Issuu on Google+

Ano III - #33 - Distribuição gratuita

Fabio fabuloso

Após 11 anos de ausência, Fabio Assunção volta aos palcos, com a peça “Adultérios”, de Woody Allen. Em entrevista, o ator fala sobre sua carreira, projetos de sua produtora, a paixão pela música e os planos para o futuro.

Turismo | Cultura | Moda | Beleza | Comportamento | Arquitetura | Tecnologia | Gastronomia | Vinhos


EM NOSSO MENU DE ESTRELAS ESTÃO O CHEF, A ADEGA, VOCÊ E O CÉU DE SÃO PAULO.

A vista da cidade de São Paulo, o cardápio do Chef espanhol Sergi Arola - duas estrelas no guia Michelin - e a perfeita harmonização dos vinhos de uma adega mais que especial, garantem uma experiência gastronômica única. Aguce seus sentidos no Arola Vintetres.


AROLA VINTETRES ALAMEDA SANTOS, 1437 | 23º ANDAR CERQUEIRA CÉSAR | SÃO PAULO | SP | BRASIL

F: +55 11 3146 5923 | E.: arolavintetres@tivolihotels.com www.arolavintetres.com


Editorial Para esta edição, a Estação Aeroporto, entre tantas pautas, preparou uma edição especial para festejar o aniversário de Balneário Camboriú. Um espaço para mostrar essa belíssima cidade, que tem como maior atrativo o turismo, sendo visitada não só por brasileiros, como por turistas do mundo inteiro. Balneário Camboriú significa na língua indígena “Golfo do Mar”. Sua avenida principal, Avenida Atlântica, reúne bares e restaurantes para todos os gostos e tem agitação o ano todo. A cidade também possui um teleférico que liga duas de suas praias, Laranjeiras e Balneário, um programa imperdível, com um visual que consegue capturar toda a beleza do local. Pessoalmente, a cidade me traz as mais gostosas recordações, já que lá passei quase todas as férias da minha infância, na casa de meus avós. Balneário era para mim o melhor lugar do mundo e o destino certo para minha diversão. Minhas memórias, ainda vivas, incluem a praia cheia - já naquela época, se não chegássemos cedo, não encontrávamos um único lugar para colocar nosso guarda-sol! Lembro da preocupação de minha mãe para não perder ninguém na praia, entre o banho de mar e o retorno à areia, o que uma vez chegou a acontecer (rs)! Minha mãe, aflita, demorou para encontrar sua filha, mais tarde trazida pela guarda local. As ruas da cidade eram ainda de terra e pela frente da casa passavam garotos que vendiam picolés com seus apitos, que mais pareciam flautas e podiam ser escutados de longe. Eu

também adorava o padeiro, que logo no início da tarde vinha com sua bicicleta trazendo, em uma espécie de baú feito de latão acoplado, pães deliciosos, sonhos e vários outros quitutes e especiarias, tudo quentinho e feito na hora. Ali todos se conheciam pelo nome, vizinhos eram compadres, e os que somente passavam as férias eram esperados com ansiedade! Hoje tudo mudou, a cidade tem os prédios mais suntuosos e arrojados do Brasil. Seus condomínios, grandes arranha-céus, são os mais completos do Sul, com tudo que se precisa para lazer. Balneário Camboriú também é um lugar escolhido para moradia de jovens e senhores de terceira idade! Sua gastronomia é conhecida e apreciada, e a cidade conta com renomados chefs. Aproveitamos para fazer uma entrevista com um grande empresário local, Rogério Rosa, da Embraed, que é responsável pelos condomínios de luxo do local. Aproveite a edição para conhecer a cidade de Balneário Camboriú e tantas outras dicas de lugares escolhidos a dedo como sugestão de férias para você. Aproveite para prestigiar os Festivais de Inverno, como o Festival de Campos do Jordão e de Joinville. Boa leitura! E não esqueça de ajudar a quem passa frio, doando as peças do guarda-roupa que não quer mais. Procure na sua cidade o lugar mais próximo e ajude as campanhas de agasalho. Beijos no coração! Fiquem com Deus e partimos para agosto!

Narrimann Chede

Expediente Diretora Narriman Chede narrichede@estacaoaeroporto.com Jornalista Responsável Antero Lobo anterolobo@hotmail.com Editor Executivo Dani Ferrera daniferrera@estacaoaeroporto.com Direção de Arte Anne Cristyne Pereira annecristyne@gmail.com Jornalista de Moda e Beleza Ana Marta Flores ana.marta.moreira.flores@gmail.com Diretora de Marketing Ana Carolina Rotolo anacarolina@estacaoaeroporto.com Coordenador de Marketing Mauricio Mendonça Marketing e Relações Institucionais (31)9798-0964 mauricio.mendonca@estacaoaeroporto.com mauricio@mmmarketing.com.br Colunistas Raul Caldas contato@raulcaldasfilho.com.br

6

Edson Ubaldo ubaldo@laraecorrea.com.br Juliana Pamplona estacaodepartida@gmail.com Diretora Comercial Sonia Meireles (11) 92501273 | (48) 96161276 Rua Marins de Araujo Viana,85 São Paulo SP CEP 02420-040 soniameireles8@yahoo.com.br Representante Balneario Camboriu e Região Mirla Fabiane G. Barrios | Ícone Agencia de Negócios SC (47) 8451.6774 | 9984.6922 mirla.icone@terra.com.br Rio de Janeiro DD9 . Chroma Design (21) 2619.2099 grupodd9@gmail.com Brasília Alberto Moreira Rosa Neto (61) 33234701 betico@centralcomunicacao.com.br Goiânia Gisella Silva Oliveira (62) 99796413 Gisellla.oliveira@estacaoaeroporto.com Curitiba Mirian Lins (41) 32323466 Paraná@centralcomunicacao.com.br

Comercial Internacional Piquet Business Consulting 80 SW 8th Street 20th floor | 33130 Miami, Fld ( 305 ) 781-8823 | (786)314-0886 luiz@piquetbusiness.com taina@piquetbusiness.com Redação Rua Araújo Figueiredo,119 | sala 1002 Centro Executivo Velloso Florianópolis SC (48) 32221840 | (48) 33658191 Agradecimentos Jaqueline Mattia Junior Conick A Revista Estação Aeroporto pertence à E Editora Ltda. Apenas as pessoas que constam no expediente tem autorização para representá-la. Os conceitos emitidos em artigos assinados são de responsabilidade de seus autores.

Redes sociais

@

www.estacaoaerorto.com www.facebook.com/estacao.aeroporto www.twitter.com/estacao


Sumário

26

Foto: Bob Wolfenson.

Fabio Assunção

10

Mimos

56

Especial Balneário Camboriú 08 Horizontes 12 Lugares por onde andei 14 Beleza 16 Aposte 19 Estética 20 Decoração 22 Turismo Internacional 24 Habitat 30 Espaço Cultural 36 Perfil 37 Mais Estação 38 Tecnologia

32

Construção Civil

40 Cultura 52 Desembarque 62 Gastronomia 64 Vinhos 65 Velocidade 66 Estação de Partida 68 Desfile 74 Moda 86 Estação Final 89 Crônica 90 Página Poética

7


Horizontes

Belezas a perder de vista

Goiás

Suas ruas mantêm o calçamento original de pedra e os prédios históricos do século XVIII.

P

ercorrer as ruas da Cidade de Goiás ou Goiás Velho, como também é conhecida, é uma encantadora volta ao passado. A cidade guarda um patrimônio arquitetônico e cultural dos mais ricos do País. Suas ruas tranquilas mantêm o calçamento original de pedra e os prédios históricos do século XVIII mostram uma arquitetura em que prevalecem a simplicidade e algumas influências barrocas. As igrejas são quase todas construções do século XVIII. A Igreja da Boa Morte (1779) é a única que apresenta elementos típicos do barroco na fachada. Abriga o Museu de Arte Sacra, com destaque para as imagens de Veiga Valle, escultor local, que viveu no século XIX. E para quem gosta de curtir a natureza, são organizadas caminhadas na reserva ambiental da bela Serra Dourada, que se ergue em um dos lados de Goiás. Outra boa opção para curtir a natureza é a Chapada dos Veadeiros, o ponto mais alto do Estado de Goiás. Situada à margem do município de Alto Paraíso e da Vila de São Jorge, a 250 km de Brasília, é repleta de belos vales, rios, cachoeiras, cânions e montanhas. Também é muito conhecida pela concentração de cristais de rocha, que afloram do solo entre a bela flora da região. Já a cidade de Formosa, localizada a pouco mais de

8

Gruta Angélica, em São Domingos.

70km de Brasília, merece o nome que tem. O céu quase sempre azul, as belas chapadas avermelhadas e as águas compõem ambientes inigualáveis para a prática de esportes de aventura. O local é ponto de encontro dos amantes de vôo livre, vôo a vela, asa-delta, pára-quedismo e rapel. Outro destino obrigatório é Pirenópolis, situada na região central do Estado de Goiás, aos pés da Serra dos Pireneus, entre Goiânia e Brasília. O município mantém


atrações

imperdíveis *O Parque Estadual do Terra Ronca é um dos maiores sítios de cavernas e grutas da América Latina. *Na cidade de Goiás, vale conhecer a casa onde viveu sua mais ilustre moradora, a poetisa Cora Coralina (1889 – 1985). Situada na cabeceira da ponte sobre o Rio Vermelho, é uma típica residência do século XVIII e uma das primeiras construções da cidade. Casa de Cora Coralina.

*A impressionante Procissão do Fogaréu, realizada na Semana Santa, na cidade de Goiás, há 81 anos. Mais informações: Agepel – Cidade de Goiás: www.agepel.goias.gov.br Cidades Históricas Brasileiras: www.cidadeshistoricas.art.br/goias Informações turísticas: Tel: +55 (62) 3371-1118

Cachoeira em Alto Paraíso.

Rio Quente Resort.

Rio Plate, em Cavalcante.

ainda preservados os casarões do século XVIII, igrejas e museus, todos aninhados sobre suas ruas de pedras quartzíticas e debruçados sobre o límpido Rio das Almas – muito procurado para a prática do rafting. Ao redor, montanhas cobertas de cerrado exibem inúmeras cachoeiras em locais belíssimos.

Cachoeira Arrojado, em Cristalina.

9


Mimos A pasta masculina moderna e cheia de estilo, que pode ser usada à tiracolo, é uma opção mais casual para o homem que não dispensa ter tudo o que precisa sempre à mão. O modelo da grife catarinense Laci Baruffi, confeccionado em couro e com ares minimalistas, pode ser encontrado nas cores preto, marrom e camelo.

Fotos: Divulgação

Praticidade Masculina

Preços: sob consulta. Mais em: http://www.lacibaruffi.com.br

Luxo Alvo A pulseira-desejo Barbara Strauss, confeccionada em ouro e quartzo branco, faz parte da mais nova coleção da marca. A temática dessa coleção vem ancorada ao mundo atual: às belas mulheres contemporâneas, ocupadas, vaidosas e com a autoestima elevada acima de qualquer coisa. As joias “Mulheres que trabalham” foram desenvolvidas através de algumas inspirações profissionais e pessoais que retratam suas convicções, força, perseverança, determinação e ousadia. Preço: R$389,00. Mais em: www.barbarastrauss.com

Escrita rara A Faber-Castell lança a Caneta do Ano 2011 edição limitada, com apenas cinco unidades no Brasil, uma verdadeira jóia rara. A linha premium Graf Von Faber-Castell traz a caneta confeccionada com ouro 18 quilates, jade e platina. Criada e produzida na matriz da Faber-Castell, na Alemanha, tem exatas 1.761 unidades. A escolha do número não é por acaso: em 1761 ocorreu a fundação da marca. No corpo da peça, as pedras são aplicadas em uma moldura banhada de platina — seis facetas presas por filetes de metal. O jade é usado também nas bases da caneta e da tampa, que também é banhada de platina, com um clipe sólido de mola. O modelo é uma caneta tinteiro com pena de ouro, ouro bicolor 18 quilates. Preço: sob consulta. Mais em: www.faber-castell.com.br

Pink flamingo A bolsa, criada pelo designer de moda Luciano Navarro de Balneário Camboriú, é uma exclusividade regional que vem com certificado. Um peça de festa, multifacetada, com detalhes e material inspirados na beleza das aves aquáticas exóticas. A intenção foi criar uma bolsa metamorfa, que oferece opção de uso de várias peças como acessórios que se desprendem e se transformam em novos adereços. Para dar um diferencial e um look mais ousado, usa-se como casquete de cabelo, base de cinto, broches, e ombreiras. Uma peça de glamour. Preço: sob consulta. Mais em: contato_ lnavarro@hotmail.com

10


Fotos: Divulgação

Diamantes negros e Jade O designer de joias Ara Vartanian desenvolveu com exclusividade uma peça para coleção a Graf von Faber-Castell.  Um brinco feito de Jade com diamantes brancos e negros nos mesmos tons da caneta do ano da coleção Graf von Faber-Castell.  Ambas as peças de luxo são confeccionadas à mão.

Sem excesso de peso Para quem faz questão de viajar com uma mala leve e confortável, a linha Salsa Air, uma das mais leves do mercado, alia o melhor do design, segurança e muita tecnologia. São quatro tamanhos e cinco cores vibrantes: ultravioleta, ouro inca, água-marinha, azul-marinho e cognac. Lindo e leve! Preço: De R$ 1.920,00 a R$ 2.390,00. Mais em: www.rimowa.com

Preço: sob consulta. Mais em: www.ara.com.br

Relíquia parisiense A Masqué, marca de sapatos da designer Adriana Pedroso e da empresária Maria Cristina Porto, está dando o que falar. A coleção de inverno “Relíquias de Paris” vem cheia de modelos exclusivos, com misturas de materiais e texturas inusitadas. Os saltos mais grossos garantem o conforto. O modelo D’Orsay está entre os preferidos. Preço: R$598,00. Mais em: www.masquetoi.com.br

Yellow Cooler Para quem curte o verão no Hemisfério Norte ou se prepara para a estação quente no Brasil, a Veuve Clicquot preparou uma surpresa especial: o Yellow Cooler para transportar champagne à piscina, à praia ou ao barco, com todo o charme que ele merece. Onde quer que você vá, poderá levar esse sofisticado acessório em acrílico especial térmico que assegura a temperatura ideal do champagne por duas horas. Preço: R$ 245,00 (Cooler + champagne Brut Yellow Label). Mais em: SAC 11 3062-8388

Hora CK O minimalismo, característica marcante quando se trata de relógios da Calvin Klein, é a cara do modelo Appeal by Vana. Inspirado em formas elegantes e femininas, o Calvin Klein Appeal tem caixa em aço inoxidável polido, PVD preto e vidro mineral onde abrigam o movimento a quartzo. Possui também mostrador preto e pulseira de couro preta, dando assim um efeito monocromático. Preço: R$1.132,00. Mais em: SAC Calvin Klein by Vana +55 (11)3035-1010

11


Lugares por onde andei Veneza | Itália Por Barbara Reiter

Grande Canal de Veneza.

E

m Milão, havia planejado ir para Firenze, mas quando cheguei à Statione Centrale, já estava lotado o trem que iria para lá. Embarquei então para Veneza na prima classe do Frecciarossa! Ai, meu Deus do céu!!! A gente cansa de ver fotos da cidade, acho que é a mais fotografada do mundo! Mas nenhuma imagem em 2D faz jus a estar lá! É a cidade mais linda do planeta Terra, seguramente! Qualquer expectativa, por mais gigantesca e colorida que seja, vira sombra escura ao pisar nas suas ilhas… Classificada como patrimônio da humanidade pela UNESCO, não há paralelo. Mesmo a adorável Amsterdam com seus canais não é tão charmosa. Se o romantismo tivesse endereço fixo, seria numa de suas ilhas. Tem personalidade, inspira sonhos e até filme do James Bond. É uma lagoa separada do Mar Adriático por um istmo. Esqueça carros e ônibus. Tudo é feito a pé ou no Vaporetto. Amei ter ido! A cidade é muito maior que eu pensava. São 118 ilhas interligadas por canais. O italiano é o povo mais católico apostólico romano que há, e em Veneza há 430 igrejas e 400 sinos! Se, como eu, for para apenas um dia, esqueça de deslizar lentamente pelas adoráveis gôndolas. Percorra no Vaporetto as distâncias maiores e descubra suas ruazinhas e vielas a pé sobre as 420 pontes de todos os tamanhos.

12

Fotos: Acervo Pessoal.

Entre os canais de Veneza

As famosas gôndolas.

A cidade é puro turismo. Entram 30 mil todo dia! Portanto, prepare-se para uma multidão. Tirei muitas fotos lindas dos canais! Todo mundo trabalha em função do turismo e só 29 mil habitantes dormem de fato na cidade. Todos velhinhos e com continhas bancárias bem turbinadas. A cidade é caríssima. Passei feito relâmpago por Veneza, mas foi melhor que nunca ter ido. Não dá para tirar fotos de dentro das igrejas mesmo, é uma pena… A Piazza de San Marco é o máximo e qualquer passeio deve incluí-la! Veneza é uma cidade única e sem comparativos! Se um dia você puder ir, não pense duas vezes!

Ponte de Sighs.


Ilha de Burano.

Trinta mil turistas visitam Veneza diariamente. Detalhe da Basílica de São Marco.

Barbara posa com canal ao fundo. Interior da Basílica de São Marco.

13


Beleza Monsieur Dior sonhou em vestir as mulheres dos pés à cabeça, e desde que Rouge Dior foi criado, em 1949, introduziu-as na sensualidade da cor aplicada com um delicado gesto. Hoje, a inspiração Couture combinada à expertise Dior reafirma a relação vital entre a Alta Costura e a maquiagem. O Novo batom Rouge Dior mistura cores vibrantes com a maestria tecnológica para uma elegância incomparável, conforto e cuidado com os lábios. Preço: R$ 116,00. Mais em: www.dior.com

Fan di Fendi O perfume Fan di Fendi promete saciar o mais luxuoso dos vícios. A fragrância é um luminoso floral baseado na suave elegância do couro, misturada com notas de tangerina da Calábria, jasmim amarela e rosa damascena. O lançamento versão luxo do perfume vem com frasqueira de couro, com espelho contendo uma unidade do Fan di Fendi (50ml) e a loção hidratante corporal (75 ml) com a mesma fragrância. Edição Limitada. Preço: R$ 309,00. Mais em: 0800 113 126 (SAC).

Body Splash da Planet Girls Sempre preocupada com os cuidados com a pele, a Planet Cosmetics apresenta os novos desodorantes corporais body splash. As novas fragrâncias, Crazy Mango, Shine Lime e Happy Coconut trazem o aroma de flores e frutas que dão toque fresco à pele. O body splash Crazy Mango possui uma mistura cítrica com toque de tangerina, laranja e limão, além do néctar de manga. A versão Shine Lime reúne lima da pérsia, grapefruit e mandarina. Pra completar, notas de coco e cassis e a leveza das flores como jasmim e rosa. A versão Happy Coconut tem o aroma de coquetel de frutas mesclando pêssego, goiaba, papaia e coco em perfeita sintonia. Uma delícia! Preço: R$22,90 (em média). Mais em: www.planetcosmetics.com.br

14

Fotos: Divulgação

Rouge Dior


Fotos: Divulgação

Primer Tracta, pele perfeita O primer é uma pré-maquiagem desenvolvida para ser aplicada na pele limpa antes de usar base e corretivo. O produto forma um filme leve e imperceptível sobre a pele, garantindo, assim, uma melhor fixação do make e diminui a oleosidade da pele. Funciona como uma preparação para a maquiagem, preenchendo as linhas de expressão e poros. Deixa a pele aveludada e macia com um toque. Pode ser aplicado antes de qualquer maquiagem, mas tem uma melhor performance com produtos minerais. Preço: R$ 49,00. Mais em: www.farmaervas.com.br

Pequenos frascos, melhores perfumes A loja virtual de perfumes e cosméticos Sack’s/Sephora desenvolveu um box de miniaturas exclusivas das melhores fragrâncias internacionais: o Mini Favorites Unissex. No conjunto estão reunidos fragrâncias que vão do clássico ao mais marcante, como Ralph Feminino, Amor Amor Feminino, Polo Blue Masculino, Magnifique Feminino, Hypnôse Senses Feminino. A edição luxuosa é limitada. Preço: R$ 149,88. Mais em: www.sacks.com.br

Blush Gelée, by Givenchy O blush Gelée ilumina o rosto e garante brilho e cor na medida certa. A grande concentração de água no produto induz uma sensação agradável de frescor durante a aplicação. Prático e de fácil manuseio, com a ajuda da espuma aplicadora, o Blush Gelée é ideal para levar sempre na bolsa. Preço: R$ 85,00. Mais em: 0800 170 506 (SAC)

Beijinhos de Penélope Charmosa A Risqué, famosíssima pelas linhas de esmalte, agora lança uma linha de make exclusiva para lábios. Produto inovador no mercado brasileiro, o iluminador labial em pó deve ser aplicado por cima do batom, deixando a maquiagem ainda mais radiante. Pautada pelo sucesso dos esmaltes da Edição Especial Risqué Penélope Charmosa, a linha de maquiagem foi inspirada no irreverente universo da carismática personagem. Para promover interação entre as consumidoras, a marca disponibilizou um site exclusivo, onde é possível visualizar a linha completa de esmaltes e produtos para os lábios.

Preço: sob consulta. Mais em: www.edicaoespecialrisque.com.br

15


Aposte

Boca a boca

A

AMAPÔ

TOTEM

MELK Z-DA

MARIA BONITA

Fotos: Agência Fotosite.

beleza das semanas de moda sempre traz inspiração para a vida real. O destaque nos makes das edições verão 2012 do Fashion Rio e São Paulo Fashion Week foi a boca. A produção mais comentada é da marca Melk Z-Da, idealizada pelo beauty artist Paulo Filatier. O clássico batom vermelho aparece iluminado com sombra amarela, em uma versão renovada e moderna. O truque cria um efeito dégradé pôr do sol, dando impressão de maior volume nos lábios. Para a Maria Bonita, os lábios também chamaram a atenção: cores vivas solo como azul e amarelo. Mas o que rendeu mais comentários foram os desenhos que remetem ao colorido da cultura portuguesa, que inspirou a coleção de verão da marca. A beleza assinada por Celso Kamura usou nos lábios tinta corporal (da Make Up For Ever) e a aplicação foi feita com pincel especial. Para quem não quer arriscar muito, a tendência que mais aparece é usar tom alaranjado nos lábios. As nuances vêm em opções mais rosadas ou mais avermelhadas, mas mantendo o laranja como tom-base. Na beleza das marcas Totem, Amapô e FH por Fause Haten o batom ganha uma camada fina de brilho labial e a aparência matte fica de lado para a próxima estação. A Colcci investiu no vermelho intenso para os lábios, que nunca sai de moda e é a cor mais feminina de todas. No entanto, independentemente da cor escolhida, a dica é não carregar ao mesmo tempo nos olhos e no blush. Nos olhos use apenas uma camada fina de máscara e opte pelo bronzer para marcar as bochechas. Guarde a dica “boca tudo, olho (quase) nada” e arrase no make.

MARIA BONITA COLCCI

16


Carmen Steffens Av. Brasil, 1175 Balneário Camboriú

BEIRUTE

BUENOS AIRES

JOHANNESBURGO

LOS ANGELES

MARBELLA

PARIS

200 LOJAS - 16 PAÍSES

PUNTA DEL ESTE

RIO DE JANEIRO

SÃO PAULO

TÓQUIO


18


Estética Cuidando do corpo Dr. Danny Cesar Jumes fala sobre a importância de aliar a atividade física com uma alimentação saudável. Tudo para tornar o seu inverno a estação em que você muda de corpo e de vida! Toda mulher merece e pode ficar com o corpo bonito e saudável, basta seguir algumas dicas. Os exercícios físicos trazem benefícios ao homem e à mulher em todas as idades. No entanto, para alcançar resultados positivos, prevenir doenças e manter a saúde em dia, é necessário seguir uma dieta balanceada. E isso você consegue com a ajuda de um profissional preparado para orientar a melhor maneira de combinar o exercício com a alimentação. Cada indivíduo, de acordo com a sua idade e capacidade, precisa de cuidados especiais para se alimentar. No caso dos atletas, a nutrologia esportiva é a especialidade que analisa quais tipos de alimentos são melhores para cada tipo de finalidade. As recomendações alimentares valem para preparar e recuperar os esportistas e atletas nos treinos e competições, mas também estimulam aquelas pessoas que estão apenas iniciando na atividade física. A partir de uma avaliação considerando o período de treinos e competições, o médico nutrólogo pode readequar a necessidade de consumo de energia e macronutrientes para alavancar o desempenho esportivo do paciente. Um conceito de beleza Algumas dicas De maneira geral, os carboidratos e as proteínas devem ser consumidos antes e após os treinos e competições. Esses alimentos são a principal fonte de energia do organismo. Além disso, a hidratação é vital para as atividades acima de uma hora. Carregue sempre sua garrafinha de água. As quantidades são variáveis, dependendo da duração do exercício, temperatura e umidade local. Os carboidratos devem ser evitados à noite, para que a pessoa possa ter uma noite de sono mais equilibrada. No caso dos suplementos alimentares, eles só devem ser indicados individualmente, após avaliação.

O médico Danny Cesar, formado em nutrologia médica e membro titular do International Colleges for the Advancement of Nutrition – EUA, é famoso por atender empresários, políticos e celebridades na moderna Clínica Paris, em Balneário Camboriú (a mais completa clínica do sul do Brasil, na opinião de formadores de opinião famosos). A Clínica possui os últimos tratamentos em emagrecimento, os equipamentos mais modernos para Pilates e Academia, além de Days Spas direcionados. Na sua concepção, a beleza é uma palavra que vem mudando de conceito ao longo dos tempos e tem um significado especial para cada um. “Acho que o belo é determinado pelo bem-estar do indivíduo, pela felicidade que o cerca e pelas suas atitudes. Cada pessoa tem uma beleza que é única e que deveria ser valorizada. Os tratamentos apenas acrescentam e melhoram aspectos de beleza, que atendem aos anseios das pessoas, nesta procura pela inatingível perfeição.”

Mais informações: Clínica Paris, Balneario Camboriú – Tel: 47 3366-0542 / 3366-0549. www.clinicaparis.com.br

19


Decoração Pratos quebrados A Secrets de Famille, loja de móveis e objetos de decoração únicos, traz ao Brasil peças feitas com a exclusiva técnica francesa do PiqueAssiete, que significa literalmente “pratos picados”, em português. A técnica consiste em pedaços de pratos de porcelana antiga picados formando um mosaico muito diferente e bonito. São revestidos com o Pique Assiete, mesas, baús de dois tamanhos e molduras de espelhos. Os baús da marca, feitos com louças francesas dos séculos XIII e XIX, dão charme colorido a qualquer ambiente. Preço: R$ 5.120,00. Mais em: www.secretsdefamille.com.br

Preço: sob consulta. Mais em: www.saccaro.com.br

A Saccaro – uma das principais marcas de mobiliário premium do Brasil – lança cinco novas coleções com foco em móveis para interiores. Os novos produtos aliam o design contemporâneo com tradição e tecnologia. A coleção Play traz mesas e aparadores criados pela dupla Ana Revello Vazquez e Renato Solio. Os móveis apresentam sequência de planos horizontais, com prumos aleatórios que geram um dinâmico listrado de luz e sombra. O design retrô tem visual moderno e exclusivo. Os tampos, em vidro colorido, espelho ou madeira, trazem a possibilidade de personalização aos mais diversos ambientes. São duas opções de mesas de centro, mesa lateral e aparador. Discreto e indispensável.

O melhor do décor a um clique A arquiteta Fernanda Marques e as empresárias Alessandra Campiglia e Renata Ruhman lançaram o SDonline, primeiro e-commerce de decoração com curadoria de um arquiteto. O site tem como diferencial mostrar as peças inseridas em ambientes decorados. A fruteira catalina é uma das opções em acessórios para decoração à venda no site. Confeccionada em ferro, a fruteira tem tom castanho e recebe tratamento especial anti-ferrugem. Preço: Sob consulta. Mais em: www.sdonline.com.br

Elemento e forma para o mobiliário eco contemporâneo Peças exclusivas descobertas por Juliano Guido em meio a residuos florestais. O olhar do designer sobre a magnitude da natureza. Mais em: www.residualmoveis.com.br

20

Fotos: Divulgação

Play by Saccaro


Duette para todos ambientes A constante modernização na produção de cortinas e persianas leva ao mercado opções eficientes e sofisticadas para decoração de janelas. A cortina Duette está no portfólio da marca Luxaflex – líder mundial no segmento –, que combina design e tecnologia. Além de garantir conforto térmico e acústico, o produto está disponível em acionamentos modernos, que facilitam o dia a dia. O controle de luminosidade varia conforme o modelo escolhido, e possibilita desde a transparência até o escurecimento total do ambiente. Preço: Sob consulta. Mais em: www.luxaflex.com.br

Mostra 4 Elementos, cinco anos de luxo Fotos: Divulgação

Balneário Camboriú, em santa Catarina, é conhecida pelo alto nível de restaurantes, apartamentos de luxo, hotéis e pousadas requintadas, tudo destinado a um público de lifestyle exigente. Ao celebrar cinco anos, a Mostra 4 Elementos já se consolidou como evento que apresenta o que há de melhor no universo da decoração de alto padrão, além de proporcionar grande visibilidade e forte incremento na carteira de clientes de arquitetos e decoradores que expõem seu trabalho. Nesta edição são 14 ambientes decorados por um seleto grupo de 22 profissionais consagrados, que apresentam novidades e tendências na decoração de alto padrão. A expectativa é de receber cerca de oito mil visitantes. A mostra acontece de julho a dezembro, na loja 4 Elementos, no centro de Balneário Camboriú. Na foto, living e sala de jantar assinados por Luciana Blagits e Paulo Rosenstock. Mais em: www.mostra4elementos.com.br

Iluminação à moda antiga A lanterna Snowflakes, da Rojemac para Dayan Casa, promete dar um ar colorido para qualquer ambiente. A iluminação da lanterna cria um clima super aconchegante e combina totalmente com noites românticas. Aproveite e use velas aromatizadas. Preço: R$ 58,00 Mais em: www.rojemac.com.br

Cadeira gengibre A cadeira Ginger é coberta por uma camada única de selim de couro extra, e oferece duas opções de cores, castanho escuro e camel. Tem base de quatro pés em moldura wengé em cinza com perfil triangular. Disponível na Poltrona Frau & Cassina, em São Paulo. Linda e confortável. Preço: Sob consulta. Mais em: www.cassina.com

21


Turismo Internacional

Beleza e mistério nos Andes

Machu Picchu | Peru

Machu Picchu, em quíchua Machu Pikchu, significa “velha montanha”.

cidade perdida dos incas, com suas pirâmides de até 26 metros de altura, agricultura irrigada e domínio de 700 idiomas diferentes, guarda vestígios da existência de um povo nobre, independente do mundo conhecido pelos europeus até o século 16. O império inca se estendeu da Colômbia ao Chile e teve seu centro em Cuzco, no Peru. O umbigo do mundo é hoje visitado por viajantes de todo o mundo. Existem, basicamente, três formas de chegar em Cusco, de onde sai o trem ou a trilha que leva o turista para Machu Picchu: por avião, mais convencional e objetiva; por carro, através da estrada que atravessa a Amazônia brasileira e peruana; e pelo lendário Trem da Morte. Machu Picchu  em quíchua Machu Pikchu, “velha montanha”, está localizada no topo de uma montanha, a 2400 m de altitude, no vale do rio Urubamba, atual Peru. Foi construída no século XV, sob as ordens de Pachacuti. Consta de duas grandes áreas: a agrícola, formada principalmente por terraços e recintos de armazenagem de alimentos; e a outra urbana, na qual se destaca a zona sagrada com templos, praças e mausoléus reais. Apenas cerca de 30% da cidade é de construção original, o restante foi reconstruído. As áreas reconstruídas são facilmente reconhecidas, pelo encaixe entre as pedras. A construção original é formada por pedras maiores, e com encaixes com pouco espaço entre as rochas. A disposição dos prédios, a excelência do trabalho e o grande número de terraços para agricultura são impressionantes. No meio das montanhas, os templos, casas e cemitérios estão distribuídos de maneira organizada, abrindo ruas e aproveitando o espaço com escadarias. Segundo a história inca, tudo planejado para a passagem do deus sol.

Fotos: Luis Filipe Gaspar.

A

Arco-íris sobre Machu Picchu.

Há diversas teorias sobre a fundação de Machu Picchu, e a mais aceita afirma que foi um assentamento construído com o objetivo de supervisionar a economia das regiões conquistadas e com o propósito secreto de refugiar o soberano Inca no caso de ataque. O local foi abandonado – em 1532, quando os espanhóis chegaram ali, estava totalmente desabitado.

Mais informações: www.embperu.org.br

22


O belíssimo Condor dos Andes.

As Linhas de Nazca, um conjunto de geoglifos antigos.

As lhamas são utilizadas no transporte de carga, produção de lã, carne e couro.

Templo do Condor.

23


Habitat

Sofisticação no campo

Oxfordshire Grande Milton | Inglaterra

A elegante casa da Renascença possui um lindo jardim.

O

Oxfordshire Le Manoir aux de Quat’Saisons, situado na vila pitoresca de Oxfordshire Grande Milton, é um dos mais apreciados destinos da Inglaterra. A mansão conta com salas de inspiração francesa, tecidos de seda luscious, janelas quadriculadas e camas de dossel. Deixe-se encantar, na terra natal de Lewis Carroll e de JRR Tolkien. O Manoir Saint Thomas foi originalmente fundado em 1107 por Hughes I, Senhor de Amboise, e recentemente foi totalmente renovado, disponibilizando quartos luxuosos aos hóspedes. Uma elegante casa da Renascença e um lindo jardim. É também um dos hotéis mais intimistas e originais do país, com 32 quartos decorados individualmente. Cada quarto da Mansão conta a história de Amboise: através das lareiras do período, a escadaria principal, a pequena torre revestida de pedra, os tetos com os seus veios pintados, os lindos trabalhos talhados na madeira. Tudo isto faz recordar os séculos passados e providencia uma atmosfera relaxante para uma estada memorável. Com cozinha duas estrelas Michelin, o hotel é conhecido por proporcionar uma das melhores experiências gastronô-

24

Quartos são decorados individualmente.


micas da Grã-Bretanha. Cercado de gramados, canteiros de flores e pomares, o Le Manoir se beneficia de um cenário idílico. No vasto jardim com lavanda abundante, são cultivadas quase 90 variedades de vegetais e mais de 70 ervas aromáticas, que dão sabor especial aos pratos do restaurante.

Fotos: Divulgação.

Banheiro luxuoso.

Cozinha é famosa pela qualidade.

Atenção aos detalhes faz o diferencial. Jardins apresentam lavanda abundante.

Mansão conta com salas de inspiração francesa.

Cada quarto conta a história de Amboise.

Serviço: Church Road, Great Milton, Oxford OX44 7PD , Inglaterra Oxfordshire (Reino Unido). Tel: +44 (0)1844 278881 Fax: +44 (0)1844 278847. www.manoir.com

25


Entrevista

FAbio fabuloso Por Dani Ferrera

N

ada menos que 11 anos separam Fabio Assunção dos palcos – o ator não trabalhava no teatro desde “Quem Tem Medo de Virginia Wolf”, de Edward Albee. Ele acaba de estrear ao lado de Norival Rizzo e Carol Mariottini a primeira adaptação da peça “Central Park West”, de Woody Allen, aqui chamada “Adultérios”. A comédia dirigida por Alexandre Reinecke se passa à beira do Rio Hudson, em Nova York, com o encontro entre o roteirista de cinema Jim Swain e um típico mendigo americano, Fred. Jim está à espera de sua amante para terminar o relacionamento. Fred, esquizofrênico e extremamente inteligente, puxa uma conversa trivial, até que acusa Jim de ter roubado sua história para escrever o roteiro de seu mais recente filme. Em meio a uma divertida e tensa discussão, os dois se veem cada vez mais próximos, até que Fred acaba por se tornar um conselheiro sobre a relação que está prestes a terminar. “Adultérios” é o primeiro projeto de sua produtora, a FASS, com a qual ele deseja alçar voos mais altos, entre eles o audiovisual. Em breve o ator entrega um site oficial onde seu publico terá acesso a fotos, vídeos e textos de sua autoria. Quando comecei minha pesquisa para entrevistar Fabio Assunção, grande foi minha surpresa ao constatar que o moço, desde sua estreia na TV, na pele do jovem Marco Antônio Venturini, em Meu Bem, Meu Mal, de Cassiano Gabus Mendes, nunca parou de trabalhar. Numa sequência absurda de sucessos, provou que não estava para brincadeira. Entre seus trabalhos, destaque para personagens como Felipe Rocha, em Vamp, de Antonio

26

Calmon, seu primeiro vilão, Jorge Candeias, em Sonho Meu, de Lauro Cesar Muniz, Marcelo de Barros Motta em Por Amor, de Manoel Carlos, o jovem sonhador Inácio Sobral, em Força de um Desejo, de Alcides Nogueira e Gilberto Braga, sem esquecer Renato Mendes em Celebridade, outra parceria com Gilberto Braga. No cinema, o ator deu vida a personagens como o detetive Bellini, em “Belline e a Esfinge”, de Roberto Santucci Filho, com roteiro baseado no livro homônimo de Tony Bellotto, também responsável pelo roteiro. Viveu ainda o conquistador cínico e bon vivant Basílio, do romance O Primo Basílio, de Eça de Queiroz, sob direção de Daniel Filho. Flertou com a comédia em Sexo, Amor e Traição, com direção de Jorge Fernando. Teve também sua atuação como o cafajeste Tomas, na versão brasileira do sucesso Sexo, Amor e Lágrimas. Entre seus próximos trabalhos, destaque para o longa “País do Desejo”, dirigido por Paulo Caldas. Na fita ele vive o pároco Padre José, da igreja de Santo Agostinho. Na TV, ele acertou com a Rede Globo sua participação na aguardada série As Brasileiras, de Daniel Filho. Numa rápida análise, pode-se concluir que Fabio tem uma vida profissional bem mais interessante que sua vida privada, constantemente explorada pela imprensa sensacionalista. Quando perguntei sobre sua trajetória profissional, sua resposta foi clara e objetiva: “Estou em paz com a minha história”. Neste bate papo, nosso entrevistado relembra alguns trabalhos, fala sobre seu retorno aos palcos e dá algumas pistas sobre projetos futuros.


27

Foto: Karina Tavares.


Estação Aeroporto: Você deu vida a personagens criados por grandes autores, como Maria Clara Machado, Plínio Marcos, Sam Sheppard, Edward Albee, entre outros. Agora volta aos palcos para encenar “Adultérios”, de Woody Allen. Como o texto chegou a você? Fabio Assunção: Namoro este texto desde que fui convidado para integrar o projeto pelo Alexandre Reinecke, há dois anos. Na época, já tinha outro compromisso profissional e, no começo deste ano, o projeto voltou pra mim. Tenho uma produtora, a FASS Produções, e resolvi abraçar o projeto totalmente. Idealizei o espetáculo junto com o Reinecke e meu sócio e parceiro em outras produções, Giuliano Ricca. Durante a preparação, além dos ensaios, fonte suprema de todo o trabalho, assisti de quebra aos filmes do nosso autor. Ganhei da Karina a maior parte dos seus filmes e sempre que posso assisto a um deles. Tarefa nada tediosa.

Fabio e Gabriel Braga Nunes.

Você também é produtor associado do espetáculo. Essa é uma função nova na sua vida? Como está sendo exercer também essa função? Produzo desde “Oeste”, de Sam Sheppard, em 1994. Fui sócio em “Oeste” do meu compadre Marco Ricca e depois produzi na 5 Produções, ao lado de quatro sócios, alguns espetáculos, um deles “Ricardo III” que foi dirigido por Jô Soares. Produzir é ser condutor dos passos do projeto e não sei fazer teatro sem realizá-lo por completo. Já estou neste momento comprando os direitos de uma peça americana para dirigi-la e produzi-la no segundo semestre. Gosto de produzir. Quais são os próximos projetos de sua produtora? A FASS Produções tem como foco principal o teatro e, no futuro próximo, ela vai entrar na área de audiovisual.

O canal Viva atualmente exibe O Rei do Gado e Vamp. Qual é a sensação de rever trabalhos tão marcantes fazendo sucesso novamente? Eu acho que dos meus trabalhos do inicio de profissão, o Rei do Gado tem bastante personalidade. Eu gosto da novela, das interpretações, da direção. É um trabalho que eu vejo com a maior tranquilidade. Vamp foi meu segundo trabalho na televisão, foi onde eu aprendi um pouco de comédia. Fui bastante influenciado pelo Jorginho Fernando, tive parceiros inesquecíveis como Ney Latorraca, Claudia Ohana, Reginaldo Faria e Daniela Camargo. De onde consegue extrair tipos tão diversos, como Renato Mendes? Renato Mendes é um personagem que gostei muito de interpretar. Eu não acredito num vilão que não te-

28

O ator com Júlia Lemmertz.

nha nenhum romantismo. Não acredito num herói que não tenha um pouquinho de maldade. Acho que Renato Mendes transita nessas emoções. Os personagens não são tão maniqueístas assim. Você conhecia a obra de Herivelto Martins antes de participar da minissérie Dalva e Herivelto – Uma Canção de Amor, de Maria Adelaide Amaral e Geraldo Carneiro? Pouquíssimo, o que tornou este projeto surpreendente para mim, porque mergulhando no universo dos anos 30, 40 e 50 eu conheci o brilhantismo dos artistas que foram definitivos para aquela época. O colunista de TV Fernando Oliveira, em sua coluna no portal IG, diz que está certa sua volta na próxima novela de João Emanuel Carneiro. Podemos esperar por você em breve na TV? Não. Não houve um convite.

Foto: Divulgação.

Como poucos atores de sua geração, você trafega livremente entre TV, teatro e cinema. O que lhe atrai em um trabalho? As personagens e as pessoas envolvidas: elenco, direção, produção.


Mas sua participação está confirmada no projeto As Brasileiras, de Daniel Filho. Pode falar sobre seu personagem? Só posso adiantar, para não estragar a surpresa, que é um episódio bastante divertido, onde vou dividir cena com Leandra Leal. Os dois têm uma rivalidade que acaba em...

vidou para almoçar com o Paulo para falar sobre o filme. Nós nos encontramos, conversamos sobre o personagem. Mesmo antes mesmo de ler o roteiro, eu prontamente já aceitei o convite, porque Vânia e Paulo são pessoas incríveis, que têm um trabalho que eu respeito muito. No dia18 de junho o filme estreou no festival Taormina Film Festival, na Sicília.

Além de ator e produtor, soube que você toca violão e piano. Pensa em algum projeto voltado à música? A música está sempre perto, diariamente. Estou escrevendo estes pensamentos ouvindo Terence Blanchard, seu álbum Wandering Moon. Mas tocar requer dedicação e estou dedicado a outras coisas. Quem sabe um dia. Adoraria. É o que mais amo.

Você enfrentou que dificuldades para fazer o Padre? Enfrentei. Porque cada personagem tem uma história nova e seus conflitos. Mas fui encontrando cena a cena, ao lado dos meus colegas, o caminho desse personagem.

O que seu público poderá encontrar no site que você vai lançar? Ele vai ter um pouco de tudo que eu fiz profissionalmente. Terá também textos escritos por mim, um lado pouco conhecido do público, pensamentos, ideias, fotos pessoais. Todo tipo de conteúdo que pode ser interessante para o público. O site é um tipo de comemoração aos 21 anos de carreira? É mais que isso, é uma adaptação as novas forma de comunicação que vêm transformando a vida de todos nós.

Foto: Jairo Goldflus.

Como surgiu a oportunidade de fazer o filme “O País do Desejo”? A produtora Vânia Catani, da Bananeira Filmes, me con-

Como foi o trabalho com a Maria Padilha e o Paulo Caldas? Maria entrou para a lista das atrizes com quem quero contracenar para sempre. Ela é uma atriz talentosa, inteligente, inspiradora e muito parceira. Paulo é um diretor de primeira categoria, harmonioso, objetivo e um grande artista e diretor. Gostaria de trabalhar com eles outras vezes. Das músicas do Delta T ao teatro de Woody Allen, foi um caminho difícil? Foi um caminho intenso. Ser intenso para mim nas coisas me traz paixão. E estou em paz com a minha história. Em artigo espetacular para a revista Trip, você encerra o texto com uma pergunta. E pra você, que espécie de animal estamos nos tornando? Animais curiosos naquilo que é privado.

Norival Rizzo, Fabio Assunção e Carol Mariottini.

29


Espaço Cultural E

m busca de novas oportunidades para trabalhar com a arte, grupos de artistas tomam a iniciativa de abrir seus próprios espaços, onde podem criar, expor, ministrar oficinas, se integrar, sem ficar na dependência de instituições ou dos mecanismos de incentivo. O Atelier b5, de Florianópolis, surgiu em 2011, a partir da iniciativa de cinco artistas com um percurso já amadurecido nas artes visuais, que buscavam não apenas um lugar alternativo para desenvolver seu trabalho, mas também um espaço de trocas e interlocuções com os visitantes e interessados em dialogar sobre seus projetos. O Atelier pode ser suporte de exposições eventuais, projeções de vídeo, depoimentos, oficinas, cursos e projetos de residência de artista, além de aceitar propostas ligadas à performance, teatro e grupos de estudos. “O que se busca é a afirmação de mais um local de cultura, projetado para atender às necessidades da cidade que, apesar de conter muitos locais institucionais, pode carecer de um local menos formal e burocrático”, conta Adriana Maria dos Santos, que oferece oficinas de pintura e desenho com orientação individualizada no local. Uma coletiva intitulada Desenho de Monstro Segunda Edição está agendada para agosto. Haverá integração entre artes visuais, performance, leitura de texto e som, além de uma residência e workshop com artistas de outros Estados. A mostra será o marco inaugural deste projeto que busca se pensar como uma possível alternativa de cultura na ilha. “Escolhemos o espaço de fundos de uma casa no centro da ilha, próximo a hospitais, galerias de arte, comércio e a beira mar a fim de nos concentrarmos em um dos lados da cidade para onde as coisas e pessoas convergem, por onde o fluxo cotidiano é intenso”, afirma Adriana. Outro grupo que procura seu caminho na arte de modo independente é a Câmera Olho Filmes, uma equipe de produtores e realiza-

30

dores de cinema digital formada por Rafael Schlichting (direção e direção de fotografia) e Cláudia Cárdenas (direção, roteiro e produção). Além de produzir filmes de ficção e documentários, bem como filmes comerciais e institucionais, a produtora ministra cursos de cinema digital, interpretação para a câmera, direção de fotografia, roteiro e dramaturgia. Este casal foi em busca de um sonho e uma paixão, fazerem seus próprios filmes. Claúdia era professora universitária da Unisul e junto com Rafael começaram a concretizar suas ideias e conceitos cinematográficos. Em 2005, ela começou a fazer os roteiros e a produção, enquanto que ele se incumbiu da direção, bem como da fotografia/camêra. O sonho destes dois foi tão grande que concretizaram até hoje, 25 curta-metragens e estão atualmente em fase de edição de um longa-metragem. Os dois estão fazendo um longa de forma independente que se chama “Raízes Subterrâneas”. O filme iniciou suas gravações em Florianópolis e é ambientado também em Curitiba e Rio de Janeiro. Participam do elenco atores dos lugares onde foram feitas as gravações. Mais informações: Atelier b5: Rua Presidente Coutinho, Centro, Florianópolis (SC). Tel.: 48 99384575. Câmera.Olho filmes: Rod. Haroldo Soares Glavan,3522, Cacupé, florianópolis (SC). Tels.: (48) 33042024 e 84371124. Site: www.cameraolhofilmes.com.br e www.cameraolho.blogspot.com

Fotos: Divulgação

Novos espaços para a arte


Construção Civil

Obras de arte em

Balneário Camboriú N

o mês de julho, Balneário Camboriú completa 47 anos. A charmosa cidade litorânea catarinense é uma das mais cobiçadas do país para quem quer investir ou viver com total conforto e qualidade de vida. Dentro desse espaço privilegiado, estão produtos e serviços para um público seleto, exigente, e que preza por total satisfação. Nesse universo, se destaca o Grupo Embraed, que contribuiu de forma significativa para a evolução rápida do município. Através de uma história de sucesso de mais de 26 anos e da visão empreendedora do seu presidente Rogério Rosa, a Embraed tem conquistado cada vez mais clientes do país e exterior graças ao modelo diferenciado de negócios de luxo implantado desde a sua inauguração. Confira detalhes na entrevista exclusiva com o presidente do Grupo, Rogério Rosa.

32


Estação Aeroporto: Por trás da marca Embraed, que se diferencia no mercado pela altíssima qualidade e sofisticação de seus produtos, está Rogério Rosa. Fale um pouco sobre a sua história. Rogério Rosa: Comecei a minha carreira profissional com 18 anos como corretor de imóveis e servia lanches à noite em um "trailer" que adquiri com muito esforço e com meu próprio dinheiro. Prestava também serviços administrativos na construção de quatro residências naquela época. Esses trabalhos foram me proporcionando um conhecimento cada vez maior na área da construção civil e, por isso, tracei um objetivo: ingressar no segmento, uma área de que sempre gostei, porque é responsável pelo crescimento de uma região e por levar às pessoas moradia, conforto, qualidade de vida... Em 1975, consegui recursos para dar entrada em um terreno localizado no centro de Itajaí e através de muito trabalho começaram a aparecer os resultados. Em 12 de setembro de 1984, fundei a Embraed com o início das obras do Edifício San Diego. Mês de julho é mês do aniversário de Balneário Camboriú, que hoje é considerada um dos principais destinos da América Latina, e a Embraed teve grande contribuição em seu crescimento. Como o senhor enxerga isso? A Embraed sempre acreditou em Balneário Camboriú. Uma cidade com um potencial incrível, natureza por todos os lados, praias belíssimas. Tenho a honra de, através da Embraed, contribuir para o seu desenvolvimento, trazendo soluções inovadoras e investimentos constantes ao mercado que refletem diretamente no crescimento da cidade. Pelos produtos e serviços oferecidos, entendemos que o principal público da Embraed é o da classe "AAA". Fale sobre o perfil dos seus clientes. Atendemos um público seleto e altamente exigente, que preza por beleza, conforto, privacidade, exclusividade e alta qualidade. São pessoas que buscam aliar esse alto padrão de vida com um bom investimento, localização privilegiada, rentabilidade futura e segurança. Além dos imóveis da Embraed possuírem uma valorização acima do mercado, chegando a 25% ao ano, prezamos por cada um de nossos clientes. Por isso, durante todo o processo de execução das obras, desde a concepção do projeto, estamos atentos todos os detalhes, passando pelo acabamento, pela arquitetura até a decoração. Por isso, durante todo o processo de execução das obras,desde a concepção do projeto, estamos atentos a todos os detalhes, passando pelo acabamento, pela arquitetura até a decoração. Também destaco a seriedade com que cumprimos os prazos de entrega na realização de nossos serviços. É muito fácil definir o empreendimento que leva o padrão Embraed, já que conta com um estilo muito próprio. Sim, todos os projetos autênticos Embraed são inconfundíveis. Esta é nossa marca. Seguimos a linha neoclássica, que remete ao luxo e à sofisticação. Nesse contexto está a atenção extrema aos detalhes, através

Residencial Dalcelis.

Residencial Renaissance.

Residencial Renaissance.

Residencial Renaissance.

33


Diamond Hill.

Diamond Hill.

Residencial Renaissance.

da moldagem e da produção de peças requintadas, belas e exclusivas. E o nosso público, pessoas muito exigentes, identifica essas características e sabe muito bem o que elas proporcionam quando o assunto é bem-estar. Detalhe um pouco mais sobre alguns dos diferenciais da empresa em relação às demais. Somos conhecidos nacional e internacionalmente pela perfeição nos detalhes e fino acabamento. Possuímos hoje uma equipe própria de profissionais altamente qualificados na marcenaria e modelagem em gesso. São pessoas que atuam exclusivamente desenvolvendo trabalhos artesanais, só encontrados nos empreendimentos Embraed, e criam verdadeiras obras de arte, desde portas exclusivas até peças e detalhes decorativos esculpidos em madeira. Já no nosso atelier de gesso, a equipe molda figuras e desenhos únicos em colunas, cantos, tetos e paredes. Outra característica que impressiona os visitantes são os "tapetes de mármore" e a aplicação desse material nobre em escadarias, pisos, contornos de paredes e até no fundo e laterais de piscina. A utilização de papéis de paredes e outros materiais de luxo também fazem parte de nossa identidade. A construtora Embraed foi a primeira empresa a trazer ao sul do país o conceito de apartamentos com pé direito duplo? Sim, esse é mais um diferencial. Pé direto duplo de 6 me-

34

tros de altura, proporcionando conforto, beleza e amplitude aos ambientes. Dentro dessas características, destaque também ao mezanino dentro da área de estar dos apartamentos - que marca presença em alguns dos empreendimentos, como é o caso do Renaissance - um dos grandes sucessos recém lançados. É utilizado como um espaço intimista, para relaxamento e descanso. O pé direito duplo também é trabalhado nas áreas comuns de condomínios, como no hall de entrada e nos espaços de lazer, garantindo um visual amplo da elegância neoclássica da decoração, presente, por exemplo, no Diamond Hill, prédio pelo qual, como diz a própria campanha, é difícil não se apaixonar. Além da Embraed Construtora, o Grupo Embraed conta com outras empresas. Fale um pouco sobre elas. Aplicamos modernas tecnologias em todos os empreendimentos, a começar pelas máquinas e equipamentos utilizados nos projetos de fundações. Para isso, faz parte do Grupo uma empresa especializada na área: a Explorer Fundações, capacitada para atender os mais variados tipos de obras em todo Brasil. O nosso time de exclusividade se estende também à área de decorações, através de outra empresa pertencente ao Grupo, a Embraed Home, responsável pela criação de ambientes charmosos e elegantes. São renomados arquitetos


e decoradores que criam ambientes especiais, através da utilização e comercialização de mobiliários nobres, tapeçaria, cortinas, obras de artes, lustres e até mesmo a localização de um piano de calda. Tudo é feito de forma estratégica, pensada para oferecer beleza, prazer pessoal e funcionalidade. Marcamos presença também no mercado internacional através da Embraed Miami, que presta consultoria de luxo (comercial, financeira e jurídica) aos clientes que desejam investir naquele mercado com total qualidade de vida. Para isso, dispomos de uma seleção de imóveis especiais. Prestamos ainda serviços de consultoria para a elaboração de roteiros diferenciados de acordo com o perfil de cada cliente como: locação de iates, automóveis, jatos particulares e helicópteros, além de serviços de chauffeur e concierge. No último dia 20 de maio, assumimos oficialmente o antigo Recanto das Águas Resort e Spa, uma área de cerca de 800 mil m2 cercada de natureza preservada, e com 1000 metros de frente para o mar da bela Praia dos Amores. Desde maio, quando assumimos mais este empreendimento, passou a ser chamado de Infinity Blue Resort e Spa. A sua localização, a vista privilegiada e o alto padrão de produtos e serviços que oferecemos aos nossos clientes valorizam ainda mais o empreendimento. Já reconhecido como um dos melhores resorts e spas do país, iremos realizar gradativamente uma completa revitalização, aos moldes dos melhores do mundo no gênero. Tudo isso, à altura das exigências dos hóspedes e frequentadores. Em relação ao resort, essa revitalização já começou com

a chegada de uma limousine exclusiva para atender aos clientes. Exatamente, acaba de chegar ao resort uma limousine 2011/2011 da Cadillac, com capacidade para 10 passageiros, encomendada para ser a primeira das muitas novidades do Infinity Blue Resort e Spa. Além da imponência e da elegância do design exterior, a limousine conta com diversos acessórios internos, com detalhes impecáveis, incluindo: mobiliário e estofamentos nobres, avançados aparelhos e sistemas digitais de som, áudio e vídeo, incluindo a comunicação entre os passageiros e o chauffeur, geladeira e muitos outros “mimos” que serão oferecidos. Utilizaremos para traslados, passeios e para transportes em eventos (casamentos, conferências, festas e outros). Em resumo, qual o segredo de tanto sucesso? Por mais conquistas que obtiver ao longo da sua vida, seja humilde. Deite rico e acorde pobre, e aprenda a visualizar o seu futuro através de uma tela mental todos os dias da sua existência com paixão; trabalho; valorização à equipe de profissionais e colaboradores; seriedade; qualidade; atendimento personalizado a clientes; respeito ao meio ambiente; investimentos constantes, e atenção extrema aos detalhes. Lembre-se: o sucesso é um péssimo professor. Portanto, receba-o com tranquilidade e enfrente as decepções com calma, por melhor que você pense ser. Você é sempre 1% do seu negócio. O time (colaboradores) e a torcida (clientes) detêm 99%. Eles são os verdadeiros protagonistas do seu sucesso.

Mais informações: Infinity Blue Resort e Spa: www.infinityblue.com.br Embraed: www.embraed.com.br

Diamond Hill.

35


Perfil

E

m comemoração aos 60 anos da teledramaturgia, a Rede Globo traz de volta uma das perguntas mais emblemáticas da história da telenovela no Brasil: “Quem matou Salomão Hayala?” A frase tomou conta do Brasil em 1976 e inaugurou o famoso recurso usado por muitos autores em novelas e minisséries. Para a releitura do clássico de Janete Clair, a emissora recrutou um esquadrão de elite, capitaneado por Roberto Talma, Mauro Mendonça Filho, Geraldo Carneiro e Alcides Nogueira Pinto. Embora tenha cursado Direito pela Universidade de São Paulo e pós-graduação em Direito Autoral na Organização Mundial da Propriedade Intelectual da ONU, na Suíça, Alcides Nogueira tornou-se um dos grandes dramaturgos de sua geração. Na juventude, durante uma temporada na Europa, começou a produzir seus textos e percebeu que estava no caminho certo. Caminho que evolui dos temas ligados à contracultura dos anos 1970 para enfoques sociais, privilegiando sempre a ótica da juventude. Em 1974, estréia com “A Farsa da Noiva Bombardeada”, uma releitura da montagem de “O Casamento do Pequeno Burguês”, de Bertolt Brecht, encenada por Marcio Aurélio. Com “Tietê, Tietê”, encenada em 1979, realiza uma ácida análise da Semana de Arte Moderna e suas principais figuras (posso jurar que Woody Allen bebeu ali para escrever Meia Noite em Paris). Em 1981, encena o arrebatador “Lua de Ce-

36

Por Dani Ferrera tim”. Aclamado pela crítica especializada e ovacionado pelo público, o texto de Alcides, sob a direção de Marcio Aurélio, conquistou muitos prêmios, com destaque para o APCA e para o Molière, dando início a uma longa trajetória como dramaturgo. Outro barulho causado por ele foi a adaptação do livro Feliz Ano Velho, de Marcelo Rubens Paiva. Em uma entrevista no livro Autores Historia da Teledramaturgia, Nogueira narra a passagem do diretor Paulo Ubiratan pelo teatro: “Paulo Ubiratan foi assistir à montagem e levou todo o elenco da peça para a Globo”. Então o redator passou a integrar o polo de dramaturgia da TV Globo em São Paulo, com supervisão de Walter Avancini. Após um Caso Verdade, ele foi convidado para colaborar com Walter Negrão no novela Livre para voar, e para quem nunca tinha visto um roteiro de TV, conseguiu dar conta do recado. A novela no horário das seis foi um tremendo sucesso e garantiu a ele sua própria novela. Com argumento de Benedito Ruy Barbosa e com a colaboração de Walter Negrão, seu amigo dos tempos da editora Abril, em outubro de 1985 estreou De quina pra Lua. A trama girava em torno de Zezão (Milton Moraes), que morre com um bilhete de loteria no bolso. Alcides nasceu para criar e entreter seu publico. Em sua lista de sucessos na TV, destaque para sucessos como Direito de Amar, O Salvador da Pátria, sua parceria com Silvio de Abreu em Rainha da Sucata, Deus nos Acuda, A Próxima Vítima,Torre de Babel e As Filhas da Mãe. Outro grande encontro na TV foi com Gilberto Braga, em Pátria Minha e Força de um Desejo. Com Maria Adelaide Amaral, que também conhecia dos tempos da Abril e com quem havia trabalhado em duas novelas, dividiu a autoria em duas minisséries históricas, Um só Coração, em comemoração aos 450 anos da fundação da cidade de São Paulo, e JK, um relato primoroso sobre a vida de Juscelino Kubitschek. No teatro, outros sucessos de Alcides são a peça “Pólvora e Poesia”, pela qual recebeu o Prêmio Shell de melhor autor, “Paris Belfort”, “Gertrude Stein, Alice Toklas & Pablo Picasso”, “A Javanesa” e “Ópera Joyce”. A riqueza de sua obra, que entrelaça com sua vida, foi registrada em Alma de Cetim. A biografia, lançada pela coleção Aplauso, série publicada pela Imprensa Oficial do Estado de São Paulo em 2004, foi escrita pela atriz Tuna Dwek, amiga de longa data do dramaturgo. Falar de Alcides, o Tide, é tarefa fácil e das mais agradáveis – divertido, antenado e absurdamente generoso, é um verdadeiro gentleman. Quanto a O Astro, sinto cheiro de sucesso no ar, mas isso é uma constante na vida desse devoto de São Judas Tadeu.

Foto: Cícero Ferreira.

Devoção e Poesia


N O O N T I M E W I N E & D I N E

INVERNO 2011 | Arte, cultura e aconchego, proporcionando incríveis encontros, com uma impecável gastronomia internacional

us ão aç ust

Men

Deg

Almoço aos sá ba dos e dom i ngos a pa rt ir da s 12h Jan ta r e h a ppy hour de t er à sa b a pa rt ir da s 19h Menus Degustação jan ta r de t er à se x

O Number Seven Store dispõe de adega climatizada para 1.200 garrafas com mais de 150 rótulos dos melhores vinhos do mundo. Number Seven, o melhor lugar para saborear a estação mais aconchegante do ano...

Av e n i da At l â n t ic a, 4 0 0 www.numberseven.com.br

Barra Norte | Balneário Camboriú SC Reservas e Informações 47 3361.0057 Estacionamento com Valet

A casa está aberta para eventos, exclusivos ou não: formaturas, casamentos, aniversários. 37 capacidade para 120 pessoas


Tecnologia Resistente a quedas O laptop HP ProBook 4320 S conta com um sistema que protege os dados antes mesmo da queda. Reforçado contra quedas e com teclado que drena líquidos, o modelo pode pode ser encontrado em versões com até 8 GB de RAM, HD de 250 GB e processador Intel Core i5 520-M. Um inconveniente é seu peso, 2kg, maior que dos concorrentes, além do tamanho de sua tela, apenas 13 polegadas. Preço: R$ 2.699,00. Mais informações: www1.hp.com

Sabe aquela foto do cachorro que iria ficar o máximo, pois ele estava fazendo sua nova peripécia, mas que acabou virando uma recordação tremida? Agora, ela poderá ter a mais alta qualidade de imagem com as câmeras VG 110 e VG 120 da Olympus. Os novos modelos contam com o modo Mascote, que garante as melhores fotos de cães e gatos em movimento. A VG 120 é a câmera com 5 vezes de zoom óptico mais compacta do mercado, com apenas 19mm de espessura e 110g. Ela possui 14MP de resolução, HD Movie com mais qualidade para filmagens e um LCD de 3.0” de visualização. Já a super compacta da Olympus, a VG 110, pesa 105g, tem 12MP de resolução de imagem para fotos e vídeos e LCD de 2,7”.

Fotos: Divulgação

Câmera com modo Mascote

Preço: R$ 399,00 (VG 110) e R$ 499,00 (VG 120), com cartão de memória SD de 2GB gratuito. Mais Informações: www.lojaolympus.com.br.

TV com internet

Preço: R$ 2.099,00 (42”) e R$ 1.699(32”) Mais Informações: www.panasonic.com.br

A Panasonic traz ao mercado uma nova linha de TVs LCD Full-HD com tamanhos de 42” e 32”. O diferencial fica por conta da funcionalidade Easy IPTV, que traz aplicativos para o acesso direto às redes sociais, como o Facebook, e ao site ShoutCast com mais de 45 mil estações de rádios on-line do mundo todo. Outro recurso presente agora nos modelos mais acessíveis da marca é o DLNA, para o compartilhamento em rede de arquivos de fotos, músicas e vídeos junto a um computador ou um celular compatível. Ambos os TVs são produzidos com painel IPS, que oferece melhor ângulo de visão. Entre as conexões, destaques para as entradas para cartão SD, USB, além de conector LAN (RJ-45). Um adaptador wireless, vendido separadamente, pode ser usado para o acesso à internet.

Tablet com Android 3.2l A fabricante chinesa de equipamentos de telecomunicações Huawei apresentou seu tablet de sete polegadas com a versão 3.2 do sistema operacional Android. Já estão planejadas as vendas nas Américas, Ásia e alguns países da Europa a partir de setembro. O MediaPad é o primeiro tablet a usar a versão 3.2 do Android. O tablet tem 10,5 mm de espessura e pesa 390 gramas. Maior e mais leve que o iPad 2, que tem 8,8mm de espessura e pesa 613 gramas.

38

Preço: Não divulgado. Mais Informações: www.huawei.com/pt


39


Cultura . teatro A musicalidade de José Mayer

O

título da mais nova produção musical de Charles Möeller e Claudio Botelho, “Um Violinista no Telhado”, é também a expressão que melhor define a vida de seu protagonista. Pai de cinco filhas, o rústico Tevye é o leiteiro de um vilarejo judeu encravado na Rússia Czarista. Sempre em conflito para sobreviver e honrar as tradições religiosas, ele enfrenta problemas tanto dentro – as filhas se rebelam contra os casamentos arranjados – quanto fora de casa, em uma época que ataques russos (os chamados pogroms) expulsariam milhões de judeus da região. Baseado nos tradicionais contos judaicos de Sholom Aleichem, “Um Violinista no Telhado” estreou na Broadway em 1964, com música de Jerry Bock e Sheldon Harnick e uma celebrada coreografia de Jerome Robbins. Tornou-se imediatamente um clássico, sendo o primeiro musical da história do teatro americano a ficar em cartaz por mais de sete anos. Quase meio século depois, o musical ganha nova versão brasileira. Fruto de uma parceria entre a Aventura Entretenimento e a Conteúdo Teatral, a superprodução reúne elenco de 43 atores liderado por José Mayer, que faz sua estreia no teatro musical. Embalados pelo recente sucesso de ‘Hair’ e ‘Gypsy’ no ano passado, Möeller, Botelho e a Aventura se uniram à produtora paulista Conteúdo Teatral para apostar neste clássico do teatro musical americano. Além do numeroso elenco, o espetáculo reúne 17 músicos regidos pelo maestro Marcelo Castro, cerca de 160 figurinos assinados por Marcelo Pies – que acaba de ganhar o Prêmio Shell por ‘Hair’ –, nove trocas de cenário, a cargo de Rogério Falcão, e a recriação coreográfica original de Jerome Robbins, feita por Janice Botelho. No enredo, Tevye (José Mayer) entra em conflito com três filhas, Tzeitel (Rachel Rennhack), Hodel (Malu Rodrigues) e Chava (Julia Bernat), que desafiam a tradição judaica, ao rejeitar os casamentos arranjados e adotar comportamentos que desviam do estabelecido. Ao lado da esposa Golda, vivida por Soraya Ravenle, ele tenta dar conta dos conflitos familiares enquanto enfrenta a hostilidade de grupos russos orientados pelas diretrizes anti-semitas do Czar. Sem nunca perder a leveza, Tevye lida à sua maneira com estes conflitos. Entre bem-humoradas conversas com Deus e com a esposa, ele busca conciliar as tradições ancestrais com a realidade de suas filhas e do local onde vive. “O papel de Tevye exige uma das maiores entregas vocais de personagens masculinos entre os musicais da Broadway. As canções dele se alternam entre temas judaicos suaves e bem-humorados (‘If I Were a Rich Man’), passando por fortes e dramáticos solilóquios e chegando ao extremo lirismo num emocionante dueto com a esposa Golda (‘Do you Love me?’), afirma Botelho.

40

Serviço: O que: “Um Violinista no Telhado”. Onde: Teatro Oi Casa Grande (Av. Afrânio de Mello Franco, 290 – Leblon. Tel: (21) 2511- 0800. Quando: De 20 de maio a 18 de setembro. Quintas e sextas, às 21h. Sábados, às 17h30 e 21h30. Domingos, às 19h. Quanto: Quintas e sextas: Camarote R$ 120; Platéia Vip R$ 120; Platéia Setor 1 R$ 100; Balcão Setor 2 R$ 80; Balcão Setor 3  R$ 40; sábados e domingos: Camarote R$ 150; Platéia Vip R$ 150; Platéia Setor 1 R$ 120; Balcão Setor 2 R$ 100; Balcão Setor 3 R$ 60. Ingressos pela Internet: www.ingresso.com


41


Cultura . música Zé Ricardo

Álbum: Vários em Um. Artista: Zé Ricardo. Quanto: R$30,00. Lançamento: Warner Music.

O Magnífico Sergio Mendes Celebration: A Musical Journey é a primeira retrospectiva da carreira de Sergio Mendes. O disco traz mais de três dúzias de músicas, abrangendo toda a carreira do mestre da bossa nova beat. O repertório vai do clássico “The Look of Love” às colaborações recentes com will.i.am e The Black Eyed Peas e ainda novas gravações com participação de Sideah Garrett e Ivete Sangalo. As faixas mais antigas são de Dance Moderno (1961) e dos grupos Bossa Rio e Sergio Mendes Trio. Álbum: A Musical Journey. Artista: Sergio Mendes. Quanto: R$49,90. Lançamento: Universal Music.

K.D. Lang Sing It Loud, de K.D. Lang and the Siss Boom Bang, é o primeiro álbum da premiada artista inteiramente com uma banda pensada para o projeto. Produzido por Lang, o disco resgata a musicalidade de seu álbum de estreia. Algumas músicas foram gravadas ao vivo no Middletree Pisapia’s Studios de Pisapia Joe, co- produtor. O primeiro single foi “I Confess”. Destaque para uma versão marcante de “Heaven”, do Talking Heads. Sing it Loud, o primeiro álbum de estúdio de Lang desde 2008, traz “Watershed”, que estreou no Top 10 da Billboard 200. Álbum: Sing It Loud. Artista: K.D. Lang and the Siss Boom Bang. Quanto: R$34,90. Lançamento: Warner Music.

James Taylor O primeiro álbum da carreira de James Taylor, lançado em 1968 e produzido por Paul McCartney, retorna às prateleiras em versão remasterizada com material inédito e em embalagem de luxo digipak. O disco homônimo, o único que o artista gravou na gravadora dos Beatles, a Apple Records, estourou com sucessos como “Caroline in my mind”, “Something in the way she moves” e “Rainy Day Man”, e arrancou elogios dos críticos de música. Além dos clássicos do cantor e compositor, o CD também possui mais quatro faixas bônus: as versões demo “Sunny Sky” e “Let Me Ride”; e as mono de “Sunshine Sunshine” e “Caroline In My Mind”. Álbum: James Taylor. Artista: James Taylor. Quanto: R$ 30,00. Lançamento: Apple/EMI Music.

Sundays in New York Depois do inesquecível trabalho com o repertório de Burt Bacharah, a estupenda voz de Traincha retorna com seu mais novo CD, Sundays in New York, com a Clayton-Hamilton Jazz Orchestra. Traincha continua perfeita, principalmente na interpretação de “Try a Little Tenderness”, “People Get Ready” e “Ain’t Nothing Like The Real Thing”, música em que faz um dueto com o cantor Frank McComb. No repertório de 15 faixas, destacam-se ainda “Crying Over You”, uma canção de blues em memória de Little Willy John; “You And I”, sucesso de seu ídolo Stevie Wonder; e a instrumental “Everything Has Changed”, com a participação da saxofonista Candy Dulfer.

42

DVD: Sundays in New York. Artista: Traincha. Quanto: R$35,00. Lançamento: EMI Music.

Fotos: Divulgação

Com produção de Plínio Profeta, Zé Ricardo lança seu quarto álbum, Vários em Um. O disco sintetiza a maturidade que sua obra atingiu: canções autorais enlaçadas em arranjos que valorizam cada nuance das melodias e experiências sonoras com elementos eletrônicos, instrumentos rústicos e até uma levada de samba. A cada disco que lança, composição ou projeto nos quais se envolve, Zé Ricardo manifesta sua incessante evolução, irrigada pelo talento como instrumentista e pela capacidade de expandir seu universo criativo.


Walk Into Light Walk Into Light é o primeiro CD solo de Ian Anderson, vocalista, flautista e líder do Jethro Tull, banda pioneira do rock progressivo. O repertório traz um lado inovador do artista, com músicas diferentes do estilo que seu público está acostumado a ouvir. O álbum, originalmente lançado em 1983 como um LP de carreira do Jethro Tull, agora será lançado em CD em versão remasterizada. Walk Into Light conta com a colaboração do tecladista do Jethro Tull, Peter-John Vettese.

Fotos: Divulgação

Álbum: Walk Into Light. Artista: Ian Anderson. Quanto: R$ 29,90. Lançamento: EMI Music.

Dean Martin Em sua extensa discografia, Dean Martin soma sucessos em todo o mundo. Este Best Of inclui os principais, com destaque para a música de abertura, “That’s Amore”, tema da campanha dos cartões Visa em todo o Brasil, e “Everybody Loves Somebody”, canção que tirou “A Hard Days Night”, dos Beatles, das paradas de sucesso em 1964. Com 14 faixas, The Best of Dean Martin traz ainda as inesquecíveis faixas “Ain’t That A Kick In The Head”, “Sway”, “Volare”, entre outras. Álbum:The Best of Dean Martin. Artista: Dean Martin. Quanto: R$ 29,90. Lançamento: EMI Music.

Iron Maiden From Fear to Eternity: The Best of 1990-2010. Um CD duplo que traz os últimos 20 anos de sucesso do Iron Maiden e segue o enorme sucesso do álbum de estúdio The Final Frontier, que atingiu o primeiro lugar em 28 países no mundo. The Final Frontier também tornou-se o álbum mais bem-sucedido nos EUA, onde ganhou o primeiro Grammy de Melhor Performance de Metal pela música “El Dorado”, incluída nesta seleção. Este disco duplo conta com a faixa “The Wicker Man”, originalmente do álbum Brave New World, lançado em 2000, e “The Reincarnation Of Benjamin Breeg”, que foi a faixa principal de A Matter Of Life And Death, de 2006. Coletânea: From Fear to Eternity: The Best of 1990-2010. Artista: Iron Maiden. Quanto: R$ 49,90. Lançamento: EMI Music.

Sepultura A banda Sepultura lança seu 12º álbum de estúdio, Kairos. Este é o primeiro trabalho da banda com a gravadora Nuclear Blast, a maior do mundo no gênero heavy metal. Kairos foi gravado em São Paulo, com produção de Roy Z (Judas Priest, Halford, Bruce Dickinson, Helloween). A capa do álbum foi criada pelo artista americano Erich Sayers. O conceito do disco foi tirado da própria história da banda e dos 26 anos de carreira, mas enfatizando o presente, o que o Sepultura é hoje e por que ainda estão na ativa, apesar de todas as mudanças dentro e fora. Álbum: Kairos. Artista: Sepultura. Quanto: R$30,00. Lançamento: Laser Company Records.

Projeto Paralelo Projeto Paralelo, novo DVD do NXZero, é uma compilação de releituras das músicas da banda pela nata do gênero mais street que se criou. O resultado? Uma trupe de 25 rappers, cinco roqueiros com antenas apontadas para tudo o que se faz de bom em música. Tudo devidamente orquestrada por Rick Bonadio, Midas no seguimento jovem. O DVD com três horas de imagens é um excelente presente para os fãs. Entre as muitas participações, destaque para o rapper Túlio Dek em “Tudo Passa”, Chorão em “Cedo ou Tarde”, que Gee compôs em homenagem ao pai. Álbum: Projeto Paralelo. Artista: NXZero. Quanto: R$54,00. Lançamento: Arsenal Music

43


Fotos: Divulgação

Cultura . cinema

Transformers 3 - O Lado Oculto da Lua Quando a guerra entre Autobots e Decepticons em Cybertron parecia perdida para os Autobots, o seu líder, Sentinel Prime, tenta lançar a arca do seu planeta, contendo a tecnologia que poderia salvar a sua espécie. Atacada por Starscream, a arca cai na lua da terra em 1961. O presidente John F. Kennedy então faz sua famosa promessa de mandar o homem a lua ainda naquela década. O pouso da NASA na lua em 1969 é na verdade uma investigação para recuperar os restos da arca. Enquanto Sam Witwicky( Shia LaBeouf) esta virando um adulto e tenta se recuperar de sua separação, os Autobots se mobilizam ao saber que há uma nave de Cybertron na lua e devem pegá-la antes que os Decepticons a encontrem e descubram seus segredos, o que poderia definir o resultado da batalha final entre os Transformers.

Capitão América: O Primeiro Vingador Nascido durante a Grande Depressão, Steve Rogers (Chris Evans) cresceu numa família pobre. Horrorizado pelas imagens dos Nazistas invadindo a Europa, Rogers resolveu se alistar no exército. Mas, por ser um jovem frágil e doente, foi rejeitado. Escutando o apelo sincero do garoto, o General Chester Phillips (Tommy Lee Jones) oferece a Rogers a oportunidade de participar de um experimento especial: a Operação Renascimento. Depois de algumas semanas de testes, Rogers recebe uma dose do soro Super-Soldado e é atingido por raios  Vita. Como Capitão América, Rogers une suas forças com Bucky Barnes (Sebastian Stan) e Peggy Carter (Hayley Atwell) para declarar guerra à diabólica organização HYDRA, liderada pelo abominável Caveira Vermelha (Hugo Weaving).

44


Fotos: Divulgação

Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2 Harry (Daniel Radcliffe), Rony (Rupert Grint) e Hermione (Emma Watson) seguem tentando destruir as Horcruxes objetos que contêm pedaços da alma, que Lorde Voldemort criou, utilizando magia negra. Marcado por lutas para dar um rumo ao mundo dos bruxos, este filme encerra a saga do bruxo mais famoso do cinema. Nesta segunda parte do episódio final, a batalha entre as forças do bem e do mal no mundo da magia se transforma em uma verdadeira guerra. Agora tudo está em jogo e ninguém está seguro. Mas é Harry Potter quem deverá fazer o sacrifício máximo, quando se aproxima sua climática luta final contra Voldemort. Com acertada exibição em 3D, os fãs podem se despedir em grande estilo de uma das séries mais rentáveis da historia do cinema. O longa foi dirigido por David Yates, também responsável pelos sucessos “Harry Potter e a Ordem da Fênix”, “Harry Potter e o Enigma do Príncipe” e “Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1”.

Winnie The Pooh Walt Disney retorna ao Bosque dos Cem Acres com o encantador “Winnie The Pooh”, a primeira aventura cinematográfica de animação com o Ursinho Pooh em mais de 35 anos. Com o encantamento, a perspicácia e o humor dos filmetes originais, este filme inteiramente novo volta a reunir as platéias com o filosófico “urso de cérebro pequeno” e seus amigos Tigrão, Coelho, Leitão, Can, Guru – e por fim, mas não menos importante, Ió, que perdeu a cauda. É um dia como outro qualquer no Bosque dos Cem Acres. Pooh acorda faminto e acontece que ele não tem mais mel. Então ele parte em sua jornada, mas acaba sendo desviado de seu caminho – primeiro por um concurso para encontrar uma nova cauda para Ió. Depois, encontra um bilhete de Christopher Robin que diz: “Saí. Ocupado. Volto logo.” Mas o Corujão interpreta mal o bilhete e afirma que o menino foi capturado por uma criatura chamada “Voltologo”. Não demora e a turma toda inicia uma missão para salvar Christopher Robin de um culpado imaginário. E acaba sendo um dia muito atribulado para um ursinho que só queria encontrar um pouco de mel. O comediante John Cleese (“Shrek Para Sempre”, “Um Peixe Chamado Wanda”) é o narrador de “Winnie The Pooh”. O filme é dirigido por Stephen Anderson, de “A Família do Futuro” e “Don Hall”. Inspirado em três histórias dos livros de A.A. Milne, foi feito à mão, no estilo de arte clássica da Disney.

45


Cultura . home video Bebês Quatro países e quatro bebês, desde o nascimento até os seus primeiros passos. Seus nomes são Ponijao, Bayarjargal, Mari e Hattie, e eles vivem na Namíbia, na Mongólia, no Japão e nos Estados Unidos.O filme  “Bebês” nos convida a explorar simultaneamente, e em quatro culturas muito diferentes, capturando os momentos mais engraçados, os momentos mais despreocupados, únicos, universais e tocantes dos primeiros meses de nossas vidas. Uma hora e meia de aventura, ação, humor e quedas. Aqui podemos enxergar as diferentes perspectivas das mães e dos pais da Namíbia (Tarererua e Hindere), dos Estados Unidos (Susie e Frazer), do Japão (Seiko e Fumito) e da Mongólia (Mandakh e Purev), contadas a partir de suas excepcionais experiências. DVD: Bebês. Quanto: R$ 49,90. Lançamento: Europa Filmes. Studios Home Entertainment.

O Concerto

DVD: O Concerto. Quanto: R$ 39,90. Lançamento: Paris Filmes.

O Mágico Inesquecível Uma professora é levada por um ciclone para um mundo mágico, onde precisa lidar com bruxas e um poderoso feiticeiro que pode ajudá-la a voltar para casa. Versão musical de “O Mágico de Oz”, estrelada por atores afro-americanos e dirigida por Sidney Lumet (“Doze Homens e uma Sentença”), que marcou toda uma geração. Os números musicais estão sob a batuta do mestre Quincy Jones e com as participações mais que especiais de Diana Ross e Michael Jackson. O filme recebeu quatro indicações ao Oscar e marca o início da bem-sucedida parceria entre Jackson e Jones. DVD: O Mágico Inesquecível. Quanto: R$29,90. Lançamento: Flash Star.

A Fabulosa Aventura da Sharpay Um ano após sua formatura no East High School, Sharpay Evans (Ashley Tisdale) faz uma apresentação no clube de sua família. Nesse dia é descoberta por um caça-talentos de Nova York,  que a convida para estrelar um musical na Broadway. Disposta a realizar seu sonho, ela convence seus pais a viajar para Nova York, em busca de conquistar seu lugar na Calçada da Fama. Ela tem um mês para provar que é capaz de se virar sozinha. Só que, ao chegar à grande cidade, ela enfrentará vários problemas. Inclusive, acabará descobrindo que o pessoal da Broadway não estava tão interessado nela. DVD: A Fabulosa Aventura da Sharpay. Quanto: R$39,90. Lançamento: Walt Disney Home Entertainment.

Os Pilares da Terra Um épico arrebatador sobre o bem e o mal, traição e intriga, violência e beleza. O único filho do rei Henrique morre num acidente e, após a morte do próprio rei, sua filha, Maud, seu sobrinho, Stephen, e seu filho bastardo brigam pelo trono. O período de anarquia abre oportunidades para a família Hamleigh, pequenos nobres em busca de poder, e para o inescrupuloso diácono Waleran, que busca o título de bispo a qualquer custo. Histórias de amor e guerra se misturam às turbulências políticas. DVD: Os Pilares da Terra – A Saga Completa. Quanto: R$89,90. Lançamento: Paramount Home.

46

Fotos: Divulgação

Andreï Filipov era o célebre maestro da Orquestra Bolshoi, a maior da Rússia. Hoje, aos 50anos, ele ainda trabalha na Bolshoi, mas como um simples faxineiro. Durante a era comunista, ele foi demitido no auge de sua fama por se recusar a se livrar de todos os músicos judeus, incluindo seu melhor amigo, Sacha Grossman. Andreï entrou em depressão. Na busca de um músico para viver o protagonista do filme, o maestro Andrei Filipov, os produtores não tiveram nenhuma dificuldade em escalar o talentoso Aleksei Guskov.


Jornada nas Estrelas Jornada nas Estrelas: A Série Clássica comemora 45 anos desde sua primeira exibição nos EUA. Experimente a mais emocionante ação de todos os tempos. Episódios remasterizados, com fotografia superior e áudio primoroso jamais visto. Estrelado por um dos mais adoráveis elencos da história da televisão, liderado por William Shatner, Leonard Nimoy, DeForest Kelley, James Doohan e Nichelle Nichols, é um fenômeno mundial e serviu como pioneira de inúmeras séries de televisão e filmes. São clássicos episódios, apresentando o mundo a Kirk, Spock e à lendária tripulação da Enterprise. DVD: Jornada nas Estrelas: A Série Clássica Quanto: R$299,90. Lançamento: Paramount Home.

Eu Sou o Número 4 John Smith (Alex Pettyfer) é um adolescente extraordinário que esconde a sua real identidade a fim de despistar um inimigo mortal enviado para destruí-lo. Morando com seu guardião (Timothy Olyphant) em uma pequena cidade, John vive imprevisíveis eventos que mudam a sua vida – seu primeiro amor, novas e poderosas habilidades e uma conexão secreta com outros que possuem o mesmo destino que o seu. Nos extras, cenas inéditas com introduções do diretor D.J. Caruso e erros de gravação.

Fotos: Divulgação

Blu-Ray: Eu Sou o Número 4. Quanto: R$89,90. Lançamento: Walt Disney Home Entertainment.

Rio Blu é um exótico pássaro de estimação que acredita ser o último de sua espécie. Mas quando sua dona fica sabendo sobre Jade, uma fêmea da mesma espécie no Rio de Janeiro, eles iniciam a aventura de suas vidas. Apesar de nunca ter aprendido a voar, Blu torna-se amigo de um grupo esperto de pássaros da cidade, que o ajudam a encontrar a coragem de abrir suas asas e seguir seu destino. Cena Excluída-Banca de Frutas; Explore o Mundo de Rio; Salvando a Espécie: Uma voz por vez; O Making Of de ‘Hot Wings’; Bum Bum Tchan Tchan são alguns dos extras no Blu-Ray. Blu-Ray: JRio. Quanto: R$89,90. Lançamento: Fox Home.

Rango O incomparável Johnny Depp é a voz de Rango, um camaleão que vive como bichinho de estimação de uma família e sonha se tornar um destemido herói. Ele é desafiado a se tornar exatamente isso, quando por acaso vira o xerife de uma cidade sem lei chamada Poeira. Depp junta-se novamente ao diretor Gore Verbinski, seu parceiro na franquia “Piratas do Caribe”, nesta extraordinariamente animação que deliciou plateias de todas as idades, rendendo milhões em bilheteria. Blu-Ray: Rango. Quanto:R$89,90. Lançamento: Paramount Home.

O Vingador do Futuro Ano: 2048. Quaid (Arnold Schwarzenegger) é um operário perturbado toda noite pelo mesmo sonho: ele está em Marte à procura da bela Melina (Rachel Ticotin). Contra a vontade de sua esposa Lori (Sharon Stone), Quaid procura os serviços da empresa Recall, que afirma poder ajudá-lo a tornar o seu sonho realidade, por meio de uma maravilhosa viagem virtual pela mente, utilizando apenas um poderoso medicamento alucinógeno. Mas esta experiência traz consequências inesperadas: o medicamento reativa uma parte da memória de Quaid que havia sido apagada. Na verdade, ele não é Quaid, mas sim um perigoso terrorista que luta contra a opressão Marciana. Blu-Ray: O Vingador do Futuro. Quanto: R$59,90. Lançamento: Universal Pictures.

47


Artes visuais

O

Memorial Meyer Filho, em Florianópolis, abriga a exposição Natureza Faminta: Jarina Menezes, com obras representativas de três décadas de produção da artista, que é a modernista homenageada do ano pelo Memorial. Embora o projeto inicial fosse realizar um resgate de uma artista que produziu nos anos 60 e 70 e que portanto fez parte da geração de Meyer Filho, a proposta da exposição, que emergiu do próprio processo de pesquisa da curadora — a jovem estudante e artista Priscilla Menezes, neta de Jarina — é evidenciar o grande potencial de diálogo da obra com a arte contemporânea. Segundo Kamilla Nunes, curadora do Memorial Meyer Filho, a artista, apesar de sua importância, é pouco estudada. A mostra consiste em 12 desenhos feitos a bico-de-pena sobre manchas de ecoline, recorte que denota a tensão entre natureza e artifício marcante no trabalho de Jarina. “Trata-se de um orgânico do puro excesso, da pura desmedida, jogo entre vida e ornamento. Por isso ‘Natureza Faminta’. É uma natureza que não é do equilíbrio, da homeostase, mas dos apetites, das devorações. Um orgânico em que os seres menos adaptados ao meio perecem”, pondera Priscilla. Jarina de Menezes nasceu em Massapê, no Ceará, em 24 de setembro de 1927. Muda-se para o Rio de Janeiro

aos 29 anos e passa a frequentar o Centro de Arte Contemporânea do Rio de Janeiro e o Museu de Arte Moderna, onde fez curso de xilogravura. Aos 51 anos de idade, já com intensa produção artística, muda-se para Florianópolis, onde amplia seus conhecimentos com professores como Antônio Carlos Maciel e Jandira Lorenz. Associa-se à ACAP, Associação Catarinense de Artes Plásticas, e encontra artistas de quem se torna amiga e interlocutora, como Eli Heil, Meyer Filho e Vera Sabino. Embora tenha experimentado diversas técnicas, grande parte do seu trabalho consiste em manchas feitas com tinta ecoline, dispostas ao acaso sobre o papel, que posteriormente recebem contorno com nanquim e bico-de-pena. As figuras remetem ao surreal e ao grotesco. Apesar de Jarina identificar-se com o surrealismo, o procedimento infantil de sua pintura revela uma despreocupação com grandes intelectualizações, mas uma fatura obsessiva, minuciosa, catártica. Admiradora de Miró e do alemão Hans Bellmer, Jarina expôs na Espanha, Bélgica e Portugal. Foi premiada diversas vezes em salões de desenho e pintura.

Serviço O que: Exposição “Natureza Faminta: Jarina Menezes” – Curadoria de Priscilla Menezes. Onde: Memorial Meyer Filho – Praça XV de Novembro, 180, Florianópolis (SC). Quando: De segunda a sexta-feira, das 10h às 18h, até 9 de agosto. Quanto: Gratuito.

48

Fotos: Jarina Menezes.

Diálogos com o modernismo


Mestres da gravura no MASP

Fotos: Divulgação.

Uma seleção com mais de 120 obras de mestres em diferentes técnicas da arte da gravura está em exibição no MASP desde 05 de março de 2011. Papéis Brasileiros: A Arte da Gravura - Coleção MASP traz obras de Volpi, Tarsila, Babinski, Samico, Manezinho Araújo, Gruber, Jardim, Segall, Grassmann, Valentim, Hudinilson, Nelson Leirner e tantos outros, a maioria deles mestres brasileiros e estrangeiros que vieram para o Brasil. A mostra apresenta um primeiro movimento da figuração na gravura, tal como manifesta no acervo do MASP, e em seguida os movimentos da abstração e da nova figuração contemporânea. Esta exposição será seguida por outra, futuramente, dedicada aos papéis estrangeiros da Coleção MASP, também no campo da gravura, e marca uma atenção do museu para com esta arte, expressa em exposições como as séries completas de Goya (2007); Desenhos Espanhóis do Século 20 (2008); Primeiro Expressionismo Alemão (2008); O Mundo Mágico de Marc Chagall (2010) e Uma Semana de Bondade, de Max Ernst, apontada pela APCA como a Melhor Exposição Internacional de 2010. Segundo Teixeira Coelho, curador-coordenador, o conjunto mostrado na exposição organiza-se em três movimentos. O primeiro inclui obras com um compromisso figurativo claro, embora variado, com o mundo exterior. O segundo cobre um momento em que o artista buscava noções abstratas do que seria o belo, sem ligação com o real imediato, um momento de forte autonomia da arte. E o terceiro mostra o retorno da figura porém sem vinculação com o real e, sim, muitas vezes, para fazer um comentário sobre a figura muitas vezes vista em outro meio e não na realidade (e com o recurso de outros meios que não os da gravura tradicional). As obras deste terceiro movimento navegam entre o pop e o conceitual, assim como as do segundo circulam pelo abstrato informal e geométrico e as do primeiro, pelas diversas correntes estilísticas da modernidade ampliada (simbolismo, expressionismo, surrealismo e suas nuances).

Serviço O que: Papéis Brasileiros: Gravura 1910-2008 - Coleção Masp. Onde: Galeria Horácio Lafer - 1o. andar do MASP (Av. Paulista, 1578, São Paulo – SP). Tel.: (11) 3251.5644. Quando: De 5 de março a 02 de outubro de 2011. Terças a domingos e feriados, 11h às 18h. Quintas, 11h às 20h.. Quanto: R$ 15,00. Estudante: R$ 7,00. Até 10 anos e acima de 60 anos: acesso gratuito. Às terças: acesso gratuito.

49


Cultura . literatura Quarto Para Jack, um esperto menino de 5 anos, o quarto é o único mundo que conhece. É onde ele nasceu e cresceu, e onde vive com sua mãe, enquanto eles aprendem, leem, comem, dormem e brincam. À noite, sua mãe o fecha em segurança no guarda-roupa, onde ele deve estar dormindo quando o velho Nick vem visitá-la. O quarto é a casa de Jack, mas, para sua mãe, é a prisão onde o velho Nick a mantém há sete anos. Com determinação, criatividade e um imenso amor maternal, a mãe criou ali uma vida para Jack. Mas ela sabe que isso não é suficiente, para nenhum dos dois. Então, ela elabora um ousado plano de fuga, que conta com a bravura de seu filho e com uma boa dose de sorte. O que ela não percebe, porém, é como está despreparada para fazer o plano funcionar.  Best-seller internacional há doze semanas na lista do The New York Times.

Autor: Abraham Verghese. Editora: Cia. das Letras. Número de páginas: 632. Preço: 42,90.

Um Dia - Vinte Anos, Duas Pessoas Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro. Os anos se passam e Dex e Emma levam vidas isoladas. Porém, incapazes de esquecer o sentimento muito especial que os arrebatou naquela primeira noite, surge uma extraordinária relação entre os dois. Ao longo dos 20 anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. Dexter e Emma enfrentam disputas e brigas, esperanças e oportunidades perdidas. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida.

Autor: Emma Donoghue. Editora: Verus Número de páginas: 349. Preço: 19,90.

A Confissão O novo livro de Grisham, A Confissão, traz uma luta judicial para tirar do corredor da morte um astro local de futebol acusado injustamente de ter raptado, violentado e matado uma líder de torcida. O verdadeiro assassino, que tem um tumor inoperável no cérebro, confessou o crime. Porém, ele terá de convencer advogados, juízes e políticos.z Especializado em defesa criminal e processos por danos físicos, John Grisham narra, neste livro, a história de Donté Drumm, condenado por um crime que não cometeu. Como o cronômetro acelerado para a sua execução, John vê seus últimos minutos de vida nas mãos do verdadeiro assassino e dos trâmites do sistema judiciário. Nesta obra, John Grisham usa todo o seu talento para fazer uma pesada crítica à pena de morte, ainda adotada em vários estados do Estados Unidos.

Autor: John Grisham. Editora: Rocco. Número de páginas: 480. Preço: 29,90.

Ladrões de Elite Quando tinha 5 anos, Katarina Bishop distraiu os guardas da Torre de Londres para que o pai pudesse roubá-la. Aos 7, ela ouviu o tio Eddie planejar a interceptação de 80% do caviar do planeta. Quando fez 15 anos, Katarina armou um golpe por conta própria - um esquema para entrar no melhor colégio interno dos Estados Unidos e deixar para trás os negócios da família. Só que trocar de ramo e ter uma vida normal acabou sendo mais difícil do que Kat esperava. Hale, seu amigo charmoso, bilionário e antigo comparsa, logo aparece para levá-la de volta à realidade da qual ela havia se esforçado tanto para fugir. Mas é por um bom motivo: uma inestimável coleção de arte de um temido mafioso foi roubada e ele quer recuperá-la, custe o que custar. Somente um mestre do crime poderia ter realizado essa proeza e o pai de Kat é o único suspeito, embora insista em negar qualquer envolvimento. Encurralado entre a Interpol e um inimigo assustador, ele precisa da ajuda da filha. Para Kat, só existe uma saída: encontrar os quadros e roubá-los de volta.

50

Autor: Ally Carter. Editora: Arqueiro. Número de páginas: 240. Preço: 29,90.


Desembarque

Vista da Pedra do Baú.

Campos do Jordão | SP

Cidade tem casas em estilo europeu.

C

harmosa, Campos do Jordão é uma aconchegante cidade com ares de serra. Seus principais atrativos são as edificações em estilo europeu e as belezas naturais dos arredores. Ali há passeios de teleférico, bondinho, trem, parques ecológicos, rios, cachoeiras, além de museus, igrejas e muito mais. Em julho, a estância sedia o famoso Festival Internacional de Inverno, com apresentações de música erudita e popular. Uma visita obrigatória é o Palácio da Boa Vista (Av. Dr. Adhemar de Barros, 3001, Alto da Boa Vista. De quarta a domingo e feriados, das 10h às 12h e das 14h às 17h. Tel.: 12 3662-1122), que reúne obras de grandes nomes das artes, como Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Victor Brecheret, Candido Portinari, além de uma coleção de artes sacras, pratarias, louçarias, tapeçarias e mobiliário dos séculos XVII, XVIII e XIX. Para quem gosta de contato com o verde, o Horto Florestal (Estrada do Horto – Descansópolis. Tel.: (12) 3663-3762) abriga 8,3 mil hectares de pura natureza e tranquilidade. Situado numa área de 8.300 hectares, tem araucárias centenárias, trilhas para caminhadas, fauna diversificada, áreas de piquenique e muito mais. O passeio de trem pela Estrada de Ferro de Campos do Jordão (Tel.: 12 3663-1531/ 12 3644-7408) é sem dúvida uma das grandes atrações da cidade. Durante o trajeto, os visitantes podem conferir a paisagem de Campos do Jordão e região de uma forma bucólica, como se voltasse ao tempo, admirando e conhecendo alguns pontos turísticos.

52

Campos do Jordão abriga em julho famoso Festival de música clássica.

Fotos: Christian Knepper e Wagner da Silva/ Embratur/ Divulgação.

Montanha mágica


atrações

imperdíveis *O tradicional passeio de teleférico parte da base do Morro do Elefante, em Capivari. O percurso de mil metros é realizado em cinco minutos e leva ao topo do morro, a 1,8 mil metros, de onde se tem uma visão panorâmica da cidade. *Visite a Gruta dos Crioulos, uma pedra monumental, usada como esconderijo por escravos. * Durante o Festival, o epicentro dos acontecimentos são as mesas na calçada da Baden Baden, a mais famosa cervejaria local, localizada em Capivari.

Passeio de teleférico no Morro do Elefante.

O 42º Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão acontece de 1º a 24 de julho de 2011, com eventos nas cidades de Campos do Jordão e São Paulo, além de uma itinerância da Orquestra do Festival, formada pelos bolsistas deste ano, pelas cidades de Jundiaí, Piracicaba, Santo André e Santos. Com o tema “Contrastes”, o evento mostra este ano as contraposições entre diferentes estilos musicais de uma mesma época ou diferentes fases musicais de um mesmo compositor. Atualmente, o Festival tem público de dezenas de milhares de pessoas. Por seus palcos passam mais de três mil artistas, e suas aulas são ministradas por mais de uma centena de músicos do primeiro escalão mundial. Espaços públicos como a Concha Acústica, de Vila do Capivari e Igrejas da cidade receberão apresentações com entrada gratuita no Festival.  Os ingressos para os demais concertos estão à venda no site: www.ingressorapido. com.br.

Estrada de Ferro proporciona contato com belas paisagens.

Mais informações: Festival de música: www.festivalcamposdojordao.org.br Página da Prefeitura: www.camposdojordao.sp.gov.br

Araucárias são comuns na região.

53


Desembarque

Cidade das Flores

Joinville | SC

J

oinville é uma das cidades brasileiras que se destaca no turismo de negócios, devido à excelente infra-estrutura que tem para receber os mais variados tipos de reuniões, congressos e encontros. Por possuir uma localização privilegiada entre a serra e o mar, uma população com cerca de 450 mil habitantes e uma economia consistente, devido à concentração de grandes indústrias, Joinville adquiriu o status de maior cidade do Estado de Santa Catarina. Situada a 188 km de Florianópolis, conta com campo de golfe, hípica e kartódromo. Para os amantes das atividades ao ar livre, há locais reservados para a prática de qualquer esporte, desde tiro (tradição alemã da Idade Média preservada até hoje) até radicais e náuticos - o maior e mais bem equipado Iate Clube do Estado de Santa Catarina fica no município. Moinho situado na entrada da cidade.

A cidade dispõe também de um espaço multiuso de categoria internacional para realização de grandes eventos: o Centreventos Cau Hansen. Construído em formato de arena, com inspiração nos mais avançados projetos arquitetônicos existentes no mundo, o local conta com equipamentos modernos e condições para receber até 10 mil pessoas. A Expoville, localizada na entrada da cidade, é outro espaço privilegiado para abrigar grandes festas e exposições. Há dezenas de auditórios e espaços para realização de shows, espetáculos de dança, eventos e feiras. O iate Príncipe de Joinville III, a embarcação de turismo mais bem equipada da costa brasileira, faz passeios pelas águas tranqüilas do arquipélago da Baía da Babitonga, em meio ao rico ecossistema que serve de santuário para a reprodução de muitas espécies.

Arquitetura tem influência da cultura germânica.

Festa das Flores é realizada em novembro.

54

Festival de Dança reúne mais de seis mil dançarinos.


atrações

imperdíveis * Turismo rural - Oferecido na Estrada Bonita e nas regiões do Piraí, Vale do Quiriri e Serra Dona Francisca, tem como atrações o ar puro, o verde, os riachos e as montanhas. * Museu da Bicicleta (Av. Getúlio Vargas, 1614) - Com mais de 15 mil bicicletas, é o único deste gênero na América do Sul. A mais antiga é a Volcite (Itália), do ano de 1906. * Estação Ferroviária (Rua Leite Ribeiro, s/n) - Belíssima construção em estilo germânico, é um cartão postal da cidade.

Cidade é considerada a Meca da Música.

Em julho, o Festival Internacional de Dança, um dos maiores eventos de dança da América Latina, reúne cerca de quatro mil dançarinos, entre profissionais e amadores, sempre na segunda quinzena. O Festival, em sua 29ª edição, movimentará a cidade com 16 eventos simultâneos durante 11 dias em 2011. A estimativa é que o evento receba 6,5 mil participantes. Um público de 230 mil pessoas é esperado para assistir às apresentações, realizadas por toda Joinville. Centreventos Cau Hansen abriga eventos culturais.

Grandes indústrias movimentam a economia.

Mais informações: Joinville Costa do Encanto Convention & Visitors Bureau: Tel.: (47) 3433 - 3483/ 3422-8055. www.joinvilleconvention.tur.br Festival de Dança: www.festivaldedanca.com.br

55


Especial Balneário Camboriú

Balneário Camboriú | SC

PA I S AG E M PA R A C E L E B R A R

B

Fotos: Embratur/ Divulgação

alneário Camboriú, que completa 47 anos de emancipação político-administrativa em julho, é conhecida como a Capital Catarinense do Turismo. Praias, montanhas, festas, variedades gastronômicas e diversidades hoteleiras fazem parte do paraíso turístico da cidade. Com invejável infraestrutura de urbanização, saneamento, paisagismo, saúde, segurança e educação, o município garante o 7° lugar no Índice de Desenvolvimento Humano do Brasil (IDH) e recebe mais de 1,5 milhão de visitantes por ano. Balneário possui praias de areias brancas e águas azuis emolduradas por morros verdejantes. A Praia Central, chamada Copacabana do Sul por seu calçadão de sete quilômetros repleto de bares e restaurantes, é o local onde tudo acontece. Shows, esportes e muita gente bonita são uma constante. Quem quiser conhecer a Ilha das Cabras, um dos cartões postais do município, pode optar pelos passeios de escuna, que partem da Barra Sul. A ilha fica a apenas 600 metros da Praia Central. O centro do balneário é agraciado com a candidez da Mata Atlântica intocada junto ao bosque localizado no início da Avenida Brasil, no Pontal Norte. O local abriga dezenas de metros quadrados de mata verde conservada e diversas espécies de aves da região. A Igreja Santo Amaro, localizada no Bairro da Barra, em frente à Praça do Pescador, mostra a história e a cultura de séculos, através da resistência de sua edificação, em óleo de baleia misturada à argamassa. A arquitetura da Igreja Matriz Santa Inês, similar a um chapéu de palha de um pescador, e os produtos artesanais comercializados na Praça Higino Pio e no Bairro da Barra são mais alguns demonstrativos das tradições dos povos colonizadores.

Fotos: Embratur/ Divulgação

Balneário Camboriú

56


atrações

imperdíveis

Passeios de escunas saem da Barra Sul. Passeio de bondinho no Parque Unipraias.

Cristo Luz, com 33m de altura.

Cidade está próxima das praias da Costa Esmeralda.

Mais informações: Secretaria de Turismo: www.secturbc.com.br Parque Unipraias: (47) 3367-0493 Convention & Visitors Bureau: www.visitebalneariocamboriu.com.br

Mais informações: Visite Alagoas: www.visitealagoas.com.br

No Parque Unipraias, as pessoas podem praticar arvorismo e se aventurar num emocionante passeio por trilhas suspensas nas copas das árvores em meio à mata nativa. Para chegar até o parque, o acesso é feito a partir dos bondinhos aéreos. Mais informações: Tel.: 47 33670493 ou www.unipraias.com.br O Cristo Luz, monumento construído em 1997, possui 33 metros de altura, apenas cinco a menos que o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro. Na mão esquerda, ele segura um canhão de luz de 6,6 mil watts, simbolizando o sol, que gira num ângulo de 180º, derramando luzes sobre a cidade. Rua Indonésia, nº 800 no Bairro das Nações, tel.: 47 3367-4042. Mais informações: www. cristoluz.com.br Os passeios de escunas saem da Barra Sul e percorrem as águas da praia Central, contornando a ilha das Cabras e desembarcando na bela praia de Laranjeiras. Saídas diárias das 9h às 18h. Mais informações: Barco Pirata - 47 3367-3258. Capitão Gancho - 47 3361-0587.

57


Especial Balneário Camboriú Capital do Turismo Catarinense

ara quem procura sofisticação, gastronomia diversificada, comércio aquecido, natureza deslumbrante e muita diversão, Balneário Camboriú é o lugar ideal. A cidade tem no turismo a sua principal fonte de renda, mas se destaca também por sua estrutura para eventos e turismo de negócios. Os cerca de 100 hotéis contam, em sua maioria, com estrutura completa para a realização de eventos de negócios e lazer e restaurantes com gastronomia nacional e internacional. O município oferece uma gama de atrações e entretenimentos para todas as idades. Aos jovens, oferece a prática de esportes radicais – como voo livre, surfe e outros esportes aquáticos, além de contar com uma vida noturna agitada, palco de grandes shows nacionais e internacionais. Também atrai muitas pessoas da chamada melhor idade, que podem desfrutar de banhos de sol na praia central, canchas de bocha à beira-mar, caminhar ou fazer uma boa leitura no calçadão da Avenida Atlântica. Destacam-se ainda as diversificadas opções gastronômicas, o belo artesanato local, assim como casas de boliche, snooker, bingos e cinemas. A partir da década de 50, a cidade cresceu de forma acentuada, emancipando-se em 1964. A inauguração da BR-101, no início da década de 70, contribuiu para o seu desenvolvimento. Balneário tornou-se um centro de atração turística de influência nacional e internacional. Segundo pesquisa da Embratur (2005), é o quinto destino turístico nacional e a cidade brasileira que mais recebe turistas proporcionalmente, por ano. Apesar de jovem, com características modernas, o município ainda guarda traços de sua colonização açoriana. A pesca artesanal revela um retrato fascinante, ao amanhecer, com pequenas embarcações e pescadores lançando redes ao mar.

58

Fotos: Divulgação.

P


*Para apreciadores da gastronomia Franco Italiana e Mediterrânea, o Restaurante Villa Vecchia (Barra Norte, Avenida Atlântica 942), sob o comando do Chef Boris Von Rogoschin, apresenta um cardápio de pratos selecionados e inspirados nos paladares mais exigentes. Reservas: 47.3367.8234. *Quem curte a vida noturna encontrará muita diversão na Green Valley (Rua Rio Mamoré, nº1083, Rio Pequeno, Balneário Camboriú. Sábados, a partir das 23h. Tel.: (47) 3360-8097. www.greenvalley.art. br), considerada a casa noturna número um do País. Inaugurada em novembro de 2007, já recebeu nomes de destaque do cenário eletrônico, como o DJ Carl Cox, eleito várias vezes o melhor do mundo. O próprio Cox listou a casa entre os quatro melhores lugares do mundo onde já tocou. O município de tem sua origem cultural na base luso-açoriana. Entre as manifestações locais, estão: Folguedo do Boi-de-Mamão, Cantorias de Terno-de-Reis, tecelagem em tear de pente-liço, cerâmica artesanal ou louçaria de barro, fabricação de farinha de mandioca em engenho, pesca artesanal de tainha, brincadeira do boi. Na Gastronomia, além dos pratos a base de frutos do mar, como a sopa de siri, pirão com peixe e a tainha escalada, Balneário tem uma culinária riquíssima, com alguns dos melhores restaurantes do litoral catarinense, incluindo restaurantes de cozinha japonesa, asiática, tailandesa, francesa, italiana e mediterrânea.

A badalada Green Valley.

Praias atraem surfistas.

Com 108 mil habitantes, recebe mais de 1,5 milhões de visitantes por ano.

59


Especial Balneário Camboriú Praias em meio ao conforto

Vista da Ilha das Cabras, um dos cartões postais de Balneário Camboriú.

C

onhecer as praias de Balneário Camboriú proporciona o prazer inigualável do contato com a natureza preservada. A Linha de Acesso às Praias, rodovia de mais de 16 quilômetros, liga as praias ao sul do município. O passeio começa pela Praia de Laranjeiras. Com águas calmas, é ideal para caminhadas ecológicas e para desfrutar da estrutura de bares e restaurantes à beira-mar. Seguindo pela Linha de Acesso às Praias, estão Taquarinhas e Taquaras, que conservam suas belezas agrestes e a tradição da pesca artesanal. A Praia do Pinho é sinônimo de harmonia com a natureza. Primeira praia de naturismo do Brasil, dispõe de pousada, camping e restaurante. Na sequência, estão as praias de Estaleiro e Estaleirinho, que encantam pelos seus costões, paisagens naturais e estrutura de serviços. No lado norte, o balneário possui mais três recantos naturais. Com acesso por trilhas, as Praias do Canto e do Buraco são refúgios agrestes de rara beleza. A praia dos Amores encanta os jovens com suas ondas bem formadas. Além de possuir tantas opções para curtir o mar, a cidade ainda está muito próxima de recantos bucólicos e das praias da Costa Esmeralda, como Itapema, Porto Belo e Bombinhas. Balneário possui vocação natural para o ecoturismo. Muitos lugares reservam o prazer do contato direto com o mais puro aroma da natureza preservada. É o caso do Parque Ecológico Rio Camboriú, onde se localiza a Secretaria do Meio Ambiente da cidade. O local tem seis tri-

60

lhas ecológicas, onde é possível conhecer parte da flora e fauna da região, em meio à Mata Atlântica. O Parque da Fauna Flora e Gea Parque Cyro Gevaerd, Zoológico da SANTUR, localizado às margens da BR-101, abriga um zoológico, museu arqueológico e uma sala de oceanografia com diversos exemplares da vida marinha da região. Fundado em 1981, o Parque é um dos mais completos do Estado e uma oportunidade rara de conhecer várias espécies de animais e plantas e ainda ver de perto o trabalho de preservação e pesquisa desenvolvido no zoológico. Apesar de ter crescido vertiginosamente, Balneário se destaca pela sofisticação e sustentabilidade de alguns de seus empreendimentos. Empresas como a Rambo Construtora primam pelo aproveitamento dos recursos renováveis em seus projetos. A construtora cria fontes de energia e sistemas de renovação de água pluvial e busca um melhor posicionamento das unidades, proporcionando um aproveitamento total da energia eólica e grande redução de gasto de energia elétrica e água. Seus projetos também primam pela utilização de materiais com selo de qualidade ecológica e madeira de beneficiamento reciclada nas construções. Outro empreendimento de destaque é a Tedesco Marina (Av. Normando Tedesco, 1350, Barra Sul. Tel.: 47 3361-1420). Localizada num terreno de 33mil m², voltada para o rio Camboriú, possui hangar de 10mil m², com até cinco andares e capacidade para receber 500 embar-


Cidade comemora aniversário de 47 anos. Praias possuem águas azuis cercadas por morros verdejantes.

Artesanato local. Marina Tedesco.

cações. Estas são retiradas da água pelos mais modernos equipamentos náuticos mundiais. Possui ainda infraestrutura completa de serviços e lazer.

Mais informações: Tedesco Marina: (www.tedescomarina.com.br

61


Gastronomia

Fotos: Divulgação.

TAJ agita as noites do sul do País

S

om de qualidade, boa comida e gente bonita fazem a receita de sucesso do TAJ. A casa é uma mistura de restaurante e balada, mas sem pista de dança. Super conceituada no Sul do Brasil, o TAJ tem unidades em Curitiba e Balneário Camboriú, e em breve terá uma filial em Vitória. A história de sucesso do TAJ começou em Curitiba, em 2004. Nasceu da vontade empreendedora de três jovens empresários: Gustavo Ferroni Ferreira, Giocondo Villanova Artigas Neto e Gustavo Todeschini de Andrade, que imaginaram abrir um bar para reunir amigos. “Para isto começamos a pesquisar e nos aprofundar nesta área”, lembra Ferreira. “Visitamos vários bares e restaurantes na Europa, lugares cool, com um mix de música e frenesi gastronômico. Isto nos chamou muito a atenção. Como sempre gostamos de música eletrônica, pensamos em fazer algo assim em Curitiba. Um lugar que reunisse alta gastronomia e boa música, num espaço bem decorado, aconchegante, mas ao mesmo tempo elegante e moderno. Daí nasceu o TAJ”, conta. O trio foi se aprimorando e a ideia simples transformou-se em um empreendimento, que exigiu dos sócios seriedade e profissionalismo desde o início. “Percebemos que precisávamos nos preparar, então fomos fazer cursos de especialização, com MBA’s em finanças e general management”, fala. Hoje com oito anos, o empreendimento é um sucesso, considerado o mais badalado bar curitibano, eleito cinco vezes consecutivas pela Revista Veja Curitiba o melhor

62

lugar para paquerar. Também foi escolhido pelo prêmio Cool Awards o terceiro Melhor Bar do Brasil, premiação realizada há 10 anos pela revista Cool Magazine. Além do TAJ, os sócios também montaram outros estabelecimentos em Curitiba, como o Santa Marta, que oferece culinária brasileira e música ao vivo de qualidade, e mais recentemente o Backstage Country Bar, o mais novo agito sertanejo da cidade. Com capacidade para 700 pessoas, oito camarotes e funcionamento de quinta-feira a sábado, o Backstage Country Bar traz ao seu palco as melhores atrações sertanejas do Paraná e do Brasil. Há um ano, Balneário Camboriú ganhou a primeira filial do TAJ. Estrategicamente localizado à beira mar, na Avenida Atlântica, point das melhores casas e restaurante da cidade, o TAJ trouxe um novo conceito para a região. “A casa oferece um ambiente agradável, para um happy hour, um jantar a dois ou mesmo para tomar um chopp e curtir um som com os amigos”, explica Ferreira. Com cerca de 1700 m2, a casa tem capacidade para 700 pessoas e é destinada a um público de bom gosto, que aprecia os prazeres da gastronomia e curte um ambiente descontraído com muito charme e elegância. “Nossa proposta é oferecer aos clientes uma experiência sensorial com música, gastronomia, decoração e incensos para completar a ambientação”, diz o jovem empreendedor. Seguindo o mesmo conceito da matriz curitibana, a


decoração e gastronomia foram inspiradas em países como Tailândia, Índia, Indonésia, Vietnã e Laos. A trilha sonora merece destaque. O clima cool do ambiente é complementado com um som lounge, com pitadas de música étnica oriental, grooves eletrônicos, em uma combinação exótica e irresistível. Cada detalhe foi pensando para oferecer aos frequentadores do restaurante conforto e segurança. O estacionamento próprio tem vagas vips e serviço de manobrista. Projeto Arquitetônico O projeto arquitetônico de Marco Nogara deu um toque oriental e sofisticado à versão catarinense da casa.  “A ideia foi aproximar a atmosfera do TAJ - Curitiba da descontração e astral beira-mar de Balneário Camboriú, com um lugar focado na temática indo-asiática, sendo elegante, despojado, perfeitamente integrado a praia”, explica Nogara.      Com um pé-direito de seis metros, foi possível trabalhar com excelência os efeitos de luz natural e artificial e criar um projeto de paisagismo exuberante, com palmeiras plantadas dentro do restaurante. Nogara usou as orientações do Feng-Shuy para desenvolver o projeto, criando um ambiente agradável, íntimo e acolhedor. Vários lustres, móveis e objetos de decoração, foram trazidos de Bali. Um grande Buddha, de 1,80 de altura, símbolo da casa, também foi importado. O teto retrátil, marca registrada da matriz curitibana,  instalado no deck em frente ao mar, chama a atenção e possibilita aos clientes desfrutar da área externa com mais comodidade e vivenciar noites românticas sob as estrelas.

Gastronomia Aos gourmets que se entregam a paixão da culinária, o cardápio do TAJ é repleto de pratos deliciosos. O cardápio vem passando por modificações frequentes, e traz pratos japoneses, tailandeses e indianos, com um toque “abrasileirado”. Ingredientes como jasmim, saquê, gengibre, gergelim, curry, entre outros, são figuras marcantes no menu, que apresenta pratos como o Carpaccio Indochina, Thay Chicken Green Curry, Salmão Asiático ao molho de mel, gengibre e limão, acompanhado de salada oriental e galette de batatas. Outras receitas que se destacam são o Khao Pad Gonng – arroz de jasmim frito com camarão, uvas passas e castanha de caju servido no abacaxi; o Maharajah Prawn Curry – com camarões grelhados ao molho indiano à base de leite de coco, iogurte e especiarias; e o Lamb Shanks In Mango Khorma – cubos de pernil de carneiro, marinados em ervas aromática ao molho chutney de manga e especiarias asiáticas. Completando a cozinha o cardápio do sushi-bar foi desenvolvido pela parceria com o renomado Restaurante Yokohama. Mais informações: www.tajbar.com.br

63


Vinhos

Preferências Os apreciadores de vinho polemizam em torno das variedades de uva preferidas, pois cada qual tem seu próprio gosto. Todas as Vitis vinifera mais conhecidas são aptas a produzir excelentes vinhos, cujo resultado final se submete às condições climáticas da safra de cada ano, às técnicas de elaboração e aos cuidados de conservação, engarrafamento e repouso até a chegada ao consumidor. Dentre as brancas pontificam a Chardonnay e a Sauvignon Blanc, as mais consumidas no Brasil. A primeira produz vinhos potentes, secos, herbáceos, de aromas profundos, com toques minerais, mais fechados e contidos. A segunda resulta em vinhos mais fáceis de beber, aromáticos, frutados, joviais, abertos e macios. Das tintas, as variedades mais presentes entre nós são a Cabernet Sauvignon, a Merlot, a Malbec, a Tempranillo e a Pinot Noir. O Uruguai nos tem enviado seus Tannat, que ainda não conquistou o gosto brasileiro em face da dureza de seus taninos, que precisam de longo tempo para se amainarem. O Chile resgatou a Carmenère, uma prima da Merlot, com a qual foi confundida durante décadas, e a Syrah vem conquistando cada vez mais apreciadores. A Cabernet Sauvignon, cuja marca registrada é o aroma de pimentão verde, assim como a Malbec, é rica em taninos. Os vinhos dessas variedades são potentes, complexos, de cor profunda. Necessitam de longo tempo para que suas qualidades desabrochem e os taninos percam aquela natural aspereza que trava a língua. Beber uma garrafa desses vinhos com menos de cinco (5) anos, sobretudo um Malbec de Mendoza, é um desperdício. Infelizmente, porém, eles chegam ao mercado com apenas dois (2) anos e poucos se dão ao trabalho de guardá-los à espera do tempo certo. A Merlot, campeã na quantidade de resveratrol - o antioxidante da moda - resulta em vinhos que, embora complexos, encorpados, de cor intensa, possuem taninos

64

mais macios. Por isso, de modo geral, já pode ser bebido satisfatoriamente a partir do terceiro ano. Enquanto os grand crus bordaleses se baseiam em cortes de Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon, Merlot, Malbec e Petit Verdot, o famoso e caríssimo Château Pétrus (região de Pomerol, próxima a Bordeaux) é um autêntico Merlot. A Tempranillo é a variedade-símbolo dos vinhedos espanhóis, cultivada em quase todas as regiões desse país. Precoce - seu nome vem de temprano (cedo) - a maior parte é destinada à produção de vinhos jovens, frutados, frescos, de cor menos intensa. Em algumas regiões produz vinhos mais vigorosos e encorpados, que se prestam a guarda, em especial os crianza, reserva e gran reserva. A Pinot Noir é um caso à parte. Ao lado da Chardonnay, reina soberana na Bourgogne, sem cortes. Penso que seja a mais complexa e delicada das tintas nobres. Que ninguém se engane com sua cor clara e transparente, pensando tratar-se de um vinho frágil. Ao contrário, possui corpo profundo, ampla estrutura e notável capacidade de evoluir positivamente ao longo dos anos, formando buquês de incomparável riqueza e delicadeza. Seu ícone é o celebrado Romanée-Conti, vendido nas free shops por mais de quatro mil euros a garrafa. Registre-se, contudo, que nenhuma dessas variedades, quando cultivadas fora de seu habitat, produz vinhos iguais - no mais das vezes sequer semelhantes aos da região de origem. Aliás, o normal é que a mesma uva, plantada em outros países e terroirs, produza vinhos completamente distintos dos originais e diferentes entre si. Casos clássicos são o da Malbec - produtora de vinhos inferiores na França e de magníficos vinhos em Mendoza - e o da Pinot Noir, que por mais esforços que façam os vinhateiros dos diversos países onde é cultivada, é incapaz de produzir um vinho que sequer chegue aos pés daqueles originários da Côte d’Or. Anote-se, porém, que as variedades brancas, cultivadas fora de suas regiões natais, tendem a produzir vinhos bastante semelhantes aos originais. Em alguns casos, até melhores. Cada apreciador tem sua variedade preferida, o que não implica seja esta superior às outras na média geral, pois as preferências se formam ao longo do tempo, são personalíssimas e têm a ver com a harmonia que proporciona aos sentidos de quem bebe. Há alguns anos um produtor da Bourgogne, cujos vinhos são bastante caros e disputados, disse-me que gostava mais dos vinhos do vizinho, vendidos a um terço do preço dos seus. No campo das preferências, é direito de cada um ter as suas e vê-las respeitadas, pouco importando a opinião alheia, pois, como já afirmavam os latinos, de gustibus, coloribus et amoribus non est disputandum. * Desembargador aposentado. Autor de “Vinho Um Presente dos Deuses”


Velocidade

Para dirigir ao sabor do vento Fotos: Embratur/ Divulgação.

A

Volkswagen promove o retorno de um de seus modelos mais famosos no Velho Continente, o Golf Cabriolet. O carro segue as linhas da sexta geração do hatch, lançada em 2008, o conversível mais desejado da marca. As diferenças aparecem no para-brisa mais inclinado e no desenho da linha de cintura, ligeiramente mais alta que no hatch.

Golf Cabriolet

A traseira também se destaca pelos traços harmoniosos, com as mesmas lanternas com LEDs do Golf GTI. Já a capota de tecido tem acionamento elétrico e pode ser aberta ou fechada a até 30 km/h. O Golf Cabriolet é equipado com vários itens de segurança, como barra santantonio que se ergue na iminência de um capotamento, airbags laterais (que protegem cabeça e tórax) e airbag para proteção do joelho do condutor. O carro será oferecido com uma ampla gama de motorizações, com potências que variam entre 105 e 207 cv. A transmissão DSG (com dupla embreagem) estará disponível na maioria das versões e o Golf Cabrio ainda possuirá uma versão BlueMotion, voltada para economia de combustível. Os preços do Golf Cabriolet vão começar em 23.625 euros na Alemanha.

65


Estação

DE PARTIDA

Jornalista, apaixonada por viagens de todos os tipos, curtas ou longas, à cidade vizinha ou ao outro lado do mundo. Carrega na bagagem um passaporte carimbado em diversos países, experiências e descobertas, que divide aqui com vocês, leitores. estacaodepartida@gmail.com

Ele é um dos únicos chefs do mundo que exibe a invejável marca de seis estrelas  do Guia Michelin, considerada a bíblia francesa da gastronomia. Seu império já conta com pelo menos 15 restaurantes, dois hotéis e uma boulangerie, além de 12 livros publicados. E a dica de livro desta edição da coluna é seu livro “Ducasse de A a Z – Um dicionário amoroso da cozinha francesa”, no qual ele dedica um dos capítulos ao azeite, que eu replico aqui para vocês, concordando com cada letra e feliz de uma descrição tão perfeita do que representa o azeite na gastronomia. “O azeite é um continente que visitamos com paixão e curiosidade, traçando os limites de uma geografia do paladar que temos vontade de conhecer cada vez mais, de compreender as afinidades entre os sabores, em função das saladas frescas ou das anchovas marinadas, dos legumes frescos crus, ou de uma pissaladière, cujas cebolas ele faz brilhar!”

Por dentro Caso a reserva de seu vôo esteja confirmada e ocorra atraso, anote seus direitos e faça-os valer: 1) dentro de um prazo máximo de quatro horas, a companhia aérea tem por obrigação  acomodá-lo em outro vôo, inclusive de outra companhia. 2) Se este prazo não for cumprido, a empresa escolhida deverá lhe proporcionar todas as facilidades, como refeições, telefonemas, transporte de e para o aeroporto, se for o caso. 3) Se você não aceitar essas facilidades, preferindo viajar em outra companhia, seu bilhete deverá ser endossado. E se você desistir e preferir o reembolso, também será possível. 4) O bilhete de passagem é a garantia do crédito que você tem. Por isso, se ele estiver dentro da validade, você será reembolsado com a quantia efetivamente

66

paga e atualizada, com base na tarifa praticada na data do pedido de reembolso. 5) E se for bilhete internacional, o valor a ser devolvido será calculado com base na moeda estrangeira, ao câmbio do dia. 6) O prazo máximo para pagamento do reembolso é de 30 dias, contados a partir da data da solicitação do mesmo.

Fotos: Divulgação.

Alain Ducasse


Antes de viajar...

Fotos: Divulgação.

Existem algumas dicas básicas a serem observadas antes de uma viagem. É importante você anotar o número do seu cartão de crédito, tirar um xerox do seu passaporte e do seu seguro de saúde, enviar um email para si mesmo (em um email que possa ser acessado de qualquer lugar) com seus documentos escaneados, comprar cadeados para suas malas e verificar quais remédios você toma que precisam de um documento médico para serem transportados a outro país.

Destino: Cuba Quem sonha em conhecer Cuba ainda com Fidel Castro vivo, deve anotar a dica. Não deixe de conhecer a colonial cidade de Trinidad de Cuba. Cercada por uma montanha de um lado e pelo mar das Caraíbas de outro, ela possui um centro histórico como poucos, com cerca de 1200 edifícios preservados há quase 200 anos. Quase todos convergindo na Plaza Maior, que possui a imponente igreja da Santíssima Trinidad como cenário marcante. Para hospedar-se, prefira a Península de Ancón, situada há 18 quilômetros, local de recifes mar adentro, que fazem a alegria dos mergulhadores.

Atualizando Paris Uma experiência na cidade de Paris rendeu a inspiração do blog www.nossaparis.blogspot.com. Lá você encontra impressões, dicas de lugares, serviços e informações sobre Paris e seus arredores. Filmes, novos cafés e restaurantes, história, moda, notícias, enfim, dados que servem para planejar sua viagem e até mesmo viajar através da telinha do seu computador. Clique e acompanhe minhas atualizações sobre uma das cidades mais belas do mundo.

“Lembre-se que a felicidade depende de como você viaja e não do seu destino.” Roy M. Goodma)

nossaparis.blogspot.com

JATBrasil Operadora de Turismo

67


Desfile

Por Ana Marta M. Flores | Fotos © Agência Fotosite

M

aio e Junho foram os meses mais movimentados para o verão made in Brazil. As principais semanas de moda brasileiras, no eixo Rio-São Paulo, renderam muito pano para manga em 12 dias de puro espírito fashion. No total, entre Fashion Rio - de 30 de maio a quatro de junho - e São Paulo Fashion Week (SPFW) – de 13 a 18 de junho -, foram 64 desfiles de marcas genuinamente nacionais. Mesmo com visões diferentes, o talento verde e amarelo é um só e vem cada vez mais maduro e independente. Neste especial, a revista Estação Aeroporto garante o seu lugar na fila A dos desfiles mais bacanas da temporada

68

verão 2012. Para completar, ainda selecionamos tendências garantidas da próxima estação para a moda feminina e masculina, além de eleger os looks e acessórios mais amados pela equipe. O Fashion Rio tomou conta da capital fluminense e trouxe muito além de estilo e moda. Com o tema “Universo Tropical”, inspirado na troca de cartas recheadas de sensualidade entre D. Pedro I e sua amante, a Marquesa de Santos, o evento trouxe três exposições imperdíveis. Tudo aconteceu nos armazéns do Píer Mauá, entre as salas de desfile. Uma das exposições começa com a Marquesa de Santos e parte para gravuras da floresta tropical, que representa a visão estrangeira do paraíso. Na miscelânea cultural, que deu origem ao nosso jeito de ser, há ainda referências a novelas, arte plumária, Carmem Miranda e ao mestre Chacrinha. Teve espaço até mesmo para inspiração entre as curvas das musas e do Rio de Janeiro. A partir de desenhos de Oscar Niemeyer, o perfil do design contemporâneo carioca ficou evidente com trabalhos de vários artistas locais. No São Paulo Fashion Week, não foi diferente. A pro-


gramação recheada de atrações paralelas foi ainda mais especial com o tema “Futuros”. Em sua 31ª edição, o SPFW ainda comemora os 15 anos de criação e propõe uma nova etapa com o desafio de imaginar novos destinos. Em parceria com a C&A, a exposição dos fotógrafos Inez Van Lamsweerde e Vinoodh Matadin, artistas que transitam com sucesso entre a moda e a arte, encantou fashionistas. A exposição é uma representação espacial de “Pretty Much Everything” (praticamente tudo, em tradução livre) que eles escolheram para registrar mais de 25 anos de fotografia. Mas a protagonista das semanas, sem dúvida, foi a moda. Na modelagem, o volume detalhadamente controlado na silhueta feminina e masculina demonstra primor na construção de pantalonas, saias midi e blazers. A silhueta rente ao corpo só mesmo na moda praia: maiôs de manga longa (!) e sofisticação na cartela de verde botânico para a marca Lenny – a estampa de penas formando uma textura de folha é divina. Na areia ainda vai fazer sucesso os modelos de biquínis recortados da Água de Coco em puro color blocking, o pôr do sol caliente da Salinas além do mix de estampas da Cia Marítima, Adriana Degreas e da Triya. Os tons de orange, azul bic, amarelo-ouro e verde-piscina marcaram presença em looks mais coloridos como na passarela de João Pimenta, Triton, Reserva e Pedro Lourenço – só para citar alguns. A alfaiataria é também destaque para o verão, que vem mais comportado sem mostrar muita pele. A camisaria aparece forte para homens e mulheres e o aspecto gráfico em cores vibrantes são apostas para marcas como Coven, Espaço Fashion e Neon. Os acessórios de grande parte das grifes vêm inspirados em formas e materiais orgânicos e naturais, tudo a ver com as raízes brasileiras. O destaque é o mega gola/colar de Walter Rodrigues confeccionado em folhas  de  palmeira imperial. A Cantão também veio mais natural e fluida: os apliques de filetes de madeira como botão e pulseiras coloridas feitas do mesmo material dão uma versão fresca das bangles. Na cabeça das marcas Fernanda Yamamoto e Neon, materiais ultra artesanais foram o toque especial. E como não poderia deixar de ser, as fashion weeks foram ainda mais movimentadas pela presença de nomes como o ator Ashton Kutcher que desfila pela segunda vez com exclusividade para a Colcci. Com as fronteiras de gênero cada vez mais difusas o modelo sérvio Andrej Pejic desfilou um look feminino e outro masculino – ele já fotografou várias campanhas femininas; a modelo transexual Lea T. encarou e arrasou ao desfilar de biquíni para a Blue Man e Rick Genest, o Zombie Boy, modelo canadense que tem quase o corpo inteiro tatuado, levou um clima mais sombrio para a passarela da Ausländer. O balanço das duas semanas de moda converge, enfim, para duas macro tendências: o branco como cor-ícone do verão e as listras como padronagem para a próxima estação.

Píer Mauá

Exposição Fashion Rio

Hall de entrada do SPFW

Ashton Kutcher

Andrej Pejic

Lea T.

“Zombie Boy”

69


João Pimenta

Reserva Colcci

British Colony

Ausländer

VRom

Lino Villaventura

Ausländer

João Pimenta

A clareza e suavidade do branco aparecem como tendência confirmadíssima para o próximo verão. A cor já ressurgiu em grifes femininas internacionais - Valentino, Fendi, Carolina Herrera e Versace – e foi unanimidade nas passarelas em São Paulo e no Rio. Para os homens, a alfaiataria revela ainda mais detalhes de corte e modelagem das peças. Linho, tafetá, sarja e algodão são os materiais mais usados. Destaque para os looks livres e volumosos do estilista João Pimenta. A camisaria masculina vem ora como peça chave para estilo comportado e corporativo e ora com styling mais despojado e leve. Marcas como Reserva, Mario Queiroz e British Colony apostam no branco misturando outras peças em tons de cinza, azul e xadrez para dar ares de “vida real” às coleções. No entanto, os looks em branco total prevaleceram nas passarelas. Aposta certa!

70

Mário Queiroz

Osklen

WHITE PARTY


Cavalera

Colcci

Animale

British Colony

Amapô

Ausländer

Andrea Marques

Ágatha

André Lima

Ellus

Cori

André Lima

Alexandre Herchcovitch

André Lima

WHITE PARTY

O dress code do verão será o branco para o guarda-roupa feminino. As coleções da próxima temporada abusam da cor e promovem uma estação inteirinha como noite de réveillon. A modelagem é variada: aparece longe do corpo e em tecidos como cetim de seda nas marcas Ágatha e Alexandre Herchcovitch. Vestidos, pantalonas, collants, tailleurs e saias ganham tons alvos e reluzentes em branco total. Para dar um toque único, os estilistas recorrem a aplicações em paetê fosco, renda, zíper e texturas interessantes de couro (píton), plumas e vazados estratégicos. Destaque para os looks de André Lima, Ellus, Amapô e Animale.

71


Totem

Coven

Totem

OVERDOSE

New Order

72

Neon Reinaldo Lourenço

Movimento Gloria Coelho

Colcci

RGroove

Coven

Colcci

Se branco é a it cor, listra é a estampa que resume as semanas de moda mais importante do país. A padronagem vem oscilante entre gráfico e orgânico e promete conquistar todos os gostos. Para a moda masculina, as listrinhas aparecem no duo preto e branco em cardigãs comportados como na Ausländer; o pulôver levinho e camiseta de manga longa vêm em branco e azul marinho na Colcci e na Totem. As cores aparecem para eles na coleção da R.Groove em padronagem mais larguinha e horizontal, bem ao estilo Prada verão 2011. Para as mulheres, as listras vem em todas as direções, fininhas ou extra largas. Ainda aparecem estampadas ou como resultado do mix de materiais, como no desfile de Gloria Coelho, Reinaldo Lourenço, Movimento e Totem. Entre os tecidos, destacam-se o lurex, na Coven; seda, linho e tricô. As cores vão do clássico P&B a tons vibrantes de rosa, roxo e verde-menta, como na marca Neon.

Ausländer

LISTRADA


AM

Acquastudio

~U !

Totem

Acessórios de cabeça absurdos na Acquastudio, decotes de gatinho de Reinaldo Lourenço, calças de alfaiataria coloridas na Coven e Cori, look total orange masculino na Reserva, estampa desconstruída de Hello Kitty por Fernanda Yamamoto, engenhosidade de Pedro Lourenço, cardigãs da Animale e atitude up de Dudu Bertholini, da Neon. Ufa. Tudo isso foi o que a redação mais adorou da temporada de moda verão 2012. E tem como não amar? Quais serão suas escolhas para os dias quentes?c

Reinaldo Lourenço Animale

Walter Rodrigues

Reserva

Pedro Lourenço

Neon

Coven

Cori

Alexandre Herchcovitch

Fernanda Yamamoto

73


A

moda masculina tem um timing especial, provoca mudanças sutis na modelagem e traz novidades em detalhes, sempre em busca de uma elegância impecável. Este exercício do bem vestir para os homens atravessa o tempo e coloca a alfaiataria masculina como destaque em todas as décadas. O corte mais ajustado ao corpo e produções em total black trazem o ar de seriedade e distinção para eles. O cinza, azul e camelo também são apostas para dar leveza à sobriedade de blazers e coletes. Para os looks mais esportivos, a indicação são calças em off white usadas com t-shirt de lavagem mais moderna. Para completar, um blazer aberto, sem esquecer do cinto um tanto mais informal. Preocupados mais com estilo do que com a moda, os homens são, de fato, senhores do tempo.

74


Modelo (Bruno): Traje completo VR (Men’s Beiramar), camisa M. Officer, bolsa CK (Calvin Klein Beiramar), sapato CNS (CNS Iguatemi), Gravata VR (Men’s Beiramar).

75


Modelo esquerda (Bruno): Jean Black Armani (Authentic Iguatemi), cinto Armani (Authentic Iguatemi), camiseta CK (Calvin Klein Beiramar), blaser Armani (Authentic Iguatemi), sapato CNS Iguatemi. Modelo meio (Emerson): Calça Richards(Richard’s Iguatemi), cinto Armani (Authentic Iguatemi), camiseta CK (Calvin Klein Beiramar), blaser Espirito Santo (Authentic Iguatemi), sapato CNS Iguatemi. Modelo direita (Tauá): Jean Black CK (Authentic Iguatemi), cinto Armani (Authentic Iguatemi), camiseta CK (Calvin Klein Beiramar), blaser Espirito Santo (Authentic Iguatemi), sapato CNS Iguatemi.

76


77


Modelo (Bruno): Calça Richards (Richards Iguatemi), cinto cns (CNS Iguatemi), camiseta CK (Calvin Klein Beiramar), blaser VR (Men’s Beiramar), sapato CNS (CNS Iguatemi).

78


79


Modelo esquerda (Tauá): Terno VR (Men’s Beiramar), camisa (Men’s Beiramar), sapato CNS Iguatemi, gravata VR (Men’s Beiramar). Modelo direita (Emerson): Terno VR (Men’s Beiramar), camisa Richards (Richards Iguatemi), sapato CNS Iguatemi, gravata VR (Men’s Beiramar).

80


81


82


Modelo (Bruno): Black Jeans Armani (Authentic Iguatemi), camiseta CK (Calvin Klein Beiramar), jaqueta Ralph Lauren (Men’s Beiramar), sapato CNS (CNS Iguatemi), óculus CK (Calvin Klein Beiramar), bolsa VR (Men’s Beiramar)

83


Modelo esquerda (Tauá): Jean Black CK (Authentic Iguatemi), cinto Armani (Authentic Iguatemi), camiseta CK (Calvin Klein Beiramar), blaser VR (Men’s Beiramar), sapato CNS Iguatemi. Modelo direita (Emerson): Calça Richards(Richard’s Iguatemi), cinto Armani (Authentic Iguatemi), camiseta CK (Calvin Klein Beiramar), blaser Richards (Richards Iguatemi), sapato CNS Iguatemi.

84


Ficha Técnica Produção executiva e styling: Calumma Comunicação e Comportamento de Moda Produtoras: Melina Costa e Bianca Carminatti Assistente de Produção: Gert Mehlan Modelos: Bruno Furlanetto, Emerson Ribeiro e Tauá Moreira (Ford Models) Fotógrafo: Paulo Carotini

85


Estação Final by Narriman Chede

By Thais Bonato

Amanda Salles e Gabriela Fernandes.

Alice Ferraz e Maurício Borges.

Foto: Luciana Prezia e Rodrigo Zorzi

Ana Carolina Martins, Lavoisier e Erica Pagano.

Desfile Pop up Store + Eudora

Antonia Monteiro de Barros, Tathiana Monteiro de Barros e Patrícia Thomaz.

Ana Hickmann.

Ana Fasano.

Lara Gerin.

Daniele Mattar, Fabiana Justus, Vanda Jacintho e Andrea Soares.

Fabio e Carol Quinteiro. Helio Calfat, Miau Melo e Francesca Monfrinatti.

Vitor Mello, Ana Carolina Martins.

86

Bia Perotti.

Liana Silvestre.


Fashion Run - Florian贸polis

Alessandra Sanches Arou e Nina Keller.

By Angelo Santos

Carol Reis.

Foto: Luciana Prezia

Ana Claudia Ferreira de Moura.

Beatriz Neres da Silva.

Felipe Pitta.

Daniela e Bianca Benoliel.

Tito Andreucci.

Foto: Mikio Rodrigo Trevisan

Marcio Monte Alto, Paolo e Carla Zullo.

Priscila, Clia Regina e Fernando Teixeira e Willian Ferreira.

87 Vera Lucia e Giuliana Saporito.

Nina Keller.

Andrea Aparecida Hessel.


Crônica

Plantéis por aí

Raul Caldas Filho

O uso atual da palavra plantel é uma dessas joias semânticas criadas pelos retumbantes locutores esportivos dos anos 40/50 do século passado. Uma transmissão radiofônica de um jogo de futebol era, naquele período, muitas vezes mais emocionante do que o próprio jogo. Por isso, os locutores adoravam enfeitar a sua sempre espalhafatosa narrativa com expressões pomposas pinçadas do dicionário. Assim, o jogo acabava virando pugna, a bola transformava-se em pelota, couro, ou a redonda, o juiz (que os locutores mais empolados chamavam de referee), podia também ser agraciado com um Sua Senhoria, e o time entrava em campo (ou na liça, na arena) como um vigoroso plantel. Plantel, na verdade, segundo o Aurélio, é um substantivo masculino que designa “um grupo de animais (em especial bovinos e equinos), de raça fina, selecionada, que o criador conserva para a produção.” Mas, em vista da popularização do termo no repertório radiofônico esportivo, hoje ele está também dicionarizado como grupo de atletas ou coristas, técnicos, etc., que são os mais capazes em sua profissão e atividade. Há, porém, quem identifique a palavra plantel como um grupo de pessoas, do sexo masculino, que, por uma razão ou outra, reúne-se todos os dias, às mesmas horas, nos mesmos lugares. Não por obrigação profissional, associativa, religiosa, esportiva ou de qualquer outra espécie. Mas por livre e espontânea vontade, apenas com o intuito trocar ideias, bater papo, meter o pau nos políticos e nos governos, comentar o resultado do futebol (como diria o compositor Noel Rosa) e ficar por dentro das novidades, desgraças, piadas e fofocas nossas de cada dia. Geralmente são pessoas simples, de diversas classes, idades e profissões (com uma incidência bastante alta de aposentados), que buscam um oásis nesse cada vez mais globalizado, massificado, televisado, informatizado e bur(r)ocratizado cotidiano, com suas intermináveis filas, pepinos financeiros e neurótica agitação. O por quê dessas reuniões contarem apenas com a participação masculina é uma questão de sociologia. Mas tem algo a ver com as caçadas e as guerra. Ou com o clube do Bolinha. ***

É óbvio que os plantéis de bares e botequins são os que mais proliferam, obtendo fácil vantagem sobre os demais. Mas existem também outros locais bastante requisitados, como jardins, pracinhas de bairros e até bancas de jornal. Em tempos recentes surgiram os plantéis dos shoppings centers, também conhecidos como “ratos” dos shoppings. Podem ser encontrados nos cafés, enquanto os fumantes inveterados – escorraçados pela virulenta campanha antitabagismo – são impelidos a trocar ideias nas áreas externas. No centro da capital catarinense o ponto mais valorizado para esse tipo de congraçamento era o Ponto Chic, também conhecido como “Senadinho”. Mas o local entrou em irremediável decadência. Sobraram o Mercado Público, com seus múltiplos bares, peixarias, açougues e lojas, e o jardim da Praça XV. Este hoje encontra-se um tanto quanto abastardado pela afluência de adventícios não muito respeitáveis, apresentando sotaques variados e desgrenhada aparência, além dos esganiçados pregadores anunciando o fim do mundo. Ainda na Praça XV, há os plantéis que se reúnem em volta das mesinhas de dominó. Enquanto os aficionados entregam-se às disputas, os “perus”, ao redor, dão os seus palpites. *** Os plantéis mais divertidos, conforme já foi salientado, certamente são os de bares e botequins, o que ninguém contesta. O papo, nesses pontos de encontro, sem horários rígidos ou estatutos, é sempre descontraído e espirituoso, pois, como dizia Humphrey Bogart, entre a segunda e a terceira dose todo bom bebedor fica iluminado como um Einstein. São nesses gloriosos momentos (não duram muito) que saem as grandes tiradas, os melhores chistes, a anedota mais engraçada. *** Mas como qualquer associação humana, cada plantel apresenta as suas próprias características e as suas próprias idiossincrasias. Para decifrá-las, só se tornando membro efetivo de um deles.

Raul Caldas Filho Jornalista, cronista e ficcionista. www.raulcaldasfilho.com.br contato@raulcaldasfilho.com.br

89


Página Poética Paraíso onde todos se encontram Maurício dos Santos Que cidade é essa que abraça e canta, faz graça na praça Que não peca pela falta e nem pelo excesso Pequena metrópole, cara de capital Cidade-menina, sempre um carnaval Municipio-criança, novata e pequena Um Balneário da graça, da praça, do novo Cidade cheia, feliz e emotiva Criança que cresce, pronta pra um novo dia As luzes acesas formam um convite para o novo tempo Estou na Barra Sul, sempre em movimento Os bairros acesos, um povo feliz Não sei de onde você veio, só sei que aqui é possível encontrar a luz! Em cada canto vive uma felicidade, um som, um aconchego

90

Cidade que cresce, surpreende e comove Cresci, mas ainda jovem estou, e vivo de recomeços Capital do turismo, da alegria, da cor, do sabor Aqui tem diversidade, tem praia e amor Gente com sede de vitória, vontade de ser feliz Balneário dos sonhos, colorida, surreal Sonhar é preciso, na Páscoa ou no Natal Noite dos namorados, amantes ou perdidos Aqui é a nossa cidade, o point, o paraíso E nunca vi tão mais bela, como é bom viver contigo Balneário iluminada, e no verão é tão princesa Tem fila na rua, locomotiva, emoção nas Avenidas Dos Estados, a Brasil, Barra Norte, ou aqui em casa Só sei que a nossa Balneário é um sonho Para se viver junto!



Revista Estação Aeroporto #33 [Julho 2011]