Issuu on Google+

Internet

Santos ganha site de ‘Boas Notícias’ Página 3

Órgão Oficial de Divulgação do Diretório Municipal do PMDB de Santos Ano 7 • Nº 38 • Santos • Junho 2012

Eleição

Distribuição gratuita

Futuro

Papa e Aquino

para Santos avançar ainda mais

Confira nesta edição balanço especial do Governo Papa Páginas 5 a 13

Investimento

Valongo terá Complexo Comercial e Hoteleiro

Páginas 14 e 15

Mão-de-obra

Paulo Skaf anuncia curso para capacitação de portuários Página 2


2• Santos • Junho 2012 Orgão Oficial de Divulgação do Diretório Municipal do PMDB de Santos

Porto

Editorial

Desenvolvimento de Santos não pode parar A cidade de Santos vive um momento próspero e único em termos de desenvolvimento. O município tem crescido de forma planejada e estratégica valorizando ações, principalmente sociais, que transformam a vida das pessoas. Por todo o país, gestores das mais diversas legendas destacam o governo do PMDB santista como exemplo. Isso fez com que a Cidade ganhasse a admiração e o respeito de todos, seja no Governo Estadual, Federal, na Assembléia Legislativa, na Câmara dos Deputados, no Senado e nas mais diversas esferas do Poder Judiciário. As ações que conquistaram esse prestígio para Santos vocês terão a oportunidade de conferir nesta edição, que traz um balanço especial destes quase oito anos de Governo do PMDB, capitaneado pelo prefeito João Paulo Tavares Papa. São índices e números que falam por si só e mostram que Santos não pode retroceder. O bom momento se traduz em números. O desemprego caiu para 8,95%, o menor desde 1998. Nosso PIB (Produto Interno Bruto) em 2009 chegou a R$ 22,5 bilhões - o 18º do país - equivalente a uma renda per capita anual de R$ 54.054,00, a mais alta da região. O total de empresas ativas saltou de 18.197, em 2007, para 21.339 em 2011. Santos lidera o ranking de cidades brasileiras com melhor saneamento, segundo o Instituto Trata Brasil, com 100% de abastecimento de água e 99% de coleta e tratamento de esgoto. A cidade conquistou ainda, em 2010, a liderança entre os municípios com mais de 400 mil habitantes, no Estado de São Paulo, que mais destinam recursos per capita à saúde e educação, conforme estudo da Aequus consultoria, publicado na revista Finanças dos Municípios Paulistas. Entre 2005 e 2010, a porcentagem reservada no Orçamento de Santos para a saúde cresceu de 16,23% para 19,02%; na educação, foi de 25,54% para 28,23%. Isso sem falar no turismo, nos recursos do Pré-Sal e também na revitalização de nosso Porto, projeto construído dentro da gestão do PMDB e que ganhou apoio geral. Os resultados positivos conquistados são, essencialmente, frutos das parcerias construídas pela Prefeitura nas esferas federal, estadual e regional, Câmara, iniciativa privada e instituições da sociedade civil. Essa é a base de todos estes índices positivos. Essa forma de governar, por meio de uma gestão democrática, faz sucesso em Santos, cuja administração do prefeito Papa alcança índices superiores a 70% de aprovação popular. Os santistas conhecem o caminho do desenvolvimento de nossa Cidade - e quem representa a navegação segura rumo ao futuro de mais frutos - e saberão reconhecer isso no pleito municipal deste ano.

Expediente Ór g ã o O f i c i a l d e D i v u l g a ç ã o D . M . P M D B

Senai terá cursos de qualificação para portuários

Paulo Skaf, presidente da Fiesp, anunciou ainda construção de escola do Sesi na Zona Noroeste

M

ais uma boa notícia na área portuária e de qualificação para Santos foi anunciada, no início de maio, pelo presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), Paulo Skaf, durante encontro com o prefeito Papa, no Paço Municipal. Trata-se de um completo curso técnico em porto e diversos treinamentos para formação de profissionais que atuam na cadeia portuária e retro-portuária, a serem realizados pela Escola Senai 'Antonio Souza Noschese', em parceria com o Cenep (Centro de Excelência Portuária). Um dos dirigentes estaduais mais influentes do PMDB, Skaf também trouxe outra boa notícia para a Cidade: a construção de uma escola do Sesi na Zona Noroeste, para atender, gratuitamente, em tempo integral, 1.500 crianças e jovens de zero a 18 anos. O presidente da Fiesp ressaltou que é dever e necessidade da indústria qualificar a mão de obra. “Hoje, a grande preocupação do empresário é com a falta de mão de obra qualificada para o trabalho no século 21. Após buscar junto às empresas portuárias de Santos suas principais necessidades, o Senai montou os cursos, que têm capacidade para atender a 1.200

matrículas no período de um ano”. Os cursos serão desenvolvidos em quatro áreas: gestão, operação, manutenção e segurança, com previsão de investimentos de R$ 12 milhões em equipamentos. “Como os demais realizados pelo Senai, o aluno sairá plenamente capacitado para trabalhar”, disse Skaf. Para o prefeito Papa, a parceria com o Senai representa a consolidação definitiva do Cenep de Santos. “O Centro foi o primeiro do país e teve grande participação da Prefeitura na sua criação, já que foi o Sérgio Aquino no CAP um dos personagens da criação do Cenep”, destacou, citando o então secretário de Assuntos Portuários e Marítimos. Papa também agradeceu o empenho da Fiesp na atração da sede da unidade da Petrobras para Santos e também na equalização tributária dos portos brasileiros, conquistas fundamentais para a economia paulista. A escola do Senai será construída na Zona Noroeste, junto à atual sede do Sesi (Avenida Nossa Senhora de Fátima, 366). O prefeito informou que enviará em breve um projeto de lei à Câmara autorizando a cessão da área.

Editor-Responsável: Carla Espino (MTB 27.412) ● Conselho Editorial: Carlos Pinto, Francisco La Scala Jr. e Sidney Gaspar Fotografia: Francisco Arrais/Juan Reol/ Arquivo PMDB ● Colaborador: Renata Cecilia de Matos ● Diagramação: www.cassiobueno.com.br Fotolito/ Impressão: Diário do Litoral ● Rua General Câmara, 254 – Centro-Santos/SP Cep: 11010-122 ● Tiragem: 5.000 Redação: Diretório Municipal do PMDB – Av. Senador Pinheiro Machado, 135 – Vila Mathias – Santos/SP - Cep: 11075-000 Telefone: (13) 3223-4191 – pmdb.santos@yahoo.com.br


• Santos • Junho 2012 • 3 Orgão Oficial de Divulgação do Diretório Municipal do PMDB de Santos

Nova missão

P

ré-candidato do PMDB à Prefeitura de Santos, Sérgio Aquino deixou, no dia 15 de maio, o comando da Secretaria de Assuntos Portuários e Marítimos, que dirigia desde 2005, quando a pasta foi criada. A passagem de cargo para o advogado e assessor técnico da pasta, Júlio Cesar Pereira Novaes de Paula Santos, ocorreu numa cerimônia bastante concorrida. Representantes da Codesp, sindicatos portuários, empresas do setor, Ogmo (Órgão Gestor de Mão de Obra) e de várias entidades lotaram o Salão Nobre Esmeraldo Tarquínio. O prestígio do prefeito Papa e de Sérgio Aquino puderam ser avaliados também pelo tom dos discursos. O diretor presidente da Codesp, José Roberto Correia Serra, disse, dirigindo-se à Aquino: “A Codesp estará sempre de portas abertas para você”. O presidente do Sindaport (Sindicato dos Empregados na Administração Portuária), Everandy Cirino dos Santos, lembrou de quando o prefeito Papa firmou com os trabalhadores portuários o compromisso de criar a Secretária de Portos, durante sua campanha para reeleição, promessa concretizada um ano depois. “Um dos maiores desafios de Sérgio Aquino foi conciliar os interesses do capital e do poder público com os interesses dos trabalhadores. Nem sempre ganhamos, mas sempre tivemos nele um grande mediador. Estamos com você Sérgio, ontem, amanhã e sempre”. Sérgio Aquino foi homenageado pelos trabalhadores do OGMO – Órgão Gestor de Mão-de-Obra – com a entrega de uma placa de agradecimento à sua dedicação e empenho nas questões portuárias. O excelente trabalho realizado por Aquino também foi destacado pelo presidente da Santos Brasil, Antônio Carlos Sepúlveda, que representou o setor empresarial na cerimônia. “Dois projetos que tem a impressão digital do Sérgio Aquino são a expansão do Porto na Área Continental e o Porto Valongo, que revitalizará a área dos armazéns 1 ao 8, integrando de uma vez por todas o Porto com a Cidade”. Marcus de Rosis, líder do governo na Câmara, atribuiu à visão do Prefeito Papa o momento especial que Santos vive. “Se hoje Santos é vista como uma das cidades mais importantes do País, não é por um passe de mágica. Isso é fruto de um planejamento de governo e de muito trabalho seu e da sua equipe, que se dedicaram intensamente nos últimos oito anos, com o apoio da Câmara Municipal”. Bastante emocionado, Sérgio Aquino lembrou do objetivo da criação da secretária de Assuntos Portuários, menor secretaria da Prefeitura, tanto em pessoal como em orçamento. “Ela é pequena para que seja indutora de ações. Seu objetivo é criar pontes, promover o diálogo, juntar as pessoas”. Encerrando a cerimônia, o prefeito Papa disse que ‘a melhor homenagem que ele poderia fazer ao Porto, essa locomotiva que move a Cidade, era dispensar o Sérgio para que ele prepare as suas energias para novas missões’.

Executiva

Sérgio Aquino deixa Secretaria de Assuntos Portuários e Marítimos

O Salão Nobre Esmeraldo Tarquínio ficou lotado para despedida de Sérgio Aquino

Internet

Santos ganha site de ‘Boas Notícias’ A cidade de Santos ganhou um novo site de informação com o lançamento do portal ‘Sérgio Aquino – Boas Notícias’, projeto do ex-secretário municipal de Assuntos Portuários e Marítimos e ex-presidente do Conselho de Autoridade Portuária (CAP), Sérgio Aquino. A ideia é mostrar à população o quanto a Cidade tem progredido e como aproveitar essa boa fase do município. O endereço é www.sergioaquino.com.br. Contando com linguagem visual moderna e atual, esbanjando tecnologia e design, o portal ‘Sérgio Aquino – Boas Notícias’ oferece aos internautas notícias, fotos, perfil e blog do ex-secretário, artigos, vídeos e áudios, além de completa interação com as principais redes sociais como Facebook, Twitter e Google+. Haverá, inclusive, a opção de cadastro para receber newsletter. Sérgio Aquino explica o porquê de divulgar apenas Boas Notícias em seu site: “Há alguns anos, uma jornalista que conheço comentou de um projeto em desenvolvimento em um dos maiores jornais do país focado exclusivamente em boas notícias.

Tratava-se de uma nova publicação que traria só boas notícias do www.sergioaquino.com.br Brasil e do Mundo. Passado algum tempo encontrei esta amiga e perguntei a ela sobre a publicação, que ainda não tinha visto. Ela explicou que o projeto havia sido cancelado e o motivo era que boas notícias não vendem. Os patrocinadores não viam a ideia com bons olhos. Uma pena, pois as boas notícias existem e não devem ser escondidas. Nos motivam. Por isso decidi divulgar as boas notícias de Santos, que são muitas, nesse site”, afirmou. O foco em boas notícias não fará o site ignorar todos os fatos que acontecem em Santos. O ex-secretário já utiliza há algum tempo seu blog pessoal, agora integrado ao site, onde argumenta sobre os acontecimentos do Município, sempre com o pensamento que desafios existem para serem enfrentados. “Mas, uma cidade como Santos, chamada pela imprensa nacional de Bola da vez, pelos avanços e conquistas, destacada pelo alto nível de qualidade de vida, tem muito a contar de positivo”.

COMISSÃO EXECUTIVA MUNICIPAL Presidente: Sidney Costa Gaspar 1º Vice Presidente: Raquel Ignez Freire Rosemberg 2º Vice Presidente: Eduardo Santos Secretário Geral: Ronaldo Ferreira Silva Secretário Adjunto: Renata Cecília de Matos Tesoureiro: Walter Pereira de Carvalho 1º Vogal: Milton Joaquim Junior 2º Vogal: Luciano Marques de Souza Líder da Bancada: Antônio Carlos Banha Suplentes: Luiz Carlos Oliveira – Silas da Silva – José Benedito Alves Filho – Horácio Pinheiro


4• Santos • Junho 2012 Orgão Oficial de Divulgação do Diretório Municipal do PMDB de Santos

Câmara

Vereadores do PMDB

O

PMDB tem a maior bancada na Câmara Municipal de Santos e tem feito juz à confiança depositada pela população. Atuando em diferentes frentes e voltando a atenção tanto para os moradores da Orla como da Zona Noroeste e da Área Continental, os cinco vereadores trabalham para estreitar a relação entre a comunidade e o poder público. A seguir, um breve balanço da atuação de cada um deles. Líder do Governo Papa na Câmara, o vereador Marcus De Rosis tem elaborado e aprovado diversas leis que influenciam diretamente a vida do santista. Entre elas está o Programa Municipal de Incentivo Fiscal e Apoio ao Esporte, que beneficia milhares de atletas e projetos esportivos, por meio do desconto fiscal concedido às empresas patrocinadoras. Na área da Saúde, a criação da Seção de Captação e Transporte de Órgãos e Tecidos muito mais do que ajudar à população tem contribuído para salvar vidas. Outra conquista recente foi a alteração do local de embarque de jet skis nas praias, que agora é realizado somente pelas rampas da Ponta da Praia, trazendo segurança à população. A reforma da quadra de esportes e da Praça do conjunto habitacional Marechal Humberto de Alencar Castello Branco, o BNH, estão entre algumas iniciativas do vereador Geonísio Pereira Aguiar – Boquinha. Além da remodelação do local,

Boquinha: por melhor qualidade de vida

um convênio firmado com a Poupafarma permitiu a instalação de uma academia pública para a terceira idade. Boquinha também trabalhou para a reforma da Praça Bruno Barbosa (Rádio Clube), do Cecon Caneleira, voltado à terceira idade, e para cobertura de uma das quadras do Centro Esportivo Manoel Nascimento Jr. (Bom Retiro). Outra importante intervenção foi a reurbanização da Av. Jovino de Melo (Zona Noroeste). Outra conquista do vereador foi representar o estado na Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, em Brasília, fruto de sua dedicação ao tema. Atento ao progresso e ao desenvolvimento da nossa região, o Pastor Roberto de Jesus sempre deu atenção especial a ações que promovessem oportunidades iguais a todos, tendo como foco os moradores das áreas mais carentes da Cidade. Também se empenhou para moralização do parlamento santista, iniciativa concretizada com a indicação enviada ao prefeito do projeto de implementação da “Lei da Ficha Limpa”. Pastor Roberto trabalhou ainda pela melhoria das creches e do sistema de saúde pública, buscando a implantação de projetos de geração de emprego e renda. Somando forças com a classe empresarial, visando geração de emprego e combate à desigualdade social, tem ampliado a atuação junto às comunidades mais carentes. Entre projetos de lei, requerimentos e

Trabalhando em benefício da população

emendas à Lei Orgânica do Município, o vereador Antonio Carlos Banha Joaquim apresentou, só em 2011, um total de 813 trabalhos. Destaque para o projeto de lei que determina que casas noturnas coloquem no cardápio frases da campanha ‘Se beber, não dirija’ e na sua articulação fundamental para retomada do recebimento de contas de luz da CPFL pelas Casas Lotéricas e a briga contra os abusos cometidos por seguradoras de veículos. A saúde pública também foi tratada como prioridade. Banha acompanhou de perto questões, inclusive do Governo do Estado, apresentando ação ao Ministério Público pelo fechamento da UTI pediátrica do Guilherme Álvaro, denunciando o descaso com a saúde de crianças e bebês de toda a Baixada. Atual presidente da Câmara, o vereador Manoel Constantino sempre trabalhou em duas frentes de interesse da população: o fim das taxas de laudêmio e a melhoria da qualidade de vida dos munícipes, através de projetos nas áreas de Saúde (Hospital da Zona Noroeste, Banco do cordão umbilical, Academias ao Ar Livre, ônibus da Saúde da Mulher), Segurança (posto policial no Radio Clube e Ponta da Praia) e Meio Ambiente (descarte para lixo tecnológico, colocação de coletores de lixo em áreas urbanas). O parlamentar também tem como grande preocupação o trabalhador portuário, diretamente ligado ao desenvolvimento responsável de Santos.

Constantino preside a Câmara

Banha: campeão no número de trabalhos

Marcus de Rosis: líder do governo

Pastor Roberto: atenção aos mais carentes


Após quase oito anos da administração do PMDB, Santos registra importantes conquistas, com perspectiva de ganhos ainda mais expressivos para os próximos anos. Muitos avanços resultam do trabalho de planejamento e de ações efetivas realizadas com o objetivo de preparar a Cidade para as grandes mudanças decorrentes de fatores como a produção e exploração do pré-sal na Bacia de Santos, a expansão portuária e criação do Parque Tecnológico. As ações implementadas vêm atraindo investimentos privados, gerando empregos e movimentando a economia. Saúde, Educação, Esportes, Cultura, Meio Ambiente e Cidadania receberam atenção especial, melhorando a qualidade de vida da população. Nas páginas a seguir, um breve resumo das realizações do Governo Papa que mudaram a cara de Santos e colocaram a Cidade novamente no centro das atenções.

• Santos • Junho 2012 • 5 Orgão Oficial de Divulgação do Diretório Municipal do PMDB de Santos

Orgão Oficial de Divulgação do Diretório Municipal do PMDB de Santos

Santos, o futuro é agora!


6• Santos • Junho 2012 Orgão Oficial de Divulgação do Diretório Municipal do PMDB de Santos

Progresso

Santos vive novo ciclo de crescimento socioeconômico

Equilíbrio social Graças ao empreendedorismo e a visão política da administração peemedebista, os santistas vivem uma fase social e econômica como há muito não se via. Apontada como uma das melhores cidades do país para investimentos, Santos está gerando oportunidades, emprego e qualidade de vida aos moradores e ainda aproveitando o bom momento para garantir equilíbrio social. O processo de desenvolvimento desencadeado na cidade se consolidou, movimentando a economia, gerando empregos e colocando Santos entre as que tiveram maior crescimento do Produto Interno Bruto, o PIB. O índice de desemprego é o mais baixo dos últimos 13 anos e o município está entre os 50 com melhor desempenho na geração de empregos no Brasil. Construção civil, prestação de serviços e comércio são as áreas que mais criaram vagas de trabalho. Petrobras e telemarketing - O governo Papa batalhou pela instalação da sede do escritório de Negócios da Petrobras na Cidade, e o empenho é mais do que justificável. A empresa vai trazer mais de R$ 300 milhões em investimentos, aquecendo a economia da região central. As três torres de escritórios e salas de trabalho terão mais de 6 mil funcionários. Santos vem se preparando para as transformações decorrentes do crescimento da produção de petróleo e gás na Bacia de Santos. Setores da educação, lideranças e empresas estão mobilizados. Um novo setor se instalou e cresceu na cidade, o de telemarketing, graças à legislação municipal criada pelo PMDB, que atraiu empresas do gênero com incentivos fiscais proporcionais à quantidade de empregos gerados. Os jovens em busca do primeiro emprego foram os maiores beneficiados pela iniciativa, que abriu 7 mil vagas.

Setor de obras é um dos responsáveis pelo aquecimento da economia e baixo índice de desemprego

Conquistas sociais e mais cidadania Outro mérito do governo do PMDB em Santos é aliar o crescimento socioeconômico ao combate às desigualdades sociais. Na administração do prefeito Papa, a Cidade apresentou várias conquistas neste sentido, como o programa Bolsa Santos. Trata-se de um programa de enfrentamento da miséria e da pobreza. É a primeira iniciativa de âmbito municipal registrada no País e já está beneficiando cerca de 100 famílias. Outras 500 estão no programa municipal Nossa Família, de transferência de renda. As duas iniciativas visam o atendimento global e a qualidade de vida, garantindo o acesso à educação, saúde e qualificação profissional destas pessoas. Novos serviços e oportunidades - A partir de 2005, famílias de regiões carentes da Cidade ganharam novas oportunidades com a criação de programas de geração de renda. A Lavanderia Comunitária, no Centro Histórico, e a Padaria Comunitária, no Caruara, asseguram trabalho e renda a várias delas. O Restaurante Bom Prato, parceria da Prefeitura com o Governo do Estado, proporciona alimentação de qualidade a R$ 1,00 na área do Mercado Municipal e, ainda neste semestre, na Zona Noroeste, com a nova unidade que está sendo construída na Av. Nossa Senhora de Fátima. O Programa Fênix deu chance a centenas de pessoas em situação de rua, que conseguiram voltar ao mercado de trabalho e se reintegrar à sociedade. Os jovens ganharam o programa de valorização com o qual são preparados para o mercado de trabalho e ganham bolsa de estudos, e ainda passaram a contar com o Centro da Juventude da Zona Noroeste, onde podem aprender em cursos e oficinas gratuitos. E as crianças e os idosos têm espaços de convivência e centros comunitários, além de serviços de proteção social.

Restaurante Bom Prato oferece refeição de qualidade a R$ 1,00, no Mercado e na Zona Noroeste


• Santos • Junho 2012 • 7 Orgão Oficial de Divulgação do Diretório Municipal do PMDB de Santos

Porto de Santos, a locomotiva que move a Cidade

Cidade avança na Defesa da Cidadania O governo Papa criou em 2010 a Secretaria de Defesa da Cidadania para fortalecer o acesso dos santistas aos seus direitos básicos. Com ela, várias conquistas sociais foram comemoradas: o Casamento Comunitário, que completou três edições; o Programa Praia Acessível, com acesso de pessoas com deficiência ao banho de mar; assistência e orientação jurídicas gratuitas, campanhas de combate à violência contra a mulher e eventos em apoio às minorias e diversidade sexual. Dos 25 conselhos municipais em atividade na Cidade, seis foram criados a partir de 2005, mostrando o estímulo do poder municipal à participação do cidadão nas políticas públicas.

Padaria Comunitária: trabalho e renda

Cidade-Porto Casamento Comunitário realiza sonho de casais

Praia Acessível aos portadores de deficiência

Cenep já capacitou 3 mil trabalhadores portuários

‘Pedala Porto’ é sucesso já na primeira edição

Expansão portuária alavanca desenvolvimento Porto, Logística, Turismo, Energia (Petróleo e Gás), Desenvolvimento Urbano, Meio Ambiente e Tecnologia representam os eixos essenciais do plano estratégico do governo Papa na busca por uma Santos progressista e equilibrada. O município entrou na década mais promissora da sua história com uma carteira de projetos essenciais para o País, que se viabilizam pela consistência e pela absoluta responsabilidade social e ambiental. O pioneirismo da criação da Secretaria de Assuntos Portuários e Marítimos, em 2005, que se tornou modelo de gestão para outras cidades brasileiras, foi fundamental para atrair para a Cidade projetos estratégicos de desenvolvimento e incluir a administração municipal nas grandes decisões do complexo portuário santista. Pela primeira vez na história do Porto, as questões portuárias passaram a ser objeto de planejamento e ações conjuntas. O Porto começou a enxergar a Cidade e a Cidade a valorizar o seu Porto. Essa ponte criada possibilitou a elaboração de uma nova legislação para a Área Continental. Aliando expansão portuária e desenvolvimento sustentável, o governo Papa abriu caminho para novos empreendimentos, com a expectativa de gerar pelo

menos 27 mil empregos diretos e indiretos na construção e operação desses novos terminais. Capacitação - Outro avanço foi a criação, em 2008, do Centro de Excelência Portuária de Santos (Cenep), o primeiro do país. Desde então, a instituição garantiu atualização e qualificação profissional a cerca de 3 mil trabalhadores portuários. Ações intersetoriais tiveram sucesso na aproximação do santista com o Porto, em projetos de saúde, cultura, esportes e educação, como a corrida de pedestrianismo Cidade-Porto, o passeio ciclístico Pedala-Porto, passeios de escunas para estudantes e comunidade, e o evento Música no Porto, entre outros. História no CAP - Também entrou para a história a primeira gestão municipal no Conselho de Autoridade Portuária (CAP), órgão responsável pela construção da política portuária de Santos. O então secretário de Assuntos Portuários e Marítimos, Sérgio Aquino – agora pré-candidato do PMDB à sucessão do Prefeito Papa - foi nomeado pelo Governo Federal para dois mandatos, o que só veio reforçar as conquistas para a região. Antes disso, os presidentes do CAP vinham de Brasília.


8• Santos • Junho 2012 Orgão Oficial de Divulgação do Diretório Municipal do PMDB de Santos

Qualidade

Investimentos marcam educação no município Desde 2005, quando o prefeito João Paulo Tavares Papa assumiu a Prefeitura de Santos, a educação pública de qualidade se transformou na razão de ser do governo municipal, importância que se refletiu no aumento do orçamento da pasta, acima dos limites exigidos pela Constituição, que é de 25%. Perseguindo esta meta, vários projetos e ações inovadoras foram implementados, servindo de modelo para todo o país. O programa Escola Total/Jornada Ampliada consagrou-se como um dos mais bem-sucedidos, ao garantir a permanência do aluno o dia inteiro na escola em atividades educacionais, culturais e esportivas, recebendo ainda alimentação e transporte do município. Com 10 mil crianças e adolescentes beneficiados em várias regiões da Cidade, o Escola Total/Jornada Ampliada foi decisivo para Santos ganhar, em 2008, o título de ‘Cidade Educadora’, conferido pela Associação Internacional das Cidades Educadoras (Aice), com sede na Espanha. Outra herança do governo Papa são mais 12 escolas para a rede municipal e dois Centros de Atividades Integradas de Santos (Cais) - na Vila Mathias e na Vila Nova - para abrigar alunos do Escola Total e cursos gratuitos à comunidade, como de inclusão digital. Mais escolas e centros de atividades para alunos Novas construções, reformas e aquisições de patrimônio foram fundamentais para ampliar os espaços no município voltados para o ensino. Entre os principais investimentos, destacam-se a compra do antigo Colégio Santista, por R$ 21 milhões, que foi adaptado para se transformar no Cais Colégio Santista, na Vila Nova. O governo Papa também foi responsável pela aquisição da antiga Escola Americana, no Morro da Nova Cintra, que sedia as escolas Deputado Rubens Lara e Cyro de Athayde Carneiro. A UME (Unidade Municipal de Ensino) Mário de Almeida Alcântara, no Valongo, foi amplamente reformada e modernizada. Com isso, tornou-se a primeira da rede a contar com sistemas de aquecimento solar e de captação de água da chuva. Déficit zero de vagas em creches A educação infantil também foi priorizada e obteve resultados significativos para milhares de famílias santistas. A Prefeitura conseguiu zerar o déficit de vagas no ensino de crianças de 0 a 3 anos graças às reformas e ampliações de espaços e aos convênios e parcerias com instituições não-governamentais. Hoje 6 mil pequenos santistas são atendidos em período integral em 22 unidades municipais e 36 conveniadas. E há 586 vagas disponíveis para novos alunos.

Cais Colégio Santista, na Vila Nova, atende alunos do Programa Escola Total/Jornada Ampliada

Desempenho melhora na rede municipal Resultado dos investimentos municipais, os estudantes das escolas da prefeitura apresentaram melhoria crescente no desempenho em sala de aula. A comprovação veio por meio do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), que tem como base a aprovação e média de desempenho dos estudantes. O indicador é usado pelo Ministério da Educação (MEC) e Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) para avaliar o nível da educação no país a cada dois anos. A mais recente avaliação mostrou que 65% das escolas municipais de 1º ao 9º ano obtiveram média superior às referências nacionais. E 46% do total

das unidades atingiu ou ultrapassou as projeções, enquanto 94% das escolas superaram a média do país nas classes de 5º ano. Cidade livre do analfabetismo Garantindo a educação de jovens e adultos na rede municipal de ensino, Santos também conquistou outro importante reconhecimento na área da educação. É o selo de Município Livre do Analfabetismo, conferido pelo governo federal em 2007, a apenas três cidades no Estado de São Paulo: Santos, São Caetano e São Pedro, entre 5.560 cidades brasileiras. O índice na ocasião do prêmio era 3,6, e hoje, de acordo com o censo do IBGE de 2010, caiu para 2,2, devido aos contínuos avanços e investimentos.

Escola Mário de Almeida Alcântara é reformada e modernizada

USP E Unifesp O governo Papa empenhou-se para viabilizar a universidade pública aos moradores de Santos e da Baixada. Um grande avanço foi o estabelecimento na Cidade da Universidade de São Paulo (USP), uma das mais importantes da América Latina. A instituição começou suas atividades este ano com o curso de engenharia de petróleo, no prédio do Colégio Cesário Bastos, na Vila Mathias. Já a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), desde 2005 em Santos, ampliou seu espaço físico, implantou novos cursos e deu início ao Instituto de Ciências do Mar e Meio Ambiente, voltado para o ensino das principais vocações econômicas da região.

Ampliações e convênios garantem déficit zero de vagas em creches


• Santos • Junho 2012 • 9 Orgão Oficial de Divulgação do Diretório Municipal do PMDB de Santos

Investimentos

Saúde: recuperação e ampliação da rede O desafio de promover a inclusão social vem sendo enfrentado pelo governo Papa com intervenções e injeção de verbas em setores essenciais, como saúde e educação. De 2005 para cá, a porcentagem reservada no orçamento do município para a saúde cresceu de 16,23% para 19,02%. Uma das grandes conquistas para a rede municipal de Saúde foi a aquisição, junto ao INSS, do prédio do antigo Hospital dos Estivadores, que será reformado e equipado para começar a atender ainda este ano, aliviando o déficit regional de vagas para pacientes do SUS. O novo complexo de saúde terá um hospital geral com 144 leitos de internação e 20 de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), além de uma maternidade com 73 leitos, sendo 27 Resgatado para a rede pública, Hospital dos Estivadores começa a funcionar ainda este ano

Parque Roberto Mário Santini: novo espaço para lazer e atividades físicas de UTI neonatal. A reforma e construção de 45 unidades e a ampliação das equipes de saúde da família – de duas para 15 – aproximaram o usuário da rede e humanizaram o atendimento, melhorando as condições de trabalho também para os funcionários. A reativação do primeiro e segundo andares do ProntoSocorro Central, a ampliação do Complexo Hospitalar da Zona Noroeste e a instalação de duas unidades do Programa Farmácia Popular estão entre os principais destaques. No último ano, as unidades básicas do José Menino/Pompeia, Caruara e Vila Mathias ganharam novos prédios e a Cidade passou a contar ainda com a Central Regional do Samu - Serviço de Atendimento Médico de Urgência.

Esportes A vocação natural de Santos para os esportes foi potencializada durante a administração do PMDB, que investiu tanto na estrutura quanto em programas de incentivo à prática esportiva, quadriplicando o número de usuários nos últimos sete anos. Hoje Santos conta com ginásios modernos e multifuncionais, capazes de abrigar competições nacionais e internacionais. Patrimônio esportivo e cultural da Cidade, a Arena Santos - construída pela Prefeitura na Vila Mathias - conta com 11 mil m² e capacidade para 5 mil pessoas, dispondo de ampla infraestrutura e recursos tecnológicos modernos. Na Zona Noroeste, o moderno e amplo centro esportivo permite a prática de 21 modalidades, com piscina aquecida e coberta, quadras e salas multiuso. No Morro do São Bento, o Centro Turístico, Esportivo e Cultural passou a oferecer à comunidade um leque de cursos e atividades gratuitas. Na orla do José Menino, turistas e moradores ganharam nova opção de lazer e espaço para a prática de esportes radicais, como surfe e skate, com a criação do Parque Roberto Mário Santini. Já na Ponta da Praia, a modernização do Complexo Esportivo Rebouças possibilitou a instalação da primeira escolinha pública do Brasil de biatlo e triatlo, além do incentivo de modalidades como vôlei, basquete, judô, ciclismo, vela e ginástica. Academias ao ar livre estão sendo instaladas para democratizar ainda mais a prática esportiva e inserir o hábito de se exercitar mesmo em quem está longe da Orla. Caruara e Aparecida já contam com a novidade. O objetivo da Prefeitura é instalar, até o final do ano, mais cinco academias deste tipo. Devem ser beneficiados Bom Retiro e Rádio Clube (Zona Noroeste), Embaré, Academias Morro da Nova Cintra e Morro do São Bento. ao ar livre: Foi criado ainda o Comitê Santos Pró-Copa 2014, para tornar a qualidade Cidade uma das subsedes do Mundial de Futebol. O objetivo é que de vida Santos abrigue uma das seleções participantes, atraindo assim milhares de turistas e projetando internacionalmente o nome da cidade.


10• Santos • Junho 2012 Orgão Oficial de Divulgação do Diretório Municipal do PMDB de Santos

Cultura e turismo

Cidade retoma importância turística Com praias e jardins belos e bem-cuidados, patrimônio histórico e cultural preservado e boa infraestrutura, Santos voltou a ser um dos principais destinos turísticos do país, durante o governo Papa. Os visitantes ganharam novas atrações com o programa municipal Alegra Centro, responsável pela restauração de 431 imóveis na região central. O bonde é uma das principais, somando mais de 1 milhão de passageiros em 11 anos de funcionamento. A mesma região ostenta os teatros Coliseu e Guarany, Casa do Trem Bélico, Pantheon dos Andradas e o Museu Pelé, em construção no Valongo, que vai trazer a Santos turistas de todo o mundo interessados na história do melhor jogador de todos os tempos.

A realização de espetáculos musicais gratuitos... e a retomada do Desfile das Escolas de Samba são exemplos de incentivo à cultura Na rota dos transatlânticos Investindo no turismo para gerar emprego e renda, Santos está entre as principais rotas de cruzeiros marítimos, segundo a Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos e Fundação Getúlio Vargas, e divulga suas atrações dentro e fora do país. Nesta temporada, que terminou em 18 de maio, um total de 24 navios atracaram no cais santista, transportando cerca de 1milhão e 150 mil passageiros. Resgate do Carnaval Em 2006, o prefeito Papa resgatou o tradicional desfile das escolas de samba em local

exclusivo com infraestrutura adequada na Zona Noroeste, onde também está sendo erguido o Centro Cultural e Esportivo. O espaço atenderá à comunidade o ano todo e, durante o Carnaval, será transformado em camarotes e setores da grande festa popular. Revitalização traz novo filão A revitalização do Centro Histórico resultou na criação de novo filão para a economia santista: escolha da cidade como cenário para gravação de produções audiovisuais (filmes, novelas, minisséries, comerciais e sessões fotográficas). Segundo a 'Santos Film Commission', 250 produções

Rua XV de Novembro (Centro Histórico)

Bonde Turístico e Estação do Valongo (ao fundo)

foram feitas na cidade nos últimos quatro anos, injetando no mercado local cerca de R$ 6 milhões. O governo santista seguiu investindo na preservação de teatros, cinemas, bibliotecas e museus e em cursos gratuitos de acesso à cultura, que reúnem mais de 30 mil alunos. Com sete unidades, a rede santista de bibliotecas é destaque nacional e estadual em número e qualidade. Em parceria com a iniciativa privada foram criados ainda novos eventos culturais, como o Chorinho no Aquário, na Ponta da Praia, e o Música no Quebra-Mar, no José Menino. É a cultura em todos os cantos da Cidade. A ciclovia do maior jardim de praia do mundo

Teatro Coliseu: patrimônio recuperado


• Santos • Junho 2012 • 11 Orgão Oficial de Divulgação do Diretório Municipal do PMDB de Santos

Novos Tempos

Obras e melhorias em todas as regiões Todas as regiões de Santos ganharam serviços de pavimentação, drenagem, áreas verdes, iluminação, urbanização e reformas em praças, pontilhões e outros espaços públicos, durante o governo do prefeito Papa. Nos últimos oito anos, várias obras construíram uma cidade melhor para todos os santistas, com o Parque Municipal Roberto Mario Santini, Centro Esportivo da Zona Noroeste, Restaurante Bom Prato, Posto 7 de Salvamento, Centro Cultural São Bento, Arena Santos, Centro Público de Emprego e Poupatempo. Outras obras em andamento vão transformar ainda mais a Cidade: a revitalização do Orquidário Municipal, a maior intervenção desde a inauguração; a reurbanização da orla e da Rua Amador Bueno, na área central, e as construções do Centro Cultural e Esportivo da Zona Noroeste e do segundo Cais (Centro de Atividades Integradas de Santos), na Vila Mathias.

Arena Santos e Cais da Vila Mathias: palco de competições e espaço educativo

Avenida Jovino de Melo (Zona Noroeste) é uma das vias reurbanizadas

Casas sobrepostas, no Caminho da Divisa, vão receber famílias de áreas de risco

Rua Amador Bueno, no Centro, começa a ser reurbanizada

Museu Pelé, no Valongo, vai abrigar acervo do Rei do Futebol

Santos Novos Tempos: mais qualidade de vida Desde 2005, a Prefeitura entregou 1.389 casas e apartamentos, construídos em regiões urbanizadas e com acesso a serviços públicos essenciais. Atualmente, na Zona Noroeste, estão em andamento as obras de habitação popular do programa ‘Santos Novos Tempos’, na Caneleira 4, com 680 unidades; e 56 casas sobrepostas no Caminho da Divisa, além de outras 56 que serão consolidadas na mesma área e 16 serão erguidas na avenida Brigadeiro Faria Lima. Maior projeto municipal em desenvolvimento na Cidade, o ‘Santos Novos Tempos’ prevê, nos próxi-

mos cinco anos, a construção de 5.400 moradias e melhorias em outras 2.200, beneficiando 7.600 famílias e somando recursos de R$ 549 milhões. Com financiamento do Banco Mundial e parceria com a União e governo estadual, a iniciativa possibilitará a urbanização do Dique, com solução viária, obras de macrodrenagem para eliminar as enchentes na Zona Noroeste, recuperação ambiental das áreas ocupadas pelas palafitas, contenção de encostas nos morros, além de capacitação profissional dos moradores, que somam quase 4 mil pessoas.


12• Santos • Junho 2012 Orgão Oficial de Divulgação do Diretório Municipal do PMDB de Santos

Logística Graças ao equilíbrio das contas públicas e aumento da receita o governo Papa adquiriu imóveis como do antigo Colégio Santista

Equilíbrio financeiro garante investimentos Modernização e eficiência administrativa foram fundamentais para que o governo do PMDB em Santos aumentasse a receita e garantisse investimentos em setores prioritários ao cidadão, mantendo as contas equilibradas. Em sete anos, as verbas destinadas à educação, saúde e assistência social saltaram de R$ 318,2 milhões para R$ 681 milhões. Além disso, o governo Papa comprou escolas, como os antigos Colégios Docas e Santista, e a Escola Americana. Também foi anexado ao patrimônio o Hospital dos Estivadores, que deve entrar em funcionamento ainda este ano. Já Programa ‘Santos Novos Tempos’, que vai beneficiar os morros e a Zona Noroeste, com mais de 7 mil moradias, tem reservado R$ 20,4 milhões em recursos municipais. Transporte e Trânsito Na busca de qualidade ambiental e segurança de pedestres, motoristas e ciclistas, o governo santista adotou soluções inovadoras em transporte público e trânsito. Uma delas foi a criação de corredores de ônibus para agilizar a fluidez nas principais vias da Cidade, também garantida por uma frota de transporte público nova, ampla e de qualidade, que atinge 96% de acessibilidade. A malha cicloviária cresceu de 9,4 Km para 27,9 Km, contemplando várias regiões da Cidade. E, para melhorar a mobilidade de pedestres e veículos, duas novas

passagens viárias foram criadas, ligando os bairros do Campo Grande e Pompeia, cortando a Avenida Francisco Glicério. Priorizando o pedestre nas travessias em faixas de segurança sem semáforo, o movimento ‘Faixa Viva’ reduziu em 60% o número de mortes de pessoas no trânsito.

Corredor de ônibus dá fluidez ao trânsito nos horários de pico

Novo Plano Diretor: desenvolvimento sustentável O governo Papa criou na Cidade o novo Plano Diretor, instrumento que combina desenvolvimento e sustentabilidade, e destacou-se nas ações de preservação ambiental, conquistando o selo de Município Verde/Azul. Os santistas conseguiram triplicar a coleta seletiva nos últimos anos, aproximando-se das 4 toneladas por ano. Vários ecopontos foram criados e mais de 1 mil contentores para resíduos sólidos e reciclá-

veis foram instalados, tornando o serviço de limpeza urbana muito mais eficiente. Na balneabilidade das praias, o Laboratório de Controle Ambiental modernizou suas instalações e informa, 24 horas, as condições das praias; enquanto as catamarãs retiram resíduos flutuantes do mar, e o programa Canal Limpo, em parceria com a Sabesp, detecta ligações clandestinas de esgoto e mantém limpos os canais. O meio ambiente agradece!


• Santos • Junho 2012 • 13 Orgão Oficial de Divulgação do Diretório Municipal do PMDB de Santos

Funcionalismo

Entre os benefícios para o magistério que estão sendo implementados:

Valorização do servidor é desafio cumprido Compromisso firmado pelo PMDB nos dois mandatos do Prefeito Papa à frente do governo de Santos, a valorização do serviço público é hoje realidade para 12 mil servidores municipais. Aguardado ansiosamente pela categoria, o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos foi sancionado em março deste ano com uma série de leis beneficiando o quadro da Prefeitura. O Plano começou a ser estudado pela administração municipal em 2007, com a elaboração das primeiras minutas do projeto. O resultado final saiu da negociação entre governo municipal, sindicatos da categoria e servidores, que trabalharam em parceria visando o equilíbrio entre a valorização do servidor e as contas públicas, em respeito à Lei de Responsabilidade Fiscal. A categoria ficou satisfeita porque foram mantidos benefícios anteriores ao plano - como adicional por tempo de serviço - e criadas novas oportunidades, com avaliação por desempenho, incentivo e reconhecimento do aprimoramento acadêmico. Outros méritos do novo plano de cargos são: diminuir a defasagem salarial e corrigir distorções ao longo dos anos, além de tornar novamente atrativa a carreira na administração municipal. Ganhos reais - Na prática, a iniciativa resulta em ganhos reais de até 30% aos servidores, incluindo o reajuste geral de 7% sobre o vencimento-base. Um grande diferencial é o adicional de titularidade, que remunera os estatutários ativos com título acadêmico superior ao exigido pelo cargo. Os servidores com graduação no ensino superior recebem R$ 200,00; R$ 400 (com pós-graduação), R$ 800,00 (mestrado) e R$ 1.200,00 (doutorado). Desempenho - Mais uma inovação do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos adotado em Santos é a evolução funcional após a avaliação. A nova regra será válida a partir de 2013. Os critérios para avaliação dos servidores serão discutidos com os sindicatos das categorias. Anualmente, a Prefeitura reservará recursos orçamentários suficientes para a progressão de 35% do total de servidores.

• Adicional de dedicação exclusiva de 20% ao professor que trabalhar numa única unidade, permanecendo por maior período na escola; • Licença acadêmica remunerada com duração de 12 meses para todos integrantes do quadro do magistério para preparação de tese ou trabalho de conclusão de curso; • Gratificação de grau de complexidade de 10% a 20% ao quadro do magistério que exerce atividade em unidades de ensino de alto grau de complexidade; • Professores adjuntos com jornada mínima alterada de 25 para 105 horas mensais;

Projeto do Plano de Cargos foi entregue pelo prefeito ao presidente da Câmara

Benefícios se estendem a guardas e educadores O governo municipal também adotou o Plano e Estatuto do Magistério e um conjunto de benefícios exclusivos à Guarda Municipal. O plano do magistério contempla o quadro de educadores de desenvolvimento infantil, professores e especialistas de educação (coordenador pedagógico, orientador educacional, assistente de direção, diretor de unidade de ensino e supervisor de ensino), visando à melhoria da qualidade da educação básica, estímulo ao desenvolvimento profissional e a valorização do comprometimento. Zelando pela segurança Os guardas municipais foram contemplados com adicionais de regime especial de trabalho (20%) quando do exercício de atividade de risco e adicional para condução de veículos (15%). Outra inovação é a implantação do regime de plantão de 12 horas de trabalho e 36 de descanso, com direito à folga mensal. A administração municipal manteve ainda o compromisso de promover anualmente o aumento no salário dos servidores públicos. Desde 2005, a remuneração bruta do funcionalismo, incluindo auxílio-alimentação, teve acréscimo médio de 90,15% e os salários de 97,75%.

Guarda municipal tem benefícios especiais...

...assim como professores e especialistas na educação

Valorização e conquistas do servidor Além do novo Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos, os servidores municipais somaram outras conquistas. Santos foi, ainda, a primeira cidade do país a ampliar a licença- maternidade para seis meses. Com o objetivo de promover a saúde do servidor, lançou o programa 'Cuide-se bem', de qualidade de vida, que propiciou, entre outras práticas saudáveis, atividade física durante o horário de trabalho. Na gestão do PMDB foram promovidos concursos públicos para 87 cargos e nomeados 4.838 servidores. Criou-se ainda o Instituto de Previdência Social dos Servidores Municipais de Santos, que garante aposentadorias e pensões, além de revigorar a Capep Saúde e formalizar convênios com instituições bancárias para financiamento imobiliário com taxas diferenciadas.


14• Santos • Junho 2012 Orgão Oficial de Divulgação do Diretório Municipal do PMDB de Santos

Revitalização

Porto Valongo coloca Santos no cenário internacional P rojeto estratégico do governo Papa sob a coordenação da Secretaria de Assuntos Portuários e Marítimos, o 'Porto Valongo Santos' coloca a cidade entre os municípios portuários mais desenvolvidos do mundo.

Concluída a etapa dos estudos de viabilidade técnica, econômica, social e ambiental da empresa Ove Arup & Partners, contratada pela prefeitura com essa finalidade, o projeto agora avança para a sua concretização, que vai permitir a geração de 2.200 empregos permanentes e temporários e trazer mais de R$ 500 milhões em investimentos da iniciativa privada. O projeto revitalizará a área portuária do Valongo, entre os armazéns 1 e 8, com a construção de terminal de cruzeiros, marina, centro de negócios, escritórios e

Seminário discute vantagens da revitalização de áreas portuárias degradadas

Velejador Lars Grael defende a instalação de marina pública no Valongo

hotéis, bares, restaurantes, galerias de arte, Instituto Oceanográfico da USP e do Instituto de Ciências do Mar da Unifesp, museu portuário, espaços para contemplação, informações turísticas, feiras e eventos. Divulgado pela prefeitura e pela Ove Arup no final do mês de abril, o estudo apontou perspectivas positivas no desenvolvimento econômico, social e ambiental da cidade. Além da geração de emprego e renda, esperase a valorização de imóveis no Centro Histórico, maior arrecadação de impostos ao município e ainda impactos ambientais positivos com a redução de tráfego de carga e poluição sonora e criação de 20 mil m² de áreas verdes. A previsão da Secretaria de Assuntos Portuários e Marítimos de Santos é que as licitações sejam lançadas no primeiro semestre de 2013.


• Santos • Junho 2012 • 15 Orgão Oficial de Divulgação do Diretório Municipal do PMDB de Santos

Navio Alpha Crucis substitui Professor Besnard, que vai virar museu no ‘Porto Valongo’

Porto Valongo Santos Atividades previstas: - Terminal de cruzeiros com capacidade para três navios a aproximadamente 12 mil passageiros por dia - Zona de marina com 195 pontos de atração para embarcações de 10, 15 e 25 m, inclusive vagas para megas iates. Três pontos de embarcação para autoridades do sistema portuário (Polícia Federal, Alfândega, Guarda Portuária); instalações, edificações e embarcações de apoio ao aeroporto civil e para Base Aérea; e outro local para o transporte público de passageiros - Centro de negócios, escritórios e hotéis - Bares, restaurantes e galerias de arte - Instituto Oceanográfico da USP e Instituto de Ciências do Mar da Unifesp - Museu Portuário e Hotel Boutique - Espaços para contemplação com 20 mil m² de área verde e de lazer - Área para informações turísticas e espaço para feiras e eventos

Seminário aponta benefícios do Projeto Porto Valongo O impacto positivo gerado pela revitalização de áreas portuárias degradadas foi o mote do seminário internacional, realizado no final de abril, no Teatro Guarany, no Centro Histórico. O encontro reuniu nomes como do velejador Lars Grael e do expedicionário Amyr Klink, além de convidados internacionais. Exemplos bem-sucedidos desenvolvidos em diferentes cidades do mundo - Barcelona e Santander (Espanha), Sidney (Austrália), Buenos Aires (Argentina), Cidade do Cabo (África do Sul) - e ainda em Belém, no Pará, deram aos participantes uma boa ideia do desenvolvimento econômico e social alavancado por esse tipo de iniciativa. Papa quer navio Alpha Crucis - vai virar museu no Projeto ‘Porto Valongo’. O navio oceanográfico de pesquisas Professor W. Besnard - que durante 45 anos contribuiu para o desenvolvimento científico e explora-

ção oceânica do país, pertencente à USP (Universidade de São Paulo), será repassado à Prefeitura de Santos. A transferência será possível porque a instituição universitária incorporou uma nova e mais moderna embarcação de pesquisas, o Alpha Crusis. A proposta para o uso do Professor Besnard foi feita pelo prefeito João Paulo Tavares Papa, no último dia 14, durante a assinatura do convênio entre a universidade e a Codesp. O ato oficializou o repasse ao Instituto Oceanográfico da USP, do armazém 8, na faixa do cais do Valongo. Na ocasião, o Prefeito Papa manifestou interesse na permanência do navio em Santos, com o intuito de integrá-lo ao museu marítimo, equipamento previsto no Projeto Porto Valongo – complexo turístico, empresarial e náutico que será instalado na área dos antigos armazéns 1 a 8, no Centro Histórico.

Consultoria atesta viabilidade do projeto que vai recuperar os armazéns 1 ao 8

Valongo terá complexo comercial e hoteleiro Considerada estratégica no país para investimentos, a cidade de Santos vai ganhar mais um novo empreendimento. Trata-se do Complexo Comercial e Hoteleiro do Valongo, que será construído pela Odebrecht em terreno de 3.892 m², localizado na confluência das ruas Marquês de Herval e Cristiano Otoni, próximo à futura sede da Petrobras, na região do Centro Histórico. Trata-se de um novo impulso ao programa municipal Alegra Centro, que nos últimos anos reduziu

o número de imóveis vazios em 60%, registrou 490 restaurações e um incremento de 65,5% nos negócios na região central da Cidade. Com o novo projeto anunciado, o bairro ganhará um Hotel Ibis, da rede francesa Accor, com 240 apartamentos; e 329 salas comerciais, distribuídos em duas torres. Terá ainda 479 vagas para veículos e lojas. O projeto será enviado à Prefeitura nos próximos dias. A entrega das obras está prevista para 2015.

Odebrecht anuncia instalação de Complexo Comercial e Hoteleiro no Valongo


16• Santos • Junho 2012 Orgão Oficial de Divulgação do Diretório Municipal do PMDB de Santos

Prestígio

CAP continua sob o comando dos santistas

E

m uma grande movimentação política do PMDB, articulada pelo prefeito João Paulo Tavares Papa, a Cidade de Santos conseguiu manter o controle sobre o Porto. Isso porque o ministro da Secretaria Especial dos Portos, José Leônidas Cristino, escolheu como presidente do Conselho de Autoridade Portuária (CAP) - órgão de deliberação da atividade portuária-, o secretário de Planejamento de Santos, Bechara Abdala Pestana Neves. Neves vai substituir Sérgio Aquino, exsecretário de Assuntos Portuários e Marítimos, que dirigiu o CAP de agosto de 2008 até abril de 2012. Aquino teve que deixar o cargo porque é o pré-candidato do PMDB a prefeito de Santos. Santos foi a primeira cidade do Brasil a ter um representante do município no comando do CAP com a posse de Aquino em 2008. Até hoje, nenhuma cidade portuária brasileira teve essa deferência por parte do Governo Federal. Nossa Cidade conquistou isso graças ao prestígio que o Governo Municipal do PMDB e o prefeito Papa possuem junto à Executiva Nacional do partido e junto aos membros do partido que ocupam cargos estratégicos em Brasília, em especial com o vice-presidente da República Michel Temer. O prefeito Papa explica como se deu a nomeação de Bechara. "Eu ofereci o nome do Bechara como sugestão ao ministro Leônidas quando ele me deu abertura. Ele era a única opção que preenchia todos os requisitos, por ter conhecimento da Cidade e do Porto. Ele já era membro do CAP, tem experiência e conhecimento para fazer uma grande gestão à frente do Porto". Papa ficou muito satisfeito com o reconhecimento do Governo Federal. "A nomeação de Bechara é a prova do prestígio do governo municipal de Santos". A intenção de Papa é continuar a aproximação da gestão portuária da comunidade, processo que começou com a criação da Secretaria Municipal de Assuntos Portuários e Marítimos, em 2005, deu um grande upgrade com a nomeação de Aquino para a presidência no CAP e a tendência é continuar avançando com o advento de Bechara ao seu lugar. Papa não tem dúvidas que a integração Porto-Cidade se efetivou graças à dedicação de Sérgio Aquino nesta questão dentro da Prefeitura e da Codesp. "Se não fosse a dedicação do Sérgio Aquino nesse tema não teríamos avançado na construção de uma

Secretário de Planejamento, Bechara Abadala Pestana Neves, substitui Sérgio Aquino na Presidência do CAP relação sadia entre Porto e Cidade. Antes se falava em regionalização do Porto. Hoje, sem tirar as decisões estratégicas do Governo Federal, a quem cabe gerir a exportação e importação no país, conseguimos integrar de vez o Porto a Cidade e isso se deve ao Sérgio Aquino, um homem que mostrou ser um servidor público dedicado e que a Cidade merece conhecer melhor". Vale salientar que a nomeação para presidência do CAP só foi possível graças à criação pelo presidente Lula da Secretaria Especial dos Portos, em nível de ministério. Até então, os presidentes do CAPs dos portos brasileiros eram indicados pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) , que selecionava os membros entre seus próprios técnicos. "A criação desse ministério possibilitou uma melhor integração das cidades na gestão dos portos, o que foi essencial para todos esses avanços. Foi uma ação de grande visão do ex-presidente Lula", comentou Papa que é presidente da Associação Brasileira dos Municípios Portuários (ABMP).

Integrados, Porto e Cidade vivem uma nova e promissora fase


Jornal O Correio - 38