMINA A E VITAMINA DO COMPLEXO B) - GENGIBRE RALADO (EXPECTORANTE) SUCO DE MARACUJA COM BANANA E KIWI ENERGÉTICO E REVIGORANTE INGREDIENTES: - 1 BANANA - SUCO DE MARACUJÁ - 1 KIWI - 1 TÂMARA PARA ADOÇAR

LASSI DE MANGA RECEITA INDIANA ENERGÉTICA E REVIGORANTE INGREDIENTES: - 200ML DE ÁGUA DE COCO - 1 COPO DE IOGURTE NATURAL DESNATADO - ½ COPO DE LEITE DE ARROZ OU AVELÃ - ½ MANGA - 1 CARDAMOMO DESCASCADO www.galerajovem.net 142 www.galerajovem.net


143 www.galerajovem.net


144 www.galerajovem.net


145 www.galerajovem.net


146 www.galerajovem.net


147 www.galerajovem.net


CULTURA

A Prevenção Geral Positiva da

Pena e o Direito Penal do Inimigo

P

ara Jakobs a pena tem como função um reforço na confiança do Direito, infundindo na coletividade a necessidade de fidelidade ao direito, promovendo uma integração social. A norma penal serve para estabilizar as expectativas sociais frente às frustrações que ocorrem quando há uma violação das normas. Serve pois para assegurar a vigência de uma norma. “A pena tem pois a missão preventiva de manter a norma como esquema de orientação, no sentido de que quem confia em uma norma deve ser confirmado como pessoa”. Os indivíduos criam expectativas decorrentes das interações e do viver em sociedade, que muitas vezes redundam em frustrações e decepções que poderiam levar à desconfiança e quebra da fidelidade às interações sociais, sendo a pena, pois, um meio de se restabelecer a confiança, reparando ou prevenindo os efeitos negativos que a violação da norma produziu. Para Jakobs “a pena é uma demonstração da vigência da norma à custa de um responsável”[9], tendo por função afirmar sua validade. “Missão da pena é a manutenção da norma como modelo de orientação para os contatos sociais. Conteúdo de uma pena é uma réplica, que tem lugar à custa do infrator, frente ao questionamento da norma”[10]. Ainda de acordo com Jakobs “os destinatários da norma não são primariamen-

www.galerajovem.net 148 www.galerajovem.net

te algumas pessoas enquanto autoras potenciais, senão todos, vez que ninguém pode passar sem interações sociais e dado que por isso todos devem saber o que delas podem esperar”[11]. O que Jakobs propõe, resumidamente, com a teoria da prevenção geral positiva é que, é uma “prevenção geral para que produza efeito em todos os membros da sociedade, e positiva, para que o efeito gerado não seja o medo frente à pena, mas sim a certeza da vigência da norma, que foi agredida pela infração e tornou a ser fortalecida pela pena”[12]. O direito penal do inimigo é então, resumidamente entendido como aquele que a) determina ser o inimigo uma não-pessoa (se estabelecendo com ele uma relação de coação, de guerra); b) visa a combater perigos; c) atua por meio de medidas de segurança; d) trabalha com um direito penal do autor; pune a periculosidade do agente; e) é essencialmente preventivo; f) antecipa a tutela penal para punir atos preparatórios (perigo) e por fim é um direito anti-garantista, g) não promove a estabilização de normas (Prevenção Positiva) mas atribui a determinados grupos o status de infratores e age entendendo-os como tal sendo interceptados de pronto, em um estado inicial. É pois o Direito Penal do Inimigo um direito penal do autor e não do fato. A prevenção geral positiva (Teoria da Pena) insere-se pois em um direito penal do cidadão, que, reconhece e tem expectativas em relação ao direito, enquanto que

ao inimigo, resta um direito penal que busca apenas a neutralização, pois não há qualquer relação desse com o ordenamento e nem quaisquer expectativas. Não se está mais, então, reafirmando a vigência da norma, mas, com relação ao direito penal do inimigo, se está garantindo que a sociedade perdure, mantenha-se, em face desses indivíduos.

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

[9] GUARAGNI, Fábio André. As teorias da conduta em direito penal: um estudo da conduta humana do pré-causalismo ao funcionalismo pós-finalista – 2. Ed ver e atual – São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2009, p.293. [10] GUARAGNI, Fábio André. As teorias da conduta em direito penal: um estudo da conduta humana do pré-causalismo ao funcionalismo pós-finalista, p. 292. [11] MORAES, Alexandre Rocha Almeida de, A Terceira Velocidade do Direito Penal: o ‘Direito Penal do Inimigo’. Dissertação de Mestrado: PUC-SP, 2006, p. 134. [12] MORAES, Alexandre Rocha Almeida de, A Terceira Velocidade do Direito Penal: o ‘Direito Penal do Inimigo’, p. 146.

Por: Pedro Correia Advogado


149 www.galerajovem.net


Regionalidade

Paixão Nordestina:

Sanfoneiros mostram sua paixão pelo instrumento

Instrumento precursor da sanfona teria surgido na China, antes de Cristo. Na Paraíba, um sítio se tornou uma das poucas fábricas do país.

S

eja nas grandes festas de época ou em um simples arrasta-pé, a sanfona aparece como destaque do trio musical mais popular do Nordeste, ao lado da zabumba e do triângulo, a sanfona foi criada há muito tempo, do outro lado do mundo. Os registros históricos relatam o aparecimento de um instrumento na China, chamado cheng, 2.700 anos antes de Cristo, como o precursor da sanfona. Mas foi na Europa, especialmente na Itália, a partir do século 17, que ela se modernizou, passando por várias transformações até chegar nos moldes que conhecemos hoje. No Brasil, a história da sanfona se confunde com a cultura da nossa música popular em várias regiões. Ela se consagrou nas mãos de grandes músicos, da gaita de Renato Borghetti, aos inesquecíveis Mário Zan, Sivuca, Hermeto Pascoal, Dominguinhos e Luiz Gonzaga. O talento desses grandes artistas influencia até hoje gente simples, que ainda não viu seu nome despontar nas paradas de sucesso.

www.galerajovem.net 150 www.galerajovem.net

Bastante conhecido em nosso estado AMAZAN, com 26 anos de carreira, trinta CDs gravados e quatro DVDs, tem na Sanfona um amor à primeira vista. Foi por acaso que a sanfona entrou na vida do Amazan, quando ele tinha 16 anos, quando um primo deixou uma sanfona em sua casa e passados três dias, começou a tocar umas notas. Dizem os músicos mais experientes que para uma pessoa tocar sanfona, são necessários no mínimo oito meses de muita dedicação. Agora, para passar de tocador a sanfoneiro, desses arretados que animam bailes e forró no Nordeste, é preciso mais de ano, e claro

que talento nessa hora conta muito. A relação de Amazan com a sanfona é tão forte que ele não ficou satisfeito apenas em ganhar os palcos tocando o instrumento. Decidiu dar vida a elas, por isso, montou uma das quatro fábricas existentes hoje no Brasil, no município de Campina Grande, no estado da Paraíba, a LETICCE. Por fora, a sanfona é composta basicamente por três partes: o teclado, responsável pela melodia das músicas. O fole, que no movimento de abre e fecha do braço puxa e sopra o ar para a saída das notas. E o baixo, com o som mais grave, que faz a marcação nas


de sanfona. Um trabalho que exige um ouvido pra lá de preciso e muita paciência. “Leva uns cinco dias para afinar uma sanfona. São três dias para o teclado e dois dias para o baixo. É um instrumento complexo, você tem que ter o material pra afiná-lo e tem que ter um bom ouvido também”, explica. Um instrumento bem afinado nas mãos de um maestro como Edgar Miguel só pode dar boa música. Respeitado no meio artístico, o maestro também é professor e estudioso no assunto. E assim, pessoas de todas as idades mantêm a tradição de tocar esse que é um dos símbolos do nordeste brasileiro. Músicas como Asa Branca, se tornaram grandes sucessos pelo Brasil afora graças ao talen-

to dos compositores e sanfoneiros nordestinos.

www.galerajovem.net

151

Regionalidade

composições. Por dentro, a sanfona é muito mais complexa. É na marcenaria que ela começa a ganhar forma. Aos poucos, a madeira vai ganhando o jeito do instrumento, um mecanismo super complexo. Veneziano Barbosa Filho já fez um pouco de tudo acompanhando a carreira de Amazan, e agora é um dos encarregados da montagem do teclado. Com tantos detalhes, uma sanfona sofisticada como a que Amazan toca, custa em torno de R$ 17 mil. A fábrica de sanfonas fica em um lugar particular. Amazan desativou uma criação de ovelhas que tinha para dar início ao seu projeto empresarial. Onde armazenava a forrageira pro rebanho, hoje funciona a sala de afinação. O berro dos animais deu lugar às notas musicais. Saraiva Luiz é flautista, saxofonista e na fábrica de Amazan é afinador


152 www.galerajovem.net


153 www.galerajovem.net


154 www.galerajovem.net


155 www.galerajovem.net


156 www.galerajovem.net


157 www.galerajovem.net


158 www.galerajovem.net


159 www.galerajovem.net


160 www.galerajovem.net


161 www.galerajovem.net


162 www.galerajovem.net


163 www.galerajovem.net


164 www.galerajovem.net


165 www.galerajovem.net


166 www.galerajovem.net


167 www.galerajovem.net


Grรกfica

168 www.galerajovem.net


Grรกfica

169 www.galerajovem.net


170 www.galerajovem.net


171 www.galerajovem.net


172 www.galerajovem.net

6 Revista Galera Jovem  

Junho 2014

Advertisement