Page 1

“Aprender na Natureza: Desenvolvimento de um Ambiente de Investigação” PROJETO EM COFINANCIAMENTO COM O CONSELHO BRITÂNICO.


No ano de celebração dos 10 anos da RedSOLARE no Brasil, período marcado pelo diálogo com a prática educativa de Reggio Emilia – Itália, e com representantes de 34 países do mundo, nasce como fruto desse amadurecimento o projeto “Aprender na e com a Natureza: Desenvolvimento de um Ambiente de Investigação”, conectado à perspectiva de sermos o todo e as partes e responsáveis pela renovação e perpetuidade dos ecossistemas e recursos da natureza. [...] Saber como viver em harmonia entre homem e natureza, onde as crianças de hoje aprendem a respeitar a natureza das emoções que utilizam e os que não controlam por meio da razão [...] não só tem a ensinar valores, devemos vivê-los de viver na biologia do amor, não para ensinar cooperação, deve ser vivida por respeito a si mesmo que surge no viver juntos em respeito mútuo. (Maturana) Com uma visão sistêmica e ecológica, esse projeto foi aprovado pelo Conselho Britânico, nos termos do Programa Institutional Skills do Newton Fund e vem sendo desenvolvido desde abril de 2016, devendo finalizar em março de 2017, com o objetivo de realizar uma investigação em colaboração entre instituições do Reino Unido e do Brasil, constituindo-se como um processo diferenciado de Formação de educadores. Neste âmbito, a fim de construir relações e conexões para consolidação de processos de transformação do ser humano com o seu ambiente, estão envolvidas a Escola Comunitária Brilho de Cristal e Escola Municipal de Caeté-Açu (Vale do Capão / Palmeiras | Bahia | Brasil); Escola Casa da Infância e Centro Municipal de Educação Infantil Cid Passos (Salvador | Bahia | Brasil); bem como a Instituição Sightlines Initiative, do Reino Unido.


O projeto, que parte da pesquisa/ação, tem como elemento disparador de investigação a relação com a água, em especial, possibilidades de captação da água da chuva de forma consciente para amenizar os efeitos da seca na zona rural e gerar um consumo consciente na zona urbana. A ação contempla investigações com educadores, crianças e famílias sobre como estar na natureza e como propor ações educativas diferenciadas no ambiente natural. Cada escola participante segue um fluxo próprio, a partir do contexto e significados que lhe permeiam, e essa diversidade ao mesmo tempo em que potencializa experiências com sentidos próprios, uma vez que acontece de forma integrada e colaborativa também amplia a experiência, os saberes e perspectivas de todos os participantes nos diferentes espaços (rural/urbano, público/privado/comunitário).

Imagem 1: crianças da escola Cid Passos, investigando a chuva na lagoa que fica nos arredores da escola: “para onde vão os caranguejos quando chove?”


É na primeira infância que as memórias afetivas são construídas e com isso o reconhecimento de um tempo potente da VIDA para a conexão e reconexão cultural com o ambiente natural, sendo estes contextos estruturantes de formação de redes na educação e na vida dos sujeitos participantes, enquanto COMUNIDADE DE APRENDIZAGEM.

Participar do Grupo de Cooperação com a RedSOLARE e parceiros ingleses têm sido muito potente na situação de aprendizagem na Bahia e algumas redes municipais que estão caminhando para uma transformação que tenha uma cultura do professor reflexivo, do trabalho de pesquisa, uma intensificação da escuta, das ideias, das crianças. Com essa investigação estamos percebendo a necessidade de nos colocarmos no lugar de mediadores da escuta, de uma escuta mais atenta, mais sensível, envolvendo diferentes linguagens e dialogar sobre a questão da água - algo necessário de se discutir nas escolas desde cedo”. Jane Machado – Educadora envolvida no processo de Investigação e Cooperação Imagem 2: Crianças do Vale do Capão, investigando porque o rio não encheu depois da chuva..

Imagem 1: crianças da da escola: “para onde v


Imagem 3: Crianças da Escola Casa da Infância, investigando poças d’água formadas pela chuva.


INSTITUTIONAL SKILLS O Institutional Skills tem como objetivo apoiar projetos relacionados ao treinamento, capacitação e/ou engajamento comunitário de funcionários e/ou colaboradores de instituições brasileiras que atuem em áreas como clima e meio ambiente – incluindo mudança climática, tecnologia verde, desenvolvimento sustentável, serviços de ecossistema, escassez de recursos, uso sustentável da biodiversidade e valorização do conhecimento tradicional popular. BRITISH COUNCIL O British Council é a organização internacional do Reino Unido para oportunidades educacionais e relações culturais. Seu trabalho busca estabelecer a troca de experiências e criar laços através do intercâmbio de conhecimento e de ideias entre pessoas ao redor do mundo. Atua em cinco áreas: Educação, Língua Inglesa, Artes, Esportes e Exames. A organização está presente em mais de 100 países, com parceiros como os governos em diversas instâncias, organizações não governamentais e iniciativa privada. REDSOLARE BRASIL Associação sem fins lucrativos constituída no Brasil há 10 anos. Rede com atuação pautada nas articulações em defesa de uma cultura mundial da infância e na difusão do projeto educativo da cidade de Reggio Emilia (Itália). Uma das cinco organizações que coordena a iniciativa na América Latina, envolvendo uma rede de 12 países, que inspirados na proposta educativa da abordagem italiana, fomentam o desenvolvimento entre redes nacionais, a partir da ampliação da sinergia geográfica, cultural e linguística que existe entre os países latinos. Atualmente tem 6 pólos de atuação no Brasil: Santa Catarina, São Paulo, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Bahia. Ao longo do ano os polos realizam encontros gratuitos, divulgados em nosso blog: redesolarebrasil.blogspot.com.br

Aprender na Natureza  

“Desenvolvimento de um Ambiente de Investigação”. Projeto em cofinanciamento com o Conselho Britânico conectado à perspectiva de sermos o to...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you