a product message image
{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade

Page 1

anos

10

da COLUNA

ON-LINE do dia

e as

PERSONALIDADES


Editorial He li o D ó re a

10 ANOS DA COLUNA ON-LINE

Helio Dórea Foto: Bruno de Menezes

D

epois de 50 anos de colunismo, iniciados em 1955 no jornal “O Diário” na Rua Sete de Setembro, dirigido por Rozendo Serapião, resolvi parar de escrever, apesar de receber convites de vários veículos, e curtir mais ainda minha família e os amigos mais chegados em minha casa de montanha, em meu apartamento na orla de Camburi e em viagens pelo exterior, o que foi sempre meu hobby. Obviamente, atuando nos escritórios da HRD Comunicação e Publicidade, HRD Corretora de Seguros e HRD Corretora de Imóveis. Certo dia, nesse escritório, na Enseada do Suá, onde estou até hoje, recebi a visita de Fernando Machado, diretor da Rede Vitória. Ele foi meu colega em outro jornal e mantínhamos laços de amizade. Depois de ligeiro papo relembrando passagens interessantes de nossas vidas profissionais, ele entrou no mérito da visita, informando que a TV Vitória estava em pleno crescimento, e também a rádio Jovem Pan, e que ele e Americo Buaiz resolveram ampliar o campo de comunicação, criando um jornal on-line. Para isso, foi preciso: “Eu e Americo gostaríamos de contar com você como colunista social”.

De princípio, relutei em atender, mas minha mulher, Regina, e meus filhos, Miguel, Helia e Helina, me incentivaram a aceitar o convite. Um mês depois, liguei para Fernando informando que aceitava o convite dele e de Mequinho, mesmo porque sempre foi desejo de Americo pai que eu atuasse em sua rede de comunicação. Dessa forma, no dia 10 de maio de 2007 surgiram o jornal Folha Vitória e a coluna on-line Helio Dórea. Não imaginei que o jornal e a coluna andassem tão depressa, mas fiquei feliz, realizado e animado com a velocidade com que ganhava leitores e mais leitores e com a surpresa das mensagens que recebia de pessoas em Pequim, Paris, Nova York, Boston, Califórnia e, principalmente, Miami, onde tenho muitos amigos. Sem falar de Rio de Janeiro, Bahia, Minas Gerias e São Paulo. Hoje, quando comemoramos 10 anos da coluna on-line Helio Dórea, não poderia deixar de comemorar também os 60 anos da coluna no total, o que, para nosso orgulho, é um recorde nacional. Bom dia, leitores. Vocês são os culpados de minhas vitórias.

Expediente www.folhavitoria.com.br Coluna Helio Dórea Titular Helio Dórea com Helia Dórea Rua Clóvis Machado, 176, Ed. Conilon, 6º andar, Enseada do Suá, Vitória/ES, CEP 29.050-220 (27) 3205-7000 heliodorea@folhavitoria.com.br /colunaheliodorea @colunaheliodorea

www.realizaeditora.com.br contato@realizaeditora.com.br (27) 3314-5117 | (27) 3024-3355 Diretor Eder Mota Jornalista responsável Ariani Caetano (MTB-ES 2420) Projeto gráfico e editoração Link Editoração Foto da capa Bruno de Menezes Impressão Grafitusa


AG TRADE LOG parabeniza os 10 anos dA COLUNA HELIO DÓREA no FOLHA VITÓRIA.

A AG Trade LOG orgulha-se de oferecer a seus clientes as melhores SOLUÇÕES em LOGÍSTICA & TRANSPORTES.

Rod. Darly Santos, Estrada de Capuaba, 2025, Nossa Senhora da Penha, Vila Velha-ES. (27) 3082-7707 / (27) 3318-3928 @agtradelog

agtradelog

www.agtradelog.com.br


Depoimento

Fe r nan d o Mac h ad o Diretor-geral da Rede Vitória/Record

UM COLUNISTA EXPERIENTE

e de muito prestígio

L

ogo que definimos o projeto do jornal on-line Folha Vitória, um dos players que eu gostaria de ter conosco era Helio Dórea. Afinal, já que estávamos fazendo um jornal, tínhamos que, necessariamente, ter uma coluna social para sermos assim considerados. Helio Dórea era o principal nome do colunismo social capixaba. Eu mesmo sondei várias pessoas e todas falavam o nome dele quando perguntadas sobre um colunista social. Assim, reuni toda a família Dórea e convidei Helio para assumir a coluna. Foram várias reuniões até convencê-lo a agregar sua marca no colunismo social ao Folha Vitória. Hoje, tenho absoluta certeza de que eu estava certo e de que todo o esforço valeu a pena. Lançamos o nosso jornal on-line, e posso assegurar que ter nele a coluna de Helio foi um dos grandes méritos de sua espetacular largada. Para se ter uma ideia da força do Folha Vitória, nosso objetivo inicial era atingir 6 mil leitores, mas em menos de um mês, de 10 a 31 de maio de 2007, tivemos 257.020 pageviews, com uma média de 12.329 pageviews por dia. Foi um sucesso muito maior do que prevíamos e, por isso, foi necessário buscar novos conteúdos, como entretenimento e noticiário nacional, inicialmente com a contratação da Agência Estado e, depois, com a inclusão do Portal R7, da Record. Hoje, chegamos a 15,6 milhões de pageviews por mês, e acredito

6

que o grande mérito do Folha Vitória foi ter nascido com o formato de jornal, com todas as editorias (geral, polícia, entretenimento, esportes, política, blogs, coluna social etc). Acho que se tivéssemos nascido como portal ou site, teríamos morrido na praia. Nestes 10 anos de Folha Vitória e de Coluna Helio Dórea, crescemos juntos e disponibilizamos para todo o planeta, gratuitamente, um conteúdo muito bem cuidado. Só tenho a agradecer a toda família Dórea pelo carinho, competência e entusiasmo de fazer sempre o melhor. Tenho certeza de que eles têm energia suficiente para muitos anos do jornalismo social que tão bem produzem e que temos muito orgulho de publicar no Folha Vitória. Hélio é o melhor profissional da área, o mais reconhecido e o mais longevo. Além disso, ele sempre teve muita expertise em fazer jornalismo diário, o que agrega ainda mais valor ao nosso projeto. A coluna especial Personalidade do Dia, publicada aos domingos, por exemplo, foi uma iniciativa fantástica de Helio. Fico impressionado como ele está a cada dia se reinventando, se renovando, sempre com muita energia. Toda sua coluna é fruto de sua imensa capacidade profissional e de sua competência em retratar tão bem a sociedade do Espírito Santo. Ainda bem que o temos conosco. Vida longa, Helio!


Depoimento

A me r i c o B uai z Fi lh o Presidente do Grupo Buaiz

Folha Vitória:

um jornal on-line

U

ma década, do ponto de vista empresarial, nem é tanto tempo, mas é suficiente para afirmar que superamos tudo o que imaginávamos e tínhamos como expectativa ao tomar a decisão de transformar um sonho em realidade e produzir o Folha Vitória. Esta história começou há 11 anos, em um seminário que promovemos, quando surgiu por parte do mercado uma forte demanda para que fizéssemos um jornal impresso. O argumento apresentado decorria do fato de que nós tínhamos uma televisão, que já era Record TV em nível nacional e com uma programação regional muito forte, e rádios AM e FM, mas a ideia de rede de comunicação ficava comprometida pelo fato de não termos um jornal. Começamos então um debate interno sobre o assunto dentro do nosso Comitê de Gestão e Negócios. Concluímos que o mercado já estava satisfeito e saturado com as ofertas de jornal impresso e que o futuro apontava em uma outra direção. O mundo digital já se colocava como opção e definimos que faríamos um jornal on-line com “cara” e conteúdo de um jornal impresso. O próprio nome, Folha Vitória, é tradutor disso. Traz a ideia de que é um jornal (Folha) e também traz Vitória, que é o nosso nome.

Dentro dessa lógica não poderia faltar um espaço para uma coluna social, e sinônimo de coluna social era Helio Dórea. Ele era, e é, o maior símbolo do colunismo impresso do Espírito Santo e um dos maiores do Brasil. Ele, seguramente, iria legitimizar essa ideia de que seríamos um jornal on-line (e não um site) com todas as características exigidas pelo leitor. A Rede Vitória é, desde então, uma rede de comunicação completa. E foi tudo um acerto imenso. Não houve um único ano em que não tivéssemos crescido muito! Percebo que há muita sinergia entre o Folha Vitória, o que o público espera e o que o mundo está desejando. Investimos continuamente em tecnologia, em conteúdo e na integração de nossas mídias. Em 2017, o Folha Vitória completa 10 anos! E neste momento estamos em pleno processo de renovação, com modificações na home, novos conteúdos e a utilização ainda maior de vídeos e imagens, o que certamente nos trará mais audiência qualitativa e quantitativa. Fico muito honrado e feliz que Helio Dórea tenha aceitado participar de tudo isso conosco e ser parte fundamental deste sucesso e desta vitória!

7


Depoimento

Paulo H art u ng Governador

HELIO DÓREA E O

bom jornalismo

É

com muito orgulho e alegria que tenho a oportunidade de escrever sobre Helio Dórea. Um profissional que dedicou a vida ao jornalismo e acumula uma marca invejável de mais de 60 anos de colunismo, sendo 10 no formato eletrônico. Em tempos onde a boataria verbera com muita velocidade, Helio Dórea sempre utilizou o espaço de sua coluna social para fazer o bom jornalismo. As colunas escritas por ele sempre tiveram como característica a sofisticação, a variedade de assuntos e o uso de estratégias da escrita para atrair e prender a atenção dos leitores.

8

Helio é daqueles colunistas que destacam as boas iniciativas dos capixabas e do Espírito Santo, sempre preocupado em abastecer seus leitores com notas de boa qualidade e em primeira mão. Ele produz informações capazes de abrir sorrisos, provocar comentários entusiasmados, olhares desconfiados, além de informar e emocionar. Parabenizo Helio e todos os profissionais que participam e participaram destes 10 anos de sua coluna no Folha Vitória. Que vocês possam continuar contribuindo com a democracia, o acesso à informação e a pluralidade de ideias e debates, sempre com muita seriedade e respeito aos leitores.


Biografia

H e l i a D óre a

HELIO DÓREA: um resumo

H

de suas atividades

elio Dórea nasceu em Feira de Santana, Bahia. Estudou em sua cidade natal, em Salvador e depois Vitória, onde se diplomou em Odontologia. Foi diretor da União dos Estudantes da Bahia, com sede em Salvador. Foi presidente do Diretório Acadêmico da Faculdade de Odontologia e da União dos Estudantes do Espírito Santo. Ingressou no Jornalismo em 1955, atuando como colunista social no jornal “O Diário”. Em 1º de outubro de 1961, transferiu-se para o jornal “A Gazeta”, onde permaneceu até 2003, conquistando o recorde nacional de permanência de 41 anos ininterruptos num só jornal, como colunista. A convite de Carlos Lindenberg Filho foi gerente comercial do jornal “A Gazeta” durante 19 anos. Foi também diretor da “Revista Capixaba” e correspondente do jornal “Diário Carioca”. Foi criador do primeiro suplemento de jornal do país, o “Jornal Social”, que circulava aos domingos encartado no jornal “O Diário”. Em 1961, criou o suplemento dominical “O Semanário”, de grande sucesso, que circulou encartado no jornal “A Gazeta”. Também são de sua criação os suplementos especiais e as páginas de homenagens, hoje proliferados em jornais daqui e de outros estados. Durante o Governo Christiano Dias Lopes Filho exerceu o cargo de chefe do Cerimonial, criado especialmente para ele. Sua posição de jornalista sempre foi pautada pela soma de iniciativas que beneficiaram comunidades. Foi através de uma campanha encetada em sua coluna que o então reitor Alaor Queiroz de Araújo criou o curso de Comunicação Social na Universidade Federal do Espírito Santo. Foi através de outra campanha em sua coluna que

10

foi reaberto o Museu Solar Monjardim, pelo então reitor Rômulo Penina. Muitas ruas e estradas foram abertas ou asfaltadas em virtude de suas campanhas. Foi autor do livro “Gente Bacana”, que vendeu mais de mil exemplares em seu lançamento. Também é dono da HRD Comunicação e sócio de seu filho Miguel Dórea na HRD Corretora de Seguros. Helio Dórea é também recordista em títulos de cidadania. No Espírito Santo tem mais de 40. Foi condecorado pelo Governo de Minas Gerais com a importante Medalha da Inconfidência e também pela Marinha e pelo Exército Brasileiro. Foi Helio Dórea quem descobriu e promoveu a Praia das Virtudes, em Guarapari. Lançou o termo “orla”, que trouxe da Bahia e que era pouco conhecido e usado por aqui. Criou o nome “Região de Pedra Azul” para o lugar antigamente chamado de “Pedreira”. Promoveu festas de grande sucesso, como “Glamour Girl”, “Debutantes” e “Festas dos 10 Brotos”. Ele sempre foi uma locomotiva na sociedade do Espírito Santo, inclusive projetando-a lá fora. Como cidadão, é um exemplo de chefe de família. É casado com Regina Celi Dalla Brotto Dórea, com quem teve três filhos, Miguel, Helia e Helina, que lhe deram 11 netos. A eles tem dedicação muito especial. Um dos seus prazeres preferidos é viajar. Conhece o mundo todo de norte a sul, do oriente ao ocidente, e já fez mais de 30 cruzeiros, uma de suas preferências, pela América do Sul, Caribe, Mediterrâneo, Mar do Norte e Polinésia Francesa (Taiti), de Papete a Bora Bora. Atualmente escreve a coluna Helio Dórea, no jornal on-line Folha Vitória, com recorde de leitores.


Colunismo Social

O QUE É

N

ser colunista

as décadas de 40 e 50, os donos de jornais do mundo ocidental mostravam-se preocupados com o declínio editorial. Não estavam dando ibope, como se diz na gíria jornalística. Um jornal sem editorial vigoroso, é normal dizer, é como um corpo sem alma. Mas, em verdade, o corpo estava ficando sem alma, e daí surgiram os jornalistas, com uma experiência para revitalizar, sacudir, suavizar e amenizar a imprensa daquela época. Uma experiência que deu certo. O que é colunista? É aquele que escreve num estilo terra a terra, mais fácil de ler. É o que rejuvenesce jornais antigos, oferecendo-lhes uma atração indispensável, o pulsar de uma comunidade: informar, em notas soltas, é a norma desses milhares de donos de colunas espalhadas pelo mundo afora. Uma coluna deve ser leve e gostosa como um copo de limonada em tarde de verão. Precisa oferecer ao leitor o comentário preciso e sumário das notícias do dia. O colunista é o leitor comum que dispõe de um jornal para dar permanência às suas observações. Seu estilo deve ser coloquial, exprimindo reações subjetivas, como um bate-papo. Precisa o colunista dosar bom humor com crítica, alguma filosofia, tiradas inteligentes, julgamentos, observações. Mexer bem esses ingredientes e oferecer bem quente o prato do dia. As histórias que se ouvem em reuniões sociais, encontros de amigos ou as conversas de fim de tarde enchem todos os dias milhares de colunas de jornais. Esse material não era, antes do surgimento do colunismo, aproveitado pela

Foto: Bruno de Menezes

H e li o D ó re a

imprensa. Não havia lugar para ele. Se a popularidade do jornal está condicionada à preferência do público, é evidente ser o colunismo algo muito importante, pois hoje não são poucos os colunistas que impulsionam os seus jornais. Geralmente são os preferidos pelo público leitor. A filosofia do colunista deve, de preferência, ser expressa através de citações apropriadas que oferecem ao leitor as ideias que estruturam a coluna e dão movimento e perspectiva aos comentários e apreciações. Outros recursos de bom efeito no colunismo: as entrevistas de meio minuto com gente que faz notícias. Às vezes têm maior impacto popular essas declarações curtas do que as imensas explicações em entrevistas do tipo clássico. Uma coluna séria, bem dirigida e equilibrada pode prestar relevantes serviços à comunidade. Outro ponto positivo do colunismo: correção de fatos e juízos, frequentemente esquecidos, que podem tornar-se matéria de movimentação de uma coluna de jornal. As promoções de iniciativas de agrado da comunidade fazem também sucesso. Outros itens que costumam fazer boas notícias para o colunista: gente bonita, datas importantes, construções novas na cidade que mudam os hábitos de uma comunidade em determinada área, palavras inventadas, informações sobre longevidade, confissões pessoais, perguntas dirigidas ao público, cotações comerciais, lançamentos de empresas, produtos, um pouco de futebol, automobilismo, televisão, política, administração pública. Enfim, tudo isso quer dizer colunismo, o que perdura nos jornais para o bem do jornalismo.

11


Personalidade do Dia

CHRISTIANO DIAS

Lopes Filho

Personalidade do dia

19 de julho de 2015

C

onheci de perto Christiano Dias Lopes Filho, antes, durante e depois de ele ser governador do nosso Estado e, assim, posso assegurar que ele foi uma das maiores personalidades da história contemporânea do Espírito Santo. Casado com Aliete Ferreira, deixou os filhos Rubia e Christiano Neto, que herdaram dele inteligência, competência e honradez. Christiano fez tanto pelo Espírito Santo que nem um jornal inteiro daria para mostrar suas obras.

Formado em Direito

Ele foi membro da Academia Capixaba dos Novos. Foi chefe de Gabinete do governador Jones dos Santos Neves e deputado estadual. Personalidade forte, sempre foi corajoso e audacioso. Na época da Revolução de 64, um coronel do Exército tentou dar palpites em seu governo e recebeu a devida resposta, ou melhor, aquele “chega pra lá”.

Espinha de Peixe

Uma de suas inciativas que vingou foi a “Espinha de Peixe”, o projeto rodoviário ligando as rodovias federais às cidades mais próximas. Criou o Bandes. Depois veio o Fundap. Os dois trouxeram grande desenvolvimento Christiano Dias Lopes Filho com sua mulher, Aliete, e seus filhos, Rubia e Christiano Neto

12

ao Estado. Foi o primeiro governador a pensar no turismo de montanha e criou o slogan “Mar e Montanha”. Nesse setor, criou a Emcatur, Rodovia do Sol, asfaltou a estrada de Santa Teresa e ali construiu a Casa Oficial do Governo para atrair visitantes. Hoje, Casa da Cultura.

Resumindo

Criou a Copesa, Fundação Hospitalar, Fesbem, Fundação Cultural, Comdusa, Cesan e por aí... Construiu o Porto de Capuaba. O combate ao crime e à corrupção foi altamente rígido e com sucesso. Criou o cargo de chefe do Cerimonial, nomeando o titular desta coluna como o primeiro a ocupar o cargo. Ali, trabalhei ao lado de José Carlos da Fonseca, como chefe da Casa Civil, e Alceu Junior, chefe da Casa Militar. Era o trio que ficava sempre ao lado do governador. Dessa forma, pude observar de perto um governo de muito trabalho, muito progresso e honradez.


Personalidade do Dia

CAMILO

Cola

Personalidade do dia

26 de julho de 2015

M

uita audácia, raça e amor ao trabalho: lema do megaempresário Camilo Cola. Sua trajetória vitoriosa, exemplo para muitas gerações, começou com a migração dos seus avós Angelo e Catterina Cola da Itália (Verona) para o Brasil e o exemplo do seu pai, Pedro. Depois de anos de lutas homéricas, ele construiu um império econômico de projeção estadual e nacional, a partir de um simples caminhão, e que tem hoje como base a Viação Itapemirim.

Cachoeiro

Mesmo assim, nunca abandonou a região onde foi vencedor, que teve como base Cachoeiro de Itapemirim, onde reside até hoje, município que ama com fervor e onde mantém dedicação constante pelo seu desenvolvimento e pelo bem-estar do seu povo.

ao Governo Federal não foram atendidos. Não parou. Insistiu e conseguiu bens para sua região sul.

Desafios

Como deputado federal, teve o único intuito de servir à pátria e aos mais humildes. Lutou pela reforma política, pela reforma dos nossos portos, bem como por reformas que desafogassem o tráfego de veículos pesados na entrada de Cachoeiro. Lançou projetos de construção de pontes, viadutos e por aí. Enfim, cumpriu com seu dever como deputado federal e como empresário. Resumindo: o Espírito Santo muito lhe deve pelo que fez em torno do seu desenvolvimento. Bom dia, Camilo.

Camilo na política

Usando seu próprio apartamento em Brasília e seu próprio avião, Camilo Cola atuou como deputado federal com a finalidade de ter uma nova experiência e ajudar o Espírito Santo, notadamente sua cidade, Cachoeiro, e circunvizinhas. Teve decepções na Câmara dos Deputados: inúmeras emendas de ajuda ao nosso Estado não foram realizadas, e apelos

Camilo Cola e seu filho, Camilinho

13


Personalidade do Dia

GILBERTO

Michelini

Personalidade do dia

2 de agosto de 2015

Gilberto era tão ativo

No comércio do café

Gilberto Michelini foi condecorado pela presidente da República da Finlândia, Tarja Halonen, com a medalha da Ordem do Leão, a mais importante daquele país, por seus inúmeros méritos como cônsul honorário da Finlândia no Estado do Espírito Santo.

Aos 16 anos ele começou a trabalhar por vontade própria na empresa Mc Kinlay junto a seu pai, Dante. Em 1968, comprou o controle acionário da firma que pertencia a um grupo inglês, tornando-se seu presidente até o último dia da sua vida. A Mc Kinlay, durante todos esses longos anos, exportou mais de 30 milhões de sacas de café, sendo a empresa no ramo mais antiga do Brasil.

Centro do Comércio de Café

Gilberto foi por três vezes presidente do Centro do Comércio de Café de Vitória, durante as quais teve papel importante de proteção aos exportadores, inclusive dando orientações aos presidentes do Instituto Brasileiro do Café (IBC), que beneficiaram de uma forma justa os exportadores capixabas de modo geral. Foi presidente do Sindicato Atacadista do Café do Espírito Santo em mais de um período.

14

Uma família bem constituída: Diva e Gilberto com Andrea Paula e Franco Bortoluzzi e o neto, Gilbertinho

que criou também o Banco de Olhos do Espírito Santo e o Clube de Xadrez do Espírito Santo. Aliás, ele mesmo foi campeão estadual e nacional de xadrez. Também cedeu grande área que tinha no final de Camburi para que a municipalidade pudesse construir a Avenida Dante Michelini e também criar acesso às usinas de pelotização. Teve uma vida realmente marcante, e sua passagem por aqui é inesquecível.

Ordem do Leão

A Medalha do Leão

foi entregue pessoalmente a Gilberto pelo então embaixador da Finlândia no Brasil, Jari Luoto. Ele foi nomeado cônsul da Finlândia em 1971 e representou aquele país anos depois de sua aposentadoria. Hoje, o Estado é representado pelo Consulado-Geral no Rio. Gilberto, um cidadão que faz falta entre nós. Foto: Bruno de Menezes

O

destaque da semana na Coluna HD é Gilberto Michelini, empresário de grande sucesso, ligado à exportação de café. Ele já não está entre nós, entretanto nos deixou o agradável convívio da sua mulher, Diva; da sua filha, Andrea Paula; do neto, Gilbertinho, e do genro, Franco Bortoluzzi. Foi o maior anfitrião do Espírito Santo e sua atuação como cônsul da Finlândia foi tão positiva que o embaixador daquele país prorrogou por anos sua gestão.


Personalidade do Dia

ARTHUR CARLOS

Gerhardt Santos Personalidade do dia

9 de agosto de 2015

O

escolhido como Personalidade do Dia hoje é o ex-governador Arthur Carlos Gerhardt Santos. Ele nasceria nas alturas de Campinho, sede do município de Domingos Martins, mas naquela cidade não havia hospital e, assim, ele veio nascer em Vitória. Sua brilhante carreira profissional começou como diretor do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem, no governo de Christiano Dias Lopes Filho. Nesse mesmo governo, assumiu o comando da Codes-Cred e depois do Bandes, que é o nosso Banco de Desenvolvimento. Foi governador do nosso Estado com uma administração altamente positiva.

também em Comunicação, em Maryland, também nos EUA. Baseado em seu curso, foi professor catedrático de Mecânica de Fluidos-Hidráulica do Centro Tecnológico da Ufes. Seu currículo é invejável.

Arthur Carlos,

Eliezer Batista,

também chamado de Tusoca pelos amigos íntimos sempre teve suas atenções voltadas para a indústria e chegou a presidir a Realcafé e a Companhia Siderúrgica de Tubarão, hoje ArcelorMittal. Seu prestígio é internacional. Em viagem que fiz ao Japão, tive a honra de participar de um jantar em sua homenagem, em Tóquio, oferecido por um grupo de empresários japoneses de alto destaque.

Identificação

Arthur Carlos é formado em Engenharia Civil pela Escola Nacional de Engenharia da Universidade do Brasil (Rio). É também diplomado em Administração para Projetos de Desenvolvimento, em Pittsburgh, nos Estados Unidos, e

Segunda Ponte

Vale citar que Arthur Carlos, como governador, projetou e iniciou a construção da Ponte do Príncipe, mais conhecida como Segunda Ponte. Vale citar também que o megaempresário Erling Lorentzen, fundador da Aracruz Celulose, hoje Fibria, falou: “Arthur é, sem dúvida, uma das pessoas mais corretas que conheci”.

outro nome de destaque como personalidade nacional, também fez uma declaração em torno de Arthur Carlos: “O engenheiro Arthur Carlos Gerhardt Santos é um marco na história econômica do Espírito Santo”.

Finalizando

Tusoca é casado com Maria Clementina (Memente) e tem os filhos Luciana, Cristina, Alexandre e Arthur Filho. Outro detalhe: sempre foi apaixonado por cinema, inclusive escreveu durante muitos anos uma coluna sobre cinema nos jornais de Vitória com pseudônimo de Clouzot, que foi um grande diretor do cinema francês. O cara foi bom em tudo e tem mais uma virtude: é tricolor de coração.

15


Personalidade do Dia

AMÉRICO

Menezes Junior Personalidade do dia

16 de agosto de 2015

H

oje, a Personalidade do Dia é o professor Américo Menezes Junior, homem de fé e coragem. Nasceu em 1917, na Fazenda Panorama, em Itaguaçu. Teve infância livre, com pés no chão, correndo atrás de passarinhos e comendo rapadura. Depois, veio estudar em Vitória, onde formou-se em Direito. Além de advogado, foi aprovado com louvor como catedrático da língua portuguesa. Em dezembro de 1942, casou-se com Ilza Couto Prado e teve três filhos: Luiz Carlos, Rogerio e Maria do Carmo. Hoje, está à frente de uma família de nove netos e 11 bisnetos.

O francês do Américo

Nunca desistiu perante obstáculos e aceitou, por extrema necessidade, lecionar francês, sem nunca ter cursado essa matéria. Porém, com a ajuda de Deus, um amigo lhe procurou solicitando trocar a disciplina e assumir o francês, ficando a geografia para Américo. Que maravilha. Era tudo de que ele precisava.

Vencendo as batalhas

Os tempos mais difíceis foram passando e em 1952 foi nomeado procurador federal. Seus lemas foram e sempre serão: “a verdade existe”, “a verdade é o bem” e “a verdade é Deus”. Em 1970, como procurador, foi convidado para ser assessor do ministro do Trabalho em Brasília, onde permaneceu por dois anos. Em 1972, aposentou-se como procurador federal, mas permaneceu como membro do Conselho Estadual de Educação do Estado do Espírito Santo.

Américo escritor

Entre um trabalho e outro, ele escreveu quatro livros: “Brasil subeducação e subdesenvolvimento”, “Pais permissivos filhos problemas”, “Educação nacional – formação do caráter” e “Aquicultura na prática”. Com saudades do campo, em 1973, comprou um sítio em Marechal Floriano onde realizou mais um sonho: foi o pioneiro na criação de tilápias em cativeiro.

15 anos nas montanhas

Durante 15 anos aproveitou o ar da montanha, onde reunia toda a família na sua casinha bucólica com muita alegria e descontração. Hoje, com 98 anos, continua a sonhar e a realizar. Comprou uma chácara mais próxima de Vitória e voltou a criar tilápias. Esse é o Américo de que todos nós gostamos e admiramos. A família bacana: Américo e Ilza com os filhos, Luiz Carlos, Maria do Carmo e Rogerio 16


Personalidade do Dia

PERGENTINO

Vasconcellos Personalidade do dia

23 de agosto de 2015

T

ive a honra de conhecer pessoalmente Pergentino Vasconcellos, fazer amizade com ele e acompanhar, mesmo de longe, a bela trajetória da sua vida, uma vida que orgulha o Espírito Santo. Evidente que para chegar onde chegou, ele teve que remar muito contra a correnteza, mas sempre vitorioso, proporcionando orgulho e felicidade para sua querida mulher, Ilária, e para seus filhos, Maria José, José Fioravante (in memoriam) e Pergentino Junior. Ele é de Colatina e a Personalidade do Dia desta coluna.

O rio sempre corre para o mar,

Na imprensa

Em 1952, iniciou participação na administração do jornal Folha do Norte, que pertencia ao deputado federal Oswaldo Zanello. No ano de 1958 foi eleito vereador e depois, em 1962, foi eleito vice-prefeito na chapa de Honório Fraga, assumindo várias vezes o comando do município. Em 1966, deu um pulo mais alto, criando a Fundação Gildásio Amado, mantenedora da Faculdade de Direito, primeira escola de nível superior do interior do Estado. Em 1971, realizou mais um grande sonho, diplomando-se em Direito, e no exame para a OAB-ES ficou em primeiro lugar.

mas, no caso de Pergentino, essa regra foi quebrada. Antes, o ensino saía da capital para o interior. Agora, a gente vê uma Escola de Direito tornar-se uma autêntica universidade, como a Unesc, vir do interior capixaba (Colatina) e chegar vitoriosamente à Grande Vitória, como podemos constatar em Jacaraípe.

A grande Unesc

Foi até servente

Bênção do Papa

De servente e auxiliar de disciplina, quando estudava, a reitor de uma valorosa universidade. Em 1948, diplomou-se em Contabilidade e atuou como bancário. Também nesse ano ganhou a sorte grande ao se casar com Ilária. Em seguida, montou seu escritório de Contabilidade e Representações Comerciais, também em Colatina.

Pergentino não parava e, com aquele fôlego, visando sempre à cultura, assumiu em 1977 o comando da Unesc, que é a União de Escolas de Ensino Superior Capixaba, hoje com 20 cursos distintos e mais de 4 mil alunos. Seu atual reitor é Pergentino Junior.

Pergentino e sua querida Ilária receberam a Bênção Apostólica do Papa João Paulo II por ocasião de suas Bodas de Ouro, em julho de 1999. Com seu lado humanitário sempre ativo, criou a Casa do Menino de Colatina, à qual se dedicou com carinho. Este é um resumo da trajetória da vida de um homem de bem.

17


Personalidade do Dia

LUIZ

Buaiz

Personalidade do dia

30 de agosto de 2015

C

onheci Luiz Buaiz há mais de 50 anos e assim posso afirmar que ele sempre foi e é um médico decididamente humanitário. Isso fez e faz com que seja admirado e respeitado por todos que vivem nesta terra abençoada pelo Espírito Santo. Aliás, sobre ele tem uma frase inesquecível do ex-governador Élcio Alvares, um dos seus grandes amigos: “Luiz Buaiz é um poema de vida”. Diplomado em Medicina em 21 de dezembro de 1946, Luiz tem a profissão como um apostolado.

Uma santa casa

Luiz Buaiz,

Palavras de Mequinho

a personalidade de hoje desta coluna, nasceu em 29 de agosto de 1921, filho de Maria e Alexandre Buaiz. Tem como irmãos Lair, Lourdes, Benjamin, José e Américo e como filhos Alexandre e Luciana. Apesar de nascer em berço dourado, a simplicidade sempre foi sua característica, com aquele prazer de servir sem pensar em si. Com os filhos, Alexandre e Luciana

18

Com aquela boa vontade de sempre, Luiz foi provedor da Santa Casa de Misericórdia durante 14 anos. Sobre isso disse o seu colega Michel Assbu, nefrologista de alto nível: “Quando Luiz assumiu o comando da Santa Casa, ela era considerada um depósito de doentes”. Ele recuperou totalmente aquele hospital, tanto na estrutura física quanto no atendimento, onde pobres e ricos tinham o mesmo tratamento. É a cara do Luiz Buaiz.

Certa vez em papo com amigos, Américo Buaiz, sobrinho de Luiz, contou para os amigos um caso interessante: a Receita Federal, vendo o consultório de Luiz sempre lotado, o convocou para esclarecer sobre a não declaração de renda. Ele se defendeu com aquela tranquilidade de sempre: “Porque não tenho arrecadação”. E para encerrar o papo de hoje tem mais uma. Um amigo frisou para ele: “Luiz, você é um patrimônio da cidade”. Com aquele espírito brincalhão, ele respondeu rápido: “Só não quero ser tombado”.


Personalidade do Dia

RONALDO

Barbosa Personalidade do dia

6 de setembro de 2015

A

os 13 anos, ele começou a frequentar o ateliê do artista Raphael Samu, seu grande e generoso mestre, com quem teve aulas até os 18 anos e que o levou aos primeiros festivais de inverno de Ouro Preto, Minas Gerais. Estou falando do designer Ronaldo Barbosa. Sua primeira exposição individual aconteceu na Aliança Francesa de Vitória no centro da cidade, inaugurando aquele espaço para exposições de arte. A curadoria foi de Samu. Em 1970, foi para o Rio estudar na primeira escola “universidade” de Design do país. Teve aulas com Zuenir Ventura, Aloisio Magalhães, Frederico de Moraes, Decio Pignatari e por aí.

Regressando a Vitória,

ele foi dar aulas na Ufes, onde ajudou a criar o curso de Arquitetura e também o de Desenho Industrial. Foi o primeiro designer do Estado graduado em ESD. Lecionou durante 27 anos, quando recebeu como homenagem dos corpos docente e discente o prêmio que leva seu nome para laurear os melhores trabalhos de designer acadêmico.

Em Los Angeles

Depois de exposições coletivas e individuais no Brasil, Ronaldo foi viver em Los Angeles, onde trabalhou de 1986 a 1999 e teve altas ligações com a Davis Long Gallery. Voltando ao nosso país, criou o Studio Ronaldo Barbosa, que funciona plenamente até hoje e onde faz Ronaldo entre Ana Coeli Piovesan, Rita Garajau e Rita Tristão

trabalhos de branding empresarial, projetos de museu, design de exposições e marcas, como as da Rede e TV Gazeta, Cesan, Banestes, Rodosol, Coimex, entre outras.

Diretor de Arte

Em 2005, foi designer e diretor de Arte do Espaço Brasil, projeto do Governo Federal para o ano do Brasil na França. Esse projeto foi realizado no Carreau du Temple em Marais, Paris. Incansável quando se trata de arte, Ronaldo realizou trabalhos para o Museu da Liturgia de Tiradentes e Museu da Cachaça de Salinas. Reconhecendo seu valor profissional, a Vale, antiga Companhia Vale do Rio Doce, o convidou para dirigir o Museu Vale, onde desempenha brilhante trabalho enriquecendo o mundo cultural-artístico do Espírito Santo.

Casa do Compadre

Se tudo isso fosse o bastante, Ronaldo criou recentemente a Casa do Compadre, que, segundo ele, “é uma pequena caixa de objetos com um olhar curatorial, um lugar destinado a promover encontros afortunados, aqueles que você não espera e te deixam feliz, exatamente o conceito da palavra serendipity”. Esse é o Ronaldo bacana de sempre.

19


Personalidade do Dia

AYLMER

Chieppe

Personalidade do dia

13 de setembro de 2015

A

ylmer Chieppe é sinônimo de trabalho, honradez e determinação. Conheço bem este cidadão, que começou sua trajetória profissional como motorista e cobrador de um ônibus Chevrolet 1942, revezando com os irmãos, também valorosos, Vallecio e Wander. Hoje, com o reforço dos outros irmãos, Nilton e Wagner, é o presidente do Conselho de Acionistas do Grupo Águia Branca, considerado um dos 150 mais poderosos do país, de acordo com a revista Forbes.

Colatina - Alto Rio Novo

Os três irmãos começaram a atuar no transporte de passageiros na linha de 100 quilômetros entre Colatina e Alto Rio Novo, enfrentando buracos, lamas ou poeira. À proporção que Colatina progredia na produção de café, eles seguiam o mesmo caminho. Esse município chegou a ser o maior produtor de café do país.

Muita sorte

Aylmer ganhou a sorte grande ao se casar com Luiza, seu amor, sua amiga, sua companheira de todos os momentos. Com ela, ganhou os filhos Kessia, Kaumer, Riguel e Kellen, que já nos deixou. Eles seguiram o caminho do pai, trabalhando, mesmo porque o lema do Aylmer sempre foi trabalhar e trabalhar. Ele nasceu em Colatina no dia 16 de março de 1936 e já ganhou os netos Aylmer, Julia, Nelson, Luiza, Felipe, Arthur e Lara.

20

Luiza e Aylmer entre os filhos, Riguel, Kessia e Kaumer

Títulos e muitas homenagens

Além dos títulos de cidadania, Aylmer Chieppe dá nome à primeira unidade capixaba Sest/Senat inaugurada no Espírito Santo, precisamente em Cariacica. A biblioteca da Confederação Nacional dos Transportes (CNT) também tem seu nome. Participou da fundação de vários órgãos de âmbito nacional, como a Associação Nacional das Empresas de Transportes Intermunicipais. Foi o primeiro presidente da Abrat, Setpes e por aí...

Chegando aos 70

Em 2016, o Grupo Águia Branca completará 70 anos e em ligeiro papo que tive com Aylmer ele falou que não imaginava chegar tão longe. O resultado disso foi seguir os ditames de seu pai, Carlos: respeitar os colaboradores, as autoridades, os fornecedores e os clientes, obedecer às leis e, o principal, cumprir o que se fala.


Personalidade do Dia

ÉLCIO

Alvares Personalidade do dia

20 de setembro de 2015

P

rofessor, jornalista, advogado, deputado federal, governador, senador, líder do Governo Federal, líder do Governo Estadual e, hoje, diretor do Banestes, setor de seguros. É por isso que o chamo de “Foi tudo”. Conheço bem ele. Nossa amizade passou dos 50 anos, está de cabelos brancos, porém com toda energia. Foi até meu padrinho de casamento. Orador fora de série, escreve como poucos.

Estou falando de Élcio Alvares,

filho de Maria e Ulisses, marido de Irene, pai de Alexandre e Élcio, irmão de Vera Lucia, avô de Bruno, Manoela, Juliana, Elcinho e Maria Julia e bisavô de Lucas, Luísa e Rebeca. Ufa... Além disso, amigo e parceiro de Solange Resende, com quem está retornando com força total à advocacia. Ele sempre foi bom nisso e voltará a ser.

Marco histórico

Élcio teve a primazia de ter sido o primeiro cidadão civil a ser ministro da Defesa. Era gente de confiança do presidente e estadista Fernando Henrique Cardoso. Como jornalista, dirigiu a revista Vida Capixaba, escreveu inúmeros artigos e foi meu parceiro na criação do Jornal Social, que circulou na década de 50. Quando pela primeira vez candidatou-se a deputado federal, enveredei com ele pelo interior de norte a sul em busca de votos. Ele tinha muita energia e determinação. Chegada ao Palácio Anchieta após sua posse como governador 22

Entre Vila Velha e Vitória

Vila Velha tem historicamente um inigualável símbolo, admirado pelo país e pelo mundo afora, que é o Convento da Penha. Vila Velha e Vitória têm um marco umbilical e desenvolvimentista, que é a chamada Terceira Ponte, obra que surgiu da sua cabeça inteligente. Foi ele o pai dessa espetacular ponte que serve e orgulha a todos nós capixabas. É de sua autoria a maior obra civil do nosso Estado.

A volta do filho pródigo

Atualmente, preside a Banestes Seguros e novamente cuida do seu escritório de advocacia, contando com profissionais especializados em várias áreas do Direito. Disse ele à Coluna HD: “Meu projeto é, dentre muito breve, cuidar exclusivamente da advocacia”. Este sim, pode-se dizer, é o cara.


Personalidade do Dia

JOSÉ EUGÊNIO

Vieira Personalidade do dia

27 de setembro de 2015

H

oje estou apresentando como Personalidade do Dia uma figura amiga, simples, possuidora de um currículo invejável, de imenso e admirável número de serviços prestados ao Espírito Santo. Estou falando de José Eugênio Vieira, atual superintendente do Sebrae, com mais de 50 anos de trabalho em favor do nosso Estado. Sua notável liderança e capacidade de articulação institucional são fora de série.

Bacharel em Economia

e também pós-graduado em Planejamento Agrícola pela Fundação Getulio Vargas do Rio de Janeiro e pelo Instituto Agronômico de Montpellier, na França. Em 1979, participou de importante residência no Ministério da Agricultura em Paris. Na prefeitura de Vitória foi assessor, chefe de Gabinete, coordenador de Governo e administrador regional.

Participação ativa

Atuou também em importantes instituições de fomento, como o Bandes e a Caixa Econômica. Entretanto foi no Governo Estadual que teve sua participação mais ativa, consolidando-se como um dos mais reconhecidos gestores públicos do Espírito Santo. Esteve à frente de 15 secretarias, com destaque para Administração em Recursos Humanos, Educação e Cultura, Casa Civil, Fazenda, Agricultura, Educação e Esportes e Articulação com os municípios.

José Eugênio

foi eleito presidente por duas vezes e também interventor do Conselho Regional de Economia, presidente e membro do Conselho de Administração do Banestes, membro do Conselho de Administração do Bandes e também do Instituto Histórico e Geográfico do Espírito Santo. Destacou-se como diretor de Atendimento do Sebrae/ES, até assumir a Superintendência na atual gestão. Publicou 12 livros sobre temas relacionado à história administrativa, política e econômica de municípios capixabas, além de finanças públicas e heranças familiares. Seu último livro é uma autobiografia com o título “E agora, José?”.

Bom até de música

Depois de saber que José Eugênio escreveu mais de 10 livros, descobri também que ele é bom de acordeão e nas horas vagas curte bastante esse instrumento em sua residência. Aliás, ele já deu até concerto de acordeão quando garoto, ao lado das irmãs Elzira e Marina.

Para finalizar esta apresentação,

é bom frisar com ênfase como é bom ser amigo de gente especial como José Eugênio. Além de ser uma pessoa amável e simples, ele sabe de história como poucos, e em papo com ele fiquei sabendo de muitos fatos marcantes do nosso Estado. É gente bacana.

23


Personalidade do Dia

JAIR

Coser Personalidade do dia

4 de outubro de 2015

O

escolhido de hoje para a Personalidade do Dia é o maior exportador de café do Brasil, e obviamente do mundo. Estou falando de Jair Coser, um amigo desde a década de 50. Na época, ele possuía uma grande vontade de vencer, era viciado em trabalho e sabia cultivar as amizades. Quando solteiros, frequentamos muitas festas juntos e fomos inúmeras vezes convidados para figurar nos júris para escolher as misses das cidades e do Espírito Santo. Hoje, somos parceiros do Copacabana Palace, Plaza Athenèe e por aí. Um amigo que vale ouro.

Ele nasceu em Itaguaçu,

filho de Olivia e Egydio Coser e irmão de Tarcilia, Arlindo, Otacílio, Layrton, Gercino e Zuca. Veio para Vitória já atuando no mundo do café em parceria com os irmãos e depois passou a trabalhar solo, alcançando a posição máxima no importante setor da vida econômica do Espírito Santo.

Atividades

Jair Coser atua há 57 anos como exportador de café e há 38 como produtor em suas fazendas no Espírito Santo, Minas e Bahia. Também atua como pecuarista e é criador de gado, principalmente da raça nelore. Atualmente é presidente da Unicafé Cia de Comércio Exterior, completando 46 anos, e exportou nesse período, nada mais nada menos que 80

24

milhões de sacas de café, no valor de 10.640 bilhões de dólares, número jamais alcançado por qualquer outra empresa durante 280 anos de café no Brasil.

Presidente do CCCV

Ele foi presidente do Centro do Comércio de Café de Vitória por duas gestões; do Sindicato de Café do Espírito Santo, também em duas gestões; do Centro do Comércio de Café do Rio de Janeiro, e da Federação Brasileira dos Exportadores de Café. Seus negócios abrangem Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Bahia, com extensões em países da América do Norte, Europa e Ásia.

Homenagens

Já foi homenageado com as comendas Carlos Monteiro Lindenberg; Ordem do Mérito Loren Reno; Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho, em Brasília; Cidadão Guanduense; Cidadão Gabrielense, e Mérito Empresarial Manhumirim, em Minas Gerais.

A família

Jair Coser, gente de bom gosto, casou-se com a bonita Mariza Ramalhete e com ela ganhou a filha Andrea e a neta Tatiana. Aliás, como frisou para o titular desta coluna, sua família é sua maior fortuna. Este é o resumo de um cidadão vencedor, que orgulha o Espírito Santo lá fora.


Personalidade do Dia

HERMÍNIA MARIA

Silveira Azoury Personalidade do dia

11 de outubro de 2015

P

ela primeira vez uma mulher é a Personalidade do Dia, e o titular desta coluna tem o prazer e a honra de falar sobre Hermínia Maria Silveira Azoury, juíza de Direito que despontou como heroína e vitoriosa combatente contra o crime de abandono intelectual. Quando atuava na Câmara da Serra derrotou a evasão escolar quando, de 17%, ela quase a zerou, para 0,9%. Depois disso, continuando sua luta em favor do bem, instalou a 1ª Vara Especializada em Violência Doméstica.

Menina de Boa Nova

Hermínia Azoury nasceu em Boa Nova, na Bahia, filha de Iracy e Landoaldo Magalhães Silveira, é casada com Erasb Azoury e tem os filhos Sarah, casada com Rodrigo Oss, e Fabricio, com Thais, que lhes deram os netos Levi e Gabriel. Uma família bem constituída e abençoada, mesmo porque ela é uma serva de Deus e segue os caminhos que Ele mostrou.

Lutadora homérica

Hermínia, depois de graduada em Direito, foi também professora, defensora pública e entrou para a magistratura em 1994. Nesse ano, também recebeu a justa homenagem com o título de Cidadã Espírito-Santense. Depois da vitória contra a evasão escolar, vencendo o crime de abandono intelectual, ela partiu com toda garra para outro front, tão importante quanto, que é o combate à violência doméstica. Para

isso instalou a 1ª Vara Especial, a segunda no gênero no Brasil.

Botão do Pânico

Na guerra contra a violência doméstica e familiar, ela enfrentou uma barreira na Lei Maria da Penha, que, não obstante ser uma das melhores do mundo, não havia previsão legal para a fiscalização das medidas protetivas, o que a levou a criar um dispositivo eletrônico para suprir essa lacuna, que é o Botão do Pânico. Daí surgiu um plano piloto com a Prefeitura de Vitória visando ao socorro às agredidas. Em torno disso, Hermínia recebeu do Tribunal da Justiça o Prêmio Innovare, cuja entrega do diploma aconteceu no Supremo Tribunal Federal.

A luta continua

Esse foi um pequeno histórico de uma grande mulher. Ela continua atuando em várias frentes e ainda tem tempo para atuar como poetisa e musicista, sempre se referindo ao seu magnífico trabalho, como o pequeno trecho de uma poesia que publico adiante.

Assim é a mulher

“Empreendedora, destemida e forte como um cordel que nem a morte tira-lhe a frugalidade e o vigor, porque há nela um valor profundo, que nem mesmo os embates desse mundo podem lhe apagar o amor...”. Essa é uma das muitas obras de Hermínia, mulher com M maiúsculo.

25


Personalidade do Dia

AMERICO

Buaiz Personalidade do dia

18 de outubro de 2015

H

oje, trago um cidadão que foi uma das maiores personalidades da história contemporânea do Espírito Santo. Estou falando de Americo Buaiz, a quem o Estado muito deve. Mesmo sem exercer cargo público-político, foi um dos grandes responsáveis pelo desenvolvimento do Estado. Filho de Maria e Alexandre, foi casado com Arlete Zorzanelli, uma das mais expressivas mulheres da sociedade capixaba, e tiveram os filhos José Roberto, Americo, Cristina, Angela, Alexandre e Carlos Augusto.

O Americo que conheci,

e tive a honra de constar no rol dos seus amigos, era um líder nato, querido e respeitado pelo empresariado capixaba. Um cidadão elegante, inteligente e de atitudes firmes. Foi mais que um empresário bem-sucedido, um idealista que ajudou a formar o Espírito Santo onde hoje vivemos, exemplo de prosperidade.

Empreendedor

Em 1946, ele constituiu a Buaiz S/A Indústria e Comércio, que absorveu a empresa do pai, e começou a abrir novas indústrias, inaugurando em 1956 o Moinho Buaiz, que orgulha a economia capixaba. Outras empresas surgiram, como a Buaiz Alimentos, a Star Construções até chegar ao Shopping Vitória, que é o mais importante centro comercial do Estado e querido por todos.

Espírito de liderança

Em 1954, Americo reuniu um grupo de

26

comerciantes e formou os primeiros sindicatos, daí surgiu a Federação do Comércio (Fecomércio). Quatro anos depois, fundou a Federação das Indústrias (Findes). Criou a Câmara de Comércio Americana, entre outras instituições no gênero. Dirigiu o Sesc, Senac, Sesi e Senai e foi membro da Confederação Nacional da Indústria, diretor do Conselho Rodoviário do Espírito Santo e por aí...

Homenagens

Seus méritos foram tantos que, mais tarde, depois que nos deixou, foi criada a Comenda do Mérito Empresarial Americo Buaiz, para homenagear em nosso Estado pessoas de grande destaque.

Comunicação

Um dos seus pontos fortes era saber comunicar e, com o auxílio de seu filho, também Americo, ele criou a Rede Vitória, que hoje compreende televisão, rádio e este jornal, do qual tenho a honra de ser um dos parceiros.

Amizade

Tive a honra de ser considerado um de seus amigos. Inclusive, ele e Arlete foram meus padrinhos de casamento. Nos últimos anos de sua vida éramos vizinhos na orla de Camburi e em nossos encontros ele sempre demonstrava desejo que eu fosse atuar na Rede Vitória. Não deu outra: hoje estou como colunista no jornal Folha Vitória, atuando ao lado de um Americo, que é o nosso Mequinho. Cópia fiel de seu pai.


Personalidade do Dia

GERSON

Camata Personalidade do dia

25 de outubro de 2015

J

ulia e Higino Camata deram um valioso presente ao Espírito Santo. Estou falando de Gerson Camata, marido de Rita e pai de Enza Rafaela e Bruno David. Ele nasceu em 29 de junho de 1941, em São José de Viçosa, distrito de Castelo. Seus primeiros anos foram em Marilândia, onde fez os cursos primário e secundário. De lá foi para Colatina, onde, com seu vozeirão, ganhou o primeiro emprego na Rádio Difusora. Daí um pulo até Vitória, onde atuou na rádio Vitória, dos Diários e Emissoras Associados.

Foi tudo na política

Uma pessoa que sabe comunicar e é bom de papo, foi vereador em Vitória, deputado estadual, duas vezes deputado federal e uma vez governador do Estado. Depois, senador em três mandatos. É campeoníssimo em eleição, nunca perdeu uma. Em sua passagem por esses cargos prestou relevantes serviços à nossa terra, que muito lhe deve.

Ditadura comunista

Quando entrevistei ligeiramente o nosso Camata, de mil e uma realizações em torno do desenvolvimento do Estado, ele fez a seguinte e importante declaração: “Liderei junto com Tancredo, Ulisses, Montoro e Brizola a campanha das Diretas Já. Lutamos pela democracia, que foi restabelecida sem um só tiro. Muitos que se dizem democratas, como a Dilma Rousseff, estavam de fuzil na mão tentando implantar em nosso país uma ditadura comunista”.

Nova República

Na luta pela democracia, a verdadeira luta pela democracia, o Espírito Santo teve grande projeção nacional quando Camata era governador, para lançar a Nova República.

O homem e seu tempo

Gerson Camata foi o primeiro governador eleito após o regime militar. Seu trabalho em torno do progresso rural do nosso Estado foi admirável. Ele conseguiu fazer com que a Grande Vitória descobrisse o Espírito Santo num todo, com estradas, telefonia, eletrificação, saúde e por aí...

Trabalho intenso

Como governador, deu continuidade à construção da Terceira Ponte, reurbanizou Camburi e a orla da Praia do Canto, o Parque do Tancredão, o aterro de Santo Antônio, a Rodovia Darly Santos, o Sambão do Povo, fez a urbanização da Grande São Pedro e de Itaenga, duplicou a rodovia do Aeroporto de Vitória e deixou pronto o Sistema Transcol e tantas obras mais.

Muita categoria

Como afirmei, Camata foi o único que conseguiu ser senador em três mandatos seguidos. Juntando a essa proeza, ele teve nada mais nada menos que 44 anos de mandatos. Camata é isso aí, em resumo. Um político que soube honrar a confiança dos capixabas.

27


Personalidade do Dia

SEVERINO

Matias Personalidade do dia

1º de novembro de 2015

E

le já nos deixou, mas sua passagem entre nós o marcou como empresário destemido, inteligente e humano. Estou falando de Severino Matias, o Severino da Itapuã, como ficou conhecido em nosso Estado. De uma simples sapataria ele soube, com muita raça e dedicação, criar uma grande indústria em Cachoeiro e uma rede de lojas de sapatos espalhada pelo Espírito Santo e além divisas.

Severino nasceu em Surubim,

em Pernambuco, filho de Maria Regina e José Matias. Aos 10 anos, largou a escola para ajudar o pai na pequena fazenda da família. Com seu espírito desbravador, deixou Surubim e foi trabalhar em Recife, na busca de melhores horizontes.

Em Feira de Santana

Não satisfeito com os resultados na capital pernambucana, ele desceu para a Bahia e estacionou em Feira de Santana, onde atuou como caixeiro-viajante. Fazia compras às segundas-feiras, dia de grande movimento comercial naquela cidade e seguia de caminhão para fazer as vendas em outras cidades menores. Sempre seguindo os seus princípios de dedicação, honestidade, profissionalismo e simplicidade.

Na fábrica de Sabão Dórea

Severino era cliente do meu pai, Miguel Dórea, em sua fábrica de sabão, na época chamada de

28

Sabão Massa. Ele comprava caixas de sabão numa segunda-feira e fazia o pagamento na outra segunda-feira, como acontecia com outros caixeiros-viajantes e comerciantes na própria cidade. As compras e os valores eram anotados em uma caderneta do meu pai. Foi aí que conheci Severino Pernambucano, como a gente o chamava.

Em Cachoeiro

Passados os anos, aconteceu um encontro bacana em um Baile da Cidade, no Caçadores Carnavalescos Clube, na década de 50. Nós dois, como surpresa bem agradável, nos encontramos e, como não poderia deixar de ser, comemoramos no melhor estilo.

Bem-sucedido

Na década de 50, Severino já se apresentava como industrial bem-sucedido. Sua fábrica crescia dia a dia. Depois ele partiu para a abertura de uma rede de lojas de calçados, dominando o comércio no gênero em todo o Estado.

O melhor estava por vir

Como sempre foi um figurão de sorte, daí ele conhece uma jovem que morava em frente à sua fábrica e que se chamava Conceição, filha de Dona Adelina. Aí se apaixonou. No primeiro encontro ele mesmo disse aos amigos: “Quase tive um enfarto. Meu coração disparou”. Casaram-se e Conceição lhe deu três filhas, Suely, Sandra e Cintia, e ele passou a amar quatro mulheres de uma só vez.


Personalidade do Dia

JÔNICE

Tristão Personalidade do dia

8 de novembro de 2015

E

m 1º de fevereiro de 1930, nasceu em Afonso Claudio um cidadão que mais tarde tornou-se uma das maiores personalidades da história empresarial e social do Espírito Santo. Estou falando de Jônice Tristão, um presente de alto valor que Eunice e José Ribeiro Tristão deram ao nosso Estado.

O amigo Jônice

Conheci Jônice e sua querida Ilza quando moravam em Afonso Cláudio. Ele, como presidente do Clube Canaã, me convidou para presidir o júri que escolheria, em festa, a nova Miss Afonso Cláudio. Fui ali com meu amigo Jair Coser, a bordo do seu reluzente Thunderbird. Daí nasceu a amizade Helio/Jônice, que permanece até hoje.

O amor de Ilza

Como todo homem inteligente e de sorte, também soube escolher a mulher que seria o grande amor de sua vida, companheira de todas as horas e que lhe deu mais uma fortuna: os filhos Sergio, Ronaldo, Ricardo e Patricia. Mais tarde, eles passaram a atuar ao lado do pai, cada um no seu setor, com muita competência, no Grupo Tristão, que por sinal completou 80 anos.

Nova missão

Com seu espírito sempre aceso e empreendedor, em 1967, Jônice partiu para nova e vitoriosa empreitada, que foi a construção da fábrica de café solúvel Realcafé, uma das maiores do país, hoje

presidida pelo seu filho Sergio, ao lado de sua irmã, Patricia. Mais uma vez o destino me aproximou de Jônice: ele me contratou por três meses para criar e dirigir o cerimonial de inauguração da fábrica.

Grande exportador

Evidente que antes da fábrica, Jônice já era um dos maiores exportadores de café do país. Ele e Ilza mudaram-se para Vitória em 1959, onde moraram numa casa alugada à Dona Zindoca Feu Rosa. Mais tarde, depois de galgar altos degraus, construiu belíssima casa na Praia do Canto, projeto do arquiteto Zanine.

Na Aldeia

O bom gosto do casal não parou por aí: construíram uma casa de praia na Aldeia e adquiriram um apartamento de alto nível em Londres, onde vai duas ou três vezes por ano para tratar de negócios ligados ao café. O homem ainda não tinha aprendido o que era parar.

Grandes empresas

Com seu espírito empreendedor e cada dia mais ativo, ele abriu em Londres a empresa Tristão UK Limited-TUK, exatamente em 1978. Em seguida foram fundadas a Tristão Trading Inc TTI e filial Nova York. Se tudo isso fosse pouco, em 1985 construiu no lugar mais belo da região de Pedra Azul a Pousada Pedra Azul, onde são realizados acontecimentos de real destaque do mundo empresarial e social do Estado.

29


Personalidade do Dia

TELMA

Ayres Personalidade do dia

15 de novembro de 2015

“A

Afecc é minha vida.” Quem disse isso foi a abnegada Telma Ayres, aquela que tem o coração maior que o Penedo, de tanta bondade. Ela começou a atuar na Afecc, que é a Associação Feminina de Educação e Combate ao Câncer, em 1964, como voluntária, ao lado da inesquecível figura de Ylza Bianco. Cada dia mais apaixonada pela causa, entrou de corpo e alma na construção do abrigo Santa Rita e participou das campanhas de arrecadação de recursos para esse fim.

Sócia da Afecc

Em 1970, foi convidada para ser sócia da Afecc. Três anos depois, foi eleita vice-presidente. Disse ela: “Fiquei assustada, mas passei a acompanhar de perto todas as iniciativas da entidade. O Hospital Santa Rita de Cássia, inaugurado em 1970 pela Afecc, está indo bem”. Em 1983, Ylza Bianco faleceu, e Telma assumiu a presidência, onde está até hoje.

Dedicação total

Na condição de líder, já com os filhos crescidos, ela se dedicou mais ainda às iniciativas. “A vontade de lutar pelas finalidades da nossa Afecc aumentava dia a dia e não vou parar nunca.” Telma nasceu em Jucutuquara, filha de Aspásia e Angelo Euzébio Dias e teve 11 irmãos. A infância, ela passou no bairro Pedra D’Agua, em Vila Velha, onde habitavam apenas seis famílias.

30

O mar como companheiro

Telma cresceu. O mar tornou-se seu companheiro. Quando precisava ir à Vitória, o trajeto ficava bem mais rápido se fosse de barco e, por isso, teve que aprender a remar desde cedo. Quando entrou para a Escola Normal, queria estudar somente na parte da manhã e, para chegar a tempo, saía de casa às 5h30 e ia de barco remando até a sede do Saldanha da Gama. Depois, seguia a pé ou de bonde para a escola, que ficava ao lado do Palácio Anchieta.

Professora

Telma diplomou-se professora, mas exerceu a profissão apenas por um ano. Gostou da experiência, mas largou tudo para se casar, aos 22 anos, com Luiz Carlos Monjardim Ayres.

Família

Seu casamento com Luiz Carlos já dura 60 anos e com ele ganhou os três filhos, Elizabeth, Rachel e Marcos. Sempre se dedicou à família, mas sempre arranjava tempo para seu trabalho filantrópico, mesmo porque a vontade de ajudar estava na alma.

Voluntariado

Se não fosse voluntária da Afecc, ela contou para a Coluna HD que seria de outra entidade filantrópica. Ajudar, sempre ajudar. E assim ela terminou o nosso papo, dizendo também que o que mais gosta em sua atividade é poder servir a quem precisa. Essa é a Telma Ayres.

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K


Existem vários tipos de negócios. E para cada um deles existe o Sebrae.

Temos sempre uma solução para você, não importa qual é o seu negócio.

Consultorias

Cursos

Publicações

Soluções EAD

Vagas limitadas. Garanta agora a sua. Mais informações em: 0800 570 0800 | es.sebrae.com.br

Palestras

Oficinas

E muito mais...

Especialistas em pequenos negócios.


Personalidade do Dia

FAMÍLIA

Braga

Personalidade do dia

22 de novembro de 2015

F

ugindo à regra das minirreportagens dominicais, em lugar de uma personalidade, apresento uma família de personalidades. Começo com Francisco de Carvalho Braga, que nasceu em São Paulo e quando foi a Cachoeiro de Itapemirim visitar sua mãe conheceu Rachel Coelho, conhecida por Nenem do Frade. Casaram-se, ele passou a ser dono de cartório e chamado de Coronel Chico Braga. Em 1914, foi nomeado primeiro prefeito de Cachoeiro, cargo na época chamado de intendente. O casal teve 12 filhos, mas somente sete deles alcançaram a idade adulta.

Rubem Braga

Jerônymo Braga

Yedda,

Este foi o primeiro filho, chamado de Braguinha. Fundou o jornal Correio do Sul. Carmosina, outra Braga, foi a primeira mulher a dirigir automóvel em Cachoeiro. Armando foi banqueiro, dono do Banco da Cidade. Vendeu o banco e foi morar em Vitória, onde foi chefe da Casa Civil do governador João Purano Bley.

Newton Braga

formou-se em Belo Horizonte, retornando a Cachoeiro, onde casou-se com a artista plástica Isabel. Ele gostava de escrever prosa e verso, tinha facilidade para compor melodias e foi o autor da letra do Hino da Cidade. Foi ótimo jogador de futebol, fazia propaganda e trabalhou no Rádio Cachoeiro. Foi ele quem criou a Festa de Cachoeiro, instituindo a escolha do Cachoeirense Ausente.

32

Casa dos Braga em Cachoeiro

viveu em Cachoeiro até os 14 anos. Em seguida morou em Niterói e depois no Rio. Também formou-se em Direito e seu forte era escrever para jornais e revistas, o que, mais tarde, lhe deu o nome de “Sabiá da Crônica”. Foi embaixador do Brasil em Marrocos e mesmo assim continuou mandando suas crônicas para o Brasil. Foi também um jornalista político, de opiniões próprias. Antes de morrer deixou escrito que queria ser cremado e suas cinzas lançadas no Rio Itapemirim. Foi o maior cronista do país.

outra mulher Braga, casou-se com o intelectual carioca Murilo Miranda. Foi morar no Rio, onde conviveu com a nata dos artistas plásticos.

Anna Graça Braga

Era casada com o médico Bolivar de Abreu, uma figura inteligente, cativante e que sabia ser bom amigo. Exerceu a função de secretário de Educação do Espírito Santo.

Anna

era mais conhecida como Gracinha. Ela e Bolivar, um pração, tiveram cinco filhos: os gêmeos Afonso e Beatriz, Álvaro, Cláudio e Ana Maria. Ficou viúva muito jovem e morou 50 anos em Vitória. Faleceu aos 91 anos.


Personalidade do Dia

WILSON LOPES

de Resende Personalidade do dia

29 de novembro de 2015

C

onheci o professor Wilson Lopes de Resende em uma das festas do Dia de Cachoeiro, no Caçadores Carnavalescos Clube, apresentado por sua filha Mara, casada com meu amigo Regis de Carvalho Brito. Fácil fazer amizade com Wilson, um dos intelectuais de Cachoeiro. Era muito amável e também um “pé de valsa”. Nos bailes do Caçadores, ele não saía da pista, dançando com sua querida mulher, Zoira. Os dois formavam um casal simplesmente espetacular.

Nasceu na ilha

Wilson nasceu em Vitória, em 10 de julho de 1918, filho de Judith e Mário Lopes de Resende. Mudou-se para Cachoeiro quando tinha quatro anos. Depois do curso secundário, foi morar no Rio, onde formou-se em Odontologia. Em 1938, regressou a Cachoeiro, onde passou a ser professor de História do Brasil. Em 1941, casou-se com a professora Zoira Viana e, dessa união, nasceram Mara e Marcos.

Escreveu vários ensaios

O professor Wilson já era considerado um dos intelectuais de Cachoeiro. Foi aprovado para a cadeira de História do Brasil para lecionar no Colégio Liceu Muniz Freire. Em 1949, publicou os ensaios “A insurreição de 1849 na Província do Espírito Santo” e “Os holandeses na Bahia”. Foi membro da Academia Espírito-Santense de Letras e dirigiu o Liceu vários anos.

Um Wilson das Arábias...

Ele criou os dois filhos com a janela aberta para o mundo. Nos eventos que aconteciam, ele os levava. Foi até a inauguração do Parque do Ibirapuera, em São Paulo, participou do Congresso Eucarístico do Rio de Janeiro, aniversário do Teatro Carlos Gomes, em Vitória e por aí...

Mundo virtual

Enquanto jovens se batiam para aprender como atuar frente a um computador, Wilson já era pioneiro. Ensinou muita gente, inclusive seus filhos. Nada era empecilho para ele, que foi dono até de loteamento.

Tem mais do Wilson

Como diretor do Liceu, criou a Banda Marcial e implantou no mesmo colégio a ginástica rítmica. Inaugurou a piscina, criou os Jogos Raimundo Andrade e construiu a escola de Burarama, que hoje tem o seu nome. Era um conciliador nato, com grande capacidade de resolver questões complicadas, sem jamais perder a calma.

Finalmente

Tive a grande honra de contar com sua amizade. Ele nos deixou em 2014, exatamente no Dia do Professor, 15 de outubro. Segundo o imortal Fernando Achiamé, “ninguém mais que ele dignificou o magistério. Foi um mestre”.

33


Personalidade do Dia

HILDO

Garcia

Personalidade do dia

6 de dezembro de 2015

A

Ludgero e Luiz Fernando. Ficou viúvo e depois casou-se com Judith, que era irmã de sua primeira mulher. Com ela ganhou os filhos José Hildo e Gilberto Julio.

Paróquia de Santa Rita

Em uma homenagem dos colegas médicos, de quem era muito querido, recebeu o número um do Conselho Regional de Medicina. Teve tempo também para a política partidária e foi prefeito de Ibiraçu, nomeado pelo presidente Getulio Vargas. Depois, voltou a ser prefeito daquele município por eleição direta. Teve como amigos Jones dos Santos Neves, Carlos Lindenberg, o senador Jefferson de Aguiar, Christiano Dias Lopes Filho e Carlito Von Schilgen.

personalidade de hoje da Coluna HD é um médico que dedicou grande parte de sua vida à medicina filantrópica, realizada com uma bondade incomparável. Estou falando de Hildo Garcia. Este cidadão foi tão bom que hoje deve estar sentado em lugar especial ao lado do Senhor. Fui apresentado a ele pelas minhas grandes amigas Arlete Pernambuco e Irene Abaurre Amigo, suas parceiras na filantropia.

Diariamente, Hildo trabalhava espontaneamente na Paróquia de Santa Rita de Cássia, atendendo muita gente sem cobrar coisa alguma e ainda dando os remédios àqueles clientes carentes. Trabalhou tanto e praticou tanta bondade que o setor de assistência daquela paróquia ganhou o nome de Ambulatório Hildo Garcia.

Veio do Nordeste

Hildo Garcia nasceu em Fortaleza no dia 21 de agosto de 1903 e nos deixou, morando em Vitória, em 5 de março de 1983, marcado como homem de bem e de muito amor. Ele diplomou-se em Medicina na Universidade Federal do Rio de Janeiro e, ao chegar ao Espírito Santo, foi atuar em Ibiraçu. Casou-se em primeiras núpcias com Clarisse Rebuzzi Sarcinelli, que lhe deu os filhos

34

Médico número um

Mensagem de amigos

Quando Hildo Garcia nos deixou, seus amigos lhe dedicaram palavras de São Jerônimo: “Aquele que não mais podemos ver está cada vez mais conosco pelo exemplo de bondade que nos deixou”.

Finalmente

As palavras de São Jerônimo são bem apropriadas para o meu saudoso amigo Hildo Garcia. Além da bondade, era amável e sabia cativar amizades. Um médico que realmente dava de si sem pensar em si.


Personalidade do Dia

MARLENE RODRIGUES

dos Santos Personalidade do dia

13 de dezembro de 2015

H

á 50 anos conheci no Rio de Janeiro e fiquei amigo do famoso costureiro Gerson, que, por sinal, fez o vestido de casamento da minha filha Helia Dórea. Em papo cordial, ele, conhecedor do grand monde brasileiro, disse: “Marlene Rodrigues dos Santos é a mulher mais elegante do Brasil”. Afirmação do “rei da tesoura”, como era considerado na época, é sem dúvida alguma um atestado do mais alto nível. Marlene é a Personalidade do Dia.

Marlene,

ao casar-se com o advogado Antonio Rodrigues dos Santos, teve a felicidade total de ganhar três filhos: Fernanda, Paula e Antonio da Graça. Ela nasceu em Santa Teresa e depois foi morar em Anchieta, onde seus pais, Regina Denicoli Cassani e Thiago Bezerra Leite, eram donos do Hotel Anchieta.

Colégio Maria Mattos

Ela começou seus estudos no Colégio Maria Mattos, em Anchieta. Morou também em Belo Horizonte, Goiânia e Rio de Janeiro, onde está há 30 anos, mas sempre faz questão de dizer: “Anchieta continua a minha casa materna”. Tanto assim que ela e Antonio têm um belíssimo sítio com praia e tudo nas adjacências daquela cidade.

psiquiatria e psicanálise de Freud, sendo fiel seguidora do seu mais admirável discípulo, Jung. Se tudo isso fosse pouco, estudou na Universidade de Berkeley, nos Estados Unidos, e na famosa Sorbonne de Paris. Também se aperfeiçoou na língua italiana estudando no Dante Alighieri.

Sempre querida

Marlene é uma figura decididamente amável, sabe comunicar como poucas e, por essas e por outras, é muito admirada e respeitada, inclusive pelo titular desta coluna. No Rio e até em Nova York, onde passa temporadas anuais, é sempre querida.

Cidadã de Portugal

Um dos acontecimentos que mais impressionaram minha amiga Marlene foi quando ela recebeu o diploma de Cidadã de Portugal. Além de gostar muito daquele país, foi lá que nasceu seu marido, Antonio. Esse é um resumo de uma personalidade feminina.

Formou-se professora

e também é diplomada em Enfermagem e Filosofia. Cursando as duas faculdades, ela leu e estudou Marlene e o marido, Antonio, com os filhos, Fernanda, Antonio da Graça e Paula 35


Personalidade do Dia

HILDA

Cabas

Personalidade do dia

27 de dezembro de 2015

E

la nasceu em Guaçuí, teve uma educação rígida e aos seis anos veio morar em Vitória. “Fiquei encantada com o mar. Achei Vitória o melhor lugar do mundo.” Estou falando de Hilda Cabas, uma das pessoas mais queridas do nosso mundo social. Inteligente, em lugar de entrevistá-la, achei melhor ela mesmo falar de sua vida em família, sua trajetória profissional, seus cursos, seu marido, filhos, netos e bisnetos. Vamos ler o que ela disse especialmente para a Coluna HD.

Casamento, filhos e por aí...

“Ainda adolescente, com apenas 16 anos, me casei com Jayme Cabas. Aos 18, fui mãe de Tania e depois de quatro anos tive meu filho Rodolpho, que perdi tão cedo. Aos 40, me tornei avó de Laurentino Neto, casado com Andreia Garcia Biccas; em seguida de Mariana, casada com Alexandre Braga; Ana Paula, e Rodolpho Junior. Aos 70, bisavó de Maria Clara, Ana Carolina, Rafael e Helena.”

Etiqueta e cerimonial

“Sempre gostei de organizar festas e, por sugestão de minha sobrinha Maria Isabel de Abreu Nery, fiz um curso em São Paulo de Etiqueta e Cerimonial. Em 1982, a convite do governador Gerson Camata, assumi o cargo de administradora do Palácio Anchieta, função diferente do que havia vivido, mas que me deixou encantada.

36

Quando passei pela primeira vez no corredor do Palácio vi uma tela que retratava a casa onde passei minha infância. Que emoção...”

Na área oficial

“O Palácio Anchieta me dava muito trabalho, mas tinha tempo para conciliar com o trabalho de promoter. Atuei para três gerações de muitas famílias e também para grandes empresas, fiz palestras aqui e em Belo Horizonte. Em 2009, resolvi ficar só no Palácio, onde fiquei até o dia 31 de dezembro de 2014. Ali, batizei de Afonso Braz o salão do primeiro piso. Ele foi o jesuíta que deu início à construção do colégio, que depois passou a ser Palácio do Governo.”

O apoio de Tania

“Nesse trabalho que era de administradora e que passou a ser também de chefe do Cerimonial, sempre contei com o apoio da minha filha, Tania, mulher do médico-cirurgião Laurentino Biccas. Ela foi o braço forte que eu precisava no dia a dia.”

Descoberta

“Seguindo meus passos, Tania também se apaixonou pela função e atuou como administradora no governo de Vitor Buaiz. Ela acompanhou passo a passo as escavações no túmulo de Anchieta e viu sempre cedo as descobertas, vibrando com elas.”


Personalidade do Dia

EDSON

Loureiro Personalidade do dia

3 de janeiro de 2016

E

m papo no Rio de Janeiro com meus amigos Marlene e Antonio Rodrigues dos Santos, casal muito querido e bem relacionado na pista carioca, ele disse que, por sugestão de médicos cariocas seus amigos, veio a Vitória para se submeter a uma cirurgia. O nome sugerido foi do médico-cirurgião Edson Loureiro, considerado aqui e fora do Estado um excelente profissional dentro da sua área, à qual se dedica de corpo e alma.

Orgulho de Santa Teresa

Edson Loureiro nasceu em Santa Teresa, em 18 de julho de 1956, filho de Sidleya e Waldir Loureiro, considerado o melhor prefeito daquele município. Edson é casado com Rosane Del Rei Gama, que lhe deu o filho Arnor. Uma família feliz e bem constituída.

Diploma da Emescam,

mas não parou por aí. Procurou e procura sempre participar de congressos, cursos e palestras, aqui e no exterior. Em vários deles foi conferencista e deu aulas. É presidente da Sociedade de Videolaparoscopia do Espírito Santo e da Sociedade de Videolaparoscopia do Sudeste. Desde a infância dizia para seu pai que queria ser médico. Sua vida se resume entre a família e a Medicina.

17 anos. Com a matéria Anatomia, no início do curso, e Dissecação, decidi logo que queria ser cirurgião. No terceiro ano, tive a feliz oportunidade de acompanhar o grande cirurgião que era o Floriano Schwanz, no Hospital Evangélico. No sexto ano, fui terminar os estudos no Rio, nos hospitais de Andaraí e Bonsucesso, com o renomado cirurgião Pedro Abdalla.”

Cursos e mais cursos

Além dos cursos aqui e no Rio, ele também participou de outros nos Estados Unidos e Espanha, colecionando um grande número de diplomas, conforme pude verificar. Está sempre atualizado.

No Espírito Santo,

reconhecendo seu valor profissional, foi homenageado pela Assembleia Legislativa e pelos municípios de Vila Velha e Santa Teresa. E, para finalizar, disse: “Minha meta sempre foi e será cuidar bem dos pacientes, com todo carinho e responsabilidade”.

Contando para a Coluna HD

“Quando iniciei o curso de Medicina ainda era bem jovem, o mais novo da turma, com apenas Com sua mulher Rosane e o filho, Arnor. Atrás, a famosa escultura Cloud Gate (o Feijão), de Chicago, da autoria de Anish Kapoor.

37


Personalidade do Dia

AUGUSTO

Ruschi

Personalidade do dia

10 de janeiro de 2016

E

m Santa Teresa, sua cidade natal, tem uma praça com seu nome, uma homenagem muito justa. Ali foi colocado o seu busto em bronze com uma placa onde se lê: “Cientista, agrônomo, advogado, naturalista, ecologista, conquistou reconhecimento internacional. Seu nome foi dado ao mais importante prêmio da ecologia nacional. É o patrono da ecologia no Brasil e um dos ícones mundiais”. Trata-se de Augusto Ruschi.

Ética e respeito à vida

Beija-flor

Professor no Rio

Sua grande paixão e seus mais importantes trabalhos científicos foram sobre beija-flores, as orquídeas e demais plantas polinizadas por esses pássaros. Não havia nenhuma bibliografia sobre os beija-flores, e Augusto Ruschi passou a dedicar sua vida ao levantamento de dados científicos sobre essa ave.

Estudos

Começou seus estudos em Santa Teresa, onde nasceu em 13 de dezembro de 1915, filho dos imigrantes italianos Maria Roatti e Giuseppe Ruschi. Depois veio estudar em Vitória, onde foi aluno de Maria Estela de Novaes, sua grande incentivadora. Gutti, como era chamado pelos íntimos, foi a principal autoridade mundial sobre ecologia da Floresta Atlântica. Publicou 450 trabalhos científicos e lutou a fim de que se tomassem as medidas de contenção da poluição e da destruição.

38

Lutou incansavelmente como poucos na história mundial contra a poluição. Além de ter deixado escritas 450 obras, ele também deixou 22 livros, duas instituições científicas, o Museu de Biologia Mello Leitão, a Estação Biológica Marinha Ruschi, a Fundação Brasileira de Conservação da Natureza, várias reservas, entre as quais o Parque Nacional do Caparaó, e um dos maiores acervos de informações existentes sobre a Floresta Atlântica.

Com apenas 22 anos, em 1937, passou a morar no Rio, onde foi professor da Universidade Federal, sob orientação direta do professor Mello Leitão, um grande cientista brasileiro, principal especialista em aracnídeos a nível mundial.

Chácara Anita

Ao retornar ao Espírito Santo, assessorou a Secretaria de Agricultura, desenvolvendo uma política de preservação do meio ambiente. Para servir de suporte, fundou na Chácara Anita uma instituição científica, em 26 de junho de 1949.

Uma grande história

A história e a filosofia de Augusto Ruschi são lembradas como compromisso na alma daqueles que compreenderam o espírito de sua luta. Para finalizar, suas próprias palavras: “O número de homens na terra não será determinado pelas leis do homem, mas sim pelas leis da natureza”.


Personalidade do Dia

JULES

White Personalidade do dia

17 de janeiro de 2016

A

lém de ser médico altamente competente dentro de sua especialidade, que é reprodução humana, Jules White é um cidadão amável e elegante. Em Vitória, onde atua há anos, instalou uma clínica dentro das mais modernas normas, o Centro de Medicina Reprodutiva. Seu nome completo é Jules White Soares de Souza. Nasceu na cidade Farias Lemos, em Minas Gerais.

Jules

é filho de Maria da Penha e Wit Alves de Souza. É casado com Suzanne Chiabai Loureiro e tem as filhas Cindy, Ingrid e Vickie.

Influência do pai

Jules escolheu a Medicina como profissão por influência do seu pai, que era farmacêutico, e de um tio que é médico. Perguntei a ele por que escolheu sua especialidade: “O ato de cuidar da mulher é uma das situações mais especiais e gratificantes da Medicina, e também para poder proporcionar a realização de um sonho junto com seu companheiro na constituição da família”. Realmente é uma missão nobre.

Professor e cursos

Professor adjunto de ginecologia e obstetrícia na Emescam desde 1983, fez cursos extras sobre a especialidade: residência médica, mestrado e doutorado na Universidade Federal do

Rio de Janeiro e treinamento em reprodução humana em Passadina, na Califórnia (Estados Unidos). Ele também é membro da Sociedade Brasileira de Reprodução Humana, Sociedade Americana de Reprodução e Sociedade Europeia de Reprodução Humana.

Mais destaques

Jules é também membro da Sociedade Latino-Americana de Reprodução Humana e destaque entre os melhores trabalhos dentro de sua especialidade pelo Jornal Brasileiro de Reprodução Assistida. Foi autor da primeira cirurgia microlaparoscópica em reprodução humana, realizada no ano 2000 em Vitória, com seu colega Paulo Cesar Serafini.

Despontou

também nos melhores momentos da Medicina brasileira e sempre procurou estar atualizado. Por essas e por outras recebeu tantas menções em destaque.

Agradecimento

Quando entrevistei o médico Jules White, ele sempre falava elogiosamente do colega e professor Paulo Cesar Serafini. Finalmente, ele frisou que sua grande felicidade é ajudar os casais a tornar realidade o sonho da maternidade. Jules, além de médico competente, é um homem de bem e apologista da família bem constituída.

39


Personalidade do Dia

SERGIO ROGERIO

de Castro

Personalidade do dia

24 de janeiro de 2016

E

le nasceu em Muriaé, em Minas Gerais, e veio para o Espírito Santo com a finalidade de implantar aqui uma indústria inovadora de embalagens plásticas, que ganhou o nome de Fibrasa. No início, sua empresa produzia sacaria tecida de ráfia para embalar farinha de trigo, sal, fertilizantes, cereais e também contêineres grandes com o mesmo tecido, reforçado para o açúcar e por aí. Sua empresa cresceu e hoje tem filiais em outros estados. Estou falando do bem-sucedido empresário Sergio Rogerio de Castro.

Engenheiro mecânico

Sergio é filho do advogado Francisco Rogerio de Castro e da professora Irene. É casado com Anamaria e com ela ganhou os filhos Sergio, Leonardo e Giuliano. Antes de vir para o Espírito Santo formou-se em Engenharia,

A família bem constituída de Sergio e Anamaria 40

e sua primeira atuação profissional foi no Estaleiro Caneco. Depois, trabalhou também na Metalon, Eletromar, Cisper e Volkswagen.

Nasci em Vitória...

Em tom de papo amigo ele diz: “Nasci em Vitória aos 29 anos”. Acontece que ele gosta tanto da nossa ilha que já se considera ilhéu. Isso é bom. Aliás, aqui ele recebeu justas homenagens, como a Medalha do Mérito Industrial, por parte da Federação das Indústrias do Espírito Santo e de Pernambuco, onde sua empresa tem filial. Tem mais: o Centro Integrado Sesi/Senai/IEL tem seu nome, em reconhecimento ao muito que fez em favor das indústrias do Espírito Santo.

Na política

Em conversa que tive com Sergio, ele me disse que foi convidado pelo senador Ricardo Ferraço para ser seu primeiro suplente em 2010. “Estava liberado das atividades empresariais, que já eram exercidas pelos meus três filhos. Aceitei, fiz campanha junto com Ricardo e viajo a Brasília, por conta própria, uma a duas vezes por mês, para aprender e ajudar. Exerço essa função com dedicação.” Disse mais: “Minha meta é uma só, valorizar o mandato do senador Ricardo Ferraço e corresponder ao honroso convite que me fez”. Este é o meu amigo Sergio Rogerio de Castro.


DYNAMIC SELECT com 4 modos de condução

Rodas Aro 18”

Piloto automático com limitador de velocidade

GLA 200 ff Style. Dinâmico. Explore ao máximo todos os territórios.

De R$146.900,00

R$137.900,00 The best or nothing.

Vitória Motors Mercedes-Benz – Av. Nossa Sra da Penha, 1331, Santa Lúcia CEP: 29056-243 – (27) 2125-6000 – www.vitoriamotors.com.br

Condições válidas para o modelo GLA 200 Style 0km da marca Mercedes-Benz, ano/modelo 16/17. Preço sugerido à vista de R$ 137.9,00. Frete e pintura metálica incluso para retirada no concessionário onde foi efetuada a compra. Condições válidas para veículos faturados no Estado do Espirito Santo até 31/05/2017 ou enquanto durar o estoque de 01 unidade do modelo exposto acima com numeração de chassi 000673. Mercedes-Benz é uma marca do Grupo Daimler. www.vitoriamotors.com.br. Vitória Motors é uma empresa do Grupo Águia Branca.

Na cidade somos todos pedestres.

MercedesBenzBrasil


Personalidade do Dia

MAURICIO

Salgueiro

Personalidade do dia

31 de janeiro de 2016

P

ara falar em artes plásticas no Espírito Santo, um nome não pode ficar de fora. Ele foi um dos grandes expoentes do nosso mundo artístico e hoje, radicado no Rio de Janeiro, continua fazendo sucesso como escultor. Estou falando do meu amigo Mauricio Salgueiro. Ele não escolheu essa profissão por acaso. Quando adolescente, sua mãe, Consuelo Salgueiro (pintora e escritora), mandou ele fazer um teste vocacional. Não deu outra: afinidade com as artes plásticas. Daí tudo foi para a frente.

Grande criação

Fundador da Escola

“Viagem ao Estrangeiro”

Em 1957, Mauricio foi um dos fundadores da nossa Escola de Belas Artes, hoje Centro de Artes da Ufes, ao lado dos artistas Zeny Alves de Albuquerque e Nadia Vicentini, dos arquitetos Christiano Fraga e Marcelo Vivacqua, do médico Paulo Oliveira Santos e dos engenheiros Francisco Arabe e Hilton Dei Guadagnin. Mais tarde juntaram-se a eles Jerusa e Raphael Samu, Nordia Freire e Moacyr Figueiredo, Freda Jardim e João Vicente Salgueiro, irmão de Mauricio e professor de História da Arte.

Ele criava troféus como ninguém. Foi o autor dos troféus “Lamartine Babo” para a prefeitura do Rio; “Copa Brasil”, para a Federação Carioca de Futebol; “Coruja de Ouro”, para o Instituto Nacional do Cinema; “Humberto Mauro”, para o Instituto Nacional do Cinema (curta-metragem). Também foi autor das estatuetas em bronze “O Broto”, “A Elegante”, “Glamour Girl” e “Debutante”, encomendadas pelo titular desta coluna para prêmios em memoráveis festas.

Mauricio, em 1960, ganhou o cobiçado prêmio “Viagem ao Estrangeiro”, do Salão Nacional de Belas Artes, com a escultura “Bailarina Sandra Dieken – Movimentos e Danças”. Em 1961, foi para a Europa, onde estudou na Bradley Art School, em Londres, e na Académie du Feu, em Paris, especializando-se em metais. Viajou depois, também em estudos, pela Grécia, Turquia, Alemanha, Bélgica, Holanda, Tchecoslováquia, Bulgária, Portugal, Marrocos e Espanha, durante dois anos e meio. Um talento a toda prova.

Mais detalhes

Mauricio é um dos precursores da arte cinética no Brasil, pela utilização da luz, som, movimento e pela execução de múltiplos a partir da década de 60. Estautuetas em bronze encomendadas pelo titular desta coluna a Mauricio, para premiação em suas promoções 42


Personalidade do Dia

ANA PAULA

Castro Personalidade do dia

7 de fevereiro de 2016

H

oje apresento para vocês um dos maiores talentos das artes já nascidos no Espírito Santo. Conheci esta personalidade quando criança, porque era amigo de sua mãe, Regina, e de seu pai, Marinho Nogueira.

Papo informal

Em papo com Ana Paula, pude observar que sua proximidade com a arte vem da infância. Gostava de desenhar e inventar novas brincadeiras com o que criava. No momento de decidir sua profissão, ela escolheu um caminho que permitisse a liberdade de expressão e o uso de suas habilidades manuais.

Faculdade

Sua primeira faculdade foi de Desenho Industrial, no Rio de Janeiro, mas acabou se formando em Artes Plásticas pela Ufes. O curso de Artes lhe ensinou a transmitir um pensamento, e o de Design, a conceber um projeto, planejar e criar soluções para uma ideia. Seu ateliê de muito bom gosto foi aberto há 22 anos.

Personalidade inquieta

Ao longo do nosso papo, notei que Ana Paula tem uma personalidade inquieta, há uma busca constante de novos suportes para se expressar. Ela trabalha com madeira e metal. Há três anos, se envolveu em técnicas de estamparia de tecido, com composições desenvolvidas para uma marca americana de beachwear. No momento,

descobriu o cimento, e uma linha de elementos vazados será lançada este ano.

Outros conceitos

Como seus traços são muito orgânicos, Ana Paula procura sempre estar alinhando a esse conceito a matéria-prima que utiliza e é coerente com esse posicionamento, já que madeira de reflorestamento e aço, um recurso renovável, possuem baixo impacto ambiental.

Sua equipe

Ana Paula coordena hoje uma equipe multidisciplinar de 15 pessoas. O seu ateliê produz peças únicas e linhas assinadas com tiragem limitada. Suas peças podem ser encontradas em lojas e museus.

Os museus

Peças feitas pela artista nitidamente capixaba são encontradas em lojas de museus – os museus do Mar e o MAM, no Rio de Janeiro, e o Niemeyer, em Curitiba – e lojas especializadas, como a H.Stern Home e o Dai. Além disso, recebe muitas encomendas especiais de todo o país.

Alberto de Mônaco e Obama

Para vocês terem uma ideia mais positiva dessas encomendas e colecionadores de sua arte, basta dizer que o príncipe Alberto de Mônaco e o presidente dos Estados Unidos Barack Obama têm peças de Ana Paula em suas coleções, e também o Papa Francisco.

43


Personalidade do Dia

PENHA LIMA

Corrêa

Personalidade do dia

14 de fevereiro de 2016

C

onheci Penha Lima na pista do Praia Tênis Clube, na década de 50, quando já despontava como garota elegante, comunicativa e agradável companhia, fazendo grupo com outras bacanas.

Penha Lima

é filha de Maria Amélia e Zemar Moreira Lima. Casou-se com Jorge Corrêa em 1960 e teve os filhos Flavio, Adriano, Gustavo e Bruno. Antes de se casar, fez curso de balé, ginásio no Colégio do Carmo e o curso clássico no Colégio Estadual. Sua festa de debutantes foi no Clube Vitória, na época o mais tradicional do nosso Estado.

Praia Tênis Clube

Entretanto o Praia Tênis Clube passou a ser a extensão de sua casa e da de suas amigas. Disse ela à Coluna HD: “Lá crescemos e criamos nossos filhos, sempre sob olhares do nosso querido Nogueirinha, a alma daquele clube, e do nosso querido Ignácio Pessoa”. Disse também: “Mais tarde tive a honra de participar da lista das ‘10 mais Elegantes’ do colunista Helio Dórea. Daí mais uma série de homenagens partidas da deputada Luzia Toledo, vereador Nenel Miranda, Nirlan Coelho, Luiz Alberto Barcellos e Giovanni Albino”.

Itamaraty

Com o apoio do seu marido, Jorge, e incentivo da amiga Doris Ferreira, montou o Cerimonial

44

Itamaraty, a primeira casa especializada em recepções de Vitória. Com aquela categoria que lhe é peculiar, com o seu savoir faire e muita luta, a casa foi para frente e era o lugar preferido da sociedade para suas grandes recepções, bem como para eventos oficiais. Criou um segmento que não existia no Espírito Santo.

O quinto filho

Em papo com minha querida Penha, ela fez questão de dizer: “O Itamaraty foi o meu quinto filho”. Tem um detalhe especial: o seu filho Gustavo deixou o curso de Engenharia Civil e partiu para Paris, onde fez o curso de chef de cuisine no Le Cordon Bleu, a maior escola de mundo para chefs, para se integrar a essa casa.

O filho Flavio

assumiu o comando do El Rachid, e Bruno, a parte administrativa e financeira. Adriano continuou atuando na Receita Federal, onde já estava. Assim, ficou formado o quadro daquela casa de recepções que ficou famosa além divisas.

O Itamaraty Hall

Em 2012, Penha realizou mais um grande sonho, o início da construção do Itamaraty Hall, com mais espaço e estacionamento próprio. A casa também ficou mais diversificada: ela oferece decoração, som, bolo, doces, cerimonial de igreja e de eventos corporativos e o serviço completo de bufê dentro da maior categoria.


Personalidade do Dia

LUCAS

Izoton Personalidade do dia

21 de fevereiro de 2016

S

eu maior sonho atualmente é transformar Pedra Azul em um destino turístico seletivo de nível nacional e internacional. Poder continuar viajando pelo mundo, conhecendo novos locais e culturas, é outro desejo: “Aos 10 anos de idade conheci Pedra Azul e aí aconteceu um amor à primeira vista”. Disse mais: “Atualmente, possuo residência e negócios naquela bela região de montanha, onde devo morar parcialmente”. Este é o meu amigo Lucas Izoton, um empreendedor indomável.

Lucas Izoton Vieira

nasceu em Vila Velha, em 2 de dezembro de 1955, exatamente no ano que nasceu esta coluna. Tem 60 anos. Filho de Genoveva Izoton e Clovis Vieira, é casado com Celia, que é advogada e estilista, com quem ganhou as filhas Ivana, estilista e designer de joias, e Leticia, engenheira e médica. Uma família bacana.

Formação e negócios

Lucas começou seus estudos no Colégio Marista de Vila Velha e se formou em Engenharia na Ufes há 37 anos. Fez curso de especialização em Inovação nos Negócios nos Estados Unidos, no Wharton School, na Pensilvânia, e Gestão Empresarial na França, na Insead, em Fontainebleau. Trabalhou em várias empresas de Engenharia antes de se dedicar ao seu próprio negócio. Sua primeira marca de moda e indústria de confecção foi no Rio de Janeiro,

em 1980, com loja em Copacabana. Atualmente constrói em Pedra Azul e possui a indústria de moda Cobra D’agua.

Cursos, palestras e livros

Ele fez dezenas de cursos de especialização aqui e no exterior. Proferiu mais de mil palestras no Brasil e 15 no exterior. Escreveu vários livros com temas diversificados, como gestão empresarial, varejo, educação ambiental, vendas etc. É instrutor credenciado pela ONU e pelo Sebrae para o Programa de Empreendedores – Workshop Empretec.

Viagens especiais

Já percorreu o Caminho de Santiago de Compostela na Europa, onde, a pé e de bicicleta, percorreu 833 quilômetros da França à Galícia, na Espanha. Também vivenciou os passos de Jesus Cristo na idade adulta, quando andou a pé cerca de 260 quilômetros em Israel, Palestina e Jordânia. Já visitou cerca de 55 países.

ONGs e negócios

Lucas já participou da fundação de várias ONGs, como a Movimento Vida, Nova Vila Velha e o projeto turístico Os Passos de Anchieta. Foi presidente do Sistema Findes/Cindes e está emprenhado na abertura do Resort Bristol Vista Azul, em Pedra Azul, com inauguração prevista para o atual semestre. Em resumo, a história do bacana Lucas Izoton.

45


Personalidade do Dia

MANOEL ALVES

Rabelo

Personalidade do dia

28 de fevereiro de 2016

Outro fato importante

Curso de Direito

Formatura

Manoel escolheu o curso de Direito pelo fato de ser uma carreira que proporciona maiores possibilidades para crescimento pessoal, seja como advogado ou como juiz, promotor, procurador etc. Ele também é formado em Ciências Físicas e Biológicas, pela Ufes. Foi professor de Ciências, Biologia e Física de primeiro e segundo graus.

Governador do Estado

Em sua primeira gestão como governador, Paulo Hartung tirou licença para uma viagem oficial a Portugal, e, na ausência dele, ficou no comando do Estado o desembargador Manoel Rabelo, que exercia o cargo de presidente do Tribunal de Justiça. No ato da posse, o governador em seu speech frisou que era uma honra transmitir o cargo para um membro do Judiciário, principalmente do nível de Manoel Rabelo.

46

Manoel, sua Margareth e os filhos, Gustavo, Roberta e Emanuelle. Uma família bem constituída.

Em nossa entrevista, Manoel, que é uma figura simples e amável, frisou também que um fato de destaque em sua vida profissional foi ser desembargador tendo apenas 14 anos como juiz, quando a maioria só chegou lá depois dos 25 anos. Já recebeu várias comendas, entre elas a Vasco Fernandes Coutinho. Já proferiu palestras em diversas faculdade de renome, como a PUC de São Paulo e a Universidade de Coimbra, em Portugal, uma das mais famosas do mundo.

Manoel se formou em Direito pela Universidade Federal do Espírito Santo, a nossa Ufes, e teve como um dos colegas de classe Annibal de Rezende Lima, que hoje é presidente do Tribunal. Outro colega de classe foi o desembargador Ronaldo Gonçalves de Souza.

Outras funções

Ele também exerceu o importante cargo de presidente do Tribunal Regional Eleitoral. É especialista em Direito Administrativo pela Universidade de Minas Gerais, em nível de mestrado e doutorado. Esse é um resumo da carreira de um profissional competente e correto. Foto: Bruno de Menezes

A

lém de desembargador, professor e possuidor de outros destacados títulos, ele é um cidadão romântico e apologista da família bem constituída. Tanto assim que declarou à Coluna HD um dos fatos de maior destaque em sua vida: ter casado com Margareth Zago e ter os filhos Gustavo, Emanuelle e Roberta. Estou falando de Manoel Alves Rabelo, uma das principais figuras do Tribunal de Justiça do Espírito Santo, do qual foi presidente.


Personalidade do Dia

NILCE CHIEPPE

Moura Personalidade do dia

6 de março de 2016

Q

uando conheci a personalidade de hoje imediatamente me impressionei com sua simplicidade, delicadeza e amabilidade. Foi fácil assim concretizar uma amizade que perdura até hoje e vai perdurar por muito tempo. Trata-se de Nilce Chieppe Moura, e, como sempre digo, se é Chieppe é bom. Ela nasceu em Colatina, cidade que sempre deu bons frutos, filha de Rosa Leonida Dalla Bernardina e Carlos Chieppe. Em Colatina, se casou com Claudio Moura.

Filhas maravilhosas

Em papo informal com o titular desta coluna, Nilce afirmou com ênfase: “Tenho cinco filhas maravilhosas, Rosely, Claudia, Suely, Sandra e Simone”. Concordo em número e grau com a minha entrevistada. Essas meninas lhes deram os netos Ticyana, Ailton, Julia, Pedro, Antonia, Angelo, Augusto, Lourenço, Maria, Laura, Victoria, Joana e Leo. Também a bisneta Maitê, filha de Ailton.

Negócios

Logo que as filhas se casaram, ela abriu sua primeira loja. Comercializava flores importadas em um espaço na Aleixo Neto chamado Vila Verde. Em seguida, abriu o Empório Sorelle, por sinal uma bonita loja de flores e objetos. Quando seu marido Claudio nos deixou, ela e algumas filhas tiveram que cuidar dos negócios, que eram em Minas Gerais. Com isso, fechou as lojas. “Evidentemente, estivemos envolvidas em negócios

ligados ao transporte coletivo, o que hoje é um dos fortes da família Chieppe.”

Mãos solidárias

Seu coração sempre foi voltado também para menos favorecidos da sorte e, em torno disso, Nilce criou o grupo Mãos Solidárias. Hoje, esse grupo bem amigo é formado por aproximadamente 40 mulheres. Elas exercem um papel social e ao mesmo tempo se divertem nos encontros de trabalho, fazendo bondades para ajudar a Santa Casa. Todo ano esse grupo promove um bazar, e a renda total é enviada para aquela casa de assistência social. Além disso, Nilce tem um grupo de oração que se reúne de 15 em 15 dias. Disse ela: “Hoje o meu trabalho é esse, ajudando o próximo”.

Família sempre família

No decorrer do nosso papo amigo, notei logo que Nilce também é apologista de família bem constituída, e ela frisou claramente: “Meu maior desejo é ver sempre a minha família unida e ver meus netos seguirem seus caminhos com sucesso e seriedade”.

Irmãos

Nilce frisou também ser feliz em ter como irmãos Diva, Dina, Amelia, Cenira, Vallecio, Wander, Aylmer, Nilton e Wagner. A família Chieppe é uma das mais conhecidas e prósperas do Espírito Santo.

47


Personalidade do Dia

SHARIFF

Moyses

Personalidade do dia

13 de março de 2016

F

oi ele o autor da primeira cirurgia cardíaca realizada no Espírito Santo, exatamente em 16 de janeiro de 1971. Também foi ele quem fez a implantação do primeiro coração artificial de suporte ventricular, em 2013, e fundador do Instituto de Cardiologia do Espírito Santo. Estou falando de Shariff Moyses, médico especializado em cirurgia cardiovascular, diplomado pela Faculdade Nacional de Medicina do Rio de Janeiro, em 1965.

Gente competente

Schariff nasceu em Vitória, filho de Isabel Canerk e Antonio Moyses, e é casado com Regina Costa, com quem tem os filhos Moyses e Isabela. Seu sonho principal é ter um hospital referência em cardiologia no Espírito Santo. Obviamente, continua feliz ao lado da sua família e dos seus amigos.

Destaque

Um dos acontecimentos marcantes em sua vida foi a importante homenagem recebida no American College of Cardiology. Entre personalidades de todo o mundo, somente dois brasileiros receberam essa homenagem internacional: o cirurgião plástico Ivo Pitanguy e Schariff Moyses.

A escolha

Ele escolheu sua especialidade médica depois de uma pergunta feita por um professor no seu primeiro ano da graduação em Medicina, exatamente em 1960: “O que é circulação extracorpórea?”. Ele

48

não soube responder e ficou com aquela pergunta na cabeça. Veio para Vitória nas férias e perguntou ao seu primo, José Moyses, que também não sabia e indicou o professor Jessé Pandolpho Teixeira, o maior cirurgião torácico da América do Sul. Além de tirar a dúvida, ficou trabalhando com o professor no seu primeiro ano de Medicina. Daí a escolha da sua especialidade.

Cirurgias

Durante esses anos como médico-cirurgião cardiovascular, Schariff Moyses já realizou cerca de 25 mil cirurgias, o que lhe deu uma notável experiência médica em sua especialidade, com renome em âmbito nacional. É aquele profissional que todos confiam.

Outra residência

Não poderia deixar de citar que Schariff Moyses fez também residência médica no Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, em São Paulo. Quando solicitado a enumerar seus prêmios, homenagens e títulos, eu pedi para parar. Eles iriam ocupar um grande espaço nesta coluna.

Viagens

Passei um pouco para perguntas fora da profissão. Entrei em viagens, que também são o meu forte. De início, ele apontou logo Paris e Roma como as cidades que mais lhe impressionaram pela beleza e histórico. Esse é um resumo da vida de um homem de bem chamado Schariff Moyses.


Personalidade do Dia

MICHEL

Assbu Personalidade do dia

20 de março de 2016

U

m profissional, além de ser competente, deve amar o que faz e, além disso, saber comunicar bem. Gente assim é como o médico nefrologista Michel Silvestre Zouain Assbu, ou melhor, Michel Assbu. A Medicina sempre foi a sua paixão. Quando adolescente, alfabetizado pela professora Maria da Penha Salgado, do Grupo Escolar Machado de Assis, em Aimorés, sua primeira composição teve o significativo título: “Quero ser médico quando crescer”. Não deu outra. Em 1967, ele formou-se no Rio de Janeiro, pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual da Guanabara, hoje Uerj.

Família

Michel nasceu em Aimorés (MG), filho de Maria Zouain e Antonio Assbu. É casado com Maria Aparecida de Mendonça e tem duas filhas, Marianne e Maria Elisa, os genros Junior e Thiago e a neta Mariah.

A especialidade aconteceu

Ao se formar, havia um familiar com problema renal e, sem assistência local, ele se interessou e se apaixonou. Daí, partiu para vários cursos. Fez residência médica em Nefrologia pelo Hospital de Clínicas Pedro Ernesto, da Uerj, e curso de Pós-operatório de Cirurgia Cardíaca no Instituto de Cardiologia Dante Pazzanese, é especialista em Terapia Intensiva pela Amib, foi aprovado no concurso da

Ufes para o Departamento de Clínica Médica, como professor assistente do Centro Biomédico, e por aí...

Prêmios e homenagens

Meu entrevistado de hoje foi escolhido pela classe médica como “Médico de sua Família"; reconhecido como “Capixaba do Ano”, em 2014, na área da saúde; já foi patrono e paraninfo de várias turmas de Medicina da Ufes e Emescam; é detentor da medalha do mérito “Antonio Dias de Souza”, pelo IPAJM, em 1996; recebeu a medalha “Jerônimo Monteiro”, pela Assembleia Legislativa, e foi homenageado pela Sociedade Capixaba de Terapia Intensiva como primeiro intensivista do Estado do Espírito Santo em atividade, no ano 2012. Tudo isso e muito mais.

O hobby do Michel

Quando perguntei qual o seu hobby, imediatamente respondeu: “Meu hobby é a Medicina, e minha família entende isso perfeitamente. Por isso consigo desenvolver meu trabalho com tanta dedicação e tranquilidade. Medicina é uma paixão sem remédio”.

Coisas que aconteceram

Quando jovem, participou do Projeto Rondon Zero. Michel também escreveu dois livros de receita para pacientes renais crônicos em tratamento conservador e dialíticos.

49


Personalidade do Dia

PAULO

Bonino

Personalidade do dia

27 de março de 2016 meu entrevistado de hoje é Paulo Bonino, cujo nome em italiano quer dizer “bom menino”. Como o cientista Augusto Ruschi, Paulinho, para os íntimos, sempre foi amante dos colibris e defensor da natureza. Como fotógrafo, é de raro talento. Sua arte e seu bom gosto sempre se misturaram entre as belas coisas da vida. Acompanho Paulinho desde a década de 50, quando ainda éramos solteiros e, dessa forma, posso afirmar: é talentoso e gente fina. É especial.

O

Santo, em São Mateus. Outro destaque foi a cobertura da condecoração do cientista Augusto Ruschi, na Embaixada da Itália.”

Pé de festa

Colibris

Paulinho era um dos maiores frequentadores das domingueiras do Clube Vitória e dos bailes do Praia Tênis Clube. Um pé de valsa e dançava muito bem.

60 anos de fotografia

No primeiro governo de Francisco Lacerda de Aguiar, José Carvalho, companheiro de caçada, que era cunhado do governador, convidou Paulinho para ocupar o novo cargo de diretor do Serviço de Rádio, Cinema e Teatro Educativos. Ele aceitou e aprendeu nesse cargo a fazer fotografias. Nessa nova profissão, que sempre exerceu com maestria, está até hoje.

Fatos marcantes

“Um fato importante da minha carreira foi quando cobri o acontecimento histórico da descoberta do primeiro poço de petróleo no Espírito

50

Sua família

Paulo Bonino nasceu em Santa Teresa, cidade que ama com fervor. É filho de Elisabetta Bonino de Freitas Machado e Carlos Alpino de Freitas Machado. É casado com Maria Helena Nasser, com quem ganhou os filhos Paulo Sergio, Renata e José Carlos, que já nos deixou.

Quem conhece os trabalhos de Paulinho sabe muito bem que ele tem uma paixão pelos colibris. Isso deve-se ao seu amigo Augusto Ruschi, que sempre o levava para fotografar com ele o belo e singelo pássaro, ou melhor, os beija-flores.

Outros fatos

“Conheci minha mulher, Maria Helena, quando estudávamos inglês no Ibeuv. Fiz também cobertura das festas dos 10 Brotos, promovidas por Helio Dórea, e sempre gostei de frequentar o Praia Tênis Clube, na era de Maria Alice e Ignácio Pessoa. Para finalizar, a maior das homenagens eu recebi da minha cidade, Santa Teresa, nas comemorações dos 100 anos de Augusto Ruschi.” Outro detalhe: Paulinho está com 88 anos, aniversaria no dia 22 de março, continua trabalhando e é um cara muito bacana.


Personalidade do Dia

LUZIA

Toledo

Personalidade do dia

3 de abril de 2016

M

inha entrevistada de hoje figura entre os políticos mais atuantes do nosso Estado. Estou falando da deputada estadual Luzia Toledo, cujo lema é “Amor pelo Espírito Santo”. Haja amor. Essa menina não para, é como uma formiguinha em véspera de trovoada. Formiguinha bacana, é claro. Ela nasceu em Mimoso do Sul, filha biológica de Diolinda e José Alves Toledo. Seus pais de criação foram Helena e o ex-governador Rubens Rangel, com quem aprendeu a ser ética, séria e ter respeito ao cidadão.

Começou como vereadora

A convite do ex-governador José Ignácio Ferreira, ela foi eleita vereadora de Vitória com os votos dos seus colegas portuários e foi uma das fundadoras do PSDB. Exerceu dois mandatos de vereadora e foi vice-prefeita na gestão de Luiz Paulo Vellozo Lucas. Daí, disparou na pista política.

No Senado Federal

Luzia exerceu um mandato de dois anos no Senado, quando foi campeã de proposições. Depois, foi eleita deputada estadual e agora está cumprindo o seu quarto mandato.

Acontecimento marcante

Luzia Toledo formou-se em Direito e foi advogada da Codesa durante 18 anos. Sua atuação junto à Fazenda da Esperança é um destaque. Trata-se de uma entidade que trabalha na recuperação

52

de dependentes químicos. Ela também é embaixadora do programa, que consta com duas unidades no Espírito Santo, uma em Alegre e outra em Serra. Seu trabalho de coração é em prol ao Asilo dos Velhos. Ela atua ali com muito amor e dedicação há mais de 30 anos.

Homenagem

Luzia tem títulos de cidadã de todos os municípios do Espírito Santo, e não me consta que outra pessoa tenha esse mérito. Ela foi homenageada pela ArcelorMittal com o título “Transformando o amanhã”, por sua atuação frente ao Asilo dos Velhos.

Recepção especial

Um acontecimento marcante na vida da deputada Luzia Toledo ocorreu quando ela foi recebida pelo Papa João Paulo II, no Vaticano. Ela frisou para o titular desta coluna que “foi, seguramente, uma das maiores emoções da minha vida quando fui abençoada por ele, que hoje é um santo da Igreja Católica. Um momento muito emocionante e inesquecível”.

Viagens

Viajar, para Luzia, sempre foi um bom programa de diversão, mas também de aprendizado. “Uma das viagens inesquecíveis foi pela Polinésia Francesa, em companhia de bons amigos, como você, Gilberto Michelini, entre outros.” Finalmente, um resumo de uma personalidade marcante na vida do nosso Estado.


Personalidade do Dia

GREGÓRIO

Repsold Personalidade do dia

10 de abril de 2016

E

le chegou a Vitória na década de 80, vi alguns dos seus trabalhos, gostei e o convidei para formalizar meu apartamento, ainda na planta, para que ficasse ao meu gosto. Ele modificou quase tudo e ainda desenhou os móveis fixos. Estou falando do arquiteto Gregório Repsold, que desde jovem projetava os próprios móveis e painéis do seu quarto. Escolheu a Arquitetura porque sempre acreditou que através dela poderia levar qualidade de vida a muito mais pessoas e às cidades.

Outras obras

Adora o mar

Homenagens

Gregório nasceu em Juiz de Fora (MG) e sempre desejou morar perto do mar. Daí escolheu Vitória. Ao chegar aqui conheceu Olímpia, se apaixonou, casou e tiveram os filhos Greg, Alexandre e Nikolas. Com Olímpia fez uma dupla de sucesso na Arquitetura, uma vez que ela é também arquiteta. Ele se formou na Universidade Federal de Minas Gerais.

Projetos e mais projetos

O escritório de Gregório e Olímpia já realizou mais de 900 projetos de arquitetura, totalizando mais de um milhão de metros quadrados de área e 64 projetos de urbanismo. O mais premiado projeto é a sede do Grupo Águia Branca, que, por sinal, recebeu um prêmio internacional na Bienal de Arquitetura de Quito, além de prêmios nacionais, como o “Jovens Arquitetos”, de São Paulo.

Os Repsold também ganharam prêmios com a área de urbanismo da Praça dos Namorados e a Praça de Ciência, premiada pelo Instituto dos Arquitetos do Brasil. Eles têm vários cursos extras tanto no Brasil quanto no exterior. Estão sempre se reinventando. Gregório teve também encontros importantes como Oscar Niemeyer, Lucio Costa, Ruy Othake, João Mendes da Rocha, além de arquitetos do exterior, como José Botey, Cesar Pelli e Mario Botta.

Recebeu várias homenagens, entre elas durante os 50 anos da União Internacional de Arquitetos, em Lausanne, na Suíça. Aqui, recebeu a Comenda de Domingos Martins, pela Assembleia Legislativa, e a Comenda Arquiteta Maria do Carmo Schwab, pela Câmara Municipal.

Metas

Sua principal meta é continuar trabalhando para projetar espaços socialmente justos que tragam alegria e qualidade de vida para todos. E trabalhar com afinco para tornar Vitória mais bela do que é.

Tem mais

“Tive a grande honra de conhecer pessoalmente Oscar Niemeyer. Aprendi com ele muitas coisas que não me ensinaram nas escolas.” Esse é o resumo da trajetória de Gregório Repsold, um presente que Minas mandou para Vitória.

53


Personalidade do Dia

VALLECIO

Chieppe

Personalidade do dia

17 de abril de 2016

E

le deixou nosso convívio, mas ficou gravada na história do Espírito Santo sua trajetória como guerreiro, um lutador incansável e vitorioso. Estou falando de Vallecio Chieppe, que desde os sete anos de idade já trabalhava no comércio de secos e molhados ao lado de seu pai. Entretanto, em 1946, aos 17 anos, trabalhou como trocador e motorista do ônibus também adquirido pelo seu pai, Carlos Chieppe. Os amigos já diziam: “Trabalhador igual ao pai”. Sua mãe chamava-se Leonidia Dalla Chieppe, e os dois tiveram dez filhos: Vallecio, Diva, Dina, Wander, Amelia, Aylmer, Cenira, Nilce, Nilton e Wagner.

Sucessão

Vallecio deixou sua mulher, Nascir Guaitolini Chieppe, e os filhos, Decio, Liliane e Edilene, além dos netos. Decio é o seu sucessor no forte Grupo Águia Branca, que ele alavancou junto aos irmãos, Aylmer e Wander. Hoje, esse grupo com várias ramificações é de renome nacional.

Trajetória

Os grandes parceiros nesses 70 anos de história profissional foram os irmãos de Vallecio, considerado o grande idealizador da empresa. Com ele, foi criado o Grupo Águia Branca. Aliás, é bom citar que a Viação Águia Branca foi fundada por Ceny Judice Achiamé, no início da década de 50. A empresa veio a ser comprada por Vallecio e por seu sócio, João Godoy, em 1957. Depois, ela passou a ser somente da família Chieppe.

54

Símbolo da Polônia

Quando a empresa foi fundada, fazia uma linha de Colatina à comunidade polonesa chamada Águia Branca, distrito do município. Essa comunidade tinha escolhido esse nome porque uma águia branca era o símbolo da Polônia.

O crescimento

Esse grupo faturou em 2015 nada mais nada menos que R$ 5,3 bilhões. Emprega mais de 15.500 pessoas, entre funcionários diretos e terceirizados. Tem mais: 47 cidades do Espírito Santo são atendidas pelo Grupo Águia Branca, entre divisões de passageiros, logística e comércio.

Expansão

Hoje, o leque desse forte grupo abriu sensivelmente, abrangendo a Viação Águia Branca/Salutaris, Vix Logística, Autoport, Vitória Diesel, Vitória Motors Mercedes-Benz, Vitória Motors Chysler, Vitória Motors Jeep, Kurumá Veículos, Savana Veículos, Osaka, Land Vitória, Azul (empresa coligada) e quase 30 concessionárias espalhadas pelo país.

Sucessores

Os irmãos Chieppe souberam com maestria colocar seus sucessores no comando do grupo, que desafia crises expandindo seus negócios. Evidente, tudo começou com Vallecio, mas os irmãos e sucessores foram grandes parceiros e grandes alunos. É o resumo da trajetória de um grande guerreiro.


Personalidade do Dia

RITA

Garajau Personalidade do dia

24 de abril de 2016

E

m papo amigo com a designer de interiores Rita Garajau, ela foi logo dizendo: “Uso Rita Garajau, nome com que você me batizou e que com muito orgulho assumi”. Ela assinava Rita Garajau Pereira, mas, com o seu prestígio no mundo das artes e na própria sociedade, de acordo com o marketing, ela deveria simplificar o nome para ficar forte e incisivo. Daí a minha sugestão, que pegou, por sinal.

Sua carreira

Sempre modesta em suas respostas, Rita declarou à Coluna HD: “Aprendi tudo com Marcelo Vivacqua, arquiteto de renome, meu professor com quem estagiei e comecei minha carreira”. Ela ainda faz questão de frisar com ênfase: “Não sou arquiteta, mas algumas vezes me rotulam assim, pois as pessoas confundem ou desconhecem as diferenças de atribuições”.

Família e graduação

Rita nasceu em Vitória, filha de Iracema e José Garajau Silva. Tem quatro irmãos: Iara, Graça, Nazaré e Eustáquio. Seus filhos são Germana e Benicio Pereira Neto. É graduada em Design de Interiores e formada em Artes pela nossa Ufes. Sem dúvida alguma, uma profissional do mais alto nível.

maior importância do nosso meio profissional, como Janet Costa e Freusa Zechmeister. É sempre bom conhecer gente de alto nível cultural.”

Amo o que faço

Sempre soube que para ser um bom profissional a gente tem que amar o que faz. Pois bem, minha querida Rita foi clara, bem clara em suas afirmações, entre elas “amo o que faço”. Adiantou que não poderia ter outra profissão. “Com o que faço me sinto completamente realizada.”

Primeira Casa Cor do Brasil

Rita Garajau, que também não sabe parar, teve a oportunidade de participar da primeira Casa Cor do Brasil, realizada em Brasília, em 1991, antes de acontecer o evento em Vitória. O titular desta coluna e sua Regina foram lá para cumprimentar a amiga Rita. Poderia falar muitas outras coisas dessa menina bacana, mas o espaço não permitiu. Foi um resumo da trajetória de Rita, aquela dos belos olhos.

Referências

“Em vários eventos culturais que realizei em Vitória tive oportunidade de conhecer pessoas da

Com Janet Costa e Freusa Zechmeister 55


Personalidade do Dia

JOSÉ LINO

Sepulcri

Personalidade do dia

E

1º de maio de 2016

le nasceu em Itaguaçu em 15 de maio de 1941, filho de Primo Luiz Sepulcri e Erminia Coser Sepulcri. Sua infância não foi diferente das famílias que lutavam por melhores dias, mas chegou lá. Hoje, exerce com maestria a Presidência da Federação do Comércio do Espírito Santo, é diretor da Confederação Nacional do Comércio e presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Veículos. No particular, um bem-sucedido empresário no comércio de veículos. Estou falando de José Lino Sepulcri, que é diplomado pela Escola Técnica de Comércio de Vitória e em Administração. Uma figura de destaque e muito querido no Espírito Santo.

a 60% do Produto Interno Bruto (PIB) estadual e 80% da arrecadação de Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Esse trabalho é feito em sintonia com os 22 sindicatos e entidades.

Outras funções

Ele possui inúmeras condecorações, como a de Cidadão Vitoriense; Líder Empresarial, conferido pela Rede Vitória/Record; Comenda João Punaro Bley, conferida pelo Banestes; Comenda da Ordem do Mérito Comercial, concedida pelo Conselho Nacional do Comércio; Comenda Rubem Braga, pela Prefeitura de Cachoeiro; Comenda Egidio Coser, pela Câmara Municipal de Vitória; Amigo de Magistratura; Amigo da Marinha; Ordem de Tibúrcio, pelo Exército, e outras mais.

Ele também exerce a Presidência do Conselho Deliberativo do Sebrae, é diretor financeiro da Confederação Nacional do Comércio, titular da Junta Comercial de Vitória, presidente do Fórum das Entidades, Federação do Comércio das Indústrias, Federação da Agricultura e Federação dos Transportes.

Desafios e metas

Como presidente da Fecomércio, enfrentando o panorama atual do país, ele vai intensificar mais ainda o associativismo, estimulando a classe empresarial a se aproximar e a participar das ações da Federação, que hoje representa cerca de 120 mil empresas. Isso equivale José Lino Sepulcri, sua mulher, Juracy, e os filhos, Paulo Cesar, Patrícia e Claudia 56

Família e religião

José Lino é casado com Juracy e tem os filhos Patrícia, Paulo Cesar e Claudia. É membro do Conselho de Administração da Mitra Arquidiocesana e teve o privilégio de recepcionar juntamente com sua mulher o Papa João Paulo II. Tem mais: é gamado pelos netos Mariana, Ana Luiza, João Pedro, Pedro Paulo e Maria Clara.

Homenagens


Personalidade do Dia

MAELY

Coelho Personalidade do dia

8 de maio de 2016

U

m cidadão simples, amável e sempre de bem com a vida, o que torna fácil conviver com ele. Estou falando de Maely Coelho, um presente especial da Bahia para o Espírito Santo. Ele nasceu em Vitória da Conquista, filho de Maria de Lourdes Botelho e Manoel Coelho, é casado com Maria da Penha e tem os filhos Maely, Helber e Vinicius. “Ganhei a sorte grande em vir morar em Vitória. A empresa em que eu trabalhava na Bahia abriu uma filial aqui e então pedi para atuar nessa filial. Depois, abri meu próprio negócio. Sorte, muita sorte minha escolher onde morar.”

Homenagens recebidas

Possui os títulos de Cidadão Espírito-Santense, Cidadão de Vitória e Cidadão de Vila Velha. Ganhou outras homenagens, entre elas do Ibef, como Empresário de Destaque, e outra do Tribunal de Justiça. “O povo capixaba é muito caloroso e a gente se sente bem em conviver com ele.”

Atualidade nacional

“Nunca na história deste país convivemos com uma crise como essa, isto é, crise econômica,

crise política, crise social, crise ética e a crise da indignação. Torna-se impossível conviver com todas juntas. O país precisa mudar para recuperar o que jogaram fora. E não vai ser fácil a recuperação, tal o estrago.”

Atividades

Maely escolheu bem a comunicação como prioridade profissional, tornando-se logo o rei do outdoor. Hoje, ele também atua como um dos donos do MedSênior, a única operadora de seguro-saúde no Estado especializada em terceira idade. Tem como meta romper as divisas do Espírito Santo e atuar em outras capitais.

Vitória é toda linda

Perguntei ao Maely o que achava de Vitória. Rapidamente respondeu: “Ela é toda linda.” Falou mais: “Em nenhuma parte do mundo encontramos nada parecido. No mesmo lugar, temos navios, pedestres, carros, convivendo no mesmo espaço. É linda e sui generis”.

Está faltando

“Uma capital bela como Vitória precisa urgentemente de um aeroporto digno, um hotel de frente para o mar e um grande centro de convenções.” Ao encerrar o nosso papo amigo, o pração Maely falou: “Não tenho quase nada mais a acrescentar, mesmo porque vivemos num Estado que é a síntese do Brasil. Temos tudo que o país tem e muita coisa que outros estados gostariam de ter, mas não têm e nunca terão”. No seu casamento, em 1974 57


Personalidade do Dia

FERNANDO

Pretti

Personalidade do dia

15 de maio de 2016

O

convidado de hoje para um papo com a Coluna HD e obviamente com os leitores nasceu em Santa Teresa, aquela cidade gostosa das montanhas, e é formado em Medicina pela Ufes. Estou falando de Fernando Pretti, que também fez os cursos de residência no Instituto de Hematologia do Rio de Janeiro e pós-graduação na Pontifícia Universidade Católica do Rio. Atualmente, com toda sabedoria no setor, dirige o Laboratório Bioclínico, tendo ao lado os colegas Adilia Binda e Alfredo Pretti.

admirando a paisagem pela janela de sua suíte no Hotel Ilha do Boi saboreando uma caipirinha”.

Homenagens

Viagens

Vitória

Sonho e meta

“Tive a honra de receber o título de Cidadão Vitoriense, uma vez que amo muito a cidade de Vitória, escolhida para viver com minha família e atuar na Medicina Hematológica. O autor da homenagem foi o vereador Jose Carlos Lyrio Rocha.” Fernando também foi homenageado com a Comenda Virgilio Lambert, pela cidade de Santa Teresa, e por um grupo de formandos em Medicina pela Ufes.

Durante o nosso papo ele voltou a falar de Vitória: “Uma bela cidade com uma topografia privilegiada, que oferece o conforto essencial de uma boa cidade. Um lugar onde quase todos se conhecem”. E foi mais além com esta: “Uma cidade que fez um colega médico francês perder seu voo para Belo Horizonte porque ficou

58

Família

Fernando é filho de Tercilia Bortolini e Alfredo Pretti. É casado com Leyla Abiguenem Abib e tem os filhos Alfredo e Fabio e os netos Felipe e Rodrigo. Aliás, sobre sua família, ele fala com ênfase: “O fato de maior destaque que aconteceu em minha vida foi o nascimento dos meus dois netos, filhos de Alfredo e de Fabio, no mesmo dia com a diferença apenas de uma hora”.

Sobre viagens profissionais, ele respondeu que já fez inúmeras para congressos e pequenos cursos, principalmente em São Paulo e Buenos Aires. Também já participou de jornadas nos Estados Unidos. Viajando a lazer, sempre ao lado de sua querida Leyla, esteve várias vezes na Itália, França, Alemanha, Inglaterra, Espanha, Portugal, Grécia e Turquia, além dos vizinhos Uruguai e Argentina.

“Meu sonho é morar uma boa temporada na Itália, país dos meus antepassados.” Como meta profissional, ele frisou: “É sempre ficar atualizado para poder continuar oferecendo um serviço de diagnóstico com um nível idêntico aos dos melhores centros médicos do mundo”. Falou, garoto. Meu muito obrigado pelo papo.


Personalidade do Dia

RITA ROCIO

Tristão Personalidade do dia

22 de maio de 2016

E

la está aniversariando hoje, tem olhos bonitos, é uma promoter de mão cheia e possuidora de dons dos grandes executivos. Claro que estou falando de Rita Rocio Tristão, que trouxe para nossa terra a maior promoção artística das Américas. Isso mesmo. Ela enriqueceu o mundo cultural do Espírito Santo com a Casa Cor. Se isso fosse pouco, ela também comanda a Casa Cor de Pernambuco. Um talento a toda prova.

Início de carreira

Rita nasceu em Vitória, filha de Conceição Maria e Orestes Rocio. Tem os filhos Raphael, Luiza e Renata. É diplomada em Arquitetura e desde cedo demostrou interesse por trabalhos relacionados à profissão. Aos 14 anos, decidiu fazer o curso de Edificações na antiga Escola Técnica Federal do Espírito Santo.

Sempre inovando

“Todo projeto da Casa Cor deste ano é inovador, a começar pelo local. Pela primeira vez realizarei em um hotel. Também criamos outros segmentos, como Semana do Design, Semana da Moda, Semana da Gastronomia e por aí.” Rita gostaria, neste momento, de transmitir um pouco das experiências vividas e, ao mesmo tempo, observar as novidades. Mesmo assim, não tira a ideia de morar uma boa temporada na Europa.

Tem mais

Sempre dedicada aos estudos, Rita fez pós-graduação em Gestão Empresarial na Fundação Getulio Vargas. Iniciou sua carreira no Rio de Janeiro, onde manteve seu escritório de Arquitetura por 10 anos, tornando-se sócia do famoso arquiteto Zanine. Em 1996, trouxe a Casa Cor para o Espírito Santo, que está completando 21 anos.

Casa Cor Rio

No Rio, conheceu a Casa Cor e ao retornar a Vitória percebeu a qualidade dos profissionais da terra e que eles não tinham um local onde pudessem expor seus projetos. Dividiu essa observação com sua grande amiga Rita Garajau. Foram visitar juntas o evento de São Paulo. Ao regressarem, e depois dos contatos com as “donas” da Casa Cor, surgiu a primeira Casa Cor do Espírito Santo.

Adora Vitória

Continuando nosso ligeiro papo, ela fez questão de frisar com ênfase: “Adoro Vitória”. Disse ainda: “Sinto falta de mais opções culturais. Sempre digo que, através da cultura, Vitória pode se tornar um destino, pois tem uma excelente localização. Precisamos de mais iniciativas como a do Museu Vale. Aliás, considero Ronaldo Barbosa, Jônice Tristão e Paulo Hartung figuras das mais expressivas do Espírito Santo”. Esse é o resumo de um papo que mantive com a vitoriosa Rita Rocio Tristão.

59


Personalidade do Dia

SERGIO CARLOS

de Souza

Personalidade do dia

29 de maio de 2016

Q

uando exercia a profissão de cirurgião-dentista trabalhei no Sesi durante oito anos. Ali tive como colega, e depois um amigo, Dilson Carlos de Souza. Nós sempre colaboramos um com o outro em substituições, informações e por aí. Nesse tempo, Dilson casou-se com Neida Santos e daí ganhou o filho Sergio Carlos de Souza, hoje competente advogado, que passou também a ser meu amigo por obra e graças de Deus. É a personalidade do dia.

Profissão

Perguntei ao Sergio por que ele escolheu a advocacia como profissão. A resposta veio pronta: “Influência do meu tio Namyr Carlos de Souza, que era advogado famoso. Eu admirava muito o seu trabalho. Desde cedo, eu e meu irmão Rodrigo, meu sócio no Carlos de Souza Advogados, aprendemos a admirá-lo pelo exemplo de vida e pelas histórias que sempre nos contava durante jantares em nossa casa”.

Outro exemplo

“Sempre admirei o desembargador Antonio José Miguel Feu Rosa, outro exemplo na vida profissional. Para atuar positivamente nessa profissão também fiz curso na Universidade

Estácio de Sá, no Rio de Janeiro, de Direito Tributário e de Direito Ambiental, na Fundação Getulio Vargas. Evidente que com esses cursos, congressos, seminários e muita leitura aprimorei meus conhecimentos.”

Família

Sergio Carlos de Souza nasceu em Vitória, no dia 12 de novembro de 1966. Casou-se com Mara Aleixo, com quem teve os filhos Jessica, hoje com 23 anos, e Daniel, com 17. Sobre Vitória, ele disse: “É uma bela cidade. Um ponto a ser melhorado é o mercado de turismo. Uma cidade como a nossa deveria ser um expoente turístico nacional”.

Faz o que ama

Sergio também aprendeu uma lição de seu pai: “Devemos nos sustentar fazendo o que amamos”. Disse mais: “Eu sempre amei a advocacia e por isso exerço essa profissão há 25 anos. Conseguimos em nosso escritório contribuir para o saber jurídico de muitos colegas menos experientes e atualmente contamos com 13 advogados em nosso quadro. Faz parte de minha meta, também, nunca envelhecer profissionalmente e por isso estou sempre me atualizando”.

Reconhecimento

“Pela minha atuação nesse campo fui reconhecido como Advogado de Destaque pela revista Veja, na reportagem ‘Os Super Advogados’, publicada na edição 1.595, de 28 de abril de 1999.” Ao lado do irmão, amigo e sócio, Rodrigo Carlos de Souza 60


O Grupo Buaiz nasceu no Espírito Santo e tem orgulho de fazer parte do dia a dia dos capixabas. Uma história que começou com um sonho e se concretizou em um dos maiores grupos empresariais do estado, unindo empresas dos setores de alimentos, comunicação, shopping e imobiliário. E tudo isso traduz o nosso maior compromisso: fazer o melhor para você. Grupo Buaiz. Há 75 anos, investindo, crescendo e acreditando na força da nossa gente.

Até 2018 serão investidos R$ 100 milhões nos negócios do Grupo, participações em empresas de mercado e startups.

ALIMENTOS

COMUNICAÇÃO

SHOPPING VITÓRIA

Ampliação de 35% da produção de farinha, nova fábrica de mistura para bolo e novo centro de distribuição.

Digitalização de todo o parque tecnológico de TV e rádio.

Revitalização das áreas comuns, nova ala gourmet, novas marcas e melhorias constantes no mall.

7

anos


Personalidade do Dia

ANA COELI

Piovesan

Personalidade do dia

5 de junho de 2016

C

onheci Ana Coeli Piovesan quando fiz um trabalho de três meses no Grupo Tristão, como cerimonialista em torno da inauguração da Realcafé. Ela era advogada de confiança de Jônice Tristão. Com pouco tempo de convivência senti logo que ela era uma mulher determinada, sonhadora, otimista e super corajosa para enfrentar desafios. Só não descobri que mais tarde ela seria uma expert nas artes plásticas em nossa terra. Só não percebi também que mais tarde ela teria a maior pinacoteca do Espírito Santo.

Galeria de arte

Sempre corajosa, criou a Galeria de Arte Ana Terra, nome sugestivo por sinal, em 1º de fevereiro de 1982. Perguntei por que, e ela respondeu prontamente: “Primeiro, como colecionadora, meu acervo já não cabia em minha casa; em segundo lugar, com minhas perdas bancárias da época (Bovespa, Coroa Brastel, Montepio, Banco Econômico da Bahia etc), vi que as artes constituíam uma reserva de valor mais sólida e rentável, e em terceiro lugar, atendia a um prazer visual que aprendi desde a infância, a desfrutar das artes”.

Apaixonada por Vitória

Ana veio a Vitória para fazer o curso de Direito. Disse ela: “Cheguei, vi, me apaixonei, fiquei e não pretendo sair nunca em definitivo. Amo Vitória e seus arredores, especialmente Campinho.

62

Sou filha de Vitória por lei, como também recebi o título de Cidadã Espírito-Santense. Por outro lado, recebi outras homenagens e títulos que muito me honram, como presidente do Conselho da Mulher Executiva e presidente da Associação Brasileira de Mulheres de Carreira Jurídica, entre outros”.

Ana Coeli

Ela nasceu em Ponte Nova, Minas Gerais, filha de Maria José e Agenor Henrique de Oliveira e teve os filhos Aglay e Attila. Sua infância aconteceu em Ponte Nova, Ouro Preto, Viçosa e por aí. Dos oito aos 18 anos foi interna no Colégio Presbiteriano de Alto Jequitibá. Já era versátil, praticando vôlei, teatro e jornalismo. Desde cedo pensava em trabalhar com o Direito. Por causa disso arrumou as malas e veio para Vitória, onde diplomou-se pela Ufes, em 1966. Disse ela: “Desde os três anos já me posicionava em defesa do que acreditava”.

Era pouco

Gente estudiosa e inteligente, além do curso de Direito, ela fez Administração e também Economia pela Ufes. No Rio, fez o curso de Direito Tributário, Direito Financeiro e Empresarial pela Fundação Getulio Vargas (RJ) e finalmente História da Arte, em São Paulo e também em Minas. Daí, entrou firme no mundo da arte, no qual é uma vitoriosa.


Personalidade do Dia

RICARDO

Dalla Personalidade do dia

12 de junho de 2016

E

le nasceu em Colatina, filho de Ruth e Arysio Dalla, e é casado com a arquiteta Tereza Cristina Marques, com quem teve os filhos Bernardo e Ramon. Passou a adolescência em Vitória, formou-se em Direito pela Ufes, em 1983, e em Administração de Empresas pela UVV, em 1981. Estou falando do competente advogado tributarista Ricardo Corrêa Dalla. Disse ele: “Tive a honra de ser aluno de João Batista Celestino, que ministrava Direito Tributário na UVV, e de João Batista Herkenhoff, na Ufes”.

Livro do Ano

Um fato que muito orgulha o tributarista Ricardo Dalla: em 2002, a Academia Brasileira de Direito Tributário de São Paulo concedeu ao seu livro “Multas tributárias, natureza jurídica, sistematização e princípios aplicáveis” o título de Livro do Ano, com o Prêmio Gilberto de Ulhôa Canto. O livro foi editado pela Del Rey.

Viagens e aventuras

Aos 20 anos, Ricardo trancou os cursos universitários e foi com a cara e coragem morar em Londres por um ano. Ganhou muita experiência de vida. Gosta de velejar, e uma grande aventura foi navegar por toda a costa brasileira e, depois, em São Francisco (Estados Unidos), velejar por baixo da famosa e histórica Golden Gate. “Eu e minha mulher, Tereza, com os filhos, Bernardo e Ramon, em 2005, passamos três dias e três noites navegando, em barco a vela, uma

circunavegação por Ilha Grande, em Angra dos Reis. Para nós foi uma experiência fabulosa.”

Ainda estudos

Ricardo Dalla fez mestrado em Direito Tributário pela PUC de São Paulo, em 1984, e também teve o privilégio de ser aluno de grandes juristas, como Michel Temer, Carlos Velloso, Tercio Sampaio, Paulo Barros Carvalho, Geraldo Ataliba, Celso Bastos, Maria Helena Diniz, Marco Aurelio Grecco, Ives Gandra, Sacha Calmon e José Alfredo Baracho, em variados cursos. Disse ele: “Colhi com esses mestres ensinamentos muito especiais para minha profissão”.

Sonhos

“Sonhos para mim são como estrelas no céu. Olho para elas e digo para mim mesmo: um dia te alcanço. Dentre eles, formar minha equipe de trabalho para que eu possa me ausentar e fazer um doutorado em uma grande universidade, como Harvard, Columbia e Stanford, nos Estados Unidos. Tenho convicção de que estou no caminho certo.”

Gostar do que faz

“Tenho certeza que escolhi a profissão certa, haja vista os resultados positivos.” Ricardo já foi presidente do Instituto dos Advogados do Espírito Santo, conselheiro da OAB e agraciado com o título de Sócio Honorário da Academia Brasileira de Direito Tributário.

63


Personalidade do Dia

JOSÉ EDUARDO

Moreira

Personalidade do dia

19 de junho de 2016

C

achoeiro de Itapemirim nunca esquece os seus filhos valorosos, mesmo que eles morem em outros lugares. Por isso mesmo, o genial Newton Braga criou a festa do Dia da Cidade e do programa que faz uma importante homenagem e que leva o título de Cachoeirense Ausente Número Um. Neste ano, o homenageado será José Eduardo Moreira, filho de Cora Mello e Edson Rebello Moreira. Ele é casado com Beatriz Hekenhoff, com quem teve os filhos Juliana, formada em Design de Moda e Cinema; Ricardo, que é médico, e Gustavo, economista.

Bom de bola

Cachoeirense Ausente

Ao terminar o curso, em 1970, ele fez duas pós-graduações no Coppe/UFRJ, onde recebeu o título de Master of Science. Além disso, fez o importante curso no Banco Mundial sobre Projetos de Energia. Também recebeu, entre outros, o diploma Mauricio Joppert como o melhor aluno de Engenharia Civil Geotécnica.

Perguntei a José Eduardo o que achou ao ser escolhido como Cachoeirense Ausente e, com o seu reconhecido bairrismo, respondeu: “É a maior homenagem que todos os cachoeirenses podem receber. Considero essa homenagem não apenas pela minha trajetória profissional, mas como reconhecimento ao amor que tenho pela cidade e às lembranças do Rio Itapemirim”.

O rio de sua vida

Ele voltou a falar sobre o Rio Itapemirim: “Durante muitos anos, minha casa em Cachoeiro era à margem desse rio, e eu ficava longo tempo olhando aquele místico. Dormia escutando o murmúrio de suas águas. Caminhava e pescava com frequência. Conheci os maiores rios do país, mas nenhum se iguala ao Itapemirim”.

64

José Eduardo, Zedu, para os íntimos, nasceu em 25 de novembro de 1947. Aos 15 anos deixou Cachoeiro, mas nunca esqueceu o Liceu Muniz Freire, que o preparou para a vida. Também lembrou muito a sua atuação pelo Estrela Futebol Clube. Diz a turma que ele era bom de bola e um grande artilheiro. Disse ele: “Deixei Cachoeiro já pensando em me preparar para o vestibular de Engenharia, curso que fiz na Escola Nacional, que hoje é da Universidade Federal. Eu era estudante e professor ao mesmo tempo”.

Master of Science

Amor por toda vida

Ao chegar no final do nosso papo, José Eduardo fez questão de acrescentar: “Continuo amando Cachoeiro não só pelas lembranças e pelos amigos que ainda lá moram, mas, principalmente, porque, apesar do seu crescimento econômico nestes 53 anos, desde que de lá parti, não perde a alma de uma cidade do interior e mantém entre seus habitantes aquela mesma amizade de antigamente”.


Personalidade do Dia

CLOVIS ABREU

Vieira Personalidade do dia

26 de junho de 2016

E

le nasceu em Muqui, filho de Maria da Penha e Ataulpho Vieira Machado. É casado com Ana Maria Oliveira Vieira, com que ganhou os filhos Gustavo e Fernanda. Desde jovem veio estudar em Vitória, onde se formou em Economia pela Ufes, em 1968. A escolha dessa profissão se deu pelas possibilidades que ela oferece de uma sólida formação teórico-prática para não só atuar no mercado profissional dos setores públicos e privado, mas também pela possibilidade de interpretar os diferentes movimentos da sociedade. Estou falando de Clovis Abreu Vieira.

Cursos

Além de Economia na Ufes, Clovis fez vários cursos de treinamento profissional e o mestrado em Economia na Fundação Getulio Vargas, do Rio de Janeiro. O meu entrevistado de hoje também tem várias homenagens, como Cidadão Honorário do Estado de West Virginia (Estados Unidos), Comenda da Ordem do Mérito Domingos Martins, Comenda Monsenhor Rômulo Neves Balestrero, homenagens do Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas da Ufes e do nosso Ibef, entre outras.

Gente nossa

Perguntei ao Clovis quais pessoas ele mais admira em Vitória. Rapidamente respondeu: “Primeiramente Américo Buaiz, que já nos deixou, mas serviu de exemplo para todos nós como cidadão empreendedor. Também admiro

Otacílio Coser, Carlos Aguiar e Marcos Troyjo. Para mim são figuras marcantes no desenvolvimento do nosso Estado”.

Desejos

“Primeiramente ser um profissional atuante no segmento produtivo estadual e participar ativamente de instituições voltadas para a construção de uma sociedade mais justa e democrática. Viver ao lado de minha querida família e ver os meus filhos e netos dando sequência aos valores morais e serem realizados profissionalmente.” Outros desejos, Clovis já realizou, como conhecer a China e seus mistérios, conhecer toda a Itália com sua família e navegar pelo Rio Amazonas.

Participante

Clovis Vieira sempre foi um cidadão participante. No momento, exerce a função de diretor da Vieira e Rosenberg Consultores Associados. Já foi presidente do Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças (Ibef), diretor da Findes, professor adjunto do Departamento de Economia da Ufes, consultor da Oderes, membro do Conselho Superior da Codiex e tantas mais. Clovis é como sempre digo: daqueles que não sabem parar, por isso mesmo é um executivo bem-sucedido.

Com Marcos Troyjo, na Columbia University, Nova York 65


Personalidade do Dia

KAMEL

Moyses

Personalidade do dia

3 de julho de 2016

T

ipo de pessoa boa para a gente escolher como amigo: atencioso, prestativo e amável. Estou falando do oftalmologista Kamel Moyses, filho de Lorice e Samuel Moyses. Ele é casado com Rita de Cassia, tem os filhos Kamile Bonadiman, Karine Moro, Igor Borges Moyses e Yasmin e já soma cinco netos. Uma família de médicos e de gente boa. Perguntei a ele por que escolheu a Medicina como profissão, e a resposta veio pronta: “A Medicina me escolheu desde que eu me entendo como gente”. Essa história segue adiante.

Continuando o papo

“Quando criança, me deparei na minha família com um tio cego. Fiquei triste com sua situação e resolvi ingressar nessa jornada a fim de entender o que ele vivia e procurar uma cura. A oftalmologia sempre foi a minha primeira e única opção. Não consigo explicar, é coisa de Deus.”

Formatura e outros cursos

Kamel foi da sétima turma da Ufes, formada em 1972. Além desse, fez outros vários cursos procurando se integrar mais ainda à sua especialidade, e um dos mais marcantes foi no Instituto Barraquer, em Barcelona, na Espanha. Fez outros cursos em Belo Horizonte, no Hospital Hilton Rocha, e também em Campinas (SP), no Instituto Penido Burnie. “Os estudos me ajudaram a cumprir minha principal meta, que é ser luz na vida dos meus pacientes.”

66

Gosta de viajar

“Quando acabei minha especialização em Barcelona, fiz um giro de um mês pela Europa de carro. Conheci lugares belíssimos e aprendi muitas coisas, mesmo porque viagem também é cultura. Gosto muito de Nova York. Outro giro gostoso que fiz com toda minha família foi pelo Chile, de norte a sul. Em nosso país um lugar gostoso é Búzios, que tem a vantagem de estar perto da nossa casa.”

Equipe de trabalho

Perguntei sobre a sua clínica oftalmológica e ele respondeu: “Minha equipe é formada por 16 profissionais. Na equipe médica, conto com oito. Trabalho com minha mulher, Rita, minha filha Karine, meu genro Fernando. Além deles, três retinólogos, Marcelo, Kélcia e Alexandre, e uma especialista em pálpebras, Zandara. Também tenho a ajuda de meus secretários, onde se destaca o Hélio, fiel amigo.”

Vitória

“Na minha concepção, Vitória é uma cidade fantástica. Ela é bonita, gostosa e bem aconchegante para morar. Está crescendo dia a dia, mas não perdeu aquele bucolismo que sempre a caracterizou. Digo mais: ela ainda tem muitas belezas ocultas que precisam ser exploradas.” Assim, termino o papo de hoje com Kamel, cidadão que faço questão de ter como amigo.


Personalidade do Dia

CARLOS

Marianelli Personalidade do dia

10 de julho de 2016

C

olatina é realmente uma cidade pródiga e bondosa. Tanto assim que mandou mais um valioso presente para Vitória, que foi o bem-sucedido empresário Carlos Marianelli. Isso mesmo. Ele nasceu naquela cidade em 1º de setembro de 1958 e chegou aqui em 1976, onde se formou em Engenharia Civil pela nossa Ufes. Chegou e foi logo se apaixonando por Vitória. Carlos é filho de Maria Alzira e Lorival Marianelli e tem os filhos Tadeu e Mateus Alcuri Marianelli, que já atuam nas empresas do pai e do tio Beto. Agora, está in love total com Lane Santos, sempre ao seu lado.

Muitas lutas

Carlos Marianelli frisou para a Coluna HD que até chegar onde está enfrentou muitas lutas. Ele iniciou seus negócios aos 12 anos em uma banca de revista na rodoviária de Colatina, onde trabalhou até os 16. Para custear seus estudos em Vitória, ele e seu irmão Tadeu montaram um depósito para vendas de madeiras, a Mademar, na Serra. “E assim fomos subindo os degraus.”

Nova meta

Continuando o papo com o titular desta coluna, disse ele: “Após muita leitura sobre o mercado e observando as tendências do comércio de material de construção, que já sinalizava para uma segmentação, em 1993, eu e meu irmão Carlos Alberto decidimos montar

a Composé Revestimentos e Acabamentos, e depois criamos a Composé Serra”.

Pulo internacional

Segundo ele, o Brasil tem muita volatilidade: um ano está bem e outro, ruim. Pensando nisso, os irmãos deram um passo mais longo. “Miami é atualmente a capital do mundo em termos de migração mundial e com um fluxo muito grande de brasileiros. Assim resolvemos investir ali abrindo uma loja Composé, o que aconteceu há três anos, e os bons resultados estão chegando.”

Olhando para frente

A meta de Carlos é tornar as empresas globalizadas, com credibilidade, tanto no mercado brasileiro quanto no americano. Através de muita dedicação, trabalho e determinação, pretende transmitir aos filhos conhecimento para que possam ser os empreendedores do amanhã, a fim de termos um país mais justo para nossos netos, livres da corrupção, com justiça e serviços dignos para todos.

Viagens especiais

“A primeira vez que fui à China foi fascinante, pois ela possui uma cultura e costumes muito diferentes. Outra viagem que também me impressionou foi à Capadócia, na Turquia. Um dos berços da civilização cristã.” Com relação a prêmios alcançados pela sua empresa, citou o Art et Décor, outorgado pela Rede Vitória/Record. Evidente, agora digo eu, com todo merecimento.

67


Personalidade do Dia

BENJAMIN

Gomes

Personalidade do dia

17 de julho de 2016

U

ma amizade de 30 anos e que a cada dia se fortalece mais. Ele é médico, meu vizinho e parceiro de várias viagens ao exterior. Fora isso, um pração. Estou falando de Benjamin Gomes, cujo nome inteiro é Benjamin de Souza Gomes Filho. Ele nasceu em Vitória no dia 12 de junho de 1950, por obra e graça de Áurea e Benjamin de Souza Gomes, seus pais. É casado com Neila Bonadiman e tem as filhas Andreia e Flavia. Outra grande virtude: é tricolor de coração.

Promoção especial

No papo jornalístico que mantive com Benjamin, senti que ele se orgulha muito de presidir o maior congresso de cirurgia plástica do mundo, realizado aqui, em Vitória. Em torno disso, conseguiu reunir nada mais nada menos que 2.175 médicos inscritos. Hoje, ele ocupa cargo na Diretoria da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, de coordenador de banca examinadora dos concursos para membro-titular.

Perto da Medicina

”Na infância frequentei quando necessário o Hospital dos Servidores Públicos, do qual meu pai era sócio-fundador e assim pude conhecer mais de perto, embora novo, a importância de tratar o ser humano e a soberania do médico da época. Daí a escolha pela Medicina, da qual hoje muito me orgulho.”

68

Tudo começou em 1970

Benjamin entrou na Faculdade de Medicina em 1970 e, durante o curso na Santa Casa, teve o primeiro contato com a cirurgia plástica, na equipe da Rogerio Ottoni, com a oportunidade de acompanhar seus trabalhos cirúrgicos e sentir que a cirurgia plástica tem os dois vértices da moeda, no que diz respeito à cirurgia restauradora e à cirurgia estética.

Contatos importantes

No Rio, conheceu Farid Hakme, que o introduziu na cirurgia plástica. Tornaram-se amigos e através dele chegou à maior escola de cirurgia plástica do mundo, a do professor Ivo Pitanguy. Com 40 anos de atividade profissional, tem como meta a criação de um serviço de ensino para a formação de médicos especialistas, projeto que está em andamento. Em 1991, foi aprovado como membro titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões.

Culto ao corpo

Disse ele à Coluna HD: “O Brasil é um país tropical onde o culto ao corpo é intenso. O brasileiro pode se expor ao sol quase 12 meses do ano, daí ter a maior escola de cirurgia estética do mundo, com especialistas que exportam conhecimento para outros países pela demanda das intervenções realizadas”. Enfim, em recente recepção tive a oportunidade de ver um grupo de cirurgiões plásticos em alta confraternização, o que atesta o savoir faire dessa gente.


Personalidade do Dia

HOMERO

Mafra Personalidade do dia

24 de julho de 2016

C

onheci primeiramente Homero Mafra, pai do entrevistado de hoje. Foi meu parceiro (e amigo) no Governo de Christiano Dias Lopes Filho. Aliás, Homero era de total confiança de Christiano. Depois, Myrian Junger Mafra, uma figura amável, sempre, sempre amável. O nosso Homerinho, entrevistado de hoje, ganhou a sorte grande de ser filho desse casal. Isso, para início de conversa, porque Homero Mafra Filho é a personalidade do dia.

sobre Fidel, num concurso internacional que aconteceu em Cuba.

Dúvida

Meta

Quando ainda estudante, Homero Mafra tinha dúvida na escolha da sua carreira. Seu primeiro deslumbramento foi a Medicina. Quando garoto, o desembargador José Vieira Coelho perguntou o que ele queria ser, e ele respondeu: “Quero ser doutor, igual ao doutor Jolindo”. Detalhe: Jolindo foi seu pediatra.

Igual ao pai

Crescendo e pensando bem, resolveu ser igual ao seu pai: advogado. Formou-se e teve a sorte de estagiar com o grande Milton Murad, que foi seu mestre na advocacia. Sorte também em ter sido aluno de Eugênio Sette e Helio Gualberto. A advocacia para ele é de suma importância. Acrescentou: “Ela me gratifica e me preenche”. Por outro lado, frisou que um prêmio que recebeu e muito o orgulhou foi ter sido escolhido como autor de um dos dez melhores trabalhos

Orgulho

Continuando nosso papo, Homerinho frisou com ênfase que uma das maiores vitórias de sua vida profissional foi ter sido eleito, pelo voto direto, presidente da Ordem dos Advogados. Isso em três eleições consecutivas. Ele acha que para quem ama a advocacia não pode existir vitória maior que essa.

Ele tem como meta advogar. Ama a advocacia. Também ampliar, mais ainda, o processo de interiorização da Ordem dos Advogados, levando dignidade aos advogados de fora da Grande Vitória, e um dos exemplos é a colocação de uma antena para transmitir aos advogados de lá os cursos que a AASP oferece. Cada uma das subseções da OAB tem uma antena no município-sede.

Professor Milton Murad

Um dos meus melhores amigos que tive em Vitória foi meu compadre Milton Murad, de inteligência rara. Pois bem, certa vez ele me disse que tinha um aluno bem aplicado e de futuro promissor. Obviamente, estava falando de Homero Mafra. Cidadão capixaba e cidadão de Vitória, Homerinho é muito respeitado como profissional e como gente boa de se ter como amigo.

69


Personalidade do Dia

ARIOSTO

Santos

Personalidade do dia

31 de julho de 2016

“O

crescimento exponencial que ocorreu com a cirurgia plástica no Brasil, nos últimos 20 anos, deve-se muito à alta qualidade dos profissionais envolvidos nessa área de atuação e, claro, à estabilização econômica, que propiciou o acesso de um novo público. Antes, a cirurgia plástica era tida como só da elite. Hoje, o Brasil é referência no mundo, e o Espírito Santo está bem representado pela capacidade dos seus 140 cirurgiões plásticos.” Quem disse isso para a Coluna HD foi Ariosto Santos, o meu entrevistado de hoje.

Quem é quem

O cirurgião plástico Ariosto Santos nasceu em Vitória no dia 17 de outubro de 1956, filho de Zulma e Ariosto da Silva Santos. É casado com Shirley e tem os filhos Ariosto e Arthur. Ele ama a sua cidade e disse que a única coisa que falta em Vitória é amor. Amor pela vida, pela justiça, pelas pessoas e a Deus.

Medicina

“A minha escolha para ser médico foi quando tinha 11 anos de idade, no antigo Hospital São José, onde permaneci durante um mês com apendicite supurada. Eu tinha medo de hospital, porém a Medicina veio a se transformar em um sonho. Nessa mesma idade, já com minha decisão tomada em relação a ser médico, comecei a ler muito sobre Medicina.” Ariosto e Shirley com os filhos Ariosto neto e Arthur 70

Cirurgião plástico

Depois de ler muito sobre Medicina, Ariosto se empolgou com a área da cirurgia plástica e as possibilidades de tratamento de feridas, queimaduras e doenças congênitas, como lábio leporino, assim como a possibilidade de promover e melhorar a autoestima de pessoas através da cirurgia plástica estética.

Curso na Ufes

O entrevistado de hoje diplomou-se em Medicina na Ufes, entretanto fez vários cursos intensivos sobre a especialidade. Ariosto, além das comendas, títulos e homenagens recebidas como profissional, se orgulha muito do seu trabalho realizado na Ufes sobre transgenitalização, a famosa mudança de sexo, sendo premiado pela Sociedade Brasileira de Medicina.

“Sou um worklover”

Continuando nosso papo informal, Ariosto saiu com esta: “Sou um worklover assumido e extremamente dedicado e disciplinado nas minhas tarefas profissionais”. Conheci Ariosto jovem. Fui amigo do seu pai, um grande jogador de futebol do tipo goleador. Antes de terminar esse encontro, ele fez questão de dizer que Shirley, sua mulher, sempre foi uma incentivadora, uma cúmplice de suas vitórias. Valeu, Ariosto.


Personalidade do Dia

LUCIANO RODRIGUES

Machado Personalidade do dia

7 de agosto de 2016

E

le participou este ano da Sessão Ordinária do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, em Brasília, que deliberou pela apresentação do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Isso significa que ele, como advogado, teve uma passagem histórica quando o país deu um passo decisivo contra uma fraca administração, conturbada por fatos que criaram entre nós a maior crise moral e administrativa. Estou falando do competente Luciano Rodrigues Machado.

Quem, onde e quando

Luciano nasceu em Cachoeiro de Itapemirim, em 28 de março de 1960, filho de Laura e Marcilio Toledo Machado. É casado com Mônica, com quem tem o filho Francisco de Aguiar Machado. Uma família bem constituída e cheia de amor.

Por que advocacia

“Desde novo pensava numa profissão onde pudesse ajudar as pessoas, fazer justiça e contribuir para a paz social. Eu encontrei tudo isso na advocacia.” Luciano se formou pela Ufes, em 1984, e iniciou sua profissão fazendo estágio no Grupo Tristão e logo que se formou foi contratado como advogado. Depois, foi trabalhar com Rodrigo Martins durante 12 anos.

No Ibef

Como presidente do Ibef, ele pretende dar cumprimento ao planejamento estratégico, no Luciano, sua mulher, Mônica, e o filho, Francisco 72

sentido de continuar oferecendo eventos de qualidade, com bom conteúdo de informação em finanças e economia, proporcionar oportunidade de relacionamento e aumentar a representabilidade e a relevância do Ibef.

Prêmios, condecorações...

Entre as homenagens que Luciano recebeu durante sua carreira destaca-se o Prêmio Líder Empresarial no segmento de advocacia, pela Rede Vitória/Record, em quatro anos seguidos. Depois, recebeu a Medalha do Mérito Ministro Luiz Gama Filho, pela Universidade Gama Filho, e Mérito pela Valorização da Vida, em 2013, concedido pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad).

Expressão de alegria

Continuando o nosso papo informal, Luciano frisou que se sente feliz em ver a expressão de alegria de um cliente. Ele pretende advogar por muitos anos ainda, cada vez mais na advocacia preventiva, ou seja, através de orientação jurídica, pareceres, elaboração de contratos e na solução e conflitos de forma extrajudicial. Esse é o resumo de um profissional competente e gente muito especial.


Personalidade do Dia

SERGIO

Gama Personalidade do dia

14 de agosto de 2016

A

o convidar o desembargador Sergio Gama, presidente do Tribunal Regional Eleitoral, para um papo cordial, perguntei logo qual a sua meta em torno do seu Tribunal: “Logo à posse no TRE, assumi o compromisso de buscar uma gestão pública marcada pela transparência em todas as ações, pois onde há clareza e transparência, não há espaço para a corrupção e outras ilicitudes. Estou aprimorando todos os setores e agora não medi esforços para que as eleições de outubro transcorram dentro da mais absoluta segurança, lisura e tranquilidade”.

Alegre

Sergio nasceu em Alegre, dia 24 de julho de 1946, filho de Maria Celita e Laerth Paiva Gama. É casado com Patrícia Abiguenem Abib, com quem teve as filhas Paula e Flavia. Tem muito carinho por Vitória, cidade que escolheu como segundo lar, para viver com “minha amada família”.

Ingresso no Tribunal

Depois de alcançar grande sucesso como advogado, ingressou no Ministério Público, sendo logo nomeado promotor, em 1974. Depois, foi nomeado desembargador, em 3 de agosto de 2000. Ali, exerceu várias funções, até chegar ao cargo de hoje, de presidente do TRE-ES.

Ariosto e Shirley com os filhos Ariosto neto e Arthur

Vida social

Sergio Gama como universitário e depois de formado teve uma vida social ativa. Ele lembra os bons papos no Britz Bar, na Gama Rosa. As belas festas realizadas pelo titular desta coluna, como Os 10 Brotos, Glamour Girl, todas no Clube Vitória, chamado de Aristocrático. Lembra dos grupos musicais de Helio Mendes, João Virgílio e Maurício de Oliveira.

Gosto do Sergio

Seu time de futebol é o Flamengo; sua música é “My Way”, interpretada por Frank Sinatra; entre seus cantores preferidos, Roberto Carlos, Elvis Presley e Nat King Cole; ele gosta de frequentar a Primeira Igreja Batista de Vitória; admira o Pastor Oliveira de Araújo, e tem como leitura preferida o jornal “A Palavra”, editado em Alegre pelo jornalista Almyr Peçanha de Carvalho.

Emoção

No final do nosso papo, Sergio disse agradecer diariamente a Deus, que sempre esteve ao seu lado. Agradece sempre a sua querida Patrícia, companhia de todos os momentos nos 36 anos de casados. Tem também amor profundo pelas filhas, Paula e Flavia, e agora pelos genros, Thiago e Rafael, e os netos, Bernardo, Gabriel, Pedro e Guilherme. Essa família lhe dá muita felicidade e coragem para começar e recomeçar. Amor, sempre amor.

A família bacana de Patrícia e Sergio gama 73


Personalidade do Dia

AILTON DE ARAÚJO

Cerqueira Personalidade do dia

21 de agosto de 2016 o Velho Chico. Exatamente isso: o cirurgião plástico Ailton de Araújo Cerqueira nasceu às margens do Rio São Francisco, na cidade ribeirinha de Traipu, em Alagoas, divisa com Sergipe. Filho de Ranuzia e Vicente Barbosa de Cerqueira, é casado com Rosely, com quem tem a filha Amina. Veio para o Espírito Santo aos nove anos de idade. Estudava pela manhã e à tarde vendia amendoim para ajudar a família, que morava em barraco alugado na Ilha do Príncipe. Vendia amendoim na porta da Santa Casa de Misericórdia para funcionários, estudantes e médicos. Daí a ideia de ser médico, e não deu outra. Hoje, está aí como destaque na cirurgia plástica.

N

conheceu o mestre dos mestres, Ivo Pitanguy. Voltando ao Brasil, fez na USP o curso para tratamento de queimaduras.

Começou firme

Melhor do mundo

Sua clientela cresceu tanto que o fez construir uma clínica com parte hospitalar, na Enseada. Essa clínica chegou a ter 112 funcionários. Muito bem projetada, tinha apartamentos confortáveis, centro cirúrgico com quatro salas e sete leitos de CTI. Atendia a pessoas de todas as classes, obedecendo os princípios do cirurgião.

Cursos

Graduado em Medicina na primeira turma da Emescam, em 1973, fez depois estágio e residência em Cirurgia Geral e Cirurgia Plástica no Centro Médico da Universidade de Nova York. Isso aconteceu em 1976, onde coincidentemente

74

Gigantomastia

No papo que mantive com Ailton, ele contou que um dia foi procurado por uma pessoa humilde portadora de gigantomastia, que não conseguia ser atendida nos hospitais públicos, nos quais fez verdadeira peregrinação. Fez a operação reduzindo 12 quilos de excesso de tecidos glandular e gorduroso. A cliente ficou feliz da vida e seu ato foi motivo de reportagem da jornalista Claudia Gaigher. Disse ele: “Fazer o bem sempre foi o meu lema”.

Respondendo outra pergunta, ele foi rápido e firme: “Conheço 44 países e, como membro de sociedades internacionais de cirurgia plástica e conhecedor dos melhores centros dessa especialidade, posso assegurar que a cirurgia plástica no Brasil é a melhor do mundo. Muita gente vem de fora para fazer cirurgia em nosso país”.

No final do papo

Durante nosso papo informal, Ailton citou com muito carinho vários professores, entre eles José da Costa Abelha, Lindolfo Gadelha, Schariff Moyses, Eli de Barros, Floriano Schwans, Hervan Wanderley e Perácio Lora, com os quais aprendeu muito. “É cedo que se prepara para o futuro.”


Personalidade do Dia

DENISE

Gazzinelli Personalidade do dia

28 de agosto de 2016

H

oje, tenho a satisfação grande de apresentar uma mulher que é sucesso nos meios empresariais e administrativos. É uma executiva de mão cheia, formada em Engenharia Civil e que faz questão de dizer que sempre teve facilidade em ciências exatas. Além disso, fez especialização em Engenharia dos Transportes e em Gestão Pública. Estou falando de Denise Gazzinelli, que também brilha em nosso mundo social.

Como executiva

Nasceu em BH e adotou Vitória

Vitória

Seu nome completo é Denise de Moura Cadete Gazzinelli Cruz, mas os amigos preferem chamá-la de Denise Gazzinelli. De acordo com o marketing atual, o nome abreviado é mais sugestivo e positivo. Ela nasceu em Belo Horizonte, mas ama Vitória com força total. Vale citar que ela escolheu nossa terra, e nossa terra lhe concedeu os títulos de Cidadã Espírito-Santense e Cidadã de Vitória.

Família

Denise é filha de Hugo Cadete e Augusta de Moura Cadete. Casada com o empresário Luiz Guilherme Gazzinelli Cruz, tem os filhos Eduardo, Vinicius e Gabriela. Além de várias atribuições públicas, ela sempre teve dedicação especial à família. Sobre isso, passou um ano sofrendo de saudades: sua filha Gabriela passou esse tempo estudando na França.

Denise já atuou em dois governos, e os governadores sempre elogiaram sua atuação. Hoje, é diretora administrativa no Bandes, o nosso Banco de Desenvolvimento Econômico. Antes, atuou como dirigente da Ceturb e Cesan. Ela e seu marido, Luiz Guilherme, são decididamente empreendedores: além de sua faculdade Unices, também atuam na agência franqueada dos Correios e dirigem a Construtora e Incorporadora Cadete e Gazzinelli.

Palavras textuais de Denise: “Vitória é uma linda cidade, aonde eu vim para ficar por pouco tempo e pude escolher morar com meu marido e criar meus filhos. É também a cidade onde construí grandes e queridas amizades e tive grandes oportunidades de negócios e trabalho”.

Sempre atuante

Denise é o tipo de mulher que não sabe parar. Além de suas atribuições particulares, foi presidente do Ibef, atuou no Departamento de Estradas de Rodagem e no Setpes. Atuou ainda no Conselho de Logística do Espírito Santo em Ação, como diretora da Associação Nacional dos Transportes Públicos e coordenadora Nacional do Prêmio ANTP de Gestão de Qualidade, do setor de transportes. Finalizando: a Coluna HD está mais bonita hoje com a presença de Denise.

75


Personalidade do Dia

SETEMBRINO

Pelissari

Personalidade do dia

4 de setembro de 2016

M

eu convidado de hoje é um amigo de longa data. Fomos colegas jornalistas; ele, sempre numa linha oposicionista. Depois, formou-se em Direito, em 1954, e inscrito na Ordem dos Advogados, em 1955. Entretanto, sua chama política estava acesa e também em 1955 foi secretário particular do governador Francisco Lacerda de Aguiar, o popular Chiquinho, e depois eleito vereador. Em 1963, foi eleito deputado estadual, cumprindo três mandatos. Depois de vibrante atuação como deputado, foi prefeito de Vitória por dois mandatos altamente positivos. Estou falando de Setembrino Pelissari.

Quando e com quem

Setembrino nasceu em 18 de setembro de 1928, em Acioli, hoje João Neiva, filho de Maria Del Caro e Pedro Pelissari. É casado com Andrea Tovar Avidos. Seus filhos são Rubia, Priscila e Paulo Henrique. Tem os netos Andrea, Junia, Bruno, Luca e Paulo e o bisneto Vitor. Uma família bonita e bem constituída.

Sonho não realizado

“Sempre sonhei em ver implantado no Brasil o regime parlamentarista de governo. Certamente, se tal sonho houvesse se transformando em realidade não estaríamos vivendo hoje a crise moral, política e econômica que a todos penaliza.” Adiantou também que sua

76

atividade como jornalista de oposição foi o que levou aos cargos políticos.

Obra marcante

Setembrino foi um excelente prefeito. Uma de suas grandes obras não aparece, está debaixo do solo no centro da cidade. Trata-se das galerias pluviais da Praça Costa Pereira (bacia hidrográfica) e as galerias da região do Parque Moscoso, livrando dos alagamentos que perturbavam e davam prejuízo aos moradores e ao comércio. Outra grande obra foi a Avenida Leitão da Silva (dupla).

Educação

Sempre defensor da educação, ele construiu escolas por todos os bairros, em destaque o Centro Inter-Escolar, na Avenida Vitória. Concluiu também a sede da prefeitura de Vitória e construiu a sede da Câmara de Vereadores. Detalhe: as duas foram as primeiras construções em concreto aparente feitas em Vitória. Isso e muito mais, dando atenção especial aos funcionários da PMV.

Vivendo a realidade

Continuando o nosso papo de amigos e colegas jornalistas, Setembrino fez questão de dizer: “Na minha atividade política sempre vivi a realidade a cada estágio e, por intermédio dela, alcancei a vida pública”. Setembrino, nascido na roça de pai agricultor, teve uma vida profissional brilhante e, agora de cabelos brancos, continua com destaque em sua vida advocatícia.


Personalidade do Dia

NABIH AMIN

El Aouar Personalidade do dia

11 de setembro de 2016

“D

evo ter nascido com um estetoscópio no ouvido e com um aparelho de pressão na mão, pois a minha paixão e o amor pela Medicina ficaram demonstrados desde a infância, quando brincava e me fantasiava de médico.” Tem mais: “Segundo meus pais, eu sempre comentava que seria cardiologista para cuidar dos corações dos enfermos”. Essas foram as primeiras palavras do cardiologista Nabih Amin El Aouar, meu convidado para o papo de hoje.

Aquele Nabih

Nabih El Aouar nasceu em Teófilo Otoni, Minas Gerais, em 20 de abril de 1954, filho de Najla Ahmad e Amin Hussein El Aouar. É casado com a médica Lilia Maria Mameri, com quem teve a felicidade de ganhar três filhas: Najla, Sumaya e Lilia, mais conhecida por Lilinha. Um lar feliz e bem constituído.

Residência com Adib Jatene

Com relação à Medicina, ele ficou vivamente impressionado com o primeiro transplante de coração no mundo, realizado pelo médico Christiaan Barnard, na África do Sul, depois imitado no Brasil, em São Paulo, pelo brasileiro Euclides Zerbini. Posteriormente, admirou a evolução da cirurgia cardiovascular e cardiologia clínica com a equipe de Adib Jatene, também em São Paulo, que se tornou o maior centro de referência da cardiologia na América Latina. Foi ali que Nabih fez residência.

Emescam

Nabih formou-se em Medicina em 1977, pela Emescam, também fez residência no Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia em São Paulo e foi assistente na equipe do famoso doutor Jatene, entre outras experiências. Em Vila Velha, em 2007, inaugurou o mais arrojado empreendimento em cardiologia naquela cidade, o Med Center Praia da Costa, onde permanece até hoje atendendo ao lado de sua filha Sumaya, que também fez residência em São Paulo. Além da Medicina, onde atua com o apoio da sua mulher Lilia, também médica, Nabih teve que dedicar algum tempo ao agronegócio, ou, mais claro, à criação de gado da raça Nelore, ao herdar dos pais uma grande fazenda em Minas Gerais. Obviamente, a Medicina em primeiro lugar. Para isso, precisou estudar sobre o gado Vacum, principalmente os selos de cruzamento da raça Angus com a Nelore.

Apoio da família

Na empreitada da criação de gado e administração geral da sua fazenda, Nabih tem grande e produtivo apoio de sua mulher Lilia e de suas filhas, Najla, Sumaya e Lilinha. É aquele velho adágio que a gente sempre ouve por aí: “Família que trabalha unida permanece unida”. Entretanto, não poderia deixar de dar minha opinião. A família permanece unida também quando existe respeito, amor e carinho. É o caso dos El Aouar.

77


Personalidade do Dia

MARTHA

Paiva Personalidade do dia

18 de setembro de 2016

C

achoeiro de Itapemirim sempre foi uma árvore que deu bons frutos. Um deles foi Martha de Paiva Vieira Machado, mais conhecida como Martha Paiva, a nossa rainha fashion. Filha de Nair e Oliveiros Paiva Gonçalves, herdou o lado empreendedor de seu pai, que era pecuarista e empresário no segmento de abertura e construção de estradas. Formada pelo Colégio Cristo Rei, em Cachoeiro, especializou-se em Pestalozzi no Rio de Janeiro, onde foi despertado seu espírito fashion.

Casa Canadá

Morando no Rio, nossa Martha encantava-se ao passar em frente à Casa Canadá, a super loja de moda daquela cidade. Disse ela: “Eu observava muito o comportamento das pessoas e a elegância. Era algo que me fascinava”. Em torno disso, escolheu a trilha da moda, onde está até hoje.

Amor pela família

Em papo amigo que mantive com minha convidada de hoje pude notar claramente seu amor pela família. Ela tem dois filhos e quatro netos. A filha Sabrina, formada em Administração, é também empresária da moda e comanda a super loja Martha Paiva Salvador, reconhecida como a melhor multimarcas de moda da Bahia.

O filho Wagner

O seu filho Wagner também reside em Salvador, onde desenvolve as atividades de arquiteto, Com os filhos, Wagner e Sabrina, e os netos Arthur, Nicolas e Carolina 78

designer e fotógrafo de arte. É casado com Patrícia e é pai de Gabriela e Arthur. Sabrina é casada com o engenheiro Ricardo Boldoto Furtado. Eles são pais de Carolina, que estuda Direito em Salvador, e Nicolas, que está em período de intercâmbio em Londres.

O marido, Jeferson

Depois de se casar com Jeferson Vieira Machado, em Cachoeiro, em 1967, Martha iniciou sua vida profissional no comércio de moda. São 42 anos de profissão e 25 anos de loja em Vitória. Começou na Rua Joaquim Lírio e hoje está na Aleixo Neto com invejável clientela. Sua loja é franqueada da grife espanhola Pronovias, de renome internacional.

Sempre na vanguarda

No primeiro desfile de moda ao ar livre, na rua, ela reuniu na passarela os artistas Monique Evans e Juan Alba e clientes queridos como Wagner Chieppe e Odete Fontana. Na inauguração da loja de Salvador, o ineditismo ficou por conta de todas as roupas das araras serem brancas e customizadas por alunos da Faculdade de Moda. Ao final do evento, o cliente escolhia a sua peça preferida e a levava consigo de presente. É assim, em resumo, a nossa rainha fashion.


Personalidade do Dia

HELDER

Trefzger Personalidade do dia

25 de setembro de 2016

“A

música é a minha paixão.” Essas foram as primeiras palavras do meu convidado de hoje como Personalidade do Dia. Depois, ele acrescentou: “Desde o primeiro contato com ela, quando ouvi a Sexta Sinfonia de Beethoven, eu me apaixonei. Naquele momento eu decidi que queria viver a música para sempre”. Estou falando do maestro Helder Trefzger, que dirige a Orquestra Sinfônica do Espírito Santo desde 1992. Uma competência a toda prova, além do seu acentuado bom gosto quando se trata de música. É um grande maestro.

Estudos

Presente de Mato Grosso

O maestro Trefzger assumiu o comando da nossa Orquestra Sinfônica a convite de Cloves Geraldo do Espírito, na época diretor do Departamento Estadual de Cultura. Agora, sua meta é fazer música de qualidade cada vez mais elevada, tornar essa música conhecida do público capixaba e levá-la para mais e mais pessoas, em diferentes ambientes e regiões.

Helder nasceu em uma pequena vila, chamada Vila São Pedro, distrito de Dourados, no Mato Grosso do Sul. Um valioso presente que aquele estado mandou para o nosso Espírito Santo. Ele é filho de Margarida e Sebastião Trefzger, que já nos deixaram. É casado com Fabiola, professora de literatura do curso de Letras da Ufes, e pai de Gabriela.

Seu talento lá fora

O maestro Helder Trefzger não atua somente em nosso estado. Como maestro convidado, tem dirigido várias orquestras sinfônicas em São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Bahia, Sergipe, Paraíba e também em países como Itália, Portugal, Polônia, Bulgária, Montenegro, Chile, Bolívia, Paraguai e México. Evidente, todas apresentações com grande sucesso.

O nosso convidado de hoje iniciou o bacharelado em Regência de Orquestra na Universidade de Brasília e o concluiu na Universidade Federal de Minas Gerais. Realizou o mestrado em Música: Práticas Interpretativas na Universidade do Rio de Janeiro. Também fez cursos nos Estados Unidos (Rutgers University) e na Itália (Instituzioni Sinfonica di Roma), além de seminários em São Paulo, Brasília e outras cidades.

Meta

Sonho

Perguntei ao laureado maestro qual o seu sonho e a resposta veio rápida e positiva: “Como profissional, sonho em levar a Sinfônica do Espírito Santo em turnês no Brasil e no exterior, tocar com ela nas principais salas de concertos do mundo. Como cidadão, sonho com um mundo mais fraterno, com mais respeito e tolerância entre as pessoas. Sonho com um mundo melhor, sem violência e em paz”. Bravo, maestro.

79


Personalidade do Dia

VALDECIR

Torezani Personalidade do dia

2 de outubro de 2016

M

eu convidado de hoje tem uma bela história de vida. De origem humilde, filho de agricultor, acompanhou seu pai nos trabalhos do campo. Em janeiro de 1969, veio para Vitória cheio de sonhos, foi vendedor de pães, sonhos e picolé até se tornar dono de mercearia. Com 19 anos, foi trabalhar numa imobiliária como datilógrafo. Foi aí que se deslumbrou com o mundo imobiliário. Tirou o seu Creci, que é a credencial do Conselho Regional de Corretores de Imóveis, em 1975. Com isso, fundou a Imobiliária Universal e logo lançou seu primeiro loteamento. Estou falando do meu amigo, irmão camarada, Valdecir Torezani, conforme ele costuma me tratar.

De Boa Esperança

Valdecir é filho de Hortência da Silva e Dario Torezani. Nasceu em Boa Esperança e é casado com Geisiane, pai de Junior e Miguel e vai ganhar o segundo filho com sua mulher Geisi.

De bem com a vida

O bom humor de Valdecir é uma permanência, está sempre de bem com a vida. Festeiro de mão cheia, está a todo momento recebendo e atendendo convites dos amigos para convescotes. Tem mais: é um flamenguista com diploma e tudo. Piadista de mão cheia e uma companhia agradável. Tem mais: é de uma dedicação especial com sua Geisiane, e estão viajando sempre em lua de mel.

80

Foto: Cloves Louzada

Empresário vitorioso

A sua Imobiliária Universal está cada dia maior e com volumosos negócios. Além dessa, ele é dono de outras, como a Construtora Universal, Unimetro Empreendimentos, Tomazini Empreendimentos Imobiliários, Torezani Construtora e, também, Eventos e Lazer Torezani. Por isso participa ativamente de várias entidades, como Ademi-ES, Creci, Sindimóveis, Cindes, Ibef e por aí.

Grande luta

Trabalhador homérico, não sabe parar. Em 41 anos de atividade já entregou diversos loteamentos, os quais se tornaram referências nas regiões onde foram lançados, contribuindo com o desenvolvimento urbano de Cariacica, Viana, Serra, Guarapari e Linhares, ajudando muitas famílias a transformarem sonhos em realidades. Esse sempre foi o lema do pração Valdecir.

Resumindo

No final do nosso papo no escritório da Coluna HD, ele frisou: “Diariamente faço reflexões e agradeço a Deus todas as realizações, como comemorar 41 anos da Imobiliária Universal, ver minha família em harmonia e meus filhos felizes. Sonho sempre em ver minha empresa crescendo, sendo um grupo de sucesso, trabalhando com foco nos clientes, que, para mim, estão em primeiro lugar e aos quais dedico especial atenção”. Bom dia, Valdecir.


Personalidade do Dia

EDUARDA

Buaiz

Personalidade do dia

9 de outubro de 2016

M

inhas relações de amizade com a família Buaiz começaram com Arlete e Américo Buaiz, que formavam um dos casais de maior destaque do nosso mundo social e que tive a honra de ter como padrinhos de casamento. No comércio e na indústria, Américo sempre foi um líder absoluto. Daí minha convidada de hoje, empresária e executiva do maior destaque, teve a quem herdar tais qualidades e se projetar no cenário econômico do Estado. Estou falando de Eduarda Buaiz.

Família

Eduarda é filha de Tânia e Américo Buaiz Filho. É casada com Claudio Rezende e tem os filhos Felipe e Arthur. Apesar de suas destacadas atuações no mundo empresarial, dá inteira dedicação à família, levando em frente sempre o lema “a família em primeiro lugar”.

Formação

Minha convidada, diga-se de passagem, é uma figura decididamente amável e de elegantes atitudes. Ela diplomou-se em Administração de Empresas pela PUC do Rio de Janeiro. Fez esse curso sugerido pelo seu pai, Mequinho, exatamente para atuar no aglomerado de empresas que formam o forte Grupo Buaiz.

Atuação

Atualmente, Eduarda exerce a função de diretora-geral da Buaiz Alimentos, cuja sede fica

82

hoje no prédio conjugado ao Moinho Buaiz, onde seu avô Américo tinha escritório. Aliás, ao mudar os escritórios da Buaiz Alimentos para esse prédio, ela fez questão de deixar intacta a sala onde atuava o patriarca da família, com todos os objetos usados por ele.

Novos projetos

Eduarda é daquelas pessoas ativas que estão sempre buscando novos caminhos. Agora mesmo, está buscando novos projetos e novas ideias para essa empresa que está há 75 anos no mercado. A propósito, dia 27 deste mês, a empresa Buaiz estará comemorando aniversário. Ela gosta de trabalhar em equipe, com pessoas dedicadas e competentes, ouvindo e conversando antes de tomar decisões.

Lazer

Como ninguém é de ferro, ela também gosta de viajar, conhecer novos lugares como distração e também em busca de cultura, como foi o caso da Suíça, onde estudou. Entre viagens especiais que fez, estão Grécia e Turquia. Também curte lugares especiais para seus filhos, como Disney e Playa del Carmen. Por outro lado, ela agora está totalmente envolvida em impulsionar o Mestre Kukinha, projeto que fez sucesso grande há 30 anos, voltado para o público infantil. Enfim, conheço Eduarda desde garotinha e, assim posso afirmar, é gente bacana a toda prova.


Personalidade do Dia

MARIA VICTORIA

Campos Personalidade do dia

16 de outubro de 2016

Q

uando se fala em Dermatologia um nome sempre vem à tona. Exatamente Maria Victoria, um presente que Mintaha Alcuri e Sebastião Ribeiro Campos deram a todos nós e à Medicina de Vitória. Ela nasceu em Alegre, no dia 21 de abril de 1952. Além disso, ela se sente uma mulher super feliz por ter trazido ao mundo os filhos Livia, que também é dermatologista; Aloizio, que é advogado, e Lucas, que é juiz de Direito em São Paulo.

Formação

Maria Victoria formou-se pela nossa Emescam e fez pós-graduação no serviço do professor Azulay, de quem é uma eterna admiradora e com quem aprendeu muito dentro da sua especialidade médica. O professor Azulay é uma sumidade na Dermatologia.

Mais estudos

Maria Victoria participou de quase todos os meetings da Academia Americana de Dermatologia, dentre outros na área da Cosmiatria. Sempre foi uma estudiosa e procurou sempre, como hoje, estar atualizada, buscando mais e mais conhecimentos, o que lhe dá um destaque em sua profissão.

companhia e de seu marido, Aloizio Faria de Souza, pude apurar isso. Ela não perdoa um foie gras de entrada. Certa vez, fomos ao Mont Saint Michel, na Normandia (França), para degustarmos a famosa omelete da chef Mère Poulard.

Fina gastronomia

Minha entrevistada de hoje sabe também escolher finos restaurantes para jantar. Já estivemos juntos no La Tour d’Argent, no Jules Verne – em companhia do famoso médico J. Legrand –, e no Taillevent, considerado pelo gourmet Gilberto Michelini o melhor de Paris.

Viagens

O seu forte são as viagens ao exterior. Uma delas, que mais elogia, foi pela Polinésia Francesa, onde navegou a bordo do navio francês Paul Gauguin, de Papeete à Bora Bora. Outra viagem para ela inesquecível foi um cruzeiro pelo Mar do Norte, visitando belas capitais até São Petersburgo, na Rússia. Como veem, a menina, além de médica competente, tem muito bom gosto.

Gourmet de primeira

Minha amiga Maria Victoria também é uma excelente gourmet. Nas viagens que fiz em sua

Com Aloizio em Fontainebleau 83


Personalidade do Dia

GETULIO

Azevedo

Personalidade do dia

23 de outubro de 2016

M

eu convidado de hoje para um papo informal em formato de minientrevista nasceu em um distrito de Campos, no Rio de Janeiro, chamado Saturnino Braga. Ele e seus conterrâneos não são nada bairristas, mas costumam dizer que lá só nasceram gênios, como Einstein, Thomas Edison, entre outros, que depois se mudaram para outros países e estados. Estou falando do meu amigo, fiel camarada, Getulio Azevedo, que enxerga tudo, uma vez que é dono de nada mais nada menos que 11 lojas de óticas.

Bom gosto

Como prova de bom gosto, ele deu o nome Paris às suas lojas. Aliás, eu sempre digo, e ele gosta, que Paris é sempre uma boa ideia. Getulio nasceu em 6 de janeiro de 1949. É casado com Denise Nogueira da Gama de Azevedo, que é odontopediatra. Tem as filhas Mariana e Ana Luiza, ambas mulheres bonitas.

Escolheu Vitória

Teve um período na vida profissional de Getulio, quando trabalhou para a empresa Bausch-lomb, em que ele teve que atuar no Espírito Santo. Quando se preparava para ter a sua própria empresa, escolheu Vitória, cidade que lhe impressionou pela sua beleza e amabilidade do seu povo. Aí, em 1979, fundou a primeira Óticas Paris. Com sua querida Denise e as filhas, Mariana e Ana Luiza 84

Contando história

“Desde os 16 anos, no meu primeiro emprego, trabalho com óptica. Daí a paixão que sempre tive e tenho pelo ramo. Sou formado em Técnico de Óptica e Contactólogo, pela Escola Nacional de Óptica do Rio de Janeiro. Recebi vários convites para atuar em outras áreas, mas minha paixão por óptica falou mais alto.”

Atuação na área

Getulio é conselheiro da Associação Brasileira de Indústria Ótica e da Associação Brasileira de Ótica. Em torno disso, vai constantemente a São Paulo participar de reuniões, além de todos os anos, pelo menos três vezes, ir ao exterior a fim de participar de grandes eventos e buscar mais conhecimentos.

Qualidade e credibilidade

Despedindo do nosso papo, Getulio afirmou que sua meta empresarial é expandir mais ainda as Óticas Paris, que têm 11 lojas, sempre com qualidade e credibilidade. Sobre a vida particular, frisou: “Grande parte dos meus sonhos já foi realizado ao ter minha mulher, filhas e um neto que tanto amo. Mesmo assim, sonho com grandes planos e novas atividades e sinto que ainda tenho uma grande jornada pela frente. Afinal, são os sonhos que nos movem”.


Personalidade do Dia

CLAUDIA

Mameri

Personalidade do dia

30 de outubro de 2016

S

anta Teresa, a doce cidade de Santa Teresa, mandou um presente bonito e charmoso para Vitória. Além disso, uma profissional competente, que escolheu a Medicina para proteger as demais mulheres, daí sua especialidade em Mastologia, aquela que cuida de mulheres com doenças da mama. Só poderia ser ela: Claudia Mameri, nascida Claudia Therezinha Nascimento Salviato. Ela é casada com Justino Mameri, também médico, e tem os filhos Arnon e Enzo.

Influência

Por que a Medicina

Em resumo, formou-se pela Ufes e fez pós-graduação na Unifest. Fez cursos extras: Fellowship na Universidade de São Francisco, Curso de Ressonância Magnética Mamária na Universidade de Bonn, na Alemanha, e também na Harvard Medical School, em Massachusetts, Estados Unidos. Tem várias publicações científicas e participou de inúmeros congressos procurando sempre estar atualizada.

Em ligeiro papo com Claudia, ela disse que escolheu a Medicina quando observou que o câncer de mama constituía a segunda principal causa de morte por doenças em mulheres adultas e que programas de detecção precoce, instalados na Suécia e nos Estados Unidos, estavam diagnosticando a doença em fase inicial.

Decisão

“Depois dessas descobertas, promovendo maiores índices de cura, e, consequentemente, reduzindo a mortalidade por essa doença, decidi que essa seria a minha missão.” Adiantou: “Na minha família não havia ninguém na área médica. Escolhi a especialidade por influência de um excelente professor de Biologia que tive no ensino médio”.

Exatamente isso: Claudia teve a influência do endocrinologista Albermar Harrigan, frisando que um grande mestre é sempre inspiração para seus alunos. Continuando nosso papo, ela acentuou que sua meta profissional é ajudar a declinar os índices de mortalidade por câncer de mama no Brasil e promover melhor qualidade de vida para pacientes com esse diagnóstico.

Currículo

Emoções

Sua maior emoção foi quando nasceu seu primeiro filho, e persiste até hoje, a cada dia que vive ao lado deles. “Esta é dedicada a você que é apologista da família bem constituída: por mais vaidoso que um ser humano seja, nenhuma conquista pessoal se equipara à felicidade do convívio de uma família unida e com base em bons princípios éticos e morais.” Obrigado, garota. Com o marido, Justino, e os filhos, Arnon e Enzo 85


Personalidade do Dia

MARCIO BROTTO

de Barros

Personalidade do dia

6 de novembro de 2016

“N

a época que prestei vestibular, era possível fazer mais de um curso na Ufes. Dessa forma, cursei por alguns anos Administração de Empresas e Direito, principalmente a partir do momento em que tive oportunidade de ser estagiário do Direito Tributário no Espírito Santo, do saudoso José Osvaldo Bergi, de quem, posteriormente, me tornei sócio.” Estou falando do talentoso advogado Marcio Brotto de Barros, meu convidado de hoje como Personalidade do Dia, em minientrevista dominical.

Família

Marcio Brotto de Barros nasceu em Vitória, filho de Vera e Carlos Augusto Soares de Barros. É casado com Ana Paula Scardua Gimenes e tem os filhos Maria e Felipe. Adora a família, como toda gente de bem, e considera agradável, muito agradável, morar em sua cidade natal.

Passagem interessante

Em papo informal com Marcio, ele contou que em 2004 Guido Côrtes e José Osvaldo Bergi o incumbiram de sustentar oralmente, perante o Supremo Tribunal Federal, o leading case, no qual se declarou, por 9 votos a zero, a inconstitucionalidade do tributo Quota de Contribuição sobre Exportação de Café. Como resultado, os exportadores conseguiram recuperar os valores indevidamente recolhidos pelo Governo Federal.

Com Ana Paula e os filhos, Maria e Felipe 86

Meta

Juntamente com seus sócios e demais colaboradores do escritório de advocacia, ele tem como meta continuar trilhando o caminho ético deixado pelo fundador do escritório, expandindo ainda sua atuação em Brasília. Para esse mister, ele e seus colegas de trabalho estão muito bem preparados e com alguns resultados positivos.

Colegas e cursos

Ele teve como colegas de turma diplomados pela Ufes Rodrigo Judice, Leonardo Vargas, Edison Viana dos Santos, Paula Castello Miguel, Luciana Sandri, Mariana Biccas e Patricia Pádua. Depois fez mestrado em Direito Tributário pela PUC/SP. Em 2002, conquistou o título Master of Laws pela Northwestern University, em Chicago, nos Estados Unidos.

Finalmente

Sou testemunha de que Marcio já conquistou vários sonhos. Agora é ver os filhos crescendo com saúde se tornando cidadãos que possam contribuir para a construção de um mundo melhor. “Continuarei trabalhando e vivendo em Vitória, cidade belíssima. Todavia, seria melhor se fossem resolvidos os problemas de poluição do ar e das praias.” Marcio falou, está falado. Obrigado, amigo.


Personalidade do Dia

ANGELA

Gomes Personalidade do dia

13 de novembro de 2016

H

á muito me entusiasmei pela arte dessa capixaba que nasceu em Cachoeiro de Itapemirim, a terra dos talentos. Gostei do uso bem colorido em suas telas e de sua pintura decididamente ingênua, abordando paisagens regionais e cenas que expressam a arte e a tradição popular, o povo, seus usos e costumes. Estou falando da minha amiga Angela Gomes, que na quinta-feira (17) estará participando de mais uma exposição coletiva, mostrando tudo de belo da sua arte naif.

33 anos de pintura

Angela está com 33 anos de pintura. Já participou de 54 exposições individuais no Brasil e no exterior. Tem trabalhos na França, Espanha, Inglaterra, Alemanha, Suíça, Noruega, Portugal, Estados Unidos, Japão, Grécia, México, Argentina, Canadá, Israel, Líbano, República Checa, Bulgária, Colômbia e Peru. Ela pintou seu primeiro quadro com nove anos de idade, trabalho que está com ela até hoje.

Segundo quadro

Em sua infância à beira do Rio Itapemirim, ela fez seu primeiro “riscado”. Com um palito de picolé desenhou em areia umedecida a imagem de um Fusca. A imagem do carrinho a impressionou e daí nasceu o seu fascínio pelas cores.

O segundo quadro de sua autoria que ela mais gosta leva o título de “Minha Vitória é do Espírito Santo”, feito em 1999. Ele foi adquirido pela então Companhia Siderúrgica de Tubarão e presenteado à Prefeitura de Vitória, no aniversário da cidade, em 2001. “Essa tela tem duplo sentido na minha vida e foi uma homenagem que fiz a Vitória, a cidade que me recebeu e me projetou como artista.”

Vila Velha

Família

Primeiro desenho

Angela Maria Vasconcellos Gomes (Angela Gomes) é filha de Deuzelina e Cecilio Mendes de Vasconcellos e tem os irmãos Irineu, Ediones e Jacqueline. Ainda garota veio morar em Vila Velha, onde reside até hoje. Desde aquela época já encantava os vizinhos e colegas de escola com suas habilidades artísticas. Vivia sempre com lápis de cores, desenhando para a turma da classe estudantil.

Angela é casada com Darci Gomes, com quem teve três filhos: Kheytte, casado com Rosana Maciel; Kene, casada com Rodrigo Mello, e Kleiverson, casado com Gleice Miranda. Essa turma deu os netos Malu, Livia, Lucas e Leticia. Voltando às artes: Raquel Galeme influenciou Angela na arte naif bem como Celina Rodrigues, de quem é grande admiradora. Esse é um resumo da vida de uma grande pintora capixaba.

87


Personalidade do Dia

RITA

Camata

Personalidade do dia

20 de novembro de 2016

E

la nasceu em Venda Nova, um belo presente que aquela cidade deu para Vitória. Obviamente, um presente grande que o felizardo Gerson Camata ganhou. Conheci os dois quando ainda namoravam. Casaram-se e ganharam, para felicidade total, os filhos Enza Rafaela e Bruno David. Estou falando de Rita Camata, filha de Anides e Antonio Paste. Contagiada pelo marido, Camata, que foi tudo na política partidária, ela foi deputada federal em cinco mandatos.

Jornalista

O marido foi radialista, onde também se destacou pelo seu vozeirão, e ela diplomou-se em Jornalismo. Não atuou profissionalmente nessa profissão porque uma voz mais alta a levou: a política. Na Câmara Federal, foi grande destaque com seus projetos e outras iniciativas.

A musa

Tentando esconder sua beleza por baixo da modéstia, ela não conseguiu seu intento. Foi eleita “musa” da Câmara dos Deputados. Sua atuação durante 20 anos como deputada federal foi marcante e muito serviu ao Espírito Santo. Sempre atuou com muito trabalho e muita responsabilidade, daí o seu prestígio e os repetidos mandatos.

Leis de destaque

Suas gestões como deputada federal foram de grande destaque e de muitas vitórias. Vale citar

Com o marido, Gerson 88

a Lei Camata, que originou a Lei de Responsabilidade Fiscal, a licença-maternidade de 120 dias, aposentadoria dos trabalhadores rurais e tantas outras.

Continua uma política

Apesar de não exercer no momento nenhum cargo eletivo, Rita continua na política e faz parte da Executiva Nacional do PSDB. Além disso, como resultado do seu trabalho, que serviu não só ao Espírito Santo como a todo o país, há pelos bastidores um movimento em torno do seu nome. A turma quer que ela retorne.

Sonhos

Agora, Rita vive uma nova fase, priorizando a família. Em sua rotina em Vitória, preocupa-se em cuidar da saúde com uma alimentação balanceada e exercícios físicos ao ar livre, que fazem bem para o corpo e a mente. Mas, com sua inteligência e a política nas veias, sonha viver num país seguro, onde os altos tributos retornem aos contribuintes, principalmente nos setores de saúde com qualidade, educação e capacitação para todas as crianças e jovens. Finalizando o papo amigo, ela não escondeu que sua maior felicidade foi o nascimento dos filhos Enza e Bruno. Obrigado, Rita.


Personalidade do Dia

LUISAH

Dantas Personalidade do dia

27 de novembro de 2016

“M

ulher invulgarmente criativa. Tem olhar de ver, porque se envolve. Compromissada e corajosa, sabe dar a forma e significado próprio a todo material que encontra. Do concreto ao imaginário...” Quem disse isso foi Iacy Silva Rampazzo, referindo-se ao talento chamado Luisah Dantas, aquela que toda Vitória conhece e da qual se orgulha de tê-la em seu convívio. Ela é a minha convidada de hoje para um papo informal, como acontece todos os domingos com a Personalidade do Dia.

Natalina

Luisah é tão bacana que nasceu no dia de Natal, ou seja, um presente natalino para nós, ilhéus. Tudo que escreve é irreverente e com simplicidade. Tem mais: foi correspondente de moda para o jornal O Globo. Versatilidade total, dizendo sempre que sua inspiração vem de dentro.

Luisa Helena Campos Dantas

Esse é o seu nome completo, filha de Helena Campos Dantas e Armando Mario Rodrigues Dantas. Nasceu em Resende (Rio). Diplomou-se em Artes Plásticas (interior design) pela Ufes, mas possui diplomas também de diversos cursos suplementares. É tipo daquela artista sabe-tudo. Aliás, como todo mundo de Vitória sabe. Com Ronaldo Barbosa, Ney Matogrosso, Fabricio Fabre e Bianca Gianordoli Monteiro

As notas de Luisah

Somente agora conheci de perto a veia poética dessa menina, que leva o nome de “Caderno de Notas”, o que muito me sensibilizou. Veja que declaração de amor: “Penso em você direto mesmo quando está chovendo, quero te molhar. Todo tempo mesmo não querendo não paro de pensar. Quero te molhar. Mesmo não sabendo penso em você a cada momento, quero te encontrar”.

Atuação

Luisah trabalhou no Rio de Janeiro e, após sua estada fora do Brasil, como fashion designer freelancer, juntamente com sua amiga Angela di Giorgio, montou uma produtora de moda que tinha o original nome de Baton. Trabalhavam para confecções e inclusive foram incumbidas pelo famoso Nelson Motta para desenhar as roupas das Frenéticas.

Prêmios

Na última pergunta que fiz a Luisah, ela me respondeu assim: “Não recebi nenhum prêmio, não entro em concursos. Meu prêmio predileto é a satisfação do cliente ao usar algo que desenhei, ou uma cor que escolhi por aí”. Finalizando: “Meu sonho é que a humanidade, as pessoas se entendam, se harmonizem e se equilibrem”. Valeu, Luisah, você está entre as fora de série.

89


Personalidade do Dia

CACAU

Monjardim

Personalidade do dia

4 de dezembro de 2016

M

eu convidado de hoje é um amigo de longa data. No colunismo, ele atuava na Rua General Osório e eu, na Rua Sete. Nunca bebeu, mas sua coluna sempre teve o nome de Coquetel da Cidade. Ele e eu morávamos pertinho, na Rua Graciano Neves. E tem mais, no Governo de Christiano Dias Lopes Filho também estivemos juntos. Ele comandando a Empresa Capixaba de Turismo (Emcatur) e eu comandando o Cerimonial do Governo. Sempre juntos e fazendo um jornalismo de gente. E para não fugir à regra, hoje pertencemos ao Clube dos Legais. Claro que estou falando do Cacau Monjardim. Outro detalhe: meu namoro com Regina Dalla Brotto começou em festa na sua casa.

Família

José Carlos Monjardim Cavalcanti, descendente do Barão de Monjardim, é filho de Oscarina e Modesto de Sá Cavalcanti. Casado com Dalila Andrade, tem os filhos Izabela e José Carlos. As netas são Marina, Beatriz e Camila. Um mundo de gente bacana.

Cozinha capixaba

Posso garantir que a cozinha capixaba sempre foi uma preocupação para Cacau. Em 1964, ele editou seu primeiro livro de receitas, “Segredos da cozinha capixaba”, ao lado do já famoso e adulto “Moqueca só capixaba, o resto é

90

peixada”. E sempre alertava para a turma que “nossa culinária tem quatro características: cor, sabor, perfume e consistência”.

Sonho

Em nosso ligeiro papo, ele disse que seu grande sonho é ver o Espírito Santo, como dizia o saudoso vereador Abelardo Meus Meninos, figurar no “Mapa da Europa”. Hoje, menos comedido que o vereador, ele gostaria, como começa acontecer, que o Espírito Santo fosse exemplo de paz, prosperidade, competência e honestidade.

Vitória

Cacau em tom de bom humor saiu com esta: “O que falta em Vitória guarda certa familiaridade com a velha expressão do passado, é preciso sair da velha lata de caranguejo: união, respeito e profissionalização no setor me parecem fundamentais, além de uma boa campanha externa de promoção”.

O começo e o sonho

Finalizando nosso papo, ele falou para a Coluna HD que vai lançar em Vitória, depois de ter participado de uma reunião de lideranças, uma revista-documento com o título “Turismo capixaba: o começo e o sonho”, na qual vai resgatar tudo que aconteceu no setor no período 1967-1975. Isso e sugestões para o turismo atual. Cacau falou, está falado.


“Pesquisa de Opinião Pública – Top of Mind – JOB161592/2017 – realizada pelo Ibope Inteligência”.


Personalidade do Dia

NEUSA GLORIA

dos Santos

Personalidade do dia

11 de dezembro de 2016

M

inha convidada de hoje para um papo amigo foi a primeira mulher a ser delegada de Polícia no Espírito Santo. Foi também a primeira mulher a dirigir um presídio masculino com aproximadamente 500 pessoas. Se tudo isso fosse pouco, ela também foi a primeira e única delegada de Polícia escritora e pertencente à Academia Feminina Espírito-Santense de Letras. Tem mais: Neusa foi também a primeira a acumular a direção do presídio feminino com o masculino. Esse dinamismo todo se chama Neusa Gloria dos Santos.

Família

Neusa nasceu na Fazenda Beija-Flor, em São Gabriel da Palha, filha de Maria Rigo e José dos Santos. É casada com Helio Moreira de Menezes. Tem os filhos Luiz Pedro Barbosa Tostes Junior, Pedro Paulo Santos Barbosa Tostes e Elaina. Tem mais dois filhos do coração: Caio Cesar e Amanda Menezes.

Vida profissional

Ela é diplomada em Direito pela Ufes; tem o curso de Neurolinguística feito em Orlando, nos Estados Unidos; é consultora em Neurolinguística pelo Indesp, e fez também o curso de Gestão em Política Cidadã pela Senasp-Rio. É escritora, poetisa, palestrante e declamadora. Com essas e outras,

92

tornou-se membro da Academia Feminina Espírito-Santense de Letras.

Uma glória de mulher

Esse título é o retrato de Neusa, que já recebeu inúmeras homenagens, como Cidadã de Vitória, Cidadã de São Gabriel da Palha e mais de dez proporcionados pela imprensa da terra. Uma particularidade de Neusa é a série de palestras que já fez e vem fazendo em defesa da mulher contra o Câncer de Mama.

Desejos pessoais

“Concluir meu curso de espanhol e continuar firme na presença de Deus, em seu poder imensurável e misericordioso, sempre crendo que o nosso Deus é o Deus do impossível e continuar sendo usada por Ele na evangelização e nas orações pelos enfermos físicos e espirituais.”

Finalizando

Terminando nosso ligeiro papo, Neusa frisou para meus leitores: “Iniciei minha trajetória como escritora em 1998, com o livro ‘O Cerco no imenso salão’. Em 2010 veio o meu segundo livro, ‘Olhar sobre a vida’, e, em 2013, ‘Câncer: o protagonista silencioso’, além de artigo publicado pela Revista da Polícia Federal, ‘Phoênix’, e também vários outros publicados pela imprensa local”. Em resumo, essa é a nossa Neusa, uma glória de mulher.


Personalidade do Dia

JOÃO BAPTISTA

Herkenhoff Personalidade do dia

18 de dezembro de 2016

P

assei a admirar este cidadão depois de ler suas crônicas em jornais e alguns de seus livros. Depois nos conhecemos pessoalmente e aí nasceu uma amizade. Em um dos nossos primeiros encontros perguntei onde nasceu. A resposta veio rápida e altamente positiva: “Modéstia à parte, nasci em Cachoeiro de Itapemirim”. Daí lembrei de uma afirmação do meu saudoso amigo Elviro de Freitas, médico cachoeirense, que certa vez me disse: “Cachoeiro é uma autêntica Academia de Letras”. Pois é, o meu entrevistado de hoje é João Baptista Herkenhoff, por natureza, um acadêmico de letras.

Como escritor

Ele lançou recentemente o livro “A fé e os Direitos Humanos”, mas posso informar que ele também é autor de outros livros, como “O Direito sob o olhar de múltiplos saberes”, “Direito e Justiça: subsídios para o debate”, “Ética e Direito”, “Encontro do Direito com a Poesia”, “ABC da Cidadania”, “Curso de Direitos Humanos”, “Filosofia do Direito”, “Como aplicar o Direito à luz de uma perspectiva axiológica” e “Dilemas de um juiz”.

Meta

João Baptista Herkenhoff é filho de Aurora Estellita e Alfredo Herkenhoff. Casado com Therezinha Gonçalves Pinto, os dois tiveram o filho Gustavo. Como todo homem de bem, ele também é apologista da família bem constituída.

Sua grande meta profissional é continuar escrevendo em jornais e publicando livros. Como sonho é não abandonar jamais os que teve na mocidade. Acrescentou: “Uma vida bem vivida é aquela que realiza na idade provecta aquilo que alimentou os ideais juvenis”. Ele está seguindo firme seus princípios.

Estellita Lins

Cachoeirense Ausente

Família

João Baptista tornou-se advogado porque queria seguir os passos do seu tio Augusto Emílio Estellita Lins, que foi um grande advogado. Ele morava na Praça João Clímaco, entre o Palácio Anchieta e o hoje Palácio da Cultura Sônia Cabral. Na casa do tio, ele admirava uma bela e rica biblioteca. Em torno desses fatos meu convidado de hoje foi um excelente advogado, juiz e agora escritor. Tem mais, fez pós-doutoramentos nos Estados Unidos e na França.

A homenagem que mais o emocionou foi receber, em 1985, o título de Cachoeirense Ausente Número Um. Sua maior vitória profissional foi não ter traído nunca os compromissos da toga. Disse ele, finalizando nosso papo informal: “Posso ter errado em alguns julgamentos, porque errar é humano. Mas jamais errei voluntariamente. Nunca dormi com a consciência pesada por ter proferido uma sentença injusta”.

93


Personalidade do Dia

ANNIBAL DE

Rezende Lima Personalidade do dia

25 de dezembro de 2016

C

onheci meu convidado de hoje quando ele ainda era jovem. Sempre educado e aplicado nos estudos. Morávamos na Rua Graciano Neves, centro da cidade. Estou falando do desembargador Annibal de Rezende Lima, filho dos meus amigos Theophila e Annibal de Athayde Lima. Como dizem os mais antigos, boa árvore só pode dar bons frutos. Daí a categoria do desembargador, que nasceu na bucólica cidade de São José do Calçado, localizada no extremo sul do Espírito Santo.

Família

Annibal é casado com Cynthia Pinheiro da Silveira, com quem ganhou Junia e Guilherme para completar sua felicidade. É outro apologista da família bem constituída. Tem mais: para completar a felicidade no lar, ganhou também a netinha Mariana, um amoreco.

Advocacia

Em nosso ligeiro papo, disse ele: “Sempre fui apaixonado pelo Direito. Nunca me imaginei fazendo outro curso superior. É claro que no meu subconsciente há de ter havido a influência afetiva do meu pai. O profissional do Direito é o único capaz de assegurar a capacitação social, evitando ou superando os conflitos que são inevitáveis na convivência humana”.

Posse como desembargador, em 1998 94

Melhor aluno de Direito

Meu convidado de hoje diplomou-se pela Ufes, mas tem um detalhe muito importante: ele foi agraciado na cerimônia de coleção de grau com o Prêmio Carlos Xavier Paes Barreto, outorgado ao melhor aluno de Direito Civil da turma de 1972. Ele se orgulha muito disso.

Outra vitória

Annibal também considera uma grande vitória na vida profissional chegar ao Tribunal de Justiça, como desembargador, representando a classe dos advogados, recebendo o voto de todos os desembargadores, que, à época, integravam o Tribunal de Justiça, fato inédito até então.

Encerrando o encontro

Finalizando o nosso papo dominical, dedicado a vocês, milhares de leitores, Annibal afirmou: “Pretendo encerrar com dignidade meu mandato como presidente do Tribunal de Justiça do Espírito Santo e transmitir ao meu sucessor um Poder Judiciário cada vez mais acreditado e respeitado pela sociedade capixaba”. Feliz Natal, Annibal, para você e sua bela família.


Personalidade do Dia

MARGÔ

Dalla Personalidade do dia

1º de janeiro de 2017

M

enina inteligente, arrojada como poucas. Foi um presente especial que Colatina mandou para Vitória e que hoje atua com destaque na Holanda. Estou falando de Margô Dalla, que tive o prazer grande de introduzir no jornalismo de nossa ilha. Ela sabe tudo sobre comunicação. Daí o sucesso da sua vida profissional tão longe de nossa terra. Seu nome completo, agora, é Margarida Maria Correa Dalla-Schutte.

Família

Ela é filha de Ruth e Arysio Dalla e, também com orgulho, diz ela: “Sou mãe de Camila Dalla Brandão, secretária da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional do Governo do Estado do Espírito Santo”.

Vida profissional

“Quando cheguei em Vitória estava começando o curso científico. Morei em Belo Horizonte, Brasília, São Paulo e Nova York, mas sempre volto a Vitória, cidade que amo e para onde sempre voltarei. Há oito anos resido em Amsterdã, onde exerço minha profissão: escrevo, fotografo e entrevisto.”

emprego foi Helio Dórea, quando A Gazeta era na General Osório, no centro da cidade. Lá, conheci o mundo fascinante do jornalismo”.

Com Henk Schutte

“Há 10 anos, estava trabalhando no Congresso Nacional como assessora de comunicação de parlamentares, quando conheci Henk Schutte, um cientista holandês. A relação cresceu, casei e fui morar na Holanda, onde resido há oito anos. Henk, além de cientista, estudou bioquímica e é PHD em Medicina.”

Finalizando

Chegando ao final do nosso papo, Margô disse que quando está aqui fotografa alambiques, lavouras de café e outros setores. Esse trabalho é para o projeto do seu livro “Mercados do mundo”, uma ficção-realidade sobre algumas passagens de sua vida. Ela é uma grande “embaixadora” do Espírito Santo, com base na Holanda. Um beijo para você, Margô.

Começo profissional

Continuando nosso papo informal, minha querida Margô Dalla fez questão de frisar com ênfase: “Comecei minha vida profissional como jornalista em Vitória e quem me deu o primeiro

Com o marido, Henk 95


Personalidade do Dia

NEIDA LUCIA

de Moraes

Personalidade do dia

8 de janeiro de 2017

C

onheço minha convidada de hoje há muito tempo e sempre a admirei pela sua inteligência, cultura e sua permanente amabilidade. Também, teve a quem puxar. Ela é filha de Isaura e Cícero Moraes, respeitável professor emérito. Evidente que estou falando da famosa escritora Neida Lucia de Moraes, que desde menininha amava a poesia, os livros e a literatura. Seu primeiro romance foi “Olhos de ver”, premiado pelo Instituto Nacional do Livro. Foi o início de uma brilhante carreira como escritora.

Família

Neida Lucia foi casada com meu amigo Fernando de Castro Moraes, professor da Ufes, que já nos deixou. Com ele ganhou os filhos Fernando, Heloisa, Paula e Cícero. Ela nasceu em Vitória no dia 12 de julho. O ano, ela não me disse: “Está trancado a sete chaves”. Nos estudos, sempre foi a primeira aluna da classe.

Mofo de pão

Depois de escrever o livro “Sete é número ímpar” (1972), foi convidada para encontros literários em Portugal, onde foi considerada “escritora notável”, aplaudida de pé várias vezes. Voltando ao Brasil, ela escreveu o livro “O mofo do pão”, que foi traduzido para o romeno e o polonês, sendo convidada para o lançamento do livro na Romênia e na Polônia. Esse livro vendeu 20 mil exemplares e foi adotado como leitura obrigatória no vestibular da Ufes.

96

Mais livros

Além dos citados, Neida Lucia escreveu mais 10 livros e não vai parar por aí. Um deles, “O tempo entre sobras”, é uma autêntica aula de sensibilidade, mais do que de história. É uma reconstituição do sentimento de medo que imperava nas colônias ibéricas do início do século das luzes.

Comentários

O advogado e professor Aylton Bermudes falou sobre Neida Lucia: “’O tempo entre sombras’, tais como os outros livros da autora, me impressionou profundamente. Um romance se faz de ideias e de fatos, como de enredos. Espelho do mundo e da vida, faz sobressair a grandeza da romancista”. Detalhe: Aylton Bermudes é também um talento, na advocacia.

Internacional

Precisaria de todo o jornal Folha Vitória para falar, em resumo, a trajetória dessa escritora que orgulha o Espírito Santo. Sua fama ultrapassou divisas e fronteiras. Em 1972, em Lisboa, ela foi aplaudida na Academia de Letras de Portugal, em torno de seu livro “Sete é número ímpar” em movimento liderado pelo famoso escritor português Amâncio Cesar. Assim encerro em resumo o papo que tive com Neida Lucia, que ficará marcada na história do nosso Estado.


Personalidade do Dia

AROLDO

Natal Filho Personalidade do dia

15 de janeiro de 2017

M

eu convidado de hoje para uma minientrevista é Aroldo Natal Filho, atual presidente do Bandes, mais uma escolha acertada do governador Paulo Hartung para formar seu staff. Aroldo é graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Gama Filho e possui cursos nas áreas de Gestão Empresarial e Comércio Exterior. Em nosso papo cordial e também informal, fiquei sabendo que ele iniciou sua vida profissional na Bolsa de Valores do Rio de Janeiro, no período de 1983 a 1984.

No ramo agrícola

Nesse encontro também fiquei sabendo que Aroldo, de 1985 a 1989, exerceu atividades nas propriedades agrícolas Fazenda Santa Clara e Fazenda Santa Terezinha, situadas em Linhares. A partir de 1990 ele iniciou sua carreira no ramo empresarial como proprietário de empresas de comércio varejista.

Nunca soube parar

Pelo que pude observar, Aroldo é um profissional versátil e que até hoje não aprendeu a parar. Em 1997 entrou destemido no ramo de comércio exterior. Finalmente no ano 2000, como proprietário da empresa de comércio exterior Brazil Explorer, foi responsável pela formatação da empresa, utilizando-se dos conhecimentos adquiridos anteriormente no setor.

Chegou ao Bandes

Depois de ser diretor do Sindicato do Comércio de Exportação e Importação (Sindiex) e membro do Conselho da Federação do Comércio do Espírito Santo (Fecomércio), ele foi convidado pelo governador Paulo Hartung para ser presidente do Banco de Desenvolvimento do Estado do Espírito Santo, o nosso Bandes. Já está mostrando que sabe das coisas.

Família

Aroldo é filho de Martha Peixoto e Aroldo Natal Silva. Sua filha, Natalia, formou-se em Arquitetura. Evidente, nasceu em Vitória, cidade que muito ama. Continuando nosso papo, ele disse que sua meta principal agora é recriar o Bandes, trazer o banco para uma nova era. Evidente, uma era de progresso, ajudando o desenvolvimento do Espírito Santo.

Sonho

Natal pretende também criar bases e ações que transformem o banco em uma empresa moderna. Disse ele: “Tudo o que sempre fiz foi com muita dedicação, sempre me doando. Não sei fazer nada mais ou menos. Neste momento, posso afirmar que meu maior sonho é deixar um bom legado para o Bandes”. Assim encerro o papo da Coluna HD com Natal, que também é gente bacana.

Aroldo Natal com sua filha, Natalia, a nova arquiteta 97


Personalidade do Dia

LOURENÇO

de Freitas Personalidade do dia

22 de janeiro de 2017

E

m Cachoeiro de Itapemirim, terra de celebridades, tive a honra de conhecer e depois ser amigo de Julietinha e Elviro de Freitas. Esse casal muito querido e respeitado nos deu de presente como amigo o médico especializado em Neurologia e Neurocirurgia chamado Lourenço. Isso mesmo, é o pração Lourenço de Freitas, que mora há anos entre nós e é o meu convidado de hoje para um ligeiro papo. Gente bacana.

Influência do pai

Perguntei a ele por que escolheu a Medicina como profissão. “Tive a influência do meu pai. Fiquei fascinado pela Medicina e hoje a minha meta profissional é salvar vidas.” Lourenço se formou pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais.

Cursos e encontros

Ele fez pós-graduação em Neurocirurgia no Hospital Vera Cruz em Belo Horizonte e estágio no Hospital Karolinska, em Estocolmo, na Suécia. Também no Hospital Salpêtrière, em Paris, e Mass General Hospital, em Boston, nos Estados Unidos. Ele se preparou bem para atuar em sua profissão.

Prosseguindo na Medicina

Lourenço é membro da Academia Brasileira de Neurocirurgia e da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia, tendo participado de todos os

Como governador do Rotary Clube 98

congressos nacionais de sua especialidade até o ano passado, em Brasília. Também participou de congressos internacionais nos Estados Unidos, Japão, França e Argentina.

Rotariano de escola

Ele é um dos mais destacados membros do nosso Rotary Clube, onde foi governador de Distrito de 2002 a 2003. Seu Clube é o Praia Comprida. Como rotariano, conseguiu, através de ligação de Ministério da Saúde e secretarias de Saúde, o projeto que foi sucesso na erradicação da hanseníase no Espírito Santo.

Recordes

Ainda como médico-rotariano junto ao Ministério da Saúde e com o apoio do Rotary Clube de Guarapari, conseguiu para aquele município nada mais nada menos que 400 cirurgias de catarata. Meu amigo Lourenço leva a sério o lema do seu clube, que é “dar de si sem pensar em si”. Por essa e por outras qualidades é muito amado e respeitado entre todos.


Personalidade do Dia

TONINHA

Denadai Personalidade do dia

29 de janeiro de 2017

C

onheci pessoalmente há pouco tempo minha convidada de hoje, mas foi o suficiente para admirá-la. Além de uma eficiente executiva no comando de sua própria indústria de gesso, ela tem uma dedicação especial à assistência em torno daqueles que precisam do nosso apoio. Por isso mesmo ela dirige ao lado de outras abnegadas mulheres o grupo Mãos do Coração, título que já diz tudo. Estou falando de Toninha Denadai, uma impagável mulher.

Toninha

Seu nome completo é Maria Antonia De Nadai, entretanto todos a conhecem como Toninha Denadai. Essa menina foi um presente precioso que Cachoeiro de Itapemirim deu para Vitória, e nós agradecemos de coração à cidade dos Braga pelo precioso presente.

Família

Em ligeiro papo que tive com Toninha quando ela visitou o escritório da Coluna HD na Enseada do Suá, fiquei sabendo que ela teve três filhos, Flávio, in memoriam, Fabiane e Fabio, e dois netos, Flavio e Alice. Disse ela: “Eles são a minha fortuna, a minha felicidade”. Gostei da

ênfase que ela deu à sua família, mesmo porque penso igual a ela.

Trabalho

Toninha dirige hoje a importante indústria Gesso Apolo. Disse ela: “Após o falecimento do meu filho Flavio, vi que a empresa Gesso Apolo ficou sem a área comercial. Como já tinha conhecimento, pois já havia trabalhado nas Linhas Correntes, assumi a função de diretora comercial”.

Filantropia

Perguntei: “Por que você está sempre ajudando ao próximo carente?”. Rapidamente ela respondeu: “Porque é uma característica minha e acredito ser um dom que Deus me deu, que é amar o próximo. Além disso, esse trabalho social tem me ajudado a superar as dificuldades que vivi. Tudo isso para mim é um sentimento de graça”.

No social

Através desse trabalho filantrópico Toninha tem ajudado a Afecc, Sahabf, Avedalma, Cecon e por aí. Disse ela: “Meu sonho é que todas as pessoas sejam tratadas com igualdade, que haja mais amor, harmonia, humildade, paz, respeito e gentileza entra as pessoas”. Antes de terminar nosso papo amigo, ela não deixou por menos: “Dia 8 as voluntárias do grupo Mãos do Coração, vão se reunir para traçar os planos de trabalho em 2017”. Parabéns, Toninha, você é um amor de gente.

Com os filhos Fabiane e Fabio


Personalidade do Dia

ELCIO

Teixeira Personalidade do dia

5 de fevereiro de 2017

E

u poderia usar o título “Personalidade internacional”. Meu convidado de hoje conhece todos os continentes e mais de 50 países. Não se trata somente de viagens de turismo, mas grande parte de suas viagens foi dedicada a estudos, pesquisas e trabalhos ligados à sua empresa. Estou falando de Elcio Teixeira, CEO da Heach do Brasil, Estados Unidos e América Latina, num total de 11 países. Ele nasceu em Salvador, capital da Bahia, e reside no Espírito Santo desde 1995. Veio, viu, gostou e ficou.

Cursos

Elcio Teixeira é graduado em Sociologia, em RH Master e em RH pela Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos. Possui também o diploma de pós-graduação em Psicopedagogia. Tem mais: ele é o único membro da Sociedade Americana de RH no Espírito Santo.

Mais estudos

Meu entrevistado de hoje sempre foi estudioso e muito aplicado. Nunca perdeu uma oportunidade de participar, também, de minicursos aqui e no exterior, procurando sempre aumentar seus conhecimentos. Por isso mesmo, é muito elogiado e premiado em sua profissão, que abraçou com fervor. Daí seu grande sucesso profissional.

CEO e Terra

Quando quero elogiar por merecimento uma pessoa que é CEO, eu acrescento, em tom de blague, “Terra”. Pois é: além de CEO da Heach no Brasil, Estados Unidos e América Latina, desde 2018, ele atua na Federação das Indústrias e no Instituto Euvaldo Lodi desde 2016, como consultor sênior.

Testes vocacionais

A Heach trouxe para o Espírito Santo os melhores testes vocacionais e comportamentais do mundo. Aqui temos os mesmos testes que a Apple, a Microsoft, o Citibank, a Chevrolet e outras 94 das 100 maiores empresas dos Estados Unidos. Disse ele: “Nossos testes vocacionais para alunos são os mesmos utilizados por cerca de 80% dos jovens americanos”.

Hobbies

Mudando de assunto, perguntei qual seu hobby. Respondeu de imediato: “Cozinhar. Fiz cursos em diversas partes do mundo, como no La Cuisine de Paris e no IEE de Nova York. Cozinho de forma recreativa para mim e para os amigos. Gosto de viajar, conheço todos os continentes, mais de 50 países. Gosto do eclético, indo do super urbano, como Hong Kong, até o mais tranquilo, como um safári na África. Evidente, gosto de casar as viagens com a cultura gourmet e o enoturismo”. Esse é um resumo da maneira de viver do pração Elcio Teixeira.

Em Paris com Carlos Bernabé 100


Personalidade do Dia

RIGUEL

Chieppe

Personalidade do dia

12 de fevereiro de 2017

M

eu convidado de hoje aniversariou ontem e comemorou ao lado de sua mulher, a talentosa arquiteta Cintia, com quem tem dois filhos, Arthur e Lara. Estou falando de Riguel Chieppe, filho dos meus grandes amigos Luiza e Aylmer. Ele nasceu em Governador Valadares, mas é capixaba por adoção e ama a nossa ilha. Riguel formou-se em Administração pela Faesa, com especialização pela Northwestern Kellogg, nos Estados Unidos. Hoje, administra 30 concessionárias de veículos em nosso Estado, Bahia, Rio de Janeiro, Paraná e Minas Gerais. É um dínamo em se tratando de trabalho.

Liderança

Administrar 30 concessionárias de veículos em cinco estados, com sucesso, somente uma figura de alto espírito de liderança. Aliás, sobre isso ele disse: “O bom líder é aquele que abre espaço para os liderados opinarem, que cria ambientes participativos e conduz para uma convergência objetiva de ações voltadas para metas e resultados”.

Inspiração

Continuando nosso papo informal, Riguel fez questão de informar que sua inspiração para o trabalho sempre foi e é seu pai, Aylmer Chieppe. Também aprendeu muito com seu tio Nilton e o primo Decio, aos quais dedica total admiração. Aliás, disse ele: “Meu convívio com todos

102

os líderes e parceiros do Grupo Águia Branca não deixou de ser uma escola”.

Mudar para melhor

Continuando com nosso assunto em torno de liderança, Riguel afirmou que aprendeu com o japonês o conceito do Kaizen, que significa “mudança para melhor”. É a filosofia de melhoria contínua na vida, seja pessoal, familiar, social ou profissional. Tem mais: Riguel é uma figura simples, fácil de conviver.

Sonhos

Do ponto de vista empresarial, Riguel Chieppe afirmou que quer continuar trabalhando para o crescimento das empresas que dirige, gerando empregos e atendendo às necessidades dos seus clientes por produtos e serviços de qualidade, levando tudo muito a sério, como sempre atuou em vários setores desde sua juventude.

Cintia e Riguel

Um casal bacana, que vive em total harmonia ao lado dos filhos, apesar das lutas diárias profissionais. Aliás, bom gosto não falta aos dois. Basta dizer que ao se casarem escolheram um roteiro da maior categoria para a lua de mel: Londres, Paris, Grécia e, de maneira especial, a Côte D’Azur. Ontem mesmo, Riguel chegou a Vitória para passar seu aniversário ao lado de sua família. Estava em São Paulo tratando de negócios do Grupo Águia Branca. Parabéns, Riguel, pelo seu aniversário.


Personalidade do Dia

IRINEU

Vasconcellos Personalidade do dia

19 de fevereiro de 2017

C

onheço muitas pessoas que gostam de trabalhar, mas como o meu convidado de hoje para uma minientrevista são poucas. Como ninguém é de ferro, estamos sempre nos encontrando no meio da semana para degustar uma carne de sol bem preparada por Vadinho Vieira, no seu Recanto Baiano, na Praia de Itaparica. Ali, além da degustação, a gente ouve o Vadinho, que é um homérico contador de casos. Estou falando do meu amigo de longa data Irineu Vasconcellos, gente boa até de baixo d’água.

principalmente a São Paulo, onde vai constantemente e onde tem empresa.

Família

Metas

Certa vez Irineu me disse que o grande fato da sua vida foi ter se casado com Glauce, que lhe deu os filhos Manon, Marielle, Irineu Junior, Frederico, Édipo e Rick. Isso mesmo, seis filhos, que ele ama com todo fervor como ama a sua querida Glauce.

Cidadania

Irineu não nasceu no Espírito Santo, nasceu no Ceará, mas por lei é vitoriense, vilavelhense e guarapariense. Além da beleza da nossa terra, as pessoas daqui fizeram com que amasse muito a terra capixaba. Ele viaja muito, mas na maioria das vezes são viagens de negócios,

Mundo empresarial

Irineu gosta de ler biografias de grandes homens, através das quais aprendeu muito empregando esses conhecimentos em sua vida profissional e pessoal. Ele se inspirou no Conde Matarazzo, Barão de Mauá, Onassis, entre outros. “Devemos sempre seguir os passos de gente vitoriosa.” Sua primeira empresa foi fundada em 1972.

“Minha meta é consolidar meus negócios e preparar os meus filhos para assumi-los no futuro. Também sou um sonhador; infeliz daquele que não sonha. Felizmente, a maior parte deles já foi concretizada. Entretanto não sou de parar. Vou lutar até os meus últimos dias, que, espero, estão muito longe.”

Finalizando o papo

No escritório de Irineu tem uma galeria de prêmios alcançados no mundo empresarial. Entretanto, notei em destaque uma foto da sua posse como cônsul da Costa do Marfim com atuação no Espírito Santo. Ele tem prestado muitos serviços àquele país africano e, em contrapartida, tem trazido de lá bons negócios para nosso Estado. Agora, vou parar por aqui para degustar com ele uma carne de sol no Recanto Baiano.

A família de Irineu 103


Personalidade do Dia

AMERICO

Buaiz Filho Personalidade do dia

26 de fevereiro de 2017

C

onheço meu convidado de hoje desde quando ele era rapaz, mesmo porque tive a honra de ser amigo de seus pais, Arlete Zorzanelli e Americo Buaiz. Sempre inteligente e audacioso, escolheu estudar Economia, evidente para seguir os passos do seu pai, que foi um dos maiores empresários do nosso Estado e uma personalidade marcante na história contemporânea do Espírito Santo. Fez Economia na PUC do Rio e veio para Vitória integrar-se ao grupo da família.

Administração

Não ficou por aí. Depois da formação acadêmica em Economia, especializou-se em Administração, fazendo estágios em empresas renomadas para, finalmente, juntar-se ao seu pai na gestão do Grupo Buaiz. Mequinho não esconde: “Minha vocação foi definida desde quando fui batizado pelo nome Americo Buaiz Filho”.

Família

Mequinho é casado com Mariana, sua parceira no lar e também nos negócios, uma vez que ela tem tino comercial. Com ela ganhou os filhos Americo Neto e Ana Maria. No seu primeiro casamento, ganhou Eduarda, que também atua com destaque no grupo, e Marcus, empresário

Foto: Cloves Louzada

com base em São Paulo. Mequinho nasceu no dia 10 de fevereiro de 1951.

Forte grupo

Americo Buaiz, o nosso Mequinho, é presidente do Grupo Buaiz, que é composto de 12 empresas distribuídas em três ramos de negócios: alimentos, comunicações e imobiliário/shopping centers. O setor de comunicação abrange a nossa TV Vitória, eleita mais uma vez como a “Melhor TV Regional do Brasil”, rádio e o nosso jornal on-line Folha Vitória, onde tenho a honra de trabalhar.

Comunicações

A família Buaiz sempre atuou na área comercial e industrial, mas Mequinho sempre sonhou em atuar em outras áreas. Daí a realização do seu sonho ao ingressar no mundo das comunicações, com a Rede Vitória, e shopping centers, com o Shopping Vitória. Ingressou bem, muito bem, haja vista o poder e a qualidade dos dois.

Privilégio

Americo já recebeu inúmeras homenagens e condecorações, mas em destaque a Medalha do Mérito Industrial, outorgada pela Confederação Nacional da Indústria, e a Comenda Americo Buaiz, recebida pela Assembleia Legislativa do Espírito Santo. Vocês já imaginaram ser condecorado com uma medalha que tem o nome de seu pai? É um privilégio. Uma dádiva marcante na vida de qualquer cidadão. Com os filhos, Americo, Marcus, Eduarda e Ana Maria

104


Personalidade do Dia

DECIO

Chieppe Personalidade do dia

5 de março de 2017

M

eu convidado de hoje é um dos líderes do forte Grupo Águia Branca. Estou falando de Decio Chieppe, que é filho do pioneiro Vallecio Chieppe, cujo nome ficou marcado na história do desenvolvimento do Espírito Santo. Decio é presidente da Holding do Grupo Águia Branca e do Conselho de Administração da Águia Branca Participações. É também membro do Conselho da Vix Logística e da Azul Linhas Aéreas. Até aí uma trajetória iniciada em 1978.

Em particular

Sua mãe, Nascir, e seu pai, Vallecio, fundador do grupo, sempre tiveram orgulho de seu filho, inteligente e trabalhador. Ele é casado com Eulalia, com quem teve os filhos Anna Carla e André. Bom gosto também na gastronomia e, ao lado disso, é possuidor da maior adega de vinhos do Espírito Santo.

Exemplos

Decio sempre diz para os amigos que seu pai e tios foram uma escola na sua vida profissional. Diz ainda: “Meu pai foi minha fonte de inspiração. Eu acompanhei boa parte da sua vida, cresci vendo-o trabalhar, a forma interessante como lidava com as pessoas”. Isso inspirou Decio a seguir num vitorioso caminho.

Liderança

Quando ainda estudante, cursando o ginásio, aprendi que o bom administrador é aquele Com Kaumer, Aylmer e Nilton Chieppe recebendo mais um prêmio, em São Paulo

que se cerca de grandes valores. O Decio pensa igualmente. Ele acha que a principal função de um bom líder é escolher bem seu grupo de trabalho, motivá-lo e desafiá-lo continuamente. Está certíssimo.

Parlando

Em papo informal, ele disse: “Quem imaginava que aquela pequena empresa nascida em Colatina, há 70 anos, fosse se transformar num grupo desse porte, que emprega mais de 13 mil pessoas. É uma satisfação muito grande ver o grupo em pleno crescimento”.

Executivo

Decio, com apenas 57 anos de idade, é o executivo mais velho da segunda geração da família Chieppe que está à frente dos negócios do Grupo Águia Branca. Além de trabalhador homérico, também sabe viver. Agora mesmo está em Paris com sua mulher, Eulalia, e sua filha Anna, que comemorou ali seu aniversário. Decio, como excelente enófilo, está de olho nos melhores vinhos do mundo, os franceses.


Personalidade do Dia

HENRIQUE

Tommasi Personalidade do dia

12 de março de 2017

C

onheço o meu entrevistado de hoje desde os tempos de solteiros, quando frequentávamos as gostosas domingueiras do Clube Vitória, no Parque Moscoso, recheadas de meninas bacanas. Uma figura amável, fácil da gente fazer e manter amizade. Ele é determinado e sonhador. Além disso tudo, é um homem de sorte e bom gosto, casou-se com a bonita Regina, que lhe deu os filhos Bruno, Paulo e Juliana, casados respectivamente com Christianne, Flavia e André Nahas. Estou falando de Henrique Tommasi, um pração.

Inspiradora

bioquímica, toxicologia, bromatologia e química orgânica. Ele é sócio-fundador da Sociedade Brasileira de Análise Clínica e presidente do Grupo Tommasi, que abrange o Tommasi Laboratório, entre outras empresas médicas.

Liderança

Perguntando sobre liderança, ele foi incisivo em dizer que “para ser líder é preciso ter simplicidade, uma boa dose de humildade, criatividade e disposição de aprender sempre e se relacionar bem com seus liderados”. Essa política, ele exerce positivamente em suas empresas.

Em papo com os amigos mais chegados, Henriquinho não deixa de frisar que sua mãe, Maria Bruzzi, foi sua grande inspiradora e motivadora, quando lhe ensinou a sonhar. Com os líderes que teve e a necessidade de trabalhar, ele aprendeu muito, inclusive a buscar sempre o aprimoramento.

55 anos de luta

Cursos

Sonhos

Henrique é formado pela Faculdade Nacional de Farmácia da Universidade do Brasil, com especialização nas áreas de micrologia médica,

Seu estilo de trabalho, que está completando 55 anos, é acreditar e se fazer acreditar. Até agora tudo vem dando certo, apesar das crises reinantes no país. Disse ele ainda: “Estou me considerando fortemente determinado, criador de desafios para mim e meus liderados”.

Ao perguntar para Henriquinho sobre seus sonhos, após o sorriso, ele disse que são muitos. Um deles é ser um bom tocador de sax. Adiantou, frisando, que é um homem de fé em Deus, que tem lhe dado saúde e disposição para o trabalho. Fora isso, em resumo, Henrique Tommasi é um cara de bem, apologista de uma família bem constituída. Bom dia, Henriquinho. Um bom domingo ao lado de sua querida Regina. Atuando em um de seus laboratórios de análises

106


Personalidade do Dia

CELSO

Siqueira Personalidade do dia

19 de março de 2017

C

onversar com Celso Siqueira é uma facilidade total, além de prazer. Um dos fatos triviais de sua vida começou com café e terminou com um bom vinho. Disse ele: “Tomava o café da manhã com minha querida Cileia e minha filha Caroline em um hotel de Sidney, na Austrália, quando recebi a notícia de que minha filha Fernanda estava grávida de gêmeos. Imediatamente deixei o café de lado e pedi o melhor vinho australiano para comemorar”. Isso aconteceu em 2010.

Celso Siqueira Junior

Seu nome completo está no título desta nota. Nasceu em 21 dezembro de 1948, em Cariacica, onde passou os seus seis primeiros anos. Seus pais são Zilda e Celso Siqueira, que já nos deixou. É casado com Maria Cileia Lorenzon, formada em Artes Plásticas e Desenho Artístico, com quem teve as filhas Fernanda, casada com Ricardo Lira Garcia, e Caroline.

Economista

Celso, que é um cara bacana, formou-se em Economia, baseado na profissão de Gerson Camata, Deo Rozindo e Orlando Caliman, que se projetavam na profissão. Sobre o curso na Ufes, disse ele: “Tive a sorte de ter como colegas Paulo Hartung, Haroldo Correa da Rocha, Neivaldo Bragato e Dayse Lemos, entre outros bacanas. Hoje, na crista da onda”.

Uma boa do PH

O governador Paulo Hartung costuma dizer com relação ao seu colega Celso que o preservou, por ter se tornado logo cedo um empresário. Por isso, não o convocou para os seus governos e com isso ele está bem, não dependendo de votos e várias campanhas políticas, sempre árduas, sempre cansativas.

De aluno a professor

Celso foi professor na Faesa, ministrando aulas nas cadeiras de Economia Brasileira, Administração de Vendas e Economia Internacional. Atuou na antiga Companhia Vale do Rio Doce, no Porto de Tubarão e Pelotização, de onde se aposentou e fez muitos amigos, até hoje preservados e muitos deles seus primeiros clientes na Lorenge.

Lorenge

Junto com a família Lorenzon, em janeiro de 1980, fundou a Lorenge Construtora, hoje a maior empresa imobiliária do Espírito Santo, que construiu e entregou 10.364 unidades imobiliárias. Agora, o orgulho todo gira em torno das netinhas gêmeas de quase sete anos, Alice e Julia. E tem mais: Celso gosta de música, dedica-se ao teclado e tem um CD bem gostoso. Finalizando: “Meu sonho é assistir às minhas filhas e netas se realizarem, serem felizes e ajudar na felicidade de outros”. Esse é o cara.

107


Personalidade do Dia

FERNANDO

Machado Personalidade do dia

26 de março de 2017

D

ia 10 de maio, o jornal Folha Vitória e esta coluna on-line vão completar 10 anos. O funcionamento dos dois deve-se ao meu convidado de hoje, autor e incentivador homérico. Estou falando do meu amigo Fernando Machado, diretor-geral da Rede Vitória/Record, que abrange com destaque uma premiada televisão, uma rádio e o nosso jornal. Conheço Fernando há muitos anos e posso atestar que se trata de um executivo de primeira linha. Um grande gestor.

Família e comunicação

Fernando é filho de Nair e Aylton André Ferreira. É casado com Solange, com quem tem as filhas Fernanda e Rafaela. Ele nasceu na Serra e ingressou no mundo da comunicação por sugestão do seu amigo Antonio Tadeu Neves, que hoje é médico. Os dois estudavam para Medicina e, quando visitaram um setor de anatomia, ele, ao ver a peças de cadáveres para estudo, caiu fora.

Carreira

O mesmo amigo Tadeu quando sentiu a reação do Fernando frente às peças anatômicas sugeriu que ele fizesse Comunicação. Fez o curso na Ufes e, por indicação do seu professor Xerxes Gusmão Neto, foi estagiar em uma televisão da ilha. Foi o próprio Xerxes, ao ingressar na Rede Vitória, que levou Fernando para atuar ao seu lado. Isso aconteceu em 1º de outubro de 1984.

108

Começou a grande jornada

Convidado por Americo Buaiz (Mequinho), que, por sinal, é um empresário de grande visão, Fernando embalou no comando da TV Vitória, que hoje é a “Melhor TV Regional do Brasil”, eleita quatro vezes, e a primeira emissora do mundo a ser certificada pela DNV da Noruega com o ISO 9001.

Sucesso

Depois de embalar e dar grande qualidade à TV Vitória, saiu para um impulso na Rádio Jovem Pan e, finalmente, o jornal Folha Vitória, o grande sucesso on-line. Ele tem orgulho da orientação de Americo, que, desde o início do seu trabalho, tinha como lema um projeto de comunicação com a “cara da gente”. Hoje, somos reconhecidos e premiados aqui e fora do Estado.

Acontecimento

Um fato marcante para Fernando, como convidado do Grupo Abril, foi ver o lançamento do Foguete Galaxy, na Nasa, em Cabo Canaveral, que colocou a Directv em órbita. Mudando de um polo a outro, Fernando fez questão de dizer que um acontecimento importante em sua vida particular foi quando, em companhia de sua mulher, Solange, no consultório da ginecologista e obstetra Eliedna Valentim viu e ouviu o bater do coração de Fernanda no ventre da mãe. Disse ele: “Foi aí que percebi com todas as letras o milagre da vida e a presença de Deus em tudo”.


Personalidade do Dia

SILVESTRE

Tavares Personalidade do dia

2 de abril de 2017

D

egustar bons vinhos ao lado de Silvestre Tavares é como se você estivesse tomando aula na Universidade do Vinho. Além de ser um grande conhecedor do produto, dá aulas particulares, participa de júris para avaliar a qualidade de vinhos aqui e no exterior. Aliás, recentemente ele esteve em Lisboa, Portugal, onde participou do júri do “Essência do Vinho”, o mais importante evento vínico lusitano, que elegeu no mês passado, na cidade do Porto, os “10 Melhores Vinhos de Portugal em 2017”. Como veem, o cara é bom no setor.

Tem mais

Silvestre tem o blog Vivendo a Vida, onde obviamente o assunto é só vinho. Além disso, é comentarista da Rádio Band News, que aborda o assunto no qual é PHD. Seu nome completo é Silvestre Tavares Gonçalves, nasceu em Vitória, filho de Maria Candida e Silvestre Vicente Gonçalves, que já nos deixou. É casado com Keila e tem os filhos Silvestre e Livia.

Profissão

Conversando com Silvestre a gente fica sabendo que ele é representante comercial, palestrante e consultor de importações de lojas e restaurantes. Beber vinho sempre foi sua paixão, degustou o produto pelo mundo afora, aprendeu muito e hoje seu blog www.vivendoavida.net há oito anos está entre os cinco mais acessados do

Brasil. Hoje, é convidado também para conhecer vinícolas pelo mundo afora.

Curso de vinho

Perguntei ao Silvestre de quais cursos de vinhos que participou: “Inúmeros, mas vale citar o Wine & Spirit Education Trust Brasil – The Wine School, a mais respeitada organização internacional voltada para a formação de profissionais da indústria de vinho, como também para os amantes do vinho”.

Evento inesquecível

“Um evento inesquecível foi o Almaviva, do vinho produzido pela joint venture entre a Concha y Toro, a maior e mais prestigiosa vinha chilena, e a Baron Philippe de Rothschild, responsáveis pelo Chateau Mouton Rothschild em Bordeaux, na França. Além do Chile, apenas o mercado brasileiro foi contemplado com essa comemoração. Um evento exclusivo para poucos convidados no Copacabana Palace.” Esses entre outros também importantes.

Outros encontros

Silvestre Tavares também já participou de uma degustação conduzida pelo idealizador do “Julgamento de Paris”, o jornalista inglês Steven Spurrier. Ele é o consultor, produtor e degustador internacional, altamente qualificado entre as personalidades mais respeitadas no mundo do vinho, eleito o “Homem do Ano 2017” pela revista Decantar. Tim-tim, Silvestre.

109


Personalidade do Dia

PAULO

Hartung Personalidade do dia

9 de abril de 2017

P

ara fechar a série Personalidade do Dia que será inserida em revista super especial, escolhi o nome de Paulo Hartung, atual governador do Espírito Santo, pessoa que tenho como amigo. Ele nasceu em 21 de abril de 1957, em Guaçuí, é casado com Cristina e tem os filhos Gabriel e Julia. Economista formado pela Ufes, foi duas vezes deputado estadual e prefeito de Vitória, considerado um dos mais populares do Brasil, com 91,4% de aprovação, em pesquisa feita pela Istoé / Brasmarket, e 93%, pelo Ibope. Detalhe: marca muito rara no país.

Seguindo

Paulo Hartung foi um atuante diretor do BNDES. Em 1998 foi eleito senador com a maior votação já registrada no Estado, cerca de 900 mil votos. Combate ao crime organizado, revisão de alíquota do Imposto de Renda e incentivo ao primeiro emprego foram algumas de suas bandeiras. Com isso fincou seu nome com categoria na área nacional.

Governador

Em 2003, candidatou-se ao Governo do Estado, sendo eleito em primeiro turno. Em 2006, foi reeleito governador com uma exemplar administração, modernizando a máquina pública, ampliando a capacidade de investimento do Estado de menos de 1% para 16% de arrecadação, qualificando, ampliando e incrementando os serviços e obras públicas.

110

Foto: Leonardo Duarte / Secom

Novamente no Anchieta

Desde janeiro de 2015 é novamente governador, eleito em primeiro turno para um terceiro mandato. Em pesquisa FlexConsult /Rede Vitória, 77,1% dos entrevistados consideram o governador como ótimo, bom e regular. Na atual gestão prioriza a organização das contas públicas e investimentos prioritários nas áreas de saúde, educação e segurança.

Escola Viva

Vale destacar que em seu programa de educação modernizou a rede de ensino e implantou o Projeto Escola Viva, que prevê o ensino em período integral com metodologias modernas e contemporâneas para tornar as escolas mais atraentes aos jovens. Na saúde, criou núcleos regionais para ofertar serviços especializados e construção de novo hospital.

Referência nacional

Continuando o resumo de suas iniciativas, com o cenário da crise financeira, social e ética no país, Paulo Hartung é referência na área da gestão pública. Mesmo com as receitas em queda, implantou no Estado uma política de austeridade fiscal que priorizou corte de custeio, manutenção da prestação do serviço público com qualidade e distribuição de investimentos em todas as áreas do Estado, além de atrair e fomentar a vinda e a manutenção de investidores privados no Espírito Santo. É um governador na melhor expressão da palavra.


anuncio_205x137,5cm_marcas_icones_jardim_da_paz terรงa-feira, 25 de abril de 2017 19:56:05


Depoimentos

Nota publicada pela colunista Hildegard Angel, no Jornal do Brasil, no dia 26 de abril de 2007 Dono de moinho, shopping, rádio e da TV Vitória, o Grupo Buaiz, leia-se Americo Buaiz, pai de Marcus e sogro de Wanessa Camargo, vai lançar o seu jornal eletrônico, o Folha Vitória, que vem sacudir as comunicações no Espírito

Santo. O lançamento será dia 10 de maio, em super almoço com o governador, prefeito, empresariado top capixaba, saudando a volta ao colunismo do colunista decano Helio Dórea, que vai assinar a página social na mídia eletrônica. Detalhe: Hildegard Angel é uma das destacadas colunistas sociais do país e até hoje escreve sua coluna de maneira on-line.

Therezinha Amoury Carreiro, no dia 10 de maio de 2016, enviou a seguinte mensagem: Caro amigo Helio Dórea Hoje o dia é especial para você, a família e inúmeros amigos. Os nove anos do Folha Vitória assinalam mais uma das muitas vitórias da sua vida. A família e o amor que você coloca em tudo que faz são a grande receita do seu sucesso. É difícil ter a palavra adequada para enumerar a sua trajetória profissional, regada do maior recorde mundial que já tive notícia, com os seus SESSENTA ANOS de jornalismo.

Sem dúvida você é um orgulho para o Espírito Santo e sem dúvida lidera a lista dos homens de bem do jornalismo brasileiro. O Folha Vitória deve orgulhar-se de ter em seu quadro de profissionais a competência, a seriedade e a ética que são representados pelo seu trabalho ímpar. Helia, sua filha, já traz em seu trabalho profissional a postura que você sempre transmitiu a toda a família e que é absorvida por muitos que o admiram. Detalhe: Therezinha Amoury Carreiro é uma das destacadas mulheres do mundo social do Espírito Santo.

112


Depoimentos

Helio Dórea quarentão Não é fácil conseguir, pelos caminhos da vida, ultrapassar quarenta anos de trabalho sério, honesto, competente e poder dizer, sem vacilações, que manteve de pé seu ideal, que não decepcionou nem traiu qualquer amigo, não foi desleal com ninguém e procurou, sempre, em toda essa trajetória, ser fiel a si mesmo, aos princípios éticos que adotou como normas de vida e, sobretudo, ao nobre objetivo que foi a razão de ser do merecido reconhecimento como profissional da imprensa: proporcionar alegria aos seus milhares de leitores através da notícia exata, correta, imparcial, sincera. E até quando criticava, o fazia, invariavelmente, no sentido de prestar auxílio, de sugerir o melhor caminho, apresentando um exemplo que deu certo nessa ou naquela cidade do país ou numa outra parte do mundo, porque ele, Helio, já viajou metade deste planeta e pode, por isso mesmo, dar testemunho do que viu, sentiu, amou e aprendeu, para trazer, no coração, o que nunca se negou a dividir, diariamente, com a confraria interminável dos seus admiradores. E no jeito baiano de ser bom, aqui chegou e ficou. Fez-se raiz no solo fértil da bendita terra

espírito-santense, e nós, seus amigos da primeira hora, jamais esqueceremos aquele sorriso de felicidade com que ele esperou Regina, no altar do Cristo, para jurar-lhe o amor que se multiplicou em Miguel, Helina e Helia, para ser, como é, um amor eterno a cada instante. Não viaja nunca sem Regina, que, além de esposa e mãe amantíssima, também é a sua luz – quem sabe o farol maior que não permite, nunca, que faça escuro na estrada de sua vida. “A família é tudo”, Helio diz e repete constantemente, em sua coluna diária. Mas o faz com tamanha convicção e com tanto amor pelo que diz que decidiu esquecer o HD – como era conhecido – para incorporar o “R”, de Regina, e estabelecer, em definitivo, a sua nova marca, HRD. A partir daí, integrou a família toda no mesmo espaço de trabalho, onde o amor, a eficiência, o zelo e a competência frutificaram. E tudo com o requinte de um jardim florido e bem cuidado, onde o trabalho e o amor florescem juntos, como um perfume que transcende a vida, porque caminha para a eternidade. Helio Dórea quarentão! “Que exemplo belo, esse irmão.” Berredo de Menezes, então prefeito de Vitória


Agradecimentos

O jornal on-line Folha Vitória e a Coluna Helio Dórea agradecem de forma especial àqueles que colaboraram para a edição desta memorável revista: • Ana Coeli Piovesan • Claudia Mameri • Denise Gazzinelli • Martha Paiva • Myrian Castello Miguel • Nilce Chieppe • Penha Lima Correa • Rita Garajau • Rita Tristão • Ailton de Araujo Cerqueira • Ariosto Santos • Aylmer Chieppe • Benjamin Gomes • Carlos Marianelli • Celso Siqueira • Clovis Vieira • Danilo Leonel • Decio Chieppe • Decio Chieppe • Elcio Teixeira • Fernando Pretti • Gerson Camata • Getulio Azevedo • Gregório Repsold • Henrique Tommasi • Homero Mafra • Irineu Vasconcellos • Jair Coser

• Jônice Tristão • José Domingos de Almeida • José Lino Sepulcri • Jules White • Kamel Moyses • Lourenço de Freitas • Lucas Izoton • Luciano Rodrigues Machado • Maely Coelho • Marcio Brotto de Barros • Marcio Maciel & Samp • Nabih Amin El Aouar • Ricardo Dalla • Riguel Chieppe • Riguel Chieppe • Ronaldo Barbosa • Sergio Rogerio de Castro • Severino Matias • Associação Capixaba de Supermercados (Acaps) • Grupo Pio XII de Ensino e Educação • Inocoopes • Metron Engenharia • Sincades • Usina Paineiras


Profile for Realiza Editora

Helio Dórea: 10 anos da coluna on-line e as personalidades do dia  

Revista comemorativa aos 10 anos da coluna on-line Helio Dórea que traz as 90 minirreportagens publicadas aos domingos na seção Personalidad...

Helio Dórea: 10 anos da coluna on-line e as personalidades do dia  

Revista comemorativa aos 10 anos da coluna on-line Helio Dórea que traz as 90 minirreportagens publicadas aos domingos na seção Personalidad...

Advertisement