Page 1

RP

Reação Popular O jornal que fala a sua língua

César Menotti & Fabiano: atração de sexta (8/4)

Sertanejos abrem festa na cidade Kartódromo recebe hoje e amanhã shows das duplas César Menotti & Fabiano e Maria Cecília & Rodolfo

R$: 0,50

8 de abril de 2011 - Ano 3 - Edição 158

Pág. 6

Cubatão celebra 62 anos com mais inaugurações

Reforma da rodoviária e abertura das obras do Pq. Anilinas para visitas são destaques

EXCLUSIVO

A PREFEITA FALA

Terminal foi entregue com banheiros refeitos e a pintura nova

Marcia Rosa completa 52 anos no mesmo dia que Cubatão e conversa sobre a família e a experiência de ser a 1ª mulher a governar a cidade Pág. 5

Pág. 4

Boa fase da Gol de placa economia anima de Neymar empresários cria problema para Muricy Ricardo Alexandre viu as oportunidades crescerem

Pág. 3

Pág. 7


2 Política 2

Serviço

Fernando Alberto Hemriques Júnior

A hora e a vez de Cubatão fícios todas estas dificuldades, revertendo-as em favor da melhoria da vida da nossa gente. A eleição da prefeita Marcia Rosa, em 2008, é um marco. Uma mulher que conhece cada canto desta cidade, viveu toda essa história, compreende e sente a necessidade de inverter esta lógica, em que o município só concedia e não recebia nada em troca. Cubatão muda a olhos vistos. Muito já foi conquistado, como os 15 mil novos empregos gerados pelos programas da Prefeitura, em parceria com a inciativa privada, a redução da mortalidade infantil, a revolução na educação, com tecnologia a serviço do futuro das crianças, entre outras. E muito está por se concretizar, como os maiores projetos habitacionais da história, na Vila Esperança e na Vila dos Pescadores, e o Parque Anilinas, que certamente será uma referência para todo o Estado. A cidade está mais bonita, renovada, democrática e transparente. A festa está pronta e temos muito o que comemorar. Parabéns!

Fernando Alberto Henriques Júnior é secretário de Comunicação de Cubatão

Expediente O Reação Popular é uma publicação semanal da 2L Fábrica de Idéias Comunicação Social Ltda. CNPJ - 09.142.963/0001-02 Circula em toda a Região Metropolitana da Baixada Santista. Endereço: Rua 13 de Maio, 429, sala 21, Vila Nova, Cubatão. CEP: 11525-040 Telefones: (13) 3324-0313/ 3372-7348 E-mail: reacaopopular2@gmail.com

Tiragem: 10 mil exemplares Editora: Luciana Lane Valiengo - MTb 30.758/SP Departamento Comercial: Paulo Ricardo Hourneaux de Mendonça Colaboração: Christiane Castanheira Projeto gráfico: Feberti Diagramação: Luciana Lane Vailengo Todos os artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não representam, necessariamente, a opinião do jornal.

Telefones Úteis 1º DP - Polícia Civil 3361-1234 2º DP - Jd. Casqueiro 3363-1694 3º DP - Vila Nova 3361-4046 Acidentes de Trânsito 194 Água/Esgoto - SABESP 3361-1220 / 195 Bolsa Família 3362-5349 Bombeiros 3361-1232 / 193 Cartório Eleitoral - 119ª Zona Eleitoral 3375-2587 COMGÁS 197 Conselho Tutelar de Cubatão 3362-5321/3362-5322/ 3362-5323 Defesa Civil 199 Delegacia da Mulher 3363-2141

Reação Popular

8 de abril de 2011 - Ano 3 - Edição 158

REFORMA

Opinião Cubatão tem uma história feita de dificuldades. Esta terra, localizada em meio a um dos ecossistemas mais raros e equilibrados do mundo, com uma diversidade e beleza únicas, acabou fazendo um sacrifício em nome do desenvolvimento. Abrigando um dos parques industriais mais importantes do país, produzindo energia, aço, elementos essenciais para o crescimento e a soberania do nosso Brasil. A população aceitou este desafio e sempre trabalhou com muita dignidade, disposição e, principalmente, dedicação para cumprir esta tarefa e pagou um preço para atendê-la. O cubatense teve cassado o seu direito de voto, sem poder escolher o prefeito, sem poder participar das decisões sobre seu destino, sem poder cobrar resultado do governo. Pagou até com vidas humanas, nas tragédias da Vila Parisi e da Vila Socó, de triste memória para a cidade. Mas isso ficou para trás e chegou a hora e a vez de Cubatão. A cidade chega a seus 62 anos renovada e, pela primeira vez, utiliza em favor de seu desenvolvimento todos os recursos gerados aqui, sendo capaz de transformar em bene-

11 de fevereiro de 2011 - Ano 3 - Edição 150

Delegacia de Trânsito 3361-1823 Disque Saúde 1520 Eletropaulo 0800 120196 Farmácia de Plantão 136 Funerária 0800-555305 IML 3361-1823 Polícia Militar 190 Polícia Rodoviária 1551 Pronto Socorro Central 3362-6192 ou 192 Pronto Socorro Infantil 3362-6300 Pronto Socorro Jardim Casqueiro 3362-6373 SAMU 192

“Reação Popular”

estreia novo projeto

Mudam o logotipo do RP e o tamanho dos títulos; a capa ganha mais fotos e um novo visual, e o jornal abre espaço para opinião de personalidades de Cubatão e do Brasil Sai o logotipo tradicional e entra um novo mais compacto, em que a marca RP é valorizada. São usadas mais fotos e mais assuntos e uma manchete mais fácil de ler.

Cubatão celebra 62 anos com mais inaugurações

Reforma da rodoviária e abertura das obras do Pq. Anilinas para visitas são destaques

EXCLUSIVO

A PREFEITA FALA

Terminal foi entregue com banheiros refeitos e a pintura nova

O novo projeto privilegia a “conversa” do assunto principal do jornal com a foto de capa. O textos receberam uma nova fonte e o jornal ficou mais bonito e leve

Márcia Rosa completa 52 anos no mesmo dia que Cubatão e conversa sobre a família e a experiência de ser a 1ª mulher a governar a cidade Pág. 5

Pág. 4

As páginas ganharam mais respiro, e novos destaques para os elementos importantes da reportagem. Nomes e assuntos que são novidades para o leitor receberan espaço separado para reforçar o seu entendimento

Francamente

Nesta edição, as Cruzadas excepcionalmente não serão publicadas. Elas voltam na semana que vem

O “Reação Popular” mudou, e isso você já percebeu. Começando pela capa: ela ficou mais atraente, com um novo logotipo, mais compacto e que ressalta a marca do jornal. A marca “RP ” estará mais presente e abrirá mais espaço sobretudo na primeira página.

No alto, sempre será selecionada a foto de um assunto da semana que mereça um espaço tão nobre quando o da manchete. E por falar em manchete, ela agora se comunica com mais clareza com a foto principal. A fonte ficou mais legível, dentro e fora do jornal, o

O jornal passa a publicar duas colunas: uma delas será a Opinião, reservada para artigos de personalidades de Cubatão, e a da presidenta Dilma Rousseff (leia abaixo). Além disso, os assuntos que merecem análise mais profunda receberão tratamento especial, no quadro Francamente

que vai facilitar a leitura e a visualização. O jornal abre espaço para opinião, com as colunas do secretário de Comunicação de Cubatão, Fernando Alberto Henriques Júnior., e da presidenta Dilma Rousseff, que vai responder semanalmente a perguntas dos leitores (leia

texto abaixo). Elas serão sempre publicadas na página 2. O esporte também terá um tratamento especial, sobretudo nas imagens. A agenda cultural de Cubatão virá com infográficos que facilitarão a localização das atrações. E, claro, com a qualidade de sempre. Boa leitura!

Dilma responde aos leitores do RP O “Reação Popular” começa a publicar na próxima semana a coluna “Conversa com a Presidenta”, escrita pela assessoria da Presidência da República. No texto, a presidenta Dilma Rousseff responde a perguntas de leitores. Além do RP, 170 jornais do país e um de Nova York (EUA) já recebem a coluna. O texto será publicado no formato “pergunta e resposta”. As perguntas dos leitores de Cubatão podem ser enviadas para o e-mail redacaorp@ yahoo.com.br até a terça-feira.

A Secretaria de Imprensa da Presidência da República selecionará três questões semanalmente para que Dilma Rousseff as responda. Os leitores devem ser identificados com dados pessoais (leia instruções ao lado). A coluna poderá ser acessada pela internet nas páginas do jornal (www. reacaopopular.com.br) e da Presidência da República, como a da Secretaria de Imprensa (www.imprensa. planalto.gov.br) e do Blog do Planalto (http://blog.planalto.gov.br).

CONVERSE COM A PRESIDENTA DILMA

Como participar 1 – Mande sua pergunta para o e-mail redacaorp@yahoo.com.br 2 – Não esqueça de colocar seu nome completo, idade, profissão e bairro de onde escreve


Reação Popular

Cultura 3 3

Cidade

11 de fevereiro de 2011 - Ano 3 - Edição 150

Mais empregos 8 de abril de 2011 - Ano 3 - Edição 158

ALTO ASTRAL

Empresários aprovam iniciativas da Prefeitura e comemoram boa fase A Usiminas, em Cubatão: aliança com o poder público é destacada

Ricardo Alexandre viu as oportunidades crescerem com as iniciativas da Prefeitura de Cubatão

Economia da cidade foi impulsionada pelo Cartão Servidor Cidadão e por investimentos em infraestrutura Para a iniciativa privada de Cubatão, a cidade está em ótima fase econômica. Medidas como o Cartão Servidor Cidadão impulsionaram o comércio, e investimentos em infraestrutura tornaram

a cidade destino de lojas de grandes redes. “Ninguém da Baixada Santista tinha olhos comerciais para cá. Rede de lojas grandes nem chegavam perto. De dois anos pra cá, é diferen-

te”, diz Ricardo Alexandre da Nóbrega, dono do Skina do Chopp, na avenida Joaquim Miguel Couto, no centro. Para ele, a cidade passa por um grande momento de crescimento no comércio. “Hoje, a avenida Nove de Abril não é de Cubatão, mas da Baixada Santista. Em um comparativo com Santos por exemplo,

PRESIDENTE DO PT

“Ganhos com a atual gestão são grandes” Para Paulo Tito, a atual administração trouxe um novo tempo para a cidade

As escolas melhoraram, o transporte é referência na Baixada Santista e o apoio da Prefeitura à população em áreas de risco nunca foi tão eficaz. Essa é a opinião do vereador Paulo Tito, presidente do PT de Cubatão. “Os ganhos com essa administração são muito grandes. A educação melhorou muito. Os professores são mais qualificados, e os deficientes têm acessibilidade total. Para nós, que vivemos em Cubatão a nossa infância, a cidade hoje é motivo de orgulho e de satisfação”, afirma o vereador.

Cubatão não tem nenhum imóvel comercial para alugar no centro, enquanto Santos tem um monte. Trabalho com comércio há 22 anos e vejo que investimentos como os que estão sendo feitos aqui alavancaram o comércio da cidade”, diz. No setor industrial, a perspectiva também é otimista.

“O município, o poder público e a iniciativa privada caminham juntos. A história de Cubatão nos mostra que, à medida que um deles avança, todos ganham”, afirma o diretor da unidade da Usiminas de Cubatão, José Erasmo Andrade Pereira. Leiliane da Silva Lima, gerente da Pizzaria Kalaba-

bis, concorda com a boa fase da cidade. “Tem melhorado bastante. A clientela aumentou bastante depois que a Prefeitura implantou o Cartão Servidor Cidadão. O incremento foi de cerca de 40%. Isso gerou mais emprego e mais qualidade de vida para o trabalhador de Cubatão”, afirmou a comerciante.

PRESIDENTE DA CÂMARA

“Aquela cidade que sonhamos é viável” Presidente da Câmara de Cubatão, Donizete Tavares acha nítida a melhora da sociedade na atual gestão. “Nós temos visto Cubatão crescendo bastante. Nossa arrecadação tem crescido, e esperamos retornar essa arrecadação para a população, encontrando os problemas prioritários juntos, a Câmara e Prefeitura”, afirma. Segundo o vereador do PR, a cidade não pode olhar apenas para os problemas centrais. “Temos a certeza de que a Cubatão que sonhamos é viável”, diz o presidente da Câmara de Cubatão.

Para Donizete, o aumento da arrecadação em Cubatão deve ser revertido para a população, com Prefeitura e Câmara trabalhando juntos

DO QUE VOCÊ GOSTA EM CUBATÃO?

“As escolas são boas e têm bom acesso à cultura.”

“Aqui tem bastante empregos e oportunidades.”

Carolina Barbosa, 16 anos, estudante

Sebastiana Serafim, 52 anos, funcionária pública

“Tenho minha vida construída em Cubatão. É bom de trabalhar, viver e curtir.” Fabiano Santos, 36 anos, autônomo

“Tem bons restaurantes e boas oportunidades de emprego.”

“Moro aqui há 30 anos. Para mim a cidade é ótima.”

“Estão surgindo oportunidades de emprego.”

Felipe Caldeira, 17 anos, entregador

João Gomes, 60 anos, pintor

Wilma Maria Silva, 27 anos, vendedora


4 4

Cidade

11 de fevereiro de 2011 - Ano 3 - Edição 150

Reação Popular

Administração

8 de abril de 2011 - Ano 3 - Edição 158

Entrega de reforma da rodoviária abre mês de inaugurações de obras Terminal de ônibus intermunicipal ganhou assentos ergométricos e banheiros reformados. No sábado, obras do Anilinas abrem para visitação A reinauguração da rodoviária, na terça, marcou o início de um mês de inaugurações. Em abril serão entregues quatro Unidades Municipais de Ensino revitalizadas, um Centro de Referência em

“Com as obras, melhoramos a acessibilidade e o conforto dos usuários” Assistência Social e a quadra de soçaite da Vila São José. A reforma aconteceu sem que a Rodoviária Ayrton Senna parasse. Ela foi repintada, e o sistema hidráulico e elétrico foi recuperado. Um novo letreiro luminoso foi instalado, os banheiros que já existiam estão remodelados e um novo, para portadores de deficiência, foi construído. Assentos ergométricos foram instalados nos bancos de concreto. “Com as obras, melhoramos a acessibilidade e o conforto

Rodoviária foi entregue reformada na última terça

dos usuários”, diz o superintendente da CMT (Companhia Municipal de Trânsito de Cubatão), Marco Fernando da Cruz. As obras do Parque Anilinas, que começaram em dezembro, serão abertas para visitação amanhã e domingo. O público terá acesso ao projeto, cujas quadras poliesportivas e pista de skate devem ser entregues até o fim do ano. “É a reconstrução de um símbolo de lazer e autoestima. A previsão é de que esteja totalmente pronto, com centro multimídia, até o meio do ano que vem”, afirma o secretário de Obras, Silvano Lacerda. Segundo o secretário, as obras seguem em ritmo acelerado. “Alguns contatos nos permitem dar um maior dinamismo para o serviço”, disse. O campo da Vila São José será inaugurado dia 21, com um jogo entre os masters do Santos e do Corinthians. Já o Cras da Ilha Caraguatá faz parte da meta de inclusão social da Prefeitura e será inaugurado no dia 28.

Portal do Anilinas, de onde as obras poderão ser acompanhadas

Campo de futebol soçaite da Vila São José reabre no dia 21

ENTREVISTA

Vagas disponíveis no PAT Função

Vagas

Analista de Processos............................................... 2 Carpinteiro................................................................ 20 Conferente Portuário................................................. 5 Eletricista ................................................................. 22 Encarregado de Limpeza .......................................... 4 Encarregado de Mecânica ....................................... 4 Engenheiro de Produtos............................................ 2 Engenheiro Seg. do Trabalho.................................... 1 Especialista Processo Pleno..................................... 1 Laboratorista Mecânico............................................ 1 Laboratorista Químico............................................... 1 Lubrificador de máquinas.......................................... 1 Manobreiro.................................................................. 4 Mecânico Manutenção ............................................. 6 Mecânico de Máquina Diesel.................................... 1 Mestre Elétrica......................................................... 10 Motorista de Ônibus................................................. 20 Motorista Carreteiro................................................ 25 Oper. Máq Operatrizes............................................... 2 Oper. Ponte Rolante................................................. 10 Oper. Utilidades.......................................................... 1 Oper. Portuário........................................................... 1 Oper. Produção......................................................... 13 Pedreiro..................................................................... 20 Porteiro...................................................................... 15 Programador de Logística......................................... 1 Resgatista................................................................. 10 Soldador de Manutenção.......................................... 1 Técnico Oper. Portuárias........................................... 1 Vigilante.................................................................... 20

“Somos 15 mulheres ajudando os adolescentes da Cota 95” Bairro é o 3º em que Cenira Bueno fixou residência. Nesta entrevista, ela conta sobre o trabalho social com as mulheres e adolescentes de Cubatão Reação Popular — Qual sua relação com o Cota 95? Cenira Bueno — Moro na Cota 95 há três anos. Antes, morei na Cota 200 por 28 anos, nasci na Vila Paris. Eu comecei a ajudar as pessoas aqui porque o bairro é muito carente. Resolvi ajudar os outros. Comecei a fazer festas para entreter as crianças e tirá-las da rua. RP — E assim virou uma referência no bairro? Cenira Bueno — A gente quer o melhor para o bairro. Passei a ser uma figura central aqui. As pessoas não iam atrás dos seus direitos na Prefeitura, não tinham força nem conhecimento para isso. Então acabei naturalmente me colocando nessa posição. Hoje conseguimos marcar reuniões para expor os problemas do bairro. RP — E qual sua relação com o poder público? Cenira Bueno — Gostaria de lutar por mais infraestrutura, mais dignidade para as pessoas que buscam trabalho por aqui, mais opções de la-

zer para a Cota. É um bairro muito carente, precisamos de melhorias para as ruas, cursos profissionalizantes para tirar os adolescentes no próprio bairro. RP — Quais ações são voltadas para adolescentes? Cenira Bueno — Muito adolescente fica na rua, sem fazer nada o dia todo. Isso dói, por isso montei a associação. Chama-se Associação das Mulheres a Favor da Vida. Sou presidente. Somos 15 mulheres fazendo eventos para ajudar os adolescentes. A associação está em fase de legalização. RP — O que espera de Cubatão daqui pra frente? Cenira Bueno — Espero que esse bairro tenha um ambiente melhor para os moradores. Cubatão está melhorando, vejo a prefeitura trabalhando. Ainda falta muito, mas é uma coisa a ser feita aos poucos. As escolas da cidade estão ótimas, as crianças têm boa assistência da Prefeitura. Agora temos que pensar nas mães delas.

Cubatão está melhorando. As escolas estão ótimas, e as crianças têm boa assistência”

Cenira Bueno Souza Idade: 38 anos Nascimento: Cubatão Profissão: Soldadora Histórico do bairro Cota 95: formado na época da construção da rodovia Anchieta, ocupa uma área de 27 hectares, com 3.205 habitantes


Reação Popular

Esporte Política 57 5

Cidade

8 de abril de 2011 - Ano 3 - Edição 158

Mais empregos 8 de abril de 2011 - Ano 3 - Edição 158

ENTREVISTA

“Não se deixa de ser prefeita quando termina o expediente”

Marcia Rosa completa 52 anos neste sábado, mesmo dia que Cubatão. São dez anos de diferença entre as duas, prefeita e cidade. Nesta entrevista exclusiva, ela conta sobre sua infância no Jardim Paulista, a relação com a família, o dia a dia na Prefeitura e o encontro histórico com Lula em Cubatão, antes que o caminho dos dois se cruzasse novamente na cidade – ela como prefeita, e ele como presidente da República. A entrevista durou duas horas. Enquanto conversava, a prefeita atendia a todas as demandas o tempo todo. Marcia Rosa é uma pessoa extremamente envolvente, as suas respostas são objetivas. Sua vitalidade é muito grande — nos encanta e cativa. A cidade está em boas mãos. Reação Popular — Você nasceu no Jardim Paulista. Qual a sua lembrança do bairro? Marcia Rosa — Ah, lembro dos passeios ao final da tarde. Depois que meu pai voltava do trabalho, saíamos eu, meus pais e meus irmãos de mãos dadas para passear na praça.

Marcia Rosa Idade: 52 anos Nascimento: em 9/4/1959, no Jardim Paulista, em Cubatão Profissão: Química Ocupação: Prefeita de Cubatão Histórica: Formada em química, deu aulas por 28 anos na rede estadual. Foi vereadora por duas vezes (20002004 e 2005-2008). É prefeita desde 2009

RP — Como foi sua relação com os pais? Marcia Rosa — Foi a melhor possível. Sempre fomos uma família normal e feliz, onde imperava o respeito mútuo. Deles, como maior legado, trouxe a conduta séria e honesta, dedicação, amor ao próximo, pela cidade, a ética e, também, a religiosidade. RP — Você começou a trabalhar cedo, aos 13 anos. De que forma isso ajudou na sua vida? Marcia Rosa — Precisei trabalhar para ajudar em casa. Levavamos uma vida simples, porém feliz. Fui educada como todos os brasileiros, para levar uma vida honesta e trabalhar para me manter. Isso me deu a noção de que não se consegue nada, verdadeiramente, senão pela integridade, perseverança, determinação e trabalho. RP — Por que escolheu a química como profissão? Marcia Rosa — Eu queria ser engenheira química. Sempre gostei dessa área. Como esse curso havia sido extinto pela hoje Unisanta, optei pela licenciatura e, depois, bacharelado. Daí, fui trabalhando e me especializando nessa área, inclusive em petróleo e gás. RP — Quando decidiu virar professora? Marcia Rosa — Não foi algo planejado. No período em que cursava química, fui levada a lecionar para poder me manter e continuar meus estudos. Aí me encantei com a pedagogia e me tornei professora por profissão, opção e idealismo . RP — Dedicando tanto tempo para a cidade, como reserva o seu tempo com a família? Marcia Rosa — O exercício do cargo me toma muito mais tempo do que aquele que eu passo dentro da Prefeitura. Não se deixa de ser prefeita quando termina o expediente. Sei que isso consome também minha família. Mas são justamente os meus familiares que me renovam, dia após dia, as forças para seguir adiante.

“Não há vaidade capaz de me impedir de me orgulhar em chegar aos 52 anos de uma vida forjada nas lutas sociais e no trabalho honesto” RP — Seu primeiro neto nasceu quatro dias depois de assumir o cargo de prefeita. Como foi conciliar a vida de avó com a de administradora? Marcia Rosa — Ser avó é mais uma coisa maravilhosa que aconteceu em minha vida. Busco todo tempo que posso, mesmo sabendo que o tempo é sempre curto e insuficiente. Muitas vezes meu neto vai ao gabinete. Sempre que posso, tento estar junto. RP — Fala sobre a idade? Marcia Rosa — Não tenho problema nenhum. Não há vaidade feminina capaz de me impedir de me orgulhar em chegar aos 52 anos de uma vida forjada nas lutas sociais, no trabalho honesto e na ideologia. Hoje

sou prefeita de Cubatão e tenho a consciência de que sou fruto desses 52 anos de acúmulo de experiências e sonhos perseguidos incansavelmente, de busca do amadurecimento, tanto político quanto pessoal.

Marcia Rosa — Apesar de todos os avanços, a mulher ainda é alvo de discriminação. Este governo vem implementando políticas e programas voltados à capacitação da mulher e ao aumento da participação na sociedade.

RP — Gosta de cozinhar? Marcia Rosa — Adoro cozinhar. Porém, a receita favorita só fazemos no Natal, Ano Novo e na Páscoa e é um segredo de família (risos). É um empadão de palmito que faço junto com o Gilmar, meu marido. Ele faz a massa e eu faço o recheio. Já tentamos fazer sozinhos, mas não fica bom. Tem que ser os dois.

RP — Sua eleição em 2008 contribuiu para a afirmação feminina na cidade? Marcia Rosa — A eleição de uma mulher para comandar Cubatão, uma cidade industrial, tradicionalmente comandada pelos homens, tem peso histórico. É uma prova de que a população vem rompendo com as velhas práticas, que quer a transformação.

RP – Como você vê a situação da mulher em Cubatão hoje?

RP — O que mudou na sua vida com a Prefeitura?

Marcia Rosa — Muita coisa. Sempre fui acostumada a tomar decisões importantes e a não titubear frente aos obstáculos e contratempos. À frente da Prefeitura, essas coisas assumem proporções infinitamente maiores, pois qualquer atitude apresenta reflexos sobre a cidade e sua gente. Com isso, a responsabilidade aumenta. Hoje, tenho consciência que as decisões não são minhas — são coletivas. Hoje tenho o privilégio e a responsabilidade de construir alternativas novas para todos, sem exceção. RP — O fato de ter nascido na cidade, ao contrário de muitos de seus antecessores, ajuda na condução do mandato? Marcia Rosa — Obviamente,

quando se mora na cidade e se vive sua rotina é mais fácil conhecer os problemas e carências, porque você os sente diariamente, de forma diferente daquele que só está na cidade no horário de expediente. Essa vivência aponta os caminhos que têm que ser seguidos para que as demandas sejam supridas. RP — Você foi eleita vereadora pela primeira vez em 2000 e reeleita com o triplo da votação. Como foi sua experiência na casa? Quais seus principais projetos? Marcia Rosa — Minha passagem pelo Legislativo foi um aprendizado político importante. Me deu a base e a determinação de concorrer ao comando da cidade, com o propósito de colocar em prática as políticas públicas que o povo almejava. Entre os principais projetos que apresentei àquela época estão o que decretou o fim do voto secreto no Legislativo e outro que determinava a volta dos cobradores nos ônibus municipais. Apesar de aprovado, ele nunca foi colocado em prática. E, como prefeita, pude finalmente promover o retorno dos cobradores. RP — Conte um momento inesquecível de sua vida. Marcia Rosa — Foram dois. Tem uma história que repito sobre uma menina idealista que sonhava mudar o mundo, sentada, há muitos anos, em um banco da praça Princesa Isabel, conversando com um sindicalista barbudo. Aquela menina era eu, e o sindicalista era o Lula. Anos depois nos reencontramos em Cubatão: eu, uma mulher, como prefeita, e ele, um metalúrgico, como presidente da República. Com ele, o povo finalmente chegara ao poder.

Pinga-Fogo Um livro? “Convite à Filosofia”, de Marilena Chauí Uma música? “Pra Não Dizer que Não Falei das Flores”, de Geraldo Vandré Uma novela? As de época; “Escrava Isaura” Um vício? Chocolate Um esporte? Os coletivos, como vôlei e handebol Um time de futebol? Santos Futebol Clube Um prato? Arroz com feijão. Qualquer coisa a mais completa o prato Um ídolo? Luiz Inácio Lula da Silva


6 6

Cultura

Reação Popular

8 de abril de 2011 - Ano 3 - Edição 158

8 de abril de 2011 - Ano 3 - Edição 158

ANIVERSÁRIO

Sertanejos abrem festa dos 62 anos Prefeitura espera receber 30 mil pessoas com shows gratuitos hoje e amanhã no Kartódromo

A festa de aniversário de Cubatão começa hoje (8/4) com a abertura da primeira edição do festival “Cubatão Country”. E a primeira atração é um nome de peso da música nacional: a dupla sertaneja César Menotti & Fabiano, dona dos sucessos “Caso Marcado” e “Bão Tamém”. Os dois sertanejos tocam a partir das 20h, com entrada gratuita, no Kartódromo Municipal. Amanhã (9/4), dia de aniversário da cidade, a atração é Maria Cecília & Rodolfo, dupla expoente do sertanejo universitário, também às 20h no Kartódromo Municipal, com entrada grátis. “Vamos levar para Cubatão um pouco do que tem acontecido no último ano da turnê ‘Retrato’, com músicas do disco e também as que marcaram nossa carreira, como ‘Leilão’, ‘Ciumenta’ e ‘Palavras de Amor’. Sabemos que o público de Cubatão é muito animado e participar da festa de aniversário da cidade é uma honra para nós”, afirmou a dupla. A expectativa é receber até 30 mil pessoas nos dois dias da festa e consolidar o festival nos próximos anos

como uma das atrações turísticas da região da Baixada Santista. Em 2010, o aniversário da cidade teve os shows do cantor Fábio Jr. e do Hori, banda de seu filho Fiuk. “O grande objetivo é democratizar a cultura, para que todos participem da festa. No passado, eram comuns grandes solenidades para um público restrito. Queremos mudar isso. A festa, antes de tudo, é da população”, afirma o secretário municipal de Cultura, Wellington Ribeiro. “A festa passa a ter esse caráter metropolitano, de fazer com que pessoas de outras cidades venham participar conosco”, completa. Os festejos do aniversário continuam na semana que vem, com as apresentações do astro do forró Frank Aguiar, no dia 16, e da Banda Sinfônica de Cubatão. “A orquestra produz um repertório grandioso, sempre inovando nas apresentações. Dessa vez, vai tocar junto com o Coral Zanzalá, executando a peça Aquarela do Brasil. É uma grande e bonita homenagem à cidade”, afirma o secretário de Cultura.

A dupla César Menotti & Fabiano é a primeira atração do festival

Maria Cecília, que faz dupla com Rodolfo, toca no segundo dia

A programação de aniversário Hoje (8/4) – 19h

César Menotti & Fabiano Kartódromo Municipal Entrada gratuita

Amanhã (9/4) – 20h

Maria Cecília & Rodolfo Kartódromo Municipal Entrada gratuita

16/4 – 20h

Concerto Aquarela, pela Banda Sinfônica & Coral Zanzalá Bloco Cultural do Paço Municipal Entrada gratuita

16/4 –20h

Frank Aguiar Av Deputado Esmeraldo Tarquínio – Jd. Nova República (Bolsão 8) Entrada gratuita

17/4 – 20h

Concerto Aquarela, pela Banda Sinfônica & Coral Zanzalá Bloco Cultural do Paço Municipal Entrada gratuita

22/4 – 20h

Paixão de Cristo Centro Social Urbano da Rua Salgado Filho, 249 Entrada gratuita

REVELANDO CUBATÃO

Fotos campeãs são exibidas até quinta no Paço Municipal Esta é a última semana para conferir a exposição “Revelando Cubatão” no saguão da Prefeitura, no Paço Municipal. A mostra reúne fotos de lugares-símbolo da cidade tiradas pelos 51 participantes do concurso em duas categorias: profissional e amador. A exposição ficará aberta até quinta (14/4), das 8h às 17h. Depois, ela segue para a Biblioteca Municipal. Os vencedores receberam prêmios em dinheiro. Na profissional, Raimundo Rosa recebeu R$ 1.800 pela primeira colocada, a foto “Sambaqui”. Em segundo lugar ficou Jorge Tadeu, premiado com R$ 1.200 com “Divisa”. Antônio

Sérgio recebeu R$ 800 por “Primeira Vista Aérea”. Na amador, “Estrutura”, de Laurici Carlsson, recebeu R$ 900. Vanessa Rebouças recebeu R$ 600 por “Raios de Sol”, e “A Arte da Realidade”, de Carolina Pierre, obteve R$ 300. Desde 1980 a cidade não organizava um concurso fotográfico oficial. Foram analisadas 256 imagens por um grupo de jurados: a jornalista e escritora Eunice Tomé, o fotógrafo Marcos Piffer e o cinegrafista Wagner Tavares. Todos os participantes do concurso receberam certificado da Secretaria Municipal de Cultura.

Foto de Raimundo Rosa, “Sambaqui”, tirada dentro do polo industrial da cdade. A foto rendeu o 1º lugar na categoria profissional e a premiação de R$ 1.800

“Divisa”, de Jorge Tadeu, premiada em segundo lugar entre os profissionais

De um helicóptero, Antônio Sérgio fotografou “Primeira Vista Aérea”

“Estrutura”, de Laurici Carlsson: primeiro na categoria amadores

Vanessa Rebouças tirou o 2º lugar entre os amadores com “Raios de Sol”


Reação Popular

Esporte 7 7

Esporte

8 de abril de 2011 - Ano 3 - Edição 158

Mais empregos 8 de abril de 2011 - Ano 3 - Edição 158

LIBERTADORES

Santos decide vaga no Paraguai sem Neymar, Elano e Zé Eduardo

Jogo contra o Cerro Porteño é decisivo para o Peixe: uma vitória deixa o time perto da vaga O Santos venceu o Colo-Colo-CHI por 3 x 2 na Vila Belmiro na quarta-feira, mas perdeu Neymar e Elano para o jogo decisivo contra o Cerro Porteño, no Paraguai, na próxima quinta-feira. Os dois foram expulsos de maneira infantil. Mesmo com a vitória, o time permanece na terceira colocação, com 5 pontos. Os gols foram marcados por Elano, em bela cobrança de falta aos 33min, Zé Eduardo aos 35min, após driblar o goleiro e tocar para o gol vazio, e Neymar, aos 6min do 2º tempo, após chapelar o marcador, cortar dois zagueiros e tocar no canto do goleiro. Na

comemoração, o atacante vestiu uma máscara e foi expulso. O time chileno diminuiu com Jerez, aos 36min, que tocou por cima na saída do goleiro. Aos 41min, Diego Rubio driblou o goleiro e marcou. Numa confusão no banco de reservas, Elano foi expulso, já fora de campo. Se vencer o próximo jogo contra o Cerro, o Santos coloca uma mão na vaga. O Cerro Porteño venceu o lanterna do grupo Deportivo Táchira-VEN por 2 x 0 e virou o líder do Grupo 5, com 8 pontos. O Peixe enfrenta na última rodada, na Vila, o Táchira, pior do grupo com 2 pontos.

Ganso comemora o gol de Neymar, que seria expulso logo depois

Com a vitória sobre o ColoColo, o Santos chegou a

5 pontos O Cerro Porteño, do Paraguai, é o líder do Grupo 5 com 8 pontos

TÉCNICO NOVO

PAULISTA

Muricy estreia contra Americana Empate dá vantagem

O técnico Muricy Ramalho estreia no domingo no comando do Santos na partida contra o Americana, pelo Campeonato Paulista. Campeão brasileiro em 2006, 2007, 2008 e 2010, o treinador assinou contrato na última terça-feira com o clube e foi apresentado ontem na Vila Belmiro. Muricy terá contrato de um ano com preferência de renovação por mais um. Ele trouxe para a Vila dois assistentes: Tata e Claudio Grillo. Na quarta-feira, o técnico assistiu ao jogo contra o Colo-Colo dos camarotes. O cargo de técnico estava vago desde a demissão de Adilson Batista, que saiu em 27 de fevereiro. Marcelo Martellote comandou o time até Muricy chegar. BOXE

Muricy (ao centro) assistiu ao jogo no camarote santista

Serrinha cai no 11º round O pugilista Genilson dos Santos, o “Serrinha”, perdeu para o argentino Carlos Ariel e deixou escapar o título latino da WBO (World Boxing Organization). A disputa valeu pela categoria super mosca (até 52 kg), no sábado (2/4), no Centro Esportivo “Castelo Branco”. A luta foi definida no 11º round. Serrinha, que representa a Baixada Santista, foi nocauteado aos 2m9s, com um soco no queixo. Se vencesse, ele entraria no top 10 da categoria. O adversário original seria Jonathan Martinez, que desistiu por problemas familiares.

nas quartas Um empate contra o Americana dá ao Santos a vantagem de jogar a partida das quartas de final em casa. O Peixe tem 34 pontos e está na quarta colocação. O Palmeiras é o primeiro, com 38 pontos, seguido por São Paulo (37) e Corinthians (35). Com um ponto, o clube impede que a Ponte Preta (quinta colocada com 29 pontos) consiga alcançá-lo. O time de Campinas, por enquanto, é o mais provável adversário do Santos na próxima fase. Neste ano, o Paulista adotou o sistema de mata-mata desde as quartas de final – até o ano passado, a fase começava na semifinal, com dois jogos. Só a decisão terá dois jogos.

FUTSAL

Aymoré tem rodada sábado e segunda A próxima rodada da 41º Taça Aymoré de Futsal acontece nos dias 9 e 11/4. No sábado a rodada é no “Castelão”. Nas categorias chupetinha e mamadeira, o Aymoré enfrenta o Santos. Na fraldinha, o Americano encara o Bola no Pé. Segunda, os jogos serão no Armando Cunha. No chupetinha, o Santos enfrenta Vila Nova e o Portuários, o Meninos do Futuro. No mamadeira, o Santos pega o Cubatense/Paco. No fraldinha, Sesi encara o Meninos do Futuro.


8 8

Social

8 de abril de 2011 - Ano 3 - Edição 158

Reação Popular

8 de abril de 2011 - Ano 3 - Edição 158

Thiago Cocati completou 24 anos no último dia 4, ao lado da namorada Tiara

O jornalista Allan Nóbrega, com sua sobrinha Danúbia, e a também jornalista Catharina Apolinário, que completou 28 anos de muito amor e dedicação ao meio ambiente e ao jornalismo no dia 1º de abril

Parabéns para os aniversariantes de 7 de abril: a defensora dos animais Marcela Titi, com a pequena Samantha, abandonada com tumor de mama; e, na foto ao lado, o fotógrafo e amigo Aderbau Gama

Letícia Souza, que comemorou seus 20 anos no dia 5 de abril

Os aniversariantes de 9 de abril: a nossa prefeita, Marcia Rosa; Roberto Carlos Hinckel de Lima comemorou seus 30 anos com a filha, a gatinha Lídia; acima, o ativista cultural Koquinho Guerreiro (último à direita), com os amigos Amaro, Fernandinho e Rodrigo, ao lado, a defensora dos animais Elisângela Lima, com sua amiga e companheira, a cadelinha Mel

Segunda-feira é dia de festa para a auxiliar de veterinária Cida Bala Paz, que completa 41 anos de muito amor e carinho com os animais, e para Paulo Rogério Fernandes, que chega aos 30 anos — aqui, com o pequeno Vini nos braços

No dia 10, o jornalista Lula Terras (alto, à esq.) celebra 52 anos com a esposa, Margarida, e o filho Arthur. No alto, à dir, Maria Valentina completa dois anos. A menina é filha do diretor-presidente da Cursan, Almir da Silva Moura — aqui, ela está no colo da mãe, Fabiana, e com a irmã Clara. Parabéns também para Drielly Felix (acima, à esq.) e para os 29 anos de Flávia Fortunato Borges (à dir.)

O diretor-presidente da Cursan, Almir da Silva Moura, comemorou mais um aniversário no último dia 7. Felicidades dos colegas de trabalho, amigos e familiares

Luci, que chega aos 42 anos nesta sexta-feira, 8 de abril

A jovem Monikee recebe os parabéns de seu namorado Lukas pelo seu aniversário, no dia 13

Os pequenos Kelvin e Giovanna. Eles são os aniversariantes da próxima terça-feira


Reação Popular

8 de abril de 2011 - Ano 3 - Edição 158

Especial 9


10

8 de abril de 2011 - Ano 3 - Edição 158

Reação Popular


Reação Popular

8 de abril de 2011 - Ano 3 - Edição 158

Cultura 11


12

Reação Popular

Entrelinhas

8 de abril de 2011 - Ano 3 - Edição 158

Dany Burú Moradora de Cubatão

O melhor da nossa festa é você Um novo Parque Anilinas, escolas reformadas, notebooks para alunos e professores, queda da mortalidade infantil, mais de 15 mil novos empregos e o melhor transporte da região. Cubatão cresce e comemora junto com você.

Construir parcerias, olhar para o futuro e enxergar novas oportunidades. A Usiminas participa ativamente da vida

em Cubatão. Dentro da própria Usina e fora dela, a empresa investe em projetos que

geram empregos e recursos para o município. Por meio de ações socioambientais como Usiminas na Escola, Mantiqueira e Escola

Formare Usiminas, além de outras iniciativas culturais e esportivas como o Núcleo

Esportivo Janeth Arcain, a Usiminas ajuda a

criar oportunidades que estão transformando a realidade de muitas pessoas. É assim,

trabalhando cada vez melhor, que a Usiminas presta a sua homenagem aos 62 anos da nossa cidade.

Usiminas. Fazer melhor sempre.

Parabéns, Cubatão. Monique Gabriella da Silva Bezerra, Flávia de Almeida da Silva e Gislaine de Carvalho Silva Alunas do Projeto Formare Usiminas Usina de Cubatão

Pública

www.usiminas.com


Reação Popular 158  

Jornal Reação Popular

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you