Page 1

O Concessionarista

R e p r o d u ç ã o

Sindicato dos Empregados em Concessionárias e Distribuidoras de Veículos Automotores no Estado do RJ Edição 09 – Setembro de 2012

Editorial

Fábulas corporativas...

Palavra do Presidente

A formiguinha que trabalhava feliz...

Gosto de ler... Gosto de compartilhar... Dalmo Malheiros Ramos

Entenda o porquê na próxima página. Será que o sistema está evoluindo mesmo? Ou estamos forjando esta evolução?

Diretor – Presidente

Páginas 02

Fábula e imagem extraídas.

SINDCON-RJ

O que é DPVAT?-----------------------pág. 03 Após recorde, venda de carros cai 31,5% em setembro, diz Fenabrave--------pág. 04 DETRAN agenda serviço de Carteira de Identidade-------------pág. 05 Salário Família – documentos devem ser entregues-------------pág.06 TODAS AS IMAGENS DESTA EDIÇÃO SÃO REPRODUZIDAS

Espaço do leitor Já imaginou sua opinião publicada aqui? Você deseja enviar sugestões de matérias? Tem alguma dúvida ou algum assunto que gostaria de obter mais informações? Envie um e-mail para: sindcon.rlk@terra.com.br Você poderá ter sua pergunta publicada e respondida na próxima edição!

E muito mais para você!


Editorial Palavra do Presidente

Reprodução

A fábula abaixo não é de minha autoria, mas, achei interessante e resolvi compartilhar com Dalmo Malheiros Ramos você... Tire as suas próprias conclusões... Diretor – Presidente

A Formiguinha Feliz

SINDCON-RJ

Coisas do mundo corporativo... Todos os dias a Formiga produtiva e feliz chegava ao escritório. Ali transcorria os seus dias, trabalhando e cantarolando uma velha canção de amor. Era produtiva e feliz, mas não era supervisionada. O Marimbondo, gerente geral, considerou o fato impossível e criou um cargo de supervisor, no qual colocaram uma Barata com muita experiência. A primeira preocupação da Barata foi a de padronizar o horário de entrada e saída, além de preparar belíssimos relatórios. Bem depressa se fez necessária uma secretaria para ajudar a preparar os relatórios e, portanto, empregaram uma aranhazinha, que organizou os arquivos e se ocupou do telefone. Em quanto isso, a formiga produtiva e feliz trabalhava e trabalhava. O Marimbondo, gerente geral, estava encantado com os relatórios da Barata, e terminou por pedir também quadros comparativos e gráficos, indicadores de gestão e analise das tendências. Foi, então, necessário empregar uma Mosca ajudante do supervisor, e foi preciso um novo computador com impressora colorida. Logo a Formiga produtiva e feliz parou de cantarolar as suas melodias e começou a lamentar-se de toda aquela movimentação de papeis que tinha de ser feita. O Marimbondo, gerente geral, concluiu, portanto, que era o momento de adotar medidas: criaram a posição de gestor da área onde a Formiga produtiva e feliz trabalhava. O cargo foi dado a uma Cigarra, que mandou colocar carpete no seu escritório e comprar uma cadeira especial. A nova gestora de área - claro - precisou de um computador novo, e quando se tem mais do que um computador, a Internet se faz necessária. A nova gestora logo precisou de um assistente (sua assistente na empresa anterior) para ajuda-la a preparar o plano estratégico e o orçamento para a área onde trabalhava a Formiga produtiva e feliz. A Formiga já não cantarolava mais, e cada dia se tornava mais irascível. "Precisaremos pagar para que seja feito um estudo sobre o ambiente de trabalho um dia desses", disse a Cigarra. Mas um dia, o gerente geral - ao rever as cifras se deu conta de que a unidade na qual a Formiga produtiva e feliz trabalhava não rendia muito mais. E assim contratou a Coruja, consultora prestigiada, para que fizesse um diagnostico da situação. A Coruja permaneceu três meses nos escritórios e emitiu um relatório brilhante com vários volumes e custo de "vários" milhões, que concluía: “Há muita gente nesta empresa”. E assim, o gerente geral seguiu o conselho da consultora e demitiu a Formiga, por que andava muito desmotivada e aborrecida... FRANZYSKA. Extraído.


Seus Direitos...Direitos... Direitos... O QUE É DPVAT? O próprio nome do Seguro Dpvat é esclarecedor: Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre. Isso significa que o Dpvat é um seguro que indeniza vítimas de acidentes causados por veículos que têm motor próprio (automotores) e circulam por terra ou por asfalto (vias terrestres). Observe que, nessa definição, não se enquadram trens, barcos, bicicletas e aeronaves. É por isso que acidentes envolvendo esses veículos não são indenizados pelo Seguro Dpvat. A mesma definição menciona que o Seguro Dpvat cobre danos pessoais, o que significa que não há cobertura para danos materiais, como roubo, colisão ou incêndio do veículo. Outro dado importante é que o Seguro Dpvat é obrigatório porque foi criado por lei, em 1974. Essa lei (Lei 6.194/74) determina que todos os veículos automotores de via terrestre, sem exceção, paguem o Seguro Dpvat. A obrigatoriedade do pagamento garante às vítimas de acidentes com veículos o recebimento de indenizações, ainda que os responsáveis pelos acidentes não arquem com essa responsabilidade.

Central de Atendimento Dpvat A Ouvidoria do Seguro DPVAT é um canal de comunicação independente, criado para defender os interesses da população, nas questões referentes ao Seguro DPVAT. Todo e qualquer cidadão pode entrar em contato com a Ouvidoria do Seguro DPVAT, após ter recorrido aos canais de atendimento da FENASEG - Convênio DPVAT, por telefone (Central DPVAT 0800-022 12 04) e/ou por email (Fale Conosco), caso não tenha ficado satisfeito com o encaminhamento ou solução dada à sua reivindicação. Para entrar em contato com a Ouvidoria do Seguro DPVAT, basta escrever uma carta, com as seguintes informações:

 Descrição do caso (incluindo que canais de atendimento do Convênio já foram consultados anteriormente)  Nome completo  Número do sinistro (fornecido pela seguradora quando da entrega da documentação referente ao acidente), nos casos referentes a pedidos de indenização  Placa, chassi, UF do veículo, nos casos referentes a dúvidas quanto ao pagamento do prêmio anual do Seguro DPVAT  Telefone para contato  Endereço completo para contato (incluindo CEP)  Email para contato, se houver IMPORTANTE: confira seus dados para contato antes de enviar a correspondência. Isso é fundamental para que você receba uma resposta da Ouvidoria. O endereço para envio de cartas é: OUVIDORIA DO SEGURO DPVAT Rua Senador Dantas, 74 / 6º andar CEP 20031-205 Rio de Janeiro – RJ DPVAT na internet http://www.dpvatseguro.com.br/

FONTE: http://www.denatran.gov.br/dpvat ACESSE O SITE E VEJA TODOS OS DETALHES SOBRE O ASSUNTO.


Economia...

Economia... Economia...

Após recorde, venda de carros cai 31,5% em setembro, diz Fenabrave Número de emplacamentos diminui depois de 'corrida' por 'fim do IPI baixo'. Governo acabou prorrogando o benefício até o fim de outubro. Um mês após baterem recorde histórico, as vendas de automóveis e comerciais leves caíram 31,5% em setembro, na comparação com agosto, segundo divulgou a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) nesta segunda-feira (1º). Foram emplacados no mês passado 277.614 carros. Em agosto, de acordo com o balanço dos lojistas, foram vendidos 405.499. O recuo acontece porque em agosto houve uma "corrida" às concessionárias porque o prazo para o desconto no Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) terminaria no dia 31 daquele mês. Mas, dois dias antes, o governo federal anunciou a prorrogação da medida para até 31 de outubro. Outro motivo apontado pela Fenabrave foi o número menor de dias úteis em setembro, 19, contra 23 em agosto. Considerando ainda a venda de caminhões e ônibus, o número de veículos emplacados em setembro caiu 31,4% sobre o mês anterior. Foram comercializadas 288.118 unidades contra 420.086 em agosto, período onde também foi batido recorde histórico para vendas de veículos. A média de vendas diárias, em setembro, também foi menor que a registrada em agosto. Foram 17,6 mil unidades contra 14,6 mil em setembro, considerando apenas os dias úteis. Na comparação anual, os emplacamentos caíram 7,55% sobre setembro de 2011. O segmento de carros registrou baixa de 5,4%. No acumulado do ano, com 2.789.199 veículos vendidos, houve alta de 4% sobre os nove primeiros meses de 2011. Especificamente para automóveis e comerciais leves, o aumento nas vendas em 1 ano foi de 6%. Caminhões em forte queda O segmento de caminhões continua a trajetória de queda registrada desde os primeiros meses do ano. Em setembro, foram emplacados 8.466, número 25,5% menor do que em agosto (11.363). Na comparação anual, a baixa se acentua para 43,3%. Nos nove primeiros meses do ano foram vendidos 100.092 caminhões, um total 22,83% menor do que no mesmo período de 2011, ano marcado pela antecipação das compras desse tipo de veículo em virtude da adotação obrigatória de um motor menos poluente a partir de janeiro passado, que aumentou o preço final do veículo. Para os ônibus, com 2.038 emplacamentos, o mês passado também foi de baixa nas vendas (36,8% sobre agosto e 35% sobre setembro de 2011). No acumulado do ano, o recuo é de 12,5%, com 22.280 unidades vendidas. Motos também no 'vermelho' Contado à parte, o segmento de motos somou 115.273 vendas em setembro, o que representa uma baixa de 18%¨em relação ao mês anterior. Na comparação anual, a queda é de 33,9%. De janeiro a setembro foram vendidas 1.243.008 unidades contra 1.434.239 em igual período do ano passado, um declínio de 13,3%. Disputa por marcas Na briga das montadoras, considerando o segmento de automóveis, a Fiat manteve a liderança com 25,66% das vendas registradas em setembro, seguida pela Volkswagen (24,1%), General Motors (18,1%) e Ford (8,6%). A Renault aparece na sexta posição (6,6%), à frente de Honda (4,3%), Citroën (2,4%), Peugeot (2,2%), Toyota (2%) e Hyundai (1,5%).


No acumulado do ano, esse ranking se mantém do primeiro ao sexto lugares, e traz pequenas alterações nas posições seguintes: a Nissan, que terminou setembro em 11º lugar, é a sétima colocada nessa lista. Em seguida aparece a Peugeot, à frente de Citroën e Toyota, que fecha o top 10, deixando a Hyundai (11º) de fora. Mais vendidos O Volkswagen Gol, que em julho passou por uma reestilização, foi o carro mais vendido no mês, com 23.351 unidades emplacadas. Em segundo ficou o Fiat Uno (20.252), seguido, ainda de longe, pelo Fiat Palio (14.766). O Volkswagen Fox aparece em quarto lugar (13.964) e o Chevrolet Celta, em quinto (11.444).

Fonte: http://g1.globo.com/carros

Serviços... Utilidade Pública PARA DAR CONFORTO AOS CLIENTES, DETRAN AGENDA SERVIÇO DE CARTEIRA DE IDENTIDADE

A partir do dia 12 de novembro de 2012, o atendimento do DETRAN aos requerentes de carteira de identidade será feito mediante agendamento prévio através do site www.detran.rj.gov.br ou pelos telefones 3460-4040, 3460-4041. A medida valerá, inicialmente, nas 35 unidades da Diretoria de Identificação Civil situadas na Região Metropolitana que representam cerca de 70% dos atendimentos-- e, no dia 12 de dezembro de 2012, nos postos do interior de grande movimento, a serem anunciados posteriormente. Com relação às pessoas com direitos especiais (gestantes, idosos etc) os atendimentos, como reza a legislação vigente, prescindirão de agendamento. Para o sistema vigorar no dia 12 de novembro de 2012, o agendamento estará disponível no site e no teleatendimento a partir de segunda-feira, 5 de novembro de 2012. Vale ressaltar que os atendimentos entre os dias 5 e 9 de novembro continuarão sendo realizados, nas unidades do DETRAN, sem agendamento. Segundo o presidente do DETRAN, Fernando Avelino, “o agendamento prévio para o serviço de confecção e expedição da carteira de identidade está sendo adotado para proporcionar mais conforto aos clientes, que passarão a ser recebidos sem filas ou demora”. LISTA DAS UNIDADES DE ATENDIMENTO AGENDADO Shopping da Penha, Largo do machado, Campo Grande, Gávea, Madureira, Shopping Iguatemi, Shopping Cittá América, Vila Militar, Haddock Lobo, Belford Roxo, Duque de Caxias, Itaboraí, Japeri, Magé, Maricá, Nilópolis, Niterói, Nova Iguaçu, Paracambi, Queimados, São Gonçalo, Neves, São João de Meriti, Tanguá, Ilha do Governador, Méier, Copacabana, Rio Shopping, Santa Luzia, Mesquita II. Nova Iguaçu II, Desembargador Isidro, Rio Simples Centro, Rio Simples Central do Brasil, Rio Poupa Tempo de Bangu, Rio Poupa Tempo de São João de Meriti e Rio Poupa Tempo de São Gonçalo.

Fonte: http://www.detran.rj.gov.br


Serviços... Utilidade Pública Salário família: documentos devem ser entregues até novembro Os empregados que recebem salário-família têm até o dia 30 de novembro para apresentar na empresa a caderneta de vacinação de seus dependentes que tem até seis anos de idade e o comprovante de frequência escolar para os dependentes a partir de sete anos para continuarem recebendo o benefício. No caso de menor que não frequenta a escola por motivo de invalidez, deve ser apresentado atestado médico que confirme o fato.

De acordo com a advogada da IOB Folhamatic, Rosangela Duarte, a penalidade para quem deixar de apresentar os documentos é a suspensão do benefício. "A legislação determina que quando os documentos comprobatórios de vacinação e frequência escolar não são apresentados no prazo determinado, o pagamento do benefício é suspenso, até que a documentação seja apresentada", esclarece Rosangela.

O salário-família é pago aos segurados empregados, com exceção dos empregados domésticos, e aos trabalhadores avulsos com salário mensal de até R$ 915,05 para auxiliar no sustento dos filhos de até 14 anos ou inválidos de qualquer idade. A especialista em Direito do Trabalho da IOB Folhamatic comenta que são equiparados aos filhos os enteados e os tutelados que não possuam bens suficientes para o próprio sustento. É importante ressaltar que, em ambos os casos, a dependência econômica deve ser sempre comprovada.

Valores - A Portaria Interministerial nº2, publicada no Diário Oficial da União do dia 9 de janeiro de 2012, determinou que o valor do salário-família para este ano é de R$ 31,22 por filho ou equiparado de qualquer condição até 14 anos de idade ou inválido de qualquer idade, para empregados com remuneração mensal não superior a R$ 608,80. Para os trabalhadores que recebem de R$ 608,81 até R$ 915,05, o valor do benefício será de R$ 22,20.

A advogada da IOB Folhamatic Rosangela Duarte explica que têm direito ao salário-família o empregado e o trabalhador que estejam em atividade; o empregado e o trabalhador avulso aposentado por invalidez, por idade ou em gozo de auxílio-doença; o trabalhador rural, independente de ser empregado ou trabalhador avulso, que tenha se aposentado por idade aos 60 anos, se homem, ou 55 anos, se mulher; e os demais aposentados, desde que empregados ou trabalhadores avulsos, quando completarem 65 anos, se homem, ou 60 anos, se mulher.

"Os trabalhadores com carteira assinada devem solicitar o benefício junto à empresa. Já os autônomos podem requerê-lo junto ao sindicato ou órgão gestor de mão de obra. No caso dos aposentados, a solicitação deve ser feita junto às agências da Previdência Social", afirma Rosangela. Para isso deverão apresentar Carteira de Trabalho e Previdência Social - CTPS; certidão de nascimento do filho (original e cópia); comprovação de invalidez, a cargo da perícia médica do Instituto Nacional do Seguro Social - INSS, para dependentes maiores de 14 anos.

FONTE: De León Comunicações

Jornal do Sindcon Setembro / 2012  

Edição Setembro 2012

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you