Issuu on Google+

Como Reduzir o Consumo “Água”

1


REALIZAÇÃO • Projeto Modernizando a Administração Pública

http://portal.prefeitura.sp.gov.br/secretarias/gestaopublica/suprimentos/projeto/0005

• Agenda Ambiental na Administração Pública

http://www.mma.gov.br

2

São Paulo, dezembro de 2006


ÁGUA

De acordo com a Organização das Nações Unidas, cada pessoa necessita de cerca de 110 litros de água por dia para atender as necessidades de consumo e higiene. No Brasil, o consumo por pessoa pode chegar a mais de 200 litros/dia.

3


ÍNDICE - Por que reduzir?......................................................................................5 - Como reduzir?.........................................................................................6 - Onde reduzir?..........................................................................................7 -

Torneira.......................................................................................................................7

-

Banheiro......................................................................................................................9

-

Cozinha......................................................................................................................13

-

Quintal, varanda, jardim.............................................................................................14

-

Defeitos e falhas........................................................................................................15

- Procurando vazamentos.........................................................................18 - Reformas e construções.........................................................................23 - Dispositivos economizadores de água...................................................24 - Quem já reduziu?...................................................................................34 - Conclusão..............................................................................................40 4


POR QUE REDUZIR? Foi publicado, em 16 de maio de 2006, o Decreto Nº 47.279 com intuito de gerar redução do gasto do município com água.

• Principais aspectos: - Meta de redução do consumo de água de 20% a partir de 01 de junho de 2006; - Os órgãos e entidades deverão instituir no âmbito interno aos órgãos o Programa Interno de Uso Racional de Água, que deverá listar e executar as ações necessárias para que a meta de consumo seja alcançada; - O Programa Interno de Uso Racional de Água deverá ser mantido por uma comissão interna de no mínimo 3 (três) membros.

5


COMO REDUZIR? Passo a passo para a redução do consumo de água:

1.

Levantamento do perfil de consumo e avaliação do potencial de redução;

2.

Diagnóstico preliminar das instalações hidráulicas;

3.

Caracterização de hábitos e vícios de desperdício;

4.

Pesquisa/correção de vazamentos em rede de água, reservatórios e instalação hidráulica predial;

5.

Estudo de alternativas para substituição de equipamentos hidráulicos convencionais por equipamentos economizadores de água;

6.

Estudo de alternativas para reaproveitamento de água de processo e utilização de água de reuso;

7.

Gestão do consumo após a intervenção.

6


ONDE REDUZIR? Torneira: Quando a torneira estiver pingando quando fechada troque o "courinho". Gotejando, uma torneira chega a um desperdício de 46 litros por dia, quantidade suficiente para matar a sede de uma pessoa por 20 dias. NÚMEROS DO DESPERDÍCIO Gotejando = 1.380 litros por mês Filete de 1 mm = 62.640 litros por mês Filete de 2 milímetros = 135.350 litros por mês

Desperdício pode custar R$ 1.260,00/mês.

FONTE:www.cagece.com.br/espacoeducacional/desperdicio/

7


ONDE REDUZIR? Torneira:

Marca na pia sugerindo que o vazamento seja antigo.

*Foto retirada em visita tĂŠcnica a unidade escolar municipal, dez/2006.

8


ONDE REDUZIR? Banheiro:

• Feche a torneira ao escovar os dentes: Se uma pessoa escova os dentes em cinco minutos com a torneira não muito aberta, gasta 12 litros de água (casa)/80 litros (apartamento). No entanto, se molhar a escova e fechar a torneira, enquanto escova os dentes, e ainda, enxaguar a boca com um copo de água, consegue economizar mais de 11,5 litros de água (casa)/79 litros (apartamento). Multiplicando por três vezes ao dia, depois, por 30 dias, a economia pode chegar a 7.110 litros por pessoa;

9


ONDE REDUZIR? Banheiro: • Não tome banhos demorados, tente limitá-los em aproximadamente cinco minutos: Reduzindo 1 minuto do seu banho você pode economizar de 3 a 6 litros de água; • Durante o banho, feche a torneira enquanto se ensaboa: Consumo (litros) Situação 1 Tipo de prédio

Consumo (litros) Situação 2

ECONOMIA (litros/banho)

Ducha

Chuveiro Elétrico

Ducha

Chuveiro Elétrico

Ducha

Chuveiro Elétrico

CASA

135

45

45

14

90

31

APARTAMENTO

243

144

81

48

162

96

- Situação 1: Banho por 15 minutos, com o registro meio aberto; - Situação 2: Banho por 5 minutos, fechando o registro enquanto se ensaboa.

10


ONDE REDUZIR? Banheiro: • Instale torneiras com arejador (aquela “peneirinha” na saída da água). Eles dão a sensação de uma maior vazão, mas fazem exatamente o contrário;

• Instale redutores de vazão em torneiras e chuveiros; • A água que cai do chuveiro enquanto esquenta também pode ser reaproveitada para lavar a roupa ou outra atividade. Para isso, deve-se colocar um balde ou bacia embaixo para armazenar.

11


ONDE REDUZIR? Banheiro: • Prefira caixas de descarga no lugar das válvulas. A válvula de descarga ao ser acionada gasta de 10 a 30 litros de água, já a caixa acoplada* ao vaso descarrega apenas 6 litros por vez. Mantenha a válvula de descarga do vaso sanitário sempre regulada e não use o vaso como lixeira ou cinzeiro. * Não é recomendada para escolas, parques ou locais passíveis de vandalismo.

12


ONDE REDUZIR? Na cozinha • Use redutor de vazão e aeradores nas torneiras; • Antes de lavar pratos e panelas, remova bem os restos de comida e jogue-os no lixo; • Mantenha a torneira fechada ao ensaboar as louças; • Procure usar a máquina de lavar louça sempre com a capacidade máxima; • Se você lava manualmente a louça, coloque um tampão no ralo, reserve água com detergente na cuba (ou em uma bacia) e deixe os pratos por alguns minutos de molho. Depois, use água corrente somente para enxaguar; • Para lavar verduras, adote um procedimento similar. Deixe as folhas de molho na cuba ou em uma bacia com água e algumas gotas de vinagre. Depois você poderá passá-las pela torneira e a sujeira sairá facilmente. 13


ONDE REDUZIR? No jardim, quintal e calçada

• Não use a mangueira para limpar a calçada, use uma vassoura. Em 15 minutos, lá se vão 1.279 litros de água; • Prefira o uso de regador ao da mangueira para regar as plantas ou use uma mangueira com esguicho tipo revólver; • Molhe a base das plantas, não as folhas; • Cultive plantas que necessitam de pouca água; • Não regue as plantas nas horas quentes do dia ou com muito vento. Uma grande parte da água evaporará ou voará antes de atingir as raízes; • Quando viável, utilizar água de poço artesanal para limpeza de quintal, pátio e jardins. 14


ONDE REDUZIR? No jardim, quintal e calçada

• A água da chuva é ideal para regar jardins. Você pode armazená-la recolhendo-a em recipientes colocados na saída das calhas ou na beirada do telhado. Mas fique atento para não deixar esses recipientes abertos depois da chuva. Eles podem tornarse focos de dengue; • Não encha piscinas constantemente, com uma cobertura (encerado, material plástico), a perda em evaporação é reduzida em 90%.

15


ONDE REDUZIR? Desobstrução e limpeza de galerias

• Utilizar de água de reuso para serviço de desobstrução e limpeza de galerias, para isso é necessário possuir veículo especializado, deve ser verificada a viabilidade econômica.

16


ONDE REDUZIR? Defeitos/falhas dos aparelhos e intervenções necessárias :

FONTE: “Conservação e Reuso da Água em Edificações”; Realização: FIESP, SESI, SENAI, IRS, SindusCon, ANA e Ministério do Meio Ambiente, junho/2005

17


PERDAS COM VAZAMENTOS Volumes estimados perdidos em vazamentos:

FONTE: “Conservação e Reuso da Água em Edificações”; Realização: FIESP, SESI, SENAI, IRS, SindusCon, ANA e Ministério do Meio Ambiente, junho/2005

18


PROCURANDO VAZAMENTOS Vazamento na válvula ou na caixa de descarga 1. Jogue cinza de cigarro no vaso sanitário; 2. O normal é a cinza ficar depositada no fundo do vaso; 3. Em caso contrário, é sinal de vazamento na válvula ou na caixa de descarga.

Obs: Nas bacias cuja saída da descarga for para trás (direção da parede), deve-se fazer o teste esgotando-se a água. Se a bacia voltar a acumular água, há vazamento na válvula ou na caixa de descarga.

19


PROCURANDO VAZAMENTOS Vazamento no cano direto da rede 1. Feche o registro do cavalete; 2. Abra uma torneira alimentada diretamente pela rede (ex: do jardim ou tanque); 3. Espere até a água parar de correr; 4. Coloque um copo cheio de água na boca da torneira; 5. Se houver sucção da água do copo pela torneira, é sinal que existe vazamento no cano alimentado diretamente pela rede. Vazamento no ramal direto da rede 1. Mantenha aberto o registro do cavalete; 2. Feche todas as torneiras da casa e não utilize os sanitários; 3. Feche as torneiras de bóia das caixas, não permitindo a entrada de água; 4. Marque a posição do ponteiro maior do seu hidrômetro e, após 1 hora, verifique se ele se movimentou; 5. Caso ele tenha se movimentado, é sinal que existe vazamento no ramal diretamente alimentado pela rede da concessionária. 20


PROCURANDO VAZAMENTOS Vazamento na instalação alimentada pela caixa 1. Feche todas as torneiras da casa e não utilize os sanitários; 2. Feche completamente a torneira de bóia da caixa, impedindo a entrada da água; 3. Marque na caixa o nível da água e, após 1hora, no mínimo, verifique se ele baixou; 4. Em caso afirmativo, há vazamentos na canalização ou nos sanitários alimentados pela caixa d'água. Vazamento em reservatórios de edifícios 1. Feche o registro de saída do reservatório do subsolo; 2. Feche completamente a torneira da bóia; 3. Marque no reservatório o nível da água e, após 1 hora, veja se ele baixou; 4. Em caso afirmativo, há vazamento na canalização ou nos sanitários alimentados pela caixa d’água. 21


PROCURANDO VAZAMENTOS Curso de pesquisa de vazamentos: O programa é aberto ao público em geral e gratuito. Os participantes recebem uma cartilha explicativa ilustrada e um certificado de conclusão. Com duração de 4 horas, o curso aborda os seguintes temas: • •

Identificação de pontos fracos de vazamentos das instalações; Aprendizagem de técnicas de detecção de vazamentos em instalações hidráulicas; • Conceitos sobre limpeza e desinfecção de caixas d' água com economia; • Orientações sobre o uso racional da água. Para participar, procure nas regionais da SABESP, o Centro de Pesquisa de Vazamento mais próximo da sua casa ou preencha o formulário no site: www.sabesp.com.br Em caso de dúvidas, solicite informações pela Central de Atendimento Telefônico pelos números 195 ou 0800-0119911 22


REFORMAS E CONSTRUÇÕES Considerações que devem ser levadas em conta em Reformas e Construções: • Substituição das torneiras e das caixas de descargas, por outras mais econômicas; • Utilização de “Dispositivos Economizadores de Água” que podem resultar numa redução de vazão de até 12 L/min, por peça sanitária (torneiras, chuveiros etc.); • Implantação de coleta e aproveitamento de água de chuva, com utilização de água não potável nas instalações sanitárias e para irrigação de jardins; • Reutilização da água dos banheiros para a irrigação dos jardins; • Construção de bacia de infiltração, para recuperar parte da água perdida com a impermeabilização do solo etc. 23


DISPOSITIVOS ECONOMIZADORES DE ÁGUA Torneiras:

FONTE: “Conservação e Reuso da Água em Edificações”; Realização: FIESP, SESI, SENAI, IRS, SindusCon, ANA e Ministério do Meio Ambiente, junho/2005

24


DISPOSITIVOS ECONOMIZADORES DE ÁGUA Torneiras:

FONTE: “Conservação e Reuso da Água em Edificações”; Realização: FIESP, SESI, SENAI, IRS, SindusCon, ANA e Ministério do Meio Ambiente, junho/2005

25


DISPOSITIVOS ECONOMIZADORES DE ÁGUA Arejadores:

FONTE: “Conservação e Reuso da Água em Edificações”; Realização: FIESP, SESI, SENAI, IRS, SindusCon, ANA e Ministério do Meio Ambiente, junho/2005

26


DISPOSITIVOS ECONOMIZADORES DE ÁGUA Mictórios Convecionais:

FONTE: “Conservação e Reuso da Água em Edificações”; Realização: FIESP, SESI, SENAI, IRS, SindusCon, ANA e Ministério do Meio Ambiente, junho/2005

27


DISPOSITIVOS ECONOMIZADORES DE ÁGUA Dispositivos de Descarga para Mictórios Convecionais:

FONTE: “Conservação e Reuso da Água em Edificações”; Realização: FIESP, SESI, SENAI, IRS, SindusCon, ANA e Ministério do Meio Ambiente, junho/2005

28


DISPOSITIVOS ECONOMIZADORES DE ÁGUA Mictórios Sem Água:

FONTE: “Conservação e Reuso da Água em Edificações”; Realização: FIESP, SESI, SENAI, IRS, SindusCon, ANA e Ministério do Meio Ambiente, junho/2005

29


DISPOSITIVOS ECONOMIZADORES DE ÁGUA Chuveiros e Duchas:

FONTE: “Conservação e Reuso da Água em Edificações”; Realização: FIESP, SESI, SENAI, IRS, SindusCon, ANA e Ministério do Meio Ambiente, junho/2005

30


DISPOSITIVOS ECONOMIZADORES DE ÁGUA Bacias Sanitárias:

FONTE: “Conservação e Reuso da Água em Edificações”; Realização: FIESP, SESI, SENAI, IRS, SindusCon, ANA e Ministério do Meio Ambiente, junho/2005

31


DISPOSITIVOS ECONOMIZADORES DE ÁGUA Válvulas de Descargas:

FONTE: “Conservação e Reuso da Água em Edificações”; Realização: FIESP, SESI, SENAI, IRS, SindusCon, ANA e Ministério do Meio Ambiente, junho/2005

32


DISPOSITIVOS ECONOMIZADORES DE ÁGUA Válvulas de Descargas:

FONTE: “Conservação e Reuso da Água em Edificações”; Realização: FIESP, SESI, SENAI, IRS, SindusCon, ANA e Ministério do Meio Ambiente, junho/2005

33


QUEM REDUZIU? Redução de Consumo de Água com Substituição de Bacias Sanitárias (6 lpf) e Aparelhos em Escola Municipal 1° Passo - Diagnóstico O exemplo em questão trata de medições de consumo de água nos banheiros masculino e feminino da escola. A medição foi realizada com CLP (Controlador Lógico Programável) obtendo-se o consumo de água por utilização dos seguintes produtos: • Bacia sanitária; • Válvula para mictório; e • Torneira para mictório. Após os levantamentos iniciais os equipamentos foram substituídos por equipamentos destinados à economia de água, obtendo-se a economia total de água.

FONTE:http://www.fiesp.com.br/download/publicacoes_meio_ambiente/ conservacao_reuso_edificacoes.pdf

34


QUEM REDUZIU? 2º Passo – Plano de intervenção Substituição dos produtos abaixo relacionados: • 9 torneiras convencionais por torneiras de fechamento automático; • 10 bacias sanitárias por bacias 6 lpf (litros por função); • 10 válvulas de descarga antiga por novas com acabamento antivandalismo; e • 3 registros de pressão por válvulas para mictório com fechamento automático.

35


QUEM REDUZIU? 3º Passo – Avaliação Resultados com troca de torneiras e válvulas para mictório

Resultados com troca de bacias e válvulas de descarga

36


QUEM REDUZIU? Resultado Geral

Em menos de 3 meses o investimento empregado foi compensado pela economia gerada com as substituiçþes. A economia anual foi R$ 18.040,20.

37


QUEM REDUZIU? Casos de Sucesso da SABESP

LOCAL

ECONOMIA

Complexo do Hospital das Clínicas de São Paulo

25%

Cozinha Industrial da Sede SABESP

65%

Edifício de Administração SABESP

72%

Escola Estadual Fernão Dias Paes

94%

Escola Estadual Toufic Jouliam

78%

Lar Batista de Criança

21%

Secretaria do Meio Ambiente

47%

Instituto de Pesquisa Tecnológica - IPT

53%

38 FONTE: www.sabesp.com.br dezembro/2006


QUEM REDUZIU? Escola Estadual Fern達o Dias Paes

39 FONTE: www.sabesp.com.br dezembro/2006


CONCLUSÃO Muitas ações para reduzir o consumo de água não geram custo para a unidade. Ações que envolvam algum investimento podem trazer um retorno em poucos meses de implementação. Grandes fabricantes de equipamentos eficientes se propõem a realizar diagnóstico gratuitamente para estudo de viabilidade. Poucos minutos por mês dedicados ao assunto podem gerar grandes economias. Utilizar a água de forma racional não é apenas uma questão de economia, mas de preservação da sustentabilidade da oferta de água, redução do volume de água a ser captada, diminuição do volume de esgotos, enfim, garantia de fornecimento ininterrupto de água a todos.

40


OUTRAS INFORMAÇÕES Sites com informações sobre o tema: • Agência Nacional de Águas http://www.ana.gov.br • Centro de Referência Internacional em Reuso de Água http://www.usp.br/cirra • Ministério do Meio Ambiente http://www.mma.gov.br

41


Cartilha_Consumo-Água