Page 1

ÃO nt IÇ ge ED Ar r ni

Le

w w w . r e v i s t a r e v e s t r e s . c o m . b r

o

JANEIRO FEVEREIRO 2014 #12

R$ 15,00

A voz dos guetos Hip hop, breakdance e a arte que vem da periferia

Ferreira Gullar, o maior poeta vivo do Brasil, diz que vivemos uma farsa. Skate e fotografia

TANGO DE RAIZ

Copa dos quarenta Um jeito Revestrés de falar de futebol

15 motivos para ver o Oscar

Zuenir Ventura


OSCAR No dia 2 de março (isso mesmo, em pleno domingo de carnaval), acontece a cerimônia do Oscar 2014. De qualquer forma, existem vários motivos para você não perder essa festa que muita gente olha com cara feia mas, no fim das contas, todo mundo comenta e corre atrás dos filmes indicados. Revestrés destaca, aqui, 15 desses motivos, para você ficar de olho. Por Phylippe Moura

Gravidade e Trapaça têm 10 indicações cada. Gravidade deve levar boa parte dos prêmios técnicos (som, mixagem de som, efeitos visuais), além de Melhor Diretor para Cuarón. Você pode até questionar a qualidade do filme, mas é inegável a habilidade do mexicano em nos tirar o fôlego. Trapaça traz pelo terceiro ano consecutivo um filme de David O. Russell para o Oscar. Um fenômeno, já que O Vencedor e O Lado Bom da Vida são bem mais ou menos. Trapaça segue o mesmo caminho. Jonh Williams, em sua 44ª indicação. É a pessoa viva com o maior número de indicações da história do Oscar. Este ano ele vem com uma trilha belíssima para A Menina que Roubava Livros. Se Trapaça engana no jogo, traz a nova queridinha da América: Jennifer Lawrence. Ela é a atriz mais jovem a receber 3 indicações. Ano passado ela venceu o Oscar de Melhor Atriz. Este ano, na categoria Melhor Atriz Coadjuvante, Lawrence tenta sua segunda estatueta. 2014 é ano de eleição e ano de Copa do Mundo no Brasil. E para os amantes do cinema é o aniversário de 75 anos de O Mágico de OZ. Os velhinhos da Academia não iriam deixar essa data de fora e a homenagem vai acontecer para o filme de Victor Fleming. 66 • facebook.com/revista revestres

O Brasil mais uma vez ficou fora da categoria de Filme Estrangeiro. Só não digo que era a nossa melhor chance porque muitos anos e filmes virão. Quem deve ganhar é A Grande Beleza, filme italiano de Paolo Sorrentino. Filme chato, mas belo. Lembra muito o olhar de Fellini em La Dolce Vita, com seus ricos excêntricos. Outro fato curioso é, entre os indicados, estarem um documentário do Cambodja, The Missing Picture e também o palestino Omar. Minha torcida é para o dinamarquês A Caça e pelo belga Alabama Monroe. Dois espetáculos. Se Jonh Williams é imbatível em indicações, Meryl Streep não fica atrás pelo time das meninas. Ela alcança sua 18ª indicação, agora por Albúm de Família. Apesar do recorde de Meryl, a briga fica entre Amy Adams e Cate Blanchett. Por outro lado, 8 novatos estreiam nas indicações. São eles: Chiwetel Ejiofor, Matthew McConaughey, Barkhad Abdi, Michael Fassbender, Jared Leto, Sally Hawkins, Lupita Nyong’o e June Squibb. De todos eles os que têm mais chances de levar uma estatueta é o dueto de Clube de Compras Dallas Matthew McConaughey, como Melhor Ator, e Jared Leto , quase certo de levar o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante.


Ellen Degeneres - A comediante vai apresentar o Oscar após 7 anos. Ela volta para tentar animar um pouco a já conhecida longa e chatíssima cerimônia do Oscar. Tem que gostar muito de cinema para aguentar a maratona modorrenta da Academia. Porém, com Degeneres no comando, as chances da festa melhorar são enormes. Melhor ator - Todos os 5 indicados a Melhor Ator podem ganhar sua primeira estatueta da carreira. Existe uma legião de fãs na torcida para Leonardo Di Caprio. Porém a disputa está fortíssima, e Chiwetel Ejiofor, por 12 Anos de Escravidão e Matthew McConaughey em Clube de Compras Dallas estão no mínimo com um corpo de vantagem. Melhor Curta-metragem - Essa categoria é um tapa na minha e na sua cara. Porque ninguém asssistiu os indicados e ninguém nunca verá. Aí você fica todo pimpão achando que sabe tudo de cinema e não conhece esses incríveis curta-metragens. Tomem essa, porque eu já tomei. Megan Ellison - Ela é a primeira mulher a receber 2 indicações a melhor filme no mesmo ano desde 1951. A produtora de Trapaça e Ela fica com o recorde, porque o Oscar de melhor filme deve ir para 12 Anos de Escravidão. Se Trapaça ganhar, pode enterrar os velhinhos porque deu pane no planeta. Hayao Miyazaki - O mestre da animação emplaca sua 3ª indicação. É o diretor com maior número na categoria. Vidas ao Vento é um forte candidato, que tem Frozen (Pixar/Disney) como favorita. Melhor ator coadjuvante - Olho no Jared Leto. Cantor de uma das piores bandas do mundo, o 30 Seconds to Mars, mas dono de uma das melhores atuações da temporada. Oscar no twitter - De longe o melhor lugar para acompanhar a transmissão. Lá tem gente mais engraçada do que a Ellen Degeneres, e que não ganha um centavo pra isso. Um olho na TNT e outro no twitter. Melhor documentário curta-metragem Ninguém viu.

*Detentora dos direitos para TV aberta no Brasil, a Rede Globo, não vai transmitir a festa ao vivo por estar transmitindo o carnaval do Rio de Janeiro. A platinada programa um “resumão” para o dia 3 de março. A cerimônia poderá ser vista ao vivo pela TV fechada, no canal TNT (tnt.com.br). twitter.com/@derevestres •

67


Oscar na Revestrés  

15 motivos para ver o oscar

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you