__MAIN_TEXT__

Page 1

“Fechamento autorizado” “Pode ser aberto pela ECT”

Restauração Revista

Comunidade

Ano 8 • Edição 91 • Novembro 2017


EXPEDIENTE

Revista Comunidade Católica Restauração Periodicidade Mensal - Ano 8, Nº 91 (Novembro de 2017) Tiragem: 2.000 exemplares DIRETOR GERAL Padre Fernando Gonçalves EQUIPE DE REDAÇÃO Daniela Noêmia Sales Jansen Eliane Fagundes Padre Fernando Gonçalves Rafael Rodrigues FOTOGRAFIA Comunidade Restauração REVISÃO EDITORIAL Padre Fernando Gonçalves ARTE E DIAGRAMAÇÃO Daniela Noêmia Sales Jansen COLABORADORES Leonardo Corrêa Gregório Mairon Borguezon Velho IMPRESSÃO Impressul Indústria Gráfica Colabore com a próxima edição. Envie suas sugestões, reclamações, testemunhos e elogios para: revista@comunidaderestauracao.org

ASSOCIAÇÃO COMUNIDADE RESTAURAÇÃO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL ÀS FAMÍLIAS CNPJ: 10995628/0001-28 Rua Guilherme Kurtz, 90 - Vila Nova Joinville/SC - CEP 89.237-645 (47) 3433-0833 de segunda a sexta das 8h30 às 18h contato@comunidaderestauracao.org

NOSSAS CONTAS BANCÁRIAS Agência: 38-8 Conta: 115404-4 Agência: 0419 OP 003 Conta: 4059-5 Favorecido: Associação Comunidade Restauração de Assistência Social às Famílias


EDITORIAL CONTEÚDO

Caro(a) Leitor(a), Em novembro a Igreja volta-se especialmente para o tema da santidade, uma vez que já iniciamos o mês comemorando o Dia de Todos os Santos. Este dia é separado para a memória de todos os santos mesmo, especialmente aqueles que ainda não foram reconhecidos e que receberam um dia só seu no calendário litúrgico.

5 6 8

Neste mês, também devemos voltar o nosso coração para o Natal que se aproxima, iniciando uma meditação sobre o ano que está em vias de se findar. Como está o nosso interior e o coração da nossa Família para acolher o Salvador? Para nos auxiliar nesta perspectiva, nosso Fundador traz uma importante reflexão: Não destruam nossas Famílias! Assim, estaremos preparados para enfrentar os desafios que nos cercam diariamente.

10

Aproveite cada texto desta edição para aproximar o seu coração do Mestre Jesus e da sua configuração com Ele, através da busca incessante da santidade, a fim de que sua Família possa, também, experimentar as gotas do amor Restaurador que está para nascer.

Mensagem aos Sócios Perfeição em Deus Vocação e Chamado Santos por Vocação Palavra da Igreja A Comunidade de todos os Batizados

12 13 14 16 18

Palavra do Fundador Não destruam nossas Famílias Especial Em tudo Amar e Servir Projeto Famílias Restauradas para Deus Amor Humano Loucos ou o quê? Turma dos Restauradinhos Virtudes Teologais Liturgia Diária Aniversariantes

Deus o(a) abençoe! Siga-nos nas redes sociais e fique por dentro do que acontece por aqui!

facebook.com/comrestau

@ComRestau

WebTVRestauracao

TODOS OS SÁBADOS

ÀS 19:30

Novembro/2017 • comunidaderestauracao.org

3


MENSAGEM AOS SÓCIOS

Perfeição em Deus No nosso Batismo, recebemos de Deus um chamado que é comum a todos nós: a santidade. “Santificai-vos e sede santos, porque eu sou santo” (Lv 11,44b), diz o Senhor; e este convite não é destinado somente a pessoas específicas, como sacerdotes e religiosos(as), mas a todos àqueles que ouvirem de longe a voz do Senhor, que aguarda ansiosamente por mais operários em Sua vinha. Neste chamamento, se descortina a grande missão que somos convocados a realizar, e que está intimamente ligada com a diferença que precisamos fazer neste mundo. Deus, através de Seu Filho Jesus, nos mostrou com gestos e palavras, ações e atitudes o modo como devemos operar para que o nosso testemunho provoque mudanças em nós mesmos e nos outros. Não somos chamados para permanecermos estagnados, parados no comodismo que a tecnologia e os prazeres desta terra nos apresentam, mas somos instigados a irmos além, a darmos passos con-

cretos que nos aproximam do Céu. No Evangelho de Mateus, no capítulo 5, após Jesus ter comovido uma grande multidão apresentando a eles as bem-aventuranças e uma série de ensinamentos sobre a conversão que deveriam passar para que deixassem de ser reféns da Lei, Ele conclui o sermão questionando-os sobre o amor: “Se amais somente aqueles que vos amam, que recompensa tereis? Os publicanos não fazem a mesma coisa? E se saudais somente os vossos irmãos, que fazeis de extraordinário? Os pagãos não fazem a mesma coisa? Sede, portanto, perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito” (v.4648). Portanto, ser santo nada mais é do que aproximarmos nossas atitudes das atitudes do Mestre Jesus. É nos transformarmos assumindo as Suas características. É permitirmos que a restauração aconteça, primeiramente, em nosso próprio coração para que Ele se torne cada vez mais semelhante ao Coração

do Filho amado de Deus, que é rico em misericórdia e sempre pronto a realizar a Sua obra de amor naqueles que deixam-se moldar por Ele. Assim, estaremos disponíveis para amar não somente os que nos amam, mas todos os irmãos e irmãs da casa do Pai que Ele dispor em nossa caminhada rumo a Salvação. Este é o percurso da nossa perfeição em Deus. Você, Sócio(a) da Comunidade Restauração, disse um sim convicto ao Senhor assumindo sua vocação à santidade quando abraçou conosco a Restauração das Famílias, pois através da sua fidelidade, está dando continuamente um testemunho de amor ao conceber, com a doação que brota de um generoso coração, Famílias Restauradas para Deus. Por isso, rogamos ao Senhor por sua vida, pedindo a intercessão da Sagrada Família de Nazaré – celeiro de Famílias Restauradas, a fim de que o Carisma “Ser Restaurado para Restaurar” possa realizar a Restauração também no seio da sua Família.

Novembro/2017 • comunidaderestauracao.org

5


VOCAÇÃO

E CHAMADO

SANTOS POR VOCAÇÃO A vocação natural de todo ser humano, é ser santo. Sim, ser santo não é pra poucos, é para todos os batizados. Por isso, relembremos o significado da palavra vocação: “Vocação é um termo derivado do verbo no latim vocare, que significa “chamar”. É uma inclinação, uma tendência ou habilidade que leva o indivíduo a exercer uma determinada carreira ou profissão. Vocação é uma competência que estimula as pessoas para a prática de atividades que estão associadas aos seus desejos de seguir determinado caminho. Por extensão, vocação é um talento, uma aptidão natural, um pendor, uma capacidade específica para executar algo que vai lhe dar prazer.”¹ Deus chama cada pessoa para que viva um determinado estado de vida: sacerdotal, matrimonial ou religioso, ou seja, a vivência de um sacramento, 6

Novembro/2017 • comunidaderestauracao.org

uma vocação especifica. A vocação religiosa é definida como um chamado de Deus para a prática religiosa, louvando e servindo a Deus e ao próximo. Ter vocação religiosa é estar disponível para se separar das coisas que são do mundo e que não são do agrado de Deus. Já a vocação matrimonial é “o pacto matrimonial pelo qual o homem e a mulher constituem o consórcio de toda a vida, por sua índole natural ordenado ao bem dos cônjuges e à geração e educação da prole, entre batizados foi por Cristo elevado à dignidade de sacramento” (Código de Direito Canônico nº 1055, §1). Em relação a uma vocação profissional, podemos dizer que ela é formada por um conjunto de aptidões naturais, como também interesses específicos do indivíduo, que o direcionam na escolha de uma profissão. O teste vocacional é um instrumento que pode auxiliar as pessoas indecisas sobre qual carreira profissional deve seguir.


Todo batizado, portanto, vivencia duas dimensões da vocação: uma no âmbito sacramental e outra naquele profissional, e deve ter a certeza de que está no mundo, mas não pertence a ele: “Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu, mas porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos odeia” (Jo 15,19). Viver a santidade em uma determinada vocação é estar na presença de Deus, fazendo acontecer o Seu Reino de amor e unidade entre os irmãos, vivendo segundo os ensinamentos de Cristo e proclamando o Evangelho. Não importa onde se vai ou o que se faz, pois no lugar em que está um cristão batizado, ali está um sinal do amor de Deus. Para isso, deve ser uma testemunha deste amor, assumindo uma postura de dignidade, solidariedade, respeito, amor fraterno, responsabilidade e, principalmente, obediência aos ensinamentos de Jesus. Assim, viver a santidade nos dias atuais requer a coragem de proceder conforme a radicalidade do Evangelho, opondo-se contra tudo aquilo que o mundo oferece como meio de sedução para desviar

os filhos de Deus do caminho. Seja exercendo o chamado no meio religioso, leigo e mesmo no âmbito profissional, Jesus Cristo deve estar sempre em primeiro lugar, uma vez que ser santo não é privilégio de poucos, mas é missão de todo batizado, como afirma o Papa Francisco: “Ser santo não é um privilégio de poucos, como se alguém recebesse uma grande herança. Todos nós recebemos a herança de nos tornarmos Santos no Batismo. Ser santo é uma vocação para todos. Todos nós somos chamados a percorrer o caminho da santidade e o caminho que leva à santidade tem um nome e um rosto: Jesus Cristo. No Evangelho, Ele nos mostra a estrada das Bem-Aventuranças”. Papa Francisco Solenidade de todos os santos, 01/11/13² Fontes:

¹ https://www.significados.com.br/vocacao/ ² http://br.radiovaticana.va

Eliane Fagundes é consagrada de vida na Comunidade Restauração e responsável pelo Setor Vocacional da Obra. Natural de Joinville/SC, iniciou seu caminho vocacional em 2010.

ELIANE FAGUNDES

Novembro/2017 • comunidaderestauracao.org

7


PALAVRA DA IGREJA

A Comunidade de todos os Batizados Amados irmãos e irmãs, Na celebração da festa de Todos os Santos, sentimos particularmente viva a realidade da comunhão dos santos, a nossa grande família, formada por todos os membros da Igreja, quer pelos que ainda são peregrinos na terra, quer por aqueles – imensamente mais numerosos – que já a deixaram e foram para o Céu. Estamos todos unidos, e isto chama-se «comunhão dos santos», ou seja, a comunidade de todos os batizados. Na liturgia, o Livro do Apocalipse recorda a característica essencial dos santos e diz assim: eles são pessoas

que pertencem totalmente a Deus. Apresenta-os como uma multidão imensa de «eleitos», vestidos de branco e marcados pelo «selo de Deus» (cf. 7,2-4.9-14). Mediante este último pormenor, com linguagem alegórica é frisado que os santos pertencem a Deus de modo pleno e exclusivo, são Sua propriedade. E que significa ter o selo de Deus na própria vida e pessoa? Nos diz ainda o apóstolo João: significa que em Jesus Cristo nos tornamos verdadeiramente filhos de Deus (cf. 1Jo 3,1-3).

Francisco, nascido Jorge Mario Bergoglio, é o 266º Papa da Igreja Católica e atual Chefe de Estado do Vaticano, sucedendo o Papa Bento XVI. Foi eleito Papa em 13 de março de 2013.

PAPA FRANCISCO 8

Novembro/2017 • comunidaderestauracao.org


Estamos cientes deste grande dom? Todos somos filhos de Deus! Recordamo-nos de que no Batismo recebemos o «selo» do nosso Pai celeste e tornamo-nos Seus filhos? Para o dizer de maneira simples: temos o sobrenome de Deus, o nosso sobrenome é Deus, porque somos filhos de Deus. Encontra-se aqui a raiz da vocação para a santidade! E os santos que hoje recordamos são precisamente aqueles que viveram na graça do seu Batismo, conservaram íntegro o «selo» comportando-se como filhos de Deus, procurando imitar Jesus; e agora alcançaram a meta, porque finalmente «veem Deus tal como Ele é». Uma segunda característica típica dos santos é que são exemplos para imitar. Prestemos atenção: não só os que foram canonizados, mas os santos, por assim dizer, «da porta ao lado», que, com a graça de Deus, se esforçaram por praticar o Evangelho na normalidade da sua vida. Santos assim também nós os encontra-

mos; talvez tenhamos tido algum na família, ou entre os amigos e conhecidos. Devemos estar-lhes gratos, e sobretudo devemos estar gratos a Deus que os doou a nós, que os colocou próximos de nós, como exemplos vivos e contagiosos do modo de viver e de morrer na fidelidade ao Senhor Jesus e ao Seu Evangelho. Quantas pessoas boas encontramos e conhecemos, e dizemos: «Mas esta pessoa é um santo!», e dizemos isso de forma espontânea. Estes são os santos da porta ao lado, os não canonizados mas que vivem conosco.

que a morte. A Virgem Maria, Rainha de Todos os Santos, nos ajude a ter mais confiança na graça de Deus, para caminhar com entusiasmo pela vereda da santidade. Confiemos à nossa Mãe o nosso compromisso diário, e peçamos-lhe também pelos nossos queridos falecidos, com a profunda esperança de nos encontrarmos um dia, todos juntos, na comunhão gloriosa do Céu. Ângelus, 01/11/2017.

Imitar os seus gestos de amor e de misericórdia é um pouco como perpetuar a sua presença neste mundo. E com efeito, aqueles gestos evangélicos são os únicos que resistem à destruição da morte: um ato de ternura, uma ajuda generosa, um tempo passado a ouvir, uma visita, uma boa palavra, um sorriso... Aos nossos olhos estes gestos podem parecer insignificantes, mas aos olhos de Deus são eternos, porque o amor e a compaixão são mais fortes

Novembro/2017 • comunidaderestauracao.org

9


PALAVRA DO FUNDADOR

Em seus escritos, o Papa João Paulo II sempre falou abertamente das ameaças que a Família vinha sofrendo. Ele chamava a Família de “patrimônio da humanidade”, e repetia constantemente que este patrimônio não podia ser destruído pelos falsos modelos de família. Infelizmente, a cada dia que passa podemos perceber que essa ameaça, na verdade, tem aumentado, colocando em risco o plano de Deus para a humanidade estabelecido no casamento de um homem e uma mulher (cf. Gn 2,23-24), que é a medula, a coluna vertebral dos sonhos do Criador para nós. Deixar de apoiar a Família nesta verdade é possibilitar a ruína da humanidade, que não permanecerá de pé uma vez que a sustentabilidade 10

dos valores que regem a sociedade vem dos primórdios da Criação, do qual nós recebemos a herança, pois sempre nos foi dito que a Família é a principal razão da existência humana. No entanto, para que esta raiz permaneça a nossa geração precisa, rigorosamente, manter os valores herdados em sua essência, já que depois de nós virão outros que necessitarão conceber que a Família é a expressão dos olhos de Deus na Criação. Por tudo isso a Família não pode ser dizimada, mas aprimorada a todo instante para que os homens e as mulheres sejam mais santos a fim de serem melhores pais e mães. Também por este motivo, devemos observar com muito cuidado tudo aquilo que

Novembro/2017 • comunidaderestauracao.org

se apresenta contrário à Família, e chamo a atenção especialmente dos cristãos e daqueles que acreditam na instituição Família como o alicerce de toda a história do Homem. Tomemos como exemplo a ideologia de gênero. A ideologia de gênero, ou melhor dizendo, a ideologia da ausência de sexo, é uma crença segundo a qual os dois sexos – masculino e feminino – são considerados construções culturais e sociais, e que por isso os chamados “papéis de gênero” (que no caso da mulher incluem a maternidade), que decorrem das diferenças de sexos alegadamente “construídas” e que por isso não existem, são também “construções sociais e culturais”.¹


Nesta definição, é possível perceber que a ideologia de gênero é, na verdade, um discurso falso tentando passar por autêntico, pois afirma que a construção do sexo do ser humano se dá de acordo com a realidade social e cultural em que ele vive, podendo o indivíduo escolher entre ser masculino ou feminino. Neste caso, é como se disséssemos que o ser humano não nasce com um sexo definido, mas que vai se formando de acordo com a sua própria escolha. Como sacerdote posso dizer que isso é uma grande aberração, pois os órgãos genitais é que determinam se um ser humano é homem ou mulher, assim como no mundo animal. Desta forma, não há o que contestar. Dentro desse cenário, me vem à mente um fato relatado a mim recentemente, quando um casal, ao procurar um cartório para registrar seu filho recém-nascido, ouviu do funcionário daquele órgão que estava inserindo a informação na certidão: sexo ignorado. Imaginem a tristeza desse pai e dessa mãe! Impor a mentalidade de gênero como uma verdade é instruir, ou melhor: é induzir nossas crianças e jovens a erros irreparáveis. Além disso, é um dos maiores perigos da sociedade moderna, e lamentavelmente, há alguns meios de comunicação que colaboram, ajudando a erguer essa bandeira a favor da destruição da Família ao incentivar aqueles que defendem esta teoria

O que essa hipótese provoca causa uma preocupação que me incomoda, e muito: saber que a cada dia que passa o ser humano vai tendo a sua dignidade de “filho de Deus”, criado à Imagem e Semelhança do Pai (cf. Gn 1,27), mais desvalorizada e, claro, desrespeitada; e o pior: não é por falta de conhecimento da verdade. Em resumo, apoiar essa barbárie é o mesmo que dizer: “Deus errou” e de agora em diante é a hora de o homem construir, a partir de seus próprios conceitos e projetos, a humanidade e a família pelos pensamentos e a liberdade de cada um em ser o que lhe convém. É como se assumíssemos que o homem só é homem se ele aceitar sê-lo, caso contrário, se por livre e espontânea vontade ele resolver afirmar que é uma mulher, precisamos respeitar a sua opção. E isso valeria também para as mulheres. Portanto, há na ideologia de gênero uma grande enganação, com seus defensores afirmando que a felicidade e o amor independem de o homem ser homem ou mulher e de a mulher ser mulher ou homem, mas sim da liberdade de escolha que determina a sua felicidade e o amor de uns pelos outros. Isto precisa ser refutado por aqueles que acreditam que a Família é, de fato, a grande construtora da sociedade, permitindo que através da FECUNDIDADE o Homem continue a sua espécie. Acabar com o princípio deixado por Deus seria decretar a

“morte do próprio Deus”, uma vez que Ele quis, na sua bondade e onipotência, partilhar com a criatura criada a Sua Imagem, a capacidade de continuar a criação zelando pelo bem maior, que é a Família: “Por isso, o homem deixará pai e mãe e se unirá a sua mulher, e os dois serão uma só carne. Portanto, o que Deus uniu o homem não separa” (Gn 2,24). Consequentemente, enquanto o homem continuar existindo, Deus permanece sempre vivo, e Seus projetos – principalmente a Família – continuam valendo por toda a eternidade, pois a eternidade do homem prova a Eternidade de Deus. Diante da realidade que nos encontramos, faço um apelo a todos os cristãos: não deixemos que o grande patrimônio da humanidade, a Família, seja destruído. Nós precisamos da Família, que é composta por Pai, Mãe e Filhos, e sem ela deixaríamos de existir. É na Família, o nosso berço, que aprendemos a ser gente, santos e Filhos de Deus. Deixemos para a próxima geração o direito de terem uma Família Restaurada, onde o Amor não é um sentimento, mas é vivido como uma dádiva capaz de promover nos homens a satisfação de serem a Imagem e a Semelhança de Deus, o verdadeiro Amor que constrói o ser humano e a Família. Não deixem que destruam nossas Famílias! ¹ http://sofos.wikidot.com

Padre Fernando é carioca e foi ordenado Sacerdote em 1992. Fundou a Comunidade Restauração em 2009 e, atualmente, tem se dedicado incansavelmente à Restauração das Famílias.

PADRE FERNANDO Novembro/2017 • comunidaderestauracao.org

11


ESPECIAL

EM TUDO AMAR E SERVIR

Em Tudo Amar e Servir 1992

2017

A COMUNIDADE RESTAURAÇÃO É A REALIZAÇÃO DO MEU SACERDÓCIO! Padre Fernando Gonçalves

Após 9 (nove) meses de trabalhos intensos junto à Paróquia Nossa Senhora das Graças, em Mafra/SC, Padre Fernando foi transferido para o Município de Joinville/SC, a fim de auxiliar as obras de construção da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, no bairro Itaum. Era o ano de 2006. Sob as bênçãos de Nossa Senhora, seguiram-se mais de 6 anos de serviço à edificação do Reino de Deus, com a realização de Missas de Cura e Libertação e o empenho na Restauração das Famílias, além da dedicação na ocupação administrativa relacionada a construção da Igreja Matriz Nossa Senhora de Fátima. Foi enquanto exercia o seu 12

ministério na Paróquia que Padre Fernando conheceu Nereu Martinelli, hoje Cofundador da Comunidade Restauração. Também foi neste período que, efetivamente, houve a fundação da Comunidade, mais precisamente no dia 23 de março de 2008. Era chegada a hora de Deus! A espera havia acabado e aquele sonho, plantado no coração do Padre Fernando há tanto tempo, estava tornando-se realidade. Dentre o período de 2008 e 2012, o Padre se dividiu entre os afazeres da Paróquia e a organização da Comunidade Restauração, para onde começaram a se dirigir as Famílias que, movidas pelo Espírito Santo de Deus, buscavam experimentar a Restaura-

Novembro/2017 • comunidaderestauracao.org

ção pela ação do Carisma “Ser Restaurado para Restaurar”. Em 2012, com a autorização do Bispo da Diocese de Joinville à época – Dom Irineu Roque Scherer, Padre Fernando foi designado para assumir de fato sua missão junto à Comunidade Restauração, iniciando um novo tempo para a Obra de Deus e, sobretudo, para o seu sacerdócio. Era a hora de colocar novos projetos em prática, e desde então, Padre Fernando Gonçalves tem se consumido pela Obra que fundou, para que Famílias sejam devolvidas para o Senhor plenamente restauradas, espelhando o testemunho da Sagrada Família de Nazaré.


PROJETO FAMÍLIAS RESTAURADAS PARA DEUS

AMAR O PRÓXIMO

Como a Si Mesmo

Na Bíblia, há uma passagem muito interessante utilizada por Jesus para ilustrar a explicação que dava a um doutor da Lei sobre o que era necessário para herdar a vida eterna. Trata-se do Evangelho de Lucas (10,25-37), que narra a Parábola do Bom Samaritano.

de compaixão, aproximou-se e tratou-lhe as feridas. Jesus concluiu esta parábola com o seguinte questionamento: “Qual dos três foi o próximo do homem que caiu nas mãos dos assaltantes?” E o doutor da lei respondeu: “Aquele que usou de misericórdia para com ele”.

Conta o Evangelho que um certo homem descia de Jerusalém para Jericó e caiu nas mãos de assaltantes. Estes arrancaram-lhe tudo, espancaram-no e foram-se embora, deixando-o quase morto. Ao passar pelo local um sacerdote, este viu o homem e seguiu adiante, pelo outro lado. O mesmo aconteceu com um levita, que chegou ao lugar, viu o homem e, como o sacerdote, seguiu pelo outro lado. Aproximou-se do homem ferido um samaritano, que estava viajando. Ele chegou perto, viu o homem e moveu-se

Existe uma diferença gritante entre as atitudes do sacerdote e do levita em relação a que tomou o samaritano. Os dois primeiros apenas viram o homem ferido, friamente, sem demonstrarem qualquer intenção de ajudá-lo. Já o samaritano, além de vê-lo, sentiu por ele compaixão, aproximou-se e cuidou-lhe as feridas. Em resumo, o samaritano olhou para aquele homem, foi além da mesquinhez de apenas vê-lo como uma peça da paisagem e usou de misericórdia para com ele. Se importou; tomou-o

em consideração sem preocupar-se com a sua origem ou os motivos que o levaram àquela condição ultrajante. Aí está o verdadeiro sentido do que Jesus nos pede: “Amarás teu próximo como a ti mesmo” (Mc 12,31b). Deus espera de nós atos de compaixão e de misericórdia, e isso só é possível se formos além das aparências e dos pré-julgamentos; se rasgarmos o nosso coração para que a obra de restauração possa ser realizada por Jesus. Nessa vida que Deus nos deu, que façamos essa experiência, de olharmos para as pessoas e não simplesmente vê-las; de sentirmos por elas compaixão e nos abrirmos como canal de restauração para resgatar suas vidas tão sofridas. Que nos deixemos “Ser Restaurados para Restaurar”.

Financeiro

DEMONSTRATIVO

RECEITAS - SETEMBRO 2017 SALDO FINAL - AGOSTO SÓCIOS E BENFEITORES OFERTÓRIO/COLETAS DOAÇÕES DE MEMBROS

DESPESAS - SETEMBRO 2017

R$ 0,00 R$ 11.352,84 R$ 1.077,75 R$ 900,00

DESPESAS NÃO PAGAS DE AGOSTO NEGOCIADAS E PAGAS EM SETEMBRO MANUTENÇÃO DA COMUNIDADE (energia elétrica, água, IPTU e taxa de lixo)

R$ 2.514,75 R$ 428,06

DESPESAS ADMINISTRATIVAS/DIVERSAS materiais para escritório, formações e paramentos religiosos)

R$ 1.125,82

SERVIÇOS TERCEIRIZADOS (serviços gráficos, postagens, site, e-mails, softwares, transmissão web tv e web rádio, telefonia, internet)

R$ 4.316,20

DOAÇÕES NÃO IDENTIFICADAS

R$ 1.282,00

INVESTIMENTOS

LIVRARIA

R$ 1.296,80

LOCAÇÃO DE IMÓVEIS (Missionários Comunidade de Vida)

EVENTOS

R$ 5.569,82

RECURSOS HUMANOS (salários, impostos e benefícios)

R$ 6.000,00

DEPESAS BANCÁRIAS (tarifas)

R$ 1.034,45

DESPESAS DEPARTAMENTO DE EVENTOS

R$ 2.262,71

EMPRÉSTIMOS

R$ 27.479,21

R$ 159,00 R$ 1.961,98 R$ 12.695,92

R$ 26.498,89 SALDO FINAL

R$ 980,32

Novembro/2017 • comunidaderestauracao.org

13


AMOR

HUMANO

LOUCO OU O QUÊ?

O que é psicoterapia? Para que ela serve? Qual a diferença entre a psicoterapia e a psiquiatria? O que esperar de um psicoterapeuta? A psicoterapia pode me ajudar?

14

Com o intuito de esclarecer esses questionamentos, nesse mês iremos abordar este assunto que, de modo geral, ainda causa muitas dúvidas, medo e preconceito na população, levando muitos a pensarem que psicólogos e psiquiatras são coisas para gente louca.

através da aplicação sistematizada e controlada de métodos e técnicas psicológicas reconhecidas pela ciência, pela prática e pela ética profissional, promovendo a saúde mental e propiciando condições para o enfrentamento de conflitos e/ou transtornos psíquicos de indivíduos ou grupos.

De acordo com o Conselho Federal de Psicologia (CFP), a Psicoterapia é a prática do psicólogo, por se constituir, técnica e conceitualmente, um processo científico de compreensão, análise e intervenção que se realiza

Assim, a Psicoterapia é um processo de autoconhecimento e pode ser realizada de médio a longo prazo, de acordo com a necessidade, tendo como finalidade tratar questões pessoais tais como: dificuldades familiares,

Novembro/2017 • comunidaderestauracao.org

emocionais, comportamentais, cognitivas, etc. Trata-se de um trabalho realizado por um profissional treinado para tal, em conjunto com o seu paciente, buscando a resolução de conflitos psicológicos. Durante um acompanhamento Psicoterápico (ou ainda, foto acompanhamento psicológico), o psicólogo deve ser ético com o paciente, seguindo as regulamentações do CFP e, principalmente, mantendo o sigilo profissional a respeito do que é abordado durante as sessões.


O psicólogo também não dá respostas para o paciente, não faz julgamento e nem prescreve medicamentos. Quando é percebida a necessidade do uso de algum tipo de intervenção medicamentosa, o paciente é encaminhado para um psiquiatra, que é um médico especializado em psiquiatria e que está apto para tratar das causas orgânicas que provocam transtornos psiquiátricos e que devem ser tratadas como tal.

Então, podemos dizer que fazer psicoterapia nada mais é do que construir novos caminhos e chegar a lugares que nós não conhecemos; é dar respostas novas para situações antigas. Por isso, se vê na psicoterapia uma nova forma de melhorar a nossa qualidade de vida e cuidar da nossa saúde metal, e tudo isso de maneira natural e que em nada nos prejudica quanto ao que somos e ao que temos como valores.

Rafael é natural de São Pedro de Alcântara/SC. Consagrado de Aliança na Comunidade Restauração desde 2014, é membro do Conselho Formativo, atuando na formação pessoal, humana e psicológica dos Filhos.

RAFAEL RODRIGUES

Novembro/2017 • comunidaderestauracao.org

15


TURMA DOS RESTAURADINHOS Olá Restauradinhos!

Virtudes Teologais

Oi Turminha! Tudo bem por aí?

No dia 01 de novembro a Igreja celebra a Santidade de todos aqueles nossos amiguinhos que se encontram lá com o Papai do Céu. Desde muito tempo, ainda lá nos primeiros séculos, nossos irmãos Cristãos já praticavam o culto aos Santos, a começar pelos mártires. Por isso, hoje, também nós vivemos esta tradição, em que a Igreja nos convida a contemplarmos os nossos heróis da “FÉ”, da “ESPERANÇA” e da

FÉ é o dom pelo qual acreditamos em Deus, em tudo o que Ele nos revelou e a Santa Igreja nos ensina como objeto de fé.

E CARIDADE é a virtude pela qual amamos a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos, como Jesus nos ensinou.

16

Novembro/2017 • comunidaderestauracao.org

“CARIDADE”. Você sabe o que significam essas 3 palavrinhas: FÉ, ESPERANÇA e CARIDADE? Juntas, elas formam o que chamamos de Virtudes Teologais, e são um presente que Deus nos dá quando somos batizados.

ESPERANÇA é o dom que nos faz esperar em Deus, confiando na vida eterna e em como devemos agir para alcançá-la, porque Deus nos prometeu.

Assim, as virtudes são dons de Deus que nos capacitam para o bem, para ajudarmos ao próximo e para amarmos mais a Deus e as pessoas. Esses dons nos ajudam a sermos mais santos. E não nos esqueçamos do que nos diz o Santo Padre, o Papa Francisco:


amiguinhosdedeus.com

“Os Santos não são superhomens. São pessoas que têm o amor de Deus no coração, e transmitem esta alegria aos outros.”

PAPA FRANCISCO Restauradinho do Mês No Restauradinho do mês a Isabelly Maria!

A Isabelly Maria tem 1 aninho. Ela é filha do Jeferson e da Jaque, casal Consagrado de Aliança da Comunidade Restauração. Ela tem 2 irmãos ciumentos: o Pedro e o Davi. Que Deus abençoe muito você florzinha!

Você também pode aparecer por aqui! Peça ao papai, ou a mamãe, para enviar a sua foto para o e-mail: revista@comunidaderestauracao.org

Novembro/2017 • comunidaderestauracao.org

17


LITURGIA DIÁRIA

Novemb�o

ANIVERSARIANTES DO MÊS

SEG

TER

QUA 1 1ª Leitura Rm 8,26-30 Salmo 12 Evangelho Lc 13,22-30

QUI

2 1ª Leitura Ap 7,2-4.9-14 Salmo Sl 23 2ª Leitura 1Jo 3,1-3 Evangelho Mt 5,1-12a

SEX 3

SÁB

1ª Leitura Rm 9,1-5 Salmo 147 Evangelho Lc 14,1-6

6 1ª Leitura Rm 11,29-36 Salmo 68(69) Evangelho Lc 14,12-14

7 1ª Leitura Rm 12,5-16a Salmo 130 Evangelho Lc 14,15-24

9 1ª Leitura 10 1ª Leitura 8 1ª Leitura Ez 47,1-2.8-9.12 Rm 13,8-10 Rm 15,14-21 Salmo Sl 45(46) 2ª Leitura Salmo 111(12) Salmo Sl 97 1Cor 3,9c-11.16-17 Evangelho Evangelho Evangelho Lc 14,25-33 Lc 16,1-8

13 1ª Leitura

14 1ª Leitura

15 1ª Leitura Sb 6,1-11 Salmo 81(82) Evangelho Lc 17,11-19

1ª Leitura Sb 7,22-8,1 Salmo 118(119) Evangelho Lc 17,20-25

22 1ª Leitura

23 1ª Leitura

Sb 1,1-7 Salmo 138 Evangelho Lc 17,1-6

Sb 2,23-3,9 Salmo 33(34) Evangelho Lc 17,7-10

20 1ª Leitura 21 1ª Leitura Zc 2,14-17 1Mc 1,10-15.41Salmo 43.54-57.62-64 Lc 1,46-55 Salmo 118(119) (R.Cf.54b) Evangelho Evangelho Lc 18,35-43 Mt 12,46-50 27 1ª Leitura

Dn 1,1-6.8-20 Salmo Dn 3, 52-56 (R. 52b) Evangelho Lc 21,1-4

28

Jo 2,13-22

2Mc 7,1.20-31 Salmo 16(17) Evangelho Lc 19,11-28

16

1Mc 2,15-29 Salmo 49(50) Evangelho Lc 19,41-44

30 1ª Leitura 29 1ª Leitura Dn 5,1-6.13-14. Rm 10,9-18 16-17.23-28 Salmo Dn 3,57-61 Salmo Dn 3,62-67 Salmo 18(19) (Cf. 59b) (R. 59b) Evangelho Evangelho Evangelho Mt 4,18-22 Lc 21,5-11 Lc 21,12-19

17 1ª Leitura

Sb 13,1-9 Salmo 18(19) Evangelho Lc 17,26-37

4 1ª Leitura Rm 11,1-2a. 11.25-29 Salmo 93 Evangelho Lc 14,1.7-11

5 1ª Leitura

11 1ª Leitura Rm 16,3-9. 16.22-27 Salmo - 144 Evangelho Lc 16,9-15

12 1ª Leitura

Ap 7,2-4.9-14 Salmo Sl 23(24) 2ª Leitura 1Jo 3,1-3 Evangelho Mt 5,1-12a Sb 6,12-16 Salmo 62 2ª Leitura 1Ts 4,13-18 Evangelho Mt 25,1-13

18 1ª Leitura 19 1ª Leitura Pr 31,10-13. Sb 18,14-16; 19-20.30-31 19,6-9 Salmo 127 2ª Leitura Salmo 104(105) 1Ts 5,1-6 Evangelho Evangelho Lc 18,1-8 Mt 25,14-30

24 1ª 25 1ª 1ª Leitura 1ª Leitura Leitura Leitura 1Mc 4,36-37.52-59 1Tm 1Tm 6,2c-12 1Mc 6,13-16 6,1-13 Salmo 1Cr 29,10-12 Salmo 99(100) Salmo 48(48) Salmo 9 (R. 13b) Evangelho Evangelho Evangelho Evangelho 8,4-15 Lc 8,1-3 LcLc20,27-40 Lc 19,45-48

1ª Leitura Dn 2,31-45

DOM

26 1ª Leitura

Ez 34,11-12.15-17 Is 55,6-9

Salmo 22 Salmo 144(145) 2ª Leitura 1Cor 15,20-26.28 Fl 1,20c-24.27a Evangelho Mt Mt 25,31-46 20,1-16a

Na Comunidade Restauração 04 Mil Ave-Marias 05 Missa em preparação do Ano Jubilar do Fundador 10 a 12 Congresso para Homens

ANIVERSARIANTES DO MÊS

18

1 Bruno Gregório Marcus Vinicius da Costa Otmar B. Diekow 2 Antônio Marcos Balles Calistro Fabricio Hernaski Flávio Pegoraro Suzana Lima Cabral Gazola 3 Cristina Zanandrea Leoni Laffin Mara J.C.de Castro Márcia Simone Vieira Uhlmann Natália Pianezer Radoll Sônia Aparecida Bonnack 4 Vinícius Padilha 5 Cristiano José R. dos Santos 6 Deair Pinheiro Maicom Veiga Suene Maria Tavares Oliveira 7 Darli Salete V. Custódio Rita Maria Barbosa Vanessa Sennes 8 Wilfried Fechtner 9 Margarida da Silva Meurer 10 Cassiana Brancher João Kostetzer 10 Kelly Mariot Rohr Marlene Silva Cardoso 11 Aline Moreira Joel dos Santos Lisete Cardozo 12 Adelson Alves Campos Emerson Miranda Gustavo Rafael Padilha Julie Clis Moreira Leite Renilda R. de Souza Rosinéia da Silva Pinheiro Sandra Mara de Lima Tarcio Vieira Valério Nandi Alano 13 Deived Egger

SÓCIOS Regiane Carolina de Cimas 14 Elizabete G. F. Lemes Fernando Branchi Thaise Cristina Hasselmann Ticiane C. Gambetta 15 Jeferson Luciano dos Santos Jorge Luiz Luciano Maria Leonor L. da Silva Marina Dalvina dos Santos 16 Aparecida do Carmo Brás Nicolau Arnoldo Martins Patricia Zick Ferreira 17 Ailton José T. de Lima 18 Adriane Pereira Lino Davi Fernandes Michele de Ponte Souza Sarah Maria M. Rodrigues 19 Edemir Pereira Lorena Luiz Delfino Maria da Conceição Martins Paulino Soethe Peters Rosita Figueiredo Galisa Sandra Maria Schmitt Borges 20 Jaciara Zimmermann Maria Marizette F. dos Santos Sueli Maria Bernardi 21 Fábio Brandt Luiz Fernando Fagundes Maria Vanoni Nilva Terezinha Zimermann 22 Carlos Tambosi Maria José Pires Leal 23 Raquel Suzane S. Menestrina 24 Leila Maria Douglas Beleia 25 Catarina Alves da Rosa Célia Catarina Vieira Francielly Marcos Reiniack 25 Patricia Simone Gerônimo 26 Gisele Paulino da Silva João Maria Antunes de Lima

Patrícia Brodbeck Borba 27 Ivonete Maria Silva Corrêa 28 Ana Luiza Scola Hevlin G.R. Ferreira Jane Mari Andrzejewski Patricia A.B. Egger 29 Daivit da Luz Silva Elvira Danna Luciana Aparecida Buzana Luiz Carlos Braunn Lusia da S. Fagundes 30 Allyne Leandro de Souza Pe. João Brolini Ricardo Andreacci Terezinha Aparecida da Silva Vilmar Evaristo Klein CASAMENTO 1 Gisele F. Bittencourt e Esposo 8 Ibrezio Geraldo Scola e Eposa 9 Tarso Luiz Swarowsky e Esposa 11 Luciano Lohn e Esposa 13 Fábio Brandt e Esposa 15 Adriana Rodrigues Dellai e Esposo 18 Elaine Lau da Silva Pereira e Esposo Wagner Pacheco Rojahn e Esposa 21 Orlandina G. dos Santos e Esposo 23 Flávio Pegoraro e Esposa 25 Edite de Pinho Castro e Esposo Maria Vanoni e Esposo 26 Edmilson Cypriano e Esposa 28 Aline Rubia de S. Padilha e Esposo 29 Rodrigo Silva e Esposa MEMBROS 6 Jeferson Petris João Batista Pereira 8 Meirislene Souza 22 Maria Lorena Siduoski 28 Lígia C. dos Santos 29 Luzia de O. Velho 


Semana na Comunidade SEGUNDA

TERÇA

15H - Terço da Misericórdia 18H - Santo Terço

15H - Terço da Misericórdia 18H - Santo Terço

QUARTA

QUINTA

15H - Terço da Misericórdia 18H - Santo Terço 19H30 - Santa Missa

15H - Terço da Misericórdia e Grupo de Oração 18H - Santo Terço 19H30 - Missa de Cura e Libertação

SEXTA 15H - Terço da Misericórdia 18H - Santo Terço 19H30 - Santa Missa

DOMINGO 10H - Santa Missa

Atendimentos SEGUNDA

Atendimento psicológico das 8h às 12 e das 13h às 17h

TERÇA Atendimento de oração e acompanhamento espiritual das 8h30 às 12 e das 13h30 às 17h

QUARTA Confissões a partir das 14h Ligue para a Comunidade Restauração e agende o seu horário.


Profile for restauracao comunidade

Edição de novembro  

Edição de novembro  

Advertisement