Issuu on Google+

ISSN 1807-166X

Revista Racine 109

109 Ano XIX Março Abril 2009

Edição l Especia

Edição Especial - 19a Semana Racine de Atualização em Farmácia, 19a Expo Farmácia e Eventos Integrados

08 a 11 de julho de 2009 Expo Center Norte São Paulo (SP) - Brasil Eventos Integrados

Programação Detalhada das Atividades Depoimentos de Instituições Apoiadoras Sites dos Eventos Novo Expo Center Norte

Março/Abril 2009

Leia Também Farmácia Clínica / Atenção Farmacêutica Atenção Farmacêutica como Construção da Realidade Pág. 94

Farmácia Hospitalar Gestão da Qualidade na Farmácia Hospitalar - Parte 2 Pág. 103


Editorial 19ª Semana Racine de Atualização em Farmácia, 19ª Expo Farmácia e Eventos Integrados Congregam Profissionais e Empresas em Torno de Mudanças Positivas Realizar um evento e vê-lo acontecer, com todos os seus desdobramentos, é uma vivência única, capaz de nos fazer trabalhar com afinco e máxima dedicação durante meses, para que, no momento de sua realização, os participantes se surpreendam e obtenham o máximo de cada atividade, em retribuição ao esforço que fizeram para estarem ali presentes. No próximo mês de julho, dos dias 08 a 11, teremos mais uma oportunidade de trazer aos congressistas e visitantes a possibilidade de atualizarem-se, de implementarem mudanças em suas vidas profissionais e suas empresas, visando construir, com isso, um setor farmacêutico e da saúde que atenda às demandas requisitadas pela sociedade e pelos órgãos oficiais que regem estes segmentos. Para isso, realizaremos simultaneamente seis eventos com conteúdo técnico e gerencial compostos de palestras, cursos e simpósios - além da 19ª Semana Racine de Atualização em Farmácia, congresso que deu início às demais realizações, o 6º Encontro Racine de Professores Universitários, o Cosmetic Show, o Espaço Showcase, o Arena de Idéias, o Farma Meeting Expo 2009, mais novo dentre eles e realizado por meio de parcerias -, aliados à 19ª Expo Farmácia, feira de negócios que representa o maior encontro de empresas e profissionais do segmento no País e na América Latina, abrindo espaço de contato entre os fornecedores de produtos e serviços e o diversificado público do setor que participará de todas estas atividades. Devido à grandeza e variedade de assuntos que estes eventos atingiram, decidimos detalhar cada um deles e suas características nesta Edição Especial da Revista Racine, dividindo-os e explicando detalhes sobre sua programação, para que cada um selecione o que mais lhe interessa e possa montar uma agenda própria, tirando máximo proveito destes quatro dias de intensas atividades. Iniciamos abordando a 19ª Semana Racine de Atualização em Farmácia, mostrando os 24 cursos e quatro simpósios divididos por área temática, trazendo os nomes dos palestrantes e mediadores, além de resumos objetivos. Abordamos ainda o Cosmetic Show, o Espaço Showcase, o Arena de Idéias e o Farma Meeting Expo 2009. Também trazemos detalhes sobre a 19ª Expo Farmácia, com informações úteis aos visitantes. Destacamos os hotsites, que abrangem ainda mais dados sobre os eventos e oferecem a agilidade e facilidade de inscrições para os congressos e credenciamento on-line para a feira, cujos endereços são: www.semanaracine.com.br e www.expofarmacia.com.br. Completam esta edição 109 da Revista Racine a seção Farmácia Clínica/Atenção Farmacêutica, com um artigo sobre conceitos e realidade em atenção farmacêutica, explanando alguns mitos e esclarecendo verdades sobre esta prática, além da seção Farmácia Hospitalar, abordando alguns programas de qualidade importantes na área da saúde e, também, ferramentas que visam identificar e analisar os ambientes externos e internos de uma organização com a finalidade de definir os caminhos adequados para atingir a qualidade e os objetivos previamente estabelecidos. Fechando a revista, as instruções aos autores que queiram submeter artigos técnico-científicos para publicação na Revista Racine, estimulando a produção e a disseminação de conhecimentos. Boa leitura!

6

Nilce Barbosa Presidente do Grupo Racine e Coordenadora Técnica Editorial da Revista Racine

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

109 Ano XIX Março/Abril de 2009 Edição Especial 19a Semana Racine de Atualização em Farmácia, 19a Expo Farmácia e Eventos Integrados


Especial Eventos Racine 2009

08 a 11 de julho de 2009 Expo Center Norte São Paulo (SP) - Brasil

Eventos Integrados

A 19ª Semana Racine de Atualização em Farmácia e a 19ª Expo Farmácia, com seus eventos integrados - 6º Encontro Racine de Professores Universitários, Arena de Idéias, Cosmetic Show e Espaço Showcase - reunirão cerca de 20 mil profissionais e empresários do segmento farmacêutico de todas as regiões do Brasil além de outros países, latino-americanos principalmente, no Expo Center Norte, em São Paulo (SP), de 08 a 11 de julho de 2009. As atividades da 19ª Semana Racine de Atualização em Farmácia estão divididas em 24 cursos (sendo 20 teóricos e quatro teóricos e práticos) e quatro simpósios, direcionados a profissionais farmacêuticos, estudantes e professores de cursos de graduação e

Áreas temáticas Pág. 18

Pág. 48

Pág. 26

Pág. 56

Pág. 32

Pág. 60

Pág. 40

Pág. 66

14

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

pós-graduação em farmácia, gerando discussões e reflexões aplicáveis nos diversos ambientes de prática profissional tais como farmácias, drogarias, farmácias com manipulação, farmácias hospitalares e assistência farmacêutica dos Estados e Municípios. Novamente a categorização por área temáticas, por agrupamento de assuntos e cores que se destacam em todos os itens de comunicação do evento, visa facilitar a seleção de atividades para a inscrição e a definição de um programa diversificado para o melhor aproveitamento dos quatro dias. As páginas a seguir trazem um guia completo, com as qualificações dos ministrantes e um resumo sobre os cursos e simpósios de cada área temática.


Especial Eventos Racine 2009

Palestrantes internacionais Elevando ainda mais o nível das atividades, o caráter internacional do evento é consolidado neste ano pela presença de renomados ministrantes que são referências mundiais nos temas em que atuam, gerando o fundamental intercâmbio de idéias e práticas entre Brasil e Europa. Carlos Maurício Barbosa (Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto) Henrique Santos (Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias) Manuel Machuca González (Universidade de Sevilha) Paula Iglésias (Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias)

A Farmácia Integrada, pelo sexto ano consecutivo, é destaque no evento, como proposta de estabelecimento farmacêutico que oferece produtos e serviços integrados de modo a atender às necessidades de saúde dos usuários de medicamentos, produtos para a saúde e serviços farmacêuticos. Este conceito foi apresentado e vem sendo incentivado pelo Grupo Racine há mais de 10 anos e teve seu início em cursos e palestras, sendo, atualmente, reconhecido pelo setor

A 19ª Expo Farmácia ocupará 10 mil metros quadrados de área total, no pavilhão vermelho do Expo Center Norte, com aproximadamente 100 empresas fabricantes, distribuidoras e representantes de matérias-primas,

e já colocado em prática em diversas farmácias por todo o Brasil. O espaço recebe cerca de 2 mil visitantes por dia durante o evento e tem, ao lado, o Pavilhão Farmácia Integrada, em que empresas demonstram em mais detalhes toda sua linha de produtos. Na Farmácia Integrada também acontecerão atividades práticas de atenção farmacêutica realizadas pelos alunos do Curso de PósGraduação Lato Sensu em Atenção Farmacêutica - Formação em Farmácia Clínica do Instituto Racine.

medicamentos, cápsulas, embalagens, equipamentos, mobiliários, vidrarias e utensílios, brindes e embalagens promocionais, livros técnicos, produtos de higiene, perfumaria e cosméticos e outros produtos para a saúde. A feira

Manuel Machuca González, doutor em farmácia pela Universidade de Sevilha, Espanha, mestre em atenção farmacêutica comunitária pela Universidade de Valência, Espanha, diplomado em phamaceutical care pelo Peters Institute/ Universidade de Minnesota, Estados Unidos da América (EUA), e mestre em promoção da saúde e apoio psicossocial ao paciente pela Universidade de Sevilha, Espanha, é especialista universitário em seguimento farmacoterapêutico, membro do Grupo de Investigação em Farmacoterapia e Atenção Farmacêutica da Universidade de Sevilha e autor de mais 40 artigos científicos publicados em revistas nacionais e internacionais sobre atenção farmacêutica. Atualmente também é presidente do Comitê Científico do 6º Congresso Nacional de Atenção Farmacêutica de Sevilha, a ser realizado de 15 a 17 de outubro de 2009 na Espanha. Participa pela primeira vez, ministrando o Curso 01 - Acompanhamento farmacoterapêutico de pacientes com risco cardiovascular: apresentação de casos práticos, no dia 08 de julho (quarta-feira) - leia mais na página 20.

ficará aberta das 10h00 às 20h00, para os participantes de cursos e visitantes circularem e fazerem excelentes negócios - estima-se que em 2009 sejam movimentados R$ 150 milhões a partir do evento. A sugestão é que o visitante vá acompanhado, dividindo a tarefa com mais alguém que tenha poder de decisão, e elabore uma agenda antecipando quais estandes deseja visitar, possibilitando que conheça todas as novidades da feira. O visitante da 19ª Expo Farmácia pode realizar seu credenciamento on-line. O crachá de participação é enviado pelo correio gratuitamente. Para realizá-lo, basta acessar o hotsite www.expofarmacia.com.br. Veja a programação completa e mais informações sobre os eventos no site www.semanaracine.com.br Confira condições especiais para inscrições via internet, valores e formas de pagamento Inscreva-se! Fone: +55 (11) 3670-3499 semana@racine.com.br www.semanaracine.com.br Visite a 19ª Expo Farmácia! Entrada Gratuita! Credenciamento On-Line: www.expofarmacia.com.br

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

15


Especial Eventos Racine 2009

Apoio Institucional

Ao longo dos seus 19 anos de realização, os Eventos Racine contaram com o apoio das principais instituições do setor farmacêutico e da saúde, fundamentando sua relevância e criando, deste modo, uma importante oportunidade de contato direto das entidades com os participantes, em estandes cedidos no espaço da feira e por meio de palestras e outras atividades ofertadas gratuitamente. Confira a seguir os depoimentos resumidos de algumas destas instituições, cuja relação oficial de apoio neste ano de 2009 encontra-se acima. “A Associação Brasileira do Comércio Farmacêutico (ABCFarma) tem grande satisfação em poder apoiar o Grupo Racine na realização destes que figuram entre os mais importantes eventos do segmento farmacêutico nacional. A 19ª Semana Racine de Atualização em Farmácia, a 19ª Expo Farmácia e seus eventos integrados oferecerão aos farmacêuticos e demais profissionais de farmácia e da saúde ensinamentos e informações muito úteis para o aprimoramento e o sucesso crescente em suas respectivas atividades.” Pedro Zidoi, presidente da Associação Brasileira do Comércio Farmacêutico (ABCFarma)

“Esses bem-sucedidos eventos são as mais puras expressões da qualificação dos serviços farmacêuticos e da busca do conhecimento nos mais diferentes segmentos profissionais. Ao realizá-los - e, também, os seus cursos permanentes -, o Grupo Racine traz uma contribuição inquestionável aos farmacêuticos.” Jaldo de Souza Santos, presidente do Conselho Federal de Farmácia (CFF)

“A Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (ABRAFARMA) acompanha, apóia e participa, já há alguns anos, da Semana Racine de Atualização em Farmácia e da Expo Farmácia. Consideramos os dois eventos um dos maiores momentos de atualização e congraçamento para profissionais do setor de farmácias do Brasil.” Sérgio Mena Barreto, presidente-executivo da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (ABRAFARMA)

“Para o Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (CRF-SP) é uma honra mais uma vez participar desses eventos de grande porte no setor farmacêutico. O Grupo Racine trabalha para que o farmacêutico esteja em constante atualização profissional e é este conhecimento que faz do farmacêutico um profissional diferenciado e fundamental para a garantia da qualidade da saúde e o uso racional de medicamentos”. Raquel Rizzi, presidente do Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (CRF-SP)

“Os eventos promovidos pelo Grupo Racine são sempre atividades focadas e com objetivo claro de qualificação dos profissionais atuantes no segmento. A 19ª Semana Racine de Atualização em Farmácia, a 19ª Expo Farmácia e seus eventos integrados serão de alta qualidade, com padrão diferenciado de informação e inovação. Para nós da ABRIFAR será um prazer poder participar.” José Abdallah Nehme, presidente da Associação Brasileira de Distribuidores e Importadores de Insumos Farmacêuticos (ABRIFAR)

“É notória a importância da Semana Racine de Atualização em Farmácia e da Expo Farmácia para o canal farma, sobretudo porque tradicionalmente oferecem aos profissionais do varejo diversas atividades de qualificação que lhes dão a oportunidade de conhecer novidades, aprimorar técnicas e enriquecer conhecimentos.” Edison Tamascia, presidente da Federação Brasileira das Redes Associativistas de Farmácias (FEBRAFAR)

16

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

“A Semana Racine de Atualização em Farmácia e a Expo Farmácia vêm proporcionando ao longo dos anos uma oportunidade de reciclagem, atualização e relacionamento entre profissionais, estudantes, entidades, governo e empresas que é de fundamental importância para o desenvolvimento da categoria farmacêutica, além dos convidados internacionais, que enriquecem com seus conhecimentos e trazem novos caminhos e novas reflexões à atividade farmacêutica.” Odnir Finotti, presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos (Pró Genéricos) “Estes tradicionais e tão esperados eventos são de grande relevância para a categoria farmacêutica, em que teremos a oportunidade de nos atualizar, reciclar e estar em contato com as últimas novidades e inovações tecnológicas direcionadas ao setor. É também uma ótima oportunidade para rever os amigos, bem como ampliar nosso leque de amizades, estar em contato com professores, pesquisadores e autoridades de várias entidades representativas da categoria.” Paulo José Teixeira, presidente do Sindicato dos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (SINFAR-SP)

Confira as versões completas e mais depoimentos acessando o hotsite www.semanaracine.com.br


Especial Eventos Racine 2009

19a Semana Racine On-Line - Acesse www.semanaracine.com.br O hotsite da 19ª Semana Racine de Atualização em Farmácia e eventos integrados apresenta diversas facilidades e informações, além do blog que traz posts e comentários relacionados aos eventos. Neste guia você conhece as principais áreas do hotsite, para se conectar e realizar sua inscrição on-line.

Apoio institucional

Notícias

Leva à página com a relação de instituições que apóiam oficialmente os eventos, trazendo depoimentos e mais informações, como mostra a página 16 ao lado.

Espaço reservado para textos e informações, destacando posts publicados no blog e outras notícias interessantes e relevantes sobre o setor farmacêutico e os eventos.

Eventos Integrados

Cursos e simpósios

Esta área dá acesso aos eventos integrados, com links para as páginas específicas de cada evento, trazendo todas as suas informações e características como a programação e formas de participação.

Clicando aqui você acessa a programação científica da 19ª Semana Racine de Atualização em Farmácia, que pode ser visualizada por data ou por área temática. No menu lateral pode-se clicar e saber mais sobre cada área temática e conferir a relação completa de ministrantes e debatedores.

Organize seu Grupo Item que conduz para a página que expõe as possibilidades e os benefícios em organizar seu grupo para participar dos eventos, com descontos de até 10%.

Tabela de valores Este item leva à relação de valores de inscrição dividida por opções e por datas, demonstrando ainda formas de pagamento, condições para obter descontos e orientações gerais sobre inscrições.

Inscreva-se já Clicando neste item você acessa a ficha de inscrição on-line, com facilidade e agilidade, podendo realizar o pagamento com cartão de crédito parcelado em até seis vezes ou boleto bancário.

Imprensa

Sobre o Congresso Traz o histórico da Semana Racine de Atualização em Farmácia e outras informações como pacotes de viagem e hospedagem, além de endereços e mapas de localização.

No blog é possível acompanhar as informações sobre a 19ª Semana Racine de Atualização em Farmácia, podendo interagir enviando posts e comentários e ainda fazer parte da lista de seguidores, que recebem com exclusividade todas as atualizações. Pode ser acessado pelo hotsite ou diretamente pelo endereço http://semanaracine.blogspot.com/.

Para facilitar o trabalho de jornalistas e daqueles que tenham interesse em divulgar os eventos, traz um release completo, além de opções de banners eletrônicos, logomarcas, um link para a Revista Acontece - que resume os eventos realizados em 2008 - e fotos selecionadas.

Faça sua inscrição on-line www.semanaracine.com.br Confira condições especiais para inscrições via internet, valores e formas de pagamento Mais informações Fone: + 55 (11) 3670-3499 semana@racine.com.br

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

17


Especial Eventos Racine 2009

Atenção Farmacêutica / Farmácia Clínica A morbimortalidade relacionada a medicamentos é um importante problema de saúde pública. A Atenção Farmacêutica/Farmácia Clínica surgiu como um novo modelo centrado no paciente, que busca melhorar a qualidade do processo de utilização de medicamentos, com a participação ativa e responsável do farmacêutico junto ao usuário, na busca da obtenção de resultados concretos que melhorem os resultados em saúde na sociedade. A prática da atenção farmacêutica pode reduzir os problemas preveníveis relacionados à farmacoterapia e o farmacêutico, profissional com conhecimentos especializados sobre medicamentos, pode e deve capacitar-se para fornecer serviços clínicos adequados tanto para a promoção do uso racional de medicamentos quanto para o acompanhamento dos resultados deste uso.

18

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009


Especial Eventos Racine 2009

Curso 01 Acompanhamento farmacoterapêutico de pacientes com risco cardiovascular: apresentação de casos práticos

Atenção Farmacêutica / Farmácia Clínica

As enfermidades cardiovasculares produzem uma elevada morbimortalidade na sociedade atual e entender o conceito de risco cardiovascular possibilitará ao profissional uma abordagem mais global destes problemas. Por meio de casos práticos, o objetivo será aprofundar o papel do farmacêutico na prevenção e resolução de problemas derivados do uso de medicamentos nesta área.

20

Julho

08

Quarta-feira 30 08h30 às 15h

Internacional Teórico Ministrante Manuel Machuca González Farmacêutico graduado e doutor em farmácia pela Universidade de Sevilla, Espanha. Foi consultor internacional para a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS)/Organização Mundial da Saúde (OMS) e Fórum das Américas no projeto Atenção Farmacêutica em Hipertensão (2002), especificamente na área de comunicação médico e paciente. É farmacêutico comunitário, colaborador do programa de doutorado e práticas tuteladas do Colégio de Farmácia da Universidade de Minnesota, Estados Unidos da América (EUA), e professor dos masters em atenção farmacêutica nas Universidades de Barcelona e Granada, na Espanha - edições nacionais (19982005) e internacionais (Colômbia, 2005) - além das Universidades de Valência (coordenador acadêmico), Sevilha (coordenador acadêmico), e Cardenal Herrera, em Valencia, na Espanha, San Francisco Xavier, em Sucre, Bolívia (coordenador acadêmico internacional), Andrés Bello, no Chile, e Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (ULHT), em Portugal. É membro do comitê de especialistas do I Consenso de Granada sobre Problemas Relacionados aos Medicamentos, II Consenso de Granada sobre Problemas Relacionados aos Medicamentos e Consenso sobre Atenção Farmacêutica do Ministério da Saúde da Espanha e acadêmico correspondente da Academia Peruana de Farmácia. É autor de mais 40 artigos científicos em revistas nacionais e internacionais sobre atenção farmacêutica, quatro Guias de Atuação em Atenção Farmacêutica, cinco livros e mais de dez capítulos de livros. Realizou mais de 100 intervenções em conferências, oficinas e cursos em congressos internacionais na Europa e na América Latina.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009


Julho

Quarta-feira 30 08h30 às 15h

Curso 02 Ferramentas para validação da terapêutica em ambiente hospitalar: metodologia e apresentação de casos práticos Internacional Teórico

Ministrantes Paula Iglésias Ferreira Farmacêutica graduada pela Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, Portugal, e mestre em farmácia assistencial pela Universidade de Granada, Espanha. Estagiou em farmácia comunitária no Reino Unido e na Finlândia, trabalhou durante um ano como farmacêutica comunitária exercendo seguimento farmacoterapêutico e foi coordenadora das pós-graduações na área da saúde da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (ULHT) durante o ano de 2007. É docente auxiliar do mestrado integrado em ciências farmacêuticas e do mestrado em cuidados farmacêuticos e coordenadora do Grupo de Investigação em Cuidados Farmacêuticos da ULHT, desenvolvendo investigação na área da farmacoepidemiologia e cuidados farmacêuticos há cerca de dez anos, e sócia-fundadora da Sociedade Portuguesa de Cuidados Farmacêuticos (SPCFar), além de docente nos Seminários Internacionais dos Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu em Atenção Farmacêutica - Formação em Farmácia Clínica e Farmácia Hospitalar e Farmácia Clínica do Instituto Racine, realizados anualmente em Portugal e na Espanha. Henrique José Mateus Santos Farmacêutico graduado pela Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, Portugal, especialista em farmácia industrial pela Ordem dos Farmacêuticos de Portugal e mestre em farmácia assistencial pela Universidade de Granada, Espanha. Desde 1993 exerce atividades em farmácia comunitária - atualmente é diretor técnico da Farmácia do Altinho, em Lisboa, Portugal. É docente auxiliar no mestrado Integrado em ciências farmacêuticas e diretor do mestrado em cuidados farmacêuticos da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (ULHT), fundador do Grupo de Investigação em Cuidados Farmacêuticos da ULHT e presidente da comissão instaladora da Sociedade Portuguesa de Cuidados Farmacêuticos (SPCFar), além de docente nos Seminários Internacionais dos Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu em Atenção Farmacêutica - Formação em Farmácia Clínica e Farmácia Hospitalar e Farmácia Clínica do Instituto Racine, realizados anualmente em Portugal e na Espanha.

O objetivo da utilização de medicamentos é sempre melhorar a saúde dos pacientes. No entanto, muitas vezes os resultados esperados para a medicação não são os alcançados, o que provoca uma elevada morbimortalidade associada ao uso dos medicamentos. Estes fracassos da farmacoterapia foram publicados em numerosos estudos e afetam a saúde dos pacientes, provocando resultados econômicos negativos. Não obstante, também se demonstrou que estes fracassos são, em sua maioria, evitáveis. A dispensação de medicamentos em ambiente hospitalar pressupõe a avaliação da farmacoterapia em um processo que se designa habitualmente como validação da terapêutica. Os erros de medicação e os Problemas Relacionados a Medicamentos (PRM) são, muitas vezes, causas de resultados negativos associados aos medicamentos. A intervenção do farmacêutico no processo de dispensação/validação contribui para a identificação e resolução desses PRM e é a garantia de um processo racional do uso do medicamento no contexto hospitalar. A identificação desses indicadores negativos do processo de uso dos medicamentos pode ser efetuada por meio de recursos eletrônicos ou manuais, mas carecem sempre do fator de decisão por parte de um farmacêutico com habilidades clínicas desenvolvidas. O processo de validação documentado permite registrar todo o processo de intervenção do farmacêutico desde a identificação do PRM, intervenção e comunicação com o médico.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

21

Atenção Farmacêutica / Farmácia Clínica

08

Especial Eventos Racine 2009


Julho

Especial Eventos Racine 2009

Curso 09 Adaptação do Método Dáder para a prática da atenção farmacêutica em hospitais

Atenção Farmacêutica / Farmácia Clínica

O Método Dáder de seguimento farmacoterapêutico é uma ferramenta de prática profissional em que o farmacêutico se responsabiliza pelas necessidades do paciente relacionadas com os medicamentos, por meio da detecção, da prevenção e da resolução dos Resultados Negativos da Medicação (RNM), de um modo contínuo, sistemático e documentado, em colaboração com o próprio paciente e com os outros profissionais da saúde, com o objetivo de atingir resultados concretos que melhorem a qualidade de vida do paciente. O seguimento farmacoterapêutico representa uma área de intervenção farmacêutica na área da farmacoterapia clínica em que o farmacêutico pode contribuir de modo efetivo para melhorar a qualidade de vida dos pacientes, reduzindo a morbidade, a mortalidade associada aos medicamentos e, no caso de pacientes internados, o tempo de internação.

22

09

Quinta-feira 30 08h30 às 15h

Internacional Teórico Ministrantes Paula Iglésias Ferreira Farmacêutica graduada pela Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, Portugal, e mestre em farmácia assistencial pela Universidade de Granada, Espanha. Estagiou em farmácia comunitária no Reino Unido e na Finlândia, trabalhou durante um ano como farmacêutica comunitária exercendo seguimento farmacoterapêutico e foi coordenadora das pósgraduações na área da saúde da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (ULHT) durante o ano de 2007. É docente auxiliar do mestrado integrado em ciências farmacêuticas e do mestrado em cuidados farmacêuticos e coordenadora do Grupo de Investigação em Cuidados Farmacêuticos da ULHT, desenvolvendo investigação na área da farmacoepidemiologia e cuidados farmacêuticos há cerca de dez anos, e sócia-fundadora da Sociedade Portuguesa de Cuidados Farmacêuticos (SPCFar), além de docente nos Seminários Internacionais dos Cursos de PósGraduação Lato Sensu em Atenção Farmacêutica - Formação em Farmácia Clínica e Farmácia Hospitalar e Farmácia Clínica do Instituto Racine, realizados anualmente em Portugal e na Espanha.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

Diogo Pilger Farmacêutico graduado pela Faculdade de Farmácia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), doutor em farmácia (farmácia assistencial) pela Universidade de Granada, Espanha, e mestre em epidemiologia pela Faculdade de Medicina da UFRGS.


Julho

Sexta-feira 30 08h30 às 15h

Curso 16 Resultados da aplicação de método de dispensação de medicamentos em farmácia comunitária Internacional Teórico

Ministrantes Paula Iglésias Ferreira Farmacêutica graduada pela Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, Portugal, e mestre em farmácia assistencial pela Universidade de Granada, Espanha. Estagiou em farmácia comunitária no Reino Unido e na Finlândia, trabalhou durante um ano como farmacêutica comunitária exercendo seguimento farmacoterapêutico e foi coordenadora das pós-graduações na área da saúde da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (ULHT) durante o ano de 2007. É docente auxiliar do mestrado integrado em ciências farmacêuticas e do mestrado em cuidados farmacêuticos e coordenadora do Grupo de Investigação em Cuidados Farmacêuticos da ULHT, desenvolvendo investigação na área da farmacoepidemiologia e cuidados farmacêuticos há cerca de dez anos, e sóciafundadora da Sociedade Portuguesa de Cuidados Farmacêuticos (SPCFar), além de docente nos Seminários Internacionais dos Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu em Atenção Farmacêutica - Formação em Farmácia Clínica e Farmácia Hospitalar e Farmácia Clínica do Instituto Racine, realizados anualmente em Portugal e na Espanha. Henrique José Mateus Santos Farmacêutico graduado pela Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, Portugal, especialista em farmácia industrial pela Ordem dos Farmacêuticos de Portugal e mestre em farmácia assistencial pela Universidade de Granada, Espanha. Desde 1993 exerce atividades em farmácia comunitária - atualmente é diretor técnico da Farmácia do Altinho, em Lisboa, Portugal. É docente auxiliar no mestrado Integrado em ciências farmacêuticas e diretor do mestrado em cuidados farmacêuticos da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (ULHT), fundador do Grupo de Investigação em Cuidados Farmacêuticos da ULHT e presidente da comissão instaladora da Sociedade Portuguesa de Cuidados Farmacêuticos (SPCFar), além de docente nos Seminários Internacionais dos Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu em Atenção Farmacêutica - Formação em Farmácia Clínica e Farmácia Hospitalar e Farmácia Clínica do Instituto Racine, realizados anualmente em Portugal e na Espanha.

A evidência da elevada morbimortalidade associada ao uso dos medicamentos justificou (e justifica) o desenvolvimento do conceito de atenção farmacêutica, que pretende reduzir este problema de saúde pública. Na reunião da Organização Mundial da Saúde (OMS), realizada em Tóquio, Japão, em 1993, foi proposto um maior envolvimento dos farmacêuticos, com o objetivo de melhorar os resultados clínicos obtidos com a utilização dos medicamentos. Este conceito, em que o farmacêutico se responsabiliza pelas necessidades assistenciais do doente e da comunidade, foi designado atenção farmacêutica. A integração e articulação de todos os serviços e de todas as funções e responsabilidades do farmacêutico centrado no seu paciente refletem o espírito do conceito de cuidados farmacêuticos e constitui uma abordagem adequada para ir ao encontro das necessidades dos pacientes relacionadas com medicamentos. Esta abordagem integrada da prática farmacêutica apresenta-se vantajosa, uma vez que, idealmente, a dispensação pode originar uma eventual necessidade de seguimento farmacoterapêutico, exigindo ainda, por vezes, a notificação de Reações Adversas aos Medicamentos (RAM) no âmbito do Sistema Nacional de Farmacovigilância. A dispensação, como qualquer atividade em saúde, exige uma estrutura adequada e um processo rigoroso que ocasionará efeitos (outcomes) na saúde dos pacientes. A estrutura (farmacêuticos, doentes, condições do atendimento, acesso a fontes de informação, programas informatizados adequados etc.) e o processo de dispensação (método testado e validado) influenciam os resultados na saúde dos doentes. O presente curso pretende enquadrar o farmacêutico comunitário no contexto clínico e demonstrar a importância que a dispensação clínica possui em um sistema de saúde centrado no paciente.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

23

Atenção Farmacêutica / Farmácia Clínica

10

Especial Eventos Racine 2009


Especial Eventos Racine 2009

Simpósio 01 Desafios da formação graduada e pós-graduada para a prática clínica

Atenção Farmacêutica / Farmácia Clínica

Este simpósio tem como objetivo realizar um diagnóstico acerca da formação acadêmica do farmacêutico para o exercício da prática clínica em nível de graduação e de pós-graduação, tendo como pano de fundo os cenários brasileiro e europeu. No Brasil, tal radiografia desenhará para graduandos e egressos de cursos de farmácia essa prática profissional, de maneira crítica e reflexiva, com base na legislação educacional vigente e nas demandas profissionais, sociais e mercadológicas.

Julho

11

Sábado 00 09h00 às 16h

Internacional Teórico Mediadores Maria Denise Funchal Witzel Farmacêutica graduada pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-CAMP), especialista em farmácia hospitalar pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), com aprimoramento em farmácia clínica pela Universidade do Chile e em farmácia hospitalar pela Universidade de São Paulo (USP) e mestranda em saúde pública pela Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP. Possui experiência de 11 anos em farmácia hospitalar, cinco anos em farmácia comunitária e há dez anos é docente e coordenadora de Cursos Intensivos e Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu no Instituto Racine.

Sérgio Slan Zarwar Farmacêutico graduado pela Faculdade de Farmácia da Universidade Camilo Castelo Branco (UNICASTELO), especialista em administração industrial pela Fundação Vanzolini da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP) e em marketing pela Escola Trevisan para Dirigentes de Empresas e MBA em gestão universitária pela Universidade São Marcos. Atuou por quatro anos na indústria farmacêutica Merrell Lepetit, nos setores de produção e desenvolvimento de novos produtos. É Diretor do Departamento de Gestão do Ambiente Educacional do Instituto Racine.

Confira no hotsite www.semanaracine.com.br a lista completa de palestrantes e debatedores deste Simpósio

24

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009


Especial Eventos Racine 2009

Pesquisa Clínica / Farmacologia Clínica A pesquisa clínica em farmacologia é uma área de atuação para profissionais da saúde que vem se fortalecendo no Brasil nos últimos anos. Consiste na investigação em seres humanos com a intenção de descobrir e verificar os efeitos clínicos, farmacológicos e/ou farmacodinâmicos de um produto em investigação e/ou a identificação de eventos adversos com o objetivo de avaliar sua eficácia e/ou segurança. Os dados de que dispomos dos medicamentos de uso corrente advém dos estudos clínicos realizados nas diversas etapas da pesquisa clínica e compõem os conteúdos da farmacologia clínica, que contribuem para subsidiar as tomadas de decisões relacionadas a medicamentos na prática dos profissionais da saúde. Os conhecimentos advindos dessas duas vertentes do conhecimento contribuem para o desenvolvimento de habilidades para a análise crítica da segurança e eficácia de medicamentos e a utilização de conceitos de evidência científica e uso racional, fundamental para otimizar benefícios e minimizar riscos e custos dos tratamentos farmacológicos. Assim, como um espaço de trabalho em franco crescimento, evidencia-se a necessidade de profissionais com sólido conhecimento no processo de desenvolvimento de medicamentos e produtos para a saúde e que atuem com qualidade e habilidades para gerenciar, coordenar e monitorar os estudos clínicos em suas diferentes fases. A pesquisa clínica é de grande importância para a geração de conhecimento em questões específicas e para estruturar o setor produtivo de tecnologia ligado à saúde, considerando centros de pesquisa privados, agências regulatórias e indústria farmacêutica.

26

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009


Especial Eventos Racine 2009

Curso 10 Farmacologia aplicada à prática clínica: antidiabéticos orais e insulinas

Pesquisa Clínica / Farmacologia Clínica

Este curso apresentará as diretrizes do uso correto, efetivo e seguro de antidiabéticos orais e insulinas, de forma a propiciar um controle glicêmico adequado e, assim, reduzir e retardar o desenvolvimento de complicações agudas e crônicas do diabetes mellitus, contribuindo para uma maior longevidade e qualidade de vida dos pacientes portadores desta enfermidade.

28

Julho

09

Quinta-feira 30 08h30 às 15h

Teórico

Ministrante Gladys Marques Santana Farmacêutica graduada pela Faculdade de Farmácia da Universidade Estadual de Pronta Grossa (UEPG), especialista em tabagismo e cessação tabágica, doutoranda em farmacologia, farmacoterapia e atenção farmacêutica e mestre em promoção da saúde e apoio psicossocial ao paciente pela Universidade de Sevilha, Espanha, além de especialista em atenção farmacêutica e mestre em farmacologia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). É responsável pela consulta de gestão da farmacoterapia e educação terapêutica na unidade de risco vascular (consultas externas) no Hospital Virgem del Rocio, em Sevilha, Espanha, estagiária em clínica diabetológica e educação terapêutica (doutoramento europeu) na Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal e docente dos Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu em Atenção Farmacêutica - Formação em Farmácia Clínica e Farmácia Hospitalar e Farmácia Clínica do Instituto Racine.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009


Julho

Sexta-feira 30 08h30 às 15h

Curso 02 Curso 17 Ferramentas para validação da terapêutica Pesquisa clínica em farmacologia: em ambiente hospitalar: metodologia conceitos, estruturação e perspectivas e apresentação de casos práticos Teórico

Ministrante Tânia Cristina Bertaccini Biatti Barreto Médica graduada pela Faculdade de Ciências Médicas do Centro Universitário Lusíada (UNILUS), especialista em pediatria pelo Hospital Infantil Darcy Vargas e endocrinologia infantil pela Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, pós-graduada em medicina farmacêutica e MBA em economia e gestão da saúde pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)/Escola Paulista de Medicina (EPM). Trabalhou por mais de sete anos na indústria farmacêutica multinacional - BristolMyers Squibb e Janssen-Cilag -, desenvolvendo atividades em medical affairs e pesquisa clínica internacional e local. É docente de Cursos Intensivos e Cursos de PósGraduação Lato Sensu do Instituto Racine.

Este curso abordará as características da pesquisa clínica em farmacologia, apresentando as fases de pesquisa de desenvolvimento de um novo fármaco, focando em estudos clínicos randomizados para avaliar a eficácia e a segurança de novos medicamentos. Discutirá também as perspectivas da pesquisa clínica no Brasil e as possibilidades de atuação dos profissionais em foco.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

Atenção PesquisaFarmacêutica Clínica / Farmacologia / FarmáciaClínica Clínica

10

Especial Eventos Racine 2009

29


Julho

Especial Eventos Racine 2009

Pesquisa Clínica / Farmacologia Clínica

Simpósio 02 Pesquisa clínica como campo de atuação para farmacêuticos Nos últimos anos, o Brasil tem participado da condução de um número crescente de pesquisas clínicas voltadas ao desenvolvimento de novos fármacos. As empresas farmacêuticas, nacionais e internacionais, preocupam-se em preparar as equipes para que estejam aptas a garantir que a condução dos estudos clínicos, por elas patrocinados, cumpram os padrões previstos pelo The International Conference on Harmonisation of Technical Requirements for Registration of Pharmaceuticals for Human Use (ICH)/Good Clinical Practice (GCP). Atentam-se também à atualização profissional destas equipes, necessária para atender às exigências legais previstas no País. A qualidade dos estudos clínicos está diretamente ligada ao sucesso que tal tema poderá conquistar nos próximos anos. Se, por um lado, os estudos clínicos no Brasil vêm aumentando, deverá crescer também a preocupação de que sejam conduzidos, cada vez mais, de forma profissional, ética e cientificamente correta. Não se pode agir de forma inadvertida, acreditando que grandes investimentos continuarão a existir diante de condutas equivocadas. Portanto, cada vez mais precisa-se de profissionais da saúde especificamente qualificados para atuar no campo da pesquisa clínica. Além de assunto deste simpósio, a pesquisa clínica é tema de Curso de Pós-Graduação Lato Sensu do Instituto Racine, destinado aos que pretendem ingressar no mercado de trabalho da pesquisa clínica e precisam de conhecimento qualificado sobre o setor para poder participar de processos seletivos de forma competitiva. Além deste diferencial, o curso é indicado para os que, embora já atuando na área, não possuem formação profissional específica em pesquisa clínica e, portanto, é necessário um conhecimento sólido sobre as bases dos processos envolvidos nos diferentes setores (indústria/Contract Research Organization (CRO)/instituição).

30

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

11

Sábado 00 09h00 às 16h

Teórico

Mediadora Eleuza F. Vicentini Cerbara Biomédica graduada e especialista em microbiologia e imunologia pela Faculdade de Biomedicina da Organização Santamarense de Educação e Cultura (OSEC) e mestre em ciências básicas e doenças infecciosas e parasitárias pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)/Escola Paulista de Medicina (EPM). Foi por dez anos professora da cadeira básica de microbiologia e imunologia da Faculdade de Medicina da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e por cinco anos do curso de odontologia da Universidade Ibirapuera (UNIB). É coordenadora de pesquisa clinica e gerente da qualidade/treinamentos em pesquisa clínica na Bristol-Meyers Squibb, docente do curso de pós-graduação de pesquisa clínica na Faculdades Oswaldo Cruz (FOC) e Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e coordenadora e docente do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Pesquisa Clínica do Instituto Racine.

Confira no hotsite www.semanaracine.com.br a lista completa de palestrantes e debatedores deste Simpósio


Especial Eventos Racine 2009

Manipulação Magistral Alopática A manipulação magistral de medicamentos representa um recurso tecnológico à disposição dos profissionais médicos e ocupa um importante espaço no cuidado à saúde. Para garantir a segurança, a eficácia e a qualidade, inúmeros aspectos devem ser considerados na prescrição e produção personalizada de um medicamento. Esta característica do setor exige do profissional farmacêutico que nele atua um amplo conhecimento das doenças, dos recursos farmacotécnicos, dos fármacos, da garantia da qualidade, entre outros assuntos, para, assim, estar apto a produzir e propor soluções em medicamentos.

32

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009


Especial Eventos Racine 2009

Curso 03 Análise de risco na avaliação farmacêutica da prescrição magistral

Manipulação Magistral Alopática

Como todo processo de produção de medicamentos, o processo magistral envolve riscos, e cabe ao farmacêutico magistral uma análise minuciosa deste contexto para identificar, analisar, avaliar, tratar e monitorar a eficácia da ação sobre esses riscos. Este curso visa apresentar o detalhamento do processo magistral com os subprocessos e atividades relacionadas, a fim de elaborar um plano de implementação de gestão de risco, de modo a minimizar e reduzir os riscos do processo.

34

Julho

08

Quarta-feira 30 08h30 às 15h

Teórico

Ministrante Paula Renata Ap. Nigro Rivera Carazzatto Farmacêutica industrial graduada pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-CAMP), pós-graduada em Gestão e Tecnologia Cosmética Engenharia Cosmética pelo Instituto Racine e com formação como auditora líder (lead assessor) pela HGB/Stat-AMatrix, Estados Unidos da América (EUA), credenciado Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (INMETRO), International Auditor and Training Certification Association (IATCA) e Registrar Accreditation Board (RAB) na Norma NBR ISO 9001:2000. Possui 26 anos de experiência em manipulação alopática, assistência farmacêutica e visitação médica, de 1983 a 1985 foi professora assistente nas disciplinas de farmacotécnica e tecnologia de cosméticos da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da PUC-CAMP. É diretora técnica e da qualidade da Pharmácia Specífica, em Bauru (SP), membro da diretoria técnica da Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais (ANFARMAG), membro do Comitê Técnico Temático de Medicamento Magistral da Farmacopéia Brasileira, docente dos cursos de terapêutica tópica em dermatologia e cosmetologia dermatológica do Instituto Lauro de Souza Lima (ILSL) na formação de médicos residentes em dermatologia desde 1984 e docente do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em manipulação magistral alopática e de outros cursos de extensão do Instituto Racine desde 1996.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009


Julho

Quinta-feira 30 08h30 às 15h

Curso 11 Utilização de ferramentas da qualidade no tratamento de não-conformidades em farmácia magistral Teórico

Ministrante Paula Renata Ap. Nigro Rivera Carazzatto Farmacêutica industrial graduada pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUCCAMP), pós-graduada em Gestão e Tecnologia Cosmética - Engenharia Cosmética pelo Instituto Racine e com formação como auditora líder (lead assessor) pela HGB/Stat-A-Matrix, Estados Unidos da América (EUA), credenciado Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (INMETRO), International Auditor and Training Certification Association (IATCA) e Registrar Accreditation Board (RAB) na Norma NBR ISO 9001:2000. Possui 26 anos de experiência em manipulação alopática, assistência farmacêutica e visitação médica, de 1983 a 1985 foi professora assistente nas disciplinas de farmacotécnica e tecnologia de cosméticos da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da PUC-CAMP. É diretora técnica e da qualidade da Pharmácia Specífica, em Bauru (SP), membro da diretoria técnica da Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais (ANFARMAG), membro do Comitê Técnico Temático de Medicamento Magistral da Farmacopéia Brasileira, docente dos cursos de terapêutica tópica em dermatologia e cosmetologia dermatológica do Instituto Lauro de Souza Lima (ILSL) na formação de médicos residentes em dermatologia desde 1984 e docente do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em manipulação magistral alopática e de outros cursos de extensão do Instituto Racine desde 1996.

O tema em questão é oportuno para farmácias que desejam tratar as não-conformidades de modo eficaz, a fim de obter resultados satisfatórios e melhoria contínua do processo de manipulação magistral de medicamentos, garantindo sua segurança, qualidade e eficácia.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

Manipulação Magistral Alopática

09

Especial Eventos Racine 2009

35


Julho

Especial Eventos Racine 2009

Curso 18 Implantação de técnicas para Controle Estatístico de Processo (CEP) em farmácia magistral

Manipulação Magistral Alopática

As técnicas de controle estatístico vêm sendo amplamente difundidas na área magistral, em razão da necessidade do monitoramento dos resultados e avaliação dos processos como um todo. Essa necessidade se dá em virtude de imposições legais, segurança e otimização dos processos. Este curso busca prover informações necessárias para a implantação de técnicas para a avaliação estatística do processo de manipulação magistral de medicamentos.

36

10

Sexta-feira 30 08h30 às 15h

Teórico

Ministrante

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

Ari Tiago F. de Sousa Farmacêutico bioquímico graduado pela Faculdade de Farmácia e Bioquímica da Universidade Paulista (UNIP) e especialista em controle de qualidade magistral e fitoterápicos pela UNIP. Possui sete anos de experiência em manipulação magistral alopática, supervisão de produção sólidos e garantia da qualidade. É professor assistente nas disciplinas de controle de qualidade e farmacognosia da UNIP e farmacêutico substituto da Pharmácia Specífica, em Bauru (SP).


Julho

Sábado 30 08h30 às 15h

Curso 23 - Câncer de próstata e hiperplasia prostática benigna: cuidados na manipulação magistral e na orientação farmacêutica ao paciente Teórico

Ministrante Rita Dulcivana Ferreira Soares Farmacêutica graduada pela Faculdade de Farmácia da Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL) e mestre em farmacologia pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)/ Escola Paulista de Medicina (EPM). Iniciou suas atividades acadêmicas em 1994 e atualmente é professora de farmacologia do curso de farmácia da Universidade José do Rosário Vellano (UNIFENAS) - Campus Poços de Caldas (MG). É farmacêutica responsável pela Farmácia Herbanário, em Poços de Caldas (MG), desde 1993, e docente do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Manipulação Magistral Alopática do Instituto Racine.

As doenças da próstata, cada vez mais, têm sido alvo de estudos, pesquisa e campanhas de prevenção e detecção precoce. Entre elas, o câncer de próstata é o tumor mais freqüente entre homens acima de 50 anos de idade, sendo também a quarta causa de morte por câncer no Brasil, e a hiperplasia prostática benigna chega a acometer 80% dos homens acima de 45 anos de idade. Como principais conseqüências do aumento da próstata estão o comprometimento da qualidade de vida do paciente e complicações como infecções e danos aos rins. É de fundamental importância os profissionais farmacêuticos buscarem desenvolver seus conhecimentos sobre essas doenças, facilitando a proposição de recursos farmacoterapêuticos aos médicos e a orientação farmacêutica ao paciente.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

Manipulação Magistral Alopática

11

Especial Eventos Racine 2009

37


Especial Eventos Racine 2009

Simpósio 04 Validação de processos e de métodos analíticos na manipulação magistral: o que é possível?

Manipulação Magistral Alopática

A proposta deste simpósio é discutir a teoria da validação, com enfoque nas metodologias analíticas e nos processos, apresentando seus fundamentos e suas aplicações práticas em uma farmácia com manipulação.

Julho

11

Sábado 00 09h00 às 16h

Internacional Teórico Mediador Antonio Geraldo Ribeiro dos Santos Jr. Farmacêutico industrial graduado pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo (USP) - Ribeirão Preto (SP) e especialista em manipulação magistral pela Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais (ANFARMAG) e em cosmetologia pela Associação Farmacêutica de Araraquara (AFAR). É diretor do Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (CRF-SP) - seccional de São João da Boa Vista, diretor nacional da ANFARMAG, proprietário da farmácia Art’Ervas, em São João da Boa Vista (SP), membro da câmara de medicamentos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e docente de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu do Instituto Racine.

Confira no hotsite www.semanaracine.com.br a lista completa de palestrantes e debatedores deste Simpósio

38

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009


Especial Eventos Racine 2009

Dermocosmética / Cosmetologia O mercado cosmético é caracterizado por altas taxas de crescimento, intensidade no lançamento de produtos e inovação. A dinâmica impressa por este mercado exige profissionais que possuam, além do conhecimento técnico, visão estratégica, liderança e agilidade nas decisões. Tendências, conceitos, tecnologia, aplicação e mercado são alguns dos assuntos explorados nesta área temática.

40

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009


Especial Eventos Racine 2009

Curso 04 Escolha e utilização de fragrâncias em formulações dermocosméticas

Dermocosmética / Cosmetologia

O mercado de perfumaria e cosméticos vem se destacando pelo crescimento das empresas que nele já atuam, além das que se têm lançado nestas categorias, aumentando a competitividade do segmento. O sucesso de qualquer produto na área de perfumaria e cosméticos depende não somente da formulação, do desenvolvimento e do marketing, mas também da aceitabilidade da fragrância utilizada. Além disso, o uso das fragrâncias sempre acompanha a evolução e o desenvolvimento da moda e dos costumes, ou seja, da própria sociedade. Diante deste cenário, o conhecimento sobre as fragrâncias e sobre os aspectos envolvidos em sua criação pode proporcionar melhorias no desenvolvimento e na avaliação de produtos dermocosméticos, além de aprimorar a experiência dos profissionais que já trabalham ou desejam trabalhar na área de aromas e fragrâncias.

42

Julho

08

Quarta-feira 00 09h00 às 16h

Teórico

Ministrante Tânia Fazzi Química graduada pelo Instituto de Química da Universidade de São Paulo (USP) e especialista na área de desenvolvimento de produtos cosméticos. Possui experiência na área industrial, tendo trabalhado por sete anos na Unilever, na área de desenvolvimento de produtos, e onze anos na Firmenich e Quest International, na área de perfumaria, gerenciando o departamento técnico com foco em aplicações/estabilidade de fragrâncias, desenvolvimento de tecnologias, avaliação sensorial e analítica. É docente de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu do Instituto Racine.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009


Julho

Quinta-feira 00 09h00 às 16h

Curso 12 Fotoproteção: tendências em formulações, novos conceitos, eficácia e aspectos legais Teórico

Ministrantes Gustavo de Campos Dieamant Farmacêutico graduado em ciências farmacêuticas com habilitação em análises clínicas pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-CAMP), doutor em farmacologia/imunotoxicologia e neuroimunoendocrinologia cutânea e mestre em farmacologia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Atuou em farmácia com manipulação durante três anos. Foi pesquisador da Chemyunion por dois anos, da qual é gerente de tecnologia em pesquisa e desenvolvimento, sendo responsável pelo desenvolvimento de novos ativos para a área cosmética e dermatológica, pela elaboração de projetos científicos e pela realização de testes de segurança e eficácia in vitro. Possui experiência didática nas áreas de farmacologia, cosmetologia e farmacotécnica. É docente do curso de cosmetologia da Faculdades Oswaldo Cruz (FOC), professor convidado na disciplina de imunocosméticos do curso de farmácia da UNICAMP e docente do Curso Intensivo de Cosmetologia - Desenvolvimento de Produtos Cosméticos e dos Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu em Manipulação Magistral Alopática e Pesquisa & Desenvolvimento de Produtos Cosméticos - Cosmetologia Avançada e de outros cursos de extensão do Instituto Racine.

O curso pretende apresentar conceitos relacionados à fotoproteção, correlacionando tendências do mercado nacional e internacional às formulações cosméticas, metodologias de análise de eficácia e legislação.

Dermocosmética / Cosmetologia

09

Especial Eventos Racine 2009

Jéssica Eleonora Pedroso Sanches Silveira Farmacêutica graduada pela Faculdade de Farmácia e Bioquímica da Universidade Paulista (UNIP) e mestre em biologia geral e aplicada pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). Atuou como coordenadora de pesquisa clínica na EVIC Brasil e atualmente trabalha na área de assuntos regulatórios da Chemyunion.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

43


Especial Eventos Racine 2009

Curso 19 Discromias pigmentares: etiologia, ativos farmacêuticos e cosméticos, formulações e fotoproteção preventiva

Dermocosmética / Cosmetologia

Disfunções pigmentares, especialmente hipercromias e doenças hipocrômicas, representam grande parte das disfunções estéticas e patológicas que levam às consultas dermatológicas. Devido à fisiopatologia envolvida, grande parte dos ativos medicamentosos ou cosméticos utilizados para prevenir ou tratar estas afecções são especialmente desenvolvidos para atuar na cascata melanogênica, uma complexa ferramenta que culmina na formação de melanina. Por este motivo, problemas farmacotécnicos e incompatibilidades técnicas e de aplicação inerentes ao uso de despigmentantes, filtros solares, ácidos e demais eletrólitos fortes são bastante comuns na rotina da farmácia. O bom entendimento dos principais aspectos técnicos e a elaboração de bases dermatológicas eficazes, estáveis para a incorporação destes ativos e sensorialmente agradáveis ao consumidor, torna-se ferramenta importante e crucial no sucesso terapêutico.

44

Julho

10

Sexta-feira 00 09h00 às 16h

Teórico

Ministrante Gustavo de Campos Dieamant Farmacêutico graduado em ciências farmacêuticas com habilitação em análises clínicas pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-CAMP), doutor em farmacologia/imunotoxicologia e neuroimunoendocrinologia cutânea e mestre em farmacologia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Atuou em farmácia com manipulação durante três anos. Foi pesquisador da Chemyunion por dois anos, da qual é gerente de tecnologia em pesquisa e desenvolvimento, sendo responsável pelo desenvolvimento de novos ativos para a área cosmética e dermatológica, pela elaboração de projetos científicos e pela realização de testes de segurança e eficácia in vitro. Possui experiência didática nas áreas de farmacologia, cosmetologia e farmacotécnica. É docente do curso de cosmetologia da Faculdades Oswaldo Cruz (FOC), professor convidado na disciplina de imunocosméticos do curso de farmácia da UNICAMP e docente do Curso Intensivo de Cosmetologia - Desenvolvimento de Produtos Cosméticos e dos Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu em Manipulação Magistral Alopática e Pesquisa & Desenvolvimento de Produtos Cosméticos - Cosmetologia Avançada e de outros cursos de extensão do Instituto Racine.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009


Julho

Sexta-feira 00 09h00 às 16h

Curso 21 Aplicação cutânea de retinóides Internacional Teórico

Ministrante Carlos Maurício Barbosa Farmacêutico industrial graduado e doutor em tecnologia farmacêutica pela Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto, Portugal, e pós-graduado em medicamentos manipulados pela Faculdade de Farmácia da Universidade de Barcelona, Espanha. É docente associado com nomeação definitiva da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto, Portugal, onde exerce funções docentes desde 1984 nas áreas de tecnologia farmacêutica, dermofarmácia e cosmética, dispositivos médicos e farmácia magistral e consultor e formador em vários domínios da farmácia comunitária, farmácia hospitalar e indústria farmacêutica. Coordenou a concepção e a elaboração do Formulário Galénico Português, editado em 2001 e atualizado/ampliado em 2005, em 1997 criou o curso de licenciatura em farmácia do Instituto Superior de Ciências e Tecnologia de Moçambique, sendo seu coordenador durante 10 anos, e em 1999 criou o Centro Tecnológico do Medicamento (CETMED) da Associação Nacional das Farmácias (ANF), em Portugal, com a missão de apoiar os farmacêuticos portugueses nos diferentes domínios dos medicamentos manipulados, permanecendo por seis anos como seu diretor. É perito da Comissão do Formulário Hospitalar Nacional de Medicamentos e membro de sua Comissão de Redação, membro de várias associações profissionais e científicas, portuguesas e internacionais, nomeadamente membro fundador da Sociedade Internacional de Farmácia Magistral (International Society of Pharmaceutical Compounding - ISPhC) e integra sua diretoria e é presidente da Sociedade Hispano-Portuguesa de Medicamentos de Liberação Controlada e, desde 2003, coordenador do Seminário Internacional dos Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu em Manipulação Magistral Alopática, Atenção Farmacêutica - Formação em Farmácia Clínica e Farmácia Hospitalar e Farmácia Clínica do Instituto Racine, realizados anualmente em Portugal e na Espanha.

A família dos retinóides integra um grupo de moléculas que apresentam capacidade para se ligarem aos receptores dos retinóides (diretamente ou após conversão metabólica) e induzirem a transcrição genética, originando uma resposta biológica específica. As ações dos retinóides a nível epitelial têm despertado interesse crescente por estes compostos nas áreas da dermatologia e da cosmetologia, quer na prevenção quer no tratamento de diversas afecções da pele. Em dermatologia, a aplicação cutânea de retinóides tem evidenciado eficácia no tratamento de várias dermatoses, muitas das quais são de difícil resolução e comprometem a qualidade de vida do paciente, nomeadamente a psoríase e a acne. Além disso, os retinóides têm se revelado importantes no tratamento e na prevenção de alterações cutâneas malignas e pré-malignas. Em cosmetologia, têm sido utilizados com sucesso na prevenção e na atenuação de sinais resultantes do crono e do fotoenvelhecimento cutâneo, na eliminação de hipo e hiperpigmentações localizadas, na celulite e também na realização de peelings faciais. Apesar de à aplicação cutânea de retinóides não estarem associados os efeitos adversos graves verificados após a sua administração sistêmica, a aplicação destes compostos na pele também requer cuidados especiais. Estes se devem, em particular, à irritação local, mais ou menos intensa, que, muito freqüentemente, se verifica durante as primeiras semanas de aplicação cutânea. Neste domínio, o aconselhamento aos pacientes/ utilizadores assume uma importância decisiva para o sucesso dos tratamentos, já que, em cada caso, a adoção de procedimentos adequados de aplicação dos produtos na pele permite minimizar a reação adversa cutânea, promovendo, em conseqüência, a adesão (compliance) dos pacientes ao tratamento. Deve-se, ainda, considerar as precauções inerentes à aplicação cutânea de retinóides em certos grupos populacionais, designadamente em mulheres em idade fértil, em grávidas e em mulheres que estão amamentando. Neste curso abordar-se-ão os retinóides habitualmente utilizados em preparações cutâneas (como o retinol, o retinaldeído, os ésteres de retinila, a tretinoína e a isotretinoína) e também os retinóides mais recentes (como a alitretinoína, o fenretinido, o tocorretinato, o tazaroteno, o adapaleno e o bexaroteno), a sua penetração e metabolização na pele, os aspectos moleculares envolvidos na respectiva ação, os seus usos em dermatologia e em cosmetologia e os efeitos proporcionados após aplicação cutânea, os cuidados inerentes à sua utilização e os aspectos farmacotécnicos relativos à sua veiculação em preparações cutâneas.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

45

Dermocosmética / Cosmetologia

10

Especial Eventos Racine 2009


Especial Eventos Racine 2009

Curso 24 - Produtos cosméticos para farmácias: análise técnica de linhas cosméticas e viabilidade econômica e de mercado para produção terceirizada

Dermocosmética / Cosmetologia

O curso apresentará conceitos e tendências existentes nas formulações de cosméticos, assim como as diferentes matérias-primas e técnicas envolvidas no processo de preparação destas formulações. Será abordado o desenvolvimento das formulações cosméticas que possam atender as diferentes necessidades do mercado e os mais variados graus de exigência dos consumidores. O curso incluirá os detalhes envolvidos no processo de terceirização de um produto industrial, a adaptação da preparação em escala magistral e a operacionalização da produção para a escala industrial. Serão exploradas as peculiaridades das empresas terceiristas, detalhando os critérios para que a escolha destas seja adequada aos interesses de quem procura a terceirização.

46

Julho

11

Sábado 30 08h30 às 15h

Teórico

Ministrante Marcos Moisés Gonçalves Farmacêutico industrial graduado pela Faculdade de Farmácia e Bioquímica da Faculdades Oswaldo Cruz (FOC), doutor em ciência e tecnologia das radiações e dos materiais - radiofármacos - pela Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN)/Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN)/Universidade de São Paulo (USP) e do National Centre for Scientific Research Demokritos, na Grécia, e mestre em ciência e tecnologia das radiações e dos materiais pela (CNEN)/ (IPEN)/(USP). É vice-coordenador do curso de mestrado em ciências farmacêuticas e professor titular de farmacotécnica da Universidade de Sorocaba (UNISO) e diretor científicocomercial da Medicatriz. Foi o primeiro coordenador do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Manipulação Magistral Alopática e atualmente é docente de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu e outros cursos de extensão do Instituto Racine.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009


Especial Eventos Racine 2009

Gestão de Farmácias e Drogarias O planejamento, a organização, o controle, a coordenação e as técnicas utilizadas para alcançar objetivos traçados em uma empresa são atividades de um administrador. No contexto das farmácias e drogarias essas atividades têm sido cada vez mais absorvidas pelos farmacêuticos, porém são compartilhadas com diversos outros profissionais com formação nas áreas administrativas, contábeis e de marketing. De uma ou de outra forma, todos os profissionais em cargos de gestão necessitam de constante formação e atualização, no sentido de desenvolver ou aprimorar suas competências nas inúmeras áreas às quais estão expostos por assumirem tais responsabilidades.

48

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009


Especial Eventos Racine 2009

Curso 05 Estratégias de merchandising e exibitécnica para farmácias e drogarias

Gestão de Farmácias e Drogarias

Neste curso será apresentada a estrutura básica de exposição de produtos em farmácias e drogarias, visando obter melhores resultados em vendas e exibitécnica dentro dos parâmetros legais, visando as técnicas do varejo e do comportamento do consumidor diante das ações de comunicação e exposição de produtos em gôndolas e prateleiras, além de apresentar as informações básicas para melhorar espaços, disposição de produtos e tráfego de consumidores nas áreas de vendas.

50

Julho

08

Quarta-feira 00 09h00 às 16h

Teórico

Ministrante Sandra Pires de Almeida Publicitária graduada pela Universidade Metodista de São Paulo, pós-graduada em administração de marketing com extensões no Rochester Institute os Technology (RIT), Estados Unidos da América (EUA), especializada em Feng Shui pela Escola do Chapéu Negro, mestre em administração de empresas pela Universidade Paulista (UNIP) e qualificada em Código de Defesa do Consumidor pela Organização dos Advogados do Brasil (OAB)/Escola Superior de Advocacia (ESA). É publicitária e diretora de criação para promoção de vendas, produto, merchandising, comércio eletrônico e gestão de marca com 15 anos de experiência e professora universitária da UNIP e da Escola Superior de Administração e Marketing e Comunicação (ESAMC)/Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM).

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009


Julho

Quarta-feira 00 09h00 às 16h

Curso 06 Liderança e gestão de pessoas

Teórico

Ministrante Luiz Everardo Muezerie Sociólogo graduado pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e especialista em coordenação de grupos operativos pelo Instituto Pichon-Rivière. Possui uma trajetória profissional de 25 anos em empresas nacionais e multinacionais de grande porte como American Express, Antarctica e Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC), atuando como executivo ou consultor na área de recursos humanos. É consultor nas áreas de gestão de negócios e recursos humanos e desde 1995 atua no desenvolvimento de projetos de planejamento estratégico, renovação organizacional e gestão de capital humano, desenvolvendo estratégias de aprendizagem e conteúdos para programas de desenvolvimento gerencial (liderança, trabalho em equipe, motivação, comunicação, tomada de decisão e resolução de problemas), treinamentos operacionais (implantação de processos e programas de qualidade), treinamento sobre produtos, técnicas de vendas e de negociação, bem como workshops de sensibilização e mobilização para mudança, além de docente dos Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu do Instituto Racine.

O intuito deste curso é propiciar aos participantes uma visão geral sobre os conceitos de liderança e trabalho em equipe, aplicados ao universo da farmácia, fornecendo aos participantes conceitos e informações práticas necessárias ao exercício da liderança junto a uma equipe de trabalho de uma farmácia.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

Gestão de Farmácias e Drogarias

08

Especial Eventos Racine 2009

51


Especial Eventos Racine 2009

Curso 13 Processos de seleção e demissão em farmácias e drogarias

Gestão de Farmácias e Drogarias

A gestão de pessoas possui pontos críticos nos extremos do ciclo de vida dos profissionais em uma organização: o momento da inclusão do novo colaborador e o momento de seu desligamento. Saber conduzir tecnicamente os processos de seleção de pessoas favorece escolhas acertadas e coerentes às necessidades da organização. Por outro lado, saber conduzir tecnicamente os processos de demissão de colaboradores evita maiores desgastes de ambas as partes e preserva a imagem da empresa. O curso apresentará, em linguagem acessível, inclusive aos não profissionais da área de recursos humanos, técnicas e orientações sobre as boas práticas de seleção de pessoas e demissão, visando sua aplicação ao dia-a-dia de farmácias e drogarias de todos os portes.

52

Julho

09

Quinta-feira 00 09h00 às 16h

Teórico

Ministrante Sueli Aznar Psicóloga graduada pela Universidade São Marcos e especializada em grupos operativos pelo Instituto Pichon-Rivière de São Paulo. Possui experiência clínica e na área de saúde organizacional, atua como consultora na orientação de carreira de executivos, análise de clima organizacional e desenvolvimento de gestores e equipes.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009


Julho

Sexta-feira 00 09h00 às 16h

Curso 20 Planejamento tributário para farmácias Teórico

Ministrante José Carlos Sanches Campoi Contador graduado e mestrando em ciências contábeis e financeiras pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Possui anos de experiência como controler em empresas de grande porte. É consultor em tributos e gestão, professor nos cursos de pós-graduação da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e docente de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu e de outros cursos de extensão do Instituto Racine.

O foco deste curso é a tomada de decisão quanto à sistemática de recolhimento para o Imposto de Renda. A decisão deve ser tomada quanto às seguintes formas de tributação: Tributação pelo Simples, Lucro Presumido ou Lucro Real. Serão expostas as linhas tributárias básicas de cada opção e depois discutidos os principais efeitos por meio de exemplos práticos para, ao final, serem realizadas as devidas comparações e o levantamento das vantagens e desvantagens de cada sistemática, procurando dotar o participante de conhecimentos básicos para discutir junto aos profissionais que o auxiliam na tomada dessa importante decisão.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

Gestão de Farmácias e Drogarias

10

Especial Eventos Racine 2009

53


Especial Eventos Racine 2009

Simpósio 03 Estratégias para a redução de custos na farmácia

Gestão de Farmácias e Drogarias

A proposta deste simpósio é dar subsídio aos participantes para que eles possam entender sobre como planejar e deliberar sobre os assuntos administrativos, financeiros e contábeis, de recursos humanos e de marketing, importantes na gestão de farmácia, enfatizando o controle interno dos custos.

11

Sábado 00 09h00 às 16h

Teórico

Mediadora Renata Aranega Farmacêutica graduada pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Araraquara da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP) e MBA em gestão empresarial pelo Business Institute - Ohyo University - Fundação Getúlio Vargas (FGV) e especialização em marketing na área da saúde pela FGV. Atuou por quase cinco anos na Racine Consultores, empresa do Grupo Racine especializada em consultorias e assessorias na área da saúde, onde ocupava o cargo de Gerente Técnica e Comercial. É consultora da Racine Consultores e gerente acadêmica do Instituto Racine, além de docente de Cursos Intensivos, Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu e outros cursos de extensão do Instituto Racine.

Confira no hotsite www.semanaracine.com.br a lista completa de palestrantes e debatedores deste Simpósio

54

Julho

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009


Especial Eventos Racine 2009

Serviços em Farmácias Serviços farmacêuticos são um conjunto de ações, exercidas pelo farmacêutico ou sob sua supervisão, prestadas no decorrer das diversas atividades integrantes do campo da assistência farmacêutica, que respondem às necessidades e às demandas da população, sustentadas em critérios técnico-científicos e nas políticas de saúde. Estes serviços podem assumir diversas características, dependendo dos objetivos a serem atingidos e do local em que a prática farmacêutica se desenvolve. Seguindo este conceito ampliado de serviços, nesse ano o Instituto Racine optou por trazer um tema de extrema importância aos profissionais que atuam em farmácias comunitárias, que, inúmeras vezes em seu dia-a-dia, se deparam com situações que possuem potencial ou até iminente risco para a saúde daqueles a quem atendem: os primeiros socorros em farmácia. Saber reconhecer situações de risco e prestar o atendimento e a orientação apropriados contribui para a integração dos farmacêuticos nas ações em saúde, para aprimorar a qualidade dos serviços prestados pela farmácia e para o seu reconhecimento como estabelecimento comprometido com a saúde da população.

56

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009


Especial Eventos Racine 2009

Curso 14 Prestação de socorros em casos de urgências e emergências na farmácia

Serviços em Farmácias

Os farmacêuticos, como profissionais da saúde reconhecidos pela comunidade, estão também na linha de frente da atenção primária à saúde. Em seu dia-a-dia, por muitas vezes, se deparam com situações que possuem potencial ou até iminente risco para a saúde daqueles a quem atendem. Saber reconhecer estas situações e prestar o atendimento e a orientação apropriados contribui na complementação de sua formação, refletindo em sua qualidade profissional e nos serviços prestados pela farmácia. O curso apresentará, em linguagem acessível, as principais situações que oferecem potenciais riscos à saúde, assim como condutas e orientações práticas frente a situações de urgência, visando sua aplicação no dia-a-dia de farmácias e drogarias de todos os portes.

58

Julho

09

Quinta-feira 00 09h00 às 16h

Teórico

Ministrante Rafael Willain Lopes Médico graduado pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), especialista em cardiologia titulado pela Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), médico nuclear titulado pelo Colégio Brasileiro de Radiologia (CBR) e doutorando em medicina/tecnologia e intervenção em cardiologia pelo Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia e Universidade de São Paulo (USP). É médico cardiologista do Fleury Medicina e Saúde, médico nuclear do serviço de medicina nuclear do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia e do Hospital Santa Paula e provedor e instrutor de suporte avançado de vida em cardiologia pela American Heart Association (AHA).

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009


Especial Eventos Racine 2009

Garantia da Qualidade A garantia da qualidade é uma ferramenta de gerenciamento e engloba elementos como estrutura organizacional, processos e procedimentos para garantir que os medicamentos produzidos estejam em conformidade com os padrões de qualidade exigidos e possam ser utilizados para os fins propostos. Assim, a estruturação adequada de um processo de garantia da qualidade, considerando planejamento e desenvolvimento de um produto, e as Boas Práticas de Fabricação (BPF), é fator primordial para assegurar que os medicamentos manipulados estejam de acordo com as especificações para eles estabelecidas.

60

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009


Especial Eventos Racine 2009

Curso 07 - Metodologias analíticas para o controle de qualidade físicoquímico de matérias-primas na farmácia de acordo com a RDC nº 67/2007

Garantia da Qualidade

O curso tem como proposta capacitar farmacêuticos e colaboradores para a prática interna do controle de qualidade na farmácia com manipulação, abordando as principais análises exigidas no âmbito da legislação sanitária e que são necessárias à segurança dos produtos farmacêuticos manipulados em farmácia. Além disso, fornecerá subsídios para uma discussão pautada a respeito de laudos analíticos apresentados por fornecedores e laboratórios que prestam à farmácia o serviço terceirizado, baseando-se em legislação vigente. Dessa forma, mantém-se aberto o campo para a discussão e a reciclagem dos profissionais que já atuam na área, bem como o aprendizado para profissionais que desejam atuar ou se aperfeiçoar sobre o tema.

62

Julho

89 e

Quarta-feira e

Quinta-feira

30

09h00 às 15h

Teórico e Prático CURSO REALIZADO NA SEDE DO INSTITUTO RACINE

Ministrante Carlos César Fiocchi Farmacêutico graduado pelo Centro Universitário Hermínio Ometto (UNIARARAS), mestre em engenharia de produção - área de qualidade pela Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP) e especialista em metodologia de ensino superior e em administração de serviços de saúde. Possui ampla experiência na área farmacêutica, tendo atuado em produção, garantia e controle de qualidade, planejamento e controle de produção, almoxarifado e como gerente industrial. É diretor técnico da Fiocchi Consultoria, que atua nas áreas farmacêutica, alimentícia e cosmética, e docente de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu e outros cursos de extensão do Instituto Racine.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009


Julho

Quarta-feira 30 09h00 às 15h

Curso 08 Boas Práticas de Laboratório aplicadas à manipulação magistral

Teórico e Prático CURSO REALIZADO NA SEDE DO INSTITUTO RACINE

Ministrante Janaina Fernanda Packer Farmacêutica habilitada em indústria, alimentos e bioquímica pela Pontifícia Universitária Católica do Paraná (PUCPR), mestre em ciências farmacêuticas pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), especialista em microbiologia - área de concentração controle de qualidade - e gestão da qualidade na produção de medicamentos, alimentos e cosméticos pela PUC-PR. Por dois anos atuou em laboratório de controle de qualidade. É consultora técnica na área de controle e garantia da qualidade e diretora da Packer Consultoria e Treinamento, docente em cursos de graduação e pós-graduação nas disciplinas de controle de qualidade e na área de cosmetologia e docente de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu e outros cursos de extensão do Instituto Racine.

Este curso tem como meta a solução de problemas da rotina da farmácia com manipulação no que tange às Boas Práticas Laboratoriais essenciais para a implementação da garantia da qualidade. Conceitos estabelecidos e vícios que são adquiridos no exercício contínuo da profissão devem ser constantemente corrigidos, visando a manutenção do sistema de gestão da qualidade da farmácia com manipulação. A discussão e a adaptação de certos valores que já não mais condizem com a realidade exigida devem ser cautelosas, baseadas em novos fundamentos que proporcionem um ambiente de trabalho adequado, resultando em produtos seguros, eficazes e com qualidade. A capacitação uniforme da equipe de farmacêuticos e colaboradores é peça chave para o bom desenvolvimento e funcionalidade da farmácia.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

Garantia da Qualidade

08

Especial Eventos Racine 2009

63


Especial Eventos Racine 2009

Curso 15 - Metodologias analíticas para o controle de qualidade físicoquímico de matérias-primas na farmácia de acordo com a RDC nº 67/2007

Garantia da Qualidade

O curso tem como proposta capacitar farmacêuticos e colaboradores para a prática interna do controle de qualidade na farmácia com manipulação, abordando as principais análises exigidas no âmbito da legislação sanitária e que são necessárias à segurança dos produtos farmacêuticos manipulados em farmácia. Além disso, fornecerá subsídios para uma discussão pautada a respeito de laudos analíticos apresentados por fornecedores e laboratórios que prestam à farmácia o serviço terceirizado, baseando-se em legislação vigente. Dessa forma, mantém-se aberto o campo para a discussão e a reciclagem dos profissionais que já atuam na área, bem como o aprendizado para profissionais que desejam atuar ou se aperfeiçoar sobre o tema.

64

Julho

9 10 e

a-feira

Sext Quinta-feira e

30

09h00 às 15h

Teórico e Prático CURSO REALIZADO NA SEDE DO INSTITUTO RACINE

Ministrante Janaina Fernanda Packer Farmacêutica habilitada em indústria, alimentos e bioquímica pela Pontifícia Universitária Católica do Paraná (PUCPR), mestre em ciências farmacêuticas pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), especialista em microbiologia - área de concentração controle de qualidade - e gestão da qualidade na produção de medicamentos, alimentos e cosméticos pela PUC-PR. Por dois anos atuou em laboratório de controle de qualidade. É consultora técnica na área de controle e garantia da qualidade e diretora da Packer Consultoria e Treinamento, docente em cursos de graduação e pós-graduação nas disciplinas de controle de qualidade e na área de cosmetologia e docente de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu e outros cursos de extensão do Instituto Racine.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009


Especial Eventos Racine 2009

Farmacotécnica A farmacotécnica, como ramo da farmacologia, viabiliza os medicamentos por meio da elaboração das diversas formas farmacêuticas existentes atualmente, com objetivos de prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças. A manipulação de medicamentos é a atividade mais antiga exercida por farmacêuticos e, certamente, a que impulsionou o surgimento da profissão. Entretanto, diferentemente da época em que as formulações eram produzidas empiricamente, atualmente tornam-se cada vez mais necessários estudos relacionados a tais formulações, para que estas tenham garantidas a segurança e a eficácia esperadas. Assim, é de extrema importância o embasamento teórico no tocante ao desenvolvimento, ao preparo, à conservação e à dispensação de formulações magistrais como maneira de viabilizar os objetivos de uma proposta farmacoterapêutica.

66

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009


Especial Eventos Racine 2009

Curso 22 - Farmacotécnica de pós e cápsulas - principais problemas em sua manipulação e propostas de solução

Farmacotécnica

Cerca de 80% dos insumos utilizados na manipulação de medicamentos se apresentam na forma sólida e uma importante parcela é dispensada na forma de sachê ou cápsulas, o que impõe a necessidade de pleno conhecimento dos fatores envolvidos na busca da qualidade dos produtos manipulados, desde a qualificação dos fornecedores, o controle de qualidade nas diversas etapas do processo de manipulação, a realização dos processos, bem como o treinamento e a supervisão das atividades dos técnicos manipuladores. O curso se propõe a apresentar e discutir as ferramentas disponíveis e aquelas necessárias para serem utilizadas na rotina de manipulação de formas farmacêuticas sólidas de modo a coibir erros, buscando sempre estar à frente das exigências sanitárias vigentes.

68

Julho

10 11 e

Sábado Sexta-feira e 30 09h00 às 15h

Teórico e Prático CURSO REALIZADO NA SEDE DO INSTITUTO RACINE

Ministrante Said Gonçalves da Cruz Fonseca Farmacêutico industrial graduado pelo Curso de Farmácia da Universidade Federal do Ceará (UFCE) e mestre em ciências farmacêuticas pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Foi professor de tecnologia farmacêutica de 1995 a 2001 e é professor de farmacotécnica desde 2001 no Curso de Farmácia da UFCE. Presta assessorias no desenvolvimento de produtos para indústrias farmacêuticas e é coordenador local e docente do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Manipulação Magistral Alopática do Instituto Racine, realizado em acordo de cooperação acadêmica com a UFCE.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009


Especial Eventos Racine 2009

08 a 11 de julho de 2009 Expo Center Norte São Paulo (SP) - Brasil

19ª Expo Farmácia Reúne Profissionais de Farmácias e Drogarias para Negócios e Networking Eventos Integrados

Farmacêuticos, proprietários, gestores, acadêmicos e técnicos de farmácias e drogarias estarão reunidos para conferir as principais novidades, lançamentos e tendências para o segmento farmacêutico na 19ª Expo Farmácia e seus eventos integrados, que acontecerão em São Paulo (SP), de 08 a 11 de julho, das 10h às 20h, no Expo Center Norte.

70

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

Em exposição, cosméticos e medicamentos industrializados, matérias-primas, insumos, suprimentos, mobiliários e equipamentos para o setor, que girou cerca de R$ 10 bilhões em 2008 e conta com mais de 72 mil estabelecimentos em todo o território nacional. Um dos destaques da 19ª Expo Farmácia é o aumento do número de expositores do segmento cosmético - um


Especial Eventos Racine 2009

Farmácia Integrada - estande que materializa um conceito de farmácia que oferece produtos e serviços integrados. As expectativas são de que cerca de 20 mil visitantes compareçam à feira durante seus quatro dias, movimentando o setor e realizando contatos e compras para suas empresas, gerando negócios da ordem de R$ 150 milhões.

mercado que cresceu 10,4% no ano passado no Brasil. Além da feira de negócios, o evento apresenta o Arena de Idéias palestras empresariais voltadas a proprietários, farmacêuticos, gestores e colaboradores de farmácias e drogarias - com os palestrantes Ala Szerman, Luiz Marins e Waldez Ludwig, o Cosmetic Show - 2º Fórum Internacional de Farmácia Estética e o Espaço Showcase, além da

O local dos eventos, por si só, será outro destaque. Após uma grande reforma e reestilização do Centro de Convenções e ampliação dos pavilhões, concluída em abril, o Expo Center Norte tornou-se um dos mais completos e versáteis ambientes para eventos no Brasil e na América Latina, oferecendo ainda mais conforto e modernidade. Sua nova área total passa de 62 mil para 98 mil m², distribuídos em cinco pavilhões e 21 auditórios. A 19ª Semana Racine de Atualização em Farmácia, a 19ª Expo Farmácia e seus eventos integrados acontecerão no Centro de Convenções e no Pavilhão Vermelho.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) Disponibiliza, de Forma Inédita, Unidade de Atendimento para Farmácias e Drogarias A Expo Farmácia e a Semana Racine de Atualização em Farmácia sempre foram um importante espaço de debates e encontro entre profissionais, lideranças e instituições, promovendo diversas reflexões e intercâmbio de informações e também o contato direto entre o setor regulado e os órgãos reguladores do segmento farmacêutico. Por meio destes eventos já foram discutidas diversas normas e ações em prol da melhoria da atuação das empresas e dos profissionais e o aprimoramento das leis perante as necessidades do mercado. Em 2009, além das tradicionais palestras sobre assuntos regulatórios, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), que neste ano celebra os dez anos de sua fundação, também disponibilizará diversos serviços em seu estande na 19ª Expo Farmácia. As empresas poderão regularizar sua situação junto à Agência por meio de serviços de peticionamentos, protocolo, renovação das autorizações de funcionamento (AFE e AE), entre outros, no inédito posto avançado da Unidade de Atendimento ao Público (UNIAP), que estará funcionando durante os quatro dias dos eventos no estande da ANVISA. Dirceu Raposo de Mello, presidente da Agência, fala sobre esta iniciativa em entrevista nas páginas 90 e 91.

Outras instituições também terão estandes, como a Associação Brasileira de Distribuidores e Importadores de Insumos Farmacêuticos (ABRIFAR), a Sociedade Brasileira de Vigilância de Medicamentos (SOBRAVIME), o Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (CRF-SP), a Associação Brasileira do Comércio Farmacêutico (ABCFarma), o Sindicato dos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (SINFARSP) e a Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais (ANFARMAG).

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

71


Especial Eventos Racine 2009

Farma Meeting Expo 2009 Congrega Diferentes Públicos em Torno do Crescimento do Segmento Farmacêutico A 19ª Expo Farmácia terá ainda como inovação a integração do Farma Meeting Expo 2009, em uma realização e promoção da Associação Brasileira do Comércio Farmacêutico (ABCFarma), Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (ABRAFARMA) e Associação Brasileira do Atacado Farmacêutico (ABAFARMA), em conjunto com o Grupo Racine. O acordo de sinergia, assinado recentemente entre as instituições e o Grupo Racine, é o primeiro passo para a consolidação do grande evento do medicamento no Brasil, que contemplará tanto os pequenos, médios e grandes

empresários do setor, sob a ótica empreendedora, quanto os farmacêuticos e técnicos, sob as óticas técnica e científica. Cursos, palestras, workshops nos auditórios e estandes de fornecedores na feira comercial reunirão, em um mesmo local e data, as diversas nuances deste importante segmento, propiciando aos participantes um grande leque de oportunidades de atualização técnica e de gestão empresarial, aliado às oportunidades características de uma feira comercial completa dentro de seu segmento. Confira a programação no hotsite www.expofarmacia.com.br.

A 19ª Expo Farmácia oferece também mais informações e serviços por meio da internet, no hotsite www.expofarmacia.com.br, que apresenta seus eventos integrados e aborda itens como a localização da feira, os expositores confirmados, área exclusiva para imprensa e expositores e o credenciamento on-line, pelo qual basta efetuar o cadastro para receber a credencial no endereço escolhido ou retirá-la nos guichês de credenciamento on-line do evento.

Faça seu Credenciamento On-Line Acesse www.expofarmacia.com.br Mais informações: (11)3670-3499

19ª Expo Farmácia 08 a 11 de julho de 2009 Quarta-Feira à Sábado Das 10h às 20h

Entrada Gratuita

Confira mais detalhes sobre o Farma Meeting Expo 2009 nas Páginas 86 a 88

72

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

Expo Center Norte Pavilhão Vermelho Rua José Bernardo Pinto, 333 Vila Guilherme - São Paulo (SP)


Especial Eventos Racine 2009

O Espaço Showcase é um ambiente dedicado à área farmacêutica e aberto gratuitamente aos visitantes da 19ª Expo Farmácia, onde ocorrerão, de 08 a 11 de julho, apresentações técnicas e institucionais das empresas expositoras e entidades da área da saúde como o Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (CRF-SP), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e a Associação Brasileira de Comércio Farmacêutico (ABCFarma).

Diversos profissionais da ANVISA estarão participando exclusivamente do evento e discorrerão sobre os mais variados temas de real interesse para o segmento de farmácias e drogarias. Dentre eles: - Vigilância Sanitária no Controle de Medicamentos: Ações de Combate à Fraude, Contrabando e Produtos sem Registro; - Boas Práticas para o Gerenciamento de Medicamentos, Insumos Farmacêuticos, Produtos para a Saúde, Higiene e Saneantes em Serviços de Saúde; - Nova Lei de Rastreabilidade de Medicamentos; - Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados (SNGPC); - Critérios Sanitários para Prestação de Serviços pelo Farmacêutico em Farmácias e Drogarias;

- Vigilância Sanitária do Comércio de Produtos em Farmácias e Drogarias; - Agenda Regulatória da ANVISA 2009: Regulamentação de Produtos e Serviços Submetidos à Vigilância Sanitária; - Farmacopéia Brasileira: Novas Monografias para o Desenvolvimento Tecnológico Farmacêutico e a Garantia da Qualidade dos Produtos; - Controle e Monitoramento de Propaganda de Medicamentos: RDC nº 96/2008; - Medicamentos Isentos de Prescrição: Novas Regras da ANVISA; - Regulamento Técnico para Registro de Insumos Farmacêuticos Ativos (IFA); - Critérios Sanitários e a Simplificação do Registro de Medicamentos na ANVISA: Instruções Normativas de Revisão da RE 893.

Para assistir gratuitamente às palestras e acompanhar as atividades, basta comparecer ao espaço, localizado na feira, nas datas e horários programados para as apresentações. A programação completa estará disposta no próprio Espaço Showcase e também pode ser acessada por meio do hotsite www.expofarmacia.com.br

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

73


Especial Eventos Racine 2009

2º Fórum Internacional de Farmácia Estética Cosmetic Show 2º Fórum Internacional de Farmácia Estética Apontará Tendências para o Mercado As mais recentes novidades em tratamentos, fotoproteção, legislação, formulações e tendências mundiais na área estética e de dermocosmética estarão em debate no Cosmetic Show - 2º Fórum Internacional de Farmácia Estética, que acontece durante a 19ª Expo Farmácia, de 08 a 11 de julho de 2009, no Expo Center Norte, em São Paulo (SP). O objetivo é promover conhecimento e atualização de proprietários, farmacêuticos, gestores e colaboradores de farmácias e drogarias sobre o setor que há mais de uma década cresce bem acima do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro e que promete ser um dos mais interessantes nichos de mercado nos próximos anos.

74

Brasil: Segundo Maior Consumidor Mundial de Cosméticos A crescente participação da mulher no mercado de trabalho, o aumento da expectativa de vida e do consumo nas classes C e D na última década foram alguns dos principais fatores que impulsionaram a indústria cosmética brasileira. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), nos últimos 13 anos o setor cresceu 10,6%, em média, contra 3% do PIB e 2,9% da indústria em geral. Ainda segundo a entidade, os itens que lideram o consumo no País são produtos para cabelo, seguidos de itens de perfumaria e cosméticos para a pele. Por conta desse crescimento, o Brasil se posiciona como segundo maior consumidor de produtos de higiene e beleza, de acordo com dados da

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

Euromonitor International, empresa especializada em pesquisas sobre comportamento do consumidor. O mercado brasileiro perde apenas para os Estados Unidos da América (EUA) e superou o Japão, segundo colocado no ranking até o ano passado. Nas farmácias e drogarias, a comercialização de itens cosméticos e de higiene pessoal também cresceu. Dados da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (ABRAFARMA), entidade que reúne grandes redes varejistas, a venda de não medicamentos aumentou em 24,64% no ano passado. Em muitos estabelecimentos, a participação desses itens ultrapassa 30%. Diante desse quadro, é fundamental investir no desenvolvimento de serviços e no atendimento especializado em estética.


Especial Eventos Racine 2009

Confira a seguir a programação completa do Cosmetic Show - 2º Fórum Internacional de Farmácia Estética. Para assistir a este evento a inscrição on-line pode ser realizada para os quatro dias ou podem ser adquiridos ingressos unitários válidos para cada dia, por meio do site www.cosmeticshow.com.br.

Farmácia estética: ampliando a visão do farmacêutico no tratamento eficaz da pele

08/07/2009 - Quarta-feira 10h15 às 12h15

Coordenação Sheila Gonçalves Farmacêutica industrial e esteticista, além de pós-graduada no setor de cirurgia plástica da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)/Escola Paulista de Medicina (EPM). Docente do curso de pós-graduação em cosmetologia da Faculdades Oswaldo Cruz (FOC), ministrante do módulo bioquímica e fisiologia da pele e cabelos no Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Gestão e Tecnologia Cosmética - Engenharia Cosmética e no Curso Intensivo Cosmetologia - Desenvolvimento de Produtos Cosméticos do Instituto Racine.

Tratamento estético: uma apresentação prática Coordenação Sheila Gonçalves Palestrante Leonardo Cucco Esteticista e cosmetólogo graduado pela Universidade Anhembi Morumbi. Palestrante no Congresso Internacional da Hair Brasil em 2008.

• A importância do farmacêutico como um consultor em tratamento da pele; • Os principais conhecimentos que o farmacêutico precisa agregar para atuar nessa área; • Principais componentes e princípios-ativos de produtos para os tratamentos atuais; • Os cuidados diários mais importantes para o tratamento eficaz da pele; • Os principais tratamentos estéticos aliados à atuação do farmacêutico.

08/07/2009 - Quarta-feira 14h00 às 16h00

• Quais são as quatro fases da pele?; • Massagem Blue-Up de rejuvenescimento para as quatro fases da pele; • Sinergismo entre os ativos e a fisiologia da pele; • Tratamento seguro com duração prolongada; • Manobras específicas que tratam rugas, sinais e marcas de expressão; • Complementação com o uso home care; • Resultados apenas com ativos de rejuvenescimento e terapias manuais.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

75


Especial Eventos Racine 2009

Fotoproteção avançada: desenvolvimento, legislação e orientação adequada ao consumidor final Palestrante Cláudio Ribeiro Farmacêutico industrial graduado pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), responsável por desenvolvimento de produtos do Grupo Rosatex e professor de cosmetologia da Faculdades Oswaldo Cruz (FOC)

09/07/2009 - Quinta-feira 10h15 às 12h15

• Radiação ultravioleta/proteção UVA e UVB; • Legislação brasileira para fotoproteção; • Cuidados básicos ao se trabalhar com filtros orgânicos e inorgânicos; • Potencializando fotoprotetores com uso de antioxidantes tópicos.

Peelings modernos: entendendo a evolução desse procedimento da medicina estética ao uso diário do consumidor Palestrante Silvia Perez Damonte Farmacêutica graduada pela Faculdade de Farmácia Bioquímica da Universidade de Buenos Aires, Argentina, e especialista em produção cosmética. Encarregada da seção teste cosmecêutico do serviço de dermatologia do Hospital Italiano de Buenos Aires, autora de numerosos trabalhos de investigação sobre a evolução de produtos cosméticos em diversos congressos, vice-presidente da Asociación Argentina de Químicos Cosméticos (AAQC) e responsável técnica da empresa Claim, destinada à evolução sensorial e instrumental de produtos dermocosméticos.

76

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

09/07/2009 - Quinta-feira 14h00 às 16h00 Internacional

• Conceito fisiológico da pele (renovação natural cutânea); • Mecanismo de ação das diferentes substâncias funcionais cosméticas e dermatológicas; • Formulações para dermatologistas, profissionais esteticistas e consumidores finais; • Apelos dos produtos para peelings disponíveis no mercado.


Especial Eventos Racine 2009

Projetando dermocosméticos: como não errar desenvolvendo produtos que atendam a preferência do consumidor

10/07/2009 - Sexta-feira 10h15 às 12h15

Palestrante Marcos Moisés Gonçalves Farmacêutico industrial graduado pela Faculdade de Farmácia e Bioquímica da Faculdades Oswaldo Cruz (FOC), doutor em ciência e tecnologia das radiações e dos materiais - radiofármacos - pela Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN)/Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN)/Universidade de São Paulo (USP) e do National Centre for Scientific Research Demokritos, na Grécia, e mestre em ciência e tecnologia das radiações e dos materiais pela (CNEN)/(IPEN)/(USP). É vice-coordenador do curso de mestrado em ciências farmacêuticas e professor titular de farmacotécnica da Universidade de Sorocaba (UNISO) e diretor científico-comercial da Medicatriz. Foi o primeiro coordenador do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Manipulação Magistral Alopática e atualmente é docente de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu e outros cursos de extensão do Instituto Racine.

Desenvolvimento de máscaras faciais diferenciadas para tratamento específico de todos os tipos de pele

Palestrante Marcos Moisés Gonçalves

• O que são dermocosméticos; • Entendendo as tendências de mercado; • Benchmarking e criação de novos produtos; • Insumos e ativos multifuncionais; • Otimização de sensorial de formulações cosméticas; • Dimensionando o preço correto dos produtos.

10/07/2009 - Sexta-feira 14h00 às 16h00

• Ativos especiais a serem utilizados em formulações de máscaras; • Técnicas de preparo de máscaras; • Apelos e tipos de máscaras faciais; • Formulando máscaras diferenciadas; • Tratamentos cosméticos com máscaras; • Máscaras para massageamento facial.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

77


Especial Eventos Racine 2009

Aumento da lucratividade em farmácias e drogarias apostando na revenda de cosméticos Palestrante Eliane Brenner Farmacêutica graduada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), pósgraduada em microbiologia e imunologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e especialista em manipulação magistral alopática pela Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais (ANFARMAG). Professora da disciplina terapêutica cosmética do curso de pós-graduação do Instituto de Dermatologia Prof. Rubem David Azulay - Irmandade da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro.

• Por que marcas exclusivas geram diferencial de vendas?; • Como transformar a equipe de atendimento da farmácia em força de vendas; • A assistência farmacêutica como ferramenta de fidelização de clientes e aumento dos lucros; • Como adequar o mix de produtos ao mercado dos baby boomers; • Como garantir o aumento do preço médio por cliente; • Novos hábitos e novas mentalidades que surgem em época de crise.

Cosméticos coloridos: um novo enfoque em desenvolvimento de bases coloridas para tratamentos de peles com manchas e no pós-peeling Palestrante Simone de França Química e especialista em cosmetologia.

11/07/2009 - Sábado 10h15 às 12h15

11/07/2009 - Sábado 14h00 às 16h00

• Diferenças básicas entre corantes e pigmentos - aplicações; • Adição de corantes e pigmentos em formulações cosméticas; • Métodos práticos para o controle de cor; • Aplicação da colorimetria na cosmética - disfarce visual em pós-peeling; • Camuflagem de vitiligo - sugestões de cores e bases; • Novas formulações coloridas.

Palestras Gratuitas Sônia Corazza Engenheira química e especialista em cosmetologia.

Samia Maluf Psicóloga e especialista em aromaterapia.

Confira os temas, datas e horários das palestras gratuitas no hotsite www.expofarmacia.com.br

78

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009


Especial Eventos Racine 2009

Arena de Idéias Debaterá Inovação e Gestão em Farmácias e Drogarias

Implantação de novos serviços, motivação de equipes e novidades em gestão para farmácias e drogarias. Esses serão os temas em destaque durante o Arena de Idéias, evento integrado à 19ª Expo Farmácia, de 08 a 11 de julho de 2009. O Arena de Idéias traz palestrantes renomados com o objetivo de apresentar novidades e estratégias na implantação de projetos e motivação profissional, sendo dirigido a proprietários, farmacêuticos, gestores e colaboradores de farmácias e drogarias. Na programação desse ano do evento participam Ala Szerman, Prof. Luiz Marins e Waldez Ludwig. Confira nas próximas páginas mais detalhes sobre os temas e palestrantes.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

79


Especial Eventos Racine 2009

08/07/2009 - Quarta-feira 17h00 às 18h30

Implantação de espaço de estética em farmácias e drogarias Ala Szerman apresenta a palestra Implantação de espaço de estética em farmácias e drogarias, no dia 08/07/2009, a partir das 17h. O tema, apresentado por um dos ícones do setor de estética, destaca uma tendência no setor, alinhada ao aumento do consumo de produtos cosméticos. Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), nos últimos 13 anos o setor apresentou crescimento médio de 10,6% contra 3% do

Produto Interno Bruto (PIB) e 2,9% da indústria em geral. Atentas a este segmento, farmácias e drogarias investem em parcerias com empresas e marcas especializadas em cuidados com a pele, cabelos e bem-estar corporal para a criação de um espaço exclusivo de estética. Para a especialista, “a estratégia possibilita ao estabelecimento desenvolver um mercado em constante crescimento, atender novos clientes e aumentar o faturamento”.

Palestrante Ala Szerman Presidente da Associação Brasileira de Clínicas e Spas (ABCSPAS), foi pioneira na introdução da ginástica aeróbica no Brasil e inaugurou o primeiro Spa da América Latina, em 1984. A empresária revolucionou o mercado profissional estético em razão das tecnologias utilizadas em seus tratamentos corporais e faciais. Participou durante mais de dez anos do programa TV Mulher na TV Globo e posteriormente na TV Manchete.

09/07/2009 - Quinta-feira 17h00 às 18h30

Como conseguir um atendimento excelente em farmácias e drogarias com a realidade e as pessoas que temos em nossa empresa Como conseguir um atendimento excelente em farmácias e drogarias com a realidade e as pessoas que temos em nossa empresa é o tema da palestra do Prof. Luiz Marins. Segundo dados do Conselho Federal de Farmácia (CFF), o Brasil conta com mais de 72 mil estabelecimentos farmacêuticos. O total reúne farmácias de todos os portes - das pequenas farmácias de tradição familiar às unidades megastores das grandes redes varejistas. Uma das maneiras de se diferenciar no

80

mercado e fidelizar os clientes, independente do tamanho do negócio, consiste no atendimento excelente. “Nossas pesquisas mostram que ‘atendimento excelente’, na visão dos clientes, consiste em itens fundamentais: falar a verdade em qualquer circunstância, cumprir o que prometer, ser ágil e rápido e fazer acompanhamento após a venda”, enfatiza Marins, que abordará esse e outros temas na palestra, que acontece no dia 09/07/2009, a partir das 17h.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

Palestrante Prof. Luiz Marins Palestrante, empresário e autor de 21 livros como “Superdicas para ser um profissional vencedor” e mais de 500 títulos de DVD’s sobre Gestão, Liderança, Marketing, Vendas e Motivação. Foi comentarista empresarial e de negócios da Rede Globo de Televisão - TV GloboNews e atualmente apresenta o programa “Motivação & Sucesso com Prof. Marins” na Rede Vida de Televisão.


Especial Eventos Racine 2009

10/07/2009 - Sexta-feira 17h00 às 18h30 Palestrante Waldez Ludwig Professor, consultor em gestão empresarial e palestrante, há 15 anos se dedica à pesquisa da vanguarda em cenários e tendências da gestão das organizações, especialmente em temas ligados a estratégias competitivas, mercado de trabalho, perfil profissional, criatividade e inovação, melhoria da qualidade e desenvolvimento do capital intelectual. Suas palestras já foram assistidas por mais de 700.000 pessoas em eventos por todo o País.

Estratégia, qualidade, Waldez Ludwig inovação e consultor talento Professor, em gestão empresarial e em farmácias palestrante, há 15eanos se dedica à pesquisa da drogarias vanguarda em cenários e tendências da gestão das especialmente Waldez Ludwigorganizações, apresenta palestra sobre em temas ligados Estratégia, qualidade, inovação eatalento em estratégias competitivas, farmácias e drogarias, no dia 10/07/2009, mercado deetrabalho, perfil a partir das 17h. Inovação talento são profissional, criatividade palavras-chave para se destacar no mercado, melhoria da assim, segundoe oinovação, especialista, empresas qualidade e desenvolvimento inovadoras são aquelas que investem em do capital intelectual.oSuas modelos de gestão que estimulam talento. palestras já foram assistidas “Se sua empresa é uma daquelas em que por mais de 700.000 pessoas todo mundo quer trabalhar, fica mais fácil em eventos por todo o País. atrair talentos para o seu negócio. Para isso é preciso inovar - em atitudes e na implantação de um ambiente favorável à criatividade e à imaginação, mantendo uma administração comprometida com esses valores”, destaca Ludwig.

Farmácia / Drogaria Faça seu cadastro como pessoa jurídica e concorra a pacotes de ingressos

08/07 - 17h Ala Szerman

09/07 - 17h Prof. Luiz Marins

10/07 - 17h Waldez Ludwig

Acesse o site www.expofarmacia.com.br Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

81


Especial Eventos Racine 2009

Farmácia Integrada Traz Propostas Diferenciadas para Estabelecimento Farmacêutico

A Farmácia Integrada é um espaço na 19ª Expo Farmácia projetado para apresentar um conceito de farmácia que oferece produtos e serviços integrados de modo a atender às necessidades de saúde dos usuários de medicamentos, produtos para a saúde e serviços farmacêuticos. O propósito é inspirar os profissionais, proprietários e/ou farmacêuticos de farmácias e drogarias a projetarem sua atuação para além do medicamento, oferecendo aos seus clientes serviços e a conveniência de encontrar, em um único estabelecimento, diversos produtos relacionados à saúde e ao bem-estar: cosméticos

82

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

industrializados e manipulados, medicamentos de referência, genéricos ou manipulados, itens de higiene e limpeza, produtos ortopédicos e fisioterápicos, inaladores e outros produtos para a saúde do bebê, suplementos alimentares, produtos fitoterápicos etc. Com esta diversificação e aumento do mix de produtos, o número de clientes tende a aumentar e, como conseqüência, um aumento do giro do fluxo de caixa da empresa, gerando recursos necessários para o financiamento de aquisição de novos produtos e provável aumento da rentabilidade.


Especial Eventos Racine 2009

Mostra também o papel social do farmacêutico e da farmácia como estabelecimento sanitário, pois passa a incorporar outras atividades dirigidas à comunidade, que não apenas as de produzir, armazenar ou dispensar os medicamentos.

O conceito de Farmácia Integrada sugere, assim, que a ampliação no mix de produtos deve ser apresentada à sociedade aliada a serviços, tais como realização ou participação em campanhas educativas de informação e prevenção em saúde, orientação sobre medicamentos e saúde em geral, utilização de produtos, administração de medicamentos injetáveis, acompanhamento farmacoterapêutico de doentes crônicos e outros programas de atenção farmacêutica, assessoramento aos profissionais prescritores na melhoria do conhecimento dos fármacos e sua utilização, programas de fidelização, dentre outros. Esses serviços devem ser controlados por um sistema de qualidade, com procedimentos normatizados, que possam ser medidos, avaliados e melhorados.

“A missão da prática farmacêutica é prover medicamentos e outros produtos para a saúde e ajudar as pessoas e a sociedade a utilizá-los da melhor forma possível.” (OMS, 1996)

Tais mudanças devem ser implementadas de acordo com a região onde a farmácia está inserida, observando-se o tipo de público e profissionais da saúde atendidos e a aceitação dos mesmos. O sucesso, portanto, acontecerá quando estes estabelecimentos diferenciarem-se dos seus concorrentes, inovando e oferecendo aos seus clientes diretos e indiretos experiências efetivas em saúde que os motivem a voltarem a suas farmácias e drogarias, não se limitando a descontos e promoções relâmpagos que, amanhã, não serão mais lembrados, mas sim tornando-se uma referência em seus serviços especializados.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

83


Especial Eventos Racine 2009

Expo Center Norte Inaugura Moderno Centro de Convenções e Renova Pavilhões O Expo Center Norte é o local de realização da Semana Racine de Atualização em Farmácia, da Expo Farmácia e de seus eventos integrados desde 2004, quando foi necessário um espaço maior de exposições e de auditórios para atender ao crescimento de público destes eventos, aliando modernidade e conforto. Sua nova área total passa de 62 mil para 98 mil m², distribuídos em cinco pavilhões e 21 auditórios. O novo Centro de Convenções, de característica modular, foi projetado para receber até 4.230 pessoas simultaneamente, tornando-se o maior de São Paulo. Totalmente climatizado, ocupa dois pavimentos e possui um hall de entrada de 4.000 m². Abriga área para credenciamento, Centro de Apoio ao Expositor (CAEX), sala de presidência, ambulatório, guarda-volumes e heliponto. Oferece serviços como Alimentos e Bebidas (A&B), business center, audiovisual, entre outros. Com uma linguagem contemporânea, possui na entrada uma suntuosa cortina de vidro de 140 metros de extensão por 26 metros de altura, que dá unidade ao conjunto e impacta positivamente os visitantes. O Expo Center Norte integra a Cidade Center Norte, um dos maiores pólos de negócios do País, do qual também fazem parte o Shopping Center Norte, o Lar Center e o Novotel Center Norte. Além de instalações que permitem acomodar eventos de qualquer porte e de dispor de modernos equipamentos, o Expo Center Norte possui localização privilegiada. Está a 4 km do centro da cidade, ao lado das marginais de acesso às principais rodovias, distante apenas 13 km do Aeroporto Internacional de São Paulo e ao lado do Terminal Rodoviário e da estação de metrô do Tietê. A 19ª Semana Racine de Atualização em Farmácia, a 19ª Expo Farmácia e seus eventos integrados serão realizadas no Centro de Convenções e no Pavilhão Vermelho, figurando entre as primeiras atividades de grande porte a acontecerem no novo local, uma vez que a inauguração do novo Expo Center Norte ocorreu am abril deste ano.

84

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

Na inauguração, Sérgio Pasqualin, diretor do Expo Center Norte, ladeado por Arnivaldo Dias (esq.) e Marco Quintão (dir.), diretores da RCN Editora, empresa do Grupo Racine


Especial Eventos Racine 2009

19ª Expo Farmácia On-Line Acesse www.expofarmacia.com.br

Para facilitar sua participação na 19ª Expo Farmácia e conhecer os eventos integrados, está disponível o hotsite do evento, contendo todas as informações sobre a localização e a realização da feira, expositores confirmados, credenciamento on-line, além de uma área exclusiva para imprensa e expositores. Saiba mais lendo abaixo sobre as divisões do hotsite.

Apresentação

Sou visitante

Sou expositor

Neste link você conhecerá melhor o evento e o Grupo Racine, que organiza a 19ª Expo Farmácia e seus eventos integrados. Terá acesso a informações como quem visita e quem expõe na feira, além da cobertura da 18ª Expo Farmácia, com vídeo, fotos e a Revista Acontece 2008.

Acessando esta área você terá mais detalhes sobre o local e horário do evento e a lista completa dos expositores já confirmados com link para o site de cada empresa. Poderá ainda realizar seu credenciamento on-line para visitar a 19ª Expo Farmácia.

Empresas expositoras poderão obter, por meio deste link, informações como Manual do Expositor, planta da feira e Plano de Merchandising. É possível ainda acompanhar toda a divulgação da 18ª Expo Farmácia, realizada em 2008.

Imprensa Nesta área exclusiva para a imprensa, é possível acessar o clipping da 18ª Expo Farmácia, com ampla cobertura do evento passado, e um release geral da 19ª Expo Farmácia, que poderá ser utilizado para divulgação. Para os profissionais que necessitarem de mais informações, é possível verificar neste release, os telefones e e-mails de contato da CDI Comunicação, assessoria de imprensa contratada para a 19ª Expo Farmácia.

Fale conosco Canal de comunicação com a organizadora do evento para esclarecimento de dúvidas, sugestões, críticas e elogios.

Eventos Integrados Esta área dá acesso aos eventos integrados, com links para as páginas específicas de cada evento, trazendo todas as suas informações e características como a programação e formas de participação.

Faça seu credenciamento gratuito ou inscrição on-line www.expofarmacia.com.br Mais informações Fone: + 55 (11) 3670-3499 expo@racine.com.br

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

85


Especial Eventos Racine 2009

Farma Meeting Expo 2009 Integra Eventos Racine Reunindo Atacado e Varejo

Promover debates e troca de informações sobre tendências e perspectivas do mercado para os próximos anos. Esses são os principais objetivos do Farma Meeting Expo 2009, que compõe neste ano a 19ª Expo Farmácia, a 19ª Semana Racine de Atualização em Farmácia e demais eventos integrados, em uma realização que reúne três das principais instituições representativas do setor farmacêutico no País - a Associação Brasileira do Comércio Farmacêutico (ABCFarma), a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (ABRAFARMA) e a Associação

86

Brasileira do Atacado Farmacêutico (ABAFARMA), em conjunto com o Grupo Racine. A 19ª Expo Farmácia será realizada de 8 a 11 de julho, no Expo Center Norte, em São Paulo (SP), e o Farma Meeting Expo 2009 acontece nos dias 9 e 10, das 14h às 17h, trazendo temas como Visão Integrada da Saúde, Hábitos do Consumidor Brasileiro na Farmácia e Outros Canais, Visão do Mercado Farma, entre outros (veja quadro à frente). As informações detalhadas estão disponíveis no hotsite www.expofarmacia.com.br.

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

O Farma Meeting Expo 2009 foi criado para ser um fórum de debates entre os diferentes segmentos que atuam no mercado farmacêutico brasileiro. A iniciativa surgiu no final do ano passado, logo após o início da crise econômica mundial. Os possíveis reflexos da crise para o mercado brasileiro foram alguns dos motivos que levaram as direções das três instituições a somarem esforços na busca de soluções para os desafios que se apresentam ao setor. Essa necessidade de uma atuação conjunta levou à criação do Farma Meeting.“Política, economia e usuário final compõem os grandes temas abordados em nossos eventos”, explica o presidente executivo da ABRAFARMA, Sérgio Mena Barreto.

Sérgio Mena Barreto, presidente executivo da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (ABRAFARMA)


Especial Eventos Racine 2009

serão alguns dos temas abordados. “As apresentações deverão abordar as ações que devem ser tomadas para a manutenção da sustentabilidade do negócio fundamental nos dias de hoje, seja na área de produção ou de serviços - com oferta de informações de qualidade para o setor”, enfatiza o presidente da ABAFARMA, Luiz Fernando Buainain.

Em dezembro, o grupo promoveu o primeiro encontro para avaliar o cenário político econômico da área, que contou com a presença de empresários, técnicos, farmacêuticos e representantes do governo federal. Em pauta, temas como a universalização da assistência farmacêutica com a utilização da

rede privada, políticas fiscais e tributárias, entre outros. “Teremos uma grade especial de palestras e debates inseridos em uma exposição. Por isso, o nome Farma Meeting Expo”, explica o presidente da ABCFarma, Pedro Zidoi. Gestão e sustentabilidade

Luiz Fernando Buainain, presidente da Associação Brasileira do Atacado Farmacêutico (ABAFARMA)


Especial Eventos Racine 2009

A parceria com o Grupo Racine surgiu para oferecer ao setor um evento que traga conhecimento e informação com alta qualidade e visibilidade. “Trata-se de uma iniciativa inédita, que congrega as diferentes perspectivas dos segmentos varejista, atacadista e industrial. Cada entidade possui uma linha de atuação e uma forma na condução dos interesses de seus associados. Essa união permite uma visão integrada do setor combinado ao forte trabalho de qualificação e capacitação que o Grupo Racine desenvolve. Essa soma de esforços é fundamental para a obtenção de resultados comuns a todos”, ressalta Mena Barreto. Para Buainain, a credibilidade e a seriedade na atuação do Grupo Racine no setor é um importante aval para essa parceria. “São esses valores que levam profissionais e empresas ao reconhecimento de oportunidades realmente excelentes para desenvolver um trabalho em conjunto. Uma parceria como essa vem para fortalecer um importante setor significativo para o País, não apenas em relação à contribuição de impostos mas como uma importante alavanca para o

desenvolvimento da sociedade como um todo”, afirma. Integração é a palavra-chave para o setor e um conceito que vem se consolidando a cada ano nos eventos do Grupo Racine. “A parceria firmada com o Farma Meeting confirma essa tendência”, enfatiza o diretor de assuntos corporativos do Grupo Racine, Marco Quintão. O presidente da ABCFarma ressalta que a participação reforça o tripé inicial proposto pelo Farma Meeting. “A adesão ao evento significa incorporar mais uma base a nossa atuação. Com quatro bases, ou quatro pés, estamos completos, mais firmes e mais fortes para realizar aquilo que está sendo proposto e caminhando a passos largos”, completa Zidoi.

Pedro Zidoi, presidente da Associação Brasileira do Comércio Farmacêutico (ABCFarma)

Programação

88

Horário/Data

09 de Julho - Quinta-feira

10 de Julho - Sexta-feira

14h

Abertura Visão Econômica

Hábitos do Consumidor Brasileiro na Farmácia e Outros Canais

15h

Visão do Mercado Farma

Gestão da Cadeia de Produtos Sujeitos a Refrigeração

16h

Integração Público Privado Visão Integrada da Saúde

Perspectivas e Tendências no Canal Farma

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

Farma Meeting Expo 2009 09 e 10 de Julho de 2009 Quinta-Feira e Sexta-Feira Das 14h às 17h Expo Center Norte Centro de Convenções Rua José Bernardo Pinto, 333 Vila Guilherme - São Paulo (SP)

Informe-se e Inscreva-se Programação completa e mais detalhes disponíveis no hotsite www.expofarmacia.com.br expo@racine.com.br (11) 3670-3499


Especial Eventos Racine 2009

UNIAP da ANVISA Atenderá Demandas sobre Peticionamento e Protocolo

empreendido esforços para se aproximar do usuário-cidadão, seja ele consumidor, profissional da saúde ou setor regulado. Eventos de grande mobilização setorial são uma oportunidade de concretizar valores institucionais como o da transparência. Não podemos perder uma oportunidade como essa de nos aproximarmos de um público tão importante, altamente concentrado em um evento de grande dimensão como a 19ª Expo Farmácia e seus eventos integrados. Nesses espaços há grande possibilidade de disseminação de informação.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) terá uma presença abrangente e marcante na 19ª Expo Farmácia e eventos integrados. Além das tradicionais palestras e espaços de intercâmbio de informações com os participantes, neste ano a Agência instalará, de forma inédita e exclusiva, um posto avançado de sua Unidade de Atendimento ao Público (UNIAP), possibilitando que empresas realizem, com agilidade e rapidez, diversas ações relacionadas a peticionamento e protocolo, com um guichê de atendimento específico para esta finalidade. O diretor-presidente da ANVISA, Dirceu Raposo de Mello, falou com a Revista Racine sobre esta iniciativa e expôs mais detalhes, na entrevista reproduzida a seguir.

RR: Que tipo de informação ou serviço as empresas poderão obter no local? DRM: Em 2008, cerca de nove mil processos de farmácias e drogarias foram devolvidos para adequação, por apresentarem erro em sua instrução. As empresas, quando bem informadas, apresentam processos mais bem instruídos, o que resulta em uma maior agilidade na tramitação na Agência. O posto avançado da Unidade de Atendimento ao Público (UNIAP), que estamos chamando de “UNIAP Express”, disponibilizará aos visitantes um grande conjunto de informações sobre peticionamento e protocolo. Em uma iniciativa inovadora, a ANVISA colocará à disposição do público deste evento um local para peticionamento com um guichê de protocolo. Obviamente, as questões mais recorrentes serão relacionadas aos setores de farmácias e drogarias e cosméticos.

Revista Racine: Qual é o objetivo da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) em instalar este posto avançado da Unidade de Atendimento ao Público (UNIAP) na 19ª Expo Farmácia? Dirceu Raposo de Mello: Nos últimos anos, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) tem

RR: Quais são os principais assuntos a serem abordados pela ANVISA nas palestras que realizará durante o evento? DRM: Dentro da questão da melhoria de processos organizacionais, outro grande esforço que empreendemos na Agência é a melhoria da qualidade da regulamentação, a edição de resoluções normativas.

90

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

Temos trabalhado em conjunto com a Casa Civil da Presidência da República e, mais recentemente, com o Banco Mundial, para implementar o nosso Programa de Boas Práticas Regulatórias. A ANVISA será o primeiro órgão do governo brasileiro a utilizar as técnicas da Análise do Impacto Regulatório para aumentar a qualidade e a eficácia das suas propostas de resolução. Além disso, publicamos recentemente nossa Agenda Regulatória para 2009, que qualquer interessado pode consultar em nosso site (www.anvisa.gov.br). Pela primeira vez em dez anos de existência estamos dizendo com antecipação a toda a sociedade quais são as prioridades da ANVISA no campo da regulamentação, que é um dos mais importantes trabalhos executados por nós. Dessa forma, os participantes do evento poderão tomar conhecimento sobre temas atuais em regulamentação pela Agência. Esse é o caso da regulamentação da nova Lei de Rastreabilidade de Medicamentos, que prevê prazo até janeiro de 2010 para que uma resolução da ANVISA defina quais serão os mecanismos e a sistemática responsáveis por padrões de rastreamento e autenticidade de produtos farmacêuticos. RR: Então a ANVISA passa, neste momento, pela redefinição do processo de distribuição da cadeia medicamentos, que terá grande impacto no setor. De que forma a ANVISA abordará o assunto no evento? DRM: Em nossa visão haverá uma verdadeira revolução na cadeia de medicamentos quando pudermos saber com certeza e a qualquer tempo onde estão localizadas todas as unidades produzidas e em circulação em território nacional. Isso proporcionará um grande salto para a


Especial Eventos Racine 2009

organização e o planejamento das ações sanitárias, além de trazer um incontestável benefício para a saúde individual e coletiva da população. Estamos falando, por exemplo, da retirada do mercado - em cada ponto de venda, ou mesmo em unidades de saúde - de produtos com desvio de qualidade ou que estejam causando reações adversas graves. E esse processo de definições da ANVISA poderá ser visto no evento. Os técnicos altamente especializados da ANVISA estarão à disposição para discutir com o público as principais questões desse e dos outros temas a serem apresentados. RR: Certamente o tema da rastreabilidade é extremamente importante e deve ser bastante procurado pelos participantes. Por favor, fale um pouco mais sobre outras ações da ANVISA a serem apresentadas. DRM: Outras palestras da ANVISA tratarão, por exemplo, de ações da vigilância sanitária no controle de medicamentos. Esse é o caso das ações conjuntas com a

Polícia Federal para o combate à fraude e ao contrabando e produtos sem registro. Apreendemos em todo o País, somente nos três primeiros meses de 2009, mais de 170 toneladas de medicamentos sem registro, falsificados, contrabandeados ou com o prazo de validade vencido. Também falaremos sobre o Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados (SNGPC), os avanços na sua implementação e a correção de alguns problemas que ainda encontramos para seu perfeito funcionamento. Outros temas em processo de regulamentação são o registro de Insumos Farmacêuticos Ativos (IFA), o controle e monitoramento de propaganda de medicamentos - já temos a nova RDC nº 96/2008 -, e as novas regras da ANVISA para medicamentos isentos de prescrição. Mas, sem dúvida, os presentes ao evento devem ter grande interesse em conhecer o resultado do processo da Consulta Pública nº 69/2007, que tratou das boas práticas em farmácias e drogarias. RR: Como a ANVISA tem enxergado o pa-

Anúncio

pel do profissional farmacêutico à frente da dispensação de medicamentos? DRM: A CP 69 trata exatamente disso. Ela possui grande impacto positivo sobre as farmácias e drogarias e sobre a prática e a valorização profissional do farmacêutico. Ela trata tanto da Vigilância Sanitária do Comércio de Produtos em Farmácias e Drogarias, ou seja, a definição clara de quais produtos podem e quais produtos não podem ser comercializados, e de Critérios Sanitários para Prestação de Serviços pelo Farmacêutico em Farmácias e Drogarias, como a aferição de pressão arterial, glicemia capilar e outros parâmetros fisiológicos e antropométricos, como freqüência cardíaca, temperatura corporal, peso, altura e circunferência abdominal. Também trata de serviços de administração de medicamentos inalatórios e acompanhamento farmacoterapêutico. Em suma, a ANVISA está qualificando os estabelecimentos farmacêuticos por meio da valorização do papel da assistência farmacêutica e da promoção da prática da atenção farmacêutica no Brasil.


Especial Eventos Racine 2009

ABRIFAR Elogia Contato Direto entre Setor Regulado e Órgão Regulador

A Associação Brasileira de Distribuidores e Importadores de Insumos Farmacêuticos (ABRIFAR) aprovou o convite à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) para promover a instalação do posto avançado da Unidade de Atendimento ao Público (UNIAP) na 19ª Expo Farmácia e eventos integrados. José Abdallah Nehme, presidente da ABRIFAR, fala na entrevista a seguir sobre suas expectativas e como a instituição participará desta iniciativa.

Revista Racine: Como a Associação Brasileira de Distribuidores e Importadores de Insumos Farmacêuticos (ABRIFAR) avalia a presença da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e do posto avançado da Unidade de Atendimento ao Público (UNIAP) na 19ª Expo Farmácia? Comente quais são os principais benefícios que esta iniciativa poderá trazer, sob o olhar dos fornecedores de insumos farmacêuticos? José Abdallah Nehme: Entendemos que existe uma situação latente, real, que precisa ser resolvida. Assim como as farmácias, os fornecedores encontram muitos problemas no que diz respeito ao fornecimento de insumos, pois há farmácias que não conseguem manter atualizados seus documentos, em função de dificuldades na resposta com a velocidade necessária por parte da autoridade sanitária. A decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) em promover um atendimento avançado de sua Unidade de Atendimento ao Público (UNIAP) em aceite ao convite do Grupo Racine demonstra total amadurecimento e entendimento da solução do problema. RR: A ABRIFAR foi a precursora desta iniciativa, a que a ANVISA, por meio de seu presidente, assessores e gerentes, aceitou com grande entusiasmo. Como a ABRIFAR participará deste projeto?

92

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009

JAN: Antecipadamente agradecemos à ANVISA em toda sua estrutura pela resposta positiva a este convite, pois estamos convictos de que estaremos participando de uma ação inédita, de muita importância, e que poderemos concentrar no evento a condição e a oportunidade para as farmácias se regularizarem documentalmente, com conforto e toda infra-estrutura necessária. A Associação Brasileira de Distribuidores e Importadores de Insumos Farmacêuticos (ABRIFAR) utilizará toda sua estrutura de associados na divulgação e convite para que as farmácias de todo o Brasil compareçam e busquem sua regularização documental, assim como utilizaremos todo nosso estande na feira para montarmos uma estrutura paralela de suporte no atendimento às farmácias, buscando apoio às ações da ANVISA. RR: Como a ABRIFAR avalia o papel do farmacêutico frente à manipulação dos insumos farmacêuticos? JAN: Sem dúvida alguma o farmacêutico é o profissional mais habilitado no momento para executar esta tarefa, lembrando que é muito importante que os profissionais mantenham-se sempre preparados, buscando empresas como o Grupo Racine para participar de cursos e atualizações necessárias ao bom desempenho de suas funções.


Orientações para Publicação de Artigos na Revista Racine A Revista Racine é um periódico que publica temas relacionados às ciências farmacêuticas, nas categorias: • Artigos originais - Textos com conhecimento originado por pesquisas desenvolvidas pelos autores; - Devem ser apresentados com a seguinte estrutura: introdução, objetivos, métodos, resultados, discussão e conclusões. A introdução deve delimitar o problema a ser abordado, embasando teoricamente a relevância do tema e as questões a serem respondidas com o estudo. A descrição dos métodos utilizados deve ser clara e objetiva, de modo a permitir sua reprodutibilidade. Para os estudos realizados em humanos deve-se citar a aprovação no Comitê de Ética correspondente. Os resultados obtidos devem ser comparados com os dados existentes na literatura; - Resumo: até 350 palavras contendo objetivos, métodos, resultados e conclusões. • Artigos de revisão - Textos com o objetivo de responder a uma pergunta específica, por meio de uma compilação de resultados de estudos publicados; - Devem descrever detalhadamente o processo de busca dos estudos que darão origem à revisão; - Resumo: até 300 palavras. • Relatos de caso - Relatos de caso que apresentem prática inovadora, relevante ou desconhecida até então, em se tratando de farmacoterapia. • Outros - Textos que não se enquadram nas categorias descritas acima. Tamanho Não há limite de tamanho, sendo que pode ser solicitada uma versão resumida para publicação, conforme informado acima. Autores Devem ser listadas como autores do artigo todas as pessoas que participaram diretamente da elaboração de seu conteúdo. O autor principal será considerado o responsável pela correspondência e o primeiro citado na lista de autores. Título Deve traduzir a idéia geral do conteúdo do artigo. Descritores ou Palavras-Chave Termos relacionados ao tema do artigo. Poderá conter até seis descritores e deve-se evitar termos genéricos. Texto O texto deve ser elaborado em fonte Arial, corpo 11, com espaçamento simples entre linhas e parágrafos.

Para facilitar a diagramação, não devem ser utilizados títulos e intertítulos somente com letras maiúsculas. Para fazer marcações no texto, deve-se utilizar o sinal traço (-) ao invés de setas, asterisco, quadrados e outros objetos do Word. Nova Ortografia O novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa entrou em vigor em janeiro de 2009, mas as duas normas ortográficas - a anterior e a prevista no acordo - poderão ser utilizadas e aceitas como corretas nos exames escolares, vestibulares, concursos públicos e demais meios escritos até dezembro de 2012. O Grupo Racine prevê adotar em breve as novas regras, inclusive em seus meios de comunicação, como as publicações, o que informará assim que ocorrer, inclusive a articulistas e colaboradores das revistas, sendo que ainda não é necessário que os artigos e demais conteúdos enviados respeitem as novas regras. Abreviaturas Abreviaturas e siglas podem ser utilizadas, desde que descritas integralmente na primeira vez em que aparecem no texto. Tabelas As tabelas devem ser numeradas consecutivamente na ordem em que aparecem no texto, em algarismos arábicos seguidos pelo título. No texto, a tabela deve ser citada em negrito, com inicial maiúscula, seguida apenas pelo número correspondente. As tabelas devem ser dispostas ao final do texto. Figuras Fotografias, ilustrações e gráficos serão considerados figuras. Assim como as tabelas, devem ser numerados, em algarismos arábicos, na ordem em que aparecem no texto. Não é necessário enviar fotografias apenas com a função de ilustrar o tema, pois a Revista Racine possui um banco de imagens apropriado para esta finalidade. As figuras devem ser enviadas nos programas originais onde foram feitas (Excel, Powerpoint, Corel Draw etc.), e não coladas no Word, o que inviabiliza sua utilização. Nomenclatura e Unidades de Medida Os medicamentos devem ser citados pelo nome genérico, sempre com iniciais minúsculas, obedecendo à Denominação Comum Brasileira, para textos nacionais, e à Denominação Comum Internacional, para textos internacionais. Caso necessário, os nomes comerciais poderão ser citados, com inicial maiúscula e seguido pela marcação de registrado (®) sobrescrita. Medidas como altura, peso e volume devem ser citadas de acordo com o sistema métrico (metro, kilograma, litro) ou seus múltiplos decimais. As temperaturas devem ser em graus Celsius e a pressão

sanguínea em milímetros de mercúrio (mmHg). Referências Bibliográficas As referências bibliográficas, se utilizadas, devem ser citadas no texto, numeradas, em algarismos arábicos sobrescritos, na ordem em que são citadas pela primeira vez. Devem ser elaboradas de acordo com as normas de Vancouver e os periódicos devem ser citados pelo nome abreviado, conforme lista de jornais indexados para o MEDLINE. Outras informações podem ser adquiridas no documento referência Uniform Requirements for Manuscripts Submitted to Biomedical Journals: Writing and Editing for Biomedical Publication, disponível em www.icmje.org. Exemplos: • Artigo de periódico: listar todos os autores, até seis. Acima de sete autores, listar os seis primeiros e acrescentar a expressão et al. - Hepler CD, Strand LM. Opportunities and responsibilities in pharmaceutical care. Am J Hosp Pharm 1990;47(3):533-43. • Livro - Greenblatt DJ, Shader RI. Benzodiazepines in clinical practice. New York: Raven press, 1974:28. - Morrison R, Boyd R. Química Orgânica. Lisboa: Calouste Gulbenkian; 1996. • Capítulo de livro - Scheife RT, Levy M, Greenblatt DJ. Antimicrobial agents. In: Miller RR, Greenblatt DJ, editores. Drug effects in hospitalized patients. New York: John Wiley and Sons, 1976:227–64. • Documento on-line - Sociedade Brasileira de Diabetes. Tratamento e acompanhamento do Diabetes Mellitus: Diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes, 2007. Disponível em http://www.diabetes.org.br/educacao/docs/ Diretrizes_SBD_2007.pdf. Acesso em 25 de fevereiro de 2009. Prazos O prazo para resposta sobre a aceitação do artigo será de até um ano após a data de seu recebimento conforme as normas apontadas. Já o prazo para a publicação será de até um ano após a confirmação da aceitação. Dados Cadastrais Os trabalhos aceitos serão comunicados através de resposta ao e-mail do remetente, com uma ficha cadastral que deve ser preenchida no prazo solicitado ao menos pelo autor principal, para o posterior envio de exemplares da publicação.

Envie seu trabalho para o e-mail revista@racine.com.br (limite máximo de tamanho: 5 megabytes).

114

Revista Racine 109 - Março/Abril de 2009


Revista Racine 110