Page 1

DESTAQUES Greve de professores Cascais Página | 2 Ameaça de Bomba Câmara de Cascais Página | 2 Estoril no Centro do Mundo Entrevista com Gonçalo Capitão Página | 4 Capucho responde a acusações Construção Página | 5

DIRECTOR: RUI MATEUS | DIRECTORA-ADJUNTA: MAFALDA RIBEIRO | QUINZENAL | JORNAL DO CONCELHO DE CASCAIS | Nº5 | 02/12 a 15/12

correio de

Cascais www.correiodecascais.net

PÁG | 8, 9

NATAL É NO COMÉRCIO TRADICIONAL.....

“Doce pássaro da Juventude” conta com a participação especial de Lili Caneças Teatro Página | 6 Entrevista com Fernando Lopes União Desportiva de Tires Página | 12 e 13

Foto: Luís Bento - CMC


4Geotur e Exit promovem campanha de | PÁGsolidariedade 2 | 02/12 a 15/12 - 2008 “Solidários em viagem” é o nome da campanha de solidariedade que os portais de viagens geotur.com e exit.pt estão a promover junto dos clientes. Uma iniciativa que assenta em reverter o valor da taxa de serviço cobrado em todas as reservas de viagens realizadas online, até ao final do ano, a favor das crianças das Aldeias de Crianças SOS para um dia na Vila de Natal em Óbidos. A campanha visa realizar o sonho de cerca de 120 crianças das Aldeias de Bicesse (Cascais), Guarda e Gulpilhares (Vila Nova de Gaia): conhecer o Pai Natal e ver o “Quebra Nozes Uma história de Natal”. Para mais informações, consultar o site: http:// www.geotur.com/SolidariosViagem.aspx ou http://www.exit.pt/solidariosviagem.ashx

Piscina Oceânica

www.correiodecascais.net GPS, GSM, GPRS e radiofrequência que permitirá 4CDU exige passagem desnivelada a operacionalidade em todas as auto-estradas Através de uma acção de contactos com os uteneuropeias. tes e população de S. Pedro do Estoril, a CDU de A tecnologia, que está a ser desenvolvida desde Cascais manifestou, recentemente, o seu protesto 2005 pela Brisa em colaboração com o Instituto pela grave situação criada pela ausência de uma Superior de Engenharia de Lisboa (ISEL), foi passagem de nível com condições de segurança este ano patenteada a nível europeu e será “espara os peões e utentes do transporte ferroviário, tendida aos mercados dos norte-americanos”, exigindo à REFER a construção de uma passagem afirmou Jorge Sales Gomes, director de inovação desnivelada. e tecnologia da Brisa.

correio de

Cascais

Época Balnear acaba em 4Brisa lança Via Verde na Europa Concebido e desenvolvido por especialistas portugueses, um novo identificador vai permitir utilizar a “Via Verde” em toda a Europa já a partir do próximo ano. Uma iniciativa que deverá ser ainda alargada para os EUA. Com este dispositivo, a partir de agora vai ser possível viajar por toda a Europa e pagar as portagens com o sistema “Via Verde”, graças ao desenvolvimento de um novo identificador com tecnologia

Secundária de Carcavelos teve fraca adesão

4DNA promove concurso Promovida pela agência DNA Cascais, já está a decorrer a terceira edição do Concurso de Ideias e Negócios de Cascais (CINC), uma iniciativa que foi criada com o objectivo de desenvolver o empreendedorismo no concelho, bem como revelar novos projectos de negócio junto de pessoas ou empresas interessadas em lançar projectos empresariais inovadores. O prazo de candidaturas do CINC prolonga-se até

20 de Abril de 2009 e podem concorrer empresas constituídas recentemente ou autores de projectos, sem limite de idade, nas áreas de Ambiente, Comércio e Serviços, Saúde, Energia, Ambiente e Turismo.

breves

4VI Jogos Florais – IBN Mucana A Junta de Freguesia de Alcabideche está a promover a VI edição dos Jogos Florais. Para tal, convida todos os cidadãos a partir dos 60 anos, residentes na freguesia, a participar na iniciativa, apresentando, sob a forma de soneto ou quadras, os trabalhos que deverão obrigatoriamente usar o tema: “Não parou no tempo!... Alcabideche está em desenvolvimento”. O prazo de entrega termina no dia 15 deste mês. Para informação complementares, os interessados deverão contactar a Junta de Freguesia de Alcabideche.

Alarme de bomba por volta das 8h40

Greve de professores em Cascais

Ameaça de bomba na CMC

Os docentes das oito Escolas Secundárias do concelho de Cascais aderiram à greve de professores, de dia 3, exigindo a suspensão do actual modelo de avaliação dos professores. Apesar de as portas se manterem abertas, a verdade é que as salas de aulas estiveram encerradas. A maioria das aulas ficou por dar nas oito escolas do ensino secundário. Resultado: centenas de alunos foram para casa. Na Escola Secundária de Alvide, “houve uma adesão muito grande”. O mesmo acontece na Escola Secundária IBN Mucana, em Alcabideche, e na Escola Secundária de Cascais. Já na Escola Secundária da Cidadela, em Cascais,

Em Cascais, o edifício dos Paços do Concelho foi alvo de uma ameaça de bomba, no passado dia 28 de Novembro. A manhã de 6.ª feira começou de forma normal para os muitos funcionários da Câmara Municipal de Cascais. Entraram ao serviço cedo e quando se preparavam para começar a trabalhar, eis que surgiu a noticia: foi dado alarme de bomba por volta das 8h40. Segundo fonte policial, a PSP recebeu uma chamada de telemóvel, possível de ser identificada, dando conta da existência de uma bomba no interior do edifício da autarquia. Automaticamente, foram accionados os mecanismos neces-

dos 44 professores existentes, apenas quatro se apresentaram no período da manhã . Na Escola Secundária de Carcavelos, “De 78 docentes, faltaram 26”. Em S. João do Estoril “de um total de 130 docentes apenas compareceram 17, o que é algo bastante revelador”. Na Escola Secundária Fernando Lopes Graça, na Parede, o cenário repetiu-se. Em S. Domingos de Rana, na Escola Frei Gonçalo Azevedo, “dos 70 professores apenas temos 16 a trabalhar”. Ao que o Correio de Cascais conseguiu apurar, a greve também se fez sentir nas escolas do primeiro ciclo e em alguns jardins-de-infância que, inclusivamente, encerraram portas.

Centro de Interpretação Ambiental da Ponta do Sal

sários neste tipo de situação. Vários elementos da PSP dirigiram-se para o interior da câmara, dando ordens aos funcionários para abandonar o edifício. Enquanto esperavam pela chegada da equipa de minas e armadilhas, alguns dos agentes, com a ajuda dos seguranças, iniciaram logo uma revista às instalações. Decorridas duas horas de buscas e já com três elementos da brigada de minas e armadilhas no interior do edifício, tudo voltou ao normal, por volta das 10h45. O perímetro de segurança foi restabelecido e os funcionários puderam voltar ao trabalho. O mesmo sucedeu no Tribunal de Cascais, tratando-se igualmente de falso alarme.

Villa Romana de Freiria

Cascais com mais respostas sociais Património está a ser roubado

Qualificar as respostas na área da deficiência foi o objectivo dos dois protocolos assinados, no passado dia 18 de Novembro, no Centro de Interpretação Ambiental da Ponta do Sal, em S. Pedro do Estoril. O primeiro protocolo diz respeito ao Centro de Actividades Ocupacionais e Fórum SócioOcupacional para pessoas com deficiência grave ou doença mental e visa qualificar a resposta prestada aos deficientes. Foi ainda assinado um segundo protocolo

entre a autarquia e o Banco de Informação de Pais para Pais (BIPP) e visa a implementação e manutenção de um espaço de atendimento, designado por Espaço BIPP Cascais, e que pretende desenvolver diversas actividades como o atendimento qualificado a munícipes com deficiência e suas famílias, técnicos de reabilitação e instituições, apoio psicológico e jurídico às famílias e pessoas com deficiência e orientação para a formação e inserção da pessoa com deficiência no mercado de trabalho.

FICHA TÉCNICA Director: Rui Mateus

nº19, Loja 1 | 2725-592 MEM MARTINS

Directora Adjunta: Mafalda Ribeiro

Direcção Comercial: Graça Tracana

Editor de Desporto: Ventura Saraiva

Serviços Administrativos: Tania Simões

Redacção: Joana Coelho Lopes, Hugo Calado, Filipe Miguel, Maria Lousada, Paulo Pires

Equipa Comercial: Teresa Pereira (coordenação), Margarida Martins, Susana Saraiva, Sérgio Almirante e Alberto Afonso.

Redacção: Avenida dos Bombeiros Voluntários nº19, Loja 1 | 2725-592 MEM MARTINS

Email da Publicidade: correiodecascais@sapo.pt

Telefone: 21 920 00 33 | Fax: 21 920 21 57

Periodicidade: Quinzenal

site: www.correiodecascais.net email: geral@correiodecascais.net Fotografia: Catarina Lobo, Stephanie Raff Concepção Gráfica: Lançar Ideias Paginação: Kátia Borges Departamento Comercial: Avenida dos Bombeiros Voluntários

Propriedade: Lançar Ideias, Lda NIF: 507922093 Registo da ERC n.º em fase de registo Depósito legal: 283544/08 - Tiragem: 35000 Impressão: Gráfica Funchalense

Durante uma visita à villa romana de Freiria, em Polima, freguesia de S. Domingos de Rana, o presidente da Associação Cultural de Cascais, Guilherme Cardoso, constatou que recentemente o local foi alvo de larápios que, para além de abrirem vários buracos à procura de “tesouros”, roubaram duas bases de coluna e um fragmento do mosaico policromo. Embora as estruturas estivessem cobertas

por tela e terra, os larápios cavaram com ferramentas para retirar os elementos arquitectónicos que se encontravam “in situ” no peristilo da casa senhorial, danificando as estruturas a que pertenciam. O local, embora vedado, apresenta diversos buracos na rede e o portão poente encontra-se partido, pelo que o acesso às ruínas se encontra facilitado. [notícia completa em www.correiodecascais.blogspot.com]


| CONCELHO

www.correiodecascais.net

correio de

Cascais

JORNAL QUINZENAL | PÁG 3


www.correiodecascais.net

correio de

Cascais

| PÁG 4 | 02/12 a 15/12 - 2008

| CONCELHO

De 7 a 9 de Maio no Centro de Congressos

Estoril no centro do Mundo O Centro de Congressos do Estoril vai receber, de 7 a 9 de Maio, a primeira edição das “Conferências do Estoril”, subordinada ao tema “Desafios Globais, Respostas Locais”. Confirmadas estão já as presenças de Tony Blair, Gerhard Schröder, José María Aznar, Fernando Henrique Cardoso, David Held, Yan Xuetong, Samir Amin, entre muitos outros. A iniciativa pretende afirmar Portugal e o Estoril como ponto de encontro anual de algumas das mais conceituadas individualidades, organizações internacionais, universidades, centros de investigação e desenvolvimento e organizações não governamentais. Em entrevista ao Correio de Cascais, Gonçalo Capitão, responsável pela organização do evento e Director Municipal de Desenvolvimento Sustentável, de Juventude e Conhecimento, salienta que “as conferências vão colocar o Estoril no centro de reflexão internacional sobre os desafios que o mundo enfrenta”, dada a importância dos oradores e a temática em debate. O convite para organizar um evento desta magnitude surgiu há dois anos e foi prontamente aceite. “Havia, na altura, a ideia de engrandecer Cascais e de se criar a marca “Estoril” mas fundamentalmente um pólo de reflexão sério. Isto evoluiu para um convite para vir colaborar e, hoje, desempenho mais funções”, refere. E se inicialmente a ideia era debater sobre temas globais, rapidamente se começaram a acrescentar pormenores. “Há problemas no mundo que existem para se resolver. Contudo, devemos ter a noção de que estes

(

problemas globais carecem cada vez mais de respostas locais, dai chegarmos ao tema desta primeira edição: Desafios globais, respostas locais”. Como tal, para responder a este momento de crise não chegam as respostas internacionais. Na opinião de Gonçalo Capitão “muito dificilmente conseguiremos fazer frente aos desafios se não encontrarmos respostas locais”. Logo, esta primeira edição das Conferências do Estoril “será o ponto de partida para colocar Portugal e o Estoril em particular no centro da reflexão sobre os grandes desafios da sociedade moderna”. Até porque, como refere, “os portugueses foram os primeiros a globalizar o mundo e dai termos escolhido a frase: a globalização de regresso a casa, naquela que será a mais ousada conferência que se realiza em Portugal nos últimos tempos”. “E quando digo que é a conferência mais ousada digo-o porque é um atrevimento, em Portugal, dizer que se vai criar um pólo de reflexão mundial. Acho que foi o atrevimento que nos fez ao longo da história ser alguma coisa. Hoje em dia, andamos tristonhos, acabrunhados, cinzentos. Felizmente, em Cascais, temos um presidente que não se importa de arriscar. Vamos falar da crise e vamos tentar ao longo dos anos, criar o hábito nas pessoas de virem ao Estoril pensar sobre esses assuntos”. E esclarece: “toda esta mecânica das conferências nasce daqui. Este é um projecto que está a ser desenvolvido há dois anos, algo que está a ser pensado com cabeça, tronco e membros, de uma forma muito estruturada”. Além do apoio da Câmara Municipal de Cascais, as conferências contam também

)

“Muito dificilmente conseguiremos fazer frente aos desafios se não encontrarmos respostas locais”

com “a ajuda do Instituto de Estudos Estratégicos e Internacionais, que tem dado um enquadramento académico, e da DNA Cascais, que nos tem ajudado a agilizar tudo isto”. O ciclo das conferências inclui, além do tema central, “quatro painéis temáticos que abordam questões como a arquitectura do sistema internacional e o papel do multilateralismo; o negócio internacional e os desafios locais; os recursos e a sustentabilidade, com particular enfoque na relação entre energia e segurança alimentar; Gonçalo Capitão e a questão dos valores, identidade e mercado no processo de globalização”. dos quatro políticos, podemos anunciar com “Vamos ter ainda outros dois momentos imalguma satisfação que já temos a confirmaportantes que ainda não têm tema atribuído ção do ex-governante russo e autor de granmas encaixarão no tema global: o chamado des reformas económicas, Yegor Gaidar. E “main speaker” que será, com toda a certeza, temos uma série de outros nomes já confirum nome grande do meio académico que mados como Basílio Horta, António Mexia, fará uma palestra isolada. E teremos ainda Manuel Vicente e Chris Skrebowski”. o orador convidado, Tony Blair, que falará no Questionado sobre as vantagens de uma dia 8, num momento a solo, por assim dizer”, iniciativa destas para o concelho, Gonçalo acrescenta. Capitão é peremptório ao afirmar que “as O projecto inclui também a atribuição de conferências permitem elevar a auto estidois prémios anuais, no valor de 100 mil euma dos cascalenses. Por outro lado, vamos ros, que visam “incentivar a investigação e ter uma enorme exposição ou seja a marca distinguir as publicações sobre a temática da Estoril, a câmara municipal, e os próprios globalização”, afirma Gonçalo Capitão. os cascalenses vão estar nas bocas do País “Já agora destaco que, no final do primeiro e do mundo”. dia, vamos ter uma gala que irá contar com Resumindo: “auto estima, projecção e afira presença de Daryl Hannah, uma conmação de Cascais”. E há ainda que acresceituada actriz de Hollywood, com fortes centar “produção de saber e conhecimento preocupações no domínio do desenvolvie inúmeras vantagens económicas”. mento sustentável e que vem falar sobre “Acho que isto é um investimento e não isso mesmo”, anuncia. uma despesa”, conclui. Gonçalo Capitão avança ainda que “além mafaldaribeiro@correiodecascais.net

Pagicert Manipulador Gráfico, Lda.

APOIO A EDITORAS, GRÁFICAS E AGÊNCIAS DE PUBLICIDADE Desejamos aos Nossos Clientes e Amigos um Bom Natal e Próspero Ano Novo

Co

n

te

co

Mem-Martins Business Park Pavilhão 1 A - EN 249 Km 15 | MEM-MARTINS Telf./Fax: 21 920 57 70 Email: pagicert@hotmail.com

n

s no

co


www.correiodecascais.net

correio de

Cascais

CONCELHO |

Presidente da Câmara critica PS Cascais

Capucho responde a acusações “As precipitadas declarações do presidente do PS-Cascais, criticando o suposto excesso de concessão de licenças de construção no concelho, relevam mera ignorância ou de desonestidade intelectual”. Foi desta forma que, em comunicado, António Capucho, presidente da Câmara Municipal de Cascais, respondeu às declarações de Alípio Magalhães, o novo líder do Partido Socialista, em Cascais. As declarações do líder socialista, noti-

ciadas em alguns meios de comunicação, que davam conta de que Cascais seria “campeão na atribuição de licenças de construção”, não agradaram a António Capucho. O autarca não perdeu tempo em responder publicamente ao seu adversário político, afirmando que “a análise isenta dos dados estatísticos oficiais e de indiscutível fidelidade não permite tal interpretação da realidade”.

E acrescentou: “não deixa de ser caricato que tais afirmações possam vir de quem preside à formação política que todos sabem ter sido responsável por uma sistemática e comprovada degradação urbanística de Cascais até 2001”. Segundo António Capucho, este executivo herdou da equipa socialista liderada por José Luís Judas “diversas situações muito negativas e irreversíveis”. Contudo, garante que a coligação “Viva Cascais” tem prosseguido “uma política urbanística equilibrada tendo em vista um desenvolvimento sustentável e a qualidade de vida dos cidadãos”. “Os dados do Instituto Nacional de Estatística, ao alcance de todos na Internet, assim o comprovam: se é verdade que Cascais foi o concelho que mais licenças de construção emitiu, é imperativo acrescentar-se que, de entre os concelhos urbanos que ocupam os 10 primeiros lugares deste ranking, fomos precisamente daqueles que menos licenças para novas construções proporcionou” assegura o autarca. E exemplifica: “com efeito, em 2006, depois de Lisboa, Cascais foi o município que menor número de licenças para novas construções emitiu (391 em 938). Em 2007 manteve-se a tendência pois, das 1088 licenças emitidas, só 504 respeitavam a novas construções”. O comunicado pretende ainda evidenciar “a política seguida pelo município de Cascais no sentido de apostar na requalificação urbanística através de obras de reconstrução, ampliação e remodelação, com progressiva diminuição do número de novos fogos licenciados”.

Eleições autárquicas de 2009

PSD apresenta propostas Os autarcas do PSD de Cascais estão a concluir um conjunto de propostas para o próximo programa eleitoral autárquico do partido, que serão entregues ao presidente da Câmara Municipal de Cascais, António Capucho, até ao final do ano. Estas sugestões resultam de um longo trabalho de levantamento de problemas e necessidades e reflexão que tem vindo a ser feito pelos autarcas do PSD de Cascais, com o objectivo de responder às expectativas da população local. No quadro desta reflexão, a Secção do PSD de Cascais, presidida por Ricardo Baptista Leite, promoveu, recentemente, uma reunião com todos os autarcas do PSD no concelho para lançar as bases da estraté-

gia local a apresentar nas autárquicas do próximo ano. O encontro teve lugar no Auditório da Assembleia Municipal de Cascais, com grande afluência, e contou com a presença de António Capucho, Carlos Carreiras, vicepresidente da CMC, e dos vereadores Pedro Caldeira Santos, Clara Justino e Artur Ferreira, além dos presidentes de Núcleo, Juntas de Freguesia e demais autarcas. Além do debate sobre o melhor caminho para levar o PSD a uma nova maioria nas autárquicas de 2009, os três vereadores aproveitaram a oportunidade para esclarecer a audiência sobre as grandes obras em curso e em vias de finalização até ao final dos seus mandatos.

JORNAL QUINZENAL | PÁG 5


www.correiodecascais.net

correio de

Cascais

| PÁG 6 | 02/12 a 15/12 - 2008 Até 5 de Dezembro

Colectiva no Albatroz “Arte coisas & Arte várias 08” é o nome da exposição patente no Villa Albatroz, em Cascais. A mostra integra um conjunto de obras das designers Ana Grácio e Rita Cardim, e dos pintores Rui Aço e Freitas Cruz. A exposição está aberta ao público até dia 5, das 15h. às 19h30.

Até 8 de Dezembro

Pintura no Cascais Villa Está patente, até dia 8, no centro comercial Cascais Villa, uma exposição conjunta de pintura de Mercês Palha e Rita Garcez. Residentes há vários anos no concelho, as duas artistas apresentam estilos completamente distintos. Enquanto Mercês Palha privilegia vários estilos, interligando o figurativo ao abstracto, Rita Garcez apresenta desenhos em pastel seco, inspirados no mundo animal.

Até Fevereiro de 2008

Justino Alves no CCC Justino Alves, apresenta, no Centro Cultural de Cascais uma exposição de dimensão antológica. São 40 anos de trabalho que revelam um percurso artístico invulgar e por isso reconhecido. A mostra está patente ao público até 1 de Fevereiro e pode ser visitada de 3.ª feira a domingo, das 10h. às 18h.

| CULTURA

Teatro em Cascais

“Doce pássaro da juventude”

Lili Caneças é a principal atracção da peça de teatro “Doce Pássaro da Juventude”, um espectáculo que sobe ao palco do Teatro Mirita Casimiro (TEC), no Monte Estoril, inserido no âmbito das celebrações do 10.º aniversário do Teatro Multiculturas. Com estreia marcada para dia 4, às 21h30, esta versão da peça de Tennessee Williams, com encenação de Thiago Justino, sofreu uma desconstruçao, misturando teatro e música de dança, aproximando-se de uma linguagem mais apelativa para a juventude actual. A peça conta a história de uma velha actriz em decadência a quem um jovem aspirante a actor quer convencer que ainda tem talento. O cenário é despojado, semelhante a um plateau de cinema, no qual as emoções dos actores são exibidas em “close-up” num ecrã gigante. O texto abre espaço a outras linguagens, como a música, dança, percussão, etc. e os actores procuram uma identidade que lhes permita realizar os seus sonhos, numa crítica ao culto da imagem e da corrupção pelo dinheiro. Para além de Lili Caneças, o elenco conta com a participação de Paulo Pimenta, Daniela Lima, Carlos Barradas, Aline Frazão, Mi-

ELENCO DA PEÇA

guel Lachat, Nuno Sousa e Patrick Branco. Um espectáculo a não perder, de 3.ª fei-

Du Arte Lounge

ra a sábado, às 21h30, e ao domingo, às 16 horas.

Vencedores apurados

Casino renova em Dezembro

Prémios literários 2008

O programa de artes circenses constitui um dos momentos altos da animação do Du Arte Lounge do Casino Estoril. Em Dezembro, são aguardadas mais duas estreias. Nas duas primeiras semanas, Patrick Droude propõe-se surpreender o público com vários números de magia, enquanto, no dia 16, Richardo apresenta um exercício de equilibrismo, que estará em evidência até ao final do ano. Pela primeira vez no Casino Estoril, Patrick Droude é considerado um dos três melhores mágicos europeus. Com actuações sempre renovadas, o artista distingue-se por conceber números originais que, posteriormente, apresenta ao vivo, suscitando a atenção do público até ao desenlace final. Por sua vez, o sueco Richardo apresenta um número único de equilíbrio de objectos de vidro, enquanto toca violino. “Sou um artista em equilíbrio entre o possível e o impossível. Não há truques: é tudo verdade”, sublinha.

Estão já apurados os vencedores dos prémios literários Matilde Rosa Araújo Revelação na Literatura Infantil e Juvenil e Branquinho da Fonseca - Conto Fantástico. “A Ilha dos guardadores de Aranhas”, da autoria de João Hoffman e Margarida Araújo, é a obra vencedora da 4.ª edição deste galardão, que foi apresentado pela primeira vez em 2000. O vencedor da oitava edição do Prémio Literário Branquinho da Fonseca - Conto Fantástico é Rui Valada e distinguiu-se com o trabalho “Uma Visão Infernal”. Instituído em 1995, o Prémio Branquinho da Fonseca - Conto Fantástico presta homenagem à memória do grande escritor que, enquanto Director do Museu-Biblioteca Condes de Castro Guimarães, desenvolveu trabalho de assinalável mérito. Este galardão distingue os autores nacionais que pretendam ver premiado um trabalho totalmente inédito.


www.correiodecascais.net

correio de

Cascais

CONCELHO |

Freguesia de Alcabideche

Manique, terra esquecida A localidade de Manique, freguesia de Alcabideche, há muito que é uma terra esquecida. Pelos menos assim consideram os moradores.

Por ser uma povoação do interior, está há anos votada ao abandono, a avaliar até pelo estado lastimável em que se encontra a Estrada de Manique, a principal artéria que atravessa esta povoação. Além de não ter passeios, durante o Inverno, principalmente quando caem as primeiras enxurradas, os condutores têm de fazer uma autêntica gincana para se desviarem das poças de águas, verdadeiras piscinas, muitas vezes, armadilhas. A situação já foi falada, comentada, debatida e até divulgada em vários órgãos da comunicação social mas parece ser mais fácil fazer-se “ouvidos de mouco”. O problema continua e, ao que parece, está para durar! Mas, infelizmente, Manique não padece apenas deste mal... Também a vetusta Estrada dos Bernardos carece de repavimentação. Como está actualmente, mais parece um caminho de cabras, típico daquelas aldeias remotas que ninguém sabe bem onde ficam. O Correio de Cascais deslocou-se ao local e falou com alguns moradores e empresários daquela zona que não se coibiram de tecer duras criticas. O estado degradado em que se

encontra a Estrada dos Bernardos é notório. “Além de ser muito estreita, em grande parte do percurso, sendo praticamente impossível o cruzamento de duas viaturas ligeiras, são vários os camiões que transitam por aqui com alguma frequência. Está ladeada de mato e pedras, com um péssimo pavimento e cheia de buracos”, reclamam os moradores. “Os condutores pensam que isto é o autódromo. Passam aqui a uma velocidade excessiva quando a estrada não tem largura suficiente para dois carros. Já são várias as situações em que se partem espelhos e as pessoas nem se dão ao trabalho de parar”, lamenta uma moradora, que se sente lezada. Já um empresário daquela zona argumenta que “a Estrada dos Bernardos esteve, até há décadas, em estado de autêntico carreiro primitivo e, como as Câmaras de Sintra e Cascais, não procederam à devida reparação, formos nós próprios - empresários e particulares - que contribuímos com dinheiro e trabalho e fizemos o arranjo então possível”. Contudo, nos dias de hoje, e dado o fluxo de trânsito que se faz sentir nesta estrada, “já se torna imperioso o alargamento da via, uma pavimentação adequada”, afirma o empresário, consciente de que tal situação “não se afigura viável sem a intervenção dos dois municípios envolvidos”. Trata-se, portanto, de uma necessidade de reparar a via de molde a ficar em condições para suportar a intensa circulação automóvel decorrente, nomeadamente, das empresas sedeadas na zona e pôr termo àquele estreito carreiro cuja antiguidade parece estar espelhada na toponímica que assinala os limites das duas autarquias (Cascais e Sintra), com a velha inscrição: Al-Qabadaq. mafaldaribeiro@correiodecascais.net

JORNAL QUINZENAL | PÁG 7


www.correiodecascais.net

| PÁG 8 | 02/12 a 15/12 - 2008

correio de

Cascais

| ENTREVISTA

Entrevista com Rui Barbosa da AECC e João Pedro Amaral da ComCascais

Natal é no comércio tradicional Há pequenos gestos que marcam a diferença. Um pouco por todo o concelho de Cascais já se respira a Natal. As ruas estão decoradas a preceito assim como muitas montras das lojas do comércio tradicional. Vive-se o espírito natalício…

rui barbosa

Além da iluminação de Natal que dá cor e vida às principais artérias da baixa de Cascais, do presépio que serve de cartão de visita a quem entra na vila pela Praça Sá Carneiro ou até mesmo o pinheiro de luz com 15 metros, composto por mais de 10 mil pontos luminosos de alto brilho, existem muitas outras razões para visitar o centro da vila e fazer aqui as compras de Natal. Concurso de montras, horário alargado das lojas e estacionamento gratuito aos finsde-semana e feriados são apenas algumas das medidas que pretendem dinamizar o comércio tradicional. Atrair mais visitantes e munícipes ao

centro da vila é um dos objectivos da Associação Empresarial do Concelho de Cascais (AECC). Em entrevista ao Correio de Cascais, Rui Barbosa, presidente da associação, revela-nos algumas das acções que este ano a direcção da AECC preparou especialmente a pensar para esta quadra natalícia. “Neste momento, está a decorrer um Concurso de Montras, com o slogan “Uma montra de Natal… um momento especial”. Uma iniciativa que vai decorrer ao longo do mês de Dezembro e que tem como objectivo embelezar as ruas e promover o comércio tradicional do concelho”, afirma Rui Barbosa. Conforme recorda “já fizemos um concurso de montras há alguns anos atrás mas numa outra época do ano. Este ano, tentamos conferir um maior colorido às lojas alusivo à quadra natalícia para que as pessoas se sintam motivadas a vir ao comércio tradicional fazer as suas compras de Natal”. “Temos consciência de que nem todos os comerciantes têm possibilidades para fazer grandes montras mas o objectivo é motivar as pessoas a fazer algo, criar dinâmica. A ideia partiu da direcção, sendo que também envolvemos a Associação para a Promoção do Comércio de Cascais (ComCascais). É nosso parceiro e tem uma acção específica

a nível de Cascais, Monte Estoril e Estoril”, revela o presidente. Ao todo inscreveram-se no concurso de montras 42 estabelecimentos do concelho de Cascais que serão avaliados de acordo com o tema, impacto, criatividade e originalidade. “Há um júri constituído por um elemento da associação, um elemento da ComCascais e um elemento das actividades económicas. Todas as lojas irão ser visitadas pelos elementos do júri, serão tiradas fotografias às montras e depois atribuídos prémios e menções de participação”, anuncia, adiantando ainda que “os vencedores serão conhecidos no dia 7 de Janeiro de 2009, numa cerimónia de entrega de prémios”. Para Rui Barbosa, há que realçar que das 42 inscrições “15 são de Cascais; 15 da Parede; 2 de Carcavelos; 2 de Alcabideche; 5 do Estoril e 2 de S. Domingos de Rana. E abrange toda uma área muito vasta, desde a pastelaria, a produtos naturais, moda, loja de animais, antiquários. Ou seja, todas as vertentes da área comercial estão aqui envolvidas”. Objectivo: “decorar as lojas de forma natural, em que cada comerciante/lojista irá ser premiado pela sua originalidade”, afirma. Contudo, é com alguma insatisfação que confessa estar à espera de mais inscrições. “Não é que quiséssemos ser ambiciosos mas temos um universo muito grande de associados, logo este número de inscrições representa um valor muito baixo para aquilo que pretendíamos”. Uma situação que atribui à crise “que se está a passar em todo o lado, atingindo em particular o comercio tradicional” e também “à falta de motivação dos próprios comerciantes”. “Nós sabemos que há um núcleo muito grande de associados na área da restauração que, efectivamente, não têm montras mas há outros que até têm e podiam dina-

mizar as montras ou até mesmo a entrada do estabelecimento. Acontece que as pessoas estão tão desmotivadas com a fraca afluência de pessoas às suas lojas que começam a desanimar. Outras porque não têm espírito criativo”, declara. Além do concurso de montras existem ainda outros motivos que poderão levar visitantes e munícipes a fazer as suas compras no comércio tradicional, mesmo que isso implique sair do conforto do lar e enfrentar o frio que se tem feito sentir ao longo das últimas semanas e, ao que tudo indica, está para durar. É com algum orgulho que Rui Barbosa anuncia o alargamento do horário dos estabelecimentos. Algo possível graças à intervenção da vereadora do pelouro das actividades económicas da câmara municipal, Carla Valente de Almeida, que “deu autorização para que o comércio esteja a funcionar em horário alargado, incluindo sábados, domingos e feriados à tarde”. Mas não é tudo… Neste Natal, o estacionamento é gratuito no concelho de Cascais! “Com o objectivo de dinamizar o comércio local na época natalícia e atrair mais pessoas aos principais centros urbanos, a AECC e a ComCascais, numa iniciativa conjunta, encetaram contactos junto da Gisparques, entidade exploradora do estacionamento tarifado, com o objectivo desta conceder isenção de pagamento durante todo o mês de Dezembro”. E, o resultado não podia ter sido melhor: “a Gisparques autorizou a isenção de pagamento aos sábados (todo o dia), domingos e feriados, nos parques pagos e/ou parquímetros existentes em todo o concelho”, avança Rui Barbosa orgulhoso. E explica: “esta medida, aliada ao facto da câmara municipal ter autorizado o alargamento dos horários de funcionamento dos estabelecimentos comerciais, durante


ENTREVISTA | o mês de Dezembro, vai ser benéfica para a actividade empresarial do concelho”. Segundo Rui Barbosa “estas medidas pretendem atrair mais pessoas ao centro urbano, sendo que conseguimos oferecer

www.correiodecascais.net

correio de

Cascais

preparou um conjunto de iniciativas que contribuem para revitalizar o comércio tradicional. Segundo João Pedro Amaral, presidente da associação, está já em curso animação em diversas artérias, dança e

joão pedro amaral ao público em geral um horário alargado, condições bastante agradáveis”. Na sua opinião, só assim poderá existir “uma relação entre comerciante e cliente, em que é possível prestar um atendimento mais caloroso e mais agradável, ao contrário dos A AECC está também a promover junto dos seus associados uma campanha de recolha de brinquedos e livros, designada “Natal Solidário”, que serão oferecidos a diversas instituições de solidariedade do concelho. A iniciativa decorre até dia 12 de Dezembro, por isso quem estiver interessado poderá contribuir “para o sorriso de uma criança”. No dia 14 de Dezembro, a associação promove a sua já tradicional Festa de Natal que, este ano, decorre no Teatro Gil Vicente, a partir das 14h30. Peça de teatro, espectáculo musical, dança e muitos brindes são apenas algumas das surpresas preparadas. A par da AECC, também a ComCascais

um Pai Natal nas ruas. No dia 6, o grupo St. Dominic’s Gospel volta a actuar no Jardim Visconde da Luz, em Cascais de forma a assinalar esta quadra natalícia. Nos dias 13 e 20 é a vez do Coro Base Shout, um projecto da cantora Sara Tavares, encher de música Cascais e Estoril, embora os locais do concerto ainda não estejam definidos. Nas lojas do comércio, está já a ser distribuído um livro de contos de Natal. “É uma oferta que o lojista pode entregar ao cliente, numa iniciativa que marca a diferença quando as pessoas visitam o centro de Cascais”, afirma João Pedro Amaral. Em paralelo, a ComCascais desenvolveu uma campanha de marketing que já está a circular pelas ruas do concelho, em autocarros da Scotturb e vários Smarts, com publicidade subordinada ao tema: “O Natal tem outra magia no Comércio Tradicional”. Mais uma simples forma de chamar a atenção do público, atraindo-o ao centro de Cascais. mafaldaribeiro@correiodecascais.net

JORNAL QUINZENAL | PÁG 9


www.correiodecascais.net

| PÁG 10 | 02/12 a 15/12 - 2008

correio de

Cascais

| CONCELHO

Bairro Mata da Torre

Palavra de ordem: “Tudo a brilhar” Quem passar pelo Bairro Mata da Torre, freguesia de S. Domingos de Rana, irá certamente constatar que este aglomerado habitacional apresenta uma imagem limpa, onde tudo brilha, desde a entrada do prédio às escadas sem esquecer os vidros das janelas. E lixo no chão, nem vê-lo! Este cuidado com a limpeza surge de uma

João Vasconcelos

iniciativa pioneira a nível nacional promovida pela EMGHA - empresa municipal que gere as habitações sociais do concelho de Cascais - em parceria com o hipermercado Minipreço, no âmbito do projecto “Tudo a Brilhar” que tem como objectivo sensibilizar os moradores para a importância da higiene e limpeza dos espaços. Desde que as duas entidades distribuíram kits de limpeza aos moradores do Bairro Mata da Torre que os fogos têm estado “num brinco”. Numa visita ao bairro social, falámos com alguns beneficiários deste projecto e recolhemos opiniões, por sinal todas positivas! Ora vejamos… João Vasconcelos, de 66 anos, mora no 2.º direito do lote 31, e foi com alegria que abriu a porta da sua casa para nos receber. Entusiasmado com a iniciativa, revela-nos que foi a sua esposa quem recebeu o kit, lamentando, no entanto, a falta de uma peça essencial. “Como lavamos o chão sem uma esfregona?”, pergunta este morador, em tons de brincadeira. Tirando este pequeno detalhe, João Vasconcelos congratula a empresa municipal pela iniciativa uma vez que considera essencial haver um maior cuidado com a limpeza. “Eu entendo disso porque há 36 anos que trabalho nas limpezas na Câmara Municipal de Lisboa”. Quanto aos produtos oferecidos, este morador afiança que a sua esposa já lhes

deu utilidade, conduzindo-nos à cozinha para vermos os frascos já abertos. “A minha mulher limpou esta manhã as escadas”, garante, afirmando ainda que “a vizinha do lado esteve a limpar os vidros”. Limpeza é algo que não falta neste lote. “Garças a Deus, este prédio costuma estar limpo e não temos problemas. É um bairro sossegado. Mas acho positiva esta iniciativa para que os moradores mantenham os seus prédios limpos”, conclui João Vasconcelos. À saída do prédio encontrámos - nem mais - Arlinda Fernandes a lavar as escadas. “Já recebi o kit e estou a utilizar os produtos que nos ofereceram”, alega, enquanto passa com a esfregona pelo chão. “Este prédio está sempre limpinho e, além disso, a limpeza faz sempre bem”. O Bairro Mata da Torre foi o primeiro a ser contemplado com o projecto “Tudo a Brilhar”. Os seus moradores receberam um kit de limpeza, composto por uma garrafa de lixívia, detergente para a loiça, lava tudo, esfregão e spray para os vidros. Munidos dos produtos necessários para uma boa e cuidada limpezas, os beneficiários têm, por isso, a função de dar o exemplo! De acordo com Conceição Carp, administradora da EMGHA, “esta iniciativa surge na sequência das visitas feitas aos bairros, durante as quais constatámos que muitos dos nossos inquilinos desconheciam para que serviam determinados produtos de limpeza por serem diferentes dos da sua terra”. O “Tudo a Brilhar” vai ter uma duração de um ano e assenta em três vertentes fundamentais: “Espaço comum”, “Espaço doméstico” e “Famílias”. “Pretende-se com esta iniciativa promover, junto dos moradores, a importância em limpar correctamente os seus espaços e em melhorar a utilização dos produtos de limpeza”, refere a responsável. Até final de 2009, todas as famílias que cumprirem o plano definido e revelarem melhorias consideráveis na preservação das suas casas, serão premiadas com um novo kit de limpeza e um Cabaz de Natal composto por bens essenciais, oferta do Minipreço. Mais de mil famílias estão abrangidas por este projecto, num universo de 2044 fogos, cingindo, nesta primeira fase, apenas 11 bairros sociais do concelho, ou seja 50 por cento dos agregados familiares. “Pensamos fazer para o ano um projecto idêntico - porque há sempre a hipótese de melhorar o projecto - com os restantes 50 por centro dos agregados familiares que não foram contemplados este ano”, admite Conceição Carp. mafaldaribeiro@correiodecascais.net


www.correiodecascais.net

correio de

Cascais

DESPORTO |

Futebol - 3ª Eliminatória da Taça AFL

JORNAL QUINZENAL | PÁG 11

Estoril Portugal XPD Race

Talaíde e Torre jogam em casa

Muitas novidades para esta edição

Realizou-se na passada 3.ª feira, dia 2, ao final da tarde na Sede da Associação de Futebol de Lisboa, o sorteio relativo à 3.ª eliminatória da Taça AFL, que conta já com a presença dos clubes da Divisão de Honra. Quanto às equipas concelhias, destaque para o encontro entre o GMD de Talaíde e o Sporting Clube de Lourel (DH), e a Associação Desportiva da Torre que recebe

Está a decorrer, em Cascais, mais uma edição do “Estoril Portugal XPD Race”, uma prova internacional de desporto de aventura que, este ano, promete muitas novidades ao nível das modalidades, percursos e formas de acompanhar diariamente a progressão das equipas. Trinta e cinco equipas de 19 países marcam presença nesta prova, a mais longa corrida de aventura já realizada em Portugal, que arrancou no dia 30 de Novembro prolongando-se até dia 3 de Dezembro. A Costa do Estoril e o Parque Natural Sintra-Cascais voltam a servir de cenário a esta prova, apresentada oficialmente no Centro de Interpretação Ambiental da Ponta

o Vialonga, enquanto que o Fontaínhas de Cascais vai de viagem até ao concelho de Mafra para jogar com o Sporting Encarnacense. A União Desportiva de Tires joga na Tapadinha, e defronta o Clube de Santo António de Lisboa, da 1.ª divisão. Os encontros desta eliminatória estão aprazados para o dia 28 de Dezembro.

Futsal - 1ª Divisão da AFL

Quinta dos Lombos lidera Com a vitória conquistada no reduto da Associação Desportiva dos Arneiros (Torres Vedras) por 5-1, a equipa do Clube Recreativo da Quinta dos Lombos, manteve a liderança do Campeonato da 1.ª Divisão da AFL (7.ª jornada) embora em igualdade pontual (21) com a formação do SL Benfica, com as raparigas da Segunda Circular com mais um jogo realizado. Ao intervalo, a equipa da freguesia de Carcavelos já vencia por 3-0, e a treinadora Fernada Piçarra, fez alinhar de início: Ioana (Gr), Niki, Maria, Susana (1 golo), Woody

(1). Jogaram ainda; Lídia (Gr), Sara (1), Ritinha, Fernanda, Vera (1), Carol (1), Pima. Resultados das outras equipas femininas: Seniores B; Ereira e Benfica -0- CRCQL B-8 | Juniores; CRCQL- 18- PSAAC-1

do Sal, em S. Pedro do Estoril, no passado dia 25 de Novembro. Depois do sucesso da edição do ano anterior, o Estoril Portugal XPD Race promete surpreender ainda mais os participantes que têm pela frente um percurso mais longo e exigente. No total serão mais de 700 quilómetros por áreas tão distintas como o Parque Natural da Arrábida, o Estuário do Sado, Montejunto, a Arriba Fóssil da Costa de Caparica, Montejunto e o Parque Natural de Sintra-Cascais. A progressão será sempre feita sem recurso a meios motorizados e uma boa estratégia e gestão de esforço serão fundamentais para o resultado final.

Futsal - 2ª Eliminatória daTaça AFL

Futsal- Taça de Portugal

Quinta dos Lombos joga em casa

Leões de Tires apurado

Realizou-se na passada 3.ª feira, dia 2, o sorteio relativo à 2.ª eliminatória da “Taça AFL” de Futsal feminino, com a equipa do CR Quinta dos Lombos a receber as torreenses do Ereira e Benfica. Os jogos desta eliminatória realiza-se no dia 27 de Dezembro.

Ao vencer no recinto do Grupo Desportivo de Montemor por 3-1, o Núcleo Sportinguista de Tires ficou apurado para a III eliminatória da competição. Quem ficou pelo caminho, foi o Clube de Futebol Sassoeiros que perdeu em casa frente à AD Fundão, por 8-3.


www.correiodecascais.net

| PÁG 12 | 02/12 a 15/12 - 2008

correio de

Cascais

| DESPORTO

União Recreativa e Desportivo de Tires festeja 46 anos de existência

“É fundamental criar infraestruturas novas” No dia 8 de Dezembro de 1962, quando foi fundada a União Recreativa e Desportiva de Tires, Fernando Lopes, o actual presidente da direcção, tinha três anos de idade. Longe do concelho onde agora reside, e longe ainda mais de imaginar que

um dia, a paixão pelo desporto o levaria até à localidade de Tires, na freguesia de S.Domingos de Rana, e aceitar conduzir os destinos de um clube que quer crescer nas suas infra-estruturas, alargar a sua base de influência no desporto, aumentar o número de associados e aumentar ainda mais o número de praticantes, não só no futebol onde desenvolve um trabalho notável, mas também noutras actividades. Os projectos existem, a vontade também, contudo, as decisões estão nas mãos que quem decide.

Nem sempre ao mesmo ritmo. Nem sempre à mesma velocidade…. APOSTAR NA MASSIFICAÇÃO NO FUTEBOL A cumprir o segundo mandato à frente dos

destinos da União Recreativa e Desportiva de Tires, Fernando Lopes, considera que os objectivos propostos pela direcção a que preside estão a ser cumpridos. “No tempo do meu antecessor José Rodrigues foi necessário investir nas infra-estruturas para a prática do futebol, pois o nosso clube tinha apenas um campo de terra batida, nada condizente com a qualidade da equipa de seniores e do futebol que se pretendia praticar. Com a instalação da relva sintética no campo principal e da construção

do recinto para o futebol de sete, também sintético, ficaram assim resolvidas as prioridades. Com a direcção entretanto eleita e que tenho a honra de presidir houve uma inflexão dessa política e decidimos apostar na massificação do futebol de competição. E o resultado, é que hoje temos doze Fernando Lopes equipas em actividade em todos os escalões, para além do futebol jogado apenas de forma lúdica que no total chegam às duas dezenas, porque neste clube todos têm o seu lugar” afirma sem reservas, Fernando Lopes que estima o número de praticantes em cerca de quatro centenas e meia. FALTAM INSTALAÇÕES SOCIAIS CONDIGNAS Com a velha sede instalada no centro da localidade e longe do campo de futebol, onde falta uma rede de transportes acessível, a direcção da colectividade continua a lutar pela aprovação de toda a requalificação do espaço e edificação de infraestruras modernas. “O grande anseio da União de Tires é de facto ter novas instalações sociais, acompanhando o crescimento do clube a todos os níveis. Mas se a primeira parte dependia de nós que era optar por uma política de massificação desportiva, a segunda já não depende, e temos inclusivé esbarrado nos

enormes problemas burocráticos que sempre existem neste tipo de projectos. Dou-lhe dois exemplos; o levantamento topográfico demorou quase dois anos a ser feito, a primeira reunião que esta direcção teve em conjunto com a anterior, com os responsáveis urbanísticos da autarquia, já foi há três anos. E uma coisa que parecia simples, afinal não é. O tempo vai passando e o que todos sabemos é que a requalificação de toda a área envolvente ao espaço desportivo é fundamental, criar infraestruturas novas, e deixar de remendar o que existe. Eu já disse ao senhor presidente da Câmara Municipal de Cascais que o interior do concelho não é uma porta de saída, mas sim uma porta de entrada. Depende é do lado por onde entramos. Mas mesmo que seja uma porta de saída, penso que todos gostamos de sair de sítios bonitos. E nós não queremos luxos nem coisa que se pareça. Queremos apenas ter um espaço verde, aprazível, um espaço de encontro intergeracional que neste momento é uma prioridade. Repare: temos nas escolinhas miúdos de 4/5 anos que vêm acompanhados pelos avós. Se tivermos um espaço acolhedor em condições minímas, os avós vêm com os seus netos, ficam no clube, participam nas actividades do clube. Não tendo, deixa de haver condições para que sintam bem, e não se sentindo bem, não ficam agradados com isso. E por isso temos que rever urgentemente esta situação” adianta o presidente. PISTA DE BTT OU BMX SERÁ OUTRO OBJECTIVO Dona dos terrenos onde desenvolve toda a actividade desportiva, os dirigentes da União de Tires têm vindo a negociar algumas permutas com outros proprietários no sentido de conseguir alargar as áreas a requalificar. “Pensamos que a existir acordo nas permutas, será vantajoso para todas as partes e a autarquia também pensa que


www.correiodecascais.net

correio de

DESPORTO | sim. E com isso, garantimos uma coisa muito simples, que é um espaço sempre difícil de conseguir em centros urbanos, um espaço que servirá para o encontro de gerações, para o encontro de pessoas, para ser ocupado e para ser vivido em qualquer actividade. Depois, queremos também implementar uma pista de BTT, ou BMX, nos terrenos contíguos ao Estabelecimento Prisional que por questões de segurança não permite edificações. Assim poderíamos diversificar a oferta à população e ocupar aquela faixa de terreno. Mas continua a ser muito complicado. Antes, já o meu colega José Rodrigues se esforçou muito, nós continuamos a esforçar-nos muito, mas de facto lutar contra toda a estrutura burocrática arrasa qualquer um”, lamenta o dirigente. SER RECONHECIDA COMO INSTITUIÇÃO DE UTILIDADE PÚBLICA Apesar de todos os entraves que vão sendo colocados e de todos os obstáculos encontrados, Fernando Lopes acredita que mais cedo ou mais tarde tudo se resolverá.“Eu não me arrependo, até pelo contrário. É isto que me seduz e que entusiasma. Nós temos vindo a esforçarmo-nos para conseguir para a União Desportiva de Tires o Estatuto de Instituição de Utilidade Pública. Já esteve quase, na direcção anterior, mas o processo parou. Agora retomámos e vai ser fundamental para este clube. Uma colectividade como esta tem obrigações sociais e devemos ser olhados como parceiros e agentes activos e não na lógica da esmola. Eu já fiz uma contabilidade e até já demonstrei ao

Cascais

senhor presidente da Câmara- para fazer uma ideia – que fazendo contas ao tempo que todos nós gastamos aqui todos os dias das 5,00 às 23,00 horas e aos fins de semana, dava mais de dois milhões de euros por ano, verba que assim colocamos ao serviço da comunidade. Nós temos uma equipa de técnicos, com mais de seis dezenas de elementos, onde cerca de vinte são licenciados e não estão no clube por aquilo que lhes pagamos. Estão cá porque também gostam do futebol, gostam de treinar os jovens e são trazidos pelos amigos dos amigos. E isto não tem preço” sublinha. “A União de Tires fez na época passada em todos os escalões de competição, mais de 800 jogos. Portanto, podemos dizer que participámos em outros tantos espectáculos que no fundo é o futebol. Ou se quisermos, fizémos outras tantas serenatas, porque o desporto também pode ser cultura. E o que recebemos em troca é muito pouco. Porém, existem sempre pessoas dispostas a ajudar e neste contexto, não poderia deixar de agradecer publicamente através do CORREIO DE CASCAIS, ao senhor Domingos, do Intermarché que tem sido excepcional, diria mesmo espectacular no apoio a esta direcção desde o primeiro dia, assim como a Panfreixo, uma panificadora que ao longo do ano nos permite fornecer mais de 16.000 lanches aos nossos atletas, o que é extrema generosidade, e ainda à Nutrexpa Portugal e à empresa NetJets. Para estes em especial, mas para quase todos, vai também o nosso obrigado!” conclui o presidente da União Desportiva de Tires. VS | desporto@correiodecascais.net

ANIVERSÁRIO DIA 8 919 812 629; 965 098 088. Na próxima segunda feira, dia 8 de De“Esperamos ter a sala cheia, para dezembro (feriado nacional) a União de Tires monstrar a vitalidade do nosso clube e festeja o 46.º aniversário no decorrer de pelo menos no aniversário fazer notar aos um almoço marcado para as 13,00 horas, nosso autarcas e Entidades que a União na sede do Grupo Musical e Desportivo 1.º Desportiva de Tires está mobilizada nos de Maio, no centro da localidade. mesmos ideais, trilhando os mesmos caTodos os interessados devem contactar minhos” confessa esperançado Fernando directamente a secretaria do clube, ou Formadora Lopes. pelos telefones; 21 444 0737; 967 253 922;

JORNAL QUINZENAL | PÁG 13


www.correiodecascais.net

correio de

Cascais

| PÁG 14 | 02/12 a 15/12 - 2008

| CONCELHO

Asia

Casa cheia, nova sede “Somos filhos idosos da Amoreira; Onde se cantam canções sentimentais; Porque esta terra tem história verdadeira; Também faz parte do concelho de Cascais”. O refrão da música “Reviver a Amoreira” serviu de abertura às comemorações do 17.º aniversário da Associação Social dos Idosos da Amoreira (ASIA), assinalado no passado dia 25 de Novembro.

Numa tarde bastante animada, foram mais que muitos aqueles que se deslocaram à sede da associação para celebrar mais um

aniversário. E, à semelhança de anos anteriores, muito antes da hora prevista para o início da festa, já a casa estava cheia. Uns sentados outros em pé, o certo é que todos ouviram atentamente as canções do grupo coral e instrumental da ASIA, dirigidas pelo maestro Luís Santos. Ao som do acordeão e do piano, as cinco músicas puseram toda a gente a trautear e a bater palmas. O ponto alto das comemorações ocorreu com a atribuição de medalhas. Virgílio Ferreira recebeu a medalha de mérito enquanto Fernando Oliveira levou para casa uma medalha de agradecimento. A tarde já ia longa quando se procedeu à entrega de insígnias aos 54 sócios com 15 anos de casa. Maria Rosa Monteiro Silva foi a primeira utente a receber uma pequena medalha, das mãos de Fernando Teixeira Lopes, presidente da Junta de Freguesia de Alcabideche. À festa não faltaram ainda os tradicionais discursos…este ano com algumas surpresas! Maria da Glória frisou que “o discurso com a câmara municipal ainda não terminou”, relembrando uma vez mais o facto da

Carcavelos

associação “não ter mais espaço quando gostávamos de ter outras valências em que pudéssemos canalizar o nosso sonho – apoio domiciliário”. “Eu só tenho o querer. O poder está nas mãos do presidente da câmara, do vereador e do presidente da junta. Falta-nos o terreno e o dinheiro”, alegou, afirmando ainda que “apesar de ser apenas um centro de convívio, com as suas actividades, neste momento há a necessidade de algo mais”. E eis que surge então a melhor noticia, a melhor prenda de aniversário… António Capucho garantiu estar ciente da questão das instalações, alegando que “não é a associação que está apertada, mas sim a Amoreira. É uma terra muito simpática mas que, a pouco e pouco, foi fechando a malhar urbana de uma forma anárquica e hoje agradecia que me indicassem onde estão os terrenos aqui à volta para que possa construir a nova sede”. Mesmo assim anunciou: “nós temos duas ou três alternativas mas não são alternativas a curto prazo. Há uma hipótese que está a ser estudada, daqui a dois anos, e que tem a ver com a translação da Escola Profissional de Teatro para outro local. O

terreno é camarário e o que posso dizer é que está cativado para a eventual instalação do centro de dia”. E acrescentou: “esta será uma deslocalização relativamente barata. A localização em termos geográficos é óptima, está no coração da Amoreira”. “A segunda hipótese que existe é relativamente mais longe, ainda na órbita da Amoreira, perto de uma zona onde está situada a Associação dos Antigos Alunos dos Salesianos”, adiantou Capucho. “Podem acreditar que, neste momento, o dinheiro é sempre um problema mas não é o que está a entravar. Nós temos as verbas necessárias para acorrer a esta obra até porque é um equipamento relativamente barato. A questão prende-se mesmo com a falta de terrenos”, adverte o autarca, garantindo que “logo que seja possível achar o ovo do Colombo, ou seja, o terreno, daremos prioridade à construção da nova sede”. Para finalizar a tarde em cheio, seguiu-se um lanche, onde não faltaram imensas iguarias de fazer crescer água na boca, incluindo um enorme bolo de aniversário, acompanhado por uma taça de champanhe. mafaldaribeiro@correiodecascais.net

Balanço ao fim de 3 anos da EMAC

CAD amplia instalações

Ambiente sustentável

O Centro de Apoio a Deficientes (CAD), no Junqueiro, freguesia de Carcavelos, inaugurou, recentemente, as novas instalações da sua casa. A funcionar num edifício pré-fabricado, na Rua de Luanda, desde 1984, o CAD surge agora com uma sede ampliada, instalações que irão permitir dar um apoio com maior qualidade aos utentes. O surgimento de mais um piso, que se traduziu na criação de uma sala polivalente e um gabinete, vai permitir a este centro o

A Empresa Municipal de Ambiente de Cascais (EMAC) comemorou recentemente o seu terceiro aniversário. Chegou agora o momento de traçar o balanço de mais um ano de actividade. Segundo dados da EMAC, a recolha selectiva de resíduos sólidos urbanos (RSU), entre Janeiro de Outubro de 2008, registou um total de 10.840 toneladas, o que indica um aumento de 11,8 % em relação ao período do ano anterior. Os plásticos e metais foi a que registou uma maior evolução de quantidade (26,5 %), seguida pela

Centro de Dia da Areia

alargamento dos apoios prestados à comunidade envolvente, como novas sessões de terapia de grupo a apoio psicológico às famílias dos utentes. Os seus serviços englobam higiene pessoal e cuidados da imagem, higiene habitacional, confecção, distribuição e apoio na alimentação, e ainda consultas ao domicílio, fisioterapia, entre outros. As obras de ampliação contaram com o apoio financeiro da Câmara Municipal de Cascais, um investimento de cerca de 85 mil euros.

Nossa Senhora da Boa Nova

Dia 13 de Dezembro

categoria do vidro (17,9%) e do papel/cartão (15,5%). Verificou-se igualmente uma subida de 10,1% na recolha RSU equiparados, em todos os seus itens – objectos fora de uso, ou “monstros” (1,0%), cortes de jardim (4,1%) e resíduos de limpeza (12,9%). “Estes resultados atestam que, três anos depois do nosso nascimento, continuamos ambiciosos no cumprimento dos objectivos estratégicos, no cumprimento das metas nacionais e europeias e de tornar Cascais um concelho cada vez mais sustentável”, revela Rui Libório, presidente da EMAC.

Dia 7 de Dezembro

Coração Amarelo: um coração amigo

Centro Comunitário

Ecomercado

Volkswagem “Carocha”

“Partilhe o seu viver para que haja menos solidão no coração de Cascais” é o lema da Associação Coração Amarelo que, em Outubro, inaugurou a sua nova sede, no Centro de Dia da Areia, em Cascais, uma simpática sala disponibilizada pela Junta de Freguesia. À conversa com as responsáveis do projecto, ficamos a saber que este novo grupo está empenhadíssimo em combater o estado de solidão dos seus beneficiários. “Trabalhamos todos em rede de forma a encontrarmos respostas para os problemas que nos surgem” explica a presidente.

As obras do Centro Comunitário Nossa Senhora da Boa Nova, na Galiza, decorrem a olhos vistos. De tal forma que, em Junho de 2009, o antigo cenário do bairro do Fim do Mundo, marcado pela degradação e tráfico de droga, deixará de ser uma realidade para ser apenas uma recordação bem longínqua. As barracas instaladas durante anos e anos vão agora dar lugar a uma estrutura de apoio social às famílias que ali vivem, onde se insere a Igreja do Santuário da Senhora da Boa Nova.

Legumes frescos biológicos, plantas aromáticas, produtos alimentares caseiros, artesanato e muitos outros produtos voltam a dar cor e alegria ao coração da vila, no próximo dia 13. Trata-se de mais um Ecomercado ou feira ecológica, promovido pelo Grupo Ecológico de Cascais (GEC), entre as 11 h. e as 18 h., no Jardim Visconde da Luz, em Cascais. Procurando sensibilizar os consumidores para aquisição e uso de produtos frescos e biológicos, valorizando a agricultura biológica, incentivando uma alimentação saudável e a reutilização dos objectos de consumo.

Não perca este domingo, dia 7, a partir das 11 horas, a possibilidade de visitar a vila de Cascais. Faça chuva, faça sol, certo é que em frente ao Hotel Baía poderá apreciar um vasto conjunto de veículos históricos, num convívio entre proprietários de um dos automóveis mais populares do mundo: o Volkswagen “carocha”. Todos os proprietários de carochas anteriores a 1985 e refrigerados a ar são bem vindos assim como todos os aficionados por estes veículos, refere a organização da iniciativa, Amigos de Clássicos VW de Cascais.

[notícia completa em www.correiodecascais.blogspot.com]

[notícia completa em www.correiodecascais.blogspot.com]


www.correiodecascais.net

correio de

LAZER | DEZEMBRO DE 2008 - MAYSA - WWW.LUZDOCEU.COM

Cascais

JORNAL QUINZENAL | PÁG 15

CARNEIRO | A Carta: AMANTES

CARANGUEJO | A Carta: IMPERADOR

BALANÇA | A Carta: ERMITA

CAPRICÓRNIO | A Carta: TORRE

AMOR - “Você cria o seu destino a partir dos seus pensamentos e atitudes”.Neste momento o pensamento poderá ser negro mas atitude tem que ser positiva. Saiba escolher, aquilo que verdadeiramente é importante para si, e não se esqueça que no amor nem sempre aquilo que parece mais divertido e melhor (pois as aparências iludem), é o que mais lhe convém. PLANO MATERIAL E PROFISSIONAL - Perspectivas de melhorias económicas, e profissionais. SAÚDE - Não ingira alimentos muito condimentados, pode vir a ter problemas.

AMOR - “O caminho do coração é o caminho do poder” Mês de grandes afinidades, onde a paixão se irá impor. Contudo, saiba analisar as suas necessidades, procurando algo ,que possa aumentar a sua de auto-estima. PLANO MATERIAL E PROFISSIONAL - Assuntos ligados ao trabalho e ao dinheiro estarão beneficiados. SAÚDE - Procure ambientes agradáveis, para poder desanuviar tensões.

AMOR - “Não deixe que o desanimo o impeça de seguir em frente” Faça uma reflexão sobre o que pretende para a sua vida, ou sobre o que está a fazer à vida dos outros. Aproveite, para crescer, evoluir, descansar e principalmente estar só. Será benéfico para si e, para todos que o rodeiam. PLANO MATERIAL E PROFISSIONAL - Capacidade em manter os compromissos financeiros, que venha assumir. SAÚDE - Quebra de vitalidade, faça uma cura vitamínica.

AMOR - “A verdadeira glória, não consiste em cair, mas sim em saber, levantar-se” Já pensou que do modo como se levanta poderá estar a magoar tanta gente! Mas que egoísmo, não culpe só o seu parceiro, uma parte da culpa também será sua. PLANO MATERIAL E PROFISSIONAL - Ainda não é o momento para colocar em pratica qualquer plano, mas sim para se preparar de todas as formas possíveis. SAÚDE - Cuidado com as quedas.

TOURO | A Carta: MAGO

LEÃO | A Carta: ESTRELA

ESCORPIÃO | A Carta: PAPA

AQUÁRIO | A Carta: MUNDO

AMOR - “Aproveite cada oportunidade que surja para moldar o seu próprio destino” Comece por assumir responsabilidades. Neste momento, é necessário arranjar forças, para não continuar protelando indefinidamente situações que carecem, de ser resolvidas rapidamente. PLANO MATERIAL E PROFISSIONAL - Altura de afirmação pessoal, mas cuidado pois, poderá haver alguma tendência para ostentação. SAÚDE - Saia, divirta-se, na companhia dos amigos.

AMOR - “ O melhor caminho é aquele que nasce no seu coração” Está na hora de abrir os olhos para não deixar que a “Sorte” passe ao seu lado. A estrela é sempre uma ajuda, por isso aproveite, para confiar em quem tem ao seu lado e de mãos dadas, apostem no vosso relacionamento. PLANO MATERIAL E PROFISSIONAL - Período profissional em ascensão, possíveis entradas de dinheiro. SAÚDE - Faça exercício físico . Procure aumentar o contacto com a natureza.

AMOR - “Tudo o que somos é resultado daquilo que pensamos” Sente alguma dificuldade em sair da sua monotonia, em aceitar novas ideias , ou mudanças. Lembre-se que o mundo vai mudando a cada segundo, e precisamos de correr atrás dele, ou ficamos de fora. PLANO MATERIAL E PROFISSIONAL - Contratos serão confirmados. Algumas dificuldades tendem a ser ultrapassadas com sucesso. SAÚDE - Proteja a sua garganta, cuidado com diferenças de temperatura.

AMOR - “Para mudar o mundo, comece por se mudar a si mesmo” Pare... aproveite, receba o que lhe tem sido oferecido, pois por vezes é muito bom saber receber, e agradecer. Tem um desafio pela frente, que apenas dependerá de si para ter sucesso. PLANO MATERIAL E PROFISSIONAL - Reconhecimento das suas capacidades, que deve aproveitar para começar novos projectos. SAÚDE - Sem problemas, mas evite andar ao relento.

GÉMEOS | A Carta: sol

VIRGEM | A Carta: CARRO

AMOR - “Nenhuma ideia é inútil, nenhum sentimento é vão quando usamos a nossa criatividade, alegria e boa disposição”. Aproveite para descobrir a criança que existe em si. Abra os braços e goze os prazeres do calor humano e do amor, e esteja grato, por tudo o que lhe tem sido oferecido. PLANO MATERIAL E PROFISSIONAL - Muita vitalidade e segurança para tomar decisões. Assim como uma grande energia para as colocar em pratica. SAÚDE - Saúde reforçada e optimismo elevado.

AMOR - “Toda a grande caminhada começa com o primeiro passo” Existem grandes oportunidades na vida, senão as conseguimos agarrar…nada feito. Não perca o controle da situação evite ansiedades, para não deitar tudo a perder. PLANO MATERIAL E PROFISSIONAL - Com um pequeno esforço, poderá superar algumas contrariedades, que possam surgir. SAÚDE - Boa saúde, no entanto tenha cuidado com acidentes.

AMOR - “Não ame o que você é, mas sim o que pode tornarse” Poderá ser colocado perante situações que o poderão obrigar assumir responsabilidades, pelas quais não esperava. A sinceridade será o único modo de enfrentar algumas situações complicadas. Não existem mentiras justificáveis. PLANO MATERIAL E PROFISSIONAL - Novas propostas deverão ser encarada com cuidado. SAÚDE - Necessidade de dar mais atenção à sua saúde. Evite os excessos.

Sudoku 3

Sudoku 3

Grau de dificuldade: DIFICIL

Grau de dificuldade: Muito dIFICIL

Sudoku 2

Grau de dificuldade: média

soluções

Sudoku 2

AMOR - “Deixe que cada manhã seja um recomeço” Procure que os fantasmas do passado não afectem o seu equilíbrio. Esteja atento ao seu “EU” interior tomando consciência daquilo que realmente é, e do que necessita a níveis mais profundos da existência. PLANO MATERIAL E PROFISSIONAL - Tente ser imparcial nas decisões que venha a tomar. SAÚDE - Não abuse de alimentos salgados.

PEIXE | A Carta: DIABO

Sudoku 1

Sudoku 1

SAGITÁRIO | A Carta: JUSTIÇA


| PÁG 16 | 02/12 a 15/12 - 2008

correio de

Cascais

Terceiro aniversário dia 13

Atletas dos Salesianos em festa O Clube de Atletismo dos Salesianos de Manique comemora, dia 13, o seu terceiro aniversário, com um jantar que se realizará no refeitório da Escola Salesiana de Manique, pelas 20h30. No programa das comemorações consta uma homenagem aos antigos atletas do clube a quem será entregue o Prémio D. Bosco e com a atribuição do Prémio Melhor Atleta Feminino do Ano e Melhor Atleta

Masculino do Ano. Para o Prémio D. Bosco, como reconhecimento do Clube pelas suas prestações em representação da selecção nacional, foram seleccionados as antigas atletas Marisa Anselmo e Catarina Bastos, hoje a defender as cores do Sporting Clube de Portugal, e os atletas Marcos Caldeira e Marcos Chuva ambos a envergar a camisola do Sport Lisboa e Benfica.

Será também atribuído o prémio “Melhor Atleta do Ano” feminino e masculino, galardão que visa destacar o atleta que reuniu várias competências, desde as técnicas, às comportamentais, socais e de camaradagem. Os interessados em inscreverem-se no jantar poderão fazê-lo através do contacto da presidente do Clube, Luísa Polido (916296659), ou ainda pelo e-mail: Luisa. Polido@esm.salesianos.pt

Mercado Municipal de Cascais

“Novo” mercado agrada à clientela Concluídas as obras de requalificação do Mercado Municipal de Cascais, é tempo de recolher a opinião de feirantes, lojistas e respectiva clientela. Afinal, esta era uma obra há muito esperada por todos! Depois de três meses em alvoroço, o antigo mercado saloio reabriu, finalmente, com uma nova imagem e o frio a marcar o dia de inauguração. E nem mesmo o mau tempo ou a crise demoveram centenas de clientes de visitarem o recinto mais não fosse para matar a curiosidade. O Correio de Cascais também marcou

presença, deu uma vista de olhos e recolheu opiniões. Logo à entrada, as alterações saltam à vista. A maior delas e com mais impacto prende-se com o chão do mercado e das galerias que foi todo levantado, nomeadamente a infra-estruturação de águas pluviais e esgotos. As remodelações efectuadas no interior fizeram-se sentir na zona de venda de peixe fresco. O telhado que se encontrava em muito más condições de conservação foi todo destelhado e recuperado, reanimando-se as

vistas originais das asnas e águas. Além de pormenores como a suavização do conjunto interior que passam agora despercebidos, como as linhas redondas nos vãos e nas janelas a tardoz e o forrar com azulino de cascais todos os pilares interiores, também as quatro casas de banho foram demolidas e recuperadas. De acordo com Carla Valente de Almeida, vereadora das Actividades Económicas, “este foi um projecto muito apaixonante e bonito”, contando, para tal, com o apoio e colaboração da autarquia. [notícia completa em www.correiodecascais.blogspot.com]

4XXII Salão de Outono Está patente, na Galeria de Arte do Casino Estoril, o XXII Salão de Outono, que esta edição conta com a participação de quatro dezenas de artistas. Nomes como Nadir Afonso, Matilde Marçal, Carlos Lança, Artur Bual, Lima Carvalho, Jacinto Luis, Artur Ramos, Sérgio Telles, António Joaquim e Paulo Ossião marcam presença nesta exposição. A mostra vai ficar patente ao público até 8 de Janeiro de 2009, e pode ser apreciada todos os dias, das 15h. às 24 horas.

cultura

www.correiodecascais.net

4Três homens numa barca Inaugura dia 5, às 21h30, no Centro Cultural de Cascais, uma exposição colectiva de Fernando Vidal, Freitas Cruz e Rui Aço, intitulada “Três homens numa barca”, na qual os artistas residentes em Cascais desenvolvem um trabalho de criação própria e de ensino de pintura e desenho. A barca é apenas um ponto de partida em que no momento da exposição, o espaço será a própria barca, uma nave ou um veículo que transporte consigo o espectador em busca de novas paragens. A mostra, organizada pela Fundação D. Luís I e Oficina do Desenho, vai estar patente ao público até dia 15 de Fevereiro, de 3.ª feira a domingo, das 10h. às 18h. 4V Feira de astronomia de cascais O Centro de Interpretação Ambiental da Ponta do Sal, em S. Pedro do Estoril, recebe, de 19 a 21 de Dezembro, a V Feira de Astronomia de Cascais, uma iniciativa organizada pelo Núcleo Interactivo de Astronomia. Durante três dias, o visitante feirante poderá encontrar livros de astronomia e ciência, equipamentos astronómicos e brinquedos pedagógicos.

Correio Cascais_05  

Ameaça de Bomba Câmara de Cascais Página | 2 Entrevista com Fernando Lopes União Desportiva de Tires Página | 12 e 13 Greve de professores C...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you