Page 1

Ari Toledo faz show dia 20, em Santo André Página 6

Ano 7 | Nº 2.447| ABC, quinta-feira, 11 de outubro de 2012 | www.reporterdiario.com.br rdTV Foto: Forlan Magalhães

R$ 0,50

Grana, Donisete e Vanessa recebem apoios no 2º turno

Grana tem apoio de Salles, Átila fecha com Donisete e Irmão Ozelito ajuda Vanessa Foto: Forlan Magalhães

ENTREVISTA DA SEMANA - Eleito em São Caetano com o maior número de votos, 3.026, Beto Vidoski (PSDB) conta a trajetória no RDtv - www.reporterdiario. com.br

GASTRONOMIA Foto: divulgação

MACARONS Inspirados em receita francesa do século 16, os macarons são vendidos no ABC por R$ 4 a unidade. Página 6

Dia das Crianças - Comércio da região irá movimentar R$ 45 milhões , segundo Observatório Econômico da Metodista Foto: NatháLia Blanco

Prefeitura rompe com Acisa e mantém decoração de Natal A Prefeitura de Santo André não assinou o convênio para decorar os principais centros comerciais da cidade com enfeites natalinos. “Com esta atitude, o Poder Público demonstra seu total descompromisso com a

população e comerciantes, pois já não existe tempo hábil para que a empresa escolhida pelo comitê possa confeccionar os enfeites", informa a associação por nota. A Prefeitura decidiu decorar de forma direta.

União de hip hop e cordel na região

Novo seriado retrata cultura na periferia

São Bernardo, São Caetano e Santo André recebem a Cooperativa Paulista de Teatro neste fim de semana. O grupo apresentará o espetáculo Um Rap para Teodora, obra definida como resgate da cultura brasileira e elementos do movimento urbano, como o hip hop.

A partir de 1° de novembro, a cultura afro da periferia carioca nos anos 1990 será retratada no seriado Suburbia, exibido pela TV Globo. A trama conta a trajetória de Conceição, menina pobre que deixa o interior de Minas Gerais em busca de vida nova e vai para o moro carioca.

Página 6

Página 6

Mauá e Santo André sofrem falta de água Humaitá, vila Progresso e Parque Erasmo Assunção, em Santo André; e do jardim Guapituba e o bairro Santa Rosa, em Mauá. Página 4

Página 2

Conheça os 7 vereadores mais votados Após vencer uma disputa acirrada pelas vagas nas Câmaras das sete cidades, os vereadores mais votados da região explicam o resultado das eleições e apresentam seus projetos para os quatro anos de mandato.

Página 5

Moradores enfrentam constante desabastecimento e dizem que não sabem mais a quem reclamar. É o caso da população da vila

A poucos dias do segundo turno das eleições, realizadas em 28 de outubro, as alianças começam a ser definidas entre os candidatos. Nesta quartafeira (10), o terceiro colocado da corrida pelo Paço de Mauá, Átila Jacomussi (PPS), declarou apoio para Donisete Braga (PT). O petista deverá contar também com novo comício do ex-presidente Lula, da ministra do Planejamento Miriam Belchior e do já reeleito Luiz Marinho, de São Bernardo. Ainda em Mauá, a também candidata Vanessa Damo (PMDB) contará com a mobilização de Irmão Ozelito (PTB). A candidata também tem cabos eleitorais fora da região, como Erismar Soares, presidente do PPS, Geraldo Alckmin (PPS), governador de São Paulo, e Michel Temer, vice-presidente da República. Em Santo André, o PDT de Raimundo Salles alegou afinidade ideológica com o PT para declarar apoio a Carlos Grana, que disputa o Paço com Aidan Ravin (PTB).

Página 3

Bossa

Gran Plaza - Investimento de R$ 110 milhões garantiu 100 novas lojas e estacionamento coberto Com 100 novas lojas, boulevard gastronômico e estacionamento coberto, o Grand Plaza inaugurou sua nova expansão nesta quarta-feira (10). No mix de lojas âncoras

estão a Renner, Riachuelo, Fast Shop e a Centauro, que já operava no shopping, mas ocupará maior espaço. Já no boulevard gastronômico estão marcas como Capital Steak Hou-

Veja o que abre e fecha neste fim de semana

se, de Brasília, que estreia no ABC, Nahoe Sushi e Cruzeiro’s Bar. O Grand Plaza recebe 1,3 milhão de consumidores por mês e investiu R$ 110 milhões na expansão.

Prefeituras e UBSs estarão fechadas e retomam atendimento na próxima segunda-feira (15). Já os centros comerciais, prontosocorros e cemitérios contiam funcionando.

Página 5

Página 4

Horário de verão Mais de 2 milhões de carros volta no dia 21 deixarão SP neste feriado de outubro As concessionárias que veículos para o litoral e inComeça no dia 21 mais um horário de verão. Na data, os relógios deverão ser adiantados uma hora.

Página 4

administram as principais rodovias do Estado de São Paulo esperam um fluxo de cerca de 2,5 milhões de

terior do Estado durante o feriado de 12 de outubro, Dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. Página 4

índice Política......................Pág. 2 e 3 Opinião...........................Pág. 2 Cidades........................... Pág. 4 Economia .......................Pág. 5 Cultura...........................Pág. 6 Gastronomia..................Pág. 6 Novelas...........................Pág. 7 Cinema...........................Pág. 7 Social...............................Pág. 8


2

Repórter Diário

Editorial

Alianças começam em Mauá

Segundo turno

Os seis candidatos a prefeito de Santo André, Diadema e Mauá que disputam o segundo turno eleitoral abriram a temporada de caça a apoios para se creditarem novamente ao eleitor no próximo dia 28. Nos confrontos Carlos Grana (PT) e Aidan Ravin (PTB), em Santo André; Donisete Braga (PT) e Vanessa Damo (PMDB), em Mauá; e Mário Reali (PT) e Lauro Michels (PV), em Diadema, as conversas e negociações estão a todo vapor. E o início das tratativas é balizado pelo número amealhado pelo candidato fora do segundo páreo e pelo ranking de votos dos candidatos ao Legislativo. O cenário é propício para mudanças repentinas dos discursos de ex-postulantes, que antes eram explosivos e contundentes e agora são cheios de elogios aos adversários e de impressionante amnésia seletiva. Em alguns casos, os apoios traduzem apenas o olhar estritamente fisiológico focados na busca de recursos para cobrir os gastos eleitorais e na participação efetiva nos futuros governos. Ao firmar o acordo eleitoral, o ex-postulante só conseguirá transferir os seus votos se mostrar novamente ao eleitor que suas bandeiras serão incorporadas pelo candidato classificado ao segundo turno. Ao eleitor, cabe este olhar criterioso para valorizar o voto, o bem mais importante que estará disponível apenas daqui quatro anos.

Repórter Político Salles faz corpo a corpo para Grana Terceiro colocado na disputa pelo Paço andreense, com 13,42% dos votos, Raimundo Salles e seus companheiros do PDT irão às ruas para promover a candidatura do deputado estadual Carlos Grana (PT). O apoio foi informado por Adonis Bernardes, presidente do PDT em Santo André, nesta quarta-feira (10). Segundo Bernardes, a escolha foi pautada pela afinidade de governo. Entre as afinidades estão as propostas defendidas por Grana, que seriam próximas das idealizadas pelo PDT. “Entendemos que o governo que o Grana propõe é um governo participativo, modelo mais próximo do que o PDT entende que é viável. Grana também defende a necessidade de realizar um trabalho sério na educação, área prioritária para o nosso partido”, alega. O presidente do PDT ressaltou, ainda, que o partido considerou a administração de Aidan Ravin (PTB), que foi classificada como ruim. “O prefeito Ainda não fez um trabalho bom. Prometeu fazer um trabalho para que a saúde melhorasse, mas a saúde não avançou. Não se construiu nada e não há nenhuma novidade em relação à esta questão”, critica. Declarado o apoio, Bernardes afirmou que todo o partido se mobilizará para eleger o deputado estadual petista e que, neste processo, discutirão formas de integrar a administração do Paço, caso Grana seja eleito. “A forma de participação do governo vai ser construída no diálogo que estaremos tratando dentro deste processo. O PDT tem boa de experiência de trabalho na área de cultura, esporte, desenvolvimento econômico”, conclui. Carlos Grana afirmou que recebeu com muita alegria o apoio de Salles e seu partido, notícia que dará mais entusiasmo ao petista nesta reta final de campanha. “O Salles foi o terceiro colocado, teve 13,42% dos votos válidos [48.744], para mim é uma felicidade imensa. Agora vamos buscar o voto de todos, até de quem votou no atual prefeito. Os militantes do PDT vão se integrar no comando e nas atividades da campanha, no corpo a corpo e na atuação nas fábricas”, relata. Ainda candidato, Grana não definiu quais secretarias pode conceder ao PDT e aos outros partidos coligados. Em relação ao apoio dos demais ex-candidatos ao Paço, Grana conta que as articulações continuam, mas ainda sem definições. “O mais importante é a gente falar com o eleitor, agradecendo os votos e pedindo os daqueles que votaram no atual prefeito”, diz.

Curtas Divergência Fora do segundo turno das eleições em Mauá, Átila Jacomussi (PPS) declarou apoio ao candidato do PT, Donisete Braga, nesta quarta-feira (10). Ao mesmo tempo, a assessoria de imprensa de Vanessa Damo (PMDB), que também disputará a Prefeitura, divulgou que o presidente municipal do PPS, Erismar Soares, declarou apoio à candidata Manente presente Alex Manente (PPS) também confirmou sua presença no evento de apoio à Damo. Procurado pelo RD, Manente declarou que atitude de Jacomussi não condizia com o posicionamento da legenda e que a situação do vereador de Mauá seria analisada em reuniões realizadas pelo partido. O próximo? Donisete Braga foi questionado sobre a possibilidade de Diniz Lopes (PR) ser o próximo nome a apoiá-lo

Quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Opinião / Política

publicamente. Sem afirmar ou negar, Braga reconheceu a legitimidade do político em Mauá e seu empenho na eleição do prefeito Oswaldo Dias. Deixou no ar a confirmação da aliança. Esperar para ver Átila Jacomussi negou o receio em ser punido pelo PPS por não ter adotado a mesma postura da legenda, já que o presidente da sigla na cidade manifestou apoio à Vanessa Damo. Segundo Jacomussi, seu posicionamento se deu a partir de convicções pessoais que não deverão ser punidas pelo partido, classificado por ele como “extremamente democrático”. Semelhança. "Não vou votar nela porque ela se parece com a Carminha", brincou Jacomussi, comparando a semelhança física de Vanessa Damo e a vilã da novela Avenida Brasil, da Rede Globo.

Rua Álvares de Azevedo, 210 Centro – Santo André Tel.: 4427-7800 www.reporterdiario.com.br

Marcelo Melo A 13 dias da definição das eleições municipais, as alianças firmadas pelos prefeituráveis que não chegaram à fase decisiva do pleito em Mauá começam a ser decididas. Enquanto o quarto colocado no primeiro turno, Irmão Ozelito (PTB), declarou nesta terça-feira (9) o apoio à segunda colocada no pleito, Vanessa Damo (PMDB), o candidato petista e vencedor do primeiro turno, Donisete Braga, recebeu nesta quartafeira (10) a garantia de que o terceiro colocado, Átila Jacomussi (PPS), estará ao seu lado nesta reta final. Os apoios comprovam expectativas criadas durante todo o embate eleitoral iniciado em 6 de julho. Ozelito, que obteve 8,17% dos votos no primeiro turno, foi um dos poucos a não criticar de maneira direta o vínculo familiar de Vanessa com o ex-prefeito da cidade, Leonel Damo, pai da candidata. “Desde o início da campanha, disse que não concordava com a administração do PT e seria incoerente apoiálos. Já trabalhei com a Vanessa quando éramos vereadores e sempre tivemos esta afinidade ideológica”, afirmou, ao ressaltar que a prefeiturável se comprometeu a implantar projetos presentes no plano de governo petebista, como a criação da Coordenadoria de Assuntos Religiosos. “Este compromisso foi

Ozelito e Vanessa firmam apoio importante para a minha decisão, que é pessoal e não condicionada à promessa de cargos numa futura administração”, completou. Apesar de sempre se colocar como terceira via e de também tecer criticas à atual administração petista em Mauá, a qual chegou a considerar como catastrófica financeiramente e uma das culpadas pela alta dívida do município, que atinge cerca de R$1,4 bilhão, Jacomussi, terceiro colocado com 13,35%, sempre demonstrou maior proximidade com a retórica de Braga, principalmente ao defender a criação de CEUs (centros educacionais unificados) e de também atacar a administração de Leonel Damo. “Hoje, estamos juntos pela semelhança de nossos planos de governo e por nossa amizade. Nunca pensei em estar de outro lado, pois sei que o Donisete representa o melhor para o

Átila: 'Donisete é pessoa de palavra'

povo de minha cidade”, explicou Átila Jacomussi. “Uma pessoa tem de ter palavra e a outra candidata não demonstrou ter, ao prometer que apoiaria minha candidatura para prefeito dois anos atrás e não cumprir”, finalizou, também sem atribuir nenhum tipo de condição ao apoio declarado, mas deixando no ar a expectativa de ser apoiado pelo possível próximo prefeito nas eleições para deputado. “É cedo, mas um homem vive de sonhos e isso pode acontecer”, disse. Prefeituráveis Enquanto Átila Jacomussi e Irmão Ozelito definem as candidaturas que defenderão até o dia 28 de outubro, data da votação do segundo turno, sem confessar nenhum tipo de contrapartida, os candidatos que de fato estarão no segundo turno se demonstram satisfeitos com a formalização das novas alianças. “O Átila detém uma impor-

tante marca, que é a de ser o vereador mais votado da história de Mauá, me sinto honrado de poder com ele nesta etapa tão importante”, avaliou Donisete Braga, que garantiu a presença do popular-socialista em atividades a serem realizadas nas ruas do município. Vanessa Damo também comemorou o apoio de Ozelito ”Trata-se de uma pessoa que enxerga na política um caminho de fazer o bem às pessoas e estamos irmanados nesse sentimento. Nossa política propositiva vai fazer com que Mauá resgate a dignidade”, declarou. Indefinidos Procurados pelo RD, os candidatos Diniz Lopes (PR), José da Silva (PSOL) e Edimar da Reciclagem (PSDB) não haviam declarado apoio a nenhum dos dois concorrentes até o fechamento desta edição.

Paulo Pinheiro auditará contratos Fotos: Forlan Magalhães

Marcelo Melo Na primeira entrevista como prefeito eleito de São Caetano, realizada esta semana na Câmara do município, Paulo Pinheiro (PMDB) ratificou a intenção propagada durante toda corrida eleitoral de realizar auditoria nos contratos mantidos pela cidade, a partir do início do mandato, em janeiro. “Primeiro tenho de saber o que temos e ter acesso aos contratos para verificar o que podemos melhorar e o que devemos pagar. Designarei pessoas competentes para esta missão”, projetou Pinheiro. Além da promessa, Pinheiro também aproveitou a oportunidade para criticar o tom adotado pela campanha da segunda colocada no pleito e candidata governista, Regina Maura (PTB), que, segundo o próximo prefeito, abusou dos ataques pessoais. “Durante o processo eleitoral, várias men-

Pinheiro critica Regina tiras foram inventadas ao meu respeito. Na reta final, circulava até o boato de que eu desistiria da candidatura por estar doente, mas foram tantas histórias que a população não acreditou e fez sua escolha”, avaliou. Minoria na Câmara Apesar de obter significativa vitória sobre Regina Maura 63,45% dos votos válidos ante

34,8% -, Paulo Pinheiro não terá maioria na Câmara, já que sua coligação conseguiu eleger apenas três dos 19 vereadores da casa. Entretanto, o futuro prefeito de São Caetano demonstrou tranquilidade sobre a questão. “Nunca tive pensamento de influenciar em nada no trabalho do Legislativo, pois cada um sabe de suas responsabilidades. Acredito no bom senso e na ideia de que os eleitos querem o melhor para nossa cidade”, ponderou Pinheiro, que utilizou do mesmo raciocínio para prever como será a transição entre as administrações. “A discussão sobre os nomes que nos ajudarão nesta questão e que assumirão as secretarias só começará após o feriado. Não há data para que sejam anunciados, mas escolherei pessoas técnicas para cada Pasta, ninguém ganhará cargo simplesmente por me apoiar”, prome-

teu, ao citar a segurança e saúde como as prioridades iniciais do mandato que exercerá a partir de 1º de janeiro. Auricchio e Regina Quando indagado sobre sua relação com o ainda prefeito, José Auricchio (PTB), Paulo Pinheiro também fugiu das polêmicas e destacou a atitude do dirigente em parabenizá-lo após as apurações realizadas neste domingo (7). “Só na época da eleição houve essa animosidade, em que cada um defendia seus objetivos. Assim que a eleição terminou, ele me ligou para me parabenizar pelo resultado e me desejar uma boa administração”, revelou. Em relação à candidata Regina Maura, Pinheiro disse não ter recebido o mesmo tratamento. “Até agora não fui procurado, mas pode ser que ela ainda não tenha tido tempo de fazer isto”, finalizou o futuro prefeito.

Aidan se diz vítima do 'mar vermelho' O prefeito de Santo André e candidato à reeleição Aidan Ravin disse que o segundo turno é ideal para esclarecer polêmicas que envolveram sua gestão e para combater o “mar vermelho” formado por centenas de pessoas que praticaram a boca de urna. Aidan citou os casos Cine Teatro Carlos Gomes e Estádio Bruno Daniel como temas que entraram no foco da mídia e da população, já que as obras de revitalização e reforma estão paralisadas e apresentam diversas irregularidades. Em relação ao Bruno Daniel, o candidato afirmou que existe apenas projeto para a reforma. O candidato não detalhou o projeto, apenas questionou as críticas dos adversários. “É fácil falar que o Bruno Daniel está fechado, mas ninguém fala que ficou 40 anos sem reforma. Que foi o Ministério Público quem fechou. E quando aconteceu a briga que fechou, ninguém fala que foi do próprio time. Ninguém fala que o clube é particular. Que foram vendidos oito jogadores depois da Copa, que rendeu R$ 35 milhões, e não veio um centavo para ajudar

nada”, reclamou o candidato. No caso do Cine Carlos Gomes, Ravin afirmou que pretendia fazer uma sala de cultura. “Falar que destruímos o Carlos Gomes. Quando o outro partido (PT) fez virar estacionamento, ninguém brigou”, indignou-se. Boca de urna Mas a indignação do candidato envolve suposta prática de boca de urna no dia das eleições. “O que era aquele mar vermelho, gente dentro da escola? Nós filmamos isso, batemos foto, entramos com a representação, porque se aquilo não é boca de urna, a gente não sabe o que é boca de urna”. Gravamos até um deputado federal do PT entregando panfletos, disse. Ravin aproveitou para apresentar os candidatos a vereador vitoriosos aos militantes no comitê do PTB. Além de pedir empenho da militância para iniciar a nova campanha, reafirmou visão positiva sobre o resultado das eleições que, contrariando as pesquisas de intenção de voto e até mesmo a expectativa do partido, apontou Ravin no segundo lugar da disputa. “Acabei de

Jornalistas responsáveis: Airton Resende e Maria do Socorro Diogo Reportagem: Camila da Silva Bezerra, Marcelo Melo, Nathália Blanco e Renan Santiago Fotos: Forlan Magalhães, Pedro Diogo e divulgação

Aidan fala de polêmicas mostrar para todo mundo que não houve derrota, mas crescimento, mudança no eleitorado de 100 mil votos quatro anos atrás para 20 mil votos. Oitocentas mil pessoas votaram no governo, deixaram de votar no PT e votaram em mim”, explicou. Apoios Para atrair mais votos, o candidato articula apoio de candidatos de Santo André e de outros municípios, um deles Nilson Bonome (PMDB), com quem almoçou horas antes. Outro potencial padrinho é o governador Alckmin. “Temos Comercial: Claudia Polimeni Diagramação: Flória Napoli Suporte Operacional: Pedro Diogo Administrativo: Mirella Teixeira Tecnologia: André Resende

de reforçar o palanque, porque o governador é uma pessoa de muito voto. Participei da campanha dele há dois anos, vou participar de novo independente de palanque ou não. Não tenho como confirmar, porque ele tem uma agenda [cheia], mas eu acho que tenho o maior prazer de recebê-lo em Santo André”, disse. Quem também pode se tornar cabo eleitoral é Ricardo Torres (PSDB), que compôs a chapa de Raimundo Salles (PDT). “O Ricardo é uma pessoa que tem estima muito grande. Ele fez todo um trabalho no partido, ele vem com a gente”, relatou ao relembrar as negociações para que Torres fosse seu vice no pleito. Apesar da divergência que culminou na formação de parceria com Salles, Aidan garantiu que quer ter Torres ao seu lado, mas descartou a trocar de cargo por apoio. Após derrota no primeiro turno para Luiz Marinho (PT), em São Bernardo, Alex Manente (PPS) ofereceu a equipe voluntariamente para trabalhar em prol da candidatura de Aidan Ravin. (Camila Bezerra) Tiragem auditada por:


Quinta-feira, 11 de outubro de 2012

POLÍTICA

REPÓRTER DIÁRIO

3

Vereadores campeões de votos Camila Bezerra O caminho das pedras para quem quer ser vereador é ter grande proximidade com o público. Este foi o argumento de Sargento Juliano (PMDB), candidato que recebeu o maior número de votos em Santo André. Exatos 8.551 eleitores foram às urnas para reeleger o vereador, membro do Legislativo desde 1996. Juliano recebeu 2.221 votos a mais que o segundo colocado, diferença suficiente para eleger mais um vereador. Em São Bernardo, o campeão foi Tião Mateus (PT), reeleito com 6.844 votos. O parlamentar credita o resultado às andanças pelos bairros mais carentes do município, a fim de identificar e levar as demandas dos eleitores para as sessões ordinárias. Ambos negam a prática do assistencialismo, como a distribuição de cestas básicas,

indicação de emprego e interferência nas filas de espera por atendimento médico na rede pública – práticas proibidas pela Justiça Eleitoral. Para quem é marinheiro de primeira viagem, parte do êxito vem do trabalho de corpo a corpo. É o caso de Mercedes D’Orto (PV). A advogada de 35 anos conta que dormia quatro horas por dia, a fim de ter tempo para visitar residências e promover aulas de política para os eleitores de Ribeirão Pires. “Fiquei com estresse total, tanto que fiquei doente na reta final da campanha”, conta a futura vereadora verde que ainda trata de úlcera gástrica adquirida com a campanha. Ter ligação com alguma entidade religiosa ou participar de trabalho social foi outro ponto comum entre os campeões de votos. Enquanto Mercedes D’Orto se empenha para cuidar de animais abandonados e acompanhar

mulheres e crianças vítimas de violência doméstica, Beto Vidoski (PSDB) ajuda paróquias em São Caetano, cidade onde mora desde que saiu da maternidade em São Paulo. Claurício Gonçalves Bento (DEM) e José Augusto (PSDB), os mais votados em Rio Grande da Serra e Diadema, respectivamente, contam que conquistaram o eleitor por reconhecimento do trabalho desenvolvido dentro do funcionalismo público. Bento trabalha na Prefeitura de Ribeirão Pires desde os 18 anos, onde passou por diversos departamentos. A experiência adquirida agora será levada para a Câmara de Rio Grande da Serra, onde mora. José Augusto, ex-prefeito, exdeputado estadual e federal, diz que não precisou fazer campanha para receber os votos de confiança da população de Diadema.

São Bernardo

Na Câmara de São Bernardo desde 2000, o petista Tião Mateus acredita que foi o candidato a vereador mais votado, com 6.844 votos, porque leva as necessidades da população mais carente para a Câmara e também explica, durante as reuniões populares, o que se passa no Legislativo e Executivo. Repórter Diário: A que você credita o resultado desta eleição? Tião Mateus: Acho que é o trabalho que faço no dia a dia.

‘Trabalho da periferia para o centro’

Maria Inês: Paço Sargento Juliano: façanha Esta é a segunda eleição em que o vereador Sargento Juliano (PMDB) é reeleito com o maior número de votos em Santo André. Parlamentar desde 1996, Geraldo Aparecido Juliano, 62 anos, foi reeleito com 9.168 votos e, neste ano, repetiu a façanha de obter o maior número de votos na cidade: foram 8.551. Repórter Diário: A que você credita o expressivo número e o

fato de ter sido novamente o vereador mais votado? Sargento Juliano: Credito ao meu trabalho durante todos os quatro anos de mandato. Trabalho com afinco, voltado para o povo. Meu escritório está aberto para atender pessoas durante os quatro anos e atendo-os pessoalmente na Câmara. RD: Como é o atendimento? Você distribui cestas básicas, consegue atendimento médico? SJ: Não, porque é proibido. Atendo as reivindicações. As pessoas vem e dizem que estão precisando de mais ônibus na linha, de remédio, de mais médicos e levo-as para a Câmara. RD: Qual projeto mais relevante? SJ: Acho que foi um projeto que fiz no início da minha carrei-

ra sobre mananciais, em termos de orientações às pessoas que vão adquirir imóveis. Muitas compram imóveis sem saber que existe licença, que tem ligação de água e esgoto. RD: Quais serão as prioridades no próximo mandato? SJ: Sou contra o Terminal da Vila Luzita, pois os ônibus demoram e os passageiros têm de fazer integração. Também quero trazer uma base de helicóptero da Polícia Militar para Santo André e pedir mais efetivo, porque todo o efetivo da PM e Polícia Civil está muito abaixo do necessário. E independente do prefeito, gostaria que o trabalho da Administração fosse feito da periferia para o centro e não o contrário, pois são as áreas que mais precisam.

São Caetano

‘Não exerço outra atividade’

Tião Mateus: exclusividade

Santo André

Sou um vereador que trabalho muito, sou dedicado demais no que faço, tanto que sou só vereador, não tenho outra atividade. Então eu tenho todo o tempo do mundo para cuidar das pessoas, principalmente as que mais precisam e que estão mais afastadas na periferia. RD: E como funciona o seu trabalho de andar pela cidade? Você é assistencialista? TM: Não, eu transformo tudo em reivindicação. Por exemplo, vou no [bairro] Pedreira. Sei que lá tem problema de água, de esgoto, de sarjeta, de asfalto. Eu transformo isso e começo a cobrar o trabalho do prefeito, da Sabesp. RD: Ao longo destes quatro mandatos, quais foram os seus projetos mais relevantes? TM: Eu tenho um projeto que regulamenta os estaciona-

mentos particulares, tenho outro sobre o DPVAT (Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre), que orienta as pessoas acidentadas a buscarem seus direitos. Tenho vários projetos importantes que não oneram o município, porque todo projeto que onera não é votado. RD: Quais são os seus compromissos para os próximos quatro anos? TM: A questão da mobilidade, para mim, é a questão mais importante. Temos de trabalhar firmemente para viabilizar um projeto de mobilidade, os corredores de ônibus, do metrô, desta frota de carro que aumenta todo dia. A outra prioridade é a policlínica, que seria a saúde secundária, como a marcação de consultas, internações, fazendo com que o atendimento seja mais rápido.

‘Fui de porta em porta e venci’

Beto Vidoski: persistência Na quinta série do ensino fundamental, Beto Vidoski (PSDB) tentou se eleger representante de classe na escola. Em 2008, disputou vaga à Câmara de São Caetano, mas apesar da votação expressiva, não conseguiu mandato por conta do coeficiente eleitoral. Agora, aos 35 anos, o recémeleito vereador comemora os 3.026 votos e o título de eleitor mais votado da cidade. Repórter Diário: Você recebeu 3.026 votos. A que você

atribui esse feito? Beto Vidoski: Na eleição passada eu fui o nono mais votado da cidade, mas quatro vereadores tiveram mandatos com menos votos do que eu, mas fiquei fora por conta do coeficiente eleitoral. Ao longo do caminho não assumi o mandato e São Caetano mostrou uma tendência ao PSDB. Aproveitando que recebi o convite do partido, fui para o PSDB e consegui ser o vereador mais votado. Acredito que a votação seja resultado da minha dedicação, porque visitei 500 casas nestes 90 dias de campanha. Também sou católico atuante, ajudo paróquias e tenho projetos sociais. Enquanto estavam nas redes sociais eu ia de casa em casa. RD: Quais são seus compromissos para São Caetano? BV: Um deles buscar convê-

nio entre academias e o poder público. Tem de ser um projeto de iniciativa do prefeito, poisgera custo. Entre 6h e 9h e depois 18h, tem bastante gente, mas ao longo do dia as academias ficam ociosas. Por que não incentivar um custeio dessas academias para que o povo frequente? E fazer estacionamentos verticais e subterrâneos e bolsões de estacionamento nos centros comerciais. São Caetano terá linha do metrô. Então que se crie perto dos pontos de parada do Metrô estacionamento para que as pessoas estacionem seus carros. A partir desses projetos é possível diminuir o trânsito da [avenida Almirante] Delamare, reduzir o afunilamento em frente à Faculdade de Engenharia Mauá e também trazer para São Caetano a parceria público-privada.

Diadema

Mauá

'Sem campanha, ganhei pela confiança'

‘Investi na prestação de contas’

José Augusto: generosos Depois de administrar o Paço de Diadema entre 1989 e 1992, o médico José Augusto da Silva Ramos (PSDB) tentou se eleger para administrar a cidade outras cinco vezes, mas sem sucesso. Eleito deputado federal em 1994 e estadual em 1998, Augusto volta a atuar no Legislativo, a partir de janeiro, após conquistar o voto de 7.254 eleitores.

Repórter Diário: A que você credita o resultado no pleito? José Augusto: Eu não fiz campanha. Acho que foi o meu eleitorado que é generoso. A população me deu voto de confiança por conta da minha atuação política. RD: De que forma a passagem pela Câmara dos Deputados Estadual e Federal contribuíram para a sua atuação no Legislativo de Diadema? JA: Temos três espaços de representação do povo. Câmara Federal, a Câmara Legislativa e a dos Vereadores, que é a mais próxima do cidadão e a mais rica, pela familiaridade com os problemas. É o espaço mais democrático e mais importante, pela proximidade com o cidadão, com o eleitor.

RD: E os projetos relevantes? JA: Em nível federal, tenho um projeto que dá ao paciente afastado o direito de continuar recebendo o salário. Neste caso, o empregador deve pagar os débitos previdenciários enquanto o funcionário estiver doente. Também fiz um projeto para que todo cidadão internado em UTI tenha direito de ter direito acompanhamento da família. RD: E quais são as suas prioridades para este novo mandato? JA: São as de acompanhar as demandas da sociedade e estar presente nas ruas. Já fui prefeito e tenho familiaridade com a organização da sociedade. E acho que o vereador não pode restringir seu trabalho apenas a uma área.

Ribeeirão Pires

Mercedes D’Orto (PV), de 35 anos, é uma das nove mulheres eleitas no Legislação da região este ano. Advogada de formação e com 1.226 votos, Mercedes fez de tudo para conseguir conquistar seu primeiro mandato na Câmara de Ribeirão Pires: corpo a corpo, visita em casas e até aulas de política para divulgar as atri-

Eleito em 2008, o vereador Marcelo Oliveira (PT) afirma que sempre promoveu reuniões com a população a cada dois meses para prestar contas de suas ações na Câmara. Entre os temas abordados, o de trabalho e desenvolvimento econômico foram os que mais pautaram as reuniões do sindicalista, reeleito com 4.334 votos. Repórter Diário: Por que você recebeu tantos votos?

obra qualificada. Por isso, fizemos um movimento no Senai que irá atender 1,5 mil alunos em 2013. Conseguimos criar o CPTR (Centro Público de Trabalho e Renda) com o governo federal e discutimos a criação do Polo Industrial e Refinaria. RD: E quais são os seus projetos para o próximo mandato? MO: Dar continuidade à implantação das academias ao ar livre. Implantamos oito, e quando fomos fazer campanha, as pessoas diziam que achavam o projeto interessante. Também viso a oferta de estágios na Prefeitura para alunos de colégio técnico, a criação da Praça da Juventude e a urbanização e regularização das áreas de ocupação, beneficiando quase 12 mil famílias.

Rio Grande da Serra

‘Ensinei a acreditarem na política’

Mercedes D'Orto: aulas

Marcelo Oliveira: reuniões

Marcelo Oliveira: Por causa da prestação de conta do mandato que fazermos a cada dois meses. Reunimos pessoas que participam do mando e chamamos a população. Dividimos a cidade em cinco regiões e no este último ano tivemos local fixo. A votação foi grande pelo fato de ser do sindicato e tratar a questão dos trabalhadores. Estivemos em portas de fábrica, discutindo geração de renda. RD: Quais foram os projetos? MO: Questão de geração de emprego e renda. Apresentei um requerimento para acompanhar o impacto da crise econômica em Mauá. Fomos a empresas e sindicatos e com isso detectamos três fatores importantes: os empresários reclamam da falta de mão de

buições de um vereador. Repórter Diário: Por que você foi a vereadora mais votada? Mercedes: Fiz tanta reunião, fui a tantas casas, conversei com tantas pessoas. Eu fiz as pessoas acreditarem em política, dava aulas do que faz um vereador. RD: Você advoga? Faz trabalho social? M: Tenho um trabalho muito forte com os animais. Eu visito e ajudo diariamente abrigos. Sem contar que em casa tenho mais de 40 animais. Vivo para tirar esses bichinhos da rua. E visito mulheres, ajudo as vítimas de violência doméstica. Acompanho cerca de 60 famílias. RD: Quais suas prioridades? M: Transformar os postos de saúde em 24 horas vai beneficiar

muito a nossa cidade. E tem que equipar, trazer médicos, manter a estrutura de posto de saúde e trazer profissionais qualificados. Esse é o meu maior projeto. RD: Além da saúde, tem projetos para as mulheres? M: Tenho uma vontade enorme de fazer o posto de atendimento à mulher. Uma clínica de atendimento e uma delegacia. E também tem os meus projetos para os bichinhos. Em Ribeirão há muitos abrigos, mas nada que seja parte da prefeitura. Ela tem de cuidar de todos, inclusive dos animais. Quero que esses abrigos sejam obrigação da Prefeitura, porque esses bichinhos empobrecem a cidade, poluem o solo, causam acidentes.

‘Comecei na política aos 18 anos’

Claurício Bento: área social Superintendente na Secretaria de Esportes de Ribeirão Pires, Claurício Gonçalves Bento (DEM), de 41 anos, conquistou seu primeiro mandato de vereador em Rio Grande da Serra, com 1.019 votos. Agora que vai atuar no Legislativo de sua própria cidade, Clau-

rício tem como objetivo promover a regularização fundiária. Repórter Diário: Por que você foi o mais votado? Claurício: Pela minha experiência. Comecei na política aos 18 anos, como contínuo. Trabalhei por vários setores e passei pela Secretaria de Esportes, como superintendente. RD: Quem é Claurício Bento? C: É uma pessoa humilde, nascida na cidade, que faz trabalho social. Por ajudar carentes e instituições. RD: Qual é a principal demanda da cidade? C: É sobre regularização fundiária, pois 70%

dos munícipes não têm escritura, mas contrato de venda, e assim eles não são donos de propriedade. O crescimento desordenado está muito grande e precisamos de fiscalização efetiva. RD: E em relação ao turismo, Rio Grande pode explorar seu potencial? C: Estamos numa área 100% de mananciais. Temos a Pedreira, desativada e, através da Secretaria de Esporte e Turismo, pretendemos fazer circuito de caminhada, com museu a céu aberto. Vamos tentar, junto ao governo do Estado, incluir a Festa do Cambuci no calendário estadual.


4

REPÓRTER DIÁRIO

Quinta-feira, 11 de outubro de 2012

CIDADEs

Moradores reclamam falta de água em Santo André e Mauá Foto:Forlan Magalhães

Da Redação O fornecimento de água é o mínimo que uma cidade deve oferecer aos seus habitantes para terem nível aceitável de qualidade de vida. Mas não é o que tem acontecido em alguns bairros do ABC, mesmo em ano eleitoral. Moradores enfrentam constante desabastecimento e dizem que não sabem mais a quem reclamar. É o caso da população da vila Humaitá, vila Progresso e Parque Erasmo Assunção, em Santo André; e do jardim Guapituba e o bairro Santa Rosa, em Mauá. Segundo a consultora Fernanda Silva, que mora há mais de um ano no Parque Erasmo Assunção, em Santo André, conta que desde que chegou ao bairro convive com essa situação. “Toda semana falta água. Geralmente, o problema acontece no fim da tarde e volta só de madrugada, então eu trabalho o dia inteiro e quando chego na minha casa as torneiras estão vazias”, diz a moradora. Lavar roupa, cozinhar,

Contatado, o Semasa não respondeu à reportagem sobre as reclamações da população tomar banho e tudo o que se faz com a água, pelo menos uma vez por semana, não é rotina na residência de Fernanda. “Já cheguei a ir à casa de parente pelo menos para tomar banho e também evitamos lavar roupa e procuramos comer comidas prontas para não

ter de cozinhar, assim economizamos água para o chuveiro”, afirma. Outra reclamação da consultora é que no início do ano, quando a falta de água é mais frequente, a fatura sempre chega mais cara. “No verão a conta praticamente dobra, chega a R$ 80, sendo

que falta água direto”, reclama Fernanda, que mora só com mais duas pessoas. O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) não se manifestou até o fechamento desta edição sobre a falta de água nos bairros. (Colaborou Renan Santiago)

Moradores dizem que valor da conta não diminui A advogada Aline Alves, moradora do Jardim Guapituba, em Mauá, sofre com a falta de água há mais de seis meses. “Semana sim, semana não, falta água”, se queixa a moradora. Assim como Fernanda, Aline conta que o fornecimento é interrompido em Mauá sempre no mesmo horário. “A água geralmente acaba por volta das 19h e volta só de madrugada. Normalmente espero o dia seguinte e procuro não usar a água da caixa, mas o gran-

de problema é quando isso acontece nos finais de semana”, diz. Em março deste ano, a advogada ficou oito dias seguidos sem água. “E mesmo assim não houve diferença alguma no valor de sua conta em comparação com fevereiro”, reclama. Projetos Em resposta, a Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá) informa que o jardim Guapituba é abastecido

por dois reservatórios (Magini e Zaíra) e que a região atendida pelo reservatório Zaíra é a que apresenta problemas. “É a chamada intermitência no abastecimento. Entre as causas, dois fatores são determinantes: o consumo elevado dos usuários e o nível de água armazenado no Reservatório Zaíra”, diz a nota. Para remediar a situação, a Sama comunica que possui dois projetos. Porém, um deles sem recursos disponíveis

e o outro ainda não concluído. “A Sama tem o projeto de construção do Reservatório Anchieta, que atenderá toda a região citada, mas que depende da viabilização de recursos. Outra medida que deverá alterar totalmente a situação do abastecimento é a construção de uma elevatória, que levará água do reservatório Mauá para o Reservatório Zaíra. Tal alternativa encontrase em fase de elaboração de projeto”. (RS)

Confira o que abre e fecha durante o feriado

Santo André Prefeitura – não funcionará Unidades de Pronto Atendimento e hospitais funcionarão Sabina Escola Parque do Conhecimento – funcionará Planetário Johannes Kepler – funcionará Departamento de Trânsito – funcionará Coleta de lixo – funcionará Feiras livres – funcionarão Teatro Municipal de Santo André – não funcionará Brinquedoteca – funcionará São Bernardo Prefeitura: não funcionará Coleta de Lixo: funcionará Feiras Livres: funcionarão Parques Municipais: funcionarão Farmácias Populares: não funcionarão Mercado Municipal: não funcionará Rede Fácil Paço Municipal: não funcionará Rede Fácil Assunção: não funcionará Rede Fácil Riacho Grande: não funcionará CTR: não funcionará Pronto-socorros e UPAs: funcionarão

São Caetano Prefeitura – não funcionará Atende Fácil – não funcionará Estação Jovem – funcionará Hospital Municipal de Emergências Albert Sabin – funcionará Hospital Municipal Maria Braido – funcionará Hospital Infantil e Maternidade Márcia Braido – funcionará Unidades Básicas de Saúde (UBS), Centro de Saúde e Centro de Especialidades Médicas – não funcionarão Serviço de Atendimento Móvel de Emergência (SAME) – funcionará Coleta de lixo – funcionará

Diadema Prefeitura: não funcionará Hospital Municipal Diadema: funcionará Pronto-Socorro Central: funcionará UPA Paineiras: a SAMU: funcionará UBS Jardim Promissão, Serraria e Eldorado – funcionarão (demais não funcionarão) Coleta de lixo: funcionará Secretaria de Segurança Alimentar Feiras livres - funcionarão Shopping Popular – funcionará Ciclofaixa: funcionará Parques Municipais funcionarão

Mauá Prefeitura – não funcionará Hospital Nardini (prontosocorro)– funcionará Postos de Saúde – As UPAs da Vila São João, Jardim Zaíra, Vila Magini e da Vila Assis funcionarão. UBS - não funcionará Farmácia Popular - não funcionará Biblioteca Municipal Cecília Meireles - não funcionará Coleta de lixo e varrição de ruas – funcionará (somente no centro) Feiras livres – funcionarão Ribeirão Pires Prefeitura – Não funcionará Correios – Não funcionarão Coleta de lixo – Funcionará Cemitério Municipal – Funcionará Unidades Básicas de Saúde (UBS) – Não funcionarão Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Santa Luzia – Funcionará Hospital e Maternidade São Lucas - Funcionará Feiras livres – Funcionarão

Ribeirão tem campanha Travessia Segura Mais de 2 mi de veículos Mais uma cidade iniciou a nova etapa da Campanha Travessia Segura nesta terçafeira (9), com a realização de performances de rua para conscientização de motoristas e pedestres. Entre 10h e 14h, um grupo de atores e monitores do projeto estiveram na rua João Domingues de Oliveira,

306, no Centro de Ribeirão Pires, promovendo intervenções lúdicas na travessia. As ações foram iniciadas nesta segunda-feira (8), nos municípios de Rio Grande da Serra e São Caetano. A nova fase da campanha, organizada pelo Consórcio Intermunicipal Grande ABC,

por meio do Grupo de Trabalho Mobilidade, envolverá 360 performances em cruzamentos vulneráveis ou de grande movimento dos sete municípios, estendendo-se até dezembro. Na semana que vem será a vez de São Bernardo do Campo. A abordagem tem como público-alvo pedestres e moto-

ristas em travessias com e sem semáforos. Em cada apresentação haverá dois atores realizando as performances e dois monitores explicando a campanha para a população com a entrega de panfletos de orientação, além de haver acompanhamento de um agente de trânsito do município.

Horário de verão começa no dia 21 Com o objetivo de reduzir o consumo de energia, a 42ª edição do horário de verão começa a partir da zero hora do próximo dia 21 de outubro. Na data, os relógios deverão ser adiantados em uma hora. O horário de verão terá duração de 119 dias e terminará no dia 16 de fevereiro de 2013.

devem deixar S.Paulo

As concessionárias que administram as principais rodovias do Estado de São Paulo esperam um fluxo de cerca de 2,5 milhões de veículos tanto para o litoral quanto para o interior do Estado durante o feriado de 12 de outubro, Dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. As empresas esperam o maior fluxo de veículos na noite de quinta-feira (11) e na manhã da sexta-feira (12). As estradas voltam a ter tráfego intenso no retorno a São Paulo durante tarde e noite do domingo. A Ecovias espera que as rodovias do Sistema Anchieta/Imigrantes devem direcionar até 360 mil veículos ao litoral paulista

RD positivo/negativo

durante este feriado. A concessionária fará operação especial de monitoramento desde zero hora da quinta até as 24h do domingo. Segundo a empresa, a faixa de horários de maior fluxo nas rodovias está entre as 11h da quinta e às 20h de sexta e das 8h às 14h do sábado. As rodovias Anchieta e Imigrantes devem voltar a ter lentidão na tarde de sábado a partir das 15h até 1h de domingo. A Operação Descida da Ecovias opera 7x3, ou seja, duas faixas da Rodovia Anchieta, além do trecho sul da Rodovia dos Imigrantes, serão utilizadas pelos motoristas que seguem no sentido Baixada Santista. (AE)

Foto: Forlan Magalhães

LIXO AVENIDA DO ESTADO - A negligência da Prefeitura de São Caetano prejudica os pedestres que tentam caminhar pela calçada da avenida do Estado, na altura do Hipermercado Carrefour, por permitir tamanho acúmulo de lixo na via.


Quinta-feira, 11 de outubro de 2012

ECONOMIA

Inclui Cultura, Gastronomia, Cinema, Novelas e Social

REPÓRTER DIÁRIO

5

Grand Plaza ganha mais 100 lojas Fotos:Nathália Blanco

Maria do Socorro Diogo O Grand Plaza Shopping, em Santo André, inaugurou nesta quarta-feira (10) nova expansão, resultado de investimento de R$ 110 milhões. Com 100 novas lojas, estacionamento coberto com centenas de novas vagas e um boulevard gastronômico, o shopping passa a contar com 340 pontos de venda. Em ABL (área bruta locável), o empreendimento saltou de 63 mil m² para 74 mil m², numa área total de 143 mil m². Segundo Henrique Carvalho, superintendente do Grand Plaza, as 100 novas lojas irão refletir num crescimento no faturamento aproximado de R$ 150 milhões a R$ 160 milhões ano, atualmente de R$ 640 milhões. O aumento será proveniente do aumento de 25% de circulação de visitantes. Hoje, 1,3 milhão de consumidores passa pelo shopping a cada mês, 17% da classe A, 60% da B e 24% da C, segundo a última pesquisa do centro de compras. No novo mix de lojas âncora estão a Renner, Riachuelo, Fast Shop e a Centauro, que já operava no shopping, mas ocupará maior espaço. A quarta expansão reúne 100 novas operações, como Colcci, Siberian, Ecko, Hot Buttered, Beluga, Hering Kids, Malwee - um abraço bra-

CVC abre segunda loja no mesmo shopping

Praça arborizada com longue foi instalada no local como área de conviência sileiro, Malwee para brasileirinhos, Líquido, Imaginarium, Kopenhagen, Subway, Tennis Station, Le Postiche, Morana, Zelo e Multicoisas. Gastronomia Na parte de alimentação, a atração é o boulevard gastronômico, assinado pela Collaço e Monteiro Arquitetos Associados, com a instalação de um skylight, que oferece iluminação natural e permite o cliente ter contato com o ambiente externo. Uma praça arborizada com lounge também foi ins-

talada no local, como área de convivência. Ainda na gastronomia, estão marcas como Capital Steak House, de Brasília, que estreia no ABC e oferece opções de costela ao molho barbecue, hamburgueres gourmet e outros pratos. Na culinária oriental, o Nahoe Sushi chega com toque de contemporaneidade. Para os fãs de comida de boteco e bebidas variadas, a novidade é o Cruzeiro’s Bar, que abre a primeira unidade em shopping center e fora da região Oeste de São Paulo, onde

fica a matriz da empresa. Mais 3 mil vagas de estacionamento e espaço para abrigar duas novas praças de evento completam as novidades desta nova fase do shopping situado na avenida Industrial. Sobre uma possível quinta expansão, Carvalho diz que o shopping tem potencial construtivo. A primeira lage de estacionamento tem pé direito duplo de seis metros. “Temos como crescer se precisarmos“, afirma o dirigente do shopping, que dia 8 de novembro completa 15 anos.

Vendas no Dia das Crianças poderão ser 8% melhores O Dia das Crianças, 12 de outubro, vai movimentar cerca de R$ 45 milhões no ABC este ano, segundo projeção da pesquisa de intenção de compras do Observatório Econômico da Umesp (Universidade Metodista de São Paulo). O estudo revela que 400 mil famílias deverão adquirir algum presente e o preço médio que os consumidores estão dispostos a pagar é R$ 115,20 por presente. A data é a quinta mais lucrativa do ano para o ABC, que tem potencial de consumo de pouco mais de R$ 50 bilhões, ante R$2.724 bilhões da economia brasileira. A expectativa é que em 2012 a data resulte em crescimento de 8% em relação ao mesmo período de 2011, quando atraiu R$ 40 milhões. É de olho neste crescimento que as lojas reforçaram os estoques. A PBKIDS, especializada em brinquedos, prevê crescimento de 15% nas vendas, por isso aumentou o estoque em 17%. O preço médio dos brinquedos é de R$ 140, mas somente 26,3% dos 452 entrevistados pretende gastar este valor. Já a Nilvalmix não foi tão otimista. “Previmos um aumento menor para este ano, do que o do ano passado para o retrasado, devido à crise”, explica o gerente Nilton Elias. A loja aumen-

Foto: Forlan Magalhães

tou apenas em 10% o estoque, visando o mesmo aumento nas vendas. “Até agora, a previsão está se concretizando”. Embora a Coop - Cooperativa de Consumo não seja focada em artigos infantis, a rede aumentou também em 15% o estoque de brinquedos. Brinquedos A pesquisa realizada pelo Observatório da Metodista aponta que a maioria dos entrevistados (25,8%) pretende comprar bonecas para as meninas e para os meninos, carros e aviões de brinquedo (13,3%) ou de controle remoto (9,3%). A pretensão de gasto máximo para meninas é de R$ 340 e para meninos, R$ 556. Para esse ano, as grandes apostas da PBKIDS são os laptops e IPADs personalizados e carrinhos de controle remoto. Na Nivalmix, os preços variam de R$ 30 a R$ 1 mil. “Hoje vendi um Camaro Amarelo elétrico de controle remoto por R$ 1 mil, mas a média de gasto é de R$ 100”, conta Elias. Variação de preços Pesquisa realizada pelo Procon Santo André aponta que os preços dos brinquedos podem variar até 195,53% de loja para loja, por isso a recomendação

Procon recomenda o consumidor pesquisar os preços é o consumidor pesquisar. Exemplo da discrepância de preços é a boneca Morango, da Coleção Frutinhas, que pode ser encontrada por R$ 17,90 numa loja do centro de Santo André e por R$ 52,90 num hipermercado. Para os meninos, o boneco Spider Man varia de R$ 39,99, em uma loja de shopping, a R$ 107,90, em uma rede de hipermercados. Entre os itens mais cobiçados, a diferença é ainda maior: 185% na boneca Barbie Sum-

mer Praia Vida de Sereia 2 e mais de 125% no Patinete do Batman. Outra dica do Procon é verificar se o brinquedo é adequado à faixa etária dos filhos e se é certificado pelo Inmetro. Cerca de 26% dos atendimentos em hospitais, relativos à aspiração de objetos estranhos, foram em crianças de um a quatro anos de idade, segundo levantamento da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. (Colaborou Nathália Blanco).

Vai sobrar menos para compras de Natal Deve sobrar menos dinheiro no bolso do brasileiro neste fim de ano em relação ao que restou no Natal de 2010 e de 2011. Depois de pagas todas as despesas obrigatórias com alimentação, moradia, vestuário, transporte, educação, saúde e crediário, R$ 282 por família por mês estarão disponíveis para consumo de hoje até dezembro. Essa cifra é quase 30% menor em relação à que

sobrou no ano passado (R$ 396) e 40% abaixo da disponível no último trimestre de 2010 (R$ 477), quando o Natal foi o melhor da década. A disponibilidade de recursos para consumo neste ano só não é inferior à obtida em 2009. Sob o impacto da crise financeira internacional, restaram, no quarto trimestre daquele ano, R$ 243 por mês para cada família gastar. As cifras fazem parte da Pesquisa Trimestral de In-

tenção de Compra do Programa de Administração do Varejo da Fundação Instituto de Administração (Provar/FIA). Os cálculos levam em conta informações trimestrais obtidas de 500 consumidores, com renda média familiar atualizada de R$ 3 mil, que foram combinadas com a estrutura de gastos das famílias, apurada por recente Pesquisa de Orçamento Familiar do Instituto Brasileiro de Geografia

e Estatística (IBGE). "É uma redução bem significativa na sobra de dinheiro para consumo neste fim de ano", afirma o presidente do Conselho do Provar, Cláudio Felisoni de Angelo, responsável pela pesquisa. Angelo ressalta que o elevado endividamento, assumido pelos consumidores no passado, quando os juros eram mais altos, ainda pesa no orçamento familiar. (AE)

Na expansão do Grand Plaza a CVC, operadora de viagens, abre a segunda loja. A nova unidade vai operar com o portfólio de produtos completo, com mais 770 opções de roteiros pelo Brasil e pelo mundo, em opções de pacotes e viagens que podem ser customizadas, nas modalidades aéreas, terrestres e marítimas. Além desta loja, a CVC inaugurará novas agências em shoppings que serão abertos em breve na região, como São Bernardo Plaza Shopping, Golden Square (ex-Golden Shopping), de São Bernardo, e no Atrium Shopping, de Santo André. A CVC também abriu uma agência em São Caetano, no recéminaugurado Park Shopping. Com a nova agência em Santo André, o berço da empresa se torna o município com mais lojas CVC na região Esta a sua 11ª na cidade e a 26ª do ABC. Segundo explica Roberto Vertemati, diretor da rede de varejo CVC, o plano de expansão da operadora na região acompanha o ritmo de crescimento local. “Além de termos uma

ampla rede de atendimento nos municípios da região, estamos reforçando nossa presença com a abertura de novas lojas. À medida que expandimos nossa bandeira em novos endereços do ABC, a região também se fortalece e ganha importante representatividade em nossos negócios”, diz o diretor da empresa, maior bandeira de turismo da América Latina, com uma rede de varejo formada por mais de 720 agências exclusivas em todo o Brasil e, ainda, mais de 4 mil parceiros em todo o País. Riachuelo e Le Postiche No Grand Plaza, a Riachuelo inaugurou sua 44ª loja de modas no Estado de São Paulo. A unidade tem área superior a 2,4 mil m2 de vendas e abre com mix completo de produtos da Coleção Primavera-Verão 2013. Também em processo de expansão, a Le Postiche, especializada em bolsas, malas, mochilas e acessórios especiais, inaugura mais uma unidade no ABC, desta vez no Grand Plaza.

Prefeitura rompe com Acisa e mantém decoração natalina Da Redação A Acisa (Associação Comercial e Industrial de Santo André) reclama que a Prefeitura ainda não assinou o convênio para a decoração natalina dos principais centros comerciais da cidade, mantido entre as duas partes há mais de 10 anos. Por meio de nota, a associação informa que somente com a liberação da verba municipal – mais de R$ 300 mil - é possível contratar a empresa responsável pela confecção dos enfeites, porque a Acisa não tem recursos para esta ação. A associação adianta que o comitê de comerciantes responsável pela decoração já escolheu a empresa vencedora, que já apresentou o projeto para este ano. O comitê, formado por 12 pessoas, representa os bairros Jardim, Camilópolis, Parque das Nações, Santa Terezinha, Centro, Vila Assunção, Vila Linda, Vila Luzita, Vila Helena, Jardim Bom Pastor e Jardim Bela Vista. “Com esta atitude, o Poder Público demonstra seu total descompromisso com a população e, principalmente com os comerciantes, pois já não existe tempo hábil para que a empresa escolhida pelo comitê possa confeccionar os enfeites e a cidade de Santo André corre o risco de ficar sem a sua tradicional decoração natalina. In-

Foto: Arquivo

Enfeites do ano passado felizmente, não resta outra alternativa para a Acisa do que lamentar esta postura de descaso, com a qual, perde toda Santo André e, principalmente, os comerciantes”, diz a nota. Por meio de nota, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico informa que “considerando que houve alteração dos valores relativos ao convênio formalizado no ano passado, o processo relativo à assinatura foi submetido aos setores técnicos para análise da viabilidade orçamentária, tudo em conformidade com a lei de responsabilidade fiscal. A Prefeitura de Santo André assegura que será realizada a decoração natalina nos principais centros comerciais da cidade, conforme ocorreu nos últimos 3 (três) anos da gestão atual”.


6

Repórter Diário

Quinta-feira, 11 de outubro de 2012

CULTURA/GASTRONOMIA

Um Rap Para Teodora une cordel e hip hop no ABC Fotos: Divulgação

Da Redação Resgatar a cultura brasileira de tradição mesclado a elementos de um movimento urbano. É assim que o grupo Cooperativa Paulista de Teatro, formado em 2001, reinventa a literatura de cordel em Um Rap para Teodora, apresentando por meio dos elementos do hip hop. As apresentações no ABC começam nesta quinta-feira (11), em São Bernardo. Ainda neste final de semana, dia 13, o grupo vai para São Caetano, no Teatro Santos Dumont. Nos dias 23,24 e 25 chega a Santo André. Encenado desde março, o espetáculo reúne break, rap e grafite com o texto original da literatura de cordel A História da Donzela Teodora. Na trama, uma jovem é vendida a um comerciante, que vê nela traços de inteligência, fidalguia e honestidade. O homem lhe oferece estudo e a moça transforma a sociedade a sua volta por meio do conhecimento. Novo cordel “A literatura de cordel tem origem europeia e se desenvolveu no Nordeste do Brasil”, explica a diretora da peça e autora do texto, Telma Dias. Segundo a diretora, o objetivo é despertar no jovem interesse pela cultura tradicional. “Não adianta apresentarmos o cordel como era feito antigamente, procuramos falar do tradicional usando o novo”, explica Telma. Tomado pelo grafite, ele-

Ary Toledo traz humor para Santo André

O humorista Ary Toledo faz dois shows nos dias 20 e 21 deste mês, no Teatro Municipal de Santo André. O espetáculo será comemorativo aos 50 anos de trabalho do artista. No show, intitula Ary Toledo 5.0, o humorista vai além de suas peripécias inspiradas na criançada, aliadas à sátira política atual, sempre um prato cheio para piadas. Com 1h30 de duração, o show será dividido em quatro temas: política, sogra, crianças e raças, mas as piadas de português são as que mais dão resultado. Ary Toledo acaba de fazer uma turnée bem-sucedida no Japão. No dia 20 (sábado) o show acontece às 21h e no domingo, às 18h. Os ingressos custam R$ 25 (meia) R$ 40 antecipado e R$ 50 no dia. O teatro fica na praça IV Centenário, 1, Paço Municipal, Santo André.

Espetá Figurino é clássico e, às vezes, de Carnaval mento do hip hop que representa as artes plásticas, o cenário ganha ilustrações da grafiteira Tikka Meszaros, que apesar do estilo, remetem a imagens do Nordeste do Brasil. “Fizemos tudo pensando em misturar os universos”, diz Telma, ao explicar que o figurino é clássico na maior parte do tempo, mas os atores utilizam roupas do Carnaval pernambu-

cano em alguns momentos. A trilha musical é toda voltada para o rap. A dire- Apresentações iniciam nesta quinta ção musical é de Iuri Stocco, ator e produtor musical, Serviço: que coordenou os atores na Teatro Lauro Gomes declamação dos versos do Rua Helena Jacquey, 171, cordel na roupagem do rap. Rudge Ramos As coreografias também são dia 11 de outubro de break. (quinta), 20h30 Ingressos: R$ 30 (inteira), R$ 15,00 (meia-entrada para estudantes e pessoas com 60 anos ou mais) Telefone: 4368-3483 para encenação, traçando asTeatro Santos Dumont sim um paralelo entre a cultura Avenida Goiás, 1.111, popular tradicional e a cultura São Caetano urbana também no livro, que dia 13 de outubro estará à venda. (Colaborou Na(sábado), 17h thália Blanco)

Coloridos, divertidos e saborosos Quando a rainha Catarina di Médici se mudou para a França no século 16, ela levou consigo uma misteriosa receita de doce feito à base de amêndoas. Até então chamado de “doce da rainha”, a fórmula teve mudanças até se transformar, nos anos 1980, no que hoje é chamado macaron. Coloridos, divertidos e saborosos, os macarons são encontrados em eventos como festas de casamento e, depois de sua popularização, docerias passaram a comercializar a iguaria francesa. A The Cake, em Santo André, dá o seu toque especial aos macarons, em diversos sabores. “Fazemos a massa no sabor tradicional de amêndoas e de chocolate”, diz Fernando Molina, proprietário da casa, que sempre inova nos recheios, como feitos com água de flor de laranjeira e água de rosas. Quem quiser experimentar, a unidade sai a R$ 4 e tem cerca de 4 cm de diâmetro. Outra opção da guloseima é a São Brigadeiros, em São Caetano, que serve macarons nos sabores de frutas vermelhas, pistache, choco-

late meio-amargo, maracujá, limão siciliano, nozes e coco. Cada doce custa R$ 4 e a loja faz entregas em todo o ABC. Encomendas Especializada em encomendas de doces e bolos artísticos para eventos, a Doce a Dois confecciona macarons e também oferece novidades no que diz respeito aos sabores dos doces franceses. “Estamos ampliando a gama de sabores por que temos muitos pedidos. Já tínhamos de chocolate, pistache, champanhe e framboesa, agora preparamos de amêndoas com amarula e chocolate com champanhe, além de outros”, conta Márcia Haddad, proprietária da confeitaria. “O macaron é muito bonito e bem aceito. Ainda vendemos em minoria com relação aos outros doces, mas para quem gosta de algo de vanguarda e chique, é perfeito”, relata a confeiteira. A Doce a Dois comercializa macarons de 3 cm de diâmetro a R$ 2,10 em pedidos de no mínimo 100 unidades. A loja atende todo o ABC e São Paulo. (Colaborou Renan Santiago) Foto: Divulgação

Espetáculo inspirou livro infanto-juvenil Escrito pela diretora Telma Dias, o livro traz o conto de cordel na íntegra e comentários sobre a cultura hip hop. A autora utiliza o rap, o repente, o break e o grafite na estrutura do texto

SESI Santo André traz música regional domingo Foto: Divulgação

Grupo toca ritmos, como xote, baião e maracatu Neste domingo (14), chega ao Teatro do SESI Santo André o grupo Bicho de Pé, que apresenta a atração musical Olhando pra Lua, às 19h. O espetáculo foi selecionado pelo Edital Local de Seleção de Projetos Culturais – SESI 2012. O Bicho de Pé é um grupo que compõe e toca música regional brasileira, com ênfase nos ritmos dançantes das regiões Norte e Nordeste, como xote, baião, samba, forró, xaxado, maracatu,

carimbó e arrasta-pé. Em agosto de 2010, a banda fez a primeira turnê pela Europa. Realizou 18 apresentações na Suíça, na Alemanha, na Holanda, em Portugal, na França, na Itália, na Finlândia, na Rússia, na Espanha e na Inglaterra. Em 13 anos de carreira, o grupo produziu três CDs, um DVD e um documentário. Os ingressos para o show gratuitos serão distribuídos uma hora antes do início da apresentação

Hoje tem O Homem, a Besta e a Virtude A peça O Homem, A Besta e a Virtude chega nesta quinta-feira (11) ao Teatro Municipal de Santo André e amanhã ao Teatro Municipal de Mauá. A comédia conta a história Perella, esposa de um capitão de navio que vive viajando e que não mantém relações sexuais com ela. Enquanto o marido está fora, Perella o trai e engravida do professor de seu filho. A partir daí, os dois amantes se desdobram num plano maluco para fazer com que o Capitão tenha relação com a esposa e pense que o filho é seu. Com direção de Marcelo Lazzaratto, a representação tem Débora Duboc, Gabriel Miziara, Fernando Fecchio e Thiago Adorno no elenco. Os ingressos custam R$ 10 em Santo André e R$ 5 em Mauá. Estudantes e professores da rede pública municipal, estadual e federal não pagam.

Macaron da São Brigadeiros, de São Caetano The Cake – rua das Figueiras, 786, Santo André. São Brigadeiros – ParkShopping São Caetano - alameda Terracota, 545, bairro Cerâmica. Doce a Dois – Tel: 4226-5930 , 99994-5060, www.doceadois.com.br

RD livro

Gonzaguinha & Gonzagão

A editora LeYa lança a nova edição do livro Gonzaguinha e Gonzagão, escrito em 2006 pela jornalista Regina Echeverria. Além de retratar os episódios de ciúmes e desconfianças da conturbada relação de Luiz Gonzaga e Gonzaguinha, a obra mostra as diferenças de personalidade e comportamento entre os dois. Inspiradora do filme Gonzaga: de Pai pra Filho, que estreia 26 de outubro nos cinemas, a biografia ressalta a importância do show Vida de

Viajante, de 1979, quando a dupla se apresentou e pactuou de vez sua amizade.

Autor: Regina Echeverria Editora: LeYa Páginas: 416 Preço sugerido: R$ 40


Quinta-feira, 11 de outubro de 2012

NOVELA/CINEMA

Repórter Diário

Novelas - Sinopses da semana de 15 a 20 de outubro 2012

ATEN­ÇÃO: OS RESU­MOS DOS ­CAPÍTULOS ESTÃO SUJEI­TOS A MUDAN­ÇAS EM FUN­ÇÃO DA EDI­ÇÃO DAS NOVE­LAS.

GLOBO 17h35

GLOBO 18h

GLOBO 19h

Segunda

TERÇA

QUARTA

QUINTA

SEXTA

SÁBADO

Mathias conversa com Eriberto, Adolfo e Vilminha enquanto Marcela e Isabela tentam consolar Fatinha. Mathias se preocupa com a revolta de Adolfo contra as atitudes da filha. Tico conta para Dinho que sua mãe colocou uma surpresa na cama de Mário. Orelha divulga as imagens do sarau em sua TV. Morgana e Fera se beijam. Bruno se enfurece ao saber que Ju convidou Fatinha para morar com eles.

Lia concorda com a opinião de Tatá sobre seu falso namoro com Gil e decide dar um fim ao acordo dos dois. Ju confessa para Fatinha que não está ficando com Nélio. Dinho pensa em Ju e Lia. Gil vê que Dinho está olhando e beija Lia. Rafael enfrenta Orelha. Orelha é dispensado por Fatinha. Isabela apresenta à turma o diretor de teatro que ensaiará os alunos na Semana Literária. Fatinha pede para morar com Dinho.

Nando convida Lorenzo para ir ao Misturama. Nando faz uma serenata para pedir à Marcela que saia com Lorenzo. Tatá e Gil não querem que seus pais se relacionem. Dinho comenta com Fatinha que acredita que Orelha esteja gostando dela. Ju percebe uma cumplicidade entre Dinho e Fatinha. Morgana se entende com Rafael. Leandro fica com ciúmes de Isabela com Excelsior. Orelha fala mal de Dinho para Ju.

Lia dá aula de guitarra para Gil. Bárbara reclama por ter reatado com Nando. Fatinha chama Ju para conversar, mas na verdade é um plano para que ela encontre Dinho. Nélio vê Ju sair com Dinho. Bárbara coloca Alice contra Mário. Dinho e Ju ficam juntos. Lorenzo e Marcela se beijam. Lia e Gil discutem por causa de seus pais e terminam o namoro. Ju pergunta a Dinho se eles estão namorando.

Leandro surpreende Isabela com uma poesia, e os dois ficam bem. Ju tenta conversar com Lia sobre o fim de seu namoro com Gil. Rosa se orgulha de ver Pilha estudando e pergunta se ele não faz mais rimas de funk. Nando encontra uma caixa do antigo morador do casarão. Rita sugere uma ideia para o CRAU. Lia não consegue descobrir a surpresa que Ju fará para Dinho. Orelha torce para que Fatinha se apaixone por ele.

Fatinha dispensa Orelha

Zé Maria, Caniço e Chico expulsam Assunção e os policiais do Morro da Providência. Laura confirma que Albertinho é o pai do filho que Isabel está esperando. Berenice vibra com os presentes que recebe de Caniço. Edgar não deixa Isabel subir o Morro da Providência para falar com Zé Maria. Neusinha tenta descobrir para quem Quequé quer dar um convite para assistir à peça. Zé Maria fala com Edgar.

Umberto convida Diva para sair. Assunção explica para Zé Maria por que a vacina deve ser aplicada na população. Assunção conta para Constância sobre a conversa que teve na casa de Laura. Albertinho encontra Isabel na casa de Laura. Isabel implora que Laura não conte que o filho que ela está esperando é de Albertinho. Luiza ouve Edgar e Albertinho conversando. Zé Maria luta contra Caniço na manifestação.

Zé Maria obriga Caniço a confessar quem está pagando para ele incitar a violência na cidade. Guerra e Edgar se reconciliam. Caniço foge do Morro da Providência. Zé Maria sofre por causa de Isabel. Luiza conta para Constância que Albertinho teme ser o pai do filho de Isabel. Diva se diverte com uma discussão entre Mário e Frederico. Após as denúncias, Bonifácio afirma que se vingará de Guerra. Isabel procura Zé Maria.

Bonifácio exige que Praxedes tome uma atitude contra o jornal de Guerra. Quequé descobre que Neusinha pegou o convite que Frederico lhe deu. Edgar conta para Laura que confirmou a Albertinho a paternidade do filho de Isabel. Berenice ouve Jurema dizer quem é o pai do filho de Isabel. Berenice procura Albertinho na casa de Laura. Constância não aceita que o filho que Isabel está esperando seja de Albertinho.

Berenice se insinua para Albertinho. Sandra pede para Eulália deixá-la voltar para o trabalho. Edgar decide ajudar Guerra a denunciar Bonifácio. Frederico dá aula de teatro para Neusinha. Assunção viaja e se despede de Constância. Isabel afirma a Laura que não quer mais ver Albertinho. Zé Maria reclama do que está escrito no jornal sobre ele. Albertinho avisa a Laura que tomou uma decisão sobre a situação de Isabel.

Margarida vê o panfleto contra o marido na casa de Edgar. Neusinha encontra Quequé na rua com a moça para quem ele deu o convite. Praxedes invade a redação do jornal de Guerra. Fernando descobre que Edgar é cúmplice de Guerra ao ver o panfleto na bolsa de Margarida. Fernando denuncia o irmão para Bonifácio. Zé Maria agradece Edgar por tê-lo ajudado. Bonifácio chega à casa de Edgar com Praxedes e dois policiais.

Otávio descobre que Charlô saiu e fica ainda mais furioso. Fábio não gosta de saber que Carolina irá trabalhar na Charlo’s. Charlô leva Otávio até uma convenção de mulheres. Manoela defende Carolina e deixa o marido irritado. Vânia desconfia das atitudes de Juliana. Analú diz a Nando que o levará de volta à ilha deserta. Roberta discute com o delegado. Lucilene vê Juliana com o namorado. Roberta e Felipe se enfrentam.

Otávio tenta libertar Felipe da cadeia, mas acaba preso. Roberta tem uma ideia para tentar descobrir o que aconteceu entre Otávio e Vitório. Carolina beija Fábio à força e finge que foi atacada. Charlô tira Felipe e Otávio da cadeia. Analú afirma a Nando que contará a verdade para Felipe. Carolina procura Manoela, e Fábio fica furioso. Felipe se revolta ao ver Nando chegar à mansão com Analú.

Roberta acredita que Otávio obrigou Vitório a vender as ações da fábrica. Roberta tenta disfarçar seu interesse em Nando. Felipe perdoa Analú. Otávio combina com Nando sua saída secreta. Vânia desconfia que exista algo entre Juliana e Fábio. Curiosa, Charlô observa Otávio sair de casa com Nando. O advogado de Roberta dá seu parecer sobre o contrato de venda das ações da Positano.

Roberta descobre que o valor pago pelas ações de Vitório sumiu. Carolina se faz de vítima para Juliana. Fábio fala para Felipe que precisa resolver seu problema com Carolina. Carolina descobre o segredo de Juliana. Otávio tenta se disfarçar ao chegar ao local secreto. Veruska procura documentos para Otávio no escritório de Dino. Charlô flagra Otávio chegando em casa. Fábio descobre que Manoela foi embora com Ciça.

Vânia se culpa pelo sumiço de Manoela e Ciça. Carolina pede que Nieta a deixe voltar a trabalhar na Charlo’s. Felipe convence Juliana a manter o emprego de Fábio. Depois de falar com Analú, Vânia conclui que Fábio estava certo sobre o caráter de Carolina. Roberta transmite à sua diretoria que o contrato apresentado por Otávio não tem valor. Felipe conversa com Roberta. Vânia pergunta a Juliana se existe algo entre ela e Fábio.

Otávio mente para Roberta. Juliana nega que tenha algo com Fábio, mas Vânia não acredita. Frô conta para Ulisses que Fábio beijou Carolina à força. Otávio confessa a Felipe que não tem o recibo de pagamento das ações de Vitório. Carolina mente para Juliana sobre a relação de Fábio e Manoela. Juliana aceita a carona de Nando. Nando fica penalizado ao ver Juliana chorando. Juliana termina seu romance secreto.

A emissora não divulgou este capítulo.

A emissora não divulgou este capítulo.

A emissora não divulgou este capítulo.

A emissora não divulgou este capítulo.

A emissora não divulgou este capítulo.

A emissora não divulgou este capítulo.

Danilo tenta desculpar-se com Isabel, mas ela não ouve e vai embora. O marido vai atrás. Teresa, Mirela e Tais preocupam-se com Isabel, enquanto Abigail defende Danilo. Lucas conversa sobre a vontade de ter um filho com Betina. Violeta irrita-se com o pai durante aula de autoestima, mas tenta disfarçar. Aragão recebe visita de André e reclama da profissão do filho. Isabel recebe a notícia de que perdeu o bebê.

Isabel pede a separação de Danilo. Danilo revela que precisará vender o apartamento e escritório de Isabel. Norberto tem outro sonho com Eduardo e Diva sugere que ele marque nova consulta com Madame Zenaide. Lucas vai à agência de Eduardo e Adriana avisa a Luiza, que vai ao encontro do rapaz. Para consolar Norberto, Madame Zenaide promete o declínio de Eduardo. Darley segue Danilo de carro e, ao parar, atira no rival.

A pedido de Norberto, Darley acerta um tiro em Danilo, que é levado para o hospital. Norberto atropela e mata Darley. Laura e Gabriela encontram, por acaso, o vídeo de Patrick na internet. Abigail se interessa por um rapaz bem mais novo, que retribui intenções. Abigail e Taís vão para Angra atrás de Isabel. Isabel volta para o Rio de Janeiro e faz uma visita surpresa para Danilo, que fica emocionado.

Isabel visita Danilo no hospital e propõe que ele vá para sua casa. Pressionado por Madame Zenaide, Norberto faz as vontades de Diva. Luiza se inscreve no curso de artes plásticas. Duílio acompanha Plínio em uma sessão de fotos e falta ao trabalho com Aragão. Vicente e João Paulo comentam sobre a beleza de Mirela em um restaurante. Após denúncia de Isabel, detetives invadem o cassino.

Os policiais vasculham o cassino clandestino, mas o lugar está vazio. Dóris descobre que Joana é amiga de Isabel e apresenta Diva à moça. Plínio termina o namoro com Violeta por conta de seus ciúmes. Taís diverte-se com Nestor e comemora por ele ser seu pai. Bêbada, Violeta beija Vinagre. Norberto pede que Marmota sabote o jipe de Eduardo. Eduardo segue para a trilha com os turistas e perde o controle do freio.

GLOBO 21h

RECORD 22h

Novela traz o Rio de Janeiro, em meados dos anos 1990 Uma história de amor e drama social, cuja ação principal se passa no seio de uma família da zona Norte do Rio de Janeiro, em meados dos anos 1990. Suburbia, seriado idealizado e produzido pelo diretor Luiz Fernando Carvalho e o escritor Paulo Lins, estreia em 1º de novembro na TV Globo, sendo exibido em oito episódios, um a cada semana. A trama conta a trajetória de Conceição (Débora Nascimento/Erika Januza), menina pobre que deixa o interior de Minas Gerais em busca de vida nova, longe dos fornos de carvão, e vai parar no Rio de Janeiro, onde, tempos depois, é acolhida por uma amorosa família do subúrbio carioca. Ali Conceição se apaixona por Cleiton (Fabrício Boliveira) e vira estrela dos bailes funk, mas não perde a pureza, reafirmando sua integridade diante dos obstáculos que a vida lhe apresenta. O elenco de Suburbia é formado, em sua quase totalidade, por artistas negros e mulatos, escalados em testes de seleção realizados em Minas e no Rio. Conceição é interpretada pela mineira Erika Januza, que nunca

havia trabalhado como atriz. Outros não atores também atuam na trama, como Ana Pérola, ex-gari e passista da escola de samba carioca Império Serrano, que interpreta Jessica, a rival da protagonista. Atores de companhias teatrais do Rio de Janeiro e artistas de grupos culturais, como Nós do Morro e AfroReggae, também integram o elenco, que traz, ainda, os veteranos Haroldo Costa e Rosa Marya Colin. Com Suburbia, Luiz Fernando Carvalho busca retratar a realidade a partir de um olhar documental. O foco está na rede de afetos que move a vida e também no retrato da zona Norte com as diversas facetas que a compõem, sugerindo reflexões sobre a representação dos negros na produção cultural e na dramaturgia, e apontando seu olhar para a importância do espaço das periferias na sociedade brasileira. Minas Gerais e vários bairros do subúrbio do Rio de Janeiro serviram de cenário para a história, cujas cenas foram todas realizadas em locações externas, o que evitou radicalmente o uso de estúdios e representações cenográficas da realidade.

Tráfico Nem tudo, porém, se resolve quando acontece o amor. Pressionada por graves problemas familiares, Morena antevê uma grande oportunidade no convite de Lívia (Cláudia Raia) para trabalhar, por alguns meses

Seu Afonso pede perdão para Isabel Ter sido expulsa de casa pelo pai foi uma das maiores tristezas vividas por Isabel (Camila Pitanga), desde que foi abandonada na igreja por Zé Maria (Lázaro Ramos). Desde então, sua vida é uma sucessão de perdas. Seu Afonso (Milton Gonçalves) não quer mais saber da filha, depois que ela engravidou. Mas o amor de pai falou mais alto ao ouvir elogios a respeito do trabalho de Isabel, que agora é camareira.

Ruby Sparks – A Namorada Perfeita Fotos: Divulgação

Comédia estreia sexta-feira (12) nos cinemas e tem censura livre Da Redação Na comédia Ruby Sparks – A Namorada Perfeita, Calvin (Paul Dano – Sangue Negro) é um consagrado romancista que vive um momento difícil em que não consegue ter boas ideias para seu mais novo livro. Nessa fase de bloqueio criativo, ele começa a escrever sobre uma garota a quem dá o nome de Ruby ( Zoe Kazan – Eu Odeio Dia Dos Namorados). Sua personagem é inspiradora e descrita de uma forma que se apaixonaria por Calvin, se fosse real. Então, sem qualquer explicação, Calvin encontra com Ruby em carne e osso, sentada em seu sofá e descobre que agora ela é sua real namorada. Com direção do casal Jonathan Dayton e Valerie Faris (Pequena Miss Sunshine), a comédia também tem Antonio Banderas (A Lenda Do Zorro),

Aasif Mandvi (Homem-Aranha 2), Steve Coogan (Uma Noite No Museu) e Elliott Gould (Onze Homens E Um Segredo) no elenco. Ruby Sparks – A Namorada Perfeita estreia sexta-feira nos cinemas e tem censura livre. A Entidade Outra estreia é A Entidade, Ellison (Ethan Hawke – Dia de Treinamento). O filme traz um escritor que batalha pela sua próxima história. Para se inspirar, ele muda para uma casa onde uma família inteira foi assassinada e, ao explorar o sótão de seu novo lar, se depara com uma caixa de filmes que mostram o assassinato de inúmeras outras famílias. Enquanto investiga os vídeos, Ellison descobre a existência de algo paranormal que coloca sua família em perigo. (Colaborou Renan Santiago).

EDITAL Nº 002.10.2.012 Norberto mata Darley

Novela Salve Jorge Suburbia retrata cultura afro na periferia carioca valoriza mulher do morro Escrita por Glória Perez, ‘Salve Jorge’ é a próxima novela das nove da Rede Globo com estreia dia 22 de outubro. A protagonista, Morena (Nanda Costa), foi criada no morro dominado pelo tráfico, entre metralhadoras, fuzis e tiroteios. Filha de Lucimar (Dira Paes) e mãe de Júnior (Luiz Felipe Mello) aos 14 anos, a moça amadureceu cedo. Tem personalidade, atitude, marra; a sensualidade livre da mulher do povo. A guerreira encara seus “dragões” de frente, mantendo a capacidade de acreditar nos seus sonhos aliada à fé e à coragem para seguir o duro caminho que leva até eles. É no cenário da pacificação do Complexo do Alemão que ela encontra Theo (Rodrigo Lombardi), oficial da cavalaria do Exército, devoto de São Jorge, como tantos brasileiros.

7

Fotos: Divulgação

PREFEITURA MUNICIPAL DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE RIBEIRÃO PIRES

CONTAS DA PREFEITURA MUNICIPAL DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE RIBEIRÃO PIRES EXERCÍCIO 2010 Vereador Gerson Moizéis Constantino, Presidente da Câmara Municipal da Estância Turística de Ribeirão Pires, Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais e atendendo ao disposto nos arts. 31, § 3º, da Constituição da República e 42, § 3º da Lei Orgânica Municipal, COMUNICA a todos os contribuintes que encontra-se à disposição, para exame e apreciação, por 60 (sessenta) dias corridos, nas dependências da Câmara Municipal, sita na Rua João Domingues de Oliveira, nº 12, Centro, Ribeirão Pires – SP, as Contas da Prefeitura Municipal da Estância Turística de Ribeirão Pires, relativas ao exercício de 2.010 – Proc. TC-2912/026/10. Ribeirão Pires, 10 de Outubro de 2.012.Vereador Gerson Moizéis Constantino - Presidente

4ª Vara Cível da Comarca de Santo André. 4º Ofício Cível.

Dira Paes e Nanda Costa apenas, fora do país. Só que atrás da aparência de mulher sofisticada e acima de qualquer suspeita, Lívia chefia uma rede internacional de tráfico de pessoas, crime que gera lucro de bilhões de dólares por ano.A paixão de Morena e Theo, com encontros e desencontros, na luta para escapar das garras da máfia do tráfico humano, constitui a espinha dorsal da história, e há de movimentar e gerar consequência em todos os núcleos.

Juízo de Direito da 4ª Vara Cível de Santo André – edital de citação com prazo de 20 dias, na forma abaixo. O Doutor Alexandre Zanetti Stauber, Juiz de Direito da 4ª Vara Cível de Santo Andre/SP, faz saber a todos que o presente edital, com prazo de 20 dias, virem ou dele tiverem conhecimento, que neste Juízo encontra-se em trâmite Ação Declaratória, Processo nº 554.01.2010.008211-6, Ordem nº395/2010, movida por Hitorin Mangueiras e Conexões Ltda em face de Aeropress Indústria e Comércio Ltda, atualmente em local incerto e não sabido, não sendo possível citá-lo através de seu representante legal, cita-o pelo presente para no PRAZO DE QUINZE (15) DIAS, a contar do término do presente edital (art.2323, IV, CPC), contestar, querendo e podendo e, não o fazendo, serão tidos como verdadeiros os fatos articulados pelo autor na inicial, operando-se um dos efeitos da revelia – confissão. Para conhecimento de todos é passado o presente edital, cuja 2ª via fica afixada no local de costume. Dado e passado nesta cidade. Santo André, 04 de setembro de 2012.


8

Quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Repórter Diário

Repórter SOCIAL

Fotos:Nathália Blanco

Grand Plaza inaugura quarta expansão

Mármores e granitos mais conectados Claudio Dalossi, Leandro Coelho Dalossi e André Camelo, da Costaneira Mármores e Granitos, recepcionaram amigos em noite de lançamento de aplicativo próprio para plataformas Apple e Android de smartphones e tablets. Coquetel regado a pizzas exóticas aguçou o paladar dos convidados. O evento aconteceu no estande da Costaneira, expositora da Mostra Polo Design Show, que vai até 21 de outubro no Vera Cruz, em São Bernardo. Fotos: Divulgação

O consumidor de shopping da região ganhou mais opção de compras nesta quarta-feira (10). O Grand Plaza Shopping, em Santo André, inaugurou mais uma expansão, com 100 novas lojas, estacionamento coberto e boulevard gastronômico. A cerimônia de entrega teve coquetel para lojistas, secretários municipais e empresários da região. Henrique de Jesus Carvalho e Márcia Pacheco, superintendente e gerente de Marketing do shopping, respectivamente, recepcionaram os convidados.

Carolina Barros, diretora da Lumine Home, Roberto Vaso, diretor da CCP, Claudio Sallum, diretor da Lumine, Flávio Rocha, presidente Riachuelo, Newton Rocha, diretor superintendente da Riachuelo, e Elvio Rocha, conselheiro administrativo da Riachuelo

Os sócios Leandro Coelho, André Camelo e Claudio Dalossi

Henrique e José Sinesio, diretor da Acisa

Frank Aguiar aproveitou para soltar a voz

Secretário de Finanças de Santo André, Heitor Sichmann; Henrique de Jesus Carvalho, Frederico Muraro Filho, secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação de Santo André; Roberto Perroni, presidente da CCP; e Roberto Vaso, diretor da CCP

Angela Tasca e Roseane Sanches Paulo Zanetti, gerente da Viv L'eroa

Henrique Carvalho, o empresário Flávio Sandrini e Amarildo Moraes, gerente de empresa de segurança

Viviane Pio, gerente regional da CVC

Márcia Pacheco, gerente de Marketing

Decoração de Natal A empresária Conceição Cipolatti assinará a decoração de Natal de diversos shoppings centers da Grande São Paulo, entre eles o Grand Plaza, ParkShopping São Caetano, São Bernardo Plaza Shopping, Shopping ABC, Shopping Mauá e Shopping Praça da Moça. Os temas envolvem tecnologia, interatividade e narrativa criativa. As montagens começam na segunda quinzena de outubro.

Edição 11/10/2012  

jornal, news

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you