Page 11

Eu estava pegando a tesoura novamente quando Erin voltou com o Baileys e colocou uma dose em cada xícara. Isso realmente me fez sorrir um pouco, as minhas meninas nunca me deixavam beber sozinha. —OK. —Ela entregou a xícara de Coco com Branch Industries escrito e levantou a xícara com a foto. —Para acordar e começar de novo. —Tim- tim—Coco bateu a xícara com Erin. —Eu estava dizendo o mesmo para ela. Você tem toda a vida à sua frente, Mia. E já decidimos que isto foi uma benção. Ele não te merece. —Ela tocou a sua xícara na minha antes de tomar um gole. —Você decidiu isso. Nunca sentirei que essa humilhação seja qualquer outra coisa além de uma punição. —Punição pelo quê? —Erin perguntou. —Por que você precisaria ser punida? Eu gemi. —Deus, por tantas coisas... por ignorar todos os que me disseram que Tucker nunca se acalmaria e por me sentir tão superior porque estava provando o quanto eles estavam errados. Por ignorar aquela voz no meu cérebro me dizendo que algo estava errado. Por me recusar a admitir a qualquer um, ou a mim mesma, que tudo não era perfeito entre nós, e talvez nos casar não fosse uma boa ideia. —Mesmo assim, você não merece punição. —Erin esfregou a minha perna. —Você é humana, Mia. Todos nós cometemos erros. —Isso foi mais do que apenas um erro. Eu deliberadamente ignorei qualquer sinal de que estava tomando uma decisão errada. Tudo o que podia pensar era em ter um casamento dos sonhos. E não era nada mais do que uma fantasia estúpida. —Raiva contra mim mesma se junta com meu ódio por Tucker, revirando tanto o meu estômago que dói. —Vê? Isso é o que estou dizendo. —Coco me conforta. —No fundo você sabia que isso estava chegando. É melhor saber agora do que se casar com ele, certo?

Profile for Raquel Gois

01 frenched série frenched 01 melanie harlow  

01 frenched série frenched 01 melanie harlow  

Advertisement