Page 6

6 OUTUBRO DE 2010 • REPÓRTER LOCAL

Fórum

MEMÓRIAS DE CAFÉ

Coca-Cola com 7Up

PUBLICIDADE

DÁ QUE PENSAR!

ANTÓNIO SOARES

HÁ PEQUENAS COISAS (à partida insignificantes) que nos ficarão para sempre na lembrança . Refiro-me, neste caso, a misturar Coca-Cola com 7Up. TODOS OS DIAS, no final do jantar, saímos. Rua abaixo até ao Café Central. PERGUNTAVA-ME se já tinha feito os deveres, principalmente os de matemática e, não raras vezes, perguntava-me a tabuada . Outras vezes perguntava-me as dinastias ou os rios. ENTRETANTO, chegávamos ao café, cumprimentava as mesmas pessoas que ele, que sempre diziam que eu já estava um homenzinho e perguntavam se já tinha “moça”. Eu teria os meus sete ou oito anitos. FICÁVAMOS AO BALCÃO. Eu pedia uma Coca-Cola e ele uma 7Up. Mal as bebidas eram postam no balcão, ele fazia questão de misturá-las para que a Coca-Cola não me tirasse o sono e fazia questão de que eu prometesse que não diria ao meu pai o que tínhamos bebido, que deveria dizer, caso o meu pai me perguntasse, que tomei um carioca de limão.

ENQUANTO EU SABOREAVA a bebida fresca , ele via as chaves do totobola e do totoloto, via-as com os amigos, jogavam em sociedade. Também falavam da passarada e dos cães de caça . AO SER NOVE E MEIA , pagava e vínhamos nós, rua acima , até casa , numa tentativa de chegarmos antes do meu pai, para que, quando ele chegasse, me visse de pijama vestido, pronto para ir para cama . IA PARA O MEU QUARTO mas acabava por me escapar para dormir com ele. Eu falava muito, aliás, ainda falo e, então, ele dizia-me que o primeiro a adormecer, no dia seguinte, teria uma CocaCola ou uma 7Up. E adormecíamos… E ASSIM FOI, até ao dia em que lhe foi diagnosticado um cancro que o levou, em cerca de um ano, há cerca de uma década… NÃO É QUE, hoje em dia , goste muito de Coca-Cola com 7Up, mas, de vez em quando, arrisco-me a tragar esse sabor, na ilusão de, quem sabe, abrir os olhos e estar ao balcão do Café Central ao lado do meu avô António.

Decotes e roupa interior à mostra dão direito a multa

Violaram-lhe o burro e o dono decidiu matar o violador

Em Castellammare di Stabia,em Itália, foi aprovada uma nova lei para multar mulheres que usem roupa decotada ou mini-saia e todos os que disserem palavrões na rua. A lei prevê multas até 500 euros. O novo regulamento define coimas entre os 25 e os 500 euros para quem andar de fato de banho pelas ruas, for apanhado a dizer palavrões em lugares públicos ou usar vestidos demasiado curtos. Não será também permitido usar camisas que mostrem o sutiã ou calças de cintura descida.

A Polícia Judiciária de Coimbra revelou que já foi detido o presumível homicida de ‘Jaime Ovelha’, o alegado violador de animais, morto à porta de casa em Proença-a-Velha a 19 de Setembro. O suposto homicida, de 70 anos, é o dono de um burro que alegadamente foi violado por Jaime Ovelha. Revoltado com a violação do seu burro, o dono decidiu fazer justiça pelas suas próprias mãos, agredindo até à morte o alegado violador do animal. Segundo a PJ, a vítima terá sido morta com “um instrumento corto-perfurante”.

Fonte: Expresso

Fonte: Correio da Manhã

o que se diz A FRASE DO MÊS “Não falo para moucos”

Frase atribuída a Carlos Rego, eleito PS na Assembleia de Freguesia de Joane, segundo relato da bancada do PSD “Em tempo de crise, Câmara (de Famalicão) investe em revista do Porto” Título de primeira página, jornal O Povo Famalicense “Alunos chegaram drogados à escola. Caso ocorreu em Ronfe, no passado dia 12” Título do jornal Comércio de Guimarães

“O desemprego desceu, em Famalicão, entre os meses de Agosto e Setembro. Segundo números do Boletim Estatístico do Emprego/Desemprego do Governo Civil de Braga o mês de Setembro regista menos 130 desempregados” www.opovofamalicense.com

Acabaram-se os jantares, como o de Natal, pagos pela Câmara de Guimarães. O apertar do cinto chega aos passeios para idosos, que poderão continuar a dar umas voltas mas terão de levar a merenda de casa”. Jornal de Notícias

“Cavaco dedicou 60% do discurso de recandidatura a afirmar a sua isenção, imparcialidade, seriedade, transparência e ética. É capaz de ser por saber que há grandes dúvidas para não dizer certezas - sobre essa matéria”. Fernanda Câncio, www.jugular.blogs.sapo.pt

“Que se venda o dr. Teixeira dos Santos, o pior ministro das Finanças da Europa, segundo o “Financial Times”. Nem que tenhamos que pagar uns milhões a quem nos fique com ele, em dois Orçamentos já os teremos recuperado.” Manuel António Pina, JN

“Estamos à espera de um salvador numa esquina qualquer que virá certamente da televisão (...) Os populistas governam mal. O que é um risco para a democracia» Pacheco Pereira, TSF

Repórter Local  

Edição de Outubro do Jornal Repórter Local