Page 1

Festival Mundial de Publicidade de Gramado 2011

Feevale marca presença no Festival Mundial de Publicidade

O

s três núcleos da Agecom estiveram presentes no Festival Mundial de Publicidade. Cada um deles tinha um trabalho específico para sua área, que ia do planejamento do espaço da Feevale no evento, até a cobertura jornalística. O Núcleo de Publicidade e Propaganda participou ativamente da organização do espaço da Feevale no Festival. Os alunos voluntários e estágiarios elaboraram o logo da participação da instituição, que gerou a divulgação da Feevale para todos que estavam presentes, através de ações que chamavam os alunos a comparecer no espaço da Feevale. O trabalho do Núcleo de Jornalismo foi voltado à cobertura do evento. Os voluntários e estagiários participaram do Festival com reportagens para o blog

feevalenofestivalmundialdepublicidade.blogspot.com/. Além do jornalismo da Agecom, a TV Feevale e o Núcleo de Rádio também participaram do Festival. O canal 15 da net trabalhou para os programas da emissora, enquanto o Núcleo de Rádio produziu reportagens, e apresentou o programa Frequência Livre de lá, para a Rádio ABC 900. Já o Núcleo de Relações Públicas da Agecom auxiliou aos personagens das ações promovidas pela Feevale no Festival. Além disso, foi elaborada uma pesquisa opinativa a respeito da participação da instituição no evento. Este foi o trabalho da Agecom no Festival Mundial de Publicidade. Em breve, outros grandes eventos terão a participação da Agência Experimental de Comunicação.


Jornalista Marcelo Tas participa de coletiva

N

a manhã desta sexta-feira, 02, o jornalista e líder da bancada do programa CQC, Marcelo Tas esteve no Serra Park para falar sobre redes sociais para o público que lotou o auditório de palestras. Depois disso, Marcelo se encontrou com jornalistas em uma coletiva de imprensa onde falou sobre assuntos diversos. Descontraído, Tas comentou a respeito do trabalho que fazia para o público infantil. “Se eu pudesse só faria TV para criança, elas são inteligentes e tem mais discernimento em relação

aquilo que as agrada, ou não”. Disse também que apesar disso, as crianças não são mais inteligentes do que os adultos em relação à informática. ”Adultos tem mais medo de errar, por isso encontram maiores dificuldades, já a criança não tem receio, vai lá e mete o dedo no botão”. Quando questionado sobre seu programa de jornalismo humorístico, o CQC, Tas salientou as dificuldades iniciais, e falou sobre o medo, que não pode existir para quem faz esse tipo de trabalho. ”Quem tem medo fica paralisado. Não se pode ter medo errar, e nem medo

de assumir os erros. Para fazer humor é necessário conhecer essa linguagem para não ficar patinando e fazendo gracinha”. Mas não é só de humor que o apresentador sabe falar. Tas opinou sobre a atual política no Brasil. Para ele o senado é uma caixa fechada, onde não se pode falar nada de ruim. “o Senado é uma casa fechada para o público, o acesso mais fácil que temos ao poder é através da Câmara dos

Deputados”. Para finalizar, Marcelo Tas agradeceu por poder fazer parte do que ele chamou de “maior festival de publicidade do mundo”.

Pretinho Básico esteve no Festival

O

programa Pretinho Básico, da Rádio Atlântida, maior audiência do rádio na região Sul do Brasil, foi transmitido ao vivo do Serra Park no Festival Mundial de Publicidade. Além da transmissão, o integrante do programa Luciano Potter, participa do programa diretamente do espaço do Grupo RBS no festival, interagindo com o público que estava presente. Em entrevista, o comunicador falou que,

além das participações no Pretinho Básico das 13 e das 18 horas, que ele fará vídeos do lounge do Grupo RBS, que serão postados no blog do programa, mostrando como está sendo a interação do público com o mesmo. Potter também comentou da receptividade que tem com a galera que está no Festival. Ele frisou que “sempre que nós saimos do estúdio do Pretinho e lidamos com o público cara-a-cara é diferente, até porque é um

Coordenador Cristiano Max debate em Painel sobre o esporte no Brasil

N

a tarde da sextafeira (02), no Serra Park, em Gramado, ocorreu o painel “O país do esporte. Um novo país?”. Entre os palestrantes, estavam o gerente de marketing da Olympikus Márcio Callage, e o diretor da Central Globo de Esportes Luiz Fernando Lima. Além destes, os debatedores do painel eram o professor coordenador do curso de Comunicação Social da Feevale, Cristiano Max Pereira Pinheiro, e o supervisor de criação da agência DCS Maurício Oliveira, além da mediação do diretor de esportes e colunista do jornal Zero Hora, David Coimbra. Cada palestrante falou por 20 minutos,

seguido de uma entrevista envolvendo os debatedores e o mediador. Márcio Callage abordou sobre os benefícios que o Brasil terá nos próximos anos, em que sediará a Copa do Mundo, em 2014, e os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, como um investimento muito maior em publicidade, que geraria imensas riquezas para o país. “Na Copa de 2010, a Sony (empresa de televisões e aparelhos eletro-eletrônicos) lançou a primeira TV 3D do mundo na África do Sul, em plena

Copa do Mundo. Aí vemos a importância do Brasil sediar eventos desse porte. As grandes empresas querem anunciar nestes eventos, e a tendência é que elas também anunciem por aqui na Copa e na Olimpíada,” destacou. Já Luiz Fernando Lima falou dos preparativos da Rede Globo para sediar tais eventos, dando mais

abrangência para a maior competição do futebol. “Em 2014 não queremos transmitir só a Copa do Mundo, mas sim 13 Copas do Mundo. Além da cobertura especial da Seleção que sempre fazemos, nós mostraremos as torcidas, a movimentação e muito mais das 12 cidades-sede da competição,” comentou.

Conectividade no Festival de Publicidade

C

om a Internet, as pessoas podem se conectar em qualquer lugar. E no 18º Festival de Publicidade de Gramado não é diferente. É possível tirar uma foto e postar na rede minutos depois. Basta acessar o programa de rádio. Então nós podemos ver a cara das pessoas que nos escutam e isso nos engrandece sempre. Nós sabermos exata-

mente para quem estamos falando, isso é importante para qualquer veículo de comunicação”.

Jornal Laboratório da Agência Experimental de Comunicação AGECOM|FEEVALE Presidente da Aspeur: Argemi Machado de Oliveira | Reitor: Ramon Fernando da Cunha | Pró-reitor de Planejamento e Administração: Prof. Alexandre Zeni | Pró-reitora de Ensino: Profa. Inajara Vargas Ramos | Pró-reitor de Pesquisa e Inovação: Prof. João alcione Figueiredo | Pró-reitora de Extensão e Assuntos Comunitários: Profa. Gladis Baptista | Diretor do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas: Prof. Maria Cristina Bohnenberger | Coordenador do Curso de Comunicação Social: Prof. Cristiano Max Pinheiro | Orientação: Profa. Donesca Calligaro | Direção do Projeto Gráfico: Profa. Rosana Vaz Silveira | Projeto Gráfico: Luis Weber|Diagramação: Bruna Foscarini | Textos e fotos: Bruna Foscarini, Catiuscia Mendes, Eduardo Metinger, Laura Muniz, Ruan Nascimento, Tamara Knewitz

Facebook e o Twitter, disponíveis em uma das telas interativas que estão no local. Para os participantes do evento, a facilidade de acesso às redes sociais permite manter contato até mesmo com os familiares

que estão longe. É o caso da goiana Amanda Silveira, de 17 anos. Longe da família que ficou em Goiás, a estudante de publicidade postou uma foto no facebook para mostrar aos pais. “Acho bem legal esta interatividade, tu tiras a foto e já posta. Minha família lá de Goiania vai poder ver”, explica. A interatividade à disposição dos participantes, chamou a atenção do estudante João Palocci, de 21 anos. Vindo de Erechim,Rio Grande do Sul, ele acessava a rede para conversar com os amigos. “Como é um evento de comunicação, a interação é importante”, comenta.

Outra atividade interativa acontece no stand do Jornal do Comércio. No espaço, os participantes podem tirar uma foto com uma webcam e montar uma capa personalizada com a temática do Festival, que pode ser compartilhada mais tarde pelo Facebook, conforme explica Eduardo Camargo, um dos responsáveis pelo stand. O paraense Juliano Moreira, de 29 anos, diz se sentir lisonjeado de poder montar uma capa do jornal e postar na rede social e, assim, aparecer, para o mundo inteiro.

Trizinho  

Edição do Trizinho do Festival de Publicidade

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you