Issuu on Google+

capa | Macondo Ideias (RN)

ano XVI | marรงo de 2015


DESDE 1999

ÍNDICE

ano XVI nº 179 março 2015

Macondo Ideias e Comunicação (RN)

CAPA

revista de comunicação e marketing NE

Mercado da beleza alimenta a vaidade brasileira e os números do faturamento das empresas de cosméticos. 16

RECIFE•SALVADOR•FORTALEZA•NATAL JOÃO PESSOA•MACEIÓ•TERESINA ARACAJU•SÃO LUÍS•SÃO PAULO

:: EDITOR Walter Lins Jr. walter@revistapronews.com.br

Sergio Zacchi | Cordel

:: REDAÇÃO Luciana Torreão - subeditora, Ivelise Buarque, Juliano da Hora, Poliana Alencar redacao@revistapronews.com.br

A VEZ DO CLIENTE

:: COLABORADORES Joelli Azevedo,

Accor fecha parceria com o pernambucano Grupo Pontes num processo de expansão até 2018. 24

:: PRODUTOR GRÁFICO Bruno Regis

Matheus Torreão

producao@revistapronews.com.br :: DEPTº FINANCEIRO Walter Lins Jr walter@revistapronews.com.br :: ASSINATURAS 81 3426.6144 / 3034.6144 producao@revistapronews.com.br :: REPRESENTANTES COMERCIAIS NS&A - CE - Aldamir Amaral (85 3264.0406/

PERFIL Criatividade empresarial e investimentos são chaves do desenvolvimento para o executivo Wagner Mendes. 34

0576) - nsace@nsaonline.com.br :: DISTRIBUIÇÃO LOGServiços (PE - 81 2123.1455) Jornal Correio - Rede Bahia (BA - 71 3203.1812) Sistema Verdes Mares (CE - 85 3266.9902) www.verdesmares.com.br :: DADOS TÉCNICOS Impressão: Gráfica FacForm (81 3339.6566)

COLUNA ASSERPE 6 GIRO 8 FICHA TÉCNICA 10 E 31 GIRO BRASIL 12 VITRINE 22 DE OLHO NA CAMPANHA 26 NA WEB 29 MUNDO ONLINE 32 PDV 36 CLICK 37 EU RECOMENDO 38 Todo mês uma agência diferente produz a capa da Revista PRONEWS. Participe pelo e-mail: redacao@revistapronews.com.br 4

grafica@facform.com.br Tiragem: 7.000 exemplares Formato: 22x30cm Tipologia: Humanist 521 BT Papel: Couché brilho 150g/m² Número de páginas: 40 As matérias assinadas por nossos colaboradores não representam, necessariamente, a opinião da revista.

WWW.REVISTAPRONEWS.COM.BR


ARTIGO

COMUNICAÇÃO É FORTE ALIADA ESTRATÉGICA

Ano novo, novos planos e metas. Ter uma comunicação eficiente será vital no cumprimento da agenda de qualquer empresa neste 2015, que começa cheio de desafios para o mundo corporativo. O momento exige discurso claro, argumentos bem fundamentados, transparência na relação com interlocutores externos e internos. Inúmeros consultores e pesquisas confirmam que quanto maior a efetividade da comunicação de uma organização, melhor a sua reputação no mercado, maior o alcance de sua marca e sua precificação e mais ampla a sua capacidade de sobreviver em tempos bicudos. Na era da comunicação convergente, com multiplicidade de meios e públicos interagindo com a organização, as empresas deparam-se com um sentimento de urgência - na resposta às críticas e questionamentos, na pressa de passar mensagens com diferentes objetivos. Este universo tornouse complexo e confuso. Abraçar os novos recursos que a tecnologia oferece é muito bom, mas é preciso que as organizações prestem especial atenção ao que exatamente estão comunicando e para quem. A velocidade tem seu valor, mas o conteúdo e o bom senso também. Estudo divulgado recentemente pelo Grupo RBS, de nome The Communication (R)Evolution, apontou os principais impactos da comunicação na vida de líderes, colaboradores e público em geral nesses novos tempos. Ser verdadeiro no discurso, de forma que suas atitudes sejam coerentes com sua mensagem, é uma delas. Mesmo quando um projeto está em andamento, contar suas etapas e objetivos ajuda a manter as pessoas motivadas e a não perder o timing da informação. É o que eles chamam de ser Beta. Entender que tudo está em processo de transformação e a comunicação não pode limitar-se a contar somente o que já está pronto, concluído. Outro ponto levantado na pesquisa diz respeito a questão de ser útil. Assumir o compromisso de ser um agente social, ético e cidadão que aceita compartilhar seus feitos com o outro. O fato é que a comunicação é estratégica e um atributo que precisa ser lapidado pelas organizações permanentemente. Ela é uma ferramenta essencial para se construir um alinhamento de discurso, para se organizar e direcionar de forma clara e consistente os valores e missão de uma

empresa. Bem coordenada, a comunicação dissemina ideias e objetivos, conecta equipes e áreas, ajuda a promover mudanças, atua na construção de vínculo e engajamento. Em anos acompanhando essa dinâmica em grandes organizações, sei o quanto é fundamental o exercício de olhar mais longe, sem deixar de perceber o que está perto e os sinais da realidade. Comunicar para o público interno implica considerar todos esses agentes e suas peculiaridades. A mensagem tem que ser decodificada pela geração Y, multidisciplinar em sua maioria, pela turma mais sênior e de altos cargos, pelos que chegaram de outros países e culturas e pelo chão de fábrica. Sem um conhecimento muito claro e profundo da realidade de uma organização e um diagnóstico claro de suas potencialidades, pontos fracos, objetivos e ambientes físicos e intelectuais não é possível alinhar nenhum conteúdo que gere valor e alcance resultados positivos. Organizações que se comunicam de forma eficiente deixam pouco espaço para boatos e correntes de pessimismo. Estudo recente do Instituto Gallup com empresas norteamericanas apontou que apenas 30% dos colaboradores estão efetivamente comprometidos com os objetivos das empresas; 50% passam o tempo na empresa, estão presentes nos escritórios, mas com baixíssima produtividade; e outros 20% estão insatisfeitos e influenciando negativamente outros colegas e clientes. Com maior ou menor expressão, dependendo do segmento empresarial, região e cultura da organização, também no Brasil a comunidade interna é formada por pessoas de diferentes idades, gêneros, grau de instrução e de satisfação com a própria carreira e vida pessoal. Assumir que a essa diversidade existe e buscar meios para minimizar os problemas causados pelos insatisfeitos e os ruídos que circulam pelos corredores são de total importância. Entender o valor e potencialidade da comunicação institucional, o quanto é imprescindível que ela esteja bem alinhada para influenciar positivamente os colaboradores e os diferentes stakeholders não é luxo, é ação estratégica. Minha recomendação de especialista às organizações é que não deleguem a comunicação aos estagiários do RH. Ela é fundamental demais para o cumprimento de suas metas, exige atenção, gestão eficiente e maturidade. Faça da comunicação a sua principal aliada neste novo ano. 05

Felipe Queen | fmcom – Consultoria em Comunicação Estratégica

Comunicação não é luxo nem passatempo. É ferramenta imprescindível na construção da reputação de uma marca e na retenção de talentos


COLUNA ASSERPE

A BOLA DE TODA VEZ: O RÁDIO Que anunciar seu produto, negócio ou serviço é imprescindível para obter sucesso, todo mundo já está cansado de saber. No entanto, em que meios de comunicação investir, em que horário, qual a mídia e que valor, são dúvidas que pairam na cabeça de muitos clientes/anunciantes antes de decidir. Mas, se há um veículo que é quase unanimidade nessa hora, esse é o rádio. E essa fama não é à toa. Para compreender melhor o porque dessa preferência, vamos elencar algumas vantagens que levam o rádio a uma das opções mais “em conta” na hora de anunciar. Em primeiro lugar o rádio está em todos os lugares, no carro, em casa, no mercado popular, no taxi. Enfim, a coisa mais fácil do mundo é entrar em contato com um programa 6

de rádio durante o seu dia. Além disso, o veículo tem acompanhado a revolução da internet. Hoje, mais de 99% das emissoras de rádio comercializadas pela Asserpe, operam também on-line, através de Streaming. Outra novidade são os aplicativos para celular das emissoras, onde o ouvinte pode acompanhar sua emissora preferida a qualquer hora e em qualquer lugar. Nas emissoras do interior do estado esses aplicativos têm um papel ainda mais importante, uma vez que muitos conterrâneos deixam suas cidades de origem para estudar ou trabalhar em outras metrópoles e até em outros países e com o advento do aplicativo podem acompanhar notícias do cotidiano de sua terra e de seu povo. Outro fator que faz do rádio o queridinho é a versatili-


dade do veículo. O rádio é o único meio que dissemina qualquer mensagem independente do que o seu público esteja fazendo. O ouvinte pode estar dirigindo e recebendo a sua campanha ao mesmo tempo. É possível consumir o rádio enquanto se pratica qualquer atividade cotidiana, como malhar, correr e etc. Há quem diga que só consegue estudar com o rádio ligado, vai saber. Essa facilidade difere de outros meios e dá mais uma vantagem ao rádio. Credibilidade. Esse é um dos pontos mais fortes do amigo nosso de cada dia. Recentemente, foi divulgado o resultado da décima edição da pesquisa ABA/Top Brands, realizada pela Associação Brasileira de Anunciantes (ABA), em parceria com TopBrands Consultoria de Branding, A pesquisa apontou que 86% dos entrevistados confiam no rádio. A TV aberta está empatada na segunda posição com os Portais de Internet com 82%. Em seguida estão jornal 81% e revistas com 80%. Vale ressaltar que o questionamento feito é se a pessoa confia ou não em determinado setor. O setor de telefonia foi o que teve o menor grau de confiança. Operadora de telefonia móvel ficou com 73% e as de telefonia fixa DDD com 71%. Ou seja, o Brasil inteiro acredita no que “dá” no rádio e confiança é algo que não se constrói da noite para o dia, por isso, é sempre bom aproveitar mais essa vantagem.

Esse é uma das vantagens mais festejadas pelo mercado e pelos clientes. O material para ser veiculado no rádio é barato. Gravar um spot, um flash ou algo que deva ser irradiado é bem mais em conta do que produzir um VT ou uma peça impressa. Além disso, é um processo rápido, é possível finalizar a produção de uma campanha de rádio em pouco tempo, ampliando a agilidade. E mais: com a segmentação você consegue atingir em cheio o seu público-alvo, assim sua mensagem não se perde. Trazendo para a realidade local, o rádio de Pernambuco tem outras facilidades. Uma delas é no que se refere à comercialização e abrangência do processo. Através da Asserpe a agência/cliente pode anunciar em todo território do estado com uma única mídia. Além disso, o caminho é seguro, pois conta com a experiência de 28 anos da Associação. Para a gerente Comercial da Asserpe, Andréa Canto, o rádio tem um papel fundamental para o desenvolvimento do mercado local, principalmente no interior. “Hoje temos gente produzindo para rádio em todo estado, no interior de Pernambuco, inclusive, e o dinamismo do rádio têm elevado o nível das produções locais, o prêmio Pernambuco da Propaganda está aí para comprovar os vários valores que temos por aqui, e participar disso é muito gratificante para a gente”, completa Andréa.

7


GIRO na edição especial da revista voltada ao prêmio. Além do anúncio institucional, o caderno contará também com um anúncio apresentando produtos de marca própria da A Fórmula.

NO MUNDO DO LIVE MARKETING Atuando há quase de quatro anos no setor de Live Marketing, a pernambucana RTG PROMO comemora mais uma conquista: a conta da Universidade Tiradentes – Unit, para divulgação de seu Vestibular EAD 2015. O foco da investida era repercutir também a chegada no mercado pernambucano da organização de educação do Grupo Tiradentes, que atua no cenário nordestino há cinco décadas. A inclusão desta nova conta reforça a carteira de clientes da agência de promoção que já respondia pelas ações de campanha Facipe – Faculdade Integrada de Pernambuco com quem desenvolve um trabalho expressivo no estado. Para este, desenvolveram desde ações institucionais, de divulgação de exames seletivos para ingresso como ainda de cunho social e informativo. 59 ANOS DE PIONEIRISMO A Bandeirantes está divulgando seus 59 anos de atividades através de campanha publicitária criada Atma+Bianchi (PE), que enfatiza seu pioneirismo no segmento de mídia exterior ao longo de sua trajetória durante tantos anos. Utiliza elementos visuais representativos de alguns movimentos sociais, artísticos e tecnológicos, como os hippies, a pintura cubista e o game Atari, registrando que muito antes deles a Bandeirantes já era pioneira em mídia exterior. A veiculação abrange as diversas modalidades de peças para mídia exterior, além de anúncios para revistas especializadas, jornais e mídias digitais. A FÓRMULA E SE DESTACA NO NORDESTE A farmácia de manipulação A Fórmula, do estado de Alagoas, ganhou mais uma vez o prêmio Líderes de Mercado da revista Salada Magazine, pesquisa realizada com formadores de opinião da área. A Viamídia Publicidade (BA) criou a nova linha gráfica da empresa e a proposta para 2015, que terá a primeira peça veiculada 8

CONECTADO COM O MUNDO Para se sobressair em meio à forte concorrência do segmento e visando aumentar sua participação nas classes C e D, a Intexnet, provedor local de Internet banda larga residencial, resolveu ampliar seus investimentos em comunicação. E para um novo tempo, uma nova marca. A agência MID Comunicação (PE) entrou em campo e concebeu uma marca cuja principal proposta é expressar a forte conexão entre o cliente e a Intexnet, o que se traduz em uma comunicação rápida e de qualidade. As primeiras ações envolvem marketing direto, mídia alternativa, comunicação digital, mídias sociais, e um site inteiramente novo, além da reestruturação completa da identidade visual da empresa. ATIVAÇÃO DE VERÃO NO NORDESTE Para aproximar a marca Tang das classes C, D e E nordestinas, a agência baiana Atenas Comunicação, criou miniparque inflável itinerante, onde os brinquedos fazem um link com os sabores de Tang com as diferentes personalidades das crianças. Além da diversão, as crianças e seus país degustaram tanto os sabores clássicos quanto os novos sabores – Frutas Vermelhas e cítricas – recém lançados. A ação já passou por Salvador, Recife e agora está em Fortaleza. A Atenas conquistou a conta de Tang no ano passado. COELHO GIGANTE PEDE CARONA Um carro com grandes orelhas e nariz rosa, guiado por um motorista vestido à moda antiga, de quepe e terno, poderá ser visto circulando pelas ruas das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Recife em comemoração à Páscoa. A iniciativa realizada com a 99Taxis é parte da estratégia da Nestlé e da Garoto de aproximar o consumidor, de forma divertida e inusitada, das marcas e das novidades preparadas para a Páscoa 2015. Durante este mês, alguns usuários do aplicativo terão a sorte de, ao solicitar um táxi, serem surpreendidos pelo Carro Coelho e, além de ganharem a “corrida” carona, serão presenteados com um Ovo de Páscoa das marcas. Mas para isso é preciso topar compartilhar nas redes sociais uma fo-to do Carro Coelho, acompanhada da hashtag #selfiedapascoa.


FICHA TÉCNICA

INOVAÇÃO E ESTRATÉGIA PARA VENDER UM EMPREENDIMENTO Aproveitando o início do Campeonato Pernambucano e a chegada de uma nova cara com o jornalista Álvaro Filho a agência Italobianchi Comunicação criou anúncio chamando todas as torcidas a vestir uma só camisa, a do Blog campeão em audiência quando o assunto é futebol, o Blog do Torcedor. Agência: Italobianchi Comunicação (PE) Cliente: Portal NE 10 Direção de Atendimento: Miguel Melo Atendimento: Mariana Holanda Direção de Criação: Geraldo Alain Criação: Geraldo Alain e Tesse Lemos Mídia: Ângela Cardoso Aprovação: Luciane Sallas, Felipe Menezes e Patrícia Melo

SIMPLIFIQUE A Sérgio Miranda Imóveis, empresa que atua no mercado nordestino há mais de 15 anos, começa o ano ampliando sua atuação para a área de administração de imóveis com o lançamento da Sérgio Miranda Administradora. Para divulgar a novidade, a MMS Comunicação criou campanha publicitária bem humorada, que expressa os diferenciais da nova empresa. Com o mote Simplifique, a campanha reúne anúncios para jornais e revistas, folder institucional e spots de rádio. Agência: MMS Comunicação (PE) Cliente: Sérgio Miranda Imóveis Criação: Alfredo de La Torre e Rodrigo Gusmão Planejamento e Atendimento: Maria Eugênia Montenegro e Maria Antônia Pontes Mídia: Leila Bandeira Produção: Valmira Andrade

10


PRONTO PARA MORAR A O2 Comunicação assina a nova campanha publicitária da Construtora Dallas para o seu mais novo lançamento, O Golden Unique. A campanha traz novamente o ator Carlos Casagrande como garoto propaganda e tem como objetivo valorizar a localização do empreendimento e sua condição de pagamento: apenas 185 mil, com preço único do primeiro ao último andar, formato comercial pioneiro no mercado imobiliário e já adotado pela Construtora Dallas nos seus empreendimentos mais recentes. Além da divulgação em TVs, jornais, WEB e mídias sociais, a campanha contará com ações de panfletagem nos principais shoppings e corredores da cidade. Agência: O2 Comunicação (PE) Cliente: Construtora Dallas Atendimento: Felipe Oliveira e Daniele Lima Diretor de Criação: Yoran Junior e Felipe Oliveira Diretor de Arte: Luiz Oliveira e Felipe Oliveira Redator: Felipe Oliveira e Yoran Junior Mídia: Cláudia Gusmão Aprovação: Sérgio Arruda e Manuella Araújo

MULHER TAMBÉM DÁ TRABALHO A campanha “Mulher também dá trabalho”, criada pela BPM Comunicação para o Dia Internacional Da Mulher, visa apoiar a constante luta pelos direitos iguais e homenagear todas as mulheres que dão seu trabalho e buscam pela merecida igualdade salarial. A balança equilibrada com os símbolos do feminino e masculino foi escolhida para representar essa igualdade e o capacete, o trabalho. Divulgada através de camisas, banners, cartazes, newsletters e em rede social, a campanha teve contou com o apoio do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Núcleo de Apoio à Mulher (NAM), Instituto Maria da Penha (IMP) e Defensoras e Defensores dos Direitos à Cidadania (DDDC). Agência: BPM Comunicação (PE) Cliente: Ministério Público de Pernambuco Atendimento: Elisangela Dias Diretor de Criação: Romero Melo Diretor de Arte: Marcius Cavalcanti Redator: Carol Menezes Mídia: Fernanda Sales Produção: Cecylia Ferraz Aprovação: Nadi Chaves 11


GIRO BRASIL Brasil. As peças incluem anúncios em revistas e merchandising em programas da TV aberta e fechada.

NÃO MAQUIE A VERDADE O Instituto Avon lança a campanha “Linha 180”, criada pela NewStyle a fim de conscientizar a sociedade sobre o combate à violência doméstica no país. A agência criou uma linha de “maquiagem” vazia, a Linha 180, e uma Revista Avon especial para suas revendedoras, que têm acesso fácil a estes lares. Com o conceito Não maquie a verdade, a campanha propõe o uso pelas mulheres em risco ou em situação de violência para que elas sejam encorajadas a usar a Linha 180 sem medo. A NewStyle também desenvolveu peças especiais de mobiliário urbano da Otima em formato de vitrine com as embalagens vazias da Linha 180. Veiculadas em pontos de ônibus com grande circulação. A estratégia contempla ainda um filme de 30 segundos e um vídeo-documentário, que traz histórias de mulheres sob os pontos de vista jurídico. COOKIES BEM HUMORADOS Com propósito de aproximação do público jovem, a Bauducco prepara novidades em comunicação por meio de seus Cookies. Os dois novos filmes: “Skate” e “Celular” apresentam a adolescência como ela é, com situações cotidianas no universo deste público, e incentivam o jovem a valorizar os momentos reais da vida, mesmo quando não são perfeitos. Celular é o primeiro vídeo da ação, seguido de Skate. Com boas doses de humor e muita naturalidade, os roteiros criados pela AlmapBBDO têm a produção de Carlão Busato da Hungry Man e iniciam o diálogo que a marca pretende seguir com este perfil de consumidores. FAMÍLIA BOND BOCA (imagem) “Cuidado para toda a família”. O atual slogan de Cepacol, antisséptico bucal da Sanofi, marca o novo momento da marca, que passa a investir em uma comunicação com tom mais família e a falar diretamente com esse público. O personagem Bond Boca, ícone publicitário nos anos 80 e 90, protagoniza campanha que se estende a várias fases, na qual o ícone aparece com o mesmo jeito sedutor, mas agora com olhos para uma só mulher, com quem ele se casa e forma uma família. De solteirão convicto a pai de família dedicado. O anúncio marca a volta de Cepacol à mídia na campanha criada pela Publicis 12

O PODER DA ZUÊRA Bis apresenta nova promoção chamada “BIS. O poder da Zuêra” em que o consumidor ganha prêmios instantâneos de até R$ 400 e ainda pode concorrer a R$ 1 milhão. Fazem parte da campanha idealizada pela Wieden+ Kennedy São Paulo os filmes “Sorriso” e “Aspas” que mostram a relação de dois amigos que, ao encontrar o “Bis da Zuêra”, não conseguem esconder a ansiedade em “zuar” um ao outro. No primeiro filme, o protagonista tenta pregar uma peça no amigo, mas não consegue esconder seu sorriso imenso. Já no filme “Aspas” o amigo tenta devolver a zuêra, porém deixa evidente suas intenções ao fazer aspas com dedos enormes ao falar a palavra “BIS”. Além dos filmes, a campanha conta com peças digitais, social media, rádio, mídia exterior, entre outras. VIVA DE MANEIRA MAIS LEVE A linha de perfumes Humor, da Natura, acaba de lançar nova fragrância feminina Humor Perfeito. Para comunicar a novidade, a empresa trabalhou em parceria com a agência Taterka, que desenvolveu uma campanha de divulgação divertida que convida o público a encarar a vida com mais leveza e, claro, bom humor. Com a assinatura “Leve a vida mais leve. Natura Humor Perfeito: Para um humor de pessoa”, os vídeos de Humor Perfeito mostram personagens femininas em cenas cotidianas que poderiam causar estresse e irritação, mas que encaradas de maneira leve se tornam cômicas, como deixar as compras caírem no elevador, tropeçar andando de salto alto e perder uma echarpe por causa do vento. A campanha conta com filmes nas versões de 30” e 15”, e vinhetas de 7” e 5” NECESSIDADES DE ACORDO COM A IDADE A Pfizer Consumer Healthcare coloca no ar campanha de lançamento de Centrum Select Homem e Centrum Select Mulher, multivitamínicos desenvolvidos especialmente para homens e mulheres com 50 anos ou mais. Para estrelar as peças publicitárias a empresa retoma a parceria com o casal Luciano Huck e Angélica. Elaborada pela Ogilvy & Mather Brasil, a ação terá um plano de mídia robusto, com inserções em programas de TV aberta nas principais capitais e alcance nacional através da TV por assinatura.


A EVOLUÇÃO DA PROPAGANDA BRASILEIRA Em continuidade à edição anterior, na segunda e última parte da matéria sobre a evolução da propaganda, é possível perceber grandes mudanças trazidas ao mercado mundial a partir dos anos 90, com marco, principalmente, para a propaganda política. Além disso, os anos 90 tiveram início em ritmo acelerado com o boom da Internet. Acreditava-se que haveria crescimento nas vendas casadas envolvendo marketing direto. Confiava-se também que o telemarketing seria mais utilizado.

produtos e serviços. Também foi um período onde artistas plásticos se destacaram e favoreceram, consequentemente, o mercado publicitário. A década de 90 também trouxe para a

1990 – Este é um ano muito importante para a publicidade brasileira. Nele, aconteceu a disputa entre Fernando Collor de Melo e Luís Inácio Lula da Silva. Diante disso, as campanhas memoráveis para presidente surgiram. Foi um período de grande adaptação para o povo brasileiro. Onde as empresas tiveram que se adequar rapidamente à competitividade global, através de redução de custos e melhorias da qualidade de 13

Joyce Warren |

PARTE II


televisão, pois o internauta pode ficar conectado horas a fio, consumindo mídia publicitária.

Ator Carlos Moreno: garoto-propaganda da Bombril

Dm9, de Nizan Guanaes, reconhecimento. Pois foi a agência responsável pelo primeiro anúncio personalizado na história da propaganda brasileira; onde todos os assinantes da revista Exame, da segunda quinzena de fevereiro de 1991, puderam ler o seu próprio nome em um anúncio da seguradora Itaú. Washington Olivetto, grande publicitário e redator brasileiro, que na época já revolucionava o mercado, idealizou o “garoto Bombril”. Quem não se lembra do ator Carlos Alberto Bonetti Moreno convencendo as donas de casa de que, a esponja de aço Bombril, era uma ótima escolha? Nesta época também os outdoors ficaram ainda mais em evidência.

2005 – Abarcando o desenvolvimento da web, o mercado publicitário, tentando responder a crescente demanda da publicidade virtual, se reinventa periodicamente. A atual “sensação” são os links patrocinados. Presente nos mecanismos de buscas (como o Google), e em alguns serviços de webmail, essa modalidade de anúncio ganha adeptos por conta da série de vantagens que oferece: segmentação precisa – já que só é apresentada quando o internauta busca algum termo que tenha relação com o produto ou serviço oferecido e o surgimento do anúncio quando há relação com a notícia. Como as agências ainda não contam com maiores recursos da internet, os banners também entram como tendência no mercado. “Fixados” nas homepages dos sites, eles costumavam chamar a atenção dos clientes com promoções incríveis e/ou frases de efeito.

2014 – Saltando para o momento atual, é interessante salientar que a internet é complementar. Pois, ainda que sua importância seja comprovada por ótimos resultados, não se pode excluir outras mídias. Nenhum publicitário indica apenas a internet como estratégia de comunicação. Apesar de ser barata, não deve ser vista como única opção. Por isso, é 1991 – O início das transmissões de rádio com o uso de satémais comum vermos grandes anunciantes utilizarem a rede lite começou e as três redes líderes nesse processo, eram a como forma de complementar à campanha; de criar um canal bandeirantes, Cidade e Transamérica. Para o mercado publidireto entre empresa e consumidor. Para uma determinada citário, a realização de eventos e a discussões na mídia de parcela da população – justamente a mais abastada, que massa e em todo bar de esquina, dos temas conexos à ecolopossui computador e banda larga à disposição em casa e no gia, levaram à ativação de alguns negócios com cara, cheiro e trabalho –, a internet virou um veículo não apenas que possigosto de posturas ecológicas. As campanhas expressavam os bilita o comércio, mas que serve de ponto de partida para a anseios e as doutrinas de cada sistema. Os negócios também pesquisa de compra. E o mercado publicitário percebe que o balançaram a rede do sucesso. Foi nesta década também que consumidor de grande poder aquisitivo não prescinde da os jingles entraram com força nas rádios e comerciais de TV. internet para nada. Ela é um veículo fundamental no processo de compra desse indivíduo. Mesmo que ele compre fora 2000 – Aos poucos, a web reconquista espaço no plano de da rede, ele fará a pesquisa online. Ou seja, é um momento mídia das agências. No início dos anos 2000, a “bolha” da em que empresas repensam estratégias e melhoram a segGRANDES NOMES DA PROPAGANDA NO MUNDO internet estourou, esvaziando os investimentos nessa mídia. mentação. Uma vez que o público está em todos os lugares. Cinco anos depois, a história muda de figura. Já que, na époEm abril desse ano, o universo cibernético era composto por ca, a publicidade virtual já atraia 3% do bolo publicitário total 11,4 milhões de usuários ativos, segundo o Ibope NetRano País, segundo a AMI – Associação de Mídia Interativa. A tings. Assim como existe mais gente conectada nos computatendência de crescimento dos anúncios na web era mundial, dores do que assistindo TV a cabo. Diante disto, a publicidatornando-se inevitável não aderir à tendência. Logo, as agênde atual é inevitavelmente regida pela internet, porém não cias de propaganda se adequaram à nova realidade. O mototalmente. Há, ainda, liberdade para trabalhar diversas mídimento era de adaptação. Pois quem ainda não havia entrado as e com diversas estratégias. na publicidade virtual, estava atrasado. Os anunciantes, antes receosos, aos poucos começaram a enxergar a rede mundial de computadores com bons olhos. A vantagem, é que a publicidade na web extrapola o conceito de 30 segundos da 14


ARTIGO INFLUENCERS MARKETING:

O PAPEL DAS CELEBRIDADES NA PROPAGAÇÃO DA MARCA Encontramos a resposta à pergunta simples: o que as pessoas tanto fazem na Internet. Plataformas como Facebook, Twitter e Instagram roubam o tempo de navegação de grandes sites e portais de notícias. 80% do tráfego online está atrelado a algum tipo de influenciador, que pode ser um chef de cozinha, uma blogueira de moda, um esportista vencedor, um artista proeminente, dentre outros. Seu impacto é muito mais eficiente do que um guia impresso de grande circulação ou um programa de TV, por exemplo. Hoje, somente em suas redes sociais, os influenciadores digitais podem conversar com até 20 milhões de pessoas de uma vez, uma covardia frente aos meios tradicionais. Ter expertise graças ao time de especialistas e às tecnologias de ponta para criar estratégias de marca e aproveitar as oportunidades é o grande trunfo da iFruit. Karine Xavier | Folhapress

Os influenciadores sempre existiram como ferramentas de marketing. Desde o início da comunicação de massa, pelas mídias impressas, na era do rádio e com a popularidade da TV, os garotos propaganda – celebridades, artistas, atletas ou pessoas de alto prestígio em seus segmentos – ajudam a construir mensagens de marca e a estimular hábitos culturais e de consumo. Eles têm credibilidade ilimitada em seu rol de atividade. Uma supermodelo, por exemplo, é um ícone de beleza e estilo, que dá respaldo a itens, serviços e marcas relacionadas ao seu meio. A partir do momento em que o influenciador vincula ações ao seu lifestyle e comportamento, as pessoas que o acompanham ou admiram são imediatamente alcançadas. Criamos uma empresa focada no fomento da migração da audiência e dos produtores de conteúdo para plataformas digitais, que hoje podem ser acessadas em todas as telas – TV, computador, smartphone, tablet, etc. Era o momento ideal para um processo em ascensão: a criação e popularização das plataformas sociais, que permitem que todas as pessoas tornem-se um veículo de comunicação. A diferença da iFruit de hoje para a de dois anos atrás é que os processos passaram de uma aposta certeira para algo consistente, baseado em dados e resultados concretos. Os influenciadores são hoje os líderes dessa audiência e a agência firmou-se como pioneira nesse segmento. “Há dois anos a iFruit criou um mercado que hoje é a nova onda da publicidade, em que marcas podem e querem se posicionar diretamente com seu público, que também busca interação”. A estratégia foi e continua sendo criar soluções – com produtores de conteúdos autênticos – de como posicionar uma marca para milhões de usuários de forma organizada. Isso é possível por meio das mais avançadas tecnologias do mercado, utilizando o poder de persuasão dos influenciadores com uma audiência qualificada, dentro de um perfil de público determinado.

Felipe Iacocca | diretor da iFruit

Nova tendência do marketing digital promete revolucionar a forma de comunicar

Felipe Iacocca: A empresa iFruit faturou R$ 6 milhões em 2013 15


CAPA

Luciana Torreão |

BELEZA É FUNDAMENTAL, MAS UMA AJUDINHA CAI BEM Até já virou clichê, mas é impossível não citar o poeta Vinícius de Moraes com a sua antológica frase: “Me perdoem as feias, mas beleza é fundamental”. Mas cá para nós, com tantas opções de produtos para alimentar a vaidade brasileira, hoje só é feio quem quer. Pois, as marcas investem cada vez mais em produtos para todo tipo de mulher, todo tipo de cabelo, de pele, de estilo e identidade. E o que era ditado como feio, agora pode ser o novo bonito e vice versa. Tanto que algumas empresas ressaltam cada vez mais a necessidade de destacar o que há de mais belo em cada um, a chamada beleza real, a mulher de verdade com suas peculiaridades. O presidente da Hello Research (SP), agência de pesquisa de mercado e inteligência, Davi Bertoncello, acredita que beleza se vende com beleza, pois não adianta vender sonhos sem sonhar junto com a cliente. “Não existe receita pré-fabricada, mas percebemos que a brasilidade está em alta. É por isso que as marcas brasileiras, que não precisam seguir guidelines vindos de fora, estão cada vez mais fortes por aqui. É simples, a beleza para as brasileiras não é a mesma beleza para as estrangeiras”, ressalta.

expressa em nosso comportamento empresarial alinhado à promoção do desenvolvimento sustentável, na criação de produtos e conceitos que promovam o bem estar bem e na forte conexão que mantemos com a nossa rede de relações. Para nossas linhas de maquiagens, por exemplo, nos inspiramos na diversidade da mulher brasileira e buscamos ressaltar a beleza de cada uma. A linha de maquiagem Aquarela, por exemplo, traz em seu portfólio 'as cores da mulher brasileira', pois acreditamos que cada uma tem a beleza que é só sua”, aposta. A Natura tem seu canal de vendas como um dos seus grandes diferenciais. Hoje, a cada mil brasileiros, seis são consultoras Natura. “Além de investimentos em marketing e propaganda, temos uma preocupação em melhorar o nosso nível de serviço e atendimento às nossas consultoras e, por consequência, do nosso consumidor. Investimos mais de R$ 60 milhões em infraestrutura e logística e conseguimos entregar nossos produtos em até 48h em muitas das nossas cidades. Isso se reflete no índice de lealdade das nossas consultoras, que vem aumentando a cada ano. Nossos investimentos continuam acontecendo nessa área, inclusive buscando novas formas de pagamento, de interação tecnológica (plataformas digitais comerciais e de treinamento) para que a relação consultora e cliente seja sempre a melhor e mais prazerosa possível”. Daniel Silveira, Natura (N/NE)

Davi Bertoncello, Hello Research (SP)

O diretor Regional Norte e Nordeste da Natura, Daniel Silveira, acredita no potencial das relações e no poder da cosmética como ampliadora de consciência, fazendo as pessoas se conectarem com o seu próprio corpo, com o ambiente à sua volta e com o outro. “Essa forma de pensar e agir se 16


Juliana Nappo, ShopperAge (SP)

Atualmente, o Brasil ostenta o posto de terceiro maior consumidor mundial de produtos de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos, perdendo apenas para Estados Unidos e Japão. E a previsão, de acordo com informações da Avon Cosméticos, é de que até 2016, o País ocupe o primeiro lugar, passando à frente dos EUA. E sabe quem foi o maior impulsionador deste ranking? Foi a nova classe média brasileira, que vem consumindo cada vez mais itens de beleza, além da maior participação feminina no mercado de trabalho. Dados da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec) apontaram que o primeiro semestre de 2014 registrou aumento de 12,6% em relação ao mesmo período em 2013. Sem falar que há quatro anos o Brasil tornou-se o maior consumidor de perfumes do mundo. Tudo isso levou grandes marcas internacionais a ficarem de olho nestes números e a virem se instalar por aqui. Informações fornecidas pela assessoria de imprensa da Avon Cosméticos mostram que o Brasil é a maior operação da Avon no mundo, o que representa cerca de 40% das vendas da empresa na América Latina e um quinto das vendas mundiais. Também conta com a maior força de vendas da marca, cerca de 1,5 milhão de revendedores – em sua maioria mulheres. Essa relevância faz do Brasil uma operação crucial para o negócio e grande influenciador no momento de planejar grandes lançamentos e o mix apresentado no portfólio de

Patrícia Andrade Ladeira, Contenuto Comunicação (RJ)

produtos. Beleza é uma das categorias de bens de consumo de alto giro com maior envolvimento emocional do shopper. É o que reforça a sócia, VP de Insight & Estratégia da ShopperAge, Juliana Nappo (SP). Ela diz que para boa parte dos consumidores, comprar produtos de beleza é um prazer, pois, os produtos proporcionam bem-estar, aumentam a autoestima e contribuem para que ele esteja bem em várias situações do seu dia a dia. “Desta forma, trabalhar a venda de itens de beleza no PDV é ter a oportunidade de desenvolver estratégias para promover o engajamento emocional dos compradores, e, para isso, aplicar as técnicas mais desafiadoras e modernas de shopper marketing e visual merchandising”. A gerente de Marketing da marca Francis, Tatiana Soares da Silva, argumenta que, cada vez mais, as indústrias e marcas focam em inovação, na ampla variedade de produtos e nos altos investimentos em pesquisa e desenvolvimento. Pois, o mercado de beleza é muito dinâmico. “Na categoria de sabonetes, as marcas investem principalmente na fórmula, trazendo atributos e benefícios importantes além da limpeza. A marca Francis, por exemplo, traz em sua fórmula um percentual acima da média da categoria de óleos essenciais, o que é um grande diferencial. Os produtos apresentam maior durabilidade e maciez na textura da barra, suavidade e emoliência para a pele. As fragrâncias com ingredientes especiais resultam em perfumes diferenciados, mais intensos e puros. 17


Flávio Donato, Evonik Degussa do Brasil

Proporcionando uma explosão de fragrâncias durante o uso no banho, e maior durabilidade do perfume na barra, que se mantém até o último dia de uso. A embalagem também é um ponto alto da marca, já que os produtos são embalados com cuidado e atenção especial aos detalhes. O sabonete vai envolto em um tecido, pensado para encantar a consumidora. Por parte do consumidor, o comportamento dessa compra torna-se a válvula de escape para aliviar as pressões do dia a dia”. Tatiana completa que, de alguma maneira, os produtos de beleza entram nessa rotina como uma forma de compensação, como presentear-se com pequeno mimo, ou até uma parada em um salão de beleza ou locais especializados. MUNDO ONLINE – A especialista em marketing digital e diretora da Contenuto Comunicação (RJ), Patrícia Andrade Ladeira diz que o segmento de beleza e fitness é o que mais fatura no meio digital. O Instagram foi o grande impulsionador com blogueiras postando imagens de antes/depois, produtos utilizados por elas e as seguidoras usam tudo isso como referência. O e-commerce deste setor é um dos que mais fatura no Brasil e uma ótima aposta para quem pretende ter um negócio próprio. Atenta às tendências de mercado e aos desejos de seus consumidores, a Avon também vem apostando no segmento de e-commerce como mais uma ferramenta para impulsionar as vendas diretas e aumentar os lucros de suas revendedoras. A companhia estreou no e-commerce brasileiro em agosto de 2014, comercializando, a princípio, oito itens de sua linha de maquiagens de luxo – a Luxe. Um mês depois, lançou um portal específico para vender sua nova linha de Fragrâncias, a VIP Colection e, em dezembro, estreou a Avon 18

Store, um portal completo onde são comercializadas diversas linhas de produtos, incluindo Luxe e Coleção VIP. A Avon Store é um projeto-piloto e funcionará paralelamente ao trabalho das 1,5 milhão de revendedoras atuantes no Brasil. A diretora da Consultoria Vecchi Ancona – Inteligência Estratégica, Ana Vecchi, acrescenta que o e-commerce está se sobressaindo com comunicação e pacotes imperdíveis. Nos PDVs há boas intenções, mas por vezes as equipes pecam em várias frentes: quebra de estoque, não ter produto, não saber para o que serve, quanto custa. “Não se pode conceber que um cliente entre em uma loja, em função de uma campanha ou porque ouviu alguém comentar ou sugerir, e a equipe de vendas perder a venda. O relacionamento é ainda o que mais fideliza”. Com a explosão da internet e das redes sociais, a jornalista e social media na agência de comunicação e propaganda, Rae,MP (SP), Carla de Wolf, avalia que a maneira como se vende a beleza, assim como diversos outros produtos, está se adaptando constantemente. “A relação com o público precisou se estreitar e, atualmente, as fanpages e outros canais não servem apenas como uma vitrine de produtos, mas como uma maneira de interação e descoberta das opiniões diretas dos clientes em relação à quase todos os produtos. Isso somado com a forte presença de blogueiras de beleza, que atingem um público gigantesco na web, fez com que o mercado percebesse a importância e influência que as redes têm nas vendas e opiniões de quem compra os produtos”. Boa parte das marcas atuais perceberam que mais do que números, o importante é engajar seus seguidores para entender como eles veem a marca e o produto. Para Carla, com as empresas de beleza isso se tornou ainda mais forte, já que os posts das redes influenciam diretamente em números Felipe Wasserman, PetiteBox (SP)


Carol Fernandes, Espaço de Beleza .UP (PE)

de vendas, pois as clientes são engajadas e amam as marcas, defendem os produtos e indicam para as amigas. “As blogueiras de beleza têm exatamente essa função: comentar sobre o produto como se fossem amigas de suas seguidoras, que costumam comprar e desejar tudo que é indicado por elas. Então por mais que existam blogueiros de todos os tipos, as de moda e beleza ainda são as que mais movimentam as redes e seus milhares de seguidores a amar e comprar produtos específicos”. Ela aponta que é fácil perceber que o Facebook (pela quantidade gigantesca de usuários e facilidade de interação) ainda é uma das principais redes utilizadas. Porém, o mercado de beleza também ganha força no Pinterest e Instagram. Isso porque é possível mostrar o antes e depois da aplicação do produto, bem como, diferentes maneiras de utilizá-los e seus benefícios, tudo isso com fotos. “O Pinterest tem bastante potencial para a indústria de beleza por ser uma rede que ainda possui uma esmagadora maioria de mulheres. Já no Instagram, as blogueiras e as hashtags permitem que o consumidor interessado encontre reviews e informações de produtos diretamente de alguém conhecido e geralmente confiável, por isso as marcas investem tanto em relações com blogueiras”. Este bom momento econômico vivido pelo Brasil na última década favoreceu o crescimento da indústria de cosméticos. Assim, o gerente de Marketing & Vendas Personal Care e Nutrition & Care, da Evonik, Flávio Donato, acrescenta que acompanhando esse crescimento, as estratégias de marketing de todos os elos envolvidos nesta cadeia de consu-

mo também têm se inovado constantemente. Um dos principais destaques é, sem dúvida, as vendas pela Internet, tanto para produtos premium, como para produtos de massa. “Rapidez, comodidade e facilidade na compra, aliadas a farto material de pesquisa em blogs e mídias sociais, potencializaram significativamente as vendas virtuais de cosméticos. Hoje os consumidores têm à disposição relatos de quem já usou o produto, experimentou amostras e diversas avaliações. O universo dos blogs ganhou força e credibilidade neste segmento e seus autores formam opinião, juntamente com a mídia especializada”. O CEO da PetiteBox (SP), professor da ESPM, especialista em marcas, marketing e novos negócios, Felipe Wasserman, analisa que, atualmente, existem muitos canais nos quais se encontram produtos de beleza, se focarmos nos segmentos de maquiagem e corpo, o melhor segmento de venda é o “porta a porta”, como fazem Natura e Avon. “Mas se falarmos no segmento capilar, o melhor portal de venda é o varejo. Os segmentos que hoje mais crescem são a internet com o nascimento de vários portais focados no mercado de beleza, além de um grande boom de blogueiras fashions que ajudam a incentivar o segmento. Outro segmento que cresce muito é o de profissional, hoje existem mais de 200 mil salões de beleza segundo o Sebrae e várias novas marcas estão se fortalecendo nesse segmento”.

Márcio Quirino, Reserva Comunicação (PE)

Com mais de dois anos de funcionamento mesmo em meio a um mercado tão competitivo, o espaço de beleza .UP, no Parnamirim, em Recife (PE), aposta nas redes sociais como o Facebook e o Instagram para atrair clientes. Além disso, 19


ainda investe em eventos especiais com a participação de blogueiras e mulheres de peso social como embaixadoras de ações em parceria com os produtos que chegam à casa, como forma de validar localmente. Outro importante diferencial do espaço de beleza e moda é a qualidade do atendimento e do serviço. “O mercado está forte, todos conectados em busca de novas informações e, por isso, precisamos investir em estratégias com as redes sociais a fim de estar mais próximo do cliente, todo dia, o dia todo. Vale salientar que o público vem buscando cada vez menos o preço como critério. O que faz diferença é oferecer excelência”, afirma a empresária Carol Fernandes, responsável pelo .UP. Carol conta que investe bastante na capacitação dos seus profissionais. “Sempre incentivo e trago treinamentos, para que eles estejam sempre atualizados e motivados”, diz. Outro segredo de Carol é apostar em produtos de qualidade no espaço de beleza. “Faço questão de usar marcas diferenciadas e reconhecidas, como Wella, Redken”, lista. Além disso, ela prioriza escutar e atender as necessidades dos clientes. “Não tenho pacotes fixo pra formatura, para dia de noiva. Eu ouço o que a cliente quer e adapto a isso”, explica. Sergio Benkendorf, Buona Vita Cosméticos

SEGMENTAÇÃO – A linha de Personal Care da Evonik dispõe de unidades fabris para a produção de ingredientes cosméticos na Europa, nos Estados Unidos e na Ásia, contando com um extenso portfólio de produtos: agentes condicionantes, surfactantes secundários, emulsionantes, emolientes e ativos que melhoram as propriedades de diversos produtos. Em Outubro de 2014 a Evonik inaugurou na cidade de Americana (SP) uma fábrica de ingredientes cosméticos, que possibilitará maior agilidade, competitividade e flexibilidade para atender às necessidade dos clientes na América do Sul. “Também realizamos investimentos importantes para atender diferentes segmentos de mercado, como o primeiro conceito criado pela empresa destinado ao mercado masculino denominado Men's Care Concept”, comenta Flávio Donato, da Evonik. É sabido que a busca pela beleza e bem estar é cada vez maior e que as brasileiras são consumidoras muito exigentes, que anseiam por novidades. Para se destacar, uma marca precisa conhecer bem o seu público, seus hábitos de consumo, preferências e anseios. A coordenadora Técnica da Bio Extratus, Letícia Sampaio, cita alguns segredos: investir constantemente em qualidade e inovação, transmitir confiança e superar expectativas. “Além de contar com um completo mix de produtos para as mulheres, a Bio Extratus está atenta ao crescimento do consumo dos públicos masculino e infantil, para os quais desenvolveu linhas de produtos específicas: Homem e Kids”. Um dos focos mais recentes da Bio Extratus é o crescimento do mercado considerado como “Premium”, que se beneficia do aumento da renda dos brasileiros e ascensão da 20

classe média. Letícia diz ainda que um dos diferenciais da Bio Extratus é a força de distribuição. “Chegamos com agilidade em locais em que muitos concorrentes não chegam, com políticas baseadas na honestidade e transparência com os parceiros comerciais. A Bio Extratus atua em diversos canais. Todos são importantes para atrair o consumidor. Cada cliente escolhe um ou mais canais para fazer suas compras. Nosso canal mais forte varia conforme a região. Em algumas, somos mais fortes em salões de beleza, em outras, em lojas especializadas ou drogarias e, recentemente, estamos crescendo muito as vendas nos supermercados. Continuamos mantendo nossa essência de valorizar o público profissional, pois os cabeleireiros são os maiores formadores de opinião do mercado de cosméticos e assim como as lojas especializadas, possuem um público mais fidelizado”. A PetiteBox, por exemplo, junto com a Sweet Hair, está lançando a primeira linha brasileira para gestante e lactante. “O ponto importante é que as consumidoras gestantes e lactantes tendem a reclamar que existem produtos para quando ela está loira e não para um momento tão especial e diferente para a mulher como virar mãe. Os desejos desta consumidora são: anti-queda, fragrância suave e ingredientes naturais. Focando nesse exemplo, a ideia é sempre procurar entender o momento da sua consumidora e trazer as características que ela realmente procura. Está aí a receita do sucesso”, diz o CEO da PetiteBox Felipe Wasserman. CELEBRIDADES – Patrícia Ladeira da Contenuto Comunicação (RJ), que é a atual coordenadora do “Estudo Sobre o


Comportamento do Brasileiro nas Redes Sociais”, em parceria com a Dinamize, acredita que, sem sombra de dúvida, as redes sociais são os meios mais rápidos, baratos e certeiros de chegar ao público alvo. “Investir nestas mídias é sinal de retorno certo. Além disso, os testemunhais de famosos atrai muito os consumidores. Afinal, quem não quer usar o mesmo batom de uma atriz famosa? O publicitário Márcio Quirino, diretor da Reserva Comunicação (PE), endossa a afirmação e fala que o uso de celebridades não só é comum, como funciona bastante para este segmento. “O status aspiracional, aquele em que o consumidor quer ter a pele ou o cabelo de uma determinada atriz é uma técnica eficaz em campanhas. A TV aberta representa a maior parte dos investimentos em publicidade, seguida da TV por assinatura, depois revistas, merchandising e por último internet. Só o formato de merchandising movimentou R$ 43 milhões, entre 2013 e 2014, segundo Ibope”. Já Davi Bertoncello, da Hello Research, explica que tudo o que é relacionado à beleza, trás consigo a necessidade do toque, da presença. E isso só existe na loja física. “Mas é evidente que a internet e as redes sociais são ambientes propícios às marcas para esta fidelização. São nessas redes que as marcas tem a oportunidade de mostrarem boa parte da sua atitude. Enfim, da nossa parte, ela quer que você comente como a realização de pesquisas qualitativas e quantitativas por parte das empresas do setor de beleza podem ser decisivas para a criação de ações que permitam uma 'venda' mais eficaz de um produto ou serviço”. FARMÁCIAS – Juliana Nappo, da ShopperAge, avalia que nos supermercados, os compradores encontram áreas cada vez maiores e mais bem organizadas e sinalizadas destinadas à categoria. As farmácias, por sua vez, também ampliam sua oferta de itens de beleza, cada vez mais importantes no faturamento do canal, e viram referência de canal para adquirir produtos mais sofisticados a bons preços. “As franquias de beleza se sofisticam a cada dia, com novas propostas de experiência de compra. Estas redes de franquias tem em suas vendedoras verdadeiras consultoras, ou seja, são treinadas para prestar assistência sobre utilização dos produtos e tendências, o que valoriza muito o produto aos olhos do shopper e torna sua decisão mais tranquila e segura”. O gerente geral de Franchising da rede de farmácias de manipulação A Fórmula – maior rede de Farmácias de Manipulação do Brasil, Bruno Costa analisa que o segmento de saúde & beleza é o que mais cresce na América Latina, segundo dados da Revista H&C – Household & Cosméticos. Apesar de ser uma prática de grandes redes, as pequenas e médias empresas investem cada vez mais neste segmento, em particular as grandes redes de farmácia de manipulação. “Através da expertise de anos e anos produzindo produtos personalizados aos clientes, com inovações nos lançamentos

de veículos e ativos exclusivos e inéditos no mercado, proporcionam aos dermatologistas e seus pacientes soluções rápidas, seguras e eficazes no tratamento envolvendo a medicina estética. As farmácias de manipulação tem se mostrado grandes canais de comercialização desse tipo de produto, não somente através dos produtos manipulados, mas também os como pontos de revenda de grandes marcas internacionais como Loreal, Vichy, Ròc, e outras grandes do segmento, tendo uma significativa participação com seus produtos de marca própria direcionados para a saúde e beleza”. A verdade, segundo Bruno Costa, é que a maior fatia dos canais de comercialização ainda está com as grandes redes de farmácias do Brasil. Hoje, em detrimento da grande procura pela área, as pessoas não optam por serviços a partir do preço, mas pelo resultado proposto e qualidade no atendimento. “Então a grande estratégia a ser adotada por clínicas e centros estéticos é a mesma que adotamos no Instituto Nyoá e que vem fazendo o nosso grupo crescer: oferecer serviços de qualidade e com excelência, principalmente o atendimento ao cliente. Afinal, um cliente satisfeito falará bem de você, já que só indicamos algo aos amigos quando realmente gostamos. Dito isto, investimos pesado em qualificação dos nossos colaboradores, fazendo reciclagem trimestral treinamento e online entre outras ações adotadas pela franqueadora”, diz o CEO do Grupo Nyoá (RJ), Luiz Eduardo Rego. DIFERENCIAIS – Para Patrícia Andrade, da Contenuto Comunicação, o mercado de beleza não pode perder a oportunidade de falar direto com o seu público através dos meios digitais. “Não temos como sentir o cheiro de um perfume ou conhecer a eficácia de um creme usando o nosso computador ou smartphone, mas temos um poder grande de impulsionar uma marca. Bem diz a máxima: faça um cliente infeliz no mundo físico e ele irá contar para seis amigos. Faça um cliente insatisfeito na internet e ele irá contar para seis mil amigos”. O atendimento personalizado é percebido pelos novos consumidores. Concorda o diretor Comercial da Buona Vita Cosméticos, Sergio Benkendorf. “No momento em que enviamos um e-mail marketing de produtos, serviços e promoções, sempre fazemos de modo personalizado. Vendemos constantemente os benefícios dos produtos, criamos condições para que esses diferenciais sejam os que os nossos clientes buscam. Não basta ter um bom produto, atendimento e pós-vendas, e sim surpreender esse consumidor, mostrando a ele exatamente o que ele não imagina e não espera, é ir além. Eles vasculham a internet em busca de dados relevantes, e percebem quando essa solução cosmética nos tratamentos se apresenta de modo comprovado. Por isso, a importante estabelecer vínculos e prestar um atendimento personalizado”. 21


VITRINE

UMA EFICIENTE AÇÃO DE MARKETING Joyce Warren |

Revista Gol Linhas Aéreas Inteligentes é tema de pesquisa onde mostra que investir em revistas customizadas é uma estratégia eficiente de marketing no mercado Nos dias atuais, onde há informação em todos os lugares, é preciso encontrar um nicho de mercado que atenda ao cliente de forma diferenciada e exclusiva. É por isso que empresas, agências e veículos procuram, cada vez mais, aproximar-se do seu público alvo usando estratégias assertivas de interação direcionadas para tal. Foi pensando nisto que o jornalista Bruno Souto Maior desenvolveu sua monografia de conclusão do MBA em Marketing, pela Universidade de Pernambuco, com base em análises de exemplares da Revista Gol Linhas Aéreas Inteligentes. Segundo Bruno, por ser jornalista, na hora de escolher o tema do trabalho, pensou em pesquisar algum assunto que pudesse atrelar o marketing ao jornalismo. Além disso, ele não esconde sua paixão por revistas. “Quem me conhece, sabe da minha paixão por jornalismo impresso, sobretudo, pelas revistas. Adoro uma revista, o cheiro do papel, uma boa capa chamativa, a impressão, as fotos, as matérias, tudo! Assino embaixo o que consta no Livro Jornalismo de Revista, da jornalista Marília Scalzo (Ed. Contexto, 2004): 'o editor espanhol Juan Caño define 'revista' como uma história de amor com o leitor'. Pois é, eu sou um desses leitores”, diz. Ademais, Bruno também já possuía vários exemplares de

revistas, tanto customizadas como comerciais, e que, por ter trabalhado durante seis meses numa agência especializada em projetos editoriais – onde produziu algumas revistas customizadas – contribuiu muito para a escolha do tema. Com o objetivo de mostrar a importância das revistas customizadas para o mercado, Bruno escolheu publicação da Gol Linhas Aéreas Inteligentes por ser muito fã das produzidas pela Trip Editora. “Sou muito fã das revistas produzidas pela Trip Editora e coleciono exemplares da revista da Gol. Sempre que um amigo viaja, peço para trazer uma edição para mim. Na minha opinião, entre as revistas de bordo do mercado brasileiro, a da Gol é a mais expressiva”, diz. Bruno explica ainda que a publicação possui excelente padrão gráfico e de conteúdo, cumprindo, assim, o seu papel de aproximar o leitor/consumidor da companhia aérea; sendo um eficiente canal de comunicação entre ambos. “As matérias publicadas mostram o que há de melhor nos destinos apresentados, fazendo o leitor embarcar, de imediato, num sonho de viagem. O grande barato é que os destinos publicados fogem dos roteiros tradicionais. São locais pouco explorados e ainda desconhecidos da maioria dos brasileiros. Sempre há, também, novo foco para os destinos mais procurados”, pontua.

Bruno Souto Maior desenvolveu sua monografia de conclusão do MBA em Marketing, pela Universidade de Pernambuco, com base em análises de exemplares da Revista Gol Linhas Aéreas Inteligentes

22


Bruno Souto Maior, jornalista

Partindo para a ação ele analisou as edições de janeiro a dezembro de 2013 da revista da Gol, focando sobretudo nas seções da revista que necessitam da interação do público leitor, e que e que apresentam conteúdo informativo da experiência do consumidor com a marca. Sendo assim, Bruno explica que a revista possui algumas seções que, para existir, dependem do feedback do público consumidor. E é justamente esse processo que gera a relação de interação entre empresa e cliente. “Esse processo acontece, a partir do momento em que os consumidores, depois de terem tido a experiência com a empresa, e lido a revista, resolvem interagir com a marca; sejam enviando e-mail com elogios, fotos ou textos relatando as suas viagens. Caso as pessoas não enviem nada, as seções não podem ser publicadas. O simples fato de alguém utilizar o seu tempo para enviar esse conteúdo, só demonstra que a experiência com a marca foi das mais agradáveis e por isso ele quer se ver presente nas páginas da publicação. É uma forma do consumidor manifestar a sua satisfação com a marca”. É sabido que produzir um conteúdo customizado atrai a atenção do público por ser algo diferenciado e exclusivo para determinado grupo. Por isso a importância de ter o conhecimento que este tipo de estratégia é imprescindível para a evolução do mercado editorial brasileiro – ainda carente de produção de revistas customizadas, pela falta de conhecimento sobre este mercado. No entanto, algumas arriscam investir em algo mais específico, visando construir um canal de interação entre a empresa e seu público. Neste sentido Bruno nos dá um panorama de como enxerga essa carência de inovação no mercado e descreve o perfil de quem consome essa mídia. “Muitas empresas utilizam essa ferramenta para se relacionar com o seu público-alvo, mesmo assim, considerando a extensão do mercado nacional, ainda há poucas experiências utilizadas. Esse mercado ainda tem muito potencial para crescer. Muitas dessas publicações impressas são direcionadas a um público de alto poder aquisitivo e que primam pelo alto padrão de qualidade em projetos editoriais. As empresas hoje buscam instrumentos diferenciados de comunicação, pois as estratégias convencionais de marketing e a publicidade tradicional têm sido alvo de questionamento para o consumidor consciente, exigente e ultra solicitado pela mídia”, ilustra. Portanto o trabalho de Souto Maior nos faz pensar em como o mercado pode melhorar suas estratégias de interação, utilizadas pelos departamentos de marketing e comunicação das organizações empresariais brasileiras. Em sua análise, o jornalista nos diz que é possível criar um canal efici-

ente de comunicação entre público e empresa. Bastando atribuir subsídios para que o público-alvo se envolva, positivamente, com a publicação e o conteúdo nela vinculado. Ademais, o conteúdo customizado é mais uma forma de se destacar frente à concorrência. Para chegar a um veredicto final de sua pesquisa, Bruno trabalhou com a hipótese inicial de que as empresas que possuem uma publicação desta natureza, dirigida aos seus clientes, conseguem se relacionar e estabelecer uma imagem positiva perante os mesmos. Chegando, portanto, a conclusão de que os resultados obtidos com a pesquisa, a partir do estudo de caso da Revista Gol Linhas Aéreas Inteligentes, confirma que, sim, a revista customizada é uma ferramenta de comunicação que pode ser usada para proporcionar oportunidades de desenvolvimento de relações com os clientes. “Para tanto, vale destacar que, ao utilizar esta ferramenta as empresas se apropriam das características peculiares do meio revista, que por si só estabelece uma relação de aproximação com os leitores por oferecer conteúdo informativo relevante e de interesse, além de entretenimento. Tudo isso baseado em conceitos como credibilidade, intimidade e afeto. Valendo-se destas premissas, as empresas conseguem cativar os clientes quando criam e entregam de forma gratuita um produto impresso com excelente padrão de qualidade gráfica, aliada a um conteúdo jornalístico de primeira. Os números e os exemplos citados na pesquisa demonstram a força e a penetração que este tipo de produto consegue atingir no mercado”, conclui. 23


A VEZ DO CLIENTE

Ivelise Buarque |

UNIÃO PARA O SUCESSO Para o mundo dos negócios, o ano começou oficialmente agora, e apesar do momento conturbado no País, os negócios mostram a confiança nos brasileiros, pelo menos, no promissor setor hoteleiro. A expectativa é de aquecimento com quase 14 milhões de turistas apenas no Estado de São Paulo neste 2015, em virtude do número de feriados. Diante deste quadro a Accor fechou parceria com o pernambucano Grupo Pontes Hotéis, detentor de pelos 20% a 25% dos leitos da hotelaria local. E não é à toa. Recife é uma das cidades que possui uma das maiores diárias médias e melhor ocupação do Nordeste, com mais de 85% de viajantes a negócios. “Os grandes eventos trouxeram uma ótima onda de novos projetos de infraestrutura para o turismo e a hotelaria, com uma série de incentivos que foram criados. Esse fato, atrelado à melhora na facilidade de crédito, impulsionou o desenvolvimento nas principais cidades do País”, afirma Roland de Bonadona, CEO Accor Américas & Caribe. E, desta forma, o casamento entre estas duas potências implicará na conversão dos estabelecimentos em Pernambuco, a partir de maio, em bandeiras desta que é uma das maiores redes hoteleiras do mundo. Com a investida, a corporação passa a atuar na administração do o Mar Hotel Conventions, o Atlante Plaza e o Summerville Beach Resort, no Mercure Recife Mar Hotel Conventions, no Grand Mercure Recife Atlante Plaza e Grand Mercure Summerville Resort. “É uma honra para a Accor assumir estes ícones da hotelaria de Recife na nossa modalidade de conversão de hotéis, que vai permitir ampliar nosso portfólio na região e oferecer aos hóspedes a qualidade e a excelência do atendimento das bandeiras Mercure e Grand Mercure. Vamos trazer a força das marcas Accor, atrelada ao nosso moderno sistema de distribuição cada vez mais digital e mobile, juntamente com o programa de fidelidade Le Club Accorhotels para atender ainda melhor o consumidor atual”, enfatiza o CEO. Já o Grupo Pontes se dedicará especificamente à construção de duas novas unidades já em execução, uma em Goiana e outra em Caruaru, que incrementará a região do Agreste com pelo menos 153 apartamentos na capital do forró com uma das bandeiras da Accor. Ainda serão realizados outros três novos empreendimentos em Pernambuco, ainda sem projeto definido. Um investimento forte desta 24

organização, que aposta pesado na ampliação de sua rede não só no Nordeste como em todo o Brasil. Com isso, assume a liderança absoluta com 832 apartamentos no estado (400 já existentes e outros 432 em implantação), reforçando sua rede na região. São 24 unidades na empresa nos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Sergipe. E promete mais 16 hotéis até 2018. Um feito significativo para a empresa que começa o ano com 210 hotéis em operação no Brasil e com 160 novos contratos em implantação. “Sempre acreditamos no Brasil. Um exemplo disso é que, ao trazer marcas pela primeira vez em nosso mercado, apostamos em hotéis próprios como forma de investir no País. Foi o caso de Novotel, Sofitel e ibis Styles, por exemplo”, afirma Bonadona. E, como principal operadora de hotéis do mundo, a Accor pretende expandir até 2018 sua presença no país das atuais 89 cidades para 156. Atualmente, o Brasil é o terceiro maior mercado da Accor no mundo e o mais importante nas Américas. E ainda há grande espaço para crescer, não apenas nos principais centros urbanos, mas também em cidades consideradas secundárias e terciárias. “Cidades secundárias e terciárias vivem um momento de crescimento econômico, o que comprova a necessidade de um produto hoteleiro de marca reconhecida e serviços padronizados”, comenta Bonadona. E aproveitando essa demanda latente e as possibilidades para crescer no país, a Accor investe em diversas estratégias, como aquisição do Grupo Posadas na América do Sul, em 2012, investimento de US$ 275 milhões para assumir a operação de 15 hotéis das marcas Caesar Park e Caesar Business (11 no Brasil, dois na Argentina e dois no Chile) e mais 14 projetos assinados. Temos agora a nova proposta de conversão que é outra tática de negócios e de marketing da marca para se consolidar cada vez mais no Brasil, onde atua há 40 anos. Ela possibilita que investidores proprietários ou hoteleiros independentes integrem uma das marcas através de um moderno sistema. “O modelo de franquia hoteleira foi a solução encontrada para esse desenvolvimento em maior escala, uma vez que nos permite encontrar os parceiros ideais com raízes locais e potencial para o desenvolvimento de hotéis nessas regiões”, para Roland.


Sergio Zacchi | Cordel

Bonadona: em sua gestão o Grupo Accor se transformou na maior rede de hotéis do país.

FOCO NAS ESTRATÉGIAS – Com 145 mil funcionários no mundo, o grupo apresenta amplo portfólio com seis marcas de hotéis de diferentes categorias (da hotelaria de luxo à supereconômica), que incluem o Sofitel, Pullman, MGallery, Novotel, Suite Novotel, Mercure, Adagio, ibis, all seasons, Etap Hotel, Formule 1, hotelF1 e Motel 6, e atividades relacionadas, Thalassa sea & spa e Lenôtre. Mas, isso não impede que a Accor aposte suas fichas em estratégias diferenciadas para incrementar seus negócios no mercado da América Latina. E é por isso que os investimentos da rede não param por aí. Em fevereiro passado, a Accor anunciou parceria comercial com o Maksoud Plaza de São Paulo, passando a comercializar as reservas do hotel paulistano nos canais de distribuição da rede. E esta é a primeira vez que assume a comercialização de unidade fora do seu portfólio, uma iniciativa realizada para proporcionar maior visibilidade no mercado corporativo internacional. Apesar de tudo que tem a administrar, o grupo mantém um padrão sólido em suas operações para atender às expectativas, satisfazer os hóspedes e fidelizar seu público interno. Esses colaboradores contam com esforços contínuos para um ambiente de trabalho baseado no respeito e na qualidade de vida, além de dispor de uma academia para suas qualificações em todo sistema da rede. E com isso a Accor ficou em 2014 entre as 10 melhores empresas para trabalhar no país na pesquisa “100 Melhores Empresas para Trabalhar Brasil” da consultoria internacional The Great Place to Work Institute, publicada na revista Época. “Temos práticas consistentes de gestão de pessoas, valorizadas por nossos próprios colaboradores”, diz ele que ressalta ainda: “Para possibilitar a ascensão na carreira, há diversos treinamentos oferecidos pela empresa. A Accor também oferece parte dos cursos de graduação e pós-graduação”. A rede Accor investe em facilidades que visam beneficiar diretamente clientes e investidores, inclusive no que diz respeito a inovações tecnológicas (através de projetos como o Welcome) e relacionamento (o programa de fidelidade Le Club Accorhotels). E as apostas são fortes também na comunicação. Cada bandeira conta com uma comunicação alinhada com a visão e o plano geral do Grupo, e envolvem propostas distintas de estratégias de marketing. No caso da marca Mer-

cure, por exemplo, lançou a ação “A Teoria dos Seis Amigos”, campanha mundial que atingiu sete milhões de pessoas no Facebook, embasada na experiência que combinou a força das redes sociais e a genuinidade dos encontros reais. Para a rede ibis Styles criou campanha voltada ao storytelling, no formato de reality show (“Desafio Decor”), com programetes de 60'', exibidos nos canais Sony e AXN de setembro a dezembro, com proposta para alunos de arquitetura, design e hotelaria criarem projeto de design para espaços-conceito da marca. Na Copa do Mundo, trabalhou a “Não desvie o olhar” que contou com a participação dos jogadores de futebol Kaká e Juninho Pernambucano como embaixadores em materiais de comunicação para passar a mensagem principal (o combate à exploração sexual de crianças e adolescentes). A iniciativa – veiculada entre outros em aeronaves, aeroportos, táxis, restaurantes e outros pontos de circulação de turistas –, teve presença forte nas redes sociais com adesão de diversos artistas que postaram selfies sobre o tema. Resultado: conquistou prêmio na 15ª edição do Prêmio Caio, uma das premiações de maior destaque do setor de turismo e eventos do País, na categoria Sustentabilidade.

25


DE OLHO NA CAMPANHA

ELEFANTE TÍMIDO

A Talent é a agência criadora da nova campanha do extrato de tomate Elefante, produzido pela Cargill. A campanha “Elefante Tímido” vai até maio e será veiculada em todo território nacional com comerciais nos canais Viva, GNT e Discovery Home&Health, além de contar com spots de rádio e busdoors em algumas regiões do país. O filme “Elefante Tímido” traz uma dona de casa preparando refeições com o extrato de tomate Elefante e, a cada prato, ela fala ao Jotalhão o quanto Elefante deixa a refeição mais gostosa. O Elefante preferido do Brasil fica tímido com tantos elogios e com o beijo final que ganha da consumidora. Em fevereiro deste ano, a marca Elefante passou a estar presente também nas redes sociais com uma página no Facebook (www.facebook.com/elefantebrasil), e um perfil no Instagram (instagram.com/elefantebrasil) e no Twitter (https://twitter.com/elefantebrasil). A página do Elefante preferido do Brasil no Facebook já conta com mais de 116 mil fãs, e traz novidades e lançamentos, além de dicas, receitas e informações sobre saúde e bem estar.

APAIXONADOS POR BACON Apaixonados por bacon terão mais um motivo para ir ao McDonald's! Com o novo Triplo Burger Bacon, eles poderão degustar um sanduíche composto por três hambúrgueres, duas fatias generosas de bacon, queijo cheddar, cebola, ketchup e mostarda. A novidade faz parte da campanha Pequenos Preços e será comercializada por apenas R$ 6,50. A campanha intitulada “Grandes Prazeres Pequenos Preços – Ferrari” foi criada pela Taterka e contempla filmes nas versões de 30” e 15”, que serão veiculados na TV aberta e a cabo, materiais de restaurante, mídia exterior e uma ação de merchandising no programa Pânico. Nas cenas, dois rapazes estão em uma motocicleta quando visualizam duas lindas mulheres com uma Ferrari no acostamento da estrada. Os dois ficam surpresos, mas não com as belas moças e o carro, e sim com a mídia que anuncia a promoção inacreditável: Triplo Burger Bacon, um sanduíche com três carnes e duas fatias de bacon por um preço imperdível. 26


MÚSICA E OUSADIA PIRATA NA INTERNET Líder no mercado de rum na região Nordeste, a Montilla continua se reinventando para continuar no posto de marca mais querida dos consumidores de seu segmento. A nova iniciativa une a espontaneidade das redes sociais com a música: a Rádio Pirata, um novo canal de comunicação que dialoga com o espírito jovem e festeiro do público, através de uma programação repleta de sucessos do forró, brega e arrocha. A ideia surgiu pela percepção da forte presença desses gêneros musicais no mercado de entretenimento, aliada a um perfil de consumidor que se encontra cada vez mais conectado à internet.

Com o slogan “A rádio mais ousada da web”, a Rádio Pirata chega para estreitar ainda mais os laços com o seu público, que pode escutá-la onde quer que esteja (PCs, tablets e celulares). Os ouvintes podem ainda deixar a programação com a sua cara, com envios de pedidos musicais pelo Whatsapp, nos telefones (81) 9575.9232 (Recife) e (85) 9118-4224 (Fortaleza). Dessa forma, o canal abre espaço para outros gêneros, como o funk, o sertanejo e o pagode. Os usuários ainda terão a companhia de nomes consagrados, como o locutor Alexandre Guima, com larga experiência em veículos como a Rede Transamérica, e o blogueiro Cleber Batera, conhecido por revelar novos talentos do brega, que espera dar voz a novas vozes através dessa ação. “Esses artistas terão muito espaço no Rádio Montilla. Temos um colaborador local que está o tempo todo antenado em novos talentos da música brega e certamente traremos essas pessoas pra dentro da rádio”, afirma. Para a gerente de grupo de White Spirits da Pernod Ricard Brasil, Patrícia Cardoso, esse foi um caminho natural a ser trilhado pela marca, e o desenvolvimento dessa iniciativa foi apoiado num amplo estudo sobre seus consumidores: “Nós identificamos que a música tem uma relevância muito grande na vida dessas pessoas. Elas ouvem musica em casa, no caminho para o trabalho, no ônibus, etc. Por isso, Montilla entendeu que lançando uma rádio estaria se conectando com seu publico no seu momento de lazer, proporcionando um conteúdo musical alegre e jovem”, afirma. Para reforçar a chegada desse novo canal, a marca aproveitou o lançamento da edição de Carnaval do Montilla Esquente, fazendo da embalagem um divertido manual com instruções para melhor aproveitar a bebida mista de mel e limão, sucesso de vendas em Pernambuco e Ceará. Entre os passos a serem seguidos na degustação, o consumidor é orientado a sintonizar a Rádio Pirata para aumentar a diversão.

www.radiopiratamontilla.com.br

27

Juliano Mendes da Hora |

Montilla traz seu espírito festeiro à internet com plataforma musical


Patrícia Cardoso, gerente de grupo de White Spirits da Pernod Ricard Brasil

EM SINTONIA COM AS TENDÊNCIAS – A estratégia da Montilla mostra-se antenada com as transformações tecnológicas e as novas formas de relacionamento com a produção e distribuição de conteúdo: um consumidor satisfeito multiplica a presença da marca de forma espontânea, dinâmica e cada vez mais acelerada. O crescimento do acesso à internet através de dispositivos móveis veio para potencializar essa evolução do boca-a-boca, iniciada com as redes sociais. Segundo a União Internacional de Telecomunicações, a agência da ONU especializada em tecnologias da informação e comunicação, o Brasil fechou o ano com 51,6% da população conectada à web. O público jovem, que busca produtos acessíveis e de qualidade, caso dos consumidores do Montilla Esquente, é reconhecidamente familiarizado com o universo digital, sendo eles a porta de entrada 28

para novas ideias que podem se tornar tendência para um público ainda maior. Por isso, a Pernod Ricard Brasil percebeu a necessidade de estratégias que atendam uma geração cada vez mais envolta em informação, onde quer que ela vá. A Rádio Pirata se encaixa nesse nicho por ser facilmente acessada, independente da plataforma digital, servindo como um estímulo à fidelização do público. Outro fator que favorece o investimento neste tipo de ação é o crescimento do acesso à internet através de dispositivos móveis. Enquanto o computador de mesa foi a porta de entrada do universo digital para a geração de 20 anos atrás, quem hoje se ocupa desta tarefa são os smartphones e os tablets. De acordo com a Anatel, o Brasil fechou 2014 com cerca de 280,73 milhões de linhas móveis. Tendo em vista esse potencial, a Rádio Pirata chega como um canal eficiente e dinâmico, que ajuda a manter a marca por mais tempo na cabeça e no coração de seus consumidores. Cleber Batera, blogueiro


NA WEB MODERNISMOFUNKEIRO.TUMBLR.COM

UNDERCONSIDERATION.COM/

A designer carioca Paula Cruz uniu a estética superlativa do funk carioca com a simplicidade do movimento modernista, na série de pôsteres “Modernismo Funkeiro”. As criações mostram a disposição dinâmica das cores e da tipografia com as letras das canções, resultando num trabalho provocativo e estimulante aos olhos. Por enquanto, a iniciativa de Paula Cruz é experimental e as imagens podem ser apreciadas somente no site.

Quem trabalha com criação não pode deixar de acessar o Under Consideration. Criado em 2002, o endereço é um agregado de vários sites com artigos, reportagens e entrevistas sobre design, impressos, tipografia, logotipos, branding, fotografia e muito mais. Um dos destaques é o FOP For Print Only, que dispõe de artigos catalogados por métodos de impressão e por tipos de projetos. O portal também tem ações offline, como publicações de livros, realização de cursos, seminários e encontros nos segmentos abordados.


FICHA TÉCNICA

ADRIANE GALISTEU ESTRÉIA PARA SÃO BRAZ De olho no público fitness, o Grupo São Braz estreia nova campanha com a atriz e apresentadora Adriane Galisteu. Focada na linha de granolas da marca, o spot de TV, com durações de 15 e 30 segundos, é produzido pela agência pernambucana Aporte Comunicação e apresenta o produto da marca como mais crocante e que auxilia na manutenção de uma alimentação mais saudável. O vídeo estreou a princípio neste domingo (8), na TV Cabo Branco, filiada da TV Globo em João Pessoa, na TV Tribuna e TV Jornal no Recife. Com mais de 200 alimentos em seu portfólio, o Grupo São Braz, sediado na Paraíba, é uma das maiores indústrias alimentícias do país. Agência: Aporte Comunicação (PE) Cliente: Grupo São Braz Atendimento: Gabriella Gonnelli Diretor de Criação: Betinho Montenegro e Juliana Lisboa Direção de Arte: Betinho Montenegro Redator: Marcela Egito RTVC: Marília Gouveia Mídia: Maria Denis e Fred Teixeira Aprovação: Carlos Frederico Dominguez

CONECTE-SE COM CULTURA Continua fazendo o maior sucesso no Recife a mais nova campanha da escola de inglês Cultura Inglesa criada pela agência Curinga Comuniquê. Com o conceito Conecte-se com Cultura, a agência buscou transmitir a imagem da instituição como aquela que conecta seus alunos a um mundo de oportunidades através do domínio da língua inglesa. Para isso, inseriu personagens de diversas idades em selfies aproximando as cidades do Recife e Londres nas peças backbus, anúncios, painéis, sinalização interna das unidades e mídias on-line. Entre os cenários destacados nas peças estão o Big Ben e a Tower Bridge, que estão juntos, respectivamente, com a ponte Maurício de Nassau e a Rua da Aurora. Agência: Curinga Comuniquê (PE) Cliente: Cultura Inglesa Atendimento: Dan Coutelo Redação: Alesson Gois Direção de Arte: Dan Coutelo e Lucas Emanuel Produção e Mídia: Eduardo Cunha Aprovação: Steve Barlow

30


TUDO NUM SÓ LUGAR A Advance lança campanha institucional 2015 para o RioMar Fortaleza com a estratégia de apresentar os principais atrativos do shopping. O comercial exibe cenas do cliente em diferentes ambientes do RioMar Fortaleza ao desfrutar tudo num só lugar. Um espaço disponível para todos com a facilidade de acesso pelas diferentes vias urbanas, desde a entrada no estacionamento aos opcionais de entretenimento que o shopping proporciona. Conforto, comodidade, uma variedade de espaços de conveniência num só lugar para conquistar consumidores de todos os gostos essa é a proposta do VT. A campanha também inclui spot nas rádios e divulgação nos espaços internos do RioMar Fortaleza. No total, a agência desenvolveu três filmes para ser veiculado nas principais emissoras da cidade. O comercial de 30 segundos produzido em plano contínuo reforça as facilidades que o shopping disponibiliza ao público e consolida o conceito “Fácil de chegar, fácil de estacionar, tudo num só lugar”. Agência: Advance Comunicação (CE) Cliente: RioMar Fortaleza Atendimento: Rafaela Santana, Mariana Rennó, Lilian Moraes Planejamento: Eliziane Colares Criação: Fernando Manara, Ed Souza, Emanuel Gondim e Antonio Tosto Produção: Camilla Castro, Danielle Araújo Mídia: Cássia Caetano e Isabel Holanda

AINDA MAIS COMPLETO A população de Salvador agora pode contar com o mais novo serviço de ortopedia do Hospital da Bahia, com atendimento 24h. O serviço foi inaugurado em janeiro desse ano em uma parceria com a Ortoped, ampliando ainda mais a estrutura de atendimento do hospital. A Viamídia Publicidade (BA) foi a responsável pela comunicação do novo serviço. Além das peças de divulgação nos meios tradicionais, como rádio e outdoor, a campanha se estendeu ao meio virtual e dominou as páginas do Facebook e sites de notícias. Agência: Viamídia Publicidade (BA) Cliente: Hospital da Bahia Atendimento: Americo Neto e Viviane Barbosa Planejamento: Americo Neto Diretor de Criação: Neca Boullosa Diretor de Arte: Augusto Assunção Redator: Jonga Madureira Mídia: Alan Abreu Produção: Eli Borges Aprovação: Dr. Marcelo Zollinger

31


MUNDO ONLINE

DE PORTAS ABERTAS PARA A INFORMAÇÃO PREVENTIVA Juliano Mendes da Hora |

Blog Casa Saudável é referência no jornalismo de saúde Quando você tem uma boa ideia, é necessário preparar o terreno para plantá-la e cuidar constantemente para que ela cresça e se torne uma referência para outras iniciativas que possam florescer ao seu redor. Foi assim com a jornalista pernambucana Cinthya Leite e o blog Casa Saudável, que mantém os leitores por dentro das últimas novidades do universo da saúde, através da linguagem dinâmica e esclarecedora. Iniciado de forma independente, a ideia deu tão certo que atualmente integra o portal NE10, do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação. O blog nasceu em 2010, fruto da intuição apurada de sua autora. Sua primeira postagem foi publicada no dia 5 de agosto, no Dia Nacional da Saúde, data escolhida para homenagear Oswaldo Cruz, pioneiro do estudo de doenças tropicais e da medicina experimental em terras brasileiras. “Durante minha formação e início de carreira, eu sentia que o espaço dado às questões desse universo poderia ser mais amplo. Apesar de todos terem sua importância, alguns temas eram mais recorrentes que outros, e existiam assuntos que sequer eram discutidos. Essa foi a minha principal motivação”, revela a jornalista. A motivação foi aditivada com uma pós-graduação em gerontologia pela Faculdade Integrada do Recife (FIR) e um mestrado em Saúde da Comunicação Humana pela UFPE, que lhe deu mais segurança e embasamento durante sua carreira. O próximo passo seria definir como fazer o seu projeto fisgar o público. E quem lhe entregou o mapa foi o próprio mercado, que carecia de um modelo que corresse por fora do formato sisudo com o qual as pautas de saúde eram vestidas pelos veículos. O blog deveria ter linguagem acessível combinada com uma interface dinâmica e atraente. Para chegar a este resultado integrado, ela deixou a programação visual a cargo da agência pernambucana Fishy, uma das mais respeitadas no segmento digital, com projetos desenvolvidos para nomes como Globo Internacional, Kraft Foods, Shineray e PharmaCinthya Leite, jornalista 32

pele, entre outros. E, assim, nasceu o Casa Saudável, combinando uma idéia espontânea com um estudo atento das lacunas existentes na cobertura de pautas da saúde. Conversando sobre saúde sem ser enfadonho nem superficial, o Casa Saudável engloba as últimas notícias relacionadas à saúde bucal, saúde da pele, saúde mental, doenças crônicas, saúde infantil, maternagem, nutrição e envelhecimento saudável, além de aproveitar temas presentes em livros recém-lançados. Segundo Cinthya, tudo foi encarado com senso de oportunidade e observação. “Falar de saúde é necessário e urgente, ainda mais num país como o nosso, onde a informação existe, mas necessita de estratégias cada vez mais dinâmicas para que atinjam o alvo de forma contundente”, afirma.


Entre as sessões presentes no blog, duas se destacam por unir os dois lados da moeda no universo da saúde. “O especialista” apresenta entrevistas e temas onde um profissional de determinada área da saúde é convidado, e “O paciente” traz pessoas que mostram o seu convívio com determinadas condições de tratamentos e enfermidades, de maneira espontânea e informal, sem fazer um bicho-papão do assunto. A interação com leitor é garantida através do sistema de comentários disponível ao fim de cada postagem, o que também atraiu outros profissionais, contribuindo com links e outras fontes sobre o tema abordado. O e-mail da jornalista também pode ser utilizado para envio de dúvidas, o que serviu como um termômetro dos temas mais procurados pelas pessoas, além de gerar pautas espontâneas. As redes sociais também estão integradas, com postagens especiais em datas importantes do calendário da saúde, a nível nacional e internacional. Toda essa dinamicidade rendeu frutos à Cinthya, consagrada como vencedora da categoria digital do 2º Prêmio SBIM de Jornalismo em Saúde Infantil, promovido pela Associação Brasileira de Imunizações (SBIM) e apoiado pela Pfizer, em 2011.

Mas como toda jornalista que equilibra a vida na redação e um projeto pessoal, ela sabia que num futuro próximo, o Casa Saudável precisaria de uma equipe para atender à crescente demanda dos leitores e parceiros. Tal potencial não passou despercebido pelo Jornal do Commercio, que em 2014 propôs a incorporação do Casa Saudável ao portal NE10, braço digital do sistema Jornal do Commercio de Comunicação. A parceria com o grupo proporcionou à Cinthya o fôlego necessário para continuar desenvolvendo um material de qualidade para os leitores. “Além de ter ampliado o meu público, agora eu conto com o apoio de uma equipe para tratar de aspectos comerciais e de marketing, além da colaboração da jornalista Malu Silveira, também do NE10”, revela a profissional, satisfeita por descentralizar a sua dinâmica de trabalho, atuando de forma integrada com todos os envolvidos. O blog Casa Saudável demonstra que para se destacar em meio a tantas ideias é preciso duas coisas: paixão e observação atenta às oportunidades que você pode conquistar com o seu talento. De posse desses dois elementos, o crescimento é inevitável. 33


PERFIL

Ivelise Buarque |

CONHECIMENTO COMO PODER PROFISSIONAL Ultrapassar os percalços do mercado em um cenário turbulento no Brasil foi o principal desafio do administrador de empresas, Wagner Mendes, que muitos conhecem por responder pela gerência corporativa de marketing e trade marketing da ASA Indústria, uma das mais fortes e conhecidas do mercado nordestino. Uma façanha importante para o executivo que largou a ideia de enveredar para Ciências Humanas. “Eu sempre gostei de humanas, e nos anos 80, Administração era uma profissão que estava crescendo muito, o Brasil saia de uma ditadura, e começava a entrar timidamente num processo de maior profissionalização das empresas”, lembra. E foi este momento conturbado e favorável para o desenvolvimento econômico do país que o levou a apostar numa carreira que lhe proporcionasse tanto aprendizado quanto o que almejava inicialmente, segundo o gerente da ASA. “Acho que isso foi importante em me levar a fazer Administração, e também enxergo que é uma cadeira que proporciona ao profissional ter uma visão ampla das atividades de uma empresa, leva a um conhecimento que permite ser generalistas, mas também especialista nas diversas funções que tem atividades”, destaca. Acreditando que o conhecimento é o maior poder que um profissional pode desenvolver em sua vida, Wagner ainda teve oportunidade de colher diversas experiências em áreas diferentes que não só ajudaram em sua formação como ainda lhe aproximaram, de certa forma, a sua primeira paixão: a comunicação. “As experiências em publicidade me levaram a fortalecer a base de comunicação, a experiência com desenvolvimento de produtos, me levam a desenvolver conhecimentos de processos, estoques, compras etc. E a experiência com vendas (conhecimentos comerciais, financeiros) é um leque importante de conhecimento que vai se agregando com o tempo e vivência profissional”, diz. Sua eterna paquera com a comunicação e, mais especificamente com a propaganda, veio quase de berço, como se diz. Afinal, foi cultivada já na infância, acompanhando o trabalho do pai, a quem adorava ver chegar em casa com as campanhas que iria apresentar aos clientes no dia seguinte. “Com certeza, meu pai Wagner me influenciou muito. Era inesquecível quantas vezes ele me mostrava um 34

comercial que ia ser veiculado ou jingles que eram criados. Eu gostava muito disso. Também reconheço a importância de algumas pessoas que passaram por minha carreira e me apoiaram como Luiz Humberto e Eduardo Gouveia do Banorte, Nilson Samico na época da Gravatahy, Ângelo Melo da Aporte e Eduardo Henrique da própria Asa. Em seu momento, cada um não só influenciou como me ajudou e me ensinou”, recorda. Mas, o curso de Administração pela Universidade de Pernambuco (UPE) lhe proporcionou muito, com certeza. E também o levou a fazer escolhas importantes para formação e demais experiências fundamentais para crescimento no mercado. “O administrador tem um papel importante na economia. Acho que uma característica que deve ser ressaltada para o sucesso na profissão, nos dias de hoje, é o senso de entender o que está acontecendo em volta e poder transformar isso em oportunidades para a empresa, assim como, de aceitar e compreender transformações no modelo de gestão, condução e até de linha de atuação do seu negócio”, enfatiza Wagner sobre a profissão. Destacando-se na área do marketing há muitos anos, uma das suas principais atuações é neste grupo que é um dos mais fortes da região (responsável por marcas como Bem-te-vi e Palmeiron). E ao longo da carreira conseguiu superar sacrifícios e descobriu que o mercado local não só sobreviveu como cresceu de forma equilibrada, apesar das expectativas do passado. “Os anos 90 foram especialmente difíceis. Bem ou mal não tínhamos a estabilidade de hoje. Lembro que tabela de preço poderia mudar de uma hora para outra, o que era complicado. Mas foram anos de aprendizado, e quem passa por esses momentos se fortalece”, destaca. E depois desses momentos difíceis no começo da carreira, adquiriu novas impressões do mercado local, que contribuíram para ampliar sua visão também do setor industrial nacional, como um todo. “Eu vejo Pernambuco diferente nesse século 21. É um estado que está com DNA industrial. Isso é muito bom para a economia. Vejo um estado que vem investindo em infraestrutura, educação, bases fundamentais para termos condições de melhor progresso. Essa transformação proporcionou o crescimento do mercado local, ao olharmos para o setor de comunicação. Temos mais agências e especializações, e algumas agências nem estão na


As experiências em publicidade me levaram a fortalecer a base de comunicação...

visão de todos, mas estão trabalhando bem e realizando negócios, porque a economia local permitiu a chegada de muitas empresas, em setores mais diversos de atuação”, diz. Para o executivo, as empresas estão valorizando e incentivando cada vez mais os setores de marketing, que passaram a ver esses investimentos como uma estratégia de resultados para a construção de marcas, produtos e negócios. E com isto é possível ser otimista neste momento de tanta incerteza no país. “Eu sou otimista em relação a 2015, se 2014 foi um ano complicado com muitas intempéries, eu acredito que em 2015 vamos trabalhar todos para poder fazer um ano melhor e mais produtivo. Claro que não podemos negar que vivemos um momento de dados econômicos fracos, mas se a iniciativa privada tiver condições de trabalhar com um mínimo de tranquilidade, vamos poder ter um bom ano para todos”, acredita. Diante disso, temos um mercado em que ter uma pós-graduação é diferencial, e este diferencial conta muito para o crescimento não só do cenário empresarial e industrial

como para a própria vida do profissional no mundo atual. “Eu acredito que toda formação é importante, tanto a acadêmica como também a prática e de conhecimento. Esse conhecimento precisa ser uma junção de uma base que aprende na faculdade e outra que se aprenda no dia a dia, nos desafios e obstáculos. Quem for criativo, da dificuldade, tirar aprendizados e soluções, e com certeza vai se destacar e terá ganhos”, destaca ele, para quem isso contribui de muitas formas. Por exemplo, proporciona maior capacidade de expandir sua visão de mercado, e desenvolver a criatividade empresarial, que impulsiona o profissional e o empreendedorismo no atual mundo dos negócios. “Não somente há formas como é preciso ser criativo nos negócios nos dias de hoje. Talvez para a geração mais nova, dos 20 aos 30 anos, talvez seja mais difícil de entender o que vou dizer. Mas a criatividade num mundo globalizado, de informação instantânea, é fundamental para sobrevivência das empresas e para que o profissional se destaque. O básico, o método, o processo todo mundo faz, mas a diferença está naquilo que não está no manual ou no sistema e que precisa ser resolvido e isso que é o bom”, diz. É o que vemos no mundo globalizado e tecnológico. As inovações e plataformas multimídias são um grande desafio para executivos e empresas, e ter uma qualificação adequada diante deste novo cenário é fundamental, em sua opinião: “Pelo que eu vejo, o talento, o conhecimento sobre esse tema está na geração Y, eles que conhecem e dominam e nós temos de aprender com eles e ver oportunidades de crescer”. Mas o executivo ainda acredita que esses jovens profissionais estão sujeitos a vários percalços, apesar desse diferencial. E para ele, isto é mais latente especialmente no mercado nordestino, nos dias de hoje. E por conta disso, preciso desenvolver determinado padrão que ajudem no seu crescimento profissional e na superação necessária. “Os jovens precisam primeiro ter um pouco mais de paciência, as coisas não acontecem de uma hora para outra. O mundo é instantâneo nas suas atividades sociais, mas no mundo corporativo há etapas a se percorrer e muitos desafios para solucionar. Esse é um aspecto. Outro aspecto é que o mercado nordestino está se consolidando. Há estados bem mais avançados economicamente como Pernambuco, Bahia, Ceará e outros em estágio abaixo, então, o jovem deve se preparar para um mercado competitivo, desafiador, instável e de entrantes que o desafiam a todo o momento”. 35


PDV

MOÇA DOCERIA EM NOVAS FÓRMULAS E EMBALAGENS Leite Moça, a mais tradicional marca de leite condensado do Brasil, aposta novamente na força do consumidor e anuncia a volta do Moça Cremoso, produto que une o inconfundível sabor do leite Moça a uma consistência exclusiva. Em uma resposta a pedidos de consumidores, a novidade passa a integrar o portfólio da linha Moça Doceria, agora totalmente repaginado, com novas formulações e embalagens. A versatilidade de Moça Cremoso permite a aplicação direta em coberturas e recheios e é também uma alternativa para deixar as receitas tradicionais com uma consistência mais cremosa e diferenciada. Para os fãs do sabor único de Leite Moça, a novidade é uma excelente opção para comer com colher. Moça Doceria reúne quatro soluções indispensáveis em todas as comemorações: os tradicionais Moça Brigadeiro e Moça Beijinho; o Moça Chocolate Cremoso, especial para cobertura, e o novo Moça Cremoso.

ITAMBÉ PARA PÚBLICO INFANTIL A Itambé, uma das maiores empresas do setor lácteo brasileiro, lança as novas embalagens da linha Itambezinho, desenvolvida para o consumo de crianças e adolescentes. Todos os rótulos ganham estampas divertidas com imagens de personagens da Disney. Além disso, a empresa apresenta também uma mudança em seu portfólio. A partir de agora, todos os 12 produtos passam a compor a linha Itambezinho. Entre eles iogurtes, petit suisse e leite fermentado. Agrupar to-dos os produtos voltados ao público infantil em uma só linha facilita para os pais escolherem opções nutritivas para seus filhos no dia a dia. Itambezinho complementa o portfólio da Itambé, que conta com produtos para atender às necessidades de cada um dos seus consumidores.

MINIGARRAFINHAS DA GALERA Para abrir a segunda fase da campanha Bebendo uma Coca-Cola com, a marca traz de volta, na promoção “Minigarrafinhas da Galera”, as famosas miniaturas de garrafas, sucesso nos anos 80 e na Copa do Mundo da FIFA 2014. As peças chegam ao público em 15 modelos de alumínio, que podem ser personalizados com 150 opções de nomes e nove apelidos, nas cores vermelha, preta e branca. Haverá também o miniengradado, para que cada um possa montar sua coleção de garrafinhas dos amigos e pessoas queridas. Todo o conceito da campanha Bebendo uma Coca-Cola com é baseado na conexão dos jovens com a sua galera. Na primeira fase, a proposta era a de que o consumidor encontrasse nas embalagens de CocaCola e de Coca-Cola Zero o nome de alguém especial e compartilhasse a bebida com essa pessoa. No total, foram selecionados 600 nomes. Nessa segunda etapa, o objetivo é que cada jovem possa colecionar as minigarrafinhas de Coca-Cola com os nomes dos seus amigos. Cada minigarrafinha representa um amigo e o miniengradado, a vontade de juntá-los no mesmo lugar. O filme, assinado pela agência JWT, estreiou durante o intervalo de Tela Quente, da TV Globo. Com duração de 30 segundos, mostra o cotidiano de um jovem, que começa o dia andando de skate, depois vai para a casa dos amigos, passa o fim de tarde na praia e termina feliz com a galera na balada. 36


CLICK

Não me considero um fotógrafo profissional e talvez esteja longe de ser, mas herdei uma paixão quem vem do meu pai. Tenho lembranças de quando criança, sempre ia com ele fotografar pela cidade onde nasci. Ele usava uma câmera profissional analógica com lente de 50 mm, equipamento no qual, ele tem guardado até hoje. Sempre gostei de fotografia, mas este sentimento adormecido voltou há uns dois anos quando resolvi estudar por conta própria e comprar uma câmera para fotografar lugares e pessoas do Recife. A inspiração para essa foto veio quando estava passando uns dias em Salgueiro, no dia 1 de janeiro de 2015, estava na varanda de uma amiga quando olhei para o céu, vi nuvens que se pareciam com algodão daí veio a ideia de usar um copo com algodão para simular a possibilidade de estar capturando uma nuvem ou um sonho de criança de chegar bem perto delas. ISO: 100 OBJETIVA: 50 mm ABERTURA DO DIAFRAGMA: f/5.6 VELOCIDADE DO OBTURADOR: 1/320s

TAMBAÚ TEM NOVA COLEÇÃO DE COPOS DECORADOS Para trazer mais arte e cultura ao dia a dia da dona de casa, a Tambaú lança uma coleção especial de copos decorados de extrato de tomate reproduzindo telas do artista plástico Danilo Peres. São telas reproduzidas em trios diferentes de copos lançados neste mês de março. Como o maior público desse produto é feminino, são elas que embelezam as ilustrações na arte de Danilo, juntamente com o tema música, que tem tudo a ver com o universo da mulher que gosta de ouvir suas canções preferidas enquanto cozinha. “Nessa coleção, quisemos modernizar esse trabalho e trazer um pouco mais de cultura nas cozinhas dos nossos consumidores”, explica Alzira Monteiro, responsável pelo Marketing da Tambaú, e completa: Diante de diversas telas prontas, a Tambaú escolheu obras para serem adaptadas para os copos. Acreditamos que o consumidor se interesse em adquirir tais produtos pela novidade de ser uma coleção, além do visual que ficou muito bonito”. Danilo Peres é paulista, mas já morou em Pernambuco, na época em que trabalhou para agências de publicidade locais e foi premiado com diversos traba-

lhos de criação. Hoje, o artista vive na ponte aérea São Paulo e Rio de Janeiro, onde expõe seus trabalhos. Atualmente, ele mantém exposição no Centro Cultural Adamastor, em Guarulhos (SP). Suas telas também já participaram de mostras internacionais como em Miami e Nova York.

37

Renato Gualberto | renatog2012@gmail.com

CAPTURANDO NUVENS


EU RECOMENDO COMO VIVER NA ERA DIGITAL, de Tom Chatfield, coleção The School of Life, Editora Objetiva, 176 Páginas Feita sob medida para quem busca inspiração e inovação para a vida profissional e pessoal, a coleção “The School of Life” reúne pensadores contemporâneos que tratam de assuntos que provocam e estimulam as ideias de quem lê. Em “Como viver na era digital”, o escritor, consultor e designer britânico Tom Chatfield conversa sobre as implicações comportamentais, sociais e políticas no compartilhamento de informação, o desenvolvimento de ações criativas em plataformas eletrônicas e como podemos utilizá-las para otimizar nossos projetos profissionais e relações interpessoais. A apresentação gráfica é um caso à parte, emoldurada por um design clean e atrativo, no formato de bolso, ideal para quem deseja uma boa leitura sem ocupar muito espaço na correria do dia-a-dia. COMO FUNCIONA A MÚSICA, de David Byrne, Editora Amarilys, 348 páginas Escrito pelo compositor, multi-instrumentista e cantor norte-americano David Byrne, a obra é mais que um manual de instruções restrito a um segmento artístico: é uma lição de como entender o meio no qual se está inserido profissionalmente e unir o caráter intuitivo com o metódico que há dentro de si. Byrne fala de praticamente tudo: a criação; a relação com outros profissionais; os direitos autorais; os contratos com empresas; o licenciamento; a distribuição; o surgimento, ascensão e queda de canais e plataformas de fruição sonora; carreiras e até analogias comportamentais dos ouvintes, entre outros tópicos. A obra pode servir de inspiração para profissionais de diversas áreas que visam buscar seu próprio caminho num mercado cada vez mais competitivo. SOCIEDADE, COMUNIDADE E REDES, de Marlene Marchiori (organização), Editora Senac SP, 158 páginas Esta obra faz parte da coleção “Faces da Cultura e da Comunicação Organizacional”, que traz questionamentos e casos de sucesso referentes a diversos tópicos presentes no cotidiano do mundo profissional. Aqui, o foco está na construção de redes de relações e sua evolução nos mais diversos ambientes. A pesquisadora Marlene Marchiori reuniu vários estudiosos do tema, com informações preciosas para desafiar o leitor a entender como interagem as diversas afinidades sociais e as interfaces nas quais se apresentam. Entre os nomes presentes, estão Lucia Santaella, com a relevância das comunidades virtuais na cultura organizacional; Helenice Carvalho e Valério Cruz Brittos, sobre comunicação, cultura e economia na fase da multiplicidade da oferta, entre outros. Indispensável. NÃO EXISTE GESTÃO SEM COMUNICAÇÃO, de Daniel Costa, Editora Dublinense, 128 páginas Tudo o que você sempre quis saber sobre endomarketing, mas não tinha paciência para ler ou ouvir, por nunca ter encontrado alguém que discorresse sobre o tema de maneira dinâmica e informal. É dessa forma que o leitor vai se sentir ao folhear “Não existe gestão sem comunicação”, de Daniel Costa, um dos fundadores e sócios da agência gaúcha Santo de Casa Endomarketing. O livro concentra-se nos mitos que cercam a gestão e comunicação de empresas, com ideias que podem ser eficientemente executadas por pequenos empreendimentos ou dirigentes de grupos maiores, através de dados coletados com cerca de nove mil colaboradores em organizações de dezoito estados do Brasil. A ampla experiência de Daniel é comprovada por empresas do porte de Brasil Foods, CSN, Grupo RBS, e Renault.

38



Revista pronews179