Issuu on Google+

| 1 Outubro / Novembro • 2013 Ano X • # 16 Distribuição Gratuita

Saúde & Bem Estar

Água ou Refrigerante? Fique bela domindo...

SIGA EM FRENTE

Atitudes positivas melhoram a sua vida Outubro / Novembro 2013 •


2 |

• Outubro / Novembro 2013


Editorial

| 3

Cada um faz como sabe, ou como pode! Sábias palavras de uma velha professora. Não adianta queremos dar passos mais largos que a perna. As coisas não funcionam assim. As mudanças são feitas paulatinamente. Por isso, precisamos aprender a vencer as nossas dificuldades sabendo que nem sempre, ou quase sempre, não vamos conseguir das primeiras vezes. Mas observando nossas reações, com um pouquinho de imparcialidade, deixando nossa própria paixão de lado, vamos conseguir pouco a pouco efetivar mudanças inimagináveis no nosso dia a dia. Existem pessoas que tem capacidade de passar por situações muitíssimo difíceis, sem se perder. Tal qual o bambu chinês, se dobra a mais forte ventania, se curva ao vendaval, mas resiste ao furacão e fica em pé quando chega a calmaria. Isto se chama modernamente de resiliência. Voltando a velha professora, cada um faz como sabe ou como pode. Esta arte, não se aprende imediatamente ao ler um texto. Vem de experiência acumulada no passado e de esforço, muito esforço em tentar aprender a viver melhor. Assim, eu aspiro ser igual aos que já sabem viver bem, aceitando o que não pode ser mudado, e mudando o que estiver ao meu alcance. Mas a sabedoria de discernir entre um e outro, só vem com o tempo, através de três métodos: meditação, observação ou experimentação. Meditação e observação, com trabalho continuo, mesmo que um pouquinho de cada vez, são os métodos mais trabalhosos, que requerem maior esforço, restando por último a experimentação própria, este último, o método mais doloroso dos três. Pense nisso... Solange C. Perassolli. EXPEDIENTE: Distribuição restrita, dirigida e gratuita. Editora: Solange C. Perassolli Diretor responsável: Mauro C. Perassolli - MTB 24.011 RJ Diagramação e artes: Renato Monteiro de Carvalho - 8669-8995 Site: www.donasol.com.br Tels.: 2609-4075 / 7137-1149 E-mail: donasol@donasol.com.br

Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores. O Conteúdo dos anúncios é de inteira responsabilidade das empresas aqui anunciadas.

Outubro / Novembro 2013 •


4 | Saúde

Clareamento Dental É preciso saber que existem dois tipos de manchamento dos dentes: aquele causado por fatores externos (extrínseco) e o que é causado por fatores internos (intrínseco). O primeiro é causado por consumo de bebidas e/ ou alimentos que possuem corantes tais como: café, vinho tinto, açaí, beterraba, molhos etc. Pelo tabaco (fumo) e pelo envelhecimento natural dos dentes (com o passar dos anos). Já o segundo pode ser causado por uso de alguns antibióticos (na época de formação dos dentes); pela ingestão em excesso de flúor (fluorose); por

algum trauma dentário, entre outros. Com o clareamento dental é possível corrigir alguns destes problemas. Existem duas técnicas praticadas pelos dentistas, as quais são: clareamento caseiro e o clareamento a laser em consultório. No caso do caseiro, o dentista faz o molde das duas arcadas do paciente, confeccionando duas moldeiras para ele utilizá-las com um gel clareador (fornecido pelo profissional) em casa, diariamente,durante umas três horas, pelo período de quinze dias. Já no segundo caso, o paciente tem o clareamento feito diretamente pela intervenção do

profissional com o auxílio do laser, geralmente necessitando de duas sessões. Neste clareamento o paciente pode ver o resultado já na primeira sessão. Para um resultado melhor e mais duradouro,utiliza-se a mistura das duas técnicas (caseiro + laser + caseiro). É importante ressaltar a sensibilidade que o clareamento caseiro pode causar e, exatamente por isso, a importância do paciente necessitar do acompanhamento de um profissional capacitado para tal (cirurgiãodentista). Portanto, quer ter seu sorriso mais branco de uma maneira segura? Procure seu dentista para uma avaliação!

Para maiores informações, entrem em contato ou visite o site: www.dratatianatomaz.com.br Cirurgiã-dentista Drª. Tatiana Tomaz - cro rj 21502. End.: Estrada Francisco da Cruz Nunes, nº 6.090 / 204, Piratininga. Tels.: 2608-7622 / 9156-1025. Email: contato@dratatianatomaz.com.br.

• Outubro / Novembro 2013


Beleza | 5

A relação entre o sono e a beleza

O

sono é essencial para o nosso bem-estar, quer físico quer mental. Durante as diferentes fases do sono, ocorrem uma série de processos metabólicos que regulam o nosso organismo, refletindo-se não só no melhor funcionamento deste a nível interno mas também a nível da nossa aparência e humor. A privação parcial ou total de sono faz com que o organismo fabrique hormonas associadas ao stress, levando a uma vaso constrição e consequentemente, a um aspecto mais abatido: Palidez, olheiras, pele sem brilho e aumento das linhas de expressão no rosto. Dormir mal também diminui a concentração de Leptina, que é a hormona responsável pelo controle da saciedade. Por isso, de poucas horas de sono advém a necessidade de comer mais.

Descubra o que seu corpo faz enquanto você dorme

Durante o sono sua imunidade

melhora por liberação de interleucinas, que são substâncias que ajudam seu organismo a se defender de vírus e bactérias. Uma boa noite de sono ajuda o corpo a se livrar de radicais livres, essas moléculas podem causar o envelhecimento precoce e até tumores. Além de proporcionar um bem estar físico por conta do descanso o sono interfere diretamente na regulação térmica do cérebro que é uma função essencial para o bom funcionamento da memória e da vida psíquica. Durante o sono mesmo na fase adulta o hormônio do crescimento continua a ser liberado, embora em doses menores, evitando a flacidez muscular e maior vitalidade.

DICAS PARA PRESERVAR O SONO • Ter horários regulares para dormir e despertar. • Ter um ambiente de dormir adequado: limpo, escuro, sem ruídos e confortável. • Não fazer uso de álcool ou café, determinados chás e refrigerantes próximo ao horário de dormir. • Não fazer uso de medicamentos para dormir sem orientação médica. • Se tiver dormido pouco nas noites anteriores, evite dormir de dia • Jantar moderadamente em horário regular e adequado. • Não levar problemas para a cama. • Ser ativo física e mentalmente.

Outubro / Novembro 2013 •


6 | Comportamento • Adriana Santiago

Como você reage às suas tragédias pessoais?

W

alkíria, 35 anos, mulher linda, médica, já tinha passado por algumas agruras na vida, mas nada se comparava ao que estava por vir. Saiu num dia chuvoso para uma festa com seu marido e ao voltar, numa crise absurda de ciúme, ele incendiou a casa, na tentativa de matá-la. Tudo, absolutamente tudo que tinha foi consumido nas chamas, mas ela conseguiu escapar. Perdeu documentos, todos os seus livros, fotos importantes e irrecuperáveis, joias e mais que isto, a noção de família que havia criado. Perdeu a ilusão de que vivia uma história de amor, caiu por terra o que tinha projetado para a sua vida. Estarrecida diante da situação, sofrendo muito, até chorou! Mas, imediatamente, arregaçou as mangas e começou a tratar de reconstruir o que havia sido destruído. Dor? Claro que ela sentia. Era muita e era física! Mas isto não a impedia de seguir na sua reinvenção. Hoje, vai muito bem obrigada! A casa foi reconstruída e a vida também. Esta é a história de uma paciente, mas poderia ser a sua. Com certeza você deve ter passado por situações muito difíceis! De que maneira atuou nesta ocasião? Como está reagindo às suas tragédias pessoais? Existem pessoas que sucumbem ao menor sinal de estresse. Não se sentem capazes de ter atitudes e se recuperar numa situação traumática. Pensam assim: “Como eu sou infeliz! Isto só acontece comigo!” ou “Caramba, meu amigo tem uma vida perfeita, a minha é uma droga!”, ou mesmo, “Nunca conseguirei sair desta situação!”. Estas pessoas não conseguem entender que viver significa correr riscos e que todos nós estamos expostos às adversidades na vida. Elas insistem em pensar que tal fato não poderia ter acontecido, que nunca mais irá se recuperar de uma desgraça tão grande. Se perdem alguém, não entendem que este é o curso “natural” da vida; se passam por dificuldades fi• Outubro / Novembro 2013

nanceiras, não contam que suas ações os levaram a isto; se nasceram menos favorecidos, não percebem que suas atitudes podem mudar este status; se adoecem, não consideram que somos humanos e perecemos; se terminam um relacionamento, não admitem que encerraram um ciclo e podem começar outro. Elas se apegam a dor e a partir daí montam uma rede sintomática que provavelmente as levará à doença física e mental. Alguns ainda desenvolvem o que chamamos de TEPT (Transtorno do Estresse Pós-Traumático), uma combinação macabra entre ansiedade e depressão, que pode levar ao abuso de substâncias químicas e até mesmo ao suicídio. Isto é gravíssimo! Indivíduos com TEPT revivem a situação traumática a todo momento e evitam sempre qualquer evento que lembre o fato corrido. Se Walkíria desenvolvesse este transtorno, provavelmente ficaria com aversão à velas, fósforos e\ou dias chuvosos, pois estes fatos lembrariam o incêndio ocorrido. Ela também não reconstruiria a sua casa e a vida amorosa. É comum, em grandes tragédias, pessoas com TEPT sofrerem com uma espécie de “CULPA POR TER SOBREVIVIDO”. Exemplo disto são indivíduos que escapam de acidentes onde há vítimas fatais e se martirizam por anos achando que não mereciam ter saído ilesos, que poderiam ter se esforçado mais para salvar outras pessoas. Isto é muito triste, queridos! É uma espécie de “morte-viva”.

Mas, fiquem calmos, após diversas pesquisas, a psicologia positiva descobriu que podemos aprender a ser resilientes.


| 7 De que modo? Regulando nossas emoções, potencializando as emoções positivas, reconhecendo nossas “forças de caráter ou qualidades humanas” e produzindo ou fortalecendo nossos relacionamentos. Falei grego? Eu explico: Para regular nossas emoções é preciso que façamos sempre diante das nossas pequenas ou grandes tragédias cotidianas uma reavaliação cognitiva. Ou seja, é preciso que mudemos de perspectiva para entender o que nos acontece de forma diferente, pois afinal o crivo da realidade é determinado por nós. Por exemplo, quando rejeitados num processo seletivo qualquer, os menos resilientes entendem que não são bons o suficiente, se paralisam e provavelmente se deprimem. Os mais resilientes, ao contrário, repensam as suas ações, entendem que provavelmente precisam se aprimorar mais e partem em busca de novas alternativas.

Para aumentar as emoções positivas é preciso reconhecer o que lhe faz bem e atuar neste sentido.

Uma outra técnica bacana é escrever diariamente pelo menos 3 acontecimentos legais ao longo do seu dia. Podem ser coisas bem pequenas, que aparentemente, você não daria muita importância, como por exemplo: quando alguém lhe faz um pequeno elogio; quando alguém lhe sorri sinceramente lhe desejando um bom dia; quando o trânsito está livre na hora do rush. Dar valor a coisas como estas, aumenta o nível de nossas emoções positivas, pois estamos acostumados a não reconhecer quando tudo dá certo. Aceite, agradeça e escreva as coisas boas que acontecem diariamente. Assim, se tornará uma pessoa mais resiliente e por isto, mais feliz. Uma outra maneira de aumentar a nossa resiliência é reconhecendo e utilizando as nossas forças de caráter

ou qualidades humanas. Criatividade, humildade, prudência, capacidade de perdoar, capacidade de amar, liderança, perseverança, entusiasmo, generosidade, inteligência social, são exemplos de forças que cada um de nós possui e que podemos lançar mão para uma atuação mais plástica no mundo. Mas, para usarmos nossas forças é preciso reconhecê-las. Você sabe quais são as suas? Se não sabe, é preciso pesquisar, pois auto conhecimento é muito importante quando se quer aprimorar a existência. Priorize os relacionamentos. Pesquisas demonstram que fortalecer os laços amorosos e manter uma rede social próxima e solidária ajudam a desenvolver resiliência. Então, meus queridos, cheguem juntos, fiquem perto, solidão não leva ninguém a lugar nenhum e ainda promove estados depressivos. Comemore, ria e na dor, compartilhe! Seus amigos, seus amores, seus pares, os ajudarão nos momentos difíceis. Conte com sua rede solidária. Fiquem atentos, pois nem sempre o trauma é integralmente negativo. Ele pode criar condições propícias para o crescimento! Para isto é preciso que você aceite-o sem culpa por ter sobrevivido, é preciso que você crie uma nova identidade, renascendo como Fênix das cinzas, mais fortalecido e perto da imortalidade. Separações, doenças, perdas fazem parte da história de todos nós. Estamos vivos e isto significa que ao longo da nossa estrada seremos obrigados a passar por caminhos estreitos. Teremos que nos encolher, em determinado momento, para depois nos aprumar de volta. Como Walkírias podemos sair por aí nos apresentando como sobreviventes das nossas tragédias pessoais, ou podemos optar permanecer comprimidos como molas e aguentar a pressão, nos furtando de viver a vida com cores mais intensas. A escolha é sua. Adriana Santiago Psicologia Positiva - CRP: 05-20345 Tel: 26094075 – 86622565 Outubro / Novembro 2013 •


8 | Nutrição

Água ou Refrigerante?

J

á imaginou o que acontece com seu organismo depois de tomar um Refrigerante tipo Cola geladinho? Você já imaginou porque Refrigerantes tipo Cola te deixam alegre? É porque eles te deixam meio “alto”, se é que vocês me entendem. Eles tiraram a cocaína da fórmula há quase 100 anos, sabe porque? Porque ela era totalmente redundante. Veja aqui, passo a passo, o que ocorre após ingerir Refrigerantes tipo Cola. 10 minutos: Uma quantidade parecida com 10 colheres de chá de açúcar golpeiam seu organismo (100% da recomendação diária). Com essa quantidade de açúcar, você só não vomita imediatamente porque o ácido fosfórico quebra o enorme sabor de açúcar, permitindo que ele não fique tão doce. 20 minutos: O açúcar do seu sangue aumenta, causando uma explosão de insulina. Seu fígado responde transformando todo o açúcar em gordura (que nesse momento é abundante). 40 minutos: A absorção de cafeí-

• Outubro / Novembro 2013

ção é composta por altas doses de açúcar e adoçantes artificiais. Isso também faz você eliminar cálcio pela urina. 65 minutos: A propriedade diurética da cafeína começa a agir, e faz você ter vontade de ir ao banheiro. Agora é certo que você ira defecar a junção de cálcio, magnésio e zinco; que deveriam ir para seus ossos, assim como o sódio e a água.

na está completa. Suas pupilas dilatam, sua pressão aumenta e, como resposta, seu fígado joga mais açúcar em sua corrente sanguínea. Os receptores de adenosina no seu cérebro são bloqueados, evitando que você fique entorpecido. 45 minutos: Seu corpo aumenta a produção de dopamina, estimulando os centros de prazer do seu cérebro. Fisicamente, é exatamente isso que acontece se você tomar uma dose de heroína. 60 minutos: O ácido fosfórico prende o cálcio, o magnésio e zinco no seu intestino grosso, provocando um aumento no metabolismo. Essa jun-

70 minutos: O entusiasmo que você sentia, passa. Você começa a sentir falta de açúcar, que faz você ficar meio irritado e/ ou com preguiça. Essa hora você já urinou toda a água do refrigerante, mas não sem antes levar junto alguns nutrientes que seu corpo iria usar para hidratar o organismo e fortalecer ossos e dentes. Isso tudo será seguido por uma enorme falta de cafeína em poucas horas. Menos de duas, se você for fumante. Mas não tem problema, toma outra Refrigerantes tipo Cola aí que vai fazer você se sentir melhor. Fonte - Resumindo.blogspot.com


| 9

O segredo dos temperos

O

uso de temperos naturais contribui muito para os aromas e sabores da culinária. Em substituição aos produtos industrializados, que contém substâncias que dificultam a digestão e provocam irritação gástrica e intestinal, além da grande quantidade de sódio (muitos deles contêm sódio acima da recomendação diária). São bem vindos os temperos que a natureza oferece que além de sabores diferenciados contém substâncias saudáveis como antioxidantes e constituintes funcionais. 1. Gengibre: pode ser utilizado na culinária como conserva – Modo de preparo: ralar o gengibre e adicione vinagre, açúcar mascavo e alho, deixe curtir em pote de vidro. Adicione esta conserva em saladas ou como condimento nas carnes. Esta raiz é considerada um anti-inflamatório e antiemético (possui característica que alivia sintomas relacionados com o enjôo, náuseas e vômitos). Pode ser utilizada também em chás e sucos e como tempero de frango e saladas. 2. Alecrim: possui substâncias antioxidantes e anti-inflamatória. Uma boa dica é colocar um ramo de alecrim fresco dentro do vidro de azeite, assim além de conservar as propriedades do azeite, conseguimos aproveitar também os benefícios do alecrim. Pode ser utilizado como temperos de carnes brancas, chás, sucos e em sopas. 3. Canela: pode ser utilizada no tempero para o cozimento de frutas, preparações doces, carne vermelha, ensopados e para chás. Estudos realizados sugerem que o consumo de canela pode diminuir níveis de glicose e hemoglobina glicada, sendo assim um tempero ótimo para diabéticos. 4. Açafrão: esta especiaria pode ser utilizada no final do cozimento do arroz, deixando o colorido (vermelho – alaranjado), em ensopados, frutos do mar, carnes brancas e vermelhas. Pode também salpicar um pouco de açafrão por cima do prato de comida. Assim você utilizará melhor os benefícios deste tempero. 5. Orégano, manjericão e cominho possuem ação anti-inflamatória e antibacteriana, podem ser utilizados em saladas, preparações assadas, molhos e salpicado no prato de comida. 6. Colorau: possui os compostos bioativos bixina e norbixina que possuem ação antioxidante e hipoglicemiante. Serve como corante de carnes assadas, sopas, pães e arroz. Também pode ser utilizado para colorir manteiga, queijos e outros pratos. Aproveite os benefícios que a natureza nos oferece, com isso teremos perspectivas de uma boa saúde e redução dos riscos de doenças! Por: Andressa Mayara Outubro / Novembro 2013 •


10 | Teste • Adriana Santiago

Teste de Resiliência Escolha uma das opções para cada pergunta abaixo. Em seguida, some os pontos e veja qual o seu nível de resiliência. Adaptação do teste original do Serviço de Psicologia do Hospital do Coração de São Paulo. 1 – Preocupo-me em excesso com coisas banais? ( ) Raramente ou Nunca ( ) Ocasionalmente ( ) Muitas vezes ( ) Sempre 2 – Sou exigente comigo mesmo e com que está em volta de mim? ( ) Raramente ou Nunca ( ) Ocasionalmente ( ) Muitas vezes ( ) Sempre 3 – Cobro-me para que todas as atividades que realizo sejam perfeitas? ( ) Raramente ou Nunca ( ) Ocasionalmente ( ) Muitas vezes ( ) Sempre 4 – Tenho pressa em tudo o que faço? ( ) Raramente ou Nunca ( ) Ocasionalmente ( ) Muitas vezes ( ) Sempre 5 – Irrito-me facilmente no trânsito? ( ) Raramente ou Nunca ( ) Ocasionalmente ( ) Muitas vezes ( ) Sempre 6 – Tenho dificuldades para expressar as coisa que me aborrecem? ( ) Raramente ou Nunca ( ) Ocasionalmente ( ) Muitas vezes ( ) Sempre • Outubro / Novembro 2013

7 – Organizo-me para tirar férias e curtir as horas de lazer com a família ou com amigos? ( ) Raramente ou Nunca ( ) Ocasionalmente ( ) Muitas vezes ( ) Sempre 8 – Temo pela segurança dos meus familiares e amigos? ( ) Raramente ou Nunca ( ) Ocasionalmente ( ) Muitas vezes ( ) Sempre 9 – Tenho medo de ser assaltado ou sequestrado? ( ) Raramente ou Nunca ( ) Ocasionalmente ( ) Muitas vezes ( ) Sempre 10 – Tenho dificuldade para lidar com mudanças repentinas? ( ) Raramente ou Nunca ( ) Ocasionalmente ( ) Muitas vezes ( ) Sempre Estabeleça em cada uma das questões os seguintes pontos: Raramente ou Nunca = 1 ponto Ocasionalmente = 2 pontos Muitas vezes = 3 pontos Sempre = 4 pontos

Total de Pontos: 31 a 40 pontos – Nível de Resiliência muito baixa • Atenção e respeito a seus limites. • Repense suas atitudes e comportamentos • Converse mais com as pessoas em relação aos seus sentimentos • Procure ajuda profissional. 21 a 40 pontos – Nível de Resiliência baixa • Atente-se a sua qualidade de vida. • Busque atividades de lazer. • Procure colocar para o outro as coisas que o aborrecem. • Procure ajuda especializada. 11 a 20 pontos – Nível de Resiliência Média • Fique atento às situações nas quais você não respeita seu espaço e emoções. • Organize suas atividades. • Delegue tarefas para não se sobrecarregar. 0 a 10 pontos – Bom Nível de Resiliência • Continue assim, parabéns.


Saúde |

| 11

O que a física quântica faz pelo nosso organismo?

N

os tempos atuais, é impossível ficarmos imunes ao estresse e ansiedade que concorrem para acelerar o processo de envelhecimento. Estamos expostos às ondas eletromagnéticas dos aparelhos de alta tecnologia (celulares, micro-ondas ,redes de transmissão de sinais etc.). A poluição sonora e visual que piora a cada dia e aumenta a pressão sanguínea. A troca da qualidade de alimentos pela facilidade ou rapidez dos lanches cheios de carboidratos refinados que levam a sérias alterações metabólicas. O excesso de informações acelerando as reações químicas cerebrais trazendo esgotamento das terminações nervosas devido ao excesso de atividades. Todas estas situações promovem o aumento acentuado de produção de radicais livres dificultando a reorganização das funções vitais - capacidade inata das células diante de uma injúria. Isto acaba desestabilizando o funcionamento das células. A maioria das vezes quando apresentamos sintomas diversos – dores lombares, má digestão, cefaleia, obstipação intestinal, diminuição da memória - ignoramos estes sinais. Geralmente tomamos um analgésico, ou um digestivo ou um laxante e vamos tocando a vida na mesma velocidade e carga sem ao menos prestarmos atenção ao que estamos sentindo. De outro lado, quando estamos nos sentindo muito mal, procuramos um médico. Realizamos uma série de exames,e nada é constatado... Todos os exames estão normais... Como explicar tantos sintomas com tantos exames normais? É nesta hora que vem o conceito de disfunção orgânica, uma situação em que ainda não temos uma lesão, uma destruição celular, e sim uma forma inadequada de funcionamento. Este é o melhor momento de atuação, o momento de ouro, onde podemos das condições da própria célula encontrar de novo seu equilíbrio e restabelecer o contato com um funcionamento harmônico. Não lhe parece, caro leitor, ser mais fácil e menos sofrido para nosso organismo, tratarmos a doença antes que ela passe da fase funcional para a lesão, antes de precisarmos do tratamento invasivo? Sim, é isso: tratarmos antes mesmo de ficarmos doentes. Outubro / Novembro 2013 •


12 | Cápsulas

Acalme-se com maracujá

A primavera é época de maracujá, uma fruta azedinha que vai bem em sucos, drinques e in natura. O Maracujá é fonte de vitaminas A, C e do complexo B. Além disso, apresenta boa quantidade de sais minerais (ferro, sódio, cálcio e fósforo). O maracujá possui ação sedativa ou ansiolítica, antiespasmódica, diurética e analgésica. Serve para controlar a irritabilidade, ansiedade, insônia, taquicardias, vertigens, hipertensão arterial, palpitações, transtornos nervosos principalmente em jovens, nevralgias, asma, dispepsia nervosa, cólicas intestinais, dismenorreias espasmódicas e perturbações nervosas da menopausa, dores de cabeça, enxaqueca e dores musculares. Contraindicações do maracujá: Em caso de pressão baixa (hipotensão). Não deve ser associada à bebidas alcoólicas, medicamentos sedativos ou anti-histamínicos, por poder ocasionar interações. Em algumas pessoas, pode causar certa sonolência e, em doses elevadas, podem potenciar fármacos inibidores da monoaminoxidases (IMAO).

SALSA, UMA PLANTA MUITO SAUDÁVEL A salsa é uma planta que tem um monte de benefícios para a saúde, além de ser um condimento utilizado em nossa cozinha. É uma planta que é cultivada durante todo o ano e tem origem no Mediterrâneo Oriental. Uma das propriedades mais importantes de salsa é o fato de atuar como um diurético, ou seja, ajuda a eliminar líquidos e evita que estes sejam mantidos em nosso corpo. Também é digestiva e ajuda eliminar gases. É rica em minerais como fósforo, cálcio, ferro e enxofre e também destaca a grande contribuição de vitamina C. Outra propriedade benéfica da salsa é que fortalece o cabelo e unhas, assim como é adequada para o combate de problemas de pele. Porém convém não abusar, pois contém grande quantidade de ácido oxálico, um composto envolvido na formação de cálculos renais e deficiências nutricionais. Também não deve ser consumido como um medicamento ou suplemento em mulheres grávidas, pois pode levar à estimulação uterina.

• Outubro / Novembro 2013


| 13

PÍLULAS CIENTÍFICAS Por: Adriana Santiago

Acelera Coração!

Exames de neuroimagem demonstraram que a PAIXÃO ativa áreas muito primitivas do cérebro, aquelas encontradas até em répteis. Apaixonarse é, de fato, um dos mais irracionais comportamentos do ser humano. Além disso, a química da paixão envolve a dopamina e os resultados são aqueles fenômenos já conhecidos: sensação de bem-estar ao lado da pessoa amada, perda do apetite e do sono, emagrecimento e obsessão pelo outro.

Churrasco Tenso!

Um levantamento feito em 581 cidades pela Associação Americana de Sociologia revelou que, quanto maior o número de abatedouros numa região, mais brigas, estupros, roubos e assassinatos acontecem por lá. O índice de crimes violentos chega a crescer 130%. Todas as vezes que olhar para um bifinho, repense! Ele pode aumentar a sua agressividade.

Perto da cura

Foi este o avanço científico mais importante do ano de 2013, para a revista especializada Science. Em Maio, um teste clínico do HIV Prevention Trials Network concluiu que a toma de medicamentos retrovirais utilizados para combater o HIV reduzia a transmissão do vírus em 96% nas relações heterossexuais. A descoberta irá modificar a forma como são planeados os tratamentos da doença, escreve a Science.

Excelente segurança

Quer proteger a sua carteira? Leve sempre uma foto de bebê dentro dela. Psicólogos espalharam 240 carteiras pelas ruas de Edimburgo, na Escócia, e descobriram que as carteiras com fotos de criancinhas têm 6 vezes mais chances de ser devolvidas ao dono.

Você pode encontrar os produtos Mary Kay no Espaço Dona Sol - 2609-4075 Outubro / Novembro 2013 •


14 | Saúde

2609-4075 | 7137-1149 • Outubro / Novembro 2013


| 15

Outubro / Novembro 2013 •


16 |

Você encontra Sanavita no Espaço Dona Sol 2609-4075 • 7137-1149 Pasillo Center - Piratininga - Niterói • Outubro / Novembro 2013


Donasol 016