Page 1


Introdução Os direitos Antes da declaração Depois da declaração Conclusão Webgrafia


Neste trabalho vamos falar sobre a declaração de Salamanca. A declaração de Salamanca é uma resolução das Nações Unidas que trata dos princípios , política e prática em crianças com educação especial. Esta declaração foi realizada de 7 a 10 de Junho de 1994. Foi assinada por representantes de 92 países e 25 organizações internacionais. Iremos falar mais sobre este tema no resto do trabalho.


Nesta declaração diz que: toda criança possui características, interesses, habilidades e necessidades de aprendizagem que são únicas; sistemas educacionais deveriam ser designados e programas educacionais deveriam ser implementados no sentido de se levar em conta a vasta diversidade de tais características e necessidades; aqueles com necessidades educacionais especiais devem ter acesso à escola regular, que deveria acomodá-los dentro de uma Pedagogia centrada na criança, capaz de satisfazer a tais necessidades; escolas regulares que possuam tal orientação inclusiva constituem os meios mais eficazes de combater atitudes discriminatórias criando-se comunidades acolhedoras, construindo uma sociedade inclusiva e alcançando educação para todos; além disso, tais escolas provêem uma educação efetiva à maioria das crianças e aprimoram a eficiência e, em última instância, o custo da eficácia de todo o sistema educacional.


Antes da declaração de Salamanca as crianças portadoras de deficiências, aquelas que tinham dificuldades temporárias ou permanentes na escola, as que estavam a repetir os anos escolares, as que eram forçadas a trabalhar, que viviam nas ruas, as que moravam longe de quaisquer escolas, as que viviam em condições de extrema pobreza ou que emagreciam por falta de alimentos, as que eram vítimas de guerra ou conflitos armados, as que sofriam de abusos contínuos - físicos, emocionais e sexuais - ou as que estavam fora da escola por qualquer motivo – simplesmente não eram aceites pelas outras pessoas ou eram tratadas de forma diferente.


A declaração contribuiu para a mudança de uma perspectiva restrita, centrada sobre as deficiências de determinadas crianças, para um conceito muito mais alargado de inclusão. O objetivo consiste agora na ultrapassagem das barreiras que todos os alunos podem enfrentar no âmbito escolar. Durante estes dez anos que decorreram após Salamanca, tem-se verificado uma intensa atividade em muitos países, visando a modificação das políticas e das práticas educativas numa direção mais inclusiva. Não restam dúvidas de que tem havido um progresso, embora se mantenha parcelar e muitas vezes limitado a pequenos projetos. Alguns artigos só se referem a crianças com “deficiências” ou àquelas que foram identificadas como tendo necessidades educativas especiais – que foram objeto da Conferência de Salamanca. Outros, adotam uma visão mais ampla sobre inclusão e focam todos os grupos de crianças vulneráveis – no contexto particular em que trabalham – o que representa a nova perspectiva que Salamanca procurou estimular. Os artigos fazem-nos reflectir, em particular, sobre a importância de se considerar a inclusão como uma forma de atingir a Educação para Todos, tal como se recomenda na Declaração de Salamanca.


Para a realização deste trabalho pesquisámos vários sites de onde retiramos a informação necessária para o mesmo. Os aspetos positivos foram que para um primeiro trabalho juntos, nos demos muito bem. Os aspetos negativos foram que enquanto fazíamos o trabalho nos esquecemos de 1 ou 2 links. Com este trabalho podemos ficar a saber um pouco mais sobre esta declaração que visa a inclusão social. Somos todos diferentes, somos todos iguais!


http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/salamanca.pdf http://pt.wikipedia.org/wiki/Declara%C3%A7%C3%A3o_de_Salamanca https://www.google.pt/ http://office.microsoft.com http://www.eenet.org.uk/resources/docs/eenet_news8_por.pdf


Trabalho realizado por: Paulo Meneses Pedro Roque Rafaela Correia Tomás Correia Tomás Bilro

nº16 nº17 nº18 nº19 nº20

Declaração de Salamanca  

trabalho para formação cívica

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you