Page 1

PUB

PUB

Jornal quinzenal do Concelho de Oeiras Diretora: Graça Tracana

N.º 53 20 de set. a 4 de VERÓNICA FERREIRA

out. de 2011

Especial

Freguesia de Algés • p.5-7 DR

Festa em Honra do Senhor dos Navegantes • p.9

Festa da Vindima Há menos uvas este ano e consequentemente p. 3 mais qualidade do vinho Conde de Oeiras.

Tony Carreira encantou milhares em Paço de Arcos Educação

É fundamental unir os interesses dos jovens aos objetivos escolares • p.10

As notícias deste jornal foram redigidas ao abrigo do novo acordo ortográfico. PUB


Atualidade

2 • 20 de setembro a 4 de outubro de 2011

Meias verdades

H

á um velho ditado bem português que diz “zangam-se as comadres, descobrem-se as verdades”… não é que o ditado é verdadeiro?! É curioso ver que nos momentos mais complicados da vida social, económica e/ou profissional de cada um, há sempre uma voz de fundo que nos acusa, que se lembra daquilo que nunca pensámos que alguém pudesse ter dado importância. Assim é com o nosso país, concelho, freguesia, bairro… nos momentos de prosperidade todos aplaudem em uníssono as decisões governamentais, por mais irresponsáveis e infundadas que possam ser, naquela altura afiguram-se como algo de génio. Meses e anos mais tarde começam a chegar as pesadas faturas. Depois ninguém assume a responsabilidade e relega-se para a classe politica uma culpa que não é solteira. Há uma característica comum em todas as crises que o povo parece não querer ver. Os governantes são móveis, flutuantes e instáveis mas a soberania popular não. Para compreendermos a austeridade que nos impõem há que ser rigoroso e austero na nossa micro-realidade. Quantas vezes já refletiu sobre o que tem vindo a adquirir sem necessidade? •

FICHA TÉCNICA Diretora: Graça Tracana Colaboradores: Helena Maglhães, Carlos Garcia e Vânia Monteiro Redação: Verónica Ferreira E-mail: redaccao.lancarideias@gmail.com Fotografia: Ramiro Farrolas e Verónica Ferreira Conceção Gráfica: Rita Fialho e Vera Tracana Diretor Comercial: Joaquim Santos Equipa Comercial: Ana Santos, Paula Vidal, Ramiro Farrolas, Sofia Carrasquinho Serviços Administrativos: Alexandra Dias Morada: Avenida Dos Bombeiros Voluntários Nº19, Loja 1 2725-592 Mem Martins Tlf: 21 920 55 25 / 21 920 53 29 E-mail: correiooeiras@gmail.com Blog: www.correiodeoeiras.blogspot.com

PUB

Sugestão Cultural Sugestão Cultural ATÉ 1 OUTUBRO Teatro: H2M1 Auditório Novo Espaço - Edifício Parque Oceano, Santo Amaro de Oeiras. De quinta-feira a sábado, 21h30.

Breves Inauguração da Oeiras International School em Barcarena DR

editorial

22 SETEMBRO Conversas na Aldeia Global Com Maria Emília Brederode Santos. Auditório da Biblioteca Municipal de Oeiras. 23 SETEMBRO Ciclo Vozes do Fado Quarteto Edgar Nogueira. Auditório Municipal Eunice Muñoz.

Ciclo “Vozes do Fado”

24 SETEMBRO Jornadas Europeias do Património Auditório da Biblioteca Municipal de Oeiras. 10h00 às 18h00. Ação de Sensibilização sobre Voluntariado Centro de Juventude de Oeiras. 14h00 às 17h00. 27 SETEMBRO Visita livre Lagar de Azeite Palácio Marquês de Pombal, 9h30 às 12h30. 28 SETEMBRO Café com letras Com Carlos Vaz Marques Biblioteca Municipal de Oeiras 21h30 8 E 9 OUTURBO Passeio Rota do Tejo” Mação/Belver Clube TT Oeiras, Barcarena

Periodicidade: quinzenal; Tiragem média: 35000 Propriedade: Lançar Idéias, Lda.; NIF: 507922093 Registo da ERC N.º: 125477 Depósito Legal: 277926/08 Impressão: Gráfica Funchalense INTERDITA A REPRODUÇÃO DE TEXTOS, IMAGENS E ANÚNCIOS DE PUBLICIDADE SEM O DEVIDO CONSENTIMENTO DA DIREÇÃO DO JORNAL AS NOTÍCIAS DESTE JORNAL FORAM REDIGIDAS AO ABRIGO DO NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO.

da Escola, Maria do Rosário Empis. A OIS fica instalada numa propriedade do Município, através de contrato de arrendamento celebrado entre a autarquia e a OIS. A sua instalação incide sobre uma área de cerca de 5ha da referida Quinta (que tem um total de cerca de 14ha) e edificações nela constantes.

Isaltino Morais inaugura a Oeiras International School (OIS) no dia 20 de setembro, às 11h00, na Quinta da Nossa Senhora da Conceição, em Barcarena. A cerimónia da primeira escola internacional do concelho conta com a presença do Embaixador dos Estados Unidos, Allan Katz, do Presidente da Associação (OIS), João Paulo Girbal e da Diretora

Estreia no dia 23 de setembro com o Quarteto Edgar Nogueira pelas 22h00 no Auditório Municipal Eunice Munõz, em Oeiras. Estes apresentarão o seu novo trabalho “Fado do Século XXI”, que inclui poemas de Camões e Florbela Espanca. O Ciclo “Vozes do Fado” prossegue a 30 de setembro com a fadista Cuca Roseta. Em outubro, este Ciclo musical dedicado à “canção nacional” passa a ter como palco o Auditório Municipal Ruy de Carvalho, em Carnaxide, que recebe Vanessa Alves no dia 7 de outubro. Os espetáculos têm o custo de 6 euros e 8 para Cuca Roseta, as reservas e aquisições de bilhetes podem ser efetuadas nos lugares habituais.

Queijas

Festas de S. Miguel Arcanjo

A

freguesia de Queijas volta a iluminar-se de cor e luz para realizar a edição anual das festas em honra de S. Miguel Arcanjo entre os dias 23 de setembro e 2 de outubro. Na sexta-feira, será o programa religioso a abrir o cartaz com a celebração de uma missa em honra do padroeiro, S. Miguel Arcanjo, pelas 18h30. À noite a melodia será de fado na voz de Nuno da Câmara Pereira, Maria de Fátima, Raul Costa, António Silva, Cândida Saldanha, Ricardo Lino, Sandra Marisa, acompanhados nas guitarras por Humberto Vicente e Pedro Henriques, na viola-baixo por Armando Soares. No dia seguinte haverá atua-

ções dos ranchos folclóricos Danças e Cantares do Besclore e Danças e Cantares dos Arcos de Valdevez. No domingo, dia 25, espera-se um dos momentos altos com a saída da procissão, acompanhada pelas bandas filarmónicas da Cruz Quebrada e CCD de Oeiras, Irmandade da Ordem de S. Miguel de Ala e pelo rancho folclórico Danças e Cantares do Verde Minho. Para além do programa religioso, irá acontecer dia 1 de outubro pelas 16h00 uma aula de ginástica ao ar livre que. Ainda inserida nas festas de Queijas, o Cardeal-Patriarca de Lisboa estará presente pelas 16h00 do dia 16 de outubro para a celebrar uma missa solene e assinalar o 25.º aniversário da dedicação da igreja de Queijas. • REDAÇÃO


Concelho

Jornal Quinzenal • 3 PUB

Festas das vindimas

FOTOS: VERÓNICA FERREIRA

Menos vinho mas mais qualidade

O

eiras terminou mais uma vindima para a produção do premiado Conde Oeiras. No encerramento a autarquia convidou a comunidade para partilhar desta experiência e um almoço na adega da Quinta do Marquês.

Agronómica Nacional, é propriedade e exploração da Câmara Municipal de Oeiras. «O intuito do município é a defesa do património edificado e histórico que temos no concelho», comentou o edil. É de recordar que 85 por cento da produção do vinho Conde de Oeiras provem da vinha e adega do Casal da Manteiga, sendo a restante percentagem oriunda de pequenos produtores da zona envolvente. «Se não fosse a Câmara Municipal, o vinho de Carcavelos (como também é conhecido) tinha sido extinto há vários anos por falta de produção», revelou Isaltino Morais. A Adega do Marques acolhe cerca de 900 pipas de vinhos velhos sendo que comercializados são as produções com 5 e 10 anos de repouso. O Conde de Oeiras foi recentemente distinguido com um primeiro prémio em Itália, de entre 130 vinhos europeus a concurso, em França com o galardão de “Vinho Tradição”, em Santarém com a medalha máxima naquela avaliação e o Concurso de Vinhos de Lisboa 2011. • VERÓNICA FERREIRA

Entre outros participantes, membros da vereação da Câmara Municipal de Oeiras, munícipes, e grupos infantojuvenis marcaram presença na Festa da Vindima deste ano. Foram cerca de oito dias que terminaram em festa ao sabor do galardoado Vinho de Carcavelos. Para este ano, estima-se que a produção de vinho fique abaixo dos 40 mil litros alcançados no ano transato «A uva estragou-se muito por causa do clima e da falta de tratamento certo nos momentos mais oportunos por isso vamos ter uma excelente produção não em quantidade mas em qualidade», explicou o autarca oeirense, Isaltino Morais. «Temos menos vinho mas mais qualidade, algumas castas vão ser cortadas para produzirem melhor vinho», acrescentou. A vinha do Casal da Manteiga, ex-Estação

PUB

DESIGN GRÁFICO E PUBLICIDADE

PUB

TEL 21 924 44 48

TM 93 360 26 83

oxigenio@oxigeniodesign.com

FOLHETOS BROCHURAS C ATÁ L O G O S LIVROS C A R TA Z E S F LY E R S R E V I S TA S


Desporto

4 • 20 de setembro a 4 de outubro de 2011 PUB

Palácio do Egito

VF

Expõe arte sacra de Oeiras

A mostra ficará patente até 31 de dezembro.

O

centro cultural Palácio do Egito inaugurou, a 10 de setembro, a exposição Arte Sacra – Memória Viva que compila parte do espólio de arte sacra residente na igreja Matriz de Oeiras.

A cerimonia de inauguração da exposição contou com um brilhante e emocionante recital, Le Nuovo Musiche, onde primeiro foi interpretado a Sonata Seconda, de Dario Castello, seguindo-se Ária sopra la Bergamasca, de Marco Uccelline. Telas, esculturas e alfaias litúrgicas são as peças que compõe esta mostra que poderá ser visitada até 31 de dezembro entre terça-feira e domingo das 12h00 às 18h00, estando encerrada aos feriados. Segundo a vereadora do pelouro da cultura da Câmara Municipal de Oeiras, Elisabete Oliveira, este é o realizar de um sonho porque um dos projetos que gostaria de realizar concretiza-se agora com a exposição da rica arte sacra da igreja Matriz de Oeiras. «O objetivo da realização desta iniciativa é dar aos munícipes e demais visitantes a oportunidade de acesso ao extraordinário espólio, do qual se destacam esculturas, pinturas, alfaias litúrgicas e paramentaria», refere fonte da autarquia. • REDAÇÃO

Porto Salvo

PUB

VIII Festival de Folclore

A

freguesia de Porto Salvo promoveu mais uma edição do Festival de Folclore junto ao mercado municipal daquela localidade no passado dia 17. A iniciativa contou com a participação de três grupos folclóricos. O Grupo Folclórico “As Lavadeiras da Ribeira da Lage”, Rancho Folclórico Etnográfico “Os Saloios” do MTBA (Sintra) e Rancho Folclórico “Os Minhotos” da Ribeira da Laje apresentaram as suas modas diante de uma plateia atenta e animada na noite de domingo, dia 17. O VII Festival de Folclore de Porto

PUB

Salvo foi organizado pela Junta de Freguesia em estreita parceria com os ranchos locais que vão alternando entre si a cada edição. Conforme adiantou fonte da Junta de Freguesia, «esta iniciativa pretende incentivar a divulgação da cultura tradicional portuguesa, bem como, do trabalho desenvolvido pelos grupos folclóricos da freguesia, que merece o total reconhecimento, já que primam pela fiel reprodução dos usos, costumes, danças, cantares e trajes das regiões que representam». Em 2012, o festival será vez do Rancho Folclórico “Os Minhotos” da Ribeira da Laje organizar este festival. • REDAÇÃO

PUB


• Suplemento •

Jornal Quinzenal • 5

FOTOS: DR

Especial Algés À

s portas de Lisboa, a freguesia de Algés contempla a entrada na capital e dá as boas-vindas ao concelho de Oeiras. A baixa e toda a zona comercial circundante apresenta características muito próprias. O jornal Correio de Oeiras foi saber como é vista Algés aos olhos dos seus munícipes.

No decorrer da evolução e desenvolvimento natural da freguesia têm surgido queixas pontuais sobre um ou outro aspeto ligado à comodidade e bem-estar da população. Questões sobre as quais a autarquia se tem demonstrado sensível e, dentro das suas competências, tem procurado soluções. Sandrina Fernandes, residente no concelho e trabalhadora na freguesia de Algés, realça as boas condições de vida, comércio e lazer que têm surgido. «De forma geral, a freguesia está muito bem equipada a nível de infraestruturas Algés tem diversas escolas que apoiam as famílias da freguesia e arredores, permitindo atrair mais famílias a residir nesta zona. A nível de saúde, denota-se uma preocupação da Junta de Freguesia em criar mais condições com a construção do novo Centro de Saúde, no centro da freguesia de Algés», frisou. Na baixa, um dos grandes problemas que saltam à vista de quem passa é a falta de estacionamento, em particular naquela que é uma das principais artérias da zona, a avenida dos Combatentes da Grande

PUB


• Suplemento •

6 • 20 de setembro a 4 de outubro de 2011

entrevista rua

FOTOS: RF

O que pensam os munícipes?

Vítor Ventura

Carlos Alves

Luís Cabral

Qual a sua opinião sobre o desenvolvimento da freguesia? Vivo em Algés desde criança e assisti ao seu desenvolvimento que tem sido bastante positivo. Hoje há mais asseio nas ruas e espaços verdes. O único problema continua a ser a falta de estacionamento. As ruas deviam ter um lado pago e outro gratuito, creio que esta medida ia evitar o congestionamento e os estacionamentos em cima do passeio. Devia de haver mais equilíbrio entre os pagadores e os moradores e lojistas. As pessoas falam da crise, mas na baixa isso não se verifica. Aqui só tem crise quem não se esforça nem quer trabalhar.

Como é ter um espaço comercial em Algés? Os negócios têm altos e baixos. O centro de Algés é muito movimentado, só há a lamentar haver tão pouco estacionamento para os clientes, que dificilmente conseguem encontrar lugar perto do café. Acho que a Av. Dos Combatentes da Grande Guerra tinha muito a ganhar se fechassem a rua ao tráfego automóvel e ficasse unicamente de acesso pedonal, lucrava o turismo e o comércio local. Em troca, construir-se-ia um parque subterrâneo ou em altura que pudesse satisfazer as necessidades dos utentes, moradores e comerciantes.

A proximidade às grandes superfícies é benéfica para Algés? As quebras no comércio são significativas. Considero que o negocio em Algés é fraco, há quedas na ordem os 35 por cento se comparado àquilo que se conseguia noutros anos. Há que trabalhar em vários ramos e apostar na versatilidade para vencer. Mas não acho que a culpa seja dos agentes locais mas sim da proximidade das grandes superfícies que penalizam o comércio local e afastam os clientes. Por outro lado, Algés é uma vila pacifica e não temos problemas nem receios de andar aqui, ainda que não se veja muito policiamento.

Guerra. «Muitos clientes que vêm à loja não têm onde estacionar e isso torna complicado captar novos clientes», comentou um comerciante. «Acho que deveria haver uma

maior preocupação com o comércio local e com o seu desenvolvimento. Na baixa de Algés existe muito comércio e serviços que deveria ser divulgado, mais propagado. Para

além disso, deveria existir uma maior preocupação com espaços verdes», acrescentou Sandrina Fernandes. Dentro a oferta gastronómica desta freguesia, a baixa de Algés é

PUB

PUB

um dos principais pontos de destaque com uma vasta oferta de restaurantes e iguarias regionais entre as quais não falta o peixe frescos e as cataplanas de marisco. Para os mais ousados e aventureiros, existem igualmente restaurantes chineses, italianos e mexicano. Mas não só de comércio e negócios se pinta a freguesia de Algés. Existem também vários focos turísticos como é destacado pela munícipe Sandrina Fernandes. «Existem alguns pontos de interesse em Algés, tais como o Palácio Ribamar, o Palácio Foz, o Palácio Anjos, o jardim urbano de Miraflores, o Aquário Vasco da Gama, o Passeio Marítimo, entre outros, que atraem a atenção dos visitantes e ajudam ao desenvolvimento da freguesia. Recorde-se que o passeio marítimo de Algés é palco de um dos maiores eventos de musica, arte e espetáculo do pais, o Optimus Alive, que em cada edição atrai milhares de visitantes à freguesia e, em larga escala, ao distrito de Lisboa. É por isso leal e correto afirmar que Algés é um mundo de cores e sabores por descobrir.

1.ª Mostra Social da Freguesia de Algés A Junta de Freguesia de Algés, através da sua Comissão Social, vai realizar nos próximos dias 1 e 2 de outubro a primeira Mostra Social de Algés. A iniciativa tem como objetivo dinamizar, dar a conhecer e aproximar as Instituições de caráter social, culturais e desportivas da Freguesia de Algés, divulgando junto da Comunidade o que se desenvolve ao nível da Ação Social na Freguesia. Este evento terá lugar no Parque Urbano de Miraflores e, no seu programa, contempla várias palestras, exposições, workshops temáticos, bem como carrosséis infantis e barraquinhas das Instituições participantes. A 1.ª Mostra Social da Freguesia de Algés conta com participação da


• Algés •

Jornal Quinzenal • 7

ARQUIVO

PUB

A falta de estacionamento no centro de Algés continua a ser um dos problemas apontados pelos munícipes.

Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Algés, e o apoio da Associação de Solidariedade Social, da Associação Coração Amarelo, da Associação Médica de Gerontologia Social, Minigolfe Clube de Portugal, da Santa Casa da Misericórdia de Oeiras, da Obra Social Madre Maria Clara, Paróquia Cristo Rei de Algés, da PSP de Miraflores, do Rotary Clube de Algés, e do Centro Sagrada Família e Sport Algés e Dafundo.

Novo centro de explicações em Algés A Academia Morangos em Algés abriu em agosto e promete revolucionar os suplementos ao ensino regular a partir da inovação e novas plataformas. A proprietária explicou que este semre foi um sonho por concretizar que encontrou em Algés a oportunidade para vingar. «A decisão de avançar com o projeto em Algés deve-se ao facto de

ter realizado um estudo de mercado e de me ter apercebido que existem várias escolas em Algés e arredores que não têm muito apoio a nível de centros de explicações. A Academia Morangos de Algés não é unicamente um centro de explicações. Também tem diversas atividades extra-curriculares, tais como a natação, o kempo, a dança, informática, entre outras atividades, que têm por objetivo desenvolver a criatividade das crianças», afirmou. É de salientar que Academia Morangos disponibiliza também transporte de crianças e programas de festas de aniversário e animações para férias escolares e de verão. «Futuramente, pretendemos desenvolver o GiP (Gabinete de Intervenção Psicológica, e também com o serviço de babysitting)», concluiu. Esta é mais uma mostra de como as infraestruturas e serviços em Algés procuram satisfazer as necessidades mais personalizadas de cada munícipe. • VF

PUB


Desporto

8 • 20 de setembro a 4 de outubro de 2011 Carnaxide Street Challenge 2011

Linda-a-Pastora e Queijas

Adrenalina e manobras arriscadas no Centro Cívico

Insegurança nas acessibilidades ao Vale do Jamor

O

VF

FOTOS: VF

grupo parlamentar “Os Verdes” questionou, na pessoa do deputado José Luís Ferreira, o governo sobre a ausência e insegurança das acessibilidades ao vale do Jamor, através do Ministério da Economia e do Emprego.

A

freguesia de Carnaxide promoveu mais uma edição daquela que já é uma prova de referência do skate nacional no dia 11. A próxima e última etapa do circuito irá acontecer dia 16 de outubro. O átrio do Centro Cívico de Carnaxide encheu para assistir à 2.ª etapa do 3.º Carnaxide Street Challenge 2011, prova que já conta com mais de 250 skaters participantes com menos de 20 anos de idade, distribuídos nas categorias de sub14, sub 17, sub 20 e

femininos. «Dos cerca dos 150 atletas que participaram nesta etapa, 50 por cento participaram pela primeira vez no circuito, o que vem reforçar e gratificar o trabalho de formação realizado, um pouco de norte a sul do país, por diversas entidades, cativando e motivando para esta prática as gerações mais jovens, antevendo um futuro em crescimento com muitos adeptos e praticantes», revelou a organização SkateHouse. De todos os escalões em competição foram os sub14 que sobressaíram em quantidade tendo sido os atletas de Carnaxide, Sintra, Almada, Sines e

Classificações Sub14 1.º Tiago Orato, Peniche 2.º Tiago Pinto, Almada 3.º Ricardo Moreira, Carnaxide

Sub20 1.º João Santos, Lourinhã 2.º João Viola, Queluz 3.º Thomas Bento, Carnaxide

Sub17 1.º Bruno Senra, Almada 2.º Zenildo Guilherme, Belas 3.º Gustavo Ribeiro, Carnaxide

Feminino 1.º Ana Lúcia, Sintra 2.º Rita Santos, Alfragide 3.º Mónica Neves, Lisboa

PUB

Castelo Branco as localidades com mais participantes nesta categoria. Recorde-se que o circuito é organizado em 3 etapas, 22 de maio, incluída no “fim de semana Jovem 2011” da Junta de Freguesia de Carnaxide, a segunda a 11 de setembro e a última a 16 de outubro que se realiza em paralelo com Carnaxide Best Trick, oferta Eastpak. • REDAÇÃO

Em comunicado de imprensa, “Os Verdes” referem uma denúncia de moradores de Linda-a-Pastora e Queijas sobre a dificuldade e falta de segurança nas acessibilidades ao Vale do Rio Jamor que se arrasta há vários anos. «Estes moradores que vivem nas proximidades do Estádio Nacional veemse privados da fruição plena do Vale do Rio Jamor, onde se encontra implementado o complexo desportivo, devido ao facto de não disporem de um acesso pedonal seguro, uma vez que a autoestrada Lisboa/Cascais (A5) constitui uma barreira física entre as duas zonas», afirmou o representante politico enfatizando que o «único acesso pedonal disponível é através de várias ruas estreitas de Linda-a-Pastora que vão dar a um túnel, também ele estreito e mal iluminado, onde circulam veículos, sendo pouco seguro para a população, que receia fazer este caminho. Para agravar esta situação, as próprias ruas da localidade já não têm passeios». O governo respondeu e relega as responsabilidades para as autoridades locais. • REDAÇÃO


Concelho

Jornal Quinzenal • 9 PUB

Festa em Honra do Senhor Jesus dos Navegantes

FOTOS: DR

Milhares de pessoas em Paço de Arcos

A praia de Paço de Arcos encheu para aplaudir Tony Carreira que não visitava aquela freguesia há quase 20 anos.

D

ecorridas entre 26 de agosto e 4 de setembro a edição das tradicionais festas de Paço de Arcos voltou a dar luz, cor e musica à baixa daquela freguesia oeirense. Apesar das dificuldades financeiras e económicas do país, a crise parece ter passado ao lado da Festa em Honra do Senhor Jesus dos Navegantes que por mais um ano animou a população de Paço de Arcos. Em sintonia com um vasto programa religioso onde se destacou a procissão em honra do padroeiro, o cartaz profano não se fez rogar e entre outras atrações contou com a presença do popular cantor Tony Carreia. Em declarações ao jornal Correio de Oeiras, o músico explicou que o

espetáculo esteve inserido na Tour dos Sonhos, promovida em parceria com o Continente. «Em Oeiras ajudamos a CerciOeiras com a pintura do refeitório. Esta é uma tour que gosto particularmente pela componente social que acarta e sempre que podemos fazer o que gostamos e ajudar quem precisa, é sempre gratificante», afirmou o cantor revelando que a última vez que atuou em Paço de Arcos fora há mais de 18 anos. Para além deste, as festas contaram ainda com exibições de BodyVive, a inauguração da exposição de pintura “8.º Salão da Vila, noite de Fado, a atuação do Grupo do Canto e Dança da Câmara Municipal de Oeiras e o habitual espetáculo pirotécnico de encerramento. • REDAÇÃO

CerciOeiras foi contemplada com a pintura gratuita do refeitório consequência de ter vencido o passatempo “Sonho para a Comunidade”, realizado pelo Continente e inserido na Tour dos Sonhos de Tony Carreira.

PUB


Educação

10 • 20 de setembro a 4 de outubro de 2011 Especial Educação

É fundamental unir os interesses dos jovens aos objetivos escolares

N

DR

Título: A minha sala de aula é uma trincheira Subtítulo: 10 Mitos sobre os Professores Autor: Bárbara Wong Coleção: Atualidade Páginas: 260 P.V.P: 15 euros

Título: A Idade do Armário Autor: Penélope Villar e Rodrigo Marrecas de Abreu Coleção: Psicologia e Saúde Páginas: 224 P.V.P: 14 euros

PUB

o momento em que o ano letivo está a iniciar fomos saber a opinião de Sandrina Fernandes sobre o estado da educação, em particular na freguesia de Algés onde foi recentemente inaugurada a Academia Morangos.

Sente que hoje os jovens estão menos preparados para encararem os estudos com responsabilidade e determinação em prol de um melhor futuro? Os jovens não são incentivados para estudar e não encaram o estudo como uma aposta no seu futuro como deveriam ser incentivados. Poderão existir inúmeras razões, no entanto considero que uma das razões fundamentais é o facto de tanto o pai como a mãe trabalharem, serem ativos profissionalmente, terem os seus horários mais rigorosos e exigentes. Desta forma, passam menos tempo com os seus filhos, o que não lhes permite acompanhar na totalidade os seus estudos e disponibilidade para eles. Ao analisar esta razão, os pais também têm que ser motivados pelas instituições a incutir nos seus filhos a importância dos estudos nas suas vidas, no seu futuro, na sua carreira profissional e mesmo na sua vida pessoal, talvez através de workshops nas escolas, dedicados especialmente aos pais e a esta temática. Considera fácil cativar os jovens para os estudos? Atualmente é muito difícil cativar os jovens para os estudos, uma vez que há uma enor-

DR

DR

Sugestão de leitura

me flexibilidade por parte dos pais. Contudo, existem neste momento diversas plataformas, todas elas muito bem conseguidas. Dado que os jovens hoje em dia dominam as novas tecnologias, é fundamental unir os interesses deles com o que as escolas têm para lhes oferecer. No entanto, é necessário que os centros de estudos apostem nessas mesmas tecnologias. Infelizmente os centros de estudo ainda funcionam muito segundo o método antigo, o que desmotiva os alunos. Pelas dificuldades sentidas no setor da educação, qual é, na sua opinião, o papel a desempenhar pelos centros de explicações? Os centros de explicações devem ir mais

ao encontro do que as famílias e crianças realmente procuram. No que diz respeito às explicações, devem inovar e acompanhar o progresso das novas tecnologias, de forma a despertar o interesse das crianças. A Academia Morangos de Algés está a apostar nos quadros interativos para as suas salas de apoio escolar. Consiste em projetar no quadro os manuais escolares e as fichas de exercícios, através da plataforma Escola Virtual. Visualmente é mais agradável e desperta mais a atenção dos alunos, tornandoos assim mais participativos. Quanto às atividades extra-curriculares, estas também deverão modernizar-se, têm que se adaptar aos gostos e tendências dos jovens. • VF


Concelho

Jornal Quinzenal • 11 PUB

Festas em Honra da Nossa Senhora do Cabo

ARQUIVO: VF

Música, comédia e rock em Linda-a-Velha

Mariza Liz e os Amor Electro foram os cabeças de cartaz em Linda-a-Velha.

A

s tradicionais festas em honra da padroeira Nossa Senhora do Cabo voltaram ao recinto do antigo quartel militar de Linda-avelha no dia 10 e irão manter-se até 18 de setembro. Os Amor Electro, banda portuguesa que tem eletrizado muitos fãs por todo o país, foram os primeiros a subir ao palco para mais um espetáculo cheio de cor, ritmo e muita música na apresentação do álbum de estreia “Cai o Carmo e a Trindade”. No domingo, dia 10, foram os Semibreve a animar a noite e Fernando Correia, que atuou no dia 12, voltará para fechar o programa no último dia das Festas, a 18 de setembro. No dia 14 um concurso de Fado Amador. Estiveram presentes os Fadistas amadores Carlos Manuel Nunes, Liliana Martins, Carlos Manuel Oliveira, António Tormenta, Carlos Gomes, Andreia Catarina Jacques e Cândida Saldanha. O júri foi composto pela fadista amadora Paula Varella

Cid, o fadista António Vasco Moraes e o cantor popular Leandro. Os músicos convidados foram Dinis Lavos (Guitarra Portuguesa) e Mário Estorninho (Viola de Fado). Ainda como convidado especial esteve presente o vereador da câmara de Oeiras Ricardo Rodrigues que também encantou a noite com dois fados. O vencedor do concurso foi o Carlos Gomes que recebeu um prémio entregue pelo Presidente da Junta de Linda-a-Velha. Paralelamente aos espetáculos musicais, a organização preparou um conjunto de atividades e iniciativas de caráter religioso, desportivo e civil. No dia 10 houve recolha de sangue, no domingo mostra de graffiti, na sexta-feira, dia 16, pelas 21h00, decorre uma exibição de kickboxing que conta com a colaboração da Academia Recreativa de Lindaa-Velha. No sábado, o clube de petanca promove mais um torneio e nessa noite, pelas 21h00, o SC de Linda-a-Velha apresenta a equipa principal aos sócios e adeptos. • SOFIA CARRASQUINHO/REDAÇÃO

PUB


Saúde

12 • 20 de setembro a 4 de outubro de 2011 GRIPE SAZONAL

DR

Está para breve a abertura da temporada

À questão de quais os acontecimentos mais nefastos e mortais do Séc. XX, muito provavelmente as respostas que mais rapidamente lhe ocorrem são a I e a II Grandes Guerras Mundiais ou o HIV. Contudo, se tivermos em conta o número de baixas causadas, um fenómeno deixa a larga distância todos os supracitados. Falo daquela que, sempre foi ao longo da História, uma das maiores ameaças à Saúde Pública mundial: o vírus Influenza, vulgo vírus da Gripe. Ainda que com poucas referências históricas anteriores ao Séc. XX, estima-se que a Gripe tem caminhado ao lado da Humanidade desde há milhares de anos. Apesar do mediatismo recente da Gripe suína, nenhum dos surtos dos últimos anos se compara às várias e dramáticas pandemias do século passado, com destaque para a Gripe Espanhola. É comum na cultura popular confundir-se a sintomatologia da Gripe com a provocada pela infeção por Rinovirus (a comum constipação). Não obstante, uma série de sintomas característicos permitem facilmente a distinção. Cefaleias (dores de cabeça), febre, fadiga e exaustão são comuns na gripe. Por outro PUB

lado a congestão nasal, garganta irritada e os espirros estão normalmente associados à comum constipação. Ter estas noções presentes torna-se particularmente importante no nosso País, onde a congestão dos serviços de urgência se apresenta como um dos maiores problemas do Serviço Nacional de Saúde, resultado de visitas de “urgência” muitas vezes desnecessárias. A prevenção continua a ser a melhor arma contra a doença. Antes e durante os meses com maior incidência da Gripe (entre novembro e março), alguns cuidados básicos revelam-se muito eficientes: - Lavar as mãos com frequência, - Utilizar um lenço ou o braço na frente de boca e nariz durante um espirro, - Evitar a presença demorada em espaços fechados. Fortalecer o seu sistema imunitário, com recurso a complexos vitamínicos é também recomendável, sendo as opções a este nível variadas, com particular enfoque para os efeitos comprovados da Vitamina C e da Echinacea. O advento da vacinação constitui hoje um instrumento eficiente, principalmente entre as faixas etárias de maior risco (crianças e idosos). Contudo, por ser um procedimento rápido e acessível (hoje em dia pode vacinar-se na maioria das Farmácias nacionais), a vacinação recomenda-se, e é aconselhável, à maioria da população. Tratando-se a Gripe de uma infeção viral, e ao contrário do que está enraizado na cultura popular, não é recomendado o uso de antibióticos. Na maioria dos casos o nosso sistema imunitário é capaz de a combater per si, sendo apenas necessário o tratamento sintomatológico. A terapêutica habitual baseia-se no recurso a antipiréticos (como o paracetamol) e, sendo também recomendável a ingestão frequente de líquidos. Os sintomas da gripe normalmente cessam ao fim de uma semana, sendo evitável o recurso à ajuda médica na maioria dos casos e sempre que não se registem complicações. • Pedro Marreiros , farmacêutico

Farmácias de Serviço

15 a 30 de setembro

PERMANENTES ALGÉS Farmácia Branco Av. Combatentes Grande Guerra 29 (17 e 30) Farmácia Combatentes Av. Combatentes da Grande Guerra 166 (23 e 29) LINDA-A-VELHA / CARNAXIDE Farmácia Alegro Av. dos Cavaleiros, Loja 0 72 C.C. Alegro (20 e 30) Farmácia Central Carnaxide Av. Portugal, 16-B (18 e 28) Farmácia Central Park C. C. Central Park - Av. 25 de Abril 1974 N.º4 Loja 1.31 (23) OEIRAS / PAÇO DE ARCOS Farmácia Alcântara Guerreiro R. Carlos Lacerda 5–11 (19) Farmácia Alto da Barra Av. D. João I, Bloco B1, Lj. 1, Alto da Barra Medrosa (29) Farmácia Central R. João Teixeira Simões 18 (25) Farmácia Dias R. Alfredo Lopes Vilaverde, 15 (20) Farmácia Godinho

Farmácia Estação de Algés R. Major Afonso Pala, 5 (19 e 25) Farmácia Miraflores R. Dr. António Granjo 2 B (18 e 24)

R. Ernesto Silva N.º 81-83 (16, 22 e 28) Farmácia Nifo Av. Combatentes Grande Guerra 64 (15, 21 e 27)

Farmácia Miramar

Farmácia SantaRita Av. Bombeiros Voluntários de Algés, 80-A (20 e 26)

Farmácia Lealdade R. Marcelino Mesquita 11, Lj. 1 (21)

Farmácia Mota Capitão R. C, Lt. 27, Lj.1-2, Alto Barronhos (24)

Farmácia Marta Av. 25 Abril, 27 (15 e 25)

Farmácia Pinto R. Antero de Quental, 9 (19 e 29)

Farmácia Maria Pct. António Boto 11A (22) Farmácia Melo Almeida R. Diogo Couto 15 C (17 e 27) R. Cândido Dos Reis 98 (21) Farmácia Leal R. Quinta das Palmeiras, 86 (22) Farmácia Mourão Vaz Lda. Av. Moçambique 12 A e 14 (28) Farmácia Oeiras Largo Henrique de Paiva Couceiro 3 (16) Farmácia Pargana R. Eng. Boneville Franco 6-G (24) Farmácia Ribeiro Lda. R. Dr. Flávio Resende, 10 (27)

Farmácia S. Nunes Simões Urb. Varandas de Monsanto, Est. Portela 4 Loja 5 Piso 0 (16 e 26) Farmácia Sacoor R. Quinta das Palmeiras, 74-A (18) Farmácia Sacoor Forum R. Dr. José da Cunha, 28 - A (Forum Oeiras) (23) Farmácia Seixas Martins Av. Patrão Joaquim Lopes 4 (26) Farmácia Trindade Brás R. Costa Pinto 186 (17) Farmácia Veritas C.C. Oeiras Parque, Lj. 1007 (15 e 30)

REFORÇOS CRUZ QUEBRADA / DAFUNDO / MIRAFLORES Farmácia Alto de Algés Rua da Eira, 26 -A (8 a 12) Farmácia Nova do Dafundo Travessa José Maria Da Costa, 6 (26 a 30) Farmácia Raposo Av. Das Tulipas 19 A E B (19 a 23) Farmácia Santa Sofia Rua Bento Jesus Caraça 5 A Cruz Quebrada (15 e 16)

CAXIAS Farmácia de Laveiras R. de Milão, Loja N.º 3, Aglom. de Laveiras B.º Pedreira Italiana (15 e 16; 26 a 30) Farmácia Nova Rua Bernardim Ribeiro 1 A (19 a 23) QUEIJAS Farmácia Central de Queijas Rua Júlio Dantas, Lote 1, Loja A – B (19 a 25) Farmácia Costa Pinto

Estrada Das Várzeas, 15, Loja D (15 a 18 e 26 a 30) PORTO SALVO Farmácia de Talaíde Rua Prof. Dr. José Pinto Peixoto, 21 - D Piso 0 (19 a 25) Farmácia Varela Baião Rua do Comércio N7 – A, B.º Autoconstrução (15 e 16) Farmácia Ferreira Bastos R. Firmino Rebelo, 8-B, R/C (26 a 30)


PUB


PUB

Desde 1977 a oferecer um serviço diferenciado e de qualidade A Cofersan coloca ao seu dispor todo o tipo de materiais de construção, contando com 4 unidades comerciais situadas em Alverca, Barreiro, Lisboa e Mem Martins. A pensar em si dispomos de showrooms onde poderá encontrar as principais marcas, nacionais e internacionais com linhas inéditas, inovadores e funcionais de Acessórios de Banho, Torneiras, Cabines e Banheiras, Azulejos e Pavimentos em Cerâmica e Madeira Flutuante, Sanitários, Moveis de Banho, Espelhos, Divisórias de Banho, Cozinhas, Lava-Louças, Mesas, Cadeiras e Bancos, Pedras para Balcões de Cozinha, Electrodomésticos, Roupeiros e Portas de Interior. Se necessitar de apoio na escolha dos materiais a utilizar ou na organização do seu espaço, poderá consultar os nossos arquitetos e solicitar um projeto de interior totalmente grátis. A Cofersan leva ate si as melhores soluções para que o seu espaço seja construido com harmonia, design, versatilidade e ao mesmo tempo possa usufruir de um ambiente prático, confortável, elegante, moderno e acolhedor. Garantimos , também a entrega em tempo útil do seu material em qualquer ponto do país. Criámos um mundo a pensar em si , venha descobri-lo...


PUB

Sanitรกrios

Salas de Banho Acess. Banho

Pavimentos Cozinhas

Roupeiros Revestimentos


PUB

jornal Correio de Oeiras  

ediçao n 53