Issuu on Google+

REABILITAÇÃO DO EDIFÍCIO DA RUA DA ATALAIA, 18

MAIO 2014


A 2 de Maio de 2014 terminaram as obras de reabilitação do edifício da rua da Atalaia 18. O edifício data de meados do século XIX e sofreu obras de reabilitação há cerca de 10 anos, que contribuíram para a descaracterização das zonas comuns interiores (hall de entrada e caixa de escadas). No exterior, a fachada é revestida a azulejo de padrão geométrico e o 1º, 3º e 4º pisos apresentam largas janelas de sacada. No interior apresenta uma distribuição dos apartamentos em “esquerdo-direito”, que foi mantida. A intervenção durou cerca de três meses e contribuiu para a regeneração do bairro, com a ocupação de uma das lojas por uma galeria de arte e com a diversificação da utilização dos apartamentos. O edifício foi valorizado através da remoção de elementos acrescentados ao longo dos anos e com a introdução de novos elementos que contribuem para a melhoria das condições de habitabilidade do espaço. Com o fim das obras previstas para esta empreitada iniciam-se os cinco anos de garantia do Empreiteiro sobre defeitos em elementos e áreas intervencionadas na presente obra. Relembramos que a presente obra contemplou as seguintes acções: • o o o •

o o • o o

o

o o o • o

Reabilitação do envelope do edifício; Foram colocados azulejos nas áreas onde estes estavam em falta, na fachada da rua da Atalaia. Para tal foram encomendados azulejos de características e configuração semelhantes às existentes; A tardoz foram picadas as áreas onde a alvenaria se encontrava desagregada e foi pintada a parede na sua totalidade, salvaguardando as cantarias em pedra existentes; O saguão foi limpo de sujidades e lixos acumulados e os elementos dissonantes foram removidos; Remoção da rede de gás existente, execução de nova rede eléctrica, adaptação da rede de telecomunicações existente, execução de nova rede de drenagem de águas pluviais e reabilitação de excertos da rede de drenagem de águas residuais existente; Foram substituídos os troços da rede de drenagem de águas residuais que ligavam à rede da habitação, tendo sido verificado o bom estado das prumadas comuns instaladas no saguão; Foi instalada uma nova rede eléctrica que permite que as fracções aumentem a potência actualmente instalada, caso seja necessário; Reabilitação das zonas interiores comuns do edifício e valorização patrimonial dos elementos originais do edifício; Remoção do capeamento em madeira existente nas escadas, que tinha sido colocado aquando da última intervenção. Reabilitação e substituição de alguns elementos. Foram retirados todos os elementos dissonantes que tinham sido aplicados na intervenção anterior. Removeram-se os painéis de azulejo de fabrico industrial instalados no hall e foram retirados todos elementos metálicos que protegiam as colunas de água e gás; Foram executadas duas coretes em pladur de modo a ocultar a passagem da coluna eléctrica nos vários patamares e uma terceira nos patamares intermédios, de forma a ocultar a rede de distribuição de águas; No hall de entrada foram colocados novos armários das instalações de águas e electricidade; O pavimento em mosaico hidráulico existente no hall de entrada foi preservado, tendo sido aplicado produto desengordurante recomendado e hidrófugo de forma a conferir protecção; Foram melhoradas as condições de iluminação do hall de entrada e da caixa de escadas, graças ao estudo iluminotécnico encomendado; Reabilitação estrutural de elementos danificados; Foi efectuada a reabilitação estrutural de alguns elementos da envolvente da loja, incluindo paredes de alvenaria de pedra e estruturas de pavimento.

O facto de as obras se terem desenrolado com o constrangimento de quatro das fracções habitacionais estarem ocupadas por inquilinos aumentou a complexidade logística da obra. Consideramos este um projecto imobiliário que espelha bem o método desenvolvido pela empresa: num trabalho colaborativo com os nossos clientes, contribuímos para a revitalização da cidade de Lisboa sob todos os pontos de vista: social, económico e patrimonial. A Reabilita agradece uma vez mais a confiança dos seus clientes.


1 – Entrada do edifício após as obras


2 – Antes e depois – Escadas

3 – Depois das obras – Instalações técnicas de electricidade, campainhas e caixas de derivação instaladas


4 – Antes e depois – Patamares de entrada nas fracções

5 – Antes e depois – Hall de entrada


6 – Durante – Foi reaproveitado o mosaico hidráulico retirado da zona dos armários para substituir mosaicos que não tinham o padrão aplicado no hall de entrada

7 – Antes e depois – Reabilitação das caixas de correio


8 – Antes e depois – Armário técnico em mdf lacado

9 – Antes e depois – Hall de entrada e configuração dos armários técnicos


Atalaia, 18