Issuu on Google+

Ano IV - #54 - Distribuição gratuita

TALENTO

MADE IN BRAZIL Rebecca da Costa, atriz recifense, coloca seu talento e sua beleza a serviço da sétima arte.

Turismo | Cultura | Moda | Beleza | Comportamento | Arquitetura | Tecnologia | Gastronomia | Vinhos

Aqui a vida vive mais A pousada é excelente opção para quem gosta de natureza, paz e descanso, e oferece também diversão àqueles que preferem juntar um pouco de aventura a tudo isso: serviços como passeios com barco, massagem, caminhadas, caiaques, frescobol, speedbol, pontos de pesca e muito mais. Localizada a 35 km de Florianópolis e em frente à linda Enseada da Pinheira ao Sul de Santa Catarina, a Ilha do Papagaio é destaque pela sua natureza de mata preservada, que se destacam as trilhas que oferecem as visões panorâmicas para as praias privativas. Nossa missão é oferecer aos nossos hóspedes uma experiência inesquecível com serviço de alta qualidade, proporcionando opções de lazer em um local aconchegante, em meio à natureza, com conforto e segurança. Possui sala de reuniões para eventos corporativos que comportam até 60 pessoas. Hospedagem mínima de 2 noites, capacidade máxima 55 hóspedes. Salas de reuniões: Sala Ilha do Coral - capacidade 30 pessoas. Sala Ilha dos Moleques do Sul capacidade 60 pessoas. 5 opções de Coffee-break. Equipamentos disponíveis para locação: Datashow, telão, televisores, microfones, sistemas de áudio e vídeo no geral.

S 27° 51’ 16’’

W 48° 34’ 43’’

papagaio.com.br / recepcao@papagaio.com.br +55 48 3286 1242 / +55 48 8845 8435

SESSÃO

EXPEDIENTE

EDITORIAL

Diretora Narriman Chede narrichede@estacaoaeroporto.com.br

Em Turismo, visitamos a região da Costa do Descobrimento, na Bahia, berço da história e da cultura do Brasil. Praias paradisíacas, patrimônio histórico bem preservado, áreas de preservação ambiental e uma vida noturna que só para quando amanhece caracterizam este roteiro. Também desembarcamos na região belíssima da Serra da Mantiqueira, entre São Paulo e Minas Gerais, onde situam-se cidades charmosas como Campos do Jordão, que sedia um famoso festival de música clássica, São Bento do Sapucaí, muito procurada por adeptos da escalada por abrigar a radical Pedra do Baú, e São José dos Campos, com seus parques aquáticos e passeios de trem.

Jornalista Responsável Rodrigo Brasil rodrigobrasil@hotmail.com Editor Executivo Dani Ferrera daniferrera@gmail.com Direção de Arte Anne Cristyne Pereira annecristyne@gmail.com Jornalista de Moda e Beleza Ana Marta Flores ana.marta.moreira.flores@gmail.com Diretora de Marketing Ana Carolina Rotolo carolachede@yahoo.com.br Coordenador de Marketing Mauricio Mendonça Gestor de Marketing e Mercado (31)9354-3141/ 95132710 mktestacaoaeroporto@ovi.com Colunistas Raul Caldas - contato@raulcaldasfilho.com.br Juliana Pamplona - estacaodepartida@gmail. com Jamil Nicolau - jamil.nicolau@gmail.com TXTCOM - Conteúdo Web e Unidade de Marca Mônica Corrêa - Novos negócios (48) 9977-2127 | monicacorreab@gmail.com Florianópolis Narriman Chede (48) 9104-0919 | narrichede@gmail.com Balneario Camboriú e Região Mirla Fabiane G. Barrios | Ícone Agencia de Negócios SC (47) 8451.6774 | 9984.6922 | mirla.icone@ terra.com.br Rio de Janeiro DD9 . Chroma Design (21) 2619.2099 grupodd9@gmail.com Brasília Rafael Kern - (61) 9649-3673 rafaelkernbsb@gmail.com Curitiba Mirian Lins (41) 32323466 Paraná@centralcomunicacao.com.br Comercial Internacional Rita Branco (351) 964062130 ritabrancofl@gmail.com

Outro destaque é São Luís, capital do Maranhão, única capital brasileira de colonização francesa, mas que também recebeu herança portuguesa em sua cultura, como nos azulejos pintados à mão nas fachadas de seus casarões antigos. O conjunto arquitetônico do seu centro histórico tem cerca de cinco mil prédios construídos a partir do século XVII. Quem assiste à novela Salve Jorge, certamente fica fascinado com as paisagens lunares deslumbrantes das locações feitas na região da Capadócia, na Turquia. Saiba um pouco mais sobre este lugar exótico, com suas cidades subterrâneas, casas construídas dentro de cavernas e passeios de balões que possibilitam vista panorâmica das formações rochosas incríveis. Na matéria de capa, uma conversa com a belíssima atriz brasileira Rebecca da Costa, que começou a carreira trabalhando como modelo no exterior e já acumula sete filmes nos Estados Unidos, atuando ao lado de astros como Robert De Niro e John Cusack. Tem ainda entrevista com a atriz e cantora norte-americana Bette Middler, que retorna aos cinemas com a comédia “Uma Família em Apuros”. E ainda uma conversa como compositor e escritor Mauro Santa Cecília, que recentemente lançou Argos, seu segundo romance, e também um CD autoral em que o próprio letrista canta suas músicas. Há ainda uma matéria sobre a próxima aventura da Família Schurmann, que em novembro parte em direção à China, na Expedição Oriente, para tentar comprovar a teoria de que os navegantes chineses foram os primeiros a dar a volta no planeta, e teriam desembarcado no Continente Americano em 1421 – 71 anos antes de Colombo. Em Moda, a coleção de inverno da grife italiana Dolce&Gabbana, que foi apresentada na Semana de Moda de Milão e traz referências à iconografia da Igreja Católica e da Monarquia. Os mosaicos bizantinos que cobrem paredes e teto da Catedral de Monreale foram o ponto de partida para a coleção. Também acompanhamos a São Paulo Fashion Week, que revelou que o uso da cor preta é uma das tendências para o verão 2014, como se pôde verificar nas coleções de Adriana Degreas, Giorgio Armani, Juliana Jabour e Rodrigo Rosner. Bem, é isso, desejamos a todos uma leitura proveitosa, um ótimo mês e muito amor nos corações. Beijos e fiquem com Deus, NARRIMANN CHEDE A Revista Estação Aeroporto pertence à E Editora Ltda. Apenas as pessoas que constam no expediente têm autorização para representá-la. Os conceitos emitidos em artigos assinados são de responsabilidade de seus autores.

REDES SOCIAIS

Sucursal Miami - Piquet Business Consulting Diretor: Luiz Piquet: luiz@piquetbusiness. com Assistant:Taina Piquet: taina@ piquetbusinesscom 305-781-8823 / 786-314-0886 www.piquetbusiness.com

www.estacaoaeroporto.com

Redação Av. Trompowsky 219 | Sala -202 Florianópolis | Centro. CEP- 88015-300. 8 Fone: 48-3222-1840

www.twitter.com/estacao

www.facebook.com/estacao.aeroporto

TALENTO MADE IN BRAZIL

28

10 Horizontes 16 Lugares por onde andei 18 Beleza 20 Aposte

14

22 Decoração

MIMOS

26 Habitat 32 Entrevista 34 Tecnologia 36 Perfil 38 Cultura 52 Talento 62 Mais Estação 64 Gastronomia 65 Vinhos 66 Velocidade 68 Bebidas 70 Estação de Partida 72 Moda 82 Aniversário 84 Estação Final 89 Crônica 90 Pagina Poética

EDITORIAL

76 24

TURISMO INTERNACIONAL DESEMBARQUE

54

HORIZONTES Costa do Descobrimento | BA

Belezas históricas e naturais

C

Diversas praias paradisíacas encantam os visitantes. Em Porto Seguro, as mais visitadas são Tacimirim, Taperapuã e Mundaí. Em Cabrália, destacam-se Coroa Vermelha, Mutary e Arakakaí. Trancoso tem as praias de Nativos, dos Coqueiros e do Nudismo como boas opções para banho. Em Arraial d’Ajuda, as praias do Delegado, Mucugê e Parracho chamam atenção. Quem visita Caraíva não pode deixar de conhecer a praia do Espelho, que, localizada no meio de uma falésia, está entre as dez melhores do Brasil. Na Costa do Descobrimento encontram-se, ainda, as praias de Santo André, das Tartarugas e de Santo Antônio, também muito procuradas.

Praia do Espelho, em Trancoso.

Em Belmonte, envoltas por mata densa, a Lagoa da Sorte (também chamada de Lagoa das Cobras) e a Lagoa Comprida contemplam o visitante com uma variada fauna. Tatus, macacos, veados, perdizes, pombas e aves de rapina costumam ser avistados no local. O Centro Histórico de Belmonte abriga edificações coloniais de estilos variados, desde o colonial até o neogótico. Destaque para o Sindicato Rural de Belmonte, datado do final do século XIX; a Prefeitura Municipal, do início do século XX; e o Sobrado com mirante de três andares, construído em 1897, com o brasão da

10

Santa Cruz de Cabrália.

Fotos:Jota Freitas | Bahiatursa | Setur| divulgação.

ercada por belíssimas praias, recifes de corais, manguezais e rios, a região da Costa do Descobrimento, na Bahia, onde os portugueses desembarcaram pela primeira vez no Brasil, é considerada o berço da história e da cultura do País. A região foi tombada como Patrimônio Natural Mundial pela Unesco, em 1999.

ATRAÇÕES IMPERDÍVEIS: *Áreas ambientais protegidas: Destacam-se

o Parque Marinho Recife de Fora, a Reserva Ecológica Pau–Brasil, o Parque Nacional de Monte Pascoal e a Estação Vera Cruz, além das áreas de preservação situadas em Coroa Vermelha, Santo Antônio e Caraíva -Trancoso. *Santa Cruz de Cabrália: Conhecida por ter sido palco da primeira missa realizada no Brasil, Santa Cruz de Cabrália se desenvolveu rapidamente. Vale visitar os arrecifes de Coroa Alta, a Ilha Paraíso e os povoados pitorescos da região. *Baladas: A vida noturna na Costa do Descobri-

mento é bem diferenciada. Ao contrário do que acontece na maioria das áreas litorâneas, onde os programas realizados de dia são mais atrativos do que os realizados à noite, o lazer noturno também é ponto de destaque. Os horários são tão atípicos que, em muitas cidades da região, o comércio funciona durante a madrugada, com venda de roupas, artesanato, etc. Trancoso tornou-se um destino popular entre jovens mochileiros.

Coroa Portuguesa, de onde se descortina uma vista privilegiada da cidade, abraçando o Rio Jequitinhonha e as fazendas de cacau. Caraíva, com sua rara beleza, primeiro encantou os portugueses que lá chegaram em 1500. Na Carta de Pero Vaz de Caminha, além do famoso Monte Pascoal, são citadas, também, encostas íngremes e bastante vistosas, compostas por rochas sedimentares, que chegavam a 40 metros de altura. As falésias têm uma propriedade muito especial. Ao nascer do sol, o imenso paredão reflete tons de rosa e vermelho, proporcionando um belo espetáculo. Dividindo com peixes multicoloridos as águas quentes e cristalinas do seu mar, o visitante poderá aproveitar as piscinas naturais, que se formam assim que a maré baixa, para tomar um delicioso banho.

11

Fotos:Jota Freitas | Bahiatursa | Setur| divulgação.

ATRAÇÕES CULTURAIS:

A Primeira Missa No dia 26 de abril de 1500, num banco de coral na praia da Coroa Vermelha no litoral sul da Bahia, foi rezada uma missa de Páscoa. A celebração realizada pelo Padre Henrique de Coimbra e descrita por Pero Vaz de Caminha encontra-se retratada em um quadro, A Primeira Missa no Brasil, uma das principais obras de Victor Meireles, pintado em 1860.

Porto Seguro localiza-se na região que foi, oficialmente, a primeira a ser descoberta pelos navegadores portugueses no atual território brasileiro.

Museu de Porto Seguro.

Mandus Com uma peneira sobre a cabeça e um cabo de vassoura coberto por lençol branco atravessado nas costas, o grupo de foliões percorre as ruas de Belmonte, durante as celebrações carnavalescas, provocando enorme alvoroço, especialmente sobre a criançada, assustada com o aspecto fantasmagórico dos fanfarrões. A indumentária alarga os ombros por conta da vassoura e, graças ao lençol colocado por cima e cobrindo os rostos, transforma os fantasiados em verdadeiras assombrações, que saem às ruas brincando com os passantes e animando o Carnaval.

12

Casas preservam charmosas fachadas na Cidade Histórica de Porto Seguro.

MIMOS

H.Stern + Liberty A H.Stern e a Liberty Art Fabrics lançam a pulseira “With Love” em prol da ONG Orientavida. Feitas a partir do tecidos Liberty, as peças são confeccionadas em algodão e com tiras que dão várias voltas no pulso arrematando o berloque H.Stern, formado por duas alianças de prata gravadas com a mensagem “With love” e unidas por um círculo de ouro amarelo com um diamante. Parte da renda será revertida para a ONG paulista, que mantém em atividade cerca de 300 artesãs com projetos de capacitação constante, além de palestras sócio-educativas e apoio psicosocial junto a mulheres da região do Vale do Paraíba.

Fotos: divulgação | Preços consultados em março de 2013.

Preço: R$335,00 Mais em: www.orientavida.glamurama.uol.com.br

Chef Chique! Marca conhecida por confeccionar uniformes de cozinha com elementos de moda, a Fashion Chef inova mais uma vez e investe na parceria com a designer de joias Andressa Borotti para oferecer acessórios para aqueles que desejam trabalhar alinhados e com uma pitada de luxo no universo da gastronomia. As peças assinadas são pins em formato de fouet com uma micro pérola dentro, dólmãs e a famosa touca do chefe, desenvolvidos em prata, com banho ouro rosa, de ródio e ródio negro, que dão um charme especial e geralmente são presos à gola das dólmãs. Chique!

Lanchinho A tiracolo Para a criançada levar na escola ou um passeio no parque, o baldinho da Rica Festa vem com alças reguláveis e tampa, que deixam as mãos livres entre uma petiscada e outra. A capacidade de 1,5 litro garante espaço para carregar biscoitos, frutinhas ou pipoca. Sucesso garantido com os pequenos. Os potinhos são totalmente desmontáveis, para uma fácil limpeza, e estão disponíveis em várias cores.

Preço: sob consulta Mais em: www.andressae.com.br

Preço: R$ R$ 12,30 (cada) Mais em: www.ricafesta.com.br

14

Pablo Neruda em joia

Fotos: divulgação | Preços consultados em março de 2013.

O designer de joias Pablo Lozano deixou-se inpirar pela poesia de Pablo Neruda. Uma micro-coleção inspirada do literário traz como destaque esta gargantilha em ouro 18 quilates e um diamante branco. A peça tem a seguinte inscrição: “Viva hoje. Não se deixe morrer lentamente”. Um bom conselho!

Preço: R$2450,oo Mais em: www.pablolozano.com.br

Damyller para dois A coleção Inverno 2013 da Damyller está super descolada e cheia de referências de moda. O melhor de tudo é que toda essa vibe invade o guarda-roupa feminino e masculino! Jeans, cardigãs e camisetas são os itens mais procurados.

Preços: look feminino - blusa R$119,00, Calça R$179,00 e Cinto R$199,00;

look masculino - Calça R$245,00, T-shirt R$89,00 e Cardigã: R$119,00. Mais em: www.damyller.com.br

Conforto em dia de folga A mmartan lança um modelo de roupão e chinelo de quarto no tom salmão. Ambos são confeccionados com microfibra super macia e fofinha, proporcionando momentos de aconchego. Preços: Roupão (Tamanho único) R$ 99,00 e Chinelo (Tamanho único) R$ 39,00 Mais em: www.mmartan.com.br

15

LUGARES POR ONDE ANDEI

Entre o oriente e o ocidente Por Jean Félix*

A

fila do check in dava alguns sinais que confirmariam tudo o que eu havia lido sobre o meu exótico destino... Mulheres de Hidjab (véu islâmico) ostentando o último modelo daquela desejada bolsa francesa, um grupo de senhoras (ansiosas para conhecer as paisagens exibidas na novela). E claro, muitos executivos com seus inseparáveis gadgets. O meu destino final era Londres Isso é outra história! -, mas incentivado por alguns amigos que estariam na Turquia, aproveitei e fiz um stop de dez dias para desvendar um pouco desse país, considerado uma ponte entre as culturas ocidental e oriental, berço de diversas civilizações e com um patrimônio arquitetônico absurdo. Treze horas depois desembarquei em Atatürk, o moderno aeroporto internacional de Istambul, na Turquia. E as primeiras impressões confirmam que Istambul defin tivamente é uma cidade global, e como tal não faltam contradições. Está entre as cinco maiores cidades do mundo com o maior número de bilionários. Porém, apresenta um dos maiores indicadores de desigualdade social do continente europeu. Com um trânsito caótico e uma população de mais de 15 milhões de habitantes, cortada pelo estreito de Bósforo, Istambul é referência pela concentração de grande variedade cultural, tolerância religiosa e convivência de diferentes etnias.

cisterna da basílica, com 336 colunas romanas procedentes de templos pagãos da Anatólia, a maioria de ordem coríntia. Outra grande atração da região é o Grand Bazaar, considerado o maior mercado coberto do mundo, com mais de quatro mil lojas, uma experiência sensorial e caótica. Não deixe de provar o autêntico kebab com molho de yogurte, normalmente servido em barraquinhas de rua às margens do Bósforo. Nos restaurantes existem outras variações, como os cozidos em panelas de barro (pottery kebab). O bairro de Kumkapi tem a maior concentração de bons restaurantes de peixes e frutos do mar da cidade e fica nas imediações de Sultanahmet. Em Nisantasi, encontra-se o Museu de Mevlana conhecido como TEK. Ali é possível assistir uma apresentação de Derviches conhecida como Sema, uma oportunidade singular de entender um pouco mais sobre essa tradição proclamada como Patrimônio Cultural da UNESCO. Como toda grande metrópole, Istambul também tem o seu museu de arte contemporânea, encravado às margens do Bósforo. Na mesma região encontra-se a Torre de Gálata, que durante muito tempo foi considerada o ponto mais alto da cidade, com aproximadamente 60 metros de altura. Lá em cima um bom restaurante onde é possível apreciar a beleza do cenário.

Para se hospedar apostamos no charmoso bairro de Sultanahmet, localizado no lado europeu. Considerado pela UNESCO patrimônio da humanidade.

*Arquiteto e administrador da Jean Félix Arquitetura (www.jeanfelix.arq.br)

Lá é o mais importante reduto histórico, arqueológico e turístico da cidade. No alto da colina está localizada a mesquita de Sultan Ahmed Camii com seus seis minaretes (conhecida como "Mesquita Azul" devido ao interior revestido com mais de 20 mil mosaicos em tons de azul). Logo à frente fica a majestosa mesquita de Hagia Sofia, atualmente um museu aberto à visitação. Nas imediações também é possível visitar o Palácio de Topkapi (a primeira residência oficial dos sultões), e a impressionante

16

Derviches.

Luminรกrias Grand Baazar.

Em sentido horรกrio: Mercado das especiarias, Hagya Sofia e Mesquita Azul.

17

Hello, Hello Kitty!

Preço: R$ 5,80

A gatinha mais famosa do mundo vem em forma de esmalte e em novas cores na coleção Hits Speciallità. O lançamento ganha o charme do efeito metalizado junto a tons que passam pelo prata, dourado e bronze. Outro diferencial dos produtos está na máxima qualidade de aplicação, em termos de secagem e cobertura, produzindo longa duração.

Mais em: www.speciallita.com.br

Os novos tons podem ser utilizados em harmonia com a última coleção, que conta com cores básicas como azul, roxo, rosa, vermelho e salmão. No total, serão 12 esmaltes com toda a personalidade e charme da personagem. Como na primeira edição, o frasco traz os contornos do rosto da Hello Kitty, acrescentando ao produto um aspecto sofisticado e gracioso.

Preço: R$29,99 (Nas compras acima de

R$120,00 na loja, o kit sai por R$ 19,99) Mais em: www.lepostiche.com.br

Le Postiche nas unhas!

Lov Racco Para comemorar o Dia Das Mães e deixar a data ainda mais especial, a Racco está lançando a Deo Colônia feminina Lov. O novo perfume é inspirado na mulher moderna, dinâmica, versátil, que desempenha e se dedica a diversas atividades: mãe, esposa, filha, profissional e dona de casa, sem deixar de lado a feminilidade. Para acompanhar a mulher em todos os momentos, Lov tem uma composição floral frutal, que possibilita transmitir sensações de leveza e energia. A fragrância possui um fundo exótico composto por musk, sândalo e âmbar. Preço: sob consulta Mais em: 0800 789 10 11

18

A Le Postiche lança um kit especial e limitado de esmaltes em parceria com a Hits Specialitá. Sempre pensando em atender e entender todos os tipos de mulher, o kit traz quatro cores perfeitas para qualquer ocasião: vermelho, pink, pele e nude.

Fotos: divulgação | Preços consultados em março de 2013.

BELEZA

Fotos: divulgação | Preços consultados em março de 2013.

Maquiagem perfeita

Preço: sob medida Mais em: www.kolosscosmeticos.com.br

Uma maquiagem de qualidade faz toda a diferença quando o assunto é ter uma pele bonita e uniforme. Maquiagens de alta definição, HD, são mais leves que as tradicionais. Esse tipo de linha foi desenvolvida para suavizar ao máximo os poros da pele, deixando-a impecável e com um efeito mais natural. A Koloss, que não fica atrás nas novidades do mercado, também possui sua linha de maquiagens HD, que inclui pó, base e corretivo. Todos desenvolvidos com microesferas de disfarce óptico de linhas finas de expressão, proporcionam um acabamento de alta definição em diferentes incidências de luz.

Preço: R$ 39,90 Mais em: www.pierrealexander.com.br

Chocolamour by Pierre Alexander Calda de chocolate, Chantilly e farofa. Estes sãos os ingredientes do Chocolamour e agora também são os responsáveis por uma pele hidratada e perfumada. A Pierre Alexander transformou a sobremesa em um kit que contém um hidratante corporal com textura parecida com a de um chantilly e uma calda hidratante, que, combinados, tornam os cuidados diários ainda mais gostosos.

Luiza Brunet Radiance A nova fragrância de Avon é um adocicado floral, que combina o brilho e a característica vibrante da bergamota com a beleza exuberante da flor de íris, além de possuir um fundo ambarado, permitindo que as mulheres se sintam lindas, poderosas e confiantes em qualquer idade. Em sua saída o frescor da bergamota revela-se acompanhado pelo adocicado da pêra e das pétalas de violeta. Em seu coração, flores exóticas como fréesia, muguet e íris dão um ar de mistério envolto por uma cortina de sedução, proporcionada pelas notas de fundo compostas de cedro, musk e âmbar.

Preço: R$ 39,99 Mais em: www.avon.com.br

19

APOSTE

esde sempre a Maison Chanel é referência além da moda! Especialmente no mundo da beleza, a grife tem influenciado a indústria de cosméticos inovando a cada coleção. O furor dos esmaltes e maquiagens são provas de como a marca é trendsetter também em outros setores. O mais recente desfile da Chanel, o de Inverno 2014, arrancou suspiros dos espectadores também pela maquiagem. O brilho vai além da sombra e vem com força total nos olhos super brilhantes na aplicação de pequenos hexágonos espelhados. O brilho é aplicado nas pálpebras e nas pontas do cílios e para finalizar delineador na parte inferior do olho até a linha d’água. Você aprova esse look para uma produção mais ousada?

20

Fotos: PFW/Divulgação

D

Brilho Chanel

RUA DA CONSOLAÇÃO, 3534

JARDINS SP

FONE: 9110 3068-8177

WWW.FERNANDOPIRES.COM.BR

DECORAÇÃO Outono na Mmartan Qual a menina não quer abrir os olhos e descobrir um mundo cor de rosa ao seu redor? Criar um universo especial e decorado com graciosas flores e tonalidades marcantes é muito fácil. Para a Fall Winter Collection 2013, a mmartan apresenta a linha Petit Girl, que permite a diversão do contraste e ao mesmo tempo da perfeita harmonia entre o azul e o rosa, remetendo às delicias da infância e da alegria. Para florescer o melhor que existe em cada menina. Preços: Jogo de lençol Petit Girl R$ 139,00, Edredom Petit Girl R$ 209,40, Colcha Petit Girl R$ 299,00 (solteiro) Mais em: www.mmartan.com.br

A cadeira Donatella, assinada pelos Irmãos Haas, é novidade da marca no Salão Internacional de Móvel de Milão. Algumas marcas antecipam os lançamentos que serão apresentados durante o Salone Del Mobile, que acontece de 9 a 14 de abril, em Milão, Itália. Imperdível!

Preço: sob consulta Mais em: www.versacehome.com

Perfume lindo de ver Que tal deixar sua cômoda ainda mais charmosa? Os porta-perfumes em murano em cores incríveis ou com detalhes em ferro, pedras e strass podem deixar sua fragrância preferida linda e bem conservada. Preço: R$100,00 (ferro e strass) e R$94,00 (turquesa) Mais em: www.oren.com.br

22

Fotos: divulgação | Preços consultados em março de 2013.

Conforto Versace

Ilustre Lustre! Dar um ar moderno e descontraído para uma sala de decoração sisuda fica fácil com esse lustre multicolorido. A peça, que também pode ser classificada como candelabro, é confeccionada em acrílico e está à venda também online! Preço: R$580,00 Mais em: www.oren.com.br

Fotos: divulgação | Preços consultados em março de 2013.

Café com leite dourado A Loja Fernanda Marques SD traz uma seleção de móveis e objetos de decoração que é puro glamour. Que tal tomar um tradicional café feito na cafeteira dourada da Seletti? Se você gosta de adicionar um pouco de leite ao seu café, a leiteira que tem a forma tradicional das caixinhas de leite vem no tom mais glamouroso para o seu café da manhã. Preço: R$359,00 (Cafeteira) e R$109,00 (Leiteira)

Madeira bonita!

Mais em: www.sdonline.com.br

Tradicional pelo design exclusivo e o padrão de qualidade de suas camas, a marca Madeira Bonita oferece agora uma linha completa de mobiliário para quartos que se destacam por sua versatilidade. Do clássico ao contemporâneo, entre a diversidade de peças que a grife oferece estão os móveis coloridos, ideais para alegrar e dar um toque inusitado aos ambientes. O acabamento colorido interno de algumas peças traz personalidade e um toque sutil aos móveis. A marca também personaliza as peças de acordo com o gosto do cliente.

Preço: sob consulta Mais em: www.madeirabonita.com

23

TURISMO INTERNACIONAL Capadócia | Turquia

Paisagem lunar

Passeios de balão propiciam vistas panorâmicas inesquecíveis.

Uma das principais atrações da região é o Museu a Céu Aberto de Göreme, onde se pode encontrar a figura de São Jorge, que teria nascido na Capadócia. Dezenas de monastérios, capelas e igrejinhas do período bizantino estão espalhadas pela cidade. As paredes decoradas são outra marca registrada do local. Os vales verdes de Capadócia apresentam uma beleza natural clássica e atrai apreciadores de boas caminhadas para desfrutar dos prazeres comuns da rotina turca. O balonismo é a atividade favorita dos locais, que decoram as paisagens diariamente com o colorido dos gigantes movidos a ar. Passeio obrigatório na rota do turista é a cidade subterrânea de

24

DerinKoyu, onde cavernas debaixo da terra são interligadas e formam uma espécie de colméia. Formações rochosas naturais caracterizam a cidade, famosa por seu estilo arquitetônico singular. Sua paisagem lunar serviu de refúgio para cristãos, que se escondiam em cavernas. Estas mesmas formações nos penhascos depois foram transformadas em casas e igrejas. Há registro de mais de 150 cidades subterrâneas, que começaram a ser escavadas pelos hititas e estão ao redor de uma região de 25 mil km quadrados. Elas eram conectadas a muitas casas por passagens secretas e algumas podiam receber até 30 mil pessoas. Comunidades inteiras vivem em casas sem uma fresta de luz do sol. Derinkuyu, a cidade subterrânea mais profunda, tem oito andares, e Kaymali, a mais larga, tem quatro andares abertos ao público. A altitude da região da Capadócia é de cerca de 1100 metros. Tem um clima continental, onde os verões são quentes e sem chuva e os invernos são frios e chuvosos. O inverno começa a partir da primeira quinzena de dezembro e dura até meados de março e traz consigo neve, enquanto a primavera traz chuva.

Fotos: divulgação.

A

Capadócia, região histórica e turística da Anatólia central, na Turquia, situada a 700 km de Istambul e 300 km da capital Ankara, apresenta uma mistura única de belezas naturais e construções antigas. A região possui a parte mais rica da história turca, pois era a mais importante Província do Império Romano. Paisagem da novela Salve Jorge, de Glória Perez, este local exótico e deslumbrante recebe cerca de 1,5 milhões visitantes por ano.

ATRAÇÕES IMPERDÍVEIS: Passeio de balão: Um modo original e es-

timulante de conhecer a região. As viagens em geral duram cerca de 1h30 e custam por volta de 220 euros. Passeios mais curtos, de 50-60 minutos, custam em torno de 150 euros. Museu a Céu Aberto de Goreme: Uma das principais atrações da Capadócia. Um Patrimônio Mundial da UNESCO, próximo ao centro de Göreme, em uma colina, onde encontram-se dezenas de monastérios, capelas e igrejas do período Bizantino, a maioria do séc. X, XI e XII, cavadas nas rochas, com abóbodas, altares e colunas bem projetados, exemplos únicos da arquitetura lavrada na rocha e da técnica do afresco, com lindas ilustrações da vida de Cristo nos tetos e paredes. Nunnery (Convento): O conjunto de seis

Região está situada a 1100 metros de altura.

Normalmente não chove durante os meses de verão e outono.

andares chamado de “convento” chegou a abrigar 300 freiras. O convento dispõe de sala de jantar, cozinha, quartos, capela com pinturas em vermelho. Os diferentes níveis do mosteiro são conectados por túneis e portas, como nas cidades subterrâneas, que eram usadas para fechar os túneis em caso de perigo.

Lojinhas de artesanato espalhadas pelas ruas.

As muitas lojinhas da região são ótimas para comprar pashiminas (espécie de véu) e tapetes. Uma dica é visitar a fábrica de tapetes Avanos. Ali é possível ver a produção das peças, participar de uma apresentação e até comprar um deles. Para quem gosta de joias, a dica é visitar a fábrica na borda do mirante em Pigeon Valley.

Mulher vendendo bonecas feitas a mão. Tapetes da região são famosos.

25

Em harmonia com o verde

D

isposto com muito conforto e sofisticação em meio a um verdadeiro paraíso, o Grand Palladium Imbassaí é tido como a grande novidade no litoral da Bahia e do Nordeste. O resort, localizado na Praia de Imbassaí , no município de Mata de São João (BA), foi inaugurado em 2010 e tem como premissa a preocupação em harmonizar modernas e sofisticadas instalações com a Área de Proteção Ambiental (APA) situada em seu entorno. Administrado pelo Palladium Hotels & Resort, pertence à rede espanhola Fiesta Hotel Group, que possui empreendimentos de alto padrão em locais badalados como República Dominicana e Jamaica, no Caribe, além de Ibiza, na Espanha. Os arquitetos do escritório baiano André Sá & Francisco Mota, que desenvolveram o projeto, buscaram referências na realidade cultural da região para o traçado, com uma releitura do período colonial português no Brasil e tendo como inspiração os casarões do bairro do Pelourinho, em Salvador (BA) e a cidade de Ouro Preto (MG). O projeto foi conduzido de forma sustentável e levou em consideração, também, a topografia do terreno, com diversos espaços abertos e diferentes níveis, que proporcionam visuais diferenciados. O complexo chama a atenção por seu tamanho. Está instalado em uma área de 57mil m², contando 654 suítes espalhadas em 11 prédios horizontais. No quesito lazer, oferece piscinas, jacuzzis, ginásio, spinning, hidroginástica, basquete, vôlei, futebol society, tênis, polo aquático, dardos e paddle. Para quem aprecia uma boa gastronomia, o hotel possui seis restaurantes e 13 bares. Ideal para jovens, casais e famílias que buscam um ambiente de completa estrutura e diversão para todas as faixas etárias, contando com as facilidades que o sistema all inclusive proporciona. Guardada a sete chaves por muito tempo, a praia de Imbassaí ganhou mais visibilidade com a inauguração do Grand Palladium Imbassaí Resort & Spa, em 2010. A praia sempre foi considerada um paraíso no Nordeste, mas foi a partir da inauguração da Linha Verde que a vocação turística da região despertou de fato. Localizada em uma área de proteção ambiental, possui trechos de água doce que escorrem em cascatas e corredeiras até encontrar o mar. Isso faz de Imbassaí o lugar ideal para quem busca fazer turismo ecológico e de aventura. A praia está a 60 quilômetros de Salvador e a 45 quilômetros do Aeroporto Internacional.

26

Fotos: divulgação.

HABITAT

Arquitetura foi inspirada nos casarões do bairro Pelourinho, de Salvador.

Restaurante Sumptuori serve cozinha japonesa.

Estrutura valoriza espaços abertos, que proporcionam visuais diferenciados.

Mais informações:

www.palladiumresorts.com

Entrada SPA Palladium.

27

CAPA

Hollywood

BY DANI FERRERA / PHOTOGRAPH MORGAN CHAPMAN

made in Brazil

28

Q

uem vê pela primeira vez o rosto delicado e exótico de Rebecca da Costa, fica com aquela dúvida na cabeça: “conheço de algum lugar!”. E se não conhece, em breve conhecerá. A recifense, de apenas 28 anos, teve uma carreira de fazer inveja como modelo. Aos 14 foi descoberta pela Elite Models, e aos 17 já foi convidada para desfilar na Milão Fashion Week. Mudou-se para a Itália, trabalhando para grandes marcas, como Yves Saint Laurent, Moschino, Giorgio Armani. Ao todo foram 10 anos como modelo, até que resolveu seguir o seu sonho de ser atriz. Mudou-se para Los Angeles, fez diversos cursos de atuação, batalhou e em apenas quatro anos já acumula setes filmes na carreira. Nesta entrevista exclusiva, Rebecca conta à Estação Aeroporto tudo sobre sua carreira, a relação com o Brasil, fala sobre cinema e dá detalhes dos três filmes que estreiam este ano por aqui. Estação Aeroporto: Você está em plena ascensão, em apenas quatro anos morando em Los Angeles já tem um currículo no cinema de fazer inveja. Conte pra gente como foi o início de sua carreira de atriz. Rebecca da Costa: Fiz teatro amador no Recife antes de começar a trabalhar como modelo. E durante toda a minha carreira de modelo, continuava escrevendo roteiros e sabia que um dia iria voltar a atuar. Há quatro anos, me inscrevi em um curso de interpretação no HB Studio, em Nova York, e lá retomei o gosto pela atuação. Depois de algum tempo, fui visitar uma amiga que morava em Los Angeles e acabei resolvendo ficar e me dedicar de cabeça à carreira de atriz. Depois de seis meses morando em Los Angeles, consegui o meu primeiro papel na série de TV Entourage, e logo em seguida um papel no filme “Trick of the Witch”. Esses dois trabalhos foram cruciais, pois abriram portas para eu pegar o primeiro papel como protagonista no filme “L..A., I Hate You”, com Malcolm MacDowell e William Forsythe. Este ano você estreia três filmes no Brasil, “Breaking at the Edge”, “Mine Games” e “Motel”. Pode adiantar para o público brasileiro um pouco sobre eles? Sim, com prazer! Estou super empolgada, pois tive a oportunidade de fazer três filmes muito distintos. “Motel” é um moderno film noir. Um matador de aluguel (John Cusack) recebe uma misteriosa missão, dada por seu chefe mafioso (Robert De Niro) como uma forma de testar sua lealdade. A situação fica ainda mais complicada com a chegada da minha personagem, Rivka. Ela é muito misteriosa e as suas motivações são impossíveis de prever. É um verdadeiro banquete para os amantes de filme de ação! Gravamos o filme em Nova Orleans e foi uma experiência única. Já “Breaking at the Edge” é um filme de suspense e terror psicológico. Foi incrível fazer! Interpreto Bianca, a personagem central, que está grávida de seis meses e sofre de transtorno bipolar. Ela resolve deixar de tomar sua medicação, pois há uma pequena chance de prejudicar o feto, e consequentemente ela volta a ter alucinações psicológicas, chegando até a ter episódios de esquizofrenia. Foi um papel muito, muito difícil de fazer. Eu não tinha ideia de como seria difícil até começarmos a gravar. Tive um grande suporte de atores fantásticos, como Gabriel Macht, Milo Ventimiglia, Andie MacDowell e Louis Gossett Jr. No último dia de filmagem, quando o diretor gritou “Corta” pela ultima vez, voltei para o hotel e chorei muito! Era uma mistura de tristeza, pois aquela experiência ali não iria mais viver e também lágrimas de alegria e orgulho de ter conseguido dar vida a uma personagem tão complexa. “Mine Games” é um filme de uma viagem no tempo. Onde um grupo de jovens amigos descobre uma mina de ouro abandonada. Porém, essa mina é cheia de mistérios e eles encontram-se presos em um presente que teima em se repetir. Quanto mais eles tentam alterar o futuro, mais eles solidificam seu inevitável destino. Foi muito divertido! Gravamos o filme todo em Seattle e as pessoas nos receberam muito bem. Faço o papel de uma das protagonistas, uma jovem brasileira, que sente

que alguma coisa está errada e tenta avisar ao grupo. Em “Motel” você atua ao lado de Robert De Niro e John Cusack. Como é trabalhar ao lado de atores deste calibre? Foi simplesmente espetacular! Em uma das cenas que gravei com o Robert De Niro, quando estávamos ensaiando, teve uma hora em que fiquei só o observando. O cara é um verdadeiro gênio! Ficar olhando ele atuar, com o roteiro na mão, discutindo ideias, foi com certeza a melhor escola de interpretação que já tive! Ele e eu tentávamos sempre inovar. Em umas das cenas que, em teoria, deveríamos só conversar, de última hora decidimos que eu tocaria uma harpa! Ideia dele, lógico, e eu nunca tinha tocado harpa na vida! O diretor aprovou, fizemos acontecer e a cena ficou incrível! Ele é uma pessoa muito tranquila, conheci toda a sua família. Fomos jantar um dia antes de gravarmos a nossa primeira cena juntos, conversamos sobre o Brasil, ele adora o nosso País. Enfim, foi uma honra trabalhar lado a lado com este mestre! O John Cusack é um artista verdadeiramente completo. Conversamos muito sobre os nossos personagens, como era importante fazer uma conexão verdadeira. Enfim, com certeza cresci muito como atriz depois de ter trabalhado com esses grandes mestres. Em “Motel” você interpreta uma femme fatale. Pelas fotos, o figurino é ousado. É mais um desafio da carreira de atriz? Com certeza! Cada papel que faço tento me desafiar como atriz. Se, ao ler um roteiro, sentir um nó na garganta e pensar “Meu Deus, eu nunca vou conseguir fazer isso”. Eu sei que isso é exatamente o que eu preciso fazer naquele momento e quer dizer que eu tenho que aceitar o papel. A Rivka, minha personagem no filme “Motel”, tem muitas camadas. Participei de todo o processo de sua criação, desde o roteiro até o figurino. Ela é forte, inteligente, de linguagem muito rápida e também muito engraçada. Foi uma ótima oportunidade de explorar o lado da comédia. Como é a sua preparação? Fez ou faz cursos para se aperfeiçoar como atriz? Sim, fiz muitos cursos e continuo fazendo! Em qualquer profissão tem sempre espaço para mais conhecimento. Estudei no HB Studio, em NY, Edgemar Center for the Arts, Jeremiah Comey Film Acting, Margie Haber Studio, entre outros. Além dos cursos, antes de cada filme, me preparo intensamente com Larry Moss, um dos melhores professores de interpretação da atualidade. Ele é quem está por trás das magníficas atuações de Hilary Swank (“Menina de Ouro”), que lhe renderam o Oscar de Melhor Atriz, e a indicação de Leonardo DiCaprio como Melhor Ator em “Diamante de Sangue”. Trabalho com Larry por semanas, desenvolvendo o personagem, sua história, os seus pensamentos, seu jeito de falar e andar, enfim, tudo sobre o personagem. E como é a adaptação para atuar em outra língua? É muito diferente interpretar em uma língua que não é a sua nativa? É muito, muito difícil interpretar numa segunda língua! Falo quatro línguas fluentemente, mas por mais fluente que seja nunca

29

CAPA vai ser perfeito como se eu tivesse interpretando em português. Tem toda uma guerra psicológica! Estudo diariamente com uma professora especializada em redução de sotaque. Intensificamos os estudos quando tenho um filme em vista. É um trabalho duro, mas que faz muita diferença! Quais diretores de cinema admira? São vários! Vou citar três. Admiro muito Clint Eastwood, ele é simplesmente incrível, meu sonho é trabalhar com ele! O Walter Salles também. Ele é extremamente talentoso! Outro dia revi Central do Brasil depois de tantos anos que tinha assistido pela primeira vez, uma verdadeira obra de arte. Também admiro muito o Mark Foster, diretor de “O Caçador de Pipas”, baseado no livro do Khaled Hosseini. O filme é sensacional, uma linda história de amizade! O menino que interpretou o personagem Hassan é um dos melhores atores que eu já vi na vida. E atriz, tem alguma em especial que te inspira? A Marília Pera me inspira e a admiro muito! Ela é uma verdadeira artista. Ela se joga no papel de corpo e alma, faz escolhas fortes, que muitos atores temeriam em fazer. Ela não interpreta, ela É aquele personagem! Honestamente, temos atrizes brasileiras do mais alto calibre e que não deixam nada a dever a ninguém. A Fernanda Montenegro, por exemplo, já deveria ter ganhado um Oscar há muito tempo.

Sim, estou sempre aí, apesar de o voo ser bem longo! Agora estou planejando ir no meu aniversário, em maio. Como é o contato com família e amigos? Minha família e eu somos todos muito unidos, nos falamos praticamente todos os dias. Tenho dois irmãos, um lutador de Jiu-jitsu e o outro está cursando publicidade. Eles vêm com frequência me visitar aqui nos EUA. Quanto aos amigos, nos conhecemos há muitos anos, pois são amigos de infância e a amizade sobrevive graças à internet/WhatsApp/Messenger, usamos todos os recursos possíveis (risos). Você é de Recife. Quando está no Brasil, o que gosta de fazer? Viaja pelo País? A primeira coisa que faço quando estou no Brasil é mergulhar no mar quentinho para renovar as energias! Curto muito ficar tranquila em casa e aproveito da comida da minha mãe, sempre peço para ela fazer feijão de fava com rabada, assim que chego de viagem. Também gosto de viajar pelo País. Sempre que posso dou um pulinho no Rio e em São Paulo, que para mim é uma das cidades mais divertidas do mundo. Costumo dizer que São Paulo é igual a NY, só que em proporção gigantesca!

Você também já trabalhou em uma série Entourage, como vê este mercado? Está em busca de mais trabalhos na TV? As séries de televisão se tornaram superproduções cinematográficas! A HBO produz séries da mais alta qualidade, como Entourage, The Pacific e Mildred Pierce, entre muitas outras. Até Obama admitiu ser fã de Boardwalk Empire! No futuro, sim, gostaria de investir na televisão, mas no momento quero focar totalmente no cinema, que é a minha paixão e está me rendendo ótimos frutos. Ser brasileira contou pontos na sua trajetória? Sim, super positivos! As pessoas adoram os brasileiros. Em qualquer lugar que eu vou e falo que sou brasileira as portas se abrem. Recentemente vi uma pesquisa que aponta que a nacionalidade brasileira é a mais querida em todo o mundo. Qual a percepção do americano em relação ao cinema brasileiro?

Com o ator John Cusack no thriller "Motel".

Quando falo de filmes brasileiros a primeira coisa que vem na cabeça dos americanos é o filme “Cidade de Deus”. Eles amam esse filme aqui! Falam da fotografia incrível, dos atores... O Brasil está em um momento muito importante, com o boom econômico, a Copa e as Olimpíadas. O mundo está de olho no Brasil. Acho que agora é o momento certo de produzir filmes de alta qualidade e tentar explorar o mundo. Tem cada vez mais espaço para filmes estrangeiros aqui em Hollywood e acredito que no futuro essa percepção do nosso cinema no mundo só venha a aumentar e espero fazer parte disso. Tem vontade de trabalhar no Brasil? Tenho muita vontade! Temos diretores e atores talentosíssimos. Com o projeto certo, adoraria trabalhar aí no Brasil e ajudar a divulgar para o mundo a qualidade dos filmes e das produções brasileiras. Você vem visitar o Brasil? Quando?

30

Em cena com Robert De Niro.

ENTREVISTA

Divine Miss M BY DANI FERRERA / PHOTOGRAPH20TH CENTURY FOX

B

ette Midler é um dos grandes nomes do entretenimento em atividade - a atriz, cantora e produtora está na ativa desde a década de 1960. Em 47 anos de uma solida carreira dedicada ao cinema, TV e aos palcos, ela ganhou quatro Grammy Award, um Emmy, um Tony Award, e foi indicada para dois Oscars, em 1979 por sua incrível performance como Mary Rose em "A Rosa" e em 1991 no arrebatador "Para Eles com Muito Amor". Seu desempenho nos palcos é outra vertente de sua trajetória. Desbocada como poucas e com piadas de baixíssimo calão, Miss Midler arrebata fãs por onde passa. Sua recente investida foi uma longa temporada em Las Vegas, no espetacular The Colosseum, com "The Show Girl Must Go On". Com incríveis 300 apresentações ao longo de três anos, o show era um mix de tudo o que Bette fez ao longo dos anos, desde suas incríveis performances no Continental Baths. Após uma longa pausa nos cinemas, ela retorna com a deliciosa comedia “Uma Família em Apuros”, e é sobre esse filme que chega às locadoras e lojas de todo o Brasil em maio que Bette fala com exclusividade à Estação Aeroporto. Entre outras coisas, ela revela o desejo de ser avó: ”Se eu pudesse ter três netos, ficaria tão feliz!” E fala sobre sua luta para continuar “Divina” aos 67 anos: “Trabalho duro pra isso”. Com vocês, Bette Midler, “The People Diva”.

32

Estação Aeroporto: Você está por dentro da tecnologia? Bette Midler: Meu marido está mais por dentro do que eu e briga comigo por causa disso. Eu uso o computador, faço o que preciso fazer, mas gostaria de ficar melhor nisso. Eu tenho uma página no Facebook, mas não uso porque considero uma coisa muito grande. Eu uso mais o Twitter e acho fascinante. Gosto de fazer parte dessa rede social. Você está ansiosa para se tornar avó? Se eu pudesse ter três netos ficaria tão feliz! Quando minha filha diz que quer ter quatro filhos eu fico muito animada! Você também faz o strip pole na vida real, assim como a Diane no filme? Não, eu não faço! Machuquei meu pescoço no ano passado e tive que parar de fazer várias coisas, por isso eu só caminho e gosto de fazer companhia ao meu marido, que faz Tai Chi. Sua vida é mais tranquila agora depois de tantos trabalhos? Sim, e eu gosto dessa tranquilidade. Tenho tanta coisa pra fazer! Eu trabalho em um grande grupo sem fins lucrativos que arrecada milhões de dólares por ano para várias finalidades, como o meio ambiente, e também fazemos trabalhos legais em escolas de Nova York. Além disso, eu amo música mais que tudo. Uma vez, peguei o violão e viajei para Nashville para conhecer alguns compositores, e ainda mantenho contato. Eu tive uma longa e ótima carreira. Já fiz muita coisa e não quero repetir. Se algo original e fresco aparecesse, eu ficaria muito feliz em fazer. Você se identifica com o filme? É um filme muito sábio. Meu marido e minha filha têm uma relação fantástica. Eles são tão próximos que eu me sinto quase uma intrusa. Quando minha filha era criança, eu passava muito tempo fora trabalhando. Mas sempre que possível, fazíamos todas as refeições juntos e nunca perdi um jogo ou uma apresentação dela. Agora ela cresceu, está estudando e gosta de passar o tempo de folga conosco, então quando vamos viajar de férias, ela gosta de nos acompanhar. Ela é a única entre suas amigas que gosta de passar as férias com os pais, porque a gente realmente se diverte. Minha filha é uma atriz agora e sempre conversamos

e rimos muito sobre esse trabalho em comum… Conversamos sobre tudo, sem limites! É uma grande companheira e também me considera uma. Eu acho que fiz a coisa certa… Ela tem uma alma muito boa. É filha única e se sente feliz com isso. Damos muito amor, atenção e carinho. Será que você a criou de forma diferente que seus pais fizeram? Claro. Eu acho que meus pais estavam muito sobrecarregados e não tinham dinheiro para tudo, então tínhamos muitos sonhos. Minha irmã era anoréxica aos doze anos e meu irmão tinha deficiência mental. Tiveram quarto filhos e era muita coisa para se preocuparem. Como foi trabalhar com Billy Crystal? Bom, ele é um incrível improvisador e alegre o tempo todo! O filme é realmente “seu bebê”, porque ele criou a história a partir de sua própria experiência. Ele estava produzindo tão bem, tinha muita coisa para fazer e manteve o sorriso no rosto. Acho isso muito importante. Nosso diretor, Andy Fickman, também era uma pessoa muito boa de estar ao redor. Ele é conhecido por seu trabalho com crianças, por isso foi uma das experiências mais agradáveis que tive em um set de filmagem. Você canta no filme. Isso foi planejado ou simplesmente aconteceu? As crianças estavam todas no set e se sentiam super à vontade. Eles cantavam Justin Bieber e tudo mais. Nós estávamos filmando uma cena que se chamava “Metrô em Atlanta”, que tinha um grande intervalo entre uma cena e outra, então começamos a cantar para entreter as crianças, para elas não dormirem e não se sentirem ansiosas. Cantamos todas as músicas da nossa infância e eles nunca tinham ouvido. As canções são todas engraçadas e eles se divertiram! E quando Billy entrou em cena, me deu a ideia de cantar. Ele é tão encantador que não teve como dizer não. O mais legal é que as crianças nos observavam e perceberam a diferença em ouvir seus avós cantando. É uma grande cena! Qual é seu segredo para estar sempre tão jovem? Eu trabalho duro pra isso. Eu tenho uma grande equipe. E eu não desgosto. Meu trabalho me exige uma boa aparência e acaba sendo divertido. Às vezes me sinto culpada, mas adoro!

33

TECNOLOGIA Tablet familiar A Lenovo apresentou um tablet de dimensões familiares. O IdeaCentre Horizon Table PC é o primeiro “PC interpessoal” do mundo. Ele pode ser apoiado sob qualquer superfície e permite que duas ou mais pessoas o utilizem ao mesmo tempo, suportando até 10 toques simultâneos. Equipado com Windows 8, o dispositivo tem 27 polegadas. O aparelho começa a ser vendido nos Estados Unidos em junho.

Preço: US$ 1.699,00. Mais informações: www.lenovo.com

Dock com carregador sem fio A Nokia apresentou seus novos aparelhos Lumia para o mercado brasileiro. Um acessório que chamou a atenção foi a dock Power Up, da JBL. O aparelho traz um carregador sem fio em sua face superior. Ao mesmo tempo em que recarrega a bateria dos smartphones da linha Lumia, é feito o pareamento por NFC. A comunicação entre aparelho e dock é feita por Blueooth 2.1. Para quem preferir, há uma entrada P2. Por conta da estação de recarga, não há bateria interna e é preciso conectar a dock à tomada. Ela também não é das mais leves. São 1,5 kg. Segundo a fabricante, a potência de 10 W garante um volume máximo de até 94 dB.

Celular com tradutor

Preço:R$ 2,4 mil. Mais informações: www.samsung.com/br

34

O Smartphone Galaxy S4, da Samsung, possui um recurso que faz traduções automaticamente, transformando texto em voz e vice-versa. Traduz nove idiomas, incluindo português. O aparelho também tem função dual-camera, que permite captação de imagens silmultaneamente com as câmeras frontal (de 2 MP) e traseira (13 MP) - recurso que pode ser acessado por um botão na tela. Além disso, tira mais de 100 fotos em apenas quatro segundos. O S4 conta com tela super Amoled HD (superior ao LCD) de 5 polegadas, com resolução de 1080 pixels e 441 ppi. Tem 2 GB de RAM com 16 GB de espaço, mas há opções de 32 GB e 64 GB via SD Micro. Ele também é bem fino (7,9 milímetros) e leve (130 gramas). O smartphone será lançado no Brasil em abril.

Fotos: divulgação.

Preço: R$ 1.119,00. Mais informações: www.nokia.com/br

À prova d’água Propícia para aventuras, a câmera compacta FinePix XP200, da Fuji, pode ser imersa até 15 metros e resiste a temperaturas de até 10º C negativos. Segundo a fabricante, a FinePix XP200 também resiste a quedas de até 2 metros de altura. A pequena câmera possui um sensor CMOS de 16 megapixels, lentes 28-140mm, painel LCD de 3 polegadas com 920 mil pontos, modo contínuo de 10 frames por segundo e gravação de vídeo em Full HD (1.080p). Preço: US$ 299,95. Mais informações: www.fujifilm.com.br

smartphone de luxo Um dos smartphones mais caros do mundo, o Vertu, ex-linhagem de luxo da Nokia, oferece serviços exclusivos. Sua carcaça é de titânio ,leve e cinco vezes mais resistente, com tela feita de um cristal de safira (resistente a riscos). O acabamento primoroso produzido artesanalmente reúne 184 peças. O áudio é assinado pela Bang & Olufsen, calibrado com marcações da Orquestra Sinfônica de Londres. Na lateral fica um botão curioso. Intitulado Vertu Key, ele aciona os serviços atrelados ao smartphone. Entre os serviços disponíveis, estão o de Concierge, em 8 idiomas; breve resumo de 150 cidades do mundo todo, com locais luxuosos a visitar; e assistência remota (que conecta no aparelho com sua permissão e resolve seus problemas).

Fotos: divulgação.

Preço: de R$ 17.830,00 até R$ 38.282,00 Mais informações: www.vertu.com

Leitor digital O leitor de livros eletrônicos Kindle Paperwhite foi lançado recentemente no mercado brasileiro. Ele é vendido em duas versões: uma com conexão à internet Wi-Fi e outra com Wi-Fi e 3G ilimitado. O leitor com conexão 3G permite acessar, sem taxas adicionais, a loja online da companhia e alguns poucos sites. O e-reader conta com 2 GB para armazenamento de arquivos. Isso faz com que o usuário possa colocar até 1.100 livros no leitor eletrônico. Lendo em um ritmo de 30 minutos por dia, a bateria do aparelho dura até oito semanas. Além disso, tem uma tela diferente daquela disponível no Kindle já vendido no Brasil: com ela, é possível ler em ambientes escuros ou mesmo em locais muito claros, como uma praia.

Preço:Wi-Fi R$ 479,00 e Wi-Fi

3G ilimitado R$ 699,00.

35

PERFIL

Jeniffer Bresser

F

oram as artes cênicas e o sonho de ser atriz que trouxeram a catarinense Jeniffer Bresser para São Paulo. Porém, ainda jovem e criada por uma família de artesãos, Jeniffer percebeu sua verdadeira vocação ao assinar todo o figurino de um espetáculo teatral dirigido por Marcelo Lazarotto. Com muita aptidão para os trabalhos manuais e incentivo do marido, Jeniffer inaugurou o Atelier Exclusivité Jeniffer Bresser, em São Paulo. Com um toque artesanal inconfundível, o Atelier Exclusivité Jeniffer Bresser vem desenvolvendo, há mais de 10 anos, gifts luxuosos para empresas e eventos sociais como casamentos, festas e batizados. Sua sutileza deriva de seus refinados acabamentos. Com marcenaria própria, as peças são desenvolvidas com exclusividade e de forma totalmente customizada para cada cliente. Além do cuidado e da delicadeza para criá-las e produzi–las, Jeniffer desenvolve soluções que atendem às mais diversas necessidades e expectativas. “Quem os recebe desfruta do prestígio da exclusividade”. Foi pensando assim que Jeniffer Bresser uniu a sua tão refinada produção às consagradas dragées francesas Pécou. Fundada em 1880, a empresa começou na França como oficina artesanal consagrada à arte da confeitaria e atualmente chega ao Brasil com importação exclusiva de Jeniffer. Com produção cuidadosa e qualidade incomparável, rigorosa seleção das melhores variedades do Mediterrâneo, as famosas Dragées Pécou, há quatro gerações, aprimoram um segredo técnico que alçou suas drágeas a um nível de sofisticação mundialmente reconhecido. Sendo assim, Jeniffer procura oferecer sempre o que há de melhor. “O cliente nos inspira e nós concretizamos”. As exigências centenárias permanecem: produção cuidadosa e qualidade incomparável, guloseimas saborosas e linhas elegantes, rigorosa seleção das melhores variedades do Mediterrâneo, confeitos perfumados e coloridos, indo dos tons vivos aos tons pastéis e abrindo largo espaço ao chocolate branco e preto. As amêndoas, revestidas de uma fina camada de goma arábica, recebem uma cobertura de açúcar puríssimo, conferindo-lhes um perfume cuja sutileza deriva das cascas de baunilha natural. Com o crescimento e o sucesso de seu trabalho, Jeniffer decidiu investir forte e abriu, no final de março, uma loja física de seu Atelier, onde oferece criações surpreendentes e com pronta-entrega. Localizado no bairro dos Jardins, em São Paulo, o espaço, com projeto de Zize Zink, atende a demandas pontuais e possibilita a experiência de presentear bem. Conta com um bistrô, cujo cardápio de doces e salgados é da autoria de um chef de cozinha francês. Num pequeno anexo há uma adega climatizada, com vinhos selecionados e servidos em taça. Nesse ambiente charmoso e musicado, os clientes poderão desfrutar de uma vivência fascinante. Quem quiser conhecer mais o trabalho da artesã, visite: www.jenifferbresser.com.br

36

PROTEÇÃO DE AR QUE SE VÊ. Samsonite VizAir com cápsulas de ar. Maior proteção para seus aparelhos eletrônicos. Mova-se como quiser.

samsonite.com.br @SamsoniteBrasil

facebook.com/samsonitebrasil

CULTURA | TEATRO Musical celebra 70 anos NÓS SEMPRE TEREMOS PARISde Milton Nascimento

A

o se debruçar sobre a vasta lista de clássicos que Milton Nascimento produziu ao longo dos últimos 50 anos, Charles Möeller e Claudio Botelho decidiram que a obra do artista mineiro seria a grande homenageada em “Milton Nascimento – Nada Será como Antes – O Musical”. “Talvez o caminho mais fácil fosse fazer uma biografia. Preferimos uma travessia: mostrar a obra, que é o que importa, e não o autor”, conta Botelho, que define o novo espetáculo como uma revista musical sem texto, onde cada canção ou pout-pourri ressurgem em cenas, diálogos e situações dramáticas. Depois de duas temporadas de enorme sucesso no Rio de Janeiro, o espetáculo estreia dia 22 de março, no Teatro GEO, onde fica em cartaz até 26 de maio. No palco o tempo todo, o grupo de atores e músicos dá voz a temas fundamentais da música de homenageado, como amor, amizade, criação artística, negritude, brasilidade e solidão. Todos os atores tocam e se revezam em vários instrumentos e os músicos também cantam. “Não há uma divisão entre orquestra e atores: todos são uma única voz a serviço de brilhante obra musical de Milton Nascimento”, explica Claudio. Marya Bravo, Claudio Lins, Tatih Kohler, Pedro Sol, Estrela Blanco, Jules Vandystadt, Cassia Raquel, Wladimir Pinheiro e Sergio Dalcin dividem a cena com os músicos Délia Fischer – também responsável pelos arranjos – e Lui Coimbra. O cenário, de Rogério Falcão, remete a uma tradicional casa mineira e os figurinos, assinados por Charles Möeller, têm um ar de ‘roupa vivida’, como se tivessem saído de um antigo baú.

Serviço: O quê: “Milton Nascimento – Nada será como antes – O Musical. Quando: Sextas, às 21h30. Sábados, às 18h e 21h. Domingos, às 18h. até 26 de maio. Onde: Teatro GEO (Rua Coropés, 88 – Pinheiros, São Paulo - SP). Tel.: (11)3728-4929 ou 4930 E-mail. Quanto: R$ 150,00 (plateia) e R$ 100,00 (balcão). www.showcard.com.br

38

O Rei Leão, da Disney, entra em seu 16º ano como um dos musicais de maior sucesso na história, após receber em 2012 o título de maior bilheteria da Broadway, com arrecadação de US$853,8 milhões desde sua primeira apresentação. Desde a sua estreia, em 13 de novembro de 1997, já foram realizadas 21 produções em todo o mundo, com público superior a 68 milhões de pessoas. E é com essa avalanche de números impressionantes que espetáculo chega pela primeira vez na América Latina no Teatro Renault, em São Paulo. Com direção de Julie Taymor e produção de Thomas Schumacher, a versão brasileira traz o aclamado artista brasileiro Gilberto Gil como autor/tradutor das canções do musical e tradução do script assinada por Rachel Ripani. O elenco apresenta Osvaldo Mil no papel de “Scar”, César Mello é “Mufasa”, Phindile Mkhize é “Rafiki”, Rodrigo Candelot  é “Zazu”,  Marcelo Klabin  é “Pumba”,  Ronaldo Reis  é “Timão”, Tiago Barbosa é “Simba”, Josi Lopes é “Nala”, Jorge Neto é “Banzai”,Juliana Peppi  é  “Shenzi”, e  Felippe Morais  é “Ed”. Traduzido para oito idiomas diferentes (japonês, alemão, coreano, francês, holandês, mandarim, espanhol, e agora, português), o show foi realizado em todos continentes, exceto pela Antártica. Continuando a reinar como um dos musicais de teatro de maior popularidade no mundo, O Rei Leão pode ser visto atualmente na Broadway e na América do Norte, no West End em Londres e em turnê no Reino Unido, em Hamburgo, Madri, Japão e Austrália a partir de dezembro de 2013. No palco, a visão criativa Taymor mistura elementos de arte e artesanato africano para retratar personagens antropomórficos. Taymor, em conjunto com o designer Michael Curry, criou centenas de máscaras e fantoches para o musical. O texto foi adaptado por Roger Allers, que co-dirigiu "O Rei Leão" para o cinema. O espetáculo apresenta músicas de Elton John e Tim Rice feitas para o filme e mais três novas canções de John e Rice; material musical adicional pelo Sul Africano Lebo M,Mancina Mark, Rifkin Jay, Julie Taymor e Hans Zimmer, e músicas do álbum Rhythm of the Pride Lands, inspirado pela música original do filme, escrito por Lebo M, Mark Mancina e Hans Zimmer. O som é uma fusão da música popular ocidental e os diferentes sons e ritmos de África, que vão desde a música que rendeu o Oscar, "Can You Feel The Love Tonight", até a balada "Shadowland". Imperdivel! O quê: O Rei Leão. Onde: Teatro Renault Av. Brigadeiro Luís Antônio, 411 – Bela Vista. São Paulo - SP. QUANDO: Sessões (Dias e Horários): Quartas, Quintas e Sextas, às 21h, Sábados, às 16h30 e 21h e Domingos, às 15h30 e 20h.

Fotos: divulgação.

O Rei Leão

CULTURA l MÚSICA Eagles

Depois de seis anos do lançamento de Mar Dulce, em 2007, o Bajofondo – octeto liderado por Gustavo Santaolalla – retorna com o terceiro disco de inéditas de sua carreira, Presente. Remetendo ao momento musical em que se encontra a sonoridade da banda, o álbum traz ritmos que mesclam o folclórico ao jazz, rock, hip-hop, eletrônico e outros sons da região do Río de la Plata, o rio que separa e une a Argentina e o Uruguai. Com um repertório de 21 faixas, o compacto conta com produção da equipe de Santaolalla e do guitarrista Juan Campodónico e é o disco com maior participação de cordas da história do Bajofondo. São 11 violinos, 4 violas, 3 violoncelos e 3 baixos de pé. Várias faixas do álbum também incluem metais, sopro e percussão. Álbum: Presente | Artista: Bajofondo| Quanto: R$30,00 | Lançamento: Sony Music DIDO

Em 2013, depois de um hiato de seis anos, a inglesa Dido retorna com seu quarto álbum de inéditas, Girl Who Got Away.O disco traz 11 faixas, como “Let Us Move On”, embalada por uma batida de trip hop, que conta com a participação do rapper Kendrick Lamar. Entre os destaques, estão “End of Night”, que carrega um humor ácido – ela canta “Come over here so you can see me walk away” –, “Sitting on the Roof of the World”, recheada por um folk romântico, e a singela “Blackbird”. A faixa que dá título ao álbum fala sobre mudanças, traduzidas em versos como: “I wanna move with the seasons”. “Day Before We Went to War”, que encerra o compacto, é uma canção sobre memórias, que mescla os elementos eletrônicos dominantes no disco com instrumentos de corda, como o violino, criando uma atmosfera reconfortante. Álbum: Girl Who Got Away | Artista: Dido | Quanto: R$29,00 | Lançamento: Sony Music

40

Blu-ray: Eagles Farewell Tour Live in Melbourne | Artista | Eagles | Quanto: R$79,90 | Lançamento: Warner Music The 20/20 Experience

Justin Timberlake retorna ao cenário da música pop para lançar seu terceiro álbum, The 20/20 Experience. O primeiro single “Suit & Tie” dá uma ideia do que se pode esperar do novo disco. Com um ar híbrido de jazz e R&B setentista, Timberlake moderniza o pop com letras mais fluidas. Em “Pusher Lover Girl”, faixa de abertura, o cantor abusa dos falsetes, em oito minutos de festa, que também sinalizam uma característica do disco: músicas longas. O álbum traz batidas misturadas ao saxofone e a timbres agudos e ainda apresenta algumas surpresas, como por exemplo a sutil levada de samba em “Strawberry Bubblegum”, e o pop futurista “Tunnel Vision. Diferente dos discos anteriores, Justin participou da composição e da instrumentação de todas as músicas, sem exceção, e por esse motivo as oportunidades para abrir o coração com letras pessoais, como em “Mirrors” e “Blue Ocean Floor”, são vastas. Em contraste com o novo visual refinado, algumas letras ainda trazem a imagem de bom cafajeste de JT. Álbum: The20/20 Experience | Artista: Justin Timberlake | Quanto: R$25,00 | Lançamento: Sony Music

Gossamer

Gossamer é o segundo álbum do Passion Pit, banda de indie rock liderada por Michael Angelakos. Produzido por Chris Zane – que já trabalhou com Friendly Fires, Tokyo Police Club, Mumford & Sons e com o próprio Passion Pit em seu disco de estreia. Abrindo o compacto está o primeiro single, “Take a Walk”, que dita o tom das composições introspectivas temperadas com melodias descontraídas e recheadas de elementos eletrônicos. Entre os destaques estão “Hideaway”, “I’ll Be Alright” e “Carried Away”. Os momentos calmos de Gossamer ficam por conta de faixas como “Cry Like a Ghost” e “On My Own” – que traz um som limpo e abre com um solitário piano entrelaçado ao timbre agudo de Angelakos. “Two Veils to Hide My Face” é um interlúdio curto, que funciona como um bis, cantado a capella. Álbum: Gossamer | Artista: Passion Pit | Quanto: R$25,00 | Lançamento: Sony Music

Fotos: divulgação.

BAJOFONDO

Filmado ao longo de três shows em Melbourne, na Austrália, em novembro de 2004, esta é a configuração em Blu-Ray do show Farewell 1 Tour: Live From Melbourne, da banda lendária Eagles. Com duração de quase três horas, o Blu-Ray apresenta 30 faixas, incluindo ‘Desperado’, ‘Hotel California’ e ‘One Of These Nights “, bem como 11 minutos de bônus com entrevistas com a banda, cenas de bastidores, passagem de som, e muito mais.

NEW ORDER

New Order é uma banda inglesa de rock e música eletrônica formada em Manchester, por Bernard Sumner, Peter Hooke e Stephen Morris, membros remanescentes do grupo Joy Division, (após a perda do vocalista Ian Curtis), com a adição de Gillian Gilbert. Por sua música, o New Order é um dos nomes mais influentes e revolucionários de todos os tempos. “Lost Sirens” é um álbum de estúdio da banda, composto por faixas gravadas durante as sessões do álbum anterior, Waiting for the Sirens’ Call. A faixa “I Told You So” foi lançada neste álbum com outra mixagem, enquanto “Hellbent” foi lançada na coletânea Total: From Joy Division to New Order. Álbum: Lost Sirens | Artista: New Order | Quanto: R$36,00 | Lançamento: Warner Music FLAMING LIPS

Fotos: divulgação.

The Flaming Lips lança o tão esperado The Terror, o 13° álbum de estúdio. O disco foi produzido pela banda e o colaborador de longa data Dave Fridmann, The Terror traz nove composições originais que refletem um tom mais escuro do que os trabalhos anteriores, juntamente com uma perspectiva mais voltada para um olhar lírico mais íntimo do que se poderia esperar - mas, novamente, talvez não. Cabe ao ouvinte decidir o que significa. O disco é uma viagem ousada e expressiva que tem evoluído ao longo de quase 30 anos da banda, num jardim de delícias sonoras que fluem e refluem com toques extraordinários de caos, escuridão, prazer, luz ,dor e ordem. Para conhecer The Flaming Lips, a verdadeira beleza encontra-se com o conhecimento, e esperar o inesperado é parte de uma diversão maníaca. Álbum: The Terror | Artista: The Flaming Lips | Quanto: R$27,00 | Lançamento: Warner Music

Paulinho da Viola

Paulinho da Viola é um dos grandes nomes da música popular brasileira de todos os tempos. Filho de Cesar Farias, músico do grupo de choro Época de Ouro, já traz o gosto pela música do berço, tendo presenciado durante sua infância rodas de músicos da primeira linha da MPB. Paulinho consegue ao mesmo tempo ser um excelente instrumentista, um compositor genial e um sensível poeta. Uma característica marcante de Paulinho da Viola é sua capacidade de ser inovador e tradicional ao mesmo tempo. Seus sambas e choros trazem inovações melódicas e harmônicas, sempre modernizando e evitando que estes gêneros fiquem congelados no tempo. Sua música fala do dia-a-dia das pessoas com uma poesia toda especial. Gravou músicas falando de ecologia antes de o assunto virar moda. Teve várias outras censuradas durante a ditadura militar. Um dos poucos artistas que fazem uma elegia da negritude brasileira. Compôs sambas como “Foi um Rio que Passou em minha Vida” e “Sei Lá, Mangueira”, que viraram hinos de escolas de Samba. Paulinho da Viola é um artista único, indiscutivelmente um dos maiores nomes da história da MPB. Acabam de chegar as lojas três de seus principais álbuns remasterizados. Paulinho da Viola (1981), A Toda hora rola uma estória (1982) e Prisma Luminoso (1983). Álbuns: Paulinho da Viola | A Toda hora rola uma estória | Prisma Luminoso | Artista: Paulinho da Viola | Quanto: R$ 25,00 | Lançamento: Warner Music To Be Loved

Devendra Banhart lança seu álbum entitulado “Mala”. O cantor e compositor coproduziu o álbum com seu colega de banda de longa data, o guitarrista Noah Georgeson. O artista, que coleciona ótimas críticas de grandes veículos especializados, promete algo inovador, como sempre é esperado deste talentoso artista. Devendra não é só querido pela crítica, mas também por grandes nomes da música com os quais já realizou parcerias, como: Antony and the Johnsons, Beck, Bunyan Vasti e Mutantes. Ele também já se apresentou com Gilberto Gil e Caetano Veloso. Podemos esperar um belo álbum, rico em diversidade e qualidade sonora de alto padrão.

Michael Bublé retorna à cena do pop internacional com seu mais novo lançamento, “To Be Loved”, 8º álbum de estúdio do artista, que promete manter os fãs inebriados por suas baladas românticas. Após o sucesso estrondoso, em 2009, do álbum Crazy Love, que atingiu o topo da Billboard 200 nos três primeiros dias de vendas e segurou o posto por duas semanas, seguido pelo segundo álbum mais vendido de 2011, Christmas, “To Be Loved” chega para somar aos já fenomenais números de Bublé, com três Grammys por Best Traditional Pop Album e mais de 30 milhões de álbuns vendidos em sua carreira. O álbum traz composto por 10 covers consagrados, resgatando clássicos como “To Love Somebody”, dos Bee Gee’s, e “Have I Told You Lately”, de Elvis Presley, além de quatro composições originais em parceria com grandes nomes como David Foster, All Jarreau e Bryan Adams.

Álbum: Mala | Artista: Devendra Banhart | Quanto: R$37,00 | Lançamento: Warner Music

Álbum: To Be Loved | Artista: Michael Bublé | Quanto: R$35,00 | Lançamento: Warner Music

DEVENDRA BANHART

41

CULTURA | CINEMA

A FILHA DO MEU MELHOR AMIGO

Fotos: divulgação.

David (Hugh Laurie), Paige (Catherine Keener) e Terry (Oliver Platt) e Cathy (Allison Janney) são melhores amigos e vizinhos que moram em Orange Drive, nos subúrbios de Nova Jersey. Sua vida confortável entra em colapso quando a filha pródiga Nina Ostroff (Leighton Meester), que terminou recentemente com o noivo Ethan (Sam Rosen), volta para casa para o Dia de Ação de Graças depois de cinco anos de ausência. Em vez de sentir interesse pelo filho bem-sucedido de seus vizinhos, Toby Walling (Adam Brody), o que agradaria às duas famílias, é o melhor amigo de seus pais, David, quem chama a atenção de Nina. Quando a ligação entre Nina e David se torna inegável, as vidas de todos sofrem uma reviravolta, particularmente a de Vanessa Walling (Alia Shawkat), melhor amiga de infância de Nina. Não demora muito até as ramificações do caso começarem a atingir todos os membros da família de formas hilárias e inesperadas, levando todos a acordarem para a vida e a reavaliarem o que significa ser feliz, percebendo que, às vezes, o que parece ser um desastre se transforma naquilo que precisamos.

EVIL DEAD – A MORTE DO DEMÔNIO Uma cabana isolada numa floresta se transforma numa câmara dos horrores banhada em sangue quando um grupo de amigos de vinte e poucos anos desperta sem querer um antigo demônio em "Evil Dead – A Morte do Demônio (Evil Dead)", a ansiosamente aguardada nova versão do clássico cult de terror de Sam Raimi de 1981, "A Morte do Demônio (The Evil Dead)". Apresentando um elenco novo e jovem, "Evil Dead – A Morte do Demônio" é um filme inquietante que combina a emoção crua e o divertido elemento gore do aclamado original com uma série de novas e chocantes reviravoltas. Mia (Jane Levy), uma jovem marcada pelas perdas que sofreu e pelo vício em drogas, pede ao irmão, David (Shiloh Fernandez), à namorada dele, Natalie (Elizabeth Blackmore), e aos seus amigos de infância, Olivia (Jessica Lucas) e Eric (Lou Taylor Pucci), que a acompanhem até a cabana rústica da família para ajudá-la a superar os seus demônios. Chegando lá, numa cerimônia solene na presença dos amigos, ela se desfaz das últimas drogas que ainda lhe restam e jura se manter longe das drogas de uma vez por todas. Ao entrarem na casa, eles ficam chocados ao descobrirem que a cabana abandonada havia sido invadida. O porão foi transformado num altar grotesco rodeado por uma dúzia de animais mumificados. Eric fica fascinado por um livro antigo que ele descobre no local. Atraído pelo seu conteúdo misterioso, ele o lê em voz alta, sem jamais suspeitar das consequências terríveis que este gesto está prestes a desencadear. Quando a abstinência de Mia se agrava, ela perde o controle e tenta fugir, mas acaba retornando, apavorada com uma visão aterradora.

42

UMA GARRAFA NO MAR DE GAZA 

Fotos: divulgação.

Tal (Agathe Bonitzer) é uma jovem francesa de 17 anos que mora em Jerusalém com sua família. Após a explosão de um camicase num café do seu bairro, ela escreve uma carta a um palestino imaginário, onde exprime suas interrogações e sua recusa em admitir que só o ódio possa reinar entre os dois povos. Ela coloca a carta numa garrafa e entrega a seu irmão para que jogue no mar, perto de Gaza, onde ele faz seu serviço militar. Algumas semanas depois, Tal recebe uma resposta de um misterioso “Gazaman”. O livro que originou o filme, escrito pela Valérie Zenatti, está sendo lançado no Brasil junto com o filme.

HOMEM DE FERRO

OBLIVION

A aventura "Homem de Ferro 3" traz o industrial, arrogante, porém brilhante Tony Stark (Robert Downey Jr) contra um inimigo cujo alcance não tem limites. Quando Stark vê seu mundo pessoal destruído pelas mãos de seu inimigo, ele embarca em uma angustiante jornada para encontrar os responsáveis. Uma jornada que a cada reviravolta seus brios serão testados. Pressionado, Stark terá que sobreviver lançando mão de seus próprios dispositivos, contando com sua engenhosidade e instintos para proteger aqueles que lhe são mais próximos. Em sua luta para retornar, Stark descobre a resposta para a pergunta que o atormenta em segredo: o homem faz o traje ou é o traje que faz o homem?

2077: Jack Harper (Tom Cruise) trabalha na manutenção de equipamentos de segurança, baseado em uma Terra que foi evacuada. Parte de uma gigantesca operação para extrair recursos vitais depois de décadas de guerra com uma aterradora ameaça alienígena que ainda recolhe o que restou do nosso planeta, a missão de Jack está quase completa. Em duas semanas, ele vai se juntar ao resto dos sobreviventes em uma colônia lunar, longe do mundo destruído pela guerra que ele há muito tempo chamou de lar.Vivendo e patrulhando os magníficos céus, de uma altura de milhares de pés, a existência pairando nas alturas de Jack é abalada depois que ele resgata uma bela estranha de uma espaçonave abatida. Atraída para Jack através de uma conexão que transcende a lógica, sua chegada inicia uma cadeia de eventos que o força a questionar tudo que ele sabe. Com a realidade destruída quando ele descobre verdades chocantes que o conectam à Terra do passado, Jack será capaz de um heroísmo que não sabia que possuía. O destino da humanidade agora está somente nas mãos de um homem que acreditou que nosso mundo em breve estaria perdido pra sempre.

43

CULTURA | HOME VIDEO Ben-Hur

Em Jerusalém no início do século I, vive Judah Ben-Hur (Charlton Heston), um rico mercador judeu. Mas, com o retorno de Messala (Stephen Boyd), um amigo da juventude que agora é o chefe das legiões romanas na cidade, um desentendimento devido a visões políticas divergentes faz com que Messala condene Ben-Hur a viver como escravo em uma galera romana, mesmo sabendo da inocência do ex-amigo. Mas o destino vai dar a Ben-Hur uma oportunidade de vingança que ninguém poderia imaginar. Timeless Collection

Blu-ray: Ben-Hur | Quanto: R$59,90 | Lançamento: Warner Home

Blu-ray: Audrey Timeless Collection | Quanto: R$79,99 | Lançamento: Paramount Home

Coleção Bourne

Quatro vezes mais ação e adrenalina. E repleto de extras. O Box com a coleção completa de quatro filmes da série de espionagem Bourne acaba de chegar às lojas em Blu-Ray. Entenda como Jason Bourne (Matt Damon) passa de um desconhecido desacordado e desmemoriado à beira do Mar Mediterrâneo para o homem mais procurado do mundo, tendo agentes federais americanos e da Interpol em seu encalço. Passando pelos mais belos cenários mundiais, como Zurique, Paris, Moscou, Londres, Tanger e Nova York, Jason Bourne está numa constante luta não só para se manter vivo, mas para descobrir quem é. A mais nova parte da saga, "O Legado Bourne", nos apresenta um novo herói, Aaron Cross. Transcorrendo num espaço de tempo simultâneo ao de "O Ultimato Bourne", este novo capítulo, que conta com Jeremy Renner, Rachel Weisz e Edward Norton, mostra como as ações de Jason Bourne nos primeiros capítulos da saga tiveram influência na vida de muitas pessoas. Completa, cheia de ação e reviravoltas inteligentes, Bourne é essencialmente uma série de filmes que renovou o gênero da espionagem. Blu-ray: Coleção Completa Bourne | Quanto: R$159,99 | Lançamento: Universal Pictures

44

Casablanca

Durante a Segunda Guerra Mundial, muitos fugitivos tentavam escapar dos nazistas por uma rota que passava pela cidade de Casablanca. O exilado americano Rick Blaine (Humphrey Bogart) encontrou refúgio na cidade, dirigindo uma das principais casas noturnas da região. Clandestinamente, tentando despistar o Capitão Renault (Claude Rains), ele ajuda refugiados, possibilitando que fujam para os Estados Unidos. Quando um casal pede sua ajuda para deixar o país, ele reencontra uma grande paixão do passado, a bela Ilsa (Ingrid Bergman). Este amor vai encontrar uma nova vida e eles vão lutar para fugir juntos. Blu-ray: Casablanca | Quanto: R$59,90 | Lançamento: Warner Home

O Informante

Em 1994, ex-executivo da indústria do tabaco deu entrevista bombástica ao programa jornalístico “60 Minutos”, da rede americana CBS. Dizia que os manda-chuvas da empresa em que trabalhou não apenas sabiam da capacidade viciadora da nicotina como também aplicavam aditivos químicos ao cigarro, para acentuar esta característica. Na hora H, porém, a CBS recuou e não transmitiu a entrevista, alegando que as consequências jurídicas poderiam ser fatais. Baseando-se nesta história real, "O Informante" narra a trajetória do ex-vice-presidente da Brown & Williamson Jeffrey Wigand (Russell Crowe) e do produtor Lowell Bergman (Al Pacino), que o convenceu a falar em público. Blu-ray: O Informante | Quanto: R$59,90 | Lançamento: Walt Disney Studios Home Entertainment

Fotos: divulgação.

Uma bela sugestão de presente para o Dia das Mães deste ano. Audrey Timeless Collection em Blu-ray. Uma coleção imperdível com os maiores sucessos de Audrey Hepburn, restaurados e em alta definição. "My Fair Lady", "Bonequinha de Luxo" e "Sabrina" compõem a coleção, que você encontra em embalagem tripla e luva especial. Os discos estão repletos de extras especiais.

As Aventuras de Pi

O filme conta a história de Pi Patel (Suraj Shama), um jovem em uma viagem fatídica que, depois de um desastre, é abandonado em um bote salva vidas com um único outro sobrevivente, um tigre de bengala chamado Richard Parker. Dentro de uma jornada épica de aventura e descoberta, Pi e seu companheiro têm uma conexão surpreendente e inesperada. A edição especial inclui três discos em Blu-ray 3D e é carregada com mais de duas horas de cenas de bastidores, incluindo cenas deletadas que vão fazer o espectador repensar a história. Blu-ray: As Aventuras de Pi | Quanto: R$99,90

VEEP

A atriz Julia Louis-Dreyfus, vencedora do Prêmio Emmy, estrela VEEP, a nova série cômica da HBO, criada por Armando Iannucci. A série acompanha o agitado dia-a-dia da Vice-Presidente Selina Meyer (Dreyfus) à medida que ela lida com incêndios políticos, administra uma agenda pública bem atribulada e exige uma vida pessoal. Ao mesmo tempo, ela defende os interesses do presidente, até mesmo quando ela tenta melhorar seu relacionamento com o executivo em comando.

Fotos: divulgação.

DVD: VEEP- A Primeira Temporada Completa | Quanto: R$59,90 | Lançamento: Warner Home

Detona Ralph

Ralph (John C. Reilly) é o vilão de Conserta Félix Jr., um popular jogo de fliperama que está completando 30 anos. Apesar de cumprir suas tarefas à perfeição, Ralph gostaria de receber uma atenção maior de Felix Jr. (Jack McBrayer) e os demais habitantes do jogo, que nunca o convidam para festas e nem mesmo o tratam bem. Para provar que merece tamanha atenção, ele promete que voltará ao jogo com uma medalha de herói no peito, no intuito de mostrar seu valor. É o início da peregrinação de Ralph por outros jogos, em busca de um meio de obter sua sonhada medalha. Blu-ray: Detona Ralph | Quanto: R$99,90 | Lançamento: Walt Disney Studios Home Entertainment

Mundo Sem Fim

O best-seller mundial de Ken Follett, "Mundo Sem Fim", ganha vida em uma monumental série com quatro discos. A continuação da série Os Pilares da Terra chega em um Box completo. Um assassino é contratado para matar um rei. Um misterioso cavaleiro vai para o campo, perseguido pelos homens da rainha. Dois adolescentes testemunham um incidente na floresta que vai mudar o curso da nação. Os tempos são mais difíceis do que nunca. A Inglaterra está às portas de uma devastadora guerra com a França, que vai durar mais de cem anos, e uma terrível praga está se espalhando, dizimando um terço da população da Europa. Blu-ray: Mundo Sem Fim | Quanto: R$149,90 | Lançamento: Paramount Home

Resident Evil

Esta coleção contém todos os cinco filmes da adaptação do popular jogo de  videogame. O letal vírus T da Umbrella C o r p o ra t i o n continua devastando a Terra, transformando a população global em legiões de desmortos. A última esperança da raça humana, Alice (Milla Jovovich), desperta dentro do coração da mais clandestina instalação de operações da Umbrella e descobre mais sobre seu misterioso passado, a cada passo dentro do complexo. Sem um porto seguro, Alice continua a caçar os responsáveis pela contaminação - uma perseguição que a leva de Tokyo para Nova York, Washington e Moscou, culminando em uma revelação que a forçará a repensar tudo aquilo que ela acreditava ser verdade. Ajudada por novos e velhos aliados, Alice deve lutar para viver o suficiente, até que consiga escapar de um mundo hostil e no limite da destruição. Blu-ray: Resident Evil A Coleção | Quanto: R$199,90 | Lançamento: Sony Home

45

CULTURA | ARTES VISUAIS

MAR à vista

I

Acima: Fachada do Museu de Arte do Rio - Escola do Olhar e Palacete Dom João VI. Abaixo: Passarela que une os dois prédios.

naugurado no dia 1º de março, quando se comemorou o 448º aniversário da capital carioca, o MAR - Museu de Arte do Rio é um espaço dedicado à arte e à cultura visual. O museu abriga exposições temporárias que realizam uma leitura transversal da história da cidade, seu tecido social, sua vida simbólica, desafios e expectativas sociais. Primeira entrega do Porto Maravilha, um amplo projeto de revitalização da Região Portuária promovido pela Prefeitura do Rio, o MAR é um museu com uma escola ao lado, ou uma escola com museu ao lado, que tem a meta de, por ano, atender dois mil professores e receber 200 mil visitantes - entre eles 100 mil alunos da rede pública do município. Vizinho do Morro da Conceição, do Cais do Valongo, da Fortaleza de Santa Cruz, da Pedra do Sal e do Cemitério dos Pretos Novos, o MAR será - junto com o futuro Museu do Amanhã - uma das âncoras culturais da região. Centro de algumas das principais manifestações culturais que marcaram a identidade brasileira, esse local histórico foi o maior ponto de chegada de escravos e um importante porto de entrada de imigrantes ao Brasil. “O MAR é um elemento icônico que mostra que a revitalização do Porto é realidade. O Museu será o coração cultural da região. Faltava ao Rio um Museu que articulasse grandes coleções de arte para visitação pública. E essa democratização ganha força com a Escola do Olhar, que é a primeira escola pública de arte do Rio “, ressalta Eduardo Paes, Prefeito do Rio.

Instalado na Praça Mauá, o MAR ocupa dois prédios: o Palacete Dom João VI - que abriga o pavilhão de exposições -, edifício

46

tombado e de estilo eclético; e o seu vizinho, de estilo modernista, onde funcionará, sistematicamente a partir de abril, a Escola do Olhar. O projeto concebido pelo escritório carioca Bernardes + Jacobsen une as duas construções com uma cobertura fluida de concreto, que remete a uma onda, e uma rampa coberta, localizada nos fundos do museu, por onde os visitantes chegam aos espaços expositivos. O MAR tem aproximadamente 15 mil metros quadrados e possui oito grandes salas de exposições - com cerca de 300 metros quadrados de espaço expositivo cada uma -, área educativa, auditório, biblioteca, restaurante-mirante, café, loja, áreas administrativas e de reserva técnica. Além de seu próprio acervo - já em processo de formação por meio de aquisições e doações -, o MAR também apresenta obras de algumas das mais importantes coleções públi-

cas e privadas do Brasil para a execução de seu programa. Atualmente, quatro mostras podem ser vistas. Obedecendo ao fluxo de visitação proposto pelos arquitetos, o público entra no Museu pela prédio da Escola do Olhar, de onde se tem acesso à rampa que leva ao prédio de exposições. A visita começa pelo terceiro andar, que é permanentemente dedicado à cidade, desvendada a partir de diferentes enfoques. “Rio de Imagens: Uma Paisagem em Construção” abre essa programação e fica no Museu até 28 de julho. Para a mostra, os curadores Rafael Cardoso e Carlos Martins selecionaram mais de 400 peças que retratam a cidade pelo imaginário de seus habitantes, visitantes e admiradores, ao longo de mais de quatro séculos.

Fotos: Prefeitura do Rio/ Divulgação.

No segundo pavimento do pavilhão de exposições, “O Colecionador - Arte Brasileira e Internacional na Coleção Boghici”, com curadoria de Leonel Kaz e Luciano Migliaccio e projeto cenográfico assinado por Daniela Thomas e Felipe Tassara, apresenta 136 obras pertencentes ao marchand romeno radicado no Rio Jean Boghici. A exposição tem a intenção de ampliar a percepção sobre as inovações ocorridas nas artes plásticas ao longo dos últimos dois séculos. Estará em cartaz no MAR até 1º de setembro. “Vontade Construtiva na Coleção Fadel” ocupa o primeiro andar do pavilhão de exposições. A mostra conta com cerca de 250 obras da coleção do advogado carioca Sergio Fadel ressalta a relação direta que os movimentos modernos e pós-modernos no Brasil tiveram, e ainda têm, como alicerces sólidos para a edificação cultural do país. A curadoria é assinada por Paulo Herkenhoff, também diretor cultural do MAR, e Roberto Conduru. As peças da coleção podem ser vistas até 7 de julho. As duas salas do térreo, sempre dedicadas à arte contemporânea, estarão ocupadas, na inauguração do Museu, pela mostra “O Abrigo e o Terreno - Arte e Sociedade no Brasil I”. A coletânea exibe peças assinadas por artistas e coletivos do Rio e de outros estados brasileiros, concentrando sua atenção na ocupação do espaço público e na dinâmica da sociabilidade. Com curadoria de Clarissa Diniz e Paulo Herkenhoff, fica montada até 14 de julho. O MAR tem também o seu próprio acervo, que, em processo de formação, já guarda cerca de três mil obras, entre as quais estão 1,2 mil aquarelas de Santiago Calatrava e mil livros-de-artistas múltiplos. Reúne ainda cinco mil peças de memorabilia do Rio, documentos históricos, manuscritos sobre a escravidão, fotografias, cartões postais, Arquivos da Arte Brasileira - com cerca de cinco mil páginas ou documentos - e mais de cinco mil livros doados para Biblioteca. Um dos destaques do acervo é o São José de Botas, uma das quatro esculturas de Aleijadinho tombadas individualmente.

Mostra Rio de Imagens.

Exposição O abrigo e o terreno.

Serviço O quê: MAR - Museu de Arte do Rio. Quando: Visitação das 10h às 17h. Aberto aos sábados, domingos e feriados; fechado às segundas-feiras. Quanto: R$ 8, | R$ 4,00 (meia-entrada). O Museu é gratuito às terças-feiras para o público em geral. De quarta a domingo, gratuito para alunos da rede pública de Ensino Médio e Fundamental; crianças com até 5 anos de idade; pessoas com mais de 60 anos; professores da rede pública; membros do ICOM e profissionais de museus; grupos em situação de vulnerabilidade social em visita educativa (mais informações pelo telefone abaixo). Onde: Praça Mauá, 5 – Centro, Rio de Janeiro (RJ). Tel.: 2203-1235.

47

CULTURA | LITERATURA

Uma das mais aclamadas es-

O ex-produtor da rádio BBC e depressivo Julian Treslove e Sam Finkler, filósofo, escritor e celebridade televisiva, são velhos amigos. Sam é judeu; Julian, não. A despeito do relacionamento cheio de altos e baixos e dos estilos de vida muito diferentes, eles jamais perderam o contato um com o outro - nem com o ex-professor Libor Sevcik, um judeu tcheco sempre mais preocupado com o que acontece no mundo do que com os resultados das provas. Um dia, após um jantar, Treslove é assaltado em uma inusitada situação. Depois disso, toda a sua noção de quem e do que ele é sofrerá uma lenta e inelutável mudança. ‘A Questão Finkler’ é uma história contundente de amizade e perda, exclusão e pertencimento, e de sabedoria, humanidade e maturidade. Autor: Howard Jacobson | Editora: Bertrand Brasil | Páginas: 448 | Preço: R$ 49,00

Garota Exemplar

critoras de suspense da atualidade, Gillian Flynn apresenta um relato perturbador sobre um casamento em crise. Na manhã de seu quinto aniversário de casamento, Amy, a linda e inteligente esposa de Nick Dunne, desaparece de sua casa às margens do Rio Mississippi. Aparentemente trata-se de um crime violento, e passagens do diário de Amy revelam uma garota perfeccionista que seria capaz de levar qualquer um ao limite. Pressionado pela polícia e pela opinião pública (e também pelos ferozmente amorosos pais de Amy), Nick desfia uma série interminável de mentiras, meias verdades e comportamentos inapropriados. Sim, ele parece estranhamente evasivo, e sem dúvida amargo, mas seria um assassino? Com 4 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo Garota Exemplar alia humor perspicaz a uma narrativa eletrizante. Autor: Gillian Flynn | Editora: Intrinseca | Páginas: 448 | Preço: R$ 29,90

Uma Curva na Estrada

Nesta obra, Nicholas Sparks escreve com incrível intensidade sobre as difíceis reviravoltas da vida e sua incomparável doçura. Um livro sobre as imperfeições do ser humano, os erros que todos cometemos e a alegria que experimentamos quando nos permitimos amar. No enredo, a vida do subxerife Miles Ryan parecia ter chegado ao fim no dia em que sua esposa, Missy, morreu. Uma noite ela saiu para correr e não voltou. Tinha sido atropelada numa rua perto de casa. As investigações da polícia nada revelaram. Para Miles, esse fato é duplamente doloroso: além de enfrentar o sofrimento de perder a esposa, ele se culpa por não ter descoberto o motorista que a atropelou e fugiu sem prestar socorro. Dois anos depois, ele ainda conhece Sarah Andrews, por quem se apaixona. Mas nenhum dos dois tem ideia de que um segredo os une e os obrigará a tomar uma decisão difícil, que pode mudar suas vidas para sempre. Autor: Nicholas Sparks | Editora: Arqueiro | Páginas: 304 | Preço: R$ 24,00

Selvagens

Ambientalista e filantropo nas horas vagas, Ben comanda um negócio de venda de maconha em Laguna Beach. Ao lado de seu parceiro, o ex-mercenário Chon, ele fatura lucros consideráveis e mantém uma clientela fiel. No passado, quando seu território foi invadido, Chon tratou de eliminar a ameaça. Agora, porém, os dois amigos parecem estar diante de uma força da qual não podem dar conta: o Cartel de Baja, do México, que quer tomar a região, e avisa que não aceitará uma negativa como resposta. Quando os rapazes se recusam a ceder, o cartel reforça a advertência sequestrando Ophelia, companheira e confidente dos dois. O sequestro dela deflagra uma gama alucinante de negociações habilidosas e reviravoltas inacreditáveis que deixarão os leitores ansiosos para descobrir o custo da liberdade e o preço de um grande barato. Uma engenhosa combinação entre o suspense carregado de adrenalina e a reportagem policial, Selvagens é um thriller alucinante, escrito por um mestre do gênero no auge de sua carreira. Autor: Don Winslow | Páginas: 288 | Editora: Intrínseca | Preço:R$ 26,00

48

Fotos: divulgação.

A Questão Finkler

Easy Beauty

* Preço por sessão (exclui tratamentos XpressGold, Packs Promocionais e cosmética).

O CENTRO de ESTÉTICA com maior diversidade de serviços

> Fotodepilação > Cavitação (Lipoaspiração não-invasiva) > Trat. Anti-celulite e Reafirmantes > Radiofrequência (Contra flacidez) > Massagens > Pressoterapia > Trat. de Emagrecimento > Trat. de Rosto > Plataforma Vibratória > Depilação Cera > Loja de Cosmética

JÁ ABRIU

SANTA CATARINA

Av. Pref. Osmar Cunha, 260, loja 01, Centro Florianópolis

FONE: (48) 3206-7775 floripa.centro@stetikxpress.com.br www.stetikxpress.com.br

CULTURA | SHOWS MAGIA CUBANA Após turnês de estrondoso sucesso em todo o mundo, incluindo apresentações nos prestigiados Paris Olympia, London´s Royal Albert Hall, Barcelona´s Liceu e Konzerthaus em Vienna, a Orquestra Buena Vista Social Club volta ao Brasil com quatro de seus integrantes originais e representantes da nova geração, com suas guajiras, mambos, salsas, rumbas, merengues, cha-cha-chás, sóns, danzóns e muitos outros estilos produzidos na rica e diversa cultura de Cuba. À frente do grupo, os veteranos Guajiro Mirabal (trompete), Jesus “Aguaje” Ramos (trombone) e, como participação especialíssima, a cantora Omara Portuondo. Da nova geração, destaque para o vocalista Carlos Calunga e o virtuoso pianista Rolando Luna. No repertório, clássicos definitivos como “Chan chan”, “El cuarto de tula”, “Dos gardenias”, “Veinte años”, “Candela”, “Amor de loca juventud”, “De camino a la vereda”, “Guantanamera” e outras surpresas. Serviço: O quê: Orquestra Buena Vista Social Club. Onde e quando: 05/05 em Porto Alegre, no Teatro Oi; 7/5 em São Paulo, no Teatro Bradesco; 9/5, no Rio de Janeiro, no Vivo Rio; dia 11/4 em Natal, no Teatro Riachuelo. Quanto: De R$ 180,00 a R$ 350,00. À venda no site: www.ingressorapido.com.br

O rei está de volta

Roberto Carlos fará minitemporada no Espaço das Américas (zona oeste de São Paulo) a partir de 30 de abril até 12/5, quando o show homenageará o Dia das Mães. A temporada de shows inédita conta com orquestra e coral para acompanhar sucessos como “Detalhes”, “Como é Grande o Meu Amor Por Você” e “Emoções”, além do lançamento de “Esse Cara Sou Eu”, trilha da novela global “Salve Jorge”. Serviço: O quê: Roberto Carlos. Onde: Espaço das Américas - r. Tagipuru, 795, Barra Funda,

zona oeste, São Paulo (SP). Tel.: 11/3829-4899. Quando: Dias 30/4, 1º/5, 3/5, 4/5, 7/5, 10/5, 11/5 e 12/5. Quanto: R$ 150 a R$ 540 (meia-entrada: R$ 75 a R$ 270). À venda no site www.ticket360.com.br, pelo telefone 20270777 ou na bilheteria do local.

50

Fotos: divulgação.

O Buena Vista Social Club foi um lendário clube de Havana da década de 1940, onde se reuniam músicos como Compay Segundo, Celina & Reutilio, Ibrahim Ferrer, Silvio Rodriguez. Cerca de 40 anos após o fechamento do clube, em 1997, o produtor e guitarrista norte-americano Ry Cooder, em visita a Cuba, reuniu os veteranos músicos da Ilha para a gravação do disco “Buena Vista Social Club”, transformado em filme de Win Wenders.

TALENTO

A Miscelânea CulturaL de Mauro Santa Cecília BY DANI FERRERA / PHOTOGRAPHDIVILGAÇÃO

52

C

ompositor e escritor, Mauro Santa Cecília tem sido um dos parceiros mais frequentes de Frejat (Barão Vermelho) e segue produzindo letras com George Israel, Jota Quest e Wilson Sideral. “Por Você”, canção mais conhecida de Santa Cecília, está no CD Vou à Vila, que ele acaba de lançar. Mas a literatura é sua alma gêmea, e nessa seara acaba de lançar Argos, seu segundo romance. Antes ele havia publicado Cão de Cabelo, sobre o compositor de um mega hit de música brega, e dois livros de poesia. Desta vez, a trama gira em torno da trajetória de um jovem solitário que se envolve num golpe cibernético. A narrativa foi inspirada no romance “O adolescente”, de Dostoiévski. Compositor de tantos sucessos de artistas famosos, por que decidiu gravar um CD autoral cantando? Mauro Santa Cecília: É a realização de um sonho. Quando compus com Frejat e Maurício Barros minha primeira canção, “Por você”, imaginei que um dia poderia gravar um disco autoral. Agora, 15 anos depois, isso foi concretizado. Mas quero deixar claro que não tenho a pretensão de virar cantor. É um disco de letrista interpretando suas próprias músicas. E eu tive a sorte de contar com grandes parceiros nesta empreitada. De Frejat, Maurício Barros e Cia. (Barão Vermelho) a Hyldon, Jards Macalé, George Israel (Kid Abelha), Omar Salomão, Humberto Effe (Picassos Falsos), Sideral e também o futuro: Rafael Frejat, filho do líder do Barão, e Júlio Santa Cecília, meu filho, com quem compus a inédita “Sob os olhos um oceano”. O CD conta com seis regravações, entre elas “Por você” e “Amor pra recomeçar”, minhas músicas mais conhecidas, e cinco inéditas. Não é um risco muito grande se lançar nessa aventura num momento de extrema crise do mercado fonográfico? Sim, sem dúvida. Mas na arte, bem mais do que na vida, é saudável correr riscos... E por outro lado, por conta dos avanços tecnológicos, nunca foi tão fácil gravar um CD sem depender de uma gravadora. Quando a ideia surgiu lá atrás, em 1998, com a minha primeira música gravada, ainda não havia se configurado a crise. O projeto em si começou a tomar forma no final de 2011, quando o baixista do Barão Vermelho, Rodrigo Santos, me disse que eu deveria gravar um disco, que eu era afinado, tinha boas músicas, e que ele queria produzir o trabalho. A minha editora musical, a Warner Chappell, topou o projeto e durante quatro meses foram ao estúdio quase 30 músicos de expressão. Todos do Barão Vermelho, Sergio Serra (ex-Ultraje a Rigor), Cláudio Bedran e Pedro Strasser (Blues Etílicos), Luce (guitarrista que tocou com Cazuza, Cássia Eller e Lobão), Nilo Romero (baixista e produtor do Cazuza), Qinho, um dos mais talentosos artistas da nova geração, Humberto Barros (tecladista de várias bandas do pop rock) e Maurício Negão, entre outros. Foi muito prazeroso reunir essa turma toda, acompanhar a elaboração dos arranjos e participar da montagem das canções. O maior desafio foi tentar cantar de forma simples, colocada, sem tentar qualquer espécie de floreio. O destaque do disco são as composições e os arranjos, os timbres. A voz não podia atrapalhar. Como vê a questão dos direitos autorais numa época em que facilmente se pode encontrar e baixar músicas na internet? Essa é uma questão que atormenta a todos que vivem da música, lembrando que além disso tem a pirataria para enfraquecer ainda mais o mercado fonográfico. E o maior prejudicado é o compositor que não faz shows, como é o meu caso (ou pelo menos por enquanto...). Mas não adianta lutar contra os fatos,

já que o download é uma situação irreversível. O mercado vai ter que encontrar um meio de remunerar dignamente os autores. Vivemos uma transição de um modelo falido para outro que não se sabe qual será. Quero ser otimista e acreditar que isso vai acontecer, só não sei se será para a minha geração. Falando de internet, você usa as ferramentas da rede? (Facebook, Twitter) Estou começando a usar. Apesar de as redes sociais serem utilizadas muito para a afirmação pessoal, no meio de uma infinidade de interesses e do excesso que caracterizam os tempos atuais, acho que principalmente o Facebook pode ser importante para os artistas divulgarem seus trabalhos. Como artista, quem você destacaria no cenário atual da literatura e da música? Na literatura, gosto muito do João Paulo Cuenca, André Sant´Anna e Andréa Del Fuego, que me deu a honra de escrever um texto para meu romance novo. Gosto também dos mais experientes Fausto Fawcett, Antonio Cícero, que lançou recentemente o belíssimo livro de poesia Porventura, e do meu eterno ídolo Chico Buarque, cada vez mais à vontade também na prosa. Na música, destacaria a Céu, Marcelo Camelo em carreira solo, Criolo, Marcelo Jeneci e o Qinho, um jovem cantor e compositor carioca que ainda vai dar muito que falar. Por que decidiu lançar em conjunto CD e livro?  Minha intenção era ter lançado o disco e o livro no ano passado, quando fiz 50 anos, uma data redonda, numa espécie de mapeamento de minha trajetória. Mas o CD levou mais tempo do que o previsto para ser fabricado e o lançamento acabou ficando mesmo para 2013. Por coincidência, todos os meus três livros publicados anteriormente (dois de poesia e um romance) foram lançados em anos ímpares. Então, ainda que por caminhos tortos, esta tradição do que vem dando certo foi mantida. Como costuma ser o seu processo de composição? E para a criação literária? Quais as diferenças e semelhanças? Sobre a inspiração para as letras, o trabalho é ininterrupto. Pode vir de um diálogo entrecortado ouvido na rua, de um filme a que assisti, de alguma situação vivenciada, de uma conversa com amigos. Às vezes ocorre também de ser uma encomenda. Um título sugerido, por exemplo. Já o processo para a criação literária é menos fragmentado. Faço uma preparação específica, leio alguns livros, faço anotações num caderninho. E apesar de ter ouvido musical, a minha praia é a palavra. Esse é o ponto em comum entre o meu trabalho de letrista e o de escritor: o uso da palavra.  E não vai muito além disso. Cada gênero tem a sua especificidade. A letra de música e a poesia até possuem algumas semelhanças, mas a letra e a prosa, por exemplo, estão muito distantes. E isso para mim é enriquecedor. Você se inspirou em alguém para a criação do personagem Argos, que dá nome ao seu livro? A ideia veio a partir do romance O adolescente, de Dostoiévski. Eu estava debruçado sobre os autores russos, li Tolstoi (Guerra e Paz), Turgueniev (Pais e filhos) e uma parte da obra de Dostoiévski, como os clássicos Crime e castigo, Irmãos Karamazov, O idiota e O jogador, quando me caiu nas mãos O adolescente, que é um livro pouco conhecido, pelo menos entre nós. A partir dessa leitura, criei a minha própria história, ambientada no Brasil e com questões contemporâneas, como é o caso do mundo virtual. Daí nasceu Argos.

53

DESEMBARQUE Serra da Mantiqueira | SP

Montanha mágica Complexo da Pedra do Baú.

Mantiqueira em tupi-guarani significa “montanha que chora” ou “serra onde nascem as águas”. É uma das serras mais belas do Brasil, uma região rica em atrativos naturais e diversidades culturais. Localiza-se na divisa dos Estados de Minas Gerais e do Rio de Janeiro e suas cidades têm características europeias. Situado no interior de São Paulo, o circuito é composto por sete municípios: Campos do Jordão, Monteiro Lobato, Pindamonhangaba, Piquete, Santo Antônio do Pinhal, São Bento do Sapucaí e São José dos Campos/São Francisco Xavier. Em Campos do Jordão, o Palácio Boa Vista, residência de inverno do governador, em estilo medieval, tem visita guiada. O Horto Florestal, com sua enorme área verde, é propício para caminhadas. O Centro de Lazer Tarundu e o Aventura no Rancho oferecem atividades como arvorismo, cavalgadas e tirolesa. Vale conhecer ainda o Bosque do Silêncio, o maior circuito de arvorismo da cidade, que também tem paintball. São Bento do Sapucaí abriga a belíssima Pedra do Baú, uma das atrações mais procuradas da região. Outra atração é o Quilombo, bairro que parece um presépio pela disposição de casinhas rudes ao redor da Igreja Nossa Senhora da Conceição Imaculada. O Centro do Folclore, antiga moradia de escravos, reúne a produção de artistas e artesãos.

54

São José dos Campos tem como atrativos o Parque Aquático Thermas do Vale, com cascatas, piscinas aquecidas e com onda, rio com toboágua. O Memorial Aeroespacial Brasileiro traz exposição com as miniaturas dos experimentos de Santos Dumont. Para os amantes do turismo de aventura, o parque São Francisco Xavier oferece trilhas por riachos e bosques. O Portal do Equilibrium é um circuito com duas tirolesas. E o Acqua Ride Rio do Peixe tem descida do rio em botes individuais. Para adquirir lembranças, o Atelier de las Máscaras tem máscaras venezianas com a antiga técnica italiana. Em Pindamonhangaba, o Pico de Itapeva, a 1.950m de altitude, traz belas paisagens e ar puro. As águas límpidas do rio Piracuama é propícia à natação. A cidade também abriga a Reserva Ecológica de Irabijú, uma bela área de proteção ambiental. Outra visita imperdível é o Palacete Visconde da Palmeira, edificação histórica que chama a atenção por possuir mais de 60 janelas em sua fachada, sendo que as superiores são circundadas por uma ampla sacada. Em Piquete, o Pico dos Marins, com seus 2.422 metros é o ponto mais alto inteiramente dentro do Estado de São Paulo. Outra atração é a Cachoeira da Andorinha, com seus 30 metros de altura e duas quedas d’água. Vale ainda conhecer a Fazenda Santa Lidia, uma fazenda da época do café, construída em 1832, com capacidade para hospedar 40 pessoas. Santo Antonio do Pinhal tem como destaque o Jardim dos Pinhais, que reúne oito projetos ornamentais em 1.200m de passarelas. Para os adeptos do turismo de aventura, a cidade oferece arvorismo, rapel e tirolesas. Vale ainda conhecer a Igreja Matriz de Santo Antônio de Pádua, construída em madeira, em 1811. Em 1924 foi iniciada, no mesmo local, a construção do templo atual, em taipa de pilão. Já a Estação Eugênio Lefèvre, inaugurada em 1919, é uma verdadeira relíquia da história ferroviária do país.

Fotos: Miguel Schincariol. / Secretaria de Turismo / Dvulgação.

O

charme deste destino repleto de cenários turísticos deslumbrantes se deve, principalmente, às estâncias climáticas da Serra da Mantiqueira. O encanto da vida nas montanhas atrai os visitantes, em especial, na época em que as temperaturas se mostram bem baixas. A região possui também diversos locais perfeitos para a prática do ecoturismo e do turismo de aventura, sem contar os belos passeios que podem ser realizados pelos trens que avançam pela Mantiqueira, revelando o lado mágico da natureza.

O serelepe (esquilo brasileiro) é visto com frequência por toda a Mantiqueira.

A Estação Abernéssia é a parada final do chamado trem turístico urbano que parte da Estação Emílio Ribas, em Campos do Jordão.

55

Foto Miguel Schincariol.

O Pinheiro (Araucária) é uma árvore tão presente na paisagem, que se transformou num dos principais símbolos da Mantiqueira. Seu fruto, o pinhão, é muito utilizado nas receitas da região.

O Palácio Boa Vista, em Campos do Jordão, abriga um valioso acervo de quadros de artistas modernistas, com obras de Tarsila do Amaral, Alfredo Volpi, Candido Portinari, entre outros.

Artesanato de Seu Ditinho Joana, em São Bento do Sapucaí. Ele era um trabalhador da roça quando em 1974 encontrou uma raiz com o formato de um animal não muito bem definido. Aquela raiz despertou sua curiosidade, atiçando seu lado de escultor. Hoje seu trabalho é reconhecido internacionalmente.

56

Fotos: Miguel Schincariol. / Secretaria de Turismo / Dvulgação.

Ao lado, Igreja Matriz situada na Praça Cônego Bento de Almeida, em São Bento do Sapucaí. Em seu interior é possível admirar o seu rico acervo de pinturas, afrescos e telas sacras do século XIX.

ATRAÇÕES IMPERDÍVEIS: Festival de Inverno: O maior festival de

música erudita da América latina, realizado no mês de julho, em Campos do Jordão. Complexo Pedra do Baú: Situado em São

Bento do Sapucaí, atrai os amantes da natureza que se aventuram a subir a Pedra do Baú, que impressiona com seus 1950m de altitude e paredes de até 400m. O Bauzinho possui 1760m e a Ana Chata conta com 1670m. O complexo é um dos principais pontos de escalada esportiva do Brasil. O uso de equipamentos de segurança (cadeirinha, cordas e mosquetões) é fundamental. Estação Emílio Ribas: Recentemente restaurada, a estação de Campos do Jordão é ponto de partida para os passeios turísticos de trem e de bondinho. Uma das atrações é a parada no Alto do Lageado, o ponto ferroviário mais alto do Brasil, com 1743m de altitude. Ao lado da Estação há uma grande área de lazer, com playground, lojas de malhas e artesanatos, além do teleférico, que leva o visitante até o mirante do Morro do Elefante.

Mais informações: Turismo em São Paulo:

www.turismoemsaopaulo.com Secretaria de turismo:

www.turismo.sp.gov.br

Enriqueça sua viagem: * Sítio do Picapau Amarelo:

A Chácara do Visconde, situada em Taubaté, foi propriedade do escritor Monteiro Lobato (1882-1948) e o inspirou a escrever a maior parte de sua obra. A casa-sede, construída em 1880, dispõe de dezoito cômodos e está cercada por um cenário de muitos recursos naturais, como uma cachoeira e um pomar que abriga dezenas de espécies de pássaros. Vale também visitar a Cachoeira da Mata do Faria, com trilhas pela mata nativa e várias cachoeiras com piscinas naturais.

O visitante tem acesso ao Morro do Elefante, em Campos do Jordão, seguindo as placas ou pela forma mais divertida, que é através do teleférico que parte da Estação Emílio Ribas.

57

DESEMBARQUE São Luís | MA

Cidade dos azulejos

A

riqueza do acervo arquitetônico, as belezas naturais, a variedade de pratos típicos e a efervescência cultural fazem do Maranhão o lugar ideal para quem busca diversão. São Luís, capital do Estado, traz uma diversidade cultural rica em tradições populares, que se manifestam em suas danças, artes e sua gastronomia.

Casarões no centro histórico de São Luís.

A cidade é a única capital do País fundada pelos franceses, em 1612, e também viveu sob o comando dos holandeses, de 1641 a 1644, e dos portugueses, durante os séculos XVIII e XIV. Estes últimos tiveram grande influência no histórico urbano da cidade, que ficou conhecida como “Cidade dos Azulejos” por causa dos ladrilhos usados nas fachadas dos prédios. Chamada Ilha do Amor, Atenas Maranhense ou Capital do Reggae, São Luís tem pouco mais de um milhão de habitantes. O conjunto arquitetônico da capital, no Centro Histórico, conta com cerca de cinco mil imóveis datados dos séculos XVII e XIX, que remetem qualquer pessoa a um passado de muita riqueza, no qual barões e prósperos comerciantes acumularam fortunas. Na Avenida Pedro II estão algumas das construções mais importantes. O acervo foi tombado em 1997 como Patrimônio da Humanidade pela Unesco. São Luís é banhada pelas águas da baía de São Marcos e do Oceano Atlântico e aquecida pelo sol o ano inteiro, privilégio de uma cidade localizada dois graus ao sul da linha do Equador. A ilha é rodeada de belas e incomparáveis praias, com a presença de morros e falésias. A Praia de Ponta D’Areia é a mais badalada, com bares, restaurantes e intensa vida noturna, enquanto as praias do Calhau e do Olho D’água são ideais para a prática de esportes. Com dunas, areia fina e mar tépido, são praias com excelente infra-estrutura receptiva. O agito acontece de dia e de noite por lá. Já a Praia de Araçagi, distante 19 km do centro, é ideal para quem quer menos agito, mas não abre mão de uma boa estrutura. Vale também conhecer a Lagoa da Jansen, lagoa mais famosa da cidade, destaca-se pela infra-estrutura adaptada à prática de esportes. Além das praias de São Luís e seu acervo histórico, o roteiro também contempla passeios a São José de Ribamar e à maior colônia de pescadores do Estado, situada no município de Raposa. Já do outro lado da baía de São Marcos está Alcântara, que tem importante acervo arquitetônico.

58

O interior do Palácio dos Leões guarda mais de mil obras de arte.

Localizada no Centro Histórico de São Luís, a Rua Portugal tem sobrados históricos com fachadas adornadas por azulejos portugueses.

ATRAÇÕES IMPERDÍVEIS: Música: São Luís é a “capital brasileira do reggae” e, se estiver por lá em junho, não perca a bela festa do Bumba-meu-boi. Gastronomia: As cozinhas indígena, afri-

cana, portuguesa, francesa e holandesa se mesclam, tudo com o sabor marcante do dendê e do leite de coco. Destaque para o tradicional arroz de cuxá (com vinagreira – uma espécie de erva, farinha, quiabo e camarão seco), a caldeirada, os mariscos, a torta de caranguejo. Lençóis Maranhenses: Os 155 mil hecta-

Fotos: Setur / Dvulgação.

res do litoral do Maranhão que recebem o nome de lençóis maranhenses são talvez um dos cenários mais fantásticos do mundo.

Dunas a perder de vista com lagoas de água esmeralda compõem a paisagem inigualável dos Lençóis Maranhenses.

Vista aérea de São Luís, única capital brasileira fundada pelos franceses.

59

ENRIQUEÇA SUA VIAGEM: Artesanato: Azulejos pintados que podem ser vistos nas fachadas seculares de São Luís tornaram-se o suvenir símbolo da cidade. Isso sem esquecer o trabalho encantador das rendeiras de bilro. O artesanato maranhense é muito colorido e deve ser conferido nas peças em materiais como fibras vegetais, sementes, cerâmica e madeira.

O Espigão Costeiro da Ponta D'areia se transformou no novo ponto turístico de São Luís.

A obra-prima romanesca do escritor maranhense Josué Montello (São Luís, 1917 — Rio de Janeiro, 2006). É a crônica de uma época, onde também avultam os sobradões de azulejos, os portais de pedra, os mirantes, os balcões sobre a calçada de cantaria, as sacadas de ferro, o velho casario, as ruas, as praças, os becos da cidade.

Fotos: Setur / Dvulgação.

Os tambores de São Luís:

Fachada do Palácio dos Leões, sede do governo. Mais informações: São Luís Convention & Visitors Bureau - Tel.:

(98) 3221-0771. www.saoluisconvention.com.br Secretaria de Turismo - Tel.: (98) 3212 6214.

www.saoluis.ma.gov.br

60

MAIS ESTAÇÃO

Família Schurmann em busca de aventuras

Os Schurmann esperam comprovar a teoria de que os navegantes chineses foram os primeiros a dar a volta no planeta. A tese se baseia na Teoria 1421, do autor inglês Gavin Menzies, que defende que uma expedição chinesa comandada pelo almirante Zheng He, a mando do imperador Zhu Di, da Dinastia Ming, teria sido a primeira a circunavegar o globo e, entre outras façanhas, chegar ao continente americano no ano de 1421 – 71 anos antes de Colombo. Em busca da verdade por trás desta teoria, a Família Schurmann se prepara para sua terceira expedição ao redor do mundo, refazendo os caminhos que teriam trazido os chineses à América em 1421 e procurando respostas que podem estar escondidas no Oriente há quase 600 anos. A rota da expedição sai da América do Sul para o continente Antártico - onde a família navega pela primeira vez - e segue

62

para o Oceano Pacífico, passando pela Polinésia, Nova Zelândia e Austrália. Na sequência, os Schurmann sobem para Papua-Nova Guiné, passam pelo Japão - também pela primeira vez - China, Vietnã, Indonésia e África do Sul, de onde retornam ao Brasil. O plano de viagem da família prevê a chegada do veleiro (que recebeu o nome de “Kat”, a filha caçula do casal) de volta a Itajaí em 29 de novembro de 2015. O novo projeto teve cinco anos de planejamento. Na “Expedição Oriente”, o filho Wilhelm estará a bordo durante toda a viagem. Pierre e David irão embarcar em alguns trechos do percurso. Já o neto de Vilfredo e Heloísa, Emmanuel, irá acompanhar os avós durante todo o trajeto. Nesta expedição, o veleiro é equipado com um sistema elétrico digital, que pode ser manuseado remotamente por dispositivos móveis como um iPad. Segundo David Schurmann, líder da tripulação de terra, tudo na embarcação poderá ser controlado na ponta dos dedos, como acender ou apagar a luz. Outra novidade do veleiro é o acesso à internet via satélite com velocidade de 492 Kbps. “Na última expedição, em 1997, tínhamos acesso à rede com velocidade de 9.6 Kbps. Com esse novo sistema de banda larga, conseguimos fazer streaming de vídeos e enviar imagens em alta definição”, explica David. No site da Expedição Oriente, também será lançado um game on-line poucos dias antes do início da viagem.

Fotos: Dvulgação.

Q

uase 30 depois da primeira expedição ao redor do mundo, a Família Schurmann volta a anunciar mais uma aventura, a Expedição Oriente. Em sua terceira viagem de circunavegação, a família parte no dia 24 de novembro de Itajaí (SC). Nesta expedição o casal Vilfredo e Heloísa, e seus filhos, irão seguir, em um veleiro que ainda está sendo construído no Brasil, uma rota que os chineses teriam percorrido ao redor do mundo no século 15.

Segundo teoria, chineses teriam chegado ao continente americano no ano de 1421.

Família prepara-se para partir no dia 24 de novembro deste ano.

Família viajará em um novo veleiro, ainda em construção.

Fotos: Dvulgação.

TRAJETÓRIA DE AVENTURAS Em 1984, Vilfredo e Heloísa abandonaram casa, carro, trabalho, escola e o conforto da vida em terra firme. E partiram de Florianópolis (SC) com os filhos Wilhelm, David e Pierre, à época com 7, 10 e 15 anos de idade, com o objetivo de realizar um sonho: dar a volta ao mundo a bordo de um veleiro. Em sua primeira grande aventura, os Schürmann passaram dez anos no mar. Eles navegaram pelo mundo e conheceram povos e culturas exóticas. Os filhos cresceram a bordo. E a família teve o privilégio de compartilhar cada momento dessa grande aventura que é viver.

Evento de lançamento da Expedição Oriente.

Em 1997, a Família Schürmann partiu para sua segunda grande aventura. O objetivo: refazer a rota da esquadra de Fernão de Magalhães, o primeiro navegador a completar uma circunavegação do planeta. Desta vez, com uma nova tripulante: a filha Kat, então com apenas cinco anos de idade. Mais informações:

Expedição Oriente: www.expedicaooriente.com.br

63

GASTRONOMIA

A excelente cozinha internacional do Arola Vintetres Receitas foram preparadas por Sergi Arola e Fernando Coradazzi. Por Mônica Corrêa

O

restaurante espanhol Arola Vintetres, do multipreamiado chef Sergi Arola e localizado no 23º andar do Tivoli São Paulo-Mofarrej, apresenta seu novo cardápio, com receitas preparadas em conjunto por Sergi e o Chef Fernando Coradazzi, responsável pela cozinha do Arola Vintetres.

Gazpacho sólido

As tapas gourmet, especialidade do restaurante, ganharam novos sabores, como as tapas frias de Gaspacho andaluz com guarnições (R$ 26) e Ajoblanco com frutas confitadas e emulsão de manjericão (R$ 28). As novidades quentes são a Berinjela defumada às chamas de carvão com pinholes e balsâmico (R$ 28) e Canelones a la Barcelonina com emulsão de trufas (R$ 39). Entre os pratos principais, estão Filé de Ibérico confitado com abacaxi, endívias Quenelle de batata e panceta (R$ 78) e Suprema de robalo com nabo (R$ 70). O novo cardápio do Arola Vintetres conta ainda com pratos servidos no restaurante Gastro, de Madrid, como Arroz primavera cremoso com legumes orgânicos e cogumelos (R$ 48) e Filé de Wagyu assado e marinado servido com legumes e flores (R$ 140). Para finalizar, Maçãs sous vide (R$ 24) e Piña colada (R$ 24) completam as novidades. O italiano Fernando Coradazzi está à frente da cozinha do Arola Vintetres desde agosto de 2012 e foi escolhido por Sergi para comandar os fogões de seu único restaurante na América Latina. Serviço:

Arola Vintetres Horário de funcionamento: Segunda a quinta-

feira, das 19h às 24h; sexta-feira e sábado, 19h à 1h. Formas de pagamento: Todos os cartões de crédito. Cheques não serão aceitos. Endereço: Tivoli São Paulo - Mofarrej. Alameda Santos, 1437 - 23° andar - Jardins, São Paulo (SP). Tel.: +55 11 3146 5923 Email: arolavintetres@tivolihotels.com http://www.arolavintetres.com

64

Restaurante Arola Vintetres.

Adega Tivoli.

VINHOS

De Castelnau: glamour e tradição agora no Brasil

Por Mônica Corrêa

O

champagne predileto da realeza francesa. É assim que é conhecido no mundo o De Castelnau, que agora chega ao Brasil para concorrer com os principais rótulos internacionais. A Itanav Foods & Beverages, importadora e distribuidora, pretende colocar com exclusividade o champagne à venda já no mês de junho, nos principais empórios e supermercados brasileiros.

Fotos: divulgação.

O De Castelnau surgiu durante a Primeira Guerra Mundial, em homenagem ao General Eduard de Curières de Castelnau. Muito popular durante grande parte do século XX, especialmente na década de 1930, o champagne De Castelnau foi o convidado de honra à mesa das famílias reais e círculos do exército francês em todo o mundo. A Maison De Castelnau fica em Reims, com 900 hectares de vinhas, situadas, segundo especialistas, em um dos melhores terroirs do mundo. Um dos diferenciais da Maison De Castelnau são as cavas subterrâneas instaladas em três diferentes níveis, onde os champagnes amadurecem até alcançarem a plenitude máxima. A Itanav Foods & Beverages vai apresentar o champagne durante a ExpoVinis 2013, o 17° Salão Internacional do vinho, que ocorre nos dias 24, 25 e 26 de abril, em São Paulo. A importadora trará para o Brasil desde o Champagne Brut, até o top Blanc de Blancs 1999.

Conheça os rótulos De Castelnau Brut - Paladar fresco, suave, com sabores de pêssego, damasco, um final delicadamente aromático de eucalipto e tabaco. Corte: 82% Pinot Noir e 18% Pinot Meunier. Brut Réserve - O paladar é um leve toque de amêndoas de cacau. Corte: 44% Char-

donnay, 19% Pinot Noir e 37% Pinot Meunier. Este vinho contém 16% de vinho de reserva que dá maturidade e complexidade. Brut Rosé - O paladar é macio, com toque de frutas e nota delicada de cerejas. Este

vinho tem todas as atrações de um Champagne Blanc, embelezada sutileza chave que faz o encanto e o contrário de um Rosé Champagne. Corte: 35% Chardonnay, 14% Pinot Noir, 51% Pinot Meunier e 10% Pinot. Brut Millésime 2000 - O paladar da safra de 2000 é excepcional e expressa o mel final e citros cristalizados. Corte: 50% Chardonnay elevado potencial de envelhecimento de solos de giz cheio, 21% Pinot Preto e 29% Pinot Meunier. Blanc de Blancs 1999 - Possui uma coloração ouro pálido, com um toque delicado de

manjar e amêndoa. De Castelnau Blanc de Blancs é 100% Chardonnay.

65

VELOCIDADE Toyota GT86

Conversível e convincente

A

Toyota revelou recentemente a versão conversível do esportivo GT86, batizado de Open Concept. O veículo foi a grande atração da Toyota no Salão de Genebra, em março. O GT-86 Open tem capota de tecido acionada eletronicamente, que fica escondida atrás dos bancos traseiros. O interior é idêntico ao do cupê, diferenciando-se apenas pelo contraste das cores branco e azul marinho do revestimento com o carpete amarelo. Além disso, o sistema de informação e entretenimento foi substituído por um simples rádio. O cupê 2+2 deve manter a mesma motorização da configuração normal. A versão “convencional” tem tração traseira, motor 2.0 boxer de quatro cilindros e transmissão manual de seis velocidades – com opcional pelo câmbio automático de seis relações com troca manual no volante. O conjunto mecânico, com 200 cv de potência, é capaz de levar o carro a 250 km/h e cumprir o zero a 100 km/h em elogiáveis 7 segundos. Este desempenho se deve à ótima relação peso/ potência.

O carro foi feito a parceria com a Subaru – originando o BRZ. Nos Estados Unidos, o GT86/BRZ é oferecido pela Scion com o nome FR-S. A marca pertence à Toyota e tem como público-alvo os jovens norte-americanos. O modelo fechado já foi mostrado no Brasil no ano passado, mas ainda não tem previsão de chegar por aqui.

66

BEBIDAS WHISKY GLENFIDDICH 18 ANOS

Produzido em pequenos lotes numerados individualmente, o whisky Glenfiddich 18 Anos combina um toque de doçura da madeira Oloroso espanhola e um toque de Oakiness dos tradicionais barris americanos. Depois de ter uma maturação em tonéis de madeira por pelo menos três meses, seus ricos sabores suaves se juntam à criação de um excepcionalmente suave e extremamente profundo uísque escocês single malt com toques de maçã cozida, especiarias e carvalho robusto. Cada lote é único e de uma qualidade extraordinária. Preço: R$ 380,00

HENDRICK’S GIN Super Premium

HENDRICK’S é produzido na Escócia pela destilaria William Grant & Sons, que é famosa pelos whiskies que produz há 120 anos. Apenas HENDRICK’S é feito com infusões de pepinos da Holanda e pétalas de rosa Damascena da Bulgária, resultando um excelente gin, refrescante e com um agradável aroma floral. Distribuído pela Bacardi Martini do Brasil. Preço: R$ 180,00 - 750 ml

Produzido apenas em anos excepcionais, Torre é um vinho especial, destacado e reconhecido recentemente por Squires, provador de Robert Parker, ganhando 95 pontos e considerado por ele “outstanding”. Torre 2007 é apenas a segunda colheita deste vinho premium da Herdade do Esporão e foi produzido por David Baverstock, eleito pela 2ª vez o “Enólogo do Ano” pela Essência do Vinho. Sua qualidade e excelência resultam de sua produção limitada – somente três mil litros - e de vinhas com uma média de 20 anos, uma combinação de castas tradicionais alentejanas, como Aragonez e Alicante Bouschet e ainda Touriga Nacional e Syrah. Esse vinho estagiou 18 meses em barricas de carvalho francês e mais três anos em garrafa. No Brasil, o vinho Torre 2007 é importado com exclusividade pela Qualimpor. Preço: R$ 840,00

WHISKY THE BALVENIE DOUBLEWOOD 12 ANOS

O whisky The Balvenie DoubleWood 12 anos, produzido pelo grupo William Grant & Sons, chega ao Brasil para surpreender com o mais tradicional, complexo e fascinante Whisky Single Malte do mundo. Elaborado artesanalmente na Escócia, bem no coração da região de Speyside, mais precisamente na cidade de Dufftown. O The Balvenie 12 anos atende aos requisitos dos verdadeiros apreciadores de whisky. Preço: R$ 210,00 SAC: (11) 2833-3333/ (11) 2833-3200

68

Fotos: divulgação.

VINHO PREMIUM TORRE 2007

VEUVE CLICQUOT PONSARDINE

A Veuve Clicquot lança uma criativa e ousada inovação para acompanhar seu champagne: a Veuve Clicquot Ponsardine. Com o tema inspirado no brasão da família da madame Clicquot, o estojo faz referência ao formato icônico de latas de sardinha. Um modo prático, moderno e divertido de manter sua garrafa de Veuve Cliccquot Brut Yellow Label gelada com todo estilo e descontração que este champagne merece. Um produto que fala por si, com uma atitude irreverente. Um objeto de desejo que desafia tanto o encantamento quanto a função, um companheiro de viagem e um acessório de design que transita entre vintage e avant-garde, para ser desfrutado durante os passeios de verão e nas festas de final de ano, oferecendo um delicioso deleite de degustar um Veuve Clicquot. Preço sugerido: R$ 255,00 (Ponsardine + Veuve Clicquot Brut 750 ml).

FREIXENET LANÇA SEU PRESTIGIADO CAVA FREIXENET RESERVA REAL

Fotos: divulgação.

A Freixenet, maior produtora de cavas do mundo, lança, em parceria com a importadora Qualimpor, seu cava de maior prestigio: Freixenet Reserva Real. Elaborado na região Penedés (Catalunha), esse cava passou por um processo de produção diferenciado, conferindo-lhe características únicas. Freixenet Reserva Real é importado exclusivamente pela Qualimpor e pode ser encontrado em lojas especializadas, supermercados e restaurantes. Preço : R$ 155,00.

VINHOS TONINO LAMBORGHINI SÃO LANÇADOS NO BRASIL

O Grupo Tonino Lamborghini lança no Brasil as linhas exclusivas de vinhos e espumantes Palazzo Del Vignola e Sangue di Miura, sinônimos de qualidade e luxo em todo o mundo. Os vinhos fazem parte do Lounge Tonino Lamborghini, projeto da tradicional família italiana dedicado ao mercado internacional de luxo de bebidas. As linhas representam o melhor do conceito “made in Italy” de vinhos exclusivos.

69

ESTAÇÃO DE PARTIDA

JULIANA PAMPLONA Jornalista, apaixonada por viagens de todos os tipos, curtas ou longas, à cidade vizinha ou ao outro lado do mundo. Carrega na bagagem um passaporte carimbado em diversos países, experiências e descobertas, que divide aqui com vocês, leitores. estacaodepartida@gmail.com

Passei o feriado da Páscoa em terras mineiras e gostaria muito de dividir com vocês as delícias e os “achados” desta estado que me encanta muito, uai! Com poucos dias para aproveitar, você tem que priorizar os destinos. Como eu já conhecia Ouro Preto e Mariana, escolhi Tiradentes e São João Del Rei, e no caminho passei em Inhotim. Um passeio sensacional que você confere nesta edição da Estação de Partida!

Imagine um lugar que possui um Jardim Botânico com espécies de vegetais raras e lindas, um grande conjunto de obras de arte expostas a céu aberto e também em galerias, que fica disposto em harmonia com uma reserva de mata preservada. Esse lugar é Inhotim, na cidade de Brumadinho. Além de proporcionar uma sensação de paz e curiosidade aos seus visitantes, dá um orgulho sem igual de ver um projeto impecável genuinamente brasileiro. Adriana Varejão, Helio Oiticica, Chris Burden e Matthew Barney são apenas alguns dos artistas que compõem o acervo artístico do local, que abriga mais de 500 obras. Reserve um dia inteiro para conhecer tudo e caminhe sem pressa por cada cantinho desse projeto especial. Serviço:

Inhotim fica aberto à visitação pública às terças, quartas, quintas e sextas-feiras, das 9h30 às 16h30 (última entrada às 16h00), e aos sábados, domingos e feriados, das 9h30 às 17h30 (última entrada às 17h00). A entrada é gratuita às terças-feiras, com exceção de feriados. O valor da entrada é R$20,00 às quartas e quintas-feiras. E às sextas-feiras, sábados, domingos e feriados o valor cobrado é R$28,00. Crianças até 5 anos não pagam. Dentro do projeto há várias lanchonetes e restaurantes. Interessante é passar o dia inteiro para conseguir ver com calma todas as atrações dos percursos.

70

Fotos: divulgação.

INESQUECÍVEL

TIRADENTES Cidade charmosinha, com ruas de pedra, ladeiras mais amenas que as de Ouro Preto, igrejinhas singelas e uma gastronomia sensacional. Tiradentes tem uma utilidade pública: serve para descansar, descansar e descansar. Andar a pé ou de charrete, apreciar cada janela dos casarios centenários, sentar no banco da praça e ver a vida passar. No período de Páscoa foi muito interessante ver a confecção artesanal dos tapetes nas ruelinhas de pedra, a procissão diária ocupar a cidade e os fiéis entrando nas igrejinhas banhadas a ouro e história para acompanhar a missa. Fui embora com uma certeza: eu voltarei!

AUTÊNTICAS Se você circular a praça principal de Tiradentes subindo as ladeiras rumo à Praça da Matriz, verá muitas lojinhas bacanas e delicadas de artesanato local, tecidos e todo o tipo de produto mineiro. Quem quiser comprar produções mais autênticas e personalizadas pode pegar o carro e passear pelo vilarejo vizinho, chamado de Bichinho. Lá tem o projeto da Oficina de Agosto, em que um grupo de artesãos trabalha conjuntamente na construção de objetos de arte para decoração projetados por Antônio Carlos Bech, o Toti. Os inusitados objetos são construídos com materiais recicláveis e possuem identidade própria. Vale cada centavo. É pura arte sustentável!

DIVINAS GERAIS

Fotos: divulgação.

TRAGALUZ (!)

Outra loja que me chamou a atenção foi a Divinas Gerais, na entrada do município de Tiradentes. A madeira é a matéria-prima utilizada para produzir diferentes móveis e peças decorativas. A invejada tábua de madeira do programa de tv do chef Olivier Anquier vem de lá!

Se for escolher um restaurante aconchegante para apreciar a gastronomia local , não tenha dúvidas, escolha o Tragaluz! Após a Igreja do Rosário, em uma casa tombada pelo Patrimônio Histórico e Cultural, o ambiente foi todo pensado para que as pessoas relaxem na beleza do ambiente. Os pratos e o atendimento são impecáveis e muita gente famosa passou pelo local! O cardápio é um capítulo à parte e merece ser lido de "cabo a rabo". Com a conta, pendurado no cartão de visitas, vem um mimo para os clientes: uma delicada pomba do Espírito Santo em prata.

A vida é o que fazemos dela. As viagens são os viajantes. O que vemos não é o que vemos, senão o que somos. 3

Fernando Pessoa

71

MODA

DOLCE arte&realeza Por Ana Marta M. Flores | Fotos: divulgação

O

inverno 2014 apresentado pela italiana Dolce&Gabbana veio mais uma vez repleto de referências garbosas e ricas em detalhes. A coleção assinada por Domenico Dolce e Stefano Gabbana na última semana de moda de Milão é um passeio pela Catedral de Monreale e pela história siciliana, fortemente ligada à iconografia católica e real. Os mosaicos bizantinos que cobrem paredes e teto da catedral foram o ponto de partida da marca em vestidos, sapatos e bolsas, com uma riqueza infinita de detalhes. A modelagem lembra muito a moda da década de 1940, com a profusão de rendas e volumes controlados em pontos estratégicos.

72

O desfile se dividiu em mais dois momentos: gótico e real. O momento gótico trouxe a cartela mais escura de tons com muito cinza, e looks com o duo preto e branco. Os maxi brincos e colares de cruz marcavam a referência religiosa, com ousadia profana nos comprimentos e ajustes. O momento final do desfile veio em vermelho profundo e dourado intenso: as cores da realeza. As modelos coroadas denunciavam ainda mais a intenção nobre da dupla de estilistas: coroar as rainhas da contemporaneidade. Sapatos de salto ornamental passeavam pelas referências artísticas bizantinas em plataformas detalhadamente trabalhadas. Muitos vestidos e hotpants bordados e em transparências sob medida ganharam status de desejo instantâneo na passarela. A força da marca certamente vai influenciar muito as próximas coleções e tendências de inverno. Tome nota! 73

EU VEJO PRETO EM VOCÊ O talentoso Rica Benozzati, stylist e apresentador do canal Glitz, foi o nosso enviado especial ao principal evento de moda da América Latina, a São Paulo Fashion Week, e aqui revela as principais tendências para o verão 2014.

Alexandre Herchcovitch

Rodrigo Rosner

74

Fotos: divulgação.

SEMANA DE MODA

O

próximo verão terá cores, texturas, formas e estilos para todos os gostos. Especialmente o seu. Tem para todo mundo e para todos os tipos de pessoas. A Cavalera, por exemplo, emocionou no primeiro dia, com a ginga de uma grande festa soul na passarela: mostrou a nossa brasilidade com outra proposta, outro movimento. Não somente o tão carimbado samba. Foi bonito e animador. Verão sempre é a estação das cores e estampas, principalmente nos desfiles de moda praia. Mas, o que chamou muito a atenção foi o preto presente em todas as coleções. Adriana Degreas, com sua moda praia tipo resort de luxo, propôs roupas de praia em preto e nude, o que eu acho bem chique.

Adriana Degreas

Na Europa, o uso do preto no verão é um clássico: quem não se lembra da imagem de Giorgio Armani de camisa de linho preta todo bronzeado? Juliana Jabour também apresentou um look combinação de calça mais vestido peplum todo preto que foi um arraso, e Alexandre Herchcovitch desfilou um vestido de renda desconstruído de deixar qualquer romântica de queixo caído.

Pois é meus amores, eu acho que criadores querem ver suas clientes com menos estampas florais e com muito preto neste verão. E quando uma tendência se consolida em grande parte dos desfiles não tem como fugir. Portanto, quem sabe você Alexandre Herchcovitch não consegue reativar aquele seu pretinho básico? U m atenque coamor que rolado, mas a Teve preto

Lino Villaventura

Para a João Pim i -

outro desfile que chamou muito a ção foi o do estilista Rodrigo Rosner, locou na passarela as aflições de um não deu certo. O amor pode não ter coleção de vestidos ficou impecável. também, olha aí de novo! moda masculina, graças a Deus que temos menta, que sugere como poderá ser o consudor masculino daqui a alguns anos. Eu teria toda a coleção e você certamente conseguirá encontrar uma boa alfaiataria para seu namorado, noivo, marido. Depende de você.

Fotos: divulgação.

Para celebrar o final da temporada, nos deliciamos com o desfile de Lino Vilaventura, que fez uma pesquisa em seu próprio acervo e mostrou o melhor de si, comprovando que a silhueta peplum vai dominar geral.

Juliana Jabour

Rodrigo Rosner

João Pimenta

75

EDITORIAL DE MODA

A temporada 2013 de tendências vem recheada de detalhes que lembram a arte barroca e o rococó na moda. Os detalhes com muito dourado dão vez às estampas digitais sinuosas e carta branca para o styling moderno na combinação com outras texturas e materiais. Da seda ao couro, da renda ao tweed, tudo é permitido! 76

Jaqueta Liziane Richter e saia Cori na Loja Tida, leque acervo, brinco colar e anĂŠis Clutch.

Ao lado: brinco e colar Clutch, leque acervo.

77

Camisa Pat Bo e saia Mara Mac na Loja Tida, crinco, colar e pulseiras Clutch.

78

Vestido Coven e luva Saad na loja Calcanhar de Aquiles, chapĂŠu e estola acervo, brinco Clutch.

79

Camisa Pat Bo e saia Mara Mac na Loja Tida, crinco, colar e pulseiras Clutch.

80

Camisa Tigresse na Loja Tida, rede usada como saia e cinto acervo, colar e anel Clutch.

FICHA TÉCNICA: MAKE UP: CLAUDIA CERRI PRODUÇÃO: MARCELA BALDISSERA MODELO: FRANCIELY AMARAL (FORD-SC) ASSISTENTE DE PRODUÇÃO: ANDREY BATISTA FOTO: DANIEL STANISLAUSKAS MANIPULAÇÃO: STUDIO 021

81

ANIVERSÁRIO

Turma da Mônica completa 50 anos

C

inquenta anos após sua criação, a dentuça mais querida dos quadrinhos continua a fazer sucesso entre crianças e adultos. Para celebrar a data, publicações especiais, exposições, espetáculos e novos produtos como versões “retrô” de bonecos da Mônica e do seu coelhinho, Sansão, saem em 2013. A personagem surgiu em 3 de março de 1963, em uma tira do Cebolinha, antes de se tornar a figura principal da série de quadrinhos. Mônica, filha de Mauricio de Sousa, inspirou a personagem e hoje trabalha com seu pai na Mauricio de Sousa Produções. “Quando entrei na escola, meu pai chegava e pediam para desenhar, principalmente a Mônica, e eu percebi a importância da personagem. Na pré-adolescência eu não gostava de ser a Mônica. Eu queria ser bonitinha, mas era baixinha, gordinha, dentuça. Depois eu assumi a personagem e amo ter sido a inspiradora dela.”

Primeira tira com a Mônica - 1963.

Em relação aos gibis, as comemorações trazem duas novidades. No início do mês de março, chegou às bancas a revista mensal Mônica nº 75, com formato especial, capa comemorativa metalizada e maior número de páginas. A publicação conta com a história inédita 7 coisas para fazer antes dos 7, na qual Cebolinha ajuda Mônica a realizar sete coisas antes de ela completar sete anos. Além da trama citada, a publicação ainda conta com a história número um da personagem. A segunda novidade no mundo dos gibis

82

Mônica e Mauricio.

é a coleção Todas as capas da Mônica, que será publicada em dois volumes. A publicação relembrará todas as capas da revista mensal da dentuça desde a primeira, em 1970. Um espetáculo teatral de 1978, “Mônica e Cebolinha no mundo de Romeu e Julieta”, será remontado e lançado em abril no Teatro Geo, em São Paulo. As roupas da peça são assinadas pelo estilista Fause Haten. Também serão comemorados os 50 anos do Sansão, coelho de pelúcia da personagem Mônica. Artistas foram convidados para recriar a imagem de Sansão, com imagens em exposição no Memorial da América Latina, em São Paulo. A exposição já está aberta e fica em cartaz até o final de abril. Será lançado um Sansão de pelúcia amarelo – cor original do coelhinho nos primeiros quadrinhos coloridos. Uma grande exposição interativa, com originais das histórias, que vai contar toda a história da personagem, também será realizada até o fim do ano, em um grande museu de São Paulo, segundo a empresa, que ainda não revelou as datas e o local.

EXPOSIÇÃO HOMENAGEIA COELHINHO DA MÔNICA Em homenagem aos 50 anos da “Turma da Mônica”, de Maurício de Souza, o Memorial da América Latina preparou a exposição “Sansão também faz 50 anos”, falando sobre o coelho de pelúcia da história em quadrinhos. A exibição possui ilustrações e vídeos da personagem. A mostra traz desenhos de mais de 50 cartunistas brasileiros, ilustrando o coelho. Os fãs da história em quadrinhos poderão conhecer em imagens e vídeos a concepção gráfica da criação, desenvolvimento e a linha do tempo de Sansão. A exposição também leva ao Terminal de Metrô da Barra Funda bonecos gigantes, de até 4 metros de altura, criados especialmente para a ocasião.

Selos postais da Mônica serão lançados em parceria com os Correios, além de outros produtos especiais, como a boneca “retrô” inspirada nos primeiros desenhos, e aplicativos para redes sociais. Na TV, foi realizado o “Mês da Mônica” no canal Cartoon Network, em março, com programa especial e pílulas de conteúdo comemorativo. Também será lançado o desenho Turma da Mônica Toy, com personagens repaginados e sem diálogos.

Serviço: O quê: Sansão também faz 50 anos Quando: De terça a domingo, das 9h às 18h. Até 21 de abril. Onde: Salão de Atos – Memorial da América Latina. Av. Auro So-

ares de Moura Andrade, 664 - Barra Funda, São Paulo (SP). Tel.: (11) 3823-4600. Quanto: Grátis.

83

ESTAÇÃO FINAL FG CELEBRITY PARTY EM BALNEÁRIO CAMBORIÚ

By Barbara Reiter

Thammy Graciola e Jean Graciola

André Caetano e Angela Guedes

Alex Ferrer e Beth Szafir

Sharon Stone

Adriano Dall Olivo, Barbara Reiter

Helena Bianchi e Thammy Graciola

Evaldo Freygang e Toninho Roncaglio

Marina de Sabrit, Sharon, Beth Szafir, Sandra Gumida

Mohamad Wadi

Michele Etzold e Bianca Rossi

Patricia Roncaglio e Joice Spengler com amigas

Francisco Graciola e esposa Joice Spengler

84

Sandra e Horacio Gumida

Rafael Fritzche e Ton Antony

Fotos: André Caetano, Ricardo Ruas, Junio da Rocha.

Sharon Stone e Martin Mica

INAUGURAÇÃO DA CERVEJARIA DEVASSA EM FLORIANÓPOLIS

By Jamil Nicolau

Carolina Nobrega e Roka Goedert

Carol Lobatto

Camylla Vitório

Fotos: David Collaço.

Felipe Hulse Pederneiras

Malu Ferreira

Isabel e Raphael Faraco

Jamil Nicolau e Ana Paula Junqueira

Xandinho Fontes

Karine Fritzen

Jaqueline Lavina e Eduardo Queiros

Victor Guerreiro e Flavia Cavasotti Leonardo Mendes e Fernanda Haverroth

Pinho Menezes e Cynthia Bolzan

Pedro Sirotsky e Maria Luiza Richter Petrelli

85

FESTA PARA LINDSAY LOHAN DA MARCA JOHN JOHN NO CAFร‰ DE LA MUSIQUE, EM FLORIPA

By Jamil Nicolau

Alexis Texas e William Scott

Ana Paula Junqueira

Diego Pelegrina

Fotos: Cassiano de Souza.

Lindsay Lohan

Aline Agostinelli Angela Robbins e Hettu Brunieri

Renan Pizii e Daniella Novaes

Fernanda Barbosa

Marcio e Gabriela Camargo

Renata Monteiro de Barros

Leo Diniz

Fotos: David Collaรงo.

PERRIE JOUET PARTY NO DONNA EM FLORIPA

Barbara Amin

86

Layse Matos e Pierre Goes

Tamires Vargas

Rebeca Amin

Xandinho Fontes

FESTA DA FENDI NA POSH, EM FLORIPA

By Jamil Nicolau

Marco Mondini e Jo達o Foltran

Gabriela Markun

Guilherme Jacob

Selton Mello

Fotos: Felipe Carneiro.

Mark Ronson

Ana Paula Junqueira Ricardinho Goldbarb

Thaiz Baldissera Shirley Albuquerque e Claudio Silva

Taryn, Ticiana e Larissa Vasconcelos

Adriano Rocha, Vanusa Borges e Luiz Junior

87

CRÔNICA

PAPO INFORMÁTICO Raul Caldas Filho *

Ode ao iPod De todas as invenções (enumerá-las seria exaustivo) que a parafernália cibernética vem criando em ritmo alucinante nestes tempos atuais, a que mais me empolgou e me pegou pelo pescoço (ou pelo ouvido) foi o iPod. Fruto da inventividade de Steve Jobs e desenvolvido pela Apple, o modelo Nano transformou-se num pequeno artefato que cabe no bolso da camisa e até da algibeira. Plugado a um fone de ouvido, pode (sem trocadilho) armazenar em seu mínimo espaço milhares de músicas. Presente da minha filha Corina, é ideal para um melômano como eu. Além do mais, funciona como um excelente companheiro quando me acompanha por aí. Serve, por exemplo, de lenitivo e defesa contra a barulhada infernal que nos azucrina os ouvidos mal rompe o dia, ou sons eletrônicos bate-estacas que martelam o ar em horas tardias da noite ou madrugadas. É bastante útil também em bares, onde os decibéis emitidos por rodas ruidosas costumam aumentar consideravelmente após a segunda dose. Ou em shoppings e aeroportos, locais preferidos para os maníacos do celular falar em altos brados, como se a população mundial estivesse interessada em ouvi-los. E nas viagens aéreas e terrestres, para evitar papos furados com vizinhos de poltronas. Já nas caminhadas e coopers ameniza o incessante rosnar dos motores sempre apressados. Perfeito também para combater o estresse num congestionamento de trânsito, fenômeno que cada vez se acentua mais nas cidades brasileiras (e Floripa em especial, no que me toca mais de perto) devido à desenfreada avidez com que as montadoras desovam a sua produção todos os meses. Sob o estímulo, aliás, dos populistas e eleitoreiros incentivos fiscais do governo federal. Nesses terríveis momentos, quando nos sentimos aprisionados como sardinhas em lata em nossas próprias conduções e impotentes por nada poder fazer para amenizar a situação, um iPod surge como um benéfico anjo da guarda sonoro para nos abstrair da tranqueira geral.

Mas o mais importante de tudo é que podemos fazer a nossa própria seleção, de acordo com as nossas preferências pessoais, nos livrando de escolhas alheias com as quais não nos afinamos. É óbvio que cada um tem o gosto que merece desde que não queira impô-lo aos outros, como fazem alguns cretinos que param os seus carrões nas frentes de bares e estacionamentos públicos e propagam em estridentes caixas acústicas toda a sua boçalidade. É por essas (e muitas outras) que presto aqui a minha homenagem a esse minúsculo (mas eficiente) aparelhinho chamado iPod Nano. Pra que tanto e-mail? Os e-mails estão se transformando em outra praga do reino informático. Como não sou de abrir a minha caixa de entrada todos os dias, as mensagens eletrônicas (a maioria baboseira) vão se acumulando ad infinitum. Responder a todas, nem pensar. E não adianta apenas deletá-las, porque serão ainda acolhidas pelas “lixeiras”, exigindo nova operação e mais perda de tempo. O principal problema dos e-mails, de acordo com a professora de informática Gloria Mark, é que não existe uma tecla que permita desligá-los. “O e-mail é uma tecnologia assíncrona, portanto as pessoas não precisam estar ligadas para receber uma mensagem”, afirmou ela. “As tecnologias síncronas, como o mensageiro instantâneo, dependem da presença das pessoas. No caso do e-mail é diferente. Se a pessoa sai, os e-mails começam a se empilhar à espera do seu regresso.” Já o jornalista Nick Bilton, do The New York Times, ironiza: “Evitar novas mensagens é tão impossível quanto tentar brincar de esconde-esconde em um apartamento-estúdio em Nova York. Não há onde se esconder.” Recentemente, a Royal Pingdom, que monitora o uso da internet, informou que, em 2010, foram enviados 107 trilhões de mensagens eletrônicas. E, segundo um relatório divulgado em 2012, havia 3,1 bilhões de contas de e-mails ativas no mundo. Número que já deve ter aumentado no ano atual. Assim sendo, pois, eis a questão: pra que tanto e-mail?

RAUL CALDAS FILHO

Jornalista, cronista e ficcionista www.raulcaldasfilho.com.br contato@raulcaldasfilho.com.br

89

PAGINA POÉTICA

perder

A ARTE DE ELIZABETH BISHOP

A arte de perder não é nenhum mistério; Tantas coisas contêm em si o acidente

De perdê-las, que perder não é nada sério. Perca um pouquinho a cada dia. Aceite, austero, A chave perdida, a hora gasta bestamente. A arte de perder não é nenhum mistério. Depois perca mais rápido, com mais critério: Lugares, nomes, a escala subseqüente Da viagem não feita. Nada disso é sério. Perdi o relógio de mamãe. Ah! E nem quero Lembrar a perda de três casas excelentes. A arte de perder não é nenhum mistério. Perdi duas cidades lindas. E um império Que era meu, dois rios, e mais um continente. Tenho saudade deles. Mas não é nada sério. – Mesmo perder você (a voz, o riso etéreo que eu amo) não muda nada. Pois é evidente que a arte de perder não chega a ser mistério por muito que pareça (Escreve!) muito sério.

90

Aposentado e pensionista

do Governo Federal,

anistiado político civil: faça o seu recadastramento.

O recadastramento agora é no banco, é obrigatório e anual, sempre no mês do seu aniversário. • Deve ser feito em qualquer agência do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal ou do Banco de Brasília – BRB. Se você recebe seu pagamento por um desses bancos deverá realizar seu recadastramento em qualquer agência do seu banco. Se você recebe por outro banco procure uma das agências desses três bancos. • Você deve levar um documento oficial de identificação com foto e CPF. • Quem estiver impossibilitado de comparecer a uma agência bancária deve ligar para a Central de Atendimento Alô SEGEP (0800-978-23-28) ou para a Unidade de Recursos Humanos do seu órgão vinculante e solicitar uma visita domiciliar. Ao provar que é você quem recebe o benefício, todo mundo sai ganhando. O objetivo do Governo Federal é garantir o correto pagamento do benefício.

O recadastramento é simples e rápido! Para mais informações: www.recadastramento.gov.br recadastramento@planejamento.gov.br Alô SEGEP: 0800 9782328


Revista Estação Aeroporto Abril 2013