Page 1

Invertendo a ordem dos termos do debate MUNICÍPIOS E PROCESSOS INVENTIVOS DE UM PLANO DE EDUCACAO DE LONGO PRAZO Marilena Nakano Professora/pesquisadora do Centro Universitario Fundaçao Santo André


Caminhos diversos para o debate 1. ANÁLISE GERAL DO PLANO

-Virtudes do PNE – tentativa de articulação dos diferentes níveis de ensino, valorização do professor -Problemas do PNE – não clareza das fontes de financiamento, abertura para o sistema de educação particular Só isso não resolve!


2. ANÁLISE DE CADA UMA DAS METAS E POSSIBILIDADES DE CONCRETIZAÇÃO NO ÂMBITO DO MUNICÍPIO Meta 1 - Universalizar, até 2016, o atendimento escolar da população de quatro a cinco anos, e ampliar, até 2020, a oferta da educação infantil de forma a atender a cinquenta por cento da população de até três anos.


Fonte: SEADE


MUNICIPIO DE DIADEMA População de 0 a 4 anos, Matricula inicial na Educação Infantil (total), Matricula inicial na Educação Infantil - Rede Municipal, Matricula Inicial na Educação Infantil – Rede Particular - período de 2000 a 2010 – números absolutos

Fonte: SEADE


MUNICIPIO DE SANTO ANDRE População de 0 a 4 anos, Matricula inicial na Educação Infantil (total), Matricula inicial na Educação Infantil – Rede Municipal, Matricula Inicial na Educação Infantil – Rede Particular - período de 1994 a 2004 – números absolutos

Fonte: SEADE


MUNICIPIO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO População de 0 a 4 anos, Matricula inicial na Educação Infantil (total), Matricula inicial na Educação Infantil – Rede Municipal, Matricula Inicial na Educação Infantil – Rede Particular - período de 2000 a 2010 – números absolutos

Fonte: SEADE


MUNICIPIO DE SÃO CAETANO DO SUL População de 0 a 4 anos, Matricula inicial na Educação Infantil (total), Matricula inicial na Educação Infantil – Rede Municipal, Matricula Inicial na Educação Infantil – Rede Particular - período de 2000 a 2010 – números absolutos

Fonte: SEADE


MUNICIPIO DE MAUA População de 0 a 4 anos, Matricula inicial na Educação Infantil (total), Matricula inicial na Educação Infantil – Rede Municipal, Matricula Inicial na Educação Infantil – Rede Particular - período de 2000 a 2010 – números absolutos

E necessario discutir essas questoes mas so isso nao resolve.

Fonte: SEADE


MUNICIPIO DE RIBEIRAO PIRES População de 0 a 4 anos, Matricula inicial na Educação Infantil (total), Matricula inicial na Educação Infantil – Rede Municipal, Matricula Inicial na Educação Infantil – Rede Particular - período de 2000 a 2010 – números absolutos

E necessario discutir essas questoes mas so isso nao resolve.

Fonte: SEADE


So isso nao basta!

Fonte: IBGE


3. PARTIR DA ANÁLISE DO TERRITÓRIO FÍSICO, REPRESENTADO POR CIFRAS E NÚMEROS


Fonte: Secretaria da Educação do Estado de São Paulo


Fonte: Prefeitura Municipal de Santo AndrĂŠ


uti ef er P: et noF


4. ANÁLISE DO PLANO A PARTIR DA IDEIA DE FUTURO Hoje, o futuro nao é uma referência capaz de mobilizar expectativas. -Décadas de 60 e 70 – futuro atado à ideia de mudança social e desenvolvimento -Década de 80 – futuro atado à ideia de construção democrática, por isso de universalização das políticas sociais, dentre elas a de Educação -Década de 90 – estilha-se a idéia de futuro, vive-se o presente. As políticas sociais reduzem-se a projetos, ao atendimento (precário) dos mais pobres. NESTE CONTEXTO, QUAL O SENTIDO DO PNE COMO PLANO DE LONGO PRAZO?


DESAFIOS -Resgatar a ideia de futuro implica, no que se refere ao PNE, dentre outras coisas, lembrar que se trata de uma LEI. -Enquanto LEI, uma imposição obrigatória e universal. -Enquanto LEI, representa uma forma de auxiliar no ordenamento da sociedade e no seu desenvolvimento. -As práticas baseadas em « para os amigos tudo, para os inimigos a lei », « a lei, ora a lei », só servem para estilhaçar o futuro. Tal como se fez, em alguma medida, com o PNE 2001 – 2010. -Conceber o território como complexidade, lugar do encontro da natureza e do homem, onde se revelam as suas formas de agir, os seus desejos, suas necessidades.


• COMO UM MUNICÍPIO ENFRENTARÁ ESSES DESAFIOS? • QUE RAZÕES TEM UM CIDADÃO DA REGIÃO DO ABC PARA ACREDITAR NUM PNE, SE A IDEIA DE FUTURO NAO ESTÁ POSTA? • COMO OLHAR PARA E AGIR NO TERRITÓRIO A PARTIR DE UMA OUTRA VISÃO QUE O CONSIDERE COMO « A MAIS BELA OBRA DE ARTE PRODUZIDA PELO HOMEM »?


PORTANTO: -É NECESSÁRIO SER CAPAZ DE INVENTIVIDADE POIS AS ANTIGAS FÓRMULAS NÃO TEM SE MOSTRADO ADEQUADAS QUANTO A UM PLANO DE LONGO PRAZO QUE ENVOLVE A EDUCACÃO, FORMAÇÃO. -É NECESSÁRIO QUE AS ALTERNATIVAS PRODUZIDAS CONTEMPLEM A INTEGRAÇÃO DE TODAS AS ÁREAS, POIS SÓ A EDUCAÇÃO NÃO SERÁ CAPAZ DE PRODUZIR NOVAMENTE A IDEIA DE FUTURO COMO MOBILIZADORA DA MUDANÇA.

Marilena Nakano  

Invertendo a ordem dos termos do debate Marilena Nakano Professora/pesquisadora do Centro Universitario Fundaçao Santo André Caminhos divers...

Advertisement