a product message image
{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade

Page 1

Ano 1 | Edição 1 | Agosto 2015

JAGUAR

O verdadeiro esportivo da

Segundo

SEMESTRE

O que tem de novo no Focus e Audi A6

Mercado

DESAFIADO

O atual cenário e panorama do setor automotivo


Ed i to r i al



Foto: Faelo Ribeiro

Ano 1 | Edição 1 | Agosto 2015

Coordenação Eder Mota

EDER MOTA DIRETOR DA REALIZA EDITORA

O

brasileiro é mesmo um apaixonado por carros. Quem nunca sonhou com a carteira de motorista tão logo fez 18 anos

ou juntou, de trocado em trocado, o dinheiro para o primeiro possante? Foi pensando nessa paixão que criamos a Revista Mundo Motor. Trata-se de uma publicação que pretende descortinar esse mercado, mostrando, a cada edição, suas novidades, lançamentos e tendências. E nossa estreia não poderia ser melhor. Em nossa matéria principal, você vai conhecer o F-Type, o verdadeiro modelo esportivo da Jaguar. Também vamos apresentar as

Comercial

João Paulo Motta Garbini Rita Damasceno

Jornalista responsável

Ariani Caetano (MTB-ES 2420)

Projeto gráfico e diagramação Link Editoração

Impressão

GSA Gráfica e Editora

Tiragem

7 mil exemplares

Distribuição

Gratuita e dirigida em postos de combustível da Grande Vitória

www.revistamundomotor.com.br www.facebook.com/mundomotorrevista A Revista Mundo Motor é uma publicação quadrimestral da Realiza Editora. É proibida a reprodução total ou parcial de textos, artigos, fotos, ilustrações e anúncios, por qualquer meio, sem prévia autorização do editor. Todos os direitos reservados.

características e diferenciais no Jeep Renegade, do novo Focus e do Audi A6. Em nossa entrevista, um bate-papo sobre o mercado de automóveis e seus desafios com o diretor-executivo do Sincodives, José Francisco Costa, além de notícias locais, nacionais e mundiais e colunas especiais assinadas por articulistas que nos acompanharão em todas as edições. Tudo isso com o diferencial de receber seu exemplar, gratuitamente, nos postos de combustível parceiros. É só abastecer, solicitar e

(27) 3314-5117 | (27) 3014-5787 www.realizaeditora.com.br contato@realizaeditora.com.br Avenida Leitão da Silva, 141, Edifício Braga, sala 306, Bento Ferreira, CEP: 29050-605, Vitória/ES

aproveitar o conteúdo. Afinal, se você é um apaixonado por carro, esta é a sua revista. Boa leitura.

Se beber, não dirija. Use sempre o cinto de segurança.


EM 24x

24 8

8


S umá r i o



8

CONTA-GIROS NOTÍCIAS DO MERCADO

HACTH IGUAL AO EUROPEU

SEDÃ TECNOLÓGICO E CONFORTÁVEL

SUV CARRO DO ANO?

TESTE DRIVE O FILHO ILUSTRE DA JAGUAR

ENTREVISTA UM ANO DE DESAFIOS E EXPECTATIVAS

PERFIL DE GERAÇÃO EM GERAÇÃO

GPS RODAS NA ESTRADA

CLAQUETE PROTAGONISTAS DE QUATRO RODAS

GASTRÔ COMIDA DE RUA

20 24 28 32 38 44 52 56 60


CHEGOU O DISCOVERY SPORT. O CARRO QUE FALTAVA PARA QUEM NASCEU COM O DNA DA AVENTURA.

VERSÕES A PARTIR DE

183.100,00

Na cidade somos todos pedestres.

R$

Serra da Capivara - PI

EXCLUSIVO SERVIÇO PREMIUM: 5 ANOS DE REVISÃO POR APENAS R$ 990,00

LAND VITÓRIA Vitória |27| 3421-2800

TRAÇÃO 4X4 INTEGRAL

7 LUGARES*

SISTEMA TERRAIN RESPONSE

MOTOR Si4 2.0 TURBO 240cv

Vá até a concessionária Land Vitória e faça um test-drive. landvitoria.com.br Valor referente ao veículo Discovery Sport SE a gasolina, ano/modelo 15/15 nas cores metálicas. Na cor Branco Fuji desconto de R$ 3.200,00. Frete incluso. Condição válida até 31/08/2015. *Sete lugares é um item opcional em todas as versões do Discovery Sport. Com o Serviço Premium Land Rover o cliente estará aquirindo 5 anos (5 revisões) de manutenção básica, conforme o plano de manutenção padrão da Jaguar Land Rover. O programa é válido para o perído de 5 anos ou 70.000km, o que ocorrer primeiro. Está incluso no pacote: óleo de motor, filtro do óleo do motor, filtro de ar, filtro do ar condicionado, fluído de freio e a mão-de-obra para a troca destes componentes. Não estão inclusas peças de desgaste como por exemplo pastilhas de freio, discos de freio ou palhetas do limpador de para-brisa. O Serviço Premium Land Rover é válido em todo o território nacional. O cliente pode aderir ao programa do momento da compra do carro novo até a primeira revisão. O Serviço Premium Land Rover não altera a cobertura de Garantia contratual da Land Rover que é de 3 anos ou 100.000km, o que ocorrer primeiro. Para maiores informações entre em contato com um concessionário Land Rover.


C o nta -Gi r os



Mais

espaçoso Com 4,7 metros de comprimento e 2 de largura, a C 180 Estate já está circulando pelas ruas e estradas. Esta nova geração está 9,6 centímetros maior do que a antecessora, a C 180 Touring. Com isso, há maior espaço interno para os passageiros, e o porta-malas tem cinco litros a mais. O modelo possui potência de 156 cv, transmissão automática com sete marchas à frente e uma a ré, além de tração traseira e controle de tração. A suspensão dianteira é independente, do tipo four-link, com barra estabilizadora. O modelo custa a partir de R$ 159.900,00 na Mercedes-Benz.

Novo i30 com

maior desempenho

8

Com seis marchas, o motor 1.8 do novo

versão também possui alarme com acio-

i30 é mais potente e econômico do que o

namento pelo key less, piloto automático

2.0. O hatchaback mais versátil da Hyun-

e teto solar panorâmico, que garante uma

dai garante mais segurança ao motorista

vista privilegiada.

e passageiros com airbag frontal e lateral,

Na estrada, o i30 conquista primeiro pelo

de cortina e para os joelhos do motorista

conforto. As trocas do câmbio automático

e vidro com função antiesmagamento em

são sempre suaves, mesmo quando se pisa

todas as portas, além de barra de prote-

fundo no acelerador, e o isolamento acústi-

ção, célula de sobrevivência e cintos de

co é muito bom. A 120 km/h em sexta, o mo-

segurança com regulagem de altura. Os

tor trabalha a relaxadas 2.500 rpm e quase

vidros são iluminados em LEDs, e a nova

não se ouve ruído de rodagem ou de vento.

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r




Co n ta-G iro s

Novidades

elétricas

Pioneiro na comercialização de veículos 100% elétricos acessíveis ao público em geral, o Grupo Renault é o único fabricante a oferecer uma gama completa de veículos nesse segmento. Agora, são ainda mais opções, graças as suas duas últimas novidades. Com o motor R240, os clientes que utilizam o ZOE em trajetos diários contam com uma autonomia ainda maior. Acompanhado de uma bateria com gestão eletrôni-

adaptada para o transporte de mercado-

ca otimizada, a autonomia do ZOE foi au-

rias. Ele tem um porta-malas estanque com

mentada para 240 km NEDC, um acrésci-

capacidade de 180 litros (que substitui o

mo de 30 km. Ele também tem agora uma

lugar traseiro), cujo acesso é feito a partir

recarga em média 10% mais rápida em ter-

da porta de trás do veículo. Tão compacto

minais domésticos, graças a uma evolução

quanto o Twizy, o Twizy Cargo é a ferramen-

no sistema de recarga Caméléon.

ta de trabalho ideal para empresas de en-

Já o Twizy Cargo é a versão do Twizy

trega ou serviço rápido na cidade.

CONCEITO

Loja-

A Moto Vena apresenta mais uma novida-

Profissionais de vendas e pós-vendas, trei-

de para os aficionados por motocicletas

nados e com profundo conhecimento do

de altas cilindradas: a Honda Dream, pri-

mercado brasileiro de motocicletas de alta

meira loja-conceito da marca na capital. A

cilindrada, estão disponíveis para receber o

loja, instalada na Avenida Marechal Cam-

público. A loja também terá o Box Expres-

pos, tem um espaço diferenciado e exclu-

so, para serviços rápidos feitos com me-

sivo, voltado para a comercialização de

nos de uma hora.

motocicletas acima de 500 cilindradas.

Entre os modelos que estão disponí-

Com um showroom que dispõe de ampla

veis na concessionária estão as RR 600 e

oficina com modernos equipamentos e alta

1000, a nova crossover NC750X, a CB650F

tecnologia, a loja chama atenção também

e a CBR650F, além da CB 1000R e da CB

pelo atendimento especial e personalizado.

1000R Barracuda.

9


C o nta -Gi r os



Off-road com

CONFORTO

A nova versão Grand Vitara 4Sport chega para

personalidade. Possui personalização

surpreender a todos. O modelo é mais alto e

exclusiva com pintura em grafite fosco

vai conquistar novos clientes principalmente

no contorno inferior da carroceria e ro-

pela altura livre do solo e posição de dirigir.

das, além da identificação do modelo.

Além de conforto e segurança, a nova

No interior, o volante revestido em couro

versão é mais versátil e valente. A altu-

vem com costura na cor grafite. O mode-

ra aliada ao novo conjunto de suspensão

lo estará inicialmente disponível nas co-

com molas, amortecedores e pneus ATR,

res branco e prata.

exclusivos da versão 4Sport transformam

O Grand Vitara 4Sport 4X4 MT está sen-

o Grand Vitara em um agressivo off-road

do lançado por R$ 95.990,00, e o Grand

com grande capacidade para vencer obs-

Vitara 4Sport 4X4 AT por R$ 104.990,00.

táculos, mantendo o mesmo padrão de di-

A linha Grand Vitara conta também com

rigibilidade e estabilidade.

outras oito versões para atender diver-

O design é marcante e torna o Novo Grand Vitara 4Sport um SUV com forte

Liderança em

soluta da categoria de scooters. De janeiro a abril deste ano foram vendidas 8.201 unidades do modelo. O resultado representa um crescimento de 57% em relação ao mesmo período do ano passado. Somando-se ainda os números da Lead 110, modelo de sucesso no Brasil desde 2009, a Honda reforça sua liderança nacional na categoria com 78% de market share no fechamento do quadrimestre. Outro diferencial da PCX é seu baixo consumo, com uma média de 38 km/l.

R e v i s t a

M u n d o

R$ 78.990,00 a R$ 105.990,00.

scooters

Lançada há dois anos, a PCX é a líder ab-

10

sos públicos com preços que variam de

M o t o r




Co n ta-G iro s

Tradição e

contemporaneidade O Flying Spur, da Bentley, foi considerado o Melhor Carro de Luxo pelo Telegraph Awards. O W12 Flying Spur é o sedã de luxo mais rápido de estrada do mundo, indo de de 0 a 60 mph em apenas 4,3 segundos. Seu design atlético combina a tradição do estilo Bentley com uma postura dinâmica e detalhes contemporâneos. Projetado para o conforto e requinte, bem como o desempenho sem esforço, o Flying Spur beneficiou-se de um conjunto de melhorias para 2015. A cabine ganha novas características modernas e táteis para manter a reputação da Bentley em estilo interior e usabilidade, como um wi-fi on-board sistema de hotspot, tornando o Flying Spur o carro de luxo para trabalhar ou relaxar em movimento.

Excelência em

serviços

A Renault do Brasil foi a empresa vence-

relacionamento com o cliente.

dora do 16º Prêmio Consumidor Moder-

A avaliação dos julgadores do prêmio

no de Excelência em Serviços ao Cliente

considera principalmente a qualidade do

na categoria Automóveis, destacando-se

atendimento em todos os pontos de con-

como a montadora com o melhor serviço de

tato do SAC (Serviço de Atendimento ao

atendimento ao cliente no Brasil. Promovi-

Cliente), como canais telefônicos e digi-

do pelo Grupo Padrão, por meio da revista

tais (e-mail, redes sociais etc). Outro crité-

Consumidor Moderno, o prêmio é uma re-

rio importante é a qualidade da gestão de

ferência no assunto e é reconhecido como

atendimento, o que inclui aspectos como

um raio-x das empresas que mantêm com-

treinamento de produto e comportamen-

promissos de qualidade superior no seu

tal, entre outros fatores.

11


C o nta -Gi r os



Novidades

náuticas

O maior salão náutico indoor da América La-

náutico, como lanchas, veleiros, jets, inflá-

tina, o São Paulo Boat Show, vai movimentar

veis, caiaques, motores e acessórios.

o mercado náutico na capital paulista, entre

Serão 200 barcos em exposição para o

os dias 1º e 6 de outubro, com os mais sofisti-

público conhecer as instalações internas e

cados e tecnológicos barcos dos renomados

externas. A organização prevê que o even-

estaleiros nacionais e internacionais presen-

to terá barcos entre R$ 16 mil até R$ 8 mi-

tes no país. A 18ª edição do evento terá cer-

lhões. A expectativa é de que ele receba

ca de 100 expositores, que vão apresentar

cerca de 43 mil visitantes. Mais informa-

a maior variedade de produtos do universo

ções em www.saopauloboatshow.com.br.

Patentes

abertas A Ford vai permitir que concorrentes tenham

veículos elétricos – número que represen-

acesso a suas tecnologias patenteadas de

ta mais de 20% das mais de 2 mil paten-

veículos elétricos para acelerar a pesquisa

tes geradas pela empresa no ano passado.

e o desenvolvimento nessa área. Em 2014,

“Nosso objetivo é a inovação”, diz o diretor

a Ford registrou mais de 400 patentes de

de Programas de Eletrificação da Ford, Kevin Layden. “O caminho para desenvolver a melhor tecnologia é a pesquisa constante. Compartilhando nossas pesquisas com outras empresas, vamos acelerar o avanço da tecnologia de veículos elétricos para oferecer produtos ainda melhores aos clientes.” A Ford é líder do segmento nos Estados Unidos, com seis veículos híbridos ou totalmente elétricos: o Focus Electric, os híbridos Fusion Hybrid, C-MAX Hybrid e Lincoln MKZ Hybrid e os híbridos plug-in (com recarga na tomada) Fusion Energi e C-MAX Energi. No total, a marca detém mais de 650 patentes na área de veículos elétricos, além de cerca de 1 mil pedidos pendentes.

12

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r


C o nta -Gi r os



O mais

seguro O Nissan Sentra foi eleito pela segunda vez

Para montar o Índice de Furtos, os mo-

o sedã médio mais seguro contra furtos dis-

delos são classificados de acordo com a

ponível no Brasil. A avaliação é do Centro de

disponibilidade e a qualidade dos disposi-

Experimentação e Segurança Viária (CES-

tivos de segurança patrimonial instalados

VI Brasil). Foram avaliados 11 modelos, e so-

de série, como chaves codificadas, imobi-

mente o Nissan Sentra obteve 4,5 estrelas

lizadores, localização da bateria, trava de

em 5 possíveis em todas as versões: S (com

coluna de direção, alarme e outros. As três

câmbio manual), SV e SL (ambas com câmbio

versões do Nissan Sentra também recebe-

automático CVT). A avaliação recebe o nome

ram 4,5 estrelas no Índice de Danos de En-

de Índice de Furtos e é produzida pelo CES-

chente, que avalia as possibilidades de um

VI Brasil desde 2012. Desde que participa da

carro parar ou ser invadido pela água em

avaliação, o Sentra sempre foi o campeão.

caso de chuva muito forte.

Novos

14

308 e 408

A Peugeot apresentou em avant-première,

série, política que tem sido aplicada em toda

no Salão de Buenos Aires, os novos 308 e

a gama Peugeot comercializada no país, os

408. Os modelos médios fazem parte da

novos 308 e 408 passaram por uma profun-

terceira etapa do reposicionamento da mar-

da reestilização e tiveram a plataforma total-

ca no Brasil. Assim, a exemplo do Peugeot

mente retrabalhada em conforto, seguran-

2008 e do 208 modelo 2016, os novos Peu-

ça e tecnologia. Por fora, passam a ter um

geot 308 e 408 chegarão ainda mais equipa-

estilo ainda mais esportivo, em linha com a

dos e serão destinados a consumidores que

nova identidade visual da marca em todo o

buscam refinamento, qualidade e tecnologia.

mundo. Ambos os modelos serão comercia-

Além da ampla oferta de equipamentos de

lizados no Brasil no final de 2015.

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r


C o nta -Gi r os



Bebês

seguros Estudo realizado pelo Instituto de Pesqui-

banco traseiro dos veículos. É o caso de al-

sa Econômica Aplicada (Ipea), em 2012, ve-

guns modelos Ford, como o Novo Ecosport,

rificou que o uso obrigatório da cadeirinha

Fusion, Edge e New Fiesta.

infantil reduziu em 23% o número de mor-

“Com o Isofix, a cadeira fica presa na car-

tes de crianças nos acidentes de trânsito. E

roceria do veículo, de forma mais bem posi-

para ajudar ainda mais os pais, muitos mo-

cionada, possibilitando uma eficiência maior

delos de veículos nacionais e importados já

do que somente com o cinto”, explica o di-

apresentam o sistema de ancoragem das

retor do grupo Contauto, Apolo Figueiredo

cadeirinhas, conhecido como Isofix, cria-

Rizk. Os modelos de cadeirinhas com o Iso-

do para facilitar a fixação do acessório ao

fix já estão sendo comercializadas no Brasil.

Cinco estrelas

em segurança O mais novo lançamento da Jeep no Bra-

airbags frontais e os cintos de segurança

sil, o Jeep Renegade (veja mais sobre ele

do Renegade protegem com mais segu-

na página 28) foi considerado o carro mais

rança os ocupantes na hora de um impac-

seguro para seus motoristas e passagei-

to, tanto o motorista quanto os passagei-

ros entre os modelos fabricados no Bra-

ros e até mesmo as crianças na cadeirinha.

sil, segundo testes de colisão realizados pelo Latin NCAP, o Programa de Avaliação de Veículos Novos para a América Latina e o Caribe. O recém-lançado SUV atingiu duas vezes as cinco estrelas, qualificação máxima em relação aos padrões de segurança dos ocupantes do carro. Essa conquista do veículo foi pioneira para modelos produzidos no Brasil. Os testes mostraram que os

16

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r




Co n ta-G iro s

A3

nacional A Audi do Brasil confirmou para setembro o

que inclui ampliação da área de pintura do

início da fabricação nacional do sedã Audi

complexo, faz parte de um investimento to-

A3. O modelo será o primeiro a ser produ-

tal de 150 milhões de euros (mais de R$ 500

zido pela marca de luxo da Volkswagen em

milhões). O objetivo da Audi ao nacionalizar

São José dos Pinhais (PR). Em 2016, será a

alguns modelos é fugir do super IPI para os

vez do SUV Q3, cuja reestilização foi apre-

carros importados, estabelecido pelo gover-

sentada no Salão de Buenos Aires.

no federal em setembro de 2011. A operação

Esta nova linha de montagem da Audi,

Série

local pretende chegar a 30 mil unidades/ano.

limitada

A família de picapes da Mitsubishi Motors

em LED e tem rebatimento elétrico. Os no-

apresenta a nova L200 Triton HLS Chro-

vos faróis de neblina completam o visual.

me Edition, uma série de apenas 300 uni-

Para dar ainda mais requinte à série espe-

dades, que vem recheada de elementos es-

cial, as maçanetas das portas receberam

peciais e novo design. Com motor 2.4 Flex,

acabamento cromado e os estribos laterais

e tanque de 90 litros, o veículo tem a pra-

deram praticidade e reforçaram o aspecto

ticidade para rodar nas grandes cidades e

robusto desta picape.

o tamanho ideal para as viagens com a família aos fins de semana. Entre os itens exclusivos está o Sistema Multimídia Power Touch, que traz ainda mais conforto para o motorista e passageiros. Os bancos têm um novo acabamento Premium, que dão ainda mais sofisticação ao interior do veículo. Na parte externa, o novo parachoque e grade estão integrados ao moderno conjunto óptico. O skid plate reforça o visual e os espelhos retrovisores são cromados com luz indicadora

17


C o nta -Gi r os



Centro Automotivo

em Linhares

A Porto Seguro amplia sua atuação no Espí-

rece diversos serviços de manutenção, re-

rito Santo com a abertura do primeiro Cen-

paros e revisão automotiva, disponíveis

tro Automotivo Porto Seguro no interior do

tanto para segurados quanto para não se-

Estado, agora em Linhares. Além dessa

gurados. Em Linhares, o Centro Automoti-

inauguração, a empresa possui a previsão

vo Porto Seguro está localizado na Aveni-

de, até o fim deste ano, abrir novas unida-

da Presidente Getúlio Vargas, 699, Centro.

des em Serra e Colatina.

No Estado, a empresa já possui centros au-

O Centro Automotivo Porto Seguro ofe-

tomotivos em Vitória e Vila Velha.

Ícone da Honda

está de volta A Honda anunciou a volta de um de seus modelos mais icônicos do passado: a CRF1000L Africa Twin 2016. O modelo estará disponível no mercado europeu até o final de 2015, norteado pelos mesmos conceitos off-road e aventureiros de sua versão antecessora, que conquistou grande sucesso na década de 80 entre os fãs do fora-de-estrada. A novidade traz alta tecnologia e design atual, além de toda experiência da Honda em competições do fora de estrada em duas rodas, fonte de inspiração para a idealização do projeto.

18

estende em peça única até as laterais do

Trata-se de um projeto inédito, idealiza-

tanque de combustível, com capacidade

do com tecnologia atual. Todo o conjunto

para 18,8 litros. Outra característica mar-

está mais esguio, e remete a uma motoci-

cante da versão anterior – e novamente

cleta imponente e ágil. Suas linhas são altas

aplicada – são as carenagens de bengala,

e estão bem definidas. O bloco ótico com

itens que permitiram um pouco de nostal-

farol duplo e carenagem frontal elevada se

gia, mais beleza e sofisticação ao modelo.

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r




Co n ta-G iro s

Novos

serviços

Há mais de 20 anos atuando em recuperação

de pintura e cristalização de vidro, a empre-

de parachoques, lanternagem e pintura, a Re-

sa oferece uma limpeza especial a seco,. Ou-

cuperachock passou a oferecer aos clientes

tro diferencial que tem agradado os clientes

novos serviços em embelezamento automoti-

é a garantia de dois anos na pintura do car-

vo. Agora, além de espelhamento e proteção

ro, algo que só a Recuperachock oferece.

para elas

O Centro Automotivo Liga Leve está promo-

homens que a maioria delas procura. Além

vendo cursos mensais de mecânica básica

disso, quando elas chegam a uma oficina,

para mulheres. Segundo a empresária Gizeli

têm sempre dúvidas se não estão sendo le-

Menezes, idealizadora do curso, “apesar de

sadas pelo profissional que avaliou seu veí-

termos uma população enorme de mulheres

culo”. O curso será gratuito, com duração de

habilitadas ao volante, na hora em que o car-

aproximadamente três horas. Mais informa-

ro apresenta problemas mecânicos, são os

ções no site www.lojaligaleve.com.br.


H atc h



Igual ao

EUROPEU

NA BRIGA COM O VW GOLF E CHEVROLET CRUZE, FOCUS HATCH 2016 GANHOU ITENS DE SÉRIE, PERDEU PREÇO E CONTINUA AGRADANDO.

I

20

R e v i s t a

novações no design, tecnologias

Por esse valor, o modelo de en-

inéditas de segurança e conve-

trada já oferece de série itens como

niência e mecânica mais apura-

rodas de liga leve de 17”, sistema

da fazem parte do cardápio do

AdvanceTrac, freio a disco nas qua-

novo Focus Hatch 2016, disponível

tro rodas com ABS e EBD, siste-

a partir de agosto nas concessio-

ma de conectividade Sync com tela

nárias Ford. O carro, que vem mais

colorida de 4,2”, AppLink e Assis-

completo, com mais equipamentos

tência de Emergência, faróis de

e refinamento, chega com uma es-

neblina, acendimento automáti-

tratégia mais agressiva de preço,

co dos faróis, espelho retrovisor

partindo de R$ 69.900,00, contra

eletrocrômico, sensor de chuva e

R$ 74.900,00 na geração anterior,

chave programável MyKey, entre

no caso da versão 1.6 SE.

outros itens.

M u n d o

M o t o r




Hatch

Já na versão SE Plus

Sony Premium Sound, cus-

tendência global da marca.

1.6 acrescentam-se rodas

ta R$ 86.900,00. Já a topo

O interior refinado, em esti-

de liga leve 17” exclusivas,

de linha Titanium Plus 2.0

lo cockpit, centrado no moto-

airbags laterais, bancos re-

AT, com assistente de fre-

rista, exibe materiais de aca-

vestidos em couro, sensor

nagem autônomo, faróis bi-

bamento premium.

de estacionamento trasei-

-xenon adaptativos, siste-

Entre suas novas tecno-

ro, controle de velocidade

ma de estacionamento au-

logias, destaca-se o assis-

de cruzeiro, limitador de ve-

tomático de segunda gera-

tente de frenagem autôno-

locidade e ar-condicionado

ção, espelhos com rebati-

mo, que evita a colisão tra-

automático digital de du-

mento elétrico, banco do

seira em velocidades de 20

pla zona. Esse mesmo pa-

motorista com ajuste elétri-

km/h e reduz de forma sig-

cote com motor 2.0 Direct

co e teto solar elétrico, fica

nificativa o impacto em até

Flex e transmissão sequen-

em R$ 95.900,00.

50 km/h. Há ainda o sistema

cial de seis velocidades sai

A chegada do novo mode-

de estacionamento automá-

por R$ 78.900, na versão

lo, simultaneamente aos mer-

tico de nova geração, além

SE Plus 2.0 AT.

cados europeu e norte-ame-

dos faróis bixenon adapta-

A versão Titanium 2.0

ricano, mostra a importância

tivos que ajustam a ilumina-

AT, com acabamento Tita-

desse veículo na linha mun-

ção de acordo com a condi-

nium, rodas exclusivas, air-

dial da marca. Ele represen-

ção de rodagem. Incorpora

bags de cortina, chave com

ta uma grande evolução, com

ainda conectividade e um

sensor de presença e parti-

a modernização do seu de-

sistema de acionamento do

da inteligente Ford Power,

sign esportivo e aerodinâmi-

Samu em caso de acidente.

sistema de conectividade

co, novos faróis e grade dian-

A dirigibilidade foi acen-

SYNC com MyFord Touch e

teira trapezoidal, seguindo a

tuada através do refinamento

Assistente de frenagem autônomo

21


H atc h



mecânico, com o aumento da

disponível com o sistema de

veículo ao detectar uma co-

rigidez da carroceria e no-

acionamento “paddle shift”.

lisão iminente, e o sistema

vas calibrações de direção e

O Ford Focus é reconhe-

AdvanceTrac, conjunto de

suspensão. Somam-se a es-

cido pelo alto padrão de se-

funções que ajudam o mo-

ses elementos o casamento

gurança. Na nova geração,

torista a manter o controle

ideal com os dois avançados

ele avança ainda mais nes-

e a estabilidade do veículo.

motores de última geração

se quesito com tecnologias

Além do controle eletrônico

que permanecem na linha:

inéditas na categoria, como o

de estabilidade e tração, ele

o 1.6 Sigma Flex, de 135/131

assistente de frenagem autô-

traz como novidade o siste-

cv, com transmissão manual

nomo (Active City Stop), um

ma de estabilidade preventi-

de cinco velocidades, e o 2.0

sistema operado por sensor

vo (ETS), que age preventi-

Direct Flex, de 178/175 cv,

óptico que monitora conti-

vamente antes mesmo de o

com transmissão sequencial

nuamente o tráfego à fren-

veículo começar a derrapar,

de seis velocidades, agora

te e reduz a velocidade do

acionando os freios.

FICHA TÉCNICA  Câmbio manual 5 marchas ou automatizado de dupla embreagem 6 marchas

Porta-malas 316 litros

Direção elétrica Tanque 55 litros

Motorização 4 cil., 1.6 ou 2.0, 16V

Dimensões Comprimento: 4.360 mm Largura: 1.823 mm Altura: 1.469 mm

Pneus 215/50

22

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r

Rodas liga leve de 17”


S e dã



Tecnológico e

CONFORTÁVEL UM GRANDE SEDÃ PRECISA DE GRANDES ATRIBUTOS. DA CARROCERIA EM ALUMÍNIO HÍBRIDO AO INTERIOR RECHEADO DE ITENS TECNOLÓGICOS, O AUDI A6 ENTREGA O QUE PROMETE E VEM RENOVANDO O VISUAL SEM PERDER A IDENTIDADE.

O

novo Audi A6 2016 ganhou atualizações visuais discretas, e não uma nova geração. Mas nem por isso deixa de causar

excelente impressão. O A6 é a definição de um novo padrão tecnológico em seu segmento. O veículo é favorecido com câmbio automatizado de dupla embreagem, sete marchas e tração dianteira ou quattro, dependendo da versão.

24

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r




S edã

A tecnologia do Audi A6

Se esse grande mix tec-

e 300 metros do veículo, di-

também foi concebida para

nológico já chama a aten-

minuindo riscos de colisão.

encantar. Exemplo disso é

ção, o que dizer de tecno-

Externamente, o que

o MMI com touchpad sen-

logia aliada ao conforto? O

mais identifica o modelo são

sível ao toque, em que você

modelo traz não apenas os

seus faróis full LED. Tam-

pode operar o sistema de

itens esperados em automó-

bém contribuem para sua

navegação e fazer chama-

veis de sua categoria, como

aparência imponente as ro-

das pelo celular. Tudo isso

bancos dianteiros elétricos

das de alumínio fundido de

utilizando apenas a ponta

com memória para o banco

18 polegadas e design ex-

dos dedos, sem desviar os

do motorista ou espelhos re-

clusivo (versão Ambiente).

olhos da estrada.

trovisores externos eletrica-

Sua estrutura foi desenvol-

Já o sistema Audi Con-

mente ajustáveis, rebatíveis

vida em alumínio híbrido, até

nect proporciona navega-

e aquecíveis, mas também

então só utilizado em carros

ção via Google Street View e

alguns detalhes adicionais

de competição. Sua leveza

Google Earth, além de busca

que surpreendem e encan-

proporcionou ao Audi A6 não

por restaurantes, cinemas,

tam. Exemplos disso são o

apenas agilidade e eficiên-

bares etc. Isso sem falar que

sistema Audi Drive Select,

cia, mas também uma apa-

a tecnologia também oferece

que permite alterar a per-

rência ineditamente fluida.

conexão wi-fi no interior do

sonalidade do veículo com

O Audi A6 oferece duas

veículo. Outro item tecnoló-

um simples toque de botão,

opções de motorização. Na

gico fascinante do Audi A6 é

deixando-o mais esportivo

versão Ambiente, o motor 2.0

o head-up display, que exi-

ou confortável, e um inova-

Turbo FSI de quatro cilindros

be informações úteis, como

dor assistente de visão no-

gera 252 cv e acelera de 0 a

a velocidade atual, dados de

turna, que usa uma câmera

100 km/h em 6,7 segundos.

navegação e informações

térmica para detectar pe-

Na versão Ambition, o pro-

dos sistemas de assistên-

destres em um raio entre 15

pulsor 3.0 tem seis cilindros

cia ao motorista.

e entrega 333 cv, acelerando de 0 a 100 km/h em 5,1 segundos. Graças à tecnologia

Navegação via Google Street View e e Google Earth 25


S e dã



FSI, que garante mais efi-

permanente quattro (exce-

esportivo em couro com co-

ciência na queima do com-

to na versão Ambiente), que

mandos multifuncionais, ar-

bustível, o consumo de am-

distribui a força propulsora

-condicionado automático

bas as versões surpreende

por todas as quatro rodas.

digital, múltiplos airbags,

em relação ao desempenho.

Na lista de itens de sé-

alerme, controle de tração

Com sete velocidades,

rie estão presentes faróis

a transmissão de dupla

de bi-xenônio, lanternas

Tantos itens insere o A6

embreagem S tronic pro-

em LED, sensor de esta-

de forma mais competiti-

porciona uma aceleração

cionamento traseiro, teto-

va no segmento de sedãs

constante e ininterrupta. A

-solar, câmera de ré, siste-

grandes de luxo no Brasil. O

performance é favorecida,

ma MMI Touch com siste-

modelo pode ser adquirido

ainda, pela tração integral

ma de navegação, volante

a partir de R$ 260.190,00.

e estabilidade.

FICHA TÉCNICA  Porta-malas 530 litros

Dimensões Comprimento: 4.933 mm Largura: 1.874 mm Altura: 1.455 mm Peso (Kg): 1.750 (Ambition) 1.595 (Ambiente)

26

R e v i s t a

Motorização 3.0 Turbo TFSI 6 cilindros e 2.0 Turbo TFSI 4 cilindros

Câmbio S tronic 7 velocidades

M u n d o

M o t o r

Tanque 75 litros

Pneus 245/45

Rodas liga leve de 18”


S U V



Carro

DO ANO? FABRICADO EM PERNAMBUCO, O RENEGADE VEM COM A PROPOSTA DE REINVENTAR O SEGMENTO DE SUVS COMPACTOS. A JULGAR POR SEU ESTILO MARCANTE, VOCAÇÃO URBANA E

C

om motor turbodiesel, o Renegade brasileiro dispõe de tecnologias nunca vistas no segmento, como o Park Assist, que

estaciona o carro sozinho, e freio de estacionamento elétrico. Sua cabine tem es-

CAPACIDADE 4X4, É UM MODELO

paço, conforto e itens únicos na categoria,

NO QUAL SE PODE APOSTAR.

como um teto solar panorâmico e outro de placas removíveis. Outras inovações para a categoria são o câmbio automático de nove marchas e motor a diesel. O Jeep Renegade vem em três opções de acabamento (Sport, Longitude e Trailhawk),

28

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r




S UV

dois motores (1.8 E.TorQ flex

e monitores de ponto-ce-

que remete às jerrycans, os

e 2.0 MultiJet II turbodiesel),

go nos retrovisores laterais.

galões metálicos de gasoli-

três câmbios (manual de cin-

Os controles de tração e de

na que eram pendurados na

co marchas e automático de

estabilidade, por exemplo,

traseira de todo Jeep MB.

seis ou nove marchas) e duas

são equipamentos de série

Outro bom exemplo é a pro-

trações (4x2 ou 4x4). O mo-

em todas as versões, bem

fusão de pequenas surpre-

tor a diesel MultiJet segun-

como os controles antica-

sas espalhadas por todo o

da geração turbo de dois li-

potamento e de estabilida-

carro. Algumas são bem vi-

tros entrega a maior potência

de de trailer. E com o siste-

síveis, como a faixa verme-

e o maior torque da catego-

ma Park Assist, o Renegade

lha do conta-giros que imita

ria, com 170 cv e 35,7 kgfm,

passa a ser o primeiro car-

uma poça de lama, mas ou-

além de ter grande durabili-

ro nacional que estaciona o

tras requerem mais atenção,

dade e ser silencioso. O ní-

carro em vagas paralelas e

como o tapete de borracha

vel de emissões é baixo, bem

perpendiculares quase sem

do porta-objetos no conso-

como o de consumo, que per-

intervenção do motorista.

le central, que exibe o mapa

mite autonomia de 950 km.

Os detalhes de estilo tam-

topográfico de Moab, Utah, a

No quesito segurança,

bém dizem muito sobre o

Meca para os praticantes de

o Renegade também ofere-

novo Jeep Renegade. É o

off-road nos Estados Unidos.

ce inovações, como o freio

caso das lanternas trasei-

Na cabine, destaque para

de estacionamento elétrico

ras, com um elemento em X

a posição elevada de dirigir e

trações

2 4 2 × ou ×

44 29


S U V



teto alto. Além do Commandview, com pai-

podem transmitir 100% do torque disponível

nel duplo panorâmico, exclusivo na catego-

ao solo em apenas uma das rodas. Os siste-

ria, há o My Sky, que é inédito em qualquer

mas 4x4 Jeep Active Drive e Jeep Active Dri-

segmento. Este conta com dois painéis de

ve Low incluem o recurso Selec-Terrain, com

deslizamento e inclinação elétricos, que po-

até cinco modos: Auto (automático), Snow

dem ser removidos manualmente.

(neve), Sand (areia) e Mud (lama), mais o ex-

O sistema multimídia Uconnect Touch

clusivo Rock (pedra) na versão Trailhawk. O

vem com duas opções de telas coloridas

objetivo é aprimorar a condução com tração

de 5 ou 6,5 polegadas, com conexão Blue-

nas quatro rodas, tanto na estrada quanto

tooth, comandos de voz e navegação GPS,

fora dela, em qualquer condição climática.

entre muitos outros recursos.

O Renegade tem ainda a configuração Trai-

Para proporcionar o melhor desempenho

lhawk, que ostenta o selo “Trail Rated 4x4”

off-road de sua classe, o Jeep Renegade ofe-

e oferece a maior aptidão para o uso fora de

rece dois avançados sistemas 4x4. Ambos

estrada no segmento.

FICHA TÉCNICA  Direção elétrica

Porta-malas capacidade com banco traseiro em posição normal: 260 litros / capacidade com banco traseiro rebatido: 1.300 litros

Altura 1.666 mm

Tanque 60 litros

Câmbio manual de cinco marchas, está presente uma transmissão automática de seis marchas inédita em modelos da Jeep Motorização 1.8 E.torQ 16V flex, com potência máxima de 132 cv a 5.250 rpm

Largura 1.798 mm

Comprimento 4.232 mm Pneus 215 / 65

30

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r

Peso 1.393 Kg Rodas 6,5Jx16” (liga de alumínio)


Direção Musical

Hariton Nathanailidis

• Corporativos • Música de qualidade para seu evento • Coquetéis • Lançamento de produtos • Maior e mais completa equipe do Estado • Atendimento em todo o Brasil

27

www.sonatha.com.br 3227-8515 / 9.9999-2550

Rua Fortunato Ramos,30, Loja 07, Ed.Cima Center, Santa Lúcia, Vitória, ES


T este

D r i ve



O filho ilustre da

JAGUAR 32

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r




T est e

PROJETADO PARA ALTO MANUSEIO E RESPOSTAS INSTANTÂNEAS, ESTE VERDADEIRO CARRO ESPORTIVO DA JAGUAR PROPORCIONA AO CONDUTOR UMA EXPERIÊNCIA INESQUECÍVEL.

Drive

N

ão é à toa que o Jaguar F-Type está na lista dos carros mais belos de todos os tempos. Fabricado originalmente pela montado-

ra inglesa entre 1961 e 1974 (como E-Type), ele foi relançado em 2013, inicialmente apenas como conversível; depois, em versão cupê. As proporções atraentes e poderosas do F-Type revelam a mais recente criação na consagrada linhagem de carros esportivos de alto desempenho da Jaguar. Esculpida, em parte, pelo próprio vento, ela foi concebida com a tecnologia de ponta em modelagem aerodinâmica da montadora inglesa.

33


T este

D r i ve



O difusor dianteiro sob a grade e o

aerodinâmicas do F-Type para torná-los vi-

venturi traseiro gerenciam o fluxo de ar

síveis da parte dianteira e das laterais. Os

ao longo da parte inferior, enquanto um

faróis em xenon HID bifuncionais fornecem

spoiler traseiro retrátil ergue-se auto-

uma luz branca intensa para o feixe princi-

maticamente a velocidades acima de 100

pal e para os feixes médios em uma única

km/h para reduzir a elevação em até 120

unidade, enquanto a luz em LED cria uma

kg. Até mesmo as maçanetas retraem-se

assinatura noturna distintiva.

quando não estão em uso, e seu design

Projetada para um desempenho dinâmi-

embutido cria um fluxo de ar ininterrupto

co e com um design incomparável, a carro-

nas laterais do F-Type.

ceria do F-Type é vigorosa e sinuosa. Sua

Introduzindo ainda mais luz natural e are-

construção em alumínio rígido leve propor-

jando o interior, o teto panorâmico é padrão

ciona agilidade, e suas dimensões perfei-

nos modelos F-Type Cupê. Para aumentar

tas permitem manuseio preciso nas curvas.

a privacidade, a persiana interior pode ser

E se o design é isso tudo, o que dizer

fechada manualmente. Com acabamento

do coração do F-Type? O modelo tem um

cromado acetinado nos modelos F-Type e

potente motor supercharged disponível

F-Type S e em preto brilhante no F-Type V8 S, elas também estão disponíveis com acabamentos em fibra de carbono ou cromados na forma de acessório. Já os faróis recuados do veículo possuem a intensidade hipnótica dos olhos de um felino. Sua forma alongada funde as linhas

34

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r

Carroceria vigorosa e sinuosa construida em alumínio




T est e

Drive

em quatro versões: V6 340 cv 3.0, V6

facilitar o controle. Seletores de marcha,

380 cv 3.0, V8 5.0 495 cv e V8 5.0 550

montados atrás dos raios, permitem selecio-

cv. Todos apresentam um supercompres-

nar as marchas em sequência com as pon-

sor de duplo vórtice tipo Roots montado

tas dos dedos, sem tirar as mãos do volante.

no ‘V’ do motor a fim de manter suas di-

Para um envolvimento ainda maior do

mensões compactas. A Jaguar é líder no

motorista, o seletor Sport Shift da Jaguar,

uso da tecnologia de indução superchar-

no centro do console, oferece o modo au-

ged, que proporciona um desempenho li-

tomático total e o modo Sport, com opera-

near e altos níveis de torque em todas as

ção manual. Isso permite selecionar mar-

velocidades, minimizando a lacuna entre

chas em sequência movimentando a ala-

a necessidade de potência do motorista

vanca para frente para reduzir uma mar-

e a resposta do motor.

cha e para trás para aumentar uma marcha.

No seu interior, o F-Type incorpora uma

Entre os itens de segurança, o carro

combinação de ergonomia funcional com

apresenta um monitor de ponto cego op-

estilo esportivo através da arquitetura

cional, projetado para alertar o motoris-

perfeita de seu cockpit, de seus contro-

ta em relação à presença de um veículo

les simples e de sua instrumentação cla-

em uma pista adjacente, fornecendo um

ra. Ele é projetado para colocar o moto-

indicador visual de aviso no retrovisor da

rista em primeiro lugar e, com uma ampla

porta. Já o sistema de detecção de apro-

variedade de opções de cores e texturas,

ximação informa se há veículos se aproxi-

também oferece uma oportunidade de ex-

mando por trás em velocidades que pos-

pressão individual.

sam tornar a mudança de faixa mais peri-

Os instrumentos são simples, claros e

gosa. As barras de proteção anticapota-

fáceis de ler. O design de três raios do vo-

gem ajudam a proteger os ocupantes do

lante incorpora funções fundamentais para

veículo em caso de capotamento.

35


T este

D r i ve



C

F-Type

F-Type S

Motor V6 3.0ℓ Supercharged 340 CV

Motor V6 3.0ℓ Supercharged 380 CV

F-Tyoe S

Motor V8 S 5.0ℓ Supercharged 495 CV

F-Type R Cupê Motor V8 5.0ℓ Supercharged 550 CV

M

Y

CM

MY

36

▶ Aceleração de 0 a 100 km/h: 5,3

▶ Aceleração de 0 a 100 km/h: 4,9

▶ Aceleração de 0 a 100 km/h: 4,3

▶ Aceleração de 0 a 100 km/h: 4,3

▶ Velocidade máxima: 260 km/h

▶ Velocidade máxima: 275 km/h

▶ Velocidade máxima: 300 km/h

▶ Velocidade máxima: 300 km/h

▶ Cilindros: 6

▶ Cilindros: 6

▶ Cilindros: 8

▶ Cilindros: 8

▶ Cilindrada (cc): 2,995

▶ Cilindrada (cc): 2,995

▶ Cilindrada (cc): 5.000

▶ Cilindrada (cc): 5.000

▶ Potência máxima (cv): 340

▶ Potência máxima (cv): 380

▶ Potência máxima (cv): 495

▶ Potência máxima (cv): 550

▶ Transmissão: automática de 8 velocidades

▶ Transmissão: automática de 8 velocidades

▶ Transmissão: automática de 8 velocidades

▶ Transmissão: automática de 8 velocidades

▶ Motor disponível em F-Type / F-Type Cupê

▶ Motor disponível em F-Type S / F-Type S Cupê

▶ Motor disponível em F-Type V8 S

▶ Motor disponível em F-Type R Cupê

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r

CY

CMY

K


LA Design

C E R I MONI AL

Praia da Costa - Vila Velha

(27) 3299-2911 - www.lechandon.com.br


En t r evi sta



Um ano de

DESAFIOS E DESAFIADOR. NENHUMA OUTRA PALAVRA DESCREVE TÃO BEM O ANO DE 2015 PARA O SETOR AUTOMOTIVO NO ESPÍRITO SANTO E NO BRASIL.

JOSÉ FRANCISCO COSTA DIRETOR EXECUTIVO

S

Por Ariani Caetano / Fotos: Cloves Louzada

e as vendas de algumas categorias de veículos caíram no pri-

DO SINCODIVES

meiro semestre, por outro lado as de veículos premium e semi-

novos estão em crescimento, revelando-

O ano de 2016 vai caminhar para uma recuperação, e a partir do segundo semestre teremos um novo cenário”

-se uma alternativa aos concessionários e consumidores. Loucuras de mercado? Não, uma lógica que tem a ver com o atual cenário econômico e político. Em entrevista à Revista Mundo Motor, o diretor-executivo do Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos do Espírito Santo (Sincodives), José Francisco Costa, faz um panorama do mercado e alerta: “A questão política brasileira precisa ser resolvida, porque ela está potencializando a crise”.

38

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r




E n t revista

EXPECTATIVAS ▶ Como avalia o

isso como normal em função

políticos. Há juros altos, in-

período pelo qual o

do ano atípico, só que sabía-

flação alta, queda de massa

mercado de automóveis

mos que o discurso de cam-

salarial, perda de poder aqui-

está passando no

panha não era realidade e

sitivo em função do desem-

Estado e no Brasil?

que 2015 apresentaria mui-

prego e um PIB com previ-

Temos uma situação um pou-

tos desafios, porque o Bra-

são de chegar entre 1,5% a

co inferiorizada no Espírito

sil precisava de reajustes. Já

2% negativo. Tudo isso tem

Santo, porque estivemos

em 2014, como entidade re-

fragilizado a economia e tira-

com 23,06% negativo, no

do a confiança de

primeiro semestre de 2015,

todos. E enquan-

mas a Região Sudeste es-

to essa confiança

tava com cerca de 20%, e

não for restabele-

o Brasil, 18%. Buscando informações sobre o porquê dessa diferença em relação ao Brasil, a gente chega às perdas de receita do Fundap, dos royalties e de exportações. Nacionalmente, de 2013 para cá o mercado começou a ter uma redu-

Todas as marcas premium têm concessionárias na capital do Estado e pontos assistenciais no interior”

ção, e em 2014 a perda co-

cida, vamos viver com uma estimativa negativa para este ano e com o Estado sem capacidade de investimento – e sem investimento não há aceleração de renda e postos de tra-

meçou a acentuar-se, prin-

presentativa do setor, traba-

balho. Em 2016, temos que

cipalmente por causa das

lhávamos a conscientização

confiar nessa solução polí-

paralisações. Como o Brasil

das empresas sobre tirar as

tica, para que se tenha o re-

passou por Carnaval, Copa

gorduras, adiar investimen-

sultado esperado, ou seja,

do Mundo e eleições em dois

tos e promover a cultura de

findar o próximo ano com

turnos, tivemos muitos dias

fazer mais com menos. E foi

um crescimento muito mo-

úteis perdidos, e isso impac-

o que aconteceu. Vieram os

derado, mas com alguma

tou. Poderíamos configurar

ajustes e os desencontros

coisa positiva.

39


En t r evi sta



▶ Na contramão desse

Tivemos a Mercedes-Benz

usados premium serão o

cenário, a venda dos

como pioneira e depois vie-

sonho de consumo da clas-

chamados veículos

ram Audi, BMW, Suzuki, Ja-

se média, enquanto a clas-

premium no Espírito

guar, Jeep, Land Rover, en-

se mais alta estaria trocan-

Santo cresceu 18% entre

fim, todas as marcas pre-

do seus modelos por novos.

janeiro e maio de 2015,

mium têm concessionárias

na comparação com o

na capital do Estado e pon-

▶ Já o mercado de

mesmo período do ano

tos assistenciais no interior.

carros seminovos

anterior. Como explicar

Isso trouxe uma grande con-

começa a dar sinais de

esse fenômeno?

fiança para o consumidor.

retomada. Isso é uma percepção ou um fato?

Não chega a ser um fenômeno. O mercado

É fato. Nós tive-

premium já exis-

mos até bem pou-

tia no Brasil em

co tempo atrás

grandes centros, como Rio de Janeiro e São Paulo, e foi sempre muito ativo por causa da renda nesses lugares. No Espírito Santo até tinha potenciais compradores, mas por não

No mercado do Espírito Santo, estamos experimentando uma média de 6% de crescimento nos seis meses iniciais no setor de seminovos”

ter concessionário

40

prazos de até 84 meses para comprar veículos zero quilometro, sem entrada, com poucos juros e IPI reduzido. Tudo isso acelerou o consumo e também foi agente causador do estrago que foi

distribuidor e assistência a

▶ O mercado de luxo tem

feito na economia. Com isso,

esses veículos, esses clien-

potencial no Estado?

ficou muito distante a von-

tes ficariam a mercê de en-

O mercado premium está

tade de fazer a aquisição de

tregar os carros à manuten-

bem, mas ele tem um limite

um veículo usado ou semino-

ção de pessoas não creden-

de saturação porque com-

vo. Nos dias atuais, inclusi-

ciadas. Isso tirava a confian-

preende o topo da pirâmide.

ve com essa proposta nova

ça do consumidor. De 2013

E essa ponta não é tão gran-

de seminovos, que são car-

para cá, essas marcas re-

de. O centro e a base da pi-

ros com até quatro anos de

solveram estabelecer seus

râmide é que são enormes.

uso, e principalmente com

pontos de distribuição no

Depois que o Brasil passar

o avanço da tecnologia do

Estado do Espírito Santo.

este momento de crise, os

setor, que faz as garantias

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r




E n t revista

dos veículos irem até seis

e cada uma delas tinha cin-

ocorre com o PIB automo-

anos, o consumidor passou

co a seis veículos no seu mix.

bilístico. Nós temos de 2,5

a ser atraído por fazer esse

Com a abertura de merca-

a 2,6% do PIB automobilís-

investimento. No mercado

do, houve uma diversifica-

tico nacional. Os primeiros

do Espírito Santo, estamos

ção e foi disponibilizada ao

seis estados no ranking são

experimentando uma média

cliente uma gama enorme.

os maiores, e depois tem um

de 6% de crescimento nos

Não só houve a implanta-

aglomerado de estados que

seis meses iniciais no setor

ção de plantas de produção

têm mais ou menos partici-

de seminovos. E isso vai per-

no Brasil, como também a

pação semelhante, e é nes-

manecer durante este perío-

oferta de vários produtos.

se bolo que o Espírito San-

do em que os veículos novos

Ou seja, hoje tem produto

to está enfiado, entre o 8º

têm um custo maior, não só

para todo gosto, orçamento

e o 12º lugar. Num momen-

pelo aumento do preço, mas

e tipo de necessidade. Esta-

to de boom, chegamos a ter

também pelo retorno da alí-

mos perto de 40 montado-

no parque intermodal 120

quota do IPI. Enquanto ti-

ras e 600 modelos. Obvia-

mil veículos que entravam

vermos juros altos, finan-

mente que as fábricas adap-

pelo porto do Espírito Santo.

ciamento com prazos redu-

taram a produção. O merca-

Hoje o porto tem certa satu-

zidos, dificuldade e seletivi-

do ganhou com tudo isso,

ração, mas também temos

dade de crédito, o consumi-

principalmente em tecno-

ferrovia e a BR-101, então é

dor estará propenso a se di-

logia de ponta, novidades,

um Estado de muito atrati-

vidir entre um carro novo e

preço e segurança.

vo em infraestrutura.

um seminovo. ▶ Qual é o tamanho ▶ O mercado tem

do Espírito Santo no

condições de absorver

mercado nacional?

tantos lançamentos

Que importância o

da indústria?

Estado tem para as

Olhando para trás, há uma

grandes montadoras?

década, o nosso mercado

O PIB econômico do Espíri-

era bastante primário. Tí-

to Santo é algo em torno de

nhamos quatro montadoras,

2,5%. É a mesma coisa que

41


En t r evi sta



▶ Quais são as perspectivas e projeções para o mercado de automóveis no Estado em curto e longo prazo? A situação política demonstrada, a fragilidade do mercado, a economia estagnada, o PIB com projeção negativa, os governos sem capacidade de investimento e as investigações em todas as grandes empresas brasileiras definem que em 2015 não vai ocorrer nenhum crescimento. Pelo contrário, nossa posição será negativa, na ordem de 25 a 28%, com as informações atuais. A questão política brasileira precisa ser resolvida, porque ela está potencializando a crise. Nos moldes em que estamos, o ano de 2016 vai caminhar para uma recuperação, e a partir do segundo semestre teremos um novo cenário e, quem sabe, definir algum crescimento, mas, certamente, bastante modesto.

Estamos perto de 40 montadoras e 600 modelos. O mercado ganhou com tudo isso, principalmente em tecnologia de ponta, novidades, preço e segurança”

42

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r


DÊ UMA TURBINADA NA DIVULGAÇÃO DO SEU NEGÓCIO. Há mais de 10 anos, sempre com o desejo de surpreender, cuidamos para atender às necessidades de comunicação da sua empresa. AQUI TEM DESIGN DE INFORMAÇÃO!

IDENTIDADE VISUAL

ANÚNCIOS 27

C ATÁ L O G O S D E P R O D U T O S

3337.7249

www.linkedit.com.br link@linkedit.com.br

Rua Villa-Lobos, 118 Bairro de Fátima Serra, ES

FOLHETERIA


P e rfi l



José Braz Neto, Juliana Braz e José Braz

De geração

EM GERAÇÃO FUNDADO EM MINAS GERAIS E

CONSOLIDADO NO ESPÍRITO SANTO, GRUPO LIDER RESPONDE POR 38% DAS VENDAS DE VEÍCULOS NOVOS NO NOSSO ESTADO.

A

história do Grupo Lider começou em 1957, com o início das atividades de sua primeira empresa, Rodoviário Lider, em Mu-

riaé, Zona da Mata de Minas Gerais. Inicialmente focada no transporte de leite in natura e cargas frigorificadas, a empresa teve um crescimento contínuo e equilibrado, e atualmente atende clientes de diversos portes e segmentos.

44

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r




Perf il

Uma década depois, em 1967, o Grupo

atuação delas permitiu ao Grupo Lider ser

Lider abriu a sua primeira revenda de veí-

responsável por 38% das vendas de veícu-

culos, a Lider (Chevrolet), com sede tam-

los novos no estado.

bém em Muriaé. Desde então passou a ser

Seu fundador, José Braz, ainda com-

erguido um conglomerado de empresas nos

partilha seu conhecimento com os gesto-

setores de comércio, indústria e serviços,

res do conglomerado e participa de deci-

que emprega quase cinco mil profissionais

sões importantes para o grupo. Os empre-

nos estados do Espírito Santo, Rio de Ja-

sários Braulio Braz e Danilo Tambasco es-

neiro e Minas Gerais.

tão na presidência e vice-presidência do

Atualmente, são 70 concessionárias de

Conselho de Administração do grupo, res-

veículos das marcas Chevrolet, Ford, Fiat,

pectivamente, e deliberam sobre os prin-

Jeep, Audi, Volkswagen, Toyota, Hyundai,

cipais negócios. No Espírito Santo, os di-

Mercedes-Benz (caminhões) e Honda (mo-

retores e sucessores são José Braz Neto

tocicletas) situadas no Espírito Santo, Rio

e Juliana Braz.

de Janeiro e Minas Gerais.

Em agosto, o Grupo Lider vai inaugu-

No Espírito Santo, a primeira concessio-

rar a CVC Nova Venécia. Em breve, será

nária a ser aberta foi a Vecal, em 1980, em

inaugurada a nova Vitoriawagen Cariaci-

Cachoeiro (hoje CVC). Cinco anos depois

ca. O conglomerado também negocia com

da consolidação no sul capixaba, em 1985,

uma montadora a abertura de uma reven-

foi fundada a primeira revenda no conglo-

da no norte capixaba.

merado na Região Metropolitana, a CVC Serra. A revenda construiu bases sólidas e se tornou motor da expansão no conglomerado no estado e no país. Hoje, o grupo possui 17 revendas no Espírito Santo, sendo sete Chevrolet (CVC), quatro Volkswagen (Vitoriawagen), duas Hyundai (Tai Motors), duas Ford (Bracom), uma Fiat (Valore) e uma Audi (Audi Center Vitória). A

CVC Serra

45


M e mó r i a



Benz Patent Motorwagen

Mercedes-Benz 500 K Roadster

Alemães PIONEIROS LEONARDO DA VINCI ATÉ TENTOU, MAS SEU PROJETO DE TRICICLO MOVIDO À CORDA, COMO UM RELÓGIO, NUNCA SAIU DO PAPEL. FOI O ENGENHEIRO FRANCÊS NICOLAS-JOSEPH CUGNOT QUEM CRIOU, EM 1769, A CARRUAGEM MOVIDA A VAPOR, A PRIMEIRA VERSÃO DO QUE VIRIA A SER O AUTOMÓVEL. MAS FOI SOMENTE NO FINAL DO SÉCULO XIX QUE DOIS ALEMÃES CRIARAM MODELOS MOVIDOS À GASOLINA,

O

SENDO CONSIDERADOS OS PIONEIROS DO CARRO MODERNO. s dois alemães eram Karl Benz

época) passou a produzir motores, auto-

e Gottlieb Daimler, cujas em-

móveis, caminhões, barcos e aviões (mi-

presas, de rivais, tornaram-se

litares e civis). Na década de 40, durante

parceiras e formaram a atual

toda a Segunda Guerra Mundial, a monta-

Mercedes-Benz, a primeira e mais antiga li-

dora dedicava-se quase que exclusivamen-

nha de montagem de automóveis do mun-

te à produção de fins bélicos.

do. Com a fusão das empresas de Benz e

O primeiro veículo da marca, construí-

Daimler, a Daimler-Benz AG (seu nome à

do pela empresa de Karl Benz, foi o Benz Patent-Motorwagen, de 1886, movido por um motor de combustão interna. Quase no mesmo ano, a empresa de Daimler construiu a Carruagem de Daimler. Outros destaques da primeira metade do século XX foram o Benz-Gaggenau 5 K 3, o primeiro caminhão de quatro cilindros a diesel, de 1923; o Mercedes-Benz 500 K Roadster, um carro esportivo de oito cilindros, de 1934, e o

Mercedes-Benz 260 D

46

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r

Mercedes-Benz 260 D, que foi fabricado de 1936 a 1940.




Memó ria

Estrela de três pontas A primeira versão do famoso símbolo da marca surgiu em 1909, após a morte de Daimler, inspirada numa figura que ele mesmo havia desenhado e que representava a triplicidade de suas atividades, que consistiam em fabricar motores para uso em terra, água e ar. Em 1923, à estrela de três pontas foi acrescentado o círculo e, três anos depois, quando a fusão das duas empresas estava completa, foi incluída a coroa de louros do logotipo da Benz. A forma definitiva foi adotada em 1933, e, desde então, se mantém inalterada.

Alinhamento - Balanceamento - Suspensão Pneus Novos e Remold - Freios - Troca de Óleo Para melhor comodidade agende seu horário /ligalevecentroautomotivo

(27) 3223-6227

REVISÃO GRATUITA

suspensão e freio

3x nos Cartões

Av Paulino Muller, 555 Ilha de Santa Maria/Vitória - ES - www.lojaligaleve.com.br


L u xo



Ostentação e

SEGURANÇA

SEUS PREÇOS ESTÃO NA CASA DOS SETE DÍGITOS. ESTES CARROS MILIONÁRIOS ATENDEM PRINCIPALMENTE CHEFES DE ESTADO E TÊM A SEGURANÇA COMO PRINCIPAL COMPONENTE. UM LUXO, REALMENTE, PARA POUCOS E EXIGENTES.

4,31 milhões Kombat T98

4,31 milhões Cadillac One

R$

48

R$

R$

2,87milhões

Mercedes-Benz

G63 AMG

Também conhecido como

Este Cadillac – também cha-

Prombon, este russo é o SUV

mado The Beast, a fera –

Esta limusine é uma das mais

blindado mais caro do mun-

transporta o presidente dos

bem equipadas do mercado

do. É popular entre políti-

Estados Unidos e oferece

e alia, como nenhuma outra,

cos e príncipes europeus,

proteção tanto para seu in-

luxo e segurança. Sua área

que primam principalmen-

terior quanto para o tanque

interna e vidros são à prova

te pela segurança, afinal,

de combustível. Também

de balas, e explosões e es-

sua blindagem de última ge-

conta com mecanismos de

tilhaços não passam nem

ração é capaz de aguentar

supressão de incêndio, su-

perto de seu assoalho. Tam-

disparos de qualquer cali-

primento de oxigênio e ar-

bém há iluminação ajustável

bre e explosões. Além de

mas guardadas em locais

e bancos de couro, além de

luxuoso, o grandalhão é ex-

estratégicos. E se o presi-

câmeras de segurança den-

travagante: seus estofados

dente quiser fazer uma cha-

tro do carro, que pode ainda

são feitos em couro de pê-

mada de emergência, basta

se transformar em uma sala

nis de baleia, com detalhes

usar o sistema de comuni-

de reunião daquelas ultra se-

em ouro e diamantes.

cação criptografado.

cretas e seguras.

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r




Pu bl ied ito rial

Tradição em peças, pneus e serviços Grupo Nacional Peças destaca-se em todo o Estado por produtos e serviços oferecidos em suas 12 unidades. Com 43 anos de atuação, o

e até exclusiva de algumas

Atualmente com cerca de

Grupo Nacional Peças tem lo-

linhas. Com isso, consegue

400 funcionários, o Grupo Na-

jas nas principais cidades da

oferecer uma vasta gama de

cional Peças, que é uma em-

Grande Vitória e interior, to-

itens para carros de passeio,

presa familiar, está com uma

das com excelente localiza-

linha pesada, acessórios, tin-

assessoria especializada que

ção, fácil acesso e estaciona-

tas e complementos automo-

trabalha para profissionalizar

mento próprio. São oito vare-

tivos, pneus e serviços.

ainda mais a gestão, de modo

jos, sendo cinco com moder-

Em agosto de 2012, o Gru-

a perpetuar a empresa. Afinal,

nos centros automotivos; um

po Nacional Peças iniciou seu

seus mais de 40 anos refletem

centro automotivo em Caria-

projeto de expansão, com duas

não só a tradição nos negócios,

cica; um centro de reparação

novas filiais em Linhares e

mas também espelham a serie-

para caminhões em Viana, e

Aracruz. Para dar continui-

dade, a honestidade, as práticas

dois atacados, um na Serra e

dade a esse projeto, a meta é

profissionais com ética e res-

outro no Estado de São Paulo.

que nos próximos cinco anos a

ponsabilidade e o respeito que

A empresa trabalha com as

empresa abra seis novas lojas,

marcam sua trajetória, atribu-

principais marcas do merca-

gerando emprego e oportuni-

tos que o Grupo Nacional Peças

do e é distribuidora autorizada

dade para o mercado.

quer manter ainda mais fortes.

Grupo Nacional Peças www.nacionalpecas.com.br

49


T ecno lo gi a



Inovações boas

PARA O BOLSO

A MAIORIA NEM PENSA NELAS NA HORA DE DIRIGIR OU ESCOLHER UM MODELO NOVO, MAS ELAS ESTÃO LÁ, TORNANDO O DESEMPENHO MELHOR E O CARRO MAIS EFICIENTE E ECONÔMICO. CONHEÇA QUATRO TECNOLOGIAS QUE TORNAM O ATO DE DIRIGIR MAIS FÁCIL E PRAZEROSO E, AO MESMO TEMPO, AJUDAM A ECONOMIZAR E REDUZEM A EMISSÃO DE GASES.

1. Direção elétrica

3. Compressor elétrico de

Ela traz muito mais conforto para quem

ar-condicionado

dirige e ajuda a economizar. Sim, a dire-

A vilania do ar-condicionado está com os

ção elétrica também é boa para seu bol-

dias contados. Em breve, ele não será mais

so. Como ela reduz o consumo de ener-

o grande ladrão de energia do motor. Por

gia em relação a uma bomba hidráulica

enquanto, ele deixou de ser apenas nos

convencional, pode promover um con-

veículos híbridos e elétricos, que já utili-

sumo de combustível 3,5% mais baixo.

zam o compressor elétrico. Nos demais

Não à toa, esse sistema já está sendo

modelos, o acessório ainda não é utiliza-

adotado por praticamente todas as mon-

do, pois requer uma tensão muito alta,

tadoras do mundo.

cerca de 100V. Mas é questão de pouco tempo para a tecnologia se espalhar e o

2. Turbocompressores

ar-condicionado tornar-se mais eficaz e

Parece até coisa de desenho anima-

tornar todo o conjunto mais econômico.

do, mas é tecnologia com ganhos com-

50

provados. Os turbos reutilizam a ener-

4. Aerodinâmica

gia que ia ser desperdiçada por meio

Não se trata apenas de uma questão de

do escapamento e, por não estarem li-

design. Uma aerodinâmica bem plane-

gados mecanicamente ao motor, per-

jada requer muito menos energia para o

mitem às turbinas conseguir rotações

movimento e consome menos combustí-

muito mais altas. Comparando-se aos

vel. Essa inovação permite dois ganhos

compressores mecânicos, os ganhos

fundamentais: desempenho e economia.

são exponenciais.

Quem é quem não gosta, hein?

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r


INSTALAÇÃO GRÁTIS

O MENOR PREÇO COM JOGO C/4 PEÇAS

CONFIRA ALGUNS ITENS A VISTA 5X S/ENTRADA 549,00 699,00 559,00 899,00 599,00

R$ R$ R$ R$ R$

CORSA-CELTA GOL E VOYAGE G5 (EXC. RALLY) FIESTA (APOS 2001 G1) NEW CIVIC (EXC.S.I) ECOSPORT (4X2 G1)

5X 5X 5X 5X 5X

R$ R$ R$ R$ R$

121,55 154,76 123,76 199,04 132,62

10X S/ENTRADA

10X R$ 10X R$ 10X R$ 10X R$ 10X R$

65,99 84,02 67,19 108,06 72,00

*PARCELAMOS EM ATÉ 10X NOS CARTÕES CHEQUE MEDIANTE CONSULTA

GRANDE ESTOQUE DE AMORTECEDORES PARA VEÍCULOS NACIONAIS E IMPORTADOS COM PREÇOS IMBATÍVEIS

.. .. NOSSOS SERVIÇOS: ..

.. .. ..

´VISITE NOSSO SITE: WWW.CASADOSILENCIOSO.COM.BR

SILENCIOSOS AMORTECEDORES PNEUS MOLAS BATERIAS RODAS ESPORTIVAS

ALINHAMENTO DE DIREÇÃO BALANCEAMENTO DE RODAS DESEMPENO DE RODAS SUSPENSÃO FREIO TROCA DE ÓLEO

POSTOS DE TROCA Vitória Cariacica

Vila-Velha Serra Guarapari

Ilha de Santa Maria Ilha de Santa Maria Campo Grande J. América

Av. Beira Mar, 1427 (Rei) Av. Beira Mar, 1565 Rod. Br 262, Km 4,5 (Rei) Rod. Br 262, Km 01

Tel.: 3223-2264 Tel.: 3322-1852 Tel.: 3336-2053 Tel.: 3226-0788

Alvorada Centro (Jaburuna) Itapoã B.Fátima/J. Camburi J. Limoeiro Carapina

Av. Carlos Lindemberg, 5900 Av. Carlos Lindemberg, 7722 Rua Antonio Ataíde, 1692 (Rei) Av. José Rato, 1041 Av. Lourival Nunes, 297 Rod. Br 101, Norte, 8,5 km

Tel.: 3041-7000 Tel.: 3239-3565 Tel.: 3349-0874 Tel.: 3228-2583 Tel.: 3065-6555 Tel.: 3225-3366

Muquiçaba

Av. Jones Santos Neves, 138

Tel.: 3261-1943

*TAXA DE FINANCIAMENTO: 3.50% AO MÊS

PROMOÇÃO VÁLIDA ATÉ 30/09/2015 OU ENQUANTO DURAR O ESTOQUE


G P S



Marco Zero da Rota Imperial, no Palácio Anchieta

Rodas na

ESTRADA

C

riada originalmente em 1816,

REVISE O CARRO, CALIBRE OS PNEUS, FAÇA AS MALAS, LIGUE O GPS E CAIA NA ESTRADA. NOSSA SUGESTÃO NESTA EDIÇÃO É A PARTE CAPIXABA DE UMA ROTA

a Rota Imperial São Pedro D’Alcântara foi utilizada por Dom Pedro II para fazer o tra-

jeto entre Ouro Preto, em Minas Gerais, e Santa Leopoldina, no Espírito Santo. Seis

BELÍSSIMA, QUE ENCANTA POR SER

anos atrás, a Rota Imperial foi instituída

BUCÓLICA, HISTÓRICA E CULTURAL.

como rota turística pelo Sistema Findes, que, com o apoio do Ministério do Turismo, é responsável pela gestão do Instituto Rota Imperial (IRI), junto com os governos estaduais do Espírito Santo e de Minas Gerais.

52

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r




G PS

A Rota Imperial passa por 31 cidades,

Domingos Martins, Venda Nova do Imigrante,

sendo 14 capixabas e 17 mineiras. As cida-

Castelo, Conceição do Castelo, Irupi, Iúna,

des capixabas são Vitória, Cariacica, Viana,

Muniz Freire, Ibitirama e Ibatiba. Já as cida-

Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá,

des mineiras são Martins Soares, Manhumirim, Alto Caparaó, Alto Jequitibá, Luisburgo, São João do Manhuaçu, Santa Margarida, Pedra Bonita, Matipó, Abre Campo, Jequeri, Oratórios, Ponte Nova, Acaiaca, Barra Longa, Mariana e Ouro Preto.

Foto: Luiza Maklouf

Os 301 quilômetros da parte capixaba da rota – dos 575 de extensão até a última cidade mineira – estão totalmente demarcados e sinalizados. Ao longo do caminho, que começa no Palácio Anchieta e vai até Ibatiba, 385 totens, ou marcos, foram instalados, orientando o viajante. A história dessas vias começou durante o período de exploração do ouro. Para controlar o trânsito de mercadorias no Brasil, a Coroa Portuguesa proibiu a abertura de estradas na capitania do Espírito Santo em direção a Minas Gerais. Somente com o declínio da exploração aurífera e com a chegada da Família Real ao país a rota foi oficialmente aberta. Concluída em 1816, a Rota Imperial definiu o intercâmbio entre as cidades por onde passa. Seu marco zero é o Palácio Anchieta, em Vitória, e de lá até Ouro Preto traz muitas descobertas e paisagens de encher os olhos. A exuberante Mata Atlântica, rica na variedade de orquídeas e bromélias, torna o caminho mais prazeroso, bem como os imensos vales, as altas montanhas e as numerosas cachoeiras. marco 185 em Venda Nova do Imigrante

53


G P S



O que conhecer em cada cidade

Ouro Preto

Minas Gerais

1

Vitória Pedra do Penedo, Praia de Camburi, Curva da Jurema, Praia da Ilha do Boi, Manguezal de Goiabeiras Velha, Galpão das Paneleiras, Feira da Praça dos Namorados, centro da cidade e marco zero da Rota Imperial, o Palácio Anchieta.

2

Cariacica Parque Estadual do Moxuara, Fazenda Ibiapaba, Estação Ferroviária de Cariacica, Porto das Pedras e Centro Cultural Histórico de Cariacica.

3

4

Santa Leopoldina Vale do Canaã, Vale do Rio da Prata, Cachoeira Véu de Noiva, Sítio Histórico de Santa Leopoldina e Fazenda Regência I.

5

Santa Maria de Jetibá Morro da Torre de Televisão, Vale do Rio Bonito, Cachoeira da Ilha Berger, Igreja Rainha da Paz e Museu da Imigração Pomerana.

Viana Corredeiras do Rio Jucu, Cachoeira da Fumaça, Biquinha de água potável, Estação Ferroviária de Viana e Igreja Nossa Senhora da Conceição.

54

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r

7

6

Domingos Martins Corredeiras do Rio Jucu, Reserva Bremenkamp, Parque Estadual Pedra Azul, Orquidário Kautsky, Pico El Dorado e Capela.

CASTELO Pico do Forno Grande, Pedra do Ubá, Pedra do Dedo, Cachoeira do Centro e Parque Estadual do Forno Grande.




9

Conceição do Castelo Morro da antena de TV, Pedra do Estreito, Pedra da Pingadeira, Cachoeira do Estreito e Cachoeira da Fumaça.

12

10

Irupi Pico dos Cabritos, Pedra da Tia Velha, Morro da Torre da TV, Lago do Sítio do Amaral e Cachoeirinha do Teobaldo.

Muniz Freire Vale do São Cristóvão, Vale do Apolinário, Cachoeira da Cruz do Muladeiro, Casa da Cultura e Biblioteca da EEEM Bráulio Franco.

14

13

11

G PS

Iúna Pico Colossos, Cachoeira dos Jesuítas, Cachoeira do Brás, Prédio da Câmara Municipal e Museu Histórico de Iúna.

Ibitirama Pico da Bandeira, Cachoeira do Poço Limpo, Cachoeira da Usina, Cachoeira do Chiquito e Corredeira Bico da Ilha.

Ibatiba Cachoeira do João Gomes, Cachoeira Dico Ribeiro, Cachoeira Véu da Noiva, Cachoeira da Tia Olívia, Corredeiras da Fazenda das Mulatas e Museu do Tropeiro.

8

Venda Nova do Imigrante Pedra do Garrafão, Cachoeira do Alto Bananeiras, Cachoeira Alegre, Prédio da Câmara Municipal e Casa da Cultura.

Espírito Santo

55


C l aq u ete



Protagonistas de

QUATRO SE EM HOLLYWOOD HOUVESSE O OSCAR DE MELHOR CARRO, CERTAMENTE ESTES SERIAM FORTES CONCORRENTES. ESTENDEMOS NOSSO TAPETE VERMELHO PARA DEZ MÁQUINAS QUE FIZERAM SUCESSO NAS TELONAS E QUE VIRARAM SONHO DE CONSUMO DE MUITOS FÃS DE CINEMA E DE CARROS.

Muito mais do que um carro, esta supermáquina do tempo transportou Marty McFly até 2015 (alguém o viu passando por aí?) no segundo filme da franquia.

DeLorean (De volta para o futuro) Além de um modelo original, a produção do filme utilizou três réplicas – uma delas para a cena em que o carro cai por uma janela. Outra delas chegou a ser leiloada em Londres e arrematada por 79,8 mil libras.

Ferrari 250 GT Califórnia (Curtindo a vida adoidado)

56

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r




Cl aq u et e

RODAS O fusquinha Herbie tem vida própria e incrível inteligência em todos os seis filmes em que apareceu. Já se apaixonou, viajou por vários países e destruiu um Nissan e uma

Volkswagen Fusca 1963

Lamborghini.

(Se meu Fusca falasse)

Foram muitos os carros usados e destruídos por James Bond, mas este continua o queridinho dos fãs dos filmes do agente secreto. Além dos itens de fábrica, tinha radar, banco ejetável e lançador de óleo.

Aston Martin DB5 (007 contra Goldfinger)

57


C l aq u ete



Mais conhecido como Ectomóvel-1, ele foi todo personalizado para se parecer com uma ambulância. O que chama a atenção é seu design arrojado para os anos 50.

Cadillac MillerMeteor Sentinel (Caça-fantasmas)

Ok, não é filme, é série, mas o nome já diz tudo. Kitt, além de um veículo indestrutível, tinha inteligência artificial.

Pontiac Firebird Trans Am (A supermáquina)

Um dos mais icônicos do cinema, este modelo verde claro percorreu a Rota 66 dirigido por duas amigas em filme de 1991. Em 2008, foi leiloado por US$ 71.500.

Ford Thunderbird 1966 (Thelma e Louise)

58

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r




Cl aq u et e

O primeiro Batmóvel que apareceu no filme do Homem Morcego era, na verdade, um protótipo, que acabou servindo de laboratório de tecnologias. Este modelo também marca a estreia do logotipo do Batman na porta.

Lincoln Futura 1955

(Batman: o Homem Morcego) Este carro assassino foi possuído por um espírito e passou a perseguir e matar pessoas. Mesmo assim, o filme e o modelo se tornaram muito populares.

Plymouth Fury 1959 (Christine)

Não há como negar a importância que os carros tiveram não só nesta trilogia, mas em todos os filmes de gângster. Este modelo é o carro de Sunny Corleone, filho mais velho de Don.

LincolnCoupe1940 (O poderoso chefão)

59


G a str ô



Comida

DE RUA ELES INVADIRAM AS RUAS E SERVEM SUAS DELÍCIAS CADA DIA EM UM LUGAR DIFERENTE. OS FOOD TRUCKS, QUE JÁ SÃO VISTOS AOS MONTES NA GRANDE VITÓRIA, UNEM DUAS COISAS QUE AMAMOS: COMIDA E CARROS! CONHEÇA ALGUNS DOS CAMINHÕES DE COMIDA MAIS BADALADOS DO MOMENTO E, QUANDO ENCONTRAR ALGUM DELES POR AÍ, NÃO HESITE EM EXPERIMENTAR.

O Chicks Gourmet nasceu da paixão pela gastronomia das sócias Andressa Alcantara e Danielle Miranda, que optaram por ter o próprio restaurante, só que de maneira diferente. Depois de um ano de pesquisa e viagens para conhecer outras experiências, nasceu o food truck, cuja especialidade é o frango no estilo americano, o fried chicken, com cortes empanados com parmesão e envoltos em uma crosta de gergelim, acompanhados por molhos diferenciados. O truck foi montado

Chicks Gourmet Por onde circula

Às terças-feiras no estacionamento da faculdade Novo Milênio e às quintas no Café Racer Clube, ambos em Vila Velha. Nos demais dias, roda em eventos e festivais de gastronomia pelo Estado.

60

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r

em um caminhão HR adaptado, que ganhou uma cozinha sob medida, com todos os utensílios necessários e abas de abertura automatizadas.




G ast rô

Hasta la Pista Especializado em sandubas gourmet, este food truck da paulista Carol Cicone, que está no Estado há 20 anos, surgiu de sua vontade de não ter um estabelecimento em local fixo e poder ter mais contato com o cliente. Entre seus sanduíches de maior sucesso estão o de costela bovina no molho de cerveja preta, o de pernil com farelo de torresmo, o de ossobuco com pesto de agrião e mostarda oriental e o de fraldinha com creme de gorgonzola e cebola caramelizada. O truck foi montado em uma Kombi 2010, que foi adaptada para ter 2,60 metros de altura e também modificada internamente para receber os utensílios necessários ao negócio.

Por onde circula

A programação semanal pode ser acompanhada em facebook.com/ sandubahastalapista.

Primeira brigaderia sobre rodas do Espírito Santo, serve mais de 20 sabores do doce mais tradicional do Brasil. As delícias trazem uma massa diferenciada, uma receita caseira que resgata memórias da infância com ingredientes de alto padrão e produzidos com 100% de chocolate belga. O food truck foi idealizado pela doceira Gláucia Cunha e ambientado em uma clássica Kombi 1974, que foi totalmente adaptada e personalizada para rodar como food truck.

Avenida Brigadeiros

Por onde circula

A programação semanal pode ser acompanhada em facebook.com/avenidabrigadeiros.

61


M obi l i dade

U rb ana



Mobilidade urbana:

CONSIDERAÇÕES A RESPEITO

NA CIVILIZAÇÃO MODERNA HOUVE A INVENÇÃO DO AUTOMÓVEL. A PRODUÇÃO EM SÉRIE DOS VEÍCULOS DA FORD, CUJA LINHA DE MONTAGEM FOI BASEADA NOS CONHECIMENTOS DESENVOLVIDOS PELO ENGENHEIRO INGLÊS FREDERIK TAYLOR, PERMITIU SUA POPULARIZAÇÃO.

A

pós a Segunda Guerra, foi ins-

por base o deslocamento através do auto-

talado no Brasil um processo

móvel. Esse modal de transporte individual

de desenvolvimento baseado

foi apresentado às pessoas como um im-

na chamada indústria de base,

portante símbolo de “status”.

que se assentava na produção siderúrgica

Hoje, temos diante de nós vários desa-

e na indústria petrolífera e automobilística.

fios em relação à mobilidade das pessoas.

O plano rodoviário brasileiro, com a cons-

As cidades estão com seus viários prati-

trução de diversas rodovias, entre elas a Via

camente saturados. Suas principais vias,

Dutra que liga o Rio de Janeiro a São Pau-

pontes e viadutos estão com suas capa-

lo, proporcionou diversas ações que tinham

cidades ultrapassadas, gerando lentidões

Foto: Cloves Louzada

homéricas. Isso causa desconforto e insegurança para os usuários do transporte individual, problemas que podem gerar perdas irrecuperáveis. A perda de tempo, de trabalho, de estudo e de descanso são fatores claramente observados quando diante de uma situação de imobilidade no trânsito. Pesquisa da FGV (2012) na cidade de São Paulo concluiu que os engarrafamentos dão à capital PAULO LINDOSO ENGENHEIRO ESPECIALISTA EM TRÂNSITO E DIRETOR DO INSTITUTO BRASILEIRO DE ESTUDOS DO TRÂNSITO (IBETRAN) IBETRAN.ES@GMAIL.COM

62

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r




Mo bil idad e

Urban a

um prejuízo na economia de R$ 50 bilhões

Estamos a dever muito no encontro de

por ano. Para efeito de comparação, esse

soluções para os nós existentes na mobili-

valor equivale a mais de duas vezes o va-

dade urbana. É fundamental perceber que

lor disponível em orçamento do Estado do

nossas dificuldades atuais se devem em

Espírito Santo.

boa parcela à falta de capacidade de ges-

Salta aos olhos que uma cidade com di-

tão. As cidades estão perdendo eficiência

ficuldades na mobilidade das pessoas tem

e competitividade, gerando menor atração

a sua qualidade de vida prejudicada. Os ci-

para investimentos e perda de empregos

dadãos desejam e têm direito de se movi-

qualificados. A solução passa pela gestão

mentarem com conforto e segurança. A Po-

técnica eficiente e pela definição de peque-

lítica Nacional de Mobilidade Urbana, ins-

nas metas que vão compor a grande meta

tituída através da Lei Federal n. 12.587, de

da mobilidade qualificada com integração

3 de janeiro de 2012, objetiva a integração

de todos os modais disponíveis, especial-

entre os diferentes modos de transporte e a

mente os que advêm da utilização inteli-

melhoria da acessibilidade e mobilidade das

gente das vantagens dos recursos natu-

pessoas e cargas no território do município.

rais das cidades.

Rua João Bastos Vieira, 45 - Ilha de Santa Maria Vitória - ES - CEP.: 29.051-200 CNPJ: 21.433.416/001-73

email: vapvistorias@gmail.com

LAUDO CAUTELAR - NÃO PAGUE SEU SEMINOVO ANTES DE NOS CONSULTAR! AUTORIZADO Consultas Criminais Roubo/Furto Restrição administrativa (pendências) Restrição Tributária Restrição Ambiental Bloqueio de Guincho Restrição Judicial Bloqueio Renajud Comunicação de Venda Registro de Indenização Integral PT (grande monta, pago por seguradora) Registro de Histórico de Leilão

Consultas Administrativas Característica do Veículo Financiamento/Arrendamento Intenção de Gravame (em processo) Débitos (multas, Ipva,etc.) Registro do licenciamento (exercício, data de emissão)

15 Consultas

Regravação de Chassi

Gravação de Motor

Recuperação de Chassi Antes Depois

Tel.: (27) 3096-0381 / 99963-5528


A

v i a

é

de

todos



O SEMÁFORO “VIVEMOS EM UM MUNDO PERFEITAMENTE HUMANO.” ABRIMOS OS OLHOS ÀS PRIMEIRAS HORAS DO DIA QUANDO O DESPERTADOR EMBALA UMA SINFONIA ELETRÔNICA EM NOSSOS OUVIDOS.

E

nquanto isso, queríamos ape-

O semáforo acende a luz amarela, é o mo-

nas cinco minutos. Levantamos

mento de ficar atento e reduzir a velocidade

chateados e sabemos que a vida

porque se aproxima a vez do outro. O outro

acontece lá fora e que não dá

que também precisa chegar ao trabalho, le-

mais para nos entregar ao sono. Saímos

var o filho à escola, ir ao médico, enfim, se-

de casa desesperados para não chegar-

guir a vida. Vidas que seguem pelas mes-

mos atrasados, ou seja, estamos sempre

mas vias. E que, entre idas e vindas se dis-

na contramão. Saímos chateados porque

tanciaram da natureza, já que em nome do

não deu tempo de tomar um café da manhã

progresso se fez necessário jogar um man-

mais sossegado (quiçá completo) ou por-

to negro e quente sobre a superfície terres-

que a hora do “rush” se aproxima e o cor-

tre para se chegar mais rápido ao destino.

po ainda não despertou totalmente, mas,

As vias são o palco diário para a atua-

mesmo assim, nos lançamos nesse mun-

ção humana e há nelas um peso insustentá-

do loucamente moderno.

vel que baliza a vida moderna, porque muitas vezes somos levados a um permanen-

Foto: Cloves Louzada

te exercício de opressão diante de uma realidade crua e imprevisível. E é justamente nessa hora que temos vontade de dizer “o show acabou” e abandonar o palco, já que a plateia permanece inerte. Sendo assim, o ser humano caminha sobre a linha tênue que separa a civilização da barbárie. As relações humanas nas vias públicas são em geral de um não-engajamento, um não-comprometimento em respeito à existência do outro. DORA MOREIRA ESTILISTA DE BICICLETAS E BLOGGER DORINHA.MOREIRA@GMAIL.COM WWW.VIXCYCLECHIC.COM

64

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r




A

A luz muda de amarela para vermelha, agora é a hora em que se encerra o direito

via

é

d e

to d o s

uma vida solitária e acarreta riscos à continuidade da vida.

de passagem na zona de conflito de uma

O peso da convivência está na ausên-

interseção urbana – aquele momento em

cia da compaixão. Por isso, o ser humano

que a gente se sente na zona de conforto,

precisa ser estimulado a agir com mais em-

ou aceita ou mete o pé bem fundo. É hora

patia, benevolência e cooperação. É preci-

de usar prudência e retirar totalmente o pé

so reconhecer a importância de valorizar a

do acelerador e fazer uma pausa para reco-

vida das pessoas, motorizadas ou não, no

nhecer que é preciso atenção e cuidados

propósito de compartilhamento das vias.

indispensáveis à segurança no trânsito. É

O sinal muda de vermelho para verde, é a hora de voltar com o pé para o acelera-

preciso nada mais que leveza. A questão da segurança individual pas-

dor e seguir em frente porque agora reco-

sa pela necessidade de se conviver em co-

meça o direito de seguir adiante com leve-

letividade, e isso implica romper o casulo

za no pé e leveza na alma... Sim, é tempo

do egoísmo, que mergulha as pessoas em

de leveza e esperança.

Sindicato dos Despachantes de Veículos do Estado do Espírito Santo “Contrate um Profissional Sindicalizado” (27) 3227-1146 | (27) 3224-4211 www.sindespees.com.br | sindespees@sindespees.com.br Rua Tito Machado, 144, Bairro Horto. CEP 29045-175, Vitória-ES Cachoeiro do Itapemirim Cariacica (28) 3511-1311 (27) 3226-8747

Colatina (27) 3722-4480

Linhares Guarapari (27) 3262-8321 (27) 3151-7126

Serra (27) 3338-9884

Vila Velha (27) 3289-9033


P i s c a-al erta



Carro sem

CONDUTOR

O

Google Car, carro autônomo do Google criado por Brad Templeton, tem autonomia de 161 quilômetros e atinge até

70 quilômetros por hora. Seu uso será cobrado como um serviço, on demand. “Não fará sentido ter um carro para cada pessoa de uma casa, como acontece agora”, afirma Brad.

66

R e v i s t a

M u n d o

M o t o r


Profile for Realiza Editora

Revista Mundo Motor - Edição 1 | Agosto 2015  

Primeira edição da Revista Mundo Motor, publicação capixaba dedicada exclusivamente ao universo automotivo

Revista Mundo Motor - Edição 1 | Agosto 2015  

Primeira edição da Revista Mundo Motor, publicação capixaba dedicada exclusivamente ao universo automotivo

Advertisement