Page 1

Frase do mês

Páscoa é para você lembrar, que existe um Deus capaz de morrer para te salvar.

Um jornal direcionado ao pUblico nordestino da Baixada Santista

autor descohecido Mande sua frase para odialeto@cassiobueno.com.br

Anuncie 13. 3385.9777

Sábado 07/04/12 Edição 11 Ano 1

Fotos: PMC / ARQUIVO JORNAL CIDADE DE SANTOS / ARQUIVO PESSOAL / REVISTA LIFE

Um povo que fez e faz história Cubatão completa, no dia 9 de abril, 63 anos de emancipação político-administrativa. Parabéns para a cidade e para o povo nordestino que emprestou força e garra para Cubatão. Confira nas páginas do O Dialeto um pouco da vida de quem faz parte dessa história.

PAT Praia Grande oferece 44 vagas Página 5

Seu Raimundo: Amor de raíz Páginas 8 e 9

Chico da Adega um ilustre nordestino Páginas 6 e 7

Márcia Rosa: Fibra e coração a frente da cidade Página 12

Vila de São Vicente recebe exposição Página 5


~ Opiniao

Sábado, 7 de abril 2012 • Página 2

A Lenda do Quibungo O Quibungo é uma espécie de Bicho-Papão negro, um visitante africano inesperado que acabou por se domiciliar na Bahia, onde passou a fazer parte do folclore local. Trata-se de uma variação do Tutu e da Cuca, cuja principal função era disciplinar, pelo medo, as crianças rebeldes e relutantes em dormir cedo.

LEMBRANÇA

A NÇ RA MB

NÇA

LEMBRANÇA

ÇA BRAN LEM

LEMBRANÇA

LE

LEMBRANÇA LEMBRANÇA

A LEMBRANÇ A NÇ RA MB

LEM

BRAN

ÇA

LEMBRANÇA

LE

LEMBRANÇA LEMBRANÇA

“Algumas ruas de São Vicente parecem que foram atingidas por meteoros. Só tem buraco, é impressionante que a prefeitura não veja isso e não tome uma atitude. Fica o protesto!”. Givanildo de Oliveira, São Vicente.

“Prefeitura de Guarujá, olhe para Vicente de Carvalho. As ruas estão muitas sujas e cheias de buracos. Não abandonem nosso bairro. Pagamos nossos impostos e queremos um mínimo de respeito .” João Paulo da Cruz, Vicente de Carvalho.

E x p e d i e n t e • Fone: 13. 3385-9777 - e-mail: odialeto@cassiobueno.com.br - www.cassiobueno.com.br/odialeto O Jornal O Dialeto é uma publicação da Cassio & Bueno Editora Ltda - CNPJ: 13. 342.109/0001-59 - Avenida Conselheiro Nébias, 707 - sala 01 CEP: 11.045- 003 - Boqueirão - Santos - SP - Jornalista responsável: mtb: 46737/SP - Projeto Gráfico: Cassio & Bueno Design Gráfico Circulação: Cubatão, Praia Grande, São Vicente e Vicente de Carvalho - As matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores.

LEMBRANÇA

LEMBRANÇ A

LEMBRANÇA

LEMBRANÇ A

ÇA

LEMB RA

AN

NÇA

ÇA

LEMBRA

RANÇ A LEMB NÇA

LEMBRANÇA

LEMB LEMBRANÇA RANÇA

NÇA LEMBRA

MBR

AN

LE

M BR

LE MB

NÇA

RA

A

LE

LEMBRANÇA

LEMB LEMBRANÇA RANÇA

A LEMBRANÇ

LE M RANÇ BRAN A NÇ ÇA A

LEMBRA NÇA

LE LEMB MB RA

LEMB RA

LEMBRANÇ A LEMBRANÇA

LEMBRANÇA

LEMBRA

A LEMBRANÇ

LEMBRA NÇA

A LEMBRANÇA

LEMBRA NÇA

LEMB LEMBRA NÇA RANÇ A LEMBRANÇ A

AN ÇA

AN ÇA

LE M NÇ BR A

MB RA

RANÇ A

LEMB LEMBRA NÇA

LEMBRANÇ

LEMBRANÇA LEMBRANÇ A

LEMBRANÇA MBR LE

LE LE MBR MB MBRA NÇA AN RA NÇ ÇA A LE

LEMB

A LEMBRANÇA

LEMBRA NÇA

OTELAID O

cante do povo nordestino: A garra. Não por menos. Afinal, em Cubatão, cerca de 64% da população é originária de algum estado do Nordeste. E é assim, na garra, que a cidade tenta mostrar suas belezas que podem ser turísticas, mesmo ainda levando o título de patinho feio da Baixada, talvez por não ter praias.

LEMBRANÇ

“Gostaria de expressar o meu carinho por Cubatão. Esta cidade que nos acolheu tão bem a cerca de 23 anos. Aqui construí minha família e onde não quero sair jamais. Parabéns a todos os moradores que fazem parte da história da cidade. Severino A. Guimarães, Cubatão

LEMBRA NÇA RANÇ A LEMBRANÇ A

ÇA BRAN LEM LEMBRANÇA

tra Dê a le

LE

NÇA

LE

LEMBRANÇA

ÇA

LEMB RA

NÇA

LEMBRA

LEMBRANÇA LEMBRANÇA

A LEMBRANÇ

AN ÇA

MBR

AN

LE

M BR LE

A

NÇ RA

LEMBRANÇA

LE MB

NÇA

LEMBRA NÇA

LEMB RA

LEMB LEMBRANÇA RANÇA

A

LEMBRANÇ A LEMBRANÇA

LEMBRA NÇA

LEMBRA NÇA

A LEMBRANÇA

LEMBRANÇ

LEMBRANÇA LEMBRANÇ A

A NÇ RA MB

Você leitor pode falar mande um e-mail para odialeto@cassiobueno.com.br

LEMBRANÇA LEMBRANÇ A

A maioria dos nordestinos chegou a Cubatão por conta do processo de industrialização e de grandes obras.

Mas é a praia do cubatense, o Perequê, que consegue ostentar durante todo o ano a bandeira verde da Cetesb como própria para o banho. Não é a cidade ideal, mas é a cidade que tenta olhar-se no espelho, admitir quem é e arregaçar as mangas. É assim como os nordestinos. Cubatão não tem medo de arregaçar as mangas e ir à luta. A maioria dos nordestinos chegou a Cubatão por conta do processo de industrialização e de grandes obras. Porém, hoje são as raízes. Não é só questão ‘braçal’. É coração. E a cidade como um todo também tenta, de certa forma, mostrar e conseguir ser mais do que indústria e obra. Cubatão quer mostrar que é Cultura, que é Educação, que é Lazer, Saúde. Quer mostrar, acima de tudo, que é gente, assim como seus nordestinos já mostraram.

co Rabis

LEMBRANÇA

no caso das cobradoras de volta aos ônibus municipais. Vai tentando, com o Anilinas, fechar uma de suas principais feridas que é a falta de lazer. Enfim, parece que Cubatão incorporou de vez uma característica bem mar-

LEMB LEMBRA NÇA RANÇ A LEMBRANÇ A

LE M LE LEMB MB RANÇ BRAN RA A NÇ ÇA A

Cubatão quer mostrar que é Cultura, que é Educação, que é Lazer, Saúde. Quer mostrar, acima de tudo, que é gente, assim como seus nordestinos já mostraram A cidade de Cubatão completa 63 anos. Há muito para avançar, conquistar, melhorar. Mas é certo que até para os mais críticos e pessimistas é inegável um único fato: Cubatão melhorou. Provavelmente não é a Zanzalá, sonhada por Afonso Schmidt, mas avança. Avançou de forma decisiva na questão ambiental. Não permite mais que a anencefalia atinja suas crianças como na época em que toneladas de poluentes eram lançadas no ar de Cubatão. Topa em algumas pedras, mas vai construindo um caminho ascendente na Educação como mostram pesquisas recentes. Vai utilizando da ousadia para combater o desemprego, como

LEMBRANÇA

Não é só questão braçal. É coração

LEMBRANÇ

o Ar tig

LEMBRANÇA

O Papa Figo Personagem muito popular, que sofre de uma terrível doença, cuja cura é o fígado de crianças. Por isso dá presentes às crianças para atraí-las. Lembra o mito Europeu do Velho do Saco. Essa versão do Papa Figo foi primeiro relatada no Nordeste, na cidade de Recife, Pernambuco.


CUBATÃO: ORGULHO DE VIVER AQUI

de emancipação político-administrativa

Finalmente a riqueza de Cubatão beneficia a todos os cubatenses. São obras, programas e serviços pra você ter cada vez mais orgulho de nossa cidade. Parabéns pelos 63 anos de emancipação.

www.cubatao.sp.gov.br


~ CONEXao nordeste

Sábado, 7 de abril 2012 • Página 4

CUCO-CUCO

do Povo, aliada ao profissionalismo conquistado pelo evento ao longo dos últimos sete anos serão responsáveis, agora em 2012, por atrair bem mais turistas para acidade. "Nosso São João já está sendo divulgado em todas as Agências de Viagem do Brasil e do exterior. A expectativa este ano é de termos um fluxo turísticobem maior que em 2011 e anos anteriores", afirmou Gilson. Nova Estrutura "Alémda profissionali-

zação do São João e de outros eventos de Campina Grande, apartir de 2005 decidimos também dar estrutura ao local onde os eventos serealizam. Primeiro promovemos a total reconstrução da Pirâmide do Parque doPovo, que há mais de 20 anos não passava por uma reforma e ameaçava ruir aqualquer momento. Na reconstrução da Pirâmide investimos mais de R$ 550 mil,com recursos próprios", lembrou Veneziano. "No segundo semes-

NÇA

Transformar a realidade de uma via importante e histórica de Vicente de Carvalho não é tarefa fácil e requer, além de disposição financeira, muita força de trabalho. Empenhada em realizar as intervenções necessárias para que ela possa deixar de ser um transtorno e passe a ser a via que a população quer e precisa, a Prefeitura de Guarujá está trabalhando forte na reurbanização da Rua Joana de Menezes Faro (antiga Oliveira). Esta via vai ganhar nova pavimentação asfáltica e uma rede de drenagem que acabará com as enchentes que tantos problemas causaram à população e comerciantes dali. As obras de reurbanização da Joana de Menezes Faro foram iniciadas pelas suas ruas paralelas, que estão recebendo rede de drenagem capaz de absorver as águas das chuvas, tanto da Rua da Feira de Domingo como das demais. No momento, as obras estão concentradas nas ruas Cristóvão Gil Lopes, São Paulo, Manoel Costa Laranjeiras, Casa Branca, Antônio Quinta, Benedito Lapa Malvão e Iporanga. Estas ruas estão recebendo a tubulação que formará a nova rede de drenagem da Joana de Menezes Faro, que levará as águas pluviais captadas para o córrego do Acaraú e também para o canal da Avenida Guarujá, afastando de uma vez por todas os riscos de enchentes. PMG

LEMBRANÇA

ÇA BRAN LEM

LEMBRANÇA

LE

LEMBRANÇA LEMBRANÇA

LEMBRANÇA

ÇA

LEMB RA

A NÇ RA MB

NÇA

LEMBRA

A LEMBRANÇ

AN ÇA

MBR

AN

LE

M BR LE

A

NÇ RA

LEMBRANÇA

LE MB

NÇA

LEMBRA NÇA

LE LEMB MB RA

LEMB RA LEMBRA NÇA

LEMB LEMBRA NÇA RANÇ A LEMBRANÇ A

LEMB LEMBRANÇA RANÇA

A LEMBRANÇ

LEMBRANÇ

A LEMBRANÇA

LEMBRA NÇA

LE M RANÇ BRAN A NÇ ÇA A

treos trabalhos continuaram, com a implantação destes mesmos benefícios em todosos 42,5 mil m2 do parque, obra que estamos finalizando agora", disse o Prefeito. O projeto contemplou a construção de mais duas estruturas sanitárias, sendo uma para atender aos forrozeiros da Pirâmide Jackson do Pandeiro e uma terceira para o Arraial Hilton Mota. Ao todo, foraminvestidos R$ 5,1 milhões na urbanização completa do Parque do Povo.

LEMBRANÇA LEMBRANÇ A

ÇA BRAN LEM LEMBRANÇA

P

refeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgoconfirmou para o próximo dia 1.º de Maio (Feriado do Dia do Trabalhador) ainauguração do Novo Parque do Povo, durante a realização da Maior Prévia de SãoJoão do Mundo. As atrações, já confirmadas pela Secretaria de DesenvolvimentoEconômico, serão Amazan, Capilé, Tom Oliveira e Banda Magníficos. Veneziano lembrou que esta será a primeira vez que a cidade realiza A Maior Prévia de São João do Mundo. "Esta grande prévia vai ser realizadanum grande momento para a cidade, quando vamos entregar à população o NovoParque do Povo, um local estruturado para receber bem os campinenses e turistas.Este ano o São João de Campina Grande ganhará em estrutura", afirmou oPrefeito. De acordo com Gilson, a estrutura do Novo Parque

LEMBRANÇ A LEMBRANÇA

LE

LEMBRANÇA

PMCG

Entorno da Rua da Feira de Domingo ganha melhorias

LEMBRANÇA

NÇA A NÇ RA MB

LEM

LEMBRANÇA LEMBRANÇA

A LEMBRANÇ

ÇA

LEMB RA

AN

o Trabalho dur

BRANÇA

ÇA

MBR

AN

LE

M BR LE

A

NÇ RA

LEMBRANÇA

LE MB

NÇA

LEMBRA NÇA

LEMB RA

LEMB LEMBRANÇA RANÇA

A

LE M LE LEMB MB RANÇ BRAN RA A NÇ ÇA A

A LEMBRANÇA

LEMBRANÇ A LEMBRANÇA

LEMBRA NÇA

LEMB LEMBRA NÇA RANÇ A LEMBRANÇ A

LEMBRANÇA LEMBRANÇ A

LEMBRANÇ

Inauguração de Parque do Povo terá Amazan, Capilé, Tom Oliveira e Magníficos na maior Prévia de São João

LEMBRANÇA

Campina Grande terá a maior prévia de São João do Mundo

LEMBRANÇ

nça Festa

LEMBRANÇA

Iara Mãe D’água - Sereia muito bonita de cabelos compridos. Encantava vários homens com sua bela voz. Mas na realidade ela é um monstro que encanta os homens fingindo ser bonita. Os que com ela se encantam, coitados, por ela são devorados. Em João PessoaPB , até hoje essas lendas são utilizadas para colocar “medo” em algumas pessoas e para outras para terem motivos de risos.

LEMBRA NÇA

Boitatá De acordo com a lenda, o boitatá protege as matas e florestas das pessoas que provocam queimadas. O boitatá vive dentro dos rios e lagos e sai de seu “habitat” para queimar as pessoas que praticam incêndios nas matas. De acordo com esta lenda, o boitatá possui a capacidade de se transformar num tronco de fogo.


NOSSO CANTO

Página 5 • Sábado, 7 de abril 2012

CUCO-CUCO

LEMBRANÇA

NÇA

LEMBRANÇA

ÇA BRAN LEM

LEMBRANÇA

LE

LEMBRANÇA LEMBRANÇA

A

ÇA

A NÇ RA MB

LEMB RA

AN

NÇA

ÇA

LEMBRA

LEMBRANÇ

MBR

AN

LE

M BR

NÇA

LE MB

RA

A

LE

LEMBRANÇA

LEMB LEMBRANÇA RANÇA

A LEMBRANÇ

LE M RANÇ BRAN A NÇ ÇA A

LEMBRA NÇA

LEMB RA

LE LEMB MB RA

Outros projetos voltados aos servidores também foram aprovados

Confira a seguir os cargos e o número de vagas: Pizzaiolo Vagas: 02; porteiro Vagas: 07; empregada doméstica Vagas: 04; motorista de caminhão Vagas: 03; oficial de serviços gerais Vagas: 05; motoboy Vagas: 03; cozinheira Vagas: 03; ajudante de acabamento Vagas: 02; ajudante de motorista Vagas: 02; saladeiro Vagas: 01; operador de empilhadeira Vagas: 01; cabeleireira Vagas: 01; manicure Vagas: 02; auxiliar de manutenção predial Vagas: 01; garçom Vagas: 02; costureira Vagas: 05

A NÇ RA

ÇA BRAN

LEMBRANÇA

MB LE

LEMBRANÇA LEMBRANÇA

LEMB LEMBRANÇA RANÇA

LEMBRANÇA

NÇA LEMBRA

RANÇ A

LEMB NÇA

NÇA LEMBRA

LEMB

RANÇ A

LEMBRANÇA

AN ÇA

LE RA M NÇ BR A

LEM A LEMBRANÇ

LEMBRANÇ A

A LEMBRANÇ

LEMBRANÇA

Para concorrer a uma das vagas, os interessados devem comparecer ao PAT, de segunda a sexta-feira, a partir das 8 horas. Avenida Ministro Marcos Freire, 6.650, Bairro Quietude. É importante lembrar que todas as vagas exigem experiência na função e, para se cadastrar, o candidato deve apresentar RG, CPF, Carteira de Trabalho e o número do PIS. Quem preferir, ainda pode realizar o cadastro pelo site www.maisemprego.mte.gov.br.

LEMBRANÇA

MB

LE

LEMBRA

LEMBRA

LEMBRA NÇA RANÇ A LEMBRANÇ A

A LEMBRANÇA

LEMBRANÇ

LEMBRANÇA LEMBRANÇ A

44 oportunidades de emprego, em PG

LEMB

NÇA

LE LE MBR MB MBRA NÇA AN RA NÇ ÇA A

LE MBR

AN

ÇA

de lei do executivo que promove alinhamento remuneratório de 23 cargos, como, por exemplo, psicólogo, fisioterapeuta e telefonista, que ao longo do tempo acabaram sofrendo distorções nos salários. O último reestrutura a Guarda Civil Municipal (GCM) e garante a promoção de funcionários que fazem parte da corporação há mais de 25 anos e que compunham o o antigo Serviço de Vigilância para GCM 3ª Classe. Todos os projetos entram em vigor em 1º de maio de 2012, exceto o que se refere à Guarda Civil Municipal, que começa a valer a partir da publicação da lei.

LE

mais ostensiva por parte da Administração Municipal. A Câmara aprovou ainda outros projetos de lei propostos pelo chefe do Executivo relacionado aos funcionalismo. O primeiro altera a Lei Complementar nº 592/11, para adequar a situação dos docentes que possuem cargo incorporado de especialista em educação, para que sejam inseridos no Plano de Carreira do Magistério. O segundo cria o plano de carreira dos agentes de fiscalização do Município para atender os fiscais da receita, fiscais de obras e fiscais de abastecimento. Foi aprovado também o projeto

LEMBRANÇA

A

Câmara dos vereadores de Praia Grande aprovou nesta quarta-feira (4) o projeto de lei enviado pelo Executivo que recompõe o salário dos servidores públicos municipais em 6%, índice maior que a inflação medida nos últimos 12 meses, que foi de 5,47%. De acordo com o prefeito, “a Administração está dando continuidade à política de valorização do funcionalismo”. Ele afirma que é preciso observar a Lei de Responsabilidade Fiscal e a demanda da população por melhores serviços e obras de cunho social, que são fatores que inibem uma política de vencimento

po Tram

Capa do Documento Final do 1º Seminário Municipal da Pessoa Deficiente

LEMBRANÇ A

LEMBRANÇA

LEMBRA NÇA

LEMB LEMBRA NÇA RANÇ A LEMBRANÇ A

A LEMBRANÇA

LEMBRANÇ

LEMBRANÇA LEMBRANÇ A

LEMBRANÇA

LEMBRANÇA

ÇA BRAN LEM LEMBRANÇA

A

A versão itinerante do “Memorial da Inclusão” chega ao Parque Cultural Vila de São Vicente nesta terça-feira (03/04), onde ficará exposto até o domingo (08/04). Os 14 painéis que compõem a mostra estarão disponíveis para visitação no espaço Em-Cenas Bar, com monitoria no local. A entrada é gratuita. A atração reúne fotografias, documentos, manuscritos, áudios, vídeos e referências aos principais personagens, as lutas e as várias iniciativas que viabilizam conquistas e melhores oportunidades às pessoas portadoras de deficiência. O “Memorial da Inclusão” também pode ser visitado através do site www.memorialdainclusao.sp.gov.br, por meio de uma plataforma 3D, os visitantes se sentem dentro do Memorial e podem acessar textos e áudios em três versões (português, inglês e espanhol). O Parque Cultural Vila de São Vicente funciona de terça a domingo, das 10 às 22 horas e fica na Praça João Pessoa, s/n – Centro.

Servidores de PG terão 6% de aumento salarial

PMPG / Amauri Pinilha

LEMBRA NÇA

NÇA

LE

LEMBRANÇA LEMBRANÇA

LEMB RA

ão Valorizaç

A NÇ RA MB

ÇA

Jesus ter repartido este alimento entre o povo faminto. Assim a tradição de não se comer carne com sangue derramado por Cristo em nosso favor. Se comer outro tipo de carne é pecado? Relaxa, não é não. Mas já que comer peixe é saudável, porque não incluir no nosso cardápio, né?

NÇA

LEMBRA

LEMBRANÇ

AN ÇA

MBR

AN

LE

M BR LE

A

NÇ RA

LEMBRANÇA

LE MB

NÇA

LEMBRA NÇA

LEMB LEMBRANÇA RANÇA

A

LEMBRANÇ A

LEMBRANÇ

LEMBRANÇA

LEMBRANÇA

LEMBRANÇA LEMBRANÇ A

Exposição 'Memorial da Inclusão' visita a Vila de São Vicente

LEMBRANÇ

LEMB RA

LE LEMB MB RA

LE M RANÇ BRAN A NÇ ÇA A

LEMBRA NÇA

LEMB LEMBRA NÇA RANÇ A LEMBRANÇ A

A LEMBRANÇA

LEMBRA NÇA

nte Itinera

LEMBRANÇA

Por que comemos Peixe na Sexta-Feira Santa? O Peixe, foi símbolo adotado pelos primeiros cristãos. Em grego, a palavra peixe era um símbolo da confissão da fé, e significava: “Jesus Cristo, filho de Deus e Salvador.” O costume de comer peixe na sexta-feira santa, está associado ao fato de


nossa gente

Sábado, 7 de abril 2012 • Página 6

Chico da Adega: O homem política Francisco Pereira Gomes deixou o sertão paraibano para se tornar um dos principais personagens da política cubatense

E

lvis Presley lançava o seu primeiro sucesso e nem sabia que se tornaria o rei do rock quando, em Malta, uma cidadezinha do sertão da Paraíba, hoje com um pouco mais de 5 mil habitantes, nascia um garoto chamado Francisco Pereira Gomes, em 15 de janeiro de 1956. Assim como Elvis, Francisco não tinha a noção do que a vida lhe reservara. Junto com mais cinco irmãos, Francisco foi criado no clima seco de Malta, que fica a 332 KM da capital do Estado, João Pessoa. Uma cidade comandada, naquela época, por coronéis. Quem podia mais mandava. Quem tinha juízo obedecia. O menino foi crescendo e virou o Chico. Um jovem trabalhador que até hoje se orgulha de nunca ter aceitado calado as ordens dos fazendeiros que dominavam a sociedade daquela época. A sua família era de pequenos agricultores. Mas, em 1974, a seca expulsou Chico de sua cidade natal. “Era muito difícil a gente conseguir plantar algo. E quando a safra de algodão era boa, os atravessadores plantavam notícias nas rádios dizendo que a safra de outras regiões foram m u i t o

boas também e obrigavam a gente a vender o nosso algodão a preço de banana”, conta. Foi nesse ano que Chico, sozinho, desembarcou na Capital do Estado de São Paulo, a cidade mais importante do País, e foi morar na Vila Prudente. Ele logo conseguiu um emprego numa fábrica de bancos de carro. Mas ficou apenas por um ano. Acostumado ao calor do sertão, o paraibano não se adaptou ao clima da Terra da Garoa. “Era muito frio e havia um surto de meningite que estava matando muita gente. Foi aí que me falaram que tinha uma cidade no litoral onde havia emprego e o clima era mais quente”. Em 1975, com 19 anos, Chico desce em Cubatão com mala e cuia. Consegue uma moradia na Rua João Damazio, no Costa e Silva, e começa a trabalhar dentro da Companhia Siderúrgica Paulista (Cosipa, hoje conhecida como Usiminas), atuando na área da construção civil. Mais uma vez, quando chegou em Cubatão, ele não sabia o que a vida lhe reservara, mas estava começando um ciclo que mudaria a sua história completamente. Depois de anos trabalhando no Polo Industrial, arrumou um emprego no Porto de Santos como operador de máquinas. Foi ali que conseguiu juntar um pouco mais de dinheiro para montar o seu próprio negócio. O destino parecia mesmo conspirar para transformar aquele jovem trabalhador

em um dos agentes políticos mais importantes da Cidade. Em 1984, ao mesmo tempo que o Brasil se livrava de 20 anos de Ditadura Militar, Chico abria o seu próprio negócio e conquistava sua independência financeira. Agora, ele não era mais apenas o Chico. A partir daquele momento ele passou a ser conhecido como Chico da Adega. A vida de comerciante lhe deu a possibilidade de fazer o que mais gosta na vida: política. “Eu penso política 24 horas por dia. Não consigo ficar sem falar de política. É minha vida e acho que a de todos. Porque tudo é política. Quando as pessoas falam que odeiam política e políticos eu não discuto, mas acho que se isentar do processo e apenas falar que político é ladrão é uma imensa bobagem”. Com o seu negócio, o paraibano de Malta se casou com Marilene Ferreira de Araújo Gomes, moça do interior de São Paulo que morava no Pinheiro do Miranda. Teve o primeiro filho, que batizou como Lenin, em homenagem a um dos mentores da revolução Russa, que implantou o comunismo e dividiu o planeta ao meio ao criar a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS). “Admiro muito o Lenin e o socialismo”. Quer prova maior de que ele gosta de política. Depois veio o segundo, Leonardo. Chico não tem muito estudo convencional, mas possuiu uma cultura invejável. Quem vê o homem de apa-


nossa gente NÇA

LEMBRANÇA

ÇA BRAN LEM

LEMBRANÇA

LE

LEMBRANÇA LEMBRANÇA

A

ÇA

A NÇ RA MB

LEMB RA

AN

NÇA

ÇA

LEMBRA

LEMBRANÇ

MBR

AN

LE

M BR LE

A

NÇ RA LE MB

NÇA

LEMBRANÇA

LEMB LEMBRANÇA RANÇA

A LEMBRANÇ

LE M RANÇ BRAN A NÇ ÇA A

LEMBRA NÇA

LE LEMB MB RA

LEMB RA

LEMBRANÇ A

LEMBRANÇA

LEMBRA NÇA

LEMBRA NÇA

LEMB LEMBRA NÇA RANÇ A LEMBRANÇ A

LEMBRANÇ A LEMBRANÇA

LEMBRANÇA LEMBRANÇ A

LEMBRANÇA

m Personage

LEMBRANÇA

Página 7 • Sábado, 7 de abril 2012

Eita! Vai ter forro? ´ Ha ´ 63 anos O melhor festejo. Parabéns Cubatão

rência rude e traços marcantes não imagina que ele seja fã do educador Paulo Freire, adore Lenine e Chico César e se deleita com as poesias de Patativa do Assaré, e não escove os dentes antes de ler o jornal do dia. Uma de suas frases preferidas é o trecho de uma música de Chico César: “E a cigana analfabeta lendo a mão de Paulo Freire”, a contradição e o jogo de palavras lhe fascinam. Essa paixão por política fez a sua adega se transformar no principal ponto de encontro de políticos e interessados em políticas da Cidade. Alguns persona-

gens importantes da política cubatense chamam a adega de “meu escritório”. Ali são fechadas alianças partidárias, secretários municipais caem ou são empossados. A adega do Chico é um território neutro, onde oposição e situação se encontram sem maiores problemas. Claro que, às vezes, o clima esquenta um pouco e o tom da conversa fica um pouco mais alto. Contudo, nunca saindo do campo do debate de idéias. E quando tem polêmica Chico adora, até que porque o conflito é o motor da história.


meu lar

Sábado, 7 de abril 2012 • Página 8

Filho do Ceará,

mas apaixonado por Cubatão Ter de ir embora de Cubatão hoje seria a mesma dor que Seu Manoel Raimundo de Oliveira sentiu ao ter de deixar para trás suas raízes Da redação

S

air do Nordeste, mais precisamente do Ceará – Solonópole - foi a escolha feita por Manoel Raimundo de Oliveira, 59 anos e destes, 38 vividos em Cubatão. Quando veio para cá ele era jovem, mas já estava no alto de sua maioridade, 20 anos. Carregava consigo um sonho no coração (progresso), e um parente, uma prima. Residindo na Cubatão de 1972, essa foi a receita desse baião de dois da vida. “Naquele tempo a cidade parecia o meu Ceará, as ruas cheias de capim, pouca gente e sem asfalto”, assim descreveu a primeira sensação que teve

sobre o município assim que chegou por aqui. Mas quando fala de hoje, a ideia é totalmente outra. Nosso ilustre retirante ressalta as facilidades que o progresso traz – Hospitais, farmácias, mercados, bancos entre outros. Coisas que naquela época eram muito difíceis por aqui. Outra diferença encontrada por Raimundo, como é conhecido, foi o clima. Essa adaptação segundo ele foi muito difícil. Ao lembrar sobre as muitas adversidades dos que aqui vieram tentar uma sorte melhor, ele nunca deixa de agradecer o futuro que o novo lar lhe reservou. “Agradeço a Deus e a padroeira da cidade por ser merecedor de estar aqui”

De primeira essa declaração pode deixar dúvidas no ar, mas em seguida a explicação vem a tona e não é nada alentadora. Muitos dos outros retirantes que aqui chegaram junto a ele, ou mesmo antes e depois não estão mais entre os amigos, relata com tristeza nos olhos. Muitos morreram em acidentes de trabalho. Para se chegar a evolução na segurança nas indústrias muitos heróis pagaram com sua vidas, com sua saúde para que as condições de trabalho atuais fossem atingidas e os acidentes e mortes reduzidos. Outros, como conta, enveredaram por caminhos mais tortuosos, acabaram por se envolver com coisa erradas, e a vida tratou de se encarregar deles. Mas para Raimundo, Deus o abençoou e iluminou o seu caminho através do trabalho. Como um bom cabra da peste nordestino a labuta sempre é bem vinda e para esse Cearense foi o diferencial entre o sucesso e o fracasso.

Os sinuosos caminhos da vida Como a rodovia Anchieta que deu toque nordestino à cidade de Cubatão, a vida também tem suas curvas e quem não estiver atento pode se dar muito mal também. O segundo de uma família de cinco irmãos, três homens e duas mulheres, Raimundo relembra os tempos difíceis da lavoura, onde começou a ajudar os pais aos 13 anos. Seu Manoel, 92 anos, está vivo. Já Dona Dionísia é falecida. “Era difícil demais, quando tínhamos uma boa safra, ganhávamos algum dinheiro”, comenta. Os insumos eram vendidos por eles mesmos na feira em Igatú, cidade vizinha. Aí, como muitos de seus conterrâneos, ele saiu de Solonópole e veio em busca de trabalho. Pouca experiência, seus braços só haviam conhecido a lavoura, restavam-lhe

empregos em empreiteiras, e serviços braçais. Raimundo trilhou esse caminho na antiga Cosipa durante sete anos. Em seguida ele desviou o caminho das terras cubatenses por dois anos. Subiu a serra para fazer parte de uma das maiores e mais importantes construções da capital, o metrô.

Mas Cubatão ocupou um canto especial no coração desse cearense e ele resolveu voltar, mas antes disso ele foi dar umas voltas em sua terra Natal. Lá tratou de arrumar um noivado em 1979. Já em 1980 voltou para Solonópole e se casou com sua atual esposa, com quem vive há 32 anos e tem dois filhos, um


Empreendimentos Imobiliários Creci: 41128

Casa 3 DORMITÓRIOS Vale Verde - R$ 180.000,00

Casa 2 DORMITÓRIOS V. Ponte Nova - R$ 180.000,00

tipicamente nordestinas - e como não? - mas as pessoas mais preconceituosas teimavam em tirar sarro, e difamavam o local. Mas isso não chegou a representar nada para esse cearense arretado. A sua ‘mansão’ do norte serve almoços, pratos típicos. Quem comanda a cozinha é a sua esposa e mais alguns empregados e a carne seca de seu restaurante é muito conhecida. O atendimento vem sempre acompanhado de um sorriso.

NÇA

LEMBRANÇ

A

A

LEMBRANÇ

LEMBRANÇ A

LEMBRANÇA

LEMBRANÇA

ÇA BRAN LEM

LEMBRANÇA

LE

LEMBRANÇA LEMBRANÇA

ÇA

LEMB RA

AN

A NÇ RA MB

NÇA

ÇA

LEMBRA

MBR

AN

LE

M BR LE

A

NÇ RA LE MB

NÇA

LEMBRANÇA

LEMB LEMBRANÇA RANÇA

LEMBRA NÇA

LEMB RA

LE LEMB MB RA

LE M RANÇ BRAN A NÇ ÇA A

LEMBRA NÇA

LEMBRANÇ A LEMBRANÇA

DIVULGAÇÃO

VILA NOVA – TEL: (13) 3361-8686 / FAX: (13) 3361-2794 JD. CASQUEIRO – TEL: (13) 3363-2209 ou (13) 3363-2089

Casa 2 DORMITÓRIOS Ilha. Caraguatá - R$ 320.000,00

LEMBRANÇA LEMBRANÇ A

A comemoração do 63º aniversário de Emancipação político-administrativa de Cubatão contará com diversos eventos. Na segunda-feira, dia 9, às 9 horas, na Avenida Nove de Abril, acontece o tradicional Desfile Cívico Militar, em comemoração ao aniversário de emancipação político-administrativa de Cubatão. No mesmo dia, às 12 horas, é entregue à população, a Avenida Nove de Abril totalmente modernizada e revitalizada. Às 13 horas, será inaugurada a Estação das Artes, na Avenida Nove de Abril, que passou por um processo acessibilidade e restauração. Às 17 horas, será celebrada Missa de Ação de Graças pelo Aniversário da Cidade – 75 anos da Igreja Matriz de Cubatão, que fica na Avenida Nove de Abril, 1.947. Às 20 horas, na Esplanada do Paço Municipal, na Praça dos Emancipadores, s/nº, acontece o show com a banda Roupa Nova. Já na terça-feira, dia 10, às 14h30, será entregue a Unidade Municipal de Ensino Estado do Piauí.

O lugar certo para seu imóvel!!!

Casa 2 DORMITÓRIOS J. Casqueiro - R$ 450.000,00

LEMB LEMBRA NÇA RANÇ A LEMBRANÇ A

LEMBRANÇA

ÇA BRAN LEM LEMBRANÇA

Cubatão comemora o 63º aniversário com eventos no mês de abril LEMBRANÇA

LEMBRANÇA LEMBRANÇ A

Raimundo define a colônia nordestina de uma forma simples e apaixonada: “A gente mostrou que é da paz, da tranquilidade e da paz” Questionado sobre o futuro, ele é enfático, não tem mais grandes pretensões. Ele se julga um homem de sucesso, e realmente o é. Possui a sua casinha e seu comércio, como ele mesmo diz, os filhos criados e uma família bonita e feliz. Ele quer viver até quando aquele que lhe deu tudo isso permitir e manter a sua marca registrada. “A gente resolve os problemas através do trabalho e honrando nossos compromissos”, assim ele se descreve. Raimundo nem pensa em ir embora de Cubatão, Solonópole só a passeio. De acordo com ele, se tivesse de ir embora daqui, seria a mesma dor de quando deixou para trás seus pais, irmãos e amigos. Esse cearense fez como muitos nordestinos, fincou uma raiz forte nessa cidade acolhedora aos seus conterrâneos e dela só se desprenderá como ele mesmo diz, “no dia em que Deus quiser”.

LEMBRA NÇA

NÇA

LE

LEMBRANÇA LEMBRANÇA

LEMBRANÇA

ÇA

LEMB RA

A NÇ RA MB

o Programaçã

NÇA

LEMBRA

A LEMBRANÇ

AN ÇA

MBR

AN

LE

M BR LE

A

NÇ RA

LEMBRANÇA

LE MB

NÇA

LEMBRA NÇA

LEMB LEMBRANÇA RANÇA

A LEMBRANÇ

LE M RANÇ BRAN A NÇ ÇA A LE LEMB MB RA

LEMB RA LEMBRA NÇA

LEMBRA NÇA

Novembro, Vila Nova, e lá estabeleceu a sua casa do Norte. Relembra com humor algumas situações que dificultaram o seu crescimento como empresário. Uma delas era a pouca renda para manter o negócio, mas isso ele driblou com muito trabalho e pratos típicos, que atraiam os nordestinos de todos os cantos da cidade. Outro foi o preconceito de algumas pessoas. As músicas tocadas nos discos de sua casa do norte eram

LEMB LEMBRA NÇA RANÇ A LEMBRANÇ A

LEMBRANÇ A LEMBRANÇA

de 23 e outro de 28 anos. Já casado, ainda trabalhou mais dois anos nas empreiteiras, e juntou um dinheiro. Nesse momento começou a história de sucesso do homem que foi homenageado pela Prefeitura de Cubatão, no ultimo e maior festival da cultura nordestina fora do Nordeste, o Danado de Bom. Ao se desligar da empresa, Raimundo recebeu uma quantia em dinheiro e arrumou um ponto no número 1130 da Rua XV de

LEMBRANÇ A LEMBRANÇA

m Personage

LEMBRANÇA

FOTOS: o DIALETO

LEMBRANÇA

meu lar

Página 9 • Sábado, 7 de abril 2012

Apartamento 2 DORMITÓRIOS Nova Republica - R$ 62.000,00

Imóveis em Santos, São Vicente e Cubatão - Casas - Apartamentos - Terrenos - Comerciais Locação e Vendas


Pilares

Sábado, 7 de abril 2012 • Página 10

CUCO-CUCO A SEMANA SANTA é uma tradição religiosa que celebra a Paixão, a Morte e a ressurreição de Jesus Cristo. A Semana Santa se inicia Domingo de Ramos onde se faz memória da entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, e tem seu término com a ressurreição de Jesus Cristo, que ocorre no domingo de Páscoa. Segundo os evangelhos, Jesus foi para Jerusalém para celebrar a Páscoa

NÇA

ÇA BRAN LEM LEMBRANÇA

DIVULGAÇÃO

A história de Cubatão confunde-se com os sonhos dos nordestinos que migraram em busca de felicidade. No fim, o desenvolvimento da Cidade tem o suor e a ajuda da dedicação deste povo

A construção da Anchieta foi uma das primeiras fortes onda s de migração para Cubatão. Naquela época, surgiram os bairros-Cota ma da engenharia brasileira da época. Era isso o que precisavam aqueles que não tinham a oportunidade

LEMBRANÇA

LE

LEMBRANÇA LEMBRANÇA

A

ÇA

LEMB RA

A NÇ RA MB

NÇA

LEMBRA

LEMBRANÇ

AN ÇA

MBR

AN

LE

M BR LE

A

NÇ RA

LEMBRANÇA

LE MB

NÇA

LEMBRA NÇA

LEMB LEMBRANÇA RANÇA

A

LEMBRANÇ A

LEMBRANÇ

LE LEMB MB RA

LEMB RA

LEMBRANÇA

LEMBRA NÇA

LEMB LEMBRA NÇA RANÇ A LEMBRANÇ A

A LEMBRANÇA

mãos nordestinas

de trabalhar. Era o pontapé para o desenvolvimento, mas também para o calvário da cidade. O Dialeto / Nair Bueno

A construção da Anchieta foi uma das primeiras fortes onda s de migração para Cubatão. Naquela época, surgiram os bairros-Cota

LEMBRANÇ

Uma história feita por

LEMBRA NÇA

LE M RANÇ BRAN A NÇ ÇA A

A

história da cidade de Cubatão passa, necessariamente, por mãos calejadas e firmes de nordestinos. A Cidade completa, neste dia 9 de abril, 63 anos de emancipação político-administrativa. No entanto, anos antes homens e mulheres do nordeste do país já estavam aqui, de mala, cuia e esperança, assumindo o risco do sonho de uma vida mais digna e, com isso, fazendo a cidade avançar. Em 1937, o Caminho do Mar já estava obsoleto para as realidades do estado de São Paulo. Diante disso, Adhemar de Barros, então interventor de São Paulo, mandou iniciar em junho de 1939, uma nova estrada que ligasse o planalto ao porto de Santos. A via Anchieta. Ali se iniciava a primeira forte onda de migração para Cubatão. A nova construção, chegou a ser considerada uma obra-pri-

LEMBRANÇA LEMBRANÇ A

Da redação

LEMBRANÇA

ra Mão de ob

LEMBRANÇA

Judaica com os discípulos e entrou na cidade como um rei, mas sentado num jumentinho - o simbolo da humildade - e foi aclamado pela população como o Messias, o rei de Israel. A multidão o aclamava: “Hosana ao Filho de Davi!” Isto aconteceu alguns dias antes da sua Paixão, Morte e Ressurreição. A Páscoa Cristã celebra então a Ressurreição de Jesus Cristo.

Foi na construção da Anchieta que os bairrosCota surgiram. Ficavam ali, do lado do canteiro de obras. Mas foi ali também que surgiram as submoradias. Em 1947, a Anchieta foi inaugurada. A construção da Rodovia dos Imigrantes, a instalação do Polo Industrial, a proximidade do Porto. Tudo isso fez de Cubatão um Eldorado do emprego. E eles, os nordestinos, vieram. Prontos para trabalhar,

ajudar a cidade e ajudar a própria via a tomar um rumo melhor. E foi nesta disposição que baianos, cearenses, pernambucanos, alagoanos e tantos outros deram uma cara para Cubatão: A cara nordestina. A cidade é constituída de cerca de 80 mil pessoas que nasceram no Nordeste ou descendem dos migrantes daquela região. É mais do que a metade dos 130 mil moradores da cidade. É como se fosse

uma Canindé (no Ceará), ou maior que Paripiranga (Bahia) e Bezerros (Pernambuco). É por isso, a forte influência no sotaque, no dialeto cubatense. É marca que se vê na culinária, no artesanato e, principalmente, na produção da cultura local. Observando o presente e entendo o passado, podemos considerar Cubatão como uma das cidades mais nordestinas do Brasil fora do Nordeste.


RESENHA

Página 11 • Sábado, 7 de abril 2012

CUCO-CUCO Dia de Tiradentes - 21 de Abril Na época em que estava acontecendo a escassez do ouro, muitos mineiros cessaram o pagamento do quinto. Mas o Rei de Portugal criou a “Derrama”, obrigando que fossem pagos todos os impostos atrasados. Com toda esta situação, foi formado um grupo de revoltosos, e esta revolta ficou conhecida como a Inconfidência Mineira, que tinha como propósito, a

independência de Minas Gerais. Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes era um dos líderes desta revolta. Durante 3 anos, Tiradentes ficou preso, até que no seu julgamento foi condenado a morte, todos os outros representantes que também estavam condenados, foram inocentados por Tiradentes. No dia 21 de abril de 1792, Tiradentes foi levado à forca. Foi enforcado e esquartejado.

o Pas se o temp

oa Pásc

Diante da Cruz Tristeza! Dor! Coração partido! Remorso! Lágrimas que ferem! Inconformismo! Culpado! Diante da cruz... Sim, diante de Cristo na Cruz! Cegueira momentânea! Dores que corroem! O que fazer? Ausência? Não foi minha culpa? O que poderei fazer? Fui também um Judas? Maria, sua mãe? Ou simplesmente um mero expectador? Não presenciei! Não posso sentir-me culpado! E Hoje? Sinto alguma coisa?

O que representa sua crucificação para mim? Se não vi! Mas senti! O que faço hoje por Cristo? O que represento para Cristo? Diante da Cruz, eu tive coragem de retirá-lo? Chorei! Senti! Refletir! Diante da Cruz, chorei com o Pai que também chorou pelo seu filho. E hoje? O que posso fazer? Diante da cruz, carregar a minha para também sentir-me na cruz. E poder fazer o melhor em nome de Cristo que é Senhor de tudo e de todos. Que morreu e até hoje, carrega sua Cruz ao Calvário e nós ainda continuamos aos pés da Cruz como se não tivesse acontecido nada. Ele morreu e nós ainda não tivemos a coragem de carregar a nossa. Diante da Cruz.

s Signo Áries O período favorece o trato da beleza e da saúde. Procure encarar a vida e os problemas rotineiros com mais leveza. Bom para viagens curtas de lazer. Evite especulações. •••••••••••••••••••••••••••••••• Touro O período favorece entendimentos para resolver assuntos afetivos. Aproveite para colocar em dia antigas pendências que têm causado depressão. Enfrente a realidade de frente. ••••••••••••••••••••••••••••••••••• Gêmeos Entenda de uma vez por todas que muitas vezes as coisas fluem em ritmo lento e nem todos os sonhos viram realidade. Concentre-se nas prioridades e aja com sabedoria. •••••••••••••••••••••••••••••••••••• Câncer Lembre-se de que nem sempre é possível atender a todos. Procure acertar o seu próprio ritmo e entenda que o “não” faz parte da vida. Siga a sua intuição. •••••••••••••••••••••••••••••••••••

Leão Cuidado com suas críticas e comparações. Talvez seja melhor manter a boca fechada para não se arrepender depois. Não cultive a irritação e o baixo astral. Seja paciente. •••••••••••••••••••••••••••••••••••• Virgem O período indica que você deve ouvir a sua intuição e a voz do seu coração. Acredite mais em você e coloque seus planos em prática, pois a sua criatividade está em alta. Bom para o romance. ••••••••••••••••••••••••••••••••••• Libra A realidade nem sempre é do jeito que a gente quer. O momento é de deixar o passado para trás e não ter pena dos outros. Realize seu trabalho com determinação. Grande possibilidade de êxito. •••••••••••••••••••••••••••••••••••• Escorpião O período favorece o trato dos assuntos financeiros e de trabalho, no entanto evite especulações. Dê mais atenção à saúde. Harmonia com a pessoa amada. Evite as longas viagens. ••••••••••••••••••••••••••••••••••••

Sagitário Cuidado com o entusiasmo porque tudo pode não passar de ilusão. Esteja preparado para enfrentar possíveis aborrecimentos no trabalho. Tenha cautela no trato com a pessoa amada. •••••••••••••••••••••••••••••••••••• Capricórnio Não tenha medo de encarar a realidade de frente e não adie decisões. Cuide da saúde e procure ser mais tolerante com as pessoas. Tenha sempre muita fé. •••••••••••••••••••••••••••••••••••• Aquário Aproveite o período para cuidar de suas necessidades pessoais e concluir antigas pendências. Perdoe antigas mágoas que lhe foram causadas. A pessoa amada vai revelar-se um grande apoio. •••••••••••••••••••••••••••••••••••• Peixes Não alimente expectativas quanto às coisas materiais. As melhores mudanças são as interiores. O período favorece ao trabalho e as mudanças de modo geral. ••••••••••••••••••••••••••••••••••••


NOSSA CIDADE

Sábado, 7 de abril 2012 • Página 12

Neste 9 de abril,

um parabéns especial aos nordestinos No aniversário da cidade, a prefeita Marcia Rosa ressalta a importância dos nordestinos na construçãod e Cubatão

C

ubatão comemora 63 anos neste dia 9 abril. E, na história, há um personagem que pode ser considerado um dos protagonistas: o povo nordestino. Se a Cidade possuiu um dos maiores polos industriais da América Latina é que porque o nosso povo deu, literalmente, o sangue para isso acontecer. Se Cubatão é rica em diversidade cultural e culinária, é porque os nordestinos trouxeram um pouquinho de suas terras natais para cá. A prefeita Marcia Rosa reconhece essa importância. E uma das principais provas disso é que ela fez com que a principal festa de sua gestão fosse uma homenagem ao nosso povo: o Festival da Cultura Nordestina Cubatão Danado de Bom. “Essa é uma homenagem singela perto do que o povo nordestino fez e continua fazendo por Cubatão.

No dia do aniversário da nossa Cidade eu queria dar um parabéns especial aos nossos nordestinos, que são a alma dessa nossa comunidade”. Marcia disse também que prepara uma festa ainda melhor em 2012 no Cubatão Danado de Bom. “A cada dia, queremos melhorar ainda mais e transformar esse festival numa referência nacional”, conta ela. A prefeita também aposta no novo Parque Anilinas, que terá vários espaços para manifestações artísticas. “Queremos que o parque seja um equipamento público de lazer de nossa população. Será um espaço onde os artistas cubatenses poderão expor os seus trabalhos e espero que a cultura nordestina esteja presente nesse processo de retomada da Cidade, de valorização de nossa Cultura”. Se quando chegaram em Cubatão a grande

maioria dos nordestinos foi trabalhar na indústria como operários, em 2012 essa história mudou. “Hoje os nordestinos e seus filhos são engenheiros, advogados, arquitetos. Grandes nomes da política cubatense são do nordeste ou têm origens nordestinas. Isso é fantástico. O povo nordestino tem sangue quente e sabe fazer política. Não vou citar nominalmente os políticos que ganharam notoriedade em Cubatão porque poderia deixar alguém de fora. Mas temos e tivemos grandes vereadores, presidentes de Câmara, secretários...” Neste aniversário da Cidade, Marcia Rosa disse que espera contar com toda a população, independente de origem, para continuar o processo de reconstrução do Município. “Não importa onde nascemos. Somos todos cubatenses de alma e coração”.

Jornal O Dialeto 11  

Um jornal direcionado ao Público nordestino da Baixada Santista.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you