Issuu on Google+

Reação Popular

28 de Janeiro de 2011 Ano 3 Edição Nº 148 R$: 0,50

O jornal que fala a sua língua

Áreas priorizadas pela Prefeitura têm as melhores avaliações pela população Pesquisa divulgada pela Tribuna de Santos abarca os dois anos de administração de Marcia Rosa

Pág. 5

Ajuda na hora certa

Roteiro aborda atrações históricas da cidade

PAT de Cubatão tem melhor desempenho do Estado

Mais de 30 anos de lula pela Vila dos Pescadores

Pág. 3

Primeira edição do passeio aconteceu no domingo, dia 23, e teve historiador como guia para as mais de 80 pessoas que acompanharam o trajeto. Pág. 7 Próxima edição já tem fila de espera

Recreação comunitária

Recursos federais

Atividades deste ano começam no dia 30, com a “Descida do Sanfoneiro”, no bairro de Pilões. Confira o calendário Pág. 6 completo e se programe

União renova certificado que permite vinda de recursos federais para investimentos em Cubatão, como as Pág. 6 obras do PAC

Projeto Ágora proporciona cultura e lazer na Praça Princesa Isabel

Daniel Damásio é vencedor dos 10 km Jovem Pan/Santos

Pág. 6

“Dona Lúcia”, da Vila dos Pescadores, conta um pouco da história e das principais lutas dos moradores do bairro, que ainda sofrem com o preconceito de outras Pág. 6 regiões da cidade de Cubatão

Projeto usa futebol e meio ambiente para inclusão de jovens

Pág. 6

Inscrições para curso gratuito de música acabam nesta sexta Pág. 6

Pág. 5


2

Política

28 de Janeiro de 2011

chuva em minas

OLHO VIVO Ecovia$ I A Ecovias, a pretexto de reduzir os acidentes, colocou lombadas na via marginal da Anchieta, no Casqueiro. O resultado foi catastrófico: a incidência de assaltos a motoristas, à noite, assumiu proporções assustadoras. Ecovia$ II Aproveitando-se da redução da velocidade dos veículos, marginais acobertados pela escuridão da pista faziam a “festa”, à mão armada, com os motoristas. A Ecovias alegava que a segurança não era de sua competência. Ecovia$ III Pressionada pelo Poder Público municipal, pela sociedade civil, pelo MP e polícias Civil e Militar, a concessionária retirou a lombada que antecedia a subida da ponte, no sentido Cubatão Santos. Não resolveu. Ainda acobertados pela escuridão e favorecidos pelas demais lombadas, os assaltos persistiram. Para a Ecovias, a iluminação também não era de sua competência. Ecovia$ IV A Prefeitura de Cubatão assumiu os custos e contratou a instalação de iluminação nas vias marginais junto à CPFL. A Ecovias autorizou o projeto. Resultado: os assaltos terminaram e até os acidentes e atropelamentos caíram significativamente. Ecovia$ V Agora, a Ecovia$ foi à Justiça para que sejam instaladas defensas metálicas ou de concreto nos trechos onde foram colocados os postes, sob pena de a iluminação ser retirada. Como os custos do serviço recaem sobre a CPFL, ou a CPFL paga, ou a Prefeitura paga, ou a Ecovia$ retira a iluminação e, aí, quem paga é a população. A Ecovia$ acha que colocação de defensas não é da competência. “De molho” Por volta das 19h da terça, dia 25, um vereador passava de carro pela Rua 13 de Maio, ainda iluminada pela luz natural, em virtude do horário de verão. Sem qualquer cerimônia, passou o sinal vermelho e adentrou a Martins Fontes. Duas ciclistas foram obrigadas a parar no sinal verde para não se acidentarem. Indignadas com o chapéu que tomaram no trânsito, ficaram com cara de pamonha. Melhor o vereador botar as barbas e o bigode de molho, porque tem gente observando...

O Reação Popular é uma publicação semanal da 2L Fábrica de Idéias Comunicação Social Ltda. CNPJ - 09.142.963/0001-02 Circula em toda a Região Metropolitana da Baixada Santista. Endereço: Rua 13 de Maio, 429, sala 21, Vila Nova, Cubatão. CEP: 11525-040 Telefones: (13) 3324-0313/ 3372-7348 E-mail: reacaopopular2@gmail.com

Reação Popular

Bolsa Família pode ser sacado antecipadamente em dez cidades

Ao todo, serão liberados R$ 750 mil para moradores atingidos O Governo Federal permitiu que nove mil famílias do Sul de Minas Gerais atingidas pelas enchentes recebessem o pagamento do Bolsa Família antecipadamente. O benefício já tinha sido fornecido para moradores da região serrana do Rio de Janeiro e de outras localidades e Minas. Ao todo, serão R$ 750 mil destinados aos municípios de Aiuruoca, Alagoa, Careaçu, Itamonte, Machado, Pouso Alegre e São Sebastião da Bela Vista, que estão em situação de emergência decretada pela Defesa Civil, além de Ipuiuna, Santa Rita do Sapucaí e Seritinga. Outros dez mu-

nicípios mineiros que se encontram em situação de emergência serão beneficiados com o pagamento antecipado do Bolsa Família. Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, que controla os valores pagos pelo Bolsa Família, os beneficiários do programa que sofreram prejuízos podem sacar o valor sem necessidade de aguardar as datas correspondentes aos números de seus cartões, como seria de praxe. A flexibilização no calendário de pagamento tem como objetivo oferecer alento à população de baixa renda nesse momento de calamidade.

Região serrana do Rio de Janeiro foi a primeira a receber a antecipação do Programa Bolsa Família

auxílio

Vereadores do PT de Franco da Rocha pedem isenção de IPTU para atingidos pela chuva Os vereadores Léo e Bebé, ambos do PT de Franco da Rocha, entraram com ação na Câmara Municipal para pedir isenção total do IPTU para famílias atingidas pela enchente que arrasou parte da cidade há duas semanas. O motivo são os graves transtornos causados pela inundação. Segundo o vereador Léo, a medida foi tomada para tentar amenizar o sofrimento que os moradores dos bairros atingidos tiveram. “Não podemos admitir que a chuva continue penalizando a população.

Todo ano é assim e a Prefeitura não toma nenhuma atitude. Por isso o Bebé e eu tomamos essa decisão. O PT de Franco está do lado de quem perdeu tudo. Sei que não vai resolver totalmente o problema, mas ajuda a amenizar”, afirmou o parlamentar. A Prefeitura vai tomar as medidas necessárias assim que for o pedido for votado na Câmara. Por conta do recesso parlamentar, o texto deverá entrar em pauta em regime de urgência apenas nos próximos dias. Caso seja aprovado, a isen-

ção do imposto traria conforto a dezenas de famílias que perderam móveis, eletrodomésticos, alimentos e

outros objetos submersos. Em algumas casas, a água chegou a um metro e meio de altura.

Moradora aprova proposta de isenção e diz que usaria dinheiro do imposto para comprar móveis

Tiragem: 10 mil exemplares Editora: Luciana Lane Valiengo MTb 30.758/SP Departamento Comercial: Paulo Ricardo Hourneaux de Mendonça Colaboração: Christiane Castanheira e Alfredo Karras Diagramação: Luciana Lane Valiengo Todos os artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não representam, necessariamente, a opinião do jornal.

“Minha casa era linda, grande. Agora, moro no porão da casa da minha mãe” Telma Martins, moradora da Vila Nossa Senhora Aparecida

“de confiança”

Telma Martins, moradora da Vila Nossa Senhora Aparecida, em Franco da Rocha, viu sua casa ficar debaixo d’água. A situação ficou tão crítica que ela não teve como permanecer no local. “Foram quatro dormitórios inteiros alagados. Minha casa era linda, grande. Agora, moro no porão da casa da minha mãe, sem cama ou guarda-roupa.”, afirmou. A proposta dos vereadores petistas de isentar os afetados pela chuva do pagamento do IPTU deixa a população esperançosa. Segundo Martins, com os cerca de R$ 500 economizados teria

condições de comprar móveis novos. “Sem dúvidas seria uma grande ajuda para quem não tem dinheiro para reconstruir o que perdeu”, disse. A isenção do imposto vai ajudar não somente quem mora no local. Proprietários de imóveis no bairro, mas que não moram lá, também contabilizaram seus prejuízos. “Um vizinho que tinha um restaurante teve que fechar as portas. Outros que alugavam casas para ter uma renda extra perderam os inquilinos. Uma situação lamentável para o bairro”, finalizou a moradora.

Geraldo Alckmin nomeia acusado de improbidade administrativa O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, nomeou José Ortiz para o cargo de presidente da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE). Condenado por improbidade administrativa, ele será respon-

sável por um orçamento de R$ 2,5 bilhões. Durante três mandatos de prefeito de Taubaté, Ortiz acumulou dez ações judiciais em que aparece como réu, sendo oito delas por má gestão dos recursos públi-

cos. Foi condenado em uma delas, acusado de contratar sem concurso público. Segundo o jornal O Estado de S.Paulo, Alckmin confia em seu aliado. Em nota, a assessoria do governador diz que Ortiz “é um homem

público reconhecidamente honesto”. José Ortiz Júnior, filho e advogado do novo presidente da FDE, garante que o pai está de acordo com a lei e não pode ser enquadrado na Ficha Limpa, já que não foi condenado.


28 de Janeiro de 2011

Reação Popular

3

Geral

pesquisa ipat

Áreas priorizadas por Marcia Rosa são as mais bem avaliadas pela população Levantamento divulgado pela Tribuna de Santos avalia os dois anos de mandato da Prefeita Os setores definidos como prioridade nos primeiros anos de mandato de Marcia Rosa são os mais lembrados positivamente pela população. É o que revela pesquisa realizada este mês pelo IPAT (Instituto de Pesquisas A Tribuna) com 810 pessoas de todos os bairros da cidade. Além disso, 55,8% delas deram nota geral entre cinco e dez para a gestão da Prefeita – a primeira mulher a comandar Cubatão. Na pesquisa que avaliou o primeiro ano de mandato, realizada em fevereiro de 2010, os setores mais bem avaliados foram os de transporte coletivo (10,5% das pessoas consideraram essa a melhor atuação de Marcia Rosa) e saúde (9,7%). A partir de julho do mesmo ano, saúde (15,2%) e educação (9,6%) passaram a liderar a pesquisa. “Em 2009, minha meta era resolver a questão do transporte público. Em 2010, o foco foi a educação. E este será o ano das obras”, diz a prefeita. As três pesquisas foram realizadas pelo IPAT, em todos os municípios da Baixada. Elas aconteceram em janeiro e julho de 2010 e em janeiro deste ano. Em 2011, ao questionar sobre a qualidade dos serviços municipais, os destaques da pesquisa ficaram

para a coleta de lixo (54,9% de avaliações ótimas ou boas), do transporte coletivo (48,7%) e da educação (36,5%). Também nota-se uma preocupação constante com a área de saúde. O setor de educação da cidade, no primeiro ano de mandato de Márcia Rosa, foi considerado o melhor por 6% das pessoas. Em julho de 2010, por 9,6% e, em janeiro de 2011, por 13,5%. Vale lembrar que em novembro de 2009 foi lançado o PAE (Programa de Atenção à Educação), que canalizou os esforços da Prefeitura e definiu as diretrizes para investimento na área. Em comparação com as outras cidades da Baixada Santista, Cubatão possui uma percepção da saúde superior à média. Em 2011, o setor recebeu 62,9% de opiniões boas, ótimas ou regulares. As avaliações ruins e péssimas, em Peruíbe e Itanhaém, por exemplo, chegaram a 70,6% e a 65,8%, respectivamente. Com base nas pesquisas, também é possível concluir que os mais jovens tendem a demonstrar maior apoio ao governo da Prefeita. Entre as pessoas com 16 e 17 anos, 71,4% aprovam a administração de Marcia Rosa, com 42,9% de avaliações boas e ótimas. Já na faixa etária dos 60 aos 69, a satisfação cai para 30,8%.

Já ao comparar os sexos, as respostas são equilibradas. 56,4% dos homens e 59,2% das mulheres acreditam que a administração da prefeita é positiva ou regular. Há 39,2% de aprovação masculina, contra 36,9% feminina. Momento crítico O momento em que as pesquisas recentes do IPAT

foram realizadas não foi favorável para as cidades da Baixada. Atualmente, a região da Serra do Mar está sendo castigada por chuvas intensas, deslizamentos e outras situações emergenciais, o que influi diretamente na percepção dos moradores sobre os serviços municipais. A tendência fica mais clara ao observarmos al-

guns indicadores de Cubatão, como o de limpeza da cidade. Entre janeiro e julho de 2010, as avaliações positivas e neutras passaram de 71,1% para 79,3%. Porém, neste ano, houve uma redução para 63,6%. Com o setor de trânsito, a situação é parecida: 68,6% (jan/2010), 73,7% (jul/2010) e 68,7% (jan/2011). O mesmo movimento de

redução acontece nas pesquisas de cidades vizinhas. No Guarujá, a conservação de ruas recebeu 15,6% de opiniões boas e ótimas no início do ano passado e 23,7% em julho; em 2011, o número caiu para 8,8%. Já no setor de coleta de lixo da Praia Grande, a satisfação passou de 71,6% (jan/2010) para 68,5% (jul/2010), até 64,3% (jan/2011).

Números destacam carárer democrático da Prefeita A pesquisa do IPAT de janeiro deste ano destaca o perfil democrático das ações da atual administração. Para 42,1% da população, Marcia Rosa é uma líder democrática, enquanto 35,3% consideram seu governo autoritário. Diversos são os projetos que contribuem para a boa imagem da gestão munici-

pal. Espaços como os encontros de Gestão Transparente servem para ampliar o diálogo e prestar contas à população. Também as conferências municipais, os constantes seminários sobre assuntos de interesse público e a reativação dos conselhos municipais ajudam a consolidar o aspecto democrático da prefeitura.

Estudante de escola pública é aprovado em medicina em Cubatão Mais Bela realiza duas das maiores Universidades do País novas melhorias Yuri Vieira de Lima Santos, 19 anos, foi aprovado em medicina na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), de Uberaba. Yuri também passou para a segunda fase na Universidade Estadual Paulista (Unesp), Univer-

sidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Universidade Federal de Viçosa e na Universidade de São Paulo. Tento feito os seus estudos em escolas públicas de Cubatão, Yuri é ainda o primeiro na lista de espera da Universidade Federal de São Carlos (UFscar).

Nesta sexta-feira (28), a Companhia Cubatense de Urbanização e Saneamento – Cursan termina mais uma programação semanal do projeto “Cubatão Mais Bela”. Os serviços estão sendo executados nos bairros Vila Paulista, Centro, Vila Nova, Jardim Casqueiro, Jardim 31 de Mar-

ço, Vila Natal, Vila Esperança, Parque São Luiz, Ilha Caraguatá e Vila Santa Rosa. As ações de melhoria urbana incluem reparos em calçadas, rebaixamento de guias, construção de rampas, caiação de guias e postes, roçagem e jardinagem das unidades de ensino e das UBSs.

Programação do Recreação Comunitária recomeça no dia 30 no bairro de Pilões O Recreação Comunitária, projeto da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, recomeça no dia 30, com a Descida do Sanfoneiro no bairro Pilões. O programa já tem calendário definido para todos os meses do ano, muitas vezes coincidindo com as festas da cidade. Em abril, aniversário de Cubatão, já foram separadas nove datas para eventos que acontecerão em diversos bairros. Em 2010, a Descida do Sanfoneiro reuniu mais

de 90 mil pessoas, entre adultos e crianças. Este ano, pretende ampliar o número de atendimentos. Durante os eventos do programa Recreação Comunitária, são oferecidos diversos benefícios à população, como emissão do RG, corte de cabelo, manicure, informações sobre o Bolsa Família e Bolsa Escola, Posto de Atendimento ao Trabalhador, educação para o trânsito, atividades culturais, educacionais e ecológicas.

UME Elza Silva dos Santos, Morro do Índio [27 de Fevereiro] UME Martim Afonso, Jardim Nova República [27 de Março] Diversos Bairros

[02, 03, 09, 10, 16, 17, 23, 24 e 30 de Abril]

Local não definido

[1º de Maio]

UME Padre José de Anchieta, Jardim Costa e Silva

[25 de Maio]

Parque Ecológico Cotia Pará

[5 de Junho]

Centro Esportivo Castelo Branco, Centro

[11 de Junho]

UME próxima ao campo de futebol da Cota 200 [31 de Julho] Centro Esportivo Pita, na Vila Nova

[28 de Agosto]

Praça Independência, no Jardim Casqueiro [25 de Setembro] Kartódromo Municipal, Centro

[12 de Outubro]

Creche da Fabril

[17 de Novembro]

Conjunto Poliesportivo Roberto Dick

[11 de Dezembro]

Vila dos Pescadores

[17 de Dezembro]

“Foi uma festa muito bacana, uma tarde inteira de diversão, todo ano é uma surpresa e eles conseguem fazer melhor.” Vanuzia Matos, 40 anos, Vila São José

“Foi muito legal, principalmente para as crianças que se divertiram e ainda ganharam brinquedos”. Luzinete Rafael da Silva, 38 anos, Vila São José


4

Inclusão

Reação Popular

28 de Janeiro de 2011

Entrevista

Moradora há 35 anos da Vila dos Pescadores, Dona Lúcia conta como ajudou a amenizar as carências da A Vila dos Pescadores, que no início era apenas residência dos pescadores de caranguejo no mangue, hoje abriga cerca de 10 mil pessoas. “Dona Lúcia”, como é conhecida Maria de Lourdes Almeida Souza, 63 anos, está no local há mais de Como era o bairro quando a senhora chegou? Quando eu cheguei à Vila dos Pescadores, não tinha nada, nem água encanada nem energia elétrica. No início, eram poucos moradores, o bairro era muito discriminado por ser uma área ocupada. Nós nos euníamos sempre na Capela de São Pedro e foi lá que fundamos a Associação Comunitária da Vila dos Pescadores, por volta de 1977.

“Dona Lúcia” foi uma das fundadoras do Conselho Tutelar de Cubatão Por realizar durante anos um trabalho com crianças na Vila dos Pescadores, Dona Lúcia participou da fundação do Conselho Tutelar de Cubatão e tornou-se a representante do bairro. “Queriam um representante por bairro,

me convidaram e eu aceitei”, conta. “Era um trabalho bom, mas era muito difícil para mim que estava começando, porque precisa entender das regras, dos estatutos e fazer os relatórios, mas valeu muito a pena”,

afirma. Para ela, entretanto, havia um problema: sua atenção tinha que estar voltada quase que integralmente para Conselho Tutelar e o trabalho realizado no Grupo de Apoio à Criança da comunidade ficaria em se-

E hoje, como é a Vila? A pesca do caranguejo ainda é muito importante para os moradores e sempre foi muito útil para o pessoal. Mas atualmente a ficou mais difícil e cada vez mais diminuiu o número de pais de família pescadores. Nós temos que nos conscientizar de que nós prejudicamos muito o mangue, que somos invasores da natureza. A maioria dos moradores atualmente trabalha para as indústrias da cidade. Como é sua relação com os outros moradores? É muito boa, eu moro aqui há 35 anos, criei meus filhos e netos aqui. Conheço muita gente e sou respeitada por todos. Sempre, quando alguém tinha al-

30 anos e participou ativamente do crescimento e da estruturação do bairro, ajudando no apoio social e psicológico das famílias. Hoje, mesmo com problemas de saúde, ela ainda é procurada pelos vizinhos que buscam conselhos e apoio.

gum problema e precisava de um conselho, vinha falar comigo e eu ajudava no que podia. As pessoas sempre se sentiram discriminadas por morar num bairro pobre e eu dizia pra eles que todo mundo é igual, independente do lugar onde mora. Como foi criada a Associação Comunitária? Nós começamos fazendo reuniões na Capela de São Pedro para tentar ajudar mulheres que tiveram filhos e estavam despreparadas. Dávamos palestras ensinando a cuidar dos filhos e a fazer determinadas tarefas de casa e também ajudávamos com doação de alimentos e roupas. As reuniões começaram a atrair mais gente e a capela ficou pequena. Solicitamos ajuda da Prefeitura da época e um tempo depois nos enviaram material de construção. Como a senhora se tornou presidente? Quando o Padre Antônio Oliver percebeu que as reuniões dos moradores estavam ficando cada vez maiores, teve a ideia de montarmos uma Associação Comunitária e, pelo trabalho que nós já realizávamos com mães e crianças

do bairro, disse que o ideal seria que uma mulher assumisse a presidência e indicou o meu nome. Como a senhora começou a trabalhar no Grupo de Apoio a Criança? Sou uma das fundadoras. Nós começamos dando orientação para as famílias e fornecendo sopa nutritiva feita com ossos, legumes e verduras. Depois começamos a oferecer reforço escolar e curso de capacitação, já que a principal reclamação das mulheres era em relação a oferta de emprego. Quando começamos atendíamos a 20 crianças. Quando eu deixei a presidência da instituição em 2008, cerca de 250 crianças eram assistidas. Tínhamos funcionários contratados com recursos da Prefeitura e do Estado, psicólogo, fonoaudiólogo e assistente social além de cerca de 50 mães que eram voluntárias. A transferência da sede do Grupo de Apoio a Criança foi uma coisa que nos deixou muito feliz. O espaço estava reduzido, precisávamos de um local maior, então utilizamos o dinheiro do bazar da comunidade para iniciar a reforma. A mão de obra foi toda dos moradores.

MULHERES

Associação Construindo Gênero elege nova presidente

“Caminhada Solidária” arrecada cerca de 800 quilos de doações para o Rio Aproximadamente 800 quilos entre alimentos, água e roupas foram arrecadados no último domingo, dia 23, na “Caminhada Solidária”, realizada na Ilha Caraguatá. O evento serviu para arrecadar doações para os desabrigados da região serrana do Rio de Janeiro, invadida pelas chuvas e temporais, que mataram cerca de 900 pes-

A associação de mulheres “Construindo Gênero” está com nova diretoria. Após três anos à frente da entidade, Roseli Maria de Oliveira deixou a presidência para assumir a Coordenadoria da Mulher da Prefeitura de Cubatão. A psicóloga Alair de Carvalho Bossan foi eleita, por unanimidade, pelas demais mulheres que com-

põem a organização. Após agradecer o apoio recebido, a nova presidente pediu ao grupo empenho e muita dedicação para que projetos como a construção do Centro de Referência da Mulher, que já tem suas obras em andamento, tornem-se realidade. Desde o final do ano passado, a entidade está à frente do projeto de

construção do Centro de Referência, patrocinado pela Petrobras. Na composição da Associação para a gestão de 2011 a 2014, a Diretoria Executiva é composta por: Alair de Carvalho Bossan, presidente, Silvia Carla Freitas Barreto, diretora institucional, e Marilene Golumabauskui, diretora administrativa. O Conse-

lho Diretor terá Cíntia Neli da Silva Inácio, Adelaide Dória de Matos e Graça Maria Costa da Silva. Já o Conselho Fiscal terá Elaine Cristina Vidal, Maria Graça de Souza e Rute Hernandes Rosa Ramos. As suplentes do conselho fiscal serão Nair Teixeira de Araújo, Dimas Quintino Malta e Sirlene Miranda Ribeiro.

soas oficialmente. O vereador Paulo Tito, morador do bairro e organizador do evento juntamente com a Sociedade de Melhoramentos da Ilha Caraguatá, resumiu o clima da caminhada: “Sabemos que estamos contribuindo com uma causa nobre. Esperamos que muitos cubatenses façam o mesmo”.


Reação Popular

28 de Janeiro de 2011

5

Cidade

emprego

PAT de Cubatão tem o melhor desempenho do estado Com 6.933 contratações, posto de Cubatão teve desempenho 22,51% maior que em 2009 Com 6.933 empregos intermediados em 2010, o Posto de Atendimento ao Trabalhador cresceu mais de 20% no último ano O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) da cidade realizou 6.933 intermediações de mão de obra no ano passado, o que representa um crescimento de 22,51% com relação a 2009. Esse bom desempenho garantiu ao serviço de Cubatão, pelo segundo ano consecutivo, o primeiro lugar entre os PATs de todo o estado de São Paulo. As funções que mais demandaram trabalhadores em 2010 foram as de

ajudante (2.046 vagas), servente de obras (767), mecânico montador (510), soldador (380), pedreiro (300) e montador de andaimes (299). Os três meses que alcançaram as maiores contratações foram outubro (1.163), novembro (1.099), dezembro (697). O Pacto pelo Emprego foi o principal responsável pelo aumento da oferta de vagas. O Programa, lançado pela Prefeita Marcia Rosa, incentiva a contratação da mão-de-obra local e o investimento em formação, capacitação e qualificação dos trabalhadores cubatenses.

VAGAS DISPONÍVEIS NO PAT Função

Vagas

Analista de Processos Analista de Processos - PNE Analista Planejamento Analista Planejamento - PNE Armador Bloqueiro Carpinteiro Eletricista Montador e FC Encanador Industrial Encarregado Elétrica Encarregado Tubulação Enfermeiro do Trabalho Engenheiro de Produtos Engenheiro de Produtos - PNE Engenheiro de Projetos

01 01 01 01 100 50 100 30 15 05 08 04 01 01 01

Função

Vagas

Engenheiro de Projetos - PNE Engenheiro Manutenção Engenheiro Manutenção - PNE Funileiro Inspetor de Produtos (Mecânica) Inspetor de Produtos (Metalurgia) Inspetor de Produtos - PNE Inspetor de Qualidade Laboratorista Mecânica Laboratorista Mecânica - PNE Laboratorista Químico Laboratorista Químico - PNE Líder de Elétrica Manobrador Manobrador - PNE

01 01 01 05 06 04 04 04 06 06 03 03 06 03 03

Função Mecânico de Máquinas Motorista - Fem. e Masc. Motorista Carreteiro Motorista ônibus e van Nutricionista

02 10 10 40 01

Operador de máquinas/ equipamentos - nas áreas de águas, vapor, gás, energia

03

Operador de máquinas/ equipamentos - nas áreas de águas, vapor, gás, energia - PNE

03

Operador Ponte Rolante Operador Ponte Rolante - PNE Operador Retroescavadeira

50 50 06

União renova certificado que permite vinda de recursos federais para investimentos em Cubatão Cubatão acaba de renovar seu Certificado de Regularidade Previdenciária (CRP) do Funprevi (Fundo de Previdência de Cubatão), por meio do Ministério de Previdência Social. Isso significa que a cidade está apta para receber transferências voluntárias do Governo Federal, que

permitem a realização ou continuidade de importantes projetos, como o PAC. O Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) 1 e 2 irá beneficiar cerca de 30 mil moradores, com a urbanização de bairros da periferia do município, como a Vila dos Pescadores e a Vila Esperança. A reno-

vação do Certificado também possibilita que a Prefeitura firme acordos, contratos, convênios, empréstimos e financiamentos com entidades administradas direta e/ou indireta pela União. O governo municipal permanece habilitado a garantir a liberação de re-

Vagas

cursos para empréstimos e financiamentos já firmados com instituições federais. A renovação do Certificado de Regularidade Previdenciária deve acontecer a cada seis meses, após o Ministério Público verificar se o município está cumprindo uma série de exigências legais.

Função

Vagas

Pedreiro Pintor Jatista Soldador RX Soldador TIG Soldador TIG, RX, Grafite Técnico Automação e Controle Técnico Automação e Controle - PNE

100 10 10 10 40 01

Técnico de Desporto Técnico Manutenção Técnico Manutenção - PNE Técnico Operação Técnico Operação - PNE Vigilante

05 01 01 01 01 30

01

CMT diminui intervalos entre partidas de ônibus na Linha 6

Há uma semana, o intervalo entre as saídas de ônibus da Linha 6 Pilões-Centro está consideravelmente menor. Desde a última sexta-feira, dia 21, as viagens acontecem a cada 25 ou 35 minutos, entre as 6h30 e 19h30 dos dias úteis. Antes da medida, o intervalo entre as partidas de veículos era normalmente de uma hora. A diminuição do tempo de espera pelos usuários possibilitou um aumento no número de circulação, que passou de 28 para 44 viagens ao dia. As equipes técnicas da

CMT (Companhia Municipal de Trânsito) de Cubatão e a empresa concessionária do Transporte Coletivo na cidade, Víação Trans Líder, foram as responsáveis pela alteração. O trabalho exigiu uma análise aprofundada do f luxo cotidiano de passgeiros e da quantidade de ônibus usados no itinerário. A mudança diminuirá o tempo gasto pelos moradores para chegar ao centro da cidade, já que Pilões é um dos bairros mais afastados da cidade. O itinerário da Linha 6 não sofrerá alterações.


6

Cultura

Reação Popular

28 de Janeiro de 2011

patrimônio arquitetônico

Roteiro destaca atrações históricas de Cubatão Atividade ajuda a conhecer melhor monumentos arquitetônicos da cidade Cerca de 40 pessoas percorreram no último domingo, dia 23, os locais históricos de Cubatão. O passeio, que é um projeto da Prefeitura por meio da Secretaria de Cultura e visa valorizar a história do município, já possui até fila de espera para o mês que vem. A viagem cultural começou na Avenida Nove de Abril em frente à Biblioteca Municipal. O local já foi a sede da prefeitura e abrigou a primeira escola municipal.

O roteiro seguiu passando por dois patrimônios tombados: o Largo do Sapo, que abrigou um posto alfandegário na época do Brasil império e o Cemitério Israelita, que tem lápides desde a década de 1920. Então passaram pelo Cruzeiro Quinhentista, o primeiro dos monumentos da Serra do Mar. De lá visitaram a Vila Light e a Vila Fabril, remanescentes das vilas operárias do período de industrialização do Brasil.

““Eu adorei conhecer a Light. É um lugar muito tranqüilo, parece outro mundo.” Vera Lúcia Alvez da Cruz, 56 anos, Vila Nova

Imaginação é cultivada nas férias Quem não gosta do período de férias escolares? Em Cubatão, crianças e adolescentes têm um motivo a mais para curtir esse período. É que nessas férias a leitura vai estar ainda mais presente no dia-a-dia. Na quinta-feira, 20, dezenas de pessoas participaram de uma tarde inteira dedicada à contação de histórias. Para a educadora Eliana Grecco, que mante-

ve todos entretidos, essa é uma forma importante de promover a leitura. “ Dessa maneira, também incentivamos a leitura junto à meninada”, disse. A tarde de histórias faz parte do projeto “Hora do Conto”, no qual a educadora percorre bibliotecas públicas, escolas, entidades assistenciais entre lugares para contar as histórias. Utilizando-se de figurinos

simples e de materiais lúdicos, como chapéu, pedaços de madeira e lenços, ela transporta a todos para um mundo mágico. Além das histórias, a Prefeitura mantém uma programação especial para os jovens. Na Biblioteca Municipal existe a sala de leitura “Faz de Conta”, que abriga títulos infantis, infantojuvenis, histórias em quadrinhos e livros paradidáticos.

Projeto Ágora proporciona cultura e lazer na Praça Princesa Isabel

O centro de Cubatão foi invadido por uma onda cultural no último final de semana. O Projeto Agora teve início no sábado (22) com apresentações de música e dança e exposição de poesia e arte, atraindo a atenção da população para a recém reformada Praça Princesa Isabel. Foram realizadas apresentações musicais da Afrobanda e dos cantores e instrumentistas Baeta, Dan Lisboa, Jackson e Pajé. Com performances de hip

Inscrições para curso gratuito de música acabam nesta sexta Termina nesta sexta, dia 28, as inscrições para os cursos de música (música, dança e canto coral) da BEC (Banda Escola de Cubatão), todos gratuitos. As inscrições devem ser feitas na Avenida Nove de Abril, 2275, das 9h às 17h. São oferecidas mais de 100 vagas e os estudantes aprendem a

teoria e a prática, desde o conhecimento das primeiras notas até a leitura de partituras e o uso do instrumento musical. Para os pequeninos que ingressam no BEC, há o curso de Musicalização Infantil. Ali, crianças a partir de seis anos têm o primeiro contato com o mundo musical.

hop e break, a Cia Pedro Paulo Academia de Hip Hop animou a plateia. Os capoeiristas do Grupo Meninos Guerreiros também fizeram passos de tirar o fôlego dos presentes. Foram montadas tendas em torno da praça que ofereceram para a criançada atividades como oficina de origami e pintura do rosto. Em outras tendas foram

expostas obras de arte de escultores e artesãos locais. Segundo o secretário municipal de cultura Wellington Borges, esse foi o primeiro evento do projeto, que percorrerá praças de diversos bairros de Cubatão nos próximos sábados, sempre com o objetivo de prestigiar e divulgar o trabalho de artistas cubatenses.


28 de Janeiro de 2011

Reação Popular

Esportes

7

bola cheia

Projeto usa futebol para ajudar jovens de Cubatão Programa procura unir a prática do esporte ao respeito pelo meio ambiente e à inclusão social Em 2009, cerca de 150 jovens de oito a 16 anos de idade tiveram a oportunidade de aprender ações educacionais durante aulas práticas e teóricas de futebol de campo. O projeto “Garoto na Escola é Bom de Bola” reuniu ex-jogadores de peso, que cuidaram da garotada nas dependências do Sesi de Cubatão. Este ano serão 200 jovens participantes durante um ano. Responsável pelo projeto, o grupo Gaba (Garotos Associados da Baixada) busca empresas que queiram ser parceiras no empreendimento, que permite a quem contribui abatimento de em 1% no imposto de renda para pessoa jurídica e em até 6% para pessoa física. Outro projeto que vem

acrescentar o trabalho do Gaba é “Garoto no Campo é Bom de Bola e Bom de Escola”, que visa atender 3.200 crianças com oito horas de atividades aos sábados. Serão aulas educacionais, esportivas, além de oficinas de reciclagem. A cada mês, uma escola do Município vai ser atendida para promover os trabalhos. No total serão 20 escolas participantes, com 160 alunos cada. O “Garoto no Campo” foi aprovado pelo Ministério do Esporte em 21/12/2010. Interessados em contribuir com os projetos que atenderão mais de quatro mil jovens estudantes em Cubatão, podem entrar em contato pelo número (11) 3061-3133 ou (11) 97001782. Mais informações no site www.gaba.org.br.

Cubatense Daniel Damásio é vencedor dos 10 km Jovem Pan/Santos Daniel Ricardo Damásio venceu no último domingo, dia 23, a primeira competição de atletismo da Baixada Santista em 2011, os 10 km Jovem Pan/Santos. O cubatense completou a prova em 33 minutos e 42 segundos, seguido pelo santista José Adilson Andrade e então

pelo também cubatense Elias Batista de Oliveira. Esta foi a segunda edição da competição, que teve inicio em 2010, e aconteceu na Praia de Vila Guilhermina, na cidade da Praia Grande e reuniu cerca de 1.500 competidores. Cubatão levou para a prova uma equipe com-

Nada de grama, Falcão veio para brilhar na quadra

posta por sete atletas para a prova. Além do ouro e do bronze conquistados, o destaque ficou por conta de Vinicius Francisco Cruz, novo contratado da equipe Semes/Cubatão, que chegou em 5º lugar no geral masculino, com o em 35 minutos e 25 segundos.

Experiente, Elano vira referência para mais novos dentro de campo Com experiência adquirida ao longo de seus 29 anos, Elano é um dos principais jogadores no grupo do Santos para a temporada 2011. Sua importância é evidenciada pela liderança que tem exercido dentro de campo. Ainda sem poder contar com Neymar e Ganso, na Seleção Sub-20 e no departamento médico, respectivamente, além de outros desfalques Adílson Batista nem se preocupa com as ausências temporárias. Sabe que Elano tem personalidade para arrumar a casa santista

80 crianças cubatenses participam das Férias da Associação Unidos do Karatê Entre os dias 10 e 21 de janeiro, aconteceu a primeira Colônia de Férias da Associação Unidos do Karatê. Realizado no Colégio Anchieta do Jardim Costa e Silva, o evento contou com a colaboração da Secretaria Municipal de Educação e da Secretaria de Esportes. Cerca de 80 crianças, de quatro a onze anos, participaram da programação. 15 monitores foram responsáveis por orga-

nizar brincadeiras como ‘corre cotia’, pula corda, cabo de força, queimada e rouba bandeira. As crianças também fizeram passeios externos, ao Aquário Municipal de Santos e à Arena da praia do Gonzaga. Segundo um dos organizadores, Luis Antonio Alexandre dos Santos, a Colônia teve um saldo positivo, o que o incentiva a realizar mais atividades parecidas até o final do

ano. “É a primeira vez que organizamos esse tipo de programa com a comunidade. Antes, fazíamos o ‘Acampadentro’, durante dois dias, somente com alunos da academia. Resolvemos expandir as ações para a comunidade e deu certo. A colônia foi uma experiência muito boa. Tivemos várias brincadeiras e as crianças interagiram entre si, além de se divertirem bastante”.

Recém-chegado ao futsal do Santos, Falcão pisou na Vila Belmiro consciente da posição que veio ocupar. O ala rechaçou qualquer possibilidade de migrar para os campos. “Seria maravilhoso disputar alguma partida, mas não está nos planos. Além disso, não seria justo com quem já está no grupo, buscando uma vaga no time. Eu vim aqui para jogar futsal”, disse o atual capitão da

Seleção Brasileira de futsal. A questão foi levantada porque o jogador já teve uma rápida passagem pelos gramados. Em 2005, jogou pelo São Paulo e acabou deixando o time após uma série de problemas de relacionamento com o técnico Émerson Leão. Superada a questão, Falcão chega para agregar valor ao futsal do Santos, consolidando a modalidade no Estado, e buscar títulos.

Embora o discurso seja cauteloso, o ala deixou escapar sua vontade de entrar na Vila com a camisa do Peixe. Nem que fosse em uma ocasião especial. “O Santos está num ano especial. O clube já tem muita coisa, uma série de jogadores de nome, como Neymar, Ganso, Elano. De repente, seria um prazer jogar ao lado deles num jogo festivo, mas não tem nada combinado sobre isso”, emendou Falcão.


8

Social

Alaíde Alves, que completou 82 anos, no dia 12, com as netas Edna e Nalva. Muita saúde, alegria e amor é o que desejam os familiares

Reação Popular

O pequeno Heitor, que completou dois anos no último dia 05, é filho de Sílvia e Marcelo Camarão e neto da prefeita Marcia Rosa

28 de Janeiro de 2011

Bianchi, filho de Aline e Anderson, completou dois anos no último dia 08

A médica veterinária Fernanda Dias Barros, aniversariante do último dia 27 de dezembro

pequena e linda Kauane Ferreira, que fez nove aninhos no último dia 10. Parabéns da mãe Andréia Ferreira Letícia Portela - com sua mãe Leila -, que completa 28 anos de muita alegria na próxima segunda-feira, dia 17

Márcia, comemora 31 anos no próximo dia 21

Aniversariantes desta sexta-feira, dia 14: a advogada Patrícia Luz, que faz 28 anos, Neiva, que comemora seus 37, e Cléa Oliveira, com o marido Marco Antonio

Elza Barbosa Lopes, que faz aniversário neste domingo, dia 16, com o pai, Edésio

Lucinha Coelho, que completou 40 anos no último dia 05, com o marido Nilto

A debutante Gabriele, que reuniu amigos e familiares em seu aniversário no último dia 08, nas dependências da ACIC, com os pais Gilberto e Regina e a irmã Carolina

Ana Carolina, que completou mais um aniversário no último dia 05, com os pais Ana e Serafim e seu irmão Vitor

Núbia, que completou 23 anos no dia 23 de dezembro

A veterinária Tatiana Ariki, que completou mais uma primavera no último dia 13

Sílvia Santos, aniversariante do último dia 03


Reação Popular nº148