{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade.

Page 52

AS CONDIÇÕES DE PRODUÇÃO DO DISCURSO PUBLICITÁRIO EM SALA DE AULA: UM OLHAR SOBRE O ENSINO DE CRIAÇÃO PUBLICITÁRIA E A SUA RELAÇÃO COM O MUNDO DO TRABALHO

Introdução Há aproximadamente três anos estamos investigando o ensino superior de criação publicitária sob uma perspectiva discursiva. Ainda em 2010, no XXXIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, apresentamos, no GP Publicidade e Propaganda do X Encontro dos Grupos de Pesquisa em Comunicação, uma pesquisa de caráter teórico. A proposta naquele texto (HANSEN; NEUMANN; SILVA, 2010) foi pensar a relação do ensino da publicidade com o mercado publicitário, averiguando, somente a partir de uma pesquisa bibliográfica, como o processo de ensino e aprendizagem tem sido atravessado pela prática do mercado. Demonstramos, em um momento ainda embrionário, que a prática mercadológica emerge no processo de ensino e aprendizagem da publicidade. E não é de hoje. Historicamente, ainda no surgimento das primeiras escolas de propaganda, houve o atravessamento das agências e dos anunciantes. Mais recentemente, o mercado tem sido parâmetro à elaboração de grades curriculares; tem participado, por meio de clientes reais, em projetos experimentais; e, por intermédio da comunicação digital e das novas tecnologias, consolida a sintonia entre o ensino e a sociedade (HANSEN; NEUMANN; SILVA, 2010). Tais considerações, viabilizadas a partir de uma revisão de literatura, serviramnos para preparar o terreno para o trabalho de campo. Portanto, o presente artigo documenta o desdobramento da investigação iniciada e materializada naquele texto apresentando no Intercom 2010, bem como em outros textos3 publicados/apresentados para compartilhar o conhecimento produzido já como parte da pesquisa empírica. Assim, damos seguimento às reflexões sobre as implicações do mercado publicitário nos procedimentos didático-pedagógicos, e também discutimos como professor e estudante se relacionam em sala de aula com o mundo a sua volta. Interessa-nos examinar como o mundo profissional é inserido e tratado na prática docente e dinâmica de sala de aula, mais especificamente em disciplinas cuja finalidade é o ensino de criação publicitária. O nosso objeto de estudo é o processo de ensino e aprendizagem de criação publicitária. E o objetivo que nos move neste artigo é examinar de que modo o ensino da criação publicitária é atravessado pelo mercado publicitário, analisando como o discurso publicitário em sala de aula é construído, em que condições é produzido. Relativamente à materialidade discursiva utilizada para fins de análise, constituímos a montagem do arquivo discursivo a partir do registro das produções discursivas 3 HANSEN, Fábio. As formações imaginárias e seus efeitos de sentido no ensino e na aprendizagem de criação publicitária. Educação e Pesquisa. Revista da Faculdade de Educação da USP, São Paulo, v. 39, n. 2, abr./jun. 2013, p. 465-476. HANSEN, Fábio. As práticas pedagógicas no ensino e aprendizagem de criação publicitária. In: PEREZ, C. e TRINDADE, E. (Orgs). Deve haver mais pesquisa na publicidade porque é assim que se conquista a real beleza. São Paulo: Schoba/ ABP2/FAPESP e CRP/ECA/USP. 2013. HANSEN, Fábio. A idealização do mundo do trabalho e seu reflexo no discurso pedagógico de criação publicitária. II Congresso Internacional em Comunicação e Práticas de Consumo. Anais do II Congresso Internacional em Comunicação e Práticas de Consumo, São Paulo, 2012. HANSEN, Fábio. Relações de consumo entre o mercado publicitário e o ensino e a aprendizagem de criação publicitária. I Congresso Internacional em Comunicação e Práticas de Consumo. Anais do I Congresso Internacional em Comunicação e Práticas de Consumo, São Paulo, 2011.

52 | COMUNICAÇÃO - REFLEXÕES, EXPERIÊNCIAS, ENSINO |Curitiba | v. 5| n.5|p. 051-064| 1° Semestre 2013

Profile for Revista Comunicação

Volume5 COMUNICAÇÃO : reflexões, experiências, ensino  

Revista Comunicação COMUNICAÇÃO . reflexões, experiências, ensino.

Volume5 COMUNICAÇÃO : reflexões, experiências, ensino  

Revista Comunicação COMUNICAÇÃO . reflexões, experiências, ensino.

Advertisement