Page 1

Ano 6 . Nº 1.960 . ABC, quarta-feira, 22 de junho de 2011 . www.reporterdiario.com.br

R$ 0,50

Delegacia Seccional S.André passa por reestruturação Fotos: Marciel Peres

Há pouco mais de 30 dias como delegado titular da Seccional Santo André, Guerdson Ferreira iniciou reestruturação no comando das 19 delegacias de polícia, 11 delas em Santo André, seis em Mauá, uma em Ribeirão Pires e uma em Rio Grande da Serra. Entre as prioridades do novo comandante estão o combate a roubo e furto de veículos, e campanha contra o uso de drogas nas escolas. Guerdson Ferreira pretende criar uma delegacia para investigação de homicídios. A unidade deverá abrir as portas em julho, no segundo subdistrito de Santo André. Página 4

Após conversa, vereador muda discurso

água de reuso- Pelo menos 49% das obras do Projeto Aquapolo - empreendimento que será responsável pela produção de água de reuso para fins industriais - estão concluídas. Ao todo, serão 16 km de adutoras, distância entre a ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) ABC – local onde será feito o tratamento - e as empresas do Polo Petroquímico do ABC, os beneficiadas pelo projeto. Página 3

Vice-presidente do Azulão é assassinado Página 3

Onda agora é usar tapete preto Página 9

Novo sindicato Leitura auxilia na redação de bares do vestibular expõe rusgas O ABC recebeu, na última semana, seis sedes do Sinhores (Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares). Apesar da existência do Sehal (Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação do Grande ABC), Santo André, São Bernardo, São Caetano, Mauá, Diadema e Ribeirão Pires passarão a ter um sindicato próprio em cada cidade. Com cerca de 300 empresas vinculadas, ainda de maneira informal, as principais metas do novo sindicato será investir em mão de obra qualificada, com cursos de formação, palestras e workshops. Já o Sehal, fundado há 67 anos, representa 14 mil estabelecimentos no ABC. Página 5

A redação é uma das preocupações dos vestibulandos, principalmente daqueles que farão provas neste meio de ano. A prática constante da escrita e a frequente leitura são fundamentais para conseguir conteúdo e organização na hora de elaborar um bom texto. Segundo alguns professores, sem leitura e sem o acompanhamento dos fatos que acontecem no diaa- dia, o candidato terá ainda mais dificuldade de escrever uma boa redação, porque não terá conteúdo para argumentar nem para justificar seus pensamentos e posições. Página 8

ProUni abrirá 92 mil bolsas de estudo

O vereador de Santo André, Alemão do Cruzado (PSL), se utilizou mais uma vez dos veículos de comunicação para fazer barganha com o governo nesta terça-feira (21). Menos de 24 horas após anunciar aos quatro ventos que atuaria na oposição, o parlamentar estava perambulando pelo Paço Municipal. Depois de conversar com o articulador do Executivo, Nilson Bonome, Alemão já não ostentava mais o mesmo discurso. Página 2

São Caetano inscreve para curso gratuito Estão abertas, até esta sexta-feira (24), inscrições para o Proquali (Programa Municipal de Qualificação Profissional), voltado à população desempregada de São Caetano, com idade entre 30 e 59 anos. A ação é gratuita e promovida pela Prefeitura. As aulas começam em julho e ocorrerão três vezes por semana, das 12h30 às 16h, na USCS (Universidade de São Caetano). Ao fim do curso, com duração três meses, os participantes receberão certificado e serão encaminhados para a Sedert. Durante as aulas os participantes ganham ajuda de custo. Página 5

Fiat Bravo busca espaço no mercado

Página 8 Estradas- O feriado de Corpus Christi (23) movimentará o Sistema Anchieta-Imigrantes. A Ecovias espera receber entre 150 e 250 mil veículos entre 0h de quarta-feira (22) até as 24h de domingo (26). Página 3

índice Política.......................... Pág. 2 Opinião..........................Pág. 2 Cidades...................Págs. 3 e 4 Economia.......................Pág. 5 Autos...............................Pág.6 Saúde...............................Pág.7 Educação.......................Pág. 8 Decoração......................Pág. 9 Cultura.........................Pág. 10 Cinema.........................Pág. 11 Social............................Pág. 12

Paranapiacaba Falta geriatra promove para atender artistas locais idosos no País O projeto Canto e Conto na Serra será um espaço para artistas de Santo André divulgarem seus trabalhos no 11° Festival de Inverno de Paranapiacaba. As inscrições estão abertas até 1° de julho. O festival, que começa dia 16 de julho ,reunirá nomes conhecidos da música brasileira.

Segundo o Censo 2010, realizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em 10 anos o número de pessoas com mais de 60 anos cresceu 2,59% no Brasil. No entanto, segundo a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia, o número de geriatras no País está muito longe do ideal.

Página 10

Página 7

Página 6

CINEMA Divulgação

Animação- Em Carros 2, Relâmpago McQueen e seu fiel amigo, o reboque Mate, passarão por aventuras em diferentes continentes. O que eles não contavam era com o aparecimento de diversos vilões qu e estão dispostos a acabar com a festa e com a alegria dos companheiros.

Página 11


2

Repórter Diário

Editorial

Parlamento robusto Quem apostou no fracasso de mais uma tentativa de articulação intermunicipal se deu mal. O Parlamento Metropolitano, idealizado e concebido no início do ano, mostra que veio para ficar e gerar dor de cabeça a alguns entes políticos acomodados. A junção das 39 Câmaras Municipais da Região Metropolitana de São Paulo, comandada pela Casa Paulistana, acrescida das sete do ABC, já deu, no mínimo, dois recados para a classe política. O primeiro foi emitido logo no evento que formalizou o conglomerado. Os presidentes dos Legislativos criticaram a falta de participação efetiva dos Parlamentos no projeto do governador Geraldo Alckmin que estabelece a Região Metropolitana. O recado foi captado tão rapidamente que, semanas depois, em evento no ABC, Alckmin – em alto e bom som – pediu ao secretário Edson Aparecido estreitar os laços com o recém-criado Parlamento Metropolitano. Agora o conjunto de edis lançou outro recado: os vereadores não podem ser ‘bois de piranha’ na reforma política. Será que os nobres congressistas vão querer endurecer na queda de braço? Ou vão se lembrar que os parlamentares são os maiores cabos eleitorais deles próprios? Essa formação vai mesmo incomodar e tirar muita gente do conforto. Sem entrar no mérito, isso é o que todo mundo espera: representação política atuante.

Repórter Político Brincadeira na hora errada Um assessor de um presidente de Câmara do ABC perdeu a oportunidade de ficar calado. No final do evento do Parlamento Metropolitano, que teve como ponto alto a palestra da reforma política ministrada pelo advogado Ricardo Porto, especialista em Direito Eleitoral, o assessor trapalhão foi dar sua valiosa opinião ao palestrante. Ele esperou Porto acabar a conversa com os jornalistas para criticar, citando o fenômeno Tiririca, a defesa que o advogado fez da manutenção do voto proporcional. O assessor só não sabia que Ricardo Porto foi o responsável pela defesa do deputado mais votado do País. Poderia ter dormido sem essa.

Curtas Sem parecer Como o vereador Admir Ferro (PSDB) passou por cirurgia simples no fim de semana e não marcará presença na sessão desta quarta-feira, os dois projetos mais relevantes que marcam os trabalhos antes do recesso ficarão mesmo para o afogadilho da última sessão ordinária, marcada para o dia 29. Admir é o presidente da comissão mais importante da Casa, a de Justiça e Redação. No expediente derradeiro, a Câmara deverá aprovar a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), referente à contabilidade de 2012 e a ratificação das PPPs (Parcerias Público-Privadas). Se o plenário não votar a LDO até a última sessão ordinária, o recesso será levantado. Inusitado A política sempre traz surpresa. Em Santo André, no entanto, os impactos são tão grandes que nem chegam a surpreender mais. Chamou atenção nesta segunda-feira o meio pelo qual o vereador Alemão do Cruzado (PSL) buscou para externar o descontentamento com o Paço e, consequentemente, o ingresso na oposição. Alemão ligou, no meio da tarde, para um vereador do PT revelando o novo posicionamento e pedindo ajuda para emplacar a informação nos meios de comunicação. O petista então acionou o mailing jornalístico. Fica a pergunta: os vereadores da cidade não podem ter mais de uma dezena de comissionados no gabinete? Nenhum deles, nesse período de mandato, fez agenda para eventuais contatos com os jornalistas? Inusitado 2 Trapalhadas a parte, o PT comemorou e muito o incremento da ala contrária ao comando do Paço. Porém, enquanto os petistas começavam a fazer contas para averiguar a possibilidade de apoios para em-

placar uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), a qual demanda 11 votos, Alemão já se acertava, mais uma vez, com o governo andreense. Agora, todos nos bastidores já sabem que quando Alemão anuncia algo, é bom esperar o dia seguinte. Homem invisível Na política não basta olhar o fato, é preciso verificar o contexto. O almoço na última sexta-feira entre os deputados William Dib (PSDB) e Alex Manente (PPS), que reuniu também com o vereador Admir Ferro (presidente do PSDB de São Bernardo), contou com a articulação de um homem invisível. Pelo material produzido pela mídia, no dia seguinte, não é difícil imaginar quem vibrou muito com o encontro que firmou a candidatura dos deputados para 2012 e uma união de forças no eventual segundo turno. Homem invisível 2 Além do grande entusiasta do encontro, o almoço contou também com alguns detalhes interessantes. No meio do cardápio eleitoral, Manente recebeu uma ligação do Paço de São Bernardo. Prefeiturável O vereador Paulinho Serra pode ainda gerar desconfiança de alguns setores da política que esperam gesto mais concreto da raia própria do PSDB para a sucessão em Santo André. Porém, a agenda do tucano mostra que o anseio é a principal cadeira eletiva. Além de potencializar contato com empresários e comerciantes, além do contato frequente com munícipes, Serra tem comparecido, à exaustão, a eventos políticos. Nesta segunda, Serra fez questão de posar para fotos com a direção do PSC local em evento de filiação de Edgar Brandão. É sempre bom pensar em um amplo arco de alianças, né?

Rua Álvares de Azevedo, 210 Centro – Santo André Tel.: 4427-7800 www.reporterdiario.com.br

Opinião / Política

Quarta-feira, 22 de junho de 2011

Vereador usa Imprensa para barganha em S. André Leandro Amaral O vereador de Santo André, Alemão do Cruzado (PSL), se utilizou mais uma vez dos veículos de comunicação para fazer barganha com o governo nesta terçafeira (21). Menos de 24 horas depois de anunciar aos quatro ventos que atuaria na oposição, o parlamentar estava perambulando pelo Paço. Depois de conversar com o articulador do Executivo, Nilson Bonome, Alemão já não ostentava mais o discurso de contrariedade. “Sempre pode ter surpresa”, tentou se esquivar, por telefone, ao cair em contradição na hora do almoço. No dia anterior, ele havia dito que nada o faria mudar de opinião, pois seus “pedidos não eram atendidos pela Prefeitura”. A nova direção seria comunicada durante a sessão. Coincidentemente, o parlamentar fugiu da Imprensa durante o expediente ordinário no Legislativo. Entrou e saiu rapidamente do plenário, sem fazer qualquer pronunciamento, para passar despercebido pelos repórteres. Os integrantes do gabinete do vereador também não sabiam do paradeiro do ‘chefe’. “Lamentável o que ocorreu. Mostra insegurança do Alemão e demonstra que o governo tem pavor de perder maioria na Casa. O cálculo político do governo mostrou que ele poderia ter problema com a saída dele”, criticou o

Marciel Peres

oposicionista Tiago Nogueira (PT), que conversou com Alemão por telefone pouco antes da sessão. Prejuízo “O prejuízo é do próprio vereador. Eu não vejo como prejuízo do governo ou da cidade. Ele mesmo, pessoalmente, acaba se prejudicando na questão do descrédito”, disse Paulinho Serra (PSDB). “O PSDB, que está construindo projeto próprio, também vai se posicionar em algum momento, mas dentro de uma coerência e de um planejamento que a gente já vem fazendo”, emendou. “O Alemão não tratou comigo dessa questão. Eu não participei de nenhuma discussão. Então não tenho o que declarar. Em nenhum momento ele disse pra mim que estava descontente”, tergiversou o líder do governo, Donizeti Pereira (PV). Nilson Bonome, pela terceira sessão consecutiva, não marcou presença na Câmara. A assessoria de imprensa da Prefeitura, por sua vez, confirmou a estadia de Alemão no Paço para participar de etapa do processo licitatório da construção da USF (Unidade de Saúde da Família), na rua dos Vicentinos, no Jardim Santo André. A demanda era a principal queixa do vereador ‘rebelde’. Reincidente A tática de Alemão do Cruzado já é conhecida. Em fevereiro deste ano, o parla-

Conversa com Bonome muda decisão de Alemão do Cruzado mentar, por meio do gabinete, enviou e-mail a jornalistas com a informação de que iria, no dia seguinte, assinar o requerimento de CPI para investigar suposto déficit no Semasa (Serviço Municipal

de Saneamento Ambiental). No mesmo dia, atraído ao Paço pelo convite de Nilson Bonome, conversou por uma hora e foi convencido de que não havia irregularidade na autarquia.

Câmara aprova LDO e Código de Ética em 1ª discussão Sem a presença de Alemão do Cruzado, a Câmara aprovou nesta terça-feira (21), em primeira discussão, o Código de Ética e Decoro Parlamentar e a LDO (Lei de diretrizes Orçamentárias) referente ao exercício de 2012.

As matérias retornarão para apreciação na próxima sessão - terça-feira (28) – quando poderão receber emendas dos pares. A aprovação da LDO é uma prerrogativa para o início do recesso, que começa em julho. (LA)

Espaço aberto

Reflexão sobre o trânsito do ABC Como uma onda, o congestionamento chega e afeta todos os municípios metropolitanos. Tsunami a afogar de carros todo o ABCD. O índice de habitantes por veículo se aproxima da unidade. Um veículo a cada ser, que ainda tenta preservar o humano. Narizes a dividir o escasso ar de qualidade com motores, cujos roncos parecem ameaçar quem ouse bani-los da sociedade. Não se consegue achar mais aquela rua ou avenida alternativas. Ao usuário, um novo padrão de mobilidade urbana: paciência. Falar ao volante? Não pode. Perdese o negócio. Correr nos curtos espaços entre os carros parados? Vem foto pelo correio para ajudar a lembrar da advertência do chefe, pelo novo atraso. A busca por melhores empregos, aproveitando do grande celeiro profissional paulistano, parece acarretar condenação. Emprego distante? Carros como prisões móveis, todos os dias. Me-

nos horas possíveis de trabalho e de estudo, apesar da sempre crescente carga tributária. Vida pior. Solução? Simples! Transporte público de massa. Não há solução para o uso do automóvel. A frota cresce mais do que qualquer ampliação de ruas e avenidas. O modelo de transporte público ideal para longos percursos pelo ABCD e São Paulo é o metrô pesado. Terapia praticamente única para a mobilidade dos grandes centros urbanos mundiais. Estações mais próximas do que trens de subúrbio e composições de vários vagões. Alto custo construtivo compensado pela elevada capacidade. A demora construtiva depende da disponibilidade financeira. Feito em elevado, custa o dobro do que na superfície. Em túnel, custa seis a 10 vezes mais do que na superfície. The Tube, modelo londrino de sucesso: subterrâneo no centro e elevado a superficial em zonas afastadas. Atende toda a metrópole, modelo ideal para a Grande São Paulo. Dinheiro? O que se pretende gastar no TAV resolve o problema do metrô no Rio e em São Paulo. O VLT, veículo leve sobre

trilhos, bela sigla para acobertar a expressão bonde moderno. Construído em elevado, é mais caro por passageiro transportado. Esgota rapidamente sua capacidade em áreas mais densamente povoadas, enquanto ainda sua imponência estrutural causa surpresa. Seus semelhantes são o monotrilho ou o VLP, com “p” de pneu em vez de roda de aço, fazendo a alegria de fabricantes. O metrô de segunda geração de Paris, com pneus, chegou a preocupar seus gestores, quanto à opinião pública sobre poluentes específicos. O VLP para São Paulo, que não saiu do papel, exultou triste expressão, que pais nunca ensinam. Para locais com menor concentração de passageiros indica-se o BRT, bus rapid transit, modelo de sistema de operação de ônibus praticado em Curitiba. Sucesso mundial. Mais rápido ao se bilhetar fora do veículo. Ônibus expressos no horário de pico: executivos e trabalhadores não precisam de automóveis. Permitiu Curitiba crescer sem precisar de metrô até poucos anos atrás. Contudo, ocupa espaço de carros, aqueles que

têm que ser substituídos ou cobrados pela insistência do uso em local bem servido de sistema público. Para as viagens curtas, ciclismo e pedestrianismo, inclusive para reduzir o peso do brasileiro, acima do limite na balança, segundo o IBGE. Bicicletas em ciclovias, até que o nível educacional do motorista o faça entender a necessidade de guardar espaço. No Japão, o lento ônibus em rua estreita, porque à frente tem uma idosa senhora de bicicleta, não gera qualquer indignação. Ciclo-faixas não são ideais: expõem o ciclista. O andar a pé, para resgatar a qualidade de vida de nossos antepassados. O que mais? Segurança, para não precisarmos da desculpa do perigo para pegar o carro. Educação, para que saibamos nos respeitar. Muito melhor do que os infelizes vagões cariocas somente para senhoras.

Direitos iguais? Vergonha! Esse juiz está parado no século 21. O magistrado envergonha nosso País perante a própria sociedade e o mundo. Deveria haver uma forma de afastá-lo. Ele se acha superior ao Supremo, guardião da Constituição! Demorou para a lei eliminar o preconceito, mas ele não se conforma!

Roberto Vital Referente à matéria Juiz anula união homoafetiva e OAB contesta

Referente a matéria Juiz anula união homoafetiva e OAB contesta

dura política. Esperamos que essa força possa ser destinada para ações em favor das comunidades do Grande ABC. Há tempos amargamos a carência de representação no nível que merecemos.

Direitos iguais? 2 Parabéns, senhor juiz. E que esta atitude não seja exceção, mas regra. Fato! Jorge Luiz de Oliveira

Representatividade Cada vez mais o poder político de Luiz Marinho desponta no cenário regional. Desde a época de Celso Daniel não se dispúnhamos de quadro dessa enverga-

Creso de Franco Peixoto é engenheiro Civil, mestre em Transportes e professor do Curso de Engenharia Civil da FEI (Fundação Educacional Inaciana)

Afonso Penna Encontro com Bonome evidencia influência de Marinho

Os comentários acima estão no site www.reporterdiario.com.br

Jornalista responsável: Airton Resende Edição: Aline Bosio e Maria do Socorro Diogo Reportagem: Aline Bosio, Carolina Neves, Larissa Marçal, Leandro Amaral e Natália Fernandjes

Comercial: Claudia Plaza e Alessandra Duran Fotos: Marciel Peres e Carolina Neves Suporte Operacional: Pedro Diogo Administrativo: Rita de Cássia B. da Silva

Tiragem auditada por:


Quarta-feira, 22 de junho de 2011

Repórter Diário

CIDADES

Obras do Projeto Aquapolo estão dentro do prazo Marciel Peres

Aline Bosio O projeto Aquapolo, empreendimento que será responsável pela produção de água de reuso para fins industriais, já concluiu 49% das obras. Até agora foram instalados 5,8 km de adutora ao longo da avenida dos Estados, atualmente com sete pontos interditados por causa dos trabalhos. Ao todo, serão 16 km de adutoras, distância entre a ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) ABC – local onde será feito o tratamento - e o Polo Petroquímico, o beneficiado pelo projeto. A ação, inédita no mundo em tamanho e tecnologia empregada (ultrafiltração com osmose reversa), é fruto de parceria entre a Sabesp e a empresa Foz do Brasil e produzirá cerca de 650 mil litros de água de reuso por segundo, volume suficiente para abastecer municípios como Diadema e Santos. Todo o material será encaminhado ao Polo Petroquímico e utilizado no resfriamento de caldeiras e manutenção de máquinas. “O Aquapolo está capacitado para produzir até mil litros por segundo de água de reuso para fins industriais, o que o torna o maior projeto do gênero no Hemisfério Sul. O Polo Petroquímico consumirá 65% desta produção”, explica Guilherme Paschoal, diretor da Aquapolo Ambiental. “O volume excedente, de 350 litros por segundo, poderá ser ofertado para as empresas da região in-

Ao todo, serão instalados 16 km de dutos ao longo da avenida dos Estados teressadas”, destaca o diretor. A previsão para início do fornecimento da água de reuso ao Polo é meados de 2012. Durante a apresentação do projeto, ano passado, Paschoal salientou que a principal vantagem da implantação do projeto é a ambiental, uma vez que além de tratar o esgoto que é jogado nos rios, fará com que

a água potável, destinada para uso humano, não seja mais empregada em ações industriais. “O Polo hoje consome água do Tamanduateí e água tratada, o que gera custos. Então, há 10 anos, o Polo resolveu buscar uma solução sustentável para tentar diminuir todo o valor gasto com o tratamento das águas provenientes do rio

e com a compra de água potável, além de deixar de utilizar um produto destinado ao ser humano”, completa. Segundo o diretor, a água de reuso, em média, custa 70% do preço da água tratada. O contrato, que tem duração de 33 anos, absorverá investimento de R$ 253 milhões, tudo da iniciativa privada.

O que é água de reuso? A água de reuso é obtida por meio do tratamento dos esgotos gerados pelos imóveis conectados à rede coletora de esgotos. O material pode ser utilizado nos processos que não requerem água potável, mas sanitariamente segura, com redução de custos e garantia do uso racional da água. Este tipo de água não é potável, portanto não deve haver nenhum tipo de uso ou consumo humano, apesar de sua aparência ser semelhante à potável. Fonte: Sabesp

RD positivo/negativo Marciel Peres

Aventura Quem passa – ou pelo menos tenta passar – pela calçada da rua Senador César Vergueiro, no bairro Rudge Ramos, em São Bernardo, encontra verdadeiras armadilhas no meio do caminho. Além da raiz da árvore ter destruído o cimento, pedestre tem de desviar do lixo.

Ratos Funcionários da Prefeitura de Santo André colocaram veneno para conter a proliferação de ratos no centro do município. A ação foi realizada na tarde desta terça-feira (21) na rua Álvares de Azevedo. Envie sugestões ou fotos de situações ou locais, positivas ou negativas, que chamam a atenção pelas cidades do ABC, com seu nome e telefone para a redação do Repórter Diário pelo e-mail redacao@reporterdiario.com.br

Hospital da Mulher no Sta. Paula está atrasada Anunciado como uma das intervenções da Prefeitura na área da saúde neste mandato, o Hospital da Mulher ainda não é realidade em São Caetano. A Administração do prefeito José Auricchio Júnior (PTB) lançou a pedra fundamental da unidade mês passado. Como a previsão da obra é de 12 meses, não poderão ocorrer imprevistos e intempéries, caso contrário, a conclusão não será entregue neste mandato. A obra fará parte do complexo formado pelos hospitais Maria Braido e o Infantil e Maternidade Márcia Braido, no bairro Santa Paula. O equipamento está sendo construído onde funcionava o estacionamento do Maria Braido, localizado entre a rua São Paulo e a avenida Vital Brasil Filho. Ainda segundo o Palácio da Cerâmica, o novo hospital terá atendimento 24 horas de ginecologia e pré-parto, ala de internação e de cirur-

A Ecovias espera receber durante o feriado de Corpus Christi (23) entre 150 e 250 mil veículos no Sistema AnchietaImigrantes. A contagem se inicia à 0h de quarta-feira (22) e vai até as 24h de domingo (26). Pela previsão da concessionária, o movimento de veículos no sentido litoral começa a aumentar a partir das 10h de quinta-feira (23) e deve se manter intenso até as 16h. Durante o período, a Ecovias implantará a Operação Descida (7×3), disponibilizando sete faixas para descida da serra e três faixas para subida. No domingo (26), a partir das 10h, a Ecovias prevê movimento intenso no sentido São Paulo e, para atender essa demanda, será implantada a Operação Subida (2×8), com descida apenas por uma das pistas da Anchieta (sul) e subida pelas duas pistas da Imigrantes e pela pista norte da Anchieta. A operação deve se estender até as 22h.

gias ginecológicas, além da unidade de terapia intensiva neonatal. Com o Hospital da Mulher, a previsão é que o número de leitos do complexo passe de 174 para 258. Para ajudar a população a lembrar de promessas de campanhas ou anúncios de projetos, feitos por gestores de prefeituras do ABC, Estado e União, mas ainda não cumpridos, o Repórter Diário publicará, a cada edição, a coluna Estamos de Olho. Se você quiser participar envie sugestão para o e-mail redacao@reporterdiario.com.br aos cuidados da coluna Estamos de Olho. (Leandro Amaral)

Vice-presidente do S.Caetano é assassinado Da Redação O vice-presidente de futebol do São Caetano, Luiz de Paula (55 anos) e o irmão, funcionário do clube, Adílson de Paula (47), morreram na tarde desta terça-feira (21) após terem sido baleados a cerca de três quilômetros da sede do clube. De acordo com a polí-

Mais de 150 mil veículos descerão ao litoral Da Redação

3

Marciel Peres

cia, os dois foram alvejados dentro de um carro sem ter havido anúncio de assalto ou briga de trânsito, o que fortalece a hipótese de execução. As vítimas foram socorridas no pronto-socorro vila Alpina, no entanto, não resistiram aos ferimentos e morreram. O caso foi encaminhado para o 56° Distrito Policial, na vila Alpina.

Começa construção de UPA Baeta Neves Da Redação

O movimento deve começar a ficar carregado às 10h de quinta

São Bernardo deu início nesta segunda-feira (20) a construção da UPA do bairro Baeta Neves. O prazo de entrega é para agosto, dentro das comemorações dos 458 anos do município. Destinado a atender urgências e emergências de baixa e média complexidade, o novo equipamento de saúde será erguido na rua dos Vianas, 933, e funcionará 24 horas, inclusive nos finais de semana. O investimento na construção será de R$ 3,7 milhões, sendo R$ 1,5 milhão do Ministério da Saúde e R$ 2,1 milhões da Prefeitura, por intermédio do Fundo Municipal de Saúde. Os serviços da nova UPA deverão beneficiar os usuários dos territórios das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Baeta Neves, Vila Euclides, Santa Terezinha e Farina. A capacidade de atendimento será de cerca de 250 pessoas por dia.


4

Repórter Diário

CIDADES

Quarta-feira, 22 de junho de 2011

Guerdson Ferreira reestrutura seccional para reduzir violência Natália Fernandjes e Airton Resende Há pouco mais de 30 dias como delegado titular da Delegacia Seccional Santo André, Guerdson Ferreira iniciou reestruturação no comando das 19 delegacias de polícia, 11 delas em Santo André, seis em Mauá, uma em Ribeirão Pires e uma em Rio Grande da Serra. Entre as prioridades do novo comandante, que já atuou no ABC como delegado do 1° e do 4° DPs (Distritos Policiais) de Santo André e diretor da Cadeia de São Caetano, estão o combate a roubo e furto de veículos, e campanha contra o uso de drogas nas escolas. Outra ação será a criação de uma delegacia para investigação de homicídios. A unidade deverá abrir as portas em julho, no segundo subdistrito de Santo André. Questionado sobre o prazo para que as ações programadas surtam efeito, Guerdson Ferreira avalia que os resultados precisam aparecer em breve, já que os delegados seccionais não costumam permanecer por muito tempo no posto. Confira abaixo a entrevista na íntegra: Repórter Diário: Como o delegado analisa o convite para assumir a Seccional? Guerdson Ferreira: Mudanças são meio que naturais. Acredito que a administração atual quer colocar pessoas que já tenham trabalhado e conheçam um pouco mais a polícia local. Isso aproxima mais a Polícia Civil da comunidade. Sou oriundo daqui. Tive minha vida toda aqui no ABC, estudei e trabalhei aqui, apesar de morar em São Paulo hoje. Normalmente, os delegados são de fora, não conhecem os policiais, o que dificulta. RD - A passagem pelo ABC traz algum benefício? GF - As pessoas não mudaram muito, só envelheceram como eu, conheço praticamente 80% do pessoal, entre policiais, delegados, investigadores e escrivães. Sei do perfil de cada um. Quando você vai chefiar uma unidade tem de primeiro tomar pé da situação para depois saber onde pode colocar

cada pessoa. Eu pulei essa etapa. RD - Quais são os principais gargalos da Seccional? GF - Temos grandes problemas, como o roubo e furto de carros e uso de entorpecentes. Além disso, precisamos melhorar bastante a área de inteligência. Se a gente conseguir fazer essas três coisas, teremos resolvido grande parte dos problemas. RD - Como será a ação contra furto e roubo de carros? GF - Temos sério problema de roubo e furto de autos e pretendemos trabalhar bastante. Tivemos aumento na incidência ao longo dos anos, principalmente em Mauá e Santo André, tanto é que o seguro do carro é mais caro da região. As ações serão tanto de repressão junto com a Polícia Militar quanto no destino dado a esses veículos, os desmanches. O mais comum nessa região é seguir para São Paulo, por aquele corredor que liga a São Mateus, bairro de São

Paulo. RD - De que forma será feito o combate a entorpecentes? GF - Vamos implantar um sistema voltado ao combate e repressão de entorpecentes, além de educação e prevenção nas escolas. Estamos montando esse sistema, que está sob os cuidados da delegada titular da DISE (Delegacia de Investigação Sobre Entorpecentes), Ana Maria Roque Pacheco. O delegado que tomava conta da DISE acumulava três funções e era difícil para ele ser criativo neste sentido. Coloquei dois delegados na parte de entorpecentes, uma delegada com experiência anterior nesta área de prevenção e um delegado para tratar a parte de repressão. A ação será feita em parceria com as escolas estaduais e municipais. O que a gente pretende é discutir outros meios de instrução dos próprios professores e trazer essa parte educativa para pessoas repercutirem isso. RD - Sua primeira ação no comando foi a reestruturação? GF – Fizemos já bastante coisa. O remanejamento foi a primeira ação, feito de acordo com minhas convicções, sabendo do que cada um é capaz. Trocamos o delegado de Mauá por um daqui (Santo André). Colocamos um delegado no 3º distrito policial de Santo André que estava sem e mais um delegado na DISE. Demos privilégio para o setor de investigações com a reestruturação da parte de inteligência (estudo do mapa da criminalidade), que vai passar a funcionar na seccional. Além dos oito funcionários atuando na inteligência da Seccional, haverá uma pessoa em cada

delegacia para passar as informações. RD - Por que criar uma delegacia para homicídios? GF - Esse projeto já era um plano do delegado seccional anterior. Aqui (vila Valparaíso) é difícil de acessar de ônibus e as testemunhas geralmente são mais carentes. A nova delegacia funcionará daqui um mês no jardim Utinga. Para a população é um ganho ter pessoal especializado investigando este tipo de crime, como em São Paulo com o Departamento de Homicídios. O delegado e 15 investigadores que hoje atuam na seccional passarão a trabalhar lá. RD - As metas serão resolvidas a curto ou longo prazo? GF - Meta acaba se traduzindo em números e nem sempre mostra a realidade. Mas o foco é baixar os índices de furto e roubo de carros principalmente, porque só aparece a incidência da droga quando é apreendida, então não conseguimos quantificar o quanto tem circulando por aí. Como os seccionais aqui duram pouco, a gente de fazer rápido. RD - Por que os delegados seccionais duram pouco? GF - Essa é uma seccional difícil. São cidades em transição econômica. Por espaço de tempo elas foram industriais. Enquanto não encontrarem nova vocação vão se deteriorando. As indústrias foram embora e causaram desemprego. Claro que a criminalidade não é culpa da polícia, mas acaba caindo sobre os comandantes. RD - Como analisa Mauá reivindicar seccional? GF - Primeiro o pessoal tem

Marciel Peres

Ferreira planeja delegacia para investigação de homicídios de entender que seccional é uma unidade de administração que organiza o pessoal. Eu não sou um delegado que está na linha de frente, estou administrando e fornecendo estrutura para que policiais trabalhem. Era mais interessante voltar a ser uma só seccional para o ABC, o que liberaria mais policiais para estar na rua, investigar, fazer os inquéritos e teria menos gente administrando. RD - Qual o relacionamento com as seccionais do ABC? GF - O delegado seccional de Diadema é mais antigo, por isso, o conheço de longa data e tenho relacionamento ótimo com ele. O de São Bernardo é um grande amigo, temos uma vida na polícia parecida, estivemos sempre juntos. O coman-

dante da PM não o conhecia, mas acho que ele está muito bem intencionado. Vamos nos dar muito bem. RD - Como será o trabalho de investir nos policiais? GF - A ideia seria proporcionar infraestrutura melhor de trabalho e tentar incentivar as pessoas. Causar ânimo e levantar autoestima das pessoas, porque percebemos índice de baixo autoestima. Temos sérias dificuldades em diversas áreas, como prisão de mulheres, que precisam ficar com o delegado na delegacia, e problema na demora para sair vagas para presos. Nosso trabalho será estabelecer contato com o Judiciário, conseguir vagas e o escoamento de itens apreendidos que atravancam as delegacias.


Quarta-feira, 22 de junho de 2011

ECONOMIA

Inclui Autos, Saúde e Educação

REPÓRTER DIÁRIO

5

Novo sindicato expõe divergência de bares Natália Fernandjes Foram inauguradas, na última semana, seis sedes do Sinhores (Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares) no ABC. Apesar da existência do Sehal (Sindicato das Empresas de Hospedagem e Alimentação do Grande ABC), Santo André, São Bernardo, São Caetano, Mauá, Diadema e Ribeirão Pires passarão a ter um sindicato próprio em cada cidade. A novidade causou polêmica principalmente em São Bernardo, o que denota divergências entre empresários do setor e o Sehal. Eloi Carlone, presidente do Sinhores São Bernardo, destaca que a reunião de alguns dos principais empresários do ramo de hospedagem e

Wilson Bianchi, presidente do Sehal, destaca que, por enquanto, o Sinhores é uma associação que precisa ser legalizada para se tornar real. “Entendemos que as pessoas têm o direito de se associar, mas bastaria participar da eleição do Sehal para estar à frente de um sindicato”, comenta o presidente do Sehal, fundado há 67 anos e com 14 mil estabelecimentos no ABC. Bianchi destaca que o sindicato não é filiado à Fhoresp porque a federação não atende aos anseios do Sehal.

Fotos:Marciel Peres

alimentação do município foi necessária devido à falta de ações e projetos por parte do Sehal. “Já temos sede, CNPJ, uma associação e agora estamos correndo atrás da carta sindical”, revela. Com cerca de 300 empresas vinculadas, ainda de maneira informal, as principais metas do novo sindicato será investir em mão de obra qualificada, com cursos de formação, palestras e workshops, além de feiras e eventos em parceria com a Prefeitura. “Realizaremos reuniões semanais para listar as demandas dos empresários e cobrar dos órgão Vinculado à Fhoresp (Federação de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Estado de São Paulo), o Sinhores ministrará, a partir de julho, cursos gratuitos de garçom e higiene, e manipulação de alimentos.Inscrições pelo e-mail sinhores.sbc@gmail.com.

Só Sehal é legalizado, diz Wilson Bianchi

“Consideramos que estamos mal representados, por isso decidimos nos associar direto à Federação Nacional de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares”, diz. O presidente do Sehal comenta que fará um trabalho de esclarecer os estabelecimentos menores de São Bernardo quanto ao assunto. “O Sehal vai enveredar por todos os caminhos da legalidade. Não queremos briga, até porque estas empresas são importantes para o segmento”, considera Bianchi. (NF)

S.Caetano abre vagas para qualificação

químico, a própria mulher escolhe outras profissões, mas não é nada de outro mundo”, defende. Segundo Cindi, qualquer empresa pode ser perigosa e, em caso de emergências ou vazamentos, todos os funcionários e até mesmo a comunidade do entorno serão afetados. Técnica de produção plena, Cindi é responsável por coletar amostras de materiais, checar o funcionamento dos equipamentos e avaliar os riscos e segurança do trabalho. Na sua opinião, pró-atividade, resistência e dinamismo são características essenciais para a função que exerce. “Trabalhar em operação de campo exige ainda cuidado para desviar dos obstáculos e não se queimar”, comenta. (Natália Fernandjes)

• Ser morador de São Caetano há pelo menos dois anos • Estar desempregados há no mínimo dois meses

Eloi quer representatividade

Bianchi critica nova entidade

O que diz a lei

O feriado prolongado de Corpus Christi será o último em que os motoristas de São Paulo vão pagar o atual valor nas praças de pedágio do Estado de São Paulo. A tarifa sobe no dia 1º de julho e o reajuste, em alguns casos, deve chegar a 9,77%, segundo cálculos feitos por empresários do setor. Diferentemente do ano passado, os valores serão arredonda-

dos de R$ 0,10 em R$ 0,10. O aumento obedece aos índices dos contratos de concessão assinados com o governo do Estado. Os mais antigos, dos anos 1990, são corrigidos pelo Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), da Fundação Getúlio Vargas (FGV). É o caso da Castelo Branco e dos Sistemas Anchieta-Imigrantes e Anhanguera-Bandeirantes, que ligam a capital paulista ao interior do Estado e ao litoral.

• Ter ensino fundamental incompleto • Não estar recebendo seguro desemprego ou outro benefício previdenciário • Ter renda familiar bruta mensal per capita igual ou inferior a R$ 340

• Segundo o artigo 8º da Constituição Federal, é livre a associação profissional ou sindical. A lei não poderá exigir autorização do Estado para a fundação de sindicato, ressalvado o registro no órgão competente, vedadas ao poder público a interferência e a intervenção na organização sindical. • É vedada a criação de mais de uma organização sindical, em qualquer grau, representativa de categoria profissional ou econômica, na mesma base territorial, que será definida pelos trabalhadores ou empregadores interessados, não podendo ser inferior à área de um município.; • Ao sindicato cabe a defesa dos direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria, inclusive em questões judiciais ou administrativas.

Divulgação

Venda e aluguel de imóveis caem em São Paulo A venda de imóveis usados na capital paulista em abril apresentou queda de 0,10% na comparação com março e a locação de casas e apartamentos residenciais recuou 1,98%, segundo pesquisa feita pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo (Creci-SP) com 475 imobiliárias. Já os preços médios dos imóveis vendidos subiram 1,26% e dos aluguéis, 5,15%. "A pressão sobre os preços dos usados e sobre o aluguel vai continuar, enquanto o déficit habitacional não for eliminado", disse o presidente do Creci-SP, José Augusto Viana Neto, em nota distribuída à imprensa. Para ele, vai demorar anos para que o País alcance o equilíbrio habitacional. Por isso, de acordo com a pesquisa, a tendência a curto e médio prazos é de subida dos preços dos imóveis usados e dos aluguéis. Tanto o preço de venda dos imóveis usados quanto dos aluguéis registraram alta

acima da inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) nos últimos 12 meses até abril: 11,13% e 8,12%, respectivamente. No mesmo período, o IPCA ficou em 6,51%. Os apartamentos lideraram as vendas (71,37%) e as casas corresponderam a 28,63%. Já em relação ao aluguel de imóveis em abril, 50,16% corresponderam apartamentos e 49,84%, a casas. Ainda segundo o estudo, 71,37% dos imóveis vendidos em São Paulo foram negociados com preço acima de R$ 200 mil, 52,03% envolveram financiamento da Caixa Econômica Federal (CEF) e 47,56% foram feitos à vista. A inadimplência nos aluguéis, conforme o Creci-SP, aumentou 20,36% em abril ante o mês anterior - a média de inquilinos em atraso passou de 3,34% para 4,02%. No entanto, o número de ações propostas nos fóruns da cidade caiu 3,03% em abril. (AE)

Projeto sobre emprego doméstico sai até dezembro

Cindi Farias iniciou carreira no setor petroquímico em 2004

Pedágios vão subir dia 1º de julho Da Redação

co e Relações de Trabalho) e a expectativa é que 80% dos 270 participantes da primeira turma, que se forma em julho, seja inserido no mercado de trabalho”, acredita. As aulas começam em julho e ocorrerão três vezes por semana, das 12h30 às 16h, na USCS (Universidade de São Caetano). Ao fim do curso, com duração três meses, os participantes receberão certificado e serão encaminhados para a Sedert. Os alunos recebem ajuda de custo de R$ 340 mais uma cesta básica por mês. Os interessados devem comparecer até 24 de junho na Seais (Secretaria de Assistência e Inclusão Social), na rua Antonio Bento, 180, bairro Santa Paula. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Informações pelo telefone 42288900. (NF)

Programa exige...

Setor operacional da Braskem ABC agora tem mulher Desde maio, a Unidade de Insumos Básicos da Braskem, em Santo André, passou a contar com presença feminina no seu quadro de 541 funcionários na parte operacional. A gaúcha Cindi Farias agora faz parte da equipe de técnicos de produção plena da empresa do setor petroquímico. A unidade já possui 38 mulheres, mas todas no setor administrativo. Cindi Farias iniciou sua carreira no setor petroquímico em 2004 como estagiária na área de Técnica em Operação na UNIB 2 RS. A técnica considera estranho o fato de ser a única mulher a trabalhar no setor de operações da empresa, já que a unidade da Braskem no Rio Grande do Sul possui mulheres na área operacional. “Talvez por acreditar que é perigoso trabalhar com produto

A população desempregada de São Caetano, com idade entre 30 e 59 anos, pode aderir ao Proquali (Programa Municipal de Qualificação Profissional) até dia 24. A segunda edição do projeto oferece 300 vagas para capacitação nas áreas de atendimento, recepção (ascensorista, telefonista e escritório), portaria (segurança e manobrista), jardinagem, limpeza, hotelaria (camareira, alimentação e cozinha), encanador e eletricista. Marisa Catalão, secretária de Assistência e Inclusão Social de São Caetano, revela que o objetivo é realizar inclusão social dentro do mercado de trabalho. “Os cursos foram criados de acordo com a demanda de vagas em aberto na Sedert (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômi-

Já para as rodovias que tiveram os contratos assinados tendo como fator de correção o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), um indicador mensal de preços do varejo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o reajuste chegará a 6,55%. Nesse caso estão incluídas rodovias importantes, como a Dom Pedro, a Carvalho Pinto, a Raposo e o Rodoanel. O cálculo final do valor do

pedágio de cada praça, no entanto, não é feito apenas aplicando o índice de reajuste ao valor vigente. A Agência Reguladora dos Serviços de Transportes de São Paulo (Artesp) ainda faz as contas levando em consideração também o tipo de pista (se é duplicada ou simples, por exemplo) e a extensão percorrida. O arredondamento é definido pelo governo do Estado - no ano passado, foi de R$ 0,05 em R$ 0,05. (AE)

Até o final do ano, o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, apresentará um projeto de lei com ideias sobre a formalização do emprego doméstico para a presidente Dilma Rousseff avaliar. "Não tenho fórmula pronta. Acabei de chegar da reunião da Organização Internacional do Trabalho (OIT)", disse. "Vou mandar a proposta até o final do ano à presidente. A decisão é dela", acrescentou. Para o ministro, é preciso adaptar a realidade do mercado de trabalho à situação dos empregados domésticos. Segundo ele, há cerca de 7 milhões de trabalhadores atuando nos lares brasileiros e a perspectiva é de que os que possuem carteira assinada não passe de 10% desse total. Atualmente, esses trabalhado-

res ainda não têm direito a FGTS, seguro desemprego, abono salarial e hora extra. "É hipocrisia dizer que é da família e depois não pagar seus direitos", avaliou. Lupi disse que já começou a conversar sobre o assunto com o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves. É possível que seja realizado, segundo ele, um sistema muito parecido com o Simples para o empregador doméstico."Temos de encontrar mecanismos que motivem contratação." O ministro do Trabalho descartou que a maior quantidade de direitos concedidos aos empregados possa engatilhar uma série de demissões. "Essa história de demissão podia ser no passado, mas hoje é referência na geração de emprego", argumentou. (AE)


6

Repórter Diário

Quarta-feira, 22 de junho de 2011

AUTOS

Luiza Dantas/Carta Z Notícia

Fiat Bravo finalmente emplaca nas vendas

Na configuração básica, o veículo é encontrado a partir de R$ 56,8 mil Rodrigo Machado Da Auto Press A meta da Fiat com o lançamento do Bravo, no final de 2010, era chegar à segunda colocação do segmento de hatches médios, posto ocupado pelo Ford Focus, batendo nas 1,5 mil unidades vendidas por mês – o líder Hyundai i30 ainda está longe, com cerca de 3,5 mil carros por mês. Nos primeiros meses de comercialização, o novo veículo da marca italiana não conseguiu alcançar nem mesmo rivais mais defasados, como Chevrolet Astra e Volkswagen Golf. Mas, com o tempo, o mercado começa a absorver o belo hatch da Fiat. Nos

últimos dois meses fechados – abril e maio –, o Bravo conseguiu números aceitáveis. Foram 1.001 e 1.191 unidades vendidas, respectivamente. Não é o suficiente para brigar pela vice-liderança, mas ele já começa a se situar no meio do embolado nicho de hatches médios. E o principal responsável por isso é a versão de entrada Essence, que representa 60% do mix de vendas. Além do bom resultado crescente e de uma digna posição no ranking do segmento, se a média mensal de mil unidades for mantida, o Bravo vai superar a sombra de seu antecessor, o Stilo, que, em sua melhor fase, rondava os mil exemplares mensais.

Na configuração de entrada, o Bravo sai por R$ 56.840. De fábrica, vem com itens praticamente obrigatórios entre os médios, como arcondicionado, direção elétrica, trio elétrico, volante com regulagem de altura e profundidade, rodas de liga leve de 16 polegadas, airbag duplo, ABS, rádio/CD/ MP3, computador de bordo e cruise control. Como opcionais, a Fiat oferece navegador de setas integrado ao painel de instrumentos, seis airbags, sensores de estacionamento traseiro e dianteiro, bancos com revestimento parcial em couro e teto solar Skydome. Por enquanto, o motor é

o mesmo para toda a linha Bravo. O 1.8 16V E.torq, que consegue gerar 132/130 cv de potência atingidos a 5.250 rpm e 18,9/18,4 kgfm de torque a 4.500 rotações. Além dele, a Fiat prometeu a variante T-Jet equipada com propulsor 1.4 turbo de 152 cv para março, mas o modelo ainda não chegou às revendas da marca. Mesmo sendo um carro relativamente novo no mecado nacional, existe a chance de o Bravo ser descontinuado na Europa. Como foi lançado em 2007, é esperada uma nova

geração do modelo para os próximos anos.

Entre os itens de fábrica estão ar-condicionado, volante com regulagem de altura e profundidade e rádio CD/MP3


Quarta-feira, 22 de junho de 2011

Faltam geriatras no País Segundo a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia, são necessários cinco mil profissionais para atender à atual demanda

Atualmente há apenas 922 geriatras em atuação no País, sendo que seriam necessários cinco mil Metabólica, o número baixo de geriatras não é exclusividade do Brasil. Países da Europa sofrem do mesmo problema. De acordo com Silvia, campanhas de valorização buscam destacar a importância deste médico, que costuma ser desvalorizado no mercado. “O geriatra trata das pessoas e não apenas de órgãos, mas mesmo assim não recebe o merecido valor”, destaca a presidente da SBGG.

Bem estar Geriatria é o ramo da medicina que foca o estudo, a prevenção e o tratamento de doenças e da incapacidade em idades avançadas. O objetivo é melhorar a qualidade de vida do paciente e atua em parceria com outros especialistas, como nutricionistas e psicólogos. Segundo Lara, 80% dos problemas de um idoso pode ser solucionado pelo geriatra e 20% de outro especialista.

A regularidade das consultas ainda depende das características de cada paciente, segundo Lara. Os independentes normalmente recorrem com menos frequência ao especialista e comparecem ao consultório apenas duas vezes ao ano. Em contrapartida, os mais frágeis são vulneráveis a problemas médicos e devem ir ao geriatra a cada três meses. (Colaborou Larissa Marçal)

Seis em cada 10 reclamam de convênios Agência Brasil Quase 60% dos usuários de plano de saúde enfrentaram algum problema no serviço ofertado no último ano. É o que revela uma pesquisa encomendada pelo CFM (Conselho Federal de Medicina) ao Instituto Datafolha. A

demora em conseguir atendimento em pronto-socorro, laboratório ou clínica é a queixa mais comum, apontada por 26% dos entrevistados. Em segundo lugar, aparece a pouca opção de profissionais, hospitais e laboratórios credenciados (21%). Além disso, 14% das pessoas ouvidas

disseram que procuraram serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) por negativa ou restrição de cobertura por parte do plano de saúde. “Essa pesquisa veio confirmar a insatisfação com os planos que já falamos há tempos”, disse o vice-presidente do CFM, Aloísio Tibiriçá.

No entanto, 76% dos entrevistados afirmaram estar satisfeitos com os serviços. Para o vice-presidente, a satisfação dos usuários ocorre depois de terem sido atendidos pelos médicos. “Isso é depois que é atendido. O problema é chegar no médico, é o acesso”, disse.

7

Plano de saúde terá de cumprir prazo Agência Brasil

Marciel Peres

Da Redação A população brasileira está cada vez mais velha. Segundo resultado do Censo 2010, realizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em 10 anos o número de pessoas com mais de 60 anos cresceu 2,59%. Como consequência, segundo a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG), o número de geriatras no País está muito longe do ideal, embora também tenha aumentado. Silvia Pereira, presidente da SBGG, afirma que o número de profissionais que se forma com a especialização voltada para o tratamento do idoso ainda é insuficiente. “A cada ano são formados apenas 60 geriatras no Brasil”, conta Silvia. De acordo com a especialista, atualmente há apenas 922 profissionais da área em atuação. Seriam necessários ao menos cinco mil médicos para o volume de idosos, o que significa um geriatra para cada mil brasileiros. Segundo Lara Miguel Quirino, geriatra da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e coordenadora do Ambulatório de Doença

Repórter Diário

SAÚDE

A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) estabeleceu prazos máximos de atendimento a usuários de planos de saúde e odontológicos. Das reclamações recebidas pela agência reguladora, 9% são por causa da demora no atendimento e 60% estão relacionadas à negativa de cobertura – por exemplo, quando o usuário não consegue marcar consulta com determinado especialista. A norma começa a valer dentro de três meses. Se a operadora não cumprir a resolução, estará sujeita a pagamento de multa no valor de até R$ 80 mil ou um fiscal da ANS irá avaliar se o plano de saúde possui rede credenciada de profissionais capaz de atender aos clientes. Quando o usuário não conseguir atendimento dentro do prazo previsto e a

operadora não oferecer alternativa, o cliente pode procurar um profissional não credenciado e depois solicitar o reembolso pelo pagamento da consulta ou serviço prestado. De acordo com a resolução da ANS, o plano tem até 30 dias para ressarcir o usuário. Nos casos em que não há um profissional credenciado no município onde reside o usuário, a operadora deve providenciar e custear o transporte do cliente até um prestador e o retorno à cidade de origem. No entanto, a ANS alerta que o prazo vale para atendimento com qualquer médico ou dentista da rede credenciada, ou seja, não há garantia para o usuário ser atendido por um profissional de sua escolha. Isso, segundo a agência reguladora, porque o profissional selecionado pode estar com a capacidade de atendimento no limite.

Veja o estabelecido • Até três dias úteis: exames de laboratório em regime ambulatorial • Até sete dias úteis: consulta básica (pediatria, clínica médica, cirurgia geral, ginecologia e obstetrícia) e consultas com cirurgião-dentista • Até dez dias úteis: consultas com fonoaudiólogo, nutricionista, psicólogo, terapeuta ocupacional, fisioterapeuta, outros serviços de diagnóstico e atendimento hospitalar (dia) • Até 14 dias úteis: consultas nas demais especialidades médicas • Até 21 dias úteis: procedimentos de alta complexidade e internação eletiva (marcada) • Imediato: urgência e emergência • Não há prazo para consulta de retorno. Fica a critério do profissional responsável pelo atendimento Fonte: Agência Brasil


8

Repórter Diário

EDUCAÇÃO

Quarta-feira, 22 de junho de 2011

Leitura é imprescindível na redação do vestibular Aline Bosio Com a chegada dos vestibulares do meio do ano, muitos candidatos buscam dicas e meios de treinar a redação, uma das partes mais temidas pelos estudantes. Além da prática, a leitura constante de todo tipo de material é fundamental para que o vestibulando consiga ter conteúdo e organização na hora de elaborar um texto. A professora Cátia Veneziano Pitombeira, coordenadora do curso de Letras da Universidade Metodista de São Paulo (Umesp), explica que é comum os estudantes se perderem durante o texto, por falta de conhecimento do assunto trabalhado ou desorganização das ideias que pretendem colocar no papel. “O ponto primordial é organizar as ideias, assim como estabelecer diálogo entre elas”, lembra. Segundo Cátia, apesar da redação ser importante nos vestibulares, saber escrever bem é fundamental para qualquer cidadão, independentemente da idade ou objetivo final. “Falar e escrever bem é algo que serve para todos. É comum ouvirmos histórias de problemas que acontecem em algumas empresas gerados por um e-mail escrito de maneira confusa”, destaca. “Por isso, é importante saber escrever um texto com começo, meio e fim, sabendo argumentar e justificar o ponto de vista”, completa a professora, que ministrou neste dia 21, palestra em

Marciel Peres

workshop de redação na Universidade Metodista. Leitura Preguiça intelectual. É assim que o professor de Língua Portuguesa da UniABC (Universidade do Grande ABC) e Firp (Faculdades Integradas de Ribeirão Pires), Sérgio Simka, define a falta de vontade de alguns jovens na hora de ler. De acordo com Simka, a facilidade de encontrar resenhas e críticas de algumas obras na Internet faz com que muitos estudantes abandonem os livros. “Com a Internet, ficou muito mais fácil encontrar resumos de livros. Com isso, o aluno não precisa nem parar para refletir ou analisar a obra, pois já tem tudo pronto”, completa Simka. Cátia é da mesma opinião. Acredita que as novas gerações de alunos leem cada vez menos. “Na minha época, eu tinha de ler muito, o livro todo sozinha. Isso mudou ao longo do tempo. Agora parece tudo mais fácil”, lamenta. Segundo os professores, sem leitura e sem o acompanhamento dos fatos que acontecem no dia-a-dia, o candidato terá ainda mais dificuldade de escrever uma boa redação na hora do vestibular. “A parte gramatical é muito importante no texto, mas o conteúdo é fundamental. Um texto bem escrito prende a atenção do avaliador e pode ser muito importante para o vestibulando”, ressalta a coordenadora do curso de Letras da Umesp.

ProUni vai oferecer 92 mil bolsas de estudo Agência Brasil Para o segundo semestre de 2011, o ProUni (Programa Universidade para Todos) oferecerá 92 mil bolsas de estudo em instituições privadas a estudantes que concluíram o ensino médio em escolas públicas. As inscrições começaram segunda-feira (20) e seguem até sexta-feira (24), exclusivamente pela internet. Do total de bolsas oferecidas pelo ProUni nesta edição, 46.970 são integrais e 45.137 parciais, que custeiam 50% da mensalidade. O benefício integral pode ser pleiteado por candidatos que tenham renda familiar per capita mensal de até 1,5 salário mínimo. Já as parciais destinam-se a estudantes com renda familiar per capita de até três salário mínimos. Para participar do ProUni

o estudante também precisa ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2010, ter atingido o mínimo de 400 pontos na média das cinco provas e não ter tirado zero na redação. Ao inscrever-se, o candidato pode escolher até três opções de curso e instituições diferentes. A divulgação da lista dos pré-selecionados em primeira chamada está prevista para o dia 27 de junho. Os aprovados deverão comparecer às instituições de ensino para as quais foram selecionados até o dia 6 de julho, a fim de comprovar as informações prestadas durante as inscrições. Haverá ainda mais duas chamadas, nos dias 12 e 25 de julho, para preencher as vagas remanescentes. O cronograma completo e a lista das vagas disponíveis podem ser consultados no site do programa.

Sisu tem 17 candidatos por vaga disponível

Professora Cátia ressalta importância da organização das ideias

Dicas para se dar bem • Preste atenção no enunciado. Verifique que tipo de redação é pedido e se é dado o assunto ou o título do texto a ser elaborado. • Elenque todos os pontos que pretende colocar no texto. • Separe o que irá ser colocado na introdução, no detalhamento, na justificativa e na conclusão. • Escreve entre três e quatro parágrafos. • Utilize linguagem simples. Erros graves podem ser cometidos ao tentar utilizar palavras rebuscadas. Fontes: professores Cátia Veneziano Pitombeira e Sérgio Simka.

Cerca de 450 mil estudantes se inscreveram para participar do Sisu (Sistema de Seleção Unificada), edição do segundo semestre deste ano. As inscrições foram encerradas no domingo (19) e a lista dos aprovados em primeira chamada será divulgada nesta quarta-feira (22). Criada pelo Ministério da Educação (MEC) no ano passado, a ferramenta unifica a oferta de vagas em instituições públicas de ensino superior. O número de interessados é quase o dobro dos inscritos na edição do segundo semestre de 2010, quando 230 mil participaram do processo seletivo. Para o próximo semestre foram oferecidas 26 mil vagas em 48 instituições de ensino superior, o que significa que há 17 candi-

datos para cada uma das vagas disponíveis. Os aprovados terão os dias 27 e 28 deste mês para fazer a matrícula nas instituições de ensino. Caso o participante tenha conseguido uma vaga no curso marcado como segunda opção, poderá permanecer no sistema e esperar pela segunda chamada. Os selecionados para a primeira opção perdem a vaga se não fizerem a matrícula. No dia 2 de julho, o MEC divulga a segunda chamada, com prazo de matrícula nos dias 5 e 6 de julho. Após esse período, o sistema gera uma lista de espera que fica disponível para as instituições selecionarem candidatos para as vagas remanescentes. (AB)


Quarta-feira, 22 de junho de 2011

DECORAÇÃO REPÓRTER DIÁRIO

Inclui Cultura, Novelas, Cinema e Social

9 Fotos: Divulgação

Tapetes esbanjam versatilidade

Projeto da arquiteta Elaine Carelli contrasta cores para valorizar a peça Da Redação Elemento decorativo presente em diversos tipos de ambientes, os tapetes ganham formas, desenhos e cores cada vez mais sofisticados. A peça pode ter a função de marcar a divisão de cômodos, propiciar conforto térmico ou simplesmente levar elegância à composição de um espaço. Quem manda é o gosto. Segundo a arquiteta Elaine Carelli, de São Caetano, a tendência do momento são os tapetes pretos, que dão um tom bastante sofisticado na decoração. “Nesta tendência, os tapetes Shaggy, do tipo indiano, caem muito bem com peças claras, como um sofá branco”, sugere Elaine. Outro destaque são aqueles com texturas,

que possuem comprimentos diferenciados dos fios e que geram desenhos e relevos. Alguns podem ser feitos sob encomenda de acordo com projeto gráfico do arquiteto ou decorador. “Tapetes artesanais feitos de lã, algodão e juta também são bastante procurados”, destaca Raquel Fulep, também de São Caetano. Para os que pretendem gastar um pouco mais com a peça, Elaine lembra do estilo de tapete francês Aubusson, utilizado num dos seus projetos. “Esse tipo de peça possui florais com cores mais fortes, sendo o destaque do ambiente. Por possuir desenhos marcantes, no caso de uma sala de estar, é indicado utilizar uma mesa de centro transparente para não competir com o desenho”, explica. (Colaborou Carolina Neves)

Tipo de ambiente é mandatório A arquiteta Raquel Fulep explica que os tapetes mais comuns são os de fios de nylon ou sisal, facilmente encontrados nas versões liso e listrado. No entanto, para ambientes que exigem maior conforto, como espaços de home theaters e dormitórios, são indicados tapetes com pelos mais altos. “Já para cômodos sociais, peças com pelos mais baixos são mais adequadas, seja de pele ou sisal”, explica Raquel. Na hora da compra as arquitetas explicam

que é importante estar atento quanto ao tamanho e a distância dos outros elementos. “Para salas de estar, os tapetes devem ter distância de no mínimo 10 centímetros do sofá e nunca ficar embaixo do móvel”, lembra Elaine. Para a sala de jantar, Raquel aconselha reservar um metro a mais que o tamanho da mesa. “Para dormitórios uma solução bonita é um tapete retangular, único, com cerca de 80 centímetros abaixo da cama”, ressalta. (CN)

Cor preta pode ser utilizada para contrastar com móveis claros

Material para idoso é especial Uma das orientações na hora de mobiliar e decorar a casa de um idoso é evitar tapetes para prevenir quedas. No entanto, alguns destes itens fabricados especialmente para esse público já podem ser encontrados no mercado. Entre eles estão os antiderrapantes e os de borracha, encontrados em formatos menores e mais seguros para o uso em banheiros, cozinhas ou dormitórios. Esses tipos de tapetes

custam no mercado cerca de R$ 50. Como novidade, cientistas americanos anunciaram recentemente o desenvolvimento de tapetes inteligentes, que identificam a presença de idosos e emitem uma alerta em caso de queda. Os sensores são impressos em uma camada fina do tapete e como utiliza materiais de baixo custo, poderão ser produzidos em larga escala em breve. (CN)

Mercado oferece diferentes estampas e texturas Contatos Elaine Carelli - telefone: 4220-4228 elainecarelli@ig.com.br Raquel Fulep - telefone: 7847-7120 ou 2862-2447 raquel@fulepdesign.com.br


10

Repórter Diário

CULTURA

Quarta-feira, 22 de junho de 2011

Canto e Conto na Serra abre espaço para artistas de S.André Da Redação Os cantores e escritores de Santo André não devem perder esta oportunidade. O Projeto Canto e Conto na Serra, espaço criado para artistas do município divulgarem seu trabalho no 11° Festival de Inverno de Paranapiacaba, está com inscrições abertas somente até 1° de julho. O festival, que começa dia 16 de julho e segue até dia 30, sempre aos finais de semana, reunirá nomes conhecidos da música brasileira, como Jorge Vercilo e Pato Fu. A participação dos artistas será voluntária e sem nenhum tipo de remuneração. O primeiro passo para participar é preencher a ficha de inscrição, disponível no site www.santoandre.sp.gov.br e comparecer na Coordenadoria de Música do município. Os músicos interessados

devem levar no ato da inscrição um CD com gravação de áudio com uma música de autoria própria, texto descrevendo a formação e como iniciou a carreira, além de comprovante de residência em Santo André. Pelo menos um dos integrantes da banda ou do grupo precisa residir no município. Também devem ser preenchidas as declarações de que a composição é de autoria da banda e declaração de uso de imagem, ambos disponíveis no site da Prefeitura. Os escritores devem realizar o mesmo procedimento, porém com cópia do trabalho. Para William Ramos, produtor e cantor da banda Db a Bordo, o projeto significa mais um meio de divulgação da banda, que teve início em 2006 e promove o trabalho por meio das redes sociais. “Essa é uma iniciati-

RD recomenda Marketing não é um bicho de sete cabeças

Serviço Coordenadoria de Música Endereço: praça IV Centenário, s/nº, prédio da Biblioteca, 3º andar, sala 9 Mais informações pelos telefones 4433-0711 e 44330632 ou e-mail musica@santoandre.sp.gov.br

O marketing virou lei no mundo corporativo, porém muitos ainda desconhecem a sua importância no mercado. Atento ao fato, o andreense Mauro Cabral, professor universitário, há quase 20 anos, e diretor da KOT Consultoria Estratégica e Mercadológica, empresa do Grupo Octopus, lançou o livro Marketing não é um bicho de sete cabeças. Inspirado na série de livros do professor Sérgio Simka e sua experiência de carreira, Cabral esclarece de maneira didática o papel do profissional de marketing e se constitui um guia para estudantes de graduação de pequenos empresários que têm interesse na área. O ponto alto do livro fica por conta da clareza e objetividade do texto. “Algumas pessoas ainda confundem publicidade com propaganda, por isso foi dada atenção a alguns conceitos de marketing”, afirma Cabral, que já planeja o

Livro esclarece pepel do profissional segundo título, da série: Atender o cliente não é um bicho de sete cabeças. (LM) Serviço Editora: Ciência Moderna Autor: Sérgio Simka e Mauro Cabral - Ano: 2009 Edição: 1ª Número de páginas: 112 Preço: a partir de R$ 25

Da Redação O espetáculo de humor Improvável, criado, produzido e encenado pela Cia. Barbixas de Humor, será apresentado no Teatro Paulo Machado, em São Caetano, dias 24, 25 e 26. Na sexta-feira e no sábado a comédia inicia a partir das 21h e no domingo a partir das 18h. Inspirado no programa Whose Line is it Anyway – atração de comédia apresentada nos Estados Unidos e Inglaterra – o espetáculo, baseado na improvisação. O grande diferencial da apresentação é a participação efetiva da plateia na criação das cenas por meio da intervenção de um mestre de cerimônia.

Resultado A seleção dos inscritos será realizada pela Curadoria de Artes, Coordenadoria de Música e Coordenadoria da Casa da Palavra, todas do Departamento de Cultura da Secretaria de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo da cidade. A lista dos selecionados, com datas e horários das apresentações, sai dia 6 de julho no site da Prefeitura. (Colaborou Larissa Marçal)

Festival de Inverno começa dia 16 de julho

Teatro Paulo Machado Alameda Conde de Porto Alegre, 840, bairro Santa Maria Valor: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia) Telefone: 2093-3176

Com desafio e segredo, Carros 2 é novidade nos cinemas Da Redação

Mauro Cabral já planeja lançar outra obra

Divulgação/PMSA

va válida, porém a divulgação tem de ser realizada de maneira efetiva”, defende o músico, que pretende participar do festival.

Improvável faz show em S.Caetano

Dos estúdios Pixar, mesmo criador da série Toy Story e Ratatouille, a animação Carros 2 chega às telas de cinema neste final de semana e promete agradar todas as faixas etárias. Dessa vez o astro das corridas, Relâmpago McQueen, e seu amigo, o reboque Mate, testarão a amizade mais uma vez. Na trama, a dupla decide partir em direção aos continentes europeu e asiático para competir no primeiro World Grand Prix, torneio que determinará qual é o carro mais rápido do mundo. Enquanto Relâmpago McQueen compete no Monte

Fuji, em Tóquio, seu fiel escudeiro se vê em meio à espionagem internacional, que o leva a uma perseguição explosiva pelas ruas do Japão e da Europa. A nova versão do filme, repleta de vilões, chega ao clímax em Londres, onde ocorre a última disputa e quando Mate terá de escolher entre ajudar o amigo ou continuar sua missão secreta. Árvore da Vida O filme Árvore da Vida, dirigido pelo diretor americano Terrence Malick e estrelado por Brad Pitt e Sean Penn, foi o grande ganhador do Festival de Cannes - prestigiado festi-

Divulgação

McQueen e Mate terão aventuras na Europa e na Ásia val de cinema internacional - desse ano e levou o prêmio Palma de Ouro, o mais concorrido do evento. A produção narra a vida de Jack e de seus dois irmãos, além de explorar a relação do pai com os três filhos. Enquanto criança, Jack enxerga tudo maravilhoso: sua mãe repre-

senta o amor e seu pai tenta lhe ensinar os princípios para que ele siga o melhor caminho da vida. Somente depois de se encontrar no mundo é que ele consegue perdoar algumas atitudes de seu pai e dar continuidade a sua vida. (Colaborou Larissa Marçal)


Quarta-feira, 22 de junho de 2011

Novelas - sinopses da sema­na de 27 de junho a 2 de julho de 2011

ATEN­ÇÃO: OS RESU­MOS DOS ­CAPÍTULOS ESTÃO SUJEI­TOS A MUDAN­ÇAS EM FUN­ÇÃO DA EDI­ÇÃO DAS NOVE­LAS.

GLOBO 17h35h

GLOBO 18h

GLOBO 19h

GLOBO 21h

RECORD 22h

Repórter Diário

NOVELA/CINEMA

Segunda

TERÇA

QUARTA

QUINTA

SEXTA

SÁBADO

Lúcio ameaça revelar a gravação da conversa entre Pedro e Tereza se o DJ não sair do colégio imediatamente. Josiane incentiva Duda a dar uma chance a Eric. Lúcio pressiona Pedro a inventar logo uma desculpa para sair do colégio. Guilherme pergunta se Catarina está com ciúmes do ex-namorado. Pedro revela seus sentimentos para Tereza.

Pedro insiste na mentira para conseguir que a diretora o transfira de colégio. Tereza conta para Odilon que Pedro vai sair do colégio por ter confessado gostar dela. Guilherme se desculpa com Catarina. Romero pega o celular de Lúcio e acidentalmente envia para todos os alunos a edição da gravação que fez da conversa entre Tereza e Pedro.

Sabendo da gravação, Tereza pede para Pedro explicar sobre a combinação que Lúcio fez com ele. Lúcio acusa Laura de ter feito a gravação da conversa de Tereza. Pedro beija Catarina. Kátia diz a Railda que gosta de Theo, mas não como irmão. Catarina vê o mural de recortes e fotos de Raquel no quarto de Pedro e questiona se ele quer sair do colégio procurá-la.

Pedro afirma a Catarina que não sairá do colégio por causa de Raquel e sim para não prejudicar Tereza. Lúcio diz a Pedro que só entregará a gravação completa de sua conversa com Tereza se ele for embora do colégio. Tereza encerra a reunião dizendo que vai deixar o colégio e Catarina aparece com a prova de que nada aconteceu entra Pedro e a diretora.

Catarina mostra a gravação completa da conversa entre Pedro e Tereza e todos os pais desculpam-se com a diretora do colégio na mesma hora. Iara critica Maicon para Babi. Kátia pede para Theo ajudála a estudar e confessa que acha estar apaixonada por ele. Iara pede para Milton não renovar o contrato de Maicon com o Nacional.

Catarina mostra gravação entre Pedro e Tereza

Jesuíno se surpreende com a notícia de que Açucena se casará com o príncipe Felipe e fica triste. Timóteo pede Carlota em casamento. Petrus se lembra de que Úrsula possuía outro cúmplice além de Nicolau. Açucena tem aulas de boas maneiras com Efigênia. Úrsula diz a Nicolau que acabará com o baile de apresentação de Açucena.

Florinda incentiva Petrus a lembrar quem era o outro cúmplice da duquesa. Jesuíno se entristece ao saber do baile de Açucena. Augusto revela que Cesária será seu par no baile que está sendo elaborado. Úrsula fica animada com a notícia de que Euzébio dançará a valsa com a princesa. Açucena dança com Felipe como uma verdadeira princesa.

Herculano repreende Cícero e Jesuíno por deixarem o acampamento. Inácio confessa a Miguézim que sente falta de Antônia. Miguézim afirma que Açucena não pode ser coroada e observa a tiara que Augusto pretender dar a ela. Petrus decide ir ao baile de surpresa. Úrsula garante a Timóteo que entregará Açucena para ele.

Dora fica chateada ao perceber que Jesuíno aceita seu convite com a intenção de encontrar Açucena no baile. Augusto compra a medalha de Janaína e a entrega para a filha. Miguézim afirma que Açucena não pode sair do sertão por nada. Úrsula e Timóteo trocam olhares quando Açucena desce para o baile. Eles estão tramando contra ela.

Todos no baile admiram Açucena. Timóteo se enfurece quando Augusto e Felipe o afastam da princesa. Euzébio se apavora ao perceber que seus sapatos sumiram e se desespera quando Açucena o leva ao salão para dançar. Zenóbio e Petrus entram no palácio e todos se surpreendem com a chegada do duque. Timóteo fica a sós com Açucena.

Açucena tenta se libertar de Timóteo, mas ele a leva do palácio. Nicolau e Baldini se assustam com a presença de Petrus. Jesuíno vê Timóteo levando Açucena à força do palácio e segue os dois. Augusto invade a fazenda de Timóteo à procura de Açucena. Úrsula dá uma taça com o soro da verdade a Petrus. Açucena entra no palácio e revela que fugiu de Timóteo.

Dulce exige que Guilherme assuma o filho de Márcia. Cristiano dá um anel de noivado a Abelha. Abner e Júlia planejam se casar escondidos. Ícaro diz a Naomi que contratou Pimentel para investigá-la. Guilherme avisa a Pink e Dorival que trouxe comida para eles e Duda e Efraim gravam a conversa. Márcia entra em trabalho de parto e Dulce é avisada.

Márcia é levada para o hospital e Dulce avisa a Guilherme. Naomi finge surpresa ao saber que estava sendo investigada. Tiago convida Júlia para voltar à equipe de escavação e ela impõe que Cristiano também volte. Júlia conta para Abner que voltará para a escavação e os dois comemoram. Alice se comove ao saber do filho de Guilherme e Lilian a ampara.

Herculano se revolta com Guilherme. Júlia aceita voltar para a pesquisa do titanossauro. Júlia faz planos de levar o avô para morar na fazenda. Júlia apoia Dulce e diz que vai ao velório de Márcia com ela. Cristiano conta para Júlia que se decepcionou com Abelha e rompeu o noivado. Guilherme se recusa a velar Márcia.

Abelha devolve o anel de noivado para Cristiano. Guilherme surge no velório e Bira o culpa pela morte de Márcia. Leandro diz à tia que sabe o que aconteceu com Pimentel, mas não pode revelar. Júlia mostra o primeiro osso moldado por Tânia e Isaías se anima. Herculano e Anecy se oferecem para criar o neto e Guilherme concorda.

Dulce recusa a proposta de Herculano e Anecy para cuidar do neto. Minerva impõe que Lilian seja menos carinhosa com Alice. Guilherme pede a ajuda de Áureo para falar com Alice. Duda mostra a Augusta o vídeo de Guilherme escondendo comida no SPA e ela o demite, após flagrá-lo contrabandeando salgados para os hóspedes.

Salomé procura Oséas e avisa que Fernando vai fugir com Lavínia. Ícaro conta para Naomi que Rafael tem leucemia e precisará de um transplante de medula. Guilherme procura Herculano e oferece a guarda do filho. Guilherme inicia o processo de transferência da guarda do filho para os avós maternos. Naomi visita Salomé.

Eunice cede às investidas de Ismael. Léo envia para o blog de Kléber a gravação, feita por Henrique, que incrimina Cortez. Marina consegue gravar a confissão de Léo sobre a sabotagem no avião. Cortez manda Natalie arrumar as malas para fugir do país com ele. Léo ouve Marina combinar um encontro na casa de Pedro.

Cortez guarda dinheiro em uma mala para fugir. Roni tenta convencer Natalie a não seguir os passos do marido. Marina entrega a gravação com a confissão de Léo para Nelson. Léo se desespera ao ver que o fundo da empresa eólica foi resgatado. Léo admite para Wanda que sabotou o avião pilotado por Pedro. Norma manda Léo procurá-la em sua casa.

Léo estranha encontrar Wagner na casa de Norma. Wanda implora para que Pedro desista de denunciar o irmão. Neném conta para Eunice sobre a sabotagem no avião que matou Luciana. Wagner avisa a Cortez que ele será transferido para um presídio. Norma se revela para Léo e ameaça mandá-lo para a cadeia caso ele não trabalhe para ela.

Léo aceita trabalhar para Norma. Cortez é levado para a prisão. Nelson avisa a Pedro que tentará reaver sua licença para voar. Alice vê Daisy com Olívia e acredita que ela seja a filha de Beto. Leila cria um vestido e impressiona Paula. Cortez se aproxima de Clécio para facilitar sua estadia na prisão. Wanda vai à casa de Norma a procura de Léo.

Ismael tranca Léo em seu quarto e Norma despista Wanda. Marina e Pedro planejam seu casamento. André diz para Leila que está namorando Carol. Vinícius se desentende com Rafa por causa de Cecília. Natalie e Douglas confortam Roni. Daisy pede demissão. Pedro e Marina descobrem que Léo sumiu. André pergunta se Carol quer morar com ele.

Carol pede um tempo para pensar na proposta de André. Vitória reclama de Douglas para Bibi. Carol aceita morar com André. Cortez comenta com Wagner sobre sua desconfiança sobre o sumiço de Léo. Wanda pede que Raul a ajude a encontrar Léo. Wagner avisa a Norma que Cortez quer se vingar de Léo.

Cleber observa Francisco e Maurício, escondido. Maurício diz para Francisco que ele mesmo explodiu o veleiro. Cléber parte com o carro a toda velocidade e atropela Maurício. Raimundo chega à confeitaria com o resultado do vestibular. Regina vai até o hotel e pede dinheiro emprestado para Francisco.

Regina tenta fazer com que Patrícia convença Francisco a ajudá-la. Raimundo toma coragem e diz que não passou no vestibular e sequer fez o cursinho preparatório da prova. Um médico avisa para Regina que Maurício está em coma e seu estado é grave. Patrícia fica indignada ao ver o ex-policial em sua casa.

Cleber vai até o hospital para visitar Mauricio. Ele entra no CTI para desligar os aparelhos que mantém o advogado vivo. Alguns integrantes da turma do bolão terminam a compra de seus imóveis com o corretor. Regina vai até a mansão de Francisco e ameaça. A empresária diz que vai acabar com a vida de Rita se o processo movido contra ela não for retirado.

Patrícia chega quando Francisco e Regina discutem. Francisco recebe uma ligação de Patrícia, onde ela diz que está perdendo o bebê. Regina briga com sua filha por ter tomado remédios para passar mal de verdade. Francisco chega correndo em sua casa e encontra os paramédicos. Ele entra em desespero, achando que aconteceu algo com seu filho.

Regina desce as escadas e tranquiliza Francisco dizendo que tudo não passou de um susto. Betão esgana Ernesto. Roseli pega a arma e atira, exigindo que o agiota solte o amante de Divina. Valdisnei diz para Elton que vai entrar na briga pelo amor de Margarida. Carlos vai ao apartamento de Lucas e Andrea para se explicar. Ele revela que Cleber era quase um irmão.

A novela não é exibida aos sábados.

Insensato Coração: André se despede do pai Depois de passar alguns dias internado, Gregório (Milton Golçalves) morre. André (Lázaro Ramos) está ao seu lado nesse momento e fica muito emocionado, pois a doença do pai acaba aproximando os dois. Pouco antes de falecer, Gregório pergunta a André por que ele o acompanha, já que eles nunca se entenderam. André diz que ninguém merece ficar sozinho em uma hora dessas. Na despedida, Gregório pede ao filho que se cuide. Durante todo o tempo em que ficou internado, Gregório teve a companhia de André. Profundamente abalado com a doença do pai, ele passa a valorizar ainda mais sua relação com Antonio, seu filho com Carol (Camila Pitanga). As cenas de Gregório e André serão exibidas a partir de quarta-feira (22). O Astro: Márcio renega a riqueza Em O Astro, Márcio Hayalla (Thiago Fragoso) é filho único de Clô (Regina Duarte) e Salomão

Hayalla (Daniel Filho), o poderoso empresário do Grupo Hayalla. Mesmo criado sob todo luxo e riqueza, Márcio nunca ostentou um só botão. O importante para ele é viver longe da hipocrisia e das seduções desse mundo material. A opção de vida do rapaz é motivo de discórdia na família. É aí que o abismo entre pai e filho se instala. Salomão venceu na vida. De mascate a dono de uma importante rede de supermercados, o empreendedor, apesar de homem honesto e trabalhador, valoriza excessivamente o dinheiro. Os dois são como água e óleo. Salomão não aceita o sonho de seu filho de ser um missionário. Márcio, por sua vez, não consegue engolir toda soberba que reina em sua casa. O Astro, especial da Rede Globo em homenagem aos 60 anos da teledramaturgia brasileira, tem direção de núcleo de Roberto Talma e direção geral de Mauro Mendonça Filho. A releitura da obra de Janete Clair é escrita por Alcides Nogueira e Geraldo Carneiro e estreia em julho.

11

PUBLICIDADE LEGAL Câmara Municipal da Estância Turística de Ribeirão Pires EXTRATO DE TERMO DE ADITAMENTO CONTRATANTE: CÂMARA MUNICIPAL DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE RIBEIRÃO PIRES CONTRATADO: TICKET SERVIÇOS S/A; OBJETO: FORNECIMENTO DE VALE REFEIÇÃO ATRAVÉS DE CARTÃO ELETRÔNICO MAGNÉTICO PARA OS SERVIDORES DA CÂMARA MUNICIPAL VIGÊNCIA: DE 25 DE MAIO DE 2011 A 24 DE MAIO DE 2012, MANTENDO-SE INALTERADAS AS DEMAIS CLÁUSULAS. FUNDAMENTO: INCISO II, DO ARTIGO 57 DA LEI Nº 8666/93 CÂMARA MUNICIPAL DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE RIBEIRÃO PIRES, 13 DE JUNHO DE 2.011. EXTRATO DE TERMO DE ADITAMENTO LOCATÁRIA: CÂMARA MUNICIPAL DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE RIBEIRÃO PIRES LOCADOR: OSWALDO AKIRA KIYAKE OBJETO: LOCAÇÃO DA SALA 21, LOCALIZADA NO SEGUNDO ANDAR DO PREDIO SITUADO NA RUA BOA VISTA, 210, CENTRO, RIBEIRÃO PIRES VIGÊNCIA: DE 10 DE JUNHO DE 2011 A 09 DE JUNHO DE 2012 FUNDAMENTO: § ÚNICO, DO ARTIGO 38, DA LEI Nº 8666/93 VALOR: R$ 480,00 (QUATROCENTOS E OITENTA REAIS) MENSAIS. CÂMARA MUNICIPAL DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE RIBEIRÃO PIRES, 13 DE JUNHO DE 2.011. ATO Nº 1853, DE 30 DE MAIO DE 2.011 A Mesa da Câmara Municipal da Estância Turística de Ribeirão Pires, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais, R E S O L V E: Art. 1º - NOMEAR, a partir de 25 de Maio do corrente exercício, a Senhora JOELMA ARAÚJO DE JESUS para exercer, em Comissão, o cargo de Assessor Legislativo B do Quadro de Pessoal da Câmara Municipal, código-nível C-7 e carga horária de 40 horas semanais. Art. 2º - Este Ato entra em vigor na data de sua publicação. Câmara Municipal da Estância Turística de Ribeirão Pires, 30 de Maio de 2011 – 57º Ano da Instalação do Município. Vereador Gerson Moizéis Constantino, Presidente. Vereador José Vicente de Abreu, Vice-Presidente. Vereador Edson Savietto, 1º Secretário. Vereadora Koiti Takaki, 2º Secretário. Vereador Jorge Luis de Moraes, 3º Secretário. Publicado no órgão oficial e na Portaria da Câmara Municipal. Fábio Henrique dos Santos, Secretário Geral. ATO Nº 1.854, DE 07 DE JUNHO DE 2.011 A Mesa da Câmara Municipal da Estância Turística de Ribeirão Pires, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais, R E S O L V E: Art. 1º - NOMEAR, a partir de 09 de maio do corrente exercício, a Senhora LYGIA CATARINE DIAS BERNARDINO para exercer, em Comissão, o cargo de Assessor Legislativo do Quadro de Pessoal da Câmara Municipal, código-nível C-5 e carga horária de 40 horas semanais. Art. 2º - Este Ato entra em vigor na data de sua publicação. Câmara Municipal da Estância Turística de Ribeirão Pires, 07 de Junho de 2011 – 57º Ano da Instalação do Município. Vereador Gerson Moizéis Constantino. Presidente. Vereador José Vicente de Abreu, Vice-Presidente. Vereador Edson Savietto, 1º Secretário. Vereadora Koiti Takaki, 2º Secretário. Vereador Jorge Luis de Moraes, 3º Secretário. Publicado no órgão oficial e na Portaria da Câmara Municipal. Fábio Henrique dos Santos, Secretário Geral. ATO Nº 1855, DE 10 DE JUNHO DE 2.011 A Mesa da Câmara Municipal da Estância Turística de Ribeirão Pires, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais, R E S O L V E: Art. 1º Fica suplementada, no valor de R$ 90.000,00 (noventa mil reais), a verba do orçamento vigente da Câmara Municipal, abaixo discriminada:

Art. 3º Este Ato entra em vigor na data de sua publicação. Câmara Municipal da Estância Turística de Ribeirão Pires, 10 de Junho de 2.011 – 57º Ano da Instalação do Município. Vereador Gerson Moizéis Constantino, Presidente. Vereador José Vicente de Abreu, Vice Presidente. Vereador Edson Savietto. 1º Secretário. Vereador Koiti Takaki, 2º Secretário. Vereador Jorge Luis de Morais, 3º Secretário. Publicado na imprensa oficial e na Portaria da Câmara Municipal. Fábio Henrique dos Santos, Secretário Geral.

ATO N° 1856, DE 10 DE JUNHO DE 2.011. A Mesa da Câmara Municipal da Estância Turística de Ribeirão Pires, Estado de São Paulo, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo artigo 10, inciso XII, do Regimento Interno da Casa, RESOLVE Art. 1º O artigo 1º do Ato da Mesa nº 1.613, de 02 de março de 2.009, passa a ter a seguinte redação: “Art. 1º O valor de face do “Vale Refeição” instituído e concedido nos termos da Resolução nº 776, de 17 de fevereiro de 2.009, é de R$ 15,00 (Quinze reais)”. Art. 2º As despesas decorrentes deste Ato, correrão por conta das dotações orçamentárias consignada no orçamento da Câmara Municipal, sob nº 01.031.0001.2.0001 – Outros Serviços de Terceiros – Pessoa Juridica. Art. 3º Este Ato entra em vigor a partir de 10 de junho de 2.011. Câmara Municipal da Estância Turística de Ribeirão Pires, 10 de Junho de 2.011 – 57º Ano da Instalação do Município. Vereador Gerson Moizéis Constantino, Presidente. Vereador José Vicente de Abreu, Vice Presidente. Vereador Edson Savietto, 1º Secretário. Vereador Koiti Takaki de Moraes, 2º Secretário. Vereador Jorge Luis, 3º Secretário. Publicado por afixação na Portaria da Câmara Municipal e na imprensa oficial. Fábio Henrique dos Santos, Secretário Geral. ATO Nº 1857, DE 13 DE JUNHO DE 2.011 A Mesa da Câmara Municipal da Estância Turística de Ribeirão Pires, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais, R E S O L V E: Art. 1º Fica concedida Licença para Tratamento de Saúde de pessoa da família à funcionária REGINA PARISI, no período compreendido entre 08 e 10 de junho de 2.011, conforme atestado médico apensado ao seu prontuário funcional. Art. 2º Este Ato entra em vigor na data de sua publicação. Câmara Municipal da Estância Turística de Ribeirão Pires, 13 de Junho de 2.011 – 57º Ano da Instalação do Município. Vereador Gerson Moizéis Constantino, Presidente. Vereador José Vicente de Abreu, Vice-Presidente. Vereador Edson Savietto, 1º Secretário. Vereadora Koiti Takaki, 2º Secretário. Vereador Jorge Luis de Moraes, 3º Secretário. Publicado no órgão oficial e na Portaria da Câmara Municipal. Fábio Henrique dos Santos, Secretário Geral. ATO Nº 1858, DE 21 DE JUNHO DE 2.011. A Mesa da Câmara Municipal da Estância Turística de Ribeirão Pires, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais, R E S O L V E: Art. 1º Fica declarado Ponto Facultativo nas repartições da Câmara Municipal o dia 24 de junho de 2011, sexta-feira. Art. 2º A ausência no expediente, no dia a que se refere o artigo anterior, serão compensadas pelos funcionários. Art. 3º Este Ato entra em vigor na data de sua publicação. Câmara Municipal da Estância Turística de Ribeirão Pires, 21 de junho de 2.011 – 57º Ano da Instalação do Município. Vereador Gerson Moizéis Constantino, Presidente. Vereador José Vicente de Abreu, Vice Presidente. Vereador Edson Savietto, 1º Secretário. Vereador Koiti Takaki, 2º Secretário. Vereador Jorge Luis de Moraes, 3º Secretário. Publicado por afixação na Portaria da Câmara Municipal e na imprensa oficial. Fábio Henrique dos Santos, Secretário Geral.


12

Repórter Diário

social

Quarta-feira, 22 de junho de 2011 Fotos: Marciel Peres

Livia Estevão e Lilian Ciola

Arraiá da OAB A Subseção Santo André da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) promoveu na última sexta-feira (17) festa de confraternização no estilo festa junina. O encontro agitou advogados e políticos da região.

Gilson Godoi e Andrea Cordeiro

Os vereadores Marcos Medeiros e Paulinho Serra Carolina e Eduardo Moura

Fábio Picarelli, presidente da OAB Santo André, acompanhado pela esposa Vanice e os filhos Bruno e Clara Picarelli

André Brigagão e Aline Ternero

Sulsancaetanense A Câmara de São Caetano realizou sessão solene para entregar ao jovem empresário César André Marchetti, diretor da Ossel, o título de Cidadão Sulsancaetanense. A homenagem se deve aos investimentos que a empresa sorocabana tem feito no município. Divulgação/CMSCS

Feijoada beneficente A pizzaria La Vicenza, em São Caetano, iniciou no último sábado (18) a feijoada com show ao vivo aos sábados. A rodada contou com a presença de Thobias, presidente e puxador de samba-enredo da Vai-Vai, escola campeã do carnaval de São Paulo de 2011. Parte da renda do evento foi destinada à Rede Feminina de Combate ao Câncer. Divulgação/Roberta Zetone

O autor da propositura, Jorge Salgado, Rosangela Alves Marchetti, César André Marchetti e o presidente da Câmara, Sidnei Bezerra da Silva

Vice-prefeito de São Caetano do Sul, Walter Figueira Jr. e o homenageado César André Marchetti

Envie sugestões de eventos sociais no ABC para o Repórter Diário no e-mail:

redacao@reporterdiario.com.br

O proprietário do La Vicenza Maurício Filleti, os donos do imóvel Alvaro Cunha e Rose Ferrari, a gerente Monica Riva e Luciana Castilho, nutricionista da casa

Presidentes Lucia Maria Cunha de Oliveira Leite da Rede feminina de Combate ao Câncer e Thobias da Vai-Vai

Edição 22/06/2011  

Edição 22/06/2011

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you