Issuu on Google+

Por dentro da Rui Cadete Galeria

com a palavra...

destaque

Aproveite as oportunidades

Trajetória de sucesso

Ao participar da última palestra ministrada por Rui Cadete, pude conhecer de perto a origem da empresa e ver onde tudo começou. Fiquei impressionada com toda a trajetória de sucesso profissional e a forma como Rui transmite sua experiência para as pessoas, gerando motivação imensa nos colaboradores. Ele é nossa referência e nos faz pensar que quando temos o objetivo de chegar a uma carreira profissional de sucesso, estamos definindo uma parte essencial das nossas vidas. De tudo o que foi falado, destaco duas lições que me chamaram atenção: a primeira diz que para ser um bom profissional, o indivíduo precisa ter origens, saber de onde veio e até onde deseja chegar. A segunda se resume em apenas uma frase: ”faça bem as coisas e o bem às pessoas”. Todo ser humano nasce com um potencial fantástico, porém, para SER é necessário SE TORNAR. O aprendizado e o crescimento profissional não caem do céu, por isso devemos sempre dar o primeiro passo, tomar coragem e sair da nossa zona de conforto. O mundo conspira ao nosso favor desde que tenhamos iniciativa, então nos arrisquemos mais! Façamos algo novo! Olhemos para frente com coragem e ousadia, do mesmo modo como na Rui Cadete Consultores a organização de hoje faz com que o futuro seja visto sem medo de errar. Vamos aproveitar as oportunidades de capacitação, autoconhecimento e crescimento profissional que a empresa nos proporciona. Que estejamos em constante estado de aprendizado, buscando novos conhecimentos, novos desafios, buscando ficar sempre atualizados com as diversas mudanças do mundo da contabilidade em geral. Isso é estimulante, motivador, e consiste na receita do grande sucesso da Rui Cadete Consultores. Ao sair da palestra de Rui Cadete, senti como se eu estivesse andando no escuro e de repente fui encaminhada à direção certa, o que me surpreendeu e me fez aprender que no mundo em movimento, o que não nos faz crescer reduz nosso potencial. Ficar limitado apenas ao sonho ou ao desejo não leva ninguém a lugar algum: é preciso iniciativa, ousadia, persistência e autoconfiança. Se temos metas e objetivos para o nosso futuro, devemos começar a agir agora.

O crescimento da empresa resulta em oportunidade de ascensão dos que fazem a Rui Cadete Consultores, pois essa é a maneira de reconhecer o trabalho de excelência desempenhado pelas pessoas que todos os dias se

“Faço parte da Rui Cadete há 5 anos, tempo de oportunidades e desafios. Como colaboradora, participei do Programa de Formação de Talentos, que foi muito inspirador ao renovar meus conhecimentos. Quando me tornei gerente de Pessoal, em 2009, ainda participei do Programa de Desenvolvimento Gerencial, no qual acompanhei as vivências dos demais gestores e visualizei novas lições de gestão. Hoje estou diante do desafio de assumir a gerência Contábil, que me trará novos processos, nova equipe, enfim, outra etapa que se abre na busca por novos conhecimentos. Me dedicarei para alcançar os nossos resultados, pois estou na empresa para crescer e abraçar as oportunidades que surgem”. Jaeny Oliveira, nova gerente Contábil da Unidade de Comércio

Produtividade, rentabilidade e otimização

Campanha

Vamos escrever correto? Diante de erros ortográficos, gramaticais e de concordância encontrados em comunicações internas escritas e com clientes, foi lançada a Campanha pelo Bom Uso do Português na Rui Cadete Consultores. A ideia é elevar o conhecimento linguístico dos membros da empresa e, como consequência, estimular a melhoria da comunicação escrita. Dicas preciosas e encontros produtivos irão marcar a iniciativa em prol do Português correto. Vamos a uma das dicas para ninguém errar no uso do “mas” e “mais”:

MAS atua como uma conjunção adversativa, ou seja, é utilizado para ligar

duas ideias que indicam oposição, sentido contrário. Exemplo: Esforcei-me bastante, mas não obtive o resultado necessário.

MAIS é um pronome indefinido ou advérbio de intensidade, utilizando-se geralmente como oposto de “menos”. Exemplo: Ele escolheu a camiseta mais cara da loja.

esforçam pelo nosso sucesso. Com a abertura da filial em João Pessoa, novas oportunidades surgem e temos o prazer de ver nossos colegas dando mais um passo em uma caminhada de vitórias e desafios superados.

“Entrei na empresa em março de 2005 como estagiário, passando a integrar o quadro de colaboradores em 2007. Em 2009, assumi a coordenação da célula de treinamento e no ano posterior me tornei gerente contábil da Unidade de Indústria. A partir de junho deste ano, me tornarei diretor da Unidade de Comércio e estarei à frente de uma nova equipe diretamente (gerentes) e indiretamente (colaboradores). Essa oportunidade contribuirá para o meu desenvolvimento pessoal e profissional, assim, poderei aprender habilidades que me permitam crescer ainda mais dentro da Rui Cadete”. Daniel Carvalho, novo diretor da Unidade de Comércio

Questor

O Módulo Organizacional está em fase final de ajustes e alguns recursos já estão disponíveis para uso. Seu intuito é proporcionar a visão geral da produtividade do colaborador com cada cliente, a partir da análise da rentabilidade das empresas no que se refere a custos fixos, variáveis, lançamentos e horas. O Módulo Organizacional também ajuda no processo de otimização do Questor, como explica a diretora administrativo-financeira Ethel Mesquita: “conseguimos ver a eficiência do sistema a partir dos lançamentos feitos, digitados e importados. No momento, já é possível cadastrar a quantidade de horas e os lançamentos, e em breve todos os recursos do módulo estarão em funcionamento”.

Amor sem limites

“Em 11 de janeiro de 2000, entrei na Rui Cadete Consultores como colaboradora, e um ano depois me tornei gerente do setor fiscal. Com as mudanças ocorridas na estrutura organizacional em 2009 e a fusão do fiscal com o contábil no ano passado, encontrei oportunidades de me reinventar, crescer e me desenvolver. Tudo isso me proporcionou a chance de ganhar mais um desafio: assumir a filial de João Pessoa. A responsabilidade será muito maior, pois terei que desenvolver minha visão estratégica e administrativa. Sei que irei conseguir, esse será um passo importante para eu me tornar uma profissional ainda mais completa”. Fátima Marques, nova diretora e sócia responsável pela filial de João Pessoa

Dalvina de Carvalho Serviço Pessoal

ANO III - Nº 25 NATAL - RN Maio - 2013

Dica cultural

Onze Minutos Entre tantas outras Marias brasileiras, a protagonista do livro “Onze Minutos”, de Paulo Coelho, prende os leitores em uma história envolvente, atraente e sensual, que tem início a partir do arrependimento por não ter se declarado ao grande amor da sua vida. Depois de aprender que algumas coisas se perdem para sempre, a jovem desperta para a vontade de conhecer o mundo além da sua pequena cidade e parte em busca do desconhecido. Nessa trajetória, a desiludida Maria reencontra o amor e descobre o poder redentor de uma paixão. Clyslayde Santos (Serviço Pessoal) recomenda a leitura deste conto de fadas moderno porque “nos ensina que, apesar dos desafios enfrentados no dia a dia, devemos seguir em frente. Os obstáculos nos deixam mais fortes, portanto, devemos aceitá-los e fazer de cada um deles um passo a mais a ser dado em nossas vidas”.

Rua Apodi, 209. Cidade Alta. Natal/RN - CEP 59025-170 (84) 3616-5500 - ouvidoria@ruicadete.com.br www.ruicadete.com.br

Elas veem estradas onde enxergamos apenas o fim, têm a paciência de nos ensinar o que não sabemos e, mesmo quando não escutamos seus conselhos, estão sempre ao nosso lado. Nossas mães nos conhecem mais que nós mesmos, escutam, compreendem, e muitas vezes veem o que para nós é imperceptível. Quando queremos desistir, elas nos dão forças para continuar, e se vemos nossos sonhos desmoronarem, trazem outros para recomeçarmos. Por tudo isso que nossas mães são pessoas insubstituíveis em nossas vidas, afinal, seu amor é único e inexplicável. Nesta edição, homenageamos com orgulho as nossas queridas mães:

Dalvina (Serviço Pessoal) e Ana Lígia Carvalho

Karla Darliane (Indústria Contábil III) e Maria das Dores

Mariana (Comércio Contábil II) Maxciliane Peixoto (Indústria e Verônica Nerino Contábil II) e Edilene Laura

Priscilla (RH) com a mãe Liane Cadete e a avó Maria José

Rafaella (Administrativofinanceiro) e Karla Lisboa

Daniel (Indústria Contábil I) e Marise Carvalho

Rosely Araújo (Comércio Pessoal) e Antônia Iraci

Rosemberg Araújo (Comércio Suellem (Comércio Contábil II) Contábil I) com “Dona Toinha” e Margarida Fernandes

Talita (Indústria Contábil II) e Nazarena Fernandes

Wildney Dantas (Serviço Pessoal) e Maria Dalva

Fabiana (Serviço Contábil II) e Inácia Cabral

Caio César (Indústria Contábil II) e Márcia Maria Silva

Jussimara (Indústria Contábil II) e Terezinha Azevedo

Treinamento

Desoneração da folha de pagamento O segundo treinamento gratuito para clientes, realizado no dia 25 de abril, teve como objetivo esclarecer as dúvidas referentes às novas regras da desoneração da folha de pagamento. A gerente Érica Trindade (Indústria Pessoal) apresentou as atividades contempladas pela mudança e esclareceu quais as alíquotas aplicadas ao faturamento, a substituição da contribuição previdenciária patronal, as abrangências e os prazos da aplicabilidade.

Parabéns! Nossos parabéns vão para as novas contadoras da empresa, Suellem Fernandes (Comércio Contábil II) e Dalvina de Carvalho (Serviço Pessoal), que colaram grau no mês de abril. Nossa assessora executiva Ana Lídia também deu mais um passo na carreira profissional e finalizou a pós-graduação em Assessoria de Comunicação. Enquanto isso, a cegonha continua rondando a Unidade de Indústria e dessa vez visitou Kaliny Grilo (Indústria Contábil I), que será a nova mamãe da Rui Cadete. Parabéns!

Participe do Por dentro da Rui Cadete. Envie sua sugestão para: rh@ruicadete.com.br

Cláudia (Comércio Pessoal) e Cilene Oliveira

Talentos

Disposição a toda prova Para quem cita a falta de tempo como argumento para não se exercitar, o colaborador Antônio Felipe Neto (Serviço Contábil II) mostra que não há desculpas para ficar parado. Em meio à semana de trabalho e compromissos, ele sempre encontra ao menos um dia para praticar corrida e dedica os finais de semana aos exercícios físicos. Sábado e domingo são sagrados para ele, que literalmente corre atrás do tempo perdido nos outros dias. “Quando era mais jovem, eu gostava de jogar futebol e até contava com Rui Cadete como companheiro de ‘pelada’. Agora encontrei na corrida uma nova paixão e dou a volta no Campus Universitário entre 25 e 30 minutos. Não gosto de ficar parado, por isso busco praticar exercícios regularmente, mesmo que dentro de casa”, afirma o atleta, que manda um recado para os sedentários: “sempre se encontra tempo para fazer o que se gosta. Reserve uns minutos do seu dia para praticar algum esporte. Caso queira correr comigo, aceito a companhia!”.

Produção: Siga-nos no Twitter: @RuiCadete_

Curta nossa Fan Page: facebook.com/ruicadetecaa


Por Dentro da Rui Cadete