Page 1

www.fotoimage.com.br

Revista

FOTOIMAGEM Numero 1 * Ano I * Edição bimestral * R$8,90

A arte da fotografia

Fotografia de Retrato Equipamento, Iluminação, enquadramento e inspirações

Fotojornalismo Desafios e o olhar do fotógrafo

Fotografia de Publicitária Objetivos e tipo de fotografia

Camêras e lente preferidas Editora FCV


2

SUMÁRIO A arte de fotografar ------------------------------------------------3 Fotografia de Retrato ----------------------------------------------4 Fotojornalismo --------------------------------------------------------6 Pôster -----------------------------------------------------------------------8 Fotografia Publicitária ------------------------------------------10 Fotografia Publicitária ------------------------------------------11 As queridinhas -------------------------------------------------------12 Tipos de lentes ------------------------------------------------------13


A ARTE DE FOTOGRAFAR

3

Qualquer

pessoa pode conseguir tirar uma fotografia, pegar seu celular ou até mesmo uma câmera e tirar uma foto, isso pode ser feito em um lugar e qualquer momento. No entanto, uma fotografia profissional pode ser percebida de longe. Porque fotografar é uma arte. Uma foto profissional é feita por um fotografo profissional, pois requer técnica, conhecimento e habilidade. São esses os pontos que diferenciam os profissionais dos amadores. Para conquistar as pessoas os fotógrafos profissionais precisam impressionar com as imagens que criam, transmitindo emoção, mensagens, conhecimento, empatia e muito mais.

Dentro do mercado fotográfico existem vários nichos que possibilitam o fotografo a se especializar em um ou mais deles.


4

FOTOGRAFIA DE RETRATOO Antes de tudo, é bom deixar claro que retrato e fotografia são coisas distintas, pois, o gênero retrato é um dos tipos de fotografia. São considerados retratos as fotografias que mostram um rosto em destaque, assim um retrato precisa ter ao menos uma pessoa. Portanto, não necessariamente o retrato precisa ser como uma foto 3x4, contendo apenas um rosto. Uma fotografia de um cenário que conte com uma pessoa de rosto visível, já pode ser considerada um retrato. Para ter êxito em uma fotografia de retrato é recomendado começar entendo como é feito um simples retrato, estudando os grandes nomes da fotografia de retrato e até mesmo grandes nomes da pintura. Com isso é mais fácil entender como a luz projetada caminha e reflete sobre o rosto retratado.

I L U M I N A Ç Ã O ções da sua câmera e entender como ela pode afetar no resulDe modo geral, o retrato é feito tado final é muito importante. utilizando iluminação suave e di- Utilizar lentes inadequadas, fusa. Isso ajuda a dar suavidade como grande angular, luz irrepara a foto, além de evitar som- gular, usando os mesmos prebras duras no rosto, que podem sents do Lightroon, ou filtros do modificar as feições do modelo. Photoshop que são utilizados É claro que existem exemplos em outros tipos de fotografia. de retratos fotográficos incríC veis com uso de sombras duras e F R spotlight. Esse tipo de iluminação E I gera um efeito mais dramático e, M M A por vezes até mesmo artístico. A I N ENQUADRE SEU ASSUNTO Para criar um retrato fotográfico é fundamental fazer um enquadramento perfeito. Os retratos normalmente utilizam o enquadramento do busto para cima, mas isso não pode ser considerado uma regra. Existe também retrato de corpo inteiro, geralmente em ensaios familiares e infantis, neste caso para se ter um bom enquadramento é preciso pensar no assunto como um todo e não somente no modelo. E Q U I P A M E N T O S

O retrato fotográfico existe desde o início da fotografia. Mesmo que a maioria das pessoas têm acesso a câmeras digitais a demanda pelo retrato profissional só cresce. Isso porque, fazer o retrato perfeito é preciso ter criatividade, técnica e um excelente conhe- Ter domínio de seu equipacimento sobre seu equipamento. mento, conhecer as configura

N I N O

G R U P O S

Ç A S

S C U L I N O

TER ATENÇÃO É SOBRE A COMPOSIÇÃO, FOCO NOS OLHOS, PLANO DE FUNDO, RESPIRO ENTRE O ASSUNTO E A BORDA, EVITAR AMPUTAÇÕES,CUIDADO COM OS OLHOS VERMELHOS, ATENÇÃO À POSTURA DO FOTOGRAFADO E O PÓS-PROCESSAMENTO DE RETRATOS.


INSPIRAÇÕES

5


6

FOTOJORNALISMO O fotojornalismo é uma especia-

lidade da fotografia cujo o objetivo é passar uma informação clara e concisa, através da imagem fotografada. A primeira vez em que um veículo de comunicação publicou uma imagem foi em 1880, através do jornal Daily, em Nova Iorque. Entretanto, o termo “fotojornalismo” só veio a surgir nas primeiras décadas do século XX com o desenvolvimento das revistas ilustradas, que integravam foto e texto. Estas alcançaram seu ápice na Alemanha em 1930.

Gêneros do Fotojornalismo A principal finalidade da fotografia jornalística é informar, mas ela ainda pode ser classificada em: Fotonotícia: Quando a foto tem alto teor informativo e consegue, independente da noticia, comunicar o fato.

Fotossequência: Quando a fotografia agrega imagens que possui uma sequência lógica para o entendimento, mostrando a Assim como em outros ramos cena com pequenos cortes e fundo jornalismo, um fotojornalista cionando como uma animação. deve estar sempre atento ao que acontece ao seu redor, ser curio- Fotorreportagem: É um gêso, sensível e dominar as técnicas nero prestigiado, cujo o conde fotografia para conseguir fo- junto de fotos forma uma nartografar em condições adversas. rativa ou quando uma série de fotos são construídas em Uma boa fotografia é aquela que torno de um tema específichama a atenção para o conteco, como o ensaio fotográfico. údo publicado, comprova algo, choca o leitor, informa, diz mui- A forma que o fotógrafo escotas coisas rapidamente e é capaz lhe na hora de fotografar é dede transmitir ao leitor a sensa- terminante, seja para transmitir ção de poder vivenciar e enten- uma informação precisa ou até der a notícia com mais clareza. mesmo para mostrar uma ouPor esse motivo o fotojornalista tra visão da realidade. A forma deve seguir preceitos como ori- de fotografar está diretamente ginalidade, intuição, persistên- ligada ao ângulo de visão do focia e a informação relevante, tógrafo jornalista e ao enquapautadas, sobretudo, pela ética. dramento, ou seja, o que ele

deve restringir e delimitar para expressar algo, de acordo com seu intuito. Outro termo utilizado nessa área é o da “visão periférica”, isto é, a sensibilidade e a capacidade de perceber algo que está fora do foco principal e que nem sempre é publicado. Você pode até pensar que é Fotojornalismo é fácil, pois a grande maioria tem um celular com câmera, as quais são boas o suficiente para registrar um acontecimento digno de ser publicado na capa de uma revista conceituada. Não basta estar na hora certa e no lugar certo. Em sua origem essa área da fotografia é jornalismo sério, pensado, como o fofo no impacto visual de uma notícia. Para dominar a fotografia jornalística o profissional deve abrir seus olhos para outros meios de trabalho e exercer uma prática muito mais ampla do que o direcionamento artístico convencional. Uma boa ideia é procurar por olhares alternativos e percorrer caminhos diferentes para conseguir o clique ideal. O ângulo que sua imagem for capturada fará toda a diferença.


Desafie o texto jornalĂ­stico com uma imagem que tenha tanto efeito e significado quanto o mesmo. Promova o questionamento com imagens especificas e sempre transmitindo sua mensagem.

7


8

Fotografia ĂŠ assim... poesia composta de luz, momentos e sentimentos.


9


10

FOTOGRAFIA PUBLICITÁRIA Com o avanço das redes sociais como influência na escolha do consumidor a necessidade de boas fotos são essenciais para atrair clientes. É importante estudar muito o seu cliente, sua identidade visual e fazer um bom planejamento, tudo isso porque as imagens precisam refletir os ideias da marca e mais, representar a identidade visual da campanha que faz parte.

OBJETIVO É

vender, divulgar ou conscientizar o público sobre determinado assunto. A fotografia publicitária tem esse poder e é um mercado que vêm crescend o , por isso atrai cada vez mais fotógrafos.

TIPOS FIA

DE FOTOGRAPUBLICITÁRIA

FOTOGRAFIA DE MODA: esse tipo de foto é mais comercial, já que várias marcas usam os lookbooks como forma de vender seu produto. w STILL: que é o produto em fundo neutro e recortado em pós produção .

FOTOGRAFIA DE ALIMENTOS: parecido com o still, é preciso de algumas técnicas diferentes para que eles fiquem com uma melhor aparência. (imagem) A fotografia Publicitária é destinada para fins de publicidade e que pode ser sobre qualquer assunto. Geralmente é categorizada nas seguintes áreas especializadas, tais como Natureza-Morta, Comida, Carros, Paisagem e Retrato.

CENÁRIO Tente configurar a câmera com antecedência ao invés de fazer as pessoas esperar. Ajude a relaxar os seus assuntos envolvendo-os em uma conversa agradável. Leve-os a rir ou sorrir com uma piada do dia. Finalmente, não se esqueça de se colocar na foto em alguns casos, pois é para isso que o temporizador da câmera serve.


QUEM NUNCA FOI IMPACTADO COM UMA IMAGEM DE UM PRODUTO NA TIMELINE E FICOU COM VONTADE DE COMPRAR E/OU PROVAR?

11


AS QUERIDINHAS

12

A busca pela melhor câmera digital, seja ela uma máquina fotográfica profissional, semi profissional ou compacta, deve levar alguns pontos importantes em consideração. Um deles é o objetivo: você pode estar procurando uma câmera para gravar, tirar fotos ou os dois. Após definir esse quesito, fique atento a alguns pontos da ficha técnica, como tamanho e peso, resolução, sensor, visor e tipo de estabilização. CÂMERAS PROFISSIONAIS E SEMIPROFISSIONAIS

Para entender a diferença de uma câmera semiprofissional para uma profissional, é preciso conhecer também as compactas. As câmeras compactas são completamente automáticas, você precisa apenas mirar e atirar (point & shoot). As câmeras semi profissionais são as que passam a ter algumas funções manuais como a sensibilidade da luz, abertura do diafragma e velocidade do obturador. Como essa divisão é muito subjetiva, também podem ser consideradas semi profissionais algumas câmeras DSLR, que são as câmeras que têm lentes intercambiáveis. As câmeras profissionais, no geral, são as DSLR com todas as funções manuais, trocas de lente e sensor Full Frame (que equivale a um filme de 35mm). É importante lembrar que essa divisão é bem subjetiva. Por isso, é possível encontrar câmeras semiprofissionais com funções manuais. Algumas câmeras conhecidas como “de entraSUGESTÕES - SEMIPROFISSIONAL A melhor linha de câmeras semiprofissionais da Canon é a Rebel. Elas são DSLR, fotografam em RAW e são consideradas câEntre as câmeras semiprofissionais da Nikon, a linha que mais se destaca é a Coolpix. Elas não são DSLR, mas têm todas as funções manuais das câmeras profissionais. A única diferença é que não tem a lente intercambiável e não fotografam em RAW. Exemplo: Nikon Coolpix B500 e Nikon Coolpix P900. SUGESTÕES - PROFISSIONAL Nikon D7200, Canon EOS 80D, Nikon D610, Nikon D500, Canon EOS 1D-X Mark II, podem ser consideradas as melhores e com preço justo.


TIPOS DE LENTES

13

Dentro de tantos marcas e modelos nesta edição falaremos dos modelos e finalidade de algumas que a Canon fabrica. Antes de prosseguir com os detalhes de cada tipo de lente, existem dois conceitos importantes a saber: distância focal e diafragma. DISTÂNCIA FOCAL Medida em milímetros, determina o ângulo de visão da lente. Uma distância focal menor, como 18mm, significa um ângulo maior. Já uma distância focal maior, como 135mm, significa um ângulo menor, mais fechado, ou seja, a lente alcança objetos mais distantes da câmera. Em uma lente 18-135mm por exemplo, você pode escolher fotografar entre 18mm e 135mm apenas girando o anel de zoom DIAFRAGMA O diafragma é um orifício situado na lente que abre e fecha para deixar passar mais ou menos luz. É como se fosse a janela da câmera. Quanto mais aberto, mais luz atinge o sensor. Quanto maior for o número do diafragma, menor será a entrada que a luz terá que passar. Um diafragma f/2.8, por exemplo, permite mais entrada de luz do que f/4. Quanto maior for essa entrada de luz, menor será a profundidade de campo na sua imagem, acentuando o desfoque nos planos mais distantes do ponto focal. LENTE ZOOM GRANDE ANGULAR - EF-S 10-18mm f/4.5-5.6 Com um amplo ângulo de visão mais aberto do mercado, o usomais comum desse tipo de lente é em fotos de paisagens e de ambientes. Elas são muito usadas em ambientes internos para captar o máximo do espaço emu ma única imagem e também em esportes radicais em que se fotografa a uma pequena distância, como skate. LENTE ZOOM NORMAL - EF-S 18-135mm f/3.5-5.6 IS STM Essas lentes são chamadas normais pois tem a distorção muito próxima à do olho humano. Usada com frequência em fotografia de rua e eventos, é a linha mais versátil de objetivas. Permitem, por exemplo, que se fotografe uma paisagem e também um retrato. LENTE FIXA NORMAL - EF 50mm f/1.8 STM Tem distorção perspectiva e distância focal parecida com o olho humano, o que faz delas as preferidas entre os fotógrafos de retratos. Por serem fixas possuem maior abertura de diafragma e uma ótima nitidez, proporcionando belas fotos com fundo desfocado. LENTE FIXA SUPER TELEFOTO - EF 800mm f/5.6L IS USM Usada principalmente por fotógrafos profissionais, as super-tele podem fotografar um objeto a uma grande distância. No


Revista

FOTOIMAGEM www.fotoimage.com.br

“Fotografar é enxergar objetos, cenários, personagens e conceitos que não são visíveis a olhares comuns”. Eliane Terrataca

Editora FCV

Profile for Rafael Cezarin

REVISTA RAFAEL CEZARIN  

REVISTA RAFAEL CEZARIN  

Advertisement