Page 46

CAPÍTULO

5

Amy podia passar a vida inteira na biblioteca secreta. Em vez disso, quase morreu ali. Ela foi à frente, descendo a escada, e ficou boquiaberta ao ver tantos livros. Era livro que não acabava mais. Ela antes achava que a biblioteca pública em Copley Square era a melhor do mundo, mas aquela era ainda melhor. As estantes eram de madeira escura, e os livros eram encadernados em couro e muito antigos, com títulos dourados nas lombadas. Tapetes orientais cobriam o chão. Havia cadeiras confortáveis dispostas em vários pontos do cômodo, para que se pudesse sentar em qualquer lugar e começar a ler. Havia mapas e fólios imensos espalhados em grandes mesas. Encostados numa das paredes, viam-se uma fileira de arquivos de carvalho e um computador enorme com três monitores separados, parecendo os que se usam na NASA. Lustres de vidro pendiam do teto abobadado e forneciam bastante luz, embora o cômodo fosse obviamente subterrâneo. Eles tinham descido bastante para chegar lá, e não havia janelas. — Este lugar é incrível! — Amy correu para dentro da biblioteca. — Livros — disse Dan, sem entusiasmo. — Oba. Ele foi olhar o computador, mas estava travado na tela inicial que pedia a senha. Dan mexeu numas gavetas dos arquivos, porém estavam todas trancadas.

Profile for Rafaela Dal Pontte

01 - 39 clues - O labirinto dos ossos - Rick Riordanr  

01 - 39 clues - O labirinto dos ossos - Rick Riordanr  

Advertisement