Page 1

ano XII janeiro de 2012


DESDE 1999

ÍNDICE

Capa: .Tao Criação (PB)

ano XIII nº 142 janeiro 2012

revista de comunicação e marketing NE

CAPA Copa de 2014 e Olimpíadas de 2016 geram lucratividade para o Brasil. 17

RECIFE•SALVADOR•FORTALEZA•NATAL JOÃO PESSOA•MACEIÓ•TERESINA ARACAJU•SÃO LUÍS • SÃO PAULO A Revista PRONEWS é uma publicação mensal de Walter Lins Pinheiro Junior Editora - ME Empresarial Tacaruna - Av. Governador Agamenon Magalhães, 3341, Sls. 205/206. Torreão. CEP: 50.070-160. Fones: (81) 3426.6144 / 3034.6144 :: EDITOR Walter Lins Jr. walter@revistapronews.com.br :: REDAÇÃO Luciana Torreão - chefe de redação, Fabiana Constantino, Ivelise Buarque, Luma Lima e Rebeka Pires redacao@revistapronews.com.br

ENTREVISTA Sérgio Pires, Atma+Bianchi Comunicação, fala sobre comunicação ilimitada, sustentabilidade e de como oferecer um conteúdo relevante nas redes sociais. 14

GIRO 6 GIRO BRASIL 8 FICHA TÉCNICA 10 E 34 A VEZ DO CLIENTE 26 DE OLHO NA CAMPANHA 40 NA WEB 30 CLICK 41 EU RECOMENDO 42 Todo mês uma agência diferente produz a capa da Revista PRONEWS. Participe pelo e-mail: redacao@revistapronews.com.br 04

:: COLABORADORES Adriana Ribeiro, Anderson Lima, Carlos Prado, Clarisse Souza, e Joyce Warren e Stephanie Siqueira :: PRODUTOR GRÁFICO Bruno Regis producao@revistapronews.com.br :: DEPTº FINANCEIRO Nise Lins :: ASSINATURAS 81 3426.6144 / 3034.6144 producao@revistapronews.com.br :: REPRESENTANTES COMERCIAIS NS&A - CE - Aldamir Amaral (85 3264.0406/ 0576) - nsace@nsaonline.com.br RD Produções e Eventos - Ricardo Douglas (SE - 79 3044.7013/9972.2214) rdproducoes@infonet.com.br Omega Mídia - Renato (SP - 11 8403.0330) renato@omegamidia.com.br :: DISTRIBUIÇÃO Log (PE - 81 2123.1455) Jornal Correio - Rede Bahia (BA - 71 3533.3030) Sistema Verdes Mares (CE - 85 3266.9902) www.verdesmares.com.br Omega Mídia - Renato (SP - 11 8403.0330) renato@omegamidia.com.br :: DADOS TÉCNICOS Impressão: Gráfica FacForm (81 3339.6566) grafica@facform.com.br Tiragem: 7.000 exemplares Formato: 22x30cm Tipologia: Humanist 521 BT Papel: Couché brilho 150g/m² Número de páginas: 44 As matérias assinadas por nossos colaboradores não representam, necessariamente, a opinião da revista.

WWW.REVISTAPRONEWS.COM.BR


GIRO

5º PRÊMIO TOP SOCIOAMBIENTAL A Tauá Comunicação desenvolveu a campanha para a 5ª Edição do Prêmio Top Socioambiental e de RH da ADVB-PE (Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil). O objetivo da campanha é divulgar o incentivo e a iniciativa da ADVB-PE em premiar qualquer organização brasileira que desenvolva ações e projetos de Responsabilidade Social Corporativa para o público interno ou para a comunidade. O anúncio será veiculado em revistas de circulação nacional e e-mail marketing informando o processo e locais de inscrição para o prêmio. CONSULTORIA DE BRANDING EM PERNAMBUCO O conceito de branding, que passou a ser usado no país depois de grandes organizações investirem no trabalho no exterior, chega ao mercado nordestino com uma empresa especializada no assunto. Carla da Fonte, designer e publicitária, há 18 anos à frente da DA-DPA, se uniu à publicitária Karina da Fonte, com cerca de 15 anos de atuação em agências de publicidade e também em consultoria de marketing, para formar a Uniq Branding - a primeira consultoria especializada no assunto, do Nordeste. Elas explicam que longe de se resumir aos aspectos visuais, o branding foca em fatores como cultura da marca, estratégias de posicionamento de mercado e experiência do cliente em relação à marca em todos os pontos de contato. Tudo isso com um olhar para dentro e para fora da organização (cliente interno e externo). PETROBRAS COM A VIA PRESS A Via Press, empresa atuante no mercado de comunicação há treze anos e com representações em todo o Nordeste, assume oficialmente o apoio em Assessoria de Imprensa nos estados de Alagoas, Maranhão, Paraíba e Piauí e Clipping para a Gerência de Atendimento e Articulação Regional Nordeste da Comunicação Institucional da Petrobras. Após participar da licitação da Petrobras e concorrer com agências de todo o Brasil, a Via Press foi a agência vencedora. Sob a direção da jornalista Elaine Hazin, a agência, nascida na Bahia e com atuação nacional, fortaleceu sua rede de parceiros no Nordeste, com contratação de profissionais de comunicação, fotógrafos e empresas clipadoras em todos estados. 06

DUARTE RENOVA LOGOMARCA Para comemorar 20 anos de atuação no mercado imobiliário, a Duarte Construções faz o re-design de sua marca, modernizando-a e conservando as principais características. O conceito adotado mantém as linhas e cores da logomarca original, a fim de preservar a identidade visual da empresa. Três aspectos principais renovam a marca da Duarte: simplificação (arredondando os traços), robustez (com o propósito de deixar a imagem com personalidade mais marcante) e alterações na fonte para obter um efeito mais proporcional com relação ao símbolo. Em comemoração a data, a Duarte também criou um selo de 20 anos que será utilizado em todo material de divulgação da empresa, publicidade, papelaria, site, entre outros, até o final de 2012. Também por este período foi renovado o contrato com o ator Luciano Szafir para atuação como garoto propaganda de todos os empreendimentos da empresa. NOVO SITE PARA A LOG A agência de marketing promocional LOG reformulou todo o seu site institucional. As mudanças vieram coroar a nova fase da empresa que está mais multidisciplinar do que nunca. A ideia é alimentar o site para que clientes, parceiros e colaboradores possam encontrar todas as informações que precisam. Além de conteúdo institucional, o novo site traz links para as redes sociais e blog - que conta todas as novidades das ações realizadas pela LOG. O endereço www.logresolve.com.br possui, ainda, versão mobile que permite o acesso de onde o cliente estiver. TV DIÁRIO É DESTAQUE NO FALA NORDESTE A TV Diário, emissora cearense que integra o Sistema Verdes Mares, foi destaque na sétima edição do Congresso Fala Nordeste 2011, o maior evento da radiodifusão do País, que aconteceu, recentemente, em Recife (PE). TV genuinamente cearense, a TV Diário destacou-se no evento como um caso de sucesso, ao ser um emissora local, com uma rica e diversificada programação que vai desde o jornalismo com cobertura locais e nacionais, a programas de entretenimento, de humor e de cunho social. O diretor de jornalismo da TV Diário, Roberto Moreira e o gerente de programação, Jeferson Próspero, apresentaram a grade da emissora que contempla 60 programas, todos produzidos no Ceará, e a força que o jornalismo exerce em território cearense e em 50 cidades fora do Estado, através das televisões por assinatura.


Foi em grande festa que o Diários Associados anunciou na primeira quinzena de janeiro, no Recife, parceria com a emissora Record e sua TV Clube, como a nova afiliada da rede que mais cresce em audiência no Brasil. O encontro movimentou diversos convidados entre estrelas da Record (as âncoras Ana Paula Padrão e Mylena Ciribelli, a apresentadora Gianne Albertoni, os atores Rayana Carvalho e Guilherme Berenguer e a jornalista Janine Borba), parceiros, colaboradores das duas emissoras, profissionais e empresários de comunicação, políticos, executivos e autoridades que conheceram em primeira mão a nova grade do Canal 9. “O fato de termos sido procurados pela Record para este processo de afiliação é um reconhecimento da solidez de nossas empresas e da qualidade do nosso conteúdo”, diz o presidente dos Diários Associados para o Nordeste, Joezil Barros.

Guilherme Machado e Alexandre Raposo, Eduardo Campos e Joezil Barros

A parceria reforça a importância que o Nordeste representa hoje no cenário brasileiro, com crescimentos cada vez mais expressivos que faz com que sejam direcionados investimentos maiores de empresas e acertos de negócios bons para o estado, a região e o país. “É com satisfação que vemos hoje Pernambuco crescendo mais do que o Brasil, porque nossas empresas sempre trabalharam em prol do desenvolvimento do estado”, pontua Barros.

Aliada a uma grade variada da transmissora nacional (vice-líder de audiência), a emissora pernambucana, que completa 12 anos de atividade, valoriza cada vez mais o jornalismo, a prestação de serviços e a cobertura de eventos locais. Reflete este momento de expansão técnica e de programação que agora ainda contará com mais programas nas áreas de jornalismo e entretenimento (shows, séries, programas de variedades e de humor, novelas e reality show), além do núcleo de dramaturgia (com produções como Vidas em Jogo) e da transmissão de eventos nacionais e internacionais como Jogos Olímpicos de Londres (em 2012) e Rio de Janeiro (2016) e dos dois próximos PanAmericanos (Toronto, no Canadá), em 2015 e o de 2019 (que ainda não tem sede definida), com a compra dos direitos pela Record. O público do Canal 9 poderá conferir agora o Domingo Espetacular, Tudo a ver, Fala Brasil, Hoje em Dia e Jornal da Record, dentre as atrações nacionais. Da produção local, estão os programas como o Pernambuco no Ar (noticiário com as primeiras notícias do dia no Estado, com apresentação de Nadya Alencar), Cardinot aqui na Clube (de Joslei Cardinot); o Superesportes (de Roberto Nascimento); João Alberto Informal (talk-show do colunista do Diario de Pernambuco); e Jornal da Clube (telejornal noturno, que aproveita todo o know-how jornalístico dos Diários Associados, com Eduardo Bandeira). Programas especiais ainda ocupam a grade do final de semana, numa aposta da emissora em nichos ainda pouco explorados de áreas relevantes. A expectativa agora é que a tradição e dimensão dos Diários Associados possibilite a ampliação da Record no estado e, no caso da emissora pernambucana, a perspectiva é uma maior sintonia do grupo com as novas tendências. “Nossa programação local procura integrar todas as mídias disponíveis, desde os jornais, passando pelas rádios e TV e chegando até a internet e dispositivos móveis, como celulares e tablets”, aponta o diretor-geral, Guilherme Machado. A retransmissora anterior da TV Record, a pernambucana Tribuna (controlada pelo Grupo João Santos), é agora a nova afiliada da Rede Bandeirantes.

07

Ivelise Buarque

NOVAS PARCERIAS NO AR


GIRO BRASIL PROMOÇÃO COMBÓTICA A Fototica faz sua estreia em 2012 e apresenta a campanha "Combótica", criada pela WMcCann. Em iniciativa pioneira no segmento, a anunciante criou combos promocionais que oferecem opções de óculos e lentes combinados em uma única oferta, com preço especial. Para divulgar a novidade, a agência criou um nome engraçado para os combos - "Combótica, os Combos da Fototica" dando desde início o tom da campanha. São dois filmes protagonizados por personagens divertidos encenados por mãos e óculos de modelos variados, cada um com uma personalidade. Os comerciais terminam anunciando a principal oferta da ação: óculos completo a partir de R$ 79,00. A campanha contempla filme e material de PDV. “NÃO ESQUENTA” Nesta época de férias e grande movimentação de turistas pelo país, a Coquetel, marca da Ediouro líder no mercado de passatempos promove uma grande campanha. Relaxamento, diversão e os benefícios para o cérebro proporcionados por jogos encontrados nas revistas e livros Coquetel, foram o mote escolhido. Com o slogan “Não esquenta, faça Coquetel”, a campanha de veraneio abrange até fevereiro 1.500 pontos de venda e conta com materiais promocionais em forma de faixas de gôndola, reprint e móbiles. No Nordeste, moradores e turistas que estão em Salvador, Natal e Maceió podem ainda se divertir preenchendo um painel gigante de Palavras Cruzadas. Com 3,45m de largura por 1,30m de altura e 3,2 mil perguntas, o 'Cruzadão' também é uma das atrações do verão nas cidades paulistas de Santos e Jundiaí. “ESTAÇÃO CERVEJÃO” Um dia perfeito na praia, com tudo o que acontece num dia ensolarado de verão. É assim que a Blitz canta a estação mais esperada do ano: a Estação CervejÃO. Ao lado das musas Adriane Galisteu e Dani Bananinha, do surfista Everaldo Pato, dos atores Ricardo Tozzi, Malvino Salvador e Márcio Garcia, Evandro Mesquita estreia para a Nova Schin a campanha de verão da marca intitulada “Nova Schin, o cervejÃO da estaçÃO”. Filmado em Recife, no Rio de Janeiro e no Guarujá, o comercial de lançamento, com 60 segundos de duração e duas versões de 30 segundos, tem como cenário uma bela praia, gente bonita, brincadeira, paquera e muita descontração. A campanha contará também com jin08

gles em rádios, materiais voltados à Internet, mídia exterior, anúncios impressos, ações em mídias sociais e ponto de venda. EFEITO FÉRIAS A Kibon estreia uma campanha para lançar o novo conceito de sua linha Fruttare: O Efeito Férias. Assinado pela BorghiErh/Lowe, o novo filme tem como objetivo mostrar que é possível trazer o estado de espírito das férias para o dia a dia ao tomar um picolé. O filme, intitulado “Hotel”, mostra um executivo que, ao entrar em seu escritório degustando um Fruttare, sente que tudo naquele ambiente se transforma. Ao dar sua última mordida, a realidade volta e o executivo percebe que está deitado em sua mesa e não em uma rede, mesmo assim, continua relaxado e de bem com a vida. A assinatura reforça: “Novo Fruttare Caseiro Goiaba. Gostoso como estar de férias”. A campanha contará também com anúncios de página dupla. “PODE SER PEPSI” Para celebrar o verão, Pepsi estreia novos filmes que dão continuidade à campanha “Pode ser bom. Pode ser muito bom. Pode ser Pepsi.” Com o bom humor e irreverência que são marcas registradas nos comerciais do refrigerante, a Pepsi surpreende mais uma vez com a participação do técnico de futebol Joel Santana no papel de tradutor de inglês O cenário do filme é um quiosque na praia onde Joel prova que pode ajudar a conquistar mulheres bonitas por meio do idioma. Em 2009, o técnico Joel Santana virou notícia e hit na Internet após ceder algumas entrevistas sobre a performance da seleção sul-africana, comandada por ele, contra o Iraque, usando seu inglês inconfundível. O filme estreou na TV aberta em rede nacional e é assinado pela AlmapBBDO. VOLTE COM TUDO A Foroni, uma das maiores fabricantes de cadernos e agendas do País, começa o Volta às Aulas de 2012 em grande estilo: lançando a campanha “Cadernos Foroni – Volte com Tudo”. Para o projeto, foram produzidos três filmes diferentes: um para a linha Barbie, o outro é para a linha Carros 2, já o terceiro traz uma visão geral de todos os destaques da coleção Foroni 2012. Para tornar a campanha atraente aos consumidores, foi utilizada a tecnologia de stop-motion, tendência junto ao público jovem que faz efeitos de “reverso” e transformações nos quartos e nos figurinos dos personagens. O projeto, criado pela Colors Publicidade, foi produzido pela Yellow. Assinada pela agência de Rosangela Cripa, a campanha é veiculada na forma 360º, englobando diversas mídias focadas no público jovem.


As redes sociais tornaram-se cruciais em toda a América Latina (e no mundo, como se sabe). É o que revela um relatório divulgado recentemente pela comScore, gigante no setor de pesquisas. Segundo o levantamento, 43,9 milhões de usuários brasileiros gastam em média 4,7 horas em redes sociais durante um mês, em casa ou no trabalho. Embora o Facebook esteja no topo da lista mundial, com 734,2 milhões de usuários, no Brasil, ele aparece em segundo lugar, com 24,5 milhões. O Orkut continua na liderança, com 35,7 milhões. Para fidelizar relacionamentos, em especial com o público-alvo e também com aquele adjacente - que pode vir a conhecer e consumir os produtos de uma organização, as empresas se aliam às redes socias corporativas em busca de algo inovador e diferenciado para ampliar negócios. E quando uma rede, com propósitos corporativos, resolve agregar, em uma única identificação digital, os perfis profissional e pessoal? A iniciativa partiu da Totvs, empresa de software e suporte à gestão, ao criar a by You. “A missão da by You é integrar as facilidades encontradas no Facebook com a funcionalidade de criar e manter contatos profissionais, características do LinkedIn”, destaca o diretor da Totvs Bahia, Ricardo Galvão. “Ao se conectar, o usuário tem à disposição dois ambientes distintos, pessoal e corporativo. No primeiro, ele pode formar comunidades ligadas a temas culturais e esportivos, por exemplo”, relata. Galvão também ressalta que neste primeiro ambiente ele pode falar de sua vida e experiências particulares. “No segundo, o objetivo é que o usuário compartilhe conhecimento e colabore com ideias, fale sobre a área de atuação profissional e explore suas competências”, explica. Para o responsável pela rede social corporativa da

Totvs em São Paulo, Marcos Puccini, a centralização de perfis não oferece risco. “As empresas devem estar preparadas para uma geração de profissionais que não separam completamente suas carreiras da vida pessoal, já que gadgets, como smartphones e tablets, permitem que eles estejam conectados às redes sociais a qualquer momento, em qualquer lugar”. Puccini diz ainda que as corporações precisam marcar presença onde seus clientes e parceiros já estão. UM NOVO PAPEL - O consultor de novas mídias e redes sociais, Luciano Palma, acredita que “para cada um de nós, não existem dois indivíduos, mas papéis diferentes sendo exercidos”. O mundo corporativo, segundo ele, parece ter instituído que a expressão de sentimentos e, às vezes, de opiniões pessoais são posturas pouco profissionais. “O ambiente de trabalho da era da informação é muito mais humano, e a contribuição do indivíduo está muito mais relacionada à sua capacidade intelectual, a insights e inspiração, do que à força motora”, diz. Luciano pondera que as empresas precisam estimular mais a colaboração do que a competição interna. “Elas devem deixar claros os seus propósitos e valores a todos, de forma que eles migrem de uma cultura de obediência para uma cultura de colaboração. Afinal, a ferramenta é só um meio”. Lançada em maio, a by You tem hoje 22 mil participantes ativos e custa em média de R$ 5 a R$ 15 para cada usuário. O valor depende do tipo de segurança escolhido pela empresa para o controle de acesso. A liberação a profissionais que não possuem vínculos empregatícios deve ocorrer apenas em 2012.

09

Clarisse Souza

IDEIAS PARA GERAR NEGÓCIOS


FICHA TÉCNICA PACTO PELA VIDA Artistas, jogadores de futebol, educadores, dentre outras personalidades baianas, são protagonistas de campanha publicitária criada pela Engenhonovo para promover as ações do programa “Pacto pela Vida”, iniciativa da Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia e que tem como um de seus objetivos a prevenção e alerta à sociedade contra o uso de drogas. A campanha contou com a participação voluntária dos artistas Claudia Leite, Bell Marques, Margareth Menezes e Léo Santana, do campeão de luta livre Junior Cigano, dos jogadores de futebol Marcelo Lomba do Bahia e Geovanni do Vitória, do educador e apresentador de televisão Jorge Portugal e da chef de cozinha Dadá. Todos eles abriram mão de seus cachês. O plano de mídia compreende veiculação na TV, radio jornal, outdoor, busdoor, cinema, busTv, elemidia, etruck, mobiliário urbano e banners na internet. Agência: Engenhonovo (BA) Cliente: Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia Atendimento/Planejamento: Carlos Sarno, Eliane Koshima, Lorena Oliveira e Poliana Costa Criação: Carlos Sarno, Márcio Sant'Ana e Rodrigo Batinga Mídia: Cristiana Chaves Produção: Leila Santos e Rafael Picon Aprovação: Maurício Teles - Secretário da Segurança Pública / Robinson Almeida - Secretário da Comunicação

VOLTA ÀS AULAS NOTA 10 Com uma linha gráfica criativa e utilizando o colorido para compor a identidade visual da campanha, a pernambucana Aporte Comunicação desenvolveu para a Livraria Modelo e Atacadão de Papelaria o mote Volta às aulas nota 10. Adolescentes, usando produtos escolares, dão um tom jovem e descontraído às peças, que incluem materiais de ponto de venda (banner interno, precificador, cartazes e folhetos), backbus, outbus, jingle e anúncios de jornal. No Recife, a Livraria Modelo e o Atacadão de Papelaria, com três unidades na cidade, apostam no mix de produtos, atendimento e condições de pagamento como diferenciais competitivos para atrair o cliente. Agência: Aporte Comunicação (PE) Cliente: Livraria Modelo/ Atacadão de Papelaria Atendimento: Lula Gama Criação: Paulo Trajano e Guilla Miranda Produção gráfica: Eduardo Miranda Mídia: Ana Paula Alcântara

OFERTAS NO FACEBOOK O River Shopping, de Petrolina, está utilizando um aplicativo nas redes sociais para divulgar as promoções da Ultra Mega Liquidação. Na ferramenta Vitrine de Ofertas desenvolvida pela Gomo Agência Web - que está conectado à conta do River Shopping no Facebook - os clientes podem conferir todas as ofertas da queima e compartilhar todas aquelas mais gostarem nas suas redes sociais. Além da ação interativa para complementar a campanha, a Urbana Comunicação desenvolveu para a liquidação VTs, e-mail marketing, folhetos, spots de rádio e sinalização de vitrines de lojas. Agência: Urbana Comunicação (PE) Cliente: River Shopping Atendimento: Gustavo Tigre / Silvia Barros Criação: Gustavo Tigre / Rafaela Menezes Produção: Gildemária Melo / Isabela Valença Mídia: Margarida Cabral / Tâmara Mendes

10


COMPLETA COMO TODA CONCESSIONÁRIA Completa como toda concessionária deve ser. É esse o mote de lançamento da BelaMoto, a nova concessionária da Dafra em Caruaru. Entre outras estratégias adotadas, a campanha contou com passeio de motociclistas na principal avenida da cidade, onde os participantes receberam cortesias para revisão e troca de óleo grátis. Agência: CAAZ Propaganda (PE) Cliente: BelaMoto Dafra Atendimento: Aparecida Azevedo Direção de Criação/Redator: Valmir Cardoso Direção de Arte: Jailton Andrade Mídia: Natália Pimentel Produção: Bruna Andrade Arte Final: Wan Cardoso Aprovação: Delmiro Oliveira

TODOS OS LIVROS EM UM SÓ LUGAR A agência Tante Comunicação criou a campanha de volta às aulas do Varejão do Estudante. Com o mote “Todos os livros em um só lugar”, a agência quis transmitir ao consumidor os serviços oferecidos pela loja, que são: todos os livros para pronta entrega, compra pela internet para qualquer lugar do Brasil e parcelamento de compras. Para ação de comunicação foram desenvolvidas peças gráficas que apresentam silhuetas de pessoas e lugares ao ar livre, ressaltando que o período é de férias e que as filas para compras de livro escolar devem ser evitadas. A mídia da campanha envolve outdoors, backbus, banners online, campanha no Facebook, mala direta e e-mail marketing. Agência: Tante Comunicação (PE) Cliente: Varejão do Estudante Atendimento: Flavia da Fonte Redação: Ana Aragão Direção de Arte: Flavia da Fonte Mídia: Carolina Tavares Produção: Heraldo Andrade Aprovação: Simone Cavalcanti

SOS CABELOS Com a chegada do verão, os cuidados com os cabelos são redobrados. Por isso, a Pharmapele lança duas novas linhas de tratamento capilar: Liss Supreme e Nano Repair. Nos produtos, a marca inseriu o poderoso e cobiçado óleo de argan Marroquino. E para divulgar a novidade, a rede de farmácia preparou diversas ações de marketing e publicidade. Um dos principais focos da campanha está na comunicação por meio de outdoors. Os outdoors foram posicionados estrategicamente em vias de grande movimento que dão acesso às lojas da marca. Com o tema SOS Cabelos, a campanha faz alusão aos salva-vidas das praias, representados por boas. O fardamento das vendedoras recebeu um avental, com a frase “Salva Cabelos”, com bolsos onde elas carregam amostras dos produtos para demonstração aos clientes. A internet também tem sido bastante usada pela marca para comunicação com seu público. Em suas páginas nas redes sociais e no site oficial da empresa, estão sendo divulgados detalhes dos produtos. Agência: Casa Comunicação (PE) Cliente: Pharmapele Atendimento: Luciana Rocha e Janaína Bastos Planejamento: Ricardo Rique Criação: Salustiano Filho, Luciano Oliveira e Raphael Pinteiro Produção: Lucila Monteiro Mídia: Tiago Macena e Marília Costa 11


Ivelise Buarque

CONEXÃO COM SOLUÇÕES CRIATIVAS Diz-se normalmente que trabalho não é lazer. Mas, três amigos um dia se uniram e transformaram seu prazer no trabalho com o objetivo de promover a integração de meios e mídias de forma criativa, utilizando canais de comunicações possíveis, proporcionando conectividade antes de tudo entre marcas e o público. E foi assim que nasceu a Inkuba, empresa paulista fundada em 2009 pelo engenheiro elétrico Leo Kuba (Ceo), com os amigos Daniel Wood (publicitário e diretor de Criação e Concept) e Adalberto Generoso (diretor de Tecnologia). “Somos uma agência interativa. Costumamos dizer que somos apaixonados por conectar. Sejam pessoas à marcas, pessoas à ideias ou pessoas à pessoas”, diz Daniel Wood. Com uma equipe de 20 pessoas, a empresa já atendeu mais de 30 projetos para clientes locais e globais, desenvolvendo estratégias focadas em três áreas macro de atuação: negócios, criatividade e tecnologia. Como uma empresa de marketing digital, planeja e implementa estratégias de comunicação na internet e plataformas móbile pensadas pela unidade de concept (planejamento criativo e estudo de tendências) e projetadas pelo UX design com grupo tecnológico, que envolvem ainda uma divisão especializada em mídias sociais. “Acreditamos que a tecnologia e a internet tem papel fundamental no desenvolvimento dessa conexão. Mas onde isso vai acontecer, depende da ideia. Ela é nosso foco principal. Ou seja, trabalhamos com planejamento integrado de campanhas de marketing, ações de ativação, plataformas e produtos digitais e inteligência de análise”, destaca Wood. Com o expertise diferenciado dos seus idealizadores, a Inkuba criou projetos arrojados para vários clientes como o RestauPorta copos para o Restaurante América

12

Leo Kuba, Daniel Wood e Adlberto Generoso, da Inkuba

rante America, Unilever, Diageo e Brandsclub para os quais desenvolveu soluções criativas. São plataformas, produtos digitais e campanhas interativas em várias plataformas para todos os públicos, de eventos e pontos de venda às mídias sociais. Para a Unilever Food Solutions, por exemplo, a empresa montou uma plataforma de internet exclusiva para os funcionários, inspirada no Facebook, que facilita a comunicação entre colaboradores em todo o país com material diverso como campanhas de incentivo, informações de interesse e corporativas, eventos e troca de mensagens além das distâncias geográficas. Outra grande sacada da Inkuba é o case do Route Maker, um aplicativo do Google Maps, desenvolvido para o restaurante America, em que um casal de viajantes patrocinado pela empresa dá a volta ao mundo experimentando novas culturas, experiências e sabores durante 540 dias. Desbravadores e exploradores de iguarias ao redor do planeta, eles compartilham com os usuários do Facebook, que podem ainda ser avisados por um sistema ligado a um site da rede sobre o atendimento delivery do restaurante naquela localidade, com possibilidade ainda do atendimento dos pedidos online. “O America é um restaurante clássico de São Paulo, com 26 anos de existência, e que tem um desejo: tornar-se o restaurante casual dinner mais digital do país. E este se tornou também nosso principal objetivo. Hoje, o America possui uma quantidade considerável de fãs no Facebook e seguidores no Twitter. E hoje as redes sociais do America são quase o centro das ações e promoções promovidas pela marca. Sempre fazendo a conexão com a comunicação das lojas e tornando toda a comunicação exatamente do jeito do cliente America”, frisa.


O Grupo Four Midia, empresa paulista que desenvolve mídias diferenciadas e personalizadas para chamar a atenção, acaba de abrir seu novo escritório na capital baiana. A sede no Nordeste foi estrategicamente pensada para atingir um dos mercados em maior expansão no país. A empresa atua em espaços gourmet, como bares, restaurantes, padarias, pastelarias, carrinhos de pipoca, cafeterias, buffets infantis e pizzarias. Nestes locais as caixas de pizza, jogos americanos, copos, saquinhos de pão e pastel, tudo pode ser transformado em mídia. A empresa também desenvolve mídias em outros setores fora do ambiente gourmet, como postos de gasolina, escolas, academias, praias e universidades, sempre com ideias diferentes que transformem os materiais do próprio local em uma mídia atraente e divertida para veiculação das campanhas. O escritório será gerenciado por Daiana Milan, que acumulará também o cargo de diretora Comercial da Daiana Milan, diretora Comercial

região, e mais uma equipe de cinco funcionários. Eles terão a missão de atender a demanda de todos os clientes do Nordeste. Para Daiana, as belas praias e infra-estrutura turística colocam o Nordeste entre as grandes rotas de turismo mundial. A região tem grande potencial consumidor e segue crescendo com o país. “Estamos desenvolvendo estratégias inteligentes e criativas de ativação de marcas onde apresentaremos muitas novidades de mídias e ações especiais na região, que vão desde projetos em praias a mídias em saquinhos de acarajé”, afirma. O Nordeste é a região do país com o terceiro maior PIB, a soma de todas as riquezas que são produzidas, ficando atrás apenas das regiões Sul e Sudeste, nessa ordem. “Com as demandas existentes em cada região do Brasil, estamos nos instalando em alguns pontos estratégicos para nos dar apoio operacional e logístico. Tanto que fizemos isto em Salvador para atender toda a Região Nordeste e também no interior de São Paulo, na cidade de Ribeirão Preto. Ano que vem nos instalaremos também no Rio de Janeiro”, explica Meyer Negri, sócio-diretor da empresa. Criar uma caixa de hambúrguer que fala assim que aberta; uma bolacha de chope que acende quando o copo esvazia; um termômetro embutido no rótulo da lata de cerveja que avisa antes da bebida congelar. Essas são apenas algumas das investidas inovadoras do fundador do Grupo Four Midia, Meyer Negri. Recentemente o Grupo anunciou a criação e desenvolvimento de tickets de estacionamento aromatizados. Uma novidade no Brasil, que segundo o próprio Grupo, abre nova perspectiva de anúncios. É muito comum em grandes cidades que os clientes de shoppings e de grandes lojas coloquem o cartão de estacionamento na boca, enquanto procuram por uma vaga. É uma oportunidade para lançar produtos como perfumes, cafés, doces e bebidas, que através do olfato e o paladar vão proporcionar aos clientes o contato com as marcas anunciadas. É possivelmente o surgimento de uma nova forma de publicidade, que o criador comenta com orgulho, “nossa missão é sempre ficar atento nas oportunidades para criar situações inusitadas e transformá-las em mídias diferentes, atrativas e divertidas”, destaca Nigri. 13

Carlos Alberto Prado

UM LUGAR ONDE TUDO É PROPAGANDA


ENTREVISTA

Anderson Lima

COMUNICAÇÃO, SUSTENTABILIDADE E CONTEÚDO RELEVANTE Diretor da Atma+Bianchi Comunicação, Sérgio Pires começou cedo a atuar no mercado: no terceiro período da graduação na UFPE ele já trabalhava como estagiário de Criação da antiga agência Staff. Um mês depois, ele mudaria de casa, indo para a Gruponove. “Minha intenção era trabalhar na área de redação, mas detectaram que eu tinha tendência para Direção de Arte por causa de meus layouts feitos à mão”, afirma. “Meu início na Direção de Arte foi o início da computação gráfica em Pernambuco”, ressalta o profissional. Nesse período, Sérgio ia periodicamente a São Paulo para estudar e estagiar em agências como Salles e W/Brasil. Foi nessa época que surgiu o convite para trabalhar na Aliança Comunicação. “Foi um período riquíssimo e sou grato até hoje pela escola que foi conviver e aprender com todos da Aliança e, principalmente, com o Sr. Luiz Geraldo”, reconhece. Na Aliança, ele passou seis anos consecutivos, saindo para viver uma experiência de sete meses em Nova Iorque, onde estudou na Scho-

ol of Visual Arts (SVA) e estagiou por dois meses na agência Krishen Bond, Bond and Partners. “Essa vivência foi algo que me marcou muito como pessoa e profissional. Confesso que meu trabalho e minha maneira de ver e viver o processo criativo mudou radicalmente”, diz Sérgio. Na volta ao Brasil surgiu o convite para se tornar sócio da Aliança (“Começou ali meu ingresso no negócio da propaganda em si”). E, com mais três anos, Sérgio Pires decidiu abrir sua própria agência, que deu seus primeiros passos em um edifício antigo no bairro de Boa Viagem, entre telas e fotografias que gradativamente deram espaço a modernos computadores. “Depois de três anos, chamei André Rozowykwiat, que tinha trabalhado comigo anteriormente, para ser meu sócio. Foi muito importante a entrada dele, com seu talento, experiência e rede de contatos”, afirma Pires. O profissional já está há oito anos na estrada com a Atma, que recentemente passou a se chamar Atma+Bianchi a partir da entrada de Giuliano Bianchi na sociedade. Pai de Theo e Isadora, duas de suas fontes de inspiração, Sérgio Pires acredita que é importante um bom clima de trabalho para enfrentar os desafios do dia a dia na agência. Nos tempos livres, procura manter um contato maior com a natureza, bem como meditar e ler. “Esse silêncio mental ajuda a administrar as diversas decisões rápidas que tenho que tomar no dia a dia”, explica o profissional, que também gosta de praticar vôlei, andar de bicicleta, assistir a bons filmes, fotografar e pintar, entre outras atividades. Na entrevista a seguir, Sérgio Pires faz um balanço dos primeiros meses da Atma+Bianchi Comunicação, além de falar sobre comunicação ilimitada, sustentabilidade e de como oferecer conteúdo relevante nas redes sociais.

Hoje, precisamos criar com qualidade textual e visual tanto para as mídias tradicionais como para as novas mídias que se apresentam. 14


REVISTA PRONEWS – A Atma+Bianchi Comunicação foi criada em julho do ano passado a partir da entrada do publicitário Giuliano Bianchi na sociedade que formava a então Atma, André Rozowykwiat e você. Que balanço é possível fazer desses primeiros meses de atuação da nova agência? SÉRGIO PIRES – Acredito que iniciamos a Atma+Bianchi de maneira acertada, pois resolvemos pensar antes e agir depois. Contratamos uma empresa de consultoria e detalhamos tudo o que queríamos dessa nova fase da agência. Escolhemos o nome, criamos a marca, o conceito da agência, definimos papéis, metas etc. O balanço dos primeiros meses é muito positivo. O “+” que está em nossa nova marca representa isso. Mais experiência, mais qualidade, mais criatividade, mais planejamento. Giuliano tem 40 anos no mercado, já passou por tudo, por clientes dos mais variados segmentos. E essa bagagem é muito enriquecedora. Fora isso, é uma pessoa muito fácil no trato e muito ética, reconhecida por sua seriedade pessoal e profissional. Os novos clientes que vieram com Giuliano subiram ainda mais o critério da agência, pois estamos lidando com um dos grupos mais sérios e bem-sucedidos do nosso Estado: o Grupo João Carlos Paes Mendonça – JCPM. O Shopping Tacaruna também foi outro cliente que deu novo dinamismo à agência. RPN – O que os clientes da agência podem esperar da Atma+Bianchi para este anode 2012? SÉRGIO – Sair do lugar comum nas soluções de comunicação para que eles tenham resultado em seus investimentos. Com essa enxurrada de novos canais, precisamos realmente pensar de maneira diferente. Sair da caixinha mesmo. Então, hoje, precisamos criar com qualidade textual e visual tanto para as mídias tradicionais como para as novas mídias que se apresentam. Fazer diferente tanto na solução criativa quanto no canal de comunicação a ser utilizado. Tudo embasado por um planejamento estratégico que conceitue suas marcas. Isso os nossos clientes podem esperar de nós. RPN – De que modo é possível realizar uma comunicação de forma ilimitada? SÉRGIO – Tudo que diz respeito à mente humana e sua criatividade e descobertas é ilimitado. E isso vale para a comunicação. A proposta é mesmo nunca se satisfazer com o que já conquistamos ou com o formato de comunicação tradicional. Estamos, nesses primeiros meses, no exercício de colocar em prática essa promessa. Abrimos o setor digital da agência, que hoje pensa de maneira integrada com os outros setores. Um exemplo de sua atuação foi o “Natal das Emoções” do Tacaruna, que colocou uma tela digital dentro dos tapumes da praça de eventos para despertar o interesse dos curiosos pelo tema natalino do shopping e sua decoração através de um olho mágico. Foi digital e foi um sucesso. A Atma-

promo, antes uma empresa promo independente, incorporou-se como um setor da agência, assim como o digital. Participa ativamente das soluções dos clientes da casa, assim como desenvolve projetos especiais ligados à cultura, por exemplo. O ano de 2011 foi riquíssimo nesse aspecto com o projeto cultural “Carlos Pena Filho – 50 Anos de Memória”, além de muitos outros para clientes do segmento imobiliário. Este ano estamos desenvolvendo uma Ópera Rock sobre Maurício de Nassau. RPN – Como as redes sociais estão inseridas nessa proposta? SÉRGIO – Mais dois exemplos darão uma ideia do que estamos fazendo hoje para nossos clientes nessa área. A Farmácia Guararapes é um case para a área digital da agência. Planejamos as mídias digitais ativamente, sugerimos ações e criamos todas as peças digitais, desde fan page às newsletters do cliente. Pensamos em promoções e oportunidades que podemos usar nos canais digitais e ajudamos a desenvolver o e-commerce da farmácia. Além disso tudo, fazemos o monitoramento do que é falado sobre a farmácia na rede e damos o feedback para o cliente tomar as devidas providências. O Cabo de Santo Agostinho também é outro cliente com o qual temos colaborado ativamente no sentido de explorar os recursos da Internet. Criamos, em parceria com a Cappen, o novo site da secretaria de turismo do Cabo. Este site será lançado em algumas semanas e é todo integrado às redes sociais. O visitante pode postar vídeos, deixar comentários, elaborar o próprio roteiro integrado com o Googlemaps, Youtube, Facebook, Twitter, etc. Ficou mais ágil, amigável e cumprindo o objetivo que é mostrar rapidamente a qualidade do que estamos colocando na rua. Hoje é muito importante mostrar a que se veio nos primeiros segundos porque senão o internauta simplesmente muda de site. RPN – Ainda falando sobre as redes sociais, como oferecer um conteúdo relevante para os seguidores de modo a fazê-los ter interesse pela marca – e não apenas nas promoções e/ou ações que ela promove, por exemplo? SÉRGIO – Deve-se alimentar o internauta não só de notícias ou promoções da sua empresa como também de fatos e informações relevantes ligadas ao seu segmento. Se no nosso facebook ou twitter, por exemplo, falarmos apenas das nossas últimas campanhas, isso não atrairá tantos visitantes ou seguidores. Mas, se ao invés disso, colocarmos premiações internacionais importantes, as campanhas feitas por agências em Londres, as pesquisas sobre a ascensão da classe C ou como a juventude está respondendo aos novos meios de comunicação, por exemplo, teremos mais pessoas interagindo conosco, seja na plataforma que for. Além disso, podemos criar promoções direcionadas a nossa rede de contatos movimentando e interagindo com ela.Um dos conceitosbásicos dessa área é “primeiro faça e depois fale”. 15


Dorival Lima

CAPA

ESPORTE E NEGÓCIOS

Luciana Torreão

Copa do Mundo e Olimpíadas injetarão recursos bilionários gerando oportunidade de crescimento para o Brasil Pesquisa realizada pela Ernest&Young, em 2009, concínio sem nenhuma novidade ou retorno real. De acordo com a Wikipédia, o conceito de Marketing firmou que a Copa do Mundo de 2014 promoveria grande Esportivo só começou a tomar corpo a partir de 1921, quanmovimento na economia brasileira. Já não bastasse esse fato, do a empresa norte-americana Hillerich & Bradsby (H&B) junto com as Olimpíadas de 2016, ambos eventos injetarão lançou plano de marketing e assumiu a liderança na produção recursos na ordem de US$ 200 bilhões no Brasil. São grandes de tacos de beisebol. Desde então, o esporte ganhou trataoportunidades de crescimento para o Brasil e às marcas assomento cada vez mais próximo de um negócio, e a ação do ciadas aos esportes. Um desafio para o mercado, que está marketing esportivo é uma das principais explicações para cada vez mais competitivo, seja ele do segmento de produtos, isso. Inclusive, foram os norte-americanos, que durante o serviços ou, principalmente, do mercado de comunicação. É século XX apresentaram diferentes saídas para angariar funo momento de empresas e profissionais se diferenciarem pela dos e transformar a atividade esportiva na forma de ganhar originalidade e metodologia aplicada ao conhecimento em cifras cada vez mais voluptuosas. marketing esportivo. Fora ele, de manePara a sócia-diretora da Mart Pet ira geral, a construção civil, turismo e Comunicação (PE), Jussara Freire, o futerecursos humanos, também estarão bol é sinônimo de Brasil em qualquer lugar em evidência. Mas, já foi dada a largada, do universo. “Mais que o samba, mais que então, qual o motivo de toda a movicerveja e mais que mulher (estão aos poumentação em prol disso tudo ainda cos nos esquecendo, felizmente), está no estar a passos de tartaruga? futebol a grande paixão nacional e as granA Copa do Mundo e as Olimdes verbas para obras da Copa. Está no píadas tornaram-se negócios muito futebol a esperança, as cervejarias e os rentáveis. Contudo, ao que parece, principais bancos brasileiros”. estamos todos vivendo uma grande Jussara diz que, como tudo no inércia mercadológica ainda. Há muito Brasil é meio exagerado, temos que tempo que tomamos conhecimento tomar cuidado com ações tipo “neymarque seriamos contemplados com estes keting”. “Fizerem um 'auê' danado em acontecimentos e, até agora nada foi cima de um menino, como se ele fosse o feito, efetivamente. Está na hora de sair salvador da pátria. Saiu com olhos para do amadorismo! Há quem ainda assobaixo depois da derrota para o Barcelona. cie marketing esportivo a meros patroNão há neymarketing que supere uma cínios e ações promocionais nada criatiJussara Freire, sócia-diretora da equipe bem planejada, um time com vas. Há empresas que financiam Mart Pet Comunicação (PE) milhões de dólares por cotas de patro16


estratégia implementada há anos, procipalmente porque sou da área de Marduto de primeira, distribuição de primeiketing Esportivo. Vejo que as empresas, ra, entrega de primeira... É a base da dos mais variados segmentos, estão seleção campeã do mundo, nada mais, aplicando suas verbas na área. Como nada menos”. exemplo, para a Copa, já existem três Felipe Buonora, um dos diretoempresas nacionais como patrocinadores da empresa recifense Playground ras do evento, algo nunca ocorrido Comunicação, ressalta que o mercado antes: Brahma, Oi e Itaú”. brasileiro passa por grandes mudanças Com relação à revista Torcida, desde o governo Lula. “O que vem aconque foi lançada em 2009, ele diz que tecendo é que o Brasil, com novo invessempre deu destaque, não apenas ao timento interno e externo, vem se torfutebol, mas aos mais variados esportes, nando um país cada vez mais seguro para que, geralmente, não têm espaço em se investir. O fato de ter mão-de-obra outros meios de comunicação. “Portanrelativamente barata tem atraído cada to, além do futebol, as outras modalidavez mais as grandes empresas globais des, presentes nas Olimpíadas de 2016, estão com bons olhos para cá. Além terão seu devido destaque na Revista disso, em dez anos, mais de cem milhões Torcida. Temos também o jornal dos de brasileiros ingressaram na classe C, o estádios – Torcida –, que, desde 2006, é Kleber Medeiros, Revista Torcida (PE) acesso ao crédito ficou mais fácil e isso distribuído nos jogos do Náutico, Santa tem contribuído bastante para o aumenCruz e Sport. Criou no torcedor o hábito do consumo. Assim, fez com que novas empresas aportem to de ler notícias exclusivas de seu time do coração. E durante no País para iniciarem suas atividades e aproveitarem esse a Copa do Mundo estamos planejando ter edições especiais bom momento da economia brasileira”. do jornal, distribuídas nos jogos do Brasil, em bares, restauJussara Freire diz ainda que é necessário mostrar que rantes, Fan Fest, e nos jogos na Arena Pernambuco”. todas as culturas se entrelaçam com a Copa do Mundo, assim O planner da Carratu Publicidade (RN), Ubirajara como os negócios. Ela diz que já temos aqui no Recife, há dois Carratu, diz que o Marketing Esportivo tende a crescer com a anos, a confraria Trocando Figurinhas, que tem como tema o chegada dos eventos como Copa do Mundo e Olimpíadas. “As Futebol em todos os Campos, na arte, na moda, no cinema, empresas que souberem investir e trabalhar a imagem de no marketing, no turismo e, até na publicidade. “Fazem parte jovens promessas para o esporte nacional, terão resultados da confraria, por exemplo, empresários da Revista Torcida (a positivos e muitos frutos a colher deste trabalho. Para isso as única do Nordeste) Kleber Medeiros e Beto Lago, o casal agências terão que se preparar para este novo universo”. Prova disso é que a Carratu Publicidade iniciou os Bertini, do Festival do Cinema de Pernambuco e tantos trabalhos, que para o estado do Rio Grande do Norte foi inéoutros integrantes, que trocam experiências e sabem da dito, um verdadeiro marco no Marketing Esportivo local. Foi importância do futebol para nossos negócios. Nós da Martpet programado um conjunto de ações e metas, onde a fixação do estamos fazendo a nossa parte, investindo em projetos para o nome do jovem piloto potiguar de 17 anos, Johilton Pavlak, na futebol desde já e, para depois da copa, incentivando as prosua cidade natal, ficou marcado como o primeiro passo do postas editoriais e toda a cadeia produtiva que envolve o planejamento. Aos nove anos, Johilton começou incentivado esporte, especialmente o futebol. A Copa é um marco que pela família a correr de kart e em curto período se tornou nos incentiva e mostra a importância do planejamento de bicampeão paulista e brasileiro, além de muitos outros títulos. Marketing para dar ao país uma nova marca que desafia a sexta Porém, o maior desafio da sua carreira chegou no ano de maior economia do mundo a alterar os seus índices de con2011, quando decidiu se preparar para a Formula 1. traste social”. Uma grande ação de exposição de sua imagem foi Por sua vez, Kleber Medeiros, editor da Revista Torcicriada para acontecer na abertura do Carnatal 2011, o maior da, acredita que esta será a década do esporte no Brasil. “Além carnaval fora de época do Brasil. Acordos com profissionais da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos, que acontecerá no do mercado automobilístico foram feitos e um time de FórRio de Janeiro em 2016 e, vários outros eventos esportivos mula 3 foi preparado para vir a Natal com carro e uma equipe acontecerão nesse período, como campeonatos mundiais, técnica. “Contando com o apoio dos veículos e estratégias em torneios, etc. Fora o legado que eventos como esses deixam redes sociais e a coordenação do evento, foi criada uma forma para o país. Vejo com bons olhos um evento desse porte. Prin17


de atrair os investidores (patrocinadores) de auxílio na elaboração de planos de com argumentos de mensuração e retoração do Sebrae Nacional e de suas unidano de imagem X capital. Através dos des estaduais no que diz respeito ao munpatrocinadores, a ação de abertura do dial de 2014. Tendo-se levado em consiCarnatal foi um grande destaque e fez deração o potencial de investimentos e o muito barulho. Sem dúvida o primeiro fluxo econômico proporcionado pelo passo da ação foi sucesso indescritível, evento, foram definidos inicialmente arrancando elogios de Darcio dos Santos nove setores de atuação do Sebrae, que (proprietário da equipe de F3 e tio de foram pesquisados pela FGV. Foram eles: Rubens Barrichello)”, diz Ubirajara. construção civil; tecnologia da informaO diretor de Criação da agência ção; madeira e móveis; têxtil e vestuário; 11:21 (RJ), Gustavo Bastos, explana que turismo; produção associada ao turismo; está acontecendo uma evolução do marcomércio varejista; agronegócios; e serviketing esportivo e do entretenimento em ços. A partir da pesquisa realizada pela geral no Brasil. Novos esportes, como o FGV, o Sebrae irá proporcionar aos UFC, chegando fortes e novas ações empreendedores locais estratégias para também. Em se tratando de marketing que se aproveite a realização da Copa de esportivo, Gustavo avalia que o caminho 2014, um dos maiores eventos esportiGustavo Bastos, diretor de Criação é apoiar o esporte de cada cidadão, provos do mundo, para fortalecer a identidada agência 11:21 (RJ) jetos que insiram cada pessoa no mundo de do estado como um local que tem dos esportes e não só apoiar times, camdiversidade e patrimônio cultural únicos, peonatos e comprar cotas de patrocínio. bem como atrativos turísticos e boa hospitalidade do seu povo. “As olimpíadas são apenas o gancho do envolvimento Mas, principalmente, por ser um estado com grandes oportunimaior das pessoas com esportes, do futebol ao frescobol, com dades para se investir. campo oficial ao improviso total. E a comunicação das empresas tem que estar presente em todos os momentos. Como a CONSTRUÇÃO – O Consórcio Arena Pernambuco está Nike faz no mundo todo. Suas campanhas falam do futebol com todos os agentes financeiros contratados para as obras de mundial e dos jogadores que ela apóia e do cara que corre soziconstrução da arena para a Copa do Mundo de 2014, em Pernho todo dia no quarteirão de casa”, analisa Gustavo, que já nambuco. O Consórcio é uma Sociedade de Propósito Especípassou por agências como DPZ, JWT e já foi Publicitário do fico (SPE) formada pelas empresas Odebrecht Participações e Ano duas vezes e indicado ao Caboré como Profissional de Investimentos (OPI) e Construtora Norberto Odebrecht do Criação. Brasil. Como gestora do empreendimento nos próximos 30 anos, a SPE assumiu o compromisso de desenvolver, além da OPORTUNIDADES NO NORDESTE – Até a Copa do arena multiuso, uma nova centralidade urbana na Região Mundo de 2014, a cidade do Recife pode gerar um total de 593 Metropolitana do Recife, que nascerá como a primeira smart oportunidades de negócios, distribuídas em oito setores, para city da América Latina. O complexo de 240 ha está situado no empresários de micro e pequenas empresas e empreendedomunicípio de São Lourenço da Mata, a 19 km do Marco Zero res individuais. As possibilidades estão associadas às etapas de do Recife e a 19 km do Aeroporto Internacional dos Guararapreparação e realização do evento mundial. A construção civil, pes (Recife). a produção associada ao turismo e a tecnologia da informação Com mais de 65 anos de história nacional e presença são os três principais segmentos identificados na capital perem projetos multinacionais há mais de 30 anos, a organização nambucana. Juntos, respondem por 49% das possibilidades, de Odebrecht está, atualmente, investindo em novos negócios e acordo com o estudo 'Mapa de Oportunidades para Micro e consolida-se como líder no envolvimento de projetos relacioPequenas Empresas nas Cidades-sede', realizado pelo Sebrae, nados à Copa do Mundo de 2014. em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV). “O desafio O último contrato de financiamento foi assinado junto é aproveitarmos ao máximo este ambiente favorável a geração ao Banco do Nordeste do Brasil (BNB) no valor de R$ 250 de oportunidades e negócios para Pernambuco”, afirma o coormilhões. Os recursos são provenientes do Fundo Constituciodenador estadual do projeto Sebrae 2014, Oswaldo Ramos. nal do Nordeste para o Turismo (FNE/Proatur) e o desembolso A pesquisa tem como objetivo servir de instrumento das primeiras parcelas será realizado assim que os con18


tratos acessórios (de garantia) também poderá ser aproveitada pelas empresas forem firmados. Além do BNB, a Cone agências dos mercados regionais, é o cessionária já obteve a aprovação de um patrocínio dos estádios, inclusive no empréstimo-ponte de R$ 280 milhões período da reforma ou construção. “As com o Banco Nacional de Desenvolviações dos patrocinadores das arenas mento Econômico e Social (BNDES) e não precisam se restringir à inserção da de outro financiamento de R$ 70 marca. É possível utilizar esses espaços milhões com um banco comercial. para realizar eventos, agregar outras De acordo com o diretorpropriedades do clube ao contrato, presidente da Arena Pernambuco, Marcomo inserir a marca no centro de treicos Lessa, “Pernambuco está executannamento”, observou. do um projeto pioneiro no país com a Outras oportunidades que vão concepção de um destino planejado, gerar negócios e receitas para as cidacom altíssima tecnologia e maior oferta des-sede é a realização da Copa das de qualidade de vida para seus moradoConfederações, que acontece previares e visitantes. O bom momento ecomente. A última edição do evento foi nômico do Estado também estimula a transmitida para 149 países, somando chegada de novos investimentos”. quase 10 mil horas de transmissão, o que O presidente do Recife Contambém gera negócios e receita publiciMarcos Lessa, diretor-presidente da Arena Pernambuco vention & Visitors Bureau (PE), Paulo tária. Menezes, também acredita que a oporPensando nisso, Pernambuco já tunidade pode gerar, além de novos investimentos, excelente começa a se preparar para vivenciar o clima que antecede a visibilidade para Pernambuco mundialmente. “ConsequenteCopa das Confederações, em 2013, e a Copa do Mundo em mente, por sermos a 'bola da vez', a defesa de candidatura do 2014. Alguns eventos já são direcionados para estes aconteciestado de Pernambuco como sede para eventos internacionamentos como a grande Feira de Esportes de Pernambuco que is está sendo melhor acolhida por entidades promotoras de ocupará o Centro de Convenções de 29 de março a 01 de eventos internacionais. Isso irá consolidar a capital Recife abril próximo. Jairo Kelner e Daniel Sierra já mantém contatos como um dos mais importantes destinos para eventos intercom empresas nacionais e locais com vista à exposição e nacionais do Brasil nos próximos anos”. Para quem não venda de produtos e serviços da linha diet, light e fitness. A Feira de Esportes movimentará tudo o que é serviconhece, a função do Convention Bureau é promover o turisço e produto para o setor, com lançamentos, exposição de mo e suas atividades inerentes, atraindo novas oportunidades produto, equipamentos cardioesportivos, roupas, alimentade negócios para seus associados; fortalecendo a imagem de ção natural. Terá academias participando, serão realizados Pernambuco, nacional e internacionalmente. cursos, debates, palestras, workshops, etc. Haverá lutas ao RECURSOS – A realização da Copa do Mundo terá impacto vivo. Entre os expositores, estarão grandes marcas de fábrica sobre as economias regionais e também abrirá inúmeras oporde bolas, raquetes, redes para esportes, vestuário esportivo, tunidades para as agências de propaganda e marketing nas empresas especializadas em instalações de quadras, equipacidades-sede dos jogos. Esta foi uma das conclusões de painel mentos, fabricantes e revendedores de bicicletas, patins, aliapresentado no II Fórum Mercados Brasileiros, realizado em mentação saudável, voltada para o segmento de fitness e de parceria pela Federação Nacional das Agências de Propaganáreas de qualidade de vida, entre outros atrativos. Jairo Kelda (Fenapro) e Associação Brasileira de Anunciantes (ABA), ner, um dos organizadores do evento, lembra que já visitou que aconteceu em setembro do ano passado. feiras e salões de esportes Brasil afora. “Hoje, nós temos todo Os recursos irrigarão os mercados regionais, mais o clima para promover a prática esportiva e, com isso, inclusiespecificamente, as cidades-sedes dos jogos, onde ocorrerão ve, estimular a inclusão social através dos esportes”, avalia feiras preparatórias dos eventos. Os eventos paralelos, que Kelner. vão ocorrer nessas localidades, já estão impulsionando o Para realizar o evento, a Sierra & Kelner se cercou de número de feiras ligadas ao esporte. Segundo Luis Carlos cuidados. Fechou inclusive contrato com o reconhecido CásBrunoro, presidente da Sport Strategy, em 2009, o País contasio Lucena, profissional renomado da área de assessoria va com 30 feiras, e a previsão este ano é que sejam realizadas esportiva e personal trainner da empresa Sport Wellness. 148 em diversas cidades brasileiras. Outra oportunidade, que Lucena também é diretor da AQC (Amigos Que Correm) do 19


Recife. “O AQC é uma empresa de vassos Projetos Esportivos. Sergio diz que sua empresa surassessoria esportiva que tem como objegiu do sonho de melhorar o entenditivo oferecer condicionamento físico mento dos clubes, federações e emprepara o público em geral e o público corsas, sobre a importância da profissionaliporativo mediante o acompanhamento zação. “A ênfase é no Nordeste, apesar de profissionais experientes que estabede estarmos negociando com clubes do lecem metas individuais e de grupo no eixo Rio-São Paulo. Essa evidência na alcance de desafios como fator de estiregião se dá pelo fato de estarmos há mulação”, explica Cássio Lucena, ressalanos luz do que é planejado e concretitando que a AQC também estará atuanzado no Sul-Sudeste do Brasil, e vemos do na Feira. O atleta revela que haverá, potencial incrível, uma demanda inexentre outras atividades, Fórum Esportiplorada, e uma economia crescente. vo com debates sobre a movimentação Além disso, nas viagens que fiz com cluque haverá no Brasil com as Olimpíadas bes e os contatos que busquei com Rio 2016 e da Copa do Mundo de 2014, empresas, percebia um desdém quando bem como as oportunidades para Pero assunto era aporte de clubes da nossa nambuco, que será um dos estados sede região. Uma total falta de conhecimento dos jogos mundiais. O publicitário e ex-redator e preconceito. Enfim, independente da Sérgio Travassos, Jornalista e sócio da Travassos Projetos Esportivos Alexandre Neves entrou para o markeferramenta, o que buscamos é o mesmo ting esportivo desde 2008. Entre 2008 e que todos sempre tentaram: encantar. 2010, organizou eventos como a Regata Recife-Noronha Então, o relacionamento é foco e deve ser sempre o ponto 2008, o Red Bull Hard Skimming 2009 e o Tamandaré Ecoesprincipal. Agora, algo que se converta em vendas, de prefeportes 2009, entre outros. Em 2010, foi aceito no FIFA Masrência”. Com relação a ações e novas metodologias e ferrater, International Master in Management, Law and Humanities mentas do marketing esportivo, Sergio acredita que é possível of Sport, que tem a chancela da FIFA, oferecido pela instituiatacar os pontos de verdade do torcedor com o clube. Tornar ção suíça CIES - Centro Internacional do Estudo do Esporte. É a experiência agradável, incrível, inesquecível. É o primeiro dividido em três módulos, cada um num país diferente: Inglapasso para a conquista. E a tecnologia está aí para ajudar. Mas terra, Itália e Suíça. De setembro de 2010 a agosto de 2011, ela também exige um investimento maior, que empresas não Alexandre teve a oportunidade de morar em três países, estão com interesse em apostar. Independente, nesse caso, é conhecer diferentes realidades do esporte e estudar assuntos a ferramenta utilizada. “Pode ser uma sala vip para compra de como história do esporte, marketing, gestão e direito esportiingressos, um posto avançado com produtos e brincadeiras, vo. Segundo Alexandre, esse curso tem tudo a ver com o um parque infantil, um mob, etc, contanto que se busque algo momento do Brasil, já que o próprio setor ainda está em diferente. Notadamente, dentro de um planejamento, sou desenvolvimento no país e, por conta disso, é extremamente muito favorável a ações de guerrilha e virais. Tem grande importante estudar fora, até mesmo pra entender as diferenimpacto e, no final, tornam-se mais baratos que outras ferraças entre o mercado europeu e o brasileiro. “O mercado está mentas. Também um espaço adotado por uma empresa, todo bastante aquecido por conta da Copa do Mundo e Olimpíacostumizado, onde o cliente/fã entra no mundo de uma mardas. Há muitos gigantes de marketing esportivo mundial vindo ca. Infelizmente, até agora, apenas camarotes são explorados para o Brasil, seja fechando parcerias com empresas locais ou aqui ou fan fest. Mais existe muito mais a ser feito e que encanabrindo escritórios próprios para aproveitar a demanda”. taria o torcedor. Neste momento, o clube tem que conhecer O jornalista com MBA em Marketing pela FGV, que seu torcedor, algo que não ocorre no Nordeste”. também é formado em Educação Física, Sergio Travassos Outro ponto que Sergio faz questão de destacar é o (PE), diz que aqui no Brasil ainda dão importância a uma marca convencimento de que, para uma marca, é muito melhor ter estampada nos uniformes. “É bom, traz visibilidade, mas preum desporto ou competição para chamar de sua. “Temos cisamos ir além. As empresas precisam ser mais criativas e, vários exemplos disso no mundo. Cito a Red Bull, que faz evencom base no conhecimento do clube sobre seus públicos, tos fantásticos pelo mundo. No momento. Estamos negocianelaborar planos para encantar esse fã. Nada melhor que possido um aporte dessa magnitude no segundo desporto da nossa bilitar experiências”, conta Sergio, que é sócio diretor da Traagência, o rugby. Buscamos o rugby, por ser um desporto rico, 20


tradicional e, ao mesmo tempo, novíssimo aqui no Brasil. Um desporto que foi o pai do futebol e do futebol americano. Iniciamos o trabalho com esse desporto, que é a busca pelo nosso oceano azul (em referência ao livro A Estratégia do Oceano Azul, que fala de atitudes inovadoras). Em 2011, ajudamos a criar um calendário anual, com épocas para Rugby Union (15 pessoas) e Rugby Seven (olímpico). Criamos o Circuito Pernambucano de Rugby, que se iniciou com quatro equipes e terminou com nove. Mas ainda é muito embrionário e só tende a crescer”.

desenvolvimento”, ressalta o diretor Executivo da TV Jornal, Luiz Carlos Gurgel. Outro ponto que merece destaque é a abertura do acervo esportivo da emissora. Para mostrar que a ligação da seleção brasileira com Pernambuco é antiga, até 2014 o telespectador terá acesso a um material exclusivo com entrevistas dos craques dos anos 60 e 70, todas as passagens da Canarinha pelo Estado e os jogos da época de ouro, quando Vavá, Nilton Santos, Pelé, Garrincha, Tostão e Rivelino abrilhantavam os gramados mundiais. Segundo a diretora de Jornalismo da TV Jornal, Beatriz Ivo, o projeto ENTRETENIMENTO – A TV Jornal TV Jornal na Copa começou a ser posto (PE) já entrou em contagem regressiva em prática desde 2010, quando a emispara a Copa do Mundo de 2014. PerBeatriz Ivo, diretora de Jornalismo da TV Jornal sora enviou uma equipe à África do Sul nambuco é uma das sedes do campeopara cobrir os bastidores da Copa do nato e, para deixar o telespectador famiMundo. O jornalista Diego Pérez, junto com outros profissioliarizado com a magnitude do evento e o impacto que ele gera nais do Sistema Jornal do Commercio, passou 40 dias no país, na região, a emissora saiu na frente e lançou o projeto TV Jormostrando como estavam os aeroportos, as estradas, o enganal na Copa. Desde agosto, o público recebe informações jamento da população e os problemas enfrentados pelas cidadiárias sobre o maior torneio de futebol do mundo e como o des sedes africanas. “Ele adquiriu um olhar crítico do que Estado se prepara para sediá-lo. Durante a programação o envolve um evento desse porte. Está capacitado para traduzir telespectador acompanha, além de notícias sobre a seleção, para o público todas essas questões extra campo e falar, com a as mudanças na infra-estrutura econômica e social das cidades experiência de quem já acompanhou de perto, quais os ponpernambucanas, desde a evolução dos setores de turismo, tos fortes e fracos do nosso Estado até 2014.” construção civil e transportes, até a geração de empregos, o Para dar o pontapé inicial no projeto TV Jornal na investimento na qualificação da mão-de-obra e o treinamento Copa, a emissora estreou, também em agosto, o programa de profissionais para receber turistas. Replay. Apresentado por Diego Pérez e com comentários de A TV Jornal vai mostrar de perto o clima nas ruas e a Maciel Junior, o programa é ao vivo e vai ao ar de segunda a transformação de Pernambuco até junho de 2014, quando sexta. A atração traz notícias do cenário esportivo profissional tem início a Copa do Mundo. Além de acompanhar as obras na e amador de Pernambuco, dando destaque especial para o Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata, e o acesso até futebol. O telespectador também tem, durante toda a prograela, a emissora fará ainda um comparativo com as outras cidamação da TV Jornal, pílulas de um minuto com assuntos relacides sedes no País e como o telespectador pode se preparar onados à Copa do Mundo do Brasil. E até 2014, o público perpara garantir uma renda extra durante o período. Os noticiários TV Jornal manhã e TV Jornal meio dia nambucano vai acompanhar muito mais novidades. “O TV também fazem parte do projeto. Eles apresentam as notícias Jornal na Copa é um projeto vivo, alimentado com as expesobre o evento e o panorama dos outros estados nordestinos riências de todos os telespectadores que já passaram por uma que abrigarão o campeonato. A parceria da TV Jornal com as copa e estão ansiosos pela chegada da nossa e só vai ter um emissoras do SBT Nordeste garantirá cobertura integrada ponto final quando o Brasil levantar a taça do hexa campeonaentre as afiliadas de Natal, Fortaleza e Salvador, que recebeto, em 13 de julho de 2014”, diz a diretora de jornalismo da rão os jogos. “Um terço da Copa será sediado no Nordeste. TV Jornal, Beatriz Ivo. Essa comunicação com os outros estados é muito importante. O nosso público vai perceber que não é uma realidade distante, além de podermos ver como nós estamos em matéria de

21


Fabiana Constantino

SITE TALENTHOUSE CRIA REDE DE COLABORAÇÃO GLOBAL A Talenthouse (www.talenthouse.com) é um site que cria oportunidades únicas para novos talentos trabalharem com marcas e artistas internacionais. Nele os participantes desenvolvem sua audiência e adquirem reconhecimento em vasta comunidade artística nas áreas de: moda, design, música, filme e fotografia, não somente através sua plataforma, mas também através dos inúmeros portais que são distribuídos em canais parceiros de mídia em todo o mundo. O site da Talenthouse foi criado por Amos Pizzey, antigo integrante da banda Culture Club, há cerca de dois anos atrás. Segundo Antonio Guedes, responsável pelo site no Brasil, a ideia surgiu quando Amos percebeu a falta de oportunidade para artistas emergentes, de alta capacitação. “Aproveitando a era em que vivemos, Amos lançou logo um site inédito no mercado, com chances reais de artistas novatos trabalharem com outros mais experientes e famosos”, afirma Antonio. O objetivo do site é criar uma rede de colaboração global entre artistas e, ao mesmo tempo, disponibilizar uma imensa plataforma de marketing para todos os envolvidos, artistas emergentes, marcas e artistas famosos, permitindo a interação direta desses com o seu público através de Facecook ou Twitter. Assim, artistas novos e consagrados saem ambos ganhando mais audiência. Atualmente, foi lançado um Member Invites, que consiste em membros da TH criarem suas próprias campanhas, gratuitamente. De acordo com Antonio Guedes, a dinâmica do site é bem simples, mas com tecnologia de ponta e patenteada pela Talenthouse Inc., e acontece dentro das redes do Facebook e Twitter. “Artistas interessados em um determinado concurso se inscrevem e depois recrutam amigos para votarem em seus projetos. Quando um amigo vota, uma mensagem é postada em seu mural, divulgando seu voto e chamando a sua rede para ajudar o então artista em destaque. Assim, um marketing viral é produzindo em poucos dias e a mensagem é propagada para milhares de pessoas, podendo chegar a milhões, facilmente”, explica. Ainda segundo Antonio, os resultados são infinitos, mas para citar os principais, eles são: aumento de fãs para cada 24

Antonio Guedes, site no Brasil

participante; aumento de trabalhos pagos e conexões profissionais; inserção acelerada e mais vantajosa em sua área por obter resultados valiosos e opinião pública sobre sua arte de uma comunidade artística global; viagens e oportunidades de trabalho diretamente com marcas e artistas de alto calibre. “Um exemplo mais tangível é o do cinegrafista Cedric Vella, uma artista europeu, que venceu o Palo Alto International Film Festival e foi à Califórnia, com todas as despesas pagas. Depois de ter participado no concurso do Talenthouse, ele foi contratado por uma marca de bicicletas e recebeu toneladas de unidades em seu quintal para a produção de um comercial. E isso é só um exemplo das centenas de outros casos”. Exemplo de colaboração - Para celebrar seu vigésimo aniversário, a equipe do U2, incluindo o designer Shaughn McGrath e o fotógrafo original, Anton Corbijn, estão convidando artistas para submeter uma fotografia ou arte que reflita o ambiente global dos dias de hoje. A fotografia ou trabalho artístico devem expressar o mesmo significado presente na capa de Achtung Baby. Se Achtung Baby fosse lançado hoje, que fotografias ou arte seriam parte desta colagem? McGrath e Anton Corbijn vão selecionar, do total de 16 vencedores, um candidato que receberá um veículo do modelo Trabant, original e customizado no estilo Achtung Baby.


ADVB-PE PROMOVE TOP DE MARKETING 2011 Uma noite de festa e confraternização. Foi assim a pontuação critérios como criatividade, estratégias inovadocerimônia de entrega do 8º Prêmio Top de Marketing, promoras, ferramenta de marketing e resultados obtidos. Os dez vido pela Associação dos Dirigentes premiados foram apresentados ao de Vendas e Marketing do Brasil – público em um vídeo exibido antes da Seção Pernambuco ADVB-PE. O evensolenidade e os seus representantes to foi realizado no auditório do JCPM receberam a distinção das mãos de Trade Center com dirigentes de algupersonalidades do mundo empresarimas das maiores empresas da região e al. Para o presidente da ADVBdo país. O prêmio Top de Marketing PE, Leopoldo Albuquerque, o Prêmio tem o objetivo de divulgar e valorizar Top de Marketing 2011 foi bastante os casos de sucesso das empresas e positivo. “O prêmio não era realizado profissionais de marketing que em Pernambuco desde 2006. Com a demonstrarem ter utilizado com composse da nova diretoria, no início de petência e criatividade a ferramenta 2011, foi assumido o compromisso de de marketing. Nesta edição, concorreram retomar a premiação no Estado. 22 cases inscritos, que passaram pela Sendo este o primeiro ano, estamos comissão julgadora formada pelo preextremamente felizes com o resultasidente do Conselho Deliberativo da do: 22 empresas inscritas e dez venceFenadvb, Agostinho Turbian; o diretor doras em um evento de muito prestísuperintendente do Jornal DCI, Antôgio e grande repercussão.”, comemonio Carlos Rios Corral; o presidente ra. Para os próximos anos, a expectatido Cefi - Centro de Excel em Finanva é ampliar o número de inscritos e ças, Antonio Carlos Romanoski; o fortalecer ainda mais o conceito do presidente da Luccra, Élcio Aníbal de Leopoldo Albuquerque, presidente prêmio Top de Marketing como o Lucca, e o presidente da Vita Derm, da ADVB-PE maior reconhecimento do marketing Marcelo Schulman. Eles atribuíram a no Estado.

VENCEDORAS E SEUS RESPECTIVOS TRABALHOS 1. Bandeirantes Mídia Exterior, com o case Lançamento do TopBus 2. Carta Capital, com o case Seminários Diálogos Capitais 3. Companhia Brasileira de Bebidas Premium, com o case Libera a Proibida! 4. Eletrobras, com o case Campanha Sustentabilidade 5. Expressão Comunicação Integrada, com o case Expressão e Facebook Marketing 6. Fiat Automóveis, com o case Instalação da Fábrica da Fiat em Pernambuco 7. Grupo Empresarial ADLIM, com o case Valorização da Marca 8. Impsa Wind Power, com o case Programa Kaizen 9. Kraft Foods Brasil do Nordeste, com o case BIS e Nordeste: ninguém resiste 10.Shopping Difusora, com o case Preservação Sócio-cultural para o Desenvolvimento Sustentável e Fortalecimento de uma Marca 25


A VEZ DO CLIENTE

Juliano Mendes

Fernando Antônio Remígio e Ronei Oliveira

26


REESTRUTURAÇÃO - Com foco nos índices promissores que o mercado exterior oferece e na demanda cada vez maior do consumidor brasileiro, a Prolev fez investimentos recentes na estrutura física da fábrica, ampliando em quase 100% a área de armazenagem e produção, localizada no parque industrial de Abreu e Lima. Adquiriu novos equipamentos (como embaladoras, rotuladeiras, túnel de resfriamento e codificadoras especiais), remodelou o design das embalagens de produtos e está no processo de certificação BRC, o que possibilitará uma adequação às normas de atendimento ao varejo de países desenvolvidos, no que diz respeito às adaptações técnicas. “Estamos investindo para tornar o nosso produto dentro das exigências do mercado internacional e para tornar sua presença ainda mais forte nas praças brasileiras”, destaca Vargas. Muitos dos produtos do seu mix, composto hoje por cerca de 50 itens, sofreram remodelagem com projeto de layout arrojado, que tem a função não só de ressaltar a marca nas gôndolas como também destacar o seu alto padrão de qualidade, garantido pelo aporte de profissionais da área de nutrição que atuam junto à marca. E,

apostando na orientação qualificada e no interesse de oferecer o que há de melhor em nutrição e saúde, a empresa busca todo ano lançar novidades no seu portfólio, como em 2010, quando lançou o seu Açúcar Light. Desta vez, a Prolev diversificou-se no final do ano passado com uma nova linha de biscoitos doces: o Cookies Integrais Diets, que chega inicialmente em quatro sabores diferenciados (Cappuccino, Castanha do Pará, Chocolate e Frutas Cítricas). MODERNIZAÇÃO – Uma das armas de maior impacto hoje na atuação em comunicação da marca também são as mídias e redes sociais. Depois de reestruturar seu site institucional que conta com diversas ferramentas de acesso ao consumidor, a Prolev apostou em novas formas de chegar mais perto do público com um blog informativo, fanpage no Facebook e perfil no Twitter. “Temos que buscar a comunicação onde o público está, e ele está nas redes e mídias sociais. Desta forma, mantemos uma ligação direta com ele, informando, sugerindo, compartilhando ideias e agradecendo suas recomendações que também são de interesse da marca”, ressalta a coordenadora de Marketing. A Prolev desenvolve estratégias diferenciadas visando gerar buzz, aproveitando a força desta tendência mundial. No blog, por exemplo, apresenta curiosidades sobre produtos e alimentos funcionais e destaques em itens do seu mix, sempre associado a notícias sobre qualidade de vida, bem estar e saúde. Para aqueles que curtem a fanpage, a Prolev mantém o mesmo padrão de comunicação, mas ainda busca experiências que mantenham o seu conceito de busca pelo bem estar com uma vida mais saudável, através de depoimentos interessantes sobre cuidado com alimentação e a saúde, compartilhando entre os seus seguidores possibilidades pela qualidade de vida em qualquer idade. Esta estratégia tem sido positiva uma vez que hoje o uso de produtos e alimentos funcionais cresce numa média de 10% ao ano no mercado nacional, representando crescimento três vezes maior do que o de alimentos tradicionais. Juliano Mendes

imprensa (Primma Comunicação Estratégica) e publicidade, assinada pela Sphera Design e Comunicação. O principal investimento da marca hoje é nas linhas de suplementos, alimentos funcionais e integrais como o Açúcar Light, New Diet (shake desenvolvido especialmente para redução de peso), Lev Soy (produto a base de soja sem lactose), Cookies (biscoitos nutritivos sem aditivos e conservantes) e Sust'up (suplemento alimentar com aporte diário de vitaminas e minerais, complementando a dieta alimentar). Para reforçar suas linhas, as estratégias bem sucedidas para a indústria pernambucana são mídia exterior, ações promocionais e parcerias diferenciadas com grupos de comunicação e meios de comunicação e organizações da área de varejo, saúde e bem estar. Ao longo dos últimos dois anos, esta aposta tem dado resultados e somado no pool de esforços da marca e dos parceiros, entre os quais estão redes de farmácias (Roval, GBarbosa, Sant'Ana e Guararapes), de Supermercados (Bompreço, GBarbosa, Wal Mart, Carrefour, Nordestão, Soberano, Supermercado do Lar, entre outros) e empresas de saúde, beleza e fitness (como o Interne Soluções em Saúde, Espaço Mulher e a Academia FitClub).

Funcionários e executivos buscam melhoria e inovação com foco na qualidade e satisfação de seu consumidor, sempre de olho nas novas tendências

27


60 ANOS DE OUSADIA E LIDERANÇA

Fabiana Constantino

Livro conta história de uma das agências mais admiradas da propaganda brasileira, fazendo resgate histórico através de anúncios e campanhas criadas e produzidas pela Norton Fundada em 11 de novembro de 1946, em São Paulo, a Norton Publicidade, hoje pertencente ao Grupo Publicis destacou-se como uma das agências mais admiradas e premiadas da propaganda brasileira. Ao longo da sua história atendeu aos mais diferentes segmentos de produtos e serviços. Ao mesmo tempo, liderou processos de expansão de unidades em diversas praças de importância para o setor, criando soluções empresariais na atividade publicitária até então impraticáveis no Brasil, além de ter sido a primeira agência a operar com uma unidade na Europa, com sede em Paris, inaugurada em 1974.

O livro Norton – 60 anos de Publicidade no Brasil oferece aos seus leitores a oportunidade de conhecer a história da Norton analisando o processo de evolução do mercado publicitário brasileiro, num período em que se iniciavam os processos de fusões, aquisições e associações entre empresasanunciantes. Lançado sob o patrocínio da ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing) a obra é diferente de todas já publicadas, pela sua forma e conteúdo. Os temas são tratados numa linguagem de “publicitês” e resgata informações que poderiam se perder com o passar dos anos. O livro é dividido por segmentos, a começar por Alimentos, Bebidas, Mercados Automotivo, Financeiro, Moda, Cultura, passando pelo Turismo e Varejo. Ao todo são treze capítulos compostos por narrativas, com destaque para estratégias de atendimento, mídia e criação, até as iniciativas que culminaram com conquista de novos clientes. Seu núcleo de criação chamado de “Os subversivos”, composto pelos mais expressivos profissionais de Geraldo Alonso Filho, autor do livro e filho do fundador da Norton criação foi um marco divisório da criação publicitária. A obra que foi escrita por Geraldo Alonso Filho, com tratamento final de edição de texto do colunista publicitário, jornalista Antoninho Rossini abre uma janela para se admirar o quanto a ousadia empresarial e o profissionalismo superaram as mais diferentes dificuldades da sua época. De acordo com Geraldo Alonso Filho, autor do livro e filho do fundador da Norton, a idéia de escrever um livro sobre a agência surgiu a partir da existência do acervo coletado e da grande gama de clientes atendidos pela agência ao longo dos 60 anos “O objetivo do livro é um resgate histórico através dos anúncios

O objetivo do livro é um resgate histórico através dos anúncios e campanhas criadas e produzidas pela Norton nesses 60 anos.

28


e campanhas criadas e produzidas pela Norton nesses 60 anos. Através dessa organização podemos “ler”, através dos anúncios, a evolução da economia do país e em especial dos segmentos tratados: Alimentos, Bebidas, Mercado Automobilístico, Financeiro, Lar, Moda, Cultura & Diversão, Rural, Saúde, Tecnologia, Bens Industriais, Turismo, Varejo e da própria agência”, afirma Geraldo. Nos anos 90, a Norton foi uma das poucas agências brasileiras que mantinham unidades próprias em praticamente todas as praças brasileiras de importância para o negócio da propaganda. Isso, sem contar com participação acionária em operações que se consagraram, como a Nort/West, Bozell Brasil e InterNort. O livro publica mais de 1.000 anúncios de cerca de 400 marcas diferentes. “Ao construir cada capítulo do livro optamos por não fazer seleção de peças. Não se trata de portfólio de campanhas premiadas. Mas sim, uma amostragem do trabalho realizado ao longo desses 60 anos. Priorizamos as peças impressas, mais adequadas ao livro. Os filmes, sintetizados em fotogramas, podem ser acessados pelo site www.norton.com.br”, conta Geraldo. Ainda segundo Geraldo Alonso Filho, os principais motivos do sucesso da Norton foram baseados em trabalho de equipe, honestidade, valorização do talento e busca do novo. “Essa inquietude de sempre oferecer o melhor disponível propiciou o reconhecimento dos clientes e consequentemente o sucesso da agência”. PREFÁCIO DE PESO - O livro Norton – 60 Anos de Publicidade no Brasil é prefaciado por Maurice Lévy, presidente do grupo francês Publicis. Em certo trecho do seu depoimento, Lévy afirma: “Antes de 1946, a publicidade brasiEm 1987 um pedaço da "turma" da Norton Publicidade: Geraldo Alonso, Geraldo Alonso Filho, Christina Carvalho Pinto, Josè Francisco Queiroz, Eduardo Daher, Gilberto Brunello, Clovis Fabro e Mário Castelar

O livro foi prefaciado por Maurice Lévy, presidente do grupo francês Publicis

leira era, sobretudo, feita por agências americanas trabalhando 'fora de casa' para as gigantes do automobilismo. Depois da 2ª. Guerra Mundial, coube à Norton e a outras agências talentosas inventar um estilo brasileiro em matéria de publicidade”. PUBLICIS BRASIL - A Norton teve seu controle adquirido pela Publicis em 1996, transformando-se em Publicis Norton. Em 2003, a totalidade das ações foi comprada pela Publicis e a seguir foi feita a fusão com a Salles D'Arcy, transformando-se na Publicis Salles Norton. Em 2005, a agência passou a se chamar Publicis Brasil.

Geraldo Alonso Filho, Ana Regina Alonso, Eloir Almeida e Fabiano Bonetti – último diretor geral da Norton no Rio Grande do Sul

29


NA WEB HTTP://MKTMAY31.COM/ O Marketing May 31 foi criado em 2009 com a simples ideia de sistematizar os conhecimentos acadêmicos na área de marketing e principalmente visar a aplicação prática no mercado. Apesar da imensa quantidade de blogs, sites, fóruns que existiam sobre o assunto, os autores Tácio Lobo e Tércio Santana perceberam que havia muita informação, mas pouco conhecimento sendo sistematizado. O jeito encontrado de mudar essa realidade é desenvolvendo materiais de estudo que proporcionem uma leitura objetiva, com linguagem acessível, e sempre que possível com um referencial teórico e uma perspectiva prática do assunto. A missão do Marketing May 31 é sistematizar e disseminar o melhor e mais atual do Conhecimento em Marketing.

WWW.ITAUCULTURAL.ORG.BR O Itaú Cultural contribui para a valorização da cultura de uma sociedade tão complexa e heterogênea como a brasileira. É um instituto voltado para a pesquisa e a produção de conteúdo e para o mapeamento, o incentivo e a difusão de manifestações artísticointelectuais. Ao considerar a cultura uma ferramenta essencial à construção da identidade do páis e um meio eficaz na promoção da cidadania, o Itaú Cultural busca democratizar e promover a participação social no âmbito cultural. No site, são disponibilizadas enciclopédias da literatura brasileira, de teatro e de cinema com biografias, conceitos e as mais diversas informações sobre os temas.

Ivelise Buarque

MANIFESTO DO SORRISO A Trident promove o ministério do riso com nova campanha de impacto que integrará campanha publicitária, ações de relacionamento e mídias sociais neste Verão e no Carnaval, no Nordeste. Com o mote “fã do riso”, a marca da Kraft Foods Brasil voltase cada vez mais ao público jovem da região, com foco nas praças de Pernambuco, Ceará e Bahia. “Queremos estar mais perto do consumidor do Nordeste, entendendo o que move este consumidor. E, por isto, estamos focando nossos esforços mais no público jovem que está começando a faculdade e tem uma rotina atribulada. É conectado e eclético, e não se prende a rótulos”, diz a diretora Associada de Marketing para o Norte/Nordeste, Larissa Diniz. Este ano, o grupo dobra e intensifica seus investimentos em relação ao ano passado para desenvolver todas as estratégias do plano, visando manter o share em volume da marca. Até fevereiro, serão realizadas diversas ativações da marca em festas de grande circulação de público, como shows internacionais de repercussão, festivais de música e festas e prévias de blocos de Carnaval, além de sampling em praias. “Dobramos nossos investimentos motivados no posicionamento da marca na região hoje, em que ocupamos quase 30% de participação no mercado”, destaca Diniz. Nos shows e nas praias, os frequentadores serão impactados por uma coleta de sorrisos com equipe de promotores da marca, que captarão em vídeo e fotos os risos do público para uso autorizado em peças da campanha e nas mídias sociais. “Trabalharemos nos mercados prioritários com os captadores de sorrisos que farão ação de interação com os consumidores, que ainda poderão atuar como garotos propaganda da marca nas peças da campanha como os mobiliários urbanos e na nossa fanpage, no canal Trident do Youtube, por exemplo. Inclusive, os seguidores do Facebook poderão ser marcados na fanpage e fazer o download da imagem. Da mesma forma, faremos contato constante com nosso público pelo Twitter, que é outra ferramenta muito forte na praça pernambucana e baiana”, ressalta Larissa. A divulgação Verão 2012 da Trident, focada numa plataforma 360, contará com vídeo de 30” desenvolvido pela Cubo Comunicação (SP) em TV aberta nas três praças e ainda spots de 30”e blitz de rádio, mídia exterior e mobiliário urbano, desenvolvidos pela Plano B (PE e BA) e Atenas (Ceará). E o plano de comunicação em mídias sociais está a cargo da Le Fil (PE), que atuará na praça pernambucana e baiana. 30


O Brasil é o quinto país com o maior número de usuários de internet e conta com mais de 68 milhões de internautas, que representam 40% da população do país, por exemplo. Desse montante 57% acessam a rede de suas casas. Por isso, a internet apresenta maior índice de crescimento entre os meios de comunicação com 28,8%, abocanhando R$ 933,7 milhões no período de janeiro a outubro de 2011. Esse meio já tem 4,4% do total das verbas publicitárias. Por este e outros motivos, este é o meio de maior repercussão hoje no país e no mundo. Na era da tecnologia, outros veículos parecem fadados à precariedade ou até mesmo à extinção, como é o caso das tradicionais páginas amarelas que, durante cerca de 100 anos, imperaram como referência de contatos comerciais e vitrines de negócios. “O mercado de listas classificadas está em rápido declínio em todo o Brasil. Restarão algumas pequenas empresas regionais, com baixos níveis de custo e tiragens difíceis de aferir”, declara a diretora de Novos Negócios da Telelistas, Yanira Nasser. Para quem assiste de camarote a progressão de outras mídias, é assim que se encontra o mercado. Contudo, o meio está apostando em novos formatos e investindo alto em tecnologias arrojadas para se equiparar aos demais do mercado e se tornar, desta forma, mais competitiva. “O mercado hoje vive um momento de maturação e reestruturação. O grande objetivo das empresas é criar formas de integração com o meio digital, de diversas maneiras. A Carvajal Informação segue a mesma linha e tem desenvolvido as ferramentas necessárias para atender a essa demanda”, diz, o gerente Global de Produtos Online da Carvajal Informação, Fabrício Saad, que integra esta companhia multimeios detentora das marcas Listel, Editel e Guia Mais e especializada em soluções para geração de contatos de negócios. HISTÓRIA E MERCADO – Longe do que é conhecido nos dias de hoje, a primeira lista telefônica na história é datada de 11 de julho de 1877: Memo of telephone lines in use in Boston and vicinity (“Memorando de linhas telefônicas em uso em Boston e redondezas”), pertencente à empresa de alarmes antirroubo Stearns & George. Ela fora escrita manualmente e apresentava somente os nomes dos proprietários das linhas e, por isto, não tinha grande volume de páginas. Em 1889, começaram a aparecer publicação com números. Mas, em 5 de

janeiro de 1880, já surgiria no Reino Unido a primeira lista telefônica britânica, cujo exemplar estar preservado na coleção de arquivos da empresa de telecomunicação BT daquele país. Já no Brasil elas chegaram antes do alcance e da invenção do telefone, em 1812, na Bahia, editada pela Tipografia de Silva e Serva, com o nome de Almanach, que tinha como objetivo informar a população de uma cidade onde encontrar determinadas pessoas, ou estabelecimentos comerciais e administrativos. Mas, o catálogo com o número de assinantes só veio a surgir no país com a vinda da telefonia, em 1881, com a Telephone Company of Brasil, e dois anos depois já contaria com mais de cinco mil contatos. O caminho como meio de comunicação foi progressivo em paralelo com as novas mídias que foram surgindo com o passar dos tempos. E, com a privatização do sistema de telecomunicações durante o Governo de Fernando Henrique Cardoso, em 1997, uma nova lei possibilitava a criação de listas telefônicas, comerciais e guias informativos por qualquer um da iniciativa privada. O que deu impulso ao segmento que, por conta da concorrência, teve que se modernizar e melhorar seus serviços. Desta forma, passou a ter maior participação no bolo publicitário e maior faturamento. Pesquisa realizada em 2005 pelo Instituto Datafolha em todas as regiões do país comprovou que 97% do meio empresarial e 88% dos usuários residenciais consultam as listas. E em 2007 o Projeto Intermeios apontava faturamento de publicidade em torno de 200 milhões de reais/ano. Nos últimos anos, os guias e listas apresentou ano a ano queda, perdendo participação no bolo. Em 2010, o segmento de listas e guias telefônicos impressos detinham apenas 1,2% do faturamento da publicidade brasileira. Apesar da situação geral do mercado, são várias as editoras que ainda publicam listas classificadas, impressas em tamanhos diferenciados, apostando na resistência do setor, para um público reduzido e que não está integrado as novas tecnologias. E independente do modelo de listas impressas estar acabado, a substituição do produto tradicional pelo formato online foi a solução para manterem-se adequadas ao momento do mercado e oferecer uma ferramenta mais fáceis de usar, com informação mais aprofundada e atualizada. EM CENA – A TeleListas.net foi a segunda empresa do

Ivelise Buarque

AS PÁGINAS AMARELAS NO CENÁRIO DIGITAL


mundo a colocar suas listas na Internet, integração com o ambiente digital. em janeiro de 1996, e hoje é o maior “Desenvolvemos diversas ações junto site de busca. “Desde este período, a às marcas, empresas, agências de TeleListas.net tem tido um foco crescomunicação e propaganda, através de cente nesta mídia e é hoje o maior site eventos do meio, ações segmentadas e de busca por produtos, serviços, ativações promocionais. Essas ações empresas, pessoas na internet. O site garantem, ao mesmo tempo, para o mobile, m.telelistas.net e os aplicativos nosso anunciante, a visibilidade que ele para iPhone, Android e Nokia estão precisa e para o nosso usuário, a reletendo crescimento explosivo. Além da vância que ele procura, unindo as duas publicidade nos seus sites, a TeleLispontas. As agências de comunicação tas.net oferece serviços de construidentificam em nossos produtos, um ção, registro de domínio e hospedacanal importante de negócios, dirigido, A publicação impressa dass listas classificadas gem de sites. “Com a crescente e já que já faz parte do mix de marketing para um público reduzido e que não está massiva penetração da Internet, acreconsiderado pelas agências. Contamos integrado as novas tecnologias ditamos que as listas impressas já são atualmente com mais de dois milhões um produto do passado pois não oferecem mais um bom de estabelecimentos qualificados em nossa base de dados”, retorno sobre o investimento dos anunciantes. Por este motidiz o Fabrício Saad. vo, a Telelistas.net descontinuou a publicação de listas classifiPara atingir esta meta, precisaram se adaptar ao novo cadas impressas na maior parte do País”, pontua Yanira Nascenário desenvolvendo tecnologias e recursos para garantir ser. aos usuários o melhor acesso às informações aos contatos de Hoje, a TeleListas.net oferece todos os seus produtos negócios, em diferentes meios de busca, online, impresso, na internet e no celular e desenvolve um trabalho de comuniáudio e mobile. E ainda buscam sempre oferecer um vasto cação direta com agências e empresas de comunicação para conteúdo e soluções no formato online, através do portal fechar negócios através de assessores de conta, com apoio do GuiaMais.com (www.guiamais.com.br). Todos esses formanúcleo especializado no atendimento. E conjuntamente a isto tos se complementam com as tradicionais listas impressas da realiza investimentos relativamente baixos em campanhas Listel, da Editel e do Guia Mais, distribuídas em todas as praças publicitárias, aliados à ações de relacionamento que desenvoldo território nacional. Para isto, foram criadas novas possibilivem com os parceiros e os clientes, em sua maioria pequenas dades de alta tecnologia como o desenvolvimento de ferrae médias empresas. “Acreditamos que a publicidade na Intermentas que aumentem a integração com o meio digital, como net é um componente fundamental de qualquer plano de as Publitags (códigos de barras bidimensionais impressos nos comunicação. A comunicação em mídias diretivas como o anúncios, que permitem ao usuário interagir com o anuncianTeleListas.net e o Google permite que o consumidor enconte, conhecendo melhor seus serviços, produtos e promotre o fornecedor no momento em que ele já tem uma intenções) e que pode ser acessado via celular com o download de ção de compra ou um necessidade de informação. E, desta um aplicativo gratuito (http://publitags.com.br) e ter conexão forma, apresentamos entre os nossos diferenciais para os móvel. “No ambiente mobile, por exemplo, os aplicativos anunciantes uma audiência superior a 15 milhões de usuários para smartphones ainda agilizam o acesso às informações. No únicos por mês, que resulta em um retorno sobre o investiformato de áudio, os usuários podem usar o Disk GuiaMais, mento muito alto, especialmente considerando o alto percenuma central de atendimento personalizada, que está disponítual de compras e/ou contatos que resultam de cada consulvel 24 horas e auxilia na busca de informações como telefota”, ressalta Nasser. nes, endereços, e rotas de empresas e serviços. Dentro do impresso, oferecemos também o formato de guias, com foco Com mais de 100 anos no mercado mundial e de 30 no público doméstico”, destaca Saad. anos no país, o grupo Carvajal se reinventou para oferecer soluções para geração de contatos e sustentação de negócios Para mostrar todos esses diferencias, o grupo Carvaapostando em novos formatos. No ambiente impresso, ofejal Informação realiza ações segmentadas e ativações promorecem um produto para o público com distribuição gratuita, cionais, como encontro de negócios, realizados em diversas utilização de papel de origem reflorestada, conteúdo de utililocalidades, com representantes da empresa e parceiros. dade pública, cultura, lazer e mapas atualizados da região e “Nosso portfólio de anúncios atende às necessidades específiferramentas de integração com o ambiente online, por meio cas de pequenas, grandes e médias empresas. Também posdas Publitags. Mas ainda apresentam outra vertente com três suímos um pacote de soluções multimeios e estamos preocufrentes de trabalho de constante atualização: formatos; conpados diariamente em inovar e identificar novas oportunidateúdo, com segmentação para atingir públicos específicos; e des junto aos usuários e anunciantes”, menciona. 32


Pesquisas monótonas, longas e sem atrativos existentes no mercado da web estão para acabar. Um novo player está chegando ao mercado: o Conectaí, resultado da união do Ibope Inteligência e a iVox. Trata-se de novo painel idealizado para coletar informações quantitativas e qualitativas de forma segura e interativa, para realização de pesquisas online de diferentes finalidades, cuja abrangência atual são os mercados brasileiros e norte-americano. Voltado para o mundo de novidades, o site de pesquisas via internet conta com um painel com mais de 300 mil internautas. Cheio de novidades, o internauta que se cadastrar no site estará cercado de surpresas e muita interatividade. Visando obter informações valiosas, o objetivo do Conectaí é “construir painéis de qualidade, com tamanhos adequados em cada um dos países onde atuamos, de maneira que seja possível atingir nichos que atendam as necessidades de nossos clientes”, afirma Marcelo Kac, diretor executivo de Operações Internacionais e Negócios Online do Ibope Inteligência. “A ideia surgiu em 2010, quando identificamos que pesquisas online necessitavam dar um salto de qualidade e também serem mais inovadoras na sua forma de coletar informações”, complementa Kac. Nesta primeira fase a empresa atuará nos mercados brasileiros e norte americano. Seu principal foco é a qualidade dos painéis de pesquisas, bem como as maneiras que podem ser usadas para controlar a qualidade dos painelistas cadastrados. Todo esse cuidado reflete em fontes de informações confiáveis que servirão de banco de dados para a criação de pesquisas na web sobre diversos assuntos. O recrutamento dos painelistas associados pode ocorrer de várias formas, seja ela passiva, ou por meio de banners ou acesso direto ao próprio portal do Conectaí. Assim como de forma ativa, através de convites enviados a grupos específicos. “O público-alvo que queremos atingir, para participação nos nosso painel, é a população em geral de cada um dos países onde atuamos. No momento, Brasil e EUA, e brevemente outros países da América Latina, começando pelo México”, continua o executivo. Outra proposta do Conectaí é a criação de outros

tipos de estudos, quando o público e/ou painelistas serão convidados a participar via hotsite ou link aberto. Fazendo com que a interação esteja presente em cada passo da relação: empresa e consumidor. “Isso, por exemplo, pode acontecer em estudos de 'brainstorming' online, ou projetos de 'crowdsourcing' nos quais os clientes queiram envolver os participantes de maneira divertida e diferente”, conclui Marcelo Kac. O portal do Conectaí tem várias funções: os painelistas podem acessar sua área exclusiva no site, para consultar seu saldo de pontos - que poderão ser trocados por prêmios e/ou doações, podem se informar sobre as últimas noticias a respeito das comunidades e também acessar os links para as paginas do portal nas redes sociais.

Marcelo Kac

Com todas essas vantagens e facilidades, o mundo da web 2.0 já pode comemorar com mais este atrativo voltado para a publicidade. O público poderá desfrutar da oportunidade única de opinar sobre diversos assuntos. Sem fazer uso de propagandas falsas, o projeto Conectaí é uma parceria entre dois carros chefes da indústria, que combinam mais de 80 anos em pesquisas de mercado na América Latina e nos Estados Unidos, com experiência única e abordagens inovadoras como o iVox Tools, que é líder no mercado europeu de coleta de dados on-line.

Joyce Warren

UM NOVO CONCEITO EM PESQUISAS VIA WEB


FICHA TÉCNICA

JANELAS DE ALERTAS UNIBRATEC Depois do sucesso da última campanha da Unibratec, com o single Atalhos, que fazia alusão aos famosos comandos de computador como ctrl + c / ctrl + v, a Martpet investe mais uma vez na irreverência. A nova campanha para divulgar os cursos da faculdade tem como tema as famosas janelas de alertas dos sistemas operacionais. Embolada por um rap dançante, letrada com os termos rotineiros da informática, a música faz uso dos sons emitidos pelos sistemas dos computadores. A campanha está sendo veiculada nas principais redes de televisão e com spots em rádios. Também estão sendo usados anúncios em jornais, cartazes, outdoors e outbus. Link do filme: http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=bv4dbdltJ1o Agência: Mart Pet (PE) Cliente: Unibratec Atendimento: Felipe Pacheco Diretor de Criação: Diego Curvelo Redação: Aida Polimeni Diretor de Arte: Almir Moura Mídia: Ana Paula Takata Produção: Sandra Torreão

METAMORFOSE DA AUTO-ESTIMA A nova campanha institucional da HI valoriza o poder da transformação da academia, tanto para o físico como para a mente dos alunos, iniciandoos em uma nova vida rumo à saúde, ao bem-estar e à auto-estima. A transformação na vida de uma pessoa orientada nas atividades de uma academia é muito maior do que o ganho muscular. É toda uma energia positiva que retorna para a vida do aluno, fazendo-o ver e ser visto pelo mundo de outra forma. A campanha é composta por lonados, spot 30", lâminas, mídia-táxi, cartazes e peças de PDV; e deve passar por evoluções até abril/12. Agência: MV2 Comunicação (PE) Cliente: HI Academia Atendimento: Luciana Gagliano e Fernando Marrocos Redação: Carol Barbosa e Elmo do Val Direção de Arte: Tiago Andrade e Leonardo Vasconcelos Diretor de Criação: Elmo do Val Mídia: Dedé Silva Produção: Yuri Laurentino Assistente de Produção: Alessandra Melo

O MUNDO PRECISA DE VOCÊ Com o mote “O mundo precisa de você. Faça vestibular Fafire”, a Marta Lima assina a campanha do Vestibular 2012.1 da Faculdade Frassinetti do Recife. A agência apostou na tradição de 70 anos da Fafire, aliada à modernidade e credibilidade da instituição, para desenvolver a campanha, que contou com forte investimento em backbus e apoio de outras mídias. Cada um dos seis cursos oferecidos ganhou peças personalizadas, onde os próprios alunos fizeram parte do layout. Agência: Marta Lima (PE) Cliente: FAFIRE Atendimento: Marcela Andrade e Juliana Melo Mídia: Marcela Alves Redação: Ana Patrícia Möller Direção de Arte: Sérgio Pontes e Daniela Krause Produção: Jordana Jordão Aprovação: Fernanda Ribeiro 34


AQUI É SUA PRAIA Chega às ruas a campanha das férias de verão do Shopping Tacaruna, que tem criação da Atma+Bianchi. A agência produziu jingle para rádio, backbus, mídias digitais e material de mall do centro de compras. Com o mote “Aqui é a sua praia”, a ação divulga as opções de diversão que o Tacaruna oferece para a criançada, como cinemas, Game Station (com colônia de férias todas as sextas-feiras até o dia 03 de fevereiro), Jungle Kids e atrações na praça de eventos. Agência: Atma+Bianchi (PE) Cliente: Shopping Tacaruna Atendimento: Lidi Paiva Criação: Giuliano Bianchi e Sérgio Pires Mídia: Breno Soares Produção Gráfica: Camila Oliveira

NOVIDADE PARA O VERÃO A Farmácia Roval, há 23 anos atuando no mercado como farmácia de manipulação, acaba de lançar sua primeira linha de bloqueadores solares. São dois produtos para a face, um com fator de proteção 30 (FPS 30) e outro 60 (FPS 60), e um fator 30 (FPS 30) para o corpo. A campanha está sendo desenvolvida pela Makplan Soluções em Comunicação. O filtro solar corporal FPS 30 está disponível em embalagens de 120 ml. Já os filtros faciais FPS 30/60 são encontrados em recipientes de 60 ml. Os pontos de venda da Roval estão sendo ambientados com banners, móbiles, wobblers, testeiras e displays para que os clientes entrem no clima do “Verão com mais proteção”, slogan da campanha. Agência: Makplan (PE) Cliente: Farmácia Roval Atendimento: Karina Costa Assistente de Atendimento: Carolina Oliveira Diretor de Criação: João Henrique Diretor de Arte: Jemesson Nunes Redatora: Amanda Aquino Produtora Gráfica: Silvia Valença

INTENSIVÃO PROBUS Com objetivo de divulgar o curso preparatório para o Exame da Ordem (OAB), oferecido pelo Curso Probus, a Assucar Comunicação desenvolveu a campanha “Intensivão Probus”. A intenção é mostrar aos estudantes que ainda dá tempo de se preparar com a melhor equipe de professores do país e passar no Exame da OAB. Para isso foram criados anúncios de mídia impressa, online, spot 30'' e outdoor, que serão veiculados durante o mês de janeiro. Agência: Assucar Comunicação (PE) Cliente: Curso Probus Redação: Pollyana Vaz Direção de Criação: Mauro Bello Produção: Dulce Pacheco Mídia: Raphaella Moscoso Aprovação: Felipe Formiga Spot: Muzac 35


Ivelise Buarque

Em seu livro O Rei da Madison Avenue – David Ogilvy e a Criação da Publicidade Moderna, o autor Kenneth Roman (expresidente e CEO da Olgivy & Mather) coloca que “os vislumbres de Olgivy transcendem a publicidade, encaminhando-se para a liderança e se aplicam a praticamente qualquer organização de serviços profissionais”. E é fato. O brilhantismo deste influente executivo da publicidade é incontestável e a base do seu trabalho transformou o mercado. “Quando redijo um anúncio, não quero que vocês o achem 'criativo'. Quero que vocês o considerem persuasivo a ponto de comprar o produto – ou comprá-lo com mais frequência”, como diria o publicitário mais famoso do mundo, que completaria 100 anos em 2011, que marcou pela sua personalidade poderosa. Assim como esta, a sua cultura de negócios também é o reflexo de sua história pessoal marcada por mudanças abruptas e busca incansável pela realização econômica. Filho de uma jovem de origem anglo-irlandesa chamada Dorothy Blew Fairfield e um inglês com raízes escocesas, nascido na Argentina, Francis John Longley Ogilvy, que teve certo êxito mediano como corretor de valores e que perdeu tudo após o colapso dos mercados com a declaração de guerra da Alemanha. A criação moral vitoriana e as experiências econômicas vividas em família fez com que buscasse sempre se destacar, tendo como principal exemplo, na verdade, seu avô (Francis Mackenzie Ogilvy). “Esse inculto criador de carneiros tornou-se gerente do Brown Shipley, onde treinou o futuro presidente do Bank of England. Conseguiu enviar os sete filhos para escolas e universidades particulares e 'viveu como um Forsyte'”, referiu-se um dia ao seu mentor, que manteve uma posição emergente apesar da sua condição. Disposto a muito, iniciou sua carreira como aprendiz de chef na cozinha do Hotel Majestic em Paris e trabalhou como fazendeiro, vendedor porta-a-porta de fornos de cozinha Aga na Escócia e, em 1935, escreveu um guia para os vendedores da Aga, aos 24 anos. Na publicação, fornecia conselhos que viriam a eternizar-se sobre atendimento aos clientes, vendas e processo de trabalho, mesmas competência que aplicou em sua atuação no mercado publicitário. Quando emigrou para os Estados Unidos, em 1938, tornou-se diretor associado do Instituto de Pesquisa e Audiência George Gallup, em Prince36

ton, e durante a Segunda Guerra integrou a equipe de Sir William Stephesons na instituição britânica de coordenação de segurança, que influenciou o seu modo de pensar. “Iniciei minha carreira com George Gallup em Princeton. Gallup contribuiu mais para a pesquisa na propaganda que todos nós juntos. Sinto terrivelmente sua falta. Sempre enxerguei a função criativa com os olhos de um pesquisador – o que não me torna benquisto entre meus colegas redatores e diretores de arte. E olho para a pesquisa com os olhos de um redator”, disse certa vez. Catorze anos depois, foi contratado por agência londrina que apostou na promessa de um desempregado de 38 anos sem formação universitária, conhecimento em marketing ou experiência com redação. Este foi o seu pontapé inicial num mercado competitivo, no qual já despontava em apenas três anos como o mais famoso redator. A partir disso, ousou fundar a décima maior agência do mundo com um único cliente e apenas dois funcionários, em 1948: a Ogilvy, Benson & Mather, com o suporte financeiro da londrina Mather & Crowther. “Esta é uma nova agência que está lutando para sobreviver. Durante algum tempo, todos teremos um excesso de trabalho e seremos mal remunerados. O nosso principal objetivo é proporcionar uma vida agradável às pessoas que contratamos. O lucro virá depois. Nas contratações, enfatizaremos a juventude. Estamos procurando jovens dinâmicos e vigorosos. Não estou interessado em bajuladores ou picaretas. Estou em busca de cavalheiros inteligentes. As agências têm o tamanho que merecem. Estamos começando com pouco de dinheiro, mas esta será uma grande agência antes de 1960”, declarou como principal meta no dia da inauguração da agência. E o gênio conseguiu atingir tal feito com bom gosto e qualidade de profissionalismo no setor, desenvolvendo campanhas de sucesso para marcas como Rolls Royce, Schweppes e Shell. “Há muito tempo percebi que eu não tinha competência, ou interesse, ou ambas as coisas, em várias áreas de nossa atividade. Entre elas, posso citar programação de televisão, finanças, administração de comerciais e marketing. Assim, contratei pessoas que são fortes nessas áreas em que sou fraco”, ressaltou como uma das receitas da sua prodigiosa empreitada que culminou numa agência de peso com 359 escritórios em 100 países, comprada pela concorrente britânica WPP por US$ 864 milhões, em 1987.


ESTÁCIO AMPLIA PROJETO TABLET A Faculdade Estácio passa a oferecer para todo o Brasil seu modelo de ensino embarcado em tablets. Este ano, os novos alunos dos cursos de Engenharia, Arquitetura e Direito em todo o Brasil, Gastronomia e Hotelaria no Rio de Janeiro e em São Paulo e de Administração em Goiás receberão o equipamento. Professores também receberão seu tablet. O material didático inclui capítulos integrais das melhores obras por disciplina –, fruto de uma parceria entre a Estácio e a ABDR (Associação Brasileira dos Direitos Reprográficos). Além disso, o tablet também traz outros conteúdos, como biblioteca virtual, com mais de 1.600 obras, aulas teletransmitidas, secretaria virtual, projeto pedagógico do curso, planos de aulas e redes sociais. “Os benefícios para os alunos são inúmeros. O tablet passa a concentrar todo o sistema de ensino inovador que a Estácio desenvolveu nos últimos anos. Nele, o aluno pode revisar o conteúdo aplicado, fazer anotações pessoais, exercícios e trabalhos acadêmicos, participar de disciplinas online, testar seus conhecimentos no banco de questões, realizar simulados, provas de concursos, Enades anteriores, enfim, é um mundo que se abre para ele”, destaca a diretora-executiva de Ensino e Reitora da Estácio, Paula Caleffi.

O diretor-executivo de Marketing, Pedro Graça, destaca o sucesso do projeto-piloto do tablet – cerca de 5 mil unidades foram entregues em agosto último para alunos de Direito do Rio e do Espírito Santo e de Gastronomia e Hotelaria do Rio e de São Paulo. “O tablet já é uma realidade na Estácio e tem sido uma experiência maravilhosa tanto para alunos, quanto para professores. Além de gerar novas formas de interação e acesso ao conhecimento, o tablet também está proporcionando inclusão digital. E essa familiaridade com a tecnologia é um ativo muito importante no mercado de trabalho, para garantir um bom nível de empregabilidade aos nossos alunos.” O modelo escolhido foi desenvolvido exclusivamente para comportar todo o conteúdo multimídia do modelo de ensino da Estácio. Possui tela de 10 polegadas, acesso à rede Wi-Fi, modem 3G, plataforma Android, câmera, entrada USB, saída HDMI e processador Tegra2 com dois núcleos. O projeto tablet tem ainda outra vantagem importante: a migração do material em papel, que já era fornecido gratuitamente, para o meio digital gera uma economia anual de 6 milhões de páginas por ano e algo em torno de 240 milhões de páginas em cinco anos.


Amândio Cardoso amandiobcardoso@hotmail.com

QUEM ENTENDE DE PROPAGANDA É O CLIENTE OU É A AGÊNCIA? Quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha? Quem sabe mais, o homem ou a mulher? Certas coisas no mundo não tem um resposta rápida, exata e precisa. E é assim, em muitos dos casos, com as contas dos clientes que são atendidas por certas agências. Por falta de entendimento do que é a dinâmica da gestão da comunicação e das verbas em jogo, muitos donos de pequenas, médias e, até mesmo grandes agências, caem no erro de achar que “o cliente sabe tudo”. Ou que, sendo ele o todo poderoso e quem “paga as contas” tem o poder supremo para dizer o que é certo ou errado. Sinceramente, admiro muito as agências que pensam diferente. E tenha a certeza: são a minoria. A maioria faz o que em nosso linguajar costuma-se dizer “arreia as calças” e muda a fonte, muda a foto, muda o título, muda a ação, muda a locução, muda o conceito, muda, muda, muda e sai mudando ao bel prazer de quem acha que entende mais da linguajem publicitária do que o infeliz que estudou para isso. Mas pera aí: pára tudo! Estudou? Bem, nem todos são formados em propaganda, Nizan Guanaes, por exemplo, estudou administração de empresas, e é o gênio que é. Como Nizan há uma infinidade de talentos que nunca estudaram propaganda em uma sala de aula. Mas com certeza leram muito sobre a sua atividade e o talento nato contribuiu e contribui para que esses profissionais estejam qualificados para cuidar da comunicação de uma marca. Acontece que muitos nem estudaram, nem sequer leem, ou se atualizam, e muito menos tem talento. E é aí que a coisa entra numa seara danosa ao mercado. Quem é esta pessoa que vai dizer o que é bom ou não para a minha marca? É isto que pensa um cliente que tem por hábito mandar e des38

mandar em quase tudo que sua agência lhe apresenta. Coitado do cliente, que entende do próprio negócio e se vê na condição de entender de ações de redes sociais, marketing de guerrilha e toda e qualquer forma de publicidade integrada ou não, off-line ou não. A questão é: o cliente não se sente seguro. Por isso manda e desmanda, muda e remexe em tudo o que a sua agência leva para ele. Com certeza, quando a agência tem profissionais qualificados e que sabem o que estão fazendo, esta intervenção quase não acontece. E se acontece, é numa forma de parceria e ajustes, nunca de forma arbitraria e imperativa. Se o seu cliente “mete a mão” nos seus trabalhos, alguma coisa não está bem. A construção e condução de uma marca é uma via de mão dupla. Não uma estrada de mão única, para o cliente, ou para a agência. Quem entende de publicidade somos nós publicitários. Se isso não tem força na cabeça de seu cliente, é porque ele não confia na sua agência. Duvido que ele queira se meter e não aprovar um corte cirúrgico feito por médico especializado. Duvido que ele queira se meter num cálculo de uma obra feita por um engenheiro. Porque então ele se mete, muitas vezes sem razão, no trabalho dos profissionais de propaganda? Pensem nisso. Mas esta reflexão só serve se for feita pelos clientes também. Todo cliente deve saber com quem está trabalhando, quem está cuidando de sua marca. Se é uma boa agência, e que dá provas disso no meio, confie. Se eles errarem, veja onde falharam. E até onde teve a sua participação nesta falha. Na maioria das vezes, a agência não erra sozinha. E lembremse: entender é um ato de conhecimento, aprovar é uma ato de confiança.


Home Game Operação Skol Folia

Em um formato totalmente inovador, a Skol, líder no mercado nacional, convida seus consumidores para invadir os melhores carnavais do Brasil por terra, céu e mar e fazer deste o melhor Carnaval de todos os tempos através de uma promoção nacional, chamada Operação Skol Folia. A ação vai levar seus consumidores para curtir durante cinco dias os Carnavais de Salvador (BA), Recife e Olinda (PE), Rio de Janeiro (RJ) e Ouro Preto (MG). “O Brasil é um país grande, com carnavais distintos e com características particulares. Mas é unânime que todos têm em comum muita festa e curtição entre amigos, assim como a Skol. Por isso, este ano, a marca decidiu proporcionar para seus consumidores a possibilidade de participar de todos os melhores Carnavais do Brasil. São cinco dias, cinco cidades, cinco folias e o melhor Carnaval que poderia ter”, conta Pedro de Sá Earp, diretor de marketing de Skol. Toda ação vai acontecer através de um game online no site de Skol e na fanpage da marca no Facebook. A promoção é uma corrida virtual pelas cinco cidades. Para participar, o público deve criar uma tropa com três amigos e convocar outros para ajudar sua tropa alistando-se nos demais grupos pelo Facebook. Outra forma de pontuar é comple-

tando as diversas tarefas, que ajudam a tropa a avançar mais rapidamente no percurso. As duas primeiras tropas de amigos que chegarem ao final vão ganhar a melhor viagem de Carnaval de suas vidas: cinco dias invadindo os melhores carnavais do país de navio, jatinho e jipe. Para comunicar a ação, a F/Nazca criou uma campanha que convoca todos os consumidores da Skol a participarem e curtirem o melhor carnaval. E, para apresentar, Skol convocou ícones das diversas regiões do país: os baianos Bell Marques, Durval Lelys, Tuca Fernandes, a escola de samba carioca São Clemente, o Homem da Meia Noite para representar Pernambuco, e as repúblicas mineiras. PATROCÍNIOS – Em todas as cinco cidades escolhidas, a Skol vai patrocinar ações de carnaval. Em Pernambuco, a Skol é patrocinadora oficial do Carnaval do Recife há quase uma década e de Olinda há cinco anos consecutivos, além de ser parceira consolidada do Galo da Madrugada. A marca também traz para os foliões a Casa Skol no Recife Antigo, um quartel general em Olinda e o patrocínio do tradicional Bloco Homem da Meia Noite além de patrocinar as principais prévias carnavalescas das cidades.

Galo Skol Folia Homem da Meia Noite Skol Folia Lata temática

39

Fabiana Constantino

OPERAÇÃO SKOL FOLIA


DE OLHO NA CAMPANHA

ITAÚ INCENTIVA USO CONSCIENTE DO PAPEL No fim de 2011, o Itaú veiculou campanha com o mote “Mude 2012. E conte com o Itaú para mudar com você” com o objetivo de provocar as pessoas a realizar verdadeiras mudanças em 2012. Para iniciar o movimento, o banco estreia filme que incentiva os clientes a abrirem mão dos extratos em papel e a passarem a utilizar a versão virtual para consulta, evitando assim o desperdício do recurso. É um conceito que não apenas permeia as ações no Itaú, como as norteia. Esta campanha inaugura algumas iniciativas que o Banco pretende incentivar ao longo de 2012 e que no longo prazo trarão benefícios para os clientes, o banco e a sociedade. Assinado pela agência Africa, o filme será a primeira campanha do Itaú em 2012 e utiliza como base um vídeo que teve grande repercussão na web. Devido à aderência da imagem com o conceito que o Itaú quer passar, o banco inova mais uma vez e leva para a TV aberta um filme postado no YouTube. A campanha mostra um bebê rindo enquanto uma pessoa picota um pedaço de papel.

É PRECISO SABER USAR E RESPEITAR Começou, nesta semana, a veiculação da mais nova campanha do Ministério das Cidades com o slogan "Moto. É preciso saber usar. É preciso respeitar". A campanha possui um duplo objetivo: estimular os motociclistas no uso correto das motocicletas e aumentar o respeito da população em geral pelos motociclistas. Além de dois filmes, peças de rádio e internet, a nova campanha do Ministério das Cidades chama a atenção nas ações de mobiliário urbano nas cidades de Brasília, Salvador e do Rio de Janeiro, com equipamentos que simulam as luzes de freio, lanterna e de setas das motocicletas. Para executar a campanha, a Propeg contou com a parceria da Primeira Visão, especializada em projetos especiais em mobiliário urbano para a produção do equipamento, que inclui piscas sequenciais de LED. Para a impressão digital de alta qualidade, a agência contou com a experiência da Lidergraf, gráfica paulista reconhecida por suas impressões de grande formato. 40


CLICK

Felipe Ferreira

Esse é aquele tipo de fotografia que tem desdobramentos depois que você faz e para pra pensar. Confesso que o que me interessava no momento eram a contraluz do barco nesse, digamos, magenta e as formas geométricas das torres e suas sombras projetadas. Eu estava dentro de uma Van, indo para a Casa de Banhos, onde iríamos filmar até o meio da noite. A Van, como de praxe, tinha os vidros cobertos por película, mas era um tanto grossa e por si só já me dava um contraste interessante. Só precisei fechar um ou dois pontos do diafragma para chegar ao preto que queria. Fiz duas fotos, mas só essa estava no momento quase certo. A Van seguia seu caminho esburacado e o barco também em movimento. As duas imagens são bem diferentes visto que os deslocamentos foram muito rápidos. Fiquei feliz com o resultado, mas ficaria ainda mais se ele fosse mais simétrico e o barco estivesse mais ao centro. Paciência, não era publicidade ainda o que estava fazendo. Depois, olhando a fotografia e incrementando seu contraste percebi a torre das igrejas e fui me dar conta do que era aquela construção no bairro histórico de Santo Antônio. Batizei de “Acabando com o Antigo Charme”. Nikon D50, 1/320s f11 55mm ISO 200

fffotografia@gmail.com

SOMBRAS PROJETADAS


EU RECOMENDO COMO INGRESSAR NO MERCADO PUBLICITÁRIO, de Daniel Pimenta, 192 páginas, Difusão Editora A Difusão Editora, em parceria com a editora Senac - Rio, investe no lançamento do título "Como Ingressar no Mercado Publicitário", de Daniel Pimenta, que traz informações e dicas para encurtar o caminho até o primeiro emprego em uma agência de publicidade, foco de interesse de milhares de alunos. Histórias de vencedores no mercado publicitário, informações sobre o funcionamento de cada departamento numa agência, dicas sobre softwares e computação gráfica, verbetes mais usados na propaganda, como se comportar numa entrevista e como organizar um portfólio inteligente estão entre alguns dos pontos encontrados na obra. COMPETÊNCIA EMOCIONAL - QUANTO ANTES, MELHOR!, de Minoru Ueda, 112 páginas, Qualitymark Editora Este livro parte de um trabalho de MBA desenvolvido com o auxílio da larga experiência em RH e desenvolvimento humano de seu autor, Minoru Ueda. Nele, são descritos os fatores emocionais, que definem as relações humanas e do indivíduo com seu eu. São elas: o autocontrole (a capacidade de administrar as próprias emoções e impulsos), a automotivação (capacidade de persistir diante de fracassos e dificuldades), o autoconhecimento (a consciência dos próprios sentimentos), a empatia (compreender e sentir os outros) e as habilidades sociais (lidar com as emoções alheias). Por meio das competências emocionais é que se realizam todas as outras aptidões na vida. Somente assim, o indivíduo poderá se desenvolver e estará completamente apto a ser criativo e inovador em sua vida, tanto profissionalmente quanto pessoalmente. A metodologia deste livro é dinâmica, pois ao mesmo tempo em que apresenta desafios (palavra usada pelo autor para substituir a expressão “problema”), também são sugeridas oportunidades para focalizá-los, mapeá-los, rastreá-los e principalmente, agir sobre eles. MÍDIAS SOCIAIS E AGORA? O QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA IMPLEMENTAR UM PROJETO DE MÍDIAS SOCIAIS, de Carolina Frazon Terra, 136 páginas, Difusão Editora. A obra "Mídias sociais e agora? O que você precisa saber para implementar um projeto de mídias sociais", de Carolina Frazon Terra, contextualiza os leitores sobre como trazer essas novas ferramentas para o cotidiano das empresas de maneira prática e eficiente. Para os estudantes, o intuito é apresentar como se fazer planejamento de comunicação aplicado às mídias sociais, facilitando a entrada nesse segmento. Além disso, com o volume, o leitor será capaz de aplicar métricas adequadas para avaliar o êxito de ações no ambiente virtual. O título é destinado aos profissionais de Comunicação, Marketing, Administração e áreas co-relacionadas sendo uma ótima pedida para este segmento que cresce vertiginosamente. GESTÃO DE COMPRA, de Sebastião de Almeida Júnior e Maria Carolina A. F. de Souza, 176 páginas, Qualitymark Editora. Este livro, pioneiro no assunto, revê, de forma inovadora, o processo de negociação, visando a evitar que os compromissos assumidos deixem de ser cumpridos na íntegra. Traz, também, o passo a passo sobre como reavaliar os aspectos do negócio, do ponto de vista da gestão da compra, que atualmente revela-se como o coração da empresa. Gestão de Compra foi escrito para se tornar mais um passo no sentido de proporcionar aos negociadores profissionais orientações voltadas para a constituição de competências necessárias para o cumprimento de suas funções, com eficiência e eficácia e, consequentemente, contribuírem para melhorar ou manter a saúde das empresas onde atuam. Torna-se, portanto, uma ferramenta essencial a todos aqueles que se envolvem no processo venda-compra de forma a ajudar na revisão de suas atuações profissionais.

42


Revista pronews142  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you