Page 1

Formação Web Module Two Up Marketing Digital

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


About.me • • • • • • • • • •

Carlos Rangel Xavier; 23 anos + 12 meses Sistemas de Informação (8º) (graduação); Webdesigner (pós-graduação); Engenharia de Software (pós-graduação); Joomla Webdesigner; Joomla CCK Developer; Web & Designer na Up Marketing Digital; Atleticano/Icasiano; Monografia sobre Joomla e CCK’s; Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


About.you • • • •

Seu nome? Graduação? Onde? Qual curso? Trabalha? Onde? Qual interesse maior? PHP, Joomla?

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


Resumo do Módulo • • • •

PHP básico; MySQL básico; Zend ou CakePHP, singela abordagem; Joomla até cansar!

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


PHP? Joomla? “What porra is this?�

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


PHP (um acrônimo recursivo para PHP: Hypertext Preprocessor) é uma linguagem de script open source de uso geral, muito utilizada e especialmente guarnecida para o desenvolvimento de aplicações Web “embútivel” dentro do HTML.

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


<!DOCTYPE HTML PUBLIC "//W3C//DTD HTML 4.01 Transitional//EN" "http://www.w3.org/TR/html4/loose.dtd"> <html> <head> <title>Exemplo</title> </head> <body> <?php echo "Olรก, Eu sou um script PHP!"; ?>

</body> </html>

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• O que podemos fazer com PHP? – Formulários – Sistema de Estoque – Gerar páginas com conteúdo dinâmico – Sistema de Notícias – Galeria de Fotos – Eticetera e tal ;D

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• Porque utilizar e estudar PHP? „ É uma linguagem de fácil aprendizado; „ Tem performance e estabilidade excelentes; „ Seu código é aberto, não é preciso pagar por sua utilização, e é possível alterá-lo na medida da necessidade de cada usuário; „ Tem suporte nos principais servidores web do mercado, e suporte nativo no servidor web Apache (o mais utilizado no mundo); „ Suporta conexão com os bancos de dados mais utilizados do mercado, como por exemplo, MySQL, PostgreSQL, Oracle e DB2; „ É multiplataforma, tem suporte nos sistemas operacionais mais utilizados no mercado; Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• O que eu preciso para começar a utilizar PHP? – Um editor de PHP (Dreamweaver, Aptana, Notepad, Notepad++, PHPDesigner) – Um navegador – Um servidor*

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• Servidor WAMP é um sistema indicado para os usuários que não têm instalado no sistema nenhum dos programas necessários para programar em PHP (Apache, PHP e MySQL), já que realiza uma instalação completa e desde zero.

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• Explicando o pacote Wamp: – Apache 2.2.6. O servidor de páginas web mais difundido do mercado. Embora a última versão deste servidor seja Apache 2, instalase uma versão anterior que é mais estável. Existe um Add-on que permite substituir a versão 1.3.31 de Apache pela última versão. – PHP 5.2.5. O motor renovado da linguagem.

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


– MySQL 5.0.45. A base de dados mais difundida para utilizar com PHP. – PHPmyadmin. Um software que permite administrar uma base de dados através de uma interface web. – SQLitemanager. Um sistema para administrar uma base de dados a partir de sentenças SQL.

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


MySQL? PHPMyAdmin? “What porra is this?”

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• O MySQL é um sistema de gerenciamento de banco de dados (SGBD), que utiliza a linguagem SQL (Linguagem de Consulta Estruturada, do inglês Structured Query Language) como interface.

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


Banco de Dados? â&#x20AC;&#x153;What porra is this?â&#x20AC;?

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• Bancos de dados são coleções de informações que se relacionam de forma que crie um sentido. São de vital importância para empresas, e há duas décadas se tornaram a principal peça dos sistemas de informação

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• É uma coleção de dados interrelacionados, representando informações sobre um domínio específico;

• Exemplos : – Lista Telefônica – Fichas do acervo de uma biblioteca

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


PHP? SGBD? Banco de Dados?

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


Sim, mas voltando ao PHP...

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• Delimitando o código PHP <?php comandos ?>

<? comandos ?>

<script language=”php”> comandos </script>

<% comandos %>

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• Variáveis Uma variável consiste em um elemento ao qual lhe damos um nome e lhe atribuímos um determinado tipo de informação. As variáveis podem ser consideradas como a base da programação; Alocação na memória;

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• Algumas considerações sobre variáveis – Não é necessário declarar as variáveis, isto é feito quando atribuímos algum valor para elas; – Para declará-las, é necessário apenas colocar como primeiro caracter o '$' , juntamente com a string referente ao nome da variável, e esta string deve começar com uma letra ou o caracter '_'; – PHP é case sensitive, isto é, '$a' é diferente de '$A'. É aconselhável utilizar os nomes de variáveis com letras minúsculas, por causa das variáveis pré-definidas da linguagem, que são declaradas com maiúsculas; Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• Tipos de Variáveis; – Inteiros (Ex.: 1000) – Boolean (Ex.: FALSE ou TRUE) – String (Ex.: Rangel, Atlético) – Float (Ex.: 10.55) - Apenas o tipo STRING deve ser atribuido com aspas. -> “ ” Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• Criando nossas variáveis... a) #RANGEL = “Variavel”; b) @numero = 2; c) $string = “RANGEL”; d) _variavel = “string”;

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


Fixando o conhecimento 1. Quais tags são aceitas para delimitar os códigos PHP? 2. É possível misturar HTML e PHP? Fale mais sobre isso. 3. Fale sobre variável e seus tipos.

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• Arrays – Quero atribuir mais de um valor em uma unica variavel? Uma lista. – Ex.: $cor[0] = “Vermelho”; $cor[1] = “Amarelo”; $cor[2] = “Verde”;

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• Ainda sobre Arrays: $rangel = array(“pele” => “morena”, “altura” => 1.71, “fisico” => “quase-gordo”); $fjn = array(“curso 1” => “si”, “curso 2” => “farmacia”, “curso 3” => “nutricao”);

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• Operadores – Adição -> simbologia: + – Subtração ->simbologia: – Multiplicação ->simbologia: * – Divisão -> simbologia: /

• Exemplos: $a + $b = $c $c * $b / $a = $d Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• Concatenação de String $a = “rangel ”; $b = “javier”; $a + $b = $c; echo $c;

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• Operadores Lógicos – $a==$b Igual Verdadeiro se $a for igual a $b – $a!=$b Não Igual Verdadeiro se $a for diferente de $b – $a<$b Menor que Verdadeiro se $a for menor que $b – $a>$b Maior que Verdadeiro se $a for maior que $b – $a>=$b Maior ou igual Verdadeiro se $a for maior ou igual a $b – $a<=$b Menor ou igual Verdadeiro se $a for menor ou igual a $b


• Estrutura de Controle – Frequentemente, o programador necessitará testar o valor de uma variável para decidir ou não pela execução de uma tarefa. – Para isso temos as estruturas “IF... ELSE”, “FOR”, “WHILE” e “SWITCH... CASE”;

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


Estrutura de Controle: IF... ELSE if (expressão) { //Código se a expressão for verdadeira } else { //Código se for falsa a expressão } Exemplo: <?php If ($a==$b) { echo ("A é igual a B."); } else { echo ("B é diferente de A."); ?> Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


Estrutura de Controle: WHILE Exemplo: <?php $aux=0; while ($aux<=10){ echo $aux; $aux+; } ?> Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


Estrutura de Controle: FOR Esse comando permite que determinado processo seja executado vรกrias vezes. Sintaxe desta maneira: for (inicio; fim; incremento) { //Bloco de comandos... }

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


Estrutura de Controle: FOR <?php //Imprime os números de 1 a 10 com incremento de 1 em 1 for ($contador=1; $contador<=10; $contador++) { echo $contador; } ?> 1. A variável $contador pode ser um número inteiro ou real, sendo a utilização de números inteiros mais freqüente. 2. A variável contador pode ser inicializada com qualquer valor positivo, negativo ou zero.

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


Estrutura de Controle: SWITCH O PHP tem um comando interno de seleção múltipla, switch, que testa sucessivamente o valor de uma expressão; A sintaxe desse comando é a seguinte: switch (variável) { case valor1: //Bloco de comandos Comandos... break; case valor2: //Bloco de comandos Comandos... break; case valor3: //Bloco de comandos Comandos... break; } Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


Exercicio • Quais tipos de estrutura de controle no PHP? • Quais tipos de variáveis? • Faça um laço que receba 20 numero e mostre apenas os impares, junto com o numero a frase “o numero é impar”; • Vetor que receba 10 frases e mostre aleatoriamente utilizando a função do PHP rand(posicao_inicial, posicao_final); • Faça um vetor que receba “nome”, “endereço” e “numero da casa”. E que não possa receber vazio. Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• HTML e CSS • Site estático; • Site de uma casa de Show; – Home – Agenda de Shows – A Casa de Show – Contatos

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• Utilizaremos: – HTML – CSS – Fireworks – Dreamweaver – PHP – MySQL

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


Criando uma QueryString

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• A QueryString é um modelo clássico de manutenção do estado da página. Elas são nada mais do que conjunto de pares/valores anexados a URL. • Seu uso é simples, após a URL de determinada página, adicionamos o primeiro valor usando a seguinte sintaxe: ?chave=valor. Para passarmos mais de um conjunto, os mesmo devem ser concatenados usando o caractere coringa &. Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• A QueryString é um método/função que tem a função de chamar as paginas de forma dinâmica. • Exemplo: meusite.com.br/index.php?pagina=contatos meusite.com.br/index.php?pagina=sobre meusite.com.br/index.php?pagina=equipe Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• Temos que utilizar algumas funções do PHP, que irão nos auxiliar. • $_GET; • $_POST; • $_SERVER; • Include() e/ou Require(); • Isset() e/ou empty(); Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


Método $_GET O método GET envia uma informação de até 255 caracteres, que são enviados junto ao endereço do browser, por exemplo: http://localhost/pagina.php?x=10. Neste endereço estamos dizendo que o valor de x é 10. E para usarmos este valor devemos fazer: $variavel = $_GET['x']; Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


Método $_GET Demonstração de um formulário utilizando $_GET e capturar o valor da variável, no browser. Exemplo;

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


Método $_POST O método POST é praticamente igual ao GET, porém, ele envia uma informação via arquivos temporários, permite o envio de muito mais informações que o GET e não aparece as informações junto ao endereço. E para usarmos o valor enviado devemos fazer: $variavel = $_POST['x']; Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


Método $_POST Demonstração de um formulário utilizando $_POST. Exemplo;

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• A função isset() • Possui o seguinte protótipo: int isset(mixed var);

E retorna true se a variável estiver setada (ainda que com uma string vazia ou o valor zero), e false em caso contrário. Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• A função empty() • Possui a seguinte assinatura: int empty(mixed var); • E retorna true se a variável não contiver um valor (não estiver setada) ou possuir valor 0 (zero) ou uma string vazia. Caso contrário, retorna false.

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


Require A função require põe o conteúdo de um outro arquivo no arquivo php atual, antes de ser executado. Quando o interpretador do PHP ler este arquivo, ele encontrará todo o conteúdo dos “require´s” adicionado no arquivo corrente. require(“nomedoarquivo”); Criando o hábito de usar essa função, o programador pode vir a encontrar um erro de arquivo já declarado. Para evitar isso é recomendável que sempre que a função require for utilizada ela seja substituída pela função require_once. require_once(“nome_do_arquivo“);

Include A função Include é semelhante à função require, com a diferença que o código do arquivo incluído é processado em tempo de execução, permitindo que sejam usados “includes” dentro de estruturas de controle como for e while.


Criando uma QueryString simples • 1º - Delete os arquivos e deixe apenas o index.php ou home.php; • 2º - Criar a QueryString: • As variáveis (um array)que recebam as paginas a serem chamadas; Exemplo: $pagina[1] = “nome_do_arquivo.php”; $pagina[2] = “nome_do_outro_arquivo.php”; • Criar o teste lógico. Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


Criando uma QueryString simples if(empty($_SERVER['QUERY_STRING'])) { include "home.php"; } else { include $pagina[$_GET[id]]; } ?> Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


Projeto Dinâmico • Separar cada parte do site em um arquivo (ex.: cabecalho.php, menu.php...); • Criar uma pagina index.php para REQUIRE e INCLUDE as parte do site separadas • Criar as paginas internas: contato.php, sobre.php, contatos.php • Colocar na div principal a QueryString Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


Formulรกrios

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


Formulário • Toda seção de uma página que contenha um formulário deve estar entre as tags <form></form> • A tag form tem alguns atributos, onde os mais importante são: – Method: Controla como as informações contidas no form devem ser enviados para servidor (get ou post); – Action: Ação do formulario, o que fazer quando o usuario clicar em “enviar”; Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


Formulário <form method=“post” action=“formulario.php”> Digite seu nome: <input type=“text” size=“80” name=“nome”> <input type=“submit” value=“Enviar”> </form>

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


Formulário Criar um arquivo formulario.php e colocar no mesmo diretorio do arquivo criado no slide anterior: echo “Action do Formulario”;

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


Funçþes MySQL

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• Função: mysql_connect() • Esta função habilita uma conexão com o servidor de banco de dados MySQL. Há indispensável necessidade de chamada dessa função antes de qualquer transação na base de dados. Esta função retorna o número inteiro 1 se a conexão for bem sucedida, caso contrário retorna 0. A sintaxe: mysql_connect("host","seu_login","sua_senha"); Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• Onde: host - corresponde ao nome do computador que tem o servidor de Banco de Dados MySQL rodando. Pode ser o nome, por exemplo - localhost, ou o endereço de IP. seu_login - é o nome de usuário do banco de dados sua_senha - a senha do banco de dados

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• Geralmente: Exemplos do uso da função mysql_connect():

$conexao=mysql_connect("localhost",“root","");

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• Função: mysql_select_db() Esta função seleciona um banco de dados, retornando 1 se a transação foi bem sucedida e 0, caso contrário. Possui a seguinte sintaxe: mysql_select_db("nome_do_db",inteiro_cone xao); Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• Onde: nome_do_db - é o banco de dados que se quer utilizar. inteiro_conexao - corresponde ao identificador retornado pela função mysql_connect().

Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


â&#x20AC;˘ Exemplo <? //Conectando com o MySQL Server $conexao=mysql_connect("localhost","login"," senha"); //Selecionando o banco de dados $banco=mysql_select_db("usuarios",$conexao ); ?> Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• Função: mysql_query() Envia um comando SQL para o MySQL Server. Esta função retorna um identificador inteiro se o comando foi bem sucedido, caso contrário retorna o valor 0. A sintaxe desse comando é: mysql_query(string_comando,inteiro_banco); Onde: comando = string contendo o comando SQL. inteiro_banco = identificador do banco de dados. Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier


• Função: mysql_num_rows( ) Esta função retorna o número de linhas de uma query SQL. Sintaxe: mysql_num_rows(inteiro_query); o parâmetro inteiro_query corresponde ao identificador de retorna da função mysql_query(). Instrutor: Rangel Javier facebook.com/rangeljavier

Teste  

teste para um trabalho