Page 185

—Bem... —Ele pareceu lutar com as palavras. —Por um lado, tínhamos apetites diferentes. Apetites? —O que você quer dizer? Ele olhou para mim, e eu vi o rubor em suas bochechas. Era mais que a cor do sol. —Lembra-se de como eu disse que estava nervoso em assustá-la com... coisas que eu queria fazer com você? —Nada que você fez me assustou. —Bem, algumas coisas que eu gosto costumavam assustá-la. Ou pelo menos, ela não curtia muito. Isso foi incrível para mim. Como alguém poderia estar com Lucas e não querer se submeter a todos os seus caprichos? Talvez eu estivesse meio que morrendo de fome por sexo, ou pelo menos morrendo de fome pelo bem-estar, mas Lucas era perfeição a esse respeito. Ele me fez sentir como um anjo, um diabo, beleza e desejo encarnados. Ele me deixou fazer tudo o que eu queria e fez coisas para mim que eu nunca sonhei. Como alguém ia resistir a isso? Eu limpei minha garganta. —A ruptura foi ruim? —Muito ruim. Ela disse que não a amava o suficiente para mudar, ou fazer uma promessa que ela estava pronta para me fazer. —Uau. Isso é difícil. —Na verdade, senti pena dos dois, sim, mesmo de Jessica. Porque ambos estavam certos, de alguma forma. Eu podia ver os dois lados. —Então, quando foi isso? —No último Natal. Seis meses atrás. Levando as pétalas macias da rosa que ele me entregou no meu nariz mais uma vez, eu inalei e exalei. —Você ainda a ama? Ele balançou a cabeça. —Não. Quero dizer, eu ainda me importo com ela. Eu quero que ela seja feliz, mas eu sabia que na verdade não seria comigo. Eu acho que eu sabia há um tempo e deveria ter terminado as coisas mais cedo, mas não quis machucá-la.

Profile for Raquel Gois

01 frenched série frenched 01 melanie harlow  

01 frenched série frenched 01 melanie harlow  

Advertisement