Page 1

Atos hoje Semanário da Igreja Batista da Lagoinha    ANO 44    Edição nº 22    30/5/2010     http://www.lagoinha.com

Fotos: Elisandra Amâncio/Evelyne Carvalho

Justiça Divina

X Justiça Humana

Crimes que abalam a opinião pública. O perdão do Criador está ao alcance de todos Leia mais página. 19.

país da semana ministério da melhor idade

Envelhecendo com Honra

Lagoinha em missões na África Moçambique

lagoinha em foco

Depois de derramar o amor de Deus por Guiné-Bissau, o pastor João Osmar compartilhou com a Igreja em Moçambique o carinho da Lagoinha pelo país. Acompanhe! Pág. 6.

PARA REFLETIR

para praticar

No contínuo e prazeroso trabalho realizado em prol dos idosos, o Ministério da Melhor Idade quer avançar ainda mais no propósito de atender aos 2.500 senhores e senhoras da Lagoinha, oferecendo-lhes a digna honra que merecem. Pág. 3.

“Só assim Belo Horizonte será impactada” Amplie seus conhecimentos concernentes ao reino de Deus e saiba como ser um eficiente mensageiro das boas novas. Págs. 4 e 5.

Panorama

Confira as notícias ministeriais da Lagoinha Págs. 14 e 15.

Prática da introspecção Nesse texto uma reflexão sobre como identificar falhas e erros por meio de uma análise constante dos próprios atos. Págs. 17 e 18.


2  Atos hoje  Domingo, 30 de maio de 2010

Edição # 22 Foto: Junio Amaro

Venha celebrar a Ceia do Senhor! No próximo domingo, 6/6: 6h e 8h, no Tabernáculo; 9h, no Templo e no Salão Ágape e às 13h no Templo.

Batismos Estamos muito alegres por estes irmãos que foram batizados em nossa igreja na última semana!

Adriano dos Santos, Alice Ester Silva Rufino, Ana Luiza dos Santos Castro Moreira, Aparecida Godinho dos Santos Alves, Aparecida Paula da Silva, Beatriz Andrade Moreira, Breno Luiz Pereira, Bruna Helena Fagundes de Oliveira, Bruno Gomes de Mello, Carla da Silva Soares Gomes, César Augusto Aguiar Fraga, Clara Ester Moreira Grigio, Damião José dos Santos, Darlan Ícaro da Silva Mendes, Débora Helena da Cunha, Débora Raquel Barbosa Maia, Eliane Ferreira Martins Leite, Fabiana França Ferreira Figueiredo da Costa, Fernanda da Silva Moura, Gabriela Lima de Souza, Guilherme Rodrigues da Silva Camelo, Guilherme Vitor Barbosa, Hélio Eustáquio Gomes Júnior, Hendrick Oliveira Dias, Igor Daniel de Fátima Silva, Ilzaete Ferraz Amaral Silva, Jenniffer Moreira da Costa, João Carlos Costa, Juliana Vieira Merched, Lorena Andrade Moreira, Márcia de Oliveira Leles Pereira, Maria Aparecida Ribeiro de Azevedo Antunes, Maria das Graças Oliveira, Maria Lara Areolo Junqueira, Maria Martins Pereira, Marlene Marçal e Silva, Marly do Carmo Gêronimo, Matheus Furbino de Alkmim, Matheus Mendonça Ribeiro Nepomuceno, Michelle Aparecida Ribeiro Barbosa, Nilzabete Alves dos Santos, Paulo Henrique Tavares de Andrade, Pedro Luiz Rodrigues Barreto, Rebecca Andrade Peixoto Martins Cézar, Reinaldo dos Santos, Richardson Moreira da Costa Figueiredo, Samuel Felipe Cunha Silva, Sebastião Osmar Alves da Silva e Soraia Tatiane Teles da Silva.

Rumo aos 10% da nossa Capital para o Senhor! “De tudo o que se tem ouvido, a suma é: Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo homem.” (Ec 12.13.)

Transferências

ALELUIAS! pela bondade do Senhor, hoje somos:

Alegres estamos, pois recebemos por transferência os preciosos irmãos:

Adão Ivanir Rocha, Adilson Pereira de Jesus, Adriana Amaral dos Santos, André Faria Alves, Ângela da Conceição Campos, Arlete Aparecida de Almeida Oliveira, Carla Souto de Souza, Carlos Alberto de Oliveira, Cássia Andréia Porcino, Celna Ribeiro dos Santos, Débora Kellen Reis Calado, Fabrina Ferreira da Silva, Itamar Aparecida Ferreira, Keila Luiza Gonçalves de Souza, Kelly Lopes Constantino, Marina Sousa Braz, Priscilla Cristina Silva Ozório, Raissa Figueiredo, Ritiane Cristina Evarista Demétrio, Sandra Regina de Souza Ribeiro, Shara Rafaela Fernnades da Silva e Tiago da Silva Constantino. ATENÇÃO: Se você deseja se batizar, é preciso participar do curso realizado no Salão Esperança, nas dependências da igreja. Para se transferir, é preciso fazer o Curso de Transferência realizado às quartas-feiras, às 19h30, na Central das Redes, à rua Manoel Macedo, 1.324, e aos domingos, na Casa Rosada, à rua Beberibe, 133. Não é preciso fazer inscrição para os cursos. Basta escolher o dia e horário e se dirigir ao local. Em caso de dúvidas, entre em contato: (31) 3429-9500, ramais 527/227, fale com Beatriz ou Cíntia. Se você deseja atualizar seus dados – estado civil, endereço, telefones e outros – entre em contato com a Secretaria de Membros, à rua Manoel Macedo, 1.324, sala 4, ou pelo telefone: (31) 3429-9500, ramais 527/227 – falar com Beatriz ou Cíntia. Fax: (31) 3421-1598. Também por e-mail: secretariademembros@gmail.com ou secretaria. membros@lagoinha.com

42.609

membros na lagoinha

Casamentos

Falecimentos

Nesta sexta-feira, 4/6, às 20h, na Igreja Izabela Hendrix, Marco Antônio de Oliveira & Cintia Diniz Tolentino. Às 21h, na Oitava Igreja Presbiteriana, Reinaldo Carlos Teixeira & Rosângela Dias Ribeiro. Neste sábado, 5/6, às 20h, na Igreja Metodista Izabela Hendrix, Aldo Fernando Maciel da Costa & Bárbara Lemos Andrade. Às 21h, no ceu, Richardson Moreira da Costa & Fabiana França F. Figueiredo. Às 22h, no Tabernáculo, Alberto Fagundes Martins & Giselle Acácia Passini. Parabéns a cada casal! Que o Senhor faça transbordar de sua graça a vocês! Caso deseje anunciar o seu casamento, fale com a Pra. Madalena ou Alexandre. (31) 3429-9400.

Aprouve ao Senhor chamar para Si no dia 21/5, o amado Bertolino Alves da Silva, esposo da querida Gema Galgani da Silva. No dia 23/5, o precioso Sebastião Pereira, pai do amado Carlos Roberto Pereira. Que o Espírito Santo, o Consolador, traga conforto aos familiares e amigos. Ligue para os familiares e lhes dê uma palavra de consolo: Tel.: (31) 8801-5604 – Sra. Gema Galgani (Sr. Bertolino). Tel.: (31) 3495-3065 ou 9608-3065 – Sr. Carlos Pereira (Sr. Sebastião).

Nascimentos Chegou como herança do Senhor, no dia 15/5, o príncipe David Christian Macedo de Sousa, para os pais, Ellen Cristie Antunes Macedo de Sousa e Wesley Wladimir de Sousa. E no dia 24/5, o precioso Matheus Henrique, para alegrar a vida dos pais, Jobert e Gisele. Parabéns aos papais pela chegada dos bebês! Se você deseja anunciar o nascimento de seu filho, ligue para Vanessa Freitas: (31) 3429-9457.

Se você deseja anunciar o falecimento de um ente querido, ligue para Vanessa Freitas: (31) 3429-9457.


Atos hoje   Domingo, 30 de maio de 2010   3

Edição # 22

Ministério da melhor idade

Envelhecendo com Honra

No contínuo e prazeroso trabalho realizado em prol dos idosos, o Ministério da Melhor Idade quer avançar ainda mais no propósito de atender aos 2.500 senhores e senhoras da Lagoinha, oferecendo-lhes a digna honra que merecem tero, Paulo o exorta a tratar com respeito os idosos: “Não repreendas ao homem idoso; antes, exorta-o como a pai [...]” (1Tm 5.1.) Honra, porém, é algo conquistado. Então, qual é o caminho dela? É o caminho da sabedoria: “Feliz o homem que acha sabedoria, e o homem que adquire conhecimento; porque melhor é o lucro que ela dá do que o da prata, e melhor a sua renda do que o ouro mais fino. Mais preciosa é do que pérolas, e tudo o que podes desejar não é comparável a ela. O alongar-se da vida está na sua mão direita, na sua esquerda, riquezas e honra.” (Pv 3.13-16.) É o caminho da justiça: “Coroa de honra são as cãs, quando se acham no caminho da justiça.” (Pv 16.31.) Cãs significa, cabelos brancos, idade. Quando alguém caminha na direção da justiça, com o tempo, isso lhe trará honra. O salmista inspirado disse: “O justo florescerá como a palmeira, crescerá como o cedro no Líbano. Plantados na Casa do SENHOR, florescerão nos átrios

do nosso Deus. Na velhice darão ainda frutos, serão cheios de seiva e de verdor.” (Sl 92.12-14.) Assim caminha o Ministério da Melhor Idade, que tem por objetivo trabalhar para que cada um dos “cabelos brancos” sejam respeitáveis e cheios de honra. Temos mais de 2.500 irmãos acima dos 60 anos, esse é um universo muito significativo para que tenhamos abundância de honra na Igreja Batista da Lagoinha.

O justo florescerá como a palmeira, crescerá como o cedro no Líbano. Plantados na Casa do SENHOR, florescerão nos átrios do nosso Deus. Na velhice darão ainda frutos, serão cheios de seiva e de verdor.” (Sl 92.12-14.)

Ministério da Melhor Idade

O Ministério da Melhor Idade é voltado para as pessoas que se encontram na terceira idade, ou seja, acima de 60 anos, e que sejam membros da Igreja Batista da Lagoinha, que atualmente possui cerca de 2.500 idosos. Os líderes do Ministério são os pastores Paulo Cezar Ferreira e Ana Lúcia Melo. Como cooperadores estão os pastores Paulo Duarte, Regina Estrella, Margareth Ferreira, Nair Delabela e também a terapeuta ocupacional, Jemima Cordeiro e ainda os voluntários. O Ministério busca prestar assistência aos idosos na área espiritual, emocional e física, por meio de atividades que cooperam para que estes tenham excelente qualidade de vida. São realizadas também atividades de lazer, tais como passeios, acampamentos, confraternizações etc. Hoje a Casa de Honra, onde o Ministério atua, presta assistência durante a semana, com atendimento de 8h às 18h. Na Casa de Honra cada idoso tem ao dispor: grupos

Foto: Marcelo Ferreira

Atenção!

A velhice é algo digno de honra quando acontece da maneira correta. A Bíblia nos ensina que sempre, os mais velhos devem ser respeitados. Isto porque nada substitui a experiência de vida. Nada como o tempo para fazer com que as pessoas se tornem mais sensatas, menos precipitadas, mais coerentes e isto precisa ser respeitado. Por isso, o presbítero, na igreja, não poderia ser alguém neófito (1Tm 3.6). Neófito significa alguém recém-plantado. Presbítero significa velho, denotando experiência, raiz profunda. Timóteo era um presbítero jovem porque a sua história com Deus começou bem cedo. Paulo, escrevendo a Timóteo, fez menção disto: “Lembrado das tuas lágrimas, estou ansioso por ver-te, para que eu transborde de alegria pela recordação que guardo de tua fé sem fingimento, a mesma que, primeiramente, habitou em tua avó Lóide e em tua mãe Eunice, e estou certo de que também, em ti.” (2Tm 1.4-5.) Apesar de ele ser um presbí-

Equipe do Ministério na Casa de Honra, onde são realizadas atividades para os idosos da Lagoinha: pastores Paulo Cezar, Ana Lúcia Melo, Regina Estrella, Margareth Ferreira, Nair Delabela, as obreiras, Ana Maria, Jemima Cordeiro e as voluntárias do Ministério

Como anda a sua MEMÓRIA? O que a Bíblia aponta sobre a nossa memória? Em Lamentações 3.21, está escrito que devemos trazer à memória o que pode nos dar esperança. Muitas vezes, enchemos nossa mente de coisas desagradáveis, que não edificam, e que acabam contribuindo para o nosso mal, fazendo com que andemos chateados, estressados, desanimados, esquecidos etc. Portanto, o melhor a fazer é lembrarmos do amor de Deus por nós, e sabermos que por causa dessa

de células, grupos de fisioterapia e terapia ocupacional, atendimento com enfermeiros, grupos de artesanato, alfabetização, grupos de dança, agendamento de visitas e aconselhamento pastoral e ainda, pastores de plantão para atender em qualquer dia da semana. ■AH Pr. Paulo Cezar Ferreira

Líder do Ministério da Melhor Idade Casa de Honra: rua Joazeiro 20 – São Cristóvão. Ligue e se informe sobre o Ministério da Melhor Idade e sobre as atividades da Casa de Honra: (31) 34216070 – fale com Jemima ou (31) 8489-2348 – Pr. Paulo Cezar. Atenção: Ligue no (31) 34216070 e fale com Jemima para agendamento de atendimento pastoral individual. Telefones úteis: SOS idosos: 0800-841021. Disque-idoso: (31) 3277-4646. Delegacia Especializada de Proteção ao Idoso: (31) 3236-3010. Núcleo de Defesa do Idoso: (31) 3290-7201.

infinita misericórdia não somos consumidos. Fiquem atentos! Seguem as dicas para se ter uma boa memória e evitar o desgaste mental: - Todos os dias, pela manhã, traga à sua memória aquilo que pode dar esperança; - Medite no amor de Deus; - Seja uma pessoa agradecida; - Recicle sua mente deixando de fora aquilo que não edifica; - Viva o melhor tempo de Deus, que é hoje! Jemima Cordeiro Terapeuta Ocupacional do Ministério


4  Atos hoje  Domingo, 30 de maio de 2010

Edição # 22

Foto: Junio Amaro

Para praticar

“Só assim Belo Horizonte será impactada” Amplie seus conhecimentos concernentes ao reino de Deus e saiba como ser um eficiente mensageiro das boas novas Estamos vivendo os últimos dias. Nós cremos que depois desta Era da Igreja, virá a Era do Reino. O chamamento de Deus para a Igreja hoje é para trazer o reino. A vontade de Deus é que haja em cada um de nós uma verdadeira ânsia para que venha o reino. O Senhor Jesus nos ensinou a orar pedindo para que o reino de Deus venha sobre a terra (Mt 6.10). Talvez você esteja se perguntando qual a relação que existe entre evangelismo e a volta do Senhor. Mas a Palavra de Deus nos mostra que o ato de evangelizar é também um ato profético.

Quando pregamos, estamos trabalhando para que o reino venha. 1. Apressamos a vinda do reino pela pregação do evangelho: o Senhor deixou bem claro que a sua volta está completamente relacionada com a pregação do evangelho a todas as nações. Precisamos cooperar para apressar a vinda do reino, e nesse sentido é fundamental que preguemos o evangelho do reino a todas as nações (Mt 24.14). O Senhor simplesmente não voltará antes que o evangelho seja pregado a todas as nações. Existe uma relação íntima entre a pregação do

evangelho do reino e a vinda do fim. O fim a que se refere o texto certamente aponta para a volta do Senhor no fim desta era. Esta era será concluída pelo tempo da “grande tribulação”, que culminará na vinda do Senhor nas nuvens. Vemos claramente que a Igreja é responsável por trabalhar com Deus para que o reino seja trazido. Uma vez que o reino só virá com o fim desta era, precisamos pregar o evangelho do reino para apressarmos o fim. Esse é o motivo pelo qual o evangelho do reino deve ser pregado. A vontade de Deus, porém, não é que simples-

mente preguemos para que as pessoas fiquem sabendo e sejam indesculpáveis, mas que preguemos para obter frutos. O alvo da pregação é que pessoas sejam salvas do domínio de satanás. 2. O que é evangelho do reino? Todos nós sabemos que reino será o tempo quando Cristo e os crentes vencedores reinarão. Mas precisamos ir além disso. O reino também nos fala de uma esfera de domínio, do lugar onde o rei governa. O reino, portanto, fala do governo de Deus sobre os homens. Alguns insistem em distinguir o evangelho da graça do

evangelho do reino. Creio que essa distinção é desnecessária; mas, para efeito de compreensão podemos dizer que o evangelho da graça diz respeito à bênção de Deus sobre o homem e que o evangelho do reino está relacionado à oposição, à opressão demoníaca de satanás. Todas as vezes que o reino chega, as obras do diabo devem ser desfeitas. Ainda, o evangelho do reino consiste em tirar pessoas de debaixo da opressão do império das trevas e trazêlas para o reino de Deus. O evangelho que Jesus pregou foi o evangelho do reino. Ele inclui não apenas o perdão


Atos hoje   Domingo, 30 de maio de 2010   5

Edição # 22

dos pecados (Lc 24.47) e o novo nascimento (Jo 20.31), mas também o reino dos céus (Mt 24.14) e a manifestação do poder de Deus para expulsar demônios e curar enfermos (Is 35.5-6; Mt 10.1). O perdão dos pecados e o novo nascimento são para entrar no reino, mas a expulsão de demônios e a cura de enfermos são a manifestação do governo do reino. A pregação do evangelho do reino, como vemos na vida de Jesus, envolve duas coisas: a libertação dos oprimidos e a cura dos enfermos. A primeira e mais evidente obra de satanás é a possessão demoníaca. Toda as vezes que pregamos o evangelho, devemos esperar o confronto com as trevas e uma libertação dos homens será sempre necessária (Mt 12.28). O reino pode ter muitos significados, mas o que o Senhor menciona aqui deve ser colocado acima de tudo o mais. O reino é a oposição direta ao governo do diabo. O Senhor declara que o reino é a expulsão de demônios. O reino é a manifestação da autoridade do céu. A segunda coisa relacionada à pregação do evangelho do reino é a cura de enfermos (Mt 4.23). A expulsão de demônios e a cura de enfermos aparecem associadas à pregação do evangelho do reino. Não podemos separar a pregação do evangelho da manifestação dos poderes do reino de Deus. A Igreja foi escolhida por Deus para resistir a satanás e para introduzir o reino de Deus na terra. É por isso que na primeira menção da “igreja” na Bíblia, ela vem acompanhada da palavra inferno (Mt 16.18). Onde o reino de Deus se manifesta, as obras do diabo são desfeitas. Dessa forma, pregar o evangelho do reino é declarar que o reino de Deus é chegado sobre a terra. O evangelho do reino é para confrontar o inferno e os poderes das trevas (1Jo 3.8). Quando o Senhor disse que as portas do inferno não resistiriam, Ele estava afirmando que nós somos a força de ataque e o inferno todo está na defensiva. O fato de a porta do inferno não resistir significa que somos nós que estamos batendo contra ela e em algum momento ela vai ruir. Essa percepção é importante porque muda radicalmente a nossa atitude. Não precisamos ficar acuados dentro do prédio da igreja com receio dos ataques do maligno; antes, nós é que devemos sair para conquistar, alargando as fronteiras do Reino de Deus. Nós fazemos batalha espiritual pregando o evangelho do reino e está claro que o evangelho do

reino inclui expulsar demônios e curar enfermos porque as próprias enfermidades são obra do maligno (At 10.38). A era em que vivemos é chamada Era da Igreja e Era da Graça. A vontade de Deus é que a igreja avance contra as portas do inferno, amarrando o valente e lhe saqueando a casa. Por isso não há como pregarmos o evangelho do reino sem fazermos batalha espiritual. Para que a soberania do novo Rei se manifeste, satanás e seus poderes devem ser expulsos. A proclamação de um evangelho incompleto pode ser ineficaz

3. A vitória do reino: Quando pregamos o evangelho, estamos envolvidos em um encontro de poderes espirituais. Uma analogia que pode nos ajudar a entender isso pode ser vista na natureza. Quando ventos frios se encontram com ventos quentes, o resultado é violência: trovões e raios, chuva, neve e até tornados e furacões se formam. Há um conflito, e o resultado é a liberação de poder. O princípio é simples: se não há conflito, então também não há liberação de poder. O poder vem quando colidimos, em um confronto espiritual, com o

império das trevas. O poder do Espírito já nos foi dado, mas a liberação desse poder acontece no momento do conflito, da batalha espiritual. A verdadeira batalha espiritual acontece quando invadimos o espaço do inimigo, colocamos ali a nossa bandeira e declaramos a liberdade daqueles que estão oprimidos. O momento máximo do conflito espiritual aconteceu no Calvário. No dia da crucificação, a eterna redenção foi feita por nós. Na cruz, nossos pecados foram perdoados, e a carne, o diabo e esse mundo foram derrotados. Um grande poder foi liberado naquele dia. Foto: Junio Amaro

para produzir resultados ou, no mínimo, produzirá como resultados crentes fracos, cuja fé está baseada em sabedoria humana. Paulo disse que a sua pregação não consistia em linguagem persuasiva de sabedoria, mas em demonstração do Espírito e de poder, para que a nossa fé não se apoiasse em sabedoria humana, e sim no poder de Deus (1Co 2.4-5). Não estou dizendo que não precisamos persuadir os homens para que creiam no evangelho. Na verdade vemos que Paulo também fazia isso. O que estou dizendo é que não podemos pregar o evangelho desprezando a necessidade de manifestar o poder do Espírito principalmente expulsando demônios e curando enfermos. O evangelho do reino consiste principalmente em expulsar demônios e curar enfermos.

O chamamento de Deus para a Igreja hoje é para trazer o reino. A vontade de Deus é que haja em cada um de nós uma verdadeira ânsia para que venha o reino. O Senhor Jesus nos ensinou a orar pedindo para que o reino de Deus venha sobre a Terra”

Toda a criação foi abalada: a terra tremeu, as rochas se partiram, o sol se escureceu e a cortina do tempo se rasgou de alto a baixo. Até as sepulturas foram abertas e muitos santos ressuscitaram (Mt 27.52). A vida foi liberada pela morte de Cristo e toda a criação estremeceu. O Senhor já conquistou a vitória, mas hoje ainda precisamos aplicar essa vitória na pregação do evangelho. Satanás já está derrotado, mas a consumação da vitória somente virá na manifestação do reino, no final desta era. Uma ilustração dessa situação pode ser vista na Segunda Guerra Mundial. Todos os historiadores concordam que a vitória dos aliados foi assegurada na invasão na Normandia, que ficou conhecia como “Dia D” (6 de junho de 1944). Todavia, demorou ainda onze meses até que o inimigo se rendesse e a

guerra fosse encerrada (8 de maio de 1945). Durante esse tempo, milhares de soldados ainda morreram em batalha. A derrota já estava decretada, mas a manifestação da vitória ainda não havia chegado. Hoje nós somos soldados do exército de Cristo. O Dia D já aconteceu no dia da ressurreição, quando a vitória foi conquistada. Mas a consumação da nossa vitória ainda está porvir, então, enquanto isso, nós pelejamos contra o inferno para declarar a vitória de Cristo. Mas em breve o Senhor esmagará a satanás debaixo de nossos pés (Rm 16.20). Precisamos cooperar com Deus para apressarmos o fim. Fazemos isso orando para que venha o reino e pregando o evangelho do reino, que inclui a expulsão de demônios e a cura de enfermos (At 14.22; 28.23). Precisamos pregar o mesmo evangelho que os apóstolos pregaram. Hoje só há um evangelho que é relevante para o nosso tempo: o evangelho do reino. Precisamos cooperar com Deus para introduzir a próxima era e fazemos isso pregando o evangelho do reino. Nós nos tornaremos obreiros mais efetivos nas mãos de Deus se sempre tivermos em vista o reino de Cristo. Lembre-se que a pregação do evangelho é para a vinda do reino. Deus deseja que o fim chegue. Mas se nós falharmos em trabalhar na pregação do evangelho do reino e em desejarmos que seu reino venha, Ele adiará a chegada do reino. Mas quando nós repudiarmos realmente a presente era e ansiarmos pela vinda do reino, o Senhor se levantará e agirá. Não pense que o fim virá automaticamente. Se não desejarmos a vontade de Deus, ela será retardada. 4. A oração para o reino: aqui nós temos um grande princípio espiritual – sempre que o Senhor tem o propósito de fazer algo, Ele primeiro chama os seus discípulos para orar sobre isso. Somente depois de terem orado ao Senhor da seara, é que Ele envia os trabalhadores. Deus quer mandar trabalhadores, mas Ele espera até que oremos. A oração é o trilho por onde a vontade de Deus deve correr. O princípio é simples: nós oramos pelo que Deus quer e então Deus envia a quem ora. Quando Deus nos leva a orar por algo, Ele está, na verdade, nos levando a desejar aquela mesma coisa. Pr. Aluízio Antônio

Comprometa-se com esta visão. Ligue: (31) 8497-6954 e fale com o Pr. Áquila para saber mais sobre o assunto.


6  Atos hoje  Domingo, 30 de maio de 2010

Edição # 22

GIRO PELO MUNDO

Equipe missionária levando alegria às crianças em uma das atividades realizadas durante a missão ao país

Lagoinha em missões na África - Moçambique Depois de derramar o amor de Deus por Guiné-Bissau, o pastor João Osmar compartilhou com a Igreja em Moçambique o carinho da Lagoinha pelo país. Acompanhe! “Após um tempo precioso com os irmãos em Guiné-Bissau, o coração ficou repleto de alegria e gratidão ao Senhor. Firmados nesse amor encontramos a Igreja do Senhor em Moçambique. Fomos aguardados no aeroporto de Maputo e logo partilhamos testemunhos e o amor fraterno de Deus. Ficamos muito alegres com o convite de participar e compartilhar a Palavra no culto de domingo de manhã. Havia em nosso coração muita gratidão por tudo e por todos os amados irmãos e missionários. Logo que chegamos ao alojamento e tudo silenciou, foi o tempo para interceder e bendizer o nome do nosso Pai pelos seus sublimes propósitos entre os povos. “Pela manhã o café foi servido junto à família do querido Pr. Jessé, depois fomos para o santuário. O templo estava repleto de crianças, jovens, famílias, todos juntos entoando louvores e danças de todo coração ao Único que é digno. Enquanto compartilhava da Palavra com os irmãos, lembrava-me de cada membro da Lagoinha e da alegria que teremos em cultuar ao Senhor na eternidade, em comunhão com todos os povos, tribos e raças. Vivendo essa esperança podemos dizer: Maranata, Senhor Jesus! “No dia seguinte viajamos para Beira, onde encontramos com parte da equipe de seminaristas do Centro de Treinamento Ministerial Diante do Trono (CTMDT) em estágio. Os amados irmãos estavam no aeroporto com o semblante risonho e tomado de esperança. Logo ofereceram um lanche missionário enquanto falávamos das boas novas do Senhor. Nesta cidade visitamos os bairros onde nossa equipe atua no trabalho de implantação e fortalecimen-

to de igrejas. Pudemos também caminhar pelas comunidades levando o carinho e o amor de Deus, orando e conversando com as famílias. Nesse instante percebemos que um grupo grande de crianças nos seguia, e nos identificamos com elas participando de um futebol coletivo que mais parecia um trocar de chutes em meio a uma nuvem de poeira. Reunida essa parte da equipe oferecemos um lanche, contamos histórias e fizemos orações. Cremos que a semente do evangelho irá fecundar e aprofundar raízes em cada coração. “Avançamos em nossa peregrinação missionária. Viajamos mais quatro horas em meio a muitos buracos na estrada até chegarmos a Chimoio. Nessa cidade encontramos a outra parte da nossa equipe. Fomos recebidos na casa alugada pelo grupo e logo soubemos que nossa missionária Patrícia Garcia estava com malária. Mesmo em meio a um mal estar e febre, ela nos recebeu com regozijo e entusiasmo. Oramos por ela e aconselhamos seguir com cautela o tratamento proposto. Após o almoço tivemos um devocional com toda a equipe reunida e encorajamos nossos queridos a seguirem ao chamado do Senhor com perseverança. “Em seguida, fomos para um encontro; numa igreja pioneira em uma comunidade carente. Mais uma vez encontramos valentes do Reino que não são conhecidos nesse mundo, mas são conhecidos e esperados pelo Pai, queridos irmãos que entregaram suas vidas para atenderem ao chamado, mesmo com poucos recursos e quase nenhum treinamento. “Retornamos para casa e recebemos visitas de alguns missionários que sabendo

de nossa estada na cidade, prontamente foram nos ver e usufruir um tempo de comunhão e testemunhos. Ouvindo nossos irmãos mais uma vez percebemos a necessidade de enviar uma equipe que possa trabalhar com treinamento e capacitação de líderes para as igrejas implantadas. Mais uma vez nosso coração voltou desafiado a mobilizar equipes para ajudar nessa missão tão importante. Que nosso Senhor e Salvador continue nos usando para propagar suas boas novas em toda Terra. No amor do nosso Pai, Pr. João Osmar” – Secretaria de Missões

Localização: sudeste da África. Capital: Maputo. Idioma: português (oficial), línguas regionais (principais: ronga, changã, muchope). Religião: crenças tradicionais 49%, Cristianismo 38,9% (católicos 21,3%, protestantes 12,6%, outros 13,1% - dupla filiação 8,1%), Islamismo 10,4%, outras 0,2%, sem religião e Ateísmo 0,6% (2005).

Jamaica Há mais de uma semana em conflito, o país decretou estado de emergência na capital, Kingston, depois que grupos armados atacaram a polícia para impedir a prisão de um conhecido suposto narcotraficante. A ofensiva da polícia se deve a busca por Christopher “Dudus” Coke, que de acordo com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos, é um dos narcotraficantes mais perigosos do mundo. Ele é acusado de liderar um bando chamado Shower Posse, que manteria uma extensa rede internacional de tráfico de drogas e armas. Até o fechamento dessa edição, os confrontos entre a polícia e criminosos nas ruas da capital já havia deixado 73 mortos. Oremos para que esses atos de violência cessem e que a paz e a unidade de Cristo seja vivificada entre os jamaicanos.

Foto: Reprodução Internet

Foto: Arquivo pessoal

Foto: Reprodução Internet

País da Semana - Moçambique

Golfo do México/Estados Unidos No dia 20/4, uma explosão na plataforma Deepwater Horizon, operada pela BP no Golfo do México, resultou em um intenso vazamento de petróleo e na morte de 11 trabalhadores. Depois de mais de um mês da explosão, a Guarda Costeira americana comemora a contenção do vazamento. A operação para frear o vazamento de gás e petróleo, chamada de “top kill” permitiu que o “topo do poço” estabilizasse, bloqueando a saída do petróleo com a injeção de fluidos de lama, contudo, apesar do resultado positivo da operação, há muito ainda para se fazer. O processo continua e assim que a pressão do vazamento chegar a zero, o segundo passo será selar o poço danificado com cimento. Oremos para que essa operação termine com êxito, segurança, resguardando a vida das pessoas e a natureza. Thalita Daher

thalitadaher@lagoinha.com Ligue para a Secretaria de Missões da nossa igreja: (31) 3429-9500, ramais 221 ou 226 – fale com Regina Soares.


Atos hoje   Domingo, 30 de maio de 2010   7

Edição # 22

MEMBRO DA LAGOINHA:

CONHECENDO OS NOvOS PASTORES

Surpreendida pelos céus

Data do casamento:_ _ _ _ _ _ _ / _ _ _ _ _ _ _ _ _ / _ _ _ _ _ _ Nome do cônjuge: ���������������������������������������������������� .

Foto: José Araujo

)

������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������ .

(

Número de Membro:_ _ _ _ _ ___ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _

Casado:

������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������ .

)

Nome completo:_ _ _ _ _ _ _ _ _ ___ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _

(

Data de nascimento: _ _ _ _ _ _ __ _ / __ _ _ _ _ _ /_ _ _ _ _ _ _ _ .

Solteiro:

Para mais informações sobre o testemunho de vida da pastora Ana Paula, ligue para ela: (31) 8479-9441.

Bairro_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _____ _ _ _ _ _.

Adaptação: Marcelo Ferreira marcelo.ferreira@lagoinha.com

Endereço atual: _ _ _ _ _ _ _ _ _ ___ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

Pra. Ana Paula B. Valentim

Cep:_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ __ _ . Cidade: _ _ _ _ _ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _ Estado: ������������������������������������������������������������������������������������������������ .

Foi um grande desafio. Mas aceitamos. E Deus tem nos capacitado a cada dia. No ano de 2007, vi a necessidade de estudar um pouco mais. Então fiz o Curso de Missões no Centro de Treinamento Ministerial Diante do Trono, o CTMDT, e formei-me em 2009. E foi justo no meio do curso que fui indicada pelo pastor Gilberto para ser consagrada ao ministério da Palavra como pastora na Lagoinha. Senti-me honrada por Deus. E estou muito feliz em compartilhar tudo o que Deus tem me ensinado com a Igreja Batista da Lagoinha em Lagoa Santa. E é com muita alegria no coração que eu e meu esposo, pastor Leonardo Valentim Vitor, servimos a Deus nesta cidade, tão amada para nós, já há seis anos. O balanço que faço hoje acerca de tudo que vi e vivi é esse: Deus é soberano acima de todas as coisas. E para tudo, sempre há um propósito debaixo dos céus. Mesmo que ainda não o conheçamos, Deus sempre cuida de nós. Podemos ver o seu agir. Agradeço a Deus pelo cuidado e amor demonstrados a mim e por suas promessas, que se cumprem dia a dia. À minha avó, Ivany, que é tão especial em minha vida. À minha mãe tão amada, aos meus tios, minhas tias e meus irmãos, que estão sempre presentes na minha história. Ao meu amado esposo, companheiro de todas as horas e meu maior incentivador. Ao pastor Márcio Valadão, por ser um grande instrumento de Deus. Aos pastores Gilberto Caldeira e Cida, sua esposa, pela confiança. À Igreja Batista da Lagoinha em Lagoa Santa: amo vocês demais. Despeço-me aqui com uma mensagem final: Deus pode fazer novas, todas as coisas. Não desista de lutar e de confiar em Deus, seja qual for a situação que você esteja vivendo. Faça de sua vida uma oportunidade para servir a Deus”. ■Ah

Telefone: _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ ___ _.Celular: _ _ _ _ _ _ ������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������ .

Tinha muita dificuldade de relacionamentos, vivia muito sozinha e deprimida, e mesmo sendo muito nova, não tinha muita esperança na vida. Por ser uma pessoa muito triste, isso preocupava muito minha avó. Ela já frenquentava uma igreja evangélica e sempre me convidava para ir, mas nunca aceitava, pois achava os crentes muito chatos. Mas um dia decidi ir só para ela me deixar sair com alguns colegas. Quando entrei na igreja, senti uma paz e uma alegria sem igual. Tinha vontade de morar na igreja, pois me sentia amada e aceita por Jesus. Sabia que minha história poderia ser mudada, que tudo poderia ser diferente. Foi assim, até que um dia, a convite de umas amigas, comecei a frequentar a Igreja Batista da Lagoinha. E foi num culto da mocidade, liderado na época, pelo pastor Jonas Neves, que hoje é pastor na Igreja Batista do Povo em São Paulo, que entreguei minha vida a Jesus. Foi no dia 6 de setembro de 1997. Tinha 14 anos. Tudo começou a mudar de vez. Jesus começou a escrever uma nova história para mim. “Já trabalhava na Lagoinha, nos ministérios Bom Samaritano, Telefone da Paz e Centésima Ovelha, quando o chamamento para o ministério da Palavra aconteceu. No ano de 2004, eu e meu esposo recebemos o convite do pastor Gilberto Caldeira, hoje pastor da Igreja Batista da Lagoinha em Vespasiano (MG), para iniciarmos, na época, um Núcleo da Lagoinha em Lagoa Santa, Minas Gerais.

������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������������ .

De fato, quando se trata de se opor ao evangelho ou, quando não, resistir ao seu poder, é tarefa delicada, para não dizer impossível. Isso porque uma vez que se tem um genuíno contato com ele, mais precisamente por quem está por trás dele, é difícil, para não dizer igualmente impossível, sair incólume. É o que aconteceu com Ana Paula Borba Valentim. Casada, 27 anos, e prestes a ser “mãe de primeira viagem”, já que está grávida de cinco meses do primeiro bebê. Ana sempre se colocava na defensiva quando era convidada a ir para uma igreja evangélica, por conta de resistências pessoais e também por achar os crentes “chatos”. Até um dia ser surpreendida pela graça de Deus, quando cedeu ao insistente convite da própria avó, já convertida, para ir à sua igreja. Hoje, pastora, Ana Valentim conta como tudo se deu, da conversão ao chamado para o ministério da Palavra. Confira e seja também surpreendido pelos céus, pelo poder do evangelho de Jesus Cristo. “Nasci em 1983, em Belo Horizonte, Minas Gerais, e casei em 2003, aos 21 anos, em 21 de novembro. Fui criada pela minha avó materna, meus três irmãos e tios. Éramos uma família católica, mas sem muita tradição. Por causa da ausência da minha mãe, tive uma infância conturbada.

E-mail: _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ ___ _ _ .Profissão: _ _

Outrora resistente ao evangelho até um dia a ele se render de vez, Ana Valentim é agora pastora na Lagoinha

ATUALIZe OS SEUS DADOS. PREENCHA HOJE MESMO ESSE CANHOTO E deposite-o junto AOS dízimos e ofertas.


ENTÃO, PREENCHA HOJE MESMO ESTE CANHOTO E ENTREGUE AOS DIÁCONOS ou junto às suas ofertas

VISITANTE OU PARTICIPANTE, DESEJA SER UM MEMBRO DA IGREJA BATISTA DA LAGOINHA?

Nome completo:_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ ����������������������������������������������������������������������������������������� .

Solteiro:

(

)

Casado:

(

)

Igreja a que pertence: _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ ����������������������������������������������������������������������������������������� . Data de nascimento: _ _ _ _ _ _ __ /_ _ _ _ _ _ _ / _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ .

Nome do cônjuge:. _ _ _ _ _ _ _ ___ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ .

Endereço atual: _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ __

Cep:__ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _.

Profissão:_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ .

Telefone: _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _.

Bairro:_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ .

Data do casamento:_ _ _ _ _ _ _ /__ ___ _ _ _ _ _ /_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ . _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ .

Estado: _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ . E-mail:_ _ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ .

Cidade: _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ . Celular: _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ .

Classes de Transferência

Segunda - 19h30 - Colégio Cristão/Sala 2 - Pr. Rodrigo Godoy. Terça - 20h - Salão Esperança - Pr. Walter, Pr. Jasmário e Pr. Marcelo. Quarta - 19h30 - Central as Redes/Sala 5 - Pr. Claúdio Barbosa. Sexta - 19h30 - Casa da Mocidade - Pr. Iani de Assis. Sábado - 18h30 -Salão Esperança - Pr. Iani de Assis. Domingo - 8h - Casa Rosada - Pra. Regina Estrella. Domingo - 8h30 - Colégio Cristão/Sala 8 - Pr. Cláudio Barbosa. Domingo - 16h - Colégio Cristão/Sala 5, 3º andar - Pr. Rodrigo Godoy.

Informações: (31) 3421-4749, 3421-3659, falar com Carla Godoy.

Edição # 22

8  Atos hoje  Domingo, 30 de maio de 2010


Atos hoje   Domingo, 30 de maio de 2010   9

Edição # 22

W

células

Célula de mulheres na Casa Rosada:

Toda quinta-feira, às 19h30, com a Pra. Marlene Ferreira, na Casa Rosada, à rua Beberibe, 133 – São Cristóvão. Contato: (31) 8443-6806 ou 3429-1300.

casa de células: rUA BEBERIBE, 164, SÃO CRISTÓVÃO. TEL.: (31) 3429-1350 - JOSÉ VALADÃO OU PR. LEONARDO VEIGA

Encontro de Supervisores Realizamos no último final de semana o 1º Encontro de Supervisores de 2010. O evento foi realizado no Hotel Fazenda Campanário, em Betim (MG), tendo início no sábado (22/5), pela manhã com um delicioso café, com encerramento no domingo (23/5), às 15h. Foi um tempo de avivamento para os supervisores! As ministrações ocorreram de maneira muito dinâmica e interativa por meio de debates em pequenos grupos, teatros e exposição de conteúdos. Claro, não podia faltar um bom tempo de oração e muuuuita comunhão. Muitos saíram de lá já na expectativa para o próximo acampamento!

Não perca, início de novas turmas do CFC para os cursos Maturidade e Treinamento, fique atento para as datas e módulos.

Fotos: Belotur/ Parque Municipal / Henry Yu e arquivo pessoal

Maturidade Escrituras: 2ª Feira, 19h30, Central das Redes, 14/6/2010. Maturidade Escrituras: Domingo 16h, Central das Redes, 6/6/2010. Treinamento Consolidação Domingo, 8h, Auditório C.E.U. 6/6/2010. Evangelismo no parque Municipal, no próximo domingo, 6/6. Informações: (31) 8468-3611 - fale com Pra. Dinamarcia.


10  Atos hoje  Domingo, 30 de maio de 2010

Edição # 22

Encontro de supervisores de células – Hotel Fazenda Campanário, Betim (MG)

Pastora Elcione Galantini (de verde), entre supervisores de células durante encontro no hotel Fazenda

“Aprendi muito sobre a supervisão de células através dos teatros, da comunhão entre outros supervisores. A palavra ministrada sobre ‘o que fazemos aqui ecoa na eternidade’ muito me edificou”. – Pr. Antônio Carlos (Kal) – Supervisor no Eldorado. “Foi um desafio em todos os aspectos, até para pagar ‘mico’. As encenações que colocaram em prática nossa função foram muito interessantes. Ver todos envolvidos em fazer o melhor e mostrando

que todos estão capacitados para muito mais, foi extraordinário”. Pra. Maria de Fátima – Superintendente em Contagem. “Foi extremamente significativo. Apesar de sabermos qual o nosso compromisso com a supervisão, trouxe renovo e força em todas as ministrações. Recebi com alegria tudo e agradeço a Deus por fazer parte desta obra”. – Siomara Antunes – Supervisora o Eldorado.

Recado para o líder

Fotos: Arquivo pessoal

„„1. Cadastre o novo convertido: não deixe de anotar os dados do decidido em sua célula e nos enviar. Há uma ficha própria com o seu supervisor e/ou na Casa de Células. „„2. Relatórios: não deixe de entregar o relatório de células. „„3. Fichas de decididos recebidas: por favor, envie-as de volta por meio do seu supervisor ou direto na Casa da Células, ou entregueas na Tenda da Bênção. „„4. Líderes de células, agora temos um novo local para treinamento de líderes: o Hotel Fazenda Gileade. Um local maravilhoso que foi estreado por quatro células no último final de semana, que experimentaram da comunhão e confraternização com os irmãos, além de receberem treinamento.

“O acampamento foi como um seminário, excelente em todos os aspectos e programação. Ótima estratégia de colocar os supervisores para desenvolverem e apresentar todos os tópicos abordados no livro ‘O Supervisor Eficaz’”. – Maria Aparecida Tironi – Supervisora do Novo Progresso. “No acampamento, aprendi a receber de Deus para ser um supervisor eficaz. Aquele que encoraja, cuida, forma, treina e desenvolve estratégias para o

crescimento das células, o que não estava cumprindo como deveria”. – Pr. Benedito Andrade – Supervisor em Suzana – Brumadinho. “O Acampamento foi um dos melhores porque deu tarefas para todos desenvolverem. Aprendi que é melhor ouvir do que falar”. – Edite Leite – Supervisora em Suzana – Brumadinho.


Atos hoje   Domingo, 30 de maio de 2010   11

Edição # 22

Amados irmãos, segue mais uma parte da relação de nossas células do bairro Serra Verde a Jardim Petrópolis. Leia a relação, e caso NÃO encontre uma célula próxima à sua casa, ligue para o Pr. Leonardo Veiga: (31) 3429-1350, 8402-1604. Belo Horizonte Serra Verde

R. William Malacco, 23

Mista

5ª Feira

20:00

Serra Verde

R. Jacob Marra de Freitas, 115/101

Mista

5ª Feira

20:00

3455-4811

Washington Antônio Coelho

3455-3122

Rosimeire Vieira Lopes

8726-8923 8748-6849

Serra Verde

R. D, 233/203

Mista

5ª Feira

20:00

3450-5828

Douglas Rafael Pinto

3582-0190

9683-1103

Serrano

Av. Serrana, 474

Mista

5ª Feira

20:00

3476-2454

Sebastião Cide Nei de Carvalho

3476-2454

9194-9137

Silveira

R. Carlos Turner, 411/201 BL 02

Mulheres

5ª Feira

19:30

3081-3956

Cynara Santos Ferreira de Assis

3081-3956

8899-6672

Silveira

R. Carlos Turner, 411/201 BL 02

Homens

5ª Feira

20:00

3081-3956

Renato Angelo Custódio

3427-6369

9134-9647

3423-8466

Silveira

R. Ana Carvalho Silveira, 225/102

Mista

Sábado

17:00

Taquaril

R. Luiz Vaz de Torres, 90

Mista

5ª Feira

19:30

Alexandre Máximo T. Gonçalves

3423-8466

9615-9503

Alexandre Rodrigues de Souza

3483-4814

9873-6683

Taquaril

R. Leblon, 175

Mista

Sábado

18:00

3483-7890

Ronaldo Caetano

3468-8736

9961-5103

Tirol

R. Aristides Lisboa, 345

Mista

5ª Feira

19:30

3382-3154

Gláucia Micheli Cândida da Silva

3382-3154

9950-2015

Ronan Pither da Silva de Moura

3434-8112

8857-2898

Tupi

R. Maria Helena Rocha, 222

Crianças

5ª Feira

19:30

Tupi

R. Maria Helena Rocha, 222

Juniores

5ª Feira

19:30

3434-9386 3434-9787

Tupi

R. Maria Helena Rocha, 240

Mista

5ª Feira

20:00

Tupi

R. Maestro Lobo Mesquita, 132

Mista

5ª Feira

20:00

Tupi

R. Franklin Magalhães, 77

Mista

5ª Feira

19:30

Tupi

R. Franklin Magalhães, 77

Crianças

5ª Feira

19:30

Maria da Consolação Miranda

3436-2255

Carlos Renato Gomes Campos

3582-3424

9611-3331

Andréia Ramos dos Reis

8751-0701

8797-2462

Concheta Precioso

3436-2191

8837-5182

Lilian Graciela De Oliveira Brito

3636-6710

8704-4521

3234-4673

Tupi

R. Rodrigo de Melo Franco, 59

Mista

5ª Feira

20:00

3435-8687

Alex Sandro Souza da Paz

Tupi

R. José Lins do Rego, 277

Crianças

4ª Feira

20:00

3436-2191

Juliane Almeida de Jesus

3436-2191

Tupi

R. José Lins do Rego, 277

Mista

4ª Feira

20:00

Tupi

R. Maria Helena Rocha, 222

Crianças

5ª Feira

20:00

Tupi

R. Franklin Magalhães, 77

Juniores

5ª Feira

19:30

União

R. Johnson, 384

Mista

5ª Feira

20:00

3486-0901

8648-3906

9621-0251 8881-2092

Concheta Precioso

3436-2191

8837-5182

Cleber Rodrigues Mafort

3451-4565

9293-2393

Rafael Pereira De Brito

3636-6710

8704-4521

Paulo José Luciano

3488-1354

9134-8663

União

R. Leôncio Chagas, 319

Mista

Sábado

19:00

3486-8099

Jasmário Correia de Lima

3568-2967

8414-3284

União

R. Melo Franco, 55

Mista

5ª Feira

20:00

3486-9972

Adson Cardoso Lopes

2551-7748

8808-7631

União

R. Camilo Prates, 235

Mista

5ª Feira

20:00

3486-0047

Osvaldo José Delfino

3088-6373

9179-6412

Urucuia

R. Robertson Pinto Coelho, 445/101 Bl. 13

Mista

Sábado

14:30

3011-2005

Maria Lúcia de Fátima Silva

3011-2005

8450-2650

Urucuia

R. João de Deus Tavares, 265

Mista

5ª Feira

20:30

3381-8659

Kátia Andrea Muniz de Melo

3381-2978

8455-6240

Urucuia

R. João de Deus Tavares, 265

Infantil

5ª Feira

20:30

3381-8659

Maria Lúcia de Fátima Silva

3011-2005

8450-2650

3317-4610

Venda Nova

R. das Pedrinhas, 423

Mista

Sábado

19:00

Vera Cruz

R. Padre Júlio Maria,

Mista

5ª Feira

20:00

Gilmar Jardim de Oliveira

3453-7418

8826-4086

Maria Helena do Carmo Coelho

3088-0191

9834-5086

Vila Clóris

R. dos Curiangos, 41 casa 16 BL 02

Mista

5ª Feira

20:00

3454-5643

Marília Carneiro Elian Costa

3454-5643

8704-5041

Vila Clóris

R. Tangerinas, 391

Jovens

Sábado

17:00

3454-5770

Aurélia Rosa Soares

3459-8223

9685-1554

Maurício Alves

3317-2165

9145-9670

3321-3178

Adalgisa Ribeiro Soares

3321-3529

8704-6616

3386-5170

Vila Oeste

R. Imbiruçu, 258

Mista

5ª Feira

19:00

Vista Alegre

R. Martins Soares, 726

Mista

Sábado

19:00

Vista Alegre

R. Santo Inácio, 115

Mista

6ª Feira

20:00

3386-5170

Francisco de Assis S. Oliveira

Vista Alegre

R. Aguanil, 484

Mista

Sábado

19:00

3321-3529

Alessandra Moreira M. Garcia

3386-5296

Vista Alegre

R. Aguanil, 354

Mista

5ª Feira

20:00

Vista Alegre

R. Aguanil, 415

Juniores

Sábado

9:00

Vitória

R. Cabo Jorge Souza, 125

Mista

5ª Feira

20:00

Vitória

R. Sargento Mário Hora, 74

Mista

5ª Feira

20:00

3493-6972

8828-5426 8763-8318

Leci Furtado

3361-2949

8535-5148

Amanda de Fátima A. das Graças

3374-7763

9172-3349

Alexander de Souza Silva

3443-7280

8755-5205

José Júnio de Souza

3493-6972

8519-6337

Vitória

R. Soldado Valter Pereira, 100

Mista

5ª Feira

20:00

3041-7079

Juvenal Hilário Silva

3041-7079

9741-1155

Vitória

Av. Magenta, 50/104 BL 06

Mista

5ª Feira

20:00

3051-1108

Vanderlei Eustáquio dos Santos

3051-1108

8564-0081

TIPO

DIA

HORÁRIO

TELEFONE

LÍDER DA CÉLULA

TEL_LÍDER

CELULAR_ LÍDER

BETIM ENDEREÇO Bueno Franco

R. Marcelo Ribeiro Alves (Sete), 188

Mista

5ª Feira

19:30

3595-3039

Célio Pedro

3595-3039

Citrolândia

R. Padre Damião, 104

Mista

5ª Feira

19:30

3596-3998

Ana Paula Costa Pavão

3596-3998

9945-9141

Jardim Petrópolis

R. Jaguarão, 126

Mista

5ª Feira

20:00

3592-7734

João Batista Lopes Souto

3592-4599

8628-5028

TIPO

DIA

HORÁRIO

TELEFONE

LÍDER DA CÉLULA

TEL_LÍDER

CELULAR_ LÍDER

acampamento dos supervisores

ENDEREÇO

Fotos: Arquivo pessoal

BRUMADINHO


12  Atos hoje  Domingo, 30 de maio de 2010

Edição # 22

ESTUDO DE CÉLULA

Construindo Pontes

Alcançar pessoas para Cristo é o maior desafio na vida de um cristão. Uma vez que tenha experimentado esta verdade, nunca mais será o mesmo. O desenvolvimento de uma amizade com aqueles que precisam de Cristo deve anteceder o início desta construção. Em nossos relacionamentos sempre encontraremos pessoas em vários níveis de conhecimento do evangelho de Jesus Cristo. A grande maioria não tem nenhum conhecimento de Jesus. Esta maioria leva o conceito de “que todos os caminhos levam ao mesmo lugar”. 1. Você acredita ou já acreditou nesta preposição? Encontramos também um segundo grupo, aqueles que são receptivos ao evangelho, mas não conhecem um cristão que tenha um testemunho vibrante. São pessoas que precisam ser envolvidas em um relacionamento de amizade com cristãos e assim, possam ter a oportunidade de ouvir a mensagem de salvação. Estas pessoas não visitam nenhuma igreja e não

desejam fazê-lo. Conhecem pouco sobre Deus ou sobre Jesus e a Bíblia é totalmente desconhecida para elas. 2. Quem em seu relacionamento se identifica neste segundo grupo? Escreva abaixo os seus nomes. Texto base: Marcos 4.1-20.

Primeira etapa: cultivar a amizade É bem provável que estas pessoas que você identificou na questão anterior não tenham nenhum amigo cristão. Em suas relações familiares, de trabalho ou mesmo escola e vizinhança, não conheçam nenhum sequer. Cultivar uma relação de amizade é o primeiro passo para tocar o coração desta pessoa. 3. Cite um exemplo de como iniciar uma amizade com uma pessoa incrédula com o objetivo de levar a mensagem de Jesus Cristo? Segunda etapa: semear a semente

Talvez estas pessoas não cristãs pensam que ser cristão é se submeter a um conjunto de normas e crenças impostas por uma igreja ou instituição. Estas pessoas precisam conhecer que ser cristão não é seguir um conjunto de regras, mas ter um relacionamento pessoal com Jesus Cristo. Elas precisam conhecer porções das Escrituras que apresentam o amor de Deus, a condição do homem pecador, o perdão por meio do sacrifício de Jesus na cruz e a sua necessidade de salvação. 4. Você sabe expor para uma pessoa incrédula o plano da salvação? Terceira etapa: colher o fruto Cada semente tem seu tempo de germinar, crescer e dá o seu fruto, por isso não sabemos quanto tempo levaremos para colher o fruto que esperamos, mas não podemos desistir. Semeamos a Palavra de Deus e deixamos que o Espírito Santo faça a obra na vida destas pessoas. O importante

é perseverarmos em cada passo. Quanto mais tempo gastarmos no cultivo, maior será a colheita! 5. Como você se sente em fazer com uma pessoa não cristã uma oração de entrega a Jesus Cristo? Desafio: Depois de identificar algumas pessoas do seu círculo de relacionamentos que ainda não seguem a Jesus, comece intensamente a orar e jejuar por elas, pedindo ao Espírito Santo para preparar o terreno do coração delas para a mensagem do evangelho e o terreno de seu coração para aproveitar a oportunidade de fazê-lo. Deus pode e quer usá-lo na sua obra. A oração e dependência do Espírito Santo o orientarão a quebrar as resistências do coração destas pessoas. Pra. Elcione Galantini

elcione.galantini@lagoinha.com Fale com ela sobre o Estudo de Célula : (31) 8401-8667.

Crie uma logomarca para a Mocidade Lagoinha e concorra a uma camisa da Copa, a um CD e DVD Promocional FÉ, (André Valadão) e ainda, um GPS. Acesse www.mocidadelagoinha.com/concurso, leia o regulamento do concurso e saiba como participar! PESSOAS DE TODO O BRASIL PODEM PARTICIPAR! Não perca tempo, acesse www.mocidadelagoinha.com/ concurso e leia o regulamento com atenção! Boa sorte!

Informações: (31) 3421-8556.


Atos hoje   Domingo, 30 de maio de 2010   13

Edição # 22

sendo cooperador

“Vencendo o medo e pagando as dívidas” Leia e saiba como o medo pode ser um problema, quando excessivo e aprenda ainda, como assumir uma postura de vencedor, inclusive em relação à vida financeira O medo é uma falsa evidência parecendo ser verdade: Acredito que se não tratarmos deste tema com maturidade e coragem, jamais conheceremos os dois lados, a pobreza e a prosperidade. O que de fato todos querem é ficar livres de qualquer tipo de crise financeira e passar para outro nível nessa área, o que não depende de quanto dinheiro se tem, mas de quanta disposição e coragem para enfrentar seus medos, incertezas e ansiedades. Gosto muito dessa definição que ouvi: “O medo é uma falsa evidência parecendo verdade”. Toda vez que você ousa enfrentá-lo, descobrirá o quanto ele é frágil e irreal e o quanto trabalha com sua imaginação. Creio que todo homem já sentiu medo, embora alguns não o admitam. Medo do escuro, de avião, de montanha russa, de perder, de não ser amado, do abandono, da doença, da velhice, do desconhecido, de água, da vida e medo do medo. Esta é uma reação inerente da condição humana, que cega e desabilita muitas pessoas, trazendo prejuízos a quem convive com este sentimento paralisador. É um estado de alerta demonstrado pelo receio de fazer alguma coisa, ou sentir-se ameaçado tanto física quanto psicologicamente. É uma emoção que impede a ação, paralisando o indivíduo. Diante de determinada situação o medo faz uma pessoa perder as forças, sentir-se fragilizada para agir ou mesmo para exercer fé tanto em si mesma quanto em Deus. Normalmente o medo

vem atrelado ao sentimento de abandono e solidão. O medo cresce à medida que você o alimenta com pensamentos negativos. Por exemplo, a ideia de não ser capaz de pagar suas dívidas e seus compromissos parece maior que você. Ser organizado com seus compromissos é importante, mas não permita que as lembranças de dívidas roubem suas forças, consumindo sua energia. O medo na medida certa pode até ser positivo e proteger-nos. Dessa forma, nos tornamos cautelosos em situações de perigo como simplesmente atravessar a rua ou não tocar num ferro quente. Assim, examinar, averiguar e traçar planos de ação é importante. O que não podemos permitir é que ele nos controle ou domine, ou que os riscos nos façam desacreditar em Deus, ou em nós mesmos, permitindo que as forças sejam minadas a ponto de perdermos a direção sem saber o que fazer, nos entregando ou aceitando-o como verdade. Surge, então, a necessidade de trocarmos velhos conceitos de medo por novas verdades e pensamentos (Fp 4.8). Coragem não é ausência de medo: fico fascinado com a maneira como Deus trata o jovem guerreiro Josué e o medo que insistia em dominá-lo e paralisá-lo. Ele se destaca no cenário bíblico por várias razões. Durante 40 anos serviu ao líder Moisés com integridade e obediência, um verdadeiro discípulo. Ele também foi um dos 12 espias. Na saída do povo Deus do cativeiro de

mais de 430 anos no Egito, já no deserto, sua primeira missão foi a de reconhecer o povo que habitava as terras de Canaã. Ele e seu amigo Calebe foram os únicos que acreditaram na promessa, mesmo diante das circunstâncias de um inimigo bem preparado e de uma cidade extremamente protegida por muralhas. Josué se posicionou junto à Calebe diante de Moisés, do povo e dos amigos ao relatar que tinha visto um inimigo forte para ser enfrentado, mas que com a bênção de Deus lograriam vitória. Esse mesmo jovem esperou 40 anos para ver o cumprimento dessa promessa. A Bíblia narra essa história de uma forma muito especial, com detalhes de relacionamento, amizade, cumplicidade e precisão. Deus, que ainda hoje é um verdadeiro artesão, Ele, o Todo-poderoso, percebe que seu filho, discípulo fiel, guerreiro destemido, estava encurralado pelo inimigo criado por sua mente fértil: o medo. Estava o jovem guerreiro a ponto de desistir de tudo, num momento de crise de identidade, como eu e você amargamos, muitas vezes, na caminhada da vida. A grande diferença é que por muito tempo vivemos num ambiente onde os conquistadores não tinham espaço para chorar suas perdas, seus fracassos e seus medos. Somos parte de uma geração que cresceu ouvindo que homem não chora e não pode ter medo. Assim, Deus vai ao encontro de seu filho e o vê desanimado em função da longa espera de 40 anos. É como se Josué percebesse a aproximação da mesma presença que por muitas

vezes experimentara enquanto servia seu mentor, Moisés, pois Deus se importa com cada um, e vai ao cerne da questão. O medo é desenvolvido com base em algumas raízes emocionais. Sendo assim, julgo de extrema importância falar sobre ele, por ser o maior sabotador de sonhos e conquistas. Deus é bem direto com Josué: “Moisés meu servo está morto.” (Js 1.2.) Em outras palavras, agora a bola é com você, Josué. Da mesma forma, Deus nos desafia a entrar em nosso passado. Josué acabara de perder a liderança de Moisés, que subira o monte para morrer. A responsabilidade de guiar o povo estava agora sobre Josué. Creio que em meio a tanta perda, Josué chegou a ter a vontade que muitas vezes temos, de jogar a toalha e dizer: “Parei de lutar”. Foi fundamental a Palavra de Deus dirigida a ele naquele momento difícil. É como se Deus tivesse dito: “Você já chorou tudo o que tinha de chorar. Agora, levante-se e prepare-se para conquistar. Eu sei que você é capaz. Quando o criei, coloquei dentro de você uma semente de grandeza. Você nasceu para dar certo. Os gigantes que estão atrás e diante de você desaparecerão quando comparados ao que coloquei dentro de você. Tudo que lhe prometi vou cumprir, e todo lugar onde você colocar os seus pés, eu lhe darei”. E Ele ainda disse por mais três vezes em 9 versículos: “Sê forte e corajoso, só então serás bem-sucedido por onde quer que andares.” Nosso passado é o maior responsável por nossas limitações. Temos

a tendência de sempre, mesmo inconsciente, vivermos os reflexos pelos raios emitidos com efeitos paralisantes do medo. Geralmente, quando leio esse texto, tento personalizá-lo, colocando-me no lugar de Josué. Tem sido uma experiência muito rica. Creio que Deus quer tratar com o Josué que está dentro de mim e de você. Sugiro, nesse momento, que você liste as promessas de Deus em sua vida. Quanta coisa boa aconteceu ao longo do tempo, quantos textos da Bíblia se tornaram verdades. Faça também uma lista dos seus medos. Todos nós os temos, ainda que pequenos e poucos. Em seguida, compare a primeira lista com a segunda. A primeira coisa que irá perceber é que as promessas são maiores do que os medos. Logo após, diga em voz alta: “Eu sou o melhor de Deus. Sou amado e protegido pelo Doador da vida. Meu passado não irá profetizar meu futuro, porque hoje mesmo estou cancelando essa autoridade e declarando que posso todas as coisas ‘Naquele que me fortalece’” (Fp 4.13). Essa declaração deve ser feita toda vez que esse sentimento aparecer para oprimi-lo. Creio que coragem não é ausência de medo, mas é avançar a despeito dele. Isso nos fala da importância da atitude que possibilitará uma mudança para o próximo nível da vida. Pr. Edson Pereira

Ligue para o Pr. Célio ou Inês e aprenda mais sobre esse tema: (31) 3427-4130 ou envie um e-mail: celio.ines@lagoinha.com

Você pode depositar seus dízimos e suas ofertas nos bancos onde a igreja possui conta:

Agência 0504 C/C: 216654-5

Agência 3311 C/C: 49-7 Oper: 003

Agência 3392-8 C/C: 2767-7

Agência 3055 C/C: 16059-6

Agência 1750 C/C: 0012886

Agência. 0040 C/C: 7710338

Agência 0299 C/C: 02010219-8

Agência 3473-8 C/C: 3257-3


14  Atos hoje  Domingo, 30 de maio de 2010

Edição # 22

Fotos: Reprodução internet

Encontro tremendo (misto)

Vigília Lagoinha

Entre os dias 11 e 13/6, com a Pra. Ana Lúcia e equipe, no Hotel Fazenda Gileade, Caetés (MG). Inscrições: na Central das Redes, à rua Manoel Macedo, 1.324 – São Cristóvão – fale com Cíntia e Michael. Mais informações sobre o evento, ligue: (31) 8489-2512, 3429-1300 – fale com a Pra. Ana Lúcia.

Participe conosco! Toda sexta-feira, das 23h30 às 6h da manhã de sábado. Informações: (31) 84589025, falar com o Pr. Joaquim.

Ministério de Intercessão/Moriá Junho: Programa Escolhidos, de 1 a 6/6; 15 a 20/6. Moriá, de 10 a 13/6; 24 a 27/6. Informações: (31) 36913875, 3641-5369, 3421-1169 ou 3423-3530 – fale com Samanta. A Melhor Idade Alfabetização para idoso O Ministério da Melhor Idade, em parceria com a Secretaria da Educação, oferecerá curso de alfabetização para idosos na Casa de Honra, à rua Joazeiro, 20 – São Cristóvão. Os interessados devem fazer inscrições. Em casos de pedidos de visitas e comunicação sobre falecimento, favor fazê-los diretamente ao Ministério Melhor Idade, na Casa de Honra, à rua Joazeiro, 20 – São Cristóvão. Telefone para contato: (31) 8489-2685 – falar com a Pra. Regina Estrella. Informações sobre o Melhor Idade: (31) 3421-6070 – fale com a Pra. Regina ou Jemima. Homens da Promessa Muitos homens têm falhado após sua conversão e estão sozinhos, mas este não é o plano de Deus para os homens. Em vez

PANORAMA

de encararem a vida e reagirem com base bíblica, continuam a viver uma vida impotente como se nada tivesse jamais acontecido. Não está na hora de começar a fazer o trabalho para o qual fora chamado desde o dia que conheceu a Cristo? Você precisa de amigos que vão lhe ajudar em sua caminhada. Esta é a visão do Ministério Homens da Promessa: homens ajudando uns aos outros, enfrentando problemas específicos, buscando soluções disponíveis para vencerem a corrida que verdadeiramente tem valor. Participe das atividades do Ministério Homens da Promessa! Espaço Homens da Promessa: já estão sendo realizados os grupos pequenos, aconselhamentos, à rua Jaboticatubas – entrada pelo estacionamento dos Diáconos. Reuniões Homens da Promessa: toda segundafeira, às 19h30, no Salão dos Diáconos, à rua Joazeiro, 29 – São Cristóvão. Informações: (31) 3423-1488, 3422-9136, 9135-9017, 9764-2698 ou www.homensdapromessa. com Corpo Diaconal Os diáconos da equipe 3 estarão de plantão de 30/5

Precisa divulgar as atividades e/ou eventos do seu ministério no Atos Hoje? Envie um e-mail para Vanessa Freitas: atos@lagoinha.com

a 6/6. Informações: (31) Theodomar – 8401-8658 ou 8856-0289 – Amilcar. Próxima equipe de plantão: 4, (entre os dias 13/5 a 20/6). A reunião de trabalho será sextafeira, 28/5, às 19h30, Salão do Corpo Diaconal, à rua Joazeiro, 29. Informações: 8332-9846 – com Wagner, (31) 8835-1567 ou Ademir Perdigão. Ministério Diaconal: (31) 8488-2789 – fale com o Pr. Paulo Ricardo. ATENÇÃO: Convocação Geral, 7/6, reunião geral do Corpo Diaconal. A reunião de comunhão do Corpo Diaconal será às 19h30, no Salão Esperança. Diaconisas da Equipe 1 Vocês estão convidadas para o 3º Chá Koinonia! Venha e traga um delicioso lanche! Será dia 14/06, às 15h, na Casa Rosada, à rua Beberibe, 133 – São Cristovão. Informações: Pra. Imaculada Rumball – (31) 8445-6040 ou 3429-1300.

Vanessa Rezende, (31) 92240697, Marcília, 8332-3432 ou 8489-2512, 3429-1300, Pra. Ana Lúcia.

Mulheres em Ação Encontro das casadas No dia 7/6, às 19h, na Casa Rosada, à rua Beberibe, 133 – São Cristóvão. Tema: “Como se encontra a sua família? Sonolenta? Light? Disfuncional? Saudável?” Preletora: Vanessa Rezende Pimenta, pedagoga – especialista no atendimento sistêmico à família. Fale com

Enquanto o noivo não vem Querida mulher solteira adulta, venha celebrar conosco o primeiro aniversário do Ministério no “caldos e causos!” Teremos caldo e canjica. Dia 26/6, (sábado), às 18h. Adquira o seu convite na Casa Rosada. Fale com a Pra. Ima – (31) 8421-5218, Pra. Imaculada

Querida mulher casada, cujo marido ainda não é convertido, chegou a sua vez! Você é nossa convidada para participar, toda 1ª segunda-feira de cada mês, de uma palestra sobre como lidar com o seu marido. End.: Casa Rosada, rua Beberibe, 133 – São Cristóvão. Informações: (31) 3429-1300. Desperta Débora, Mães de joelhos, filhos de pé! Nesta quarta-feira, 2/6, às 15h, na Casa de Honra, à rua Joazeiro, 20 – São Cristóvão. Venha orar por seus filhos, nós oramos com você e por você. Fale com a Pra. Patrícia: (31) 8332-9402 ou 3429-1300. Evento Desperta Débora: 10/06, às 14h, no Templo, com Regina Franklin.

– 8445-6040, Pra. Marlene – 8443-6806 ou 3429-1300. Mulheres solteiras com filhos Quero conhecê-la e ajudá-la! Por favor, entre em contato comigo – Pra. Nair, (31) 84850531 ou deixe o seu recado na Casa Rosada: 3429-1300. Clínica da Alma De 2 a 4/7, no Sítio Green Peace, em Contagem (MG). Informações e inscrições na Central de Inscrições, à rua Manoel Macedo, 1.324 – São Cristóvão. Tel.: (31) 3429-9500 – fale com Cíntia e Michael. Festival de Pizza – Rede de Adolescentes Sábado, 5 de junho, às 19h, na Nova Canaã. Rodízio de Pizza + Refri + Diversão: R$ 20,00. Informações: (31) 342693136.


Atos hoje   Domingo, 30 de maio de 2010   15

Edição # 22 Foto: Reprodução internet

Workshop de Dança

Vem aí o XII Acampamento Ephatá

Data: 3/6. Horário: de 8h30 às 18h30. Incluso na inscrição: material, coffee-break e almoço. Informações e inscrições para eventos e cursos: (31) 3421-4205 ou 8445-1931 – falar com Adriana, atendimento de segunda a sexta-feira, de 13h às 19h30. E-mails: www.dancaibl.blogspot. com, ministeriolouvoribl@yahoo.com.br ou ministeriodelouvor@lagoinha.com Ministério de Louvor e Artes Lagoinha: rua Ipê, 70 – São Cristóvão.

Fundação Oásis ITC – Instituto Técnico de cabeleireiro informa: Inscrições abertas para curso de cabeleireiro intensivo, turno manhã, início em 1/6 e término em 30/7. Inscrições abertas para curso de cabeleireiro em três meses, turnos manhã, tarde e noite. Núcleo Fidelaide informa: inscrições abertas para o curso de manicure, turnos manhã, tarde e noite. Avon: inscrições abertas para o curso de maquiagem intensivo, com três horas de duração, início em 6/6, turnos tarde e noite. Promoção na Escola de Beleza Oásis Relaxamento com sódio ou guanidina: R$ 10,00. Hidratação: R$ 10,00. Escova: R$ 5,00. O cliente que fizer o relaxamento

De 2 a 6/6. Mais informações: (31) 32708620, 3270-8623 ou 8451-9936, fale com a Pra. Núbia Aguila, ou envie um e-mail para: ephata@lagoinha.com ou nubiaguila@hotmail.com

terá o direito de fazer a pós-química no valor de R$ 6,00. Massagem: relaxante, redutora, quick (rápida) e drenagem linfática, no mesmo pacote (apenas para mulheres). Atendimento, com fisioterapeutas formadas. todos os dias, a partir de 14h. Pacote com 10 sessões: R$ 200,00 e sessão avulsa R$ 25,00. Temos na área de estética, limpeza de pele tradicional (profunda). Manicure Profissional: de segunda a quarta-feira, R$ 12,00 (pé e mão); de quinta-feira a sábado, R$ 16,00 (pé e mão). Horários: 8h às 20h, segunda a sexta-feira; 8h às 18h, aos sábados. Informações:(31) 34441740/3421-1788/3428-5625 – fale com Jéssica, Magda ou Deisi.

Salve vidas! Doe sangue!

Homossexuais

Deus tem um plano para sua vida

Cadastre-se agora mesmo no banco de doadores de sangue da Capelania Águias de Cristo (Onésimo), da Igreja Batista da Lagoinha, pelo site www.capelaniaaguiasdecristo.com ou faça contato conosco pelos telefones: (31) 3429-9400 ou 8462-1541, fale com Cláudia Márcia. Sede: rua Pitangui, 517 – Concórdia, Belo Horizonte. Você pode doar vida neste instante. Não deixe para depois!

Ligue: (31) 8402-1856.

QUER ANUNCIAR NO ATOS HOJE? LIGUE (31) 8419-5535, E SAIBA COMo FAZER O SEU NEGÓCIO CONHECIDO NO BRASIL e NO MUNDO! FALE COM O PASTOR EDUARDO OLIVEIRA.

lEIA A SUA BÍBLIA DURANTE A SEMANA E CONHEÇA OS ENSINAMENTOS DE DEUS domINGO

30/5n

SEGUNDA

31/5n

TERÇA

1/6n

QUARTA

2/6n

QUINTA

3/6n

SEXTA

4/6n

SÁBADO

Salmos

1 Reis

Provérbios

Provérbios

Provérbios

Provérbios

Provérbios

148 a 150

1a4

1a3

4a7

8 a 11

12 a 14

15 a 18

5/6n


16  Atos hoje  Domingo, 30 de maio de 2010

Edição # 22

Prevenir é preciso Em continuidade à campanha de proteção às crianças e aos adolescentes do abuso e da exploração sexual, o Proteger Brasil apresenta dicas e diretrizes básicas importantes De fato, a exploração e o abuso, em todas as suas nefastas (maléficas) formas, contra crianças e adolescentes é hoje uma realidade. Mais que apenas a proteção, a prevenção deve ser o foco maior. Mas como prevenir o abuso, quando sequer se sabe o que o mesmo é de fato e de que formas ele se configura? A fim de desmistificar isso, seguem algumas informações importantes e esclarecedoras a respeito do assunto. Elas constam do primeiro volume (são quatro) da Cartilha Sobre a Pedofilia – Abuso Sexual Infanto-Juvenil, algumas informações para os pais ou responsáveis – de autoria do Dr. Guilherme Schelb, idealizador do Programa Proteger (Programa Nacional de Prevenção da Violência e Criminalidade Infanto-Juvenil) e um dos parceiros do Proteger Brasil. Trataremos futuramente das ações práticas de prevenção propriamente ditas em relação ao mesmo. Vale a pena, então, conferir. Porque ler é preciso. Prevenir também. Abuso físico: É o uso deliberado da força física, direta ou indiretamente, no relacionamento com a criança ou

o adolescente, causando ferimento ou sofrimento físico. Alguns indicadores importantes de abuso físico: presença de lesões como queimaduras, hematomas, feridas ou fraturas que não combinam com a causa alegada pelo jovem ou por sua família; ocultação (para esconder) de lesões antigas e não explicadas. Comportamento da criança ou do adolescente: agressividade ou apatia; baixa autoestima; isolamento; medo excessivo dos pais; fuga de casa; faltas frequentes à escola. Comportamento da família suspeita: oculta as lesões da criança, justificandoas de forma não convincente ou contraditória; descreve a criança como má ou desobediente; aplica a disciplina de modo severo; consome álcool ou drogas; possui antecedentes de violência. Abuso sexual: É todo ato, jogo ou relação de natureza erótica, heterossexual ou homossexual com a criança ou o adolescente. O abuso sexual pode ocorrer sem contato físico com a vítima. Por exemplo: mostrar filmes pornográficos para crianças. Alguns indicadores físicos: infecções urinárias; dor ou

lesões na área genital ou anal; doenças sexualmente transmissíveis (DST´s); dificuldade ao caminhar ou sentar; descontrole urinário. Comportamento da criança ou do adolescente: comportamento sexual inadequado para a idade; brincadeiras sexuais agressivas; vergonha excessiva; falta de confiança em adultos; fugas de casa; alegações de abuso; ideias ou tentativas de suicídio; autoflagelação (ato de ferir o próprio corpo); terror noturno. O sono agitado em que a criança acorda, durante vários dias, no meio da noite, normalmente chorando ou gritando. Comportamento da família suspeita: oculta frequentemente o abuso; é muito possessiva; nega à criança contatos sociais normais; acusa a criança de promiscuidade; sedução sexual e atividade sexual fora de casa; crê que o contato sexual é uma forma de amor familiar. Abuso psicológico: é a interferência negativa do adulto sobre a criança, segundo um padrão de comportamento destrutivo. Alguns indicadores físicos: obesidade; distúrbios de sono ou fala;

comportamentos infantis inadequados à idade; incontinência ou descontrole da urina. Comportamento da criança ou do adolescente: extrema timidez ou agressividade; anormalidade do sono; isolamento; baixa autoestima ou tristeza; ideia ou tentativa de suicídio. Comportamento da família suspeita: rejeita, aterroriza, ignora em demasia ou descreve a criança como má. ■Ah Telefones úteis: Dique 100 - ligação gratuita. Ministério Público Federal/Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão: (61) 3031-6001. Marcelo Ferreira

marcelo.ferreira@lagoinha.com Para mais informações sobre o Proteger Brasil e outras questões relativas às questões aqui propostas, incluindo a própria pedofilia, é só ligar: (31) 8489-2698 – falar com o pastor Ronaldo Faria. “Cartilha Sobre a Pedofilia – Abuso Sexual Infanto-Juvenil, algumas informações para os pais ou responsáveis”: Reprodução autorizada. Adaptação: Redação Atos Hoje.


Atos hoje   Domingo, 30 de maio de 2010   17

Edição # 22

Para refletir

Prática da

introspecção

Nesse texto uma reflexão sobre como identificar falhas e erros por meio de uma análise constante dos próprios atos

Foto: Reprodução internet

Depois do Pai Nosso, talvez a oração mais repetida pelos cristãos seja a famosa oração do rei Davi: “Sonda-me , ó Deus, e conhece o meu coração, prova-me e conhece os meus pensamentos; vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno.” (Sl 139.23-24.) É bom notar que no início do salmo, Davi reconhece a plenitude da onisciência de Deus e por essa razão faz as seguintes asseverações: “Tu me sondas e me conheces.” Sabes quando me assento e quando me levanto. “De

longe penetras os meus pensamentos. Ainda a palavra me não chegou à língua, e tu, Senhor, já a conheces toda. [...] Tal conhecimento é maravilhoso demais para mim.” (Sl 139.1-6.) É muito provável que esse pedido de sondagem esteja intimamente relacionado com

a tremenda dificuldade do salmista em admitir plenamente o grave pecado que ele cometeu contra Urias, contra a família, contra o povo e contra Deus por ocasião de seu adultério com Bate-Seba (2Sm 12.1-5). A prática da introspecção é em extremo necessária por causa da dificuldade nata que todos temos de admitir e nomear as próprias faltas: “Quem há que possa discernir as próprias faltas?” (Sl 19.12.)

Os verbos da introspecção: há pelo menos quatro verbos na Edição Revista e Atualizada das Sagradas Escrituras que expressam a ação da investigação do conteúdo humano, de seus ministérios. Embora não sejam sinônimos perfeitos, todos eles levam à introspecção. O primeiro é examinar e denota a ação de considerar, investigar, observar, analisar atenta e minuciosamente. É usado nas instruções para a celebração da Ceia do Senhor: “Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e, assim, coma do pão e beba do cálice.” (1Co 11.28.) O mesmo verbo aparece nesta exortação: “Concentra-te e examinate, ó nação que não tens pudor, [...] antes que venha sobre ti o furor da ira do Senhor.” (Sf 2.1.) O segundo é esquadrinhar e denota a ação de investigar a área toda miudamente, pedaço por pedaço, quadrinho por quadrinho. No salmo 10, lê-se que Deus esquadrinha a maldade do perverso até nada mais achar (v.15). O autor do famoso salmo 139 diz: “Esquadrinhas o meu andar [o homem na posição vertical, na parte clara do dia], e conheces todos os meus caminhos.” (v.3.) O terceiro é sondar e denota a ação de examinar profundamente todo o interior, como se fosse com o auxílio de uma sonda, aparelho com o qual é possível conhecer o fundo do mar, o subsolo, a atmosfera (sonda meteorológica), o espaço (sonda especial), a lua (sonda lunar) e o organismo (sonda uretral, sonda vesical etc.). Daí a súplica do salmista: “Sonda-me, ó Deus, e conhece o

meu coração.” (Sl 139.23.) Salomão ensina que a sondagem de Deus é mais válida que a autocrítica: “Todo caminho do homem é reto aos seus próprios olhos, mas o Senhor sonda os corações.” (Pv 21.2.) O quarto verbo é provar e denota a ação de submeter a pessoa a um teste para ver como ela pensa, sente e reage. Assim como o crisol prova a prata, e o forno, o ouro, o Senhor prova os corações (Pv 17.3). O que aconteceu com Abraão no monte Moriá foi uma prova gigantesca, da qual o patriarca saiu vencedor e tremendamente fortalecido: “Pela fé, Abraão, quando posto à prova, ofereceu Isaque.” (Hb 11.17.) Áreas de sondagem: Para você se conhecer a si mesmo, a sondagem tem de ser ampla e profunda. Nenhuma área de sua vida deve ser poupada desse exame meticuloso, porque numa delas pode estar alojado o foco da infecção moral de que você é possuidor. Faça um exame completo, sem medo, sem reservas. Sem diagnósticos não há tratamento e sem tratamento não há cura. 1. É preciso sondar a nascente de tudo: Na linguagem do profeta Jeremias, Deus é capaz de provar “o mais íntimo do coração” (Jr 11.20). É dele que “procedem as fontes da vida” (Pv 4.23). Daí a já citada oração do Sl 139.23. 2. É preciso sondar as razões pessoais: Por que penso assim? Por que falo assim? Por que me comporto assim? Por que ajo assim? Nem sempre a motivação é


18  Atos hoje  Domingo, 30 de maio de 2010

pura. Nem sempre conhecemos a verdadeira motivação. Por exemplo, os que pregam o evangelho nem sempre o fazem por amor a Cristo ou por causa da condenação eterna dos que se perdem, mas “por inveja e porfia”, como registra o apóstolo Paulo (Fp 1.15).

você ter fé sem obras (Tg 2.14), pequena fé (Mt 6.30) ou fé nenhuma (Mt 13.58). Também pode acontecer o caso contrário, de você ter fé sem hipocrisia (1Tm 1.5), grande fé (Mt 15.28) ou estar cheio de fé (At 6.5). Investigue a qualidade e o nível de sua fé.

3. É preciso sondar as reações a que estamos sujeitos: De acordo com o dicionário Aurélio, reação é a resposta que você dá “a uma ação qualquer por meio de outra ação que tende a anular a precedente”. O estudo de nossas reações revela o conteúdo de nossa espiritualidade. Veja a reação de Caim quando Deus não se agradou de sua oferta (Gn 4.23), a reação de Moisés quando viu a adoração do bezerro de ouro (Êx 32.11) e a reação do jovem rico quando Jesus ordenou que ele vendesse os seus bens em favor dos pobres (Mc 10.22).

7. É preciso sondar o amor: o amor a Deus e ao próximo é de suma importância. Dele dependem “toda a lei e os profetas” (Mt 22.40). Deus nos submete a testes para provar a sinceridade, o tamanho e a força de nosso amor. O amor não pode ficar só em palavras – o próprio Deus diz que ama e prova esse amor “pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores” (Rm 5.8). Deixe que de vez em quando Jesus lhe faça a mesma pergunta que dirigiu a Pedro: “Tu me amas?” (Jo 21.16.)

4. É preciso sondar a consciência: Nem sempre é seguro apoiar-se na consciência. Com o apoio dela você pode fazer bobagens e cometer erros graves. Lembre-se que a consciência pode ser boa (1Tm 1.5), limpa (1Tm 3.9) e pura (2Tm 1.3), mas também fraca (1Co 8.7), corrompida (Tt 1.15) e cauterizada (1Tm 4.2). 5. É preciso sondar o caráter: O seu modo tradicional de ser, de sentir e de agir inclui só boas qualidades? Não havia em todo Israel homem tão celebrado por sua beleza e perfeição física quanto Absalão, mas esse filho de Davi tinha um péssimo caráter (2Sm 14.25). Já Timóteo não parecia fisicamente muito saudável (1Tm 5.23), mas possuía um caráter provado (Fp 2.22). 6. É preciso sondar a fé: Veja a exortação - “Examinai-vos a vós mesmos se realmente estais na fé.” (2Co 13.5.) Pode dar-se o caso de

A prática da introspecção é a arte de nos investigarmos acuradamente a nós mesmos com o propósito de localizar os erros e os acertos, as boas qualidades e as más qualidades, a virtude e o pecado, o sucesso e o fracasso, sempre sob a perspectiva cristã”

Edição # 22

8. É preciso sondar o trabalho: Por vezes há mais palavras do que ação, há mais planejamento do que execução, há mais promessas do que esforço, há mais relatórios do que atividade, há mais dispersão do que concentração, há mais foguetório do que amor, há mais ambição do que prestação de serviço. São riscos a que você está sujeito. Daí a validade da exortação: “Prove cada um o seu labor.” (Gl 6.4.) Essa sondagem deve ser levada muito a sério tendo em vista a seleção que Deus há de fazer de nossas obras no dia de Cristo. O que for comparado à madeira, feno e palha há de ser destruído pelo fogo, e o que for comparado a ouro, prata e pedras preciosas há de ser preservado (1Co 3.10-15). 9. É preciso sondar o comportamento diário: O que você pensou hoje, o que você viu e ouviu hoje e o que você fez hoje – foi tudo do agrado de Deus? A santificação progressiva depende desse cuidado, dessa avaliação, dessa sondagem. Sem ela não pode haver confissão de pecado e restauração. É a sondagem bem feita que nos transporta do caminho mau para o caminho eterno (Sl 139.24). Sondagem de cima: Embora a Bíblia ensine e reforce o valor da autosondagem, não se pode dispensar a sondagem realizada pelo próprio Deus, em resposta à oração. O texto sagrado atribui a ele esse exercício. É ele quem esquadrinha (Sl 139.1-6), quem sonda (Ap 2.23) e quem prova (Sl 11.5). A sondagem de Deus é a mais séria, mais profunda, mais completa, mais justa e mais confiável. Deus é o sondador por excelência: “Todas as igrejas conhecerão que eu sou aquele que sonda mente e corações.” (Ap 2.23.) Ele provoca, incita e leva a cabo a prática da introspecção. Deus é extre-

mamente sábio, eficiente e original no exercício desta misericórdia. Às vezes, uma simples pergunta de Deus é suficiente para levar alguém a conhecer-se a si mesmo. Foi assim com Adão: “Quem te fez saber que estavas nu? Comeste da árvore de que te ordenei que não comesses?” (Gn 3.11.) Foi assim com Caim: “Por que andas irado, e por que descaiu o teu semblante?” E ainda: “onde está Abel, teu irmão?” (Gn 4.6,9.) Foi assim com Elias, quando o profeta estava profundamente desanimado no interior de uma caverna no monte Horebe: “que fazes aqui, Elias?” (Rs 19.9,13.) Foi assim com Jonas: “É razoável essa tua ira?” (Jn 4.4.) Foi assim com o leproso agradecido: “Não eram dez os que foram curados? Onde estão os nove?” (Lc 17.17.) Foi assim com Pedro: “Amas-me mais do que estes outros?” (Jo 21.15.) Outras vezes, Deus produz o mesmo resultado por meio de uma ordem qualquer, aparentemente sem muito nexo. Foi assim com a mulher samaritana: “Vai, chama teu marido e vem cá”. E deu certo, pois a mulher trouxe à tona a sua vida irregular: “Não tenho marido.” (Jo 4.16-18.) Foi assim com o jovem rico: “Vai, vende tudo o que tens, dá-o aos pobres e terás um tesouro no céu; então, vem e segue-me.” E deu certo, pois o moço deve ter enxergado a distância que ainda o separava da vida eterna, não obstante o seu compromisso moral com o Decálogo (Mc 10.17-22). Autosondagem e sondagem alheia: O homem, porém, não está isento da autosondagem. Tem a obrigação de examinar-se a si mesmo (1Co 11.28), esquadrinhar os seus caminhos (Lm 3.40) e provar o seu labor. (Gl 6.4). Para tanto, é necessário parar de mentir a si próprio, acabar com as eternas desculpas, confessar tudo que sabe de errado, cultivar a capaci-

dade de ouvir repreensões, preocupar primeiro com a trave que está no olho de seu irmão (Mt 7.3), e dar-se ao trabalho de conhecer o seu íntimo. Em alguns casos a sondagem se inicia e até mesmo se desenrola por meio da participação de um parente, amigo, irmão na fé ou guia religioso. Davi precisou do profeta Natã para tomar conhecimento de sua grave crise espiritual (2Sm 12.115). Daí a validade da mútua exortação preconizada na Epístola aos Hebreus: “Exortai-vos mutuamente cada dia, durante o tempo que se chama Hoje, a fim de que nenhum de vós seja endurecido pelo engano do pecado.” (Hb 3.13.) Precisamos temer o endurecimento progressivo. Ele provoca a perda da sensibilidade espiritual. É o caso do pastor da igreja em Laodicéia, que se dizia rico e abastado quando, na verdade, era “infeliz”, sim, “miserável, pobre, cego e nu”. Essa personagem foi aconselhada a usar colírio para enxergar-se, antes que fosse definitivamente vomitado da boca de Deus (Ap 3.14-22). Reflexão:

1. Qual foi a intenção de Jesus quando ordenou ao jovem rico que vendesse todos os seus bens em favor dos pobres? 2. É bom e saudável que você se investigue para achar não só a maldade, mas também a bondade, não só o pecado, mas também a virtude? 3. Alguma vez você já orou como o salmista: “Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração, prova-me e conhece os meus pensamentos; vê se há em mim algum caminho mau” (Sl 139.23-24)? 4. Qual é a relação da introspecção com a santificação progressiva? Pr. Elben César

Ligue: (31) 8489-2348 e aprenda mais com o Pr. Paulo Cezar.


Atos hoje   Domingo, 30 de maio de 2010   19

Edição # 22

Foto: Reprodução internet

Para esclarecer e edificar

Justiça Divina

X Justiça Humana

Antes de iniciar meu comentário sobre o julgamento de Alexandre Nardoni e de Ana Carolina Jatobá, condenados a 31e 26 anos de reclusão, respectivamente, em regime fechado, pelo assassinato da menina Isabella Nardoni – um julgamento repleto de fortes emoções e calorosos debates entre defesa e acusação –, gostaria de refletir um pouco sobre as considerações de Jung no que diz respeito ao desenvolvimento da emoção: “Em lugar de Deus ou do medo de Deus, há uma neurose de angústia ou espécie de fobia. A emoção conservouse a mesma, mas a um tempo, o nome e a natureza de seu objeto mudaram para pior.” (Carl Gustav Jung, psiquiatra, fundador da Psicologia Analítica.) O autor da frase quis dizer que, em certas situações, a sociedade é tomada por uma “neurose de angústia”, uma “espécie de fobia”, em que a emoção no ser humano se verifica como havendo se conservado a mesma de outrora, ou mudado para pior, notadamente quanto à natureza do seu objeto. O que isso quer dizer em uma análise em consonância com o conturbado “Caso Nardoni”? Nesses dias, a sociedade brasileira foi tomada por essa “angústia” e “fobia”. Uma quase violenta emoção que, naquele momento, se espalhava vertiginosamente pelo país, graças à atuação da mídia, que, com a cobertura quase contínua de

cada aspecto envolvendo os protagonistas do julgamento, levava os espectadores à comoção coletiva. Nada passou despercebido pelo batalhão de repórteres e comentaristas de renomadas revistas e jornais, inclusive com a participação maciça da multidão que se acotovelava nas cercanias do Fórum de Santana, em São Paulo. Todos na expectativa de acompanhar a sentença dos acusados, pois na mente de cada espectador, ambos já estavam condenados. O que queriam mesmo era assistir ao “show”, como se fosse a final de mais uma edição do programa Big Brother Brasil. Do ponto de vista da exposição pública, o acontecimento era tão importante que as maiores redes de televisão do país – Globo, Record e Band, por exemplo – transmitiram tudo ao vivo. Além delas, houve repercussão, comentários e avaliações nos jornais, nas rádios, nas revistas e na internet no dia seguinte. Como pudemos observar, Alexandre Nardoni apresentou-se como verdadeiro padrão de “brother”. Formado em Direito (dizem), de classe média, mantém boa forma física e está bem informado com as normas impostas pelo mundo nos dias atuais. Ana Carolina Jatobá, por sua vez, assim como o marido, saiu do nada, mas acabou virando uma Nardoni, pessoa famosa, pela contramão da vida. E agora é uma leitora da Bíblia, pelo menos assim deixou

transparecer nas imagens transmitidas pela televisão. Queira Deus que tenha se convertido! Ninguém sabe, exatamente, o que ocorreu naquele dia entre as quatro paredes do quarto daquele apartamento, porque não houve testemunhas presenciais, e a condenação dos envolvidos ocorreu com base exclusiva em provas periciais, puramente técnicas, mas que levaram os réus à condenação. Ou seja, foram julgados pelo conjunto de fatos que não puderam ser rebatidos pela defesa, fazendo valer a tese de que “contra fatos não há argumentos”. E como se processou o julgamento dos Nardones? O julgamento ocorre por meio de um processo sui generis, um processo oral que envolve debates, vivências, dinamismo e angústia dos participantes e espectadores. Como já dizia o renomado jurista Torre de Melo: “Um processo em que não existe uma juiz-máquina, nem o réu robô”. (Os Grandes Processos do Júri, páginas. 25 e 26. Ed. Líber Júris.) O júri julga de maneira diferente do Juiz Monocrático, isto porque o juiz de Direito está preso ao texto da lei, e só pode aplicar a justiça nos ditames do que ordena a lei, pois a ela está atrelado. O Júri, por sua vez, julga o ser humano como criatura que comete erros. Mas o Júri também comete erros no seu julgamento, não temos dúvida. Mas erram também os juízes togados, pois todos os dias os De-

sembargadores dos Tribunais de Justiça se reúnem para reformar as decisões prolatadas por cultos juízes, doutores em Direito. Vejam a importância do Tribunal do Júri. Quando crimes que provocam grande comoção nacional – como os casos Daniella Perez, do casal Richtofen ou da menina Isabella – são levados a júri popular, o País volta sua atenção aos jurados, às pessoas escolhidas em meio à sociedade para darem um veredicto sobre o caso. Todavia, gostaria de dizer o quanto Deus se importa com tudo o que está ocorrendo no mundo. Não somente em face do caso Nardoni, mas por todas as barbáries que são praticadas diariamente. Algumas delas são tão nojentas que fogem à compreensão humana. Ficamos indignados pelas agressões perpetradas contra crianças, mulheres e pessoas indefesas, bem como diante das injustiças sociais praticadas no dia a dia. Sentimo-nos enojados com a falta de providências das autoridades competentes, e tristes pela nossa própria falta de capacidade para fazer algo em prol da justiça, e aí, deixamos tudo por conta de Deus. Esse, sim, é o único que pode fazer justiça. E a Justiça Divina não falha! Ele mesmo “determinou um dia em que com justiça há de julgar o mundo por meio do varão que para isso ordenou; e disso tem dado certeza a todos, ressuscitando-o dentre os mortos”. (Atos 17.31.)

A definição clássica de Justiça é “dar a cada um o que lhe é seu de direito”. No plano da sociedade humana, se um indivíduo comete crime, qualquer que seja a sua modalidade, e for apanhado, será detido e levado a julgamento e condenado a cumprir uma pena na prisão. Essa é, em tese, a justiça dos homens. Ainda que o criminoso venha a se arrepender, sua pena pode ser abrandada e até perdoada, porém, o crime jamais será perdoado, pois o seu registro fica no cadastro do individuo. O mesmo não ocorre com a Justiça Divina, em que o crime poderá ser perdoado – apagado na sua totalidade – por meio do perdão divino. É impossível ao homem compreender o amor e a Justiça de Deus por meio de um raciocínio meramente racional e mundano. A Justiça de Deus fundamenta-se no amor, algo que as leis humanas não exigem. Há uma chance para o casal Nardoni? Dizemos que sim, pois a Bíblia afirma que: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos purificar de toda injustiça.” (1 João 1.9.) Em relação a Deus, o futuro de Alexandre Nardoni e Ana Carolina Jatobá só dependerá deles mesmos, se um dia se arrependerem, pois o Criador os espera para dar-lhes o seu perdão. Dr. João Mariano da Silva

Mais detalhes ligue: (31) 8458-9630 – fale com o Pr. José Pedro.

Fonte: Revista Mais Destaque/ Ediçãonº 32 - mai/jun /págs. 30 a 31.

Crimes que abalam a opinião pública. O perdão do Criador está ao alcance de todos


20  Atos hoje  Domingo, 30 de maio de 2010

Edição # 22

Vem aí a

6ª Conferência do Espírito Santo Entre os dias 3 a 5/6, no hotel Ouro Minas. Participe, serão dias intensos na presença do Senhor! O tema “Mais de Deus” é oportuno em clara alusão à 6ª Conferência do Espírito Santo, a se realizar durante os dias 3 a 5, no hotel Ouro Minas( próxima semana), promovida pelo Seminário Teológico Carisma. Creia que a sua participação nesse evento poderá mudar sua vida, confirmar seu chamado e transformar seu ministério.

Informações: (31) 3303-7700 ou pelo site: www.carisma.org.br

O Jornal Atos Hoje é uma publicação da Igreja Batista da Lagoinha - Presidente: Pr. Márcio Valadão. Jornalista responsável: Vanessa Freitas Menezes - MTB-MG 13535. Projeto Gráfico: Luciano Buchacra. Diagramação: Junio Amaro, Gabriel Félix e Matheus Freitas. Jornalistas: Marcelo Ferreira, Vanessa Freitas e Thalita Daher. Revisão: Adriana Santos e Nicibel Silva. Tiragem: 20.000 exemplares. Impressão: Sempre Editora. Igreja Batista da Lagoinha. Rua Manoel Macedo, 360 - São Cristóvão - CEP 31110-440 - BH - MG - Telefone: (31) 3429-9450 - www.lagoinha.com. Sugestões e contatos: Jornal Atos Hoje (31) 3429-9450. Atenção: Os anúncios contidos, nessa edição, são de única e exclusiva responsabilidade dos anunciantes, não tendo a Igreja Batista da Lagoinha nenhuma responsabilidade sobre o conteúdo e veracidade de tais anúncios, inclusive pelo fato de que os espaços para tais são abertos a terceiros, empresários e/ou prestadores de serviços com os quais a igreja não tem nenhum relacionamento de qualquer espécie, e sobre os quais a igreja não tem nenhuma condição de exercer fiscalização e muito menos garantir a efetividade dos produtos ou serviços anunciados. Fica também a critério da Igreja Batista da Lagoinha selecionar os anúncios que serão veiculados de modo que sejam apenas anúncios que não firam ou contrariem a moral e os costumes cristãos ou os dizeres contidos na Bíblia Sagrada. Reprodução permitida mediante citação da fonte.

Jornal Atos Hoje  

Jornal atos hoje

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you