Page 1


DESDE 1999

ÍNDICE

K Comunicação (PE)

ano XV nº 173 setembro 2014

revista de comunicação e marketing NE

CAPA

RECIFE•SALVADOR•FORTALEZA•NATAL JOÃO PESSOA•MACEIÓ•TERESINA ARACAJU•SÃO LUÍS • SÃO PAULO

A credibilidade de uma empresa a partir do branding interno – a força da opinião dos colaboradores internos para o bem de uma marca. 16

:: EDITOR Walter Lins Jr. walter@revistapronews.com.br :: REDAÇÃO Luciana Torreão - subeditora, Ivelise Buarque, Joyce Warren e Poliana Alencar redacao@revistapronews.com.br :: COLABORADORES Joelli Azevedo,

A VEZ DO CLIENTE O negócio de três irmãos cresceu e virou um grupo de conceito. 24

Matheus Torreão :: PRODUTOR GRÁFICO Bruno Regis producao@revistapronews.com.br :: DEPTº FINANCEIRO Walter Lins Jr walter@revistapronews.com.br :: ASSINATURAS 81 3426.6144 / 3034.6144 producao@revistapronews.com.br :: REPRESENTANTES COMERCIAIS NS&A - CE - Aldamir Amaral (85 3264.0406/ 0576) - nsace@nsaonline.com.br

PERFIL A nova busca do jornalista Aldo Vilela pela realização na comunicação. 34

:: DISTRIBUIÇÃO LogResolve (PE - 81 2123.1455) Jornal Correio - Rede Bahia (BA - 71 3203.1812) Sistema Verdes Mares (CE - 85 3266.9902) www.verdesmares.com.br :: DADOS TÉCNICOS Impressão: Gráfica FacForm (81 3339.6566)

GIRO 8 FICHA TÉCNICA 10 E 31 GIRO BRASIL 14 DE OLHO NA CAMPANHA 26 NA WEB 29 CLICK 37 EU RECOMENDO 38 Todo mês uma agência diferente produz a capa da Revista PRONEWS. Participe pelo e-mail: redacao@revistapronews.com.br 4

grafica@facform.com.br Tiragem: 7.000 exemplares Formato: 22x30cm Tipologia: Humanist 521 BT Papel: Couché brilho 150g/m² Número de páginas: 40 As matérias assinadas por nossos colaboradores não representam, necessariamente, a opinião da revista.

WWW.REVISTAPRONEWS.COM.BR


BLACKNINJA ENTRE AS TRÊS MELHORES AGÊNCIAS PARA SE TRABALHAR NO BRASIL A Blackninja, agência de publicidade com sede no Recife, conquistou a premiação da quarta edição do Melhores Agências de Comunicação para se Trabalhar, promovida pela consultoria norte-americana Great Place to Work. De quebra, foi eleita entre as três agências para se trabalhar do Brasil e a 1° no Nordeste. A premiação aconteceu no dia 22 de setembro, no Copacabana Palace, no Rio de Janeiro. O evento é em parceria com a Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap). A produção leva assinatura da Abap-Rio, com apoios da Associação Brasileira de Anunciantes (ABA), da Associação Brasileira de Propaganda (ABP) e da Fenapro. De acordo com a diretora executiva, Renata Gusmão, a agência está alinhada com as melhores práticas de Recursos Humanos do Brasil. “Nós sempre buscamos um padrão de qualidade equivalente ao que é feito de melhor no país em todos os aspectos da agência. Da forma de criar, cuidar do atendimento ao cliente, desenvolver a estratégia. Agora, vemos que até no nosso departamento de RH estamos seguindo as melhores práticas nacionais. Já para os nossos funcionários, é mais do que uma certificação. É a comprovação de um cuidado e carinho que temos com eles. Sempre pensamos nisso. Desde a escolha do ponto, dos móveis, do conforto, do café”, afirmou. A agência ainda adotou um livro de valores chamado “Black Book”, que resume como deve ser um ambiente

satisfatório de trabalho, prezando pelo cuidado, carinho e simpatia dos colaboradores. Sobre o perfil de um “ninja”, assim como é definido alguém que trabalha na agência, o diretor de RH e gestão, Daniel Sena, responde sem medo de errar: “É aquele com capacidade de adaptação grande devido ao perfil dos sócios, o dinamismo da empresa, que vem mudando constantemente e a disposição para se adequar a novos desafios. Para ser um ninja no que se faz, precisa ter muita vontade de crescer e fazer tudo dar certo”, disse. Entre os itens respondidos mais positivamente pelos colaboradores da Blackninja está “equilíbrio entre vida pessoal e profissional”. Em entrevista à revista Época Negócios, Robert Levering, fundador da Great Place to Work, disse que a busca desse equilíbrio é “uma grande preocupação dos executivos por um motivo: o tempo tornou-se a maior prioridade para as pessoas atualmente. Por quê? A distinção entre o trabalho dos executivos e a vida pessoal deixou de ser tão clara quanto era antigamente em razão da tecnologia. Com a internet e os telefones celulares, as pessoas não distinguem mais claramente esses dois ambientes”, argumentou. Já de acordo com Gusmão, “a vida pessoal bem equilibrada deixa todos mais produtivos”. Outro item que chama atenção na pesquisa da Blackninja é sobre abertura com o chefe. Ou seja: existe comunicação entre a diretoria e a equipe e as pessoas se sentem à vontade para expressar as suas opiniões. A Blackninja é comandada pelos publicitários Benjamin Azevedo, Renata Gusmão e Renê Bensoussan, tendo no Conselho Antonio Lavareda (MCI), desde o início de 2012. Com a fusão da Duda Propaganda, do publicitário Duda Mendonça, no fim do ano passado, nasceu a DM/Blackninja, em São Paulo. É a única agência nacional, hoje, no Brasil, com sede no Nordeste, e tem escritórios em São Paulo e em Brasília.

Renata Gusmão, Daniel Sena, Fátima Maia e Camila Bernardes 05


COLUNA ASSERPE RÁDIO:

O AVANÇO AO ALCANCE DE TODOS O avanço tecnológico e social ao qual foi submetido o país e, mais especificamente Pernambuco, nos últimos anos alavancou toda cadeia produtiva da comunicação. Ao paço deste desenvolvimento, o rádio feito no interior de Pernambuco segue crescendo, inovando e surpreendendo Há alguns anos, ao entrar em casas de médio porte, nos centros das cidades do interior de Pernambuco, muitos não teriam a nítida impressão de estarem adentrando em uma emissora de rádio. Em muitos casos eram casas familiares, que foram “transformadas” em emissoras pela força da demanda de seus proprietários em instituir a comunicação em seus munícipios. Era a vontade de ter voz. De falar com todos da região ao mesmo tempo e dividir com a população local notícias, músicas, entretenimento e muito mais. De lá para cá, essas iniciativas pontuais se tornaram comuns em várias regiões de Pernambuco. Zona da Mata, Agreste e Sertão, hoje, há sempre um rádio ligado e um locutor com o sotaque local dando informação sobre o tempo, o time de coração e os casos de violência da região, entre outras. É comum também ouvintes que interagem com a programação, através de telefone, carta ou até mesmo presencialmente, indo à emissora para dar seu testemunho ou fazer uma denúncia. Essa imagem é normal em todo interior de Pernambuco e, durante muito tempo, era uma realidade estática e sem perspectiva de mudança. No entanto, de alguns anos para cá o Estado foi acometido por um desenvolvimento nítido que alavancou a economia e o desenvolvimento social dessas regiões, o que permitiu à radiodifusão uma evolução histórica. Atualmente, Pernambuco conta com mais de 60 emissoras espalhadas pelo interior do estado. Entre elas, algumas emissoras tem ganhado destaque e expansão no mercado local e também regional. 6

Quando se fala em avanço e expansão é importante que se entenda como desenvolvimento de toda cadeia produtiva da comunicação. A população começa a ter mais poder de compra, com isso, o pequeno comerciante vende mais. Com mais lucro o empresário passa a ter a intenção de ampliar seus horizontes e para tal decide anunciar nas rádios da região. Para anunciar nas emissoras de rádio ele vai ter que desenvolver um produto de comunicação. Então abrem-se pequenas empresas/agências de publicidade que prestam esse tipo de serviço para os empresários. A partir desse case de sucesso, a pequena agência começa a expandir seus clientes e com isso são veiculados mais anúncios nas emissoras. Esse ciclo é claramente visto em muitas regiões consideradas centrais para a economia das regiões, como Caruaru, Petrolina e Santa Cruz do Capibaribe, entre muitas outras cidades do interior do estado que representam uma espécie de nova capital. Caruaru, por exemplo, é conhecida como a capital do Agreste. Da cidade considerada a capital do forró vem o exemplo de emissoras que estão transformando o mercado local. Tanto a Liberdade AM e FM (www.liberdade.com.br) quanto a rádio Cultura do Nordeste (www.radiocultura1130.com.br) são emissoras que podem ser consideradas exemplos de como evoluir junto com o mercado. Novos estúdios, projetos que integram rádio e redes sociais, além de investimento pesado em novos equipamentos, como softwares – ambas possuem aplicativos de smartphone - e equipamentos digitais.


Rádio Grande Rio FM

Essa evolução não se resume à estrutura das emissoras. O investimento em material humano é imprescindível. Há alguns anos, era muito difícil encontrar profissionais como analistas de redes sociais, web designers e programadores que fizessem suas cartas de clientes no interior de Pernambuco, o que hoje é uma realidade, com o avanço das escolas técnicas e cursos superiores nas áreas de tecnologia no interior. Hoje, das casas modestas nos bairros afastados das pequenas cidades, as emissoras passaram a belos prédios equipados com estúdio panorâmico – como o da rádio Asa Branca de Salgueiro – e estúdios com TVs de plasma para que os locutores acompanhem os canais de notícias instantaneamente, bem como através de seus tablets e smartphones. Enfim, o grande passo social em que a radiodifusão está inserida nesses municípios é um fenômeno a ser registrado. Outro exemplo de como esse processo é evidente está em Santa Cruz do Capibaribe, onde o polo têxtil movimenta muito aquela região. De acordo com Ney Lima, diretor da rádio Polo FM – www.polofm.com.br – a tecnologia tem trazido uma série de benefícios para emissora, a aferição da audiência é um deles. “Realizamos periodicamente pesquisas de opinião para aferir nossa audiência nas cidades e com classificação por bairros. Esses dados demonstram um bom resultado e estabelece os parâmetros para nosso planejamento e onde cada programa faz mais sucesso, isso baliza nosso setor comercial”, afirma Lima. De acordo com ele também, a utilização desse novo potencial econômico do interior com o auxílio da tecnologia é de grande valia para o sucesso dos projetos pensados com essa base, mas as emissoras devem acompanhar o processo.

“Nos últimos 12 meses renovamos tecnicamente nosso estúdio. Novos profissionais foram contratados e relançamos nossa marca”, diz Lima. Ele completa: “A interatividade aumentou significativamente a relação entre rádio e ouvinte. Fronteiras foram rompidas e hoje é possível atrair ouvintes de qualquer parte do mundo. Mecanismos como câmeras nos estúdios, transmitindo os programas ao vivo pela web também são ferramentas importantes”, avalia. E quando perguntado sobre como estará o mercado nos próximos dez anos, ele é taxativo: “Com muitas possibilidades para interatividade, velocidade na divulgação de notícias e abertura comercial abrangente, o mercado só tende a crescer”. Alguém aí duvida?

Rádio Cultura de Caruaru (PE)

7


GIRO PITÚ RENDE MEDALHAS À AMPLA COMUNICAÇÃO A boa interação virtual da Pitú com os apreciadores de cachaça rendeu bons resultados no Prêmio Colunistas N/NE 2014. A fanpage da marca, criada e administrada pela Ampla Comunicação, conquistou medalha de ouro na categoria Fanpage em Mídia Social do Prêmio Colunistas N/NE 2014 devido à forma de aproximação com o público, usando linguagem informal e tipicamente pernambucana. Além disso, uma campanha da marca de cachaça para celebrar o Dia do Garçom ainda conquistou o segundo lugar na categoria Datas Promocionais. Para homenagear os profissionais de bares e restaurantes, a Ampla desenvolveu uma ação em que, através de um aplicativo na fanpage da Pitú, os fãs respondiam a pergunta: “Que garçom merece um abraço?”. Aqueles cujos nomes foram mais citados receberam um abraço de verdade enviado pelos seus fãs.

PARA ENXERGAR UM MUNDO MELHOR Os franqueados da Chilli Beans em Pernambuco, André Maranhão e Orlando Freitas, destacam a nova investida nacional da marca da pimenta, que aposta no marketing solidário. Entrou em ação, esta semana, a campanha “Enxergue o Mundo Melhor” em parceria com a APAE, de São Paulo. A cada armação de grau – Linha Vista – vendida, a Chilli Beans doará parte da renda para a organização. A Fracta Propaganda assina a direção de criação da campanha que foca na realização de sonhos das crianças atendidas pela entidade. A protagonista da campanha é a pequena Alice, que tem 12 anos e Síndrome de Down. Seu sonho é ser uma estilista e, em parceria com a Chilli Beans, Alice desenvolveu um modelo de óculos Vista Kids. Para engajar ainda mais a campanha, a agência criou O gesto. Para participar, basta tirar uma foto fazendo o gesto (levar as mãos aos olhos imitando um óculos) e postar usando a tag #EnxergueoMundoMelhor. IDEIA 3 PREMIADA EM DOSE DUPLA A Ideia 3 e o Shopping Iguatemi conquistaram ouro e prata no Prêmio da Associação Brasileira de Shopping Centers com as campanhas Jorge e Zélia e #porummundomaislegal, resulta8

do divulgado durante a abertura do 13° Congresso Internacional de Shoppings Centers, realizado em São Paulo. A agência baiana e o shopping concorreram com 70 trabalhos inscritos de todo o Brasil. A campanha que obteve ouro, intitulada “Jorge e Zélia” já tinha sido premiada o ano passado como a melhor campanha publicitária de shopping centers dos últimos trinta anos, veiculada no ano de 2012 por ocasião do Dia dos Namorados, premiada também com o Grand-Prix do Prêmio Profissionais do Ano Norte e Nordeste da Rede Globo de Televisão. O filme que emocionou os baianos conta a história real do amor de toda uma vida do casal, através de imagens do arquivo da Fundação Jorge Amado, então com o mote institucional “A maior história de amor que a Bahia já viu”. Já a campanha #porummundomaislegal que resgata os valores da gentileza e da bondade foi veiculada no Natal do ano passado, a hashtag potencializou através das mídias digitais a proposta de o respeito ao próximo e garantir a boa convivência.

MAIOR COBERTURA DOS PAINÉIS DE LED NO RECIFE A Bandeirantes Mídia Exterior apresenta novidades nesse segundo semestre para o mercado publicitário. Os empresários Marcelo e Mauros Santos já colocaram em atividade mais um moderno painel de LED na Zona Norte do Recife, que atingirá mais de 40.000 veículos dia. O Topled, que foi instalado na Avenida Rui Barbosa esquina com Rua Amélia, é uma excelente ferramenta de mídia e possibilita as agências e anunciantes atingirem com precisão milhares de consumidores potenciais que se deslocam dos importantes bairros das Graças, Aflitos, Espinheiro, Casa Forte, Apipucos, Jaqueira, Parnamirim, dentre outros da Zona Norte, no sentido da Avenida Agamenon Magalhães, que é a principal via do Recife.


FICHA TÉCNICA

EMBARQUE NESSA EMOÇÃO Com o objetivo de gerar fluxo de loja e aumentar a venda de consórcios na concessionária Aliança Motos, a promoção “Embarque Nessa Emoção” foi criada pela Gênesis Comunicação e terá duração até janeiro de 2015. Contemplando as praças de Pernambuco e Alagoas, a campanha aposta no sorteio de motos 0km e cruzeiros para o arquipélago de Fernando de Noronha. Além das inúmeras formas de ganhar cupons após adquirir a cota de consórcio, o desejo dos clientes também é gerado diariamente através da abordagem maciça da mídia eletrônica, marketing direto, material impresso, ações nas concessionárias e página no Odilon. Agência: Gênesis Comunicação Integrada (PE) Cliente: Aliança Motos Atendimento: Catharinne Galvão Planejamento: Hélio Charles Direção de Criação: Luiz Gonzaga Direção de Arte: Luiz Gonzaga Redação: Wedna Silva Mídia: Elton Ferreira Aprovação: Willames Conserva

CAMPANHA PARA ODILON WAGNER A Blackninja assina as peças do espetáculo “Como ter Sexo a Vida inteira com a mesma pessoa”, dirigida pelo global Odilon Wagner. Grande sucesso de público e que já rodou praticamente o Brasil todo, a comédia versa sobre uma sexóloga búlgara que introduz ao público técnicas para a vida sexual dos casais, dando receitas insólitas para superar as diversas crises que acontecem ao longo de anos de convivência. A solução encontrada mescla a fotografia da atriz principal, Tania Bondezan a um fundo de cor vermelho pulsante, sobre a qual há uma ilustração de um casal em conflito. O desenho delicado, feito em aquarela, é de autoria do cubano David Alfonso Suárez, artista plástico que faz parte do estafe da agência e que também assina a decoração do Carnaval do Recife. Agência: Blackninja (PE) Cliente: Odilon Wagner Atendimento: Cynthia Beltrão e Diego Espíndola Diretor de Criação: Ricardo Santiago Direção de arte e Ilustração: David Alfonso Arte finalista: Bruno Azevedo Aprovação: Odilon Wagner

10


PUBLICIDADE E POESIA A Dois Comunicação cria nova campanha da Prefeitura do Recife inspirada nos versos, "É dos sonhos dos homens que uma cidade se inventa", do poema Guia Prático da Cidade do Recife, de Carlos Pena Filho. A campanha espelha o recifense ao reforçar a noção de pertencimento a cidade, com imagens de nossos postais, e, ao mesmo tempo, o dinamismo e as realizações dos compromissos e sonhos dos recifenses firmados por Geraldo Júlio. As peças da campanha são composta de um filme de 60”, dois filmes de 30”, dois spots de 30” e cinco motivos de outdoor que além de estrearem no domingo nos intervalos do Faustão serão veiculados nas grandes redes de televisões. Com direção assinada por Marco Bahe, a Dois Comunicação prova mais uma vez que a poesia é uma fonte infinita para a criatividade, e que sabe usá-la muito bem a seu favor. Agência: Dois Comunicação (PE) Cliente: Prefeitura do Recife Atendimento: Orlando Mindêlo e Vanessa Gazatti Direção de Criação: Marco Bahe Criação: Filipe Cavalcanti, Cíntia Esteves, Priscilla Gomes e Waldyr Costa Mídia: Sissy Martins RTVC: Pablo Harryson e Camila Guedes Produção gráfica: Camila Guedes Aprovação: Alexandre Rebêlo e Alexandre Gabriel

SE ACHANDO A fim de divulgar a conquista do portal NE10 no prêmio Colunistas Norte/Nordeste 2014, na categoria Veículo Eletrônico do Ano, a Italobianchi criou a campanha jovem e alegre, inspirada em frases divertidas em minibalões de diálogo. Tudo para comunicar, com muito bom humor, o título mais que desejado pelos veículos de comunicação. Através do conceito “O NE10 tá se achando” foram produzidos posts para redes sociais, newsletters, anúncio de jornal e uma ação interativa nas agências de propaganda. Agência: Italobianchi Comunicação (PE) Cliente: Portal NE10 Direção de Atendimento: Miguel Melo Atendimento: Lorena Ventura Diretor de Criação: Geraldo Alain Diretor de Arte: Geraldo Alain Redator: Tesse Lemos Mídia: Ângela Cardoso Produção: Jéssica Almeida Aprovação: Luciane Sallas, Patrícia Melo e Felipe Menezes

11


GIRO BRASIL

RÁPIDO, RAPIDINHO A marca Rap 10 do Grupo Bimbo está no ar com mais uma campanha para a TV. A tortilha, produzida à base de farinha de trigo tem formato de disco e pode ser preparada a qualquer momento, de maneira muito rápida e simples. O vídeo mostra como o preparo é ágil e muito fácil. Esta nova campanha da agência Africa Zero, veiculada pelas emissoras Globo, SBT, Record, Band em São Paulo e TV fechada em rede nacional, durante setembro e outubro, destaca que Rap 10 é tão rápido de fazer que até os comerciais são rapidinhos: “Replay” com 15 segundos e “Relógio”, com apenas 5. ROSAS DE OUTUBRO A Mahogany apresenta a campanha Rosas de Outubro 2014, inspirada no movimento mundial Outubro Rosa, que tem como objetivo conscientizar seus clientes sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama. Durante todo o mês, 1% das vendas dos produtos das linhas de rosas da marca será revertido para o projeto De Bem com Você – a Beleza contra o câncer, que possui associação com o Look Good Feel Better e é coordenado no Brasil pelo Instituto Abihpec (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos). Para promover a venda dos produtos e reverter a renda para a instituição, a Mahogany encomendou à Morya, agência especializada em experiências de consumo, diversas peças publicitárias que vão ambientar as lojas e garantir visibilidade para a campanha. GRANT’S LANÇA CURTA-METRAGEM #IOU Grant’s, o renomado e premiado blended whisky escocês, lança oficialmente uma nova campanha global intitulada #IOU. A campanha começará com um curta-metragem distribuído exclusivamente online. IOU é a abreviação da expressão em inglês “I Owe You”, que significa “Eu Te Devo Uma”. Assim, o conteúdo do curta visa inspirar o agradecimento aos amigos que nos ajudaram a conquistar as grandes coisas na vida. A campanha foi criada pela agência de Londres FCB Inferno e dirigida pelo diretor nomeado pela Bafta, Academia Britanica de Artes Televisivas e Filmes, em tradução livre, Yann Demange, junto com a Stink London Production. O curta desafia a noção de sucesso individual e reflete a realidade de que nenhum de nós chegou até aqui por conta própria. #IOU pode ser visto aqui www.youtube.com/watch?v=ukIhh-m3yIY. 12

CIDADES DA ITÁLIA A Artplan assina a campanha “Cidades da Itália”, que a rede de restaurantes Spoleto lança para todo o Brasil. O plano de mídia da ação engloba TV fechada (nacional), com filme de 15 segundos. Haverá também ações online nas mídias sociais e merchandising da marca no programa Master Chef da Band, que vai ao ar todas as terças, a partir de 22h30. O investimento foi de R$ 600 mil. A rede estima um incremento de 8% no mix do cardápio (com a oferta dos produtos específicos) e crescimento de 11,5% nas vendas durante o período.

DESCUBRA SUA PARADA A Coca-Cola quer ajudar os jovens a se levantarem do sofá. A campanha “Descubra sua parada para não ficar parado”, lançada na internet, pretende estimular os adolescentes a adotarem um estilo de vida mais ativo, encontrando um movimento que os faça felizes. Quatro jovens blogueiros de diferentes países da América Latina vão mostrar como encontraram uma atividade lúdica e divertida que os tirou da frente do computador, e incentivar outros a seguirem seus passos. No Brasil, a campanha é estrelada por Bruna Vieira, que assina o blog “Depois dos Quinze”, e assinada pela WMcCann. As ações digitais nos canais da Coca-Cola nas redes sociais vão contar as histórias de blogueiros que foram desafiados pela marca a descobrirem suas paradas. Além disso, a campanha contempla mídia exterior e o hotsite www.descubrasuaparada.com.br, que traz informações sobre 30 paradas, entre elas bike, skate e slackline, e locais onde podem ser praticadas. SEMPRE CERCADA DE FAMILA A Perdigão, marca da BRF, apresenta sua primeira campanha publicitária de 2014, que tem como foco a salsicha mais vendida do país. O filme tem como protagonistas dois divertidos lutadores de um game que são trocados por um encontro familiar recheado de hot dogs. Com a mensagem “Perdigão, sempre cercada de família”, o conceito pretende reforçar a importância da recuperação dos laços familiares que às vezes são deixados de lado devido às atrações das tecnologias. Para atrair ainda mais a atenção de jovens e pais, a marca investiu em nomes e vozes conhecidos por esse público. Fazem parte do filme o apresentador mirim Luigi Montez, do infantil “Tem Criança na Cozinha” – Canal Gloob, entre outros. O filme é produzido pela Hungry Man e a campanha, com assinatura da agência Talent, se desdobrará nas redes sociais e apresentará de forma descontraída mensagens que reforcem o conceito de união familiar.


NOVA INTERFACE DO MIDIALINKS

Fábio Walker, fundador do Midialinks

as que estão planejando essa plataforma de comunicação. Um shopping de Recife que vende publicidade dentro de seus elevadores pode ser contatado por uma agência de Porto Alegre interessada naquela mídia”, ilustra Fábio Walker. Assim como a mídia indoor, a out of home tem como objetivo difundir informação segmentada, publicidade e entretenimento dirigidos ao público-alvo, quando ele está em plena atividade ou em um ambiente de espera. Assim, o cliente poderá ser “abordado” de maneira não evasiva. Este método tem alto poder de segmentação, custo benefício acessível, alto poder de impacto - já que monitores, banners ou adesivos são estrategicamente instalados em locais de espera "forçada" e conteúdo selecionado, criado e editado com foco nos consumidores. É principalmente dentro deste contexto, que a nova ferramenta do Midialinks tem como base prospectar agências e seus clientes. “Para as agências, que dependem do investimento de mídia para suas receitas, o Midialinks aumenta as opções para se veicular uma campanha, superando as distâncias geográficas e disponibilizando as informações necessárias para um plano de mídia completo”, explica Fábio. Outra aposta da nova interface é garantir aos clientes acesso às informações do banco de dados do portal. Para isso, é preciso que agências e veículos se cadastrem gratuitamente na plataforma, através do site www.midialinks.com.br para desfrutar do recurso. Ao cadastrar-se no Midialinks a agência ou veículo precisa seguir alguns passos para aproveitar os 13

Joyce Warren |

O Mídialinks – portal voltado para quem faz, compra e vende mídia – visando acompanhar o crescimento, cada vez mais maciço, das campanhas de mídia out of home, disponibiliza canal para quem desenvolve campanhas de mídia indoor, exterior e a bordo. A plataforma online é especializada em integrar profissionais de mídia ao viés comercial de veículos. Com este novo meio de propagar mídia, o profissional da área pode cadastrar-se, e apresentar formatos de campanhas; assim como benefícios de determinados modelos de publicidade. O objetivo da nova ferramenta é aproximar o encontro de anunciantes e agências, para que os projetos de campanhas sejam mais elaborados e tenham maior eficácia. Para o fundador do Midialinks, Fábio Walker, a rotatividade de profissionais em agências e veículos de comunicação no Brasil é muito grande e, somado a isso, as empresas de publicidade ganham e perdem anunciantes com muita frequência – enquanto outros veículos criam projetos de mídia todos os dias. “Encontrar as pessoas e produtos certos dentro dessas empresas para fazer negócios de mídia, nesse contexto, é uma tarefa árdua. A Midialinks nasceu para resolver esse problema”, pontua. A nova interface é voltada, principalmente, para agências de pequeno e médio porte. Já que podem pesquisar, em um só lugar, quais formas de veiculação mais se encaixam ao plano de mídia do cliente. Também é prático, pois saber quem é o profissional de mídia responsável pelo anunciante, e de que forma ele oferece seus serviços, é um dado importante para estratégias mais assertivas. A rede de mídia indoor é uma estratégia voltada para propaganda de informação nos ambientes de espera. Sendo assim, é uma prestação de serviços com pilares na comercialização de publicidade. Isto possibilita empresas dos mais diversos seguimentos, ter seu próprio canal de TV – sem custo – por exemplo. Fazer a integração de diversas empresas de publicidade no seguimento indoor, que a cada dia cresce com o aumento de potenciais estabelecimentos que configuram neste modelo, aumentam as chances do poder de negociação e captação de anunciantes a nível nacional. Foi pensando nisso que o Midialinks aproveitou o bom momento para facilitar o diálogo entre veículos e agências especializadas nestas mídias. “Empresas que comercializam espaços publicitários indoor, ao se cadastrarem, entram no radar das agênci-


benefícios do portal. Bem como cuidar das informações e da aparência dos seus produtos de mídia, subir o midiakit de cada veículo – no caso das agências; subir projetos e oportunidades – exibidos nas áreas de trabalho e detalhar o perfil para convidar membros. Fábio esclarece que “o cadastro das informações, tanto por agências como por veículos é totalmente gratuito. O Acesso passa a ser cobrado quando o usuário passa a procurar os dados. Os planos de acesso são corporativos, possibilitando um numero ilimitado de usuários, clientes e veículos cadastrados”. Funcionando como uma rede social empresarial, o Midialinks fornece uma série de recursos para o cliente. É possível “seguir” agências e veículos, manter contato com pessoas influentes na rede e o mais importante: monitorar estatísticas do seu perfil. “O cadastro é antes de tudo uma forma de se tornar conhecido e acessível ao mercado. As pessoas passam a se encontrar e a conhecer as vantagens de fazer negócios em função de seus clientes e produtos de mídia. O Midialinks está se tornando o centro desse tipo de informação”, justifica Fábio Walker. Tornando-se membros do Mídialinks os veículos conseguem disponibilizar informações relevantes como locais, formatos e mídia kits, facilitando o interesse dos anunciantes. A nova interface já soma mais de 80 opções de formatos de Mídia Out Of Home. E pretende incluir mais alternativas e categorias, de acordo com a demanda. Esta nova ferramenta chega num momento onde a publicidade quer se aproximar do dia a dia dos profissionais de mídia e torna-los, cada vez mais, valorizados pelo consumidor. “A diversidade de canais de TV, emissoras de rádio, revistas, jornais, sites etc nunca foi tão grande. Encontrar os veículos mais adequados e suas audiências para um cliente anunciante é o segredo de um plano de mídia de sucesso. A Midialinks ajuda mais de 12.000 agências a encontrar os veículos ideais. Para os mais de 14.000 veículos distribuídos pelo país. É a oportunidade de serem conhecidos e programados por agências que antes desconheciam”, conclui Fábio Walker.

14


A GESTÃO MODERNA E AS RELAÇÕES PÚBLICAS Diante das aprendizagens que a docência nos proporciona, das várias palestras proferidas e das leituras constantes de grandes e consagrados autores que pesquisam sobre a gestão e as Relações públicas, passei a averiguar onde se posicionam as RPs neste novo momento. Antes, vale compendiar sobre quais as principais mutações ocorridas nas últimas quatro décadas na área da gestão. É fato que estamos em novos tempos para a gestão empresarial. O antigo DP (Departamento Pessoal – nomenclatura muito utilizada nos anos 70 e 80 para designar a divisão que tratava dos assuntos dos colaboradores), com foco nas leis trabalhistas, na folha de pagamento e na fiscalização despropositada dos empregados, migrou para o hoje consagrado RH (Recursos Humanos - Modernização da nomenclatura DP. O foco em desenvolvimento e treinamento passa a ser evidente. Massificada nos anos 90, é o termo mais usado até hoje no mundo dos negócios). Com entendimento unânime entre pesquisadores de que “pessoas não são recursos”, acertou-se entre estudiosos, professores e gestores, que a nomenclatura (RH) permaneceria por uma questão de marca, por ser usual e conhecida no mundo corporativo, mesmo diante do alinhamento de “não mais ligar as pessoas aos recursos” da organização. No final da década de 90, “Gestão de Pessoas” aparece massificando-se no vocabulário de acadêmicos e estudiosos. Em meados da segunda década do novo milênio, já há entendimento de que a “Gestão de Pessoas” será substituída gradualmente pela nomenclatura; gestão com pessoas. Os motivos, as respectivas preposições que separam as palavras (de e com), encarregam-se de nos revelar. Na nova gestão, lidera-se “com” as pessoas, e não “as” pessoas. Passamos assim à fase do conceito, onde a imagem pública das organizações é tão ou mais importante do que a qualidade dos seus serviços e produtos. Migramos do momento banal do valor do patrimônio, das grandes sedes, dos luxuosos edifícios; para o momento do “espírito”, do intangível. O foco volta-se para as pessoas.

As corporações modernas precisam fazer parte dos sonhos dos seus funcionários, conhecê-los individualmente e os ajudarem a conquistá-los. Um líder almeja atuar em uma empresa que respeite as pessoas, que participe de programas de preservação ambiental, que seja defensora da legalidade, que pague seus impostos corretamente e que cumpra suas obrigações mínimas com os seus colaboradores. Talentos desejam atuar em firmas que tenham em seus slogans e nas suas atitudes, um grande objetivo para sua existência. É o fim das hierarquias e dos temidos gerentes. É o fim do chefe que nunca chega na hora e que apenas coordena e controla. Gerentes, gestores, diretores, supervisores e até presidentes de grandes empresas trabalham juntos com seus colaboradores em um ambiente comunitário; cumprem horários, usam crachás, recebem os mesmos benefícios e as mesmas participações nos lucros. “Para quê uma sala separada para o diretor?” Esta é a pergunta que alguns gestores de empresas já fazem quando questionados sobre o ambiente único de trabalho. O lugar das relações públicas – Assim como as organizações, os profissionais da área executiva precisam se adaptar rapidamente. Pelos novos conceitos terem seus alicerces nos relacionamentos individualizados, pode-se visualizar novos acessos aos profissionais de relações públicas. Não seria absurdo imaginar que as RPs encontram-se em ligeira vantagem com relação à outras profissões que também formam líderes executivos e gestores. Em partes, o próprio nome: “Relações públicas”, que outrora foi tratado como empecilho para boa compreensão da profissão, neste momento pode ajudar. As organizações modernas não veem alternativas senão “dar satisfações aos públicos com quem mantém intercâmbio”. Aparece então a encantadora profissão, pertencente ao leque da comunicação social, que traz sua base teórica nos bons relacionamentos, na fluidez dos comunicados e na verdade. Quando a era do conceito traz a necessidade de um olhar especial para cada um, as Relações públicas não podem deixar de vigorar. Com as redes sociais em alta, cada pessoa passou a ser “mais importante”. São comunicadores 24 horas por dia. Pessoa única; que opina, que contesta, que diverge, que critica, que concorda ou que discorda; mas que publica suas opiniões para os milhões de outros conectados As mesmas pessoas estão também dispostas a publicar seus elogios, suas satisfações e suas conquistas. É aí que entra o trabalho especializado do (a) Relações públicas, que não pode, claro, deixar de contar com os outros serviços profissionais dos demais comunicadores sociais e suas habilidades. Não se trata de um trabalho individual.

15

Firmo Neto | firmoneto@yahoo.com.br

ARTIGO


CAPA

Ivelise Buarque|

A FORÇA DA MARCA DE DENTRO PARA FORA Em 2009, a gigante do fast food mundial encarou uma crise violenta que marcou o mercado, afinal, em três dias, um vídeo de dois funcionários descontentes da Domino’s Pizza foi visto por cerca de um milhão de pessoas pelas redes sociais. Na época, quando pesquisada a palavra “dominos” no Google, cinco entre 12 páginas faziam referência ao episódio relacionado à cadeia americana de pizza, e a avaliação dos consumidores se tornou negativa. A marca postou no YouTube um pedido de desculpas do presidente da empresa, mas não foi suficiente para controlar totalmente os danos causados. Este caso mostra a influência das redes sociais ao destruir a reputação de um negócio e também reforça um conceito simples: a credibilidade começa dentro de casa. É aí que entra a função do brading interno. Afinal, o funcionário é o primeiro consumidor da imagem da empresa e, por isto, nunca se tornou tão essencial conquistar este, que é o cerne de uma corporação nos dias de hoje. Com uma jornada que ultrapassa o tempo que se habita na própria residência, o funcionário vivencia o posicionamento daquela que se torna sua segunda casa perante o mercado e também a sociedade e, sendo assim, torna-se um líder de opinião dela. Se o profissional que trabalha diretamente com a marca, ou organização não confia ou acredita

nela, como irá fazer com que outros a considerem e se apaixonem por ela fora dela? Assim, o endomarketing e o branding interno estão interligados. “O branding interno, ou endobranding, se refere às técnicas e objetivos que consistem na conquista de preferência, fidelidade e até mesmo share of heart/ share of soul dos próprios colaboradores da empresa que emprega o endobranding”, diz Henrique Santos, coordenador de planejamento da Rae,MP Comunicação (SP). Na construção de uma empresa, o primeiro passo é concentrar os esforços de branding sobre clientes e terceiros. Mas, esquece-se que a questão mais importante e de maior valor é cultivar aquele que vai conviver intensamente com ela no dia a dia e replicar sua visão sobre ela. “Tudo é questão de credibilidade. Somos mais autênticos e passamos mais credibilidade ao falarmos bem de outra que de nós mesmos. Quando um alto executivo fala bem de sua empresa, automaticamente nosso cérebro levanta uma barreira protecionista bipando que há interesses por trás dessa ação. E quando o discurso não é positivo?”, comenta o publicitário Thiago Braga da Gráfica JB (PB). Ele destaca que a empresa é muito mais do que se pode tocar. É o que diz Riderstrale e Nordstrom, que descrevem no livro Karaoke Capitalism, que as máquinas, os imóveis e os produtos representam apenas 15% do valor real da corporação. Enquanto a lealdade e a imagem positiva dos clientes, sócios e funcionários são responsáveis pelos 75%, uma margem muito grande para ser ignorada. A ideia de que o posicionamento interno da marca atrai maior engajamento traz benefícios e vem mudando a visão de mercado de empreendimentos de todos os portes e ramos. E tem mobilizado maiores investimentos das empresas em várias esferas, criando cada vez mais um relacionamento próximo e claro. “Esse relacionamento deve ser intenso e permanente, com os colaboradores diretos, terceirizados e mesmo com os seus familiares. É uma forma de promover o diálogo, equacionar interesses, integrar equipes, valorizar o conhecimento e a produção, além de motivar os funcionários”, explica Arlindo Teles, da Maga Endomarketing (PE). Para o consultor, o branding para o público interno é sempre emocional, aciona o estado de ânimo e os desejos e expectativas das pessoas gerando excelentes resultados, como na experiência para um dos seus clientes, a Elizabeth Cerâmica. Foi desenvolvido o diagnóstico, planejamento e execução da comunicação interna, integrando os mais de

Henrique Santos, coordenador de planejamento da Rae,MP Comunicação (SP)

16


Arlindo Teles, da Maga Endomarketing (PE)

res crentes na qualidade da marca de sua empresa e tudo o que ela representa, serão estimulados constantemente a divulgar positivamente para outras pessoas. Mas, que ferramentas utilizamos para que isso ocorra? No meu ponto de vista, não seriam ferramentas, mas a construção de uma identidade de valor”, diz o publicitário, professor e consultor, Marcus Quintanilha Filho (BA).

1600 colaboradores da empresa. E a Maga promove uma série de campanhas diferenciadas que incluem até aquelas definidas em calendário, como o Dia do Trabalho, por exemplo, que precisam estar alinhadas com a estratégia geral da marca. “O diferencial é pensar a comunicação como uma ação integrada que envolve toda a organização. Afinal, toda marca se constrói de dentro para fora. As pesquisas mostram que o funcionário hoje não coloca o salário em primeiro lugar para permanecer numa empresa. Ele tem necessidade de interagir nos processos, conhecer profundamente o planejamento e as metas do seu trabalho, melhorar a sua qualificação e qualidade de vida”, determina Teles. O alinhamento do discurso de uma organização, a sintonia com a filosofia e os objetivos da empresa se tornou, então, sinônimo de bons negócios e uma política assertiva de recursos humanos. E, mais ainda, contribui para moldar a percepção dos profissionais que se deseja atrair. “Para se conquistar o público, o mercado alvo, a empresa precisa primeiro conquistar o seu público interno, seus funcionários e colaboradores. Ele tem que ser realizado desde o recrutamento desse funcionário, passando pelo seu desenvolvimento, até a sua permanência efetiva”, enfatiza Marcelo Gil, sócio-gestor da empresa Mercado Vip (BA). Por isto, o colaborador que não está conectado e vestindo a sua camisa será o seu principal inimigo no mundo dos negócios e não a concorrência. “É lógico que colaborado-

O VALOR DO NEGÓCIO – Num cenário em que fidelizar se tornou ponto essencial para tornar o negócio sólido em meio a tanta concorrência, mensurar a importância do endobranding e as melhores formas de desenvolvê-las pode enfatizar o sucesso de uma marca, ou de uma empresa. “O engajamento do colaborador na retransmissão dos valores da empresa é o objetivo do que chamamos de branding interno. A socialização do valor está além da esfera organizacional, ela se apresenta em todas as atitudes empresariais, funcionando como um estereótipo que será constantemente visitado pelos clientes internos e externos. Vejo claramente que, para qualquer ação de marca, valor e engajamento, o capital sociológico será muito mais importante que o de mercado. Isso pode mudar tudo na forma como as organizações pensam, suas estratégias de marketing. Talvez até seriam ações de 'sociomarketing', ou como sejam batizadas num futuro próximo”, acredita Quintanilha.

Daylton Almeida, DIA Comunicação (RJ) 17


Rosangela Ribeiro, Printer Press Comunicação Corporativa (SP)

Quando se rompe o conceito do mero funcionário, a organização ganha o aliado que está por livre e espontânea vontade reverberando suas impressões positivas sobre a marca na mesa de bar, na conversa informal com os amigos e naturalmente nas redes sociais. E este poder é imensurável. “Branding Interno têm a tarefa de fazer com que as organizações sejam internamente o que comunicam externamente. A gestão da marca, portas adentro da empresa, não é termo da moda. São conjuntos de ações direcionadas aos funcionários que envolvem: comunicação organizacional, cultura corporativa, capital humano, endomarketing, lideranças entre outras. Real B2E (Business-to-Employees)”, enfatiza Thiago Braga. Estabelecer a imagem que se espera dos profissionais com a empresa exige transparência e comunicação diária, este pode ser um dos primeiros passos neste processo de fazer com que ele vista sua camisa. “Realizamos este trabalho em nosso negócio nas ações mais simples. O público interno encontra aquilo que procura: a informação, o reconhecimento e o estímulo necessário para um bom trabalho. Um exemplo bem sucedido é fazer, junto com o funcionário, o crescimento profissional do indivíduo percebendo o amadurecimento e reconhecendo o trabalho bem feito”, destaca José Setton, sócio da Blu-X (RJ), especializada em t-shirts que trazem desde 2007 referências ao lifestyle carioca. Acreditando que uma boa estrutura de marketing é fundamental para o desenvolvimento do negócio, o empresário diz que a empresa está sempre com novidades em algum Gustavo Bastos, diretor de criação da 11:21 (RJ) 18

processo – desde a produção até a venda do produto -, mesmo sendo enxuta, e que todos os colaboradores estão envolvidos de alguma forma nesses passos. E isto faz muita diferença no resultado final. “Sendo bem feito, os efeitos são imediatos e positivos. A empresa sai ganhando, sem dúvidas. As metas são alcançadas, com melhor aproveitamento individual das pessoas e maior criatividade nas ações delas. Com isso, a motivação chega ao extremo e conseguimos extrair o máximo de cada um”, reforça. Mas, antes de tudo, precisa-se ter bem claro que esta ação de endomarkting representa ainda mais uma mudança de cultura empresarial. Não está atrelada apenas a algum tipo ou tamanho de organização, que só trabalha o público interno como os primeiros clientes para atingir os objetivos estratégicos da empresa. “Ele pode ser implementado tanto para empresas recém-abertas como para aquelas com um grande tempo de atuação. Mas, para que o programa de branding interno tenha sucesso, o CEO e o time executivo devem estar altamente comprometidos com a estratégia de marca adotada e, por isso, são os principais disseminadores da marca. Além disso, deve existir um alinhamento das políticas de recursos humanos, comunicação interna e marketing corporativo para dar todo o suporte à implementação do programa internamente. Cada colaborador deve entender o que a organização espera deles e como eles podem contribuir para o sucesso da empresa”, afirma Daylton Almeida, da Dia Comunicação (RJ).


Eduardo Borges, diretor no Brasil do portal AshleyMadison.com (RS)

Para o diretor de Branding, esta é uma prática de longo prazo, que deve envolver diversos mecanismos adequados para que o colaborador receba o reconhecimento e as recompensas devidas pela sua mudança comportamental. “Para que um programa de branding interno seja assertivo, é essencial contar com ’multiplicadores da marca’, selecionando e envolvendo colaboradores de todos os níveis hierárquicos, em todos os departamentos, que promoverão a marca internamente para os demais. E, da mesma forma, é interessante também acompanhar as métricas antes, durante e logo após a implementação do programa para corrigir rotas. Pesquisas de clima organizacional também devem ser feitas antes e após a implementação”, afirma Almeida que reconhece como um caso insuperável o da Zappos, loja online de roupas e calçados. Referência hoje no cenário mundial, a empresa americana se tornou realmente uma das maiores tendências de estrutura empresarial e de estilo de gestão, inclusive, por ter adotado a teoria da holocracia (uma empresa sem chefe formal, baseada em auto-organização, cooperação), dando aos seus 1,5 mil funcionários autonomia para serem, praticamente, chefes de si mesmos. “É uma empresa que tem um propósito claro e inspirador: ’entregar felicidade aos clientes, empregados e vendedores’. Ela criou uma cultura organizacional que se difere das demais marcas pelo fato de oferecer um atendimento de excelência aos seus clientes, resultado da maneira como engaja os colaboradores. Na Zappos, os valores da empresa não são apenas um quadro pendurado na parede, eles são vivenciados diariamente”, destaca Daylton.

Esta renovação da arquitetura interna de uma empresa configura uma nova postura da própria equipe, na opinião do coordenador de planejamento da Rae,MP, Henrique Santos, para quem um grande defeito no mundo dos negócios é associar a necessidade das ações de branding interno a situações em que os colaboradores da empresa já estão desmotivados e não defendem a própria empresa quando fora dela. “A Noble Brasil, de produção energética, agrícola e metalúrgica, recebeu, em 2013, o Prêmio 'Ética nos Negócios'. A empresa foi uma das finalistas da categoria Comunicação e Transparência”, comenta ele que lembra que o colega e diretor executivo da agência, Marcelo Ponzoni, atuou como parte do júri. Citando o case como um sucesso de endobranding, Ponzoni reforça que a corporação apostou em mais de oito estratégias, que envolvem até ouvidoria interna: “O projeto, batizado de Comunicação sem Fronteiras, consistia em impactar positivamente os quase 10 mil funcionários espalhados nas 24 unidades no território nacional através de diversos canais de comunicação. E todas estas ações, realizadas em conjunto, garantiram a conquista do índice de satisfação interno. O recebimento de mais de 50 sugestões pelo programa Ideia+ em menos de três meses e a participação de 90% do envio de fotos dos recém-nascidos filhos dos colaboradores para o quadro Nascimentos, entre outros resultados de relevância”. A MUDANÇA QUE FUNCIONA - Como em todo relacionamento, este casamento começa com uma paquera. Então, se a empresa não começa a conquista no recrutamento, pode ser que esse nunca funcione a contento. “Funcionários satisfeitos, geram clientes satisfeitos. Para que o resultado final da nossa venda, prestação do serviço seja positiva, a comunicação interna da empresa tem que ser exemplar. Treinamento é a palavra-chave. Nossa missão tem que ser levada a sério. A promessa do nosso serviço não pode ficar só no papel, tem que ser concretizada, e para isso nossos funcionários são treinados e capacitados para tal, para que a comunicação interna não tenha falhas”, diz Marcelo Gil da Mercado Vip. Ele lembra que no começo teve muitos tropeços, adequação e reformulações. Mas com a eficiência do trabalho realizado para divulgar a marca, hoje, ela remete a bem-estar, qualidade de vida, praticidade, comodidade nos dias atuais pautados pela correria e afazeres. “Hoje, com a era das redes sociais, viramos uma marca em que o cliente gosta de postar nas redes, tiram fotos com nossos entregadores e motoristas com as compras. Eles até pediram para mudar a farda de tantas fotos que tiram com nossos clientes. E eles gostam! Se sentem felizes em representar a empresa que trabalham. Se não gostassem da empresa, não apareceriam. E, com tudo 19


Luciana Boschi, diretora da Dom Graphein Consultoria (RJ) 11:21 (RJ), Gustavo Bastos. “Na agência, investimos muito na autoestima dos funcionários para que tenham orgulho de onde trabalham. Acreditamos que isto influencia positivamente o relacionamento dos clientes da agência, que também sentem este mesmo orgulho. Não somos mais um fornecedor. Somos um parceiro dos nossos clientes e eles têm orgulho do trabalho que fazemos para eles e assim nossa parceria só aumenta e nossa marca só cresce. É um círculo virtuoso”, lembra. Contudo, frisa que nenhum programa de branding interno funciona adequadamente se não for verdadeiro. “A empresa deve passar aos seus funcionários que é feita de gente que ama o que faz, que a meritocracia ali funciona. Faça uma campanha interna, eventos, use os murais, o e-mail, camisetas, coisas simples para espalhar o conceito do engajamento, crie ambientes de descompressão, dê ao RH o poder de trazer pessoas que amem o que fazem e, acima de tudo, dê o exemplo, ame o que faz e mostre para todo mundo o que você sente”, ressalta Bastos. Ele acredita que este investimento gera um orgulho que se espalha como rastilho de pólvora e ganha as ruas, tornando-se maior do que só na empresa, como nos casos da Apple, do Google e da Rede Globo. isso, quem ganha é a empresa, o público interno e externo”, destaca o diretor da empresa que atua na Bahia e em Sergipe. Esta reputação do negócio construída pela comissão de frente aos consumidores e clientes se torna em alguns casos inabalável em função deste engajamento, alinhamento e transparência na comunicação de dentro para fora. Esta ferramenta gera uma credibilidade e confiança, que precisa ser alimentada e fortalecida intensamente com os colaboradores. “Com isso, podemos reforçar todos os pontos positivos da empresa, fazendo com que todos se sintam construtores do crescimento da empresa. Os colaboradores são os melhores divulgadores de uma empresa”, para Rosangela Ribeiro, diretora de conteúdo da Printer Press Comunicação Corporativa (SP). E com este pensamento a agência criou o Comitê de Comunicação Interna com gestores responsáveis e colaboradores voluntários para discutir e produzir as ferramentas e os veículos envolvidos. “Começamos com a realização da primeira Pesquisa de Clima e com isso pudemos identificar todos os pontos fortes e os gaps de nossa empresa. Com isso feito, é importante envolver todos em um plano estruturado de medidas onde os colaboradores serão beneficiados juntamente com a empresa, resultando no fortalecimento da sua marca”, comenta ela. E reforça que entre as ações utilizadas estão, por exemplo, comunicados, reuniões presenciais de apresentação do planejamento da empresa e dos resultados financeiros, jornal interno e programa de feedback. “O branding interno é uma evolução natural do endomarketing em um tempo onde a palavra engajamento parece ter dominado não só os departamentos de marketing das empresas, mas também o RH”, diz o diretor de criação da 20

EXEMPLOS QUE MARCAM - “O Google é um ótimo exemplo, onde funcionários sentem prazer de trabalhar. O ambiente de trabalho favorece bastante, e a aceitação da necessidade do serviço vem de longo prazo. Empresas como Natura e Avon também são bastante desejadas por mulheres que, consequentemente, acabam acreditando no produto que estão vendendo”, opina Eduardo Borges, diretor no Brasil do portal AshleyMadison.com (RS), rede social de namoro online há quase 15 anos no mercado. Para ele, o branding interno faz com que funcionários se sintam confortáveis em vender aquele produto ou serviço, pois acreditam nele e, por isto, é fundamental conquistá-los. E quando os funcionários acreditam na empresa não só ocorre o aumento de produtividade e qualidade como também de inovação de tecnologias, e consequentemente atração e fidelização de mais clientes. Esta é a experiência deste site que cresce no mundo todo, e cujos números de crescimento são essenciais para mostrar a relevância dos seus serviços aos funcionários. “O AshleyMadison.com é a maior empresa digital do Canadá, e todos os 150 funcionários que atuam na sede em Toronto adoram compartilhar o que fazem, por ser um trabalho totalmente diferente do convencional”, destaca Borges. E assim, se forma o time que conquista o sucesso no mundo dos negócios. “Na Mundo Contábil envolvemos todos na busca pelo crescimento e conseguimos que trabalhem acreditando na importância do que fazem: 'somos um time, somos uma equipe, somos a marca Mundo Contábil' são pensamentos que melhoram nosso desempenho como em-


presa (grupo) e como profissionais (individual)”, diz Simone Fragoso, diretora da assessoria contábil (SP). Para isto, criou-se um regimento interno divertido e inclusivo, que reforça até a possibilidade dos novos funcionários se tornarem sócios da empresa, contribuindo para que todos busquem alcançar este reconhecimento. “Os efeitos se refletem em uma melhor postura por parte dos funcionários, um empenho maior pelo crescimento da empresa e um tratamento diferenciado aos clientes. Quando o funcionário 'veste a camisa', apoiando a marca na qual acredita, ele se desenvolve e a empresa também”, lembra. Um plano estratégico que envolva benefícios é assim um primeiro passo. E esses podem variar da estrutura até plano de cargos e carreiras como demonstrado por Fragoso. Afinal, a aplicação do branding interno se resume em transformar o colaborador em família, no fim das contas. “O que adianta dizer ser inovador e ter computadores ultrapassados, móveis ruins e paredes frias. Na Luz, usamos o conceito de open-space, temos cor em vários detalhes, todos possuem laptops de última geração, etc. Desenvolvemos ferramentas online que possibilitem que os colaboradores trabalhem em constante contato e troca como o slack (app de comunicação)”, revela Daniel Pereira, CEO da Luz (RJ), empresa especializada em planilhas empresariais em excel. A organização também aposta em cursos de treinamento (como design thinking, analytics e gestão), e encaram uma política de recursos humanos com flexibilidade geográfica e de horário. “Você não precisa ir ao escritório e pode trabalhar nos horários em que preferir. Temos até colaboradores em cidades diferentes. Realizamos confraternizações, como um chopp mensal, sempre após a reunião de revisão dos resultados, que é um momento muito importante para que colaboradores mais experientes transmitam a cultura e a história da empresa para os colaboradores mais novos”, reforça. E assim obtém maior alinhamento entre o que vendem e o que praticam. Estas e outras estratégias contribuem para que o público interno fique cada vez mais motivado no trabalho e na empresa, assim qual o motivo o levaria a sair? Sendo assim tudo contribui não só para gerar uma imagem positiva da empresa como diminui a rotativa do quadro. “O endomarketing, ou ainda clima interno organizacional, é a qualidade do ambiente organizacional que experimentada pelos grupos influencia no seu comportamento. Uma empresa não pode crescer sem a lealdade dos clientes. E não se pode construir a lealdade dos clientes sem funcionários leais. Assim, é possível citar inúmeras empresas que não têm boa imagem no mercado e, com isso, o RH acaba tendo uma dificuldade enorme em atrair bons profissionais para seus quadros. Afinal, uma empresa com quadro rotativo acaba gerando imagem ruim e afastando, por isso, possíveis novos colaboradores”, diz Luciana Boschi, diretora da Dom Graphein Consultoria (RJ), que considera o Branding Interno como uma forte ferramenta de fidelização. Contudo, é importante lembrar um pequeno detalhe:

mais do que fazer com que eles se sintam e façam parte do processo de fortalecimento da marca da empresa, é preciso lembrar que as ações não podem se distanciar do posicionamento externo. “Se somos extremamente criativos e ousados com nossos clientes, não podemos simplesmente mandar um cartão de aniversário automático para as pessoas. Nossas ações internas precisam refletir a identidade de marcas que transmitimos para o mercado. Consistência é tudo. Não adianta nos mostrarmos de um jeito internamente, que não somos na prática. É preciso ter sinergia de comunicação entre todos os pontos e contatos. Consistência é a chave do sucesso no branding interno”, ressalta Christopher Montenegro, sócio da Malagueta Criativa (RJ). Em sua visão, coloca-se muitas vezes 100% do foco em posicionar a marca da empresa apenas para o seu público externo, relegando o público interno. E por isto, é necessário se fazer sempre um questionamento importante: o que faz a empresa ser um lugar atraente para trabalhar? “Valores como respeito e confiança precisam ser aplicados por eles e para eles. Todos que trabalham conosco fazem parte da construção da marca e muitas vezes são os nossos pontos de contato com os clientes externos. Envolvimento das nossas equipes com as atividades e processos de administração de marca em programas internos e motivacionais, que ajudam a informar e inspirar as pessoas, é o caminho do sucesso para o branding interno”, comenta Montenegro. Neste processo, todos saem ganhando: a empresa por ter uma equipe alinhada com a sua imagem e posicionamento junto ao mercado, os funcionários pelo maior envolvimento com o negócio no dia a dia e o cliente que contará com prestadores focados na excelência em suas atividades e mais motivação para partilharem do sucesso do negócio. E por que não? Amor. “Na Giacometti, costumamos dizer que a organização é o 'sol' e a marca é a 'lua'. Eles estão diretamente relacionados, um impacta diretamente no outro. A forma como o sol, representando a organização, se estrutura e se organiza, traz um reflexo e impacta diretamente a lua, representando a marca. Então, não há sentido em separar o interno do externo, pois estamos falando do Yin e do Yang, de coisas complementares”, diz Dennis Giacometti, sócio-presidente da Giacometti Comunicação e da Zhuo – Gestão, Inovação e Estratégia de Marca. Com intuito de simplificar a prática profissional, ele argumenta que na verdade não existe o endobranding, o que existe é o próprio branding. Ele é que tem que estar conectado com toda órbita de stakeholders, em uma relação de interdependência, que representa o núcleo do DNA vocacional. “A construção de uma marca de prestígio passa primeiro pela harmonização de toda a organização em torno do que ela deseja expressar através dessa marca. Se a empresa de fato entrega o que promete, e pratica diariamente formas inovadoras de entregar o que promete, com a cumplicidade de todos na sua cadeia interna (inclusive fornecedores), ela com toda certeza será reconhecida. E ao ser reconhecida, seus colaboradores sentirão orgulho de participar dessa construção”, reforça. 21


Joyce Warren |

MAIS AGILIDADE NA GESTÃO DE PRODUTORAS AUDIOVISUAIS Uma ideia na cabeça e uma câmera na mão. Ao sintetizar o processo de criação de um filme, o diretor Glauber Rocha apenas se esqueceu de incluir centenas de etapas de produção que vêm em seguida. É um trabalho longo, minucioso e que envolve uma equipe gigantesca. Para auxiliar nesse processo e atingir o máximo do potencial artístico e comercial de produtos audiovisuais, a OffiSys – empresa de desenvolvimento de softwares de gestão com 20 anos de experiência – desenvolveu o ProFilme.NET (www.profilme.net). Trata-se de um sistema de gestão especializado no setor, cujas funcionalidades englobam todas as etapas na produção de um vídeo – desde orçamento e planejamento, até a organização da pósprodução. A solução ajuda a criar, por exemplo, ordens do dia, planilhas em que se detalha a logística dos sets de gravação. Além disso, o ProFilme.NET também aborda o funcionamento da produtora como empresa, com listas de fornecedores, balanços financeiros totais e por job e mais de 170 tipos de relatórios.

Simone Borges, sócia da empresa e gestora da área de acompanhamento de produtos e Ivan Borges, CEO da Offisys

O sistema também é multiunidade e multiempresa, ou seja, permite o acesso a uma mesma conta a partir de diferentes filiais ou CNPJs. O recurso é vantajoso para produtoras que buscam segmentar os tipos de atividades que desenvolvem, como publicidade, documentários e ficção. O ProFilme.NET surgiu a partir de uma experiência de 16 anos da OffiSys desenvolvendo softwares para produtoras. “Aprovei22

ProFilme.NET é um sistema de gestão especializado no setor, cujas funcionalidades englobam todas as etapas na produção de um vídeo

tamos o que de melhor surgiu nos trabalhos feitos sob encomenda e transformamos em um sistema único que comporta qualquer produção audiovisual”, conta Simone Borges, sócia da empresa e gestora da área de acompanhamento de produtos. Hoje, o sistema é usado por mais de 60 produtoras pelo Brasil, de portes e setores diversos, desde publicidade até longas-metragens. Por simplificar os trâmites burocráticos, o ProFilme.NET é interessante tanto para novas empresas, pouco experientes no trato com a legislação brasileira e com processos de produção, quanto para as já estabelecidas no mercado. “Há emissão de documentos obrigatórios de sindicatos e relatórios de prestação de contas da Ancine, por exemplo”, afirma Ivan Borges, CEO da Offisys. O ProFilme.NET segue modelo de licenciamento de uso. Os assinantes têm em seu poder todas as informações contidas no banco de dados, inclusive no caso de interrupção do contrato, quando o sistema passa a operar em modo de consulta. Os próximos passos da OffiSys são disponibilizar um aplicativo para que informações de custos sejam enviadas por meio de dispositivos móveis, e adaptar o software para outras empresas do setor de produção cultural.


DIVERSAS OPÇÕES DE FRANQUIAS E BONS NEGÓCIOS semestre”, afirma Artur Hipólito, sócio-diretor do Grupo O segmento de franquias é um dos que mais cresce no Zaiom, detentor da marca Home Depil, entre outras. Brasil. Somente no ano de 2013, o setor atingiu faturamento A expectativa é de que a feira gere em torno de R$ 25 de R$ 115 bilhões e ultrapassou a marca de um milhão de milhões em volume de negócios e reúna cerca de 18 mil empregos diretos e formais, inaugurando quase 10 mil novos visitantes e investidores, que terão a ótima oportunidade de pontos de venda. As novidades do setor chegam ao Recife, na contatar diretamente centenas de franqueadores, fornecedo4ª ABF Franchising Expo Nordeste 2014, que acontece entre res e parceiros de diversos segmentos, além de Shopping Cenos dias 4 e 7 de novembro, no Centro de Convenções de Perters. “Buscamos a cada ano atrair um público ainda maior e nambuco (Cecon-PE). A feira reunirá mais de 100 opções de mais qualificado de investidores e candidatos à compra de franquias de diversas áreas, além de Shopping Centers e fornefranquias em todo o país. Isso é possível devido ao grande cedores. número de boas oportunidades reunidas, e à troca de expeQuanto ao crescimento do setor por segmentos: o riências únicas durante o evento, proporque apresentou melhor resultado no ano cionando ao visitante a escolha do negópassado foi o de Esporte, Saúde, Beleza e cio ideal para o seu perfil de atuação”, Lazer, com aumento de 23,9% em comenta o diretor executivo da Associafaturamento. Esse aumento é reflexo, ção Brasileira de Franchising (ABF). Ricarprincipalmente, do acentuado crescido Camargo. mento no consumo de produtos ligados à beleza e cosméticos. O Brasil, em 2013, alcançou o 2° lugar no ranking de consuAPLICATIVO - Para este ano, a organimo mundial de Higiene Pessoal, Perfumazação da feira traz uma grande novidade. ria e Cosméticos, de acordo com a Por meio do aplicativo para celular ABF ABIHPEC. Expo, o visitante terá acesso a informaEm seguida, vem o segmento de ções detalhadas sobre o evento. O App já Hotelaria e Turismo, com de 21,9% em está disponível para download gratuito ampliação de faturamento. Segundo para plataformas iOS, Android e HTML 5 dados da Embratur, no ano passado, o nos idiomas espanhol, inglês e português. Brasil recebeu cerca de 6 milhões de Com ele, o usuário pode fazer o seu préturistas estrangeiros. O faturamento credenciamento, acessar a lista de expocresceu principalmente por conta dos sitores com seus contatos, permitindo grandes eventos que o país recebeu, localizar as marcas de seu interesse, e como Copa das Confederações, Jornada conferir onde ficam os estandes a fim de Mundial da Juventude, Rock In Rio e Ricardo Camargo, diretor Executivo da ABF planejar antecipadamente seu roteiro de Fórmula 1. visitas e reuniões para o evento. Além de Apostando nesta crescente do setor, estarão ver a programação dos cursos rápidos, com temas imperdíveis presentes pela primeira vez na 4ª ABF Franchising Expo Norpara um bom empreendedor, o aplicativo também envia mendeste 2014 as marcas: Bye Bye Paper, Contem 1g, Fast Açay, sagens semanais ao usuário sobre o setor e o evento, e dicas de Giraffas, Habbibs, Lady Lord, Multicoisas, Pier, Ponto Natura, descontos de hospedagem e viagem para Recife. “O aplicativo Restaura Jeans, Siluets, Sodiê Doces, entre outras. “O é uma forma interativa de aproximar público e ex-positores” mercado de franquias cresce cada vez mais, pois as pessoas explica o diretor Executivo da ABF, Ricardo Camargo. O buscam oportunidades de serem donos do próprio negócio. A credenciamento pode ser realizado no site www.abfexponorABF Franchising Expo Nordeste é uma grande oportunidade deste.com.br. O valor do ingresso é de R$ 20,00, válido para para conhecer melhor esse mercado. Almejamos, com este todos os dias. A bilheteria será aberta ao público em geral, evento, expandir ainda mais as nossas marcas em todos os com ênfase nos empreendedores, investidores, consultores, estados da região e abrir mais 60 novas unidades no segundo proprietários e presidentes de empresas. 23


A VEZ DO CLIENTE

Ivelise Buarque |

Andre Gama, Breno Gama, e Leopoldo Gama

QUANDO ASSUNTO É MAIS DO QUE PIZZA Há 29 anos, três jovens alagoanos tiveram a ideia de começar a empreender ainda nos tempos de colégio e criaram uma rede de restaurantes que tem deixado sua marca no Nordeste com três marcas fortes: a Super Pizza, a casa de pizza e massas Armazém Guimarães e o restaurante de culinária italiana Maria Antonieta, em Maceió. “Todas as nossas operações (Super Pizza com sete unidades, Armazém com quatro e a Gastronomia Maria Antonieta) continuam sendo operadas pela família e administradas por nós três”, destaca o empresário Leopoldo Gama, que divide com os irmãos André e Breno a sociedade do grupo que traz em si uma trajetória de sucesso no mercado com essas diversas propostas voltadas à cozinha italiana. E hoje os sócios comemoram os dez anos de atuação bem sucedida na capital pernambucana, onde investiram com a marca Armazém Guimarães, em uma das localizações mais turísticas e concorridas do Grande Recife, a praia de Boa Viagem, no Litoral Sul. O empreendimento que é reconhecido na praça natal como uma das maiores referências da região em gastronomia italiana e pizzaria de forno a lenha. “Gastronomia italiana é concorrida em todo território nacional e procuramos nos destacar dentre os concorrentes na utilização de ingredientes de primeiríssima linha. Não permitimos, em hipótese alguma, a entrada de produtos que não sejam os melhores. E junto com preços justos e um serviço com aprimoramentos constantes, acreditamos assim poder nos manter nesse mercado”, comenta ele. Depois de muitos anos de atuação no mesmo endereço no Recife, o Armazém Guimarães mudou sua localização, mas manteve-se com a mesma proposta. E, hoje, a casa está instalada na praça de alimentação do Shopping RioMar no 24

Pina, como um dos restaurantes âncoras do corredor gourmet do centro de compras. Uma mudança que trouxe grandes transformações para o negócio, já que a nova estrutura não possibilitava as entregas, em virtude de funcionar dentro de um mall. Contudo, para atender aos clientes fieis, especialmente do cardápio de pizzas da marca, otimizou o serviço criando uma unidade Armazém Guimarães Delivery, que, assim como a do Riomar, é comandada pela sócia e gerente carioca, Valéria Sabrá, que acompanhou o crescimento do grupo ao longo dos anos, quando trocou a Cidade Maravilhosa pela igualmente calorosa Maceió. “Em nosso caso, o sistema de delivery foi implantado por solicitações constantes de nossos clientes. Entretanto, esse sistema consolidou-se e hoje representa um incremento de venda em torno de 45% em Maceió e 35% em Recife, onde nossa meta é chegar a 50%”, ressalta Leopoldo, reforçando que ouvir o público é um dos principais termômetros da empresa, especialmente diante dessas expressivas mudanças físicas e no negócio. Foram muitas as evoluções começando pela mudança do perfil que saiu de exclusivamente pizzaria para uma verdadeira “trattoria” italiana, com o compromisso permanente pela qualidade em todos os pontos, especialmente na cozinha comandada pelo chef, sócio e irmão Breno, que está diretamente envolvido na seleção cuidadosa dos ingredientes. “Em nosso ponto de vista, qualidade aliado a preço justo são as nossas principais referências. Tentamos colocar a disposição também um ambiente acolhedor, agradável e aconchegante”, comenta Gama, para quem esta preocupação vai além da apresentação dos pratos e se estende ao atendimento também impecável, ágil e cordial.


Armazém Guimarães, Maceió (AL)

Armazém Guimarães, Shopping Riomar (PE)

RESGATE DAS ORIGENS - Batizar o restaurante de Armazém Guimarães significa antes de tudo resgatar a época e a vida dos homenageados. Cinco gerações de Guimarães ajudaram a construir um pouco da história de Alagoas e de Pernambuco, desde os pais dos homenageados até os filhos dos proprietários. E apesar de carregar em si a marca da cozinha italiana, a paixão gastronômica da família os remete às tradições das famílias portuguesas. Para os portugueses, os Guimarães são originários de uma região no norte de Portugal de mesmo nome, de onde se acredita terem partido os primeiros conquistadores do território português. Inclusive, este sobrenome representa o berço da nação portuguesa, uma vez que é creditado ao local o nascimento de D. Afonso Henriques, filho do fundador do Reino de Portugal. E este pioneirismo vem agregado ao peso deste nome na busca desses três irmãos que foram além das tarefas de colégio, quando deram start aos negócios com o primeiro empreendimento no setor gastronômico. “A Super Pizza nasceu há 29 anos e o Armazém foi criado em janeiro de 1995, há 19 anos. O Armazém nasceu baseado em uma percepção nossa da carência na época de uma operação nesse estilo. E o desafio foi inerente a qualquer implantação de novos negócios, logicamente ampliado pelas características únicas da proposta de layout e operação do Armazém. Mas, o sucesso da operação foi imediato e continua até hoje com o apoio de sua clientela cativa e de clientes sazonais”, lembra Leopoldo. Na nova investida da rede de “trattoria” italiana do grupo (que hoje representa 43% negócio), ampliou-se o cardápio com acréscimo de novos pratos, entre os quais a Pizza “Di Parma”, que traz agregada a reputação que ajudou a construir o sucesso da casa. Criada para comemorar o feito na capital pernambucana, esta pedida veio para atender uma demanda da clientela. “Sempre ouvimos muito os nossos clientes, e um pedido recorrente era para acrescentarmos alguma pizza com presunto de Parma. Então, nada melhor do que comemorar nossos dez anos no Recife acrescentando esse sabor ao nosso cardápio”, explica o sócio, que destaca que o Maria Antonieta figura como o segundo maior empre-

endimento com 33% e a SuperPizza 25%. Operando com resultados bem sucedidos em Maceió e no Recife, novos planos de investimentos em médio e longo prazo da empresa ainda estão em análise, pois os empresários tiraram o ano para estruturar e profissionalizar ao máximo todas as suas operações. Mas, os negócios caminham de acordo com estratégias específicas. “Futuras operações só serão analisadas após essa estruturação. Enquanto isso, pautamos nossos investimentos pelo perfil da própria loja. Logicamente procuramos locais onde haja a presença maior de um público que esteja preocupado com a qualidade dos produtos e serviços oferecidos por nós. Estrategicamente falando, esse é um dos nossos pilares”, ressalta Leopoldo. E, sendo assim, desenvolvem um trabalho focado em uma média de ações e de investimentos pontuais que contribuem para manter os empreendimentos em evidência. “Investimos atualmente algo em torno de 2% a 3% de nosso faturamento, com campanhas específicas e pontuais. Trabalhamos hoje com campanhas institucionais, mas a maioria de nossas ações é promocional. Agora percebemos que as mídias sociais crescem com maior vigor, e isto fará com que nossa atenção se volte mais ainda para esse segmento a partir de 2015”, frisa. Hoje, a comunicação está estruturada com o aporte da Artecetera que cuida da parte publicitária aliada a demais empresas, que atuam em cada uma das praças principais do Armazém Guimarães. “A Artecetera foi a empresa que lançou a SuperPizza em 1995, depois disso passamos por outras agências e hoje ela cuida de todas as marcas. Em Recife temos parceria com a MID que está responsável pela assessoria de comunicação, enquanto que em Maceió a A+ cuida da assessoria de imprensa do Maria Antonieta”, destaca Leopoldo. E com relação ao trabalho em mídias sociais este é desenvolvido pela Kuka Estratégia, responsável pelas ações na capital alagoana. E acabaram ainda de firmar parceria com o grupo Review Pro para acompanhamento da marca Maria Antonieta. 25


DE OLHO NA CAMPANHA

CONTANDO COM UMA EMPRESA SÉRIA Acaba de entrar no ar a nova campanha dos Correios sobre os serviços que oferece para o e-commerce. Criada pela Link Comunicação & Propaganda, a ação aborda a importância de poder contar com uma empresa com know how em logística na hora da entrega dos produtos ao consumidor final. A prova disso é que, entre os 400 mil sites de e-commerce que existem hoje no Brasil, nove a cada dez tem parceira com os Correios. O filme tem duração de 30 segundos e é voltado, assim como toda a campanha, para lojistas que comercializam produtos por meio da internet, principalmente de pequeno e médio portes. A peça, que utiliza recursos modernos de animação gráfica, mostra as vantagens que os Correios oferecem para quem contrata seus serviços. Benefícios como logística reversa, coleta domiciliar e possibilidade de pagamento na entrega são alguns exemplos. E mais: com sistema de GPS nos caminhões, é possível acompanhar pelo site o tempo estimado da próxima entrega. O plano de mídia inclui, além do filme na TV, anúncios em revistas e tablets, spots para rádio, banners de internet e um hotsite (www.correios.com.br/ecommerce). Durante a campanha também serão lançados dois e-books informativos para os lojistas, mostrando o passo a passo para ter um serviço adequado de logística e entrega.

ESPECIALISTA EM CACHORRO-QUENTE Com o conceito “Quem mais entende muda pra Seara”, a marca da JBS Foods apresenta a peça publicitária estrelada pela jornalista e apresentadora Fátima Bernardes, com a participação do especialista em cachorro-quente e consultor gastronômico Mauricio Tocci, em que apresentam a nova salsicha Seara. Neste filme a Fátima convida o especialista em cachorro-quente Mauricio Tocci para experimentar a nova salsicha Seara. O consultor gastronômico, brasileiro expert no assunto, viajou por diversos países, entre eles Estados Unidos, Canadá, Brasil, França, Alemanha, Islândia e Noruega provando o cachorro quente de cada lugar e relatando suas impressões no blog www.melhordacozinhabrasil.com. A estratégia, desenvolvida pela agência de publicidade WMcCann, tem o objetivo de mostrar que a nova salsicha Seara, feita com carnes selecionadas, está com uma textura no ponto, sabor e aroma equilibrados, aspecto visual de dar água na boca e a qualidade que só os produtos da marca possuem. O filme de 30”, e suas versões de 10” e 5”, serão veiculados em TV aberta e fechada. Além disso, a campanha estará presente na mídia impressa nas principais revistas mensais e semanais. 26


Sempre inovando, a Lead, agência de eventos e comunicação do Norte e Nordeste acaba de lançar a Believe, projeto baseado no conceito 360º, onde os clientes tem à disposição vários serviços voltados para a área de comunicação interna, assessoria de imprensa e planejamento. Além de ideias para negócios, customizações de material informativo (jornais, revistas, cases e informativos), a empresa foca em gerenciamento de crises e divulga as principais marcas. Criada em 2005, a Lead tem à frente três grandes empresas na qual fazem parte do grupo: a Dreams, focada em eventos exclusivos de organização e festas de alto padrão; a Borboleta, que produz grandes shows de caráter internacional no Recife; e a Lead na TV, programa semanal exibido na TV Jornal (SBT) que traz reportagens de bastidores das festas mais agitadas na cidade. As empresarias e sócias Carla Bensoussan e Daniela Gusmão apresentaram a novidade em evento realizado no auditório do JCPM, em setembro. A iniciativa contou com a participação da diretora geral da Cross Networking, Tatianna Oliva, que expôs sua trajetória e experiências nesta nova área

de negócios do marketing, também chamado de co-branding, que engloba uma parceria entre duas marcas em uma ação promocional, em eventos, projetos e cases de sucesso. Outra presença marcante foi a jornalista Joyce Pascowitch, que falou do seu grupo Glamurama, suas responsabilidades pela edição das revistas: Poder, Modo de Vida e JP onde atua como editora. Além de comentar sobre a importância do papel do assessor em ambas as plataformas de comunicação, o bate papo promovido pela Believe para o mercado frisou vários assuntos relacionados às novas formas de mídia. E a sua cocriadora Daniela Gusmão destacou a importância do marketing de relacionamento com empresas e clientes: “Relacionamentos geram oportunidades. Se relacionar com a marca é fundamental e faz o produto render várias possibilidades”. Hoje, um dos requisitos para grandes organizações se manterem ou atuar no mercado. São essas as oportunidades que vão surgindo, e que a Believe percebeu ao criar seu novo espaço. “A assessoria de imprensa, de alguma forma, perdeu força. Então surgiu a necessidade de montar a agência Believe, como defesa de mercado, formando estratégias em algumas ferramentas e jogando na mídia, através de um núcleo de conteúdo.”, pontua Carla Bensoussan. E, como em qualquer inovação e recomeço de empreendedorismo, a nova proposta já chega gerando grandes expectativas de mercado. “Nosso maior intuito é sair da caixa, entregando resultados satisfatórios através da comunicação.”, ressalta Carla.

Daniela Gusmão e Carla Bensoussan

27

Poliana Alencar |

BELIEVE É O NOVO PROJETO DO GRUPO LEAD


Joyce Pascovitch e Tatiana Oliva

O objetivo foi mostrar para o público-alvo suas responsabilidades em termos de atuação, afinal, credibilidade faz jus ao nome que envolve o projeto. Na ocasião foram abordadas questões relacionadas aos valores no mundo dos negócios: respeito ao cliente, ética, relacionamento e limites, sabendo que cada profissional tem seu espaço, inclusive na relação jornalista e assessor. “Quem não trabalha bem com o assessor, está perdendo muito. A assessoria é interessante, e tem que ter uma relação de confiança, ter gabarito para levar o trabalho a sério. Esse é o grande atrativo para dar certo em qualquer setor, principalmente o nosso que é a comunicação.”, comenta Joyce Pascowitch. A jornalista e pioneira em colunismo social Joyce Pascowitch já atuou como editora da revista Época, portal IG e a TV Globo News, até que decidiu ter seu próprio projeto: o Glamurama. “Redes sociais são meu forte e conteúdo é a palavra mágica. Sinto-me muito mais realizada atualmente”. A experiência da jovem empresária, mãe, esposa, atleta e religiosa como se define Tatianna Oliva também foi outro ponto importante do debate ao explicar sobre sua escolha e a atuação de sua empresa nesta nova área, a de Crossmídia – onde firma grandes parcerias, marcas e organizações. “Nosso maior intuito é desenvolver estratégicas para dar suporte às marcas. O lema é especialização, promovendo o interesse e criando conteúdo.” Vivemos em uma sociedade que os valores mudam de

28

acordo com as informações. Com a internet, as redes sociais e as novas formas de mídia nos transformamos e inovamos cada vez. E as empresas buscam oferecer melhores e novos serviços para seus clientes. “Sem dúvida, estamos sempre atentos, através de pesquisas, network e expertise. Nosso foco é #inteligenciacompatilhada. Fazemos juntos, trabalhamos agregados. Se o cliente não tem assessoria, contratamos um assessor para ele. E assim construímos essa finalidade”, finaliza a diretora da Cross. A estratégia é saber como atuar e suprir as necessidades de cada empresa. É fazer algo inusitado e surpreendente, algo que ninguém nunca fez – digamos que seja além da ousadia. A Lead faz esse estilo quando decide organizar seus maiores eventos. “Alguns clientes prezam os serviços da Lead. E com a Believe não será diferente. Fizemos o shopping Fiat onde os empresários queriam uma campanha que envolvesse a experiência para toda a família. E a concorrência de mercado é bem eficaz, invadíamos as redes sócias. Fizemos coletivas para a divulgação com o slogan 'Preço de feirão e conforto de lojas'. Com isso, conseguiram vender 360 carros em um único fim de semana. Esse é nosso diferencial, saber as reais necessidades do cliente, adequando a cada estilo”, ressalta Daniela Gusmão. Para a jornalista e empresária, saber que o público anseia por algo diferente e que chame a atenção, significa que o cliente, de certa forma, quer ser surpreendido com algo inédito exclusivo e eficaz para seus desejos. E a Believe veio para se consolidar neste novo mercado, sem competir com o mercado das agências de publicidade. “Não compramos mídias trabalhamos com mídias espontâneas, então nosso foco não se estende à publicidade. Atuamos com ferramentas de outros estilos. Fazemos a diferença juntando marcas mediante o contato com nossos clientes conectando ideias e valores”, finaliza Daniela.


NA WEB IL-MACCHIATO.COM

Com o intuito de proporcionar novas experiências a todos que o visitam, o Macchiato é um misto de temas. Desenvolvido pela cineasta e webdesigner Aymée, o blog engloba todas suas paixões: café, livros, filmes, e exposições. Voltado para o leitor, embora a autora coloque suas impressões, o Macchiato é recheado de resenhas e críticas. Apaixonada por Stephen King, Clarice Lispector, Chico Buarque de Hollanda e outros, Aymée faz questão de enfatizar que em seu blog “todos têm a sua opinião. Positiva ou negativa. Não há censuras quanto a opiniões. Desde que não contenham o cunho obsceno e pre-conceituoso”, descreve a autora do blog em sua fanpage no Facebook. Sendo assim, o Macchiato é para todos que curtem uma boa resenha.

MEDODAPRESSA.COM.BR

Criado pela social media, formada em Marketing, Izabela Melo e a estudante de Letras, fotógrafa amadora Vitória Cabral, o Medo da Pressa surgiu para dar uma pausa no caos urbano onde vivemos. Pernambucanas, as amigas usam o espaço para dividir com os internautas tudo de lindo e fantástico que acham no mundo da web 2.0. Acreditam que a felicidade é poder inspirar pessoas. Izabela diz ser uma romântica irreparável que ama muito o que faz (dá pra ver!). Já Vitória diz que papelarias a deixam feliz. Esse misto de personalidades resulta num blog lindo e fofo, cheio de achados e inspirações de moda/decoração. Voltado para designers, estilistas, decoradores, e artistas em geral, o Medo da Pressa é um oásis no deserto do ócio.


FICHA TÉCNICA NOVA COMUNICAÇÃO VISUAL A Rede D'Or desenvolveu campanha de cunho artístico para consolidar a sua presença na Zona Norte com o Hospital Esperança Olinda. O artista Jota Zeroff, que é desenhista e grafiteiro, pintou a área externa da passarela que liga os dois prédios do centro médico, na Avenida José Augusto Moreira, em Casa Caiada, e todos poderão acompanhar o trabalho, que deve durar o dia inteiro. A comunicação irá retratar momentos descontraídos e do cotidiano. Assinada pela agência Hagua, a campanha surgiu da necessidade de mostrar aos moradores da Zona Norte que não é necessário o deslocamento até a Ilha do Leite para se conseguir tratamento e atendimento médico de quali-dade. Foram desenvolvidas peças para sinaliza-ção interna, outdoor, backbus, revista e jornal. Agência: Hagua Comunicação (PE) Cliente: Hospital Esperança Olinda Atendimento e Planejamento: Hamilton Mattos e Daniela Albuquerque Diretor de Criação: Fabio Freitas Redator: Eduarda Leal Mídia: Veruska Ribeiro

NOVO RASTREADOR A Segsat escolheu a praça de Salvador para lançar o seu mais novo produto em parceria com a seguradora Mapfre, o Rastreador com Seguro Segsat. O lançamento é uma possibilidade mais acessível para os motoristas que desejam proteger seus carros e não podem adquirir um seguro tradicional. A empresa, que já é líder no Nordeste com o serviço de rastreio veicular, iniciará o trabalho na capital baiana, mas com a extensão para toda a região prevista para os próximos seis meses. A campanha é assinada pela agência pernambucana Massapê e se fará presente em meios digitais, mídia exterior com empena, frontlight e outbus, anúncios de jornal, rádio, TV e ações de panfletagem. Agência: Massapê Comunicação (PE) Cliente: Segsat Atendimento: Raul Cantarelli e Rafaella Cabral Planejamento: Anselmo Albuquerque Direção de Criação: Henrique Pereira e Leonardo Siebra Direção de Arte: Henrique Pereira e Guilla Miranda Redação: Leonardo Siebra e Brunno Quintas Arte final: Flávio Maranhão Produção: Tamires de Kássia e Nathaly Cardoso Mídia: Natália Lelis e Tatiana Leite Aprovação: Sérgio Baptista 30


CAMPANHA DA IX FICONS A Aporte Comunicação assina toda a comunicação da IX Feira Internacional de Materiais, Equipamentos e Serviços da Construção (Ficons), no Centro de Convenções de Pernambuco. O evento, que é o maior showroom do Nordeste, conta com mais de 200 expositores do Brasil e do mundo, trazendo os principais lançamentos da área, além de apresentar novas tecnologias. A campanha de divulgação da Ficons está presente nas praças de Recife, Caruaru, Petrolina, João Pessoa, Campina Grande, Natal e Maceió, com inserções em TV, rádio, jornal, outdoor e internet. Agência: Aporte Comunicação (PE) Cliente: IX Ficons Atendimento: Raquel Gaudêncio Diretor de Criação: Betinho Montenegro e Juliana Lisboa Redação: Paulo Cabral Direção de arte: Felipe Lorega RTVC: Marília Gouveia Mídia: Débora Negromonte e Fred Teixeira

UNHAS PERFEITAS July Beauty é uma empresa de produtos e acessórios que atua na área de beleza, no segmento unhas. Após uma análise do cenário atual do setor, a Ágora Comunicação realizou um estudo estratégico do públicoalvo e desenvolveu o redesign da marca e das embalagens, bem como seu novo posicionamento. A empresa teve sua primeira franquia inaugurada em Caruaru no início de setembro e foi um sucesso. Aliando o conceito “Unhas perfeitas, você poderosa” a praticidade e economia, a marca visa promover a melhoria da autoestima da mulher. Agência: Ágora Comunicação (PE) Cliente: July Beauty Diretor de Atendimento: Bruno Andrade Atendimento: Isabella Leal Diretor de Planejamento: Fernando Furtado Neto Planejamento: Fabrício Soares Coordenador de Criação: André Amorim Diretor de Arte: Fernando Henrique Redator: Monielle Souza Mídia: Suelen Araújo Produção: Juliana Pastichi Aprovação: Giulliano Souza

31


PRÊMIO PERNAMBUCO DE PROPAGANDA ELEGE OS MELHORES Ivaldo Bezerra |

Uma das maiores premiações do segmento publicitário, o Prêmio Pernambuco de Propaganda 2014 reuniu grandes nomes da publicidade pernambucana para premiá-los por seus melhores projetos. Em sua 5ª edição, promovido pelo Sindicado das Agências de Propagandas de Pernambuco – Sinapro-PE, com apoio da Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap-PE), o evento abarcou mais de 350 peças publicitárias inscritas por 32 agências associadas ao sindicato.

Ivaldo Bezerra |

Joyce Warren |

Agências pernambucanas se reúnem para celebrar a premiação dos melhores cases e campanhas do NE

A publicitária e sócia-fundadora da agência Gruponove, Cecília Freitas recebe o título de Homenageado do Ano

Antônio Carlos Vieira, publicitário, presidente do Sinapro-PE e idealizador do prêmio

A Ampla Comunicação, pelo segundo ano consecutivo, conquistou o título de Agência do Ano. Além de faturar dois Grand Prix, três Ouros, seis Pratas e sete Bronzes. Esta é a terceira vez que a Ampla conquista o título máximo no prêmio. Entre os clientes, destacaram-se o Shopping Recife, que conquistou o GP de Trabalho Digital do Ano; Baterias Moura, com dois Ouros e duais Pratas; e Odebrecht, com uma Prata e dois Bronzes. Outra agência que também se destacou no Prêmio Pernambuco de Propaganda foi a Arcos Comunicação, que faturou o Grand Prix pelo case do biscoito Treloso - Rede Social de Verdade, do anunciante Vitarella. Carlos Renato 32

Rocha, diretor de Criação da Arcos Comunicação, fala que a ideia da campanha surgiu da observação do cotidiano. “Percebemos que as crianças a partir de certa idade estão começando a trocar a convivência real umas com as outras por jogos eletrônicos e redes sociais. Daí pensamos que seria uma boa para o Biscoito Treloso, da Vitarella, mostrar que a melhor rede social ainda é aquela que reúne os amigos em torno de uma brincadeira ou jogo”, explica. Mostrando uma rede social de verdade, com crianças brincando no parque, compartilhando biscoitos, curtindo atitudes dos amiguinhos e fazendo novas amizades tal qual nas redes sociais virtuais, trouxe para Arcos mais visibilidade e destaque no evento. Justamente por ilustrar algo tão disseminado atualmente. “Essa campanha que fizemos para a Vitarella já ganhou diversos prêmios importantes Brasil afora. Mas vencer jogando em casa é mais gostoso, né? Na minha opinião, esse prêmio é o reconhecimento do mercado pela qualidade


Márcio Bomfin (TV Globo), Eliana Victório (TV Tribuna), Antônio Carlos Vieira (Sinapro), Nadya Alencar e Flávio Barra (TV Clube)

Os estudantes Marisa de Lemos Araújo e Bruno Andrade Torres, da Unifavip, em Caruaru, com o prêmio da categoria Jovens Talentos

do nosso trabalho. Por isso nos enche de tanto orgulho. Ganhar o Grand Prix justamente na categoria TV & Cinema é como fazer o gol da vitória na final da Copa do Mundo”, comemora Carlos Renato. O evento ainda conferiu o título de Homenageado do Ano à publicitária Cecília Freitas, sócia-fundadora da agência Gruponove. Trazendo fotos de sua vida profissional, os jornalistas Flávio Barra e Eliana Victório, narraram momentos importantes da história de Cecília que, ao final da homenagem, subiu ao palco para agradecer e incentivar a juventude a construir um mercado melhor. Na ocasião, além da divulgação dos trabalhos premiados com medalhas de Ouro, Bronze e Prata, também foi anunciado o Anunciante do Ano: Vitarella. Os vencedores do Grand Prix do Ano (Arcos e Ampla) receberam troféu confeccionado pelo artista plástico pernambucano Abelardo da Hora. O Prêmio Pernambuco de Propaganda também agraciou os estudantes Marisa de Lemos Araújo e Bruno Andrade Torres, da Unifavip, em Caruaru, com o prêmio da categoria Jovens Talentos com a campanha para doação de órgãos. Segundo o presidente da Sinapro-PE e idealizador da premiação, o publicitário e presidente da Arcos Comunica-

ção, Antônio Carlos Vieira, o Prêmio Pernambuco de Propaganda “é uma premiação que consolida e que a cada ano reúne mais trabalhos e agências participantes”. Entre o corpo de jurados do Prêmio Pernambuco Propaganda estavam Walter Lins Jr. jornalista e editor da Revista PRONEWS, Paulo André Bione, coordenador geral acadêmico dos cursos de Criação e Design da MAS/ESPM – SP e RJ; Ulisses Razaboni, diretor de arte da agência Lew’Lara/ TBWA; além da vice-presidente de criação da agência paulista FCB Brasil, Joanna Monteiro, eleita recentemente pelo site americano Business Insider, a mulher mais criativa do mundo da publicidade, e Fernando Nobre, vice-presidente de criação da agência paulista Borghi/Lowe, entre outros criativos da propaganda regional. A cerimônia de premiação, aconteceu na noite de 25 de setembro, no Teatro RioMar, sob a coordenação do presidente da entidade, Antônio Carlos Vieira, que apontou as agências vencedoras em várias categorias. Ao todo foram distribuídas 11 medalhas de Ouro, 12 de Prata e 24 de Bronze, além de dois Grand Prix; o de Comercial do Ano, com o filme Rede Social de Verdade, criado pela Arcos Comunicação para a Vitarella; o do Trabalho Digital do Ano, com a peça Dia das Mães, criada pela Ampla, para o Shopping Recife.

Carlos Renato da Arcos Comunicação, faturou o Grand Prix pelo case do biscoito Treloso - Rede Social de Verdade

Queiroz Filho da Ampla, com o trofeu confeccionado por Abelardo da Hora, conquistou o GP de Anunciante do Ano

33


PERFIL

Ivelise Buarque |

MUDANÇA DE CASA E DE TRAJETÓRIA NO MERCADO Há muitos anos, seu nome é atrelado ao rádio, mas foi na televisão que sua imagem ficou forte, uma carreira sólida ao longo de 23 anos. E agora o pernambucano Aldo Vilela empresta não mais só sua imagem, mas sim sua voz e o seu expertise para o jornalismo do sistema CBN Recife, com um programa próprio na emissora e um blog jornalístico no portal. Uma história de amor que reforça cada vez mais sua atração pelo meio audiovisual e eletrônico. “Sempre fui do rádio, depois migrei para TV, e nos dois veículos fiz minha trajetória profissional, o rádio é rápido, versátil, ágil, mesmas características da TV, porém, com mais rapidez, são dois veículos fabulosos”, destaca o jornalista, que hoje atua como âncora da tarde comentando notícias sobre política, economia, cultura e variedades.

“Fui de tudo um pouquinho: apresentador, repórter, editor, diretor executivo. Sempre fui obcecado por trabalho e conhecimento”

34

Oriundo de Garanhuns, sua trajetória começou muito cedo trabalhando ainda muito jovem, que possibilitou uma visão muito forte das coisas que assistiu ao seu redor, como crianças como força de trabalho quando deveriam passar o tempo todo na escola. Uma realidade triste que ainda é muito presente mesmo depois de anos, em sua perspectiva. “Comecei cedo, fui repórter esportivo. Depois segui para o departamento de jornalismo e me tornei narrador, cobrindo Copa América e Copa do Mundo. Fui de tudo um pouquinho: apresentador, repórter, editor, diretor executivo. Todo inicio é difícil e, ao longo do tempo, a gente se firma como profissional. Sempre fui obcecado por trabalho e conhecimento”, lembra. Características que reforçam sua forma de lidar com a carreira no dia a dia, dormindo pouco e sempre buscando melhorar profissionalmente. Características que estão impregnadas na personalidade do jornalista, que se considera um cara trabalhador, destemido e agitado. “Definitivamente, credibilidade, confiança e responsabilidade com tudo e principalmente com a informação são receitas para o sucesso no jornalismo. E em especial no rádio que é o veículo que de fato mais consegue se adaptar mais rapidamente a tudo. E isso faz com que os profissionais deste veículo sejam cada vez mais comprometidos com o máximo em responsabilidade e isso tento aplicar também na sala de aula aos novos profissionais de jornalismo. Sou professor do curso de comunicação social há mais de dez anos e os mesmos valores são repassados diariamente aos alunos”, comenta Aldo. Este seu perfil foi bastante positivo, inclusive, no jornalismo televisivo que foi um hábito no dia a dia do repórter durante os últimos anos, e que o ajudou a ampliar seu espaço na mídia local. “A TV me acompanha desde muito jovem. Aos 23 anos já era apresentador de telejornal, que é uma linguagem diferente. E em todas as emissoras que trabalhei o formato de jornalismo era voltado para uma maior penetração nas camadas sociais menos assistidas socialmente, pois a TV é povão. A rádio CBN é totalmente o oposto, mas isso faz com que a gente se supere e tente se superar a todo instante. Acredito muito que meu esforço ao longo dos anos me fez um profissional que circula nesses diversos veículos de comunicação. A única maneira de conseguir isso é trabalhando muito, acreditando no que faz e claro agarrando com mãos fortes as oportunidades dadas ao longo da vida”, enfatiza.


Aldo Vilela hoje atua como âncora da tarde na CBN Recife

E é acreditando no que se faz e buscando novas formas de comunicação que Aldo apostou em novas oportunidades. “Estive por quase nove anos na CBN comandando o programa CBN Total, fiquei nove meses distante em outro projeto aqui no Recife. Estava meio fora do ninho e a volta à CBN foi um motivo de alegria e consolidação profissional para mim”, diz ele, que não se incomoda nem um pouco com o acúmulo de tantas atividades. Para este conceituado repórter estar à frente de novo programa e de um Blog no Portal da CBN Recife é uma satisfação, assim como repassar tudo que sabe para futuros colegas de profissão. “O blog é uma coisa muito legal que queria há um tempo e isso veio agora. E conto com a colaboração de profissionais competentes neste processo como Alberico Cassiano, Jamerson Alex e Elielson lima, que estão o tempo todo buscando, postando e atualizando. É trabalho (risos)”, reforça ele. Para Aldo esta nova investida é a conquista de um desejo antigo e cujo processo envolve um trabalho muito mais intenso. “É mais nervoso e mais tenso. Exige mais atenção e apuração constante de tudo, com a rádio o tempo todo presente e com a pauta que é a cara do blog isso facilita. Tenho que cobrir o Estado e o Brasil e para isso conto com meus colaboradores”. Não só vem se jogando de cabeça nesta nova concretização profissional como acredita que o avanço do meio digital tem muito a contribuir com a comunicação nos dias de hoje, inclusive no que diz respeito ao relacionamento com as

fontes e ao conceito de jornalismo colaborativo envolvido neste processo. “Não tem como se afastar das mídias sociais. Hoje a notícia te procura o tempo todo, o futuro já é hoje. O rádio é notícia. Quem quer ouvir música, coloca um pen drive, um cartão SD e pronto. Mas aonde você for e da forma que for, a notícia pode chegar com a ajuda do rádio, com informações gerais. Isso é o futuro, e tudo convergindo para uma única peça o smartphone, ou quem sabe mais adiante algo mais eficaz como tecnologia”, acredita. Com uma grande penetração junto ao público nos distintos meios (televisão, rádio e blog), Aldo tem esta certeza de que o processo do fazer jornalístico em rádio e na TV é totalmente diferente nesta Era dominada pelos meios online dos dias de hoje. “As coisas vão se adaptando aos poucos para o rádio, a TV e o jornal. Há espaço para todos, mas todos têm de se moldar hoje, pois tudo isto já é futuro. O jornal impresso talvez sofra a maior mutação, e isso vai ser logo. O rádio AM está com dias contados e a salvação será a migração para FM. Já a TV vai aos poucos se tornando o rádio com imagem”, pontua ele, que admite buscar cada vez mais desafios. Afinal, novos projetos profissionais proporcionam esta carreira diversificada de olho no futuro da comunicação. “O pontapé para a mudança é a eterna vontade de mudar, desafiar, descobrir, investir, apostar. E isto traz sempre um lado bom. E ter uma carreira diversificada implica em não ter medo de apostar e enxergar um pouco adiante”, enfatiza.

35


CLICK

Sonhar nos faz tão bem, hummm! Desde criança sempre ouvimos que um dia iremos encontrar o amor verdadeiro. Aquele amor que vem seguido de simplicidade. Acompanhado de carisma, cheio de afeição e mantendo sempre o respeito. São pontos que levamos para nosso namoro, noivado e casamento, e para toda nossa vida!!! Todo sonho pode se tornar realidade, basta acreditarmos. ABERTURA: f 2.5 VELOCIDADE: 1/8000s ISO: 100 LENTE: 35mm

LÓGICO MUSIC CHEGA EM SALVADOR Com 10 anos de experiência no mercado, a Lógico! Music, produtora de som comandada pelos sócios Milton Miné e Cristina Robim, abre escritório em Salvador (BA) para ampliar o atendimento às agências da região Nordeste. Com a nova sede, a produtora visa conquistar novos clientes e projetos. O novo escritório é dirigido por Gabriel Sarno, que tem como missão ampliar as ações da produtora no Milton Miné e Cristina Robim mercado baiano. O músico universitário vem de uma família de publicitários e antes atuou na sede da Lógico, em São Paulo. A Lógico! Music vem atuando ao lado de agências e campanhas para os Governos dos Estados de Pernambuco e Ceará, Prefeituras do Recife e Fortaleza, Banco do Nordeste, Rede Esposende de Varejo e Rede Esplanada de varejo, entre outras. Após seis meses de soft opening, a Lógico Salvador já está fazendo diferença no mercado soteropolitano. “Já visitamos quase todas as agências de Salvador e estamos estabelecendo excelentes parcerias. Os planos para o segundo semestre de 2014 estão em andamento e com todos os prêmios nesse ano aos quais a produtora concorre, inclusive o Profissionais do Ano da Globo pela categoria Campanha Norte-Nordeste, será mais fácil cumpri-las”, diz Sarno. “Desde 2011 a Lógico desenvolve ações no Nordeste brasileiro, com diversas agências parceiras que buscam nossos serviços para campanhas e demais produções audiovisuais. Com o novo escritório, esperamos ter um crescimento de 50% nos negócios”, destaca Milton Miné, produtor e sócio da Lógico. 37

Cassio Costa | cassiocostaphotography@gmail.com

SONHAR FAZ BEM


EU RECOMENDO ESCREVENDO PELA NOVA ORTOGRAFIA – Como usar as regras do novo acordo ortográfico da língua portuguesa. Instituto Antônio Houaiss. Coordenação e assistência de José Carlos de Azevedo. São Paulo – Publifolha, 2009. Com o novo acordo ortográfico já em vigor, esta obra tem como objetivo facilitar à escrita. Elaborado pelo Instituto Antônio Houaiss, o livro é um apanhado das novas regras ortográficas da Língua Portuguesa. Voltado principalmente para comunicadores (jornalistas, publicitários, assessores de imprensa, etc.) o exemplar esclarece quais regras foram mantidas e quais foram alteradas. Também explica as normas de pontuação, o uso do hífen entre outros assuntos. Além disso, traz comparações de “certo e errado” em infográficos fáceis e didáticos. “Escrevendo pela nova ortografia” é mais uma ferramenta para aprimoramento da Língua Portuguesa. ASSESSORIA DE IMPRENSA – Teoria e prática - Elisa Kopplin Ferraretto e Luiz Artur Ferraretto, 6ª ed. – São Paulo: Summus, 2009. Por Joyce Warren, Revista Pronews. Voltado para jornalistas, publicitários e relações públicas, este livro traz dicas valiosas para quem trabalha com assessoria de imprensa e lida com as tarefas deste meio. Com texto de fácil compreensão a publicação explica, passo a passo, como organizar melhor uma assessoria. Também mostra como aperfeiçoar os resultados buscados pelos profissionais da área, por meio de infográficos fáceis e bem elaborados. A obra também aborda questões éticas e legais dos diversos campos de atuação do profissional (empresarial, sindical, político, cultural, etc.), além de trazer informações históricas do exercício da profissão de assessor. Sem dúvidas um grande manual para o público de comunicação em geral. FICCIONAIS – Escritores revelam o ato de forjar seus mundos Schneider Carpeggiani (organizador). Recife: Cepe. 2012. 112 páginas. Pensado para responder perguntas do tipo “Como nasce uma história?” e “O que acontece na imaginação do escritor?”, este livro reúne depoimentos de escritores renomados da literatura sobre como constroem uma narrativa literária. Organizado pelo suplemento Pernambuco, o exemplar explica os bastidores da ficção. Autores como Daniel Galera, Marcelino Freire, Luiz Ruffato e Ronaldo Correia de Brito estão entre os mais de vinte e oito escritores incluídos no livro. É fascinante e elucidativo para aqueles que adoram ler e importante para os que aspiram tornarem-se escritores. Pois a edição conta com depoimentos fantásticos de uma obra de cada autor. BUSINESS MODEL GENERATION - Inovação em Modelos de Negócios Alta books, 2011. 300 páginas. Por Sidharta Costa Pinto. Modelos de negócios provocadores são emblemáticos em nossa geração. Ainda assim, continuam pouco compreendidos, ao mesmo tempo em que transformam a paisagem competitiva nas indústrias. Business Model Generation oferece ferramentas poderosas, simples e testadas para compreender, projetar, retrabalhar e implementar modelos de negócio. Sem dúvida este é um guia para o desenvolvimento de ideias de negócios modernos e inovadores. Muito bem ilustrado, apresenta as mais novas técnicas do mercado. Um dos melhores livros sobre o tema. Livro Moderno com tudo que precisamos saber sobre BMG.

38


Revista pronews173