Issuu on Google+

BOLETIM DE INFORMAÇÃO PARA PUBLICITÁRIOS comercial.redeglobo.com.br Junho de 2009 | n. 560

40% DOS DOMICÍLIOS JÁ SÃO COBERTOS PELO SINAL DIGITAL DA GLOBO

ROBERTO CARLOS OS 50 ANOS DA CARREIRA DO REI

Som & Fúria

MINISSÉRIE ESTREIA EM JULHO O FANTÁSTICO PODER DE COMPRAS DA CLASSE MÉDIA


NESTA EDIÇÃO

MERCADO

3 4

NOTAS Otimismo, marcas, mercado e TV digital CONSUMO Pesquisas mostram oportunidades junto à classe média alta

TV NEGÓCIOS

BOLETIM DE INFORMAÇÃO PARA PUBLICITÁRIOS Publicação da Direção Geral de Comercialização da Rede Globo Produzido para a Central Globo de Marketing pela Porto Palavra Editores Associados

6 7 8 10 12 14

ESPECIAL Os 50 anos de carreira de Roberto Carlos SOM BRASIL No dia 26 de junho, o homenageado é João Bosco REGIONAIS & ESTREIAS Eventos e programação OPORTUNIDADES Vôlei, Profissão Repórter, Vídeo Show e programas em alta definição CASES Construtora Carrilho e Trium

Diretores responsáveis Jornalistas responsáveis Projeto gráfico Fotos Desk-top

Anco Márcio Saraiva Ricardo Esturaro Mônica Oliveira Cristina Pötter Sérgio Brito CGCCOM Conexão Brasil

Para mais informações visite o site da Direção Geral de Comercialização

comercial.redeglobo.com.br Assinaturas: bip@tvglobo.com.br

ESTRATÉGIA 10 razões para investir em propaganda

POR DENTRO DA GLOBO

16

TECNOLOGIA Fernando Bittencourt, diretor de engenharia da Globo, fala sobre TV digital e em 3D

18 19

DESTAQUES Reconhecimento e Pelo Mundo

2

BIP

PLIM-PLIM Cenas que marcaram a história da TV

JUNHO / 2009 • NO 560


mercado NOTAS Consumidores continuam otimistas

A força das marcas regionais

Segundo pesquisa da Fecomércio/SP, mesmo com a crise, os consumidores continuam otimistas em relação ao futuro da economia. O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) no mês de maio foi de 125,7 pontos, continuando a apontar para otimismo. O indicador varia segundo uma escala de zero até 200, em que o pessimismo fica abaixo de cem pontos.

Estudo da Nielsen mostra que nos primeiros oito meses de 2008, as marcas regionais já representavam 52% do total de marcas existentes no país. A análise revelou que as classes C e D são maiores consumidoras destes produtos. No Sul, consumidores das classes A e B são os que mais compram itens de fabricação local.

O Brasil é o 5º maior mercado de propaganda do mundo Segundo o Projeto Inter-Meios, o investimento publicitário brasileiro em 2008 teve um crescimento de 12,8%, chegando a R$ 29,4 bilhões. Os quatro primeiros países em investimento publicitário são Estados Unidos, Japão, Alemanha e Reino Unido.

TV DIGITAL TV Globo Brasília inicia suas transmissões digitais Seguindo o cronograma nacional de implantação do sistema digital, no dia 22 de abril foi a vez de a TV Globo Brasília iniciar as suas transmissões com a nova tecnologia. A inauguração da antena e do transmissor exclusivos para a TV digital foi feita diretamente do DFTV 2ª edição. Para este ano está previsto ainda o início das transmissões digitais da TV Globo Nordeste (Recife) e em mais 14 afiliadas da Rede Globo.

JUNHO / 2009 • NO 560

BIP

3


mercado CONSUMO

A classe média alta valoriza o consumo inteligente mas ainda não é plenamente atendida pelo varejo

Em busca da exclusividade e diferenciação

C

ompra jeans em shoppings, garimpa sapatos em pontas de estoque e pechincha acessórios em ruas de comércio popular. Um dia almoça fast-food e, no outro, janta num restaurante chique. O esforço para garimpar o bacana e diferente que caiba no bolso, poupando de um lado para gastar do outro, reflete o comportamento complexo do consumidor da classe média alta. Mesmo representando apenas 4% do total da população, esse grupo detém parcela significativa de renda total do país – de 23% – e ainda não dispõe de uma opção de varejo que a satisfaça. A classe média alta quer um modelo de varejo “inteligente”, que equilibre diferenciação e atendimento personalizado, pagando um preço justo por isso. Essas foram as constatações de

4

BIP

pesquisa feita pela TNS InterScience para entender melhor as nuances de consumo dessa camada social. O estudo, realizado no ano passado, em São Paulo, analisou 200 pessoas das classes A1 e A2 (critério Brasil), de 25 a 55 anos, com renda familiar entre R$ 6,6 mil e R$ 12 mil. Apesar do poder de compra limitado, o consumidor da classe média alta admite que tem muitas opções para consumir e que há o desejo de obter e aproveitar tudo. Tanto que 76% afirmam consumir mais que há cinco anos. Outro estudo comprova as oportunidades do varejo diante dessa população. Uma sondagem sobre os sentimentos do consumidor da classe média, realizada em 2008 pelo instituto Market Analysis, revelou que, quando questionado se tem todos os bens

materiais de que precisa, a porcentagem dos que discordaram passou de 28% para 34% em relação ao último dado, relativo a 2006. Fabián Echegaray, diretor do instituto, afirma: “O brasileiro mostra ter muito mais apego pelos bens materiais agora do que tinha antes. Tem fascinação pelo consumo, como se a quantidade definisse a identidade das pessoas. Quanto mais se tem, mais se quer”. Ele explica o fenômeno pela rapidez com que o Brasil evoluiu economicamente nos últimos anos. Elizabeth Salmeirão, diretora da TNS InterScience, explica que a classe média alta está interessada no melhor dos dois mundos e oscila entre a busca pela diferenciação e a procura por boas oportunidades econômicas, mas com aval de qualidade. Pela complexidade de suas escolhas

JUNHO / 2009 • NO 560


Quem é o consumidor de classe média alta? • Ele pertence às classes A2 (76%) e A1 (24%); • tem aproximadamente 36 anos; • tem renda média familiar de R$ 8,5 mil; • tem ótima escolaridade e formação cultural privilegiada; • aprecia a qualidade de vida, mas preserva hábitos das classes B e C e pode ser observado frequentando tanto o varejo popular quanto as grifes de luxo, numa ginástica para manter seu padrão de vida.

Gastos mais equilibrados Quase a totalidade (88%) dos representantes da classe média alta entrevistados pela pesquisa da TNS InterScience viaja a cada seis meses pelo Brasil (90%) e para o exterior (15%). Diferente das classes populares, que concentram o orçamento em moradia (32%) e alimentação (27%), a distribuição dos gastos é mais equilibrada, entre vestuário (13%), lazer (12%), educação (11%), viagens (10%) e automóveis (10%).

Apesar do poder de compra limitado, o consumidor da classe média alta admite que tem muitas opções para consumir e que há o desejo de obter e aproveitar tudo.

JUNHO / 2009 • NO 560

de consumo, a classe média alta compra produtos tanto em shopping quanto em lojas de rua (41%), mas a maioria ainda diz preferir o primeiro (52%) por conta das várias opções no mesmo local, segurança, comodidade, praticidade e conforto. Esse público tem uma visão segmentada das lojas de rua, classificando-as de acordo com sua conveniência e momento de compra. Além dessa distinção, a categoria de produtos a ser adquiridos define a opção pelo local da compras. A maior parte dos entrevistados declarou optar pelos shopping centers especialmente para escolher vestuário (88%) e eletrônicos (82%). A preferência recai sobre lojas de rua quando estão procurando automóveis (93%) e viagens (47%). Utilizam a internet para fazer compras 64%, e 95% afirmaram que usam a rede mundial de computadores não só para

adquirir, mas também para pesquisar produtos. Embora os entrevistados não se considerem desassistidos pelo varejo, na prática grande parte das propostas não está alinhada com seus desejos e limites financeiros. Os setores que estão em maior consonância com as aspirações e necessidades da classe média alta são os de viagem, moradia e lazer (bares e restaurantes), e o que mais deixa a desejar é o de eletroeletrônicos. Metade dos entrevistados aprova a variedade de produtos que o varejo que frequenta lhe oferece, 30% estão satisfeitos com a qualidade e 29% com os preços, que consideram baixos ou competitivos. Mas para recomendar esses pontos de venda a outras pessoas, eles devem ter, além de variedade de produtos (37%) e preços justos (35%), principalmente atendimento exclusivo (75%). BIP

5


TV

NEGÓCIOS

OS 50 ANOS DA CARREIRA DO REI Em 2009, Roberto Carlos completa 50 anos de vida artística. Maior ídolo da música popular brasileira e com uma carreira absolutamente consagrada, o Rei continua atraindo enorme público para os seus shows.

6

BIP

JUNHO / 2009 • NO 560


P

ara comemorar o acontecimento, foi lançando um plano de patrocínio envolvendo todas as empresas das Organizações Globo — Rede Globo, Globo.com, Globosat, Infoglobo, Sistema Globo de Rádio e Editora Globo —, que levará os 50 anos de carreira de Roberto Carlos a todas as regiões do Brasil e a todos os públicos, permitindo a associação dos anunciantes a um dos maiores ícones da cultura do nosso país.

Entre junho e julho, vários temas alusivos à carreira do Rei serão abordados nos veículos envolvidos no projeto. Na Rede Globo, as comemorações estarão presentes nos programas Fantástico, Globo Repórter, Domingão do Faustão, A Grande Família e Mais Você, além da cobertura do evento em mercado nacional por meio do Jornal Hoje e no Rio de Janeiro pelas duas edições do RJTV. O ponto alto das comemorações será um show no Maracanã em 11 de julho, com transmissão ao vivo pela Rede Globo e pela Rádio Globo Brasil. Na Globo, ao todo, serão 37 assinaturas em vinhetas e 25 comerciais, totalizando 62 inserções (40 nacionais e 22 no Rio de Janeiro).

JOÃO BOSCO NO SOM BRASIL UM DOS MAIORES COMPOSITORES BRASILEIROS SERÁ O HOMENAGEADO DO PROGRAMA DO DIA 26 DE JUNHO Músico precoce e autodidata, famoso por sua fusão singular entre a cultura árabe, a música afro-americana e a bossa nova brasileira, João Bosco é unanimemente reconhecido um compositor brilhante e inovador. Para interpretar suas canções nesta nova edição do Som Brasil, Camila Pitanga apresentará nomes como Leandro Sapucahy, Zé Renato, Elisa Paraíso e o próprio João Bosco. Os artistas cantarão sucessos como Papel Machê, Caça à Raposa e Linha de Passe, entre outros.

Estão sendo oferecidas quatro cotas nacionais de patrocínio. Consulte o Atendimento Comercial da Rede Globo sobre Som Brasil

Consulte o Atendimento Comercial da Rede Globo sobre as oportunidades de RC 50.

JUNHO / 2009 • NO 560

Nascido em 13 de julho de 1946, em Ponte Nova, Minas Gerais, João Bosco de Freitas Mucci ganhou seu primeiro violão aos 12 anos. Mais tarde conheceu Vinicius de Moraes, com quem compôs três músicas. Sua parceria de maior sucesso, no entanto, foi com o poeta Aldir Blanc: juntos compuseram mais de uma centena de músicas. João Bosco alcançou seu maior sucesso quando Elis Regina gravou algumas de suas composições, como Bala com Bala e Dois pra Lá, Dois pra Cá. BIP

7


TV

NEGÓCIOS

Confira as oportunidades regionais NORTE

NORDESTE

REDE AMAZÔNICA Verão Saúde Mercado: AMP Período: jul./09 Nº de inserções: 69 Nº de cotas: 4

TV GLOBO NORDESTE Corrida das Pontes do Recife Mercado: PE1 Período: maio e jun./09 Nº de inserções: 56 Nº de cotas: 4 TV VERDES MARES Beach Summer Mercado: CEE Período: jul./09 Nº de inserções: 92 Nº de cotas: 4

CENTRO-OESTE TV GLOBO BRASÍLIA O Maior São João do Cerrado Mercados: DF, GOE, MTS, MTN, MTC, UBE, ITU, AXA, PE1 e SAL Período: jun. a ago./09 Nº de inserções: 342 Nº de cotas: 5 REDE ANHANGUERA Projeto Araguaia Mercado: GO1 Período: jun. e jul./09 Nº de inserções: 83 Nº de cotas: 2 REDE LIBERAL Círio de Nazaré Mercados: BEL e PAE (-TAP) Período: ago. a out./09 Nº de inserções: 260 Nº de cotas: 5

SUDESTE TV GLOBO SÃO PAULO Corrida e Caminhada Contra o Câncer de Mama 2009 Mercado: SP1 Período de exibição: ago./09 Nº de inserções: 50 (chamadas + vinhetas de bloco) Cota exclusiva São Paulo no São João Mercado: SP1 Período: jun./09 Nº de inserções: 60 Cota exclusiva

TV TRIBUNA 5a Cãominhada Mercado: Santos Período: jun. e jul./09 Nº de inserções: 58 Nº de cotas: 4 INTERTV Festival de Inverno de Petrópolis Mercado: Nova Friburgo Período: jun. e jul./09 Nº de inserções: 52 Nº de cotas: 2

REDE VANGUARDA Estação Inverno Mercados: SJC e TAU Período: jul./09 Nº de inserções: 120 Cota exclusiva

8

BIP

JUNHO / 2009 • NO 560


NOVOS PROGRAMAS NA GRADE DA REDE GLOBO As novidades da nova grade de programação da Rede Globo para 2009 começaram a ir ao ar há pouco mais de um mês. Falando somente das estreias, temos a série Força-Tarefa, que mostra a rotina de uma equipe de policiais que investiga a própria corporação. Outra novidade é Tudo Novo de Novo, que apresenta o cotidiano da família contemporânea com todas as alegrias e problemas que ela tem.

Consulte o Atendimento Comercial da Rede Globo sobre as estreias da programação.

JUNHO / 2009 • NO 560

M

as vem mais novidade por aí. Dia 7 julho estreia a minissérie Som & Fúria, uma coprodução da Rede Globo em parceria com a produtora independente O2 Filmes. O programa é uma adaptação da série canadense Slings and Arrows, que retrata os bastidores de uma companhia de teatro que interpreta obras de Shakespeare. Com um elenco de mais de cem pessoas, Som & Fúria foi inteiramente gravada em São Paulo em 2008. A minissérie tem direção-geral de Fernando Meirelles. Gisele Barroco, Toniko Mello, Fabrizia Pinto e Rodrigo Meirelles também assinam a direção dos capítulos. Entre os atores confirmados estão Rodrigo Santoro, Felipe Camargo, Andréa Beltrão, Regina Casé, Pedro Paulo Rangel, Dan Stulbach, Daniel de Oliveira, Maria Flor, Chris Couto, Gero Camillo, Débora Falabella, Paulo Betti, entre outros. Além desses profissionais, a produção lançará na TV nomes como Cecilia Homem de Melo, Antonio Fragoso, Ique Gomez e Nico

Nicolaiewsky, da banda Tangos e Tragédias, Maria Helena Chiara, Liana Naomi e Juliano Cazarré. Em junho, teremos a estreia do reality show Jogo Duro. Baseado no original americano Fear Factor, o programa será exibido logo depois do Fantástico, entre 7 de junho e 26 de julho. Serão oito domingos que irão testar o medo, a resistência e o sangue frio de competidores em provas radicais. Jogo Duro colocará um grupo de participantes em situações extremas de resistência, envolvendo disputas de esportes radicais em condições hostis, testando os limites do corpo e os medos de quem estiver disposto a concorrer a um prêmio semanal em dinheiro.

BIP

9


TV

NEGÓCIOS

Projeto Vôlei 2009 As emoções do vôlei na tela da Globo se intensificam a partir de junho com o início de dois grandes torneios: a Liga Mundial Masculina que estreia dia 13/6 e o World Grand Prix, que trará transmissões de jogos da nossa seleção feminina no mês de agosto. É a primeira vez que teremos uma etapa do Grand Prix Feminino no Brasil. Ainda há uma cota de patrocínio nacional disponível que, além das 144 inserções na Globo, prevê forte presença na internet dentro da área de vôlei do www.globoesporte.com.

Fonte: Ibope TeleReport PNT 20 jogos transmitidos em 2008, exceto Olimpíadas

Índice de afinidade do vôlei 108

AS 25+

114

102

106

107

AS AB 18+

AS AB 25+

AS ABC 25+

113

HH 12+

105

AS ABC 35+

118

HH 25+

106

105

HH AB 12-17

HH AB 4+

AS 18+

113

HH ABC 18+

Profissão Repórter Com temas variados, como transplante de órgãos, barulho em grandes centros ou Círio de Nazaré, Caco Barcellos e sua equipe retornaram à programação com novidades. Uma redação reformulada permite aos telespectadores conhecerem mais sobre os bastidores da notícia. Nesta temporada, Profissão Repórter passa a contar com os jovens repórteres Felipe Suhre e Caroline Kleinübing. A partir de junho, o programa começa a ser transmitido em HD. Dia: terças-feiras Horário: após Toma Lá, Dá Cá

10 BIP

JUNHO / 2009 • NO 560


comercial.redeglobo.com.br

Vídeo Show O Vídeo Show, agora exibido ao vivo, estreou seu novo formato com os apresentadores Luigi Barricelli, Fiorella Mattheis, Ana Furtado e André Marques, além de repórteres como Geovanna Tominaga. O programa continua a explorar tudo o que acontece no show biz, sem esquecer do acervo afetivo que relembra a memória da televisão. A interação multimídia é um dos pontos de destaque, já que a internet será uma extensão do programa. Angélica continua no comando do “Videogame”, que tem novo cenário. Agora o público entra na competição, brincando ao lado dos artistas que farão participações especiais. Dias: segundas a sextas-feiras Horário: após Jornal Hoje

Programação em alta definição A grade de programas da Rede Globo exibidos em alta definição aumentou: desde o mês passado, além da Novela III, A Grande Família, do futebol e dos filmes, Força-Tarefa, Toma Lá Dá Cá, quadros do Fantástico, Som Brasil e Tudo Novo de Novo passaram a ser exibidos em alta definição.

JUNHO / 2009 • NO 560

Atualmente a TV Globo exibe nacionalmente aproximadamente 13 horas semanais de conteúdos em alta definição

BIP 11


TV

NEGÓCIOS CASES

“A GLOBO AGREGA VALOR A QUALQUER ANUNCIANTE QUE PARTICIPE DELA” Anunciando na Globo Recife, a Construtora Carrilho vendeu 480 apartamentos em menos de dez dias

P

arceira sólida da TV Globo há mais de uma década, a Construtora Carrilho, ao investir na veiculação de suas campanhas na emissora, visa dois objetivos de igual importância: um imediato e outro de ganho futuro. Isso porque ao veicular uma campanha institucional, a Carrilho espera ver a sua imagem fortalecida perante o seu público, situação que reverterá em mais credibilidade e rapidez na comercialização de imóveis por ocasião de seus lançamentos futuros. “Entramos recentemente no ar com a campanha institucional intitulada ‘Você Sonha, a Gente Realiza’, criada pela OEM Comunicação”, explica Antônio Carrilho, diretor da construtora. “Isso faz com que nossa imagem esteja reforçada quando veiculamos campanhas visando o objetivo mais imediato, uma situação própria de varejo, de compra e venda dos imóveis.” A Construtora Carrilho costuma lançar por ano, em média, de três a quatro empreendimentos, alguns de grande porte, com forte impacto no mercado imobiliário. Cada empreendimento é bem planejado e estudado antes de ser noticiado ao público. “Planejamos nosso futuro e nossas metas para um prazo de cinco anos”, diz Carrilho. “Ao final desse período, traçamos um novo projeto para a nossa empresa”, conta. Quando concebe uma campanha, a

12 BIP

Investir na Globo se torna mais barato do que nos concorrentes” Carrilho, da Construtora Carrilho

empresa logo inclui a TV Globo. “Ela é um instrumento indispensável a qualquer campanha publicitária de uma empresa que queira ser profissional em seus negócios”, diz Carrilho. “Planejamos tudo com muita antecedência e não podemos ser amadores justamente na hora do lançamento.” Para ele, o valor investido na Globo se torna barato quando são analisados dados como a audiência e a penetração da emissora. “Por ter um percentual extremamente elevado de audiência, a Globo entra em todas as camadas sociais. Acho que é apenas uma questão de verificar a frequência um pouco maior ou menor de determinada faixa de renda em

cada programa oferecido, para encaixar a campanha da maneira mais eficaz”, diz Carrilho. “Pensando dessa forma, investir na emissora se torna mais barato do que nos concorrentes. A Globo agrega valor a qualquer anunciante que participe dela.” Os resultados obtidos têm satisfeito a construtora. “Nossa última campanha, ocorrida em fevereiro, remeteu a um empreendimento bem focado em um segmento de habitação mais popular. Sem risco de exagerar, vendemos 480 imóveis em menos de dez dias. Foi um excelente resultado”, comemora, creditando parte do sucesso à estratégia de marketing montada pela sua agência. JUNHO / 2009 • NO 560


APROVEITANDO A FORÇA DA GLOBO INTERNACIONAL PARA PROMOVER HAVAIANAS Distribuidora exclusiva da marca brasileira na região, Trium aposta na sinergia da população com a programação do canal

A

Trium, com sede em Angola, é uma empresa basicamente voltada para o ramo de moda. Criada em 1998 pelas irmãs Cristina Novaes, Maria João Novaes e Ana Mafalda Novaes, é hoje a distribuidora exclusiva das sandálias Havaianas na região, além de comercializar as marcas Spezzato, Blue Man, Riggy e Tyrol e possuir a maior rede lojas de moda infantil de Angola, a High-End. Em 2008, uma das estratégias que aju-

Com a Globo Internacional, tivemos aumento de vendas e fortalecimento da marca na região Fábio, da 55 Criativa

JUNHO / 2009 • NO 560

daram a empresa a elevar seus números de faturamento foi a parceria estabelecida com a Globo Internacional para veicular naquele país os comerciais de Havaianas. Segundo Fábio Yoshiso Ito, da 55 Criativa, agência responsável pelo planejamento estratégico da marca em Angola, a decisão de passar a usar a emissora foi baseada no fato de os angolanos identificarem-se bastante com Havaianas e também com a programação da Globo Internacional, estabele-

cendo assim a sinergia necessária para o sucesso da estratégia. Como a abordagem deveria atingir várias faixas de público, optou-se pelo emprego de mídia convencional, com a veiculação dos comerciais de 30 segundos, os mesmos veiculados no Brasil, criados pela AlmapBBDO, distribuídos ao longo de toda a programação, procurando potencializar o alcance das mensagens. A repercussão foi muito boa. “Constatamos um aumento significativo da procura pelos modelos anunciados nos comerciais”, confirma Fábio, explicando que, além desta resposta imediata dos consumidores, percebeu-se um ganho de valor agregado para a marca pelo fato de a mensagem estar na Globo Internacional. “Tivemos aumento de vendas e fortalecimento da marca na região”, comemora. A Trium comercializa as sandálias Havaianas em Angola desde o final de 2004 e, a partir de 2008, passou a empregar a Globo Internacional em suas estratégias. Segundo Fábio, a programação foi mantida em 2009 e, pelos resultados alcançados, deve ter continuidade.

BIP 13


TV

NEGÓCIOS

10

razões para investir em propaganda

Para gerar lealdade à marca

Para desenvolver o brand equity A marca é o maior patrimônio de uma empresa. É ela que determina o valor de uma empresa no mercado e seu potencial de lucro e expansão. Após definido o posicionamento e a imagem da marca, a propaganda estabelece um elo de comunicação com os consumidores, favorecendo a valorização da marca ou o aumento de seu brand equity.

14 BIP

A propaganda comunica benefícios funcionais ao mesmo tempo em que cria benefícios emocionais para uma marca. Assim, ajuda a construir lealdade a esta. Consumidores leais são menos sensíveis a preços, crises econômicas e a propagandas dos concorrentes.

Para obter lucro

Para melhor enfrentar os ciclos econômicos

Quando um investimento em publicidade estimula a demanda de um produto, os custos fixos por unidade produzida são reduzidos. Deste modo há a criação de maiores lucros por unidade. Além disto, na medida em que a propaganda favorece a ampliação da lealdade à marca, ela ajuda a reduzir a sensibilidade aos preços desta mesma marca. Quando os consumidores tornam-se menos sensíveis aos preços, as empresas podem ampliar as suas margens de lucro.

A propaganda pode desempenhar um efeito estabilizante para uma marca em períodos de queda da atividade econômica. Há pesquisas que afirmam que empresas que mantêm a atividade de propaganda durante um período de recessão obtêm uma melhor performance no período pós-crise. Além disso, uma marca pode objetivar ampliar o market share ou o share of mind em períodos de recessão, ampliando o share of voice em relação à concorrência.

Para gerar satisfação do consumidor A satisfação do consumidor deriva de uma favorável experiência pós-compra. Assim sendo, o investimento em propaganda pode determinar a satisfação do consumidor criando a expectativa apropriada para o desempenho de uma marca ou auxiliando um consumidor que já comprou a marca a sentir-se mais seguro e satisfeito por sua decisão. Quando o consumidor vê o produto comprado ser anunciado, o nível de insegurança pode ser reduzido, aumentando seu grau de satisfação.

JUNHO / 2009 • NO 560


Para ampliar o ciclo de vida dos produtos A propaganda pode ampliar o nível de conscientização de produtos em lançamento, ampliar o período de sobrevida de um produto em maturação ou reativar produtos em declínio, quando lucrativo. Também facilita o processo de relançamento e o reposicionamento de produtos.

Para segmentar, diferenciar e posicionar Em meio a tantos nomes de produtos e serviços a que o público está submetido, a propaganda é uma forma de manter a marca viva e a que conceito ela deve estar associada na mente do consumidor. O papel da propaganda é o de definir quais são as marcas que um consumidor irá pensar ou lembrar.

Para incrementar o marketing mix Atualmente, até mesmo lançamentos incorporando diversos avanços tecnológicos não conseguem manter sua exclusividade por muito tempo. Em consequência, é cada vez mais difícil para o consumidor perceber aspectos diferenciadores dos produtos. Neste cenário, dois fatores podem gerar maior grau de proteção e real vantagem competitiva: o posicionamento e imagem das marcas (favorecido pela propaganda) e o domínio dos canais de distribuição.

Para estimular a compra A propaganda possibilita aos consumidores reconhecerem mais facilmente suas necessidades nos produtos anunciados, motivando-os a comprar um produto ou serviço ao comunicar seus benefícios funcionais e emocionais. Após reconhecer uma necessidade, o consumidor elabora um processo de pesquisa interna com as informações acumuladas em sua memória como resultado de repetidas exposições a uma campanha publicitária.

Para facilitar as negociações com varejistas As marcas com uma eficaz atividade de comunicação atraem consumidores para as lojas, merecendo maior espaço nas gôndolas. Além disso, essas marcas podem beneficiar as vendas de outros produtos em vendas casadas, aumentando as vendas por metro quadrado das lojas.

Para mais informações, visite o site da Direção Geral de Comercialização. comercial.redeglobo.com.br

JUNHO / 2009 • NO 560

BIP 15


POR DENTRO DA GLOBO TECNOLOGIA Fernando Bittencourt, diretor da Central Globo de Engenharia, fala sobre os principais avanços tecnológicos da televisão brasileira.

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

40% dos domicílios já são cobertos pelo sinal digital da Globo 16 BIP

JUNHO / 2009 • NO 560


Além da qualidade de imagem, também estamos dando atenção especial à interatividade e à mobilidade. Acreditamos que a tecnologia de interatividade vai estar disponível ainda este ano no mercado.

TV Digital “Continuamos investindo bastante em TV digital. Hoje 40% dos domicílios são cobertos pelo sinal digital emitido pela Globo. Até 2010, na Copa do Mundo, acreditamos que chegue a 50% do país.” “Nós entendemos que a TV digital é uma forma de ressaltar a qualidade da produção da Globo, que fica ainda mais evidente quando vista em aparelhos de alta definição, e aumentar ainda mais o nosso diferencial em relação à concorrência.” “Além da qualidade de imagem, também estamos dando atenção especial à interatividade e à mobilidade. Acreditamos que a tecnologia de interatividade vai estar disponível ainda este ano no mercado. Quanto à mobilidade, ela representa uma audiência adicional ao que temos hoje.”

Globo: obcecada por tecnologia “Há 44 anos, a Rede Globo lidera a implantação de novas tecnologias do meio TV no Brasil. Em 1998, durante a Copa do Mundo da França, nós mostramos pela primeira vez no país o que era uma transmissão em alta definição. Isso foi quase dez anos antes de a alta definição ser realidade por aqui.” “Hoje, a grande novidade é a TV em 3D, tecnologia na qual já estamos produzindo conteúdo. Os jornalistas presentes a um evento nosso, cerca de um mês atrás, puderam conferir a novidade em uma sala da emissora, usando os óculos para assistir às imagens em terceira dimensão da transmissão do Carnaval carioca.”

JUNHO / 2009 • NO 560

Produção de conteúdo “Falando em produção de conteúdo, uma área em que temos dado bastante atenção é o jornalismo. Estamos investindo em link de satélites, de micro-ondas, motolink, link por internet, redações móveis, além de estarmos utilizando muito conteúdo que vem pela internet. Tudo isso a fim de nos tornar muito mais ágeis na hora da divulgação da notícia.” “Outro destaque é a evolução das transmissões esportivas. A grande novidade para este ano é a aquisição de uma unidade móvel digital, a maior da América Latina, com capacidade para até 30 câmeras.” “No entretenimento, temos o funcionamento de novas ilhas de edição não lineares, investimento na qualidade do áudio e estúdios modernizados. Hoje, possuímos o maior estúdio para alta definição da América Latina. Eu diria que hoje estamos num nível de qualidade e sofisticação comparável aos estúdios de Hollywood. A diferença é que nós fazemos um filme por dia e eles fazem um filme a cada seis meses, um ano.”

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

BIP 17


RECONHECIMENTO

Octávio Florisbal, diretor-geral da Rede Globo

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Octávio Florisbal é destaque no Prêmio Comunicação da ABP Octávio Florisbal, diretor-geral da Rede Globo, ganhou o título de Personalidade do Ano, concedido a pessoas que tenham contribuído para o engrandecimento da comunicação do país. Segundo a Associação Brasileira de Propaganda, Octávio foi destaque “por sua dedicação, consistente inovação e competência com que trabalha para o desenvolvimento e defesa dos interesses de todo o trade de comunicação, à frente do maior e mais importante conglomerado de comunicação do país”.

OGs ganham Prêmio Case de Mídia

O prêmio foi entregue ao vice-presidente das OGs, João Roberto Marinho, em cerimônia na TV Globo RJ.

18 BIP

As Organizações Globo ganharam o Prêmio Case De Mídia, concedido pela Kauffman Foundation e pelo governo britânico, organizadores da Semana Global do Empreendedorismo realizada em novembro de 2008, pelo apoio dado ao movimento no Brasil. A Semana Global do Brasil foi a maior do mundo, reunindo 1,4 milhão de pessoas. Nenhum dos outros 90 países participantes conseguiu fechar uma estratégia de comunicação semelhante à brasileira. Durante a Semana Global do Empreendedorismo, todas as empresas das Organizações Globo uniram-se em torno do movimento e veicularam, em suas programações e publicações, diversas matérias e programas ligados ao tema.

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

PELO MUNDO

Dez anos de TV Globo Internacional nos EUA A TV Globo Internacional recebeu o prêmio Lifetime Achievement Award, em comemoração dos seus dez anos nos Estados Unidos. O ator Milton Gonçalves representou a emissora durante a entrega, que aconteceu na 12ª edição do Press Award, realizado em 8 de maio, em Fort Lauderdale, na Flórida, Estados Unidos. O ator foi também homenageado por sua participação em produções como Sinhá Moça, Cobras & Lagartos e mais recentemente Duas Caras.

Parceria: TV Globo e TV Azteca A TV Globo assinou novo contrato de coprodução, desta vez com a TV Azteca, um dos maiores grupos de televisão aberta do México. O contrato prevê a realização, em conjunto, da adaptação de uma novela da TV Globo. Essa parceria reforça o processo de expansão dos negócios da TV Globo no exterior. A nova obra, cujo título ainda será definido, será exibida em horário nobre no principal canal da empresa no México e, nos Estados Unidos, por meio da Azteca América Network – rede de televisão do grupo mexicano focada no mercado de língua hispânica. A nova produção deverá entrar no ar em meados de 2010.

JUNHO / 2009 • NO 560

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .


PLIM-PLIM

CENAS QUE MARCARAM A HISTÓRIA DA TV ARQUIVO CGCOM

EDUCAÇÃO COM BOM HUMOR O seriado infantil Vila Sésamo foi exibido pela Rede Globo entre 1972 e 1977, numa adaptação do programa norte-americano Sesame Street. Num cenário de uma vila onde pessoas e bonecos conviviam com crianças, a atração mesclava educação e diversão, sempre com muito bom humor.

JUNHO / 2009 • NO 560

BIP 19



bip_560