Page 1

Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XX Prêmio Expocom 2013 – Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação ---------------------------------------------------------------------------------------------------------Jornal Conceição Notícias

Fernanda Sousa BORGES² Pabliene Kelen SILVA³ Indiara FERREIRA4 Universidade de Uberaba, Uberaba, MG

Resumo Este paper está alinhado com a linha de pesquisa: “Comunicação e Empreendedorismo”, desenvolvido pelo curso de Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, da Universidade de Uberaba (Uniube). O objetivo é a criação de um jornal impresso para o município de Conceição das Alagoas, Minas Gerais, para levar informação de credibilidade à população. A cidade é carente de informações jornalísticas de qualidade, pois os veículos que existem, de periodicidade indeterminada, dão ênfase apenas aos fatos violentos e de autoclamor social.

Palavras-chave Conceição das Alagoas, Jornalismo, Jornal impresso, Credibilidade, Verdade

Introdução A origem certa do jornalismo impresso é desconhecida. Existem registros desde a Roma antiga. Em 1609, nos cafés de Londres, saíram os primeiros jornais impressos, com informações obtidas por meio de conversas com quem frequentava os bares. Portanto, podemos concluir que é quase impossível dizer onde nasceu o jornalismo impresso. No Brasil, o primeiro jornal impresso surgiu no ano de 1808. Era de opinião e tinha função política. O Correio Braziliense, de Hipólito da Costa, era em formato de um livro e não tinha colunas nas páginas. Era impresso em Londres e trazido clandestinamente ao Brasil. O jornal impresso no Brasil na época do império passava por uma autorização dos governantes para que não fosse publicado nada que prejudicasse a “ordem” social. Era a ¹Trabalho de Conclusão do curso de Jornalismo da Universidade de Uberaba, na linha de pesquisa Comunicação e Empreendedorismo 2 Aluna do 8º. Período do Curso de Comunicação Social/Habilitação em Jornalismo da Universidade de Uberaba, email: nanda-borges13@hotmail.com.br 3 Aluna do 8º. Período do Curso de Comunicação Social/Habilitação em Jornalismo da Universidade de Uberaba, email: spabliene@yahoo.com.br. 4 Orientadora do trabalho. Professora do Curso Comunicação Social/Habilitação em Jornalismo da Universidade de Uberaba, email: indiara.ferreira@uniube.br.


Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XX Prêmio Expocom 2013 – Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação ---------------------------------------------------------------------------------------------------------censura imperialista. Com os jornais clandestinos o povo teve informações que antes eram omissas. O Brasil voltou a sofrer com a censura na ditadura brasileira, onde os jornais só podiam publicar o que o governo permitia. Nesse período, de 1964 a 1988, os jornais sofreram muito com a falta de informação, já que eram proibidos de veicular notícias sobre o governo. Após esse período o jornalismo impresso veio a ser o principal meio de comunicação e de informação, trazendo as principais notícias do Brasil e do mundo, o que promoveu a população a seres informados e conscientes de seus direitos. Com isso o jornal impresso conseguiu o status de “Quarto poder”. Em cidades interioranas esse papel ainda é mais importante. Na maioria das vezes, o jornal impresso é o único veículo de informação da sociedade, aumentando ainda mais seu poder e interferindo, de forma direta, nos governos municipais, com reinvindicações da população. Conceição das Alagoas está localizada no Triângulo Mineiro, a 60 quilômetros de Uberaba, e tem cerca de 25 mil habitantes. A cidade conta hoje com as mídias: televisão, rádio e jornais impressos. O principal problema encontrado nesses meios de comunicação está na pouca ou nenhuma informação sobre a cidade. Os sinais de televisão e rádio são de cidades da região, ou seja, pouco interferem na vida dos moradores. Os dois jornais impressos que circulam estão vinculados à prefeitura e grande parte das notícias sofre manipulação ou sequer são apresentadas. Sendo assim, as informações que chegam não têm proximidade com os cidadãos de Conceição das Alagoas. Peruzzo (2005) disserta sobre características e conceitos que definem mídia local, regional, comunicação comunitária, proximidade, entre outros termos referentes ao jornalismo local. Mídia local, para ela, “é a que atinge um espaço determinado, sendo este local ou regional, baseada em informação de proximidade”. Esse conceito de proximidade, quando

¹Trabalho de Conclusão do curso de Jornalismo da Universidade de Uberaba, na linha de pesquisa Comunicação e Empreendedorismo 2 Aluna do 8º. Período do Curso de Comunicação Social/Habilitação em Jornalismo da Universidade de Uberaba, email: nanda-borges13@hotmail.com.br 3 Aluna do 8º. Período do Curso de Comunicação Social/Habilitação em Jornalismo da Universidade de Uberaba, email: spabliene@yahoo.com.br. 4 Orientadora do trabalho. Professora do Curso Comunicação Social/Habilitação em Jornalismo da Universidade de Uberaba, email: indiara.ferreira@uniube.br.


Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XX Prêmio Expocom 2013 – Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação ---------------------------------------------------------------------------------------------------------tratado em relação à mídia local, engloba laços familiares e à singularidade de uma determinada região. O artigo se encaixa no projeto, já que a proposta é fazer um jornal para a cidade de Conceição das Alagoas. Ela trata muito bem a relação com a proximidade da notícia e ainda conclui que o jornalismo regional interfere de forma direta no jornalismo nacional. A falta de informação rápida e de credibilidade faz com que os moradores da cidade fiquem desinformados. Acidentes de trânsito, por exemplo, só são noticiados duas semanas após o ocorrido. O jornalista Ricardo Noblat discute o que é notícia e a importância da escolha certa pelo jornalista quanto ao que noticiar. “Podemos definir o conceito de noticiabilidade como o conjunto de critérios e operações que fornecem a aptidão de merecer um tratamento jornalístico, isto é, possuir valor como notícia. Assim, os critérios de noticiabilidade são o conjunto de valores-notícia que determinam se um acontecimento, ou assunto, é susceptível de se tornar notícia, isto é, de ser julgado como merecedor de ser transformado em matéria noticiável e, por isso, possuindo ‘valornotícia”’ (NOBLAT, 2008, p. 63).

Objetivo Geral - Implantar um novo jornal impresso em Conceição das Alagoas caracterizado pela isenção.

Objetivos Específicos - Divulgar os fatos de Conceição das Alagoas fundamentados na imparcial; - Publicar matérias informativas e reportagens analíticas para retratar a realidade do município; - Apresentar produtos opinativos com a meta de formar a opinião do leitor; - Conquistar credibilidade a partir do conteúdo de qualidade.

¹Trabalho de Conclusão do curso de Jornalismo da Universidade de Uberaba, na linha de pesquisa Comunicação e Empreendedorismo 2 Aluna do 8º. Período do Curso de Comunicação Social/Habilitação em Jornalismo da Universidade de Uberaba, email: nanda-borges13@hotmail.com.br 3 Aluna do 8º. Período do Curso de Comunicação Social/Habilitação em Jornalismo da Universidade de Uberaba, email: spabliene@yahoo.com.br. 4 Orientadora do trabalho. Professora do Curso Comunicação Social/Habilitação em Jornalismo da Universidade de Uberaba, email: indiara.ferreira@uniube.br.


Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XX Prêmio Expocom 2013 – Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação ---------------------------------------------------------------------------------------------------------Justificativa

A cidade de Conceição das Alagoas, localizada no Triângulo Mineiro, a 60 quilômetros de Uberaba, conta com uma população de cerca de 25 mil habitantes. Nos últimos dez anos, o município teve um crescimento de oito mil pessoas, segundo dados do último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Hoje, o município conta com a circulação de dois jornais impressos, sem periodicidade fixa, ou seja, somente são distribuídos em eventos excepcionais. Outras formas de informação chegam com os veículos de comunicação sediados em cidades vizinhas, como Uberaba: o Jornal da Manhã - distribuído todos os dias na cidade, assim como os telejornais MG TV – da Rede Globo, e Jornal Alterosa, do SBT. Todos esses veículos priorizam suas cidades e só noticiam fatos ocorridos em Conceição quando se trata de algo com alto clamor social, geralmente, notícias ruins. Assim, notícias importantes para os conceição alagoanos ficam sem destaque algum. Nelson Traquina (2009) levanta que os jornalistas podem classificar com mais facilidade as notícias dentro de padrões pré-definidos e adotados como modelos. “Os leitores acham que o cardápio dos jornais está mais de acordo com o gosto dos jornalistas do que com o gosto deles” (2009, p. 15). O Jornal Conceição Notícias supriria essa carência de informação. Lage (2002) nos ampara enfatizando que a massa para quem falamos não é passiva e nos questiona todo o momento. “A experiência de quatro séculos de imprensa mostra que o público pode ignorar métodos e fatos, pode ser crédulo e de boa fé, mas não é tolo” (LAGE, 2002, p.44).

¹Trabalho de Conclusão do curso de Jornalismo da Universidade de Uberaba, na linha de pesquisa Comunicação e Empreendedorismo 2 Aluna do 8º. Período do Curso de Comunicação Social/Habilitação em Jornalismo da Universidade de Uberaba, email: nanda-borges13@hotmail.com.br 3 Aluna do 8º. Período do Curso de Comunicação Social/Habilitação em Jornalismo da Universidade de Uberaba, email: spabliene@yahoo.com.br. 4 Orientadora do trabalho. Professora do Curso Comunicação Social/Habilitação em Jornalismo da Universidade de Uberaba, email: indiara.ferreira@uniube.br.


Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XX Prêmio Expocom 2013 – Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação ---------------------------------------------------------------------------------------------------------Métodos e Técnicas Utilizadas Pesquisa Partimos da análise de diferentes livros sobre a teoria do Jornalismo e de diferentes jornais impressos. Tivemos reuniões com diretores de veículos para termos referências para a estruturação dos questionários de pesquisa. Em seguida, realizamos as pesquisas quantitativa e qualitativa. Ao todo, foram 350 pessoas entrevistadas. A pesquisa quantitativa foi realizada junto a 130 empresários que indicaram desde o valor dos anúncios a ser cobrado até a distribuição. Já a pesquisa qualitativa, foi aplicada com 220 pessoas que opinaram quanto ao conteúdo das editorias. Por meio das pesquisas determinamos o formato do jornal, a periodicidade, o projeto editorial, o projeto gráfico, o plano financeiro, nosso público alvo e os espaços publicitários do jornal.

Descrição do Produto O jornal “Conceição Notícia” é no formato Germânico (30x42cm), com 12 páginas coloridas, divido em oito editoras: Editorial e Opinião, Cidade, Agronegócio, Polícia, Política, Coluna Social, Entretenimento, Saúde. Há ainda a previsão dos Classificados. CAPA: Tem as chamadas das principais matérias do jornal. Contará ainda com fotos e ilustrações para chamar a atenção do leitor. CIDADE: A editoria vem com reportagens sobre o que de mais importante acontece e aconteceu em Conceição das Alagoas, conforme as pautas sugeridas pela população. AGRONEGÓCIO: Editoria com matérias que irão ajudar o agricultor a entender o mercado. Trazemos as perspectivas da economia, os produtos e serviços inovadores para o setor etc.

¹Trabalho de Conclusão do curso de Jornalismo da Universidade de Uberaba, na linha de pesquisa Comunicação e Empreendedorismo 2 Aluna do 8º. Período do Curso de Comunicação Social/Habilitação em Jornalismo da Universidade de Uberaba, email: nanda-borges13@hotmail.com.br 3 Aluna do 8º. Período do Curso de Comunicação Social/Habilitação em Jornalismo da Universidade de Uberaba, email: spabliene@yahoo.com.br. 4 Orientadora do trabalho. Professora do Curso Comunicação Social/Habilitação em Jornalismo da Universidade de Uberaba, email: indiara.ferreira@uniube.br.


Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XX Prêmio Expocom 2013 – Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação ---------------------------------------------------------------------------------------------------------POLÍCIA: Voltada para reportagens factuais ou com desdobramentos de casos de polícia. Por se tratar de uma cidade interiorana, quando não houver um fato marcante, investiremos em matérias aprofundadas e analíticas. POLÍTICA: A editoria tentará retratar o cenário político local, com entrevistas com prefeito e vereadores e as decisões tomadas por eles em cada reunião da Câmara Municipal e nos gabinetes dos secretários. Também repercutiremos as principais notícias sobre a cidade com desdobramento em nível estadual e nacional. COLUNA SOCIAL: Traz a cobertura dos principais eventos que acontecem em Conceição, além de apresentar um retrato da vida social do município por meio do comportamento dos moradores. ENTRETENIMENTO: Nesta página, o leitor encontra horóscopo, resumo de novelas e notícias de variedades sobre os famosos. Tudo para que ele possa se entreter. SAÚDE: O leitor encontra dicas de saúde e matérias sobre o tema, fundamentadas com médicos especialistas. Faremos também duas vezes ao mês o especial “tire suas dúvidas com o doutor”, que tem o objetivo de responder às perguntas enviadas pelos leitores à redação.

Fechados os projetos editoral e gráfico, iniciamos as reuniões de pauta para a seleção das possíveis matérias do jornal. Escolhidas as pautas, iniciamos a produção das reportagens, redigimos os textos para encaminhá-los para a revisão e, posteriormente, diagramação. O jornal impresso será distribuído gratuitamente em pontos estratégicos na cidade de Conceição das Alagoas.

¹Trabalho de Conclusão do curso de Jornalismo da Universidade de Uberaba, na linha de pesquisa Comunicação e Empreendedorismo 2 Aluna do 8º. Período do Curso de Comunicação Social/Habilitação em Jornalismo da Universidade de Uberaba, email: nanda-borges13@hotmail.com.br 3 Aluna do 8º. Período do Curso de Comunicação Social/Habilitação em Jornalismo da Universidade de Uberaba, email: spabliene@yahoo.com.br. 4 Orientadora do trabalho. Professora do Curso Comunicação Social/Habilitação em Jornalismo da Universidade de Uberaba, email: indiara.ferreira@uniube.br.


Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XX Prêmio Expocom 2013 – Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação ----------------------------------------------------------------------------------------------------------

A viabilidade comercial A pesquisa quantitativa trouxe referências quanto à viabilidade financeira. Por meio dela, conseguimos perceber quanto os empresários estão dispostos a investir no Jornal Conceição Notícias. Chegamos à seguinte conclusão:

Tipos de Anúncios:

Valor

Anúncio Cartão

R$ 80,00

Anúncio Rodapé

R$ 200,00

Anúncio ¼ de Página

R$ 200,00

Anúncio Meia Página

R$ 400,00

Anúncio Página Inteira

R$ 700,00

Para a viabilidade do jornal, projetamos um plano financeiro para que não gastemos mais do que nossa receita disponível. Nele, estão todos os gastos da empresa em números, desde sua constituição até sua distribuição nas ruas. A ideia é termos um Fluxo de Caixa “saudável”. Inicialmente, aplicaremos capital próprio, buscaremos no mercado investidores e apoios, mas também teremos anúncios de empresas da cidade e da região. Nossos gastos serão com infraestrutura, como o departamento de recursos humanos, com marketing e propaganda e outras despesas como: contabilidade, impressão do jornal, entre outros, mas em contrapartida, teremos receita por meio da venda de anúncio e aporte de investidores.

Considerações Finais

¹Trabalho de Conclusão do curso de Jornalismo da Universidade de Uberaba, na linha de pesquisa Comunicação e Empreendedorismo 2 Aluna do 8º. Período do Curso de Comunicação Social/Habilitação em Jornalismo da Universidade de Uberaba, email: nanda-borges13@hotmail.com.br 3 Aluna do 8º. Período do Curso de Comunicação Social/Habilitação em Jornalismo da Universidade de Uberaba, email: spabliene@yahoo.com.br. 4 Orientadora do trabalho. Professora do Curso Comunicação Social/Habilitação em Jornalismo da Universidade de Uberaba, email: indiara.ferreira@uniube.br.


Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação XX Prêmio Expocom 2013 – Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação ---------------------------------------------------------------------------------------------------------Desenvolver o produto (jornal impresso), para o nós, foi bastante interessante. Ao estudarmos comunicação, começamos a prestar atenção em detalhes nas notícias e nos veículos que antes, apenas como leitores, sedentos de informação, não observávamos. Acreditamos que nossa ideia de criar um jornal para o município de Conceição de Alagoas realmente é viável. Esperamos que nossos representantes legais, como os políticos, percebam a força do jornalismo e entendam a importância das notícias por meio do jornalismo de qualidade. Consideramos a mensagem de Lage: “aprende-se a escrever notícias como se

aprende a andar, tentando e levando tombos” (2002, p.45).

Referências bibliográficas

ERBOLATO, Mário, Técnicas de codificação em jornalismo: redação, captação e edição no jornal diário. 5. Ed. Vozes, 2001.

LAGE, Nilson. Estrutura da notícia. São Paulo: Ática, 2002.

MEDINA, Cremilda, Notícia um produto à venda

NOBLAT, Ricardo. A arte de fazer um jornal diário. São Paulo: Contexto, 2004. PERUZZO, Cicilia M. Krohling. Mídia regional e local: aspectos conceituais e tendências. Comunicação & Sociedade. São Bernardo do Campo: Poscom-Umesp, a. 26, n. 43, p. 67-84, 1o. Sem. 2005.

TRAQUINA, Nelson. Teorias do Jornalismo: porque as notícias são como são. V. 1. Florianópolis: Insular, 2005.

¹Trabalho de Conclusão do curso de Jornalismo da Universidade de Uberaba, na linha de pesquisa Comunicação e Empreendedorismo 2 Aluna do 8º. Período do Curso de Comunicação Social/Habilitação em Jornalismo da Universidade de Uberaba, email: nanda-borges13@hotmail.com.br 3 Aluna do 8º. Período do Curso de Comunicação Social/Habilitação em Jornalismo da Universidade de Uberaba, email: spabliene@yahoo.com.br. 4 Orientadora do trabalho. Professora do Curso Comunicação Social/Habilitação em Jornalismo da Universidade de Uberaba, email: indiara.ferreira@uniube.br.

Conceição notícias paper  

Este paper das alunas Fernanda Borges e Pabliene Silva, está alinhado com a linha de pesquisa: “Comunicação e Empreendedorismo”, desenvolvid...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you