Issuu on Google+

Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XX Prêmio Expocom 2013 – Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação

Explode Coração Um Perfil do Narrador Esportivo Maurílio Moura Miranda1 Ilídio Luciano Ribeiro da SILVA2 Cintia Cerqueira CUNHA3 Universidade de Uberaba, Uberaba, MG

RESUMO Este livro-reportagem, intitulado “Explode oração, um perfil do narrador esportivo Maurílio Moura Miranda”, tem como objetivo apresentar um perfil do locutor, radialista e jornalista, que iniciou a carreira de locutor esportivo na cidade de Tupaciguara, no Triângulo Mineiro, e se tornou o maior narrador da cidade de Uberaba, onde trabalha há 40 anos na Rádio Sete Colinas. Conta momentos importantes da vida de um homem que conseguiu realizar o maior sonho de sua vida: ser narrador de futebol. Fala sobre o trabalho na roça onde morou, a mudança de cidade e Estado, o casamento, a constituição familiar, a mudança para Belo Horizonte, o retorno para Uberaba, cidade em que se consolidou na carreira de locutor esportivo. O livro aborda também a experiência política, os companheiros de trabalho da Rádio Sete Colinas e os planos para quando se aposentar. PALAVRAS-CHAVE: livro-reportagem-perfil; Moura Miranda; narrador esportivo; futebol.

INTRODUÇÃO O projeto de pesquisa “Explode coração – um perfil do narrador esportivo Moura Miranda” pertence à linha de pesquisa Cultura e Memória desenvolvida pelo Curso de Jornalismo da Universidade de Uberaba. Um dos propósitos desta linha de pesquisa é destacar ações de relevante importância, dos atos de pessoas que contribuem para o desenvolvimento de alguma atividade. Também serve para prestar homenagem a pessoas que contribuem para a divulgação e prestação de serviços à comunidade. O personagem desse projeto de pesquisa é o jornalista, radialista e narrador esportivo Maurílio Moura Miranda, o mais velho de um total de 14 filhos de um casal de

1

Trabalho de Conclusão do curso de Jornalismo da Universidade de Uberaba, na categoria Livro-reportagem, modalidade cultura e memória. 2 Aluno do 8º período do curso de Jornalismo da Universidade de Uberaba - Uniube, Uberaba – MG, e-mail: ilidiolucianors@gmail.com. 3 Orientadora do trabalho. Professora do curso de Jornalismo, e-mail: cintia.cunha@uniube.br.

1


Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XX Prêmio Expocom 2013 – Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação

camponeses, trabalhadores da roça na zona rural da cidade de Tupaciguara, no Triângulo Mineiro. O garoto, que sempre acompanhava com o pai as transmissões de futebol pelas ondas de um rádio Transglobe, é o filho mais velho do casal Miranda. Ele ficava horas ouvindo as transmissões esportivas dos famosos narradores das rádios de São Paulo e do Rio de Janeiro, e se imaginava fazendo o mesmo. No ano de 1968, logo após completar a maioridade, Maurílio conseguiu iniciar os trabalhos em uma rádio e narrar futebol em Tupaciguara, cidade natal do locutor. Depois, recebeu o convite para se transferir para Uberaba, onde há mais de 40 anos dedica sua vida à narração esportiva, sempre pela Rádio Sete Colinas AM. O livro-reportagem faz uma referência também às dificuldades, compromissos assumidos, e outros pontos importantes da vida do personagem principal da obra, como o casamento, a constituição familiar, os prêmios recebidos e amigos de trabalho.

OBJETIVO O principal objetivo deste trabalho é traçar um perfil em formato livro-reportagem, para contar, através de recorte, parte da trajetória de vida do locutor esportivo mineiro Maurílio Moura Miranda. O trabalho visa também a prestar justa homenagem a uma pessoa que muito já contribuiu e contribui com a divulgação e fortalecimento do futebol da cidade de Uberaba, nas transmissões dos jogos do Uberaba Sport Club e do Nacional Futebol Clube, os dois times profissionais da cidade, bem como dos times amadores de Uberaba.

JUSTIFICATIVA O rádio sempre foi, por muitos anos, antes que os aparelhos de TV invadissem cada lar brasileiro e, principalmente, muito antes da explosão cibernética, com a popularização da internet, o principal meio de comunicação imediato para o acompanhamento de eventos esportivos e transmissões de acontecimentos importantes da cidade, país e mundo. O profissional de rádio, que conta aos ouvintes os eventos, sempre foi visto com bons olhos pelos ouvintes desse veículo e admiradores do esporte. Não há registros, pelo que foi levantado em pesquisa, de livros ou outro tipo de material que sirva de referência para estudo ou preservação da memória dos profissionais do rádio na cidade de Uberaba, principalmente alusivos aos locutores esportivos.

2


Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XX Prêmio Expocom 2013 – Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação

Em função da inexistência desse tipo de material, surgiu a ideia de propor este projeto de pesquisa que pretende contribuir para o preenchimento dessa lacuna em consonância com a linha de pesquisa Cultura e Memória. Várias pessoas são dignas de receber homenagens pelos relevantes serviços prestados à cidade de Uberaba ao longo dos anos e acredita-se que uma dessas pessoas seja o radialista Maurílio Moura Miranda, que é reconhecidamente um dos maiores locutores esportivos que a cidade já teve. Por isso, justifica-se a escolha do personagem foco deste trabalho. Para isso, o livro conta passagens da vida do narrador em formato história de vida, como citam as autoras Marieta de Morais Ferreira e Janaína Amado, na obra Usos e abusos da história oral, no capítulo sobre Pierre Bourdieu:

Uma vida é inseparavelmente o conjunto de acontecimentos de uma existência individual concebida como uma história e o relato dessa história. É a linguagem simples que descreve a vida como um caminho, uma estrada, uma carreira, com suas encruzilhadas, seus ardis, até mesmo suas emboscadas, que tem um começo, etapas e um fim, no duplo sentido de término e finalidade. (FERREIRA e AMADO, 1996 p. 183)

MÉTODOS E TÉCNICAS UTILIZADOS A principal técnica escolhida e utilizada para a realização deste projeto foi a entrevista em profundidade, onde se pretendeu elaborar um perfil do personagem principal da obra. Foram entrevistados, além do narrador esportivo, a esposa dele, Neuza Maria Dias Miranda, os filhos Erick Moura e Bibiane Moura, a mãe do locutor, Hilda Moura Miranda, um dos irmãos dele, Mauro Miranda, e o companheiro de profissão e comentarista esportivo, Carlos Moura, conhecido como “Ticha”, que dividiu com ele momentos engraçados, principalmente quando os dois viajavam para realizar a cobertura jornalística de jogos de futebol envolvendo as equipes profissionais de Uberaba. Durante a realização das entrevistas, procurou-se, sempre, deixar os entrevistados bastante à vontade para narrar os fatos, assim como ensina Sérgio Vilas Boas: “A narrativa de um perfil está atada ao sentimento de quem participa. A frieza e o distanciamento são altamente nocivos. Envolver-se significa sentir”. (VILAS BOAS, 2003 p.14) Foram utilizadas também a técnica da observação participante, a fim de recolher aspectos emocionais dos entrevistados, e a entrevista projetiva, que é empregada para verificar as reações e lembranças do personagem, ao se deparar com a exibição de fotos que

3


Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XX Prêmio Expocom 2013 – Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação

marcaram a trajetória de vida dele. A pesquisa documental e bibliográfica também fundamentou partes historiográficas do livro.

DESCRIÇÃO DO PRODUTO OU PROCESSO O livro-reportagem foi confeccionado contém nove capítulos, divididos em três partes. O primeiro capítulo conta um pouco sobre a infância de Maurílio na lida na roça em Tupaciguara e o sonho de se tornar narrador esportivo. O segundo fala sobre o convite para trabalhar em uma emissora de rádio em Uberaba e participar de um concurso para narradores de futebol em Belo Horizonte. O terceiro capítulo aborda a transferência para a capital mineira e o problema de saúde da esposa. O quarto capítulo narra o retorno para o Triângulo Mineiro; o quinto, sobre a constituição familiar e o sexto traz a história da criação do grito famoso de gol e histórias pitorescas de sua trajetória como narrador esportivo. O sétimo capítulo relembra a eterna saudade dos companheiros já falecidos; o oitavo traz a vida política de Moura e o nono e último capítulo fala sobre os sonhos e os planos dele para o futuro. Alguns capítulos contêm subtítulos que trazem, por exemplo, a maior alegria e a maior decepção do narrador, enquanto profissional do rádio, acompanhando os jogos dos times profissionais da cidade de Uberaba e um dedicado a gafes e histórias engraçadas do personagem principal do livro, contado pelo comentarista “Ticha”. A estruturação dos capítulos do livro ficou definida da seguinte forma:

I PARTE 1 – O início, o trabalho na roça e o sonho 2 – Mudança para Uberaba e vitória em concurso 3 – Belo Horizonte, Rádio Guarani, tristeza da esposa II PARTE 4 – De volta a Uberaba para fazer história 5 – Família, orgulho maior e o filho treinador de futebol 6 – Criação do bordão famoso e a melhor fase do USC

4


Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XX Prêmio Expocom 2013 – Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação

III PARTE 7 – Eterna saudade de grandes companheiros 8 – O narrador no campo da política 9 – Sonhos e planos para o futuro

CONSIDERAÇÕES O livro-reportagem, que é um dos produtos possíveis para a produção do Trabalho de Conclusão de Curso em Jornalismo da Universidade de Uberaba, desperta no aluno e autor do trabalho sentimentos distintos, que foram percebidos ao longo da confecção do mesmo. O primeiro sentimento é o da dúvida sobre a escolha do personagem central e se o que se conhece da história de vida dele é suficiente para preencher páginas de um trabalho acadêmico. Outras dúvidas referem-se a quais e quantos aspectos enfocar, quais serão os outros personagens que ilustrarão o livro e como transcrever, com recursos literários, as informações obtidas junto às fontes. Com o passar do tempo, a dúvida dá lugar à esperança, que vai se renovando na medida em que as páginas vão sendo confeccionadas e, ao final, quando tudo está pronto, a alegria é o maior dos sentimentos, uma sensação de dever cumprido. O trabalho acadêmico também tem o poder de propiciar o autoconhecimento do aluno, pois permite a ele superar desafios, não ter medo de ousar e vivenciar, na prática, os ensinamentos aprendidos em sala de aula. O livro-reportagem é, enfim, um projeto de autoafirmação, um meio de o aluno se sentir jornalista.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

CALABRE, Lia. A era do rádio. 2ª edição. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2004.

COELHO, Paulo Vinícius. Jornalismo esportivo. 2ª edição. São Paulo: Contexto, 2004.

FERREIRA, Marieta de Morais, AMADO, Janaína. Usos e abusos da história oral: capítulo 13: A ilusão biográfica. São Paulo: FGG editora, 1996.

5


Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XX Prêmio Expocom 2013 – Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação

LIMA, Edvaldo Pereira. Páginas ampliadas: o livro-reportagem como extensão do Jornalismo e da Literatura. São Paulo: Manole, 2004.

RODRIGUES, Luiz Pedro. Show do rádio: pessoas e fatos ligados ao rádio de Minas Gerais. 2ª edição. Belo Horizonte: Armazém das ideias, 2005.

VILAS BOAS, Sérgio. Perfis e como escrevê-los. São Paulo: Summus, 2003.

_________________. Biografias & biógrafos: jornalismo sobre personagens. São Paulo: Summus, 2002.

6


Paper explode coração