Issuu on Google+

Semanário da Igreja Batista da Lagoinha    ANO 44    Edição nº 10    7/3/2010     http://www.lagoinha.com

s . à e3 2 cial

espeginas pá

nas

homenagem

mulheres

Atos hoje

A NOSSA GRATIDÃO a DEUS PELA VIDA DE

TODAS AS MULHERES 8 DE MARÇO

Dia Internacional da Mulher


2  Atos hoje  Domingo, 7 de março de 2010

Edição #10

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Mulher con tempo rânea... Que o esposo não se iluda ao pensar que com a dupla jornada entre a rotina familiar e profissional a mulher se esqueceu do que realmente lhe agrada Brincando com as palavras, ‘há tempo que a mulher quer tempo’ para realizar as tarefas que se propõe e precisa fazer. A mulher contemporânea tem se sobrecarregado para realizar tudo que é esperado dela. Às vezes até em jornadas dobradas ou triplicadas... Embora às vezes seja necessário, o seu papel principal de auxiliadora no lar fica comprometido em meio a tantos afazeres. O acúmulo de funções e responsabilidades foi adquirido a partir do momento em que uma forte tendência feminista encontrou na igualdade entres os gêneros uma unidade de direitos e deveres. Com isso, houve perdas e muitas conquistas. Mas as pressões continuam. A inserção da mulher, de modo expressivo, no mercado de trabalho, trouxe à tona uma exigência de que além de ‘supermãe’ e ‘supermulher’, cuidando da família e do lar, ela ainda tivesse que se manter ‘linda e maravilhosa’. E pior, com padrões de beleza fora da realidade. Essa concepção globalizada do mundo implica em uma série de transtornos para a vida familiar e pessoal da mulher. Ao conquistar mais autonomia para caminhar ao lado do esposo na criação dos filhos, nas decisões da família, nas frentes de trabalho, nos planejamentos financeiros e sociais, tornou-se administradora de sua própria vida. Para a mulher administrar tudo isso não é tarefa fácil. Mas o que a experiência e o tempo demonstram é que com organização e disciplina,

as possibilidades de sucesso são grandes. Principalmente, se aliado ao compromisso de não perder a essência em que foi criada. Que o esposo não se iluda ao pensar que com a dupla jornada entre a rotina familiar e profissional a mulher se esqueceu do que realmente lhe agrada. Galanteios como abrir a porta do carro, puxar a cadeira para ela se sentar, mandar flores, um café da manhã especial, mesmo sem ser aniversário ou bodas, a sensibilidade de perguntar se ela precisa de ajuda, a autoridade do esposo como provedor do lar, inclusive em pagar as contas de jantares especiais, e outras gentilezas simples, demonstram atenção e afeto, fundamentais para as mulheres. A mulher contemporânea não tem idade definida. Tanto pode ser uma jovem como uma ‘cinquentona’. Como amadurecem rápido e por acompanharem o desenvolvimento da sociedade, sabem tirar proveito das experiências. Por saberem o que querem, dizerem não ao que lhes desagradam e viverem suas emoções com mais confiança e autenticidade, com mais respeito, cuidado e amor por si mesmas, fazem das mulheres, potenciais de amor para as famílias. E para o mundo. Jandira Bastos

Psicóloga jandirabastos@hotmail.com

Escola de Beleza Oásis – EBO A Escola de Beleza Oásis oferece programação especial para o Dia Internacional da Mulher Mulher valorosa, você terá a oportunidade para se embelezar como sempre quis. E isso totalmente de graça. As unidade EBO 1 e 2 (localizadas, respectivamente, à rua Angico, 283, e rua Manoel Macedo, 406, esquina com Araribá) irá promover nesse domingo, 7/3, de 9h às 16h, serviços gratuitos voltados ao embelezamento da mulher. Para participar dessa programação é necessário adquirir senha, e as participantes

deverão trazer 1 quilo de alimento não perecível. Serão distribuídos brindes! Desde o dia 3/3 está sendo promovido um bazar com roupas novas no valor máximo de R$ 35,00, sandálias à R$ 5,00, além de acessórios finos com descontos especiais. Serão promovidos também cursos e palestras durante todo o mês de março. Informe-se! Parceiros EBO: Instituto Tecnológico do Cabeleireiro (ITC), JIKI, Mary Kay, Beauty One, Look Schawarzkopf, Nutrahair, Kanechon, Avon, Núcleo Fidelaide e Everligth. Informações: (31) 9201-3500, 8402-6207, 8485-0117 ou 8459-6770 – fale com Tida, Ana Célia, Deise, Magda ou Paula.


Atos hoje   Domingo, 7 de março de 2010   3

Edição #10

Papo sério sobre saúde

Nome completo:_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _ _ _ _ ������������������������������������������������������������������������������������������������ .

Data do casamento:_ _ _ _ _ _ _ _ _ /_ _ _ _ _ _ _ / _ _ _ _ _ _ Nome do cônjuge: ���������������������������������������������.

Igreja a que pertence: _ _ _ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _ _ _ _ ������������������������������������������������������������������������������������������������ .

)

Data de nascimento: _ _ _ _ _ _ _ _ /_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ /_ _ _ _ _ _ _ _ _ .

(

Thalita Daher

Casado:

não foi criada com o mesmo propósito do homem. Assim como um homem não pode suprir o papel da mulher, a mulher não pode cumprir o do homem. Ambos foram feitos para complementar o outro. A palavra auxiliadora na língua original do Antigo Testamento tem apenas três letras “ezer”, que significa: “Algo ou alguém que está ao redor, dando apoio, dando suporte, ajudando, socorrendo.” Essa possibilidade de ser “ezer” na vida das pessoas, da família e da Igreja, Deus conferiu à mulher, ‘osso dos ossos e carne da carne do homem’, igual em possibilidades, mas única em dons e talentos. “Mulher virtuosa, quem a achará? O seu valor muito excede o de finas jóias.” (Pv 31.1.)

)

Há exatamente 100 anos foi criado o Dia Internacional da Mulher. Para muitos, esse é um dia marcado por manifestações feministas, reivindicações e atos de protestos em busca de autonomia, igualdade e direitos, comparados aos dos homens. Mas, a Palavra de Deus justifica o propósito pelo qual foram criadas as lindas e preciosas mulheres: “Disse mais o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea.” (Gn 2.18.) Na versão atualizada da Palavra de Deus, está escrito que o Senhor criou a mulher para que ajudasse o homem como se fosse a sua outra metade. Cada parte do corpo humano tem uma função e um papel diferente. Assim, uma metade não é igual a outra. Portanto, a mulher

(

À imagem e semelhança de Deus fostes criadas, para auxílio do homem, para gerar sonhos, ideias e a humanidade, amorosa e, perfeita companheira, és tu Mulher

Solteiro:

Mulher, parabéns pelo seu dia

Endereço atual: _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ Bairro: ���������������������������������������������� .

renatafcotta@gmail.com / Educadora Física e Terapeuta Ortomolecular – Desenvolve programas de reeducação alimentar para prevenção e tratamento de desvios alimentares.

Cep:_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ Cidade:_ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _ _ _ _ .Estado: �������������������������������������������������������������������������������������� .

Renata F. Cotta

Telefone: _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _ Celular: _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ .

tudo o que de um modo ou de outro tente contra o equilíbrio físico, e mental do ser humano. O estilo de vida atual causa mais mortes no Brasil do que infecções associadas à pobreza. Também somos fruto do que comemos e dos pensamentos que cultivamos. O alinhamento nutricional consiste no desenvolvimento de bons costumes de vida. Portanto, uma alimentação balanceada fica longe de excessos de gordura, sal e açúcar e intensifica o uso de alimentos nutritivos. Caminhadas, corridas e exercícios físicos devem fazer parte da rotina da mulher. Para nós, mulheres, a dica é nos cuidarmos, nos amarmos e valorizarmos nossa saúde. Mesmo com simplicidade, com pouco investimento financeiro, é possível ter uma vida saudável. Vive-se muito melhor, quando se quer bem!

ENTÃO, PREENCHA HOJE MESMO ESTE CANHOTO E ENTREGUE AOS DIÁCONOS ou junto às suas ofertas

E-mail: _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _ _ _ _ Profissão:_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ .

Os erros, abusos e desvios cometidos no modo de alimentação do ser humano deixaram marcas negativas em seus descendentes e foram se acentuando nas novas gerações com o advento da tecnologia. Em busca de maior comodidade, através da industrialização, o ser humano tem poupado esforços físicos e essa alteração do seu modo de vida tem se intensificado a um ritmo cada vez mais acelerado. Aprender a refinar os alimentos, o que na prática equivale a degradá-los e desvirtuá-los, levar uma vida sedentária, o que favorece a degeneração orgânica, e esquecer que a saúde e a felicidade se encontram na vida simples, em contato com a natureza, da qual nunca deveríamos ter nos afastado, são atitudes que nos levam a ter problemas físicos com o passar do tempo. Simultaneamente e como resultado de uma falta de consciência ambiental, o ser humano contaminou as águas e os alimentos, envenenou a terra com agrotóxicos, poluiu o ar, submeteu a dura erosão e transformou em desertos os solos outrora férteis, de tal forma que alterou seu próprio ritmo biológico e os dos demais seres. Mas, ainda há tempo de evitar mais danos à natureza e ter uma vida mais saudável. Não é necessário voltar à vida primitiva. Mas é imprescindível um retorno inteligente à natureza, aproveitando os avanços tecnológicos que possam ser benéficos, mas rejeitando

VISITANTE OU PARTICIPANTE. DESEJA SER UM MEMBRO DA IGREJA BATISTA DA LAGOINHA?


4  Atos hoje  Domingo, 7 de março de 2010

MEMBROS DA LAGOINHA

Edição #10

Consciência cristã

VAMOS ATUALIZAR OS SEUS DADOS DE MEMBRO? PREENCHA HOJE MESMO ESSE CANHOTO E ENTREGUE AOS DIÁCONOS ou junto aos seus dízimos e ofertas.

) Data do casamento:_ _ _ _ _ _ _ _ _ /_ _ _ _ _ _ _ / _ _ _ _ _ _ Nome do cônjuge: ����������������������� .

������������������������������������������������������������������������������������������������� .

(

Número de Membro:_ _ _ _ _ ___ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _

Casado:

������������������������������������������������������������������������������������������������� .

)

Nome completo:_ _ _ _ _ _ _ _ _ ___ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _

(

������������������������������������������������������������������������������������������������� .

Data de nascimento: _ _ _ _ _ _ __ _ / __ _ _ _ _ _ /_ _ _ _ _ _ _ _ .

Solteiro:

Endereço atual: _ _ _ _ _ _ _ _ _ ___ _ _ _ _ __ _ _ _ _ _

Cep:_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ __ _ . Cidade: _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ Estado: ����������������������������� .

������������������������������������������������������������������������������������������������� .

Telefone: _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ ___ _.Celular: _ _ _ _ _ _ ������������������������������������������������������������������������������������������������� .

E-mail: _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ ___ _ .Profissão:_ _ _

Classes de Transferência Segunda - 19h30 - Colégio Cristão/Sala 2 - Pr. Rodrigo Godoy. Terça - 20h - Salão Esperança - Pr. Walter, Pr. Jasmário e Pr. Marcelo. Quarta - 19h30 - Central as Redes/Sala 5 - Pr. Claúdio Barbosa. Sexta - 19h30 - Casa da Mocidade - Pr. Iani de Assis. Sábado - 18h30 -Salão Esperança - Pr. Iani de Assis. Domingo - 8h - Casa Rosada - Pra. Regina Estrella. Domingo - 8h30 - Colégio Cristão/Sala 8 - Pr. Cláudio Barbosa. Domingo - 16h - Colégio Cristão/Sala 2 - Pr. Rodrigo Godoy. Informações: (31) 3421-4749, 3421-3659 ou 8401-8986 - fale com o Pr. Emerson Caetano.

De onde vem o meu Valor? Deus me ama assim como sou, me ama demais para deixar-me como estou

De onde vem o meu valor?

Jesus é o meu Salvador. Ele resgata meu valor.

Quando me sinto inútil e de pouco valor… Quando estou triste, gemendo de dor… Quando do amanhã eu tenho pavor… Quando me comparo com outros e me acho inferior… Digo a mim mesmo e a todos ao meu redor:

Deus me ama assim como sou, me ama demais para deixarme como estou. Ele sabe o que sou – e o que posso ser. Ele enviou Jesus Cristo, seu amado Filho, para salvar-me, resgatar-me, reabilitar-me, reencaminhar-me e restaurar-me. Jesus define meu valor pelo preço que pagou: seu sangue e sua vida.

Deus é meu Criador. Ele é quem me dá valor.

Jesus está comigo e conserva meu valor.

Meu valor não é determinado por aparência, força, inteligência, popularidade, posses, posição, raça, nacionalidade, capacidade ou realizações. Fui criado à imagem de Deus, por Ele e para Ele. Deus investe em mim e cuida de mim. Deus me deseja, me ama e me chama. Deus, meu Criador, é quem me dá valor.

O pecado me provoca dor e compromete meu valor.

Deus tem propósitos para minha vida que incluem amizade com Ele e serviço a outros. Deixando de andar com Deus, frusto seus propósitos. Ele me ama, mas deixo de ser-lhe útil. Fico distanciado dele e perco a visão da pessoa que Ele quer que eu seja.

Aceitei Jesus e Ele aceitou a mim. Entreguei-me a Ele, pois Ele se entregou por mim. Estou em Cristo e Ele está em mim. Vivo nele e Ele vive em mim. Confio nele e Ele, por incrível que pareça, confia em mim. Com Ele minha vida antiga terminou e uma nova vida começou. Deixei uma vida de pecado. Ele me perdoou e me libertou! Jesus não desiste de mim! É eterno seu amor.

Deus tem um plano para minha vida. Sei que sua vontade será cumprida. Mesmo que eu desista de mim mesmo, Ele não desiste. Ele me preparou para fazer boas obras e preparou as obras a fazer. Não as faço para me salvar; eu as faço porque Ele me salvou. Ele completará a obra que começou em mim. Eu completarei a obra que Ele confiou a mim.

Jesus acredita no meu futuro. Com Ele estarei sempre seguro.

Nada me separa do seu amor – nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os dem��nios, nem o passado, nem o presente, nem o futuro, nem a força, nem a altura, nem a profundidade – nada! Ele nunca me deixará. Eu nunca o deixarei. Ele sempre me guiará. Eu sempre o seguirei. Ele sempre me sustentará. Eu nunca temerei. “Somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas.” (Efésios 2.10.) George Foster

Ligue para o Ministério Você tem Valor e saiba o quanto você é importante para Deus: (31) 8408-5211, 8402-6987, 8498-9156, 3429-9467 /477 / 485 – Fale com o Pr. Cláudio Serafim.


Atos hoje   Domingo, 7 de março de 2010   5

Edição #10

CONHECENDO OS NOSSOS PASTORES

“Deus prosperou minha jornada”

Da infância pobre e solitária ao lugar de honra em Cristo, Aderico Mendes é mais um pastor consagrado na Lagoinha. E a prova viva do amor e da fidelidade de Deus

Foto: Marcelo Ferreira

Ele é um dos pastores que foi ordenado ao ministério da Palavra, na Lagoinha, no dia 7 de setembro de 2009. Casado e pai de três filhos, Aderico Mendes de Jesus sempre foi ativo em sua vida com Deus desde que se converteu ao evangelho de Cristo Jesus. Hoje atua na Lagoinha com aconselhamento e discipulado, na Casa das Vovós e também na condução dos cultos semanais na igreja. Mas até aí, foi uma longa e árdua jornada. Nesse breve, mas tocante relato, Mendes testemunha de sua infância, conversão e seu chamado ao ministério. Para encerrar em gratidão a quem sempre se mostrou fiel em razão de seu imenso e incondicional amor: o próprio Deus.

“Nasci em Buritizeiro, interior de Minas Gerais. Sou o penúltimo filho de uma família de oito irmãos, mas fui deixado com um tio aos dois anos de idade, em uma fazenda distante da cidade, onde vivi até os meus 15 anos, quando Deus começou a mudar a história da minha vida e me permitiu realizar meu grande sonho. E foi com esse sonho que aos 15 anos deixei o interior, após me formar no colégio. Vim em busca de algo novo. Só não sabia que a expectativa de Deus para mim era muito além das minhas próprias expectativas. Aos 19 anos casei-me com a Fátima, que na época tinha 20 anos. Começava uma nova etapa na minha vida, um tempo de desafio, pois tudo o que mais queria era o que menos conhecia: uma família. Foi uma jornada muito difícil. Até que em 1989, Jesus entrou na minha vida e na minha casa. Tudo começou a mudar. Já tínhamos três filhos: a Tatiana, que hoje é também pastora na Lagoinha e na época tinha dez anos; a Graziele, que preferiu a carreira acadêmica e no período tinha oito anos; e Guilherme, que acaba de chegar de Sidnei, Austrália, e tinha na época cinco anos. Todos nós fomos batizados juntos, em 1990, pelo meu querido pastor Jonas Neves, que hoje está na Igreja Batista do Povo, em São Paulo.

“Após minha conversão, não consegui ficar indiferente ao evangelho de Cristo. Muito cedo, após dois anos de convertido, já tinha convicção do meu chamado pastoral. Tinha a minha empresa, meu trabalho, mas o lugar mais confortável para eu estar era a Casa do Senhor. E foi aí que Deus usou uma pessoa muito importante na minha vida: a pastora Alaélcia. Após 18 anos caminhando juntos e servindo ao Senhor com prazer, voluntariamente e experimentando mais de Deus a cada dia, vendo e ouvindo o pastor Márcio Valadão, a quem eu observo e procuro seguir, fui indicado à ordenação na Lagoinha. Eu me lembro do texto de Provérbios 4.18, que diz: ‘Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito.’ Por tudo que vi e vivi, com Deus sempre presente, só tenho a agradecer. A Ele mesmo por me amar tanto. À minha esposa Fátima, pelo apoio incondicional, e aos meus filhos, que me motivam a ser melhor a cada dia. Ao meu netinho Emmanuel, que enche o meu coração de alegria. A pastora Alaélcia e sua equipe pelo apoio de sempre. Ao Conselho Pastoral da Lagoinha pela confiança. E principalmente ao pastor Márcio Valadão, que além de acreditar em mim, tem sido o meu referencial. E por fim, a todos aqueles que sempre oraram por meu ministério. A todos vocês o meu muito obrigado”.

Aderico Mendes de Jesus

Adaptação: Marcelo Ferreira marcelo.ferreira@lagoinha.com Para saber mais acerca do testemunho de vida do pastor Mendes, é só ligar: (31) 84583381.


6  Atos hoje  Domingo, 7 de março de 2010

Transferências Recebemos por transferência os preciosos irmãos: Adriane Ponzo Santiago, Ana Paula de Oliveira M. de Carvalho, Camila Guedes Pereira, Camila Menta Britto, Caroline Pedras Venuto, Cassemiro José da Silva, Charles Clarindo dos Santos, Enedina de Jesus Dutra Reis, Fabrício Nilo de Carvalho, Felícia Menta, Grasielia Silva de Sousa Ferreira, Graziella Nikolas Nikolaidis Abras, Jonas de Almeida Dias, Lucas Lemos Costa, Lúcia Maria de Oliveira, Luciana Cristina Fortes, Luiza Helena Cyrino, Margareth Vieira Silva Santos, Maria Geralda Corradi, Maria Helena de Paula Cunha, Michele Sabrina Lúcio dos Santos, Mirian Brasil Dias Tofanelli, Patrícia Ferreira Malacco, Patrícia Lelis da Silva, Quezia Cristina dos Reis, Roci Aparecido Fernandes Martins, Rogério Martins Rocha, Ronaldo Ribeiro Mendes, Rosalvo Ribeiro dos Santos Junior, Rosinéa do Carmo Ribeiro Mendes, Samir Khoury Abras Júnior, Valdivino Fernandes dos Reis e Walbert Naves Malacco.

Caminhando rumo aos 10% da nossa Capital para o Senhor!

Edição #10

ALELUIAS! pela bondade do Senhor, hoje somos:

41.830 membros na lagoinha

“[...] Ora, é em paz que se semeia o fruto da justiça, para os que promovem paz [...]” (Tg 3.18.)

Batismos Estamos muito alegres por estes irmãos que foram batizados em nossa igreja na última semana! Alexandre Vieira Andrade, Ana Paula Versiani de Castro Santos, Andressa Kelly Fagundes Valle, Bruna Peres Gouthier, Bruno Elvis Lopes, Camila Viana Melo Lara, Camilla Silva Almeida Reis, Chirlei Aparecida de Paula, Cláudio Roberto Pinheiro de Souza, Eduardo José de Oliveira, Elvis Divino dos Santos, Fabiana Versiani de Castro, Filipe Batista Dias de Morais, Gleimison Fernando da Silva, Guilherme Rodrigues Rosa, Iara Rezende Oliveira da Costa, Ingrid Caroline Silva Dias, Janaina Pereira de Oliveira, José Mateus Lara, Josilene Cristina Neres de Oliveira, Juci Duarte Santos, Jussara de Paula Xavier, Kira Cristina Alves de Assis, Leida Juliana da Silva Oliveira, Luiz Eduardo da Silva, Luiz Eustáquio Reis, Márcia Regina Rocha R. Nassif, Maria das Graças Gomes, Maurício Hillesheim Suso, Miguel Alves da Silva Neto, Olímpio Alves da Silva, Renata da Silva Pereira, Rodrigo de Freitas Patrocínio, Rondinelli José da Silva, Rosele de Oliveira Alba, Rosimeire Espírito Santo Campos, Sabrina Costa dos Santos Pires, Sheila Cristina Rosa, Sidmar Aguiar de Carvalho, Stephanie Brenda Guerra Almeida, Thiago Marcus Rodrigues da Costa, Viviane Silva de Almeida e Willian Junio Paixão. Se você deseja atualizar seus dados – estado civil, endereço , telefones e outros - entre em contato com a Secretaria de Membros, à rua Manoel Macedo, 1.324, sala 4. Ou pelo telefone: (31)3429-9500, ramais 527/227 – falar com Beatriz ou Cíntia. Fax: (31) 3421-1598. Também por e-mail: secretariademembros@gmail.com ou secretaria.membros@ lagoinha.com Se você deseja se batizar, é preciso participar de um curso que acontece no Salão Esperança, nas dependências da igreja. Para se transferir, é preciso fazer o Curso de Transferência que acontece às quartas-feiras, às 19h30, na Central das Redes, à rua Manoel Macedo, 1.324, e aos domingos, na Casa Rosada, à rua Beberibe, 133. Não é preciso fazer inscrição para os cursos. Basta escolher o dia e horário e se dirigir ao local.

Falecimentos Aprouve ao Senhor chamar para si: no dia 23/2, nosso querido irmão em Cristo, Elton Pinto Aguiar, membro da célula do bairro São João Batista. Ligue e dê uma palavra de consolo à sua esposa Ana Lúcia e aos familiares: (31) 3504-0183. No dia 24/2, o amado Wackson Filipe Silva, de 12 anos de idade. Ligue e ministre uma palavra de conforto aos familiares: (31) 8481-0045 – fale com a mãe, Júnia Ribeiro da Silva, ou com a irmã do Wackson, Rayane Silva. Dia 27/2, o amado Milton Toledo de Sá, de 87 anos, pai da nossa querida gideã e voluntária no ministério Profetizando Vidas, Dilma Maria. Entre em contato com ela e faça uma oração: (31) 3421-3520, 9687-0745. Que o bálsamo de Gileade seja derramado sobre os corações que sofrem neste momento! Caso deseje anunciar o falecimento de um ente querido, ligue: (31) 8402-5804 e fale com Ana Paula Costa.

Formatura Parabenizamos a nossa irmã em Cristo e membro da nossa igreja, Paola Caroline Lacerda Leocádio, por sua formatura no último dia 4/3. Ela cursou o Bacharelado em Nutrição pelo Centro Universitário UNA. Desejamos a ela toda sorte de bênçãos nessa nova etapa de sua vida. Que ela seja uma profissional em excelência a serviço do Reino. Deseja divulgar a sua formatura? Fale com Ana Paula Costa: (31) 8402-5804.

Casamentos Neste sábado, 6/3, às 17h, no Tabernáculo, Darci Martins Bento & Carina Alves Siqueira; às 22h, no Tabernáculo, Paulo Henrique da Silva & Fabíola Cristiane de Oliveira Silva; às 21h, no CEU, Felipe Cruz Borges Fonseca & Gelvana Jardim Viana. Na sexta, 12/3, às 21h, no Tabernáculo, Arthur Nicoli Gardini Almeida & Débora Diana Pinto. No sábado, 13/3, às 20h, no Salão Ágape, Wesley Dias Santos & Ana Paula Santos Ferraz; às 22h, no Tabernáculo, André Luiz dos Santos Silveira & Viviane Nunes Abraão. No dia 19/3, às 21h, no Tabernáculo, Maurício Campos de Souza & Elita Cordeiro Martins. No dia 20/3, às 18h30, no CEU, Márcio Antônio & Janaina Lacerda; às 19h, no Salão do Ministério Obra Prima, Eugênio de Santana & Ana Luce Pimenta; às 20h, no Salão Ágape, Alexandre de Freitas França & Thais Pessoa Machado; às 21h, no CEU, Rodrigo Moreira & Daniele Fernandes. Dia 26/3, às 21h, no Tabernáculo, Ronaldo Barros de Lima & Kátia Eliane da Conceição. Que o lar de cada casal seja presenteado pelas bênçãos do Pai! Caso deseje anunciar o seu casamento, fale com a Pra. Madalena ou com Alexandre: (31) 3429-9400.


Atos hoje   Domingo, 7 de março de 2010   7

Edição #10

reflexão

Ligando o alarme Dos muitos “coitados” ou “ais” que aparecem na Bíblia, um deles diz respeito à dificuldade que o ser humano tem de chamar as coisas pelo nome certo “Coitados dos que dizem que o certo está errado e o errado está certo; que dizem que o preto é branco e o branco é preto; que afirmam que o amargo é doce e o doce é amargo.” (Is 5.20.) A complexidade é tal que Salomão, logo ao subir ao trono de Israel, pede ao Senhor que lhe ensine a escutar a sua voz o suficiente “para que prudentemente discirna entre o bem e o mal” (1Rs 5.9). A dificuldade de discernimento

O exercício do discernimento não é tarefa simples. É sempre difícil por razões óbvias. Primeiro, porque “enganoso é o coração, mais do que todas as coisas e demasiadamente corrupto” (Jr 17.9). A pessoa é enganada por si mesma. Ela é, ao mesmo tempo, o agente e a vítima do equívoco. Daí a exortação de Tiago: “Não vos enganeis.” (Tg 1.16.) Segundo, porque somos enganados pelo próximo, por aqueles que nos rodeiam. Eles escondem o que são e o que pretendem. Eles “alargam os seus filactérios e alongam as suas franjas” (mostrando-se acentuadamente religiosos sem o ser), eles coam o mosquito (em público) e deixam passar o camelo (em oculto), eles limpam o exterior do copo e do prato (e deixam o interior cheio de rapina e intemperança), como Jesus denunciou (Mt 23.1-36). Terceiro, porque a nossa luta é contra “os dominadores deste mundo tenebroso” e “contra as forças espirituais do mal” (Ef 6.12), que fazem costumeiro o uso do engano e da mentira. Os espíritos malignos mentem, pois estão a serviço do “pai da mentira” (Jo 8.44). Satanás é o enganador-mor, aquele que tem o hábito de se transformar em anjo de luz (2Co 11.14).

Áreas de discernimento

O campo do discernimento é enorme. A mistura de uma coisa e outra é tão histórica, tão

comum, tão feia que a prática do discernimento precisa ser uma cuidadosa rotina. 1. É preciso discernir entre o bem e o mal. Nem sempre o mal parece mal, nem sempre o bem parece bem. Uma das tarefas dos sacerdotes na história do povo de Israel era ensinarlhe a distinguir entre o santo e o profano, entre o imundo e o limpo (Ez 44.23). Mas em época de decadência, até os sacerdotes tinham dificuldade de enxergar a diferença entre uma coisa e outra (Ez 22.26). 2. É preciso discernir entre o falso e o verdadeiro. O falso é falso. Não é verdadeiro. Mas sempre tem semelhanças com o verdadeiro, para passar por verdadeiro. Aqui está uma área de muito risco: agarrar-se ao falso e deixar escapar o verdadeiro. Há uma porção de coisas falsas, desde falso testemunho (Êx 20.16) até espírito falso (1Rs 22.20-23; 1Jo 4.1). Entre um e outro, há notícias falsas (Êx 23.1), falsa acusação (Êx 23.7), falso juramento (Lv 6.3), língua falsa (Pv 21.6), falsa pena (Jr 8.8), visão falsa (Jr 14.14), falsa circuncisão (Fp 3.2), falsa humildade (Cl 2.23), falsos irmãos (2Co 11.26), falsos profetas (Mt 7.15; 24.11), falsos mestres (2Pe 2.1), falsos apóstolos (2Co 11.13) e falsos cristos (Mt 24.24). 3. É preciso discernir entre a vontade própria e a vontade de Deus. Nem sempre a vontade própria expressa a vontade de Deus. Muitas vezes uma é contrária à outra. Mas, para justificar-se e acalmar a consciência, é fácil chamar a vontade própria de vontade de Deus. José soube discernir perfeitamente a vontade própria, despertada pela sedução da mulher de Potifar, da vontade de Deus e realizou esta, e não aquela (Gn 39.7-12). Talvez fosse da vontade própria de Davi vingar-se de Saul e tirar-lhe a vida, mas

a vontade de Deus era outra (1Sm 24.1-7). Quando não se faz a distinção entre a vontade pessoal e a vontade de Deus, a desobediência é certa. 4. É preciso discernir entre a falta alheia e a falta própria. Com muita facilidade e com muito risco, enxerga-se a falta alheia, enquanto a falta própria passa despercebida (Sl 19.12). Foi o que aconteceu com Davi quando ele foi confrontado por Natã. Com incrível rapidez, o salmista discerniu a injustiça do homem rico da parábola do profeta e nem passou por sua cabeça que a dura acusação se referia a ele próprio (2Sm 12.16). Judá, um dos doze filhos de Jacó, discerniu claramente o pecado de sua nora Tamar e chegou a condená-la à morte, mas não enxergou o seu próprio pecado, senão depois de acusado (Gn 38.12-26).

“Amados, não deis

crédito a qualquer espírito; antes, provai os espíritos se procedem de Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo afora.” (1Jo 4.1.)

5. É preciso discernir entre os acontecimentos comuns e os grandes momentos de Deus. A destruição de Jerusalém aconteceu porque os judeus “não reconheceram a oportunidade da sua visitação” (Lc 19.44). O Verbo, que estava com Deus e era Deus, fez-se carne e “veio para o que era seu”, mas “os seus não o receberam” (Jo 1.11). Há dias especiais no calendário de Deus, que devem ser conhecidos e distinguidos dos dias comuns. A importância daqueles dias é que eles são “o dia dos humildes começos” (Zc 4.10). 6. É preciso discernir entre o espírito da verdade e os espíritos do erro. Há pessoas movidas pelo Espírito Santo e também pessoas movidas por espíritos afastados de Deus. O apóstolo João afirma categoricamente: “Amados, não deis crédito a qualquer espírito; antes, provai os espíritos se procedem de Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo afora.” (1Jo 4.1.) A descoberta dos espíritos malignos é tão complexa que um dos dons outorgados pelo Espírito Santo é o dom de

“discernimento de espíritos” (1Co 12.10). O trigo e o joio A parábola do joio explica realisticamente o drama terrível da parecença dos filhos do Reino (o trigo) com os filhos do maligno (o joio). A semelhança entre um e outro é tão grande, pelo menos no início, que qualquer providência para separar um do outro antes da colheita é barrada pelo dono das terras. A grande lição de Jesus nessa surpreendente parábola é a esperança de que a presente situação não vai continuar para sempre. Na época da colheita final, que coincide com o retorno de Jesus em poder e muita glória, o que é falso, o que é espúrio, o que foi introduzido na escuridão da noite no espaço e no tempo será definitivamente queimado no fogo (Mt 13.24-30, 36-43). Então, só então, a prática do discernimento será desnecessária. Pr. Elben César

Ligue e aprenda mais com o Pr. Ronaldo sobre este tema: (31) 8489-2698.


8  Atos hoje  Domingo, 7 de março de 2010

Edição #10

VAMOS LER

30 SEMANAS DE ORAÇÃO PELO IRÃ

Por um período de 30 semanas, incentivamos e encorajamos a cada membro da Lagoinha a orar pelo Irã. Finalmente chegamos a 30ª e última semana. Confira os dados nesta coluna, com os respectivos motivos de oração. Continue, porém, clamando pelo povo e nação iranianos!

O vaivém que incomoda A história bíblica nada mais é do que a história da força do pecado humano e a história da força da misericórdia divina O último capítulo de 2 Samuel é melancólico. Logo no primeiro versículo, se diz que “mais uma vez irou-se o Senhor contra Israel”. Ou seja, não foi a primeira vez que o povo eleito se comportou de modo inconveniente. Nem tampouco a segunda, a terceira, a décima ou a centésima vez. Até então, no final do reinado de Davi, lá pelo ano 970 antes de Cristo, Deus havia se aborrecido com Israel, quem sabe, milhares de vezes. Para se ter uma ideia dos sucessivos aborrecimentos de Deus com os descendentes de Abraão, basta ler o resumo histórico que aparece logo no início de Juízes: “Quando o juiz morria, o povo voltava a caminhos ainda piores do que os caminhos dos seus antepassados, seguindo outros deuses, prestando-lhes culto e adorando-os.” (Jz 2.19.) Na história de Israel logo após a ocupação da terra prometida (1210 a.C.) até o começo da monarquia (1030 a.C.), diz-se repetidas vezes que “mais uma vez os israelitas fizeram o que o Senhor reprova” (Jz 3.12;

4.1; 10.6). A mesma denúncia aparece com outras palavras em outras passagens: “De novo os israelitas fizeram o que o Senhor reprovava” (Jz 6.1); “Logo depois que Gideão morreu, os israelitas voltaram a prostituirse com os baalins” (8.33) e “os israelitas voltaram a fazer o que o Senhor reprova” (13.1). Foram 180 anos de desobediência, seguida de sofrimento, seguido de confissão de pecado, seguido de restauração, seguido de outra desobediência, outro sofrimento, outra confissão, outra restauração. A história bíblica nada mais é do que a história da força do pecado humano e a história da força da misericórdia divina. Essa é também a história da igreja, desde a descida do Espírito até os nossos dias. É a nossa própria história. É por isso que, na dedicação do templo de Jerusalém, Salomão colocou-se diante do altar, levantou as mãos para o céu e suplicou a Deus que, se mais uma vez o povo viesse a pecar, o Senhor também mais uma vez

viesse a perdoar, caso os israelitas batessem outra vez no peito para confessar seu pecado (1Rs 8.46-51). O alvo mais elevado, mais sábio, mais justo, mais compensador, é não aborrecer o Senhor em coisa alguma. Daí a exortação do apóstolo João: “Meus filhinhos, escrevo-lhes estas coisas para que vocês não pequem” (1Jo 2.1). Além da delicadeza devida ao Senhor por força tanto do temor como do amor, evitaríamos mil aborrecimentos para nós mesmos e para os que nos rodeiam, se puséssemos um ponto final nessas desagradáveis reincidências. O pecado deve ser uma casualidade, não uma estúpida rotina. Mas todas as vezes que ele ocorre, todas as vezes que o senso de culpa invade o coração, todas as vezes que o pecador se confessa pecador e recorre à misericórdia divina, o Senhor, mesmo irado e aborrecido, “mais uma vez”, ouve a confissão, perdoa o pecado e faz a higiene da alma (1Jo 1.9). Ultimato

Missão no Irã, todos nós podemos fazer parte Podemos não ser missionários no Irã, mas podemos, sim, fazer nossa parte, dando condições para que os cristãos de lá sejam um testemunho e­ficaz. É isso que caracteriza uma missão de sucesso, como podemos ler no relato a seguir: Hassan e sua esposa Shadi estavam andando de carro em Teerã por volta de uma hora da madrugada e pararam num farol vermelho. Ao notar um homem no veículo ao lado, Shadi disse: “Nós precisamos dar um Novo Testamento a ele”. Hassan saltou do automóvel, bateu na janela do homem e lhe disse: “Eu sou cristão e gostaria de lhe entregar uma cópia da Palavra de Cristo”. Espantado, o homem, que se chamava Babak, disse: “Hoje de manhã eu pedi a Deus que me mostrasse como eu poderia conhecêlo”. Alguns meses depois, Babak foi até a casa dos Hassan e, lá, decidiu entregar sua vida a Cristo. Antes de ir embora, Babak disse a Hassan: “Naquela madrugada em que nos encontramos no farol, eu já vinha seguindo seu carro há cerca de 20 minutos, pois algo me mandava fazer aquilo”. Louvamos a Deus por Hassan e Shadi que estavam dispostos a se arriscar para compartilhar a Palavra de Deus. Louvamos a Deus pelos cristãos do mundo inteiro que enviam exemplares do Novo Testamento ao Irã. Louvamos a Deus por aqueles que oram pela salvação de pessoas como Babak e intercedem em favor de servos do Senhor, como Hassan e Shadi. A noite que transformou a vida de Babak não foi apenas o resultado do trabalho de um cristão iraniano. Foi Deus operando através de seu povo no mundo inteiro. Oremos pela missão no Irã: - Para que mais cristãos tenham o chamado para evangelizar no Irã. - Para que haja mais intercessão em favor do Irã. - Pelos recursos necessários para o fortalecimento e a expansão da Igreja de Cristo no Irã. Texto: David Yeghnazar e Simon Taylor. Projeto Gráfico: Luther Barnes. Fotografia (Elam Ministries) e Consultor de Projeto: Philip Jan. Site: www.iran30.org. Reprodução Autorizada – Elam Ministries 2009 – OM (info@br.om.org).


Atos hoje   Domingo, 7 de março de 2010   9

Edição #10

País da semana

TERREMOTO NO

CHILE

Abalos físicos: Como se não fosse suficientemente triste a tragédia que assolou o Haiti há quase dois meses (12 de janeiro), com incontáveis registros de perdas materiais, emocionais e espirituais; embora causado por fenômenos geológicos diferentes, ocorreu um novo terremoto de magnitude superior ao registrado no território haitiano. Mas, dessa vez a vítima foi o Chile. Com 8,8 graus na escala Richter, o terremoto invadiu o país latino na madrugada do último sábado de fevereiro (27). O quinto maior tremor da história do país provocou, além de muitos estragos e mortes, literais tsunamis. A contabilidade de mortes não se compara com a do país caribenho, pelo menos 270 vezes maior do que a do Chile (no Haiti, 217 mil pessoas morreram), mas, até o fechamento dessa edição, já soma mais de 800 mortes, 19 pessoas desaparecidas, 500 feridos (100 em estado grave) e pelo menos dois milhões de habitantes foram afetados pelo intenso sismo e por tsunamis. O impacto do tremor que atingiu o país foi sentido até na cidade de São Paulo, a 2.850 km de distância do epicentro, mesmo o Chile não fazendo fronteira com o território brasileiro. Abalos espirituais: A geografia do país apresenta várias paisagens, onde coexiste no mesmo território a região dos lagos, no centro-sul, as geleiras e a Patagônia, no extremo sul, a tropical ilha

DADOS IMPORTANTES Localizado à sudoeste da América Latina, entre a Cordilheira dos Andes e o Oceano Pacífico, o país possui o mais estreito território do mundo. Em sua capital, Santiago, região central do país, reside a maioria da população.

de Páscoa, no oceano Pacífico e o deserto do Atacama (o local mais seco do planeta), no norte. É assim, cheio de contrastes que um dos países com maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da América do Sul, maior produtor mundial de cobre, é também palco de 30% da população sobrevivendo na pobreza, e, também, do abuso do uso drogas, um dos maiores problemas das cidades. Apenas 12% da população é evangélica. Portanto, um importante e intenso trabalho de evangelização precisa ser efetivamente praticado, para que todas as camadas da sociedade chilena sejam alcançadas. A unidade é a marca da Igreja de Cristo. Oremos para que o país seja restaurado, e que assim como tem acontecido no Haiti, que outras nações se unam para levantar a nação.

O idioma falado oficialmente no país é o Espanhol. Thalita Daher – thalitadaher@lagoinha.com

Com alto índice de evangelização, a religião predominante no Chile é o Cristianismo, com 88,4% da população adepta há alguma denominação cristã. Segundo dados de 2008, a população do país está próxima aos 18 milhões de habitantes.

Fonte: Obra Intercessão Mundial (Patrick Johnstone e Jason Mandrik, Ed. Horizontes América Latina). Adaptação: Redação Atos Hoje.

Ligue para a Secretaria de Missões da nossa igreja: (31) 3429-9500, ramais 221 ou 226 - Fale com Regina Soares. A Secretaria de Missões fica à rua Manoel Macedo 1.324, sala 6, São Cristóvão, BH/ MG.


10  Atos hoje  Domingo, 7 de março de 2010

Edição #10

MINISTÉRIO DE CRIANÇAS E JUNIORES

Lugar de criança é na Escola Dominical! “Jesus crescia em sabedoria, estatura e graça diante de Deus e dos homens.” (Lucas 25.2.) Foto: Arquivo pessoal

GPS MCJ Domingo (manhã): Berçários: próximo à entrada da Tenda da Bênção. Horário: 10h às 12h, exceto nos domingos de Ceia, quando o culto inicia às 9h. Berçário 1: crianças de 0 a 6 meses – no térreo. Berçário 2: crianças de 6 a 12 meses – na 1ª galeria do Templo. Crianças de 1 a 3 anos: Creche Oásis: rua Joazeiro, 29, ao lado do Salão dos Diáconos. Educação Infantil: rua Araribá, 533, ao lado do Seminário Carisma. Horário: das 10h às 12h, exceto domingos de Ceia, quando o culto inicia às 9h. Crianças de 4 a 6 anos Colégio Cristão – Unidade 1, acima do Tabernáculo. Horário: das 10h às 12h, exceto nos domingos de Ceia, quando o culto inicia às 9h. Crianças de 7 a 8 anos: Antigo prédio da FATE, à rua Ipê, 234, São Cristóvão. Horário: das 10h às 12h, exceto nos domingos de Ceia, quando o culto inicia às 9h.

Um dos grandes objetivos da Escola Dominical é desenvolver a espiritualidade e o caráter cristão no aluno. A família e a igreja precisam estar em harmonia quanto aos ensinamentos que são passados às crianças. Pois, a educação infantil é o sustentáculo da vida adulta. O Ministério Infantil tem procurado ministrar às crianças a Palavra de Deus, crendo que esta é uma geração que vai fazer diferença nesse mundo. E agora vamos ter mais um lugar para os pequeninos. Estamos ampliando o Ministério Infantil para as idades de 1 a 3 anos,

na Creche Oásis, à rua Joazeiro, 29, ao lado do Salão dos Diáconos, que funcionará somente aos domingos pela manhã. Durante a semana e aos domingos pela manhã, à tarde e à noite, receberemos as crianças no andar acima do Tabernáculo. Mais informações, ligue: (31) 3429-1250.

Juniores de 9 a 12 anos: Tabernáculo: das 10h às 12h. Obs.: No domingo de Ceia os juniores são recebidos no Salão Ágape. Para mais informações, ligue: (31) 84436106 – falar com a Pra. Virgínia Rhossad, ou (31) 8312-0094 – falar com Luciana Maciel (a “Tia Lu”).


Atos hoje   Domingo, 7 de março de 2010   11

Edição #10

Belezas da Bíblia

A beleza da feiúra de Jesus “Ele [Jesus] não tinha qualquer beleza ou majestade que nos atraísse, nada havia em sua aparência para que o desejássemos.”

Precisamos orar para enxergar toda a beleza de Jesus. Ela é tão misteriosa, tão rica, tão vasta, tão avassaladora, tão sublime, que a nossa capacidade de enxergá-la é limitada.”

Lucas conta que o alto oficial de Candace, rainha dos etíopes, estava lendo a respeito de Jesus no carro que o levava de volta à Etiópia. A esta altura, a carruagem se aproximava da faixa de Gaza. A passagem do livro que o homem lia estava em torno daquilo que hoje chamamos de capítulo 53 do profeta Isaías. Entre outras informações, o etíope leu: “Ele [Jesus] não tinha qualquer beleza ou majestade que nos atraísse, nada havia em sua aparência para que o desejássemos.” (Is 53.2.) A Nova Tradução na Linguagem de Hoje é mais incisiva: “Ele não era bonito nem simpático nem tinha nenhuma beleza”. Em outras palavras, o profeta estava chamando a atenção do leitor para a feiúra de Jesus. Sem dúvida, ele também tinha ficado impressionado com esse pormenor. A explicação da aparente feiúra de Jesus está no capítulo anterior, três versículos antes: “Sua aparência estava tão desfigurada, que ele se tornou irreconhecível como homem; não parecia um ser humano.” (Is 52.14.) O profeta não se referia ao Jesus da transfiguração, nem ao

do Sermão do Monte, mas ao Jesus desfigurado do Getsêmani, ao Jesus da Sexta-Feira da Paixão. Ele estava verdadeiramente feio: cabelo despenteado e ensanguentado, por causa da coroa de espinhos; rosto cheio de hematomas e manchas roxas, por causa da pancadaria; costas sem pele nem carne, por causa dos açoites; corpo repelente, por causa da rara mistura do suor com sangue, poeira e cuspe – o cuspe dos soldados; pernas trôpegas, por causa de uma noite sem dormir; e semblante que não transmitia nenhum sinal de alegria, por causa da tristeza mortal que o acometeu logo ao chegar ao Getsêmani, do beijo de Judas, do abandono dos discípulos, da tríplice negação de Pedro, do depoimento falso das testemunhas, da covardia de Pilatos e da ingratidão do povo que preferiu soltar Barrabás. Todavia, é nessa impressionante feiúra de Jesus na SextaFeira da Paixão que nós vemos a sua maior beleza. O que mantém os crentes ligados a Jesus já por vinte séculos é a beleza de seu sacrifício expiatório. Nós não negamos a sua feiúra, mas

enxergamos toda a beleza que está por trás dela. Repetimos ao redor do mundo que ele desceu ao Hades e subiu aos céus. Escolhemos a cruz como o mais precioso símbolo do Cristianismo. Para chamar a atenção dos nossos filhos para a salvação operada no Gólgota e confirmada no jardim da casa de José de Arimatéia, fabricamos a frase aparentemente mais contraditória da história: “A beleza da feiúra de Jesus!” Precisamos orar para enxergar toda a beleza de Jesus. Ela é tão misteriosa, tão rica, tão vasta, tão avassaladora, tão sublime, que a nossa capacidade de enxergá-la é limitada. Precisamos de ajuda para enxergar não só a beleza de seu sacrifício vicário, mas também a beleza de seu nascimento virginal (Jo 1.14), de sua ressurreição inesperada (Lc 24.5-6), de sua ascensão majestosa (Hb 1.3), de sua agenda atual (1Co 15.24), de sua volta gloriosa (Mt 24.30) e de sua plenitude universal, inquestionável e inesgotável sobre eras que tombam sobre eras numa sucessão contínua (Fp 2.9-11)! Ultimato


12  Atos hoje  Domingo, 7 de março de 2010

Edição #10

Missões

Amazônia 2010 Os primeiros resultados do trabalho evangelístico dos missionários da nossa igreja junto às comunidades ribeirinhas do Amazonas

Os equipamentos comprados até agora foram: bote para até dez pessoas; um motor de popa para o bote e um de rabeta para o bote em águas rasas e Igarapés; um grupo gerador para o consultório de odontologia portátil e equipamentos complementares para o mesmo...”

Decorridos oito meses de quando estiveram, em junho de 2009, no Amazonas, os pastores de Missões da Lagoinha, Gustavo Bessa e João Osmar, com a equipe do Ministério Asas de Socorro, o trabalho missionário continua em pleno vapor. Foi a partir dessa visita que nasceu o desejo de se ter um trabalho de evangelização e assistência junto às populações ribeirinhas que lá se encontram. Atualmente, uma equipe de dez pessoas está no local, todas do Centro de Treinamento Missionário Diante do Trono (CTMDT). Cinco estão na comunidade do Bararuá e outras cinco na comunidade do Jacarezinho, onde já existe uma igreja: a Igreja Batista Tua Visão. O pastor João Domingos, carinhosamente conhecido como “pastor Joãozinho”, é também missionário da Lagoinha e esteve no Amazonas, com o Coordenador do Projeto Asas de Socorro, Marco Manzano. Ambos puderam registrar em fotos um pouco do muito que

vem acontecendo na Amazônia em termos de evangelismo e missões. O sentimento não poderia ser outro: o de gratidão. E é assim que ambos encerram a matéria. Pois as fotos “falam por si”. A íntegra do depoimento de ambos você confere essa semana no portal Lagoinha.com. “Ao nosso amado Deus, nossa gratidão por sua infinita bondade por nos permitir adquirir os diversos equipamentos para o desenvolvimento do projeto com os Riberinhos da Amazônia. À Igreja do Senhor Jesus por meio da vida de cada um dos irmãos que tão tremendamente participaram, com um coração doador, cheio de gratidão e muita alegria. Os equipamentos comprados até agora foram: bote para até dez pessoas; um motor de popa para o bote e um de rabeta para o bote em águas rasas e Igarapés; um grupo gerador para o consultório de odontologia portátil e equipamentos complementares para o mesmo; uma bateria de alta durabilidade para esse consultório e um inversor de voltagem; equipamentos e acessórios para o andamento inicial do projeto. Conseguimos também reformar e construir três casas para a equipe que coordena o projeto nas comunidades. Nosso barco maior virá em breve, pela graça do Pai. Fazemos nossas as palavras do apóstolo Paulo. De sua primeira carta aos Coríntios (1Co 15.58): ‘No Senhor nosso trabalho nunca é em vão’. E também de sua carta ao romanos (Rm 11.36): ‘A Ele seja a honra e a glória para sempre.’” João Domingos - Pastor e missionário da Lagoinha e Marco Manzano – Coordenador do Projeto Asas de Socorro Fale com o Pr. João Domingos: (31) 8402-6366

Foto: Asas do Socorro


Atos hoje   Domingo, 7 de março de 2010   13

Edição #10

Reflexão

Nós somos o que comemos Quantos versículos da Bíblia você sabe de cor? Quantos decorou exatamente como estão na Bíblia? Quantos pode citar com a referência completa? Hummm...! Você nunca pensou que alguém poderia lhe perguntar isso, pensou? Para ir para o Céu, ou nascer de novo, ou ser salvo (como preferir), você não precisa decorar nenhum versículo da Bíblia. A salvação é tão gratuita que só o que precisa fazer para tê-la é arrepender-se dos seus pecados e receber pela fé a Jesus Cristo – o único que pode transferi-lo do reino das trevas para o Reino da luz. Entretanto, se o seu desejo é ser um crente convicto e vitorioso, você precisa alimentar a sua alma da preciosa Palavra. Para isso, é necessário que se aplique; que se discipline; que se sujeite a normas e regras; que se pague um preço. A grande demanda é: Você está disposto? Poucos dão o valor merecido a esse assunto fundamental da vida cristã. Nessa geração “fast food”, nossa tendência é “encostar” todo preço a pagar nos nossos líderes, e viver “sugando” o que eles receberam de Deus, sem sofrer nadinha para ter o que eles têm. Queremos cada da vez mais receber tudo pronto (o esboço da palavra que vamos pregar na célula, o “estudo completo” sobre a oração e o jejum, o plano de salvação em folhetos, as doutrinas da Bíblia em porções mágicas de domingo de manhã etc.). Ora, vamos encarar a realidade: isso não funciona! Você quer crescer na vida espiritual? Então repita isso comigo: “Eu vou me dedicar ao estudo da Bíblia!” Não é ler cinco capítulos por dia porque seu líder o obrigou, nem abrir e ler onde abriu sem nenhum critério, nem ler direto de Gênesis a Apocalipse sem atentar para nada específico. Este é o problema sério com os crentes: não avançam da infância, justamente porque não estudam a Palavra de Deus. Não conhecendo os princípios, não podem aplicá-los à sua vida diária; não sabendo aplicá-los, vivem dependentes de homens (de líderes, de irmãos que oram, de irmãos que têm poder etc.); e porque estão sempre dependendo de homens, quando estes falham (esse dia sempre chega...), o que acontece? Eles esfriam na fé e se sujeitam à opressão do diabo.

“Crescer ou não crescer!” – eis a questão! Contentar-se em ser apenas “salvo” e livre do inferno, ou pagar o preço para implantar o Reino e ser um “vencedor”. Isso cada um de nós terá que decidir sozinho! Eu já fiz a minha decisão: vou viver em vitória, vou obedecer a Deus, vou realizar os seus sonhos – incluindo preparar as crianças para o Reino – e vou reinar com Cristo. E quanto a você? Nosso slogan fala de uma visão. Mas a visão sem a prática é morta. A prática é o espírito da visão. “Vemos” para saber onde estamos e para onde vamos; “vemos” para avançar; “vemos” para não errar o alvo; “vemos” para obedecer; “vemos” para vencer. Jesus disse que o homem que “ouve as sua palavras e as pratica” é feliz (Mt 7.24). Você está buscando a felicidade? Eis aí o endereço dela! A visão nada mais é do que a Palavra de Deus gravada dentro de nós. Quem tem os princípios “dentro” não esfria na fé, não duvida diante das investidas do inimigo, não teme as dificuldades, não olha para trás, não abandona o trabalho de Deus, não come os manjares do mundo, não alimenta a carne. Sabemos que a Igreja vencedora é Filadélfia, e ela tem três características (Ap 2 e 3). A principal delas é que ela guarda a Palavra. E, justamente porque guarda a Palavra, ama os irmãos e não nega o nome do Senhor. Meu desafio hoje é enfatizar para você a principal característica do vencedor, porque estamos edificando uma igreja de vencedores – e isso não pode ser um chavão no nosso meio, mas sim realidade viva. Tirei da minha chave bíblica alguns textos que podem convencê-lo a priorizar a memorização da Bíblia a partir de agora; não só individualmente, mas principalmente com seus filhos, seja de que idades forem. Leiaos e se convença a mudar o seu paradigma de vida de crente dependente para crente poderoso! Não se engane: ser cheio do Espírito não é ser cheio de experiências carismáticas; antes, é sa-

ber e praticar versículos, textos e princípios da Bíblia! O Espírito Santo não age sem a Palavra de Deus – ou fora da Palavra – e nunca se separa dela! Guarde bem isso: se você quer crescer na fé, se quer ter poder e autoridade, se quer receber as bênçãos de Deus, estude e memorize a Bíblia! Não postergue essa prática – não despreze a ordem de Jesus! Comece ainda hoje a encher a sua mente da Palavra e a guardá-la no seu coração!

“O Espírito Santo não

age sem a Palavra de Deus – ou fora da Palavra – e nunca se separa dela! Guarde bem isso: se você quer crescer na fé, se quer ter poder e autoridade, se quer receber as bênçãos de Deus, estude e memorize a Bíblia!” Só o Logos de Deus acumulado no seu coração poderá tornar você vitorioso contra a guerra na mente – convicto do perdão dos seus pecados e do poder que há no sangue de Jesus para liberá-lo do domínio e da escravidão do pecado; convicto do poder do Espírito Santo para torná-lo capaz de vencer toda e qualquer artimanha ou armadilha de satanás; convicto das três Pessoas da Divina Trindade – Pai, Filho e Espírito Santo –, unidos para o cumprimento do seu propósito eterno, que é fazer convergir em Jesus Cristo tudo o que existe, e levar a Igreja à posição de Esposa do Rei que governará pelos séculos dos séculos! O apóstolo Paulo estudou em escolas da sua época onde era obrigatória a memorização da Lei, dos Salmos e dos Profetas. Os líderes do Velho Testa-

mento convocavam o povo para decorar a Lei. Os mártires da fé evangélica invocavam a Palavra escrita em altos brados, antes de morrer. Por que não retrocediam em face da morte? Porque a Palavra queimava “dentro” – em seus corações! Eles “sabiam” o que os esperava – a cidade que tem fundamentos –; por isso não negavam o Nome. Por acaso você sabe? Você tem convicções profundas assim? Ou será o caso que até hoje você nunca mergulhou em águas profundas da Palavra, contentando-se simplesmente em molhar os pés nas ondas, enquanto brinca com as conchinhas na areia? Se tivesse espaço, eu poderia citar os costumes do povo de Deus na época de Moisés, de Josué, de Neemias, de Esdras, dos juízes, dos profetas, dos reis, e, por fim, da Igreja Primitiva até os dias de hoje, acompanhando a sua história de altos e baixos –, para ajudar você a deduzir que o único motivo para os “baixos” era a ignorância do conteúdo da Bíblia pelo povo de Deus. Se você não quer guardar a Palavra, não posso fazer nada, a não ser lamentar profundamen-

te por você! Mas se queremos ser uma Igreja de vencedores de fato, temos que inculcar os fatos, aos princípios e as doutrinas da Bíblia na mente das crianças e dos adolescentes de hoje; se cremos que serão, realmente, os protagonistas do maior mover de Deus que a história da Igreja já conheceu! Não se esqueça de encerrar com chave de ouro essa leitura: confira os textos sugeridos que vão persuadi-lo a dar início a esse fascinante projeto de vida, levando-o a concluir que somente com a mente e o coração cheios da Palavra de Deus você vai ser de fato o vencedor que tem profetizado ser! Textos sugeridos: Gn 17.9; 18.19. Êx 20.6; 31.16. Dt 4.6; 5.10; 6.12, 17; 11.22; 17.19; 29.9. 1Re 2.3; 6.12; 11.11. Sl 78.10; 119.9, 11, 112. Pv 3.1; 4.4, 23; 29.18. Ec 12.13. Is 26.2. Mt 19.17; 28.20. Lc 4.10; 11.28. Jo 14.15, 21; 15.10; 17.6. Hb 3.14; 10.23. 1Jo 2.3. Ap 1.3; 2.26; 3.10; 22.7. Irene Costa

Mais detalhes, ligue para o Pr. Eduardo: (31) 8419-5535.


14  Atos hoje  Domingo, 7 de março de 2010

Edição #10

dízimos e ofertas

“Prosperidade em todas as coisas”

“Amado, acima de tudo faço votos por tua prosperidade e saúde, assim como é próspera a tua alma.” (3 João 2.) Pensar que há recursos disponíveis é sempre uma sensação agradável: cheque especial, cartão de crédito, caderneta de poupança... Deus pode fazer de nós, filhos amados, pessoas bem-sucedidas. Há riquezas encobertas, os celeiros do Pai estão repletos, seus tesouros são inesgotáveis. 1 - A prosperidade como um dom de Deus

- Constitui-se ao nosso coração uma inspiração saber que de Deus provém todas as bênçãos, graças, dádivas e favores dos quais carecemos (1Cr 29.10-14; Jo 3.27; Tg 1.17). - A história testemunha, com muita ênfase, beleza e graça, a respeito de pessoas a quem Deus tornou prósperas: Abraão (Gn 13.2; 24.1); Isaque (Gn 25.11; 26.12-13); Jacó (Gn 30.43); Davi; Salomão (1Re 10.14, 23); Jó (Jó 42.10-17); José (Gn 39.3, 23). - Prosperidade não significa apenas bens materiais, mas sim um conjunto de todas as bênçãos que Deus tem para aqueles que o amam e o servem de todo o seu coração. 2 - Alguns requisitos para uma vida próspera

- No estudo atencioso das Escrituras Sagradas, descobrimos alguns princípios que são

básicos para uma vida próspera e bem-sucedida: a- Prazer na lei do Senhor (Sl 1.1-3). O resultado do prazer na lei do Senhor é: “Tudo quanto ele faz será bemsucedido.” b- Comunhão com Deus. Buscar ao Senhor (2Cr 26.5). O resultado de buscar ao Senhor é: “Deus nos faz prosperar.” c- Confiança em Deus. Quando a nossa confiança é posta no Senhor, o que acontece é lindo: “O que confia no Senhor prosperará.” d- Fidelidade. A fidelidade abre as portas para a multiplicação das bênçãos (Mt 25.21). “Foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei.” e- Generosidade. Quanto mais a pessoa dá na direção horizontal, mais recebe na vertical. É dando que se recebe (Pv 11.25; Lc 6.38). - Podemos ser prósperos, basta que observemos os princípios de Deus expostos na sua inerrante e sábia Palavra. 3 - Cuidados que devemos ter quando nos tornamos prósperos

- A prosperidade tanto pode ser uma bênção como também pode ser uma tremenda desgraça. Depende da maneira como reagimos. A Bíblia, a Palavra de Deus, nos fala de alguns cuidados que devemos ter:

Agência 0504 C/C: 216654-5

Cuidado com o orgulho (Dt 8.17-18); cuidado com a ganância (1Tm 6.9-10); cuidado com o materialismo (Lucas 12.13-21). - O que fazer ao prosperarmos? Esta é uma boa pergunta. No mundo financeiro, talvez a resposta seja mais ou menos assim: aplique em caderneta de poupança, dólar, ações. No entanto, entendo que a melhor opção, à medida que prosperamos na vida, é: invista no Reino de Deus, por meio de evangelização e missões, mais que o dízimo. O dízimo é o mínimo, quanto mais investimos na obra de Deus, mais abençoados ainda seremos. Conclusão

Um provérbio diz: “O que gastei, eu tive; o que guardei, perdi; o que dei, ainda tenho.” Deus quer e pode fazer de nós, os seus filhos, pessoas prósperas. Ele quer que vivamos como filhos do rei. Lembremo-nos sempre que os bens que temos devemos colocá-los integralmente a serviço da causa do Senhor. Vamos investir no reino. Amém. Pr. Messias A. Rosa.

Mais esclarecimentos, ligue para o Pr. Célio ou Inês – (31) 34274130 ou envie um e-mail: celio. ines@lagoinha.com

Você pode depositar seus dízimos e suas ofertas nos bancos onde a igreja possui conta:

Ag. 0040 C/C: 7710338

Agência 3311 C/C: 49-7 – Oper: 003

Agência 3055 C/C: 16059-6

Agência 0299 C/C: 02010219-8

Agência 3392-8 C/C: 2767-7

Agência 1750 C/C: 0012886

Agência 3473-8 C/C: 3257-3


Atos hoje   Domingo, 7 de março de 2010   15

Edição #10

ESTUDO DA CÉLULA

ORIENTAÇÕES PARA O LÍDER:

Sugestão de quebra-gelo: Você já mudou de casa alguma vez e na mudança “perdeu” algum objeto ou documento importante? Quais foram suas atitudes em relação a esse fato? Todas as perguntas de compartilhamento encontram-se no livro da célula. Como está a comunhão da sua célula? Realizaram alguma atividade juntos?

Quantos de sua célula integraram-se ao CFC (Primeiros Passos, Maturidade ou Treinamento)? Os treinados serão seus auxiliares e próximos líderes. Orem desde já pelo crescimento da sua célula, pelos novos anfitriões e pela multiplicação. Sua vida é uma bênção!

DIZER A VERDADE:

O CAMINHO RUMO AOS RELACIONAMENTOS AUTÊNTICOS INTRODUÇÃO Todos ansiamos por relacionamentos nos quais possamos: ser totalmente sinceros e abertos, e nos mostrar vulneráveis; partilhar fracassos e sucessos, deficiências e forças; revelar dúvidas e medos e encontrar empatia e intimidade. Esses relacionamentos íntimos e autênticos são exatamente aquilo que Deus tem em mente para nós. Ele nos criou para tais relacionamentos e quer que os aproveitemos ao máximo. TEXTOS BÍBLICOS Efésios 4.14-16, 25. UMA ÓTIMA TEORIA, MAS... “... se eu disser a verdade ao meu chefe, ele ficaria louco da vida”. “... se eu dissesse ao meu marido como me sinto em relação a essas viagens frequentes, ele ficaria na defensiva e se retrairia ainda mais”. “... se eu dissesse aos meus pais como ando frustrado na escola, eles ficariam decepcionados demais para me compreender”.

E assim continuamos explicando porque não podemos dizer a verdade. São poucos os cristãos que discutem sobre a perspectiva bíblica da verdade, dizer a verdade em amor e não em falso testemunho. Leia Efésios 4.15, 25; Êxodo 20.16. Deixar de lado a mentira e dizer a verdade. TOME O TÚNEL O livro “O Tambor Diferente”, de Scott Peck, apresenta uma teoria interessante sobre os relacionamentos. Ele diz que Deus nos criou para que desejássemos cultivar relações abertas, sinceras, autênticas – relações de comunhão. Mas como preferimos manter a paz a dizer a verdade, acabamos com relações de “pseudocomunhão”. DESAFIOS Durante esta semana, procure avaliar com sinceridade a sua capacidade de comunicar-se e relacionar-se. Se você já vem cultivando seu diário há uma ou duas semanas, de que forma essa experiência tornou suas orações mais autênticas?

“... se eu dissesse à minha mulher o quanto estou sexualmente frustrado em nosso casamento, ela me chamaria de ingrato”.

Pra. Elcione Galantini

“... se eu contasse à professora a verdadeira razão de não ter entregado o trabalho a tempo, ela abaixaria a minha nota”.

Quer saber mais onde encontrar uma célula próxima a sua casa? Ligue: (31) 3429-1350 – Fale com Renata. Casa de Células: rua Beberibe, 164 – São Cristóvão.

elcione.galantini@lagoinha.com. Ligue para ela: (31) 8401-8667.


16  Atos hoje  Domingo, 7 de março de 2010

Edição #10

desperta débora

Mulheres que oram por seus filhos

Há anos presente na Lagoinha, o Ministério Desperta Débora tem sido um baluarte às mães que clamam a favor dos filhos Foto: Patrícia Souza

O slogan “Mães de joelhos, filhos de pé” traduz exatamente a proposta deste que é mais que um ministério, mas um movimento de cunho interdenominacional de oração de mães a favor dos seus filhos. Surgido no Brasil há cerca de 15 anos, o Desperta Débora reúne hoje mais de 70 mil delas cadastradas em todo o território brasileiro – em todos os estados do país, em mais de 650 cidades – e no exterior, em países como Venezuela, Colômbia, Portugal, Itália, Nicarágua, República Dominicana, Cabo Verde, Estados Unidos e Guiana Francesa, só para citar alguns – com uma liderança composta por mais de 1.500 coordenadoras locais de cidades, de estados, regionais e nacional. Foi a partir da realização da Consulta Global Sobre Evangelização Mundial, ocorrida em maio de 1995, em Seul, na Coréia, que nasceu no Brasil o ministério/movimento. Sãos mais que apenas mães biológicas orando por seus filhos, mas mães adotivas e espirituais, de qualquer denominação, dispostas a pagar o preço de intercessão diária de no mínimo 15 minutos por seus filhos e por toda a juventude Brasil e mundo afora. A menção do nome Débora ao ministério/movimento faz referência ao contexto bíblico de Juízes 5, verso 7 a 12, quando a juíza Débora se levantou como mãe na nação de Israel desafiando a si mesma em clamor: “Desperta Débora, desperta, acorda!” Detalhe: a primeira reunião do Desperta Débora depois do encontro em Seul aconteceu na Lagoinha, em junho de 1995, com 400 mães de várias igrejas, inclusive da própria igreja. Nes-

te ano, durante os dias 2 a 5 de junho, em Brasília, acontecerá o Primeiro Congresso Internacional Desperta Déboras, em comemoração aos 15 anos do movimento.

O slogan ‘Mães de joelhos, filhos de pé’ traduz exatamente a proposta deste que é mais que um ministério, mas um movimento de cunho interdenominacional de oração de mães a favor dos seus filhos: o Desperta Débora”.

Desperta Débora na Lagoinha

Na Lagoinha, o ministério/ movimento Desperta Débora existe desde setembro de 2005. Quem está na coordenação é a pastora Patrícia Souza, com o apoio de toda a equipe e a cobertura das pastoras Ana Lúcia Melo e Nair Delabela (todas do Ministério Mulheres em Ação), e também do Ministério da Melhor Idade (da terceira idade). Desde que o Desperta Débora se iniciou na Lagoinha, já foram cadastradas centenas de mães. Dentre os trabalhos desenvolvidos estão os atendimentos, as visitas e o acompanhamento pastoral às mães, que acontece na Casa Rosada do Ministério Mulheres em Ação; a entrega de cestas básicas e ainda o atendimento por telefone a essas mães. Toda primeira quartafeira do mês, às 15 horas, no Salão Fé e toda terceira segunda-feira do mês, na Casa Rosa-

da (à rua Beberibe, 133) acontecem as reuniões do Desperta Débora da Lagoinha. O Ministério já sonha alto, pois deseja trabalhar junto aos presídios e às escolas de toda Belo Horizonte com as mães, no sentido de orar por e com elas por seus filhos. Há também o desejo de levantar nas escolas as chamadas “Déboras”, ou seja, mães, que se colocam de joelhos em prol de seus filhos. E dos filhos de milhares de outras mães Brasil e mundo afora, numa grande rede internacional de clamor por essa que não é a geração do futuro, mas do presente. Pois a partir do instante que uma mãe se cadastra e se prontifica como “Débora”, automaticamente ela é incluída nessa grande rede de cobertura espiritual de mais de 70 mil mães que têm se colocado em oração a favor de seus filhos. Cabe aqui como colocação final, mais um slogan do próprio Desperta Débora, que expressa bem sua visão acerca

de um movimento global de oração pelos filhos por parte das mães: “Ninguém ora por um filho como uma mãe. Imagine milhares de mães orando juntas?!” Em tom de convocação, encerramos a presente reportagem, fazendo nossas as palavras da pastora Patrícia Souza: “Pelo Senhor, marchamos! Pelos nossos filhos, marchamos. Desperta ‘Déboras’! Acorda. E entoe um cântico de vitória e louvor!” Marcelo Ferreira

marcelo.ferreira@lagoinha.com

Você também pode ser uma “Débora” na Lagoinha. Para mais informações, é só ligar: (31) 8332-9402 – falar com a Pra. Patrícia - ou (31) 84850531 – falar com a Pra. Nair Delabela, ou ainda: (31) 34291300 – Ministério Mulheres em Ação.

O Jornal Atos Hoje é uma publicação da Igreja Batista da Lagoinha - Gerência de Comunicação - Presidente: Pr. Márcio Valadão. Gerente de Comunicação: Ana Paula Costa. Jornalista responsável: Vanessa Freitas Menezes - MTB-MG 13535. Coordenação: Luciano Buchacra. Projeto Gráfico: Luciano Buchacra. Diagramação: Luciano Buchacra, Junio Amaro, Gabriel Félix e Matheus Freitas. Jornalistas: Marcelo Ferreira, Vanessa Freitas e Thalita Daher. Revisão: Adriana Santos e Nicibel Silva. Tiragem: 20.000 exemplares. Impressão: Sempre Editora. Igreja Batista da Lagoinha. Rua Manoel Macedo, 360 - São Cristóvão - CEP 31110-440 - BH - MG - Telefone: (31) 3429-9450 - www.lagoinha.com. Sugestões e contatos: Jornal Atos Hoje (31) 3429-9450. Atenção: Os anúncios contidos, nessa edição, são de única e exclusiva responsabilidade dos anunciantes, não tendo a Igreja Batista da Lagoinha nenhuma responsabilidade sobre o conteúdo e veracidade de tais anúncios, inclusive pelo fato de que os espaços para tais são abertos a terceiros, empresários e/ou prestadores de serviços com os quais a igreja não tem nenhum relacionamento de qualquer espécie, e sobre os quais a igreja não tem nenhuma condição de exercer fiscalização e muito menos garantir a efetividade dos produtos ou serviços anunciados. Fica também a critério da Igreja Batista da Lagoinha selecionar os anúncios que serão veiculados de modo que sejam apenas anúncios que não firam ou contrariem a moral e os costumes cristãos ou os dizeres contidos na Bíblia Sagrada. Reprodução permitida mediante citação da fonte.


Atos hoje  Domingo, 7 de março de 2010

Edição #10

atividades/eventos

Ministério de Intercessão Moriá: Confira as novas datas: MARÇO: 18/03 a 21/03. Escolhidos: 23/3 a 28/3. ABRIL: 8/4 a 11/4 e 15/4 a 18/4. Escola Intensiva de Intercessão: 22/4 a 25/4. Informações e inscrições: (31) 3423-3530 ou 3421-1169 – falar com Fernanda. Culto da Vitória e CSAT/SINE Portas ainda abertas para seu emprego Na quinta-feira, 18/3, a unidade móvel do CSAT/SINE/ (Centro de Solidariedade de Apoio ao Trabalhador/Sistema Nacional de Emprego) estará novamente em atendimento no estacionamento em frente à igreja, para cadastramento e encaminhamento de quem deseja uma oportunidade de trabalho. É imprescindível que cada pessoa esteja com os seus documentos em mão: Carteira de Trabalho, de Identidade e CPF. As senhas são distribuídas no Culto da Vitória. Não deixe de participar e receber a sua bênção. Informações: (31) 8488-2789 – falar com o Pr. Paulo Ricardo. Clínica da Alma Inscrições abertas para os dias 26, 27 e 28/3, no Sítio Green Peace, em Contagem/MG. Não deixe de participar. Informações e inscrições na Central de Inscrições, à rua Manoel Macedo, 1.324, São Cristóvão, BH. Tel.: (31) 3429-9500 – falar com Aline, Liliane ou Michael. E-mail: centraldeinscricoes@ lagoinha.com Siloé/Cegos Abertas as inscrições para o Curso de Braile (Língua Brasileira de Sinais),

realizado aos sábados, das 8h às 12h, à rua Rio de Janeiro, 441 – 3º andar, Praça Sete (Coração da Cidade). • Início previsto para o Curso: 13/3. Duração: sete meses. Vagas limitadas! Informações: (31) 3270-8612 ou 84851263 – fale com a Pra. Geralda, Sônia ou Ricardo. Obs.: horário de inscrições, das 14h às 18h, de segunda a sexta-feira, no Ministério Siloé (Ministério de auxílio aos portadores de deficiência na área da visão). Ministério Rhema Imperdível! Cursos de Batalha Espiritual e Cura Interior e também de Libertação de Crianças. Informações: (31) 34299400 – Falar com Wanir. Centuriões do Templo Todos contra a Pedofilia • Participe do evento que dará continuidade ao Projeto de combate a Pedofilia. Data: 13/3. Local: Tabernáculo. Informações: (31) 3429-9490 ou 84851493 – fale com o Pr. Osvaldo ou Valquíria. Treinamento AMGI Apoio a Mulheres com Gravidez Inesperada • Treinamento para voluntários destinados a serem palestrantes em escolas e aconselhamento às grávidas do AMGI. Treinamento com equipe dos Estados Unidos. Data: 17 a 19/3. Turmas tarde e noite. Inscrições: (31) 25518525, 2552-2799 ou 84128680 – fale com Vera. Central da Família Consagração de Filhos • Você que deseja consagrar seu filho ao Senhor, deverá participar de uma palestra a ser realizada todo 2º e 3º domingo do mês, às 17h, no Salão Ágape, situado à rua Manoel Macedo, 360 – São

Cristóvão. A consagração geral será no dia 28/3 (quinta-feira), às 19h, no Templo. Importante: não é necessária a presença das crianças na palestra. Inscrições no local! Escola de Profetas Kavod Venha aprender conosco • Nova turma: 8/3, às 19h30, no Tabernáculo. Dia 9/3, às 19h30, no Salão dos Diáconos, 2º módulo (só p/ quem fez o 1º módulo). Dia 10/3, às 19h30, no Tabernáculo, turma avançada. Alguns temas a serem ministrados: Ativando os cinco sentidos espirituais / Níveis do profético / Armadura de Deus / Ministério angelical / Os cinco ministérios. Informações: (31) 84638368, 8421-4494 – falar com Edna. E-mail: kavod@ apostolofernando.com. Geração Samuel Convocação • Você que tem o coração apaixonado por crianças, não perca! Venha participar do 1º Treinamento 2010 para líder de célula de crianças ou juniores. Dia 9/3. Informações: (31) 34291356, 8402-6848 ou 84850214 – fale com a Pra. Cleide.

VIGÍLIA DOS JOVENS ADULTOS Imperdível. Dia 13/3, a partir das 23h, no CEU, à rua Araribá, 543, Concórdia, BH. Mais informações: (31) 91763380 – falar com Áurea.


Mulher Comtemporânea