Issuu on Google+

GUIA DE

VĂ­deos Selecionados


EXIBIÇÃO

VÍDEOS

05/março

Selecionados

Muros - 2’30” Direção: Marcos Rocha e Marcelo Souto As vezes na nossa vida mesmo a quem muito amamos e que muito nos amam nos conduzem a caminhos difíceis de sair.

Vestido de Laerte - 12’43” Direção:

Pedro Marques e Claudia Priscilla Laerte percorre um longo caminho pela cidade de São Paulo em busca de um certificado.

É amor do mesmo jeito - 1’48”

Damas da Liberdade - 27’19”

Direção:

Direção: Célia Gurgel e Joe Pimentel

Mariana Ramalho, Jamile Alves e Regys Lima Sereno, avassalador, livre ou proibido, é amor do mesmo jeito.

14

Através de narrativas de mulheres do Movimento Feminino pela Anistia e do Comitê Brasileiro pela Anistia é contada a história da luta pela anistia no Brasil nos anos de 1970, reacendendo o debate sobre um período de repressão e medo que o país jamais deverá esquecer.

GUIA DE

Programação


VÍDEOS

EXIBIÇÃO

Selecionados

06/março Vagas para amor de carnaval - 51”

Transophia- 17’

Direção: Alisson Severino

Direção: Ivan Ribeiro

Qualquer maneira de amar vale a pena? Qualquer maneira de amor vale amar? Esse vídeo mostra que não!

Gisele Almodóvar (Silvero Pereira) e Deydianne Piaf (Dênis Lacerda) filosofam sobre seus anseios e medos enquanto trabalham prostituindo-se nas ruas de São Paulo onde a noite é imprevisível, cheia de mistérios e seres interessantes. Mas será que o pensamento nas ruas é tão diferente assim?

O vento da liberdade - 19’26”

A dama do Peixoto - 11’

Direção: Viviane Louise

Direção: Allan Ribeiro, Douglas Soares

Sem saber se uma arte do real ou da ficção o Vento da Liberdade, busca desvendar o imaginário e realidade dos ciganos através da memória oral e visual deste antigos \”moradores das estradas\”.

Abismo - 22’22” Direção: Aleques Eiterer “E contudo, se fecho os olhos, e mergulho, dentro em mim, vejo à luz de outro sol, outro abismo.”

15

Ela está aqui, ela está ali, e os invisíveis são os outros

Entre Lugares: a invisibilidade do homem trans - 16’ Direção: Allan Ribeiro, Douglas Soares “O que seriam homens trans?\” ‘Entre Lugares: a invisibilidade do homem trans’ aproxima o foco na vida de Leonardo Tenório e Luciano Palhano, dois homens – que nasceram biologicamente mulheres – que rompem com uma cultura binária ditada pelo gênero, mostrando, a partir de suas experiências, diferentes possibilidades na relação entre identidade (de gênero) e orientação sexual. GUIA DE

Programação


VÍDEOS

EXIBIÇÃO

Selecionados

07/março Aurora - 1’30”

Bibinha, a luta continua! - 19’

Direção: Marcos Rocha e Marcelo Souto

Direção: Adriana de Andrade

Aurora é luz cambiante. O interstício entre a madrugada e a manhã. Um pouco da escuridão de uma, um pouco da claridade da outra. Aurora pode ser eu e pode ser você.

Com muita alegria e humor o curta-metragem narra 24 horas na vida de BIBINHA. Produtor de cinema, soropositivo há 20 anos, continua na luta pela vida e pela arte. Baseado em fatos reais. Um filme de amor a vida!

Virou o Jogo - 20’

Joelma - 11’

Direção: Marcelo Villanova

Direção: Edson José Bastos

Em Pintadas, na região do semiárido baiano, o machismo era um comportamento absolutamente normal. As leis eram para os homens e pelos homens, como em tantos lugarejos espalhados pelo Brasil. \”Virou o Jogo: A História de Pintadas\” revela histórias de mulheres que venceram o machismo, através de organizações e fizeram nascer uma nova ordem, mudando conceitos, educando homens e jogando bola.

Joelma, transexual, uma vida marcada por conflitos. Diante das divergências vividas no lar, é posta pra fora de casa e resolve se mudar para Salvador. Lá, conhece Antônio, mendigo, e passam a viver juntos. Estimulada pelo companheiro, Joelma resolve fazer a Cirurgia de Redesignação Sexual, assumindo a condição de mulher. Tempos depois, ao retornar para Ipiaú, sua cidade natal, vê todos os seus sonhos serem destruídos por João, pivô do assassinato que mudará sua história.

Quem tem Medo de Cris Negão? - 25’

I Still Love You - 5’33’’

Direção: René Guerra

Direção: Henrique Faria

Cristiane Jordan, ou Cris Negão como era chamada, foi uma travesti cafetina do centro de São Paulo conhecida por seus métodos violentos de controle das outras travestis. O filme é um mergulho no universo das travestis, a partir dessa figura lendária do submundo de São Paulo.

16

Após conhecerem-se em um estacionamento de bicicletas, Christina e Dolores apaixonam-se pelas ruas de Amsterdam até que surge a inesperada pergunta: Quanto tempo dura uma paixão e até onde ela pode nos levar? GUIA DE

Programação


VÍDEOS

EXIBIÇÃO

Selecionados

08/março Reflexos - 1’30”

Desvelo - 15’10”

Direção: Marcos Rocha e Marcelo Souto

Direção: Clarissa Rebouças

Coragem, medo, atitude, sofrimento. Que sentimentos expõem ou silenciam as marcas da violência doméstica?

Luzia se apaixona por Léo, mas para viver esse amor precisa fugir da cidade em que vive e do ciúmes de seu ex namorado, Diogo . Durante o caminho, o casal passa por aventuras onde Luzia descobre a verdadeira identidade de Léo e conhece o que é o amor.

Mulheres de 50 - 28’

Crianças e sexualidade - 12’37”

Direção: Patrícia Antunes

Direção: Priscilla Bertucci

Mulheres de 50, verdes e tão maduras. Mulheres que entre tantas “marias”, abriram suas histórias, suas vidas, fantasias, anseios, desejos e frustrações para compor um filme que retrata acúmulos e transformações reais de meio século da ascensão feminina. Este documentário revela de maneira leve e divertida temas que fazem parte do dia-a-dia de mulheres que desde meninas já sentem os desafios que terão de encarar pela vida.

Nós exploramos o tabu cultural; sexualidade infantil. Vamos falar sobre a masturbação das crianças, as reações dos pais e da culpa e da vergonha junto com ele.

O Amor que não ousa dizer seu nome - 15’

Nêgas de Pano - 15’

Direção: Bárbara Roma

Direção: Marcos Rocha

A partir do encontro entre Leila e Michela, elas buscam na solidão uma da outra o desejo que surge de um sentimento inesperado.

17

Sensíveis e lutadoras, as três personagens desse curta-metragem têm por desafio permanente a afirmação de sua condição de mulheres negras e a busca de sua autonomia econômica pela confecção e venda de bonecas negras de pano. GUIA DE

Programação


VÍDEOS

EXIBIÇÃO

Selecionados

09/março Pára-Quedas - 1’ Direção: Marcos Rocha e Marcelo Souto Medo, dor, vergonha, exclusão e... um salto!

Inclusive eu - 15’ Direção: Mariana Ramalho Tolerância, acolhimento, afirmação, possibilidades de vivência cristã sem quaisquer distinções... São esses os temas abordados nesse vídeo que mostra um pouco do universo de algumas igrejas inclusivas em Fortaleza.

Complexidade dos gêneros - 21’30”

Cuceta- 13’

Direção: Priscilla Bertucci

Direção: Claudio Manoel

Decolar para uma viagem através do espectro de gênero em toda a sua belaza e complexidade. Aqui [SSEX BBOX] examina a diferença entre sexo, papéis de gênero, identidade de gênero e orientação sexual. O que significa ser uma mulher, um homem, nem um nem outro, ou ambos? Identidade!

Meninas do cabaré - 15’ Direção: Tel Cândido No Ceará, em meio a um cenário de machismo e transfobia, um grupo propõe levar a arte transformista e as histórias de vida de travestis às luzes da ribalta, mexendo com a cena cultural do estado e com as representações convencionais sobre o universo trans. “Meninas do Cabaré” narra a experiência do coletivo artístico As Travestidas e flana por entre as esquinas onde a arte e a política se encontram.

18

Webdocumentário focando os bastidores do show, idéias e a filosofia queer do duo Solange tô Aberta. Seriedade, sarcasmo, ironia, anarquia e cultura gay. A defesa do corpo livre, sem formato social.

Cores e Botas - 15’ Direção: Juliana Vicente Joana tem um sonho comum a muitas meninas dos anos 80: ser Paquita. Sua família é bem sucedida e a apoia em seu sonho. Porém, Joana é negra, e nunca se viu uma paquita negra no programa da Xuxa.

GUIA DE

Programação


19


20


Curta O Gênero 2013 - Guia de Vídeos Selecionados