Issuu on Google+

RENATA GAIA


RENATA GAIA

UMA CASA

UM Mテ天EL


UMA PESQUISA UMAS COISAS

UMA VACA UM PARQUE UM INSTITUTO

MUITAS CASAS


FORMAÇÃO 2007-2012. ESCOLA DA CIDADE . GRADUAÇÃO. Arquitetura e Urbanismo. cursando 5º ano 2011. ETSAM. ESCUELA TÉCNICA SUPERIOR DE ARQUITECTURA DE MADRID . Cursado um semestre

2011. PARSONS. THE NEW SCHOOL OF DESIGN . NEW YORK . CURSO. Architecture of New York . Furniture Design . Interior Design

RENATA GAIA

2011. FIT. FASHION INSTITUTE OF TECHNOLOGY. STATE UNIVERSITY OF NEW YORK . CURSO. Color Intensive for Interior Designers . Color Psychology 2011. SVA. SCHOOL OF VISUAL ARTS

. CURSO. Textile printmaking . Advanced Graphic Design 2011. THE COOPER UNION . CURSO. Basic Drawing

2006-2008. PANAMERICANA. ESCOLA DE ARTE E DESIGN . CURSO. Comunicação Visual 2006. COLÉGIO MÓBILE

11. 5303 4990 FALECOMRENATAGAIA@GMAIL.COM


EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL 11/ 2009 - 12/ 2010. SIAA. SHUNDI IWAMIZU ARQUITETOS ASSOCIADOS . ESTAGIÁRIA . Projeto executivo e acompanhamento de obra de residência na Rua Bruxelas . Desenho de mobiliário . Participação no Concurso Teatro Castro Alves. Menção Honrosa 10/ 2008 - 04/ 2009 OFICINA ENGENHEIROS CONSULTORES TRANPORTE PÚBLICO . ESTAGIÁRIA . Desenvolvimento do plano para extensão da Linha 2 do Metrô de São Paulo . Projeto do plano de expansão do trasporte público de Goiânia . Desenho de rotas para Carros forte 07/ 2007 - 03/ 2008 POST IT CITIES. CIUDATS OCASIONALS . PESQUISADORA DA FEIRA BOLIVIANA KANTUTA . Pesquisa Itinerante desenvolvida para o Centro de Cultura Contemporânea de Barcelona . Participante da 7ª Bienal de Arquitetura de São Paulo, em 2008 . Exposição Quase Líquida, no Itaú Cultural, em 2008 03/ 2007 - 01/ 2008. ONG. UM TETO PARA MEU PAÍS . VOLUNTÁRIA . Construção de casas emergênciais em favelas INGLÊS. FLUENTE . LEITURA, CONVERSAÇÃO E ESCRITA ESPANHOL. AVANÇADO . LEITURA, CONVERSAÇÃO E ESCRITA SOFTWARES. AVANÇADO . AUTOCAD, PHOTOSHOP, INDESIGN, ILLUSTRATOR, LIGHTROOM, SKETCHUP, IMOVIE E PACOTE OFFICE.


UM MÓVEL PARA JOVENS, QUE PUDESSE SE ADAPTAR A FLUÍDEZ E MUDANÇAS INSTÂNTANEAS E INSTÁVEIS DA SUA VIDA LÍQUIDA. MUDA DE CASA, MUDA DE VIDA, MUDA DE AMBIENTE, MUDA DE CARA, DE ROUPA, DE SAPATO, QUE FOSSE FLUÍDO, ABERTO A MUDANÇAS A TODAS AS HORAS, QUE NÃO CUSTASSE MUITO E FOSSE DIVERTIDO. DESIGN SIMPLES, FORMAS PURAS, MATERIAL BARATO, RECICLÁVEL, MAS MAIS DO QUE ISSO: REUTILIZÁVEL. ACRÍLICO, PLÁSTICO, COLORIDO, FÁCIL, MOLDÁVEL E LÍQUIDO.CORES E USOS: A MAIOR VARIEDADE POSSÍVEL. E PARA UNIR TUDO ISSO: PAPER BINDER, DAQUELES COMPRADOS NA DUANE READE, NA STAPLES OU NA KALUNGA.

UM MÓVEL SHELVES. WALL UNIT. BOOK CASE. FURNITTURE DESIGN PARSONS NY. 2011


HEXAGON SQUARE TRIANGLE


JOHN E LIZ, UM CASAL DE SENHORES, QUE VIAJAM O MUNDO INTEIRO E COZINHAM, NA SUA CASA E PRINCIPALMENTE NA SUA COZINHA DEVERIAM ESTAR TODAS AS LEMBRANÇAS E UTENSÍLIOS TRAZIDOS DAS VIAGENS. A COZINHA NO CENTRO DA CASA, COMO O CORAÇÃO DE TUDO QUE ELES MAIS GOSTAM. LÁ É ONDE O CASAL RECEBE OS AMIGOS MAIS QUERIDOS, FAZ AS COMIDAS MAIS GOSTOSAS, É TAMBÉM ONDE FICAM OS LIVROS DE RECEITAS, FONTE DE ESTUDO E INSPIRAÇÃO.

UMA CASA

JOHN AND LIZ’S TOWN HOUSE

INTERIOR DESIGN. PARSONS NY. 2011

town house. típica casa americana de três pavimentos, localizadas nos bairros mais estilosos e tranquilos de NY, ainda pouco verticalizados, como west village.


A PROPOSTA: 1200 HABITAÇÕES NUMA ÁREA PERIFÉRICA DE MADRID, ARAVACA. ESPERANDO ENCONTRAR EDIFÍCIOS DE HABITAÇÃO POPULAR, ENCONTREI O ALPHAVILLE MADRILEÑO, PORÉM SEM OS MUROS FÍSICOS. A METODOLODIA: TOTALMENTE NOVA PARA UMA ALUNA DE SÃO PAULO. PENSAR DE UMA FORMA MATRICIAL E NÃO LINEAR.DEPOIS DE ALGUMAS SEMANAS DE ADAPTAÇÃO E TENTATIVAS EQUIVOCADAS, COMECEI POR ONDE SABIA, RESPONDER AS QUESTÕES BÁSICAS, QUEM MORA ALI, QUEM VAI MORAR ALI, COMO SÃO OS ACESOS, DENSIDADE, DISTÂNCIA AO CENTRO... A FORMA DE CRESCIMENTO DA CIDADE, O QUE ERA A TAL PERIFERIA. AUMENTANDO A ESCALA, COMO ESTÁ SE DANDO O CRESCIMENTO DA ESPANHA (EM CRISE) E DE OUTRAS CIDADES EUROPÉIAS. APROVEITEI A OPORUNIDADE PARA ESTUDAR PADRÕES DESCONHECIDOS DO QUE EU ESTAVA ACOSTUMADA, COMO EXEMPLO MILÃO, E O AGLOMERADO NWMA (NORTH-WESTERN METROPOLITAN AREA). ANALISADO O CRESCIMENTO, A DENSIDADE E A INFRAESTRUTURA DISPONÍVEL EM MADRID, O FAVORECIMENTO AO TRANSPORTE INDIVIDUAL FICOU EVIDENTE, ENTÃO PORQUE NÃO PROPOR MORADIA PARA OS CARROS E DEIXAR QUE AS PESSOAS SE ADAPTEM A ESSA NOVA LÓGICA E ESCALA. A INTENÇÃO: COMO SERIA UM PEDAÇO DE CIDADE FEITA PARA OS CARRO? PENSANDO DESDE A ESCALA LOCAL DE FLUXOS ATÉ A VAGA DO CARRO QUE ESTARIA AO LADO DA CAMA E DA MESA DE JANTAR.


COM A VONTADE DE TRANSITAR POR LUGARES DESCONHECIDOS, COMECEI SEM SABER ONDE CHEGARIA, E A ESCOLA EM MADRID SE MOSTROU ABERTA PARA ACEITAR O INESPERADO, A IDÉIA ERA REFLETIR COMO VAMOS MORAR SE CONTINUÁRMOS REPETINDO OS PADRÕES QUE CONHECEMOS. OS CIRCUITOS DE FÓRMULA 1, TOTALMENTE PROJETADOS PARA OS CARROS FOI O QUE DITOU O PLANO FORMAL DO PROJETO. EM PLANTA OS CIRCUITOS SE SOBREPÕE FORMANDO UM EMARANHADO QUE É O DESENHO DESSE NOVO TRECHO DE CIDADE. EM SECÇÃO O CIRCUITO GANHA ALTURA E VIRA UM TUBO, DENTRO DESSE TUBO: RUAS, CASAS E CARROS, QUE SE MISTURAM SEM SABER ONDE TERMINA UM E COMEÇA O OUTRO. ONDE OS TUBOS SE ENCONTRAM, ACOMODADOS NA NOVA TOPOGRAFIA DE MORROS CRIADA, SE DÃO OS ESPAÇOS COMUNS, ONDE ESTÃO OS PROGRAMAS COLETIVOS, COLETIVOS MAS SEMPRE PENSADOS PELOS USOS QUE O CARRO EXIGE E DEMANDA: DRIVE-THRU, OFICINA, POSTO DE GASOLINA, DRIVE-IN. AO ADICIONAR PEQUENOS MORROS À TOPOGRAFIA EXISTENTE, ALÉM DE ESTRUTURAR OS CORAÇÕES COMUNS, O CHÃO É LIBERADO, TORNANDO O NÍVEL DA RUA UMA ÁREA TOTALMENTE FLÚIDA E ACESSÍVEL PARA O PEDESTRE. A CONTRADIÇÃO IMPRESCINDÍVELMENTE NECESSÁRIA.

MUITAS CASAS

COCHES YES HABITAÇÃO NA PERIFERIA DE MADRID.

ESCUELA TÉCNICA SUPERIOR DE ARQUITECTURA DE MADRID. 2011


VIVA CON TU COCHE EN ARAVACA

COMO LLEGAR?

CASA DE CAMPO

REVITALIZACIÓN DE LA FRANJA

RECORRIDO PUERTA DEL SOL

EL CENTRO DENSIDAD DENSIDAD MEDIA DE MADRID 52

+

CASA DE CAMPO

ARAVACA

= 15 MIN

LA PERIFERIA

CASA DE CAMPO MEJORA DE LA CALLE MEJORA DE LA CASA DE CAMPO ESPACIOS PUBLICOS

USOS PERSONAS LUZ

@40.448400,-3.785590

= 45 - 50 MIN

PUNTO DE INTERESE

/ Ha

ALGUNS PUNTOS DE VERTICALIZACIÓN EVIDENTE EDIFICIO CELOSIA

EDIFICIO MIRADOR

320

270

/ Ha

MAYOR DENSIDAD DE MADRID 300

/ Ha

DISPERSIÓN X CRECIMIENTO QUIÉN VIVE EN LAVAPIÉS? QUIÉN VIVE EN LA LATINA? QUIÉN VIVE EN ARAVACA? QUIÉN VIVE EN SANCHINARRO?

MADRID SIGUE CRECIENDO?

CITTÁ DIFFUSA [BERNARDO SECCHI]

DIFUSIÓN EN BAJA DENSIDAD DE LA CIUDAD

CITTÁ DIFFUSA [BERNARDO SECCHI]

TRANSPORTE PRINCIPAL

DIFUSIÓN EN BAJA DENSIDAD DE LA CIUDAD

= 15 MIN

GRANDE COMÉRCIO

/ Ha

MADRID

ESPAÑA 2000 2010 2030 2055 2010

DENSIDAD 80 91 99 100 89

PLOBACIÓN 40 288 46 077 49 998 50 805 45 011

WWW.UN.ORG

TRABAJAR CON A ESCALA DEL COCHE


UNAS IDEAS PERIMETRAL

COCHE COCHE COCHE COCHE COCHE COCHE COCHE COCHE COCHE COCHE COCHE COCHE COCHE

APARCAMIENTO DE VIVIENDAS

... HE GOT A NEW CAR... COTILLEAR

VOLUMETRIA Y FORMA

DE LA VIVIENDA

PARA EL COCHE

RELACIÓN INTER [

- VIVIENDAS]

SUPER PENDIENTES

PARA EL COCHE

655

FLUJOS

APARCAMIENTO DE VIVIENDAS

649

646

652

658 664

661 658

661

CIRCUITO

664

646

649 652

655

+

COCHES POR EL SKYLINE

CIRCUITO

COCHES POR EL SKYLINE MINORITY REPORT

CENTRAL

+

+

PERIMETRAL

APARCAMIENTO DE VIVIENDAS

1.

CENTRAL

SUBIDA Y BAJADA EN PAPEL

+

GLOBO DE DISTRIBUICIÓN

COCHES POR EL SKYLINE

+

PERIMETRAL CENTRAL

PERIMETRAL

ORIGAMI

CENTRAL

+

CENTRAL

CIRCUITO GLOBO DE DISTRIBUICIÓN

CENTRAL

+

+

APARCAMIENTO DE VIVIENDAS GLOBO DE DISTRIBUICIÓN

2.

PERIMETRAL CENTRAL CIRCUITO

APARCAMIENTO DE VIVIENDAS

GLOBO DE DISTRIBUICIÓN COCHES POR EL SKYLINE


CIRCUITO FÓRMULA 1

COCHES POR LA CASA CASA POR LOS COCHES COCHES POR LA CALLE CALLE POR LOS COCHES


COCHES POR LA CASA CASA POR LOS COCHES COCHES POR LA CALLE CALLE POR LOS COCHES SUB

664

661

658

655

652

649

646

643

640

+2

+3

+4

+6

+8

+9

+12

VOLAAANDO...

TOPOGRAFIA

+ + +

+1

CIRCUITOS VIÁRIOS CALLES EXISTENTES COMO PARTE DO CIRCUITO

NUDOS PÚBLICOS [ ]


COCHES POR LA CASA CASA POR LOS COCHES COCHES POR LA CALLE CALLE POR LOS COCHES SUB

664

661

658

655

652

649

646

643

+1

640

+2

+3

+4

+6

+8

+9

+12

VOLAAANDO...

+2 +4

+4

+6 +2

+8

+3

+12

+1

+12

+6

+3

+9 +9

+6 +6 +3

+3

5 10 20 1:2000

50

100


PROGRAMA DE COCHES

RESTAURANTE

CON COCHES PARA COCHES

GAS OCIO

TIENDAS


CUBIERTA DEL CORAZÓN

NUDOS PUBLICOS LA TOPOGRAFIA ES PUBLICA PARA LAS PERSONAS

LA CIUDAD DE LOS CONDUCTORES BENEFICIO A LOS PEATONES


LA SECCION DEL CIRCUITO

LUZ

VENTILACIÓN SECCIÓN

INFRAESTRUCTURA


DONDE UNO PUEDE APRECIAR LA ESTRUCTURA Y PERDERSE

3 RELACIONES CON EL SUELO UNA VIVIENDA

UN HUECO O ALGO, OTRA COSA

MIRAR LOS COCHES


QUE SE VEA EL SOL CUANDO SE ESTA DENTRO

LESS IS BORE

IS

MO

RE

!

ROBERT VENTURI

YES

EN EL INTERIOR

ORE

LESS IS M

CAR IS MORE !

VIVIENDAS CON 1 , 2 Ó 3 HABITACIONES

COCHES


UMA NOVA SEDE PARA O INSTITUTO ALEMÃO GOETHE. EM UM LUGAR ESPECIAL: NÃO SÓ A PRAÇA ROOSEVELT, MAS TAMBÉM ATUAL ESCOLA CAETANO DE CAMPOS, EDIFÍCIO HISTÓRICO, PATRIMÔNIO TOMBADO. A INTERVENÇÃO DEVERIA SER PREOCUPADA E CONSCIENTE, VALORIZANDO O EDIFÍCIO EXISTENTE, AS ARVÓRES CENTENÁRIAS E O GENEROSO PÁTIO INTERNO. A AMPLIAÇÃO ERA GRANDE, ENTÃO JÁ A PRINCÍPIO DEVERIAM SER CONSIDERADAS NOVAS CONSTRUÇÕES E O ACESSO ANTES FEITO SÓ PELA RUA GUIMARÃES ROSA SERIA AMPLIADO TAMBÉM PARA A RUA GRAVATAÍ. NO NÍVEL DA RUA GRAVATAÍ FOI SUGERIDO UM CAFÉ E GALERIA DE EXPOSIÇÕES, ATRAVÉS DE RAMPAS SE CHEGA À COTA DA RUA GUIMARÃES ROSA, ONDE ESTARIA O ACESSO PRINCIPAL AO CONJUNTO, E ONDE FORAM DISTRUIBUÍDOS OS PROGRAMAS DE ESTAR, O RESTAURANTE, E A GRANDE PROTAGONISTA DO PROJETO:

A PRAÇA INTERNA. O EDIFÍCIO HISTÓRICO EM “L” JÁ INDICAVAM A INTENÇÃO, TODOS OS PRO-

GRAMAS SE VOLTAM PARA A PRAÇA, O ANEXO NOVO DA BIBLIOTECA, QUE LEVOU O NOME DE MIES VAN DER ROHE, ESTÁ TOTALMENTE ABERTO PARA O ESPAÇO LIVRE DA PRAÇA, E O NOVO VOLUME MAIS SIGNIFICATIVO DA PROPOSTA: O TEATRO, TEM SEU PALCO DEBRUÇADO SOBRE A MESMA. ALÉM DOS PROGRAMAS, TODA CIRCULAÇÃO É PENSADA DE FORMA CIRCULAR, PARA QUE SEMPRE SE PASSE PELA PRAÇA.

UM INSTITUTO

INSTITUTO GOETHE INTERVENÇÃO E AMPLIAÇÃO EM EDIFÍCIO HISTÓRICO NA PRAÇA ROOSEVELT. ESCOLA DA CIDADE. 2010


PLANTA NÍVEL 94.00

PLANTA NÍVEL 96.50 PLANTA 94.00 1:200

1

GOETHE

RENATA GAIA 26NOV 2010

PLANTA NÍVEL 98.25 PLANTA 96.50 1:200

2

GOETHE

RENATA GAIA 26NOV 2010

PLANTA 98.25 1:200

3

GAIA 26NOV 2010 GOETHE RENATA


PLANTA NÍVEL 104.00

PLANTA NÍVEL 100.00 PLANTA 104.00 1:200

5

GOETHE

RENATA GAIA 26NOV 2010

PLANTA 100.00 1:200

4

GAIA 26NOV 2010 GOETHE RENATA

BIBLIOTECA MIES VAN DER ROHE


A PROPOSTA DE ESTÚDIO VERTICAL ERA ANALIZAR E PROPOR EM ALGUM VAZIO NUM RAIO DE 1KM SAINDO DO CENTRO DE SP. PROPOSTA ABERTA E INTERESSANTE. TRABALHO EM GRUPO, COMEÇAMOS NOS QUESTIONANDO: O QUE ERA UM VAZIO? E A PARTIR DESSA PERGUNTA SURGIU O TRABALHO. DEFINIMOS VAZIO COMO UM ESPAÇO DE POTENCIAL, ISSO NOS LEVOU A MUITOS LUGARES, POIS POTENCIAL PODE ESTAR EM QUALQUER LUGAR, NOMEAMOS, CLASSIFICAMOS, DEMOS EXEMPLOS DE OCUPAÇÃO NOS VAZIOS (NESSE MOMENTO JÁ CHAMADOS DE ESPAÇOS DE POTENCIAL), ASSIM ENCONTRAMOS O NOSSO ESPAÇO POTENCIAL: CEMITÉRIO DA CONSOLAÇÃO.

UM PARQUE

PARQUE CEMITÉRIO CONSOLAÇÃO TRABALHO DESENVOLVIDO EM GRUPO:

REEINTERPRETAÇÃO DOS VAZIOS NO CENTRO DE SP

ANDREA HELOU, JULIETA FIALHO, IRENE ESPINOSA E NATÁLIA LORENA

. ESCOLA DA CIDADE. 2010


ESPAÇO DA COBERTURA

ESPAÇO


! ESPAÇO DE BAIXA DENSIDADE! ESPAÇO DEMOLIDO!

ESPAÇO CRIADO! ESPAÇO RESIDUAL! RESTAURADO! ESPAÇO SUBUTILIZADO!


CARÊNCIA DA REGIÃO

IMPORTÂNCIA DA ÁREA


SOBREPOR AS BARREIAS EXISTENTES


UMA VACA COW PARADRE 2010 COWFÉ NESPRESSO


VACA ARREMATADA POR

R$ 10 000

EM PROL


UMA PESQUISA


ESTUDO DE CASO: KANTUTA. FEIRA BOLIVIANA NO PARI TRABALHO DESENVOLVIDO COM: MARIA EMÍLIA BARROS ORIENTADO POR: PEDRO SALES, NEWTON MASAFUMI E TATIANA FERRAZ ENCOMENDADO POR: MARTÍ PERÁN, BASEADO NO LIVRO EXPOSIÇÃO INTINERANTE. ATUALMENTE EM MADRID .2011-2012

http://www.ciutatsocasionals.net/englishEXPOCOWEB/proyectos/31kantuta/index.htm FOTOS DA MONTAGEM DA EXPOSIÇÃO EM SÃO PAULO


FOTOS MARCELO DONDO


UMAS COISAS


bolsinhas

cadernos

Renata Gaia

Zig Zag

http://www.flickr.com/photos/zigzag_estojos/

estojoszigzag@gmail.com

Nathรกlia Lorena

feito por

Paula Albuquerque


estojos

carteiras


DESENVOLVIDO PARA O CURSO DE TEXTILE PRINTMAKING. SCHOOL OF VISUAL ARTS. 2011


SÓ MELHORES AMIGOS FAZEM ISSO POR VOCÊ...

TOTE BAGS

CAMISETAS


DESENVOLVIDO PARA O CURSO DE TEXTILE PRINTMAKING. SCHOOL OF VISUAL ARTS. 2011

COM QUANTOS

DESENHOS SE...

FAZ UM FLAMINGO? 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17...


CAMISETAS


DESENVOLVIDO PARA O CURSO DE GRAPHIC DESIGN. SCHOOL OF VISUAL ARTS. 2011

CAPA DELIRIOUS NY


DESENVOLVIDO PARA O CURSO DE GRAPHIC DESIGN. SCHOOL OF VISUAL ARTS. 2011

EXPECTING

MORE

FROM A BLACK SCREEN

filminc.com 165 West 65th Street New York, NY 10023

?

(212) 875-5610

New York Film Festival


MAY 31JUNE 15

FILM SOCIETY LINCOLN CENTER

filminc.com

NY

FILM FESTIVAL

165 WEST 65th STREET NEW YORK, NY 10023

(212) 875-5610

POSTERS PARA NY FILM FESTIVAL

MAY 31JUNE 15

FILM SOCIETY LINCOLN CENTER

NY

FILM FESTIVAL


DESENVOLVIDO PARA O CURSO DE GRAPHIC DESIGN. SCHOOL OF VISUAL ARTS. 2011


PADRONAGENS


DESENVOLVIDO PARA O CURSO DE GRAPHIC DESIGN. SCHOOL OF VISUAL ARTS. 2011

BY RENATA GAIA

IMPRESSO EM PAPEL VEGETAL, 12X93CM, DOBRADO EM FORMATO SANFONA


LIVRO DE TIPOGRAFIA


REMBRANDT

COOPER SQUARE O TENIS NOVO DA MINHA IRMÃ

COOPER UNION CENTRAL PARK


METRÔ DE MADRID


11. 5303 4990 FALECOMRENATAGAIA@GMAIL.COM


PORTFOLIO+CV RENATA GAIA