Page 44

O outro barman pediu ajuda, e Lucas ergueu um dedo sobre o ombro para ele esperar por um momento. —Então? Qual é a segunda condição? —Deve haver vinho. Ele sorriu. —Negócio fechado. —Eu estendi a minha mão e nós demos um aperto e então, de repente, ele me puxou para ele por cima do bar, beijou cada uma das minhas bochechas e depois a primeira novamente. —Prazer em te conhecer, Mia. Bem-vinda a Paris.

#

Apesar da opinião de Lucas, não me senti suficientemente confiante para pegar o metrô pela primeira vez à noite, então ele me colocou em um táxi e deu as instruções ao motorista para o hotel. Lucas ergueu uma sobrancelha para as minhas acomodações extravagantes, mas não fez comentários engraçadinhos. Concordamos que ele me encontraria lá no lobby às dez da manhã, ele argumentou para ser ao meio dia, mas insisti que devia ser mais cedo. —Eu tenho que trabalhar até as duas. —Ele reclamou. —Melhor chegar em casa logo então. Temos muito terreno para cobrir amanhã, se você vai vender Paris para mim em apenas um dia. Ele gemeu e abriu a porta do táxi e dei um sorriso de vitória. Gostaria de pelo menos um abraço ou algo assim, mas ele não me deu, então também não dei. Escorregando para o banco de trás, levantei uma mão em despedida quando ele fechou a porta e fez o mesmo. Foi estranhamente decepcionante.

#

Profile for Raquel Gois

01 frenched série frenched 01 melanie harlow  

01 frenched série frenched 01 melanie harlow  

Advertisement