Issuu on Google+

Ferramenta causa e efeito O professor Kaoru Ishikawa,um pioneiro da gestão da qualidade na década de 1960.A técnica foi então publicado em seu livro de 1990,

‘’Introdução de Qualidade" . Os diagramas que você cria com análise de causa e efeito são conhecidos como diagramas espinha de peixe ‘’Ishikawa’’(porque um diagrama completo pode olhar como o esqueleto de um peixe ).

Análise de causa e efeito foi originalmente desenvolvido como uma ferramenta de controle de qualidade, mas você pode usar a técnica tão bem de outras maneiras. Por exemplo, você pode usá-lo para :   

Descobrir a causa raiz de um problema. Descubra gargalos em seus processos Identificar onde e por que um processo não está funcionando Atenciosamente, Adriano Cláudio Rosanelli Contato

RCA –PUBLICIDADE & PROPAGANDA R. PEDRO MACHADO DA SILVEIRA, 1428 – B. PANAZZOLO - CEP: 95080-550 CNPJ: 02.384.241/001-05 – FONE/FAX: (54) – CEL 54 9996 4626


COMO USAR A FERRAMENTA DIAGRAMA‘’ISHIKAWA’’ ESPINHA DE PEIXE. Passo 1

Identificar o problema Primeiro, anote exatamente o problema que você enfrenta. Se for o caso, identificar quem está envolvido, qual é o problema, e quando e onde ele acorre. Em seguida, escreva o problema em uma caixa no lado esquerdo de uma grande folha de papel e desenhe uma linha horizontal sobre o papel da caixa. Este arranjo, parecendo a cabeça e a coluna vertebral de um peixe, lhe dá espaço para desenvolver ideias. Exemplo: Dica 1

Algumas pessoas preferem escrever o problema no lado direito da folha de papel, e desenvolver ideias no espaço a esquerda. Usar qualquer abordagem que você se sinta mais confortável. Dica 2

E importante definir o problema corretamente CATWOE pode ajuda-lo a fazer isso- este pede-lhe pra olhar para o problema a partir da perspectiva dos clientes, atores do processo o processo de trans formação a visão global mundial o proprietário do processo e as restrições ambientais. Ao considerar todos esse , você pode desenvolver uma compreensão abrangente do problema . Figura:1 Passo 2

Trabalhar os principais fatores envolvidos Em seguida os fatores que podem ser parte do problema. Este sistemas podem ser , equipamento , materiais, as forças externas, as pessoas envolvidas com o problema, e assim por diante. Tente desenhar como muito deles possível. Como ponto de partida, você pode usar modelos como o McKinsey 7SFramework(que oferece estratégia, estrutura pode considerar)ou 4Ps de Marketing(que oferece produtos, lugar, preço, promoção e como possíveis fatores).Brainstorm quaisquer outro fatores que pode afetar a situação. Atenciosamente, Adriano Cláudio Rosanelli Contato RCA –PUBLICIDADE & PROPAGANDA R. PEDRO MACHADO DA SILVEIRA, 1428 – B. PANAZZOLO - CEP: 95080-550 CNPJ: 02.384.241/001-05 – FONE/FAX: (54) – CEL 54 9996 4626


Em segunda desenhe uma linha fora da “espinha dorsal”do diagrama para cada fator, e rotulo cada linha.

Exemplo:

O gerente identifica os seguintes fatores e adiciona-lo para seu diagrama :     

local Tarefa Pessoas Equipamentos Controlar

Figura 2 Passo3

Identificar as possíveis causas Agora para cada um dos factores considerados lo no passo 2 debater as possíveis causas do problema a que pode estar relacionada com o fator Mostra essas possíveis causas com linhas mais curtas saindo os ossos do diagrama quando uma causa e grande ou complexo então ele pode ser melhor dividi-la em sub-causas mostra-los como linhas saindo de cada linha de causa . Exemplo

Para cada um dos factores que identifica na etapa 2 o gestor brinstorms possíveis causas do problema e adiciona-lo para o seu diagrama, conforme mostrado na figura 3 Etapa 4

Analisar seu digrama Nesta fase você deve ter um diagrama mostrando todos as possíveis causas do problema que você pode pensar Dependendo da complexidade e importância do problema , agota você pode investigar as causa mais prováveis mais .isso pode envolver a criação de investigação a realização de pesquisa e assim por diante. Estas serão concebidas para testar quais destas causa possíveis e efetivamente a contribuir para o problema . Atenciosamente, Adriano Cláudio Rosanelli Contato RCA –PUBLICIDADE & PROPAGANDA R. PEDRO MACHADO DA SILVEIRA, 1428 – B. PANAZZOLO - CEP: 95080-550 CNPJ: 02.384.241/001-05 – FONE/FAX: (54) – CEL 54 9996 4626


Exemplo:

O gerente já terminou a sua analise de causa e efeito. Se ele não tivesse olhado para o problema desta forma ele poderia ter lidado com isso assumindo que as pessoa no escritório da filial foram ser difícil. Em vez disso, ele acha que a melhor abordagem é marcar uma reunião com o gerente da agencia . Isso lhe permitiria informar o gerente totalmente sobre a nova estratégia , e conversar com todos os problemas que ela pode estar ocorrendo. Dica

Uma maneira útil de utilizar análise de causa e feito com equipa uma é escrever todas as possíveis causa do problema para baixar em nota. Em seguida você pode agrupar os similares juntos n diagrama Esta abordagem é muitas vezes chamado CEDAC (Diagrama de causa e Efeito com cartão adicionais) e foi desenvolvida pelo Dr Ryuji Fukuda, especialista Japonês em melhoria contínua. Pontos –chave:

Professor Kaoru Ishikawa criou Cause & Effect Analysis em 1960. A técnica utiliza uma abordagem baseada em diagrama para pesar através de todas as possíveis causas de problema . isso ajuda você a realizar uma análise aprofundada da situação. Existem quatro etapas para usar analise de causa e efeito 1. Identificar o problema 2. Exercite-se os principais fatores envolvidos 3. Identificar as possíveis causas 4. Analise o seu diagrama Tente usar analise de causa e efeito- você vai achar que eles são particularmente úteis quando você está tentando resolver problema complicados .

Atenciosamente, Adriano Cláudio Rosanelli Contato RCA –PUBLICIDADE & PROPAGANDA R. PEDRO MACHADO DA SILVEIRA, 1428 – B. PANAZZOLO - CEP: 95080-550 CNPJ: 02.384.241/001-05 – FONE/FAX: (54) – CEL 54 9996 4626


Ferramenta causa e efeito tools leads 20131013auto conhecimento