Issuu on Google+

Publicação Bimestral

gratuita

d i st r ibuiç ão

40 2012

outubro novembro

viva a vida ao máximo

o relógio biológico domina cada minuto, hora e dia da nossa vida. descubra como influencia a sua saúde

à mesa

marmelos assados com sabor a outono

montras

nova coleção tendências e novidades

‘O Crime de Aldeia Velha’ de bernardo santareno sobe ao palco do Centro cultural do cartaxo

5 cinco anos

e do crime se fez peça…

dada


PUB

Direct. Técnica: Maria Adélia Machado Lic. em Ciências Farmacêuticas

Ana Filipa Machado Mest. Integrado em Ciências Farmacêuticas

Filipa Gaspar Lic. em Análises Clínicas

Acordos com: ADSE |ARS ADSE|ARS SAMS | CGD SAMS| SAMS quadros ADMG| ADM MEDIS |ServiMED MULTICARE Comp. Seguros

trabalhamos em benefício da sua saúde postos de recolha azambuja 2ª, 4ª e 6ª 8h00/9h30 Rua Centro Social Paroquial, 4 r/c C

manique do intendente

vila chã de ourique 2ª e 4ª 9h40/10h30

Pç Francisco Ribeiro da Costa, 12

vale da pedra

6ª 9h00/10h30 Travessa do Augusto, 2

3ª 8h00/10h00

Rua 25 de Abril, 200

pontével 3ª e 5ª 8h30/10h00 Largo D. Sancho I, 4

vale da pinta 5ª 9h00/10h30

Rua Almirante Reis, 10

aberto à hora de almoço

2ª a 5ª 8h00/18h30, 6ª 8h00/18h00 sábado 9h00/11h00 Rua 5 de Outubro, 5 - bloco C r/c esq. Cartaxo | Tel. 243 770 979 | 966 618 367 | 910 370 350 labcartaxo@mail.telepac.pt | www.labcartaxo.pt


PUB

design gráfico

design editorial

tradução e revisão

Imagem corporativa, anúncios, logótipos, folhetos, flyers, cartazes, expositores, posteres, cartões de visita, embalagens, calendários, banners, websites, redes sociais, blogues, newsletters.

Edição e paginação de livros, revistas, jornais, relatórios, catálogos, manuais e outras publicações em suporte papel e online para edições periódicas e não periódicas.

Tradução e revisão de texto em português, inglês, espanhol e francês. Somos especialistas na tradução de documentos entre várias línguas. Asseguramos rigor, profissionalismo, celeridade e um preço competitivo.

Sabemos que o design é a cara do negócio, por isso trabalhamos para apresentar de forma original e criativa o conceito da sua marca e a ideia que pretende comunicar e assim marcar a diferença. CONHEÇA AS NOSSAS SOLUÇÕES!

Publicações de autor. Paginação, design, produção de conteúdos e tratamento de imagem. Asseguramos qualidade, rigor e inovação nas publicações que editamos.

Oferecemos serviços de tradução e revisão de documentos, publicações, manuais, websites e CV’s, entre outros. A Potenciais é a solução para as suas necessidades de comunicação multilingue.

DESCUBRA AS NOSSAS PROPOSTAS!

PEÇA ORÇAMENTO GRÁTIS.

Rua Nova da Boa Vista, 1 Cartaxo. 243 779 057

geral@potenciais.pt

www.potenciais.pt


sumário

rubricas

11 e nós... O regresso 12 montras Outono, tendências 28 mudar de vida Regresso às aulas em harmonia

29 a esfera Mais um ano letivo nesta edição

30 o cartaxo e a sua história

6 em foco

Francisco José Pereira, o homem que republicanizou o concelho

33 à mesa

e do crime se fez peça… ‘O Crime de Aldeia Velha’, um projeto de teatro dirigido por Frederico Corado

Marmelos assados com sabor

a outono

18 em destaque

34 economia, em trocos!

viva a vida ao máximo

Crescimento VS Austeridade

o relógio biológico define o modo como o nosso corpo funciona e como vemos o mundo opinião

22 Ana Benavente e ainda

8 e 24 AGENDA 25 O museu escolar

dada Revista de lazer e divulgação cultural distribuição gratuita propriedade

Potenciais publisher Fátima Machado Rebelo

coordenadora de edição

Rosa Belda

colaboradores

diretora

Joana Leal

Ana Benavente, Carla Neves,

Isabel Z. Rafael, Margarida Serrão, Renato J. Campos, Rogério Coito, Sónia Parente, Vera Alves periodicidade bimestral 2070 - 105 Cartaxo tiragem

contribuinte

redação e sede

510148123

Rua Nova da Boa Vista, 1

projeto gráfico e paginação

5 000 exemplares impressão Soartes, artes gráficas, Lda

Potenciais

número de registo

125185 depósito legal 262622/07 www.revistadada.com | geral@revistadada.com

interdita a reprodução total ou integral de textos e imagens por quaisquer meios e para quaisquer fins


o gpl é amigo do ambiente o que é o gpl

poupança

O gás de petróleo liquefeito (GPL), também chamado de gás liquefeito de petróleo (GLP), é uma mistura de gases de hidrocarbonetos utilizado como combustível em aplicações de aquecimento (como fogões) e veículos.

A percentagem de poupança com o GPL é sempre igual ou superior a 50%, tendo em conta o preço por quilómetro do GPL e o preço da gasolina.

O GPL é a mistura de gases condensáveis presentes no gás natural ou dissolvidos no petróleo. Os componentes do GPL, embora à temperatura e pressão ambientais sejam gases, são fáceis de condensar. Na prática, pode-se dizer que o GPL é uma mistura dos gases propano e butano. O propano e o butano estão presentes no petróleo (crude, bruto) e no gás natural, embora uma parte se obtenha durante a refinação de petróleo, sobretudo como subproduto da destilação fracionada catalítica (FCC, da sigla em inglês Fluid Catalytic Cracking).

PUB

conversão a gpl Todos os veículos com motor a gasolina ou diesel podem ser convertidos a GPL. Inclusivé barcos, motos, empilhadores, geradores elétricos, etc.

manutenção A diferença é que o GPL não deteriora tão rapidamente o óleo como a gasolina, o GPL é um combustivel mais limpo, logo não deixa resíduos.


Foto: Vitor Neno

e do crime se fez peça… Em novembro, as pessoas do Cartaxo vão-se encontrar no Centro Cultural, uns no palco, outros na plateia. Para marcar os 92 anos do nascimento do grande dramaturgo Bernardo Santareno, e a culminar no dia do seu aniversário, sobe ao palco a peça “O Crime de Aldeia Velha”. Frederico Corado dirige este novo projeto de teatro comunitário Baseada em factos verídicos e a partir da obra homónima de Bernardo Santareno, esta peça de teatro, conta a história de Joana, uma rapariga bonita que vive numa pequena aldeia, por entre montes e vales. Joana é apreciada por

Bernardo Santareno, pseudónimo literário de António Martinho do Rosário (Santarém, 19 de novembro de 1920 | Oeiras, 29 de agosto de 1980) é considerado o maior dramaturgo português do século xx.

6 • revista dada

todos os rapazes que, para disputarem o seu amor, até se chegam a ferir em lutas; e invejada pelas outras mulheres, que sonham ser tão belas quanto ela. Contudo, todos acreditam que Joana está possuída pelo diabo e, concordam em queimá-la viva. No entanto, este não foi o procedimento mais correcto e quando dão por isso todos terão que enfrentar as consequências. Este espetáculo encenado por Frederico Corado será interpretado por um elenco de mais de 40 pessoas do Cartaxo e arredores. Como são, em grande parte, pessoas sem formação teatral, os ensaios são acompanhados por uma formação contínua em voz e corpo, fazendo parte dessa formação um workshop de dança e movimento, onde

conheça os bastidores e assista ao ensaio geral! saiba como na página do facebook da revista dada


ganhe bilhetes com a revista dada!

em foco

saiba como na nossa página do facebook

todo o elenco aprenderá danças tradicionais para a grande cena de abertura de “O Crime de Aldeia Velha”.

sob a direcão do maestro Nuno Mesquita. A atriz e cantora Cátia Garcia virá ajudar a explorar as vozes das 47 pessoas em palco.

O cenário, criado por Frederico Corado, Carlos Ouro e João Santos, será concebido com a colaboração de todos os envolvidos no projeto e leva-nos numa viagem a Trás-os-Montes.

A música tocada será composta por uma mescla entre peças clássicas de autores como Bach, Debussy, Carl Off ou Mussorgsky, cruzando-os com a musica tradicional portuguesa de Trás-Os-Montes.

© Vitor Neno

A música é uma parte essencial deste espetáculo, que terá uma orquestra ao vivo em cena a dar força às grandes cenas dramáticas,

Depois do sucesso que foi “Um Marido Ideal”, o realizador e encenador Frederico Corado regressa ao CCC com a peça “O Crime de Aldeia Velha” numa coprodução das associações Mosaico e Entrar em Palco

João Santos é o autor das coreografias que vão desde as danças tradicionais e populares até aos grandes momentos de luta. Frederico Corado propõe um grande espetáculo que marcará o panorama cultural deste ano. Seguramente mais um sucesso a não perder! Passe pela nossa página de facebook, veja fotos, entrevistas e ganhe bilhetes com a revista DADA. teatro ‘o crime de aldeia velha’ Centro Cultural Cartaxo de sexta a segunda, 16, 17, 18 e 19 novembro, 21h30. PUB

Rua Prof. José António Poeira, 5 r/c 2070-111 CARTAXO | Tel. 243 770 966 | Fax. 243 770 928 E-mail. contactos@viasegura.pt | www.viasegura.pt


agenda

1

2 3 1 ciclo de cinema américa latina às sextas, 22h, centro cultural cartaxo

2 dead skeletons + black leather

Até dezembro o melhor cinema produzido na América Latina vai passar pelo CCC. Quatro meses dedicados à cultura, à língua e ao cinema feito no México (setembro), Chile (outubro), Brasil (novembro) e Argentina (dezembro). Na primeira sessão de cada mês, exibição de um documentário dedicado ao respetivo país e, para além da sessão cinematográfica, haverá animação, gastronomia e a presença de uma pessoa da respetiva nacionalidade. Veja toda a programação em www.revistadada.com

algumas das mais respeitadas bandas do circuito

PUB

8 • revista dada

quinta, 4 out., 23h, ccc. cartaxo sessions traz indie internacional. Os islandeses Dead Skeletons são uma das bandas mais quentes do planeta. O seu álbum, Dead Magick, tornou-se num gigantesco êxito do underground. Tocam em Portugal pela primeira e única vez este ano, é portanto um concerto único a não perder! A banda de suporte são os Black Leather, de Lisboa. Saiba tudo em www.revistadada.com. Bilhetes, 5€.

3 as mulheres não percebem…

teatro. com rui unas, aldo lima e andré nunes

sábado, 20 outubro, 21h30, ccc Do que falam três trintões, amigos de longa data, quando as mulheres não os ouvem? Sim, disso. Mas conversam acerca de quê? Sim, disso. Mas do que falam... Ok, basicamente, só falam disso. Mas já ouviu? Depois do sucesso no Teatro Tivoli, oportunidade única para ver esta hilariante comédia encenada por José Pedro Gomes! Bilhetes, 10€.


PUB

gostar de aprender

a d o ta r u m a m i g o A adoção de um animal deve ser o resultado de uma reflexão consciente sobre a capacidade real de cada um em garantir as necessidades primárias de um animal. Adotar um animal significa, em primeiro lugar, assumir uma responsabilidade para com um ser vivo que necessita de cuidados básicos essenciais à sua sobrevivência. Antes de tomar uma decisão, reflita se pode garantir as instalações, tempo, meios financeiros e o nível de interesse necessários para assegurar os cuidados e o compromisso a longo prazo com o animal. Leia mais sobre este assunto em www.apaac.zapto.org

como ajudar A APAAC tem em média no abrigo, cerca de 100 animais. Pode ajudar a APAAC e os seus animais contribuindo com alguns produtos.

garanta a qualidade

da educação do seu filho um espaço cheio de luz para aprender com disciplina e motivação

alimentação Granulado de ração, la-

tas de comida para animais idosos ou doentes

ritmo de trabalho

medicamentos Álcool, soros, serin-

autonomia no estudo

gas e agulhas, antibióticos, ligaduras, compressas, água oxigenada roupa Mantas velhas, trapos, luvas de borracha, desinfetantes,

creolina, lixívia, sabão, detergentes diversos

atividades lúdico pedagógicas

Entregue os produtos diretamente na APAAC

Durante as horas de expediente Ligue

243 770 020

O SEU ANIMAL DE COMPANHIA é para nós um membro da família

URGÊNCIAS 24 Horas das 20h30 às 10h00

Ligue 918 820 942

transporte em carrinha própria

apoio pedagógico até ao 9º ano explicações centro de estudos www.academialapismagico.blogspot.com

Rua do Progresso Lote 19 r/c esq. – Cartaxo (em frente do Centro de Saúde)

243 709 741 / 966 373 755


Gina Henriques Mestre de Reiki, Facilitadora de Cura Reconectiva/Reconexão e Numeróloga

reiki e medicina

Ao fazer uma terapia de Reiki liberta tensões, podem-se vencer dores que persistem durante anos, a energia Reiki liberta as pessoas de depressões, melhora o sistema imunitário, desintoxica, equilibra e amplia a energia vital. Face à renovação constante dos nossos tecidos, a energia Reiki muda a estrutura química do corpo, ajudando a restaurar os músculos, os nervos, o esqueleto e a regenerar órgãos. É uma energia que age com tudo o que precisa de ser modificado no nosso organismo físico e etérico.

Reiki é uma energia de equilíbrio. É um sistema revolucionário que ajuda o ser humano a adaptar-se às exigências da vida atual, tão desequilibrada quer a nível social, politico e financeiro. A medicina é a ciência indicada para fazer diagnósticos. Assim, é importante consultar o médico e seguir as instruções dadas por ele, e para beneficiar da energia Reiki, que complementa, agiliza e integra o processo de recuperação da sua saúde. aulas de meditação

todas as segundas feiras às 21h. yoga

todas as quintas feiras às 19h15. 

consultas e terapias

diariamente por marcação. cursos de numerologia e reiki

espaço viver

A medicina convencional tem vindo a progredir, contribuindo, para aumentar a qualidade e a esperança média de vida. À medida que a ciência vai progredindo em relação ao conhecimento do nosso corpo físico, mais necessário se torna repensar e estudar o ser humano como um todo. O Reiki trata o ser humano no seu todo, físico, emocional, espiritual e mental, mas não substitui a medicina, o Reiki e a medicina complementam-se. Em certos casos obtém-se com o Reiki efeitos mais rápidos e positivos.

práticas ao fim de semana

Rua 5 de Outubro, nº5, Bloco B, 1º, sala 4 • CARTAXO T. 962 431 098/ 914 949 936 • espacoviver21@hotmail.com

PUB


PUB

e nós... Vera Alves

o regresso As férias são sinónimo de descontração, divertimento, de não fazer e não pensar em nada... repor energias para mais um ano. Que bom seria se todos o conseguissem! Férias é fugir à rotina, ao desassossego do dia à dia, parar, ter disponibilidade para olhar um para o outro, para tirar partido um do outro. Para o casal é tempo de sedução e enamoramento, quando conseguem conjugar as dificuldades com o amor. E quando assim acontece percebe-se que é uma relação mais estável e prazerosa. As férias são uma boa altura para gerar partilhas e cumplicidades. E contudo também o estar muito tempo só a dois pode gerar a ansiedade de estarem sós, em que as diferenças entre ambos se tornam demasiado evidentes e promovem o conflito.

Psicoterapeuta e Terapeuta de Casal vera.alves.psi@gmail.com

um tempo para, a dois, se melhorar o que já se tem. É uma boa altura para pensar em mudar, em fazer escolhas e tomar opções. O que aconteceu durante as férias, sejam as zangas, os conflitos, as discussões, as cumplicidades, os afetos e as partilhas, deve ser refletido de modo a melhorar a relação. Ou a que cada um se sinta melhor, seja com ou sem relação. Mais uma vez, conversar a dois sobre o que cada um sente e o que pode fazer para alterar ou melhorar a relação faz com que haja crescimento e maturidade no Nós. PUB

nova coleção o u to n o inverno

ruga

A dificuldade em estarem sós é o reflexo do que o casal tem vivido ou do que se tem esquecido de viver. Pode ser o confronto com o “eu não quero isto, não quero esta pessoa, não quero esta relação”. O regresso das férias leva muitos casais a pensar na rutura, muitos separam-se, enquanto outros procuram ajuda na terapia de casal. É uma das épocas do ano em que há uma maior procura de terapia, onde, com a ajuda de um especialista, repensam a relação e tentam encontrar novas formas de estar. onde comprar

O regresso de férias pode ser um recomeço,

C.T.X. R. Batalhoz,18 Tel. 243 779 684 Cartaxo


montras

&

tendências novidades

Eugénio Campos é uma marca de jóias que exalta a beleza e a sofisticação de quem as usa. Coleção ADAMI & MARTUCCI.

onde comprar

Ourivesaria Monteiro R. Batalhoz,19 e 73 T. 243 703 306 243 704 065 Cartaxo

sessões fotográficas | Potenciais/ Vitor Neno

Marque já a sua sessão fotográfica com: fotógrafo profissional, consultor de imagem, cabeleireiro e maquilhagem

12 • revista dada

BOOKS ALBUNS

potenciais.info@gmail.com

918 717 072


Motivos geométricos ou étnicos são tendência para a nova estação.

onde comprar

Boutique 2070 R.Dr.Manuel Gomes Silva, 12 T. 243 779 503 Cartaxo

revista dada • 13


Maquilhagem Manuela Coelho

Ilustrações e padrões de animais marcam a moda para a nova estação.

onde comprar

Carmy R.Luís Camões,42A Tel. 243 703 641 Cartaxo


halloween man

Uma fragrância atraente, fresca e oriental. Para homens que não caiem em estereótipos, não seguem as tendências e não têm medo de nada.

nuit hugo boss

Inspirado no mais forte ícone de moda feminina, o clássico vestido preto, Hugo Boss cria uma fragrância para as mulheres confiantes, elegantes e que procuram o sucesso

milano novo look collistar

Uma coleção irresistível. Elegância radical chic, bom gosto sem excessos e look fashion metropolitano.

valentina assoluto

A nova fragrância de Valentino representa o modernismo conjugado com a sensualidade Italiana. Um aroma precioso e intenso.

gucci première

Inspirada pelo glamour intemporal de Hollywood, esta nova fragrância é um convite a abraçar um momento único como o desfile das estrelas na passadeira vermelha na noite dos Óscares.

onde comprar

Perfumaria EspalhAromas R.Dr.Manuel Gomes Silva, 12 T. 243 779 946 Cartaxo

revista dada • 15


Nova coleção outono Mayoral a melhor relação moda/preço/qualidade do mercado. Roupa confortável, design com personalidade e estilo próprios marcam a nova coleção, para os mais pequenos, inspirada na vida na cidade.

onde comprar

Marias & Migueis R. Batalhoz,30A Tel. 243 108 383 Cartaxo PUB


coleção outono As estampas florais e geométricas são tendência.

onde comprar

O LAÇAROTE

Também em tamanhos grandes.

R.Mariano Carvalho, 80 Tel. 300 303 821 VILA CHÃ De OURIQUE

Casio 80’s flashback O revivalismo dos anos 80 está de volta em grande estilo com o novo Casio. Relógio com bracelete em aço inoxidável, caixa octogonal e um prático monitor digital. Que mais precisa um entusiasta retro?

onde comprar R. Batalhoz,14A Tel. 243 770 070 Cartaxo


viva a vida ao máximo A maior parte das pessoas não dá por ele, mas o nosso relógio biológico domina cada minuto, hora e dia da nossa vida. Define o funcionamento do nosso corpo e o modo de vermos o mundo O nosso relógio interno controla a nossa perceção do tempo, 24 horas por dia, 365 dias por ano, é assim, o nosso ciclo natural. Somos dominados pelo tempo e o tempo regido pelos ritmos biológicos do nosso corpo. A nossa rotina diária é marcada pelos ritmos do relógio biológico. Temos, no nosso cérebro, um relógio interior que ativa todos os sistemas do nosso corpo, um mecanismo biológico que controla o que fazemos e a eficiência com que o fazemos. A região que controla os ritmos biológicos é o hipotálamo anterior, esses ritmos biológicos são de 24 horas, chamados ciclos circadianos. A sequência das horas do dia, coordena este mecanismo, que está presente em todos os seres vivos, regulando os horários de dormir, acordar, comer, as atividades do organismo como a temperatura corporal, esvaziar a bexiga, o intestino, e também a de produzir hormonas como o cortisol, a melatonina e a hormona do crescimento. 18 • revista dada

O relógio biológico diz ao corpo o que fazer ao longo do dia, muitos dos nossos impulsos internos surgem porque é ele que nos diz quando fazer essas coisas, regulando a periodicidade de funções naturais, incluindo o sono e o estado de consciência. Muitas pessoas apresentam, em grau maior ou menor, alterações do sono, apetite, energia e humor que podem estar ligadas às variações da luminosidade do dia. A luz desempenha um papel vital no nosso comportamento. É o fator externo que mais influi na regulação do nosso relógio interno. A luz atua sobre o nosso biorritmo, iniciando muitos dos processos químicos do corpo, como por exemplo a tensão arterial, que é mais baixa à noite que durante o dia. O nosso corpo está preparado para a vigília durante o dia e o repouso à noite, expor-se


em destaque à luz logo de manhã irá acelerar o seu relógio interno e ajudar a levantar-se mais cedo ao paço que a luz da tarde irá abrandá-lo, se ficar acordado e exposto à luz durante a noite força o organismo a alterar o seu ciclo natural, regido pelos ciclos circadianos. Essas mudanças provocam uma dessincronização entre o relógio interno e os indicadores temporais externos, como a luz natural. Para manter uma boa saúde é fundamental que o nosso relógio biológico esteja sincronizado. A hora do descanso, especialmente do sono e do repouso semanal, é importantíssima para manter as funções biológicas no ritmo certo. Uma rotina irregular pode, a longo prazo, desregular as funções biológicas e colocar o corpo sob stresse. Estudos indicam que a descoordenação entre o estilo de vida e a biologia do

aumentar a longevidade O cardiologista Vitor Paulo Martins, na conferência, “Do Fundo do Coração” que teve lugar no passado dia 21 de setembro no Centro Cultural Regional de Santarém – Fórum Actor Mário Viegas, assegurou que “a nossa longevidade e o nosso bem-estar está intimamente relacionado com o nosso relógio biológico”. Segundo o cardiologista e arritmologista do Hospital de Santarém, “a frequência cardíaca é um fator de risco, tão importante como o tabagismo e a hipertensão. O seu controlo tem implicações diretas na presença de doença cardiovascular”.

“manter o relógio biológico sincronizado é fundamental para a saúde e a qualidade de vida. colabore com o seu relógio” corpo pode ter consequências graves para a saúde e pode levar ao aparecimento de doenças, tais como; gastrites, depressão ou distúrbios do sono. O ritmo da vida moderna leva-nos a ignorar o relógio interno. Mas é importante termos em conta que manter o relógio biológico sincronizado é fundamental para preservar a saúde e a qualidade de vida. Colabore com o seu relógio.

A descoordenação entre o estilo de vida e a biologia do corpo pode ter consequências graves para a saúde. “Agredimos constantemente o nosso organismo com comportamentos não saudáveis e estamos expostos a agentes (radiações, vírus, bactérias, químicos) para os quais as nossas defesas são, muitas vezes, insuficientes. A adoção de estilos de vida mais corretos, a identificação dos agentes nocivos e o seu tratamento reflete-se no aumento da nossa longevidade”, explicou o médico.

revista dada • 19


como sabe o nosso corpo as horas do dia manhã De manhã é quando pensamos com mais clareza, estamos mais atentos às coisas, temos mais capacidade de concentração e somos mais imaginativos. A produção da hormona cortisol é mais elevada de manhã, o que deixa o nosso cérebro mais alerta.

Os nossos vasos sanguíneos não dilatam tão bem de manhã como à tarde ou ao princípio da noite, por isso o sangue faz mais força para chegar ao coração. Nas primeiras horas a seguir ao despertar, entre as seis e o meio dia, a tensão arterial sobe. Para pessoas com problemas de tensão as primeiras horas da manhã podem ser perigosas. Por isso, vá 20 • revista dada

com calma durante a manhã, talvez compense guardar os seus esforços para depois de almoço. tarde

À tarde os nossos ritmos alteram-se de novo. A sonolência que muitos sentimos depois do almoço tem a ver com uma baixa natural do nosso estado de vigia, que se agudiza mais se tivermos dormido mal de noite. Um ‘micro-sono’ apodera-se de nós ao princípio da tarde. As pálpebras começam a ficar pesadas. Fomos naturalmente concebidos para termos dois períodos de sono, um mais longo de noite e um mais curto à tarde. A meio da tarde, a temperatura do corpo aumenta e o grau de alerta também. A oscilação da temperatura causada pelo relógio interno leva a que a temperatura do corpo, tal como o desempenho, seja mais eleva-


em destaque da ao fim da tarde e ao principio da noite. É mais fácil explorar as suas capacidades físicas ao fim do dia, por isso, reserve as sessões de exercício para final da tarde de maneira a conseguir um melhor desempenho. noite É benéfico para o organismo ingerir a maior parte das calorias ao pequeno almoço e ao almoço e comer menos ao jantar, à noite o corpo está-se a preparar para dormir, não para comer, não para entrar em ação.

Depois de um dia pleno de atividade, o relógio interno começa a abrandar, por isso é que ao anoitecer nos sentimos cansa-

dos e começa a apetecer deitar. À medida que a noite chega, a temperatura corporal diminui, a tensão arterial também e o metabolismo prepara-nos para descansar. Entre as duas horas e as quatro horas o funcionamento do organismo está reduzido ao mínimo, por volta das quatro horas da manhã, a atividade metabólica atinge o seu ponto mais baixo, esta é a hora da noite mais popular para os nascimentos. Nascem mais bebés de parto natural entre as três e as cinco da manhã do que a qualquer outra hora do dia. Nessa altura da noite o nosso corpo está extremamente descontraído e a temperatura corporal é baixa, por isso a sensibilidade à dor é menor e é um bom momento para dar à luz. No final das 24 horas do dia o nosso relógio biológico interno concluí um ciclo, mas logo recomeça um novo.d PUB


Estamos no início de mais um ano letivo. Atrapalhado, confuso, com a escola pública empobrecida. Mas quando comecei a escrever esta crónica, senti que era mais urgente falar da realidade que vivemos em Portugal. Realidade de que a educação faz parte. Pensei então em elaborar uma “breve manual contra a crise”. Ou seja, que podemos nós fazer para não termos medo, para não andarmos tristes e amargurados, deprimidos e assustados? PUB

opinião

pringles e felicidade

a crise e nós

Ana Benavente, Socióloga benavente.ana@gmail.com

Não tenho soluções mágicas mas, quanto a mim – e aceito que muitas pessoas discordem – tenho 6 respostas para continuar a viver uns dias mais felizes do que outros, claro, mas a começar cada dia bem disposta, a rir e a apreciar cada momento. Eis o meu “manual”:

1

Não se isole. Não fique sozinho ou sozinha. Converse com os outros. Não se zangue. Aceite que há várias maneiras de pensar e de ver o mundo. Conversar, desabafar, saber ouvir, eis algo precioso e importante, mais do que nunca.

2

Se não percebe bem as causas desta crise, não vá atrás do que lhe dizem na TV – aquelas frases simples, cheias de culpa e de raiva, estilo “gastámos demais”. E não se feche em casa com a TV. Procure informar-se, leia, pergunte, pense que estamos na Europa, num país que já foi muito pobre e analfabeto, um país de enormes desigualdades e que, qualquer que seja a nossa situação, todos temos direito a uma vida digna, “sem luxos nem lixos”.

3

Não culpe os vizinhos, os “outros”, os mais pobres pelo que estamos a viver. “Eu sozinho não sou nada, juntos temos 22 • revista dada


o mundo na mão”, cantava-se há uns anos. E agora que o chão parece fugir debaixo dos pés, pense nesse refrão e cante-o. Nas manifestações de 15 de setembro, com gente de todas as idades – e que bom foi ver tantos jovens e tantos cabelos brancos – o cartaz de que mais gostei era um espelho. Assim mesmo, um grande espelho que uma jovem levantava bem alto para que todos vissem que não estavam sós.

Luísa da Guia apartamentos

ID 123471003-47 a 51 e 72

4

Mesmo que pertença – como eu – aos mais velhos, conviva com os mais novos. No seu bairro, na sua vila ou cidade há atividades que pode frequentar ou desenvolver. Universidades, cursos, voluntariado. Aprender faz bem. É o melhor preventivo contra a depressão. Não desista de viver. E de conviver.

car taxo desde117.500

6

E lute. À sua maneira. Como achar que pode e que quer. Lute por um mundo melhor. Sem pobreza, sem analfabetismo, com uma vida digna para todos. Sair à rua, falar, escrever, conversar, assinar uma petição, o que for. Participe. O MEDO acabou em 1974. E a habitação, a saúde e a educação são direitos de todos. Não deixe que o/a humilhem. “As árvores morrem de pé”. Assim mesmo. Todos juntos. Veja lá se não tenho razão.

Apartamentos T2 e T3 novos, no centro do Cartaxo, com excelentes acabamentos e boas áreas. Prédio com 2 elevadores, garagem e arrecadação. Excelente investimento. Se procura conforto e centralidade, não hesite, visite!

edifício comercial

5 Não seja fatalista. Faça um esforço para

compreender que o mundo mudou e que o passado, bom ou mau, não volta. Mas o presente e o futuro integram esse passado. Não deixe que lhe digam que “Não Há Alternativas”. Há sempre, toda a vida, até ao modo como morremos. E o que é eterno é o que deixamos, o rasto do que vivemos e fizemos.

PUB

id 123471003-120

car taxo

177.500 € Edifício de 2 pisos, área 379m2, no centro da cidade! Composto por loja frontal de 155,70m2, entrada independente para o 1º piso, logradouro e armazém. 1º piso com sala ampla, arrumos, escritório e wc. Excelente oportunidade de investimento. Não hesite, visite!

moradia

id 123471003-132 Lapa

car taxo

155.000 € Moradia T3 a 2 minutos da A1. Áreas muito generosas, bons acabamentos e garagem fechada para 2 carros. Se procura tranquilidade com conforto, marque a sua visita. PRÉMIO ESTRELA 2011 atribuido pela RE/MAX Portugal

milénio AMI 1764

924 432 597

revista dada • 23

lguia@remax.pt


agenda

1

2 3 1 lisboa quem és tu? castelo de são jorge, lisboa todas as noites de outubro Um espetáculo diário que utiliza a tecnologia mais recente de video mapping, 3d, desenho digital e animação, ligando o passado ao presente. Assista à história da cidade na muralha do Castelo, transformada num ecrã de 42 metros. Música de Bernardo Sassetti, Amália, Dead Combo, entre outros. Desfrute de uma refeição lisboeta ao pôr do sol. Mais informações em www.lisboawhoareyou.com

2 cenas da vida conjugal até 28 out.

sala garrett teatro d. maria II lisboa De Ingmar Bergman, tradução e encenação Solveig Nordlund. João (Adriano Luz) e Mariana (Margarida Marinho) são casados há dez anos, têm duas filhas, uma vida confortável. Mas sofrem todas as dúvidas e incertezas que podem assombrar um casal. Para Bergman, João e Mariana representam o típico comportamento humano: eles permitem-se ser corajosos, felizes, tristes, zangados, apaixonados, confusos, infantis, insatisfeitos.

24 • revista dada

3 exposição réplica de templo egípcio até 31 de out, cerca do castelo, no terreiro de santiago, em óbidos O grande templo de Abu

Simbel é considerado uma das mais grandiosas obras do faraó Ramsés II.Construído em tamanho quase real, este complexo inclui um Museu com 12 metros de largura por 21 de comprimento.

PUB


mec Carla Neves

Diretora técnica do Museu Escolar do Concelho do Cartaxo

a importância da relação das instituições culturais com a comunidade No terceiro aniversário do Museu Escolar do Concelho do Cartaxo (MEC) foi publicada uma edição de 200 exemplares, propriedade da Escola Superior de Educação de Santarém denominada: Museu Escolar. Um Projeto Comunitário. Esta é uma edição redigida por Carla Neves e administrada pelo Projeto Museológico da Escola Superior de Educação de Santarém – ESES, que, para além de valorizar o MEC e todo o trabalho desenvolvido junto da comunidade, será também um manual de ensino que auxiliará os alunos a implementarem projetos de educação comunitária. Às instituições culturais compete-lhes não só chamarem a comunidade até si, mas irem ao seu encontro, assumindo aqui preponderância a colaboração/intercâmbio com as Escolas, Centros e Dia, Lares, Associações, Sociedades Recreativas, promovendo o associativismo cultural nas suas múltiplas expressões.

Apostando em parcerias com instituições a nível nacional, à semelhança do que fez o serviço educativo do MEC, por exemplo, com a Universidade de Coimbra – Centro de documentação 25 de Abril, o Arquivo de Bibliotecas do Município de Lisboa; a Fundação Calouste Gulbenkian, entre outras. É igualmente importante investir nos jovens, acolhendo estagiários, do ensino profissional e superior, o que lhes proporcionará uma atitude crítica, de reflexão e inovação pedagógica. Ao longo dos anos, o MEC disponibiliza apoio e acompanhamento a estagiários, em aspetos teórico-práticos, no campo da animação sociocultural, gestão turística/património e áreas afins, contribuindo para que os futuros profissionais entendam que para que uma instituição cultural funcione em pleno, terão de trabalhar com e para a comunidade. PUB

E como poderão fazê-lo? Valorizando-se como espaços de educação informal, desenvolvendo competências ao nível da interpretação e do pensamento crítico, que alargam a formação cultural, promovem o desenvolvimento pessoal e a construção da identidade individual e coletiva. Alargando a sua missão, diversificando o seu público-alvo. Criando atividades para o público escolar, programas educativos para famílias, grupos culturalmente minoritários, para a terceira idade e para indivíduos com necessidades educativas especiais.

revista dada • 25


centro histórico santarém

5 3 1

26 • revista dada

2 4


Ana Paula Fernandes Terapeuta de Leitura de Aura, de Crianças/Jovens Índigo e Cristal, de Reiki, Viagem da Alma

O Holyspace é um espaço que vê cada pessoa como um Ser total, que une em si, numa simbiose perfeita, o Corpo Mental, o Físico, o Emocional e o Espiritual. O objetivo deste lugar é, simplesmente, ajudar, nestes tempos menos claros, a pessoa a encontrar o seu equilíbrio, recuperar a sua energia vital e reconhecer-se como Ser em evolução.

Tarot, Naturopatia, Iridologia, Massagens e Reflexologia.

Com este propósito oferecemos, pois, atividades como Danças Orientais e Sevilhanas, Pilates, Yoga e Meditação. Depois, temos a componente de Formação com Cursos/ Workshops como os de Reiki, Cristais, Crianças, Meditação, Massagens e Nutrição. Como complemento temos à disposição de todos, ainda, as Terapias individuais: Reiki, Leitura de Aura, Libertação de Cordas, Cristais, Equilíbrio da Malha Energética, Angélica, Cura Magnificada, Pedras Quentes, Crianças e Jovens,

O Holyspace abriu as portas no dia de Reis do presente ano. É um projeto já há muito sonhado. É um projeto de Amor e de Luz. Fruto de um caminho de busca pela paz interior e reflexo de uma profunda e verdadeira vontade de ajudar o próximo começando, primeiramente, pelo nosso mais próximo, que é o nosso Eu Interior. O desafio do Holyspace é simplesmente este: tudo o que fizeres em ti e por ti, estás a fazê-lo ao outro porque, na realidade, somos espelhos uns dos outros!

atividades permanentes sevilhanas , danças orientais , pilates , yoga e meditação

terapias (por marcação) Acupuntura, Astrologia, Cura Magnificada, Iridologia, Massagens, Naturopatia/Nutrição, Reflexologia, Reiki, Shiatsu, Tarot, Terapia Angélica, Terapia Crianças/Jovens Índigo e Cristal, Terapia de Cristais, Terapia Equilíbrio da Malha Energética, Terapia Leitura de Aura (Geral, Temática e de Relacionamentos), Terapia Libertação de Cordas, Terapia Ligth Beamer Pen, Terapia Pedras Quentes, Terapia Reconectiva, Terapia Viagem da Alma

formação em outubro dia 6, Transformações da Alma, 9h30/18h30 com Ana Paula Fernandes e Iscka dia 20, Curso para Crianças, 10-13 anos (módulo I), 15h/17h, com Ana Paula Fernandes dia 27, Curso Reiki, Nível I, 10h/18h30 com José Pires

Rua Dr. Rui da Silva Leitão, Lote 38 R/C Esq.º | S. Domingos – Santarém 243 371 013 | 915 385 141 | holyspace@sapo.pt | www.facebook/holyspace


mudar de vida Margarida Serrão

Formadora de Desenvolvimento Pessoal mudardevida.revistadada@gmail.com | 961 778 950

regresso às aulas em harmonia

Setembro deu início a mais um ano letivo, e a azáfama diária de muitos pais e alunos começou. Por esta altura, os pais começam a encorajar o bom desempenho escolar dos seus filhos. No entanto, para além dos estudos, também é importante que o quarto das crianças esteja harmonizado para que as boas energias fluam, tanto no espaço de dormir como no espaço de estudar. Independentemente das opções de decoração de cada um, existem alguns pormenores, como as cores e a disposição dos móveis que tornam o quarto energeticamente mais equilibrado. O azul e o rosa claro são desde sempre as primeiras opções para os quartos dos bebés, no entanto, não são as melhores cores para as crianças em idade escolar, pois torna-os muito sonolentos. O amarelo é uma boa opção pois

estimula o conhecimento, a criatividade e o raciocínio; o verde estimula o crescimento e a cor pêssego transmite segurança. Opte pela dualidade de tons suaves nas zonas de dormir com tons mais vibrantes nas zonas de estudo, fazendo um equilíbrio entre as cores das paredes e as cores dos objetos de decoração. Para finalizar coloque a cama de forma a que os pés não fiquem de frente para a porta do quarto, e a cabeceira não fique numa parede que encoste a uma casa de banho. Na zona de estudo, a secretária não deve ficar de forma a que a criança fique de costas para a porta ou janela, e não coloque prateleiras por cima da secretária ao nível da cabeça da criança pois isso quebra-lhe o raciocínio. Deixe que o seu filho dê uma opinião sobre a decoração do seu quarto pois é ele quem se deve sentir bem no espaço onde dorme e estuda.

PUB

Santarém

Apartamento T4 pronto a habitar. Zona habitacional, com espaços verdes, perto de comércio e serviços!

59.000€

Santarém

Excelente apartamento T2 na zona do planalto. Estacionamento coberto. Perto de escolas e serviços.

98.000€

Cartaxo

Quintinha em Vale da Pinta. Um local deslumbrante, para desfrutar do sossego do campo com muita privacidade.

240.000€


a esfera Sónia Parente

mais um ano letivo Com o início de um novo ano letivo, aumentam as preocupações…Mas para além das preocupações comuns, muitos pais ainda lhes acrescentam outras, já que há uma tendência a uma proteção exagerada dos pais em relação aos filhos em vez de estimularem as suas capacidades. As repercussões psicológicas de uma superproteção dos pais, muitas vezes confundida com um bom apoio familiar, podem afetar a autoconfiança dos filhos, criar ansiedade e insegurança. Associada a uma educação repleta de proteção está também, frequentemente, uma enorme tolerância e desresponsabilização dos comportamentos dos filhos. Como reflexo da falta de tempo dos pais para os filhos, estes compensam-nos gratificando-os excessivamente, são demasiado tolerantes com eles e assim não adquirem a noção dos limites que não podem ultrapassar. É através da imposição de regras que se fomenta o desenvolvimento da consciência do que por vezes pode ter vontade de fazer mas não pode porque daí advêm consequências não desejáveis.

Psicóloga Clínica Mestre em Psicologia Educacional soniabarrosparente@gmail.com

Os problemas de comportamento das crianças e adolescentes são cada vez mais falados, e muitos responsabilizam a escola e os professores mas a responsabilidade está fundamentalmente na atual educação cada vez mais permissiva dada pelos pais. Aliás, os professores têm vindo a perder autoridade e, muitas vezes, com a aprovação direta ou indireta dos pais. Assim sendo, o filho não sente a escola como um local onde os seus maus comportamentos terão consequências negativas. A escola e os pais deveriam ser parceiros e não adversários como acontece quando o professor resolve punir o aluno pelo seu mau comportamento e os pais criticam a medida e vão contra o professor. Os pais e a escola devem funcionar em conjunto e com coerência entre ambos. Quanto maior for a complementaridade entre ambas as partes, mais positivos serão os resultados na formação da personalidade da criança e do adolescente.

Muitos pais passaram a atribuir à escola e aos professores grande parte da educação dos seus filhos mas esse papel não deve ser essencialmente da escola, ela colabora mas a educação deve acontecer no contexto familiar, já que a família é a primeira fonte de influência. A escola e a família devem complementar-se e ser parceiros na formação do caráter da criança. revista dada • 29


o cartaxo e a sua história

francisco josé pereira

Rogério Coito Historiador

o homem que republicanizou o concelho No ano em que se assinalou o centenário da implantação da República em Portugal, um nome emergiu de uma “apagada e vil tristeza” em que esteve mergulhado durante muitos anos. E no entanto foi dos que mais lutaram para que a 5 de Outubro de 1910 o concelho estivesse apto e consciente a receber a República. Francisco José Pereira nasceu no Cartaxo em 18 de Julho de 1864, filho do médico José Daniel Pereira e de Maria Albertina Moreira. Concluído o curso de Farmácia na Universidade de Coimbra em 1886 estabeleceu-se na sua terra com a “Farmácia Pereira” sendo ao mesmo tempo director dos jornais O Provinciano e Ribatejo. PUB

acumule pontos e ganhe vales de compras

Francisco José Pereira

peça o seu cartão de cliente

PUB

Directora Técnica: Drª Paula Almeida e Silva Farmc. Adj. Drª Isabel Pena

30 • revista dada

R. S. Sebastião, 1 – Cartaxo – Tel. 243 702 653

Acérrimo propagandista dos ideais republicanos participa em comícios por todo o concelho muitas vezes ao lado de José Relvas, José Montez, irmãos António e Marcelino Mesquita e de outras figuras destacadas ou em escritos de imprensa, sendo por um deles condenado a três dias de cadeia o que deu origem a que Mayer Garção levasse o seu caso à imprensa nacional. Casado com Maria Lucília, filha do actor Leoni, deu na descendência da filha Hélia e do neto Francisco Viegas, um bisneto que se tornou famoso no teatro português com o nome de Mário Viegas e a bisneta Maria Hélia Viegas que com carinho guarda o espólio do bisavô.


PUB

Ocupou a presidência da Câmara Municipal do Cartaxo após o triunfo da revolução de 1910 tendo a coadjuvá-lo nessa tarefa: Pedro Alves, natural de Abrantes e morador no Cartaxo, comerciante, Manuel Victor da Costa Júnior, de Vila Chã de Ourique; José de Oliveira Santos, comerciante, do Cartaxo e João António Nunes, agricultor, por alcunha “O Brasileiro”, natural da Ereira, dono de uma caldeira de destilação onde durante alguns anos se ensaiavam as Cegadas. Deputado à Assembleia Nacional Constituinte pelo círculo 31 (Santarém) em 1911, voltou à câmara dos deputados em 1915, 1919 e 1921 sempre pelo mesmo círculo, primeiro nas listas do Partido Republicano e depois nas do Partido Democrático. Nas legislaturas de 1922 e 1925 passou a fazer parte do Senado tendo sido nomeado interinamente chefe da 1ª Repartição da Direcção Geral do Congresso da República. Em 1925, quando o país caminhava para a ditadura que se instalou em 1926 que o afastou de tudo, ele apreciava a política deslizante com humor e reduzia a versos os seus estados de alma..

Num tempo de difíceis comunicações foi graças ao empenho e acção de alguns entusiastas que as pessoas afastadas dos grandes centros tomaram conhecimento que a República tinha sido implantada em Portugal. Rogério Coito escreve de acordo com a antiga ortografia


MORADAS Se procura um serviço, um cabeleireiro, um restaurante... Aqui encontra um diretório de moradas de estabelecimentos locais

ADVOGADOS CARTAXO Dr. António Nobre R. Serpa Pinto, 6 – 1º Dto T. 243 770372 / 914 501 760 antonionobreadv@mail.telepac.pt notário – Pedro Ramalho Av. João de Deus, Edif. Wagner, Lj.C T. 243 779132 / 935 674 225 notariopedroramalho@sapo.pt

AUTO CARTAXO

contabilista FUNERÁRIA CARTAXO

CARTAXO e apoio fiscal permanente

R. Nova da Boa Vista, 1, r/c T. 243 789 205/ 962 670 974 mariagraciete.machado@gmail.com

DENTISTA

DESPORTO CARTAXO Academia SK R. Dr. Júlio Montez, 20 T. 936 895 415 www.academiask.com

BELEZA

FLORISTA

Cabeleireiro lena R. Combatentes do Ultramar, 5/7 T. 914 717 273 Conceição e João esteticistas R. Dr. Manuel Gomes Silva, 17r/c T. 243 704 639 JOLY DAY SPA R. Dr. Manuel Gomes Silva, 37A T. 243 779 808/ 916 273 337 rosélia CABELEIREIROS R. Dr. Manuel Gomes Silva, 40 Lj1 T. 243 779 923

32 • revista dada

CARTAXO Inprint cristina roldão caeiro R. Batalhoz, 65 T. 243 779 881 / 965 880 298 inprint@inprint.com.pt

pronto a comer CARTAXO Churrasqueira frango dourado R. Batalhoz, 1-C T. 243 703 167 / 965 328 063

psicóloga clínica Sónia parente Rua Dr. Ramada Curto, 5 Vale da Pinta T. 966 373 755 terapeuta da fala teresa machado R. Nova da Boa Vista, 3 T. 962 212 098/ 917 044 096 Vila Franca Xira 263 288 368 Lisboa 217 967 121 centroterapeuticodocartaxo@ gmail.com Psicóloga Clínica Terapeuta de Casal

Vera Alves marcação de consultas

Lisboa – Consultório

Av. de Berna, 31, 2º esq. T. 217 977 763 | 966 184 714 Cartaxo – Cruz Vermelha

R. do Jardim, 2, 1º dto. T. 243 701 050

www.veralves-psi.com

seguros CARTAXO

slif snack bar CARTAXO R. Dr. Manuel Correia Ramalho, GIRASSOL ALEGRE FLORISTA Ed. Verdi, loja C Intermarché T. 243 704 989/ 936 T. 243 709 574 299 108 Modelo T. 936 299 105 www.girassolalegre.com

Luis Filipe P. Vieira R. Dr. Manuel Correia Ramalho, Edif. Vivaldi, Lj.5 T. 243 759 580 / 968 217 148 luis.vieira72@sapo.pt

FOTOGRAFIA

TURISMO

CARTAXO foto cartaxo R. Dr. Manuel Gomes da Silva, 31 - r/c esq T. 243 703 621 fotocartaxo@gmail.com

photo studio

vitor neno

canalizador Luís lourenço sos canalizador T. 962 305 915 canalizas@gmail.com

PAdaRIA CARTAXO

PAPELARIA

Mr. bike de J.M. Ferreira R. Serpa Pinto, 47, A T. 243 790 760 / 962 439 245 mferreira.cartaxo@gmail.com

axé style R. Batalhoz, 70 - r/c T. 243 770 299

hidrocampo sistemas de rega R. da Boavista, 27 – apartado 88 T. 243 779 619 / 965 804 395 hidrocampo.1995@gmail.com

padeirinha do cartaxo R. Dr. Manuel Gomes da Silva, 28 CARTAXO T. 243 770 783 / 919 462 028 Dclinic - Clínica dentária vandamonteiro72@hotmail.com R. Batalhoz, 109 C T. 243 759 733/ 965 361 483 910 395 238 dclinic1@gmail.com

JOÃO LUÍS VICENTE R. EN3-Palhão Vila Chã Ourique T. 243 704 023 www.joaoluisvicente.pt

CARTAXO

CARTAXO Agência Funerária periquito ortobest R. Batalhoz, 53 T. 243 702 616/ Av. João de Deus, 51 A r/c esq. 243 702 116/ 917 341 865 T. 243 709 140/1 www.ortobest.pt

jardim Garantimos rigor, eficácia

SAÚDE

CARTAXO

918 563 597 963 230 408 photostudio.vitorneno@gmail.com

RESTAURANTES

CARTAXO Casa dos coelhos CARTAXO Casal da Pedreira – Ramada Norte hotel quinta das pratas T. 243 789 418/ 917 398 596 Quinta das Pratas Restaurante rosa alta Av. 25 de Abril Quinta das Pratas T. 243 092 183 / 913 551 867 Av. 25 de Abril T. 243 704 700 info@hotelquintadaspratas.com


marmelos assados

com sabor a outono

à mesa

Setembro traz-nos o fim do Verão. Dizemos adeus ao tomate da horta, às courgettes, aos pêssegos e às ameixas. Fazem-se as vindimas. Enchem-se os barris ou os depósitos de vinho para o ano. As noites começam a ficar mais frias. A seguir, pensa-se na apanha da azeitona. Cada estação segue um ritmo que influencia a nossa alimentação. |isabel zibaia rafael autora do blogue Cinco Quartos de Laranja www.cincoquartosdelaranja.com

ingredientes

3 marmelos sumo de 1 limão 2dl de água 4 colheres sopa de açúcar mascado escuro 1dl de vinho do Porto 1 pau de canela 1 estrela de anis

Com a chegada do Outono, a nossa mesa enche-se com novas cores e sabores. O Outono traz-nos novos perfumes e abre-nos o apetite para pratos reconfortantes, de preferência a fumegar. Sabe-nos bem uma sopa de feijão seco com umas tiras de couve galega acabada de apanhar e umas rodelinhas de morcela. Sabe-nos bem os pratos de forno acompanhados com batatas ou castanhas. Chegam-nos os dióspiros e os marmelos. Como eu adoro marmelos. Para mim, os marmelos assados têm sempre o sabor da minha inPUB fância, passada numa aldeia perto de Santarém. Assados em forno de lenha e comidos ainda mornos eram deliciosos. Hoje em dia, continuo a apanhar os marmelos nas árvores onde a minha mãe os apanhava, mas agora dou-lhe um outro toque. Acrescento raspa de laranja e canela ou até uma calda de vinho do Porto com especiarias.

confeção 1. Colocar o sumo de limão,

a água, o açúcar, o vinho do Porto, a canela e o anis num tacho. Levar ao lume e deixar ferver uns minutos. 2. Cortar os marmelos ao meio. Retirar as sementes. 3. Num pirex, regar os marmelos com a calda de açúcar, vinho do Porto e especiarias. 4. Levar a assar em forno pré-aquecido. Durante a assadura virar os marmelos e regá-los com o molho. A calda fica espessa, ligeiramente caramelizada. Muito bom, especialmente para quem é fã deste fruto como eu.

Loja Gourmet


economia, em trocos! Renato J. Campos Economista renatoj.campos@yahoo.com

crescimento vs austeridade! A questão do crescimento versus austeridade assume-se, atualmente, como o principal tema de debate em Portugal e na Europa. A vertente baseada na tese da austeridade (expansionista), de inspiração liberal, tenta racionalizar a despesa na tentativa de reajuste da nossa curva de rendimentos em função da taxa de juro.

de forma inequívoca e determinada, sobre as rendas económicas de empresas monopolistas que empolam os custos variáveis de produção (a eletricidade, combustíveis, etc.). Simultaneamente, poderíamos também mexer no IRC, seletivamente, concedendo taxas fiscais muito atrativas por um período significativo a investimentos que privilegiem massivamente o emprego e a produção de determinados tipos de bens transacionáveis para exportação. Não seria uma situação de dumping fiscal, apenas uma mera equiparação ao que outros países europeus como a Holanda e a Irlanda já fazem.

Alternativamente, os economistas de inspiração keynesiana trabalham esta mesma curva do rendimento com os eixos invertidos, ou seja, é o rendimento que influencia as taxas e não o contrário, estabelecendo uma correlação positiva natural entre emprego, consumo e crescimento. Longe do campo de discussão académica existe, porém, uma verdade que a economia real nos dita: para criar postos de trabalho é preciso que as empresas detenham PUB essa necessidade, ou seja, a produção (oferta) ajusta-se em função da procura, a qual advirá apenas de duas vias: do consumo interno ou do consumo externo (via exportações). Para sustentar um potencial aumento da procura, é fundamental a aposta em dois pontos críticos: alteração da matriz produtiva para bens transacionáveis de média/alta intensidade tecnológica com potencial de exportação e uma diminuição dos chamados custos de contexto. Neste último campo poderíamos agir, 34 • revista dada

Estas medidas permitiriam, em grande medida, a necessária folga orçamental que permita dosear, de forma sensata, a racionalização da despesa com o crescimento económico!

A contabilidade adequada à sua actividade Drª Lurdes Gonçalves Fiscalista (ISCAL) TOC 8651

Tel. 967 328 346 | 243 770 931/2 lurdesgoncalves@firiconta.pt Rua Dr. Manuel Gomes Silva, 21 | Cartaxo

Gestão e Assessoria Fiscal


EMPRÉSTIMOS SOBRE PENHORES Emprestamos dinheiro no valor igual ao da venda e pode depois reaver o seu bem em suaves prestações.

PRECISA DE DINHEIRO?

TAMBÉM COMPRAMOS

243 046 860 | 912 252 165

RUA PEDRO SANTARÉM, Nº57 e 108 - SANTARÉM www.creditolusitano.com


revista dada ed. 40