a product message image
{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade

Page 1

EDIÇÃO 3 –MAI/JUN/JUL 2017

DO CAMPO À MESA SAIBA COMO SÃO PRODUZIDOS E DISTRIBUÍDOS OS PRODUTOS HORTIFRUTIGRANJEIROS COMERCIALIZADOS PELO EXTRABOM REAPROVEITAMENTO: APRENDA A USAR CASCAS, TALOS E SEMENTES E TAMBÉM UMA RECEITA DE ALMOÇO COMPLETO COM O QUE SOBROU NA GELADEIRA E MAIS: AGROTURISMO, ALIMENTAÇÃO NATURAL PARA CÃES, CAMPANHA DO AGASALHO E NOVIDADES DA REDE


EDITORIAL 

EXPEDIENTE EDIÇÃO 3 – MAI/JUN/JUL 2017 Extrabom Supermercados Rua Mário de Vargas Coutinho, 725, Civit I, Serra/ES, CEP 29.168-013 0800-285-8003 www.extrabom.com.br /extrabomsupermercados

Luiz Coutinho

Diretor-presidente da Rede Extrabom

Diretor-presidente da Rede Extrabom Luiz Coutinho Diretor Comercial e Marketing Mário Coelho Coutinho Gerente-geral de Operações Aislan Pena Brandão

MENSAGEM DO PRESIDENTE

o

lá, pessoal! A forma com que nos posicionamos no mercado comunica o que somos, o que queremos e como agimos. Nossa missão é baseada em três pilares: • Economia: oferecemos aos nossos clientes preços competitivos, alinhados ao mercado e que sejam percebidos como justos. • Atendimento de excelência: buscamos proporcionar aos nossos clientes um atendimento diferenciado, que seja referência de serviço na região em que atuamos. • Variedade em produtos de qualidade: ofertamos um mix adequado, que atende ao nosso público-alvo de acordo com suas necessidades. Nossas ações são orientadas para satisfazer vocês, nossos clientes, para que possamos ser cada dia melhores e sempre lhes oferecer a melhor experiência de compra. Aproveito para agradecer a nossos colaboradores e fornecedores pelo comprometimento e empenho na execução da nossa missão. Abraços!

CONSELHO EDITORIAL Gerente de Marketing Yuri Fernandes de Aguiar Correa Assessoria de Imprensa Mile4 Assessoria de Comunicação Atendimento publicitário Evandro Flor Santos (MP Publicidade) A Revista Extrabom é uma publicação trimestral do Extrabom Supermercados. É proibida a reprodução total ou parcial de textos, artigos, fotos, ilustrações e anúncios, por qualquer meio, sem prévia autorização do editor. Todos os direitos reservados.

PRODUÇÃO EDITORIAL

www.realizaeditora.com.br contato@realizaeditora.com.br (27) 3314-5117 | (27) 3024-3355 Diretor Eder Mota Jornalista responsável Ariani Caetano (MTB-ES 2420) Projeto gráfico e editoração Link Editoração Foto da capa Cloves Louzada Impressão Gráfica e Editora GSA


SUMÁRIO 

oferta de assuntos Especial Qualidade do campo à mesa

É TEMPO DE... O trio mandioca, inhame e rabanete

FAZ BEM PRA QUÊ? Ovo: de vilão a mocinho da alimentação

RECEITA DO CHEF Reinventando as sobras

Receita do leitor Tagliatelle com bacon

nutrição Como aproveitar integralmente os alimentos

casa Dicas de Lucy Mizael

10 16 18 20 24 30 32

economia doméstica A opinião do especialista

pet Alimentação natural para cães

passeio em família O circuito capixaba de agroturismo

extrabom social Veja como doar para a Campanha do Agasalho

34 36 40 46

conheça quem cuida de você Juliana Rocha, do Extrabom da Praia do Suá

extra Notícias da Rede Extrabom

48

54

meu carrinho de compras Veja quem prefere comprar no Extrabom

56


Fotos: Cloves Louzada

ESPECIAL 

QUALIDADE GARANTIDA DO CAMPO À MESA A JUSTIFICATIVA DE QUEM PREFERE FAZER COMPRAS DE FRUTAS, LEGUMES E VERDURAS EM FEIRAS É SEMPRE A MESMA: QUALIDADE, PREÇO, GARANTIA DE PROCEDÊNCIA, FRESCOR, MENOR OU QUASE NENHUM USO DE AGROTÓXICO. MAS VOCÊ SABIA QUE É POSSÍVEL CONSEGUIR TODAS ESSAS QUALIDADES NOS PRODUTOS HORTIFRUTIGRANJEIROS COMERCIALIZADOS PELO EXTRABOM?

D

esde 2004, a rede de supermercados conta com a parceria da Extrafruti na operação de toda a solução em FLV (frutas, legumes e verduras) das 23 lojas da rede. Assim, é a Extrafruti que faz toda a compra desses produtos, gerencia os estoques e cuida para que tudo esteja fresquinho nas bancas todos os dias. O diretor de Serviços Compartilhados da Extrafruti, Leonardo Lourenço, explica que, além de fornecer as mercadorias para o Extrabom, a distribuidora conta com todo um know-how que envolve a cadeia de fornecimento, seja por

10

meio de importação, seja através da escolha dos melhores fornecedores e produtos, em cada sazonalidade. “Nós nos tornamos especialistas na questão logística do FLV, que demanda um conhecimento bem específico. Frutas, verduras e legumes perecem muito rápido, então, temos que ter um conhecimento e uma expertise bem apurada para operar a logística desses produtos. Nas lojas, temos profissionais treinados, especialistas em FLV, que cuidam dos pedidos e arrumação das bancas, pois há toda uma normatização para isso, além de atenderem o consumidor, apoiando na ação de venda”, explica o gestor.

Os produtos adquiridos pela Extrafruti são acondicionados em dois centros de distribuição. O de Viana, na Grande Vitória, conta com 2.600 metros quadrados e 150 funcionários e é onde são recebidas frutas, legumes e ovos, girando todos os dias cerca de 350 toneladas de produtos. Algumas frutas, são mantidas em câmaras frias; outras, como a banana, têm sua maturação controlada, para que cheguem nas lojas ideais para o consumo. O cuidado com os produtos começa na descarga dos caminhões. Produtos em desconformidade ou padrão aquém de qualidade nem entram.




ESPECIAL

AO CHEGAREM NO CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO DA EXTRAFRUTI EM VIANA, FRUTAS, LEGUMES E VERDURAS SÃO HIGIENIZADOS, SEPARADOS E SELECIONADOS POR INSPETORES DE QUALIDADE O outro centro de distribuição fica em Santa Maria de Jetibá, onde chega toda a folhagem e também os morangos. Por causa das próprias características desses produtos, de lá mesmo eles já seguem para as lojas, sem passarem pelo CD de Viana. “Compramos direto do produtor a partir de critérios de qualidade que definimos. Cabe ao produtor entregar os produtos dentro dos padrões. Nossa cadeia de fornecedores já é bem antiga, o que nos dá muito mais segurança. A partir de 2009, quando inauguramos nosso CD em Santa Maria, passamos a ter um contato ainda mais direto com o produtor rural. Isso trouxe benefícios em termos de custo, qualidade e credibilidade. Para se ter uma ideia, a folhagem que será vendida nas lojas amanhã é colhida hoje à noite, o que nos dá pouco mais de 12 horas entre a colheita e a exposição no ponto de venda. Isso é garantia de produto fresco”, ressalta Leonardo. De todos os produtos da Extrafruti e, consequentemente do Extrabom, 15% vêm do mercado

PRODUTOS MAIS ESPECIAIS E SENSÍVEIS SÃO ACONDICIONADOS EM CÂMARAS FRIAS, PARA SE MANTEREM FRESCOS ATÉ O CONSUMO internacional e 85% do nacional. Destes, 50% são de produtores locais. “Aqui no Estado há muita produção de tomate, banana, mamão Havaí, goiaba, ovos, banana da terra, inhame, aipim, manga Tommy. Mas comprar ou não esses produtos de produtores locais depende da qualidade, do

preço e das condições. Se houver algum comprometimento no fornecimento, principalmente causado por questões naturais, como chuvas fortes demais ou alagamentos, temos uma cadeia logística que nos permite trazer os produtos de onde houver oferta”, conta o diretor.

R e vista

Extrabom

11


ESPECIAL  Nos dois centros de distribuição, qualidade é o que mais importa. Por isso, há profissionais especializados em atestá-la. Aqueles que não passam por uma triagem no CD de Viana, por exemplo, podem ter todo o lote ou alguns itens checados posteriormente caso se verifique alguma observação na loja. Já os produtos locais são todos selecionados e higienizados ainda no centro de distribuição, antes de chegarem

às lojas. No CD de Santa Maria, toda a folhagem também é lavada antes do carregamento, e alguns produtos, como salsa, coentro e cebolinha, são embalados em saquinhos plásticos ainda na propriedade, tão logo são colhidos.

ENTRE A COLHEITA E A EXPOSIÇÃO DE FOLHAGENS NAS LOJAS, PASSAMSE POUCO MAIS DE 12 HORAS

PROCEDÊNCIA E MANEJO CONHECIDOS O relacionamento entre a Extrafruti e os produtores rurais também é de se admirar, assim como o cuidado e o zelo que ambos têm com a produção. Além de a empresa garantir a absorção da produção, há facilidade de negociação e pagamento em dia, como muitos produtores jamais haviam visto antes. A parceria se estende tanto que vira praticamente amizade, principalmente com os agricultores de Santa Maria de Jetibá, onde o contato com o comprador, Danilo Côco, é ainda mais próximo. Ele inspeciona a produção, media a compra de sementes e até influencia os produtores a participarem de feiras e congressos. A empresa ainda sugere novas formas de produção, como o cultivo de alface em canteiros de lona, que impede que chuvas fortes acabem com tudo e ainda traz facilidades tanto no plantio quanto nos cuidados diários. Outro bom fruto dessa parceria é a sugestão, por parte da Extrafruti, e a adoção, por cerca de

12

90% dos produtores de hortaliças e grande parte dos de frutas e legumes, do caderno de campo. Nele, o produtor registra todo o manejo: se irrigou, se adubou, quando fez cada processo, as datas de plantio e colheita e outras informações referentes à produção. Com isso, o benefício não é só dele, mas também da empresa e do consumidor final. Há casos, inclusive, de produtores que passaram a economizar, aumentaram a produção ou reduziram as perdas só fazendo a gestão do manejo. “Para o bom produtor, isso é ótimo, um diferencial. Se a amostra tiver com algum problema, por exemplo, ele tem como se defender, demonstrando o que ele aplicou na produção”, explica Leonardo Lourenço. O uso do caderno de campo tem evoluído para outra inovação do setor, que é a rastreabilidade da produção. O programa de rastreabilidade de hortifrúti está em vias de implantação no Espírito Santo, mas já vem sendo adotado por muitos

fornecedores da Extrafruti. O objetivo é identificar todo o caminho do alimento, desde o cultivo, passando pelas técnicas adotadas na lavoura até chegar ao consumidor. Para isso, frutas, legumes e verduras produzidas no Estado devem ser identificadas por um código para cadastro em um sistema, que poderá ser acessado em qualquer lugar do mundo. O programa ainda está em vias de implementação pelo Governo do Estado em parceria com a Secretaria de Estado de Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), o Incaper, o Idaf, Centrais de Abastecimento do Espírito Santo (Ceasa) e a Secretaria Estadual de Saúde. Mesmo que ainda não seja uma exigência legal, desde junho do ano passado a Extrafruti vem trabalhando o tema com seus fornecedores, por acreditar que esse é um movimento sem volta, que vai dar ainda mais garantia e transparência ao consumidor sobre o produto que está comprando.




ESPECIAL

Hortaliças rastreadas

O produtor Ilson Ponath, de Santa Maria de Jetibá, foi o primeiro de hortaliças a adotar o caderno de campo e a rastreabilidade de seus produtos. Com duas propriedades, o Sítio Ilson e o Sítio Pica-Pau, ele fornece há sete anos para a Extrafruti, que absorve cerca de 90% de sua produção. São 14 variedades de hortaliças, e oito só de alface. O manejo nas propriedades de Ilson tem sido cada vez melhor, com as sementes que ele compra via Extrafruti e as técnicas que conhece nos eventos de que participa a convite da empresa. O caderno de campo e a rastreabilidade tem sido grandes aliados, pois, assim, ele tem mais controle sobre a produção e investe com mais segurança nas técnicas já testadas e aprovadas. Hoje, Ilson quer aumentar a produção, que já é a maior entre os produtores de Santa Maria, mas ele precisa encontrar um terreno com disponibilidade de água, já que a chuva não tem dado as caras com a mesma intensidade de antigamente. Para economizar, Ilson aproveita cada gotinha de água e irriga a horta de forma consciente e inteligente.

OVOS AOS MONTES

Santa Maria de Jetibá é destaque nacional quando o assunto é produção de ovos. O município fica atrás apenas de Bastos, em São Paulo. Com 189 granjas e 10 milhões de ovos produzidos diariamente, Santa Maria é responsável por cerca de 11% da produção de ovos do Brasil e representa mais de 90% da produção do Espírito Santo. Na Granja Pommer, que é totalmente automatizada, são produzidos 1 milhão de ovos por dia, postos pelas cerca de 1,5 milhão de aves, distribuídas em 12 galpões da granja. Atualmente, 12 granjas fornecem ovos para a Extrafruti, que compra e repassa 60 mil dúzias de ovos brancos por mês.

R e vista

Extrabom

13


ESPECIAL 

PRONTO PARA O CONSUMO

Quem quer ainda mais praticidade pode adquirir os processados preparados pela Extrafruti e disponíveis para venda em algumas lojas do Extrabom. Com uma estrutura específica e especializada em processamento, a empresa tem o objetivo de oferecer um diferencial para o supermercado, ofertando produtos prontos para o consumo, como saladas cruas e saladas de fruta.

CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO EM VIANA

5

((->)) 5 ,4 milhões de quilos de frutas e legumes em 2016

((->)) 5 5% a 60% dos produtos são absorvidos pelo Extrabom

((->)) De domingo a sexta-feira, 350 toneladas de alimentos entram e saem a cada dia

((->)) E m um mês, todo o estoque do centro de distribuição é girado sete vezes

((->)) 12 fornecedores de ovos ((->)) Somente para o Extrabom, são

comercializadas cerca de 60 mil dúzias de ovos brancos por mês

Em janeiro, o top 5 foi composto por: ((->)) Alho importado ((->)) Maçã gala importada ((->)) Banana prata

((->)) Tomate ((->)) Pera portuguesa

Além dos fornecedores locais, capixabas, a Extrafruti compra também de estados como: ((->)) Bahia ((->)) Paraná ((->)) Rio Grande do Sul ((->)) Ceará ((->)) Pernambuco ((->)) Santa Catarina ((->)) Goiás ((->)) Piauí ((->)) São Paulo ((->)) Mato Grosso do Sul ((->)) Rio de Janeiro ((->)) Tocantins ((->)) Minas Gerais ((->)) Rio Grande do Norte E importa de países como: ((->)) Argentina ((->)) Estados Unidos ((->)) Chile ((->)) França ((->)) Espanha ((->)) Itália

14

((->)) Peru ((->)) Portugal




ESPECIAL

CENTRO DE DISTRIBUIÇÃO EM SANTA MARIA DE JETIBÁ ((->)) Entre 60 e 65 produtores rurais de Santa Maria (85%) e Marechal Floriano (15%) fornecem hortaliças para a Extrafruti e entregam diretamente no centro de distribuição de Santa Maria de Jetibá

10

((->)) E  ntre folhosas, chás e morangos, são 50 variedades de produtos ((->)) Todos os dias, 40 mil unidades são fornecidas ((->)) 60% dos produtos são absorvidos pelo Extrabom

O top 10 das hortaliças é composto por: ((->)) Alface crespa ((->)) Cebolinha ((->)) Coentro ((->)) Salsa ((->)) Couve em folha

((->)) Alface americana ((->)) Rúcula ((->)) Agrião ((->)) Brócolis (maço) ((->)) Brócolis (híbrido)

O CAMINHO DAS HORTALIÇAS

Pouco mais de 12 horas depois de serem colhidas, as hortaliças já estão nas bancas das lojas do Extrabom, fresquinhas e super selecionadas. Acompanhe neste esquema o caminho que elas percorrem da propriedade até o supermercado. Por volta das 17 horas, as hortaliças são colhidas pelos produtores de Santa Maria de Jetibá e Marechal Floriano.

À noite, por volta das 19 horas, tudo é entregue no centro de distribuição da Extrafruti em Santa Maria. Lá, é feita a separação e a expedição da mercadoria.

Os caminhões carregados de hortaliças seguem ainda de madrugada para as lojas do Extrabom .

No dia seguinte, quando as lojas abrem, às 8 horas, os produtos colhidos no dia anterior já estão nas bancas, prontinhos para serem adquiridos.

R e vista

Extrabom

15


É TEMPO DE... 

TRIO DA TERRA ELES GUARDAM SIMILARIDADES, TÊM FORMAS PARECIDAS DE PREPARO E POSSUEM PROPRIEDADES QUE, DE TÃO BENÉFICAS, ESTIMULAM AINDA MAIS O CONSUMO, QUE JÁ É BASTANTE ELEVADO NO BRASIL. O TRIO DESTA EDIÇÃO ESTÁ SEMPRE NA COZINHA DO BRASILEIRO: MANDIOCA, INHAME E RABANETE. SAIBA MAIS SOBRE CADA UM DELES E VEJA DIFERENTES FORMAS DE PREPARÁ-LOS.

T

MANDIOCA

ambém conhecida como macaxeira, aipim e outros nomes, dependendo da região do país, a mandioca é uma raiz rica em carboidratos que constitui um dos principais alimentos para milhões de pessoas em todo o mundo. Cerca de 100 países plantam a mandioca, inclusive o Brasil, que é um dos principais produtores mundiais. Com sabor mais leve do que o da

O

INHAME

16

inhame é um tubérculo que cresce embaixo da terra, muito nutritivo e que contém diversas substâncias benéficas à

batata e uma consistência similar, pode substitui-la em quase todos os pratos onde é ingrediente. A mandioca é rica em potássio e fibras, é fonte de vitamina C e folatos (ácido fólico e sais) e possui outras vitaminas e sais minerais, como cálcio, ferro, fósforo e vitaminas do complexo B. Faz bem para o trânsito intestinal, auxiliando-o,

e, por não possuir glúten, pode ser consumida por pessoas com doença celíaca. Há inúmeras maneiras de preparar a mandioca, como cozida, frita, ensopada, assada, como purê ou caldo, em salada e ainda no formato de farinha e polvilho, base para o preparo da tradicional tapioca.

saúde, tanto que é considerado um alimento funcional, ou seja, que combate doenças. Seus tipos mais comuns são o japonês e o chinês. É cultivado em áreas tropicais, e,

no Brasil, a região Nordeste é a maior produtora e consumidora. Cada 100 gramas de inhame fornecem 118 calorias, em sua maioria proveniente de carboidratos. Vale




É TEMPO DE... lembrar que os tubérculos de maneira geral são uma excelente fonte de fibras solúveis e carboidratos complexos. O inhame é ainda rico em potássio, fósforo e fibras, contém ferro, cálcio, vitamina A e vitaminas do completo B (B1 e B2), além de proteínas. O inhame melhora o sistema imunológico, ajuda a reduzir os sintomas da menopausa, auxilia no crescimento das crianças, funciona como laxante e antioxidante e não contém glúten. Além disso, as fibras encontradas nele aumentam a sensação de saciedade. Há diversas formas de preparar o inhame, que pode ser consumido cozido, ensopado, como sopa, purê ou caldo, em salada, no preparo de tortas e nhoques ou ainda como farinha.

E

RABANETE

sta raiz tuberosa é uma excelente alternativa para diversificar a dieta. Seu sabor refrescante, adocicado, mas ao mesmo tempo picante o transforma em um complemento ideal para saladas, embora o rabanete também possa ser consumido assado, cozido, como sopa ou creme, em conserva e em forma de chips. O rabanete pertence à mesma família da couve, do nabo, da mostarda e do agrião. Na hora de comprá-lo deve-se observar suas folhas, que devem estar com aspecto de

frescas e com cor verde brilhante, e as raízes, que é o que se come efetivamente e cuja casca deve ter cor uniforme, sem rachaduras ou pontos escuros. Fonte de vitaminas A, C, B1, B2 e B, ácido fólico, fibras, cálcio e

fósforo, o rabanete é um expectorante natural. Além disso, estimula o sistema digestivo, possui atividade antioxidante, acelera o metabolismo e é ótimo para a hidratação da pele.

R e vista

Extrabom

17


FAZ BEM PRA QUÊ? 

OVO SIM! MOCINHO OU VILÃO? DEPOIS DE TANTAS POLÊMICAS ATRELANDO SEU CONSUMO AO AUMENTO DOS NÍVEIS DE COLESTEROL NO SANGUE, O OVO FOI FINALMENTE ABSOLVIDO E PODE FIGURAR LIVREMENTE ENTRE OS ALIMENTOS BENÉFICOS PARA A SAÚDE.

O

adjetivo benéfico, aliás, é até pouco em se tratando de ovo. A própria ciência já mostrou que o ovo é, na verdade, um alimento funcional, que, além de fundamental para a saúde, ajuda a prevenir doenças. Além disso, depois do leite materno, o ovo é o alimento mais completo que existe na natureza. Os benefícios do ovo são muitos. Ele é uma fonte riquíssima de

18

proteína e outros nutrientes essenciais, como ácido fólico, ferro, zinco, proteína, fósforo, manganês e potássio. O ovo também possui vitaminas do complexo A, B e D. O consumo de um ovo por dia, por exemplo, supre 40% das necessidades da vitamina B7 e 20% das de B12. A vitamina C também está presente no ovo, assim como alguns sais minerais. A clara, que corresponde a cerca de 60% do ovo, é composta

basicamente de água e da proteína albumina. Já a gema, mais esférica, é mais densa do que a clara e tem uma coloração entre o amarelo e o laranja graças a pigmentos naturais. A gema concentra a maior quantidade de proteína dos ovos, e duas claras contêm praticamente a mesma quantidade de proteínas de um ovo inteiro. Quem quer limitar o consumo de colesterol, pode preparar somente a clara.




FAZ BEM PRA QUÊ?

PROPRIEDADES DO OVO ((->)) É  benéfico para os olhos. Um ovo por dia pode prevenir a degeneração ocular, e pessoas que consomem ovos todos os dias têm menos risco de desenvolverem catarata.

((->)) A  lém de proteína de alta qualidade, contém ainda os aminoácidos essenciais. ((->)) N  ão há nenhuma ligação entre seu consumo e o aparecimento de doenças cardíacas. Pelo contrário, o ovo pode prevenir coágulos sanguíneos, acidente vascular cerebral e ataque cardíaco. ((->)) É  uma boa fonte de colina, nutriente que ajuda a regular o cérebro e os sistemas nervoso e cardiovascular. ((->)) O  consumo moderado não causa impacto negativo

sobre o colesterol. Dois por dia, por exemplo, podem, inclusive, melhorar o perfil lipídico de uma pessoa. ((->)) O  vo contém naturalmente a vitamina D. ((->)) D  e acordo com estudos, o ovo pode prevenir o câncer de mama. ((->)) P  or causa do elevado teor de enxofre, o ovo mantém cabelo e unhas saudáveis. ((->)) A  gordura do ovo não engorda. Ao contrário, faz bem à saúde. ((->)) A  presenta um efeito antiinflamatório no corpo, auxiliando no tratamento de doenças como artrite, dor de coluna, enxaqueca etc. ((->)) P  ara mulheres grávidas, auxilia no desenvolvimento do sistema nervoso do feto.

Quanto e como comer

Uma pessoa saudável pode consumir um ovo por dia. Com relação à forma de preparo, há muitas maneiras de preparar o ovo: pochê, frito, frito em água, cozido, mexido, assado, omelete e como ingrediente de outros tantos pratos. É importante observar, entretanto, se o ovo está fresco. Para isso, coloque-o em um copo cheio de água. Se ele afundar, está fresco; se flutuar, não. Observe também que ovos podem ser guardados na geladeira por aproximadamente cinco semanas. Depois disso, o consumo não é mais indicado.

R e vista

Extrabom

19


RECEITA DO CHEF 

REINVENTANDO AS SOBRAS Fotos: Cloves Louzada

* Australiano, professor de inglês e ex-dentista. Estudou na escola IGA e já no primeiro ano de curso ganhou, junto com dois colegas, o Inter IGA (competição nacional de alunos da escola), contra 18 equipes de todo Brasil. É dono do Chefs à Domicile.

ARROZ CREMOSO COM BOLINHO DE LEGUMES E PICADINHO ACEBOLADO AO MOLHO DE MOSTARDA 20

POR RODRIGO MALACCO *




RECEITA DO CHEF

ARROZ CREMOSO Ingredientes ((->)) 3 xícaras de arroz cozido ((->)) 1 xícara de brócolis cozido e picado ((->)) ½ xícara de bacon frito em cubos ((->)) ½ pote de requeijão ou creme de ricota ((->)) 1 xícara de leite ((->)) 2 ovos ((->)) Noz moscada ((->)) Queijo parmesão ((->)) Cheiro verde

Modo de preparo Num refratário, misture o arroz e o brócolis. Em uma vasilha à parte, misture os outros ingredientes e jogue por cima do arroz com brócolis. Cubra com queijo ralado e leve para gratinar. Não tempere com muito sal, pois o bacon já é salgado.

DICA DO CHEF

Se desejar, você pode adicionar banana da terra cortada em pedaços pequenos e já fritos.

R e vista

Extrabom

21


RECEITA DO CHEF 

BOLINHO DE LEGUMES Ingredientes ((->)) 8 ovos ((->)) 4 colheres de leite ((->)) 1 xícara de cenoura cozida picada ((->)) 1 xícara de vagem cozida picada ((->)) 300g de queijo muçarela picado ((->)) Sal ((->)) Pimenta ((->)) Cheiro verde ((->)) Orégano

22

Modo de preparo Numa forma de empada ou muffin bem untada, coloque uma colher de cenoura, uma de vagem e uma de muçarela, enchendo, no máximo, 2/3 do espaço. Complete com a mistura de ovos e leite levemente batidos e temperados com sal, pimenta e cheiro verde. Polvilhe orégano e asse em forno a 200ºC por 20 minutos ou até dourar.




RECEITA DO CHEF

PICADINHO ACEBOLADO AO MOLHO DE MOSTARDA Ingredientes ((->)) 4 bifes de alcatra ou contrafilé já fritos cortados em iscas ((->)) 1 cebola cortada em meias-luas bem finas ((->)) 2 colheres de mostarda ((->)) 1 caixa de creme de leite

Modo de preparo Frite a cebola até amolecer. Junte a mostarda e o creme de leite. Quando ferver, adicione a carne para esquentar.


RECEITA DO LEITOR 

TAGLIATELLE COM BACON DO JUNIOR

* Executivo de vendas da Alpargatas

ANTÔNIO J. CARVALHO JUNIOR Ingredientes da massa ((->)) 500g de creme de leite fresco

((->)) 3 colheres sopa de azeite

((->)) 500g de bacon em cubos

((->)) 1 vidro de molho de tomate italiano (aproximadamente 700g)

((->)) 400g de massa tagliatelle

((->)) Sal a gosto

((->)) 2 dentes de alho picados

((->)) 400 ml de água

((->)) Parmesão ralado

((->)) Pimenta do reino a gosto

Modo de preparo

Em uma panela, frite o bacon até ficar crocante e separe. Separe também a gordura que se formou em outro recipiente. Nessa mesma panela, adicione o azeite e frite o alho rapidamente, sem deixar queimar. Adicione o molho de tomate e a água, junte o sal e a pimenta e mexa. Cozinhe o molho por aproximadamente 40 minutos, sem tampar. Após o cozimento, incorpore o bacon crocante ao molho e reserve. Em outra panela, cozinhe a massa em água abundante fervente com sal por aproximadamente 8 minutos. Escorra a água e reserve. Na mesma panela em que a massa foi cozida, adicione 3 colheres de sopa da gordura do bacon, acenda o fogo, adicione o creme de leite e misture. Acrescente a massa cozida ao creme de leite e deixar incorporar. Em seguida, junte o molho e sirva. Leve à mesa o queijo parmesão ralado separado e voilà!

24


RECEITA DO LEITOR 



BOLO RED VELVET

* Uma das fundadoras da Laticínios Fiore

POR VOVÓ LUCY *

Ingredientes da massa ((->)) 3 ovos

((->)) 1 vidro de corante vermelho

((->)) 2 xícaras de açúcar (320g)

((->)) 3 e ½ xícaras de farinha de trigo (385g)

((->)) 200g de manteiga Fiore

((->)) 200g de creme de leite Fiore

((->)) ½  colher de essência de baunilha ((->)) 1 colher de sopa de cacau em pó

((->)) 1 colher de sopa de fermento em pó ((->)) 1 colher de chá de bicarbonato

Ingredientes do recheio e calda ((->)) 300g de manteiga em temperatura ambiente ((->)) 2 e ½ xícaras de açúcar de confeiteiro (300g) ((->)) 750g de cream cheese Fiore bem gelado ((->)) 1 colher de sopa de essência de baunilha

26

Modo de preparo ((->)) Massa: Na batedeira, bata os ovos com o açúcar até formar um creme branco. Em seguida, acrescente a manteiga e bata em velocidade baixa até formar uma massa homogênea. Sem parar de bater, adicione aos poucos a essência de baunilha, uma pitada de sal, o bicarbonato, o cacau em pó e o corante. Bata bem até a cor ficar homogênea. Acrescente a farinha, alternando com o creme de leite. Por último, adicione o fermento em pó e misture delicadamente. Leve ao forno. ((->)) Recheio e cobertura: Na batedeira, bata a manteiga com o açúcar de confeiteiro até obter um creme homogêneo. Em seguida, acrescente a essência de baunilha e bata mais um pouco. Por último, adicione o cream cheese e bata rapidamente para misturar por completo. Levar à geladeira por 30 minutos. Se ficar mole, acrescente mais cream cheese e deixe no congelador, porém por menos tempo.




RECEITA DO LEITOR

MOUSSE DE QUEIJO COM MANGA Ingredientes ((->)) 2 ovos ((->)) 2 colheres de açúcar light ((->)) 2 00 gramas de queijo cottage Fiore ((->)) 1 iogurte desnatado Fiore ((->)) 1 envelope de gelatina incolor sem sabor ((->)) 2 mangas

Modo de preparo ((->)) Bata 2 claras em neve, junte 2 colheres de açúcar light, bata mais e junte as 2 gemas. Bata até a massa ficar fofa. Acrescente 200 gramas de queijo cottage misturado com o iogurte desnatado, mexendo delicadamente. Reserve. Hidrate 1 envelope de gelatina incolor sem sabor conforme as instruções e incorpore ao creme de queijo. Mexa devagar e despeje numa forma molhada. Leve à geladeira até ficar firme. ((->)) Cobertura: Pique 2 mangas e leve ao fogo com ½ xícara de água. Cozinhe até formar uma pasta. Retire do fogo e adicione adoçante a gosto. Espalhe a cobertura por cima do mousse e sirva gelado..

/LATICINIOS.FIORE

@LATICINIOSFIORE

R e vista

Extrabom

27


PRATELEIRA 

TRES LANÇA EDIÇÃO LIMITADA DE SAFRA DO CAFÉ DO CERRADO MINEIRO APÓS SUCESSO DA PRIMEIRA EDIÇÃO, EMPRESA APOSTA NA SELEÇÃO PREMIADA DAS SACAS VENCEDORAS DO III PRÊMIO DO CERRADO MINEIRO

A

Tres, marca de espressos e multibebidas do Grupo 3corações, líder nacional no mercado de café torrado e moído, lança uma edição limitada de cápsulas elaboradas com a nova safra de grãos do cerrado mineiro, produzida com uma combinação única, à base de uma reserva especial, de sacas da safra premiada de 2015/2016, vencedoras do III Prêmio do Cerrado Mineiro. O blend desenvolvido pela Tres apresenta um espresso de aroma intenso, sabor adocicado, com notas de chocolate amargo, amoras e nozes, e possui corpo equilibrado e

28

acidez média. “O Grupo 3corações tem focado cada vez mais nas linhas de cafés especiais. Recentemente, lançamos a edição limitada do café Mogiana Paulista, e agora chegamos ao mercado com essa nova versão do cerrado mineiro, um café marcante. Procuramos inovar continuamente, pois percebemos que nosso consumidor está cada vez mais exigente. Nosso objetivo é investir para oferecer novas experiências e proporcionar um espresso de altíssima qualidade”, afirma o presidente do Grupo 3 corações, Pedro Lima. O café do cerrado mineiro é conhecido por sua alta qualidade.

A região é a única zona cafeeira do Brasil a apresentar certificação de Denominação de Origem e produz grãos com características únicas. O resultado é um produto com sabor adocicado e ácido, com aromas amendoados e corpo médio. As cápsulas da Tres são elaboradas com ingredientes cuidadosamente selecionados, que, aliados a um sistema de extração inovador, obtêm excelentes cafés espressos, filtrados, cappuccino, chás 100% naturais e outras bebidas quentes que prometem tornar mais especiais os momentos simples do dia a dia.


Foto: Cloves Louzada

NUTRIÇÃO 

APROVEITAMENTO

INTEGRAL DOS ALIMENTOS POR MICHELLE DALINI ALVES DA CRUZ*

O

aproveitamento e reaproveitamento integral dos alimentos é uma forma de sustentabilidade e uma alternativa para aproveitar partes que normalmente são desprezadas e potencializar suas qualidades nutritivas. A falta de conhecimento sobre aproveitamento integral dos alimentos, como a utilização de folhas, talos, sementes e cascas,

gera desperdício de toneladas de recursos alimentares tanto em empresas quanto nas residências. As partes não utilizadas são muitas vezes mais nutritivas que a própria polpa, contêm grandes teores de vitaminas, minerais, fitonutrientes e fibras e são indicadas para toda a população. Entretanto o desperdício de alimentos tem alcançado altos níveis. Segundo

* Nutricionista da Rede Extrabom, formada pela Faesa e pós-graduanda em Gestão de Alimentos e Alimentação Coletiva pela Emescam. dados de 2013 da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), 1,3 bilhão de toneladas de alimentos são jogados fora por ano no mundo. Se esse desperdício fosse reduzido, seria possível alimentar 2 bilhões de pessoas e ainda acabar com a fome, que atualmente assola 870 milhões de pessoas.

VANTAGENS NUTRICIONAIS NA UTILIZAÇÃO INTEGRAL DOS ALIMENTOS 1. Há maior concentração de fibras nas cascas (como na abóbora, chuchu, goiaba, maçã, maracujá)

2. As folhas possuem três vezes mais vitamina C

3. Os talos contêm mais

concentração de ferro cálcio e vitamina C

4. O teor nutritivo é maior em relação à própria polpa

5. Fornece vitamina A (como a melancia)

6. As cascas possuem

carotenoides com ação antioxidante, o que protege as células contra os radicais livres

Para aplicar o método do aproveitamento integral, basta usar a criatividade e gerar receitas que, além de trazerem vantagens nutricionais, ajudam a diminuir o

30

lixo orgânico e a economizar nos gastos com alimentação. Veja exemplos do que pode ser aproveitado:

6. CASCA DE LARANJA: é rica

em cálcio e pode ser usada caramelizada ou em pratos doces, como arroz doce e cremes, e também em chás

1. CASCA DA BANANA: massas

7. CASCA DE BATATA E

2. CASCA DE ABÓBORA:

8. TALOS DE SALSINHA: massas

de bolo e tortas, recheios, brigadeiro, doce e farofa

assada, em sopas, panquecas, tortas e com arroz

3. SEMENTES DE ABÓBORA:

assadas com ervas, em farofas, farinha e cobertura de pães e tortas

4. ENTRECASCA DE MELANCIA

E MELÃO: a parte branca (entrecasca) da melancia e do melão é rica em fibras e potássio e pode ser usada para fazer doces e cocadas, molho de tomate, refogada com legumes e recheios salgados

5. CASCA DE ABACAXI: cocadas, beijinho, sucos e chá

MANDIOQUINHA: pode ser assada em forno ou frita e servida como aperitivo de tortas e bolinhos, sucos verdes, recheios, farofas

9. TALOS DE COUVE: farofa, no feijão, em sucos, recheios de tortas e bolinhos

10. CASCA DE MARACUJÁ: doce e farofas

11. TALOS E FOLHAS: saladas,

farofa, sopas, patês, refogados, recheios e no feijão

12. PÃO DORMIDO: pudim, torradas, farinha de rosca e rabanada

13. LEITE TALHADO: doce de leite


Promoção Del Valle

Nutrir recompensa toda hora.

São ão milhares de prêmios em dinheiro.* R$

200 toda hora

R$

35 MIL toda semana

Cadastre o código de barras de qualquer produto e participe: delvalle.com.br

Promoção válida para todos os produtos Del Valle. Participação das 12h do dia 2/5/2017 às 11h59 do dia 4/7/2017. *Os prêmios serão oferecidos em certificados de barra de ouro. Consulte as condições de participação, as datas dos sorteios, os certificados de autorização e os regulamentos completos em delvalle.com.br/promocao.


CASA 

Fotos: Cloves Louzada

LIMPADOR DE COCO DA LUCY POR LUCY MIZAEL * Ingredientes Em um frasco borrifador spray misture: ((->)) 700 ml de água morna ((->)) 1 colher de sopa de sabão de coco ralado

MODO DE USAR

1

Agite para dissolver o sabão por completo

2

* Facilitadora doméstica, curiosa por natureza, Lucy Mizael é uma mulher de verdade, que busca melhorar o seu dia a dia e de todos os que estão ao seu redor com dicas eficientes e econômicas.

Limpe a superfície desejada.

Borrife o limpador em um pano limpo e seco.

3

32

Seque com pano limpo e seco. Não é necessário passar pano úmido para remover o produto.

Esta solução pode ser utilizada na limpeza de móveis de madeira, MDF, laca fosca ou brilhosa, paredes, portas, cadeiras, bancadas etc.


VAMOS POUPAR? POR MÁRIO RODRIGUES DE VASCONCELOS NETO *

O

s últimos indicadores da economia vêm apresentando melhoras gradativas. A inflação, que penaliza fortemente a classe trabalhadora, deve chegar ao final deste ano próxima a 4,5%, o que há muito tempo não acontecia. As taxas de juros também estão sinalizando alguma melhoria, o que, de certa forma, incentiva os empresários a repensarem investimentos, que serão traduzidos em mais emprego e renda. Por outro lado, algumas famílias que desejam organizar a vida financeira contam com a bondosa ajuda do FGTS das contas inativas e podem e devem canalizar seus esforços no sentido de começar a fazer algum tipo de reserva financeira, ou seja, fazer uma poupança. Mas como iniciar esse processo? Muito simples: a primeira providência é, juntamente com os familiares, elaborar o orçamento doméstico. Para tanto, não precisa ser um especialista em finanças ou informática para utilizar muitas das planilhas disponíveis na internet. Se isso for um empecilho, por que não fazer os registros dos gastos numa agenda? O orçamento nada mais é do que a radiografia da saúde financeira de uma família, que tem por objetivo verificar como

34

está sendo gasta a renda familiar e, principalmente, quais despesas podem ser reduzidas sem comprometer a vida da família. Importante destacar que todos os que de alguma forma recebem renda, seja de salário, aluguel ou de emprego informal, sabem efetivamente quanto recebem, mas poucos sabem a destinação do dinheiro. Assim, na hora em que reservarem tempo para, pacientemente e com muito diálogo com a família, registrar as despesas, certamente vão verificar que alguns daqueles gastos poderiam ser reduzidos. Esse é o ponto-chave para começar o planejamento da poupança. A providência seguinte é separar um percentual da renda familiar para fazer a aplicação no mercado financeiro, o que vai, certamente, depender de cada família, do volume de dinheiro e do tempo para resgatar o dinheiro aplicado. Se puder reservar 10% da renda para a poupança, já é bastante razoável. A outra providência é onde aplicar. Se a sobra das despesas é pequena, a Caderneta de Poupança pode ser uma boa opção, mesmo sem um ganho real significativo, uma vez que ela rende pouco mais de 6% ao ano, contra uma taxa de inflação prevista de 4,5% para o corrente ano.

Foto: Cloves Louzada

ECONOMIA DOMÉSTICA 

* Pós-graduado em Educação e mestre em Economia pela Ufes, consultor financeiro em Economia Doméstica, professor de Economia da Universidade de Vila Velha e palestrante

Se a economia financeira for um pouco maior, pode-se optar por investimentos mais rentáveis, como, por exemplo, Tesouro Direto, Títulos de Renda Fixa, Fundos de Ações e Letras Imobiliárias, entre outros, lembrando que esses investimentos normalmente têm alguns gastos, como taxa de administração, e pagam Imposto de Renda. Importante destacar que se a opção não for pela Caderneta de Poupança é interessante conversar com o gerente da sua conta no banco ou consultar algum parente ou amigo que conheça o mercado financeiro. Assim, se a vida financeira está equilibrada, é o momento para começar a poupar, de modo que ao chegar ao final do ano, onde os gastos sempre aumentam, possa desfrutar de tranquilidade, podendo presentear parentes e amigos e curtir as merecidas férias.


PET 

COMO SEMPRE TEVE RESISTÊNCIA À RAÇÃO SECA, CHIARA SE DEU MUITO BEM COM A ALIMENTAÇÃO NATURAL COZIDA PREPARADA POR STEFANIA

Foto: Cloves Louzada

COMIDA DE VERDADE

V

ocê já ouviu falar em alimentação natural para cães? Ao contrário do que muita gente pode pensar, esse tipo de dieta não tem nada a ver com dar restos de comidas para o cachorro. Esse conceito é bem mais abrangente e prevê que o animal coma alimentos

36

SE VOCÊ ESTÁ BUSCANDO UMA ALIMENTAÇÃO MELHOR PARA VOCÊ, DEVERIA PENSAR EM MELHORAR A QUALIDADE DO ALIMENTO DO SEU CACHORRO TAMBÉM. COMO DIZ O DITADO, A GENTE É O QUE A GENTE COME. ENTÃO, QUE TAL OFERECER A ELE UMA DIETA MAIS SAUDÁVEL E CHEIA DE BENEFÍCIOS?

naturais e de forma balanceada e minimamente processada. A alimentação natural é, portanto, uma alternativa à ração ou a outro tipo de alimentação industrializada. “Esse conceito surgiu no país mais ou menos no início dos anos 2000. O Brasil tem sido um país onde a alimentação natural tem

demonstrado uma expansão muito grande, e eu acredito que seja porque as pessoas estão ficando conscientes em relação à alimentação. Elas estão rejeitando refrigerante, comida instantânea, está havendo um movimento de preparar alimento em casa, então, nada mais natural do que isso se estender também




PET

SYLVIA ANGÉLICO ESTUDA E DIVULGA DIETAS CASEIRAS BALANCEADAS PARA A ALIMENTAÇÃO DE PETS para o cão, que é um membro da família hoje em dia”, explica a veterinária nutróloga Sylvia Angélico, que atende consultas de nutrição caseira e ministra cursos sobre as dietas que desenvolve. De acordo com ela, existem diferentes modalidades de dietas naturais, cuja adoção vai depender de qual delas agrada mais o pet e também seu tutor. “Existem dietas que são 100% cozidas e aquelas que são oferecidas cruas; existem dietas cruas que contêm ossos e dietas cruas que não têm ossos. As modalidades de alimentação natural variam de acordo com a filosofia do tutor do cão ou do veterinário que prescreveu aquela dieta pensando seria mais

adequada para aquele paciente. O ideal é o cachorro consumir um tipo de carne, algum carboidrato, legumes e verduras. A carne, para o cão, pode ser músculo, peito de frango, carne de peru, filé de peixe sem espinha, um pouco de vísceras, fígado. Já entre os carboidratos, poderíamos oferecer batata-doce, mandioquinha, arroz integral, quinoa. Existem dietas que não têm carboidrato, que, para o cão, acaba sendo um grupo de alimentos facultativo. Entre legumes e verduras, é possível oferecer cenoura, abóbora, vagem, folhas verdes escuras, abobrinha, chuchu”, ensina Sylvia. A alimentação natural, além de 100% saudável, substitui totalmente a ração, já que ela tem

tudo de que o animal precisa: macronutrientes, proteínas, gorduras, fibras. As modalidades de alimentação natural sem ossos, entretanto, devem ser enriquecidas com cálcio ou alimentos que o forneçam. Nada que impeça ou desestimule o tutor a fazer esse tipo de dieta. Até porque os benefícios da adoção da alimentação natural são imensos. “Os benefícios são todos aqueles que a gente observa quando troca a nossa própria alimentação baseada em alimentos processados industrialmente por alimentos naturais, de preferência preparados em casa. Melhora o pelo do cachorro, a disposição e até a aparência das fezes. Temos um aumento no estado geral de saúde e uma proteção maior em relação às doenças crônicas e agudas”, conta a especialista.

BEM-ESTAR QUE CUSTA POUCO

A advogada Stefania Montebeller Pinheiro observou logo melhoras no pelo e na imunidade da vira-lata Chiara. Retirada das ruas, onde comia lixo, ela tinha muita tendência a ter vermes, o que mudou radicalmente depois que Stefania introduziu em Chiara a alimentação natural cozida. “Hoje só uso medicamento de prevenção, em intervalos maiores. Ela ficou uma cachorra mais ativa, parece que a imunidade dela aumentou, ela ficou mais forte.” Stefania conta que Chiara sempre teve resistência à ração seca, preferindo alimentos mais úmidos.

R e vista

Extrabom

37


PET 

Ela, então, por conta própria, começou a adicionar patês, caldo de carne ou carne moída na ração, mas ainda ficava incomodada com a qualidade do alimento que Chiara estava comendo. “Eu via que aquilo era muito artificial, muito cheio de conservantes. Se eu não quero aquilo para mim, não quero também para a minha cachorra”, conta. Depois de pesquisar sobre o tema, Stefania fez um curso com Sylvia Angélico e, há um ano e meio, prepara a comida de Chiara. “Eu faço alimentação natural cozida e dou um complemento de cálcio. Cozinho de duas a três vezes por mês e vou sempre alternando os ingredientes. Faço comida para uns 10 dias e deixo tudo congelado e separado. Aí é só descongelar a porção do dia, e dou metade de manhã e a outra metade à noite. Eventualmente, ofereço alguns petiscos, como iogurte natural, castanha do Pará ou uma fruta. Chiara lambe o prato, come com gosto e vontade. E a saúde dela está ótima, como comprovo nos exames periódicos que fazemos.” Para Stefania, passar a preparar a comida de Chiara trouxe tantos

É NATURAL, MAS FAZ MAL

A maioria dos alimentos naturais que comemos poderia ser oferecida aos cães, com algumas exceções. Além dos alimentos inadequados, que não têm nada de bom a oferecer, há aqueles que devemos evitar porque têm potencial

38

benefícios que, mesmo se isso desse algum trabalho, ele seria compensado. Além disso, adotar a alimentação natural com a cachorra tem sido mais barato do que comprar a ração top do mercado. “Eu acredito que essa é uma tendência forte. Se as pessoas estão procurando alimentos mais saudáveis para elas, claro que vão estender essa preocupação para a saúde dos pets. Se eu não quero uma coisa cheia de composto químico para mim, eu também não quero para ela”, ressalta a advogada.

COMPLEMENTAÇÃO

Convém lembrar que a alimentação natural precisa, algumas vezes, ser complementada. Segundo a veterinária Sylvia, há alguns nutrientes exigidos pelas diretrizes de formulação de dieta para cães que não se consegue suprir só com alimento. “Cálcio é um deles. Se você não optar por uma dieta que contém uma proporção de ossos, você precisa adicionar alguma fonte de cálcio na alimentação. Pode ser algum suplemento vitamínico mineral completo, um suplemento manipulado pelo veterinário

prejudicial, podem fazer muito mal ou até matar os cães. Por isso, por mais saudáveis que parecem, nunca ofereça estes alimentos ao seu peludo: ((->)) Cebola ((->)) Uva ((->)) Uvas-passas

ou uma farinha de casca de ovos. Outros nutrientes, como fontes de complexo B, também são muito bem-vindos na alimentação. Além desses, também indico a adição de vitamina D, de probióticos, para a manutenção da saúde intestinal, uma dieta que tenha certa variação e que seja rica em alimentos de alta densidade nutricional, ou seja, que, se possível, tenha um pouquinho de fígado diariamente e que contenha ovos, sardinhas e folhas verdes escuras com frequência.” Adotar a alimentação natural é ótimo para o cão, mas precisa de empenho e comprometimento do tutor. Se ele quer fazer esse tipo de dieta, mas não é tão proativo ou dedicado, é melhor que busque um profissional para passar um programa dietético individualizado e bem mastigadinho ou então compre alimentação natural pronta. É muito importante que quem assuma a dieta em casa dedique um tempo para se familiarizar com o assunto, ver que tipo de suplemento é necessário, entender as vertentes, vantagens e desvantagens de cada uma delas e saber o que esperar desse novo tipo de alimentação.

((->)) ((->)) ((->)) ((->)) ((->)) ((->)) ((->)) ((->))

C  arambola Açaí M  acadâmia Casca e folhas de abacate Semente de linhaça crua Pimenta malagueta R  uibardo Sementes de maçã e pera


PASSEIO EM FAMÍLIA 

UM DIA NA ROÇA QUE TAL LEVAR A FAMÍLIA PARA CURTIR UM DIA DIFERENTE? PERTINHO DE CASA, A ZONA RURAL DE ALGUMAS CIDADES GUARDA VERDADEIROS REFÚGIOS, COM COMIDINHA CASEIRA PREPARADA EM FOGÃO DE LENHA, COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS DO AGRONEGÓCIO, ANIMAIS PARA OBSERVAR E NATUREZA EXUBERANTE. O CIRCUITO DE AGROTURISMO NO ESPÍRITO SANTO É DELICIOSO, UM VERDADEIRO CONVITE AO ACONCHEGO, PRINCIPALMENTE AGORA QUANDO AS TEMPERATURAS FICAM MAIS AMENAS. CONHEÇA ALGUNS ROTEIROS, PROGRAME-SE E CONHEÇA JUNTO COM A FAMÍLIA.

DOMINGOS MARTINS CHEZ DOMAINE

Propriedade agropecuária orgânica que se dedica à produção de uma grande variedade de alimentos. É possível conhecer melhor a produção, percorrer o Circuito Seriema, ver as mini-indústrias, o abatedouro de frangos, a pós-colheita, o entreposto de ovos, a horta, a cabana e muito mais, usufruindo do prazer de estar em um local tranquilo e agradável, respirando ar puro, em um clima mais que perfeito. O restaurante orgânico Domaine funciona às sextas-feiras,

sábados e domingos, das 9 às 17 horas. De 10 de julho a 10 de agosto, funcionará todos os dias, no mesmo horário. A loja de orgânicos abre todos os dias, de segunda a sexta, das 8 às 17 horas, e sábados, domingos e feriados, das 8 às 18 horas. Há ainda opção de hospedagem.

Informações:

www.domaine.com.br (27) 3248-3124 Endereço: Rodovia ES 165, KM 7,5, Pedra Azul

VENDA NOVA DO IMIGRANTE FAZENDA CARNIELLI

Berço do agroturismo, a fazenda e lojinha Carnielli estão abertas para a visitação das 8 às 17 horas, de segunda a sábado, e das 8 às 16h30,

40

aos domingos. A Fazenda Carnielli proporciona ao visitante a vivência de alguns processos de cultivo, a transformação do café, do milho,

do leite, além das práticas de preservação do meio ambiente e do aproveitamento de queda de água para produção de energia.




PASSEIO EM FAMÍLIA

É possível fazer uma visita agendada, de aproximadamente uma hora, ao custo de R$ 5,00 por pessoa, e o visitante ainda degustará café e queijo. Na loja, há disponíveis para venda queijos finos, cafés, fubás, linguiça,

socol, biscoitos, doces, trabalhos manuais e muitos mais.

Informações:

carnielli@carnielli.com.br (28) 3456-3152 / (27) 99607-3147 Endereço: Rodovia Pedro Cola, KM 4, Providência, Venda Nova do Imigrante

SERRA CIRCUITOS DE AGROTURISMO:

→→Chapada Grande →→Guaranhuns →→Muribeca →→Pitanga Informações sobre todos os roteiros e propriedades: www.serra.es.gov.br/site/ pagina/circuitos-de-agroturismo

SÍTIO OURO VELHO

Localizado no Circuito Pitanga, próximo à BR-101, KM 261, em uma região bucólica, o Sítio Ouro Velho, construído em cima da pedra, oferece uma comida servida

no fogão à lenha. No cardápio, galinha caipira, torresmo, feijão tropeiro, costelinha, doces caseiros e muitas outras delícias. Além do almoço, há parquinho com tirolesa, balanço, gangorra e um redário. Tudo isso com uma vista privilegiada para o Mestre Álvaro. Funciona de sexta-feira a domingo e em feriados nacionais das 9h30 às 17 horas. O almoço é servido das 11h30 às 15 horas.

Informações:

(27) 3101-1476 (27) 98155-6208

VILA VELHA FAZENDA RICO CAIPIRA

A menos de 15 minutos de Vila Velha, a Fazenda Rico Caipira proporciona uma excelente oportunidade de entretenimento para adultos e crianças. Dispõe de uma estrutura com restaurante, que oferece refeições deliciosas para o almoço, e o Armazém da Fazenda, com

diversas opções de produtos da roça, como queijos, doces, compotas, pães, bolos e muito mais. Além disso, por meio do Passaporte Rico Caipira, o cliente tem direito a usufruir de diversas atividades: salão de jogos, casinha da árvore, tirolesa, trenzinho, teatro

com Saci Pererê, boneca Emília falante, cavalo, pônei, carruagem, pula-pula, campinho de furingo, campo de vôlei, slackline, visitação à Mata Atlântica, fazendinha com pequenos animais, visitação a mini animais, museu da fazenda, avestruz, entre outros.

R e vista

Extrabom

41


PASSEIO EM FAMÍLIA 

A Fazenda Rico Caipira funciona sábados, domingos e feriados, das 10 às 17 horas, com entrada até as 16 horas. O restaurante serve almoço das 11 às 15 horas. Grupos podem agendar a visitação de terça a sexta-feira, das 8 às 17 horas.

Informações:

www.ricocaipira.com.br (27) 3244-4404 / (27) 99526-2376

A Fazenda Rancho Forte é um espaço que oferece diversas atividades esportivas e de lazer, além de ser reconhecida por sua gastronomia voltada para pessoas que se preocupam com uma alimentação saudável. O restaurante com decoração rústica e sofisticada oferece serviço de bufê com um cardápio variado, com mais de 30 opções entre pratos principais, guarnições, saladas e sobremesas diferenciadas. O cardápio é sempre escolhido de acordo com as estações e datas específicas. Enquanto todos curtem o dia com vista para o Rio Jucu, que está às margens do restaurante, pode-se descansar no redário, tirar um cochilo numa cama de jacarandá, curtir uma preguiça nas esteiras espalhadas no gramado ou simplesmente contemplar a natureza. As crianças

42

ficam encantadas com a possibilidade de cavalgar em cavalos da raça mangalarga ou nos pôneis. O parquinho tem também cama elástica, casinha, balanços e outros brinquedos que divertem a garotada. A fazenda dispõe ainda de um bikepark de 7,5 km que está aberto ao público nos fins de semana tanto para prática de mountain bike quanto trail.

O turismo arquelógico é muito apreciado pelos visitantes, pois a Fazenda Rancho Forte conta com ruínas jesuíticas datadas do século XVII e que mantêm sua estrutura preservada com paredes altas, janelas e colunas imponentes.

Informações:

facebook.com/fazendaranchoforte (27) 99239-8070

Foto: Vanessa Soares

FAZENDA RANCHO FORTE


PASSEIO EM FAMÍLIA 

CARIACICA VALE DO MOXUARA

A 17 km de Vitória, em Cariacica, o Vale do Moxuara é aberto ao público aos sábados, domingos e feriados e de terça-feira a domingo na alta temporada (após o Natal até a semana do Carnaval). Em sua estrutura conta com restaurante, bares, criação de caprinos e ovinos, animais diversos, filhotes, pesque e solte, pesque e pague, passeio de pedalinho, passeios a cavalo e charrete, pista de kart ciclo, horta medicinal, piscina natural, piscina tropical, telepneu, parquinho, hospedagem, horta orgânica e ainda tirolesa e arvorismo.

MARILÂNDIA SÍTIO COISA NOSSA

Pertinho de Colatina, o Sítio Coisa Nossa conta com parque infantil, mini zoológico, pedalinhos, loja de produtos artesanais, pousada, espaço arborizado com diversos ambientes e uma incrível lagoa. No restaurante, é possível provar as delícias culinárias típicas da região, ideal para um almoço de domingo com a família, sempre com muita tranquilidade para alimentar o corpo e a alma.

Informações:

www.sitiocoisanossa.com.br (27) 99900-9287 / (27) 99768-7701 Endereço: Sapucaia, Córrego Távora, Marilândia

44

A entrada custa R$ 15,00 por pessoa de terça a sexta-feira e R$ 20,00 aos sábados, domingos e feriados. Crianças de até 10 anos não pagam. O Vale do Moxuara funciona das 9 às 18 horas.

Informações:

www.valedomoxuara.com.br contato@valedomoxuara.com.br (27) 3254-1488 Endereço: Fazenda Estância do Vale, KM 3, Roças Velhas, Cariacica


EXTRABOM SOCIAL 

CIDADANIA EM FORMA DE ROUPA TODO ANO, AS LOJAS DO EXTRABOM VIRAM POSTOS DE COLETA DE ROUPAS PARA SEREM DOADAS A PESSOAS CARENTES NA CAMPANHA DO AGASALHO.

R

ealizada em parceria com a Ação da Cidadania Contra a Fome, a Miséria e pela Vida, a iniciativa já recolheu, entre 2008 e 2015, mais de 25 toneladas de roupas, que são entregues em associações como asilos, creches, centros comunitários, igrejas e até Apaes. O coordenador da Ação da Cidadania, Sebastião Duarte Wanzeler, que trabalha há 39 anos na área social, é quem recolhe as roupas doadas nas lojas, reúne todo o material em um armazém em Vitória e, depois, distribui. Nas cidades onde há Apae, a entidade também faz o recolhimento das roupas, já que é parceira da Ação da Cidadania e seria, de qualquer forma, uma receptora das doações.

“Junto com minha equipe, faço a distribuição em igrejas e mais ou menos 40 bairros da Grande Vitória, priorizando os mais carentes. Pode não parecer, mais isso faz muita diferença na vida das pessoas que recebem as doações. Embora a campanha seja do agasalho, é doado todo tipo de roupa, e a grande maioria é roupa boa. A iniciativa junto com o Extrabom foi um grande incentivo, pois quem estava sem se preocupar com essas questões começou a se ligar. Por mais que a situação pareça tranquila, ela não está, e muita gente precisa de ajuda”, revelou Sebastião. A Campanha do Agasalho acontece em todas as lojas da rede Extrabom em junho. Quem quiser colaborar pode levar sua doação e deixar nos coletores.

quantidade de Roupas doadas nas lojas do Extrabom ((->)) 2 008: 2.500 kg ((->)) 2009: 4.000 kg ((->)) 2010: 2.600 kg

46

((->)) 2 011: 1.600 kg ((->)) 2012: 4.000 kg ((->)) 2013: 6.700 kg

A AÇÃO DA CIDADANIA

Concebida por Herbert José de Sousa, mais conhecido como Betinho, a Ação da Cidadania nasceu em 1993, formando uma imensa rede de mobilização de alcance nacional para ajudar 32 milhões de brasileiros que, segundo dados do Ipea, estavam abaixo da linha da pobreza. Hoje, 20 anos depois, a fase mais crítica da erradicação da fome no Brasil está encaminhada e o problema se transformou em política pública. Por isso, esta valiosa rede nacional deseja ampliar sua atuação em direção à garantia dos Direitos Humanos.

SAIBA MAIS:

WWW.ACAODACIDADANIA.COM.BR


CONHEÇA QUEM CUIDA DE VOCÊ 

JULIANA ROCHA

S

ou de Vitória, moro no bairro Santa Martha e trabalho no Extrabom há sete anos e meio. Eu me inscrevi para trabalhar aqui, fui chamada para a entrevista e logo ingressei. Entrei como caixa e assim continuo. Eu gosto do que eu faço, gosto demais de estar diretamente com o público. Eu já tive muitas oportunidades de crescer dentro da empresa, mas aí iria para outra atividade, e eu não quis. Os clientes já me conhecem, desabafam comigo, mesmo que nosso contato seja coisa rápida. Eles se sentem à vontade, e eu vou conversando, ouvindo as histórias... Me sinto muito feliz. Além disso, também faço parte do Comitê de Clima. Entrei nele em 2012, convidada pela loja, mas só topei porque poderia continuar no meu cargo. Cada loja tem seu representante, e nos reunimos a cada dois ou três meses para propor para o RH nossas sugestões para melhorar a vida dos colaboradores. A sala de descanso nas lojas, por exemplo, foi ideia de um deles que a gente levou para o comitê. Isso mostra que o Extrabom tem preocupação em saber o que o colaborador pensa. Essa é uma iniciativa de que todo mundo gosta. Até porque tem gente que tem dificuldade para falar com o diretor, e eu sou o caminho. Com

48

essa iniciativa, todo mundo se sente mais à vontade, e quem não quer falar com o gerente me procura. Sou casada e tenho duas filhas, uma de 18 e outra de 10 anos. Elas têm orgulho da minha profissão. A mais velha me escuta tanto falar de Extrabom que diz: ‘Eu queria ter essa experiência que você tem trabalhando no Extrabom’. Eu falo na hora: ‘Vão bora!’. Minha vida é o Extrabom. A gente passa quase mais tempo aqui do que em casa. Tenho muito orgulho em trabalhar nesta empresa. Aqui eu aprendi, fiz ótimos amigos e conheci pessoas maravilhosas no RH, que sempre me ajudaram e estão dispostas a ouvir, principalmente quando levo alguma ideia da loja. Eu sou até suspeita para falar, é meio clichê, mas eu amo trabalhar no Extrabom, tenho um orgulho imenso. É claro que, às vezes, a gente tem conflitos, mas tudo se resolve, e meu gerente é justo e sempre está disposto a ouvir. Um tempo atrás eu comecei a fazer Pedagogia, mas parei. Eu acompanho muito a vida das minhas filhas. Gosto de chegar em casa e conversar com elas, e não estava com tempo de fazer isso. Mas, assim que minha filha mais nova estiver maior e entrar no ensino médio, eu vou continuar o curso. Seria um sonho terminá-lo,

Foto: Cloves Louzada

RECEPCIONISTA DE ATENDIMENTO DA PRAIA DO SUÁ, VITÓRIA

o Extrabom tem preocupação em saber o que o colaborador pensa” pois eu gosto muito de criança. Essa é uma área com a qual eu me identifico muito, desde nova. Sempre falava que um dia iria ser professora. Vou tentar fazer isso, mas mais a longo prazo. Por enquanto, vou continuar aqui, nas minhas funções no caixa."


Fornecedores de casamento, matérias, dicas, editoriais e ofertas especiais. Tudo em um só lugar. Coisas que só o Anuário da Noiva faz por você.

anuariodanoiva.com.br /anuariodanoiva •

@anuariodanoiva


PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

GUARAPARI Extracenter: Rua José de Alcântara Bourguignon, 90, Loja 1, Muquiçaba COLATINA Centro: Av. Getúlio Vargas, 517 São Silvano: Av. Silvio Avidos, 777 SÃO MATEUS Centro: Av. Jones dos Santos Neves, 504 BR: Rod. BR-101, 2.063, Km 64, Santo Antônio

50

Pedal que regula a velocidade do carro

Obedecida (ordem)

Coloque dia, mês e ano

Assunto de um filme

Local do recreio escolar

O indivíduo que sabe esperar

Consoantes de “pano” O homem casado

Travor do caju verde

Produto de siderúrgicas Mistura de terra e água

Segredos culinários

Assistente; ajudante

(?) já: imediatamente

Presunto, em inglês

Máquinas para triturar Fazer girar (bola)

Espécie de rã (bras.)

Sílaba de “carta” O sentido da pele

Açude de (?): está situado no Ceará Sozinho; solitário Batida; pancada

Personagem como o Zangado (Lit. inf.)

Excelentes (fem.) Piedade; compaixão Nívea Stelmann, atriz brasileira

Antes de Cristo (abrev.) feita na Membro Éagenda do O som tribunal da vaia “(?) Você”, sucesso do Barão Vermelho

BANCO

39

Solução V I D O D O R A D A O D T I O E R AM A Ç A H O S SE A M A S N S Ç Ã O P O R

VITÓRIA Praia do Suá: Rua Padre Antonio Ribeiro Pinto, 156 Vila Rubim: Rua Pedro Nolasco, 150. Pav. 1 e 2 Goiabeiras: Av. Fernando Ferrari, 2.635 Itararé: Rua Daniel Abreu Machado, 151

Aquele que discursa em público

Apertado para retirar o suco

M A T A A T L A N T I C A

VILA VELHA Itapoã: Av. Fortaleza, 476 Glória: Av. Carlos Lindenberg, 1.955 Boulevard Shopping: Rod. do Sol, 5.000, Lojas 1.061 a 1.063, Jockey de Itaparica

Tema de biografias Machucado (fam. inf.)

Floresta tropical que abrange o Época; Sudeste período brasileiro

P P R E L E R A C A T E E P I E N A S P R M O I O S O T PE A N O T A D O

SERRA Valparaíso: Rua do Comércio, 26 Jacaraípe: Av. Abido Saad, 263 Laranjeiras: Av. Central, 873 Feu Rosa: Rua dos Cravos, 102 Serra Dourada: Av. Goiânia, s/n, Qd. 1, Setor 2 Centro: Av. Cassiano Castelo, 82 Plaza Top Life: Av. Brasil, s/n, São Diogo II Porto Canoa: Av. Porto Canoa, 132

Reza; oração Santa (?): Local do a Igreja espectador Católica no teatro

T E S A C E I D A O P A C D IC J I A P O R S O G O L A J U R

CARIACICA Itacibá: Rua Manoel Joaquim dos Santos, 2 Jardim América: Av. Espírito Santo, 21 Cruzeiro do Sul: Rua Dom Pedro II, 1.245

É popularmente conhecido como gordura

© Revistas COQUETEL

3/ham — jia. 5/prece. 6/jurado. 7/moinhos. 8/assessor.

VISITE NOSSAS LOJAS

www.coquetel.com.br


PRATELEIRA 

MERIDIANO LANÇA NOVA EMBALAGEM DO EXTRA FORTE E GANHA REFORÇO

O Meridiano iniciou uma campanha nas redes sociais para divulgar a nova embalagem do café Extra Forte fundo chato. A marca ganhou o reforço de um promotor “fortão”, que deu orientações aos clientes sobre o produto em uma ação realizada pela empresa. A iniciativa foi registrada em um vídeo divertido que já é compartilhado na internet.

DIFERENCIAL COM CAFÉS ESPECIAIS

Dados da Associação Brasileira da Indústria do Café (Abic) mostram que 44% do público respondem que estariam dispostos ou muito dispostos a pagar a mais por um café de qualidade superior. Esses dados levam o setor a apostar na popularização do chamado café gourmet. É o caso do Meridiano, que possui uma linha de produtos especiais para os paladares mais apurados. Uma das apostas da empresa é o superior Classic em grãos, com 100% de café arábica das montanhas do sul do Espírito Santo. O produto é comercializado em embalagens de 250g e 1 kg. Outro destaque é o café espresso do cerrado mineiro, que utiliza somente grãos 100% arábica, selecionados e resfriados com cuidado para garantir a fixação de sabor e aroma. Para valorizar o café produzido no Espírito Santo, o Meridiano também investe no café Espírito, com identidade 100% capixaba.

MERIDIANO É A PRIMEIRA EMPRESA A LANÇAR CÁPSULAS DE CAFÉ NO ES

O brasileiro já adquiriu um hábito comum em países europeus: o consumo de café em cápsulas. De olho nessa tendência e com o objetivo de conquistar parte do mercado, a Meridiano foi a primeira indústria capixaba a produzir o produto, em 2014. A linha Caps é compatível com as máquinas mais vendidas em todo o mundo e está disponível nos quatro estados de atuação do Meridiano (Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia e Rio de Janeiro) e para todo o Brasil pelo site www. loja.meridiano.com.br. Assim como os vinhos que são cuidadosamente elaborados desde o cultivo até o momento que chegam às taças, as novas cápsulas do Meridiano passam por todos os procedimentos dos cafés especiais. Para que os consumidores mais apaixonados por café acompanhem esse histórico, um código de barras em 2D (QR code) foi colocado nas embalagens da Caps. Ele dá acesso a um site com informações sobre o produto, como onde e por quem foi produzido o café que será consumido.

52


EXTRA 

CARIACICA GANHARÁ NOVA LOJA EXTRABOM

A

Rede Extrabom se prepara para abrir sua 24ª loja no Espírito Santo. Com inauguração prevista para o segundo semestre deste ano, a nova unidade ficará localizada no bairro Cruzeiro do Sul, em Cariacica, próximo ao Terminal Rodoviário de Campo Grande. O quarto supermercado da rede na cidade terá aproximadamente 1.800 metros quadrados de área de vendas, além de

54

estacionamento privativo e coberto. Os clientes desfrutarão de um espaço moderno, que inclui ambiente refrigerado, rampas de acesso e banheiros, ambos com recursos para acessibilidade de pessoas portadoras de necessidades especiais. O estabelecimento terá produtos de mercearia, frios e laticínios, diet e light, bebidas, padaria, açougue, sorvetes, congelados, entre outros. Para o diretor-presidente da Rede Extrabom, Luiz Coutinho,

a construção de uma nova loja é mais um esforço da empresa em estar mais perto do capixaba, oferecendo às famílias variedade em produtos e serviços, além de economia, excelência em atendimento e qualidade. “Já contamos com três lojas em Cariacica e estamos chegando com mais um espaço moderno e com capacidade para dar ainda mais conforto aos clientes que escolhem o Extrabom para realizar suas compras de supermercado.”


MEU CARRINHO DE COMPRAS 



JULIO CESAR DE SOUZA COM MATEUS QUEIROZ DE SOUZA, DE 3 ANOS, NA LOJA DO BAIRRO ITARARÉ

JAILSON RODRIGUES E AS PRIMAS THAYSSA VIANA RODRIGUES E LARA RODRIGUES DOS SANTOS, DE ITANGÁ, NO EXTRABOM DE ITACIBÁ

NILVANI MEDEIRO DE LIMA, DE TUCUM, NO EXTRABOM DE ITACIBÁ

SOLANGE ITABAIANA LIMA PEREIRA E ALEXSANDER ANTUNES ARAÚJO, NO EXTRABOM DE JARDIM AMÉRICA BRUNA MODESTO PESSOA REIS E ANA LUIZA PESSOA REIS, NA LOJA DO BAIRRO ITARARÉ


MEU CARRINHO DE COMPRAS

WILSON HUMBERTO JOVENCIO, NA LOJA DO BAIRRO ITARARÉ

VERA FREIRE VIEIRA E DEIDSON VIEIRA, DE ITAQUARI, NO EXTRABOM DE JARDIM AMÉRICA

SERGIO AUGUSTO BOSCHETTI E A PEQUENA ISABELLA OLIVEIRA BOSCHETTI, NO EXTRABOM DE JARDIM AMÉRICA

SAYONARA OASKI, RONYMARCIO DE ALMEIDA E A PEQUENA ISADORA DE ALMEIDA, DE SANTANA, NO EXTRABOM DE ITACIBÁ


Foto: Ariani Caetano

CLIQUE DO LEITOR 

SÍMBOLO CAPIXABA Qual é o ponto turístico da sua cidade que você mais gosta? Envie uma foto dele feita por você mesmo e mostre aos leitores da Revista Extrabom as belezas de onde você vive!

58

A

154 metros de altitude, o Convento da Penha foi fundado pelo Frei Pedro Palácios em 1568. No ano seguinte, a capela receberia a imagem de Nossa Senhora da Penha, vinda diretamente de Portugal, e, desde então, tem atraído milhares de visitantes todos os anos, principalmente nos dias de Festa da Penha, celebrada sempre oito dias depois do domingo de Páscoa.

O Convento da Penha é um dos templos religiosos mais importantes e visitados de todo o Brasil. Quem o procura, além da questão religiosa, encontra séculos de história e beleza em sua arquitetura e entorno, graças aos exemplares intocáveis de Mata Atlântica. Encrustado na rocha e guardado por imensas palmeiras, o Convento da Penha debruça-se sobre Vitória e Vila Velha, protegendo os capixabas e renovando nossa fé.


Nossa Magna Pils é uma refrescante German Pils, estilo alemão inspirado na tradicional Pilsen que nasceu na região de Boêmia. Essa cerveja carrega consigo notas florais de lúpulos nobres alemães e a presença de malte no sabor.

Harmonização: Salada caesar, brusqueta com manjericão, frutos do mar e pizzas leves. Se você curte fazer sua própria cerveja, acesse: bohemia.com.br e encontre a receita da Bohemia Magna Pils.

Delicada, ela foi criada em homenagem à leveza dos jardins de hortênsias da nossa querida Petrópolis.

A Bohemia Aura Lager é uma deliciosa Vienna Lager, um dos mais clássicos estilos de cerveja do mundo e carrega consigo a essência acolhedora de Petrópolis. Criamos esta cerveja para surpreender seu paladar com as vibrantes notas de malte e o suave aroma de lúpulo.

A Bohemia 838 Pale Ale é uma cerveja de amargor mais acentuado, feita para quem quer mover seu paladar para lugares mais elevados. Com aromas intensos de lúpulo, passando por notas cítricas e frutadas até uma sutil nota de malte caramelo, a 838 Pale Ale é uma cerveja de altitude.

A Bohemia 14-Weiss é uma refrescante e suave cerveja de trigo, leve como os voos do 14-Bis. Com um aroma frutado, que lembra banana e cravo por conta da sua fermentação, criamos esta cerveja para surpreender seu paladar com um balanço perfeito entre o toque adocicado do malte e uma sutil citricidade.

Produtos disponíveis nas lojas: Valparaiso, Itapoã, Praia do Suá, Goiabeiras, Guarapari, Boulevard Shopping, Plaza Top Life, São Silvano e Porto Canoa.


Profile for Realiza Editora

Revista Extrabom | Edição 3  

Edição 3 da Revista Extrabom, desenvolvida para a rede se supermercados Extrabom.

Revista Extrabom | Edição 3  

Edição 3 da Revista Extrabom, desenvolvida para a rede se supermercados Extrabom.

Advertisement