Page 18

18

Æscola | Nº02 | Out 2019

AL I ME N TAÇ ÃO ORGÂ NIC A: SAÚDE E QUAL IDADE DE V IDA UM A AT IT UDE POL ÍT IC A

A

limentos orgânicos são aqueles que não recebem agrotóxico, defensiv o s us ad o s p ara m atar p ragas e pestes durante o c ul ti vo , e ao mesmo tempo em que poluem o ambiente, fazem mal à saúde; são produzidos com cuidado de preservar a fauna e flora; além de garantir os direitos do trabalhador do campo. Todo produto orgânico deve trazer n a emba la gem o sel o d e g aranti a d o Min istério da Agr icu l tura. Os orgânicos trazem muitos benefícios, entre eles: fartura de n u t rientes, po ssuem m ai s vi tam i nas , minerais, entre outros; muito mais sabor, pois, por concentrarem menos água o sa bo r do s o rg âni c o s tam b é m t e n d e a ser ma is inte ns o e agrad áve l do que o dos convencionais. Estudos mostram que crianças que comem alimentos orgânicos acumulam menos toxinas no corpo, o que na prática representa melhor crescimento e desenvolvimento, além, é claro das maiores chances de permanecerem mais saudáveis na vida adulta e são ótimos para desentoxicar o organismo . Devem ser cultivados em um ambiente que considere sustentabilidade social, ambiental e econômica e valorize a cultura das comunidades

rurais. A agricultura orgânica não utiliza agrotóxicos, hormônios, drogas veterinárias, adubos químicos o u trans g ê n i c o s e m q u a l q u e r f a s e d a p ro d uç ão.

A L U TA P E L A S A Ú D E D O S ESTUDANTES Após anos de trabalho e grande articulação, conseguimos aprovar, ver s anc i o na d a e i m p l e m e n t a d a a L e i n º 1 6 . 1 4 0 /2 015, q u e i n t r o d u z a l i m e n t o s orgânicos na rede municipal de e ns i no d e S ã o P a u l o . F o i um p a s s o c o l o s s a l e u m e x e m p l o que extrapolou os limites do município e até d o p a í s . É s e m d ú v i d a , o m a i o r programa de alimentação orgânica d o m und o , i n c l u s i v e c o m p r e m i a ç õ e s i nte rnac i o n a i s . No mês de abril fomos surpreendidos com a decisão do atual prefeito Bruno Covas que a partir da instrução no rm ati v a S M E n ° 07 d e 11/ 04/ 2019, descentralizou a compra da merenda. Não me oponho aos motivos que levaram à publicação dessa instrução e seu resultado no comércio local dos bairros. No entanto, para o programa de merenda orgânica, tal decisão tro uxe p r e j u í zo s i m e n s o s .

Os alimentos orgânicos no Brasil têm uma forma muito peculiar de produção e comercialização, baseado na produção familiar, no cooperativismo e lutando ainda por um lugar no mercado de alimentos no país. Sendo assim, o comércio do bairro não conseguirá fornecer o alimento orgânico para dar continuidade ao programa e expandi-lo, conforme d e t e r m i n a a L e i d e n o s s a a ut oria . Tendo em vista a importância do cumprimento da legislação no que diz respeito à saúde das crianças e ao consumo de alimentos sem o uso de agrotóxicos, tenho lutado incansavelmente, ao lado de representantes da Agricultura Or g â n i c a , c o m o é o c a s o d a A A O e do In s t i t u t o K a i r ó s , p a r a q u e o prefeit o volte atrás em sua decisão, ao menos no que diz respeito aos alimentos orgânicos. Alimentação saudável é indispensável para qualidade de vida das nossas crianças!

Gilberto Natalini Médico, Ambientalista e Vereador natalini@natalini.com.br

Profile for rev.aescolalegal

Revista AEscola Legal - Educação para todos - um direito - dever do estado  

Revista aperiódica de Educação levada a sério para estudantes, professores, gestores, e famílias que contempla informações e conhecimento do...

Revista AEscola Legal - Educação para todos - um direito - dever do estado  

Revista aperiódica de Educação levada a sério para estudantes, professores, gestores, e famílias que contempla informações e conhecimento do...

Advertisement