Page 1

Restauração Revista

Comunidade

Ano 7 • Edição 75 • Julho 2016

BEM-AVENTURADOS OS MISERICORDIOSOS

POIS OBTERÃO

MISERICÓRDIA Mt 5,7


ENCONTRO DE AGOSTO


Expediente/Conteúdo

Revista Comunidade Católica Restauração Periodicidade Mensal - Ano 7, Nº 75 (Julho de 2016) Tiragem: 2.000 exemplares DIRETOR GERAL Padre Fernando Gonçalves EQUIPE DE REDAÇÃO Daniela Noêmia Sales Jansen Eliane Fagundes Padre Fernando Gonçalves Rafael Rodrigues FOTOGRAFIA Comunidade Restauração REVISÃO EDITORIAL Padre Fernando Gonçalves ARTE E DIAGRAMAÇÃO Daniela Noêmia Sales Jansen COLABORADORES Leonardo Corrêa Gregório Mairon Borguezon Velho IMPRESSÃO Impressul Indústria Gráfica Colabore com a próxima edição da nossa Revista. Envie suas sugestões, reclamações, testemunhos e elogios para: revista@comunidaderestauracao.org

CONTEÚDO

4 5 6 7 8 9 10 12 15 16 18

Editorial Liturgia Diária

Mensagem aos Sócios Anuncia-lhes tudo o que o Senhor, em sua misericórdia, fez por ti Vocacional Ouça o que diz o seu coração Amor Humano O desafio de ser jovem Semana na Comunidade Aniversariantes do Mês Crescer para Evangelizar Ide pelo mundo inteiro e anunciai a Boa-Nova a toda criatura Palavra do Fundador Jovens, não tenhais medo! Palavra da Igreja Mensagem do Papa Francisco para a JMJ Projeto Famílias Restauradas para Deus Demonstrativo de maio Restauradinhos O Sermão da Montanha Aconteceu... Na comunidade Restauração Encontro de Libertação

NOSSAS CONTAS BANCÁRIAS ASSOCIAÇÃO COMUNIDADE RESTAURAÇÃO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL ÀS FAMÍLIAS CNPJ: 10995628/0001-28 Rua Guilherme Kurtz, 90 - Vila Nova Joinville/SC - CEP: 89.237-645 47 3433-0833 de segunda a sexta - das 8h30 às 18h contato@comunidaderestauracao.org

Agência: 38-8 Conta: 115404-4 Agência: 0419 OP 003 Conta: 4059-5

Julho • 2016 • comunidaderestauracao.org

EXPEDIENTE

Favorecido: Associação Comunidade Restauração de Assistência Social às Famílias

3


Editorial

Prezado Leitor, Neste mês, a Revista da Comunidade Restauração traz até você uma edição especial, voltada para os jovens. Com trechos da Mensagem do Papa Francisco, nos unimos à Igreja, que realiza entre os dias 25 e 31 de julho a Jornada Mundial da Juventude, na cidade de Cracóvia, na Polônia. Tem também por aqui a Palavra do nosso Fundador, Padre Fernando Gonçalves, as colunas Vocacional e Amor Humano, e muito mais. Enfim, aproveite para ficar por dentro do

que acontece na Comunidade Restauração neste mês de julho. Você pode contribuir com a próxima edição: envie sugestões, testemunhos, reclamações e elogios, ou conte-nos da experiência de ter em sua casa a Revista da Comunidade Restauração para o email revista@comunidaderestauracao. org. Deus lhe abençoe e que a Sagrada Família lhe proteja e interceda pelos seus!

Liturgia Diária SEG

TER

QUA

QUI

SEX 1

4

Julho • 2016 • comunidaderestauracao.org

4

1ª Leitura Os 2,16.17b18.21-22 Salmo - 144 Evangelho Mt 9,18-26

11 1ª Leitura Is 1,10-17 Salmo - 49 Evangelho Mt 10,34-11,1

18 1ª Leitura Mq 6,1-4.6-8 Salmo - Sl 49 Evangelho Mt 12,38-42

25 1ª Leitura 2Cor 4,7-15 Salmo - 125 Evangelho Mt 20,20-28

5

1ª Leitura Os 8,4-7.11-13 Salmo - 113 Evangelho Mt 9,32-38

12 1ª Leitura Is 7,1-9 Salmo - 47 Evangelho Mt 11,20-24

19

6

1ª Leitura Os 10,1-3.7-8.12 Salmo - 104 Evangelho Mt 10,1-7

13

26 1ª Leitura Eclo 44,1.10-15 Salmo - 131 Evangelho Mt 13,16-17

1ª Leitura Os 11,1-4.8c-9 Salmo - 79 Evangelho Mt 10,7-15

8

1ª Leitura Am 8,4-6.9-12 Salmo - 118 Evangelho Mt 9,9-13

1ª Leitura Os 14,2-10 Salmo - 50 Evangelho Mt 10,16-23

SÁB 2

9

1ª Leitura Am 9,11-15 Salmo - 84 Evangelho Mt 9,14-17

1ª Leitura Is 6,1-8 Salmo - 92 Evangelho Mt 10,24-33

20 1ª Leitura Jr 1,1.4-10 Salmo - 70 Evangelho Mt 13,1-9

27 1ª Leitura Jr 15,10.16-21 Salmo - 58 Evangelho Mt 13,44-46

DOM

3 1ª Leitura

At 12,1-11 Salmo - 33(34) 2ª Leitura 2Tm 4,6-8.17-18 Evangelho Mt 16,13-19

10 1ª Leitura

Dt 30,10-14 Salmo - 68 2ª Leitura Cl 1,15-20 Evangelho Lc 10,25-37

15 1ª Leitura 16 1ª Leitura 1ª Leitura Is 38,1-6.21Zc 2,14-17 Is 26,7-9.12.16-19 22.7-8 Salmo - Lc 1,46Salmo - 101 Salmo - Is 38,10. 47.48-49.50-51. Evangelho 11.12abcd.16 52-53.54-55 Mt 11,28-30 Evangelho Evangelho Mt 12,1-8 Mt 12,46-50

17 1ª Leitura

21

24 1ª Leitura

14

1ª Leitura Is 10,5-7.13-16 Salmo - 93 Evangelho Mt 11,25-27

1ª Leitura Mq 7,14-15.18-20 Salmo - 84 Evangelho Mt 12,46-50

7

Julho

1ª Leitura Jr 2,1-3.7-8.12-13 Salmo - 35 Evangelho Mt 13,10-17

28 1ª Leitura Jr 18,1-6 Salmo - 145 Evangelho Mt 13,47-53

22 1ª Leitura Ct 3,1-4a Salmo - 62(63) Evangelho Jo 20,1-2.11-18

29

1ª Leitura 1Jo 4,7-16 Salmo - 33(34) Evangelho Jo 11,19-27 ou Lc 10,38-42

23 1ª Leitura Jr 7,1-11 Salmo - 83 Evangelho Mt 13,24-30

30 1ª Leitura Jr 26,11-16.24 Salmo - 68 Evangelho Mt 14,1-12

Gn 18,1-10a Salmo - Sl 14 2ª Leitura Cl 1,24-28 Evangelho Lc 10,38-42 Gn 18,20-32 Salmo - 137 2ª Leitura Cl 2,12-14 Evangelho Lc 11,1-13

31 1ª Leitura

Eclo 1,2; 2,21-23 Salmo - 89 2ª Leitura Cl 3,1-5.9-11 Evangelho Lc 12,13-21


Mensagem aos Sócios

“Anuncia-lhes tudo o que o Senhor, em sua misericórdia, fez por ti”.

Mc 5,19

Evangelho de São Marcos (5,1-20) narra-nos a restauração de um homem possesso, que vivia entre túmulos. Durante muitos anos, os moradores da região haviam tentado amarrá-lo com cordas e até correntes, mas nada o detinha porque era uma grande multidão de demônios que o possuía. Quando Jesus chegou, este homem foi ao Seu encontro e um grande milagre aconteceu: os espíritos malignos foram expulsos e ele recobrou a consciência. Cheio de gratidão, o homem pediu a Jesus que o deixasse ir com Ele.

“Jesus, porém, não permitiu, mas disse-lhe: ‘Vai para casa, para junto dos teus, e anuncia-lhes tudo o que o Senhor, em sua misericórdia, fez por ti’” (ib. 19). O Senhor, em Sua infinita misericórdia, está sempre disposto a realizar em nossas vidas um grande milagre de restauração. Para isto, é necessário irmos ao Seu encontro, como fez o homem possesso, pois Jesus só pode atuar em nosso coração quando abrimos as portas para Ele entrar e ali fazer a Sua

morada. Neste gesto, de abrir o coração a Jesus para que Ele possa agir, realiza-se a primeira parte do carisma da Comunidade Restauração: o “Ser Restaurado”. Depois, acolhendo o que Jesus nos pede, precisamos voltar para junto daqueles a quem amamos – nossa Família, para anunciar-lhes tudo o que o Senhor, em sua misericórdia, realiza por nós. Neste movimento, somos chamados a agir também com misericórdia, já que “Bem-aventurados são os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia” Mt 5,7. É com atitudes de amor e misericórdia que se completa a restauração pelo carisma “Ser Restaurado para Restaurar”. Porém, todo este processo não acontece de forma simples. É necessário que muito “sim” seja dado ao longo do caminho, que muitas renúncias também sejam feitas: o “sim” do Padre Fernando ao aceitar o convite do Senhor para fundar esta Obra, mas também suas renúncias para dedicar-se exclusivamente a ela; o “sim”

dado por cada Filho e Filha da Comunidade Restauração ao chamado de Jesus para servi-lo no Carisma “Ser Restaurado para Restaurar”, bem como as renúncias diárias e constantes que são necessárias para o configurar-se com o Cristo; o “sim” de cada pessoa que nos procura para que uma grande obra de restauração seja iniciada em suas vidas e em suas Famílias, da mesma maneira que as renúncias ao pecado e aquilo que é pregado pelo mundo para a destruição de nossos lares. Mas um “sim”, em especial, deve ser lembrado: aquele dado pelos Sócios e Sócias que, fielmente, têm sido o principal motivo de levarmos essa Obra adiante. Sabemos que, muitas vezes, você e sua Família têm renunciado a muitos confortos para serem a ajuda necessária à Comunidade Restauração, e por esse gesto de amor e misericórdia somos infinitamente agradecidos. De todo o coração, rogamos a Deus para que muitas bênçãos sejam derramadas sobre você e toda a sua Família. Deus lhe abençoe!

Siga-nos em nossas redes sociais e fique por dentro do que acontece por aqui!

facebook.com/comrestau

WebTVRestauracao

Julho • 2016 • comunidaderestauracao.org

O

@ComRestau

5


Vocacional

OUÇA O QUE DIZ O SEU CORAÇÃO A única condição para se viver uma perfeita vocação é ouvir o chamado de Jesus e respondê-lo com a vida. Não podemos fazer exigências para aceitarmos o chamado do Senhor, é simples assim: Ele chama e a resposta deverá ser sim ou não, e a liberdade atribuída por Deus a seus filhos, permite

Eliane Fagundes - Consagrada de Vida

Julho • 2016 • comunidaderestauracao.org

6

que a resposta a esse chamado seja negativa: “Não quero viver o sonho que Deus sonhou pra mim!” Quando se é jovem, coloca-se como empecilho para uma resposta positiva a Jesus a própria juventude, a inexperiência, a carreira, o apego as coisas e ao dinheiro – como aquele jovem rico do evangelho: “Jesus lhe respondeu: ‘Se queres ser perfeito, vai, vende o que possuis e dá aos pobres, e terás um tesouro nos céus. Depois, vem e segue-me”. O jovem ouvindo essa palavra, saiu

pesaroso, pois era possuidor de muitos bens” (Mt 19,21-22). Contudo, há belos exemplos de cristãos que aceitaram o chamado do Senhor ainda na adolescência ou juventude, transformando o mundo. Por exemplo: a juventude, a beleza e a simplicidade de Davi não constituiram um impedimento para ele ser um escolhido por Deus e, além disso, aceitar o chamado para ser rei de Israel; a adolescência de Samuel não foi uma barreira para que ele ouvisse o Senhor e se tornasse um grande profeta; a força do jovem Sansão, colocada à disposição do Senhor, fez dele um grande juiz de Israel; a juventude, a beleza e a promessa de casamento a José não foram obstáculos para Maria ser escolhida como a Mãe de Jesus; o Messias prometido, assim como a maturidade de José, não ofereceram dificuldades para que ele aceitasse a vontade de Deus para a sua vida e se tornasse o pai adotivo de Jesus. Ao longo da história da Igreja, muitos outros jovens também foram ousados, como Santo Antônio, cuja juventude não constitui qualquer problema para que ele se tornasse um grande Santo. E o que poderíamos dizer da jovem doce e frágil chamada Marie-Françoise-Thérèse Martin, conhecida por nós como Santa Terezinha do Menino Jesus? Com sua juventude ela tornou-se uma Santa doutora da Igreja. E a nossa

Santa Albertina, uma catarinense que foi assassinada ao defender sua pureza, tornando-se a Santa protetora dos adolescentes e dos jovens? Ainda não podemos deixar de elencar a jovem Amabile, que deixo a casa dos pais para cuidar de uma cancerosa, fundando, assim, uma ordem religiosa. Hoje, Amabile é conhecida e venerada como Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus. Enfim, exemplos não faltam. Então jovem, o que lhe impede? Fé, amor, escuta, coragem, desprendimento, ousadia, determinação? Podemos chegar à conclusão que falta tudo isso e muito mais. Ser um jovem de Deus, um profissional de Deus ou ter uma família de Deus requer muita renúncia e, principalmente, amor a Jesus Cristo para se viver plenamente uma vocação, pois todo aquele que é batizado é chamado a ser um(a) missionário(a) para levar o Amor de Deus a todos os lugares, através do testemunho de Amor de Jesus Cristo. Talvez você esteja inquieto com uma voz que que vive a ressoar dentro do seu coração: “Vem e segue-me!” Mas ao mesmo tempo, o mundo grita: “Seja livre! Seja feliz, não se comprometa! Viva a vida do seu jeito, não seja Santo!” ...A decisão é sua! Jesus continua a te esperar, pois Ele quer que você seja Santo, como o Pai é Santo.


Amor Humano

O DESAFIO DE SER JOVEM Você já deve ter se perguntado: o que está acontecendo com o mundo? Pois, a criminalidade, o número de mães solteiras, de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), abortos, etc., só têm aumentado. Tudo isso se dá pelo fato de que alguns valores essenciais estão sendo perdidos. Certa vez, li que “a juventude não foi feita para o prazer, mas para o desafio” (PAUL CLAUDEL). E o maior desafio enfrentado atualmente pelos jovens é o desafio de ser de Deus e de viver em Santidade. A caminhada rumo à santidade inicia-se na luta para transpor os obstáculos que estão dentro de nossas próprias famílias, pois lá é o lugar que deveria nos levar, primeiramente, para Deus, mas são quase sempre os pais os primeiros que nos impedem de buscá-Lo, pois têm os seus pensamentos pautados nos valores materiais e não nos valores espirituais. Contra isso, São João Maria Vianney vem nos alertar: “Quem não tem tempo a perder

para Deus, perde seu tempo”. E nas famílias, quantas vezes perdemos o nosso tempo com novelas, brigas, redes sociais (WhatsApp e Facebook), o que culmina com baladas, sexo, bebidas e drogas que nos levam a deixarmos as coisas de Deus de lado? Esquecemos de buscar e de cuidar das coisas do alto e focamos nas coisas da terra (cf. Col 3,1-2). E você, o que estás fazendo com o teu tempo? O que estás buscando? Hoje em dia, muitas famílias, meios de comunicações, escolas e universidades incentivam os jovens a viverem um mundo de prazeres, e aqueles que vão contra tudo isso são ridicularizados e desprezados pela sociedade. É muito engraçado como as pessoas ficam escandalizadas quando veem jovens namorados rezando o terço, falando de Deus e sobre castidade, testemunhando um namoro santo, indo a missa, a grupos de jovens, retiros, etc. Mas não devemos ter medo! São Paulo exorta-nos:

“Ninguém te despreze por seres jovem. Ao contrário, torna-te modelo para os fiéis, no modo de falar e de viver, na caridade, na fé, na castidade” (1Tm 4,12). Nós, jovens, precisamos ser modelo e referência para um mundo que está perdido e que tem como lema o prazer, sendo que o nosso maior prazer é estar na presença de Deus e fazer a vontade Dele. E a vontade de Deus é que sejamos “santos porque Ele é santo” (cf. 1Pd 1, 16). Por isso, jovens, sejamos modelos para nossos familiares, amigos, vizinhos... Vamos testemunhar a santidade no amor e na castidade. Sejamos modelos de fé, pois se permanecermos nessas praticas, estaremos conquistando a nossa salvação e a salvação daqueles que nos ouvem (cf. 1Tm 4,12-16).

VENHA FAZER O CAMINHO VOCACIONAL NA COMUNIDADE RESTAURAÇÃO!

Seja um missionário(a).

Realize conosco a missão de devolver Famílias Restauradas para Deus.

Rafael Rodrigues - Consagrado de Aliança

vocacional@comunidaderestauracao.org

7


Semana na Comunidade

SEG

Adoração ao Santíssimo - 8h às 15h

Terço da Misericórdia - 15h

Toque da Misericórdia - 15h

Santo Terço - 18h

Santo Terço - 18h

QUI

Santa Missa - 19h30

TER

Terço da Misericórdia - 15h Santo Terço - 18h

QUA

Terço da Misericórdia - 15h

SEX

Santo Terço - 18h Santa Missa - 19h30

Terço da Misericórdia - 15h Santa Missa - 10h30

Santo Terço - 18h

DOM

Santa Missa - 19h30

Atendimentos Segunda-feira

Terça-feira

Quarta-feira

Atendimento psicológico

Atendimento de oração e acompanhamento espiritual

Confissão

das 8h às 12h 13h às 17h Agende o seu horário!

das 8h30 às 12h 13h30 às 17h Agende o seu horário!

A partir das 14h Atendimento por ordem de chegada.

Ligue 47 34330833 e informe-se.

Aniversariantes do Mês Julho • 2016 • comunidaderestauracao.org

8

SÓCIOS 01 Fernanda Maria Silva Flávio e Mayara Zandanalli João Joaquim Martinelli Léia M. Maul e Célio Maul 02 Talma Espíndola Koch 04 Elson Gomes da Silva Silvana Mara Schmitz Stringari 05 Guido Nicolau Pettenon 06 Iata Rangel Ignacio Maria Madalena Wilbert Sidimara S. Rech 07 Ireno da Rocha e Odília Rosa Lourdes A. L. da Silva Maria Margarida Alves 08 Anderson Venustio da Silva 09 Willian Trindade Esteves 14 Ivone Maria Zimermann Odete M. Anhaia da Silva 16 Keila Dias de Oliveira Meneses 17 Cordula Stamm de Oliveira Geni Aparecida da Cruz 20 Adriano Walnier Jean Maurício de Jesus

22 Carolina Angelo Gomes 23 Jailson Bellarmino Marli Vieira Tainara Fukuhara 24 Ana Carolina Bento Elisete Badotti Ivan Orzechowski Nivaldo Struck 25 Robson Struck 27 Geraldo Bona 29 Juliana Bissoni 30 Ana Paula Betencourt 31 Márcio Baldança

MEMBROS 04 Jaqueline Silva Petris 06 Lucilene Machado Fernandes 09 Tiago Gadotti 11 Ronaldo Vieira 15 Andrea P. Kinhirin 16 Evandrea Kauling dos Santos 21 Nirlei dos Passos Francisco 29 Anuska Isabela 31 Marisa Meyer

Parabéns!


Crescer e Evangelizar

“Ide pelo mundo inteiro e anunciai a Boa-Nova a toda criatura!”

Mc 16,15

A experiência foi muito gratificante, restando-nos a sensação de dever cumprido e a certeza de que quando nos dispomos a dar aos irmãos o pouco que temos, recebemos o dobro em amor e testemunho de vida. Saindo em missão, acolhemos no coração o que o Papa Francisco nos diz sabiamente na Exortação Apostólica Evangelii Gaudium: “prefiro uma Igreja acidentada, ferida e enlamea-

da por ter saído pelas estradas, a uma Igreja enferma pelo fechamento e a comodidade de se agarrar às próprias seguranças. Não quero uma Igreja preocupada com ser o centro, e que acaba presa num emaranhado de obsessões e procedimentos. Se alguma coisa nos deve santamente inquietar e preocupar a nossa consciência é que haja tantos irmãos nossos que vivem sem a força, a luz e a consolação da amizade com Jesus Cristo, sem uma comunidade de fé que os acolha, sem um horizonte de sentido e de vida. Mais do que o temor de falhar, espero que nos mova o medo de nos encerrarmos nas estruturas que nos dão uma falsa proteção, nas normas que nos transformam em juízes implacáveis, nos hábitos em que nos sentimos tranquilos, enquanto lá fora há uma multidão faminta e Jesus repe-

te-nos sem cessar: “Dai-lhes vós mesmos de comer” (Mc 6, 37).” Quando tomamos a atitude de ir ao mundo anunciando a Boa-Nova (cf. Mc 16,15), temos a oportunidade de perceber, por exemplo, no olhar de uma criança marginalizada e no seu suave “obrigado”, o próprio Jesus nos agradecendo por estarmos a serviço do Seu Reino, e por isso precisamos continuar crescendo. Você pode colaborar conosco em todo este processo. Realizando a sua doação na Campanha da Providência poderá contribuir para a aquisição de um imóvel para a construção da Casa dos Missionários(as) de Vida, pois o Carisma “Ser Restaurado para Restaurar” precisa se espalhar para que mais Famílias sejam agraciadas com a Restauração.

Juho • 2016 • comunidaderestauracao.org

Nos dias 28 e 29 de maio, a Comunidade Restauração partiu para Missão no Setor Nossa Senhora do Rocio, no município de São Francisco do Sul. A Capela Nossa Senhora do Rocio será elevada a Paróquia no próximo dia 27, e o Padre João Francisco, que será o novo pároco, acompanhou todo o trabalho que os Filhos e Filhas da Obra realizaram por aqueles dias.

9


Palavra do Fundador

JOVENS

não tenhais medo!

Julho • 2016 • comunidaderestauracao.org

10

A Igreja tem sido para os jovens um grande sinal de encorajamento. O Papa João Paulo II, por ocasião da visita apostólica à Espanha, dizia a eles: “Queridos jovens, ide com confiança ao encontro de Jesus, e, como os novos santos, não tenhais medo de falar d’Ele! Porque Cristo é a resposta verdadeira para todas as perguntas sobre o homem e sobre o seu destino. É preciso que vós, jovens, vos convertais em apóstolos dos vossos contemporâneos. Sei muito bem que isto não é fácil. Muitas vezes tereis a tentação de dizer como o profeta Jeremias: “Oh! Senhor, eu não sei exprimir-me, sou um jovem” (Jer 1, 6). Não desanimeis, porque não estais sozinhos: o Senhor nunca deixará de vos acompanhar, com a sua graça e com o dom do seu Espírito.” Da mesma maneira, o Papa Francisco, na Jornada Mundial da Juventude no Rio

de Janeiro (2013), assim se dirigiu aos jovens: “Ide sem medo para servir”. Ainda, “a Igreja precisa de vocês, do entusiasmo, da criatividade de vocês (jovens)”. “O Senhor quer que todos sintam o calor da sua misericórdia e do seu amor. De forma especial, queria que esse mandado de Cristo (Ide e fazei discípulos) se espalhasse por vocês. A América Latina, o mundo precisa disso”. Por estes motivos, diante do desejo da Igreja, quero encorajar aos jovens desta geração para que assumam como verdade estas mensagens, pois a Igreja deposita total confiança na juventude como a esperança de uma Igreja verdadeiramente comprometida com o Evangelho, a justiça e, principalmente, com o bem-estar das futuras famílias. A realização de todo esse projeto depende da radicalidade dos jovens de hoje e que estes estejam dispostos a assumirem o Amor a partir de uma

experiência profunda de Jesus Cristo. Sem essa busca, tornar-se-á impossível aos jovens de serem protagonistas de uma geração sem medo. Muitos jovens do tempo presente são corajosos para assumir muita coisa, principalmente o pecado – as drogas, o sexo, a vivência de vidas fúteis, mas têm medo de assumir Jesus como o Senhor de suas vidas. Quando se assume o pecado, dificilmente se é levado a pensar em suas consequências e tudo vira um “sonho” da carne: satisfação e prazer por prazer, o que causa a sensação de êxtase. Por outro lado, o medo de assumir Jesus leva a consciência do pecado e a necessidade de uma mudança radical de vida, e como muitos jovens têm o interesse de continuar agradando ao mundo, têm medo de serem diferentes daquilo que o mundo prega. Para esses jovens, a única resposta é a Palavra de Deus: “Se alguém se envergo-


nhar de mim e das minhas palavras nesta geração adúltera e pecadora, o Filho do homem se envergonhará dele quando vier na glória de seu Pai com os santos anjos” Mc 8,38. Diante deste desafio quero lembrar que o medo de ser um protagonista do Evangelho não pode fazer parte da juventude. A Igreja não precisa de jovens como aqueles doces de açúcar, o “suspiro”, mas de jovens firmes na fé como “rapadura”; ou seja, jovens fortes em Cristo para enfrentarem, sem medo, as ideologias maléficas que estão sucumbindo a história da juventude; jovens ousados na luta contra o materialismo, o hedonismo, o modismo e outras enganações que têm o único objetivo de afastá-los da presença de Deus. Um jovem sem medo é aquele que transfigura o rosto de Cristo; é aquele que quer ser presença de Amor; é aquele que pensa na família como uma instituição sólida e sagrada; é aquele que não desiste de ter fé, que ama e testemunha o Evangelho. Um jovem sem medo não é artificial, mas faz tudo na presença da luz para que todos possam ver as suas obras (Jo 3,21ss). Um jovem sem medo diz sim para servir com amor o Reino de Deus. Mas, onde estão esses jovens? Através da mídia, vemos muitos deles curtindo a vida com tudo o que o mundo pode oferecer. Em nossas comunidades eclesiais, até encontramos

jovens que sentem no coração o desejo de serem de Deus, no entanto, muitos deles são tentados a servirem dois senhores, e acabem vacilando porque se sentem inseguros e com medo ou porque ainda não conseguiram se libertar das amarras que o mundo impõem. Por isso, convido-os a abraçarem o Evangelho e a ouvirem a mensagem de Cristo: “Não tenhas medo dos que matam o corpo, mas não podem matar a alma. Antes, tenham medo daqueles que pode destruir tanto a alma como o corpo no inferno” Mt 10,28. Assim, mesmo que o mundo não queira que a juventude renuncie a seus atos mundanos e lute observando a proposta de Jesus, e que é a sua própria Salvação, os jovens podem até perder tudo, inclusive a dignidade e a moral diante deste mesmo mundo, porém, não perderão a vida Eterna, pois Jesus, além de prever para os que que não têm medo: “Bem-aventurados serão vocês quando, por minha causa, os insultarem, os perseguirem e levantarem todo tipo de calúnia contra vocês” Mt 5,11, também prometeu: “Alegrem-se e regozijem-se, porque grande é a sua recompensa nos céus, pois da mesma forma perseguiram os profetas que viveram antes de vocês” (ib. 12). O medo é um sentimento relativamente comum na vida de qualquer ser humano: temos medo da morte; medo de perder tudo; medo do desconhe-

Padre Fernando Gonçalves

cido e do fracasso; medo das guerras, etc. Porém, é preciso ter ousadia para acreditar que o jovem, pela fé, pode vencer o medo em vista de um bem maior: uma vida inteiramente voltada para o Cristo através da ação do Espírito Santo.

Pois o Senhor não concedeu aos jovens, e a nenhum de nós, “um espírito de medo, mas de coragem e moderação.

2Tm 1,7

Jovens, não tenhais medo! Sejais coerentes ao batismo presenteado por vossos pais para, juntos, construirmos uma sociedade de Amor. Assim, as novas gerações se orgulharão da juventude desde século. É isso que a Igreja espera de cada jovem e a Comunidade Restauração deseja da juventude: que pensem em construir Famílias verdadeiramente Restauradas. 11


Especial

MENSAGEM DO PAPA FRANCISCO PARA A JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE

C

Julho • 2016 • comunidaderestauracao.org

12

hegamos à última etapa da nossa peregrinação para Cracóvia, onde juntos celebraremos a XXXI Jornada Mundial da Juventude. No nosso longo e exigente caminho, temos sido guiados pelas palavras de Jesus tiradas do “Sermão da Montanha”. Iniciamos este percurso em 2014, meditando juntos sobre a primeira Bem-aventurança: “Felizes os pobres em espírito, porque deles é o Reino do Céu” (Mt 5, 3). O ano de 2015 teve como tema “felizes os puros de coração, porque verão a Deus” (Mt 5, 8). No ano que temos pela frente, queremos deixar-nos inspirar pelas palavras: “Felizes os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia” (Mt 5, 7). (...) Misericordiosos como o Pai (...) Para falar de misericórdia, o Antigo Testamento usa vários termos, sendo os mais significativos hesed e rahamim. O primeiro, aplicado a

Deus, expressa a sua fidelidade infalível à Aliança com o seu povo, que Ele ama e perdoa para sempre. O segundo, rahamim, pode ser traduzido por “entranhas”, evocando de modo especial o ventre materno e fazendo-nos compreender o amor de Deus pelo seu povo como o de uma mãe pelo seu filho. (...) Um amor assim implica criar dentro de mim espaço para o outro, sentir, sofrer e alegrar-me com o próximo. No conceito bíblico de misericórdia, está incluída também a valência concreta de um amor que é fiel, gratuito e sabe perdoar. (...) na misericórdia está sempre incluído o perdão; a misericórdia divina “não é uma ideia abstrata, mas uma realidade concreta pela qual Ele revela o seu amor como o de um pai e de uma mãe que se comovem pelo próprio filho. (...) Provém do íntimo como um sentimento profundo, natural, feito de ternura e compaixão, de indulgên-

cia e perdão” (Misericordiae Vultus, 6). O Novo Testamento fala-nos da misericórdia divina (eleos) como síntese da obra que Jesus veio realizar no mundo em nome do Pai (cf. Mt 9, 13). A misericórdia de Nosso Senhor manifesta-se sobretudo quando Se debruça sobre a miséria humana e demonstra a sua compaixão por quem precisa de compreensão, cura e perdão. Em Jesus, tudo fala de misericórdia. Mais ainda, Ele mesmo é a misericórdia. No capítulo 15 do Evangelho de Lucas, podemos encontrar as três parábolas da misericórdia: a ovelha desgarrada, a moeda perdida e a conhecida por «filho pródigo». Nestas três parábolas, impressiona a alegria de Deus, a alegria que Ele sente quando reencontra um pecador e o perdoa. Sim, a alegria de Deus é perdoar! Aqui está a síntese de todo o Evangelho.


Palavra da Igreja

A misericórdia de Deus é muito concreta, e todos somos chamados a fazer experiência dela pessoalmente. (...) Nós procuramos o Senhor, mas Ele antecipa-Se a nós sempre, desde sempre nos procura e encontra-nos primeiro. Talvez algum de vós sinta um peso no coração e pense: Fiz isto, fiz aquilo… Não temais! Ele espera-vos. É pai; sempre nos espera. Como é belo encontrar no sacramento da Reconciliação o abraço misericordioso do Pai, descobrir o confessionário como o lugar da Misericórdia, deixar-nos tocar por este amor misericordioso do Senhor que nos perdoa sempre! E tu, (...) já alguma vez sentiste pousar sobre ti este olhar de amor infinito que, para além de todos os teus pecados, limitações e fracassos, continua a confiar em ti e a olhar com

esperança para a tua vida? Estás consciente do valor que tens diante de um Deus que, por amor, te deu tudo? Como nos ensina São Paulo, assim “Deus demonstra o seu amor para conosco: quando ainda éramos pecadores é que Cristo morreu por nós” (Rm 5, 8). Mas compreendemos verdadeiramente a força destas palavras? (...) Aqui tendes a resposta: a cruz é o sinal mais eloquente da misericórdia de Deus. Atesta-nos que a medida do amor de Deus pela humanidade é amar sem medida. Na cruz, podemos tocar a misericórdia de Deus e deixar-nos tocar pela sua própria misericórdia. (...) No Senhor, que deu a sua vida por nós na cruz, encontraremos sempre o amor incondicional que reconhece a nossa vida como um bem e sempre nos dá a possibilidade de recomeçar. A alegria extraordinária de sermos instrumentos da misericórdia de Deus A Palavra de Deus ensina-nos que “a felicidade está mais em dar do que em receber” (At 20, 35). É precisamente por este motivo que a quinta Bem-aventurança declara felizes os misericordiosos. Sabemos que o Senhor nos amou primeiro. Mas só seremos verdadeiramente bem-aventurados, felizes, se entrarmos na lógica divina do dom, do amor gratuito, se descobrirmos que Deus nos amou infinitamente para nos tornar capazes de amar como Ele, sem medida. (...) Depois de vos ter explicado muito resumidamente como o Senhor exerce a sua miseri-

córdia para conosco, quereria sugerir-vos em concreto como podemos ser instrumentos desta mesma misericórdia para com o nosso próximo.

Papa Francisco

(...) Sempre me apraz associar as Bem-aventuranças evangélicas com o capítulo 25 de Mateus, quando Jesus nos apresenta as obras de misericórdia e diz que seremos julgados com base nelas. Por isso, convido-vos a redescobrir as obras de misericórdia corporal: dar de comer a quem tem fome, dar de beber a quem tem sede, vestir os nus, dar pousada aos peregrinos, assistir aos enfermos, visitar os presos, enterrar os mortos. E não esqueçamos as obras de misericórdia espiritual: dar bons conselhos, ensinar os ignorantes, corrigir os que erram, consolar os tristes, perdoar as injúrias, suportar com paciência as fraquezas do nosso próximo, rezar a Deus por vivos e defuntos. Como vedes, a misericórdia não é bondade, nem mero sentimentalismo. Aqui está o critério de autenticidade do nosso ser discípulos de Jesus, da nossa

Julho • 2016 • comunidaderestauracao.org

“Cada um de nós é aquela ovelha desgarrada, a moeda perdida; cada um de nós é aquele filho que esbanjou a própria liberdade, seguindo ídolos falsos, miragens de felicidade, e perdeu tudo. Mas Deus não Se esquece de nós, o Pai nunca nos abandona. É um pai paciente, espera-nos sempre! Respeita a nossa liberdade, mas permanece sempre fiel. E, quando voltamos para Ele, acolhe-nos como filhos na sua casa, porque nunca, nem sequer por um momento, deixa de esperar por nós com amor. E o seu coração fica em festa por cada filho que volta para Ele. Fica em festa, porque Deus é alegria. Vive esta alegria, cada vez que um de nós, pecadores, vai ter com Ele e pede o seu perdão” (Ângelus, 15 de Setembro de 2013).

13


Palavra da Igreja

credibilidade como cristãos no mundo de hoje. (...) Assim, a mensagem da Misericórdia Divina constitui um programa de vida muito concreto e exigente, porque implica obras. E uma das obras de misericórdia mais evidentes, embora talvez das mais difíceis de praticar, é perdoar a quem nos ofendeu, a quem nos fez mal, àqueles que consideramos como inimigos. “Tantas vezes, como parece difícil perdoar! E, no entanto, o perdão é o instrumento colocado nas nossas frágeis mãos para alcançar a serenidade do coração. Deixar de lado o ressentimento, a raiva, a violência e a vingança são condições necessárias para se viver feliz” (Misericordiae Vultus, 9). (...) Temos de suplicar ao Senhor que nos dê a graça de ser misericordiosos com quem nos faz mal; como Jesus que, na cruz, assim rezava por aqueles que O crucificaram: “Perdoa-lhes, Pai, porque não sabem

Julho • 2016 • comunidaderestauracao.org

14

o que fazem” (Lc 23, 34). O único caminho para vencer o mal é a misericórdia. A justiça é necessária, e muito! Mas, sozinha, não basta. Justiça e misericórdia devem caminhar juntas. (...) Cracóvia espera-nos! (...) a cidade de São João Paulo II e de Santa Faustina Kowalska, espera-nos com os braços e o coração abertos. (...) Jesus misericordioso, representado na imagem venerada pelo povo de Deus no santuário de Cracóvia a Ele dedicado, espera-vos. Acredita em vós e conta convosco. Tem muitas coisas importantes a dizer a cada um e a cada uma de vós… Não tenhais medo de fixar os seus olhos cheios de amor infinito por vós e deixai-vos alcançar pelo seu olhar misericordioso, pronto a perdoar todos os vossos pecados, um olhar capaz de mudar a vossa vida e curar as feridas da vossa

alma, um olhar que sacia a sede profunda que habita nos vossos corações jovens: sede de amor, de paz, de alegria e de verdadeira felicidade. Vinde a Ele e não tenhais medo! Vinde dizer-Lhe do mais fundo dos vossos corações: “Jesus, confio em Vós!” Deixai-vos tocar pela sua misericórdia sem limites, a fim de, por vossa vez, vos tornardes apóstolos da misericórdia, através das obras, das palavras e da oração, neste nosso mundo ferido pelo egoísmo, o ódio e tanto desespero. Levai a chama do amor misericordioso de Cristo – de que falava São João Paulo II – aos ambientes da vossa vida diária e até aos confins da terra. Nesta missão, acompanho-vos com os meus votos de todo o bem e as minhas orações, entrego-vos todos à Virgem Maria, Mãe da Misericórdia, (...) e de coração a todos vos abençoo. PAPA FRANCISCO


Projeto Famílias Restauradas para Deus

JOVENS, O FUTURO DA FAMÍLIA seus filhos segundo a Palavra de Deus.

No documento da Igreja, Familiaris consortio, o Papa João Paulo II afirmou: “O futuro da humanidade passa pela Família!” É na Família que os jovens são formados para levarem adiante os planos de Deus: a Família alicerçada sobre a Rocha, que é Cristo.

Preparar os jovens para o matrimônio e a vida familiar é mais necessário hoje do que já foi na história. As mudanças que vemos hoje na sociedade nada mais são do que o resultado do fato de que os jovens estão perdendo o referencial, a verdadeira hierarquia de valores que sustentam a Família (cf. FC, 36).

«A família é, portanto, a primeira escola das virtudes sociais de que as sociedades têm necessidade» (Declaração sobre a Educação cristã Gravissimum educationis, 3). Ela é a Igreja doméstica; é o lugar onde as crianças e os jovens recebem os valores fundamentais que os formam para uma vida adulta fundamentada na responsabilidade. Os pais têm, mais do que o dever, o direito de educarem

As Famílias do futuro dependem, diretamente do modo como os nosso jovens estão sendo formados, e é o amor mútuo existente entre marido e mulher que, transbordado aos filhos, os tornará capazes de assumirem está realidade.

RECEITAS - MAIO 2016 SÓCIOS E BENFEITORES OFERTÓRIO/COLETAS DOAÇÕES DE MEMBROS DOAÇÕES NÃO IDENTIFICADAS LIVRARIA EVENTOS

Por isso, seja um Sócio(a) Fiel desta Obra. Sua doação permite que nosso trabalho seja levado adiante, pois temos muitas Famílias para serem devolvidas Restauradas para Deus. Que Deus lhe abençoe e que a Sagrada Família interceda pelos Jovens da sua casa, para que sejam Restaurados para Restaurar as Famílias do futuro.

DESPESAS - MAIO 2016 R$ 2.068,20

MANUTENÇÃO DA COMUNIDADE (energia elétrica, água, IPTU e taxa de lixo)

R$ 2.417,19

R$ 13.040,07

DESPESAS ADMINISTRATIVAS (materiais para escritório, formações, entre outras)

R$ 1.507,55

R$ 2.875,35

SERVIÇOS TERCEIRIZADOS (serviços gráficos, postagens, site, e-mails, softwares, transmissão web tv e web rádio, telefonia, internet)

R$ 4.480,76

R$ 415,00

DESPESAS DIVERSAS (artigos religiosos)

R$ 1.922,49

R$ 500,00

LOCAÇÃO DE IMÓVEIS (Missionários Comunidade de Vida)

R$ 1.290,00

RECURSOS HUMANOS (salários, impostos e benefícios)

R$ 7.185,92

DEPESAS BANCÁRIAS (tarifas)

R$ 1.814,98 R$ 14.139,74 R$ 803,24

R$ 27.374,54

R$ 27.085,95 TOTAL POSITIVO

acesse

R$ 288,59

comunidaderestauracao.org acompanhe a programação da WebTV e da WebRádio Restauração

Julho • 2016 • comunidaderestauracao.org

SALDO POSITIVO - ABRIL 2016

A Comunidade Restauração, juntamente com as Famílias que nos procuram, quer resgatar esses valores. Essa é a nossa principal missão, pois a experiência ensina que os jovens bem preparados para a vida familiar, em geral, têm mais êxito do que os outros.

15


Restauradinhos

Olá! Que bom ver você por aqui!

Ficamos muito felizes com a sua presença!

Você sabe o que é ser feliz? Jesus, no Sermão da Montanha, ensina a todas as pessoas o caminho da felicidade. Vamos aprender com Ele?

O Sermão da Montanha

Mt 5,1-12

Quando Jesus viu a multidão, subiu a montanha, sentou-se e começou a ensiná-los.

“Felizes as pessoas que sabem que são espiritualmente pobres, pois o Reino do Céu é delas.”

“Felizes as pessoas que choram, porque elas serão consoladas.”

“Felizes as pessoas humildes, pois receberão o que Deus tem prometido.”

“Felizes as pessoas que têm fome e sede de fazer a vontade de Deus, pois elas serão saciadas.”

“Felizes as pessoas que têm misericórdia dos outros, pois Deus terá misericórdia delas.”

“Felizes as pessoas que sofrem perseguições por fazerem a vontade de Deus, pois o Reino do Céu é delas.”

“Felizes as pessoas que têm o coração puro, pois elas verão a Deus.”

16

“Felizes as pessoas que trabalham pela paz, pois Deus as tratará como seus filhos.”

“Felizes são vocês quando vos machucam, perseguem e dizem todo tipo de mentira contra vocês por me seguirem. Fiquem alegres e felizes, pois uma grande recompensa está guardada no céu para vocês.”


CAÇA-PALAVRAS

Que tal brincarmos um pouco agora? Procure, no quadro ao lado, as palavras que aparecem em vermelho no texto que acabamos de ler. Depois, conte para o papai e a mamãe o que aprendeu de Jesus sobre ser feliz.

C

O

F

F

U

A

T

O

A

L

E

E

U

A

O

E

U

D

T

O

P

F

E

O

A

M

J

P

I

R

T

F

A

R

L

A

S

E

H

I

I

E

B

L

O

A

P

Ç

E

A

D

G

A

O

Z

S

S

G

B

P

F

E

L

I

Z

E

S

N

E

O

E

R

U

T

A

F

G

O

N

D

U

A

W

P

L

R

E

H

A

Z

I

M

I

O

C

S

F

H

U

M

I

L

D

E

S

L

H

O

K

E

O

T

C

R

X

C

E

O

A

E

H

O

F

O

U

H

F

O

O

A

O

M

Z

O

I

O

M

I

J

I

Z

A

R

J

U

R

A

E

K

Z

S

O

E

P

L

A

M

A

O

I

D

X

A

Z

I

B

O

Q

M

E

U

Ç

Ç

X

S

I

E

P

J

O

A

N

V

S

V

E

M

A

I

S

A

Ç

C

T

F

T

N

L

I

A

D

S

O

E

T

I

O

B

O

R

A

B

E

M

L

A

B

E

U

H

S

L

O

S

N

No Restauradinhos deste mês o Davi Emanuel, que adora ficar pertinho do Padre Fernando durante a Santa Missa!

O Davi é filho do Jeferson e da Jaque, casal Consagrado de Aliança da Comunidade Restauração, e é irmãozinho do Pedro Gabriel e da Isabelly Maria.

Você também pode aparecer por aqui! Peça ao papai, ou a mamãe, para enviar a sua foto para o e-mail: revista@comunidaderestauracao.org

17


Aconteceu... na Comunidade Restauração

ENCONTRO DE LIBERTAÇÃO

18


NOITE DA FAMÍLIA


Revista de julho site  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you