Page 1

O que é que tem, se de mim não procuro ir muito além? Esmoreço, reconheço, mas não minto quando enxergo em você a culpa que questionas por buscar motivos para, ao céu, dizer “amém”. Assim me freio. Por isso receio. E te pergunto: o que aguardar de um horizonte que, de tão distante, faz-se miragem ante os olhos meus? Minha passada é contida, caro amigo. Sob ela finco raízes, reservo morada. Procrastino um bocado antes de proferida a próxima palavra. Esse sou eu. Feito aquela imagem da qual a visão costumas desviar. Pode me chamar de desgosto, se ao seu ego agradar. Aqui continuarei. Mesmo quando, assoberbado, com sua vida brincas de ser rei. O que é que tem, incomodado amigo, se de acomodado só há eu e mais ninguém? Pois bem...

Nada além.  

Um poema de Raoni G. Henrique

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you