Issuu on Google+

O Concessionarista

R e p r o d u ç ã o

Sindicato dos Empregados em Concessionárias e Distribuidoras de Veículos Automotores no Estado do RJ Edição 04 – Abril de 2013

Editorial Palavra do Presidente

Venda de veículos bate recorde em abril com alta de 17,5%, diz Fenabrave

Oportunidades... Você sabe por onde elas andam?

Páginas 03 e 04

Produção de veículos no Brasil bate recorde em abril

Dalmo Malheiros Ramos Diretor – Presidente SINDCON-RJ

Página 02

Página 05

TODAS AS IMAGENS DESTA EDIÇÃO SÃO REPRODUZIDAS

Espaço do leitor Já imaginou sua opinião publicada aqui? Você deseja enviar sugestões de matérias? Tem alguma dúvida ou algum assunto que gostaria de obter mais informações?

Envie um e-mail para: sindcon.rlk@terra.com.br Você poderá ter sua pergunta publicada e respondida na próxima edição!

E muito mais para você!


Editorial Palavra do Presidente

Só o título me deixou curioso. Você não? Onde estão as oportunidades? Leia... Você vai descobrir que elas estão mais próximas do que você imagina. Tudo é uma questão de percepção. TEXTO REPRODUZIDO

Dalmo Malheiros Ramos Diretor – Presidente SINDCON-RJ

Oportunidades: onde elas estão? Por Leonardo Siqueira Borges para o RH.com.br

Será que o sucesso das pessoas (que é a consequência) é uma questão de sorte, ou será que são iluminadas a tal ponto de conseguirem seus objetivos? Refletindo sobre o assunto todos nós vivemos cercados por oportunidades, mas elas somente passam a existir quando são percebidas, essa é a grande diferença. A questão é que a maioria das vezes as pessoas só consegue ver crise, dificuldade e obstáculos. A diferença está na transformação dos problemas em "oportunidades", pois quando estamos diante das dificuldades buscamos soluções, mas diante de oportunidades buscamos "resultados". Já estão valendo para todos os Estad Então, para enxergar as oportunidades precisamos realizar um exercício de mudança de percepção, de uma crença, ou seja, é muito mais "crer para ver", do que "ver para crer" e isso será a principal motivação para mudança de atitude. Todas as principais mudanças e ideias iniciam com o pensamento, a imaginação em crer que o sonho pode se tornar realidade. Em outras palavras é quando a pessoa "deseja fazer algo", ao invés de ter alguma coisa pra fazer, resumindo, é ter ATITUDE. Para isso, é necessário perder o medo de fazer diferente e ter ideias inspiradoras para atingir seus objetivos. Isso não escapa por ter que aceitar a vulnerabilidade, sair da "zona de conforto", pois muitas vezes nos permitimos ficar sempre na comodidade, sem crescer nem ter desafios pela frente. Existem algumas causas que nos prendem nesse marasmo (preguiça, medo, arrogância e miopia), e isso traz algumas consequências de ficar nesse estado reativo e confortável (desperdício de talento, impacto negativo na imagem, imaturidade, insegurança). É isso que você quer para sua vida? Precisamos mergulhar na "zona de expansão", que é a região do desconhecido onde os riscos são calculados, Chama-se dessa forma, pois é ali que geramos o aprendizado e é quando crescemos como pessoas e como profissionais. É natural do ser humano querer evoluir e isso não acontece somente ficando na zona de conforto, só podemos criar maturidade dando um passo após o outro. Abaixo algumas dicas para buscar a zona de expansão: - Sonhe grande. Seja competente e comprometido em tudo o que fizer. - Aproveite ao máximo todos os cursos que fizer e aplique os conhecimentos técnicos na prática. - Nunca pare de estudar e leia sempre muito, seja curioso. - Procure sempre plantar sementes, pois colher os frutos será consequências. - Preocupe-se com a imagem que você passa para as pessoas. - Faça parte de alguma entidade na sua área, pratique atividades voluntárias. - Busque fluência em inglês e espanhol. - Pratique algum esporte. Faça a diferença, não fique esperando que alguém venha a fazer por você, desafie-se, sua vida será muito mais interessante, menos previsível e sem monotonia. Descubra a pessoa extraordinária que existe em você e torne suas atitudes diferenciais nas circunstâncias da sua vida, todo o aprendizado gera conhecimento e você deve ser o motorista da sua vida não o passageiro. FONTE: RH.COM. BR


Venda de veículos bate recorde em abril com alta de 17,5%, diz Fenabrave No mês, foram emplacadas 333.750 unidades no mercado brasileiro. Na comparação com abril de 2012, alta chega a 29,4%. As vendas de automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus no mercado brasileiro somaram em abril 333.750 unidades, de acordo com balanço da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), divulgado nesta quinta-feira (2). O volume representa alta de 17,5% sobre as 283.900 unidades vendidas em março e de 29,4%, sobre as 257.849 registradas em abril de 2012. O resultado é recorde para o mês de abril e para o acumulado, superando os resultados de 2011. No acumulado de janeiro a abril, as vendas totais de veículos chegaram a 1.164.173 de unidades, expansão de 8,19% sobre o mesmo período do ano passado, com 1.076.083 unidades emplacadas. Ao G1, o presidente da Fenabrave, Flávio Meneghetti, afirmou que o resultado surpreendeu as expectativas e saiu acima do esperado. "Os recordes de mês, abril e acumulado não eram esperados. Tivemos um mês meio opaco até a metade, com estoques acima de quarenta dias inclusive. Esta última dezena de abril foi boa para a indústria automobilística como um todo. Caminhões, por exemplo, foi um setor que veio muito bem e até o de motos mostrou recuperação", afirma Meneghetti, reforçando a surpresa dos concessionários. O mês teve total de 22 dias. "Torcemos para que junto com o otimismo do mercado venha um PIB acima de 3%, para mantermos o ritmo de crescimento acumulado das vendas em 3,5%", avalia. Automóveis e comerciais leves Somente o volume de vendas de automóveis e comerciais leves cresceu 18,03% em abril. Foram emplacadas 316.705 unidades neste mês, contra 268.324 veículos em março. Na comparação com abril de 2012 (244.801unidades), o segmento registrou 29,37% de crescimento. No acumulado do ano, também houve aumento de 8,55%: foram comercializadas, nos primeiros quatros meses do ano, 1.104.341 unidades, contra 1.017.343 no mesmo período de 2012. Caminhões e ônibus Os emplacamentos de caminhões teve alta de 13,84% na comparação com março. Foram licenciadas 14.052 unidades em abril, contra 12.344 caminhões no mês anterior, segundo a entidade. Na comparação com abril de 2012, quando foram negociadas 10.845 unidades, o setor também registrou crescimento de 29,57%. No acumulado do ano, o crescimento foi de 1,04% contra igual período de 2012, com 48.560 caminhões. Em contrapartida, o segmento de ônibus apresentou queda de 7,39% no período. Foram emplacadas 2.993 unidades em abril, contra 3.232 em março. Por outro lado, na comparação com o mesmo período de 2012 (2.203 unidades), o segmento cresceu 35,86%. Já no acumulado, o segmento de ônibus registrou alta de 5,52% entre 2013 e 2012, com 11.272 unidades. Os setores de caminhões e ônibus, juntos somaram 9,43%, no comparativo entre março e abril, e também registraram crescimento de 30,63% na comparação com abril de 2012. No acumulado, houve alta de 1,86% para os dois setores somados. Motocicletas Calculado à parte, o segmento de motos teve aumento de 13,76% das vendas, em abril. Foram emplacadas 140.876 unidades, sobre 123.834 motos em março. Em relação a abril de 2012 (123.219), este setor também evoluiu, 6,55%. Já no acumulado, o setor de duas rodas retraiu 14,22% — foram comercializadas, no mesmo período do ano passado, 574.764 unidades contra 493.005 neste ano.


Ranking das montadoras

No primeiro quadrimestre, a briga pelo quinto lugar entre Hyundai e Renault continua acirrada e, graças ao sucesso da família HB20 no mercado brasileiro, a sul-coreana leva vantagem. A Hyundai está com 5,84% de participação de mercado, com 64.524 unidades emplacadas até agora. A Renault ficou com a sexta colocação com seus 5,78% de market share, pelas 63.878 unidades vendidas de automóveis e comerciais leves. Já a Fiat permanece na lidereança com 22,49% do mercado (248,4 mil unidades), seguida de Volkswagen com 19,54% e 215,8 mil unidades; General Motors (17,76% e 196,1 mil unidades) e Ford (8,91% e 98.345). O 7º lugar fica com a Toyota, com 4.65% de market share pelas 51.376 unidades emplacadas. Em 8º vem a Honda (3,7% e 40.845), na sequência, Nissan (2,28% e 25.182) e Citroën (2,02% e 22.292).

FONTE: G1.Globo.com http://g1.globo.com/carros/noticia/2013/05/venda-de-veiculos-bate-recorde-em-abril-comalta-de-175-diz-fenabrave.html


Produção de veículos no Brasil bate recorde em abril Do UOL, em São Paulo 07/05/2013

A produção brasileira de veículos subiu 6,8% em abril na comparação com março, para 340,9 mil unidades, informou a associação de montadoras, Anfavea, nesta terça-feira (7). É o melhor resultado mensal desde o recorde registrado em agosto passado (329,3 mil unidades). Na comparação com abril de 2012, houve alta de 30,7%, segundo a entidade. No acumulado dos quatro primeiros meses do ano, a produção de veículos no Brasil somou 1,17 milhão de unidades, 17% acima do fabricado no mesmo período de 2012. O desempenho da produção em abril foi ajudado por um período maior de dias úteis, na comparação anual e mensal, e por vendas também recordes para o mês, que somaram 333,7 mil veículos. O volume de licenciamentos de abril corresponde a uma alta de 17,5% sobre março, e a crescimento de 29,4% sobre abril de 2012. No quadrimestre, o setor acumula vendas de 1,16 milhão de veículos, 8,2% mais que no mesmo período do ano passado. Isoladamente, a produção de caminhões cresceu 7% sobre março e 56,5% sobre abril de 2012, para 18.136 unidades. Já as vendas desses veículos avançaram 13,7% na comparação mensal e 25,7% sobre um ano antes, a 13.973 mil unidades. As exportações de veículos em abril somaram US$ 1,54 bilhão, altas de 11,2% sobre março e de 15,8% na comparação anual. No acumulado de janeiro a abril, as vendas externas somam US$ 5,03 bilhões, uma expansão de 2,8%. O volume de licenciamentos de veículos importados somou 67.396 unidades em abril, alta de 22,4% ante março e crescimento anual de 15,4%.

FONTE: economia.uol.com.br http://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2013/05/07/producao-de-veiculos-tem-alta-de307-em-um-ano-dizem-montadoras.htm


Jornal do Sindcon de Abril de 2013